FULL

TEXT



código

5586105 matching pages

Results 1-100

https://gn.wikipedia.org/wiki/Vikipet%C3%A3_myangek%C3%B5i%3ATekohapegua
  Vikipetã myangekõi:Tekohapegua - Vikipetã Vikipetã myangekõi:Tekohapegua Vikipetãmegua Kundaharãme jeho kundaharã , Jeheka Bot flag requests/Pedidos para autorización de bots Here/Aquí Tembikuaa'aty rechaukaha 1 Wiki junior 2 Errores... 3 Betawiki: better support for your language in MediaWiki 4 Administracion 5 Request for administrator rights 6 Namespaces 7 Internalization problem 8 1000 articulos ... [ editar código ] En Wikijunior tenemos un cuadro de traducciones basicas por los niños. Necesitamos unas ... , Fiesta y 1,2,3. Gracias. - The bellman Errores... [ editar código ] Por qué main page? Qué es ... :54 29 sep 2006 (UTC) Betawiki: better support for your language in MediaWiki [ editar código ] Dear ... Please help us complete the most wanted messages .. Administracion [ editar código ] Hola! Yo voy ... algunas objecciones. Hugo.arg 10:21 6 dic 2007 (UTC) Request for administrator rights [ editar código CACHE

Vikipetã myangekõi:Tekohapegua - Vikipetã Vikipetã myangekõi:Tekohapegua Vikipetãmegua Kundaharãme jeho kundaharã , Jeheka Bot flag requests/Pedidos para autorización de bots Here/Aquí Tembikuaa'aty rechaukaha 1 Wiki junior 2 Errores... 3 Betawiki: better support for your language in MediaWiki 4 Administracion 5 Request for administrator rights 6 Namespaces 7 Internalization problem 8 1000 articulos 9 The most often used MediaWiki messages 10 Imágenes 11 The LocalisationUpdate extension has gone live 11.1 What this means for you 11.2 Why localise at translatewiki.net 12 Translatewiki.net update 13 How can we improve the usability for your language 14 Small request 15 Wikimania Scholarships 15.1 Diego Grez Bot 16 Caracteres especiales de la lengua Guaraní. 17 2010 Fundraising Is Almost Here 18 An urgent translation request 19 Call for image filter referendum 20 Terms of Use update 21 Open Call for 2012 Wikimedia Fellowship Applicants 22 Announcing Wikipedia 1.19 beta 23 MediaWiki 1.19 24 Update on IPv6 25 2011 Picture of the Year competition 26 Help decide about more than $10 million of Wikimedia donations in the coming year 27 More opportunities for you to access free research databases 28 Request for Comment: Legal Fees Assistance Program 29 Wikidata is getting close to a first roll-out 30 Upcoming software changes - please report any problems 31 Fundraising localization: volunteers from outside the USA needed 32 falta la bandera de VOLIVIA en pàgina de inicio = 32.1 Be a Wikimedia fundraising 'User Experience' volunteer! 32.2 Wikimedia sites to move to primary data center in Ashburn, Virginia. Read-only mode expected. 32.3 Picture of the Year voting round 1 open 32.4 Help turn ideas into grants in the new IdeaLab 32.5 Wikidata phase 1 (language links) coming to this Wikipedia 32.5.1 What is Wikidata? 32.5.2 What is going to happen? 32.5.3 Where can I find more information and ask questions? 32.5.4 I want to be kept up to date about Wikidata 32.6 Wikidata phase 1 (language links) live on this Wikipedia 32.7 Convert complex templates to Lua to make them faster and more powerful 32.8 Wikidata phase 2 (infoboxes) coming to this Wikipedia 32.9 Request for comment on inactive administrators 32.10 Wikidata phase 2 (infoboxes) is here 32.11 [en] Change to wiki account system and account renaming 32.12 [en] Change to section edit links 32.13 Tech newsletter: Subscribe to receive the next editions 32.14 Updating the logo for this wiki 32.15 Trademark discussion 32.16 Free Research Accounts from Leading Medical Publisher. Come and Sign up! 32.17 Cochrane Library Sign-up (correct link) 32.18 X!'s Edit Counter 32.19 Universal Language Selector will be enabled on 2013-07-09 32.20 Pywikipedia is migrating to git 32.21 VisualEditor and your Wikipedia 32.22 HTTPS for users with an account 32.23 Request for consultation on community logo 32.24 Notifications 32.25 Speak up about the trademark registration of the Community logo. 32.26 Introducting Beta Features 32.27 Call for comments on draft trademark policy 32.28 TENONDEGUA: Sãmbyhyhára rembiapo ñemaña 32.29 Call for project ideas: funding is available for community experiments 32.30 Proposed optional changes to Terms of Use amendment 32.31 Catalan Culture Challenge 32.32 Changes to the default site typography coming soon 32.33 No one needs free knowledge in Esperanto 32.34 Portal 32.35 Media Viewer 32.36 Using only UploadWizard for uploads 32.37 Media Viewer is now live on this wiki 32.38 Consulta 32.39 Help for translate 32.40 Letter petitioning WMF to reverse recent decisions 32.41 Process ideas for software development 32.42 Grants to improve your project 32.43 VisualEditor available on Internet Explorer 11 32.44 w:es:Wikiproyecto:Wikimedia en langues régionales de España 32.45 Monuments of Spain Challenge 32.46 Meta RfCs on two new global groups 32.47 Languages in censuses 32.48 New Wikipedia Library Accounts Now Available (November 2014) 32.49 Global AbuseFilter 32.50 New Wikipedia Library Accounts Now Available (December 2014) 32.51 [Global proposal] m.Vikipetã.org: (opaite) Editar páginas 32.52 New Wikipedia Library Accounts Available Now (March 2015) 32.53 Inspire Campaign: Improving diversity, improving content 32.54 Feedback request: VisualEditor's special character inserter 32.55 SUL finalization update 32.56 VisualEditor coming to this wiki 32.57 VisualEditor now active here 32.58 Stewards confirmation rules 32.59 VisualEditor News #2—2015 32.59.1 Recent improvements 32.59.2 Looking ahead 32.59.3 Let's work together 32.60 Nominations are being accepted for 2015 Wikimedia Foundation elections 32.61 Wikimedia Foundation Funds Dissemination Committee elections 2015 32.62 New Wikipedia Library Accounts Available Now (May 2015) 32.63 Wikimedia Foundation Board of Trustees elections 2015 32.64 Wikimedia Foundation Board of Trustees elections 2015 32.65 Content Translation beta feature is now available 32.66 Pywikibot compat will no longer be supported - Please migrate to pywikibot core 32.67 VisualEditor News #3—2015 32.67.1 Recent improvements 32.67.2 Let's work together 32.68 VisualEditor News #3—2015 32.68.1 Recent improvements 32.68.2 Let's work together 32.69 New Wikipedia Library Accounts Available Now (June 2015) 32.70 New Wikipedia Library Accounts Available Now (June 2015) 32.71 HTTPS 32.72 HTTPS 32.73 Please join the 2nd edition of the VisualEditor Translathon 32.74 Proposal to create PNG thumbnails of static GIF images 32.75 What does a Healthy Community look like to you? 32.75.1 Why get involved? 32.75.2 More information 32.76 What does a Healthy Community look like to you? 32.76.1 Why get involved? 32.76.2 More information 32.77 Wikidata: Access to data from arbitrary items is coming 32.78 Wikidata: Access to data from arbitrary items is here 32.79 VisualEditor News #4—2015 32.79.1 Wikimania 32.79.2 Recent improvements 32.79.3 Future changes 32.79.4 Let's work together 32.80 How can we improve Wikimedia grants to support you better? 32.81 Introducing the Wikimedia public policy site 32.82 Introducing the Wikimedia public policy site 32.83 Open call for Individual Engagement Grants 32.84 Open call for Individual Engagement Grants 32.85 New Wikipedia Library Database Access (September 2015) 32.86 Only one week left for Individual Engagement Grant proposals! 32.87 Reimagining WMF grants report 32.88 Reimagining WMF grants report 32.89 VisualEditor News #5—2015 32.89.1 Recent improvements 32.89.2 Future changes 32.89.3 Let's work together 32.90 Community Wishlist Survey 32.91 Wikimania 2016 scholarships ambassadors needed 32.92 Harassment consultation 32.93 Your input requested on the proposed #FreeBassel banner campaign 32.94 Community Wishlist Survey 32.95 New Wikipedia Library Accounts Available Now (December 2015) 32.96 Get involved in Wikipedia 15! 32.97 Community Wishlist Survey 32.98 VisualEditor News #6—2015 32.98.1 Recent improvements 32.98.2 Future changes 32.98.3 Testing opportunities 32.99 Wikimania 2016 Scholarships - Deadline soon! 32.100 2016 WMF Strategy consultation 32.101 Guarani is missing 32.102 VisualEditor News #1—2016 32.102.1 Recent changes 32.102.2 Future changes 32.102.3 Let's work together 32.103 Completion suggestor 32.104 Updates to wiki search auto completion are arriving 10 March 32.105 New Wikipedia Library Accounts Available Now (March 2016) 32.106 Open Call for Individual Engagement Grants 32.107 Server switch 2016 32.108 Wikipedia to the Moon 32.109 Wikipedia to the Moon: voting has begun 32.110 Compact Links coming soon to this wiki 32.111 Compact Language Links enabled in this wiki today 32.112 Wikipedia to the Moon: invitation to edit 32.113 Editing News #2—2016 32.113.1 Recent changes 32.113.2 Future changes 32.113.3 Let's work together 32.114 Save/Publish 32.115 Wikipedia to the Moon Working Phase 32.116 New Wikipedia Library accounts available now (August 2016) 32.117 RevisionSlider 32.118 Grants to improve your project 32.119 Creative Commons 4.0 32.120 Editing News #3—2016 32.120.1 Recent changes 32.120.2 Future changes 32.120.3 Let's work together 32.121 New Wikipedia Library Accounts Available Now (November 2016) 32.122 Traducción de nombres 32.123 Password reset 32.124 Adding to the above section (Password reset) 32.125 Main Page 32.126 New way to edit wikitext 32.127 Review of initial updates on Wikimedia movement strategy process 32.128 Overview #2 of updates on Wikimedia movement strategy process 32.129 We invite you to join the movement strategy conversation (now through April 15) 32.130 Start of the 2017 Wikimedia Foundation Board of Trustees elections 32.131 Read-only mode for 20 to 30 minutes on 19 April and 3 May 32.132 Wikidata description editing in the Wikipedia Android app 32.133 New Page previews feature 32.134 New Wikipedia Library Accounts Available Now (May 2017) 32.135 Voting has begun in 2017 Wikimedia Foundation Board of Trustees elections 32.136 Beta Feature Two Column Edit Conflict View 32.137 Editing News #1—2017 32.137.1 Recent changes 32.137.2 Future changes 32.138 Prototype for editing Wikidata infoboxes on Wikipedia 32.139 RevisionSlider 32.140 Join the next cycle of Wikimedia movement strategy discussions (underway until June 12) 32.141 New notification when a page is connected to Wikidata 32.142 m:Requests for comment/Global centralnotice for the blockade of the Turkish government 32.143 Start of the 2017 Wikimedia Foundation Funds Dissemination Committee elections 32.144 Wikidata changes now also appear in enhanced recent changes 32.145 Accessible editing buttons 32.146 Page Previews (Hovercards) update 32.147 Improved search in deleted pages archive 32.148 RfC regarding 'Interlinking of accounts involved with paid editing to decrease impersonation' 32.149 Discussion on synced reading lists 32.149.1 Background 32.149.2 Why not watchlists 32.150 Changes to the global ban policy 32.151 New print to pdf feature for mobile web readers 32.152 Call for Wikimania 2018 Scholarships 32.153 User group for Military Historians Caracteres especiales de la lengua Guaraní Mba'eichapa. Che rera Pablo. Che aiko Argentinape. Les comento que recién estoy aprendiendo Guaraní, así que me cuesta escribir. Espero que puedan entenderme en español, aunque voy a escribir todo lo que pueda en Guaraní. Por ahora solo quiero publicar que recientemente logré crear un idioma para el teclado que funciona en windows y tiene todos los caracteres especiales de la lengua Guaraní. Se pueden escribir todos con solo apretar las teclas, sin combinaciones raras. No se como publicarlo de otra forma por ahora, pero al que le interese, está a disposición de todos. Comuníquense conmigo. En mi perfil inclui mi correo electrónico, si no pueden acceder de esa forma avisenme por acá y lo pongo en esta página. No lo pongo ahora para evitar que lo levante cualquier software y me empiece a mandar correo no deseado. Maitei. -- Yankenan 17:40 22 jasyporundy 2010 (UTC) Tekohapegua Considero simplemente ridículo modificar algunas palabras propias, como nombres de países, de la forma que ví en la portada, como por ejemplo Alemaña o Volivia. Solo sirve para idiotizar más aún a los estudiantes del Paraguay. Lamentable. Anónimo. Amigo 'Anónimo': En la lengua vasca (lengua indígena de Europa con un proceso de recuperación y normalización bastante avanzado y exitoso), resulta que se usan las grafías Espainia y Katalunia, por ejemplo, y no las formas castellanas 'España', 'Cataluña' (ni la forma catalana 'Catalunya'). Y por ejemplo en portugués se escribe Espanha, etc. No veo por qué ha de considerarse que esto va a 'idiotizar' a nadie ni por qué debería de lamentarse... -- 85.86.49.23 14:35 7 jasypokõi 2008 (UTC) -- (soy A R King en la Wikipedia inglesa) ¿Por qué necesitamos textos español en Wikipedia Guaraní? Desde luego, todos los habladores de la lengua guaraní pueden hablar en guaraní. ¿No es verdad? Vaya a cambiarse ' Avañe'ẽ achegety (El alfabeto guaraní) ' a ' Avañe'ẽ achegety ', etcétera. - node_ue Eso es para ayudar aquellos (como yo) que no saben mucho guaraní, pero que pueden contribuir con alguna cosa. Con el tiempo, sí, se espera que los textos en español sean remplazados o eliminados. Ensjo 13:41, 26 Mar 2004 (UTC) Ud. quizás debería contactar mi amigo Manolo (su nombre Guaraní. su nombre Hispanico es Manuel) Fernandez, quien traducía Google al Guaraní (a mi recomendación). Le he catado explicar Wikipedia, pero no pienso que ha ido muy bien, porque usamos el Inglés, que no está su idioma primera o secundaria, para communicación (porque mi Español es muy malo). Él administra el sitio Web Guarani Renda , que significa (si recuerdo correctamente) 'Sitio Guaraní' y puedes trovar su e-mail asi. Es un hablador nativo del Guaraní, y puede hablar Jopara y el idioma oficial con los neologísmos para cosas muy modernas por ejemplo 'ta'anga' tambien... -- Node ue 03:08, 4 Apr 2004 (UTC) - Una recomendación. He notado que en los artículos que tienen versión en guaraní figura 'Avañe´e' en vez de 'Guarani' (en donde dice 'other languages'). Sería mejor revertir esto a 'Guarani' siendo que los lectores extranjeros sólo conocen el idioma por este nombre (inclusive muchos paraguayos). Es de entender que los puristas no querrán hacer el cambio, pero por favor... Además, cuantos 'Avañe´e', cuántos idiomas indígenas existen en el continente americano? Sin duda, el comentario que antecede tiene lógica... para un hablante no-guaraní. La intención de la enciclopedia, empero, creo que es para guaraní-hablantes, por más utópica que sea esta razón. Y para éstos, 'ava' no significa 'indígena' como mi antecesor sugiere, sino 'persona', es decir, un semejante. Y, 'avañe'ê' es el idioma propio de ellos (originalmente, carios), que los primeros conquistadores españoles le denominaron 'guarani'. Ñande ñanembovyerei ñaína ko ñe'ême jahaikuaáva... gueteri, jahecháne ágâ ára ohasakuévo mba'éichapa jakakuaa, ha mba'éichapa avei ko tenda ñambotuicha. ///El guaraní no solo es idioma oficial de Paraguay, creo que hace poco tiempo, también pasó a ser idioma oficial en la provincia de Corrientes, Argentina. ('...La Cámara de Diputados convirtió en ley un proyecto que establece a la lengua Guaraní como segundo idioma oficial en la provincia de Corrientes. Se trata de una reivindicación histórica que llega después de más de 400 años. La normativa determina la enseñanza del Guaraní en todos los niveles del sistema educativo...')Lo que esta entre paréntesis es parte de un articulo publicado el 30/09/04 en un periódico Correntino. //MEC// Este proyecto ya fue sancionado a principios de octubre de 2004. El autor, el diputado Walter Insaurralde. La Ley es la n° 5598. Falta la promulgación por el Poder Ejecutivo Provincial. Pues sí, el guaraní ya es ahora idioma oficial de la provincia de Corrientes, Argentina, juntamente con el español. ¿Lo será en el mismo nivel, como en Paraguay, con una educación bilingüe?. Sea como fuere, ¡enhorabuena!. Yo soy brasileño, pero si deseo contribuir en guaraní no necesito que la aba de discusión, por ejemplo, estea en castellano para saber que es la aba de discusión. La discusión en si, todo bien, pero los botones, no. Lo mismo para todos los otros botones y hiperenlaces. Hay que cambiarse el todo para el guaraní lo cuanto antes. Principalmente porque el guaraní no es un idioma relevante solamente para países hispanohablantes. 201.52.88.96 00:36 3 nov 2007 (UTC) Hola! Por primero, quiero agradecer por tu interes. Seria mejor que registrarias y tendria usuario permanente no direccion IP. Problema es, que aqui no hay (o no trabaja permanente) personas que sabe guarani por esto botones son en castellano. Si sabes guarani esto es muy bien. Puedes crear un listo de traducciones (palabra castellana-palabra guarani) y despues podemos dirgirse a administracion para cambiar los botones. Hugo.arg 09:17 3 nov 2007 (UTC) Wiki junior [ editar código ] En Wikijunior tenemos un cuadro de traducciones basicas por los niños. Necesitamos unas traducciones en Guaraní. Necesitamos las traducciones por Ola, Adios, Por favor, Gracias, Socorro, Fiesta y 1,2,3. Gracias. - The bellman Errores... [ editar código ] Por qué main page? Qué es 'tapeware'? no será tapeguahê? Por qué justo para un idioma como este que utiliza tantos caracteres especiales no existe en las páginas de edición una sección de caracteres especiales?-- Mauricio Maluff 23:54 29 sep 2006 (UTC) Betawiki: better support for your language in MediaWiki [ editar código ] Dear community. I am writing to you to promote a special wiki called Betawiki . This wiki facilitates the localisation (l10n) of the MediaWiki interface. You may have changed many messages here to use your language in the interface, but if you would log in to for example the English language Wiktionary, you would not be able to use the interface as well translated as here. Infact, of the 1798 messages in the core of MediaWiki, 0 messages have been translated. Betawiki also supports the translation of messages of about 80 extensions, with almost 1000 messages. If you wish to contribute to better support of your language in MediaWiki, as well as for many MediaWiki extensions, please visit Betawiki , create an account and request translator priviledges . You can see the current status of localisation of your language on meta and do not forget to get in touch with others that may already be working on your language on Betawiki . If you have any further questions, please let me know on my talk page on Betawiki . We will try and assist you as much as possible, for example by importing all messages from a local wiki for you to start with, if you so desire. You can also find us on the Freenode IRC network in the channel #mediawiki-i18n where we would be happy to help you get started. Thank you very much for your attention and I do hope to see some of you on Betawiki soon! Cheers! Siebrand@Betawiki 09:28 28 sep 2007 (UTC) Currently 18.71% of the MediaWiki messages and 0.00% of the messages of the extensions used by the Wikimedia Foundation have been localised. Please help us help your language by localising at Betawiki . Thanks, GerardM 13:02 28 mar 2008 (UTC) Currently 16.77% of the MediaWiki messages and 0.00% of the messages of the extensions used by the Wikimedia Foundation projects have been localised. Please help us help your language by localising at Betawiki . This is the recent localisation activity for your language. Thanks, GerardM 18:03 30 abr 2008 (UTC) Currently 16.33% of the MediaWiki messages and 0.00% of the messages of the extensions used by the Wikimedia Foundation projects have been localised. Please help us help your language by localising at Betawiki . This is the recent localisation activity for your language. Thanks, GerardM 10:05 30 jasypoteĩ 2008 (UTC) Currently 14.84% of the MediaWiki messages and 0.15% of the messages of the extensions used by the Wikimedia Foundation projects have been localised. Please help us help your language by localising at Betawiki . This is the recent localisation activity for your language. Thanks, GerardM 14:00 2 ago 2008 (UTC) Currently 14.02% of the MediaWiki messages and 0.13% of the messages of the extensions used by the Wikimedia Foundation projects have been localised. Please help us help your language by localising at Betawiki . This is the recent localisation activity for your language. Thanks, GerardM 14:36 3 jasyporundy 2008 (UTC) Currently 13.25% of the MediaWiki messages and 0.13% of the messages of the extensions used by the Wikimedia Foundation projects have been localised. Please help us help your language by localising at Betawiki . This is the recent localisation activity for your language. Thanks, GerardM 11:49 12 oct 2008 (UTC) Currently 13.29% of the MediaWiki messages and 0.10% of the messages of the extensions used by the Wikimedia Foundation projects have been localised. Please help us help your language by localising at Betawiki . This is the recent localisation activity for your language. Thanks, GerardM 10:20 10 nov 2008 (UTC) Currently 13.06% of the MediaWiki messages and 0.09% of the messages of the extensions used by the Wikimedia Foundation projects have been localised. Please help us help your language by localising and proof reading at Betawiki . This is the recent localisation activity for your language. Thanks, GerardM 11:41 14 jasypakõi 2008 (UTC) PS Please help us complete the most wanted messages .. Administracion [ editar código ] Hola! Yo voy a pedir status de bibliotecario de esta wikipedia en metawiki. Voy a borrar todos los vandalismos, articulos no-guarani, tambien cambiar algunos botonoes (con vuestra ayuda). Por favor, escriben si tiene algunas objecciones. Hugo.arg 10:21 6 dic 2007 (UTC) Request for administrator rights [ editar código ] Quiseria ser administrador para todo el tiempo porque ahora wikipedia guarani cresca y hay necesidad arreglar los articulos tambien borrar vandalismos y, -esto es muy importante- modificar mediawiki porque sr. David Galeano traduzca palabras de castellano. Hugo.arg 13:25 14 jasypakõi 2007 (UTC) For/Accepto Support . Tal vez un poco tarde, pero igual merece mi apoyo la idea, Hugo a demostrado mucho esfuerzo en este proyecto, y han sido muy útiles las traducciones que realizó. =)-- Kanon6917 14:02 4 jasyteĩ 2008 (UTC) Support ! Matasg 10:12 5 jasyteĩ 2008 (UTC) Against/No accepto Approved. DerHexer 11:05 5 jasyteĩ 2008 (UTC) Namespaces [ editar código ] Debemos confirmar tradcciones de namespaces . Puruhára - Puruhára Puruhára Discusión - Puruhára Myangekõi Categoria - Ñemohenda Categoría Discusión - Ñemohenda Myangekõi Imagen - Ta'ãnga Imagen Discusión - Ta'ãnga Myangekõi Ayuda - Pytyvõ Ayuda Discusión - Pytyvõ Myangekõi Wikipedia - Vikipetã Wikipedia Discusión - Vikipetã Myangekõi Plantilla - Tembiecharã Plantilla Discusión - Tembiecharã Myangekõi Especial - Mba'echĩchĩ * Hugo myangekõi 10:58 13 jasykõi 2008 (UTC) Internalization problem [ editar código ] In your wikipedia, setting own language to english, menu navigation doesn't display in selected language. Hoping my feedback could be useful, good work! -- Luckyz 15:33 31 jasypokõi 2008 (UTC) Thanks for info. We'll try to fix it. * Hugo myangekõi 21:05 31 jasypokõi 2008 (UTC) I think MediaWiki:Sidebar/en caused the problem, and now it is a cache problem, will need some days to update I guess, all other languages work well, (I left a detailed information on Your talkpage on Meta, Hugo.arg), best regards, -- guyra (:> )=| 22:29 31 jasypokõi 2008 (UTC) 1000 articulos [ editar código ] he estado monitoreando el avance de las diferentes wikipedias, y no entiendo como es que estando tan cerca no se ha logrado todavia llegar a los mil articulos. pienso que esta sencilla barrera debe ser alcanzada si quieren demostrar la seriedad de su proyecto Problema es que una empresa que escribió los artículos ya hecho su trabajo y ahora no tenemos colaboradores que podría escribir en guaraní.. * Hugo myangekõi 23:08 21 jasypoapy 2008 (UTC) The most often used MediaWiki messages [ editar código ] Hoi, the most often used MediaWiki messages (less than 25% of all MediaWiki messages) are the most visible messages. They help our readers and editors the most. We are aiming to get these messages localised for as many languages as possible by the end of the year. Please help us and yourself and localise these messages . Thanks, GerardM 13:16 17 nov 2008 (UTC) Imágenes [ editar código ] Seria http://gn.wikipedia.org/w/index.php?title=Vikipet%C3%A3_myangek%C3%B5i:Tekohapegua&action=edit§ion=11 Ojehaihína Vikipetã myangekõi:Tekohapegua (vore) - Vikipetãbueno desabilitar la subida de imágenes a Wikipedia para que solo se puedan usar imágenes libres y exclusivamente de Wikimedia Commons. La única imagen que debería quedar sería la del logotipo. -- 190.31.229.21 16:33 10 jasypo 2009 (UTC) No parece que alguien quiseria subir imágenes aquí y todavia no hay problemas con esto. Ademas, creo que podemos permitir usar imágenes con fair use, no debemos usar todas las politícas com en la wiki castellana, es un projecto diferente. * Hugo myangekõi 14:18 14 jasypo 2009 (UTC) I support disabling the upload. There is too much copyright violation. And Hugo.arg is the one making the most copyright violations, e.g. [1] . Commons has 30 000 000 files. Much else to do, than to bother with local uploads. 91.9.116.242 15:29 26 jasyapy 2016 (UTC) The LocalisationUpdate extension has gone live [ editar código ] The LocalisationUpdate extension is now enabled for all Wikimedia projects. From now on new localisations that become available in SVN will become available to your project within 24 hours. Your localisations get into SVN from translatewiki.net typically within a day and at worst in two days. This is a huge improvement from the old practice where the localisations became available with new software. This could take weeks, even months. The localisations done by our community at translatewiki.net are committed to SVN typically every day. When the system messages in English are the same as the local messages, they will now be inserted in a file and are available for use in all our projects in a timely manner What this means for you [ editar código ] Local messages have an impact on the performance of our system. It is best when messages are as much as possible part of the system messages. In order to remove unnecessary duplication, all the messages that have a local localisation and are exactly the same as the system message will be removed. What we ask you to do is to compare and proof read the messages in translatewiki.net and the local messages. You can then either remove local messages when the translatewiki.net message is to be preferred or, you can update the message at translatewiki.net. Messages that are specific to your project will have to stay as they are. You do want to check if the format and the variables of the message are still the same. Why localise at translatewiki.net [ editar código ] When you localise at translatewiki.net, your messages will be used in all Wikimedia projects and eventually in all MediaWiki based projects. This is how we provide the standard support for your language. When messages change, at translatewiki.net you will be prompted to revisit your translations. Localising is more efficient because we have innovated the process to make you more efficient. there is text explaining about messages and we have applied AJAX technology to reduce the number of clicks you have to make. Translatewiki.net update [ editar código ] Currently 13.88% of the MediaWiki messages and 0.04% of the messages of the extensions used by the Wikimedia Foundation projects have been localised. Please help us help your language by localising and proof reading at translatewiki.net . This is the recent localisation activity for your language. Thanks, GerardM 21:54 28 jasyporundy 2009 (UTC) Currently 13.79% of the MediaWiki messages and 0.04% of the messages of the extensions used by the Wikimedia Foundation projects have been localised. Please help us help your language by localising and proof reading at translatewiki.net . This is the recent localisation activity for your language. Thanks, GerardM 11:26 1 jasypateĩ 2009 (UTC) Currently 14.05% of the MediaWiki messages and 0.04% of the messages of the extensions used by the Wikimedia Foundation projects have been localised. Please help us help your language by localising and proof reading at translatewiki.net . This is the recent localisation activity for your language. Thanks, GerardM 13:07 7 jasypakõi 2009 (UTC) Currently 13.97% of the MediaWiki messages and 0.04% of the messages of the extensions used by the Wikimedia Foundation projects have been localised. Please help us help your language by localising and proof reading at translatewiki.net . This is the recent localisation activity for your language. Thanks, GerardM 15:37 4 jasyteĩ 2010 (UTC) PS Please help us complete the most wanted messages .. How can we improve the usability for your language [ editar código ] We expect that with the implementation of LocalisationUpdate the usability of MediaWiki for your language will improve. We are now ready to look at other aspects of usability for your language as well. There are two questions we would like you to answer: Are there issues with the new functionality of the Usability Initiative Does MediaWiki support your language properly The best way to answer the first question is to visit the translatewiki.net. Change the language to your language, select the “vector” skin and add the advanced tool bar in in the preferences and check out the new functionality. And make some changes in your user page. When there is a need to improve on the localisation, please make the necessary changes s . It should update your localisation straight away. We would like you to report each issue individually at http://meta.wikimedia.org/wiki/Usability_issues . When there are problems with the support of MediaWiki for your language, we really want to know about this. It is best to report each issue separately. In this way there will be no large mass of issues to resolve but we can address each issue on its own. Consider issues with the display of characters, the presentation of your script, the position of the side bar, the combination of text with other languages, scripts. It is best to try this in an environment like the prototype wiki as it provides you with a clean, basic and up to date environment. The prototype wiki is available for five languages but you can select any of them, change the preferences to your language and test out MediaWiki for your language. We would like you to report each issue individually at http://meta.wikimedia.org/wiki/Language issues. The issues you raise will all be assessed. It is important to keep each issue separate, because this will make it easier to understand the issues and find solutions. PS This text has been approved by Naoko, Brion and Siebrand. Thanks, GerardM 21:54 28 jasyporundy 2009 (UTC) Small request [ editar código ] Hello! I am a Polish wikipedian and I would like to ask you for your help - writing a new article about former Polish President who won the Nobel Peace Prize in 1983 – Lech Wałęsa . I have looked for his biography in your Wikipedia but without success. Polish Wikipedians will be grateful for your help. Thank you so much in advance! PS you can find the English version of the article here . Best wishes from Poland, Patrol110 09:39 13 jasypateĩ 2009 (UTC) Wikimania Scholarships [ editar código ] The call for applications for Wikimania Scholarships to attend Wikimania 2010 in Gdansk, Poland (July 9-11) is now open. The Wikimedia Foundation offers Scholarships to pay for selected individuals' round trip travel, accommodations, and registration at the conference. To apply, visit the Wikimania 2010 scholarships information page , click the secure link available there, and fill out the form to apply. For additional information, please visit the Scholarships information and FAQ pages: Scholarships Scholarships FAQ Yours very truly, Cary Bass Volunteer Coordinator Wikimedia Foundation Diego Grez Bot [ editar código ] Bot User:Diego Grez Bot Operator User:Diego Grez Function: Interwiki, fix double redirects Code: pywikipedia Flagged on several other wikis . Comment. Gonna do some test edits. Thanks! Diego Grez 02:55 17 jasypokõi 2010 (UTC) Caracteres especiales de la lengua Guaraní. [ editar código ] Mba'eichapa. Che rera Pablo. Che aiko Argentinape. Les comento que recién estoy aprendiendo Guaraní, así que me cuesta escribir. Espero que puedan entenderme en español, aunque voy a escribir todo lo que pueda en Guaraní. Por ahora solo quiero publicar que recientemente logré crear un idioma para el teclado que funciona en windows y tiene todos los caracteres especiales de la lengua Guaraní. Se pueden escribir todos con solo apretar las teclas, sin combinaciones raras. No se como publicarlo de otra forma por ahora, pero al que le interese, está a disposición de todos. Comuníquense conmigo. En mi perfil inclui mi correo electrónico, si no pueden acceder de esa forma avisenme por acá y lo pongo en esta página. No lo pongo ahora para evitar que lo levante cualquier software y me empiece a mandar correo no deseado. Maitei. -- Yankenan 17:40 22 jasyporundy 2010 (UTC) 2010 Fundraising Is Almost Here [ editar código ] Hello Wikipedians, my name is Kelly and I am working for the Wikimedia Foundation during the 2010 Fundraiser. My job is to be the liaison between the Avane e community and the Foundation. This year's fundraiser is intended to be a collaborative and global effort. we recognize that banner messages which may perform well in the United States don't necessarily translate well, or appeal to international audiences. I'm contacting you as I am currently looking for translators who are willing to contribute to this project by helping translate and localize messages into Avane e and suggesting messages that would appeal to Avane e readers on the Fundraising Meta Page. We've started the setup on meta for both banner submission , statistical analysis , and grouping volunteers together . Use the talk pages on meta, talk to your local communities, talk to others, talk to us, and add your feedback to the proposed messages as well! I look forward to working with you during this year's fundraiser. If someone could translate this message I would really appreciate it so that everyone is able to understand our goals and contribute to this year's campaign. Klyman 22:56 18 jasypa 2010 (UTC) An urgent translation request [ editar código ] Greetings :) As you may have noticed, the banners are up and we are in the final stages of testing before the official kickoff on Monday the 15th for this year's WMF fundraiser. We are in a bit of a time crunch to get the Avañe'ẽ translations in before the Fundraiser launch on Monday. We really don't want to have English pages on the Avañe'ẽ projects. This is a calll to to community to get involved, help translate and recruit translators to get all the fundraising materials completed. Here is the translation hub with the Jimmy Appeal , Core Messages , FAQ and Benefactors pages that need to be completed Translations . Once these are completed, we can build the new landing pages and localize the fundraiser! Thanks so much, let me know if there are any questions! Klyman 18:39 13 jasypateĩ 2010 (UTC) Call for image filter referendum [ editar código ] The Wikimedia Foundation, at the direction of the Board of Trustees, will be holding a vote to determine whether members of the community support the creation and usage of an opt-in personal image filter, which would allow readers to voluntarily screen particular types of images strictly for their own account. Further details and educational materials will be available shortly. The referendum is scheduled for 12-27 August, 2011, and will be conducted on servers hosted by a neutral third party. Referendum details, officials, voting requirements, and supporting materials will be posted at Meta:Image filter referendum shortly. Sorry for delivering you a message in English. Please help translate the pages on the referendum on Meta and join the translators mailing list . For the coordinating committee, Philippe (WMF) Cbrown1023 Risker Mardetanha PeterSymonds Robert Harris Terms of Use update [ editar código ] I apologize that you are receiving this message in English. Please help translate it. Hello, The Wikimedia Foundation is discussing changes to its Terms of Use. The discussion can be found at Talk:Terms of use . Everyone is invited to join in. Because the new version of Terms of use is not in final form, we are not able to present official translations of it. Volunteers are welcome to translate it, as German volunteers have done at m:Terms of use/de , but we ask that you note at the top that the translation is unofficial and may become outdated as the English version is changed. The translation request can be found at m:Translation requests/WMF/Terms of Use 2 -- Maggie Dennis, Community Liaison 00:49 27 jasypa 2011 (UTC) Open Call for 2012 Wikimedia Fellowship Applicants [ editar código ] I apologize that you are receiving this message in English. Please help translate it. Do you want to help attract new contributors to Wikimedia projects? Do you want to improve retention of our existing editors? Do you want to strengthen our community by diversifying its base and increasing the overall number of excellent participants around the world? The Wikimedia Foundation is seeking Community Fellows and project ideas for the Community Fellowship Program. A Fellowship is a temporary position at the Wikimedia Foundation in order to work on a specific project or set of projects. Submissions for 2012 are encouraged to focus on the theme of improving editor retention and increasing participation in Wikimedia projects. If interested, please submit a project idea or apply to be a fellow by January 15, 2012. Please visit https://meta.wikimedia.org/wiki/Wikimedia_Fellowships for more information. Thanks! -- Siko Bouterse, Head of Community Fellowships, Wikimedia Foundation 13:01 21 jasypakõi 2011 (UTC) Distributed via Global message delivery . (Wrong page? Fix here .) Announcing Wikipedia 1.19 beta [ editar código ] Wikimedia Foundation is getting ready to push out 1.19 to all the WMF-hosted wikis. As we finish wrapping up our code review, you can test the new version right now on beta.wmflabs.org . For more information, please read the release notes or the start of the final announcement . The following are the areas that you will probably be most interested in: Faster loading of javascript files makes dependency tracking more important. New common*.css files usable by skins instead of having to copy piles of generic styles from MonoBook or Vector's css. The default user signature now contains a talk link in addition to the user link. Searching blocked usernames in block log is now clearer. Better timezone recognition in user preferences. Improved diff readability for colorblind people. The interwiki links table can now be accessed also when the interwiki cache is used (used in the API and the Interwiki extension). More gender support (for instance in logs and user lists). Language converter improved, e.g. it now works depending on the page content language. Time and number-formatting magic words also now depend on the page content language. Bidirectional support further improved after 1.18. Report any problems on the labs beta wiki and we'll work to address them before they software is released to the production wikis. Note that this cluster does have SUL but it is not integrated with SUL in production, so you'll need to create another account. You should avoid using the same password as you use here. — Global message delivery 00:10 15 jasyteĩ 2012 (UTC) MediaWiki 1.19 [ editar código ] (Apologies if this message isn't in your language.) The Wikimedia Foundation is planning to upgrade MediaWiki (the software powering this wiki) to its latest version this month. You can help to test it before it is enabled, to avoid disruption and breakage. More information is available in the full announcement . Thank you for your understanding. Guillaume Paumier , via the Global message delivery system ( wrong page? You can fix it. ) . 15:01 12 jasykõi 2012 (UTC) Update on IPv6 [ editar código ] (Apologies if this message isn't in your language. Please consider translating it, as well as the full version of this announcement on Meta ) The Wikimedia Foundation is planning to do limited testing of IPv6 on June 2-3. If there are not too many problems, we may fully enable IPv6 on World IPv6 day (June 6), and keep it enabled. What this means for your project: At least on June 2-3, 2012, you may see a small number of edits from IPv6 addresses, which are in the form ' 2001:0db8:85a3:0000:0000:8a2e:0370:7334 '. See e.g. w:en:IPv6 address . These addresses should behave like any other IP address: You can leave messages on their talk pages. you can track their contributions. you can block them. (See the full version of this announcement for notes on range blocks.) In the mid term, some user scripts and tools will need to be adapted for IPv6. We suspect that IPv6 usage is going to be very low initially, meaning that abuse should be manageable, and we will assist in the monitoring of the situation. Read the full version of this announcement on how to test the behavior of IPv6 with various tools and how to leave bug reports, and to find a fuller analysis of the implications of the IPv6 migration. -- Erik Möller, VP of Engineering and Product Development, Wikimedia Foundation 00:59 2 jasypoteĩ 2012 (UTC) Distributed via Global message delivery . (Wrong page? Fix here .) 2011 Picture of the Year competition [ editar código ] македонски • norsk • polski Dear Wikimedians, Wikimedia Commons is happy to announce that the 2011 Picture of the Year competition is now open. We are interested in your opinion as to which images qualify to be the Picture of the Year 2011 . Any user registered at Commons or a Wikimedia wiki SUL-related to Commons with more than 75 edits before 1 April 2012 (UTC) is welcome to vote and, of course everyone is welcome to view! Detailed information about the contest can be found at the introductory page . About 600 of the best of Wikimedia Common's photos, animations, movies and graphics were chosen –by the international Wikimedia Commons community– out of 12 million files during 2011 and are now called Featured Pictures . From professional animal and plant shots to breathtaking panoramas and skylines, restorations of historically relevant images, images portraying the world's best architecture, maps, emblems, diagrams created with the most modern technology, and impressive human portraits, Commons Features Pictures of all flavors. For your convenience, we have sorted the images into topic categories . We regret that you receive this message in English. we intended to use banners to notify you in your native language but there was both, human and technical resistance. See you on Commons! -- Picture of the Year 2011 Committee 18:18 5 jasypoteĩ 2012 (UTC) Distributed via Global message delivery . (Wrong page? Fix here .) Help decide about more than $10 million of Wikimedia donations in the coming year [ editar código ] (Apologies if this message isn't in your language. Please consider translating it) Hi, As many of you are aware, the Wikimedia Board of Trustees recently initiated important changes in the way that money is being distributed within the Wikimedia movement. As part of this, a new community-led ' Funds Dissemination Committee ' (FDC) is currently being set up. Already in 2012-13, its recommendations will guide the decisions about the distribution of over 10 million US dollars among the Foundation, chapters and other eligible entities . Now, seven capable, knowledgeable and trustworthy community members are sought to volunteer on the initial Funds Dissemination Committee. It is expected to take up its work in September. In addition, a community member is sought to be the Ombudsperson for the FDC process. If you are interested in joining the committee, read the call for volunteers . Nominations are planned to close on August 15. -- Anasuya Sengupta , Director of Global Learning and Grantmaking, Wikimedia Foundation 20:05 19 jasypokõi 2012 (UTC) Distributed via Global message delivery . (Wrong page? Fix here .) More opportunities for you to access free research databases [ editar código ] The quest to get editors free access to the sources they need is gaining momentum. Credo Reference provides full-text online versions of nearly 1200 published reference works from more than 70 publishers in every major subject, including general and subject dictionaries and encyclopedias. There are 125 full Credo 350 accounts available, with access even to 100 more references works than in Credo's original donation. All you need is a 1-year old account with 1000 edits. Sign up here . HighBeam Research has access to over 80 million articles from 6,500 publications including newspapers, magazines, academic journals, newswires, trade magazines and encyclopedias. Thousands of new articles are added daily, and archives date back over 25 years covering a wide range of subjects and industries. There are 250 full access 1-year accounts available. All you need is a 1-year old account with 1000 edits. Sign up here . Questia is an online research library for books and journal articles focusing on the humanities and social sciences. Questia has curated titles from over 300 trusted publishers including 77,000 full-text books and 4 million journal, magazine, and newspaper articles, as well as encyclopedia entries. There will soon be 1000 full access 1-year accounts available. All you need is a 1-year old account with 1000 edits. Sign up here . You might also be interested in the idea to create a central Wikipedia Library where approved editors would have access to all participating resource donors. Add your feedback to the Community Fellowship proposal . Apologies for the English message ( translate here ). Go sign up :) -- Ocaasi ( talk ) 02:15 16 jasypoapy 2012 (UTC) Request for Comment: Legal Fees Assistance Program [ editar código ] I apologize for addressing you in English. I would be grateful if you could translate this message into your language. The Wikimedia Foundation is conducting a request for comment on a proposed program that could provide legal assistance to users in specific support roles who are named in a legal complaint as a defendant because of those roles. We wanted to be sure that your community was aware of this discussion and would have a chance to participate in that discussion . If this page is not the best place to publicize this request for comment, please help spread the word to those who may be interested in participating. (If you'd like to help translating the 'request for comment', program policy or other pages into your language and don't know how the translation system works, please come by my user talk page at m:User talk:Mdennis (WMF) . I'll be happy to assist or to connect you with a volunteer who can assist.) Thank you! -- Mdennis (WMF) 01:56 6 jasyporundy 2012 (UTC) Distributed via Global message delivery . (Wrong page? Fix here .) Wikidata is getting close to a first roll-out [ editar código ] (Apologies if this message isn't in your language.) As some of you might already have heard Wikimedia Deutschland is working on a new Wikimedia project. It is called m:Wikidata . The goal of Wikidata is to become a central data repository for the Wikipedias, its sister projects and the world. In the future it will hold data like the number of inhabitants of a country, the date of birth of a famous person or the length of a river. These can then be used in all Wikimedia projects and outside of them. The project is divided into three phases and 'we are getting close to roll-out the first phase'. The phases are: language links in the Wikipedias (making it possible to store the links between the language editions of an article just once in Wikidata instead of in each linked article) infoboxes (making it possible to store the data that is currently in infoboxes in one central place and share the data) lists (making it possible to create lists and similar things based on queries to Wikidata so they update automatically when new data is added or modified) It'd be great if you could join us, test the demo version , provide feedback and take part in the development of Wikidata. You can find all the relevant information including an FAQ and sign-up links for our on-wiki newsletter on the Wikidata page on Meta . For further discussions please use this talk page (if you are uncomfortable writing in English you can also write in your native language there) or point me to the place where your discussion is happening so I can answer there. -- Lydia Pintscher 13:19 10 jasyporundy 2012 (UTC) Distributed via Global message delivery . (Wrong page? Fix here .) Upcoming software changes - please report any problems [ editar código ] (Apologies if this message isn't in your language. Please consider translating it) All Wikimedia wikis - including this one - will soon be upgraded with new and possibly disruptive code. This process starts today and finishes on October 24 (see the upgrade schedule & code details ). Please watch for problems with: revision diffs templates CSS and JavaScript pages (like user scripts) bots PDF export images, video, and sound, especially scaling sizes the CologneBlue skin If you notice any problems, please report problems at our defect tracker site . You can test for possible problems at test2.wikipedia.org and mediawiki.org , which have already been updated. Thanks! With your help we can find problems fast and get them fixed faster. Sumana Harihareswara, Wikimedia Foundation Engineering Community Manager ( talk ) 02:54 16 jasypa 2012 (UTC) P.S.: For the regular, smaller MediaWiki updates every two weeks, please watch this schedule . Distributed via Global message delivery . (Wrong page? Fix here .) Fundraising localization: volunteers from outside the USA needed [ editar código ] Please translate for your local community Hello All, The Wikimedia Foundation's Fundraising team have begun our 'User Experience' project, with the goal of understanding the donation experience in different countries outside the USA and enhancing the localization of our donation pages. I am searching for volunteers to spend 30 minutes on a Skype chat with me, reviewing their own country's donation pages. It will be done on a 'usability' format (I will ask you to read the text and go through the donation flow) and will be asking your feedback in the meanwhile. The only pre-requisite is for the volunteer to actually live in the country and to have access to at least one donation method that we offer for that country (mainly credit/debit card, but also real-time banking like IDEAL, E-wallets, etc...) so we can do a live test and see if the donation goes through. All volunteers will be reimbursed of the donations that eventually succeed (and they will be low amounts, like 1-2 dollars) By helping us you are actually helping thousands of people to support our mission of free knowledge across the world. Please sing up and help us with our 'User Experience' project! :) If you are interested (or know of anyone who could be) please email ppena@wikimedia.org. All countries needed (excepting USA)! Thanks! Pats Pena Global Fundraising Operations Manager, Wikimedia Foundation Sent using Global message delivery , 17:00 17 jasypa 2012 (UTC) falta la bandera de VOLIVIA en pàgina de inicio = [ editar código ] ¿No están de acuerdo? Estoy de acuerdo, el guaraní es uno de los idiomas oficiales de Bolivia y hay más de 100.000 hablantes del guaraní en ese país. Aunque no encuentro la bandera de Bolivia en Commons: Animated GIF flags P. S. F. Freitas ( discusión ) 15:02 15 jasypakõi 2012 (UTC) http://commons.m.wikimedia.org/wiki/File:Aimated-Flag-Bolivia.gif Be a Wikimedia fundraising 'User Experience' volunteer! [ editar código ] Thank you to everyone who volunteered last year on the Wikimedia fundraising 'User Experience' project. We have talked to many different people in different countries and their feedback has helped us immensely in restructuring our pages. If you haven't heard of it yet, the 'User Experience' project has the goal of understanding the donation experience in different countries (outside the USA) and enhancing the localization of our donation pages. I am (still) searching for volunteers to spend some time on a Skype chat with me, reviewing their own country's donation pages. It will be done on a 'usability' format (I will ask you to read the text and go through the donation flow) and will be asking your feedback in the meanwhile. The only pre-requisite is for the volunteer to actually live in the country and to have access to at least one donation method that we offer for that country (mainly credit/debit card, but also real time banking like IDEAL, E-wallets, etc...) so we can do a live test and see if the donation goes through. **All volunteers will be reimbursed of the donations that eventually succeed (and they will be very low amounts, like 1-2 dollars)** By helping us you are actually helping thousands of people to support our mission of free knowledge across the world. If you are interested (or know of anyone who could be) please email ppena@wikimedia.org. All countries needed (excepting USA)!! Thanks! Pats Pena Global Fundraising Operations Manager, Wikimedia Foundation Sent using Global message delivery , 20:54 8 jasyteĩ 2013 (UTC) Wikimedia sites to move to primary data center in Ashburn, Virginia. Read-only mode expected. [ editar código ] (Apologies if this message isn't in your language.) Next week, the Wikimedia Foundation will transition its main technical operations to a new data center in Ashburn, Virginia, USA. This is intended to improve the technical performance and reliability of all Wikimedia sites, including this wiki. There will be some times when the site will be in read-only mode, and there may be full outages. the current target windows for the migration are January 22nd, 23rd and 24th, 2013, from 17:00 to 01:00 UTC (see other timezones on timeanddate.com). More information is available in the full announcement . If you would like to stay informed of future technical upgrades, consider becoming a Tech ambassador and joining the ambassadors mailing list . You will be able to help your fellow Wikimedians have a voice in technical discussions and be notified of important decisions. Thank you for your help and your understanding. Guillaume Paumier , via the Global message delivery system ( wrong page? You can fix it. ) . 15:18 19 jasyteĩ 2013 (UTC) Picture of the Year voting round 1 open [ editar código ] Dear Wikimedians, Wikimedia Commons is happy to announce that the 2012 Picture of the Year competition is now open. We're interested in your opinion as to which images qualify to be the Picture of the Year for 2012. Voting is open to established Wikimedia users who meet the following criteria: Users must have an account, at any Wikimedia project, which was registered before Tue, 01 Jan 2013 00:00:00 +0000 [UTC]. This user account must have more than 75 edits on any single Wikimedia project before Tue, 01 Jan 2013 00:00:00 +0000 [UTC]. Please check your account eligibility at the POTY 2012 Contest Eligibility tool . Users must vote with an account meeting the above requirements either on Commons or another SUL-related Wikimedia project (for other Wikimedia projects, the account must be attached to the user's Commons account through SUL ). Hundreds of images that have been rated Featured Pictures by the international Wikimedia Commons community in the past year are all entered in this competition. From professional animal and plant shots to breathtaking panoramas and skylines, restorations of historically relevant images, images portraying the world's best architecture, maps, emblems, diagrams created with the most modern technology, and impressive human portraits, Commons features pictures of all flavors. For your convenience, we have sorted the images into topic categories. Two rounds of voting will be held: In the first round, you can vote for as many images as you like. The first round category winners and the top ten overall will then make it to the final. In the final round, when a limited number of images are left, you must decide on the one image that you want to become the Picture of the Year. To see the candidate images just go to the POTY 2012 page on Wikimedia Commons . Wikimedia Commons celebrates our featured images of 2012 with this contest. Your votes decide the Picture of the Year, so remember to vote in the first round by January 30, 2013 . Thanks, the Wikimedia Commons Picture of the Year committee This message was delivered based on m:Distribution list/Global message delivery . Translation fetched from: commons:Commons:Picture of the Year/2012/Translations/Village Pump/en -- Rillke ( discusión ) 23:49 22 jasyteĩ 2013 (UTC) Help turn ideas into grants in the new IdeaLab [ editar código ] I apologize if this message is not in your language. Please help translate it. Do you have an idea for a project to improve this community or website? Do you think you could complete your idea if only you had some funding? Do you want to help other people turn their ideas into project plans or grant proposals? Please join us in the IdeaLab , an incubator for project ideas and Individual Engagement Grant proposals. The Wikimedia Foundation is seeking new ideas and proposals for Individual Engagement Grants. These grants fund individuals or small groups to complete projects that help improve this community. If interested, please submit a completed proposal by February 15, 2013. Please visit https://meta.wikimedia.org/wiki/Grants:IEG for more information. Thanks! -- Siko Bouterse, Head of Individual Engagement Grants, Wikimedia Foundation 20:25 30 jasyteĩ 2013 (UTC) Distributed via Global message delivery . (Wrong page? Correct it here .) Wikidata phase 1 (language links) coming to this Wikipedia [ editar código ] Sorry for writing in English. I hope someone can translate this locally. Wikidata has been in development for a few months now. It is now time for the roll-out of the first part of it on your Wikipedia. Phase 1 is the support for the management of language links. It is already being used on the Hungarian, Hebrew, Italian and English Wikipedias. The next step is to enable the extension on all other Wikipedias. We have currently planned this for March 6. What is Wikidata? [ editar código ] Wikidata is a central place to store data that you can usually find in infoboxes. Think of it as something like Wikimedia Commons but for data (like the number of inhabitants of a country or the length of a river) instead of multimedia. The first part of this project (centralizing language links) is being rolled out now. The more fancy things will follow later. What is going to happen? [ editar código ] Language links in the sidebar are going to come from Wikidata in addition to the ones in the wiki text. To edit them, scroll to the bottom of the language links, and click edit. You no longer need to maintain these links by hand in the wiki text of the article. Where can I find more information and ask questions? [ editar código ] Editors on en:wp have created a great page with all the necessary information for editors and there is also an FAQ for this deployment . Please ask questions you might have on the FAQ’s discussion page . I want to be kept up to date about Wikidata [ editar código ] To stay up-to-date on everything happening around Wikidata please subscribe to the newsletter that is delivered weekly to subscribed user’s talk pages. You can see previous editions here . -- Lydia Pintscher 16:06 21 jasykõi 2013 (UTC) Distributed via Global message delivery . (Wrong page? Fix here .) Wikidata phase 1 (language links) live on this Wikipedia [ editar código ] Sorry for writing in English. I hope someone can translate this locally. If you understand German better than English you can have a look at the announcement on de:Wikipedia:Kurier . As I annonced 2 weeks ago, Wikidata phase 1 (language links) has been deployed here today. Language links in the sidebar are coming from Wikidata in addition to the ones in the wiki text. To edit them, scroll to the bottom of the language links, and click edit. You no longer need to maintain these links by hand in the wiki text of the article. Where can I find more information and ask questions? Editors on en:wp have created a great page with all the necessary information for editors and there is also an FAQ for this deployment . It'd be great if you could bring this to this wiki if that has not already happened. Please ask questions you might have on the FAQ’s discussion page . I want to be kept up to date about Wikidata To stay up-to-date on everything happening around Wikidata please subscribe to the newsletter that is delivered weekly to subscribed user’s talk pages. -- Lydia Pintscher 22:57 6 jasyapy 2013 (UTC) Distributed via Global message delivery . (Wrong page? Fix here .) Convert complex templates to Lua to make them faster and more powerful [ editar código ] (Please consider translating this message for the benefit of your fellow Wikimedians) Greetings. As you might have seen on the Wikimedia tech blog or the tech ambassadors list , a new functionality called 'Lua' is being enabled on all Wikimedia sites today. Lua is a scripting language that enables you to write faster and more powerful MediaWiki templates. If you have questions about how to convert existing templates to Lua (or how to create new ones), we'll be holding two support sessions on IRC next week: one on Wednesday (for Oceania, Asia & America) and one on Friday (for Europe, Africa & America). see m:IRC office hours for the details. If you can't make it, you can also get help at mw:Talk:Lua scripting . If you'd like to learn about this kind of events earlier in advance, consider becoming a Tech ambassador by subscribing to the mailing list . You will also be able to help your fellow Wikimedians have a voice in technical discussions and be notified of important decisions. Guillaume Paumier , via the Global message delivery system . 19:41 13 jasyapy 2013 (UTC) ( wrong page? You can fix it. ) Wikidata phase 2 (infoboxes) coming to this Wikipedia [ editar código ] Sorry for writing in English. I hope someone can translate this. If you understand German better than English you can have a look at the announcement on de:Wikipedia:Kurier . A while ago the first phase of Wikidata was enabled on this Wikipedia. This means you are getting the language links in each article from Wikidata. It is soon time to enable the second phase of Wikidata (infoboxes) here. We have already done this on the [ first 11 Wikipedias ] (it, he, hu, ru, tr, uk, uz, hr, bs, sr, sh) and things are looking good. The next step is English Wikipedia. This is planned for April 8. If everything works out fine we will deploy on all remaining Wikipedias on April 10. I will update this part of the FAQ if there are any issues forcing us to change this date. I will also sent another note to this village pump once the deployment is finished. What will happen once we have phase 2 enabled here? Once it is enabled in a few days you will be able to make use of the structured data that is available on Wikidata in your articles/infoboxes. It includes things like the symbol for a chemical element, the ISBN for a book or the top level domain of a country. (None of this will happen automatically. Someone will have to change the article or infobox template for this to happen!) How will this work? There are two ways to access the data: Use a parser function like {{#property:p169}} in the wiki text of the article on Yahoo!. This will return “ Marissa Mayer ” as she is the chief executive officer of the company . For more complicated things you can use Lua. The documentation for this is here . We are working on expanding the parser function so you can for example use {{#property:chief executive officer}} instead of {{#property:p169}}. The complete plan for this is here . Where can I test this? You can already test it on test2 . Where can I find more information and ask questions? We have collected the main questions in an FAQ for this deployment . Please ask questions you might have on the FAQ’s discussion page . I want to be kept up to date about Wikidata To stay up-to-date on everything happening around Wikidata please subscribe to the newsletter that is delivered weekly to subscribed user’s talk pages. -- Lydia Pintscher 16:54 5 jasyrundy 2013 (UTC) Distributed via Global message delivery . (Wrong page? Fix here .) Request for comment on inactive administrators [ editar código ] Solicitud de comentarios sobre los administradores inactivos (Por favor, considere traducir este mensaje para beneficio de sus compañeros wikimedistas. Por favor, considere también traducir esta propuesta .) Read this message in English / Lleer esti mensaxe n'asturianu / বাংলায় এই বার্তাটি পড়ুন / Llegiu aquest missatge en català / Læs denne besked på dansk / Lies diese Nachricht auf Deutsch / Leś cal mesag' chè in Emiliàn / Leer este mensaje en español / Lue tämä viesti suomeksi / Lire ce message en français / Ler esta mensaxe en galego / हिन्दी / Pročitajte ovu poruku na hrvatskom / Baca pesan ini dalam Bahasa Indonesia / Leggi questo messaggio in italiano / ಈ ಸಂದೇಶವನ್ನು ಕನ್ನಡದಲ್ಲಿ ಓದಿ / Aqra dan il-messaġġ bil-Malti / norsk (bokmål) / Lees dit bericht in het Nederlands / Przeczytaj tę wiadomość po polsku / Citiți acest mesaj în română / Прочитать это сообщение на русском / Farriintaan ku aqri Af-Soomaali / Pročitaj ovu poruku na srpskom (Прочитај ову поруку на српском) / อ่านข้อความนี้ในภาษาไทย / Прочитати це повідомлення українською мовою / Đọc thông báo bằng tiếng Việt / 使用中文阅读本信息。 ¡Hola! Hay una nueva solicitud de comentarios en Meta-Wiki sobre la retirada de los derechos administrativos a wikimedistas inactivos durante largo tiempo. Esta propuesta se aplicaría a los proyectos que no tienen un proceso de revisión propio. Estamos listando los proyectos con procedimientos locales de remoción de permisos a administradores inactivos en la página de discusión de la solicitud de comentarios. No dude en agregar su(s) proyecto(s) a la lista si poseen una política de inactividad de administradores. Todos los comentarios se aprecian. La discusión podría cerrarse el 21 de mayo de 2013 (21/05/2013), pero esta fecha se ampliará si fuera necesario. Gracias, Billinghurst (thanks to all the translators !) 04:42 24 jasyrundy 2013 (UTC) Distribuido mediante entrega global de mensajes (¿Página equivocada? Es posible solucionarlo .) Wikidata phase 2 (infoboxes) is here [ editar código ] Sorry for writing in English. I hope someone can translate this. If you understand German better than English you can have a look at the announcement on de:Wikipedia:Kurier . A while ago the first phase of Wikidata was enabled on this Wikipedia. This means you are getting the language links in each article from Wikidata. We have now enabled the second phase of Wikidata (infoboxes) here. We have already done this on the [ first 11 Wikipedias ] (it, he, hu, ru, tr, uk, uz, hr, bs, sr, sh) a month ago and two days ago on the English Wikipedia . Today all the remaining Wikipedias followed. What does having phase 2 enabled here mean? You are now able to make use of the structured data that is available on Wikidata in your articles/infoboxes. It includes things like the symbol for a chemical element, the ISBN for a book or the top level domain of a country. (None of this will happen automatically. Someone will have to change the article or infobox template for this to happen!) The current state is just the beginning though. It will be extended based on feedback we get from you now. How will this work? There are two ways to access the data: Use a parser function like {{#property:p159}} in the wiki text of the article on Wikimedia Foundation. This will return “ San Francisco ” as that is the headquarter location of the non-profit . For more complicated things you can use Lua. The documentation for this is here . We are working on expanding the parser function so you can for example use {{#property:headquarter location}} instead of {{#property:p159}}. The complete plan for this is here . Where can I test this? You can test it on test2 if you don't want to do it in an article here. Where can I find more information and ask questions? We have collected the main questions in an FAQ for this deployment . Please ask questions you might have on the FAQ’s discussion page . I want to be kept up to date about Wikidata To stay up-to-date on everything happening around Wikidata please subscribe to the newsletter that is delivered weekly to subscribed user’s talk pages. We are excited about taking yet another step towards allowing all Wikipedias share structured data and collect and curate it together. -- Lydia Pintscher 19:07 24 jasyrundy 2013 (UTC) Distributed via Global message delivery . (Wrong page? Fix here .) [en] Change to wiki account system and account renaming [ editar código ] Some accounts will soon be renamed due to a technical change that the developer team at Wikimedia are making. More details on Meta . (Distributed via global message delivery 03:38 30 jasyrundy 2013 (UTC). Wrong page? Correct it here .) [en] Change to section edit links [ editar código ] The default position of the 'edit' link in page section headers is going to change soon. The 'edit' link will be positioned adjacent to the page header text rather than floating opposite it. Section edit links will be to the immediate right of section titles, instead of on the far right. If you're an editor of one of the wikis which already implemented this change, nothing will substantially change for you. however, scripts and gadgets depending on the previous implementation of section edit links will have to be adjusted to continue working. however, nothing else should break even if they are not updated in time. Detailed information and a timeline is available on meta. Ideas to do this all the way to 2009 at least. It is often difficult to track which of several potential section edit links on the far right is associated with the correct section, and many readers and anonymous or new editors may even be failing to notice section edit links at all, since they read section titles, which are far away from the links. (Distributed via global message delivery 18:28 30 jasyrundy 2013 (UTC). Wrong page? Correct it here .) Tech newsletter: Subscribe to receive the next editions [ editar código ] Latest Tech news from the Wikimedia technical community. Please inform other users about these changes. Recent software changes (Not all changes will affect you.) The latest version of MediaWiki (version 1.22/wmf4 ) was added to non-Wikipedia wikis on May 13, and to the English Wikipedia (with a Wikidata software update) on May 20. It will be updated on all other Wikipedia sites on May 22. [2] [3] A software update will perhaps result in temporary issues with images. Please report any problems you notice. [4] MediaWiki recognizes links in twelve new schemes . Users can now link to SSH , XMPP and Bitcoin directly from wikicode. [5] VisualEditor was added to all content namespaces on mediawiki.org on May 20. [6] A new extension ('TemplateData') was added to all Wikipedia sites on May 20. It will allow a future version of VisualEditor to edit templates . [7] New sites: Greek Wikivoyage and Venetian Wiktionary joined the Wikimedia family last week. the total number of project wikis is now 794. [8] [9] The logo of 18 Wikipedias was changed to version 2.0 in a third group of updates . [10] The UploadWizard on Commons now shows links to the old upload form in 55 languages ( bug 33513 ). [11] Future software changes The next version of MediaWiki (version 1.22/wmf5) will be added to Wikimedia sites starting on May 27. [12] An updated version of Notifications , with new features and fewer bugs, will be added to the English Wikipedia on May 23. [13] The final version of the 'single user login' (which allows people to use the same username on different Wikimedia wikis) is moved to August 2013. The software will automatically rename some usernames. [14] A new discussion system for MediaWiki, called 'Flow', is under development. Wikimedia designers need your help to inform other users, test the prototype and discuss the interface. [15] . The Wikimedia Foundation is hiring people to act as links between software developers and users for VisualEditor. [16] Tech news prepared by tech ambassadors and posted by Global message delivery • Contribute • Translate • Get help • Give feedback • Unsubscribe • 20:36 20 jasypo 2013 (UTC) Important note: This is the first edition of the Tech News weekly summaries, which help you monitor recent software changes likely to impact you and your fellow Wikimedians. If you want to continue to receive the next issues every week , please subscribe to the newsletter . You can subscribe your personal talk page and a community page like this one. The newsletter can be translated into your language . You can also become a tech ambassador , help us write the next newsletter and tell us what to improve . Your feedback is greatly appreciated. guillom 20:36 20 jasypo 2013 (UTC) Updating the logo for this wiki [ editar código ] New logo Hello! As part of the update of Wikipedias logos to the new (2010) 3D puzzle globe version, we have noticed that your wiki's current logo is missing, outdated or with wrong translation. We are trying to help Wikipedias get a locally-adapted correct logo, by taking the technical difficulties on us, and in about a week from now we'll be replacing the current logo with the new one shown in this gallery, with explanation . If the translation is wrong, or there's another error in the new logo, or the community disagrees with the update, please update the list of logos or tell us on its talk page . Feel free to translate this message and to move/copy/forward it where appropriate. Thanks, Nemo 13:00 27 jasypo 2013 (UTC) ( Distributed via Global message delivery : wrong page? correct the list of targets .) Trademark discussion [ editar código ] Hi, apologies for posting this in English, but I wanted to alert your community to a discussion on Meta about potential changes to the Wikimedia Trademark Policy. Please translate this statement if you can. We hope that you will all participate in the discussion. we also welcome translations of the legal team’s statement into as many languages as possible and encourage you to voice your thoughts there. Please see the Trademark practices discussion (on Meta-Wiki) for more information. Thank you! -- Mdennis (WMF) ( talk ) Free Research Accounts from Leading Medical Publisher. Come and Sign up! [ editar código ] The Wikipedia Library gets Wikipedia editors free access to reliable sources that are behind paywalls. I want to alert you to our latest donation. Cochrane Collaboration is an independent medical nonprofit organization that conducts systematic reviews of randomized controlled trials of health-care interventions, which it then publishes in the Cochrane Library. Cochrane has generously agreed to give free, full-access accounts to medical editors . Individual access would otherwise cost between $300 and $800 per account. If you are active as a medical editor, come and sign up :) Cheers, Ocaasi 21:04 16 jasypoteĩ 2013 (UTC) Cochrane Library Sign-up (correct link) [ editar código ] My apologies for the incorrect link: You can sign up for Cochrane Collaboration accounts at the COCHRANE sign-up page . Cheers, Ocaasi 21:39 16 jasypoteĩ 2013 (UTC) X!'s Edit Counter [ editar código ] (Sorry for writing in English. You can translate the proposal .) Should X!'s edit counter retain the opt-in requirement? Your input is strongly encouraged. Voice your input here .—— cyberpower Chat Automation 04:29 23 jasypoteĩ 2013 (UTC) Distributed via Global message delivery . (Wrong page? Fix here .) Universal Language Selector will be enabled on 2013-07-09 [ editar código ] On July 9, 2013, Universal Language Selector (ULS) will be enabled on this wiki. The ULS provides a flexible way to configure and deliver language settings like interface language, fonts, and input methods (keyboard mappings). Making it available here is the last phase of making ULS available on all Wikimedia wikis. Please read the announcement on Meta-Wiki for more information. Siebrand 12:29 4 jasypokõi 2013 (UTC) (via Global message delivery ). Pywikipedia is migrating to git [ editar código ] Hello, Sorry for English but It's very important for bot operators so I hope someone translates this. Pywikipedia is migrating to Git so after July 26, SVN checkouts won't be updated If you're using Pywikipedia you have to switch to git, otherwise you will use out-dated framework and your bot might not work properly. There is a manual for doing that and a blog post explaining about this change in non-technical language. If you have question feel free to ask in mw:Manual talk:Pywikipediabot/Gerrit , mailing list , or in the IRC channel . Best Amir (via Global message delivery ). 13:15 23 jasypokõi 2013 (UTC) VisualEditor and your Wikipedia [ editar código ] (Please translate this message) Greetings, The Wikimedia Foundation will soon turn on VisualEditor for all users, all the time on your Wikipedia. Right now your Wikipedia does not have any local documents on VisualEditor, and we hope that your community can change that. To find out about how you can help with translations visit the TranslationCentral for VisualEditor and read the easy instructions on bringing information to your Wikipedia . The User Guide and the FAQ are very important to have in your language. We want to find out as much as we can from you about VisualEditor and how it helps your Wikipedia, and having local pages is a great way to start. We also encourage you to leave feedback on Mediawiki where the community can offer ideas, opinions, and point out bugs that may still exist in the software that need to be reported to Bugzilla . If you are able to speak for the concerns of others in English on MediaWiki or locally I encourage you to help your community to be represented in this process. If you can help translate the user interface for VisualEditor to your language, you can help with that as well. Translatewiki has open tasks for translating VisualEditor. A direct link to translate the user interface is here . You can see how we are doing with those translations here . You need an account on Translatewiki to translate. This account is free and easy to create. If we can help your community in any way with this process, please let me know and I will do my best to assist your Wikipedia with this |exciting development. You can contact me on my meta talk page or by email . You can also contact Patrick Earley for help with translations and documents on Mediawiki. We look forward to working with you to bring the VisualEditor experience to your Wikipedia! Keegan (WMF) ( talk ) 19:02 30 jasypokõi 2013 (UTC) Distributed via Global message delivery . (Wrong page? Fix here .) HTTPS for users with an account [ editar código ] Greetings. Starting on August 21 (tomorrow), all users with an account will be using HTTPS to access Wikimedia sites. HTTPS brings better security and improves your privacy. More information is available at m:HTTPS . If HTTPS causes problems for you, tell us on bugzilla , on IRC (in the #wikimedia-operations channel) or on meta . If you can't use the other methods, you can also send an e-mail to https@wikimedia.org . Greg Grossmeier (via the Global message delivery system) . 19:06 20 jasypoapy 2013 (UTC) (wrong page? You can fix it. ) Request for consultation on community logo [ editar código ] Request for consultation on this community logo First, I’d like to apologize for the English. If you can, please help to translate this for other members of your community. The legal team at the Wikimedia Foundation would greatly appreciate your input on the best way to manage the 'community logo' (pictured here) to best balance protection of the projects with community support. Accordingly, they have created a “request for consultation” on Meta where they set out briefly some of the issues to be considered and the options that they perceive. Your input would be invaluable in helping guide them in how best to serve our mission. Thank you! -- Mdennis ( talk ) (via the Global message delivery system) . 02:29 24 jasyporundy 2013 (UTC) (wrong page? You can fix it. ) Notifications [ editar código ] Notifications inform you of new activity that affects you -- and let you take quick action. (This message is in English, please translate as needed) Greetings! Notifications will inform users about new activity that affects them on this wiki in a unified way: for example, this new tool will let you know when you have new talk page messages, edit reverts, mentions or links -- and is designed to augment (rather than replace) the watchlist. The Wikimedia Foundation's editor engagement team developed this tool (code-named 'Echo') earlier this year, to help users contribute more productively to MediaWiki projects. We're now getting ready to bring Notifications to almost all other Wikimedia sites, and are aiming for a 22 October deployment, as outlined in this release plan . It is important that notifications is translated for all of the languages we serve. There are three major points of translation needed to be either done or checked: Echo on translatewiki for user interface - you must have an account on translatewiki to translate Thanks on translatewiki for user interface - you must have an account on translatewiki to translate Notifications help on mediawiki.org . This page can be hosted after translation on mediawiki.org or we can localize it to this Wikipedia. You do not have to have an account to translate on mediawiki, but single-user login will create it for you there if you follow the link. Checklist Please let us know if you have any questions, suggestions or comments about this new tool. For more information, visit this project hub and this help page . Keegan (WMF) ( talk ) 18:36 4 jasypa 2013 (UTC) (via the Global message delivery system) (wrong page? You can fix it. ) Speak up about the trademark registration of the Community logo. [ editar código ] Hi all, Please join the consultation about the Community logo that represents Meta-Wiki: m:Community Logo/Request for consultation . This community consultation was commenced on September 24. The following day, two individuals filed a legal opposition against the registration of the Community logo. The question is whether the Wikimedia Foundation should seek a collective membership mark with respect to this logo or abandon its registration and protection of the trademark. We want to make sure that everyone get a chance to speak up so that we can get clear direction from the community. We would therefore really appreciate the community's help in translating this announcement from English so that everyone is able to understand it. Thanks, Geoff & Yana 20:09 8 jasypa 2013 (UTC) Introducting Beta Features [ editar código ] (Apologies for writing in English. Please translate if necessary) We would like to let you know about Beta Features , a new program from the Wikimedia Foundation that lets you try out new features before they are released for everyone. Think of it as a digital laboratory where community members can preview upcoming software and give feedback to help improve them. This special preference page lets designers and engineers experiment with new features on a broad scale, but in a way that's not disruptive. Beta Features is now ready for testing on MediaWiki.org . It will also be released on Wikimedia Commons and MetaWiki this Thursday, 7 November. Based on test results, the plan is to release it on all wikis worldwide on 21 November, 2013. Here are the first features you can test this week: Media Viewer — view images in large size or full screen VisualEditor Formulæ (for wikis with VisualEditor ) — edit algebra or equations on your pages Typography Refresh — make text more readable (coming Thursday) Would you like to try out Beta Features now? After you log in on MediaWiki.org, a small 'Beta' link will appear next to your 'Preferences'. Click on it to see features you can test, check the ones you want, then click 'Save'. Learn more on the Beta Features page . After you've tested Beta Features, please let the developers know what you think on this discussion page -- or report any bugs here on Bugzilla . You're also welcome to join this IRC office hours chat on Friday, 8 November at 18:30 UTC. Beta Features was developed by the Wikimedia Foundation's Design, Multimedia and VisualEditor teams. Along with other developers, they will be adding new features to this experimental program every few weeks. They are very grateful to all the community members who helped create this project — and look forward to many more productive collaborations in the future. Enjoy, and don't forget to let developers know what you think! Keegan (WMF) ( talk ) 19:57 5 jasypateĩ 2013 (UTC) Distributed via Global message delivery (wrong page? Correct it here ) , 19:57 5 jasypateĩ 2013 (UTC) Call for comments on draft trademark policy [ editar código ] Hi all, The Wikimedia legal team invites you to participate in the development of the new Wikimedia trademark policy. The current trademark policy was introduced in 2009 to protect the Wikimedia marks . We are now updating this policy to better balance permissive use of the marks with the legal requirements for preserving them for the community. The new draft trademark policy is ready for your review here , and we encourage you to discuss it here . We would appreciate if someone would translate this message into your language so more members of your community can contribute to the conversation. Thanks, Yana & Geoff Please, put the functions in french or english, not in spanish. I want to write some short articles of different topics. I make wih figures , few words.-- Tarpuq ( discusión ) 04:15 18 jasyteĩ 2014 (UTC) TENONDEGUA: Sãmbyhyhára rembiapo ñemaña [ editar código ] Maitei. Jareko kuri peteĩ tekorã mba'ehejava isẽ pegua ñembyaty opa yvóra imoneĩ (nde aty oreko peteĩ myangekõi marandu'i). Tekorã hape, pe stewards omaña sãmbyhyhára rembiapo wiki michĩvepe. Jajeikuaava rupi, nde wiki ndoreko pe 'mba'e hekoporãva' orekorã mba'eheja guasu puruhára kuatiarogue ndoipuruvevape guarã. Upearõ, pe stewards ojapota ko rembiapo sãmbyhyhára rembiapo ñemaña pyahu reheve ko wiki-pe. Jahechama ko'ã puruhára ndoipuruveva ikuatiarogue (jehaijey'ỹva ha hembiapo'ỹva 2 ary reheve): Ensjo (sãmbyhyhára) Ko'ã puruhára orekota sapy'ante peteĩ marandu'i ojerureva chupe oñepyrũva peteĩ ijaty myangekõi oipota ramo orekota hína opa mba'e ikatúva ojejapo. Puruhára ndoiporandu ramo, imba'eheja guasu osẽta stewards reheve. Uvei, peẽ ramo, ñembyatyguaicha pejapose iñemaña rembiapo, térã peipuruse ambuehápe ku puruhára kuatiarogue ndoipuruveva orekova mba'eheja guasa térã orekova tekorã ymaguare, pemomarandumíkena stewards Meta rendápe ndajapota hag̃ua mba'eheja ñemaña nde wiki-pe. Aguyje -- Quentinv57 17:12 22 jasykõi 2014 (UTC) Call for project ideas: funding is available for community experiments [ editar código ] I apologize if this message is not in your language. Please help translate it. Do you have an idea for a project that could improve your community? Individual Engagement Grants from the Wikimedia Foundation help support individuals and small teams to organize experiments for 6 months. You can get funding to try out your idea for online community organizing, outreach, tool-building, or research to help make Vikipetã better. In March, we’re looking for new project proposals. Examples of past Individual Engagement Grant projects: Organizing social media for Chinese Wikipedia ($350 for materials) Improving gadgets for Visual Editor ($4500 for developers) Coordinating access to reliable sources for Wikipedians ($7500 for project management, consultants and materials) Building community and strategy for Wikisource (€10000 for organizing and travel) Proposals are due by 31 March 2014. There are a number of ways to get involved ! Hope to have your participation, -- Siko Bouterse, Head of Individual Engagement Grants, Wikimedia Foundation 19:44 28 jasykõi 2014 (UTC) Proposed optional changes to Terms of Use amendment [ editar código ] Hello all, in response to some community comments in the discussion on the amendment to the Terms of Use on undisclosed paid editing, we have prepared two optional changes. Please read about these optional changes on Meta wiki and share your comments. If you can (and this is a non english project), please translate this announcement. Thanks! Slaporte (WMF) 21:56 13 jasyapy 2014 (UTC) Catalan Culture Challenge [ editar código ] I apologize if this message is not in your language. Please help translate it. The Catalan-speaking world... Want to find out more? From March 16 to April 15 we will organise the Catalan Culture Challenge , a Wikipedia editing contest in which victory will go to those who start and improve the greatest number of articles about 50 key figures of Catalan culture. You can take part by creating or expanding articles on these people in your native language (or any other one you speak). It would be lovely to have you on board. :-) We look forward to seeing you! Amical Wikimedia -- Kippelboy ( discusión ) 17:30 15 jasyapy 2014 (UTC) Changes to the default site typography coming soon [ editar código ] This week, the typography on Wikimedia sites will be updated for all readers and editors who use the default 'Vector' skin. This change will involve new serif fonts for some headings, small tweaks to body content fonts, text size, text color, and spacing between elements. The schedule is: April 1st : non-Wikipedia projects will see this change live April 3rd : Wikipedias will see this change live This change is very similar to the 'Typography Update' Beta Feature that has been available on Wikimedia projects since November 2013. After several rounds of testing and with feedback from the community, this Beta Feature will be disabled and successful aspects enabled in the default site appearance. Users who are logged in may still choose to use another skin, or alter their personal CSS , if they prefer a different appearance. Local common CSS styles will also apply as normal, for issues with local styles and scripts that impact all users. For more information: Summary of changes and FAQ Discussion page for feedback or questions Post on blog.wikimedia.org -- Steven Walling (Product Manager) on behalf of the Wikimedia Foundation's User Experience Design team No one needs free knowledge in Esperanto [ editar código ] There is a current discussion on German Wikipedia on a decision of Asaf Bartov, Head of WMF Grants and Global South Partnerships, Wikimedia Foundation, who rejected a request for funding a proposal from wikipedians from eowiki one year ago with the explanation the existence, cultivation, and growth of the Esperanto Wikipedia does not advance our educational mission. No one needs free knowledge in Esperanto . On meta there has also started a discussion about that decision. -- Holder ( discusión ) 09:59 5 jasypo 2014 (UTC) Portal [ editar código ] Cómo creo un portal en esta wiki? P. S. F. Freitas ( discusión ) 23:18 17 jasypo 2014 (UTC) Media Viewer [ editar código ] Greetings, my apologies for writing in English. I wanted to let you know that Media Viewer will be released to this wiki in the coming weeks. Media Viewer allows readers of Wikimedia projects to have an enhanced view of files without having to visit the file page, but with more detail than a thumbnail. You can try Media Viewer out now by turning it on in your Beta Features . If you do not enjoy Media Viewer or if it interferes with your work after it is turned on you will be able to disable Media Viewer as well in your preferences . I invite you to share what you think about Media Viewer and how it can be made better in the future. Thank you for your time. - Keegan (WMF) 21:29 23 jasypo 2014 (UTC) --This message was sent using MassMessage . Was there an error? Report it! Using only UploadWizard for uploads [ editar código ] Hello! Sorry for writing in English. It was noted that on this wiki upload is not fully functional for users, who will experience a very difficult and/or illegal uploading. In fact, the licenses/copyright tags dropdown is empty, making it hard or impossible to comply with copyright requirements during upload itself. Presumably, you don't have interest nor energies to have hundreds templates with the now required HTML , even less a local EDP . I propose to have local 'Tojehupi jehai'aty' restricted to the 'Administradores' group (for emergency uploads) and the sidebar point to commons:Special:UploadWizard , so that you can avoid local maintenance and all users can have a functioning, easy upload interface in their own language . All registered users can upload on Commons and existing files will not be affected. All this will get done around 2014-07-03. If you disagree with the proposal, just remove your wiki from the list . Remember also to create MediaWiki:Licenses locally with any content (see a simple example ), or uploads will be soon disabled anyway by MediaWiki itself (starting in version 1.24wmf11 ). To make the UploadWizard even better, please tell your experience and ideas on commons:Commons:Upload Wizard feedback . Nemo 13:09 19 jasypoteĩ 2014 (UTC) Sysop: User:Hugo.arg . -- Liuxinyu970226 ( discusión ) 01:53 25 jasypa 2014 (UTC) Media Viewer is now live on this wiki [ editar código ] Media Viewer lets you see images in larger size Greetings— and sorry for writing in English, please translate if it will help your community, The Wikimedia Foundation's Multimedia team is happy to announce that Media Viewer was just released on this site today. Media Viewer displays images in larger size when you click on their thumbnails, to provide a better viewing experience. Users can now view images faster and more clearly, without having to jump to separate pages — and its user interface is more intuitive, offering easy access to full-resolution images and information, with links to the file repository for editing. The tool has been tested extensively across all Wikimedia wikis over the past six months as a Beta Feature and has been released to the largest Wikipedias, all language Wikisources, and the English Wikivoyage already. If you do not like this feature, you can easily turn it off by clicking on 'Disable Media Viewer' at the bottom of the screen, pulling up the information panel (or in your your preferences ) whether you have an account or not. Learn more in this Media Viewer Help page . Please let us know if you have any questions or comments about Media Viewer. You are invited to share your feedback in this discussion on MediaWiki.org in any language, to help improve this feature. You are also welcome to take this quick survey in English , en français , o español . We hope you enjoy Media Viewer. Many thanks to all the community members who helped make it possible. - Fabrice Florin (WMF) ( talk ) 21:54 19 jasypoteĩ 2014 (UTC) --This message was sent using MassMessage . Was there an error? Report it! Consulta [ editar código ] Hola! Saludos antes que nada a todos los usuarios de esta wiki y agradezco el trabajo realizado. Yo no hablo ni comprendo guaraní, soy usuario de la wiki en español, y quiería preguntar qué significan los títulos de estos artículos: Guarani rekoha Argentina-pe y Taragui Tetãmini Rekovoñaguasu . Desde ya, muchas gracias. -- Gastón Cuello ( discusión ) 12:55 13 jasypokõi 2014 (UTC) ¡Hola y Bienvenido! Guarani rekoha Argentina-pe significa 'reducciones guaraníes en Argentina' y Taragui Tetãmini Rekovoñaguasu significa 'Constitución de la Provincia de Corrientes'. P. S. F. Freitas ( discusión ) 23:37 13 jasypokõi 2014 (UTC) Muchas Gracias! Voy a buscar sus respectivos artículos en español para enlazarlos a Wikidata. Saludos! -- Gastón Cuello ( discusión ) 16:51 14 jasypokõi 2014 (UTC) Help for translate [ editar código ] Hello and sorry for writing in English. Can anyone help me translate a small article (2 paragraphs) from English to your language? Please, fell free to answer in my talk page in your wiki. Thanks! Xaris333 ( discusión ) 00:36 12 jasypoapy 2014 (UTC) Letter petitioning WMF to reverse recent decisions [ editar código ] The Wikimedia Foundation recently created a new feature, 'superprotect' status. The purpose is to prevent pages from being edited by elected administrators -- but permitting WMF staff to edit them. It has been put to use in only one case: to protect the deployment of the Media Viewer software on German Wikipedia, in defiance of a clear decision of that community to disable the feature by default, unless users decide to enable it. If you oppose these actions, please add your name to this letter. If you know non-Wikimedians who support our vision for the free sharing of knowledge, and would like to add their names to the list, please ask them to sign an identical version of the letter on change.org. Letter to Wikimedia Foundation: Superprotect and Media Viewer Letter on change.org -- JurgenNL ( talk ) 17:35 21 jasypoapy 2014 (UTC) Process ideas for software development [ editar código ] ’’My apologies for writing in English.’’ Hello, I am notifying you that a brainstorming session has been started on Meta to help the Wikimedia Foundation increase and better affect community participation in software development across all wiki projects. Basically, how can you be more involved in helping to create features on Wikimedia projects? We are inviting all interested users to voice their ideas on how communities can be more involved and informed in the product development process at the Wikimedia Foundation. It would be very appreciated if you could translate this message to help inform your local communities as well. I and the rest of my team welcome you to participate. We hope to see you on Meta. Kind regards, -- Rdicerb (WMF) talk 22:15 21 jasypoapy 2014 (UTC) --This message was sent using MassMessage . Was there an error? Report it! Grants to improve your project [ editar código ] Apologies for English. Please help translate this message. Greetings! The Individual Engagement Grants program is accepting proposals for funding new experiments from September 1st to 30th. Your idea could improve Wikimedia projects with a new tool or gadget, a better process to support community-building on your wiki, research on an important issue, or something else we haven't thought of yet. Whether you need $200 or $30,000 USD, Individual Engagement Grants can cover your own project development time in addition to hiring others to help you. Submit your proposal Get help : In IdeaLab or an upcoming Hangout session MediaWiki message delivery ( discusión ) 16:51 2 jasyporundy 2014 (UTC) VisualEditor available on Internet Explorer 11 [ editar código ] VisualEditor will become available to users of Microsoft Internet Explorer 11 during today's regular software update. Support for some earlier versions of Internet Explorer is being worked on. If you encounter problems with VisualEditor on Internet Explorer, please contact the Editing team by leaving a message at VisualEditor/Feedback on Mediawiki.org. Happy editing, Elitre (WMF) 07:29 11 jasyporundy 2014 (UTC). PS. Please subscribe to the global monthly newsletter to receive further news about VisualEditor. w:es:Wikiproyecto:Wikimedia en langues régionales de España [ editar código ] I invite to participate. And create table for wikipedia of Hispanoamérica.-- Kaiyr ( discusión ) 15:04 26 jasyporundy 2014 (UTC) Monuments of Spain Challenge [ editar código ] Excuse me for not speaking Guarani yet. Wikimedia España invites you to join the Monuments of Spain Challenge. And what’s that? It’s a contest. You have to edit, translate or expand articles about the Spanish monuments and you will be granted points. So you’re not just writing about wonderful buildings: you can get prizes! The time of the contest will include all October and any information you may need is right here . Join in and good luck! PS: We would be grateful if you could translate this note into Guarani. B25es on behalf of Wikimedia España. Meta RfCs on two new global groups [ editar código ] Hello all, There are currently requests for comment open on meta to create two new global groups. The first is a group for members of the OTRS permissions queue, which would grant them autopatrolled rights on all wikis except those who opt-out. That proposal can be found at m:Requests for comment/Creation of a global OTRS-permissions user group . The second is a group for Wikimedia Commons admins and OTRS agents to view deleted file pages through the 'viewdeletedfile' right on all wikis except those who opt-out. The second proposal can be found at m:Requests for comment/Global file deletion review . We would like to hear what you think on both proposals. Both are in English. if you wanted to translate them into your native language that would also be appreciated. It is possible for individual projects to opt-out, so that users in those groups do not have any additional rights on those projects. To do this please start a local discussion, and if there is consensus you can request to opt-out of either or both at m:Stewards' noticeboard . Thanks and regards, Ajraddatz ( talk ) 18:04 26 jasypa 2014 (UTC) Languages in censuses [ editar código ] Hello, Dear wikipedians. I invite you to edit and improve this article and to add information about your and other country.-- Kaiyr ( discusión ) 11:41 31 jasypa 2014 (UTC) New Wikipedia Library Accounts Now Available (November 2014) [ editar código ] Apologies for writing in English, please help translate this into your local language. Hello Wikimedians! The TWL OWL says sign up today :) The Wikipedia Library is announcing signups today for, free, full-access accounts to published research as part of our Publisher Donation Program . You can sign up for: DeGruyter : 1000 new accounts for English and German-language research. Sign up on one of two language Wikipedias: English signup Deutsch signup Fold3 : 100 new accounts for American history and military archives Scotland's People : 100 new accounts for Scottish genealogy database British Newspaper Archive : expanded by 100+ accounts for British newspapers Highbeam : 100+ remaining accounts for newspaper and magazine archives Questia : 100+ remaining accounts for journal and social science articles JSTOR : 100+ remaining accounts for journal archives Do better research and help expand the use of high quality references across Wikipedia projects: sign up today! -- The Wikipedia Library Team .23:19 5 jasypateĩ 2014 (UTC) You can host and coordinate signups for a Wikipedia Library branch in your own language. Please contact Ocaasi (WMF) . This message was delivered via the Global Mass Message to The Wikipedia Library Global Delivery List . Global AbuseFilter [ editar código ] Hello, AbuseFilter is a MediaWiki extension used to detect likely abusive behavior patterns, like pattern vandalism and spam. In 2013, Global AbuseFilters were enabled on a limited set of wikis including Meta-Wiki, MediaWiki.org, Wikispecies and (in early 2014) all the ' small wikis '. Recently, global abuse filters were enabled on ' medium sized wikis ' as well. These filters are currently managed by stewards on Meta-Wiki and have shown to be very effective in preventing mass spam attacks across Wikimedia projects. However, there is currently no policy on how the global AbuseFilters will be managed although there are proposals. There is an ongoing request for comment on policy governing the use of the global AbuseFilters. In the meantime, specific wikis can opt out of using the global AbuseFilter. These wikis can simply add a request to this list on Meta-Wiki. More details can be found on this page at Meta-Wiki. If you have any questions, feel free to ask on m:Talk:Global AbuseFilter . Thanks, PiRSquared17 , Glaisher — 17:36 14 jasypateĩ 2014 (UTC) New Wikipedia Library Accounts Now Available (December 2014) [ editar código ] Apologies for writing in English, please help translate this into your local language. Hello Wikimedians! The TWL OWL says sign up today :) The Wikipedia Library is announcing signups today for, free, full-access accounts to published research as part of our Publisher Donation Program . You can sign up for new accounts and research materials from: Elsevier - science and medicine journals and books Royal Society of Chemistry - chemistry journals Pelican Books - ebook monographs Public Catalogue Foundation - art books Other partnerships with accounts available are listed on our partners page . Do better research and help expand the use of high quality references across Wikipedia projects: sign up today! -- The Wikipedia Library Team .00:22 18 jasypakõi 2014 (UTC) You can host and coordinate signups for a Wikipedia Library branch in your own language. Please contact Ocaasi (WMF) . This message was delivered via the Global Mass Message tool to The Wikipedia Library Global Delivery List . [Global proposal] m.Vikipetã.org: (opaite) Editar páginas [ editar código ] MediaWiki mobile Hi, this message is to let you know that, on domains like gn. m .wikipedia.org, unregistered users cannot edit . At the Wikimedia Forum, where global configuration changes are normally discussed, a few dozens users propose to restore normal editing permissions on all mobile sites . Please read and comment! Thanks and sorry for writing in English, Nemo 22:33 1 jasyapy 2015 (UTC) New Wikipedia Library Accounts Available Now (March 2015) [ editar código ] Apologies for writing in English, please help translate this into your local language. Hello Wikimedians! The TWL OWL says sign up today! The Wikipedia Library is announcing signups today for, free, full-access accounts to published research as part of our Publisher Donation Program . You can sign up for new accounts and research materials from: Project MUSE — humanities and social science books and journals DynaMed — clinical reference tool for medical topics Royal Pharmaceutical Society — pharmaceutical information and practice resources Women Writers Online — a digital humanities database focused on women's literature Newspapers.com — American newspapers database w/ Open Access opportunities (expansion of accounts) Many other partnerships with accounts available are listed on our partners page . Do better research and help expand the use of high quality references across Wikipedia projects: sign up today! -- The Wikipedia Library Team 21:14 2 jasyapy 2015 (UTC) Help us coordinate Wikipedia Library's distribution of accounts, communication of access opportunities and more! Please join our team at our new coordinator page . This message was delivered via the Global Mass Message tool to The Wikipedia Library Global Delivery List . Inspire Campaign: Improving diversity, improving content [ editar código ] This March, we’re organizing an Inspire Campaign to encourage and support new ideas for improving gender diversity on Wikimedia projects. Less than 20% of Wikimedia contributors are women, and many important topics are still missing in our content. We invite all Wikimedians to participate. If you have an idea that could help address this problem, please get involved today! The campaign runs until March 31. All proposals are welcome - research projects, technical solutions, community organizing and outreach initiatives, or something completely new! Funding is available from the Wikimedia Foundation for projects that need financial support. Constructive, positive feedback on ideas is appreciated, and collaboration is encouraged - your skills and experience may help bring someone else’s project to life. Join us at the Inspire Campaign and help this project better represent the world’s knowledge! Inspire Campaign main page (Sorry for the English - please translate this message!) MediaWiki message delivery ( discusión ) 20:01 4 jasyapy 2015 (UTC) Feedback request: VisualEditor's special character inserter [ editar código ] I apologize for writing in English. Please translate this message so that all of your editors can read it. Thank you! Hi everybody, my name is Erica, and I am a Community Liaison at the Wikimedia Foundation. I'm writing to you because the Editing team at WMF wants to know what you think about VisualEditor and its new Tai ambuéva tool. This change will affect all users on about 50 Wikipedias , including your Wikipedia. Many editors at these Wikipedias need a special character tool to be able to write articles correctly, which is why we are asking you now. The new special character inserter tool is available in VisualEditor now. Admins at your wiki can change the contents by following the directions at mediawiki.org . New design for the special character inserter. The red arrow points to the button for the tool, which is marked with Ω (omega). To test the Tai ambuéva tool , please: Opt-in to VisualEditor by going to Special:Preferences#mw-prefsection-betafeatures and choosing 'Jehaijey Techáre'. Save your preferences. Edit any article or your user page in VisualEditor by clicking on the new 'Jehaijey' tab at the top of the page. See the mw:Help:VisualEditor/User guide for information on how to use VisualEditor. Please post your comments and the language(s) that you tested at the feedback thread on Mediawiki.org . The developers would like to know what you think about this new design. It is important that they hear from as many editors as possible. You may leave your comments in any language. When the special character tool has been refined a little more based on your thoughts, we will offer VisualEditor by default to all editors at this wiki. If you want to help prepare, please read the advice on mediawiki.org . Thank you, Elitre (WMF) (talk) 18:33 12 jasyapy 2015 (UTC) SUL finalization update [ editar código ] Hi all,apologies for writing in English, please read this page for important information and an update involving SUL finalization , scheduled to take place in one month. Thanks. Keegan (WMF) ( talk ) 19:45 13 jasyapy 2015 (UTC) VisualEditor coming to this wiki [ editar código ] Hello again. Please excuse the English. I would be grateful if you can translate this message! VisualEditor is coming to all editors at this Wikipedia on Monday, March 30th. Jehaijey Techáre is software that allows people to edit articles without needing to learn wikitext code (like typing [[ to start a link). You don't have to wait until the deployment to test it. you can test Jehaijey Techáre right now. To turn it on, select 'Beta' in your preferences. Choose 'Jehaijey Techáre' and click save. Now, when you press the 'Jehaijey' button to edit an article, you will get the new VisualEditor software. To use the wikitext editor, you can press 'Editar código'. (After the deployment, everyone will automatically have the option to use either VisualEditor or the current wikitext editor.) For more information about how to use VisualEditor, see mw:Help:VisualEditor/User guide . More information about preparing for VisualEditor is posted here . It's easier to add templates if you've added TemplateData instructions to them. Please help translate the pages about VisualEditor here and on MediaWiki.org, and its user interface. See VisualEditor TranslationCentral for general information. To translate the user guide, go to the MediaWiki.org page , and select 'Traducir esta página'. Your language should be available from the drop-down menu on the right. Once you've done this, you'll see the document in English side by side with any translation work already done in your language. You can add new translations or change old translations. To translate the user interface, you need to create an account at translatewiki.net. Contact me personally if you need help with that. We need your help to improve the software! Please let us know if you find any problems. You can report issues in Phabricator, the new bug tracking system or on the central feedback page on MediaWiki.org. If you notice major issues affecting your project, please leave a note on my talk page. If it's an emergency (like an unexpected bug causing widespread problems), reach out to James Forrester, the Product Manager, at jforrester@wikimedia.org or on IRC in the #mediawiki-visualeditor channel. Wrong target page? Fix it here • Sign up for VisualEditor's multilingual newsletter Thank you, and happy editing! -- Elitre (WMF) (talk) 19:38 19 jasyapy 2015 (UTC) VisualEditor now active here [ editar código ] Click this icon while in VisualEditor for a link to the User Guide . Hello again (and again, apologies for using English on this page. Please do translate my message, if you can!). As some of you have noticed, this Wikipedia now has Jehaijey Techáre (VisualEditor or 'VE') enabled for all users . There are now two tabs for editing: 'Jehaijey' and 'Editar código'. Click 'Jehaijey' to use VisualEditor. Click 'Editar código' to edit using wikitext markup. All edits using VisualEditor will be tagged with 'Tag:Jehaijey Techáre' in recent changes, watchlists, and page histories. To access the User Guide for VisualEditor , click on the '(?)' icon in VisualEditor's toolbar. If you wish to disable VisualEditor, this can be done under 'Editing' in your preferences . Please report any software 'bugs' or errors you find at MediaWiki’s VisualEditor Feedback page . Translations for the user interface and its help guide are still needed: you can learn how to support your community with this and other tasks at this instructions page . Please contact me if you need further help though. Happy editing, User:Elitre (WMF) (talk) 15:09 30 jasyapy 2015 (UTC) Stewards confirmation rules [ editar código ] Hello, I made a proposal on Meta to change the rules for the steward confirmations. Currently consensus to remove is required for a steward to lose his status, however I think it's fairer to the community if every steward needed the consensus to keep. As this is an issue that affects all WMF wikis, I'm sending this notification to let people know & be able to participate. Best regards, -- MF-W 16:12 10 jasyrundy 2015 (UTC) VisualEditor News #2—2015 [ editar código ] Did you know? With Citoid in VisualEditor, you click the 'book with bookmark' icon and paste in the URL for a reliable source: Citoid looks up the source for you and returns the citation results. Click the green 'Insert' button to accept its results and add them to the article: After inserting the citation, you can change it. Select the reference, and click the 'Edit' button in the context menu to make changes. The user guide has more information about how to use VisualEditor. Since the last newsletter, the Editing Team has fixed many bugs and worked on VisualEditor's performance, the Citoid reference service, and support for languages with complex input requirements. Status reports are posted on Mediawiki.org . The worklist for April through June is available in Phabricator . The weekly task triage meetings continue to be open to volunteers, each Wednesday at 11:00 (noon) PDT (18:00 UTC). You do not need to attend the meeting to nominate a bug for consideration as a Q4 blocker. Instead, go to Phabricator and 'associate' the Editing team's Q4 blocker project with the bug. Learn how to join the meetings and how to nominate bugs at mw:Talk:VisualEditor/Portal . Recent improvements [ editar código ] VisualEditor is now substantially faster. In many cases, opening the page in VisualEditor is now faster than opening it in the wikitext editor. The new system has improved the code speed by 37% and network speed by almost 40%. The Editing team is slowly adding auto-fill features for citations . This is currently available only at the French, Italian, and English Wikipedias. The Citoid service takes a URL or DOI for a reliable source, and returns a pre-filled, pre-formatted bibliographic citation. After creating it, you will be able to change or add information to the citation, in the same way that you edit any other pre-existing citation in VisualEditor. Support for ISBNs , PMIDs , and other identifiers is planned. Later, editors will be able to improve precision and reduce the need for manual corrections by contributing to the Citoid service's definitions for each website. Citoid requires good TemplateData for your citation templates. If you would like to request this feature for your wiki, please post a request in the Citoid project on Phabricator . Include links to the TemplateData for the most important citation templates on your wiki. The special character inserter has been improved, based upon feedback from active users. After this, VisualEditor was made available to all users of Wikipedias on the Phase 5 list on 30 March. This affected 53 mid-size and smaller Wikipedias, including Afrikaans , Azerbaijani , Breton , Kyrgyz , Macedonian , Mongolian , Tatar , and Welsh . Work continues to support languages with complex requirements, such as Korean and Japanese. These languages use input method editors ('IMEs”). Recent improvements to cursoring, backspace, and delete behavior will simplify typing in VisualEditor for these users. The design for the image selection process is now using a 'masonry fit' model. Images in the search results are displayed at the same height but at variable widths, similar to bricks of different sizes in a masonry wall, or the 'packed' mode in image galleries . This style helps you find the right image by making it easier to see more details in images. You can now drag and drop categories to re-arrange their order of appearance ​on the page. The pop-up window that appears when you click on a reference, image, link, or other element, is called the 'context menu'. It now displays additional useful information, such as the destination of the link or the image's filename. The team has also added an explicit 'Edit' button in the context menu, which helps new editors open the tool to change the item. Invisible templates are marked by a puzzle piece icon so they can be interacted with. Users also will be able to see and edit HTML anchors now in section headings. Users of the TemplateData GUI editor can now set a string as an optional text for the 'deprecated' property in addition to boolean value, which lets you tell users of the template what they should do instead. ( T90734 ) Looking ahead [ editar código ] The special character inserter in VisualEditor will soon use the same special character list as the wikitext editor. Admins at each wiki will also have the option of creating a custom section for frequently used characters at the top of the list. Instructions for customizing the list will be posted at mediawiki.org . The team is discussing a test of VisualEditor with new users at the English Wikipedia, to see whether they have met their goals of making VisualEditor suitable for those editors. The timing is unknown, but might be relatively soon. ( T90666 ) Let's work together [ editar código ] Share your ideas and ask questions at mw:VisualEditor/Feedback . Can you translate from English into any other language? Please check this list to see whether more interface translations are needed for your language. Contact us to get an account if you want to help! The design research team wants to see how real editors work. Please sign up for their research program . File requests for language-appropriate 'Ñe'ẽhũ' and 'Ñe'ẽkarapã' icons for the character formatting menu in Phabricator . Subscribe, unsubscribe or change the page where this newsletter is delivered at Meta . If you aren't reading this in your favorite language, then please help us with translations! Subscribe to the Translators mailing list or contact us directly, so that we can notify you when the next issue is ready. Thank you! — Elitre (WMF) 19:48 10 jasyrundy 2015 (UTC) Nominations are being accepted for 2015 Wikimedia Foundation elections [ editar código ] This is a message from the 2015 Wikimedia Foundation Elections Committee . Translations are available. Greetings, I am pleased to announce that nominations are now being accepted for the 2015 Wikimedia Foundation Elections. This year the Board and the FDC Staff are looking for a diverse set of candidates from regions and projects that are traditionally under-represented on the board and in the movement as well as candidates with experience in technology, product or finance. To this end they have published letters describing what they think is needed and, recognizing that those who know the community the best are the community themselves, the election committee is accepting nominations for community members you think should run and will reach out to those nominated to provide them with information about the job and the election process. This year, elections are being held for the following roles: Board of Trustees The Board of Trustees is the decision-making body that is ultimately responsible for the long term sustainability of the Foundation, so we value wide input into its selection. There are three positions being filled. More information about this role can be found at the board elections page . Funds Dissemination Committee (FDC) The Funds Dissemination Committee (FDC) makes recommendations about how to allocate Wikimedia movement funds to eligible entities. There are five positions being filled. More information about this role can be found at the FDC elections page . Funds Dissemination Committee (FDC) Ombud The FDC Ombud receives complaints and feedback about the FDC process, investigates complaints at the request of the Board of Trustees, and summarizes the investigations and feedback for the Board of Trustees on an annual basis. One position is being filled. More information about this role can be found at the FDC Ombudsperson elections page . The candidacy submission phase lasts from 00:00 UTC April 20 to 23:59 UTC May 5 for the Board and from 00:00 UTCApril 20 to 23:59 UTC April 30 for the FDC and FDC Ombudsperson. This year, we are accepting both self-nominations and nominations of others. More information on this election and the nomination process can be found on the 2015 Wikimedia elections page on Meta-Wiki . Please feel free to post a note about the election on your project's village pump. Any questions related to the election can be posted on the talk page on Meta, or sent to the election committee's mailing list, board-elections -at- wikimedia.org On behalf of the Elections Committee, -Gregory Varnum ( User:Varnent ) Coordinator, 2015 Wikimedia Foundation Elections Committee Posted by the MediaWiki message delivery on behalf of the 2015 Wikimedia Foundation Elections Committee , 05:03, 21 April 2015 (UTC) • Translate • Get help Wikimedia Foundation Funds Dissemination Committee elections 2015 [ editar código ] This is a message from the 2015 Wikimedia Foundation Elections Committee . Translations are available. Voting has begun for eligible voters in the 2015 elections for the Funds Dissemination Committee (FDC) and FDC Ombudsperson . Questions and discussion with the candidates for the Funds Dissemination Committee (FDC) and FDC Ombudsperson will continue during the voting. Nominations for the Board of Trustees will be accepted until 23:59 UTC May 5. The Funds Dissemination Committee (FDC) makes recommendations about how to allocate Wikimedia movement funds to eligible entities. There are five positions on the committee being filled. The FDC Ombudsperson receives complaints and feedback about the FDC process, investigates complaints at the request of the Board of Trustees , and summarizes the investigations and feedback for the Board of Trustees on an annual basis. One position is being filled. The voting phase lasts from 00:00 UTC May 3 to 23:59 UTC May 10. Click here to vote . Questions and discussion with the candidates will continue during that time. Click here to ask the FDC candidates a question . Click here to ask the FDC Ombudsperson candidates a question . More information on the candidates and the elections can be found on the 2015 FDC election page , the 2015 FDC Ombudsperson election page , and the 2015 Board election page on Meta-Wiki. On behalf of the Elections Committee, -Gregory Varnum ( User:Varnent ) Volunteer Coordinator, 2015 Wikimedia Foundation Elections Committee Posted by the MediaWiki message delivery 03:45, 4 May 2015 (UTC) • Translate • Get help New Wikipedia Library Accounts Available Now (May 2015) [ editar código ] Apologies for writing in English, please help translate this into your local language. Hello Wikimedians! The TWL OWL says sign up today! Today The Wikipedia Library announces signups for more free, full-access accounts to published research as part of our Publisher Donation Program . You can sign up for new accounts and research materials from: MIT Press Journals — scholarly journals in the humanities, sciences, and social sciences (200 accounts) Loeb Classical Library — Harvard University Press versions of Classical Greek and Latin literature with commentary and annotation (25 accounts) RIPM — music periodicals published between 1760 and 1966 (20 accounts) Sage Stats — social science data for geographies within the United States (10 accounts) HeinOnline — an extensive legal research database, including 2000 law-related journals as well as international legal history materials (25 accounts) Many other partnerships with accounts available are listed on our partners page , including Project MUSE , JSTOR , DeGruyter , Newspapers.com and British Newspaper Archive . Do better research and help expand the use of high quality references across Wikipedia projects: sign up today! -- The Wikipedia Library Team 22:12 4 jasypo 2015 (UTC) We need your help! Help coordinate Wikipedia Library's account distribution and global development! Please join our team at Global our new coordinator signup . This message was delivered via the Mass Message tool to The Wikipedia Library Global Delivery List Wikimedia Foundation Board of Trustees elections 2015 [ editar código ] This is a message from the 2015 Wikimedia Foundation Elections Committee . Translations are available. Voting has begun for eligible voters in the 2015 elections for the Wikimedia Foundation Board of Trustees . Questions and discussion with the candidates for the Board will continue during the voting. The Wikimedia Foundation Board of Trustees is the ultimate governing authority of the Wikimedia Foundation, a 501(c)(3) non-profit organization registered in the United States. The Wikimedia Foundation manages many diverse projects such as Wikipedia and Commons. The voting phase lasts from 00:00 UTC May 17 to 23:59 UTC May 31. Click here to vote . More information on the candidates and the elections can be found on the 2015 Board election page on Meta-Wiki. On behalf of the Elections Committee, -Gregory Varnum ( User:Varnent ) Volunteer Coordinator, 2015 Wikimedia Foundation Elections Committee Posted by the MediaWiki message delivery 17:20, 17 May 2015 (UTC) • Translate • Get help Wikimedia Foundation Board of Trustees elections 2015 [ editar código ] This is a message from the 2015 Wikimedia Foundation Elections Committee . Translations are available. Voting has begun for eligible voters in the 2015 elections for the Wikimedia Foundation Board of Trustees . Questions and discussion with the candidates for the Board will continue during the voting. The Wikimedia Foundation Board of Trustees is the ultimate governing authority of the Wikimedia Foundation, a 501(c)(3) non-profit organization registered in the United States. The Wikimedia Foundation manages many diverse projects such as Wikipedia and Commons. The voting phase lasts from 00:00 UTC May 17 to 23:59 UTC May 31. Click here to vote . More information on the candidates and the elections can be found on the 2015 Board election page on Meta-Wiki. On behalf of the Elections Committee, -Gregory Varnum ( User:Varnent ) Volunteer Coordinator, 2015 Wikimedia Foundation Elections Committee Posted by the MediaWiki message delivery 17:20, 17 May 2015 (UTC) • Translate • Get help Content Translation beta feature is now available [ editar código ] Hello, Content Translation has now been enabled as an opt-in beta feature on this Wikipedia. To start translating, enable the beta feature and go to Special:ContentTranslation or to your contributions page and create a new translation by selecting the source language, the article name and target language. If the article already exists then a warning will be displayed. After you translate the article, you can publish it directly as a new page on the Wikipedia. In case the article gets created by another user while you were translating, you will see an option to save the newly published translation under your user namespace. The number of published pages can be seen on the Content Translation stats page . Since, this is the first time we have installed the tool on this Wikipedia, there are chances that there may be some problems or service disruptions which we are not yet aware of. We will be monitoring the usage to check for any failures or issues, but please do let us know on the Content Translation talk page or through Phabricator if you spot any problems that prevent you from using the tool. For more information, please read about how to use the tool . You can also view a short screencast on how to use Content Translation. My apologies for writing this announcement only in English. Please feel free to translate this message for wider distribution. Thank you. -- KartikMistry ( discusión ) 17:38 21 jasypo 2015 (UTC) Pywikibot compat will no longer be supported - Please migrate to pywikibot core [ editar código ] Sorry for English, I hope someone translates this. Pywikibot (then 'Pywikipediabot') was started back in 2002. In 2007 a new branch (formerly known as 'rewrite', now called 'core') was started from scratch using the MediaWiki API. The developers of Pywikibot have decided to stop supporting the compat version of Pywikibot due to bad performance and architectural errors that make it hard to update, compared to core. If you are using pywikibot compat it is likely your code will break due to upcoming MediaWiki API changes (e.g. T101524 ). It is highly recommended you migrate to the core framework. There is a migration guide , and please contact us if you have any problem. There is an upcoming MediaWiki API breaking change that compat will not be updated for. If your bot's name is in this list , your bot will most likely break. Thank you, The Pywikibot development team, 19:30, 5 June 2015 (UTC) VisualEditor News #3—2015 [ editar código ] Did you know? When you click on a link to an article, you now see more information: The link tool has been re-designed: There are separate tabs for linking to internal and external pages. The user guide has more information about how to use VisualEditor. Since the last newsletter, the Editing Team has created new interfaces for the link and citation tools and fixed many bugs and changed some elements of the design. Some of these bugs affected users of VisualEditor on mobile devices. Status reports are posted on mediawiki.org . The worklist for April through June is available in Phabricator . A test of VisualEditor's effect on new editors at the English Wikipedia has just completed the first phase. During this test, half of newly registered editors had VisualEditor automatically enabled, and half did not. The main goal of the study is to learn which group was more likely to save an edit and to make productive, unreverted edits. Initial results will be posted at Meta later this month. Recent improvements [ editar código ] Auto-fill features for citations are available at a few Wikipedias through the citoid service . Citoid takes a URL or DOI for a reliable source, and returns a pre-filled, pre-formatted bibliographic citation. If Citoid is enabled on your wiki, then the design of the citation workflow changed during May. All citations are now created inside a single tool. Inside that tool, choose the tab you want (⧼citoid-citeFromIDDialog-mode-auto⧽, ⧼citoid-citeFromIDDialog-mode-manual⧽, or ⧼citoid-citeFromIDDialog-mode-reuse⧽). The cite button is now labeled with the word '⧼visualeditor-toolbar-cite-label⧽' rather than a book icon, and the autofill citation dialog now has a more meaningful label, '⧼Citoid-citeFromIDDialog-lookup-button⧽', for the submit button. The link tool has been redesigned based on feedback from Wikipedia editors and user testing. It now has two separate sections: one for links to articles and one for external links. When you select a link, its pop-up context menu shows the name of the linked page, a thumbnail image from the linked page, Wikidata's description, and appropriate icons for disambiguation pages, redirect pages and empty pages (where applicable). Search results have been reduced to the first five pages. Several bugs were fixed, including a dark highlight that appeared over the first match in the link inspector. ( T98085 ) The special character inserter in VisualEditor now uses the same special character list as the wikitext editor. Admins at each wiki can also create a custom section for frequently used characters at the top of the list. Please read the instructions for customizing the list at mediawiki.org . Also, there is now a tooltip to describing each character in the special character inserter. ( T70425 ) Several improvements have been made to templates . When you search for a template to insert, the list of results now contains descriptions of the templates. The parameter list inside the template dialog now remains open after inserting a parameter from the list, so that users don’t need to click on 'Añadir más información' each time they want to add another parameter. ( T95696 ) The team added a new property for TemplateData , 'Ejemplo', for template parameters. This optional, translatable property will show up when there is text describing how to use that parameter. ( T53049 ) The design of the main toolbar and several other elements have changed slightly, to be consistent with the MediaWiki theme. In the Vector skin, individual items in the menu are separated visually by pale gray bars. Buttons and menus on the toolbar can now contain both an icon and a text label, rather than just one or the other. This new design feature is being used for the cite button on wikis where the Citoid service is enabled. The team has released a long-desired improvement to the handling of non-existent images . If a non-existent image is linked in an article, then it is now visible in VisualEditor and can be selected, edited, replaced, or removed. Let's work together [ editar código ] Share your ideas and ask questions at mw:VisualEditor/Feedback . The weekly task triage meetings continue to be open to volunteers, usually on Wednesday at 12:00 (noon) PDT (19:00 UTC). Learn how to join the meetings and how to nominate bugs at mw:VisualEditor/Weekly triage meetings . You do not need to attend the meeting to nominate a bug for consideration as a Q4 blocker, though. Instead, go to Phabricator and 'associate' the VisualEditor Q4 blocker project with the bug. If your Wikivoyage, Wikibooks, Wikiversity, or other community wants to have VisualEditor made available by default to contributors, then please contact James Forrester . If you would like to request the Citoid automatic reference feature for your wiki, please post a request in the Citoid project on Phabricator . Include links to the TemplateData for the most important citation templates on your wiki. The team is planning the second VisualEditor-related 'translathon' for July. Please follow this task on Phabricator for details and updates! Announcements will follow in due course. Subscribe, unsubscribe or change the page where this newsletter is delivered at Meta . If you aren't reading this in your favorite language, then please help us with translations! Subscribe to the Translators mailing list or contact us directly, so that we can notify you when the next issue is ready. Thank you! — Elitre (WMF) 10:44 13 jasypoteĩ 2015 (UTC) VisualEditor News #3—2015 [ editar código ] Did you know? When you click on a link to an article, you now see more information: The link tool has been re-designed: There are separate tabs for linking to internal and external pages. The user guide has more information about how to use VisualEditor. Since the last newsletter, the Editing Team has created new interfaces for the link and citation tools and fixed many bugs and changed some elements of the design. Some of these bugs affected users of VisualEditor on mobile devices. Status reports are posted on mediawiki.org . The worklist for April through June is available in Phabricator . A test of VisualEditor's effect on new editors at the English Wikipedia has just completed the first phase. During this test, half of newly registered editors had VisualEditor automatically enabled, and half did not. The main goal of the study is to learn which group was more likely to save an edit and to make productive, unreverted edits. Initial results will be posted at Meta later this month. Recent improvements [ editar código ] Auto-fill features for citations are available at a few Wikipedias through the citoid service . Citoid takes a URL or DOI for a reliable source, and returns a pre-filled, pre-formatted bibliographic citation. If Citoid is enabled on your wiki, then the design of the citation workflow changed during May. All citations are now created inside a single tool. Inside that tool, choose the tab you want (⧼citoid-citeFromIDDialog-mode-auto⧽, ⧼citoid-citeFromIDDialog-mode-manual⧽, or ⧼citoid-citeFromIDDialog-mode-reuse⧽). The cite button is now labeled with the word '⧼visualeditor-toolbar-cite-label⧽' rather than a book icon, and the autofill citation dialog now has a more meaningful label, '⧼Citoid-citeFromIDDialog-lookup-button⧽', for the submit button. The link tool has been redesigned based on feedback from Wikipedia editors and user testing. It now has two separate sections: one for links to articles and one for external links. When you select a link, its pop-up context menu shows the name of the linked page, a thumbnail image from the linked page, Wikidata's description, and appropriate icons for disambiguation pages, redirect pages and empty pages (where applicable). Search results have been reduced to the first five pages. Several bugs were fixed, including a dark highlight that appeared over the first match in the link inspector. ( T98085 ) The special character inserter in VisualEditor now uses the same special character list as the wikitext editor. Admins at each wiki can also create a custom section for frequently used characters at the top of the list. Please read the instructions for customizing the list at mediawiki.org . Also, there is now a tooltip to describing each character in the special character inserter. ( T70425 ) Several improvements have been made to templates . When you search for a template to insert, the list of results now contains descriptions of the templates. The parameter list inside the template dialog now remains open after inserting a parameter from the list, so that users don’t need to click on 'Añadir más información' each time they want to add another parameter. ( T95696 ) The team added a new property for TemplateData , 'Ejemplo', for template parameters. This optional, translatable property will show up when there is text describing how to use that parameter. ( T53049 ) The design of the main toolbar and several other elements have changed slightly, to be consistent with the MediaWiki theme. In the Vector skin, individual items in the menu are separated visually by pale gray bars. Buttons and menus on the toolbar can now contain both an icon and a text label, rather than just one or the other. This new design feature is being used for the cite button on wikis where the Citoid service is enabled. The team has released a long-desired improvement to the handling of non-existent images . If a non-existent image is linked in an article, then it is now visible in VisualEditor and can be selected, edited, replaced, or removed. Let's work together [ editar código ] Share your ideas and ask questions at mw:VisualEditor/Feedback . The weekly task triage meetings continue to be open to volunteers, usually on Wednesday at 12:00 (noon) PDT (19:00 UTC). Learn how to join the meetings and how to nominate bugs at mw:VisualEditor/Weekly triage meetings . You do not need to attend the meeting to nominate a bug for consideration as a Q4 blocker, though. Instead, go to Phabricator and 'associate' the VisualEditor Q4 blocker project with the bug. If your Wikivoyage, Wikibooks, Wikiversity, or other community wants to have VisualEditor made available by default to contributors, then please contact James Forrester . If you would like to request the Citoid automatic reference feature for your wiki, please post a request in the Citoid project on Phabricator . Include links to the TemplateData for the most important citation templates on your wiki. The team is planning the second VisualEditor-related 'translathon' for July. Please follow this task on Phabricator for details and updates! Announcements will follow in due course. Subscribe, unsubscribe or change the page where this newsletter is delivered at Meta . If you aren't reading this in your favorite language, then please help us with translations! Subscribe to the Translators mailing list or contact us directly, so that we can notify you when the next issue is ready. Thank you! — Elitre (WMF) 12:26 13 jasypoteĩ 2015 (UTC) New Wikipedia Library Accounts Available Now (June 2015) [ editar código ] Hello Wikimedians! The TWL OWL says sign up today! Today The Wikipedia Library announces signups for more free, full-access accounts to published research as part of our Publisher Donation Program . You can sign up for new accounts and research materials from: Taylor & Francis — academic publisher of journals. The pilot includes two subject collections: Arts & Humanities and Biological, Environment & Earth Sciences. (30 accounts) World Bank eLibrary — digital platform containing all books, working papers, and journal articles published by the World Bank from the 1990s to the present. (100 accounts) AAAS — general interest science publisher, who publishes the journal Science among other sources (50 accounts) New French-Language Branch! Érudit ( en Francais ) — Érudit is a French-Canadian scholarly aggregator primarily, humanities and social sciences, and contains sources in both English and French. Signups on both English and French Wikipedia (50 accounts). Cairn.info ( en Francais ) — Cairn.info is a Switzerland based online web portal of scholarly materials in the humanities and social sciences. Most sources are in French, but some also in English. Signups on both English and French Wikipedia (100 accounts). L'Harmattan — French language publisher across a wide range of non-fiction and fiction, with a strong selection of francophone African materials (1000 accounts). Many other partnerships with accounts available are listed on our partners page , including an expansion of accounts for Royal Society journals and remaining accounts on Project MUSE , JSTOR , DeGruyter , Highbeam Newspapers.com and British Newspaper Archive . If you have suggestions for journals or databases we should seek access to make a request ! Do better research and help expand the use of high quality references across Wikipedia projects: sign up today! -- The Wikipedia Library Team 22:08, 15 June 2015 (UTC) We need your help! Help coordinate Wikipedia Library's account distribution and global development! Please join our team at our new coordinator signup . This message was delivered via the Global Mass Message tool to The Wikipedia Library Global Delivery List New Wikipedia Library Accounts Available Now (June 2015) [ editar código ] Hello Wikimedians! The TWL OWL says sign up today! Today The Wikipedia Library announces signups for more free, full-access accounts to published research as part of our Publisher Donation Program . You can sign up for new accounts and research materials from: Taylor & Francis — academic publisher of journals. The pilot includes two subject collections: Arts & Humanities and Biological, Environment & Earth Sciences. (30 accounts) World Bank eLibrary — digital platform containing all books, working papers, and journal articles published by the World Bank from the 1990s to the present. (100 accounts) AAAS — general interest science publisher, who publishes the journal Science among other sources (50 accounts) New French-Language Branch! Érudit ( en Francais ) — Érudit is a French-Canadian scholarly aggregator primarily, humanities and social sciences, and contains sources in both English and French. Signups on both English and French Wikipedia (50 accounts). Cairn.info ( en Francais ) — Cairn.info is a Switzerland based online web portal of scholarly materials in the humanities and social sciences. Most sources are in French, but some also in English. Signups on both English and French Wikipedia (100 accounts). L'Harmattan — French language publisher across a wide range of non-fiction and fiction, with a strong selection of francophone African materials (1000 accounts). Many other partnerships with accounts available are listed on our partners page , including an expansion of accounts for Royal Society journals and remaining accounts on Project MUSE , JSTOR , DeGruyter , Highbeam Newspapers.com and British Newspaper Archive . If you have suggestions for journals or databases we should seek access to make a request ! Do better research and help expand the use of high quality references across Wikipedia projects: sign up today! -- The Wikipedia Library Team 22:08, 15 June 2015 (UTC) We need your help! Help coordinate Wikipedia Library's account distribution and global development! Please join our team at our new coordinator signup . This message was delivered via the Global Mass Message tool to The Wikipedia Library Global Delivery List HTTPS [ editar código ] Apologies for writing in English. Hi everyone. Over the last few years, the Wikimedia Foundation has been working towards enabling HTTPS by default for all users, including unregistered ones, for better privacy and security for both readers and editors. This has taken a long time, as there were different aspects to take into account. Our servers haven't been ready to handle it. The Wikimedia Foundation has had to balance sometimes conflicting goals. Forced HTTPS has just been implemented on all Wikimedia projects. Some of you might already be aware of this, as a few Wikipedia language versions were converted to HTTPS last week and the then affected communities were notified. Most of Wikimedia editors shouldn't be affected at all. If you edit as registered user, you've probably already had to log in through HTTPS. We'll keep an eye on this to make sure everything is working as it should. Do get in touch with us if you have any problems after this change or contact me if you have any other questions. / Johan (WMF) 22:01 19 jasypoteĩ 2015 (UTC) HTTPS [ editar código ] Apologies for writing in English. Hi everyone. Over the last few years, the Wikimedia Foundation has been working towards enabling HTTPS by default for all users, including unregistered ones, for better privacy and security for both readers and editors. This has taken a long time, as there were different aspects to take into account. Our servers haven't been ready to handle it. The Wikimedia Foundation has had to balance sometimes conflicting goals. Forced HTTPS has just been implemented on all Wikimedia projects. Some of you might already be aware of this, as a few Wikipedia language versions were converted to HTTPS last week and the then affected communities were notified. Most of Wikimedia editors shouldn't be affected at all. If you edit as registered user, you've probably already had to log in through HTTPS. We'll keep an eye on this to make sure everything is working as it should. Do get in touch with us if you have any problems after this change or contact me if you have any other questions. / Johan (WMF) 04:44 20 jasypoteĩ 2015 (UTC) Please join the 2nd edition of the VisualEditor Translathon [ editar código ] Hello! I'm pleased to announce the 2nd edition of the VisualEditor Translathon . It is a translation rally, focused on interface messages and help pages related to VisualEditor . In order to participate, you need to sign up on the Translathon page on TranslateWiki. The top 3 contributors will each win a Wikipedia t-shirt of their choice from the Wikipedia store [1] . Translations made between July 15th and July 19th ( CDT time zone ) qualify [2] . If you are at Wikimania Mexico this year, you are also welcome to join a related sprint during the hackathon in Workplace 1 - Don Américo, Thursday 16 July at 4pm (CDT) at the conference venue, so you can meet other fellow translators and get support if you need some . Interface messages have the priority. You will need to create an account at translatewiki.net in order to work on them, if you don't have one. It is recommended to create the account ASAP , so that it can be confirmed in time. You can also help translate documentation pages about VisualEditor on mediawiki.org. You can use your Wikipedia account to work there. You will find instructions, links and other details on the Translathon page . Thanks for your attention, and happy translating! Elitre (WMF) 20:56 13 jasypokõi 2015 (UTC) ↑ You can choose between any short-sleeve shirt, or other items for the same value. ↑ This means both new translations, and updates for messages in the 'Outdated' tab of the translation interface. Proposal to create PNG thumbnails of static GIF images [ editar código ] The thumbnail of this gif is of really bad quality. How a PNG thumb of this GIF would look like There is a proposal at the Commons Village Pump requesting feedback about the thumbnails of static GIF images: It states that static GIF files should have their thumbnails created in PNG. The advantages of PNG over GIF would be visible especially with GIF images using an alpha channel. (compare the thumbnails on the side) This change would affect all wikis, so if you support/oppose or want to give general feedback/concerns, please post them to the proposal page . Thank you. -- McZusatz ( talk ) & MediaWiki message delivery ( discusión ) 05:07 24 jasypokõi 2015 (UTC) What does a Healthy Community look like to you? [ editar código ] Hi, The Community Engagement department at the Wikimedia Foundation has launched a new learning campaign. The WMF wants to record community impressions about what makes a healthy online community. Share your views and/or create a drawing and take a chance to win a Wikimania 2016 scholarship! Join the WMF as we begin a conversation about Community Health. Contribute a drawing or answer the questions on the campaign's page. Why get involved? [ editar código ] The world is changing. The way we relate to knowledge is transforming. As the next billion people come online, the Wikimedia movement is working to bring more users on the wiki projects. The way we interact and collaborate online are key to building sustainable projects. How accessible are Wikimedia projects to newcomers today? Are we helping each other learn? Share your views on this matter that affects us all! We invite everyone to take part in this learning campaign. Wikimedia Foundation will distribute one Wikimania Scholarship 2016 among those participants who are eligible. More information [ editar código ] All participants must have a registered user of at least one month antiquity on any Wikimedia project before the starting date of the campaign. All eligible contributions must be done until August 23, 2015 at 23:59 UTC Wiki link: Community Health learning campaign URL https://meta.wikimedia.org/wiki/Grants:Evaluation/Community_Health_learning_campaign Contact: María Cruz / Twitter: Tembiecharã:@ WikiEval #CommunityHealth / email: eval Tembiecharã:@wikimedia Tembiecharã:Dotorg Happy editing! MediaWiki message delivery ( discusión ) 23:42 31 jasypokõi 2015 (UTC) What does a Healthy Community look like to you? [ editar código ] Hi, The Community Engagement department at the Wikimedia Foundation has launched a new learning campaign. The WMF wants to record community impressions about what makes a healthy online community. Share your views and/or create a drawing and take a chance to win a Wikimania 2016 scholarship! Join the WMF as we begin a conversation about Community Health. Contribute a drawing or answer the questions on the campaign's page. Why get involved? [ editar código ] The world is changing. The way we relate to knowledge is transforming. As the next billion people come online, the Wikimedia movement is working to bring more users on the wiki projects. The way we interact and collaborate online are key to building sustainable projects. How accessible are Wikimedia projects to newcomers today? Are we helping each other learn? Share your views on this matter that affects us all! We invite everyone to take part in this learning campaign. Wikimedia Foundation will distribute one Wikimania Scholarship 2016 among those participants who are eligible. More information [ editar código ] All participants must have a registered user of at least one month antiquity on any Wikimedia project before the starting date of the campaign. All eligible contributions must be done until August 23, 2015 at 23:59 UTC Wiki link: Community Health learning campaign URL https://meta.wikimedia.org/wiki/Grants:Evaluation/Community_Health_learning_campaign Contact: María Cruz / Twitter: Tembiecharã:@ WikiEval #CommunityHealth / email: eval Tembiecharã:@wikimedia Tembiecharã:Dotorg Happy editing! MediaWiki message delivery ( discusión ) 04:29 1 jasypoapy 2015 (UTC) Wikidata: Access to data from arbitrary items is coming [ editar código ] (Sorry for writing in English) When using data from Wikidata on Wikipedia and other sister projects, there is currently a limitation in place that hinders some use cases: data can only be accessed from the corresponding item. So, for example, the Wikipedia article about Berlin can only get data from the Wikidata item about Berlin but not from the item about Germany. This had technical reasons. We are now removing this limitation. It is already done for many projects. Your project is one of the next ones. We will roll out this feature here on August 12. We invite you to play around with this new feature if you are one of the people who have been waiting for this for a long time. If you have technical issues/questions with this you can come to d:Wikidata:Contact the development team . A note of caution: Please be careful with how many items you use for a single page. If it is too many pages, loading might get slow. We will have to see how the feature behaves in production to see where we need to tweak and how. How to use it, once it is enabled: Parser function: {{#property:P36|from=Q183}} to get the capital from the item about Germany Lua: see mw:Extension:Wikibase Client/Lua Cheers Lydia Pintscher MediaWiki message delivery ( discusión ) 17:46 3 jasypoapy 2015 (UTC) Wikidata: Access to data from arbitrary items is here [ editar código ] (Sorry for writing in English) Hi everyone, As I have previously announced here we have now enabled the arbitrary access feature here. This means from now on you can make use of data from any Wikidata item in any article here. Before you could for example only access data about Berlin in the article about Berlin. If you want to find out more or have questions please come to d:Wikidata:Arbitrary access . I hope this will open up great possibilities for you and make your work easier. Cheers Lydia Pintscher (WMDE) 13:32 12 jasypoapy 2015 (UTC) VisualEditor News #4—2015 [ editar código ] Read this in another language • Subscription list for this multilingual newsletter Did you know? You can add quotations marks before and after a title or phrase with a single click. Select the relevant text. Find the correct quotations marks in the special character inserter tool (marked as Ω in the toolbar). Click the button. VisualEditor will add the quotation marks on either side of the text you selected. You can read and help translate the user guide , which has more information about how to use VisualEditor. Since the last newsletter, the Editing Team have been working on mobile phone support. They have fixed many bugs and improved language support. They post weekly status reports on mediawiki.org . Their workboard is available in Phabricator . Their current priorities are improving language support and functionality on mobile devices. Wikimania [ editar código ] The team attended Wikimania 2015 in Mexico City. There they participated in the Hackathon and met with individuals and groups of users. They also made several presentations about VisualEditor and the future of editing . Following Wikimania, we announced winners for the VisualEditor 2015 Translathon . Our thanks and congratulations to users Halan-tul , Renessaince , जनक राज भट्ट (Janak Bhatta) , Vahe Gharakhanyan , Warrakkk , and Eduardogobi . For interface messages (translated at translatewiki.net ), we saw the initiative affecting 42 languages. The average progress in translations across all languages was 56.5% before the translathon, and 78.2% after ( +21.7% ). In particular, Sakha improved from 12.2% to 94.2%. Brazilian Portuguese went from 50.6% to 100%. Taraškievica went from 44.9% to 85.3%. Doteli went from 1.3% to 41.2%. Also, while 1.7% of the messages were outdated across all languages before the translathon, the percentage dropped to 0.8% afterwards (-0.9%). For documentation messages (on mediawiki.org), we saw the initiative affecting 24 languages. The average progress in translations across all languages was 26.6% before translathon, and 46.9% after ( +20.3% ). There were particularly notable achievements for three languages. Armenian improved from 1% to 99%. Swedish, from 21% to 99%, and Brazilian Portuguese, from 34% to 83%. Outdated translations across all languages were reduced from 8.4% before translathon to 4.8% afterwards (-3.6%). We published some graphs showing the effect of the event on the Translathon page. We thank the translators for participating and the translatewiki.net staff for facilitating this initiative. Recent improvements [ editar código ] Auto-fill features for citations can be enabled on each Wikipedia. The tool uses the citoid service to convert a URL or DOI into a pre-filled, pre-formatted bibliographic citation. You can see an animated GIF of the quick, simple process at mediawiki.org . So far, about a dozen Wikipedias have enabled the auto-citation tool. To enable it for your wiki, follow the instructions at mediawiki.org . Your wiki can customize the first section of the special character inserter in VisualEditor. Please follow the instructions at mediawiki.org to put the characters you want at the top. In other changes, if you need to fill in a CAPTCHA and get it wrong, then you can click to get a new one to complete. VisualEditor can now display and edit Vega-based graphs . If you use the Monobook skin, VisualEditor's appearance is now more consistent with other software. Future changes [ editar código ] The team will be changing the appearance of selected links inside VisualEditor. The purpose is to make it easy to see whether your cursor is inside or outside the link. When you select a link, the link label (the words shown on the page) will be enclosed in a faint box. If you place your cursor inside the box, then your changes to the link label will be part of the link. If you place your cursor outside the box, then it will not. This will make it easy to know when new characters will be added to the link and when they will not. On the English Wikipedia, 10% of newly created accounts are now offered both the visual and the wikitext editors. A recent controlled trial showed no significant difference in survival or productivity for new users in the short term. New users with access to VisualEditor were very slightly less likely to produce results that needed reverting. You can learn more about this by watching a video of the July 2015 Wikimedia Research Showcase . The proportion of new accounts with access to both editing environments will be gradually increased over time. Eventually all new users have the choice between the two editing environments. Let's work together [ editar código ] Share your ideas and ask questions at mw:VisualEditor/Feedback . This feedback page is now using Flow instead of LiquidThreads. Can you read and type in Korean or Japanese? Language engineer David Chan needs people who know which tools people use to type in some languages. If you speak Japanese or Korean, you can help him test support for these languages. Please see the instructions at mediawiki.org if you can help. If your wiki would like VisualEditor enabled on another namespace , you can file a request in Phabricator. Please include a link to a community discussion about the requested change. Please file requests for language-appropriate 'Ñe'ẽhũ' and 'Ñe'ẽkarapã' icons for the styling menu in Phabricator . The design research team wants to see how real editors work. Please sign up for their research program . The weekly task triage meetings continue to be open to volunteers, usually on Tuesdays at 12:00 (noon) PDT (19:00 UTC). Learn how to join the meetings and how to nominate bugs at mw:VisualEditor/Weekly triage meetings . You do not need to attend the meeting to nominate a bug for consideration as a Q1 blocker, though. Instead, go to Phabricator and 'associate' the main VisualEditor project with the bug. If you aren't reading this in your favorite language, then please help us with translations! Subscribe to the Translators mailing list or contact us directly, so that we can notify you when the next issue is ready. Thank you! — Elitre (WMF) , 22:28 14 jasypoapy 2015 (UTC) How can we improve Wikimedia grants to support you better? [ editar código ] My apologies for posting this message in English. Please help translate it if you can. Hello, The Wikimedia Foundation would like your feedback about how we can reimagine Wikimedia Foundation grants , to better support people and ideas in your Wikimedia project. Ways to participate: Respond to questions on the discussion page of the idea . Join a small group conversation . Learn more about this consultation . Feedback is welcome in any language. With thanks, I JethroBT (WMF) , Community Resources , Wikimedia Foundation. ( Opt-out Instructions ) This message was sent by I JethroBT (WMF) through MediaWiki message delivery . 00:16 19 jasypoapy 2015 (UTC) Introducing the Wikimedia public policy site [ editar código ] Hi all, We are excited to introduce a new Wikimedia Public Policy site. The site includes resources and position statements on access, copyright, censorship, intermediary liability, and privacy. The site explains how good public policy supports the Wikimedia projects, editors, and mission. Visit the public policy portal: https://policy.wikimedia.org/ Please help translate the statements on Meta Wiki . You can read more on the Wikimedia blog . Thanks, Yana and Stephen ( Talk ) 18:12 2 jasyporundy 2015 (UTC) (Sent with the Global message delivery system ) Introducing the Wikimedia public policy site [ editar código ] Hi all, We are excited to introduce a new Wikimedia Public Policy site. The site includes resources and position statements on access, copyright, censorship, intermediary liability, and privacy. The site explains how good public policy supports the Wikimedia projects, editors, and mission. Visit the public policy portal: https://policy.wikimedia.org/ Please help translate the statements on Meta Wiki . You can read more on the Wikimedia blog . Thanks, Yana and Stephen ( Talk ) 19:15 2 jasyporundy 2015 (UTC) (Sent with the Global message delivery system ) Open call for Individual Engagement Grants [ editar código ] My apologies for posting this message in English. Please help translate it if you can. Greetings! The Individual Engagement Grants program is accepting proposals until September 29th to fund new tools, community-building processes, and other experimental ideas that enhance the work of Wikimedia volunteers. Whether you need a small or large amount of funds (up to $30,000 USD), Individual Engagement Grants can support you and your team’s project development time in addition to project expenses such as materials, travel, and rental space. Submit a grant request Get help with your proposal in IdeaLab or an upcoming Hangout session Learn from examples of completed Individual Engagement Grants Thanks, I JethroBT (WMF) , Community Resources , Wikimedia Foundation. 20:52 4 jasyporundy 2015 (UTC) ( Opt-out Instructions ) This message was sent by I JethroBT (WMF) ( talk ) through MediaWiki message delivery . Open call for Individual Engagement Grants [ editar código ] My apologies for posting this message in English. Please help translate it if you can. Greetings! The Individual Engagement Grants program is accepting proposals until September 29th to fund new tools, community-building processes, and other experimental ideas that enhance the work of Wikimedia volunteers. Whether you need a small or large amount of funds (up to $30,000 USD), Individual Engagement Grants can support you and your team’s project development time in addition to project expenses such as materials, travel, and rental space. Submit a grant request Get help with your proposal in IdeaLab or an upcoming Hangout session Learn from examples of completed Individual Engagement Grants Thanks, I JethroBT (WMF) , Community Resources , Wikimedia Foundation. 22:01 4 jasyporundy 2015 (UTC) ( Opt-out Instructions ) This message was sent by I JethroBT (WMF) ( talk ) through MediaWiki message delivery . New Wikipedia Library Database Access (September 2015) [ editar código ] Hello Wikimedians! The TWL OWL says sign up today! The Wikipedia Library is announcing signups today for free, full-access accounts to published research as part of our Publisher Donation Program . You can sign up for new accounts and research materials from: EBSCOHost - this is one of our largest access donations so far: access to a wide variety of academic, newspaper and magazine sources through their Academic Search Complete, Business Source Complete and MasterFILE Complete Newspaperarchive.com - historical newspapers from the United States, Canada, UK and 20 other countries, and includes an Open Access 'clipping' feature (1000 accounts) IMF Elibary - a digital collection of the IMF's reports, studies and research on global economics and development (50 accounts) Sabinet - one of the largest African digital publishers, based in South Africa, with a wide range of content in English and other European and African languages (10 accounts) Numérique Premium - a French language social science and humanities ebook database, with topical collections on a wide range of topics (100) Al Manhal - an Arabic and English database with a wide range of sources, largely focused on or published in the Middle East (60 accounts) Jamalon - an Arabic book distributor, who is providing targeted book delivery to volunteers (50 editors) Many other partnerships with accounts available are listed on our partners page , including expanded accounts for Elsevier ScienceDirect , British Medical Journal and Dynamed and additional accounts for Project MUSE , DeGruyter , Newspapers.com , Highbeam and HeinOnline . Do better research and help expand the use of high quality references across Wikipedia projects: sign up today! -- The Wikipedia Library Team 19:42, 16 September 2015 (UTC) We need help! Help us coordinate Wikipedia Library's distribution of accounts, communication of access opportunities and more! Please join our team at our new coordinator signup . This message was delivered via the Global Mass Message tool to The Wikipedia Library Global Delivery List . Only one week left for Individual Engagement Grant proposals! [ editar código ] (Apologies for using English below, please help translate if you are able.) There is still one week left to submit Individual Engagement Grant (IEG) proposals before the September 29th deadline. If you have ideas for new tools, community-building processes, and other experimental projects that enhance the work of Wikimedia volunteers, start your proposal today! Please encourage others who have great ideas to apply as well. Support is available if you want help turning your idea into a grant request. Submit a grant request Get help with your proposal in IdeaLab Learn from examples of completed Individual Engagement Grants I JethroBT (WMF) , Community Resources 21:01 22 jasyporundy 2015 (UTC) Reimagining WMF grants report [ editar código ] (My apologies for using English here, please help translate if you are able.) Last month, we asked for community feedback on a proposal to change the structure of WMF grant programs . Thanks to the 200+ people who participated! A report on what we learned and changed based on this consultation is now available. Come read about the findings and next steps as WMF’s Community Resources team begins to implement changes based on your feedback. Your questions and comments are welcome on the outcomes discussion page . With thanks, I JethroBT (WMF) 16:56 28 jasyporundy 2015 (UTC) Reimagining WMF grants report [ editar código ] (My apologies for using English here, please help translate if you are able.) Last month, we asked for community feedback on a proposal to change the structure of WMF grant programs . Thanks to the 200+ people who participated! A report on what we learned and changed based on this consultation is now available. Come read about the findings and next steps as WMF’s Community Resources team begins to implement changes based on your feedback. Your questions and comments are welcome on the outcomes discussion page . With thanks, I JethroBT (WMF) 18:04 28 jasyporundy 2015 (UTC) VisualEditor News #5—2015 [ editar código ] Read this in another language • Subscription list for this multilingual newsletter Did you know? You can use the visual editor on smartphones and tablets. Click the pencil icon to open the editor for a page. Inside that, use the gear menu in the upper right corner to 'Cambiar a la edición visual'. The editing button will remember which editing environment you used last time, and give you the same one next time. The desktop site will be switching to a system similar to this one in the coming months. You can read and help translate the user guide , which has more information about how to use the visual editor. Since the last newsletter, the VisualEditor Team has fixed many bugs, added new features, and made some small design changes. They post weekly status reports on mediawiki.org . Their workboard is available in Phabricator . Their current priorities are improving support for languages like Japanese and Arabic, making it easier to edit on mobile devices, and providing rich-media tools for formulæ, charts, galleries and uploading. Recent improvements [ editar código ] Educational features: The first time ever you use the visual editor, it now draws your attention to the Joajuha and ⧼visualeditor-toolbar-cite-label⧽ tools. When you click on the tools, it explains why you should use them. ( T108620 ) Alongside this, the welcome message for new users has been simplified to make editing more welcoming. ( T112354 ) More in-software educational features are planned. Links: It is now easier to understand when you are adding text to a link and when you are typing plain text next to it. ( T74108 , T91285 ) The editor now fully supports ISBN, PMID or RFC numbers. ( T109498 , T110347 , T63558 ) These 'magic links' use a custom link editing tool. Uploads: Registered editors can now upload images and other media to Commons while editing. Click the new tab in the 'Ñemoĩ Multimedia' tool. You will be guided through the process without having to leave your edit. At the end, the image will be inserted. This tool is limited to one file at a time, owned by the user, and licensed under Commons's standard license. For more complex situations, the tool links to more advanced upload tools. You can also drag the image into the editor. This will be available in the wikitext editor later. Mobile: Previously, the visual editor was available on the mobile Wikipedia site only on tablets. Now, editors can use it on all devices regardless of size if they wish. ( T85630 ) Edit conflicts were previously broken on the mobile website. Edit conflicts can now be resolved in both wikitext and visual editors. ( T111894 ) Sometimes templates and similar items could not be deleted on the mobile website. Selecting them caused the on-screen keyboard to hide with some browsers. Now there is a new 'Borrar' button, so that these things can be removed if the keyboard hides. ( T62110 ) You can also edit table cells in mobile now. Rich editing tools: You can now add and edit sheet music in the visual editor. ( T112925 ) There are separate tabs for advanced options, such as MIDI and Ogg audio files. ( T114227 , T113354 ) When editing formulæ and other blocks, errors are shown as you edit. It is also possible to edit some types of graphs . adding new ones, and support for new types, will be coming. On the English Wikipedia , the visual editor is now automatically available to anyone who creates an account. The preference switch was moved to the normal location, under Special:Preferences . Future changes [ editar código ] You will soon be able to switch from the wikitext to the visual editor after you start editing. ( T49779 ) Previously, you could only switch from the visual editor to the wikitext editor. Bi-directional switching will make possible a single edit tab. ( T102398 ) This project will combine the 'Jehaijey' and 'Editar código' tabs into a single 'Jehaijey' tab, similar to the system already used on the mobile website. The 'Jehaijey' tab will open whichever editing environment you used last time. Let's work together [ editar código ] Share your ideas and ask questions at VisualEditor/Feedback . This feedback page uses Flow for discussions. Can you read and type in Korean or Japanese? Language engineer David Chan needs people who know which tools people use to type in some languages. If you speak Japanese or Korean, you can help him test support for these languages. Please see the instructions at What to test if you can help, and report it on Phabricator ( Korean - Japanese ) or on Wikipedia ( Korean - Japanese ). Local admins can set up the Citoid automatic reference feature for your wiki . If you need help, then please post a request in the Citoid project on Phabricator . Include links to the TemplateData for the most important citation templates on your wiki. The weekly task triage meetings are open to volunteers. Learn how to join the meetings and how to nominate bugs at mw:VisualEditor/Weekly triage meetings . You do not need to attend the meeting to nominate a bug for consideration, though. Instead, go to Phabricator and 'associate' the main VisualEditor project with the bug. If you aren't reading this in your favorite language, then please help us with translations! Subscribe to the Translators mailing list or contact us directly, so that we can notify you when the next issue is ready. Thank you! — Elitre (WMF) , 18:18 30 jasypa 2015 (UTC) Community Wishlist Survey [ editar código ] Hi everyone! Apologies for posting in English. Translations are very welcome. The Community Tech team at the Wikimedia Foundation is focused on building improved curation and moderation tools for experienced Wikimedia contributors. We're now starting a Community Wishlist Survey to find the most useful projects that we can work on. For phase 1 of the survey, we're inviting all active contributors to submit brief proposals, explaining the project that you'd like us to work on, and why it's important. Phase 1 will last for 2 weeks. In phase 2, we'll ask you to vote on the proposals. Afterwards, we'll analyze the top 10 proposals and create a prioritized wishlist. While most of this process will be conducted in English, we're inviting people from any Wikimedia wiki to submit proposals. We'll also invite volunteer translators to help translate proposals into English. Your proposal should include: the problem that you want to solve, who would benefit, and a proposed solution, if you have one. You can submit your proposal on the Community Wishlist Survey page, using the entry field and the big blue button. We will be accepting proposals for 2 weeks, ending on November 23. We're looking forward to hearing your ideas! Community Tech Team via MediaWiki message delivery ( discusión ) 21:57 9 jasypateĩ 2015 (UTC) Wikimania 2016 scholarships ambassadors needed [ editar código ] Hello! Wikimania 2016 scholarships will soon be open. by the end of the week we'll form the committee and we need your help, see Scholarship committee for details. If you want to carefully review nearly a thousand applications in January, you might be a perfect committee member. Otherwise, you can volunteer as 'ambassador' : you will observe all the committee activities, ensure that people from your language or project manage to apply for a scholarship, translate scholarship applications written in your language to English and so on. Ambassadors are allowed to ask for a scholarship, unlike committee members. Wikimania 2016 scholarships subteam 10:48 10 jasypateĩ 2015 (UTC) Harassment consultation [ editar código ] Por favor, ayuda a traducir a tu idioma The Community Advocacy team the Wikimedia Foundation has opened a consultation on the topic of harassment on Meta . The consultation period is intended to run for one month from today, November 16, and end on December 17. Please share your thoughts there on harassment-related issues facing our communities and potential solutions. (Note: this consultation is not intended to evaluate specific cases of harassment, but rather to discuss the problem of harassment itself.) Harassment consultation 2015 Regards, Community Advocacy, Wikimedia Foundation Your input requested on the proposed #FreeBassel banner campaign [ editar código ] This is a message regarding the proposed 2015 Free Bassel banner . Translations are available. Hi everyone, This is to inform all Wikimedia contributors that a straw poll seeking your involvement has just been started on Meta-Wiki. As some of your might be aware, a small group of Wikimedia volunteers have proposed a banner campaign informing Wikipedia readers about the urgent situation of our fellow Wikipedian, open source software developer and Creative Commons activist, Bassel Khartabil . An exemplary banner and an explanatory page have now been prepared, and translated into about half a dozen languages by volunteer translators. We are seeking your involvement to decide if the global Wikimedia community approves starting a banner campaign asking Wikipedia readers to call on the Syrian government to release Bassel from prison. We understand that a campaign like this would be unprecedented in Wikipedia's history, which is why we're seeking the widest possible consensus among the community. Given Bassel's urgent situation and the resulting tight schedule, we ask everyone to get involved with the poll and the discussion to the widest possible extent, and to promote it among your communities as soon as possible. (Apologies for writing in English. please kindly translate this message into your own language.) Thank you for your participation! Posted by the MediaWiki message delivery 21:47, 25 November 2015 (UTC) • Translate • Get help Community Wishlist Survey [ editar código ] Hi everyone! Apologies for posting this in English. Translations are very welcome. We're beginning the second part of the Community Tech team's Community Wishlist Survey , and we're inviting all active contributors to vote on the proposals that have been submitted. Thanks to you and other Wikimedia contributors, 111 proposals were submitted to the team. We've split the proposals into categories, and now it's time to vote! You can vote for any proposal listed on the pages, using the {{Support}} tag. Feel free to add comments pro or con, but only support votes will be counted. The voting period will be 2 weeks, ending on December 14. The proposals with the most support votes will be the team's top priority backlog to investigate and address. Thank you for participating, and we're looking forward to hearing what you think! Community Tech via MediaWiki message delivery ( discusión ) 14:38 1 jasypakõi 2015 (UTC) New Wikipedia Library Accounts Available Now (December 2015) [ editar código ] Hello Wikimedians! The TWL OWL says sign up today! The Wikipedia Library is announcing signups today for, free, full-access accounts to published research as part of our Publisher Donation Program . You can sign up for new accounts and research materials from: Gale - multidisciplinary periodicals, newspapers, and reference sources - 10 accounts Brill - academic e-books and journals in English, Dutch, and other languages - 25 accounts Finnish Literature Society (in Finnish) Magiran (in Farsi) - scientific journal articles - 100 articles Civilica (in Farsi) - Iranian journal articles, seminars, and conferences - 50 accounts Many other partnerships with accounts available are listed on our partners page , including EBSCO , DeGruyter , and Newspaperarchive.com . Do better research and help expand the use of high quality references across Wikipedia projects: sign up today! -- The Wikipedia Library Team 01:01, 11 December 2015 (UTC) Help us a start Wikipedia Library in your language! Email us at wikipedialibrary@wikimedia.org This message was delivered via the Global Mass Message tool to The Wikipedia Library Global Delivery List . Get involved in Wikipedia 15! [ editar código ] This is a message from the Wikimedia Foundation . Translations are available. As many of you know, January 15 is Wikipedia’s 15th Birthday! People around the world are getting involved in the celebration and have started adding their events on Meta Page . While we are celebrating Wikipedia's birthday, we hope that all projects and affiliates will be able to utilize this celebration to raise awareness of our community's efforts. Haven’t started planning? Don’t worry, there’s lots of ways to get involved. Here are some ideas: Join/host an event . We already have more than 80, and hope to have many more. Talk to local press . In the past 15 years, Wikipedia has accomplished extraordinary things. We’ve made a handy summary of milestones and encourage you to add your own. More resources, including a press release template and resources on working with the media , are also available. Design a Wikipedia 15 logo . In place of a single icon for Wikipedia 15, we’re making dozens. Add your own with something fun and representative of your community. Just use the visual guide so they share a common sensibility. Share a message on social media . Tell the world what Wikipedia means to you, and add #wikipedia15 to the post. We might re-tweet or share your message! Everything is linked on the Wikipedia 15 Meta page . You’ll find a set of ten data visualization works that you can show at your events, and a list of all the Wikipedia 15 logos that community members have already designed. If you have any questions, please contact Zachary McCune or Joe Sutherland . Thanks and Happy nearly Wikipedia 15! -The Wikimedia Foundation Communications team Posted by the MediaWiki message delivery , 20:58 18 jasypakõi 2015 (UTC) • Por favor, ayuda a traducir a tu idioma • Pytyvõhára Community Wishlist Survey [ editar código ] (Apologies for posting this in English. Translations are very welcome.) Hi everyone, The 2015 Community Wishlist Survey is over, and now the Community Tech team's work begins on the top 10 features and fixes. In November and December 2015, we invited contributors from all Wikimedia projects to submit proposals for what they would like the Community Tech team to work on for the purpose of improving or producing curation and moderation tools for active contributors. 634 people participated in the survey, where they proposed, discussed and voted on 107 ideas. There was a two-week period in November to submit and endorse proposals, followed by two weeks of voting. The top 10 proposals with the most support votes now become the Community Tech team's backlog of projects to evaluate and address. You can see the whole list with links to all the proposals and Phabricator tickets on this page: 2015 Community Wishlist Survey . For everybody who proposed, endorsed, discussed, debated and voted in the survey, as well as everyone who said nice things to us recently: thank you very much for coming out and supporting live feature development. We're excited about the work ahead of us. -- DannyH (WMF) ( discusión ) 22:08 21 jasypakõi 2015 (UTC) VisualEditor News #6—2015 [ editar código ] Did you know? A new, simpler system for editing will offer a single Edit button. Once the page has opened, you can switch back and forth between visual and wikitext editing. If you prefer having separate edit buttons, then you can set that option in your preferences, either in a pop-up dialog the next time you open the visual editor, or by going to Special:Preferences and choosing the setting that you want: The current plan is for the default setting to have the Edit button open the editing environment you used most recently. You can read and help translate the user guide , which has more information about how to use the visual editor. Read this in another language • Subscription list for this multilingual newsletter Since the last newsletter, the visual editor team has fixed many bugs and expanded the mathematics formula tool. Their workboard is available in Phabricator . Their current priorities are improving support for languages such as Japanese and Arabic, and providing rich-media tools for formulæ, charts, galleries and uploading. Recent improvements [ editar código ] You can switch from the wikitext editor to the visual editor after you start editing. The LaTeX mathematics formula editor has been significantly expanded. ( T118616) You can see the formula as you change the LaTeX code. You can click buttons to insert the correct LaTeX code for many symbols. Future changes [ editar código ] The single edit tab project will combine the 'Jehaijey' and 'Editar código' tabs into a single 'Jehaijey' tab, like the system already used on the mobile website. ( T102398 , T58337 ) Initially, the 'Jehaijey' tab will open whichever editing environment you used last time. Your last editing choice will be stored as a cookie for logged-out users and as an account preference for logged-in editors. Logged-in editors will be able to set a default editor in the Edición tab of Special:Preferences in the drop-down menu about 'Modo de edición:'. The visual editor will be offered to all editors at the following Wikipedias in early 2016: Amharic , Buginese , Min Dong , Cree , Manx , Hakka , Armenian , Georgian , Pontic , Serbo-Croatian , Tigrinya , Mingrelian , Zhuang , and Min Nan . ( T116523 ) Please post your comments and the language(s) that you tested at the feedback thread on mediawiki.org . The developers would like to know how well it works. Please tell them what kind of computer, web browser, and keyboard you are using. In 2016, the feedback pages for the visual editor on many Wikipedias will be redirected to mediawiki.org. ( T92661 ) Testing opportunities [ editar código ] Please try the new system for the single edit tab on test2.wikipedia.org . You can edit while logged out to see how it works for logged-out editors, or you can create a separate account to be able to set your account's preferences. Please share your thoughts about the single edit tab system at the feedback topic on mediawiki.org or sign up for formal user research (type 'single edit tab' in the question about other areas you're interested in). The new system has not been finalized, and your feedback can affect the outcome. The team particularly wants your thoughts about the options in Special:Preferences. The current choices in Special:Preferences are: Recordar mi último editor, Siempre que sea posible, usar el editor visual, Siempre usar el editor de código, and Mostrarme ambas pestañas de edición. (This is the current state for people already using the visual editor. None of these options will be visible if you have disabled the visual editor in your preferences at that wiki.) Can you read and type in Korean or Japanese? Language engineer David Chan needs people who know which tools people use to type in some languages. If you speak Japanese or Korean, you can help him test support for these languages. Please see the instructions at What to test if you can help, and report it on Phabricator ( Korean - Japanese ) or on Wikipedia ( Korean - Japanese ). If you aren't reading this in your favorite language, then please help us with translations! Subscribe to the Translators mailing list or contact us directly, so that we can notify you when the next issue is ready. ¡Muchas gracias! Elitre (WMF) , 00:06 25 jasypakõi 2015 (UTC) Wikimania 2016 Scholarships - Deadline soon! [ editar código ] Por favor, ayuda a traducir a tu idioma A reminder - applications for scholarships for Wikimania 2016 in Esino Lario, Italy, are closing soon! Please get your applications in by January 9th. To apply, visit the page below: Wikimania 2016 Scholarships Patrick Earley (WMF) via MediaWiki message delivery ( discusión ) 01:49 5 jasyteĩ 2016 (UTC) 2016 WMF Strategy consultation [ editar código ] Por favor, ayuda a traducir a tu idioma Hello, all. The Wikimedia Foundation (WMF) has launched a consultation to help create and prioritize WMF strategy beginning July 2016 and for the 12 to 24 months thereafter. This consultation will be open, on Meta, from 18 January to 26 February, after which the Foundation will also use these ideas to help inform its Annual Plan. (More on our timeline can be found on that Meta page.) Your input is welcome (and greatly desired) at the Meta discussion, 2016 Strategy/Community consultation . Apologies for English, where this is posted on a non-English project. We thought it was more important to get the consultation translated as much as possible, and good headway has been made there in some languages. There is still much to do, however! We created m:2016 Strategy/Translations to try to help coordinate what needs translation and what progress is being made. :) If you have questions, please reach out to me on my talk page or on the strategy consultation's talk page or by email to mdennis@wikimedia.org. I hope you'll join us! Maggie Dennis via MediaWiki message delivery ( discusión ) 19:06 18 jasyteĩ 2016 (UTC) Guarani is missing [ editar código ] Guarani is missing from this page: https://meta.wikimedia.org/wiki/There_is_also_a_Wikipedia_in_your_language More than 100 languages are now listed. Thank you, Varlaam ( discusión ) 05:53 22 jasyteĩ 2016 (UTC) It's already included now! P. S. F. Freitas ( discusión ) 02:49 27 jasyteĩ 2016 (UTC) Thanks very much for your help! Varlaam ( discusión ) 03:33 27 jasyteĩ 2016 (UTC) VisualEditor News #1—2016 [ editar código ] Read this in another language • Subscription list for this multilingual newsletter Did you know? Among experienced editors, the visual editor's table editing is one of the most popular features. If you select the top of a column or the end of a row, you can quickly insert and remove columns and rows. Now, you can also rearrange columns and rows. Click 'Move before' or 'Move after' to swap the column or row with its neighbor. You can read and help translate the user guide , which has more information about how to use the visual editor. Since the last newsletter, the VisualEditor Team has fixed many bugs. Their workboard is available in Phabricator . Their current priorities are improving support for Japanese, Korean, Arabic, Indic, and Han scripts, and improving the single edit tab interface. Recent changes [ editar código ] You can switch from the wikitext editor to the visual editor after you start editing. This function is available to nearly all editors at most wikis except the Wiktionaries and Wikisources. Many local feedback pages for the visual editor have been redirected to mw:VisualEditor/Feedback . You can now re-arrange columns and rows in tables , as well as copying a row, column or any other selection of cells and pasting it in a new location. The formula editor has two options: you can choose 'Quick edit' to see and change only the LaTeX code, or 'Edit' to use the full tool. The full tool offers immediate preview and an extensive list of symbols. Future changes [ editar código ] The single edit tab project will combine the 'Jehaijey' and 'Editar código' tabs into a single 'Jehaijey' tab. This is similar to the system already used on the mobile website. ( T102398 ) Initially, the 'Jehaijey' tab will open whichever editing environment you used last time. Your last editing choice will be stored as an account preference for logged-in editors, and as a cookie for logged-out users. Logged-in editors will have these options in the Edición tab of Special:Preferences : Recordar mi último editor, Siempre que sea posible, usar el editor visual, Siempre usar el editor de código, and Mostrarme ambas pestañas de edición. (This is the state for people using the visual editor now.) The visual editor uses the same search engine as Special:Search to find links and files. This search will get better at detecting typos and spelling mistakes soon. These improvements to search will appear in the visual editor as well. The visual editor will be offered to all editors at most 'Phase 6' Wikipedias during the next few months. This will affect the following languages, amongst others: Japanese , Korean , Urdu , Persian , Arabic , Tamil , Marathi , Malayalam , Hindi , Bengali , Assamese , Thai , Aramaic . Let's work together [ editar código ] Please try out the newest version of the single edit tab on test2.wikipedia.org . You may need to restore the default preferences (at the bottom of test2wiki:Special:Preferences ) to see the initial prompt for options. Were you able to find a preference setting that will work for your own editing? Did you see the large preferences dialog box when you started editing an article there? Can you read and type in Korean, Arabic, Japanese, Indic, or Han scripts? Does typing in these languages feels natural in the visual editor? Language engineer David Chan needs to know. Please see the instructions at mw:VisualEditor/IME Testing#What to test if you can help. Please post your comments and the language(s) that you tested at the feedback thread on mediawiki.org . Learn how to improve the 'automagical' citoid referencing system in the visual editor, by creating Zotero translators for popular sources in your language! Join the Tech Talk about 'Automated citations in Wikipedia: Citoid and the technology behind it' with Sebastian Karcher on 29 February 2016. If you aren't reading this in your favorite language, then please help us with translations! Subscribe to the Translators mailing list or contact us directly, so that we can notify you when the next issue is ready. ¡Muchas gracias! Elitre (WMF) , 21:21 26 jasykõi 2016 (UTC) Completion suggestor [ editar código ] Updates to wiki search auto completion are arriving 10 March [ editar código ] Hello! Por favor, ayuda a traducir a tu idioma. ¡Muchas gracias! The completion suggester beta feature will become the default at the first group of wikis on Thursday, 10 March . This initial rollout will start with some of the smaller wikis to ensure the change happens in an organized way. The remaining wikis will receive the update on Wednesday, 16 March. This update brings three major improvements to search. Improved search result ordering, a tolerance for a small number of spelling errors, and suggests fewer typos. Since December 2015, 19,000 editors have already opted into the completion suggester beta feature. Contributors are encouraged to try out the feature ahead of the release. Please share any comments on the Completion Suggester discussion page in any language. To learn more about the work of the Discovery department and other improvements to search, please check out the Wikimedia blog . Read about CirrusSearch , the MediaWiki extension that makes wiki search possible. - User:CKoerner (WMF) ( talk ) 22:09 7 jasyapy 2016 (UTC) New Wikipedia Library Accounts Available Now (March 2016) [ editar código ] Apologies for writing in English. Por favor, ayuda a traducir a tu idioma Hello Wikimedians! The TWL OWL says sign up today! The Wikipedia Library is announcing signups today for free, full-access accounts to published research as part of our Publisher Donation Program . You can sign up for access to research materials from: Cambridge University Press - a major publisher of academic journals and e-books in a variety of subject areas. Access includes both Cambridge Journals Online and Cambridge Books. 25 accounts. Alexander Street Academic Video Online - a large academic video collection good for a wide range of subjects, including news programs (such as PBS and BBC), music and theatre, lectures and demonstrations, and documentaries. 25 accounts. Baylor University Press - a publisher of academic e-books primarily in religious studies and the humanities. 50 accounts. Future Science Group - a publisher of medical, biotechnological and scientific research. 30 accounts. Annual Reviews - a publisher of review articles in the biomedical sciences. 100 accounts. Miramar Ship Index - an index to ships and their histories since the early 19th century. 30 accounts. Non-English Noormags - Farsi-language aggregator of academic and professional journals and magazines. 30 accounts. Kotobna - Arabic-language ebook publishing platform. 20 accounts. Expansions Gale - aggregator of newspapers, magazines and journals. 50 accounts. Elsevier ScienceDirect - an academic publishing company that publishes medical and scientific literature. 100 accounts. Many other partnerships with accounts available are listed on our partners page , including Project MUSE , De Gruyter , EBSCO , Newspapers.com and British Newspaper Archive . Do better research and help expand the use of high quality references across Wikipedia projects: sign up today! -- The Wikipedia Library Team 20:30 17 jasyapy 2016 (UTC) You can host and coordinate signups for a Wikipedia Library branch in your own language. Please contact Ocaasi (WMF) . This message was delivered via the Global Mass Message tool to The Wikipedia Library Global Delivery List . Open Call for Individual Engagement Grants [ editar código ] Por favor, ayuda a traducir a tu idioma: Greetings! The Individual Engagement Grants (IEG) program is accepting proposals until April 12th to fund new tools, research, outreach efforts, and other experiments that enhance the work of Wikimedia volunteers. Whether you need a small or large amount of funds (up to $30,000 USD), IEGs can support you and your team’s project development time in addition to project expenses such as materials, travel, and rental space. Submit a grant request or draft your proposal in IdeaLab Get help with your proposal in an upcoming Hangout session Learn from examples of completed Individual Engagement Grants With thanks, I JethroBT (WMF) 15:47 31 jasyapy 2016 (UTC) Server switch 2016 [ editar código ] The Wikimedia Foundation will be testing its newest data center in Dallas. This will make sure Wikipedia and the other Wikimedia wikis can stay online even after a disaster. To make sure everything is working, the Wikimedia Technology department needs to conduct a planned test. This test will show whether they can reliably switch from one data center to the other. It requires many teams to prepare for the test and to be available to fix any unexpected problems. They will switch all traffic to the new data center on Tuesday, 19 April . On Thursday, 21 April , they will switch back to the primary data center. Unfortunately, because of some limitations in MediaWiki , all editing must stop during those two switches. We apologize for this disruption, and we are working to minimize it in the future. You will be able to read, but not edit, all wikis for a short period of time. You will not be able to edit for approximately 15 to 30 minutes on Tuesday, 19 April and Thursday, 21 April, starting at 14:00 UTC (15:00 BST, 16:00 CEST, 10:00 EDT, 07:00 PDT). If you try to edit or save during these times, you will see an error message. We hope that no edits will be lost during these minutes, but we can't guarantee it. If you see the error message, then please wait until everything is back to normal. Then you should be able to save your edit. But, we recommend that you make a copy of your changes first, just in case. Other effects : Background jobs will be slower and some may be dropped. Red links might not be updated as quickly as normal. If you create an article that is already linked somewhere else, the link will stay red longer than usual. Some long-running scripts will have to be stopped. There will be a code freeze for the week of 18 April. No non-essential code deployments will take place. This test was originally planned to take place on March 22. April 19th and 21st are the new dates. You can read the schedule at wikitech.wikimedia.org . They will post any changes on that schedule. There will be more notifications about this. Please share this information with your community. / User:Whatamidoing (WMF) ( talk ) 21:07 17 jasyrundy 2016 (UTC) Wikipedia to the Moon [ editar código ] Hello! Sorry that this is in English only, but we are using village pump messaging in order to reach as many language communities as possible. Wrong page? Please fix it here . This is an invitation to all Wikipedians: Wikimedia Deutschland has been given data space to include Wikipedia content in an upcoming mission to the Moon. (No joke!) We have launched a community discussion about how to do that, because we feel that this is for the global community of editors. Please, join the discussion on Meta-Wiki (and translate this invitation to your language community)! Best, Moon team at Wikimedia Deutschland 15:35 21 jasyrundy 2016 (UTC) Wikipedia to the Moon: voting has begun [ editar código ] Hello, after six weeks of community discussion about Wikipedia to the Moon , there are now 10 different proposals for content for the mission. Starting today, you can vote for them on Meta-Wiki , and decide what we will work on: a Wikipedia canon, different lists, the Moon in 300 languages, an astronomy editathon, featured articles, articles about technology, endangered things, or DNA-related topics. You can even vote against community involvement. Voting is open until 24 June. Sorry that this message is again in English only, but we are using village pumps to reach as many communities as possible, so that everyone knows they can vote. Best, Moon team at Wikimedia Deutschland 15:31 10 jasypoteĩ 2016 (UTC) Compact Links coming soon to this wiki [ editar código ] Por favor, ayuda a traducir a tu idioma Screenshot of Compact Language Links interlanguage list Hello, I wanted to give a heads up about an upcoming feature for this wiki, which you may already seen in the latest issue of Tech News . Compact Language Links has been available as a beta-feature on all Wikimedia wikis since 2014. With compact language links enabled, users are shown a much shorter list of languages on the interlanguage link section of an article (see image). This will be enabled as a feature in the coming week for all users, which can be turned on or off using a preference setting. We look forward to your feedback and please do let us know if you have any questions. Details about Compact Language Links can be read in the project documentation . Due to the large scale enablement of this feature, we have had to use MassMessage for this announcement and as a result it is only written in English. We will really appreciate if this message can be translated for other users of this wiki. Thank you. On behalf of the Wikimedia Language team: Runa Bhattacharjee (WMF) ( talk ) 14:01 24 jasypoteĩ 2016 (UTC) Compact Language Links enabled in this wiki today [ editar código ] Por favor, ayuda a traducir a tu idioma Screenshot of Compact Language Links interlanguage list Compact Language Links has been available as a beta-feature on all Wikimedia wikis since 2014. With compact language links enabled, users are shown a much shorter list of languages on the interlanguage link section of an article (see image). Based on several factors, this shorter list of languages is expected to be more relevant for them and valuable for finding similar content in a language known to them. More information about compact language links can be found in the documentation . From today onwards, compact language links has been enabled as the default listing of interlanguage links on this wiki. However, using the button at the bottom, you will be able to see a longer list of all the languages the article has been written in. The setting for this compact list can be changed by using the checkbox under User Preferences -> Appearance -> Languages The compact language links feature has been tested extensively by the Wikimedia Language team, which developed it. However, in case there are any problems or other feedback please let us know on the project talk page . It is to be noted that on some wikis the presence of an existing older gadget that was used for a similar purpose may cause an interference for compact language list. We would like to bring this to the attention of the admins of this wiki. Full details are on this phabricator ticket (in English). Due to the large scale enablement of this feature, we have had to use MassMessage for this announcement and as a result it is only written in English. We will really appreciate if this message can be translated for other users of this wiki. Thank you. On behalf of the Wikimedia Language team: Runa Bhattacharjee (WMF) ( talk )-04:21 28 jasypoteĩ 2016 (UTC) Wikipedia to the Moon: invitation to edit [ editar código ] Three weeks ago, you were invited to vote on how to take Wikipedia articles to the Moon. Community voting is over and the winning idea is to send all ‘’featured articles and lists’’ to the Moon. This decision means that, starting today, Wikipedians from all language communities are warmly invited to intensively work on their best articles and lists, and submit them to Wikipedia to the Moon. The central site to coordinate between communities will be Meta-Wiki. You will find an overview and more information there . Hopefully, we will be able to represent as many languages as possible, to show Wikipedia’s diversity. Please feel kindly invited to edit on behalf of your community and tell us about your work on featured content! Best, Moon team at Wikimedia Deutschland 14:10 1 jasypokõi 2016 (UTC) Editing News #2—2016 [ editar código ] Read this in another language • Subscription list for this multilingual newsletter Did you know? It's quick and easy to insert a references list. Place the cursor where you want to display the references list (usually at the bottom of the page). Open the 'Ñemoĩ' menu and click the 'Lista de referencias' icon (three books). If you are using several groups of references, which is relatively rare, you will have the opportunity to specify the group. If you do that, then only the references that belong to the specified group will be displayed in this list of references. Finally, click 'Ñemoĩ' in the dialog to insert the Lista de referencias. This list will change as you add more footnotes to the page. You can read and help translate the user guide , which has more information about how to use the visual editor. Since the last newsletter, the VisualEditor Team has fixed many bugs. Their workboard is available in Phabricator . Their current priorities are improving support for Arabic and Indic scripts, and adapting the visual editor to the needs of the Wikivoyages and Wikisources. Recent changes [ editar código ] The visual editor is now available to all users at most Wikivoyages . It was also enabled for all contributors at the French Wikinews. The single edit tab feature combines the 'Jehaijey' and 'Editar código' tabs into a single 'Jehaijey' tab. It has been deployed to several Wikipedias, including Hungarian, Polish, English and Japanese Wikipedias, as well as to all Wikivoyages. At these wikis, you can change your settings for this feature in the 'Edición' tab of Special:Preferences . The team is now reviewing the feedback and considering ways to improve the design before rolling it out to more people. Future changes [ editar código ] The 'Hai' button will say 'Publicar la página'. This will affect both the visual and wikitext editing systems. More information is available on Meta . The visual editor will be offered to all editors at the remaining 'Phase 6' Wikipedias during the next few months. The developers want to know whether typing in your language feels natural in the visual editor. Please post your comments and the language(s) that you tested at the feedback thread on mediawiki.org . This will affect several languages, including: Arabic , Hindi , Thai , Tamil , Marathi , Malayalam , Urdu , Persian , Bengali , Assamese , Aramaic and others. The team is working with the volunteer developers who power Wikisource to provide the visual editor there, for opt-in testing right now and eventually for all users. ( T138966 ) The team is working on a modern wikitext editor. It will look like the visual editor, and be able to use the citoid service and other modern tools. This new editing system may become available as a Beta Feature on desktop devices around September 2016. You can read about this project in a general status update on the Wikimedia mailing list . Let's work together [ editar código ] Do you teach new editors how to use the visual editor? Did you help set up the Citoid automatic reference feature for your wiki ? Have you written or imported TemplateData for your most important citation templates? Would you be willing to help new editors and small communities with the visual editor? Please sign up for the new VisualEditor Community Taskforce . Learn how to improve the 'automagical' citoid referencing system in the visual editor, by creating Zotero translators for popular sources in your language! Watch the Tech Talk by Sebastian Karcher for more information. If you aren't reading this in your preferred language, then please help us with translations! Subscribe to the Translators mailing list or contact us directly, so that we can notify you when the next issue is ready. ¡Muchas gracias! m:User:Elitre (WMF) , 17:20 3 jasypokõi 2016 (UTC) Save/Publish [ editar código ] The Editing team is planning to change the name of the “ Hai ” button to “ Publicar la página ” and “ Myasãi ” . “ Publicar la página ” will be used when you create a new page. “ Myasãi ” will be used when you change an existing page. The names will be consistent in all editing environments. [17] [18] This change will probably happen during the week of 30 August 2016. The change will be announced in Tech News when it happens. If you are fluent in a language other than English, please check the status of translations at translatewiki.net for “ Publicar la página ” and “ Myasãi ” . The main reason for this change is to avoid confusion for new editors. Repeated user research studies with new editors have shown that some new editors believed that “ Hai ” would save a private copy of a new page in their accounts, rather than permanently publishing their changes on the web. It is important for this part of the user interface to be clear, since it is difficult to remove public information after it is published. We believe that the confusion caused by the “ Hai ” button increases the workload for experienced editors, who have to clean up the information that people unintentionally disclose, and report it to the functionaries and stewards to suppress it. Clarifying what the button does will reduce this problem. Beyond that, the goal is to make all the wikis and languages more consistent, and some wikis made this change many years ago. The Legal team at the Wikimedia Foundation supports this change. Making the edit interface easier to understand will make it easier to handle licensing and privacy questions that may arise. Any help pages or other basic documentation about how to edit pages will also need to be updated, on-wiki and elsewhere. On wiki pages, you can use the wikitext codes {{int:Publishpage}} and {{int:Publishchanges}} to display the new labels in the user's preferred language. For the language settings in your account preferences , these wikitext codes produce “ Publicar la página ” and “ Myasãi ”. Please share this news with community members who teach new editors and with others who may be interested. Whatamidoing (WMF) ( talk ) 18:03 9 jasypoapy 2016 (UTC) Wikipedia to the Moon Working Phase [ editar código ] Dear Guarani Wikipedia language community, First of all, I am sorry to write this in English. You may already have heard about Wikipedia to the Moon : A team of scientists called the “PT Scientists” are going to send a space craft to the moon in 2017 and they want to take Wikipedia along with them. Because Wikipedia is so big, we cannot send all of it to the moon. That is why the international Wikipedia-community has voted to send all “Featured Articles and Featured Lists“ from all languages in Wikipedia. “Featured Articles“ is a category in many language versions of Wikipedia that collects the very best articles in that language. Your community does not currently have a „Featured Articles“ category. Ideally, we want to take every language on Wikipedia to the moon and we also want to take the best articles in your language. That is why we would like you to tell us what the very best articles in your language are. There are two ways you could do this: 1) You could introduce the categories “Featured Article” and “Featured List” in your language version of Wikipedia and vote for the best articles and put them in the category. We will take every article that is tagged as a “Featured Article” or a “Featured List” to the moon 2) You could vote for the best articles in your language version of Wikipedia and put them all on one a new Wikipedia page. If you let us know where we can find that list here , we will also take the articles to the moon. The deadline for Wikipedia to the Moon is 31 October 2016. After that date, we will put all the Featured Articles and Lists onto a special disc and give it to the “PT Scientists.” They will take the Wikipedia articles into space next year. -- Denis Schroeder (WMDE) ( discusión ) 13:09 17 jasypoapy 2016 (UTC) New Wikipedia Library accounts available now (August 2016) [ editar código ] Hello Wikimedians! The TWL OWL says sign up today! The Wikipedia Library is announcing signups today for free, full-access, accounts to published research as part of our publisher donation program . You can now sign up for new accounts and research materials from: Nomos – Primarily German-language publisher of law and social sciences books and journals - 25 accounts World Scientific – Scientific, technical, and medical journals - 50 accounts Edinburgh University Press – Humanities and social sciences journals - 25 accounts American Psychological Association – Psychology books and journals - 10 accounts Emerald – Journals on a range of topics including business, education, health care, and engineering - 10 accounts Many other partnerships with accounts available are listed on our partners page , including Project MUSE , EBSCO , DeGruyter , Gale and Newspaperarchive.com . Do better research and help expand the use of high quality references across Wikipedia projects: sign up today! -- The Wikipedia Library Team 18:38 30 jasypoapy 2016 (UTC) You can host and coordinate signups for a Wikipedia Library branch in your own language! Please contact Ocaasi (WMF) . This message was delivered via the Global Mass Message tool to The Wikipedia Library Global Delivery List . RevisionSlider [ editar código ] From September 13th on, RevisionSlider will be available as a beta feature in your wiki. The RevisionSlider adds a slider view to the diff page, so that you can easily move between revisions. The feature fulfills a wish from the German Community’s Technical Wishlist . Everyone is invited to test the feature and we hope that it will serve you well in your work! Birgit Müller (WMDE) 16:08 12 jasyporundy 2016 (UTC) Grants to improve your project [ editar código ] Por favor, ayuda a traducir a tu idioma: Greetings! The Project Grants program is currently accepting proposals for funding. There is just over a week left to submit before the October 11 deadline. If you have ideas for software, offline outreach, research, online community organizing, or other projects that enhance the work of Wikimedia volunteers, start your proposal today! Please encourage others who have great ideas to apply as well. Support is available if you want help turning your idea into a grant request. Submit a grant request Get help : In IdeaLab or an upcoming Hangout session Learn from examples of completed Individual Engagement Grants or Project and Event Grants I JethroBT (WMF) ( talk ) 20:11 30 jasyporundy 2016 (UTC) Creative Commons 4.0 [ editar código ] Hello! I'm writing from the Wikimedia Foundation to invite you to give your feedback on a proposed move from CC BY-SA 3.0 to a CC BY-SA 4.0 license across all Wikimedia projects. The consultation will run from October 5 to November 8, and we hope to receive a wide range of viewpoints and opinions. Please, if you are interested, take part in the discussion on Meta-Wiki . Apologies that this message is only in English. This message can be read and translated in more languages here . Joe Sutherland ( talk ) 01:34 6 jasypa 2016 (UTC) Editing News #3—2016 [ editar código ] Read this in another language • Subscription list for this multilingual newsletter Did you know? Did you know that you can easily re-arrange columns and rows in the visual editor? Select a cell in the column or row that you want to move. Click the arrow at the start of that row or column to open the dropdown menu (shown). Choose either 'Move before' or 'Move after' to move the column, or 'Move above' or 'Move below' to move the row. You can read and help translate the user guide , which has more information about how to use the visual editor. Since the last newsletter, the VisualEditor Team has mainly worked on a new wikitext editor. They have also released some small features and the new map editing tool. Their workboard is available in Phabricator . You can find links to the list of work finished each week at mw:VisualEditor/Weekly triage meetings . Their current priorities are fixing bugs, releasing the 2017 wikitext editor as a beta feature , and improving language support. Recent changes [ editar código ] You can now set text as small or big. [19] Invisible templates have been shown as a puzzle icon. Now, the name of the invisible template is displayed next to the puzzle icon. [20] A similar feature will display the first part of hidden HTML comments. [21] Categories are displayed at the bottom of each page. If you click on the categories, the dialog for editing categories will open. [22] At many wikis, you can now add maps to pages. Go to the Insert menu and choose the 'Maps' item. The Discovery department is adding more features to this area, like geoshapes. You can read more at mediawiki.org. [23] The 'Save' button now says 'Save page' when you create a page, and 'Save changes' when you change an existing page. [24] In the future, the 'Hai' button will say 'Publicar la página'. This will affect both the visual and wikitext editing systems. More information is available on Meta . Image galleries now use a visual mode for editing. You can see thumbnails of the images, add new files, remove unwanted images, rearrange the images by dragging and dropping, and add captions for each image. Use the 'Options' tab to set the gallery's display mode, image sizes, and add a title for the gallery. [25] Future changes [ editar código ] The visual editor will be offered to all editors at the remaining 10 'Phase 6' Wikipedias during the next month. The developers want to know whether typing in your language feels natural in the visual editor. Please post your comments and the language(s) that you tested at the feedback thread on mediawiki.org . This will affect several languages, including Thai , Burmese and Aramaic . The team is working on a modern wikitext editor. The 2017 wikitext editor will look like the visual editor and be able to use the citoid service and other modern tools. This new editing system may become available as a Beta Feature on desktop devices in October 2016. You can read about this project in a general status update on the Wikimedia mailing list . Let's work together [ editar código ] Do you teach new editors how to use the visual editor? Did you help set up the Citoid automatic reference feature for your wiki ? Have you written or imported TemplateData for your most important citation templates? Would you be willing to help new editors and small communities with the visual editor? Please sign up for the new VisualEditor Community Taskforce . If you aren't reading this in your preferred language, then please help us with translations! Subscribe to the Translators mailing list or contact us directly, so that we can notify you when the next issue is ready. ¡Muchas gracias! — Elitre (WMF) 17:49 15 jasypa 2016 (UTC) New Wikipedia Library Accounts Available Now (November 2016) [ editar código ] Hello Wikimedians! The TWL OWL says sign up today! The Wikipedia Library is announcing signups today for free, full-access, accounts to published research as part of our Publisher Donation Program . You can sign up for new accounts and research materials from: Foreign Affairs - Journal of international relations and U.S. foreign policy OpenEdition - Journals in the social sciences and humanities Édition Diffusion Presse Sciences - French and English language scientific journals ASHA - Speech–language–hearing journals Tilastopaja - Athletics statistics Expansions EBSCO - Many new databases added Taylor & Francis - Strategic, Defence & Security Studies collection Many other partnerships with accounts available are listed on our partners page . Sign up today! -- The Wikipedia Library Team 18:30 1 jasypateĩ 2016 (UTC) You can host and coordinate signups for a Wikipedia Library branch in your own language. Please contact Ocaasi (WMF) . This message was delivered via the Global Mass Message tool to The Wikipedia Library Global Delivery List . Traducción de nombres [ editar código ] Tengo una propuesta para la wiki. Cambiar los nombres por sus traducciones guaranizadas, ya que realmente eran y son usados hasta ahora, ej.: Santani, Tani = Estanislao. Lo considero un poco más conservativo que escribir nombres en español. inglés, etc. [ [26] ] hay una lista de nombres guaranizados hecha por Antonio Guasch. -- Guillermo2149 ( discusión ) 21:43 3 jasypateĩ 2016 (UTC) Buena propuesta, pero esto hacemos con todos los nombres castellanos, o solamente con nombres de paraguayos? Con paraguayos - está bien, pero con otros - no me parece bien (así mismo como usar Jorge para George de inglés). * Hugo myangekõi 09:16 5 jasypateĩ 2016 (UTC) Tenés razón, yo también pensé eso. Aunque en latín, por ejemplo, traducen todo tipo de nombres, (Gulielmus es Guillermo en latín, y William Shakespeare es Gulielmus Shakespeare). Aun así creo que solo deberíamos aplicarlo a nombres castellanos y portugueses también.-- Guillermo2149 ( discusión ) 20:29 6 jasypateĩ 2016 (UTC) Password reset [ editar código ] I apologise that this message is in English. ⧼Centralnotice-shared-help-translate⧽ We are having a problem with attackers taking over wiki accounts with privileged user rights (for example, admins, bureaucrats, oversighters, checkusers). It appears that this may be because of weak or reused passwords. Community members are working along with members of multiple teams at the Wikimedia Foundation to address this issue. In the meantime, we ask that everyone takes a look at the passwords they have chosen for their wiki accounts. If you know that you've chosen a weak password, or if you've chosen a password that you are using somewhere else, please change those passwords. Select strong passwords – eight or more characters long, and containing letters, numbers, and punctuation. Joe Sutherland ( ñe'ẽ ) / MediaWiki message delivery ( discusión ) 00:00 14 jasypateĩ 2016 (UTC) Adding to the above section (Password reset) [ editar código ] Please accept my apologies - that first line should read ' Help with translations! '. Joe Sutherland (WMF) ( talk ) / MediaWiki message delivery ( discusión ) 00:11 14 jasypateĩ 2016 (UTC) Main Page [ editar código ] Creo que debemos empezar a trabajar en un nuevo diseño para la página principal, considero que se está quedando un poco anticuada y no será tan difícil elaborar un mejor diseño... ¿qué les parece? -- Guillermo2149 ( discusión ) 17:48 6 jasypakõi 2016 (UTC) New way to edit wikitext [ editar código ] Summary : There's a new opt-in Beta Feature of a wikitext mode for the visual editor . Please go try it out . We in the Wikimedia Foundation's Editing department are responsible for making editing better for all our editors, new and experienced alike. We've been slowly improving the visual editor based on feedback, user tests, and feature requests. However, that doesn't work for all our user needs: whether you need to edit a wikitext talk page, create a template, or fix some broken reference syntax, sometimes you need to use wikitext, and many experienced editors prefer it. Consequently, we've planned a 'wikitext mode' for the visual editor for a long time. It provides as much of the visual editor's features as possible, for those times that you need or want wikitext. It has the same user interface as the visual editor, including the same toolbar across the top with the same buttons. It provides access to the citoid service for formatting citations, integrated search options for inserting images, and the ability to add new templates in a simple dialog. Like in the visual editor, if you paste in formatted text copied from another page, then formatting (such as bolding) will automatically be converted into wikitext. All wikis now have access to this mode as a Beta Feature . When enabled, it replaces your existing wikitext editor everywhere. If you don't like it, you can reverse this at any time by turning off the Beta Feature in your preferences. We don't want to surprise anyone, so it's strictly an opt-in-only Beta Feature. It won't switch on automatically for anyone, even if you have previously checked the box to 'Activar automáticamente las funciones en pruebas nuevas'. The new wikitext edit mode is based on the visual editor, so it requires JavaScript (as does the current wikitext editor ). It doesn't work with gadgets that have only been designed for the older one (and vice versa ), so some users will miss gadgets they find important. We're happy to work with gadget authors to help them update their code to work with both editors. We're not planning to get rid of the current main wikitext editor on desktop in the foreseeable future. We're also not going to remove the existing ability to edit plain wikitext without JavaScript. Finally, though it should go without saying, if you prefer to continue using the current wikitext editor, then you may so do. This is an early version, and we'd love to know what you think so we can make it better. Please leave feedback about the new mode on the feedback page . You may write comments in any language. Thank you. James Forrester (Product Manager, Editing department, Wikimedia Foundation) --19:32 14 jasypakõi 2016 (UTC) Review of initial updates on Wikimedia movement strategy process [ editar código ] Note: Apologies for cross-posting and sending in English. Message is available for translation on Meta-Wiki . The Wikimedia movement is beginning a movement-wide strategy discussion, a process which will run throughout 2017. For 15 years, Wikimedians have worked together to build the largest free knowledge resource in human history. During this time, we've grown from a small group of editors to a diverse network of editors, developers, affiliates, readers, donors, and partners. Today, we are more than a group of websites. We are a movement rooted in values and a powerful vision: all knowledge for all people. As a movement, we have an opportunity to decide where we go from here. This movement strategy discussion will focus on the future of our movement: where we want to go together, and what we want to achieve. We hope to design an inclusive process that makes space for everyone: editors, community leaders, affiliates, developers, readers, donors, technology platforms, institutional partners, and people we have yet to reach. There will be multiple ways to participate including on-wiki, in private spaces, and in-person meetings. You are warmly invited to join and make your voice heard. The immediate goal is to have a strategic direction by Wikimania 2017 to help frame a discussion on how we work together toward that strategic direction. Regular updates are being sent to the Wikimedia-l mailing list , and posted on Meta-Wiki . Beginning with this message, monthly reviews of these updates will be sent to this page as well. Sign up to receive future announcements and monthly highlights of strategy updates on your user talk page. Here is a review of the updates that have been sent so far: Update 1 on Wikimedia movement strategy process (15 December 2016) Introduction to process and information about budget spending resolution to support it Update 2 on Wikimedia movement strategy process (23 December 2016) Start of search for Lead Architect for movement strategy process Update 3 on Wikimedia movement strategy process (8 January 2017) Plans for strategy sessions at upcoming Wikimedia Conference 2017 Update 4 on Wikimedia movement strategy process (11 January 2017) Introduction of williamsworks Update 5 on Wikimedia movement strategy process (2 February 2017) The core movement strategy team, team tracks being developed, introduction of the Community Process Steering Committee, discussions at WikiIndaba conference 2017 and the Wikimedia movement affiliates executive directors gathering in Switzerland Update 6 on Wikimedia movement strategy process (10 February 2017) Tracks A & B process prototypes and providing feedback, updates on development of all four Tracks More information about the movement strategy is available on the Meta-Wiki 2017 Wikimedia movement strategy portal . Posted by MediaWiki message delivery on behalf of the Wikimedia Foundation , 20:30 15 jasykõi 2017 (UTC) • Por favor, ayuda a traducir a tu idioma • Get help Overview #2 of updates on Wikimedia movement strategy process [ editar código ] Note: Apologies for cross-posting and sending in English. This message is available for translation on Meta-Wiki . As we mentioned last month, the Wikimedia movement is beginning a movement-wide strategy discussion, a process which will run throughout 2017. This movement strategy discussion will focus on the future of our movement: where we want to go together, and what we want to achieve. Regular updates are being sent to the Wikimedia-l mailing list , and posted on Meta-Wiki . Each month, we are sending overviews of these updates to this page as well. Sign up to receive future announcements and monthly highlights of strategy updates on your user talk page. Here is a overview of the updates that have been sent since our message last month: Update 7 on Wikimedia movement strategy process (16 February 2017) Development of documentation for Tracks A & B Update 8 on Wikimedia movement strategy process (24 February 2017) Introduction of Track Leads for all four audience tracks Update 9 on Wikimedia movement strategy process (2 March 2017) Seeking feedback on documents being used to help facilitate upcoming community discussions More information about the movement strategy is available on the Meta-Wiki 2017 Wikimedia movement strategy portal . Posted by MediaWiki message delivery on behalf of the Wikimedia Foundation , 19:43 9 jasyapy 2017 (UTC) • Por favor, ayuda a traducir a tu idioma • Get help We invite you to join the movement strategy conversation (now through April 15) [ editar código ] This message, ' We invite you to join the movement strategy conversation (now through April 15) ', was sent through multiple channels by Gregory Varnum on 15 and 16 of March 2017 to village pumps, affiliate talk pages, movement mailing lists, and MassMessage groups. A similar message was sent by Nicole Ebber to organized groups and their mailing lists on 15 of March 2017. This version of the message is available for translation and documentation purposes Dear Wikimedians/Wikipedians: Today we are starting a broad discussion to define Wikimedia's future role in the world and develop a collaborative strategy to fulfill that role. You are warmly invited to join the conversation. There are many ways to participate, by joining an existing conversation or starting your own: Track A (organized groups) : Discussions with your affiliate, committee or other organized group (these are groups that support the Wikimedia movement). Track B (individual contributors): On Meta or your local language or project wiki . This is the first of three conversations, and it will run between now and April 15. The purpose of cycle 1 is to discuss the future of the movement and generate major themes around potential directions. What do we want to build or achieve together over the next 15 years? We welcome you, as we create this conversation together, and look forward to broad and diverse participation from all parts of our movement. Find out more about the movement strategy process Learn more about volunteering to be a Discussion Coordinator Sincerely, Nicole Ebber (Track A Lead), Jaime Anstee (Track B Lead), & the engagement support teams 05:09 18 jasyapy 2017 (UTC) Start of the 2017 Wikimedia Foundation Board of Trustees elections [ editar código ] Please accept our apologies for cross-posting this message. This message is available for translation on Meta-Wiki . On behalf of the Wikimedia Foundation Elections Committee, I am pleased to announce that self-nominations are being accepted for the 2017 Wikimedia Foundation Board of Trustees Elections . The Board of Trustees (Board) is the decision-making body that is ultimately responsible for the long-term sustainability of the Wikimedia Foundation, so we value wide input into its selection. More information about this role can be found on Meta-Wiki . Please read the letter from the Board of Trustees calling for candidates . The candidacy submission phase will last from April 7 (00:00 UTC) to April 20 (23:59 UTC). We will also be accepting questions to ask the candidates from April 7 to April 20. You can submit your questions on Meta-Wiki . Once the questions submission period has ended on April 20, the Elections Committee will then collate the questions for the candidates to respond to beginning on April 21. The goal of this process is to fill the three community-selected seats on the Wikimedia Foundation Board of Trustees. The election results will be used by the Board itself to select its new members. The full schedule for the Board elections is as follows. All dates are inclusive , that is, from the beginning of the first day (UTC) to the end of the last. April 7 (00:00 UTC) – April 20 (23:59 UTC) – Board nominations April 7 – April 20 – Board candidates questions submission period April 21 – April 30 – Board candidates answer questions May 1 – May 14 – Board voting period May 15–19 – Board vote checking May 20 – Board result announcement goal In addition to the Board elections, we will also soon be holding elections for the following roles: Funds Dissemination Committee (FDC) There are five positions being filled. More information about this election will be available on Meta-Wiki . Funds Dissemination Committee Ombudsperson (Ombuds) One position is being filled. More information about this election will be available on Meta-Wiki . Please note that this year the Board of Trustees elections will be held before the FDC and Ombuds elections. Candidates who are not elected to the Board are explicitly permitted and encouraged to submit themselves as candidates to the FDC or Ombuds positions after the results of the Board elections are announced. More information on this year's elections can be found on Meta-Wiki . Any questions related to the election can be posted on the election talk page on Meta-Wiki , or sent to the election committee's mailing list, board-elections wikimedia.org . On behalf of the Election Committee, Katie Chan , Chair, Wikimedia Foundation Elections Committee Joe Sutherland , Community Advocate, Wikimedia Foundation Posted by MediaWiki message delivery on behalf of the Wikimedia Foundation Elections Committee , 03:36 7 jasyrundy 2017 (UTC) • Por favor, ayuda a traducir a tu idioma • Get help Read-only mode for 20 to 30 minutes on 19 April and 3 May [ editar código ] Read this message in another language • Por favor, ayuda a traducir a tu idioma The Wikimedia Foundation will be testing its secondary data center in Dallas. This will make sure that Wikipedia and the other Wikimedia wikis can stay online even after a disaster. To make sure everything is working, the Wikimedia Technology department needs to conduct a planned test. This test will show whether they can reliably switch from one data center to the other. It requires many teams to prepare for the test and to be available to fix any unexpected problems. They will switch all traffic to the secondary data center on Wednesday, 19 April 2017 . On Wednesday, 3 May 2017 , they will switch back to the primary data center. Unfortunately, because of some limitations in MediaWiki , all editing must stop during those two switches. We apologize for this disruption, and we are working to minimize it in the future. You will be able to read, but not edit, all wikis for a short period of time. You will not be able to edit for approximately 20 to 30 minutes on Wednesday, 19 April and Wednesday, 3 May. The test will start at 14:00 UTC (15:00 BST, 16:00 CEST, 10:00 EDT, 07:00 PDT, 23:00 JST, and in New Zealand at 02:00 NZST on Thursday 20 April and Thursday 4 May). If you try to edit or save during these times, you will see an error message. We hope that no edits will be lost during these minutes, but we can't guarantee it. If you see the error message, then please wait until everything is back to normal. Then you should be able to save your edit. But, we recommend that you make a copy of your changes first, just in case. Other effects : Background jobs will be slower and some may be dropped. Red links might not be updated as quickly as normal. If you create an article that is already linked somewhere else, the link will stay red longer than usual. Some long-running scripts will have to be stopped. There will be code freezes for the weeks of 17 April 2017 and 1 May 2017. Non-essential code deployments will not happen. This project may be postponed if necessary. You can read the schedule at wikitech.wikimedia.org . Any changes will be announced in the schedule. There will be more notifications about this. Please share this information with your community. / User:Whatamidoing (WMF) ( talk ) MediaWiki message delivery ( discusión ) 17:34 11 jasyrundy 2017 (UTC) Wikidata description editing in the Wikipedia Android app [ editar código ] Wikidata description editing is a new experiment being rolled out on the Wikipedia app for Android. While this primarily impacts Wikidata, the changes are also addressing a concern about the mobile versions of Wikipedia, so that mobile users will be able to edit directly the descriptions shown under the title of the page and in the search results. We began by rolling out this feature several weeks ago to a pilot group of Wikipedias (Russian, Hebrew, and Catalan), and have seen very positive results including numerous quality contributions in the form of new and updated descriptions, and a low rate of vandalism. We are now ready for the next phase of rolling out this feature, which is to enable it in a few days for all Wikipedias except the top ten by usage within the app (i.e. except English, German, Italian, French, Spanish, Japanese, Dutch, Portuguese, Turkish, and Chinese). We will enable the feature for those languages instead at some point in the future, as we closely monitor user engagement with our expanded set of pilot communities. As always, if have any concerns, please reach out to us on wiki at the talk page for this project or by email at reading@wikimedia.org. Thanks! - DBrant (WMF) 08:41 14 jasyrundy 2017 (UTC) New Page previews feature [ editar código ] New Page previews feature Read this message in another language • Por favor, ayuda a traducir a tu idioma Hello, The Reading web team at the Wikimedia Foundation has been working to enable Page previews , a beta feature known previously as Hovercards, as opt-in behavior for logged-in users and the default behavior for logged-out users across Wikipedia projects. Page previews provide a preview of any linked article, giving readers a quick understanding of a related article without leaving the current page. For this project, we are expecting to collect feedback over the following few weeks and tentatively enable the feature in early May, 2017. A quick note on the implementation: For logged-in users who are not currently testing out the beta feature, Page previews will be off by default. Users may turn them on from their user preferences page. For logged-out users, the feature will be on by default. Users may disable it at any time by selecting the setting cog available in each preview. For users of the Navigation popups gadget, you will not be able to turn on the Page previews feature while using navigational popups. If you would like to try out the Page preview feature, make sure to first turn Navigation popups off prior to turning Page previews on. You can read more about the feature and the tests we used to evaluate performance , try it out by enabling it from the beta features page, and leave feedback or questions on the talk page . Thank you, MediaWiki message delivery ( discusión ) 16:52 19 jasyrundy 2017 (UTC) New Wikipedia Library Accounts Available Now (May 2017) [ editar código ] Hello Wikimedians! The TWL OWL says sign up today! The Wikipedia Library is announcing signups today for free, full-access, accounts to published research as part of our Publisher Donation Program . You can sign up for new accounts and research materials from: American Psychiatric Association – Psychiatry books and journals Bloomsbury – Who's Who , Drama Online, Berg Fashion Library, and Whitaker's Gaudeamus – Finnish humanities and social sciences Ympäristö-lehti – The Finnish Environment Institute's Ympäristö-lehti magazine Expansions Gale – Biography In Context database added Adam Matthew – all 53 databases now available Many other partnerships with accounts available are listed on our partners page , including Project MUSE , EBSCO , Taylor & Francis and Newspaperarchive.com . Do better research and help expand the use of high quality references across Wikipedia projects: sign up today! -- The Wikipedia Library Team 18:52 2 jasypo 2017 (UTC) You can host and coordinate signups for a Wikipedia Library branch in your own language. Please contact Aaron . This message was delivered via the Global Mass Message tool to The Wikipedia Library Global Delivery List . Voting has begun in 2017 Wikimedia Foundation Board of Trustees elections [ editar código ] This is a message from the Wikimedia Foundation Elections Committee . Translations are available. Voting has begun for eligible voters in the 2017 elections for the Wikimedia Foundation Board of Trustees . The Wikimedia Foundation Board of Trustees is the ultimate governing authority of the Wikimedia Foundation, a 501(c)(3) non-profit organization registered in the United States. The Wikimedia Foundation manages many diverse projects such as Wikipedia and Commons. The voting phase lasts from 00:00 UTC May 1 to 23:59 UTC May 14. Click here to vote . More information on the candidates and the elections can be found on the 2017 Board of Trustees election page on Meta-Wiki. On behalf of the Elections Committee, Katie Chan , Chair, Wikimedia Foundation Elections Committee Joe Sutherland , Community Advocate, Wikimedia Foundation Posted by the MediaWiki message delivery • Translate • Get help 19:14 3 jasypo 2017 (UTC) Beta Feature Two Column Edit Conflict View [ editar código ] From May 9, the Two Column Edit Conflict View will be available as a beta feature on all wikis. The Two Column Edit Conflict View is a new interface for the edit conflict resolution page. It highlights differences between the editor's and the conflicting changes to make it easy to copy and paste pieces of the text and resolve the conflict. The feature fulfils a request for a more user-friendly edit conflict resolution from the German Community’s Technical Wishlist . Everyone is invited to test the feature and we hope that it will serve you well! Birgit Müller (WMDE) 14:41 8 jasypo 2017 (UTC) Editing News #1—2017 [ editar código ] Read this in another language • Subscription list for this multilingual newsletter Did you know? Did you know that you can review your changes visually? When you are finished editing the page, type your edit summary and then choose 'Revisar tus cambios'. In visual mode, you will see additions, removals, new links, and formatting highlighted. Other changes, such as changing the size of an image, are described in notes on the side. Click the toggle button to switch between visual and wikitext diffs. The wikitext diff is the same diff tool that is used in the wikitext editors and in the page history. You can read and help translate the user guide , which has more information about how to use the visual editor. Since the last newsletter, the VisualEditor Team has spent most of their time supporting the 2017 wikitext editor mode which is available inside the visual editor as a Beta Feature, and adding the new visual diff tool . Their workboard is available in Phabricator . You can find links to the work finished each week at mw:VisualEditor/Weekly triage meetings . Their current priorities are fixing bugs, supporting the 2017 wikitext editor as a beta feature , and improving the visual diff tool. Recent changes [ editar código ] A new wikitext editing mode is available as a Beta Feature on desktop devices. The 2017 wikitext editor has the same toolbar as the visual editor and can use the citoid service and other modern tools. Go to Special:Preferences#mw-prefsection-betafeatures to enable the Modo de código nuevo. A new visual diff tool is available in VisualEditor's visual mode. You can toggle between wikitext and visual diffs. More features will be added to this later. In the future, this tool may be integrated into other MediaWiki components. [27] The team have added multi-column support for lists of footnotes . The <references /> block can automatically display long lists of references in columns on wide screens. This makes footnotes easier to read. You can request multi-column support for your wiki. [28] You can now use your web browser's function to switch typing direction in the new wikitext mode. This is particularly helpful for RTL language users like Urdu or Hebrew who have to write JavaScript or CSS. You can use Command+Shift+X or Control+Shift+X to trigger this. [29] The way to switch between the visual editing mode and the wikitext editing mode is now consistent. There is a drop-down menu that shows the two options. This is now the same in desktop and mobile web editing, and inside things that embed editing, such as Flow. [30] The Categorías item has been moved to the top of the Opciones de página menu (from clicking on the 'hamburger' icon) for quicker access. [31] There is also now a 'Templates used on this page' feature there. [32] You can now create <chem> tags (sometimes used as <ce> ) for chemical formulas inside the visual editor. [33] Tables can be set as collapsed or un-collapsed. [34] The Tai ambuéva menu now includes characters for Canadian Aboriginal Syllabics and angle quotation marks (‹› and ⟨⟩) . The team thanks the volunteer developer, Tpt . [35] A bug caused some section edit conflicts to blank the rest of the page. This has been fixed. The team are sorry for the disruption. [36] There is a new keyboard shortcut for citations: Control + Shift + K on a PC, or Command + Shift + K on a Mac. It is based on the keyboard shortcut for making links, which is Control + K or Command + K respectively. [37] Future changes [ editar código ] The team is working on a syntax highlighting tool. It will highlight matching pairs of <ref> tags and other types of wikitext syntax. You will be able to turn it on and off. It will first become available in VisualEditor's built-in wikitext mode, maybe late in 2017. [38] The kind of button used to Tojechauka jehai ñemboguapy mboyve, Tojechauka ñemoambue, and finish an edit will change in all WMF-supported wikitext editors. The new buttons will use OOjs UI . The buttons will be larger, brighter, and easier to read. The labels will remain the same. You can test the new button by editing a page and adding &ooui=1 to the end of the URL, like this: https://www.mediawiki.org/wiki/Project:Sandbox?action=edit&ooui=1 The old appearance will no longer be possible, even with local CSS changes. [39] The outdated 2006 wikitext editor will be removed later this year. It is used by approximately 0.03% of active editors. See a list of editing tools on mediawiki.org if you are uncertain which one you use. [40] If you aren't reading this in your preferred language, then please help us with translations! Subscribe to the Translators mailing list or contact us directly, so that we can notify you when the next issue is ready. ¡Muchas gracias! — Elitre (WMF) 18:06 12 jasypo 2017 (UTC) Prototype for editing Wikidata infoboxes on Wikipedia [ editar código ] Hello, I’m sorry for writing in English. It’d be great if someone could translate this message if necessary. One of the most requested features for Wikidata is to enable editing of Wikidata’s data directly from Wikipedia, so the editors can continue their workflow without switching websites. The Wikidata development team has been working on a tool to achieve this goal: fill and edit the Wikipedia infoboxes with information from Wikidata, directly on Wikipedia , via the Visual Editor. We already asked for feedback in 2015 , and collected some interesting ideas which we shared with you in this thesis . Now we would like to present to you our first prototype and collect your feedback, in order to improve and continue the development of this feature. We present this work to you very early, so we can include your feedback before and all along the development. You are the core users of this feature, so we want to make sure that it fits your needs and editing processes. You will find the prototype, description of the features, and a demo video, on this page . Feel free to add any comment or feedback on the talk page. The page is currently not translated in every languages, but you can add your contribution by helping to translate it. Unfortunately, I won’t be able to follow all the discussions on Wikipedia, so if you want to be sure that your feedback is read, please add it on the Wikidata page, in your favorite language. Thanks for your understanding. Thanks, Lea Lacroix (WMDE) RevisionSlider [ editar código ] RevisionSlider will be available as a default feature for all users on all wikis from May 17. The RevisionSlider adds a slider view to the diff page so that you can easily move between revisions. The slider view is collapsed by default, and will load by clicking on it. It can also be turned off entirely in the user preferences. RevisionSlider has been a default feature on German, Arabic and Hebrew Wikipedia for 6 months and a beta feature on all wikis for 8 months. The feature fulfills a wish from the German Community’s Technical Wishlist . Thanks to everyone who tested RevisionSlider and gave valuable feedback to improve the feature! We hope that RevisionSlider will continue to serve you well in your work. Birgit Müller (WMDE) 14:44 16 jasypo 2017 (UTC) Join the next cycle of Wikimedia movement strategy discussions (underway until June 12) [ editar código ] Message is available for translation on Meta-Wiki The Wikimedia movement strategy core team and working groups have completed reviewing the more than 1800 thematic statements we received from the first discussion. They have identified 5 themes that were consistent across all the conversations - each with their own set of sub-themes. These are not the final themes, just an initial working draft of the core concepts. You are invited to join the online and offline discussions taking place on these 5 themes. This round of discussions will take place between now and June 12th. You can discuss as many as you like. we ask you to participate in the ones that are most (or least) important to you. Here are the five themes, each has a page on Meta-Wiki with more information about the theme and how to participate in that theme's discussion: Healthy, Inclusive Communities The Augmented Age A Truly Global Movement The Most Respected Source of Knowledge Engaging in the Knowledge Ecosystem On the movement strategy portal on Meta-Wiki , you can find more information about each of these themes, their discussions, and how to participate. Posted by MediaWiki message delivery on behalf of the Wikimedia Foundation • Por favor, ayuda a traducir a tu idioma • Get help 21:09 16 jasypo 2017 (UTC) New notification when a page is connected to Wikidata [ editar código ] Hello all, (Por favor, ayuda a traducir a tu idioma) The Wikidata development team is about to deploy a new feature on all Wikipedias. It is a new type of notification (via Echo, the notification system you see at the top right of your wiki when you are logged in), that will inform the creator of a page, when this page is connected to a Wikidata item. You may know that Wikidata provides a centralized system for all the interwikilinks. When a new page is created, it should be connected to the corresponding Wikidata item, by modifying this Wikidata item. With this new notification, editors creating pages will be informed when another editor connects this page to Wikidata. This feature will be deployed on May 30th on all the Wikipedias, excepting English, French and German. This feature will be disable by default for existing editors, and enabled by default for new editors. This is the first step of the deployments, the Wikipedias and other Wikimedia projects will follow in the next months. If you have any question, suggestion, please let me know by pinging me. You can also follow and leave a comment on the Phabricator ticket . Thanks go to Matěj Suchánek who developed this feature! ¡Muchas gracias! Lea Lacroix (WMDE) ( talk ) m:Requests for comment/Global centralnotice for the blockade of the Turkish government [ editar código ] Hi, you are invited to participate in the discussion on the proposal to make a banner through m: centralnotice to inform more people around the world about what the Turkish government has done about Wikipedia, ie all the language versions of Wikipedia are You are obscured, so in Turkey it is impossible to view the * .wikipedia.org site. To hope that the Turkish government will remove the block, it is necessary to raise awareness of this fact around the world because it is important to succeed in this mission because Wikipedia can not be seen in Turkey. With this message also for those interested, I invite him to sign the Wikimedian appeal . If you have any questions or questions do not hesitate to contact me. Thanks best regards. -- Samuele 2002 (Talk!) 15:38 23 jasypo 2017 (UTC) Start of the 2017 Wikimedia Foundation Funds Dissemination Committee elections [ editar código ] Translations of this message are available on Meta-Wiki . On behalf of the Wikimedia Foundation Elections Committee, we are pleased to announce that self-nominations are being accepted for the 2017 Wikimedia Foundation Funds Dissemination Committee and Funds Dissemination Committee Ombudsperson elections. Please read the letter from the Wikimedia Foundation calling for candidates at on the 2017 Wikimedia Foundation elections portal . Funds Dissemination Committee The Funds Dissemination Committee (FDC) makes recommendations about how to allocate Wikimedia movement funds to eligible entities. There are five positions being filled. More information about this role can be found at the FDC elections page . Funds Dissemination Committee Ombudsperson The Funds Dissemination Committee Ombudsperson receives complaints and feedback about the FDC process, investigates complaints at the request of the Board of Trustees, and summarizes the investigations and feedback for the Board of Trustees on an annual basis. One position is being filled. More information about this role can be found at the FDC Ombudsperson elections page . The candidacy submission phase will last until May 28 (23:59 UTC). We will also be accepting questions to ask the candidates until May 28. You can submit your questions on Meta-Wiki . Once the questions submission period has ended on May 28, the Elections Committee will then collate the questions for the candidates to respond to. The goal of this process is to fill the five community-selected seats on the Wikimedia Foundation Funds Dissemination Committee and the community-selected ombudsperson . The election results will be used by the Board itself to make the appointments. The full schedule for the FDC elections is as follows. All dates are inclusive , that is, from the beginning of the first day (UTC) to the end of the last. May 15 (00:00 UTC) – May 28 (23:59 UTC) – Nominations May 15 – May 28 – Candidates questions submission period May 29 – June 2 – Candidates answer questions June 3 – June 11 – Voting period June 12–14 – Vote checking June 15 – Goal date for announcing election results More information on this year's elections can be found at the 2017 Wikimedia Foundation elections portal . Please feel free to post a note about the election on your project's village pump. Any questions related to the election can be posted on the talk page on Meta-Wiki , or sent to the election committee's mailing list, board-elections wikimedia.org . On behalf of the Election Committee, Katie Chan , Chair, Wikimedia Foundation Elections Committee Joe Sutherland , Community Advocate, Wikimedia Foundation Posted by the MediaWiki message delivery • Translate • Get help 21:05 23 jasypo 2017 (UTC) Wikidata changes now also appear in enhanced recent changes [ editar código ] Hello, and sorry to write this message in English. You can help translating it . Starting from today, you will be able to display Wikidata changes in both modes of the recent changes and the watchlist. Read and translate the full message ¡Muchas gracias! Lea Lacroix (WMDE) 08:33 29 jasypoteĩ 2017 (UTC) (wrong target page? you can fix it here ) Accessible editing buttons [ editar código ] The MediaWiki developers have been slowly improving the accessibility of the user interface. The next step in this transition will change the appearance of some buttons and may break some outdated (non-updated or unmaintained) user scripts and gadgets. You can see and use the old and new versions now. Most editors will only notice that some buttons are slightly larger and have different colors. Comparison of old and new styles Buttons before the change Buttons after the change However, this change also affects some user scripts and gadgets. Unfortunately, some of them may not work well in the new system. If you maintain any user scripts or gadgets that are used for editing, please see mw:Contributors/Projects/Accessible editing buttons for information on how to test and fix your scripts. Outdated scripts can be tested and fixed now. This change will probably reach this wiki on Tuesday, 18 July 2017 . Please leave a note at mw:Talk:Contributors/Projects/Accessible editing buttons if you need help. Whatamidoing (WMF) ( talk ) 22:23 10 jasypokõi 2017 (UTC) Page Previews (Hovercards) update [ editar código ] Hello, A quick update on the progress of enabling Page Previews (previously named Hovercards) on this project. Page Previews provide a preview of any linked article, giving readers a quick understanding of a related article without leaving the current page. As mentioned in December we're preparing to remove the feature from Beta and make it the default behavior for logged-out users. We have recently made a large update to the code which fixes most outstanding bugs. Due to some issues with our instrumentation, we delayed our deployment by a few months. We are finally ready to deploy the feature. Page Previews will be off by default and available in the user preferences page for logged-in users the week of July 24th. The feature will be on by default for current beta users and logged-out users. If you would like to preview the feature, you can enable it as a beta feature . For more information see Page Previews . Questions can be left on the talk page in your preferred language. Thank you again. CKoerner (WMF) ( talk ) 22:32 20 jasypokõi 2017 (UTC) Improved search in deleted pages archive [ editar código ] Por favor, ayuda a traducir a tu idioma During Wikimedia Hackathon 2016, the Discovery team worked on one of the items on the 2015 community wishlist, namely enabling searching the archive of deleted pages . This feature is now ready for production deployment, and will be enabled on all wikis, except Wikidata. Right now, the feature is behind a feature flag - to use it on your wiki, please go to the Special:Undelete page, and add &fuzzy=1 to the URL, like this: https://test.wikipedia.org/w/index.php?title=Special%3AUndelete&fuzzy=1 . Then search for the pages you're interested in. There should be more results than before, due to using ElasticSearch indexing (via the CirrusSearch extension). We plan to enable this improved search by default on all wikis soon (around August 1, 2017). If you have any objections to this - please raise them with the Discovery team via email or on this announcement's discussion page. Like most Mediawiki configuration parameters, the functionality can be configured per wiki. Once the improved search becomes the default, you can still access the old mode using &fuzzy=0 in the URL, like this: https://test.wikipedia.org/w/index.php?title=Special%3AUndelete&fuzzy=0 Please note that since Special:Undelete is an admin-only feature, this search capability is also only accessible to wiki admins. ¡Muchas gracias! CKoerner (WMF) ( talk ) 18:39 25 jasypokõi 2017 (UTC) RfC regarding 'Interlinking of accounts involved with paid editing to decrease impersonation' [ editar código ] There is currently a RfC open on Meta regarding ' requiring those involved with paid editing on Wikipedia to link on their user page to all other active accounts through which they advertise paid Wikipedia editing business. ' Note this is to apply to Wikipedia and not necessarily other sister projects, this is only to apply to websites where people are specifically advertising that they will edit Wikipedia for pay and not any other personal, professional, or social media accounts a person may have. Please comment on meta . Thanks. Send on behalf of User:Doc James . MediaWiki message delivery ( discusión ) 21:06 17 jasyporundy 2017 (UTC) Discussion on synced reading lists [ editar código ] Discussion on synced reading lists Hello, The Reading Infrastructure team at the Wikimedia Foundation is developing a cross-platform reading list service for the mobile Wikipedia app. Reading lists are like bookmark folders in your web browser. They allow readers using the Wikipedia app to bookmark pages into folders to read later. This includes reading offline. Reading lists do not create or alter content in any way. To create Reading Lists, app users will register an account and marked pages will be tied to that account. Reading List account preferences sync between devices. You can read the same pages on different mobile platforms (tablets, phones). This is the first time we are syncing preference data between devices in such a way. We want to hear and address concerns about privacy and data security. We also want to explain why the current watchlist system is not being adapted for this purpose. Background [ editar código ] In 2016 the Android team replaced the simple Saved Pages feature with Reading Lists. Reading Lists allow users to bookmark pages into folders and for reading offline. The intent of this feature was to allow 'syncing' of these lists for users with many devices. Due to overlap with the Gather feature and related community concerns, this part was put on hold. The Android team has identified this lack of synching as a major area of complaint from users. They expect lists to sync. The iOS team has held off implementing Reading Lists, as syncing was seen as a 'must have' for this feature. A recent technical RfC has allowed these user stories and needs to be unblocked. Initially for Android, then iOS, and with web to potentially follow. Reading lists are private, stored as part of a user's account, not as a public wiki page. There is no sharing or publishing ability for reading lists. No planned work to make these public. The target audience are people that read Wikipedia and want to bookmark and organize that content in the app. There is a potential for the feature to be available on the web in the future. Why not watchlists [ editar código ] Watchlists offer similar functionality to Reading Lists. The Reading Infrastructure team evaluated watchlist infrastructure before exploring other options. In general, the needs of watchlists differ from Reading Lists in a few key ways: Reading lists focus on Reading articles, not the monitoring of changes. Watchlists are focused on monitoring changes of pages/revisions. The Watchlist infrastructure is key to our contributor community for monitoring content changes manually and through the use of automated tools (bots). Because of these needs, expanding the scope of Watchlists to reading purposes will only make the project harder to maintain and add more constraints. By keeping the projects separate it is easier to scale resources. We can serve these two different audiences and prioritize the work accordingly. Reading Lists are, by their nature, less critical to the health of Wikipedia/MediaWiki. Multi-project support. Reading Lists are by design cross-wiki/project. Watchlists are tied to specific wikis. While there have been many discussion for making them cross-wiki, resolution is not in the near term. More information can be found on MediaWiki.org where feedback and ideas are welcome. Thank you CKoerner (WMF) ( talk ) 20:35 20 jasyporundy 2017 (UTC) Changes to the global ban policy [ editar código ] Hello. Some changes to the community global ban policy have been proposed. Your comments are welcome at m:Requests for comment/Improvement of global ban policy . Please translate this message to your language, if needed. Cordially. Matiia ( Matiia ) 00:34 12 jasypateĩ 2017 (UTC) New print to pdf feature for mobile web readers [ editar código ] New print to pdf feature for mobile web readers The Readers web team will be deploying a new feature this week to make it easier to download PDF versions of articles on the mobile website . Providing better offline functionality was one of the highlighted areas from the research done by the New Readers team in Mexico, Nigeria, and India . The teams created a prototype for mobile PDFs which was evaluated by user research and community feedback. The prototype evaluation received positive feedback and results, so development continued. For the initial deployment, the feature will be available to Google Chrome browsers on Android. Support for other mobile browsers to come in the future. For Chrome, the feature will use the native Android print functionality. Users can choose to download a webpage as a PDF. Mobile print styles will be used for these PDFs to ensure optimal readability for smaller screens. The feature is available starting Wednesday, Nov 15. For more information, see the project page on MediaWiki.org . ¡Muchas gracias! CKoerner (WMF) ( talk ) 22:07 20 jasypateĩ 2017 (UTC) Call for Wikimania 2018 Scholarships [ editar código ] Hi all, We wanted to inform you that scholarship applications for Wikimania 2018 which is being held in Cape Town, South Africa on July 18–22, 2018 are now being accepted. Applications are open until Monday, 22 January 2018 23:59 UTC. Applicants will be able to apply for a partial or full scholarship. A full scholarship will cover the cost of an individual's round-trip travel, shared accommodation, and conference registration fees as arranged by the Wikimedia Foundation. A partial scholarship will cover conference registration fees and shared accommodation. Applicants will be rated using a pre-determined selection process and selection criteria established by the Scholarship Committee and the Wikimedia Foundation, who will determine which applications are successful. To learn more about Wikimania 2018 scholarships, please visit: wm2018:Scholarships . To apply for a scholarship, fill out the multi-language application form on: https://scholarships.wikimedia.org/apply It is highly recommended that applicants review all the material on the Scholarships page and the associated FAQ before submitting an application. If you have any questions, please contact: wikimania-scholarships at wikimedia.org or leave a message at: wm2018:Talk:Scholarships . Please help us spread the word and translate pages! Best regards, David Richfield and Martin Rulsch for the Scholarship Committee 19:24 20 jasypakõi 2017 (UTC) User group for Military Historians [ editar código ] Greetings, 'Military history' is one of the most important subjects when speak of sum of all human knowledge. To support contributors interested in the area over various language Wikipedias, we intend to form a user group. It also provides a platform to share the best practices between military historians, and various military related projects on Wikipedias. An initial discussion was has been done between the coordinators and members of WikiProject Military History on English Wikipedia. Now this discussion has been taken to Meta-Wiki. Contributors intrested in the area of military history are requested to share their feedback and give suggestions at Talk:Discussion to incubate a user group for Wikipedia Military Historians . MediaWiki message delivery ( discusión ) 10:46 21 jasypakõi 2017 (UTC) Obtenido de « https://gn.wikipedia.org/w/index.php?title=Vikipetã_myangekõi:Tekohapegua&oldid=104727 » Menú de navegación Tapicha rembipuru No has iniciado sesión Discusión Contribuciones Crear una cuenta Acceder Espacios de nombres Mba'e apopyrã rogue Myangekõi Variantes Techakuéra Moñe'ẽ Editar código Sección nueva Hecha tembiasakue Ve Heka Kundaharã Ape Tekohapegua Ag̃agua Oñemoambue pyahúva Kuatiarogue oñembosako'íva Pytyvõhára Me'ẽ rei Imprimir/exportar Crear un libro Descargar como PDF Osẽma haguãicha Tembiporu Oñembojoajukuaáva ko'ápe Moambue ohóva hese Tojehupi jehai'aty Kuatiarogue hekochĩchĩva Mbojokuaa pyta Información de la página Ambue ñe'ẽ Ko kuatiarogue oñemoambuejeýkuri: 10:46, 21 jasypakõi 2017. El texto está disponible bajo la Licencia Creative Commons Atribución-CompartirIgual 3.0 . pueden aplicarse términos adicionales. Véase Términos de uso para más detalles. Polítika marandu ñeñangareko rehegua Vikipetã rehegua Marandu leiguigua Desarrolladores Declaración de cookies Versión para móviles



https://pt.wikipedia.org/wiki/Fal%C3%A1cia
  Falácia – Wikipédia, a enciclopédia livre Falácia Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção: As fontes não cobrem todo o texto . Precisa ser wikificada . O termo falácia deriva do verbo latino fallere , que significa enganar . Designa-se por falácia um raciocínio errado com aparência de verdadeiro. ... [ editar | editar código-fonte ] Estas são as falácias formais e informais mais comuns. [ 2 ] [ 3 ] [ 4 ] [ 5 ] Falácias da ambiguidade [ editar | editar código-fonte ] Equívoco [ editar | editar código ... a diferença de sentido. Anfibologia [ editar | editar código-fonte ] Ocorre quando as premissas usadas ... a frase possui sentidos diversos a depender do contexto. Ênfase [ editar | editar código-fonte ... ironia . Apelo a motivos [ editar | editar código-fonte ] Apelo à força [ editar | editar código-fonte CACHE

Falácia – Wikipédia, a enciclopédia livre Falácia Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção: As fontes não cobrem todo o texto . Precisa ser wikificada . O termo falácia deriva do verbo latino fallere , que significa enganar . Designa-se por falácia um raciocínio errado com aparência de verdadeiro. [ 1 ] Na lógica e na retórica , uma falácia é um argumento logicamente inconsistente, sem fundamento, inválido ou falho na tentativa de provar eficazmente o que alega. Argumentos que se destinam à persuasão podem parecer convincentes para grande parte do público apesar de conterem falácias, mas não deixam de ser falsos por causa disso. Reconhecer as falácias é por vezes difícil. Os argumentos falaciosos podem ter validade emocional, íntima, psicológica, mas não validade lógica. É importante conhecer os tipos de falácia para evitar armadilhas lógicas na própria argumentação e para analisar a argumentação alheia. As falácias que são cometidas involuntariamente designam-se por paralogismos e as que são produzidas de forma a confundir alguém numa discussão designam-se por sofismas . [ 1 ] É importante observar que o simples fato de alguém cometer uma falácia não invalida toda a sua argumentação. Ninguém pode dizer: 'Li um livro de Rousseau , mas ele cometeu uma falácia, então todo o seu pensamento deve estar errado'. A falácia invalida imediatamente o argumento no qual ela ocorre, o que significa que só esse argumento específico será descartado da argumentação, mas pode haver outros argumentos que tenham sucesso. Por exemplo, se alguém diz: 'O fogo é quente e sei disso por dois motivos: ele é vermelho. e medi sua temperatura com um termômetro '. Nesse exemplo, foi de fato comprovado que o fogo é quente por meio da premissa 2. A premissa 1 deve ser descartada como falaciosa, mas a argumentação não está de todo destruída. O básico de um argumento é que a conclusão deve decorrer das premissas. Se uma conclusão não é consequência das premissas, o argumento é inválido. Deve-se observar que um raciocínio pode incorrer em mais de um tipo de falácia, assim como que muitas delas são semelhantes. Índice 1 Lista de falácias por categoria 1.1 Falácias da ambiguidade 1.1.1 Equívoco 1.1.2 Anfibologia 1.1.3 Ênfase 1.2 Apelo a motivos 1.2.1 Apelo à força 1.2.2 Apelo à consequência 1.2.3 Apelo ao medo 1.2.4 Argumentum ad misericordiam (apelo à misericórdia) 1.2.5 Apelo à emoção 1.2.6 Argumentum ad antiquitatem (apelo à antiguidade) 1.2.7 Argumentum ad novitatem (apelo à novidade) 1.2.8 Argumentum ad ignorantiam (apelo à ignorância) 1.2.9 Apelo ao preconceito 1.2.10 Apelo à vaidade 1.2.11 Apelo à popularidade 1.2.12 Apelo ao ridículo 1.3 Erros categoriais e de regras gerais 1.3.1 Composição 1.3.2 Divisão 1.3.3 Acidente 1.3.4 Inversão do acidente 1.4 Falácias causais 1.4.1 Falsa causa 1.4.2 Depois disso, por causa disso 1.4.3 Inversão de causa e efeito 1.4.4 Terceira causa 1.4.5 Causa diminuta 1.4.6 Causa complexa 1.5 Non-sequitur 1.5.1 Non sequitur (não se segue que) 1.5.2 Afirmação do consequente 1.5.3 Negação do antecedente 1.5.4 Inconsistência 1.6 Falácias da explicação 1.6.1 Invenção de fatos 1.6.2 Distorção de fatos 1.6.3 Teoria irrefutável 1.6.4 Deus das lacunas 1.6.5 Explicação incompleta 1.6.6 Explicação superficial 1.6.7 Petitio principii (petição de princípio) 1.6.8 Conclusão irrelevante 1.7 Erros de definição 1.7.1 Definição muito ampla 1.7.2 Definição muito restrita 1.7.3 Definição circular 1.7.4 Definição contraditória 1.7.5 Definição obscura 1.8 Falácias da dispersão 1.8.1 Falsa dicotomia 1.8.2 Reductio ad absurdum (redução ao absurdo) 1.8.3 Bola de neve 1.8.4 Pergunta complexa 1.8.5 Reductio ad Hitlerum (redução ao hitlerismo) 1.8.6 Argumentum ad nauseam (repetição nauseante) 1.8.7 Argumentum verbosium (prova por verbosidade) 1.8.8 Meio-termo 1.8.9 Inversão do ônus da prova 1.8.10 Falácia genética 1.8.11 Dicto Simpliciter (generalização inadequada) 1.9 Argumentum ad hominem 1.9.1 Ataque pessoal 1.9.2 Apelo ao rico (ad crumenam) 1.9.3 Apelo ao pobre ( ad pauper ) 1.9.4 Apelo à autoridade 1.9.5 Apelo à autoridade anônima 1.9.6 Argumentum ad lapidem 1.9.7 Estilo sem substância 1.9.8 Expulsão do grupo (falácia do escocês) 1.9.9 Espantalho 1.9.10 Inversão dos fatos 1.9.11 Egocentrismo ideológico 1.9.12 Bulverismo 1.9.13 Falácia da falsa proclamação de vitória 1.10 Falácias indutivas 1.10.1 Generalização precipitada 1.10.2 Amostra limitada 1.10.3 Falsa analogia 1.11 Outras falácias 1.11.1 Círculo vicioso 1.11.2 Complexo do pombo enxadrista 1.11.3 Esnobismo cronológico 1.11.4 Evidência anedótica 1.11.5 Falácia da pressuposição 1.11.6 Falácia da probabilidade condicionada 1.11.7 Falácia de validação pessoal (efeito Forer) 1.11.8 Falácia nomotética 1.11.9 Falácias tipo 'A' baseado em 'B' (conclusão sofismática) 1.11.10 Ignoratio elenchi (ignorância da questão, conclusão sofismática) 1.11.11 Plurium interrogationum 1.11.12 Red herring (arenque vermelho) 1.11.13 Apelo ao lucro 1.11.14 Falso axioma 1.11.15 Exigência de perfeição 1.11.16 Tu quoque (tu também) 1.11.17 Falácia da conversão 1.11.18 Falácia da oposição 1.11.19 Teoria da Conspiração 1.11.20 Falácia do holofote 1.11.21 Falácia do apostador 1.11.22 Argumentum ad contradictorium 2 Ver também 3 Referências 4 Ligações externas Lista de falácias por categoria [ editar | editar código-fonte ] Estas são as falácias formais e informais mais comuns. [ 2 ] [ 3 ] [ 4 ] [ 5 ] Falácias da ambiguidade [ editar | editar código-fonte ] Equívoco [ editar | editar código-fonte ] Usar uma afirmação com significado diferente do que seria apropriado ao contexto. [ 6 ] Ex.: Os assassinos de crianças são desumanos. Portanto, os humanos não matam crianças. Joga-se com os significados das palavras. A palavra 'humanos' possui vários sentidos, pode ser um tipo de primata (sentido biológico) ou uma boa pessoa (sentido moral), mas a falácia usa a palavra sem considerar a diferença de sentido. Anfibologia [ editar | editar código-fonte ] Ocorre quando as premissas usadas no argumento são ambíguas devido a sua má elaboração sintática . [ 6 ] Ex.: Venceu o Brasil a Argentina . Ele levou o pai ao médico em seu carro. 1. Quem venceu? 2. No carro de quem? Nesse caso, toda a frase possui sentidos diversos a depender do contexto. Ênfase [ editar | editar código-fonte ] Enfatizar uma palavra para sugerir o contrário. [ 6 ] Ex.: Hoje o capitão estava sóbrio (sugerindo embriaguez). Pronuncia-se a palavra 'hoje' com muita força para sugerir que ele é um alcoólatra. É uma ironia . Apelo a motivos [ editar | editar código-fonte ] Apelo à força [ editar | editar código-fonte ] Utilização de algum tipo de privilégio, força, poder ou ameaça para impor a conclusão. [ 7 ] Ex.: Acredite no que eu digo, não se esqueça de quem é que paga o seu salário. O oponente pode perder a coragem de enfrentar seu chefe porque pode perder o emprego. Apelo à consequência [ editar | editar código-fonte ] Considerar uma premissa verdadeira ou falsa conforme sua consequência é desejada. [ 7 ] Ex.: Você deve ser bom com os outros ou irá para o Inferno. Você nada tem a perder sendo religioso porque, se Deus existe, você será recompensado. A premissa é tida como válida somente porque a conclusão nos agrada ou assusta. Apelo ao medo [ editar | editar código-fonte ] Apelar ao medo para validar o argumento. Ex.: Vote no candidato tal, pois o candidato adversário vai trazer a ditadura de volta. É uma variação do apelo à consequência. Argumentum ad misericordiam (apelo à misericórdia) [ editar | editar código-fonte ] Também chamado apelo à piedade . Consiste no recurso à piedade ou a sentimentos relacionados, tais como solidariedade e compaixão, para que a conclusão seja aceita, embora a piedade não esteja relacionada ao assunto ou à conclusão do argumento. [ 7 ] Do argumento ad misericordiam deriva o argumentum ad infantium - 'Faça isso pelas crianças'. A emoção é usada para persuadir as pessoas a apoiar (ou intimidá-las a rejeitar) um argumento com base na emoção, mais do que em evidências ou razões. Apelo à emoção [ editar | editar código-fonte ] Recorrer à emoção para validar o argumento. Ex.: Apelo ao júri para que contemple a condição do réu , um homem sofrido, que agora passa pelo transtorno de ser julgado em um tribunal . O advogado quer que o júri absolva o réu por compaixão. É semelhante ao apelo à misericórdia. Argumentum ad antiquitatem (apelo à antiguidade) [ editar | editar código-fonte ] Afirmar que algo é verdadeiro ou bom somente porque é antigo ou porque 'sempre foi assim'. Ex.: Os homens da caverna já faziam assim, esta é a maneira correta de se fazer. Ex. 2: Nossos avós educavam dessa maneira, assim é o jeito certo de educar. Argumentum ad novitatem (apelo à novidade) [ editar | editar código-fonte ] Argumentar que o novo é sempre melhor, sem uma justificativa. Ex.: Na filosofia , Sócrates já está ultrapassado. É melhor Sartre , pois é mais recente. Argumentum ad ignorantiam (apelo à ignorância) [ editar | editar código-fonte ] Tentar provar algo a partir da ignorância quanto à sua validade. Só porque não se sabe se algo é verdadeiro, não quer dizer que seja falso, e vice-versa. [ 8 ] Ex.: Ninguém conseguiu provar que Deus existe, logo ele não existe. Ou o contrário. Ex.: Ninguém conseguiu provar que Deus não existe, logo ele existe. Apelo ao preconceito [ editar | editar código-fonte ] Associar valores morais, políticos, sociais ou culturais a uma pessoa para convencer o adversário ou desmerecer suas opiniões. [ 7 ] Ex.: Uma pessoa religiosa como você não é capaz de argumentar racionalmente comigo. A pessoa é estigmatizada por ser religiosa, considerada inferior ao oponente. Apelo à vaidade [ editar | editar código-fonte ] Provocar a vaidade do oponente para vencê-lo. Ex.: Não acredito que uma pessoa culta como você acredita nessa teoria. O oponente, por ser muito culto, pode se sentir envergonhado de defender essa teoria 'absurda'. É o contrário do apelo ao preconceito. Apelo à popularidade [ editar | editar código-fonte ] Também chamado apelo ao povo . É a tentativa de ganhar a causa por apelar a uma grande quantidade de pessoas. Por vezes é chamada de apelo à emoção , pois os apelos emocionais tentam atingir toda a população. [ 7 ] Ex.: Inúmeras pessoas acreditam em Deus, portanto Deus existe. Apelo ao ridículo [ editar | editar código-fonte ] Ridicularizar um argumento como forma de derrubá-lo. Ex.: Se a teoria da evolução fosse verdadeira, significaria que o seu tataravô seria um gorila. Espera-se que o oponente desista da sua convicção porque ela parece ridícula. Erros categoriais e de regras gerais [ editar | editar código-fonte ] Composição [ editar | editar código-fonte ] É o fato de concluir que uma propriedade das partes deve ser aplicada ao todo. [ 9 ] Ex.: Todas as peças deste caminhão são leves. logo, o caminhão é leve. Perceba que o termo 'leve' aplicado ao exemplo tem sentido vago, diferentemente de na frase 'todas as peças têm 1kg. logo, o caminhão tem 1kg', onde o valor sugerido é inequivocamente especificado, tornando óbvia a invalidade do argumento. Divisão [ editar | editar código-fonte ] É o oposto da falácia de composição. Supõe que uma propriedade do todo é aplicada a cada parte. [ 9 ] Ex.: Você deve ser rico, pois estuda em um colégio de ricos. Acidente [ editar | editar código-fonte ] Trata-se de querer aplicar uma regra geral a todos os casos, ignorando as exceções. [ 10 ] Ex.: Devemos usar um protetor solar por causa da radiação UV, então devemos usá-lo hoje à noite, na praia. Inversão do acidente [ editar | editar código-fonte ] Trata-se de querer usar uma exceção como se fosse uma regra geral. [ 10 ] Ex.: Se deixarmos os doentes terminais usarem maconha , deveremos deixar todas as pessoas a usarem. É chamada de generalização precipitada e se assemelha à amostra limitada. Falácias causais [ editar | editar código-fonte ] Falsa causa [ editar | editar código-fonte ] Afirma que apenas porque dois eventos ocorreram juntos, eles estão relacionados. Ex: Ao apontar para um gráfico complicado, Rogério mostra que as temperaturas vem aumentando nos últimos séculos, enquanto que o número de piratas vem diminuindo. logo, os piratas causam resfriamento global e portanto o aquecimento global é uma farsa. Depois disso, por causa disso [ editar | editar código-fonte ] Consiste em dizer que, pelo simples fato de um evento ter ocorrido logo após o outro, eles têm uma relação de causa e efeito. Porém, correlação não implica causalidade . [ 11 ] Ex.: O Sol nasce porque o galo canta. Inversão de causa e efeito [ editar | editar código-fonte ] Considerar um efeito como uma causa. [ 11 ] Ex.: O investimento na educação sexual causou a propagação da SIDA . Na verdade, foi exatamente o contrário. A epidemia de SIDA levou ao incremento da educação sexual como forma de prevenção. Terceira causa [ editar | editar código-fonte ] Ignorar a existência de uma terceira causa, não levada em conta nas premissas. [ 11 ] Ex.: Estamos vivendo uma fase de elevado desemprego, que é provocado por um baixo consumo. Há uma causa tanto para o desemprego como para o baixo consumo. Ex.: A Alemanha está em crise, que é provocada pelos banqueiros judeus. Existem outros motivos para a crise (ter perdido a Primeira Guerra pode ser uma terceira causa). Causa diminuta [ editar | editar código-fonte ] Apontar uma causa pouco importante. [ 11 ] Ex.: Fumar causa a poluição do ar em Edmonton. A causa maior é a poluição industrial e dos automóveis. Causa complexa [ editar | editar código-fonte ] Supervalorizar uma causa quando há várias ou um sistema de causas. [ 11 ] Ex.: O menino não teria sido atingido pela bola se não houvesse acabado o recreio. Mas também não teria sido atingido se o colega não tivesse chutado a bola para cima, quando o recreio acabou. Houve muitas outras causas. Non-sequitur [ editar | editar código-fonte ] Non sequitur (não se segue que) [ editar | editar código-fonte ] Tipo de falácia no qual a conclusão não se sustenta nas premissas . Há uma violação da coerência textual. [ 12 ] Ex.: Que nome complicado tem este futebolista! Deve jogar muita bola. A conclusão de que ele joga muito bem nada tem a ver com a premissa de seu nome complicado. É o modelo básico de uma falácia porque as premissas não levam à conclusão e podem até levar ao sentido contrário. Afirmação do consequente [ editar | editar código-fonte ] Essa falácia ocorre quando se tenta construir um argumento condicional da seguinte forma: Se A, então B. B Então A. Ex.: Se há carros, então há poluição. Há poluição. Logo, há carros. Afirma-se o consequente e depois se afirma o antecedente da proposição condicional. O antecedente é o que vem depois de 'se' (A) e o consequente é o que vem depois de 'então' (B). [ 12 ] A poluição não é causada somente por carros. Negação do antecedente [ editar | editar código-fonte ] Essa falácia ocorre quando se tenta construir um argumento condicional da seguinte forma: Se A, então B. Não A Então não B. Ex.: Se há carros, então há poluição. Não há carros. Logo, não há poluição. Nega-se o antecedente e depois se nega o consequente. [ 12 ] A falta de carros não acarreta necessariamente a falta de poluição. OBS: Os modos certos de argumentar são os contrários, afirmar o antecedente e depois afirmar o consequente ou negar o consequente e depois negar o antecedente. Inconsistência [ editar | editar código-fonte ] Construir um raciocínio com premissas contraditórias. [ 12 ] Ex.: John é maior do que Jake e Jake é maior do que Fred, enquanto Fred é maior do que John. Qual é o maior? Falácias da explicação [ editar | editar código-fonte ] Invenção de fatos [ editar | editar código-fonte ] Consiste em mentir, dar falsa resposta ou apresentar informações imprecisas. Ex.: A causa da gripe é o consumo de arroz. Distorção de fatos [ editar | editar código-fonte ] Também chamada de omissão de dados . Mascarar os verdadeiros fatos. [ 13 ] Ex.: O segredo da minha força são os cabelos. É omissão de informação. Teoria irrefutável [ editar | editar código-fonte ] Informar um argumento com uma hipótese que não pode ser testada. Ex.: Ganhei na loteria porque Deus quis assim. Uma proposição que não pode ser testada e refutada não possui valor.(Porém, depende do conceito teológico de Deus, pois dependo deste, podendo ser testada qualquer afirmação relativa de alguma maneira, que não precisa ser necessariamente da maneira científica, principalmente quando essa a proposição não é sobre algo observável ou experimentável). Para mais ver: Método científico . Deus das lacunas [ editar | editar código-fonte ] Responder a questões sem solução com explicações sobrenaturais e/ou que não podem ser comprovadas. Ex.: Os passageiros do avião sobreviveram porque Deus interveio no acidente. Deus supre a falta de explicações, as lacunas. É uma teoria irrefutável. Explicação incompleta [ editar | editar código-fonte ] Ex.: As pessoas tornam-se esquizofrênicas porque as diferentes partes dos seus cérebros funcionam separadas. O fato de partes diferentes do cérebro funcionarem separadamente é só um dos aspectos da esquizofrenia, mas que por si só não qualifica a doença. Explicação superficial [ editar | editar código-fonte ] Usar classificações para tirar conclusões. Ex.: A minha gata Elisa gosta de atum porque é uma gata. O gato deve gostar de atum somente porque é um gato, é uma questão de categoria. Petitio principii (petição de princípio) [ editar | editar código-fonte ] Demonstrar uma tese partindo do princípio de que já é válida. [ 14 ] Ex.: É fato que a Bíblia é verdadeira, portanto todos devem buscar nela a verdade. Trata-se de usar uma premissa que é igual à conclusão e forma com esta um raciocínio circular. A Bíblia é verdadeira porque contém a verdade e contém a verdade porque é verdadeira. De fato, a informação de veracidade da Bíblia foi usada na premissa e na conclusão, não se usou uma premissa que levasse a uma conclusão de veracidade. Conclusão irrelevante [ editar | editar código-fonte ] Obter uma conclusão que não decorre das premissas. [ 14 ] Ex.: A lei deve estipular um sistema de cotas nas eleições para que as mulheres possam ocupar mais cargos políticos. Os cargos são dominados por homens e não fazer algo para mudar essa situação é inaceitável. Necessitamos de uma sociedade mais igualitária. As cotas não são a solução única e obrigatória do problema, o que se requer em um raciocínio dedutivo . A conclusão irrelevante ou sofismática é do tipo non sequitur , as premissas não justificam a conclusão. Erros de definição [ editar | editar código-fonte ] Definição muito ampla [ editar | editar código-fonte ] Ex.: Uma maçã é um objeto vermelho e redondo. [ 15 ] Mas o planeta Marte também é vermelho e redondo. Definição muito restrita [ editar | editar código-fonte ] Ex.: Uma maçã é um objeto vermelho e redondo. [ 15 ] Mas há maçãs que não são vermelhas. Definição circular [ editar | editar código-fonte ] Definir um termo usando o próprio termo que está sendo definido. [ 15 ] Ex.: A Bíblia é a palavra de Deus porque foi inspirada por Deus. A circularidade consiste em repetir a premissa na conclusão. Definição contraditória [ editar | editar código-fonte ] Definir algo com termos que se contradizem. [ 15 ] Ex.: Para serem livres, submetam-se a mim. Definição obscura [ editar | editar código-fonte ] Definir algo em termos imprecisos ou incompreensíveis. [ 15 ] Ex.: Vida é a borboleta sublime que bate suas asas dentro de nós. Falácias da dispersão [ editar | editar código-fonte ] Falsa dicotomia [ editar | editar código-fonte ] Também conhecida como falácia do branco e preto ou do falso dilema. Ocorre quando alguém apresenta uma situação com apenas duas alternativas, quando de fato outras alternativas existem ou podem existir. [ 8 ] Ex.: Se o sapato não é preto, ele é branco. O sapato não é preto. Logo, ele é branco. é uma falacia pois sapatos podem ser de outras cores além de preto e branco, e não se segue logicamente que se ele não é uma especifica, logo seria outra especifica(se não-preto, branco. se não-branco, preto). porém, obviamente a falacia se aplica apenas a quanto a dicotomia é de fato falsa, o que dependo da afirmação. levando em conta também as existências do validos e tradicionais Princípio da bivalência e Lei do terceiro excluído , dos quais são verdadeiros principalmente em casos de existência factual, pois não há um meio termo entre existência e inexistência. Reductio ad absurdum (redução ao absurdo) [ editar | editar código-fonte ] Consiste em averiguar uma hipótese, chegando a um resultado absurdo, para depois tentar invalidar essa hipótese. Essa técnica é utilizada muitas vezes sem ter o caráter falacioso, inclusive para provar teorias. Por exemplo, matemáticos gregos da Antiguidade provaram que a raiz quadrada de 2 é um número irracional, demonstrando que a hipótese contrária (a de ser um número racional, na forma p/q onde p e q são inteiros) leva a um absurdo. Só é falaciosa quando o raciocínio desenvolvido pela pessoa utiliza falsas premissas. Ex.: A: Você deveria respeitar a crença de C porque todas as crenças são de igual validade e não podem ser negadas. B: Eu recuso que todas as crenças sejam de igual validade. B: De acordo com sua declaração, essa minha crença é válida, como todas as outras crenças. B: Contudo, sua afirmação também contradiz e invalida a minha, sendo exatamente o oposto dela. Aparentemente B mostrou que a afirmação de A é contraditória, porém A possivelmente quis dizer apenas que todas as crenças são subjetivamente válidas, ou seja, B fez uso de uma premissa falsa, uma premissa que não foi lançada por A. Bola de neve [ editar | editar código-fonte ] Também chamada de derrapagem , ou declive escorregadio . Elaborar uma sucessão de premissas e conclusões que conduzem ao absurdo. [ 8 ] Ex.: Se legalizarmos o aborto de bebês anencéfalos, logo iremos legalizar o aborto em bebês com síndrome de Down e, no final, todo tipo de aborto será legalizado. Pergunta complexa [ editar | editar código-fonte ] Insinuação por meio de pergunta. [ 8 ] Ex.: Por que você bate na sua esposa? São duas peguntas numa só: Você bate na sua esposa? Por que você faz isso? Insinua-se que o homem bate na sua esposa. Reductio ad Hitlerum (redução ao hitlerismo) [ editar | editar código-fonte ] Invalidar um argumento pela comparação com Hitler ou com o nazismo . Ex.: Hitler acreditava em Deus, então os crentes não devem ser boas pessoas. Argumentum ad nauseam (repetição nauseante) [ editar | editar código-fonte ] É a aplicação da repetição constante e a crença incorreta de que, quanto mais se diz algo, mais correto isso está. Ex.: Se Joãozinho diz tanto que sua ex-namorada é uma mentirosa, então ela é. Espera-se convencer o oponente com a saturação da sua mente pelo argumento. Argumentum verbosium (prova por verbosidade) [ editar | editar código-fonte ] Tentativa de esmagar os envolvidos pelo discurso prolixo, apresentando um enorme volume de material. Superficialmente, o argumento parece plausível e bem pesquisado, mas é tão trabalhoso desembaraçar e verificar cada fato comprobatório que pode acabar por ser aceito sem ser contestado. É mais uma tentativa de saturar a mente do oponente. Meio-termo [ editar | editar código-fonte ] Recorrer ao meio-termo sem razão. Ex.: Não temos relógio, mas alguns dizem que são dez horas e outros dizem que são seis horas, então é mais acertado supor que são oito horas. O meio-termo pode ou não ser falacioso, depende do contexto. Além disso, a exclusão do meio-termo pode também ser uma falácia. Inversão do ônus da prova [ editar | editar código-fonte ] O argumentador transfere ao seu opositor a responsabilidade de comprovar o argumento contrário, eximindo-se de provar a base do seu argumento original. O ônus da prova inicial cabe sempre a quem faz a afirmação primária positiva. Ex.: Dragões existem porque ninguém conseguiu provar que eles não existem. No caso acima, o ônus da prova recairá sobre quem fez a afirmação de que dragões existem. Ex.: Extraterrestres não existem porque ninguém conseguiu provar que eles existem. Ausência de prova não significa prova de ausência, não sendo necessário que alguém prove a existência de algo para demonstrar a invalidade dos argumentos que defendem a inexistência. Falácia genética [ editar | editar código-fonte ] Consiste em aprovar ou desaprovar algo baseando-se unicamente em sua origem. Ex.: Você gosta de chocolate porque seu antepassado do século XVIII também gostava. Aponta-se a causa remota como o fator de validade. Dicto Simpliciter (generalização inadequada) [ editar | editar código-fonte ] Ocorre quando o tamanho da amostra é pequeno demais para sustentar uma generalização. Também referido como compreensão errônea da natureza da estatística, ou estatística de números pequenos. Ex.: Minha namorada me traiu. Logo, as mulheres tendem à traição. Argumentum ad hominem [ editar | editar código-fonte ] Ataque pessoal [ editar | editar código-fonte ] Em vez de o argumentador provar a falsidade do enunciado, ele ataca a pessoa que fez o enunciado. [ 16 ] Ex.: Se foi um burguês quem disse isso, certamente é engodo. O argumento está errado porque foi dito por um 'canalha'. Apelo ao rico (ad crumenam) [ editar | editar código-fonte ] Essa falácia consiste em pregar que a riqueza ou o sucesso material torna as pessoas corretas. Ex.: O barão é um homem bem sucedido na vida. Se ele diz que isto é bom, há de ser. Apelo ao pobre ( ad pauper ) [ editar | editar código-fonte ] Oposto ao ad crumenam . Essa é a falácia de assumir que, apenas porque alguém é mais pobre, então é mais virtuoso e verdadeiro. Ex.: Joãozinho é pobre e deve ter sofrido muito na vida. Se ele diz que isso é uma cilada, eu acredito. Apelo à autoridade [ editar | editar código-fonte ] Argumentação baseada no apelo a alguma autoridade reconhecida para comprovar a premissa. [ 16 ] Ex.: Se Aristóteles disse que o Sol gira ao redor da Terra em uma das esferas celestes, então é certamente verdade. É como se um especialista pudesse acertar em tudo o que diz, mesmo sendo algo fora da sua área de especialidade. Essa falácia consiste em usar as opiniões de especialistas em áreas nas quais eles são leigos, como um físico se pronunciando sobre antropologia. A opinião dele só vale dentro da física. No caso acima, Aristóteles não tinha meios de testar essa teoria astronômica, no tempo dele não havia recursos para isso. Entretanto, as teses dele em metafísica certamente podem ser consideradas porque não dependem de instrumentos e experimentação, somente do raciocínio típico de um filósofo. Apelo à autoridade anônima [ editar | editar código-fonte ] Trata-se de fazer afirmações recorrendo a supostas autoridades, mas sem citar as fontes. [ 16 ] Ex.: Os peritos dizem que a melhor maneira de prevenir uma guerra nuclear é estar preparado para ela. Que peritos? Argumentum ad lapidem [ editar | editar código-fonte ] Desqualificar uma afirmação como absurda, mas sem provas. Ex.: João, ministro da educação, é acusado de corrupção e defende-se dizendo: 'Esta acusação é um disparate'. Baseado em quê? Onde estão as evidências em contrário? Estilo sem substância [ editar | editar código-fonte ] Validar um argumento por sua beleza estética ou pela elegância do argumentador. [ 16 ] Ex.: Trudeau sabe dirigir as massas com muita habilidade. Ele deve ter razão. Expulsão do grupo (falácia do escocês) [ editar | editar código-fonte ] Fazer uma afirmação sobre uma característica de um grupo e, quando confrontado com um exemplo contrário, afirmar que esse exemplo não pertence realmente ao grupo. Ex.: Nenhum escocês coloca açúcar em seu mingau. Ora, eu tenho um amigo escocês que faz isso. Ah, sim, mas nenhum escocês 'de verdade' coloca. A falácia não ocorre se há uma justificativa para o argumento. Espantalho [ editar | editar código-fonte ] Consiste em criar ideias reprováveis ou fracas, atribuindo-as à posição oposta. [ 14 ] Ex.: Deveríamos abolir todas as armas do mundo porque elas causam guerras. Só assim haveria paz verdadeira. Meu adversário, por ser de um partido de esquerda , é favorável ao comunismo radical e quer retirar todas as suas posses, além de ocupar as suas casas com pessoas que você não conhece. O outro é convertido num monstro, num espantalho, uma figura fácil de odiar e na qual todos querem bater visto que sua maldade foi 'comprovada'. É dessa forma que se faz uma pessoa odiar alguém ou alguma coisa, basta associá-los a outra pessoa ou coisa que todos odeiam. Leva-se a pessoa a odiar o outro por associação. É uma demonização do oponente. Inversão dos fatos [ editar | editar código-fonte ] O argumentador rebate o ataque de seu adversário usando o mesmo argumento. Ex.: A: B é um comunista! B: Na verdade A que é um comunista! Egocentrismo ideológico [ editar | editar código-fonte ] Realizar um argumento de forma parcial e tendenciosa. Ex.: O liberalismo é o ideal, pois Smith disse que... O marxismo é o ideal, pois Marx disse que... A pessoa só consegue pensar de seu ponto de vista. Bulverismo [ editar | editar código-fonte ] Argumentar partindo do pressuposto de que o oponente já está comprovadamente errado. Ex.: Você está dizendo que a Bíblia é correta? Nem vou discutir com você, parei. Sabemos que a ciência comprovadamente explica tudo corretamente. Se você não acredita que a Bíblia é infalível, já perdeu o argumento, pois é óbvio que ela é. É um egocentrismo ideológico, não se consegue considerar os pontos de vista do outro. Falácia da falsa proclamação de vitória [ editar | editar código-fonte ] Proclamar vitória, dando a entender que venceu a discussão, sem ter conseguido realmente apresentar bons argumentos. É uma bravata contra o oponente para intimidá-lo. Falácia do Hater ou da inveja Consiste em alegar que o interlocutor é um hater e desse modo busca-se invalidar seus argumentos ou lhes infligir uma conotação negativa, mesmo que tais argumentos estejam perfeitamente em ordem e devidamente evidenciados. O mesmo ocorre quando para invalidar um argumento adversário, ataca-lhe diretamente o seu interlocutor inferindo que este sofre de 'inveja' e sendo assim, os argumentos deste devam ser considerados inconsistentes . Falácias indutivas [ editar | editar código-fonte ] Generalização precipitada [ editar | editar código-fonte ] Uma pequena amostra, enumeração insuficiente ou imperfeita, conduzem a uma conclusão tendenciosa. . [ 13 ] Amostra limitada [ editar | editar código-fonte ] A amostra não representa toda a população, a parte é tomada como sendo o todo. É uma generalização precipitada. Ex: Na região Sul do Brasil, faz muito frio. Logo, em todo o Brasil faz frio. [ 13 ] Falsa analogia [ editar | editar código-fonte ] De uma semelhança parcial conclui-se uma semelhança total. em outras situações, duas coisas dissímiles ou sem relação são comparadas. Exs.: Marte, tal como a Terra, é um planeta. ora, esta é habitada. portanto Marte também o é. Os empregados são como pregos: temos que martelar a cabeça para que cumpram suas funções. [ 13 ] Outras falácias [ editar | editar código-fonte ] Círculo vicioso [ editar | editar código-fonte ] É a tentativa de provar uma conclusão com base em uma retroalimentação, o efeito reforçando a causa. Em outros termos, é uma dupla petição de princípio, que consiste em demonstrar, uma por outra, duas proposições que carecem igualmente de prova. Ex.: A inflação diminui o poder dos salários, temos que aumentar os salários, mas, fazendo-o, teremos que aumentar os preços para pagá-los, o que aumentará a inflação. A polícia me passou uma multa porque não gosta de mim. E a prova de que eles não gostam de mim é terem me passado uma multa. A ordem do universo é um efeito da sabedoria divina, e esta somente pode ser demonstrada pela ordem do universo. Uma coisa leva à outra. Complexo do pombo enxadrista [ editar | editar código-fonte ] Proclamar vitória, dando a entender que venceu a discussão, sem ter conseguido realmente apresentar bons argumentos. É uma bravata contra o oponente para intimidá-lo. É parecida com a falsa proclamação de vitória . Esnobismo cronológico [ editar | editar código-fonte ] Ocorre quando o pensamento , a arte ou a ciência de um período histórico anterior é tido como inevitavelmente inferior, quando comparado com os equivalentes do tempo presente. Ex.: A é um argumento antigo, da época em que as pessoas também acreditavam em B. Se B é claramente falso, A também é falso. É um apelo à tradição ou à antiguidade . Evidência anedótica [ editar | editar código-fonte ] Refere-se a uma evidência informal na forma de anedota (conto, episódio, derivado do grego anékdota , significando 'coisas não publicadas') ou de 'ouvir falar'. A evidência anedótica é chamada de testemunho. Ex.: Há provas abundantes de que Deus existe e de que continua produzindo milagres hoje. Na semana passada, li sobre uma menina que estava morrendo de câncer. Sua família inteira foi à igreja e rezou e ela se curou. É um mero boato. Falácia da pressuposição [ editar | editar código-fonte ] Consiste na inclusão de uma pressuposição que não foi previamente esclarecida como verdadeira, ou seja, na falta de uma premissa. Ex.: Você já parou de bater na sua esposa? É uma pergunta maliciosa porque se divide em duas. A primeira seria 'Você bate na sua esposa?', é isso o que se pretende dizer aos ouvintes. É semelhante à pergunta complexa . Falácia da probabilidade condicionada [ editar | editar código-fonte ] Ocorre quando se expõem estatísticas e probabilidades sem oferecer o contexto necessário para sua interpretação, confundem-se probabilidades condicionais, invertendo-as ou tratando-as como se fossem incondicionais. Ex.: Os jurados foram expostos à chance de o marido vir a matar a mulher porque ele a espancava, quando o dado relevante, diante do fato consumado (a esposa já tinha sido assassinada), era 'Qual a chance de a mulher ter sido morta pelo marido, dado que ele a espancava?'. A chance de ser morta por um marido espancador é de 1 em 1.000, de qualquer forma é muito mais alta que o risco de uma mulher ser morta por um marido que não a espanca ou por um estranho qualquer na rua, mas era a pergunta errada. Falácia de validação pessoal (efeito Forer) [ editar | editar código-fonte ] Avaliar algo ou alguém com critérios genéricos, dando a entender que essa avaliação é individual. Seria como avaliar alguém em função de ser comunista, como se todos os comunistas fossem iguais. Falácia nomotética [ editar | editar código-fonte ] Consiste na crença de que uma questão pode ser resolvida simplesmente dando-lhe um novo nome, quando, na realidade, a questão permanece sem solução. Ex: Renomear o criacionismo como design inteligente ou o comunismo como democracia popular . Falácias tipo 'A' baseado em 'B' (conclusão sofismática) [ editar | editar código-fonte ] Ocorrem dois fatos. São colocados como similares por serem derivados ou similares a um terceiro fato. Ex.: O islamismo é baseado na fé . O cristianismo é baseado na fé. Logo, o islamismo é similar ao cristianismo. É uma falsa aplicação do princípio do silogismo . Pode-se visualizar como três conjuntos, o cristianismo e o islamismo são dois conjuntos dentro do conjunto fé, mas isso não significa que aqueles dois conjuntos são iguais, eles apenas compartilham o elemento fé. Ignoratio elenchi (ignorância da questão, conclusão sofismática) [ editar | editar código-fonte ] Consiste em utilizar argumentos que podem ser válidos para chegar a uma conclusão que não tem relação alguma com os argumentos utilizados. Tenta-se provar uma coisa diferente daquela de que se trata. Ex.: Os astronautas do Projeto Apollo eram bem preparados, todos eram excelentes aviadores e tinham boa formação acadêmica e intelectual, além de apresentarem boas condições físicas. Logo, foi um processo natural os Estados Unidos ganharem a corrida espacial contra a União Soviética , pois o povo americano é superior ao povo russo. O advogado tenta provar a inocência do cliente, afirmando que ele é um bom pai, um bom filho, etc. Só a conclusão é discutível, as premissas são verdadeiras. É uma falácia de conclusão irrelevante. Esse é o modelo de falácia porque as premissas não levam à conclusão exposta. Plurium interrogationum [ editar | editar código-fonte ] Ocorre quando se exige uma resposta simples a uma questão complexa. Ex.: O que faremos com esse criminoso? Matar ou prender? É um falso dilema . Red herring (arenque vermelho) [ editar | editar código-fonte ] Falácia cometida quando material irrelevante é introduzido no assunto discutido, para desviar a atenção e chegar a uma conclusão diferente. Ex.: Será que o palhaço é o assassino? No ano passado, um palhaço matou uma criança. O fato de um palhaço ter matado uma criança não significa nada, não interfere no caso em questão. As premissas usadas devem ser relevantes para a conclusão. (O termo 'arenque vermelho' faz referência a um peixe que pode ser atravessado no caminho de um cão farejador, fazendo com que ele perca a sua pista.) Apelo ao lucro [ editar | editar código-fonte ] Considerar uma conclusão verdadeira ou falsa conforme suas premissas financeiras. Ex.: Se o aquecimento global for verdade, então muitos cientistas vão ganhar dinheiro para pesquisas e muitas empresas vão lucrar milhões para produzirem energia de fontes que não emitem dióxido de carbono . Portanto, o aquecimento global não é verdade. Se o aquecimento global for verdade, então países pobres ou em desenvolvimento vão ter prejuízo por não explorarem suas jazidas de petróleo e carvão . Portanto, o aquecimento global não é verdade. A conclusão é válida ou inválida porque vai haver lucro ou prejuízo financeiro. É uma insinuação maliciosa de que as teorias são feitas para causar lucros ou prejuízos às pessoas. É uma forma de ataque pessoal porque insinua que o oponente tem algo a ganhar com seu argumento. Esse ganho pessoal pode não ser financeiro, é comum insinuar que o oponente tem motivos pessoais para defender um argumento, mas todo argumento deve ser analisado conforme a adequação da conclusão às premissas. Falso axioma [ editar | editar código-fonte ] Consiste em fazer uma afirmação duvidosa parecer uma verdade incontestável. Ex.: Em briga de marido e mulher, ninguém mete a colher. Exigência de perfeição [ editar | editar código-fonte ] Pede-se mais do que o necessário para resolver um problema. Ex.: A egiptóloga Fulana de Tal é uma principiante, obteve o doutorado há pouco tempo, tem limitada experiência: não pode julgar um descobrimento tão importante. É um ataque pessoal. Tu quoque (tu também) [ editar | editar código-fonte ] Consiste em admitir um erro que os outros também cometem, como se fosse uma desculpa. [ 16 ] Ex.: Você também foi acusado de crime de corrupção. Falácia da conversão [ editar | editar código-fonte ] Ex.: O mendigo pede. Logo, quem pede é mendigo. Não respeita as leis da oposição. Pode-se imaginar o conjunto mendigos dentro do conjunto pedintes, mas pode haver pessoas dentro do conjunto pedintes que não fazem parte do conjunto mendigos. Além disso, a negação de que todo mendigo pede é que algum mendigo não pede. Falácia da oposição [ editar | editar código-fonte ] Ex.: É falso que todo homem é sábio. Nenhum homem é sábio. Não respeita as leis da oposição. A conclusão pretende ser a negação da premissa, portanto a sentença certa é 'Algum homem não é sábio'. OBS: Algum é a negação (oposição, contrário) tanto de todo como de nenhum. Teoria da Conspiração [ editar | editar código-fonte ] Ex.: Um grupo antigo e secreto controla todos os aspectos da vida na Terra. Não há nenhuma prova da existência deste grupo. Isso acontece porque um grupo antigo e secreto controla todos os aspectos da vida na Terra. Consiste em atribuir verdade aos fatos, exclusiva ou principalmente por conta de seu caráter supostamente secreto ou sigiloso. A impossibilidade de verificar os fatos torna a falácia mais persuasiva, convencendo o interlocutor da capacidade dos conspiradores de esconder a própria existência. [ 17 ] [ 18 ] Falácia do holofote [ editar | editar código-fonte ] Presume que o aumento da atenção da mídia ou da imprensa sobre determinado assunto signifique um aumento da ocorrência ou frequência de ocorrência do evento tratado. O raciocínio é falho, pois a atenção da mídia pode ser direcionada por diversos outros motivos, além da frequência de ocorrências do evento tratado. Ex.: Os casos de pedofilia vem aumentando, a mídia vem reportando muito mais casos ultimamente. Falácia do apostador [ editar | editar código-fonte ] Consiste em acreditar que se, durante um sorteio aleatório, um resultado pouco provável é obtido muitas vezes, os sorteios seguintes irão talvez compensar este desvio e dar várias vezes o resultado oposto. Por exemplo, se ao fazer 'cara ou coroa' um jogador obtiver um grande número de 'caras', acreditará ter mais probabilidades de obter 'coroas' nos sorteios seguintes. Argumentum ad contradictorium [ editar | editar código-fonte ] Você sugere ao seu oponente a beber de outras fontes. Ex.: Pessoa 1: O salário do Juíz vale mais que todos do presidente. Pessoa 2: O tal jornal diz que isso não é verídico. Pessoa 1: Sugiro que verifique em outras fontes 'não manipuladoras' Ver também [ editar | editar código-fonte ] Dialética erística Elencos Sofísticos Ética da discussão Sofisma Stephen Downes Referências ↑ a b «Falácias e Paradoxos» , A Filosofia , PT : Sapo . ↑ Logical «Argumentum ad misericordiam» Verifique valor |contribution-url= ( ajuda ) , Fallacies and the Art of Debate [ Falácias e a arte do debate ] (em inglês), CSUN . ↑ «Argumentum ad Misericordiam» , Introduction to Logic [ Introdução à Lógica ] (em inglês) . ↑ «Britannica» (em inglês) . Consultado em 3 de maio de 2009 ↑ «Falácia ad hominem» . Dicionário escolar de filosofia . Def na Rede . Consultado em 3 de maio de 2009 ↑ a b c «Falácias da ambiguidade» . Guia das Falácias . Crítica na Rede ↑ a b c d e «Apelo a motivos (em vez de razões)» . Guia das Falácias . Crítica na Rede ↑ a b c d «Falácias da dispersão» . Guia das Falácias . Crítica na Rede ↑ a b «Erros categoriais» . Guia das Falácias . Crítica na Rede ↑ a b «Falácias com regras gerais» . Guia das Falácias . Crítica na Rede ↑ a b c d e «Falácias causais» . Guia das Falácias . Crítica na Rede ↑ a b c d «Non-sequitur» . Guia das Falácias . Crítica na Rede ↑ a b c d «Falácias indutivas» . Guia das Falácias . Crítica na Rede ↑ a b c «Falhar o alvo» . Guia das Falácias . Crítica na Rede ↑ a b c d e «Erros de definição» . Guia das Falácias . Crítica na Rede ↑ a b c d e «Fugir ao assunto» . Guia das Falácias . Crítica na Rede ↑ Bo Bennett (9 de Junho de 2013). «Conspiracy Theory» . Archieboy Holdings, LLC . Consultado em 18 de Junho de 2014 ↑ Matt Staggs (14 de Fevereiro de 2014). «Conspiracy Theory Logical Fallacies» . Disinformation® . Consultado em 18 de Junho de 2014 Ligações externas [ editar | editar código-fonte ] Como evitar falácias Guia das falácias Descrição de 42 tipos de falácias (em inglês ) Falácias e paradoxos Portal da filosofia v d e Lógica Visão global Áreas acadêmicas Teoria da argumentação Axiologia Pensamento crítico Teoria da computabilidade Semântica formal História da lógica Lógica informal Lógica na ciência da computação Lógica matemática Matemática Metalógica Metamatemática Teoria dos modelos Lógica filosófica Filosofia Filosofia da lógica Filosofia da matemática Teoria das provas Teoria dos conjuntos Conceitos fundamentais Abdução Verdade analítica Antinomia A priori Dedução Definição Descrição Vinculação Indução Inferência Consequência lógica Forma lógica Implicação lógica Verdade lógica Nome Necessidade Significado Paradoxo Mundo possível Pressuposição Probabilidade Razão Raciocínio Referência Semântica Declaração Substituição Sintaxe Verdade Valor da verdade Validade Organon Lógica filosófica Pensamento crítico and Lógica informal Análise Ambiguidade Argumento Crença Credibilidade Evidência Explicação Poder explicativo Fato Falácia Investigação Opinião Parcimônia Premissa Propaganda Prudência Raciocínio Relevância Retórica Rigor Vagueza Teorias da dedução Construtivismo Dialetismo Ficcionalismo Finitismo Formalismo Intuicionismo Atomismo lógico Logicismo Nominalismo Realismo platônico Pragmatismo Realismo Metalógica e Metamatemática Teorema de Cantor Teorema de Church Tese de Church Consistência Método efetivo Fundamentos da matemática Teorema da completude de Gödel Teoremas da incompletude de Gödel Solidez Completude Decidabilidade Interpretação Teorema de Löwenheim–Skolem Metateorema Satisfabilidade Independência Distinção Sin-signo e Legi-signo Distinção uso–menção Lógica matemática Geral Linguagem formal Regra de formação Sistema formal Sistema dedutivo Prova formal Semântica formal Fórmula bem formulada Conjunto Elemento Classe Lógica clássica Axioma Dedução natural Regra de inferência Relação Teorema Consequência lógica Sistema axiomático Teoria dos tipos Símbolo Sintaxe Teoria Lógica aristotélica Proposição Inferência Argumento Validade Irrefutabilidade Silogismo Quadrado das oposições Diagrama de Venn Cálculo proposicional e Lógica booliana Funções boolianas Cálculo proposicional Fórmula proposicional Conectivo lógico Tabela verdade Predicativa Primeira ordem Quantificadores Predicado Segunda ordem Cálculo do predicado monádico Teoria dos conjuntos Conjunto Conjunto vazio Enumeração Extensionabilidade Conjunto finito Função Subconjunto Conjunto de partes Conjunto contável Conjunto recursivo Domínio Imagem da função Par ordenado Conjunto incontável Teoria dos modelos Modelo Interpretação Modelo não padrão Teoria do modelo finito Valor da verdade Validade Teoria da prova Prova formal Sistema dedutivo Sistema formal Teorema Consequência lógica Regra de inferência Sintaxe Teoria da computabilidade Recursão Conjunto recursivo Conjunto enumerável recursivamente Problema de decisão Tese de Church-Turing Função computável Função recursiva primitiva Lógica não clássica Lógica modal Alética Axiológico Deôntica Doxástica Epistêmica Temporal Intuicionismo Lógica intuicionística Análise construtiva Aritmética de Heyting Teoria do tipo intuicionística Teoria do conjunto construtiva Lógica difusa Grau de verdade Regra difusa Conjunto difuso Elemento infinito difuso Operações de conjunto difusas Lógica subestrutural Regra estrutural Lógica relevante Lógica linear Lógica paraconsistente Dialeteísmo Lógica de descrição Ontologia Linguagem ontológica Lógicos Alfarabi Anderson Algazel Al-Razi Aristóteles Averróis Avicena Bain Barwise Bernays Boole Boolos Cantor Carnap Church Chrysippus Curry Dharmakirti Dignāga De Morgan Frege Geach Gentzen Gotama Kanada Gödel Hilbert Ibn al-Nafis Abzeme Ibn Taymiyyah Kleene Kripke Leibniz Löwenheim Mozi Nagarjuna Pāṇini Peano Peirce Putnam Quine Russell Schröder Scotus Skolem Smullyan Suhrawardi Tarski Turing Whitehead William of Ockham Wittgenstein Zadeh Zermelo F. C. S. Schiller Listas Tópicos Esboço de lógica Índice de artigos sobre lógica Lógica matemática Álgebra booliana Teoria dos conjuntos Outros Lógicos Regras de inferência Paradoxos Símbolos lógicos Portal Categoria Esboço WikiProjeto Discussão v • e Falácias Falácias de ambiguidade Equívoco • Anfibologia • Ênfase Apelo a motivos Argumentum ad baculum (Apelo à força) • Argumentum ad consequentiam (Apelo à consequência) • Argumentum ad metum (Apelo ao medo) • Argumentum ad populum (Apelo à multidão) • Argumentum ad ignorantiam (Apelo à ignorância) • Argumentum ad misericordiam (Apelo à misericórdia) • Argumentum ad antiquitatem (Apelo à tradição) • Argumentum ad novitatem (Apelo à novidade) • Apelo à emoção • Apelo ao preconceito • Apelo ao ridículo • Apelo à vaidade • Wishful thinking Erros categoriais e de regras gerais Composição • Divisão • Dicto secundum quid ad dictum simpliciter (falácia do acidente) • Inversão do acidente Falácias causais Post hoc ergo propter hoc (Depois disso, por causa disso) • Inversão de causa e efeito • Terceira causa • Causa diminuta • Causa complexa Non sequitur Non sequitur • Afirmação do consequente • Negação do antecedente • Inconsistência Falácias de explicação Invenção de fatos • Distorção de fatos • Teoria irrefutável • Explicação incompleta • Explicação superficial • Petitio principii (Petição de princípio) • Conclusão irrelevante • Deus das lacunas Erros de definição Definição muito ampla • Definição muito restrita • Definição circular • Definição contraditória • Definição obscura Falácias de dispersão Falsa dicotomia • Reductio ad absurdum (redução ao absurdo) • Bola de neve • Pergunta complexa • Reductio ad Hitlerum (redução ao nazismo) • Argumentum ad nauseam (Argumento nauseante) • Argumentum ad temperantiam (falácia do falso meio-termo) • Inversão do ônus da prova • Falácia genética • Dicto simpliciter Argumentum ad hominem Argumentum ad verecundiam (Apelo à autoridade) • Argumentum ad crumenam (Apelo ao rico) • Argumentum ad Lazarum (Apelo ao pobre) • Argumentum ad lapidem • Apelo à autoridade anônima • Estilo sem substância • Egocentrismo ideológico • Falácia do espantalho • Bulverismo • Falácia da falsa proclamação de vitória • Envenenando o poço Portal da Filosofia Obtida de ' https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Falácia&oldid=50640067 ' Categorias : Falácias lógicas Retórica Categorias ocultas: !Páginas com erros URL !CS1 inglês-fontes em língua (en) !Artigos que carecem de notas de rodapé desde novembro de 2014 !Artigos precisando de wikificação desde novembro de 2014 Menu de navegação Ferramentas pessoais Não autenticado Discussão Contribuições Criar uma conta Entrar Domínios Artigo Discussão Variantes Vistas Ler Editar Editar código-fonte Ver histórico Mais Busca Navegação Página principal Conteúdo destacado Eventos atuais Esplanada Página aleatória Portais Informar um erro Loja da Wikipédia Colaboração Boas-vindas Ajuda Página de testes Portal comunitário Mudanças recentes Manutenção Criar página Páginas novas Contato Donativos Imprimir/exportar Criar um livro Descarregar como PDF Versão para impressão Noutros projetos Wikimedia Commons Ferramentas Páginas afluentes Alterações relacionadas Carregar ficheiro Páginas especiais Hiperligação permanente Informações da página Elemento Wikidata Citar esta página Noutros idiomas العربية Български Català Čeština Dansk Deutsch Ελληνικά English Esperanto Español Euskara فارسی Suomi Français Galego עברית हिन्दी Hrvatski Magyar Հայերեն Bahasa Indonesia Íslenska Italiano 日本語 한국어 Latina Lietuvių Македонски മലയാളം मराठी Nederlands Norsk nynorsk Norsk Occitan Polski Română Русский Scots Srpskohrvatski / српскохрватски Simple English Slovenčina Shqip Српски / srpski Svenska ไทย Tagalog Türkçe Українська Tiếng Việt 中文 Bân-lâm-gú 粵語 Editar hiperligações Esta página foi editada pela última vez à(s) 14h46min de 1 de dezembro de 2017. Este texto é disponibilizado nos termos da licença Creative Commons - Atribuição - Compartilha Igual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0) . pode estar sujeito a condições adicionais. Para mais detalhes, consulte as condições de uso . Política de privacidade Sobre a Wikipédia Avisos gerais Programadores Declaração sobre cookies Versão móvel



https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_resultados_eleitorais_por_pa%C3%ADs
  Lista de resultados eleitorais por país – Wikipédia, a enciclopédia livre Lista de resultados eleitorais por país Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa A lista de resultados eleitorais por país dá informações sobre as eleições . Para cada um de jure e de facto estados soberanos e territórios dependentes um link para o artigo sobre as eleições em que a entidade tenha ... calendário eleitoral . A [ editar | editar código-fonte ] Abecásia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Abecásia Afeganistão [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Afeganistão África do Sul [ editar | editar código-fonte ] Eleições na África do Sul Åland [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Åland Albânia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Albânia Angola [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Angola Anguilla [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Anguilla CACHE

Lista de resultados eleitorais por país – Wikipédia, a enciclopédia livre Lista de resultados eleitorais por país Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa A lista de resultados eleitorais por país dá informações sobre as eleições . Para cada um de jure e de facto estados soberanos e territórios dependentes um link para o artigo sobre as eleições em que a entidade tenha sido incluída. Para uma ordem cronológica das recentes eleições, ver eleições por ano e os calendário eleitoral . A [ editar | editar código-fonte ] Abecásia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Abecásia Afeganistão [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Afeganistão África do Sul [ editar | editar código-fonte ] Eleições na África do Sul Åland [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Åland Albânia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Albânia Angola [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Angola Anguilla [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Anguilla Antigua e Barbuda [ editar | editar código-fonte ] Eleições nas Antigua e Barbuda Argentina [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Argentina Armênia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Armênia Aruba [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Aruba Áustria [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Áustria Austrália [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Austrália Azerbaijão [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Azerbaijão B [ editar | editar código-fonte ] Bahamas [ editar | editar código-fonte ] Eleições nas Bahamas Bahrain [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Bahrain Bangladesh [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Bangladesh Barbados [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Barbados Bielorrússia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Bielorrússia Bélgica [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Bélgica Belize [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Belize Benin [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Benin Bermudas [ editar | editar código-fonte ] Eleições nas Bermudas Bhutão [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Bhutão Bolívia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Bolívia Bósnia e Herzegovina [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Bósnia e Herzegovina Botswana [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Botswana Brasil [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Brasil Ilhas Virgens Britânicas [ editar | editar código-fonte ] Eleições nas Ilhas Virgens Britânicas Brunei [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Brunei Bulgaria [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Bulgaria Burkina Faso [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Burkina Faso Myanmar [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Myanmar Burundi [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Burundi C [ editar | editar código-fonte ] Camboja [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Camboja Camarões [ editar | editar código-fonte ] Eleições nos Camarões Canadá [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Canadá Cabo Verde [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Cabo Verde Ilhas Cayman [ editar | editar código-fonte ] Eleições nas Ilhas Cayman República Centro-Africana [ editar | editar código-fonte ] Eleições na República Centro-Africana Chade [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Chade Chile [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Chile China [ editar | editar código-fonte ] See Eleições na República Popular da China e Congresso Nacional do Partido Comunista da China . China (Taiwan) [ editar | editar código-fonte ] Eleições na República da China Colômbia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Colômbia Comores [ editar | editar código-fonte ] Eleições nas Comores Congo, República [ editar | editar código-fonte ] Eleições na República do Congo Congo, República Democrática [ editar | editar código-fonte ] Eleições na República Democrática do Congo Ilhas Cook [ editar | editar código-fonte ] Eleições nas Ilhas Cook Costa Rica [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Costa Rica Costa do Marfim [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Costa do Marfim Chipre [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Chipre República Checa [ editar | editar código-fonte ] Eleições na República Checa Czechoslovakia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Czechoslovakia D [ editar | editar código-fonte ] Dinamarca [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Dinamarca Djibouti [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Djibouti Dominica [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Dominica República Dominicana [ editar | editar código-fonte ] Eleições na República Dominicana E [ editar | editar código-fonte ] Equador [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Equador Egito [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Egito El Salvador [ editar | editar código-fonte ] Eleições em El Salvador Guiné Equatorial [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Guiné Equatorial Eritreia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Eritreia Estónia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Estónia Etiópia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Etiópia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na União Europeia F [ editar | editar código-fonte ] Ilhas Falkland [ editar | editar código-fonte ] Eleições nas Ilhas Falkland Ilhas Faroé [ editar | editar código-fonte ] Eleições nas Ilhas Faroé Fiji [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Fiji Finlândia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Finlândia França [ editar | editar código-fonte ] Eleições na França Polinésia Francesa [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Polinésia Francesa G [ editar | editar código-fonte ] Gabão [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Gabão Gâmbia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Gâmbia Geórgia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Geórgia Alemanha [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Alemanha Gana [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Gana Gibraltar [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Gibraltar Grécia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Grécia Gronelândia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Gronelândia Granada [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Granada Guam [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Guam Guatemala [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Guatemala Guernsey [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Guernsey Guiné [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Guiné Guiné-Bissau [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Guiné-Bissau Guiana [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Guiana H [ editar | editar código-fonte ] Haiti [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Haiti Honduras [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Honduras Hong Kong [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Hong Kong Hungria [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Hungria I [ editar | editar código-fonte ] Islândia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Islândia Índia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Índia Indonésia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Indonésia Irão [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Irão Iraque [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Iraque Irlanda [ editar | editar código-fonte ] Eleições na República da Irlanda Isle de Man [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Isle de Man Israel [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Israel Itália [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Itália J [ editar | editar código-fonte ] Jamaica [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Jamaica Japão [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Japão Jersey [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Jersey Jordânia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Jordânia K [ editar | editar código-fonte ] Cazaquistão [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Cazaquistão Quénia [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Quénia Kiribati [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Kiribati Kosovo [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Kosovo Kuwait [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Kuwait Kyrgyzstan [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Kyrgyzstan L [ editar | editar código-fonte ] Laos [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Laos Letônia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Letônia Líbano [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Líbano Lesoto [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Lesoto Libéria [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Libéria Líbia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Líbia Liechtenstein [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Liechtenstein Lituânia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Lituânia Luxemburgo [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Luxemburgo M [ editar | editar código-fonte ] Macau [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Macau Macedónia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Macedónia Madagascar [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Madagascar Malawi [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Malawi Malásia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Malásia Maldivas [ editar | editar código-fonte ] Eleições nas Maldivas Mali [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Mali Malta [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Malta Ilhas Marshall [ editar | editar código-fonte ] Eleições nas Ilhas Marshall Mauritânia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Mauritânia Maurícia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Maurícia Mayotte [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Mayotte México [ editar | editar código-fonte ] Eleições no México Micronésia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Micronésia Moldova [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Moldova Mônaco [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Mônaco Mongólia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Mongólia Montenegro [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Montenegro Montserrat [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Montserrat Marrocos [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Marrocos Moçambique [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Moçambique N [ editar | editar código-fonte ] Nagorno-Karabakh [ editar | editar código-fonte ] Eleições in Nagorno-Karabakh Namíbia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Namíbia Nauru [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Nauru Países Baixos [ editar | editar código-fonte ] Eleições nos Países Baixos Antilhas Holandesas [ editar | editar código-fonte ] Eleições in the Antilhas Holandesas Nova Caledónia [ editar | editar código-fonte ] Eleições in Nova Caledónia Nova Zelândia [ editar | editar código-fonte ] Eleições in Nova Zelândia Nicarágua [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Nicarágua Níger [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Níger Nigéria [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Nigéria Niue [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Niue Coreia do Norte [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Coreia do Norte Chipre do Norte [ editar | editar código-fonte ] Eleições na República Turca do Chipre do Norte Ilhas Marianas do Norte [ editar | editar código-fonte ] Eleições nas Ilhas Marianas do Norte Noruega [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Noruega O [ editar | editar código-fonte ] Omã [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Omã P [ editar | editar código-fonte ] Paquistão [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Pakistan Palau [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Palau Palestina [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Palestinian National Authority * Panamá [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Panamá Papua Nova Guiné [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Papua Nova Guiné Paraguai [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Paraguai Peru [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Peru Filipinas [ editar | editar código-fonte ] Eleições nas Filipinas Ilhas Pitcairn [ editar | editar código-fonte ] Eleições nas Ilhas Pitcairn Polônia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Polônia Portugal [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Portugal Porto Rico [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Porto Rico Q [ editar | editar código-fonte ] Qatar [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Qatar R [ editar | editar código-fonte ] Romênia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Romênia Rússia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Rússia Rwanda [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Rwanda S [ editar | editar código-fonte ] República Democrática Sahrawi Árabe [ editar | editar código-fonte ] Eleições na República Democrática Árabe Sahrawi Saara Ocidental Santa Helena [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Santa Helena Saint Kitts e Nevis [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Saint Kitts e Nevis Santa Lucia [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Santa Lucia Saint-Pierre e Miquelon [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Saint Pierre e Miquelon São Vincente e the Granadinas [ editar | editar código-fonte ] Eleições em São Vincente e the Granadinas Samoa [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Samoa Samoa Americana [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Samoa Americana San Marino [ editar | editar código-fonte ] Eleições em San Marino São Tomé e Príncipe [ editar | editar código-fonte ] Eleições em São Tomé e Príncipe Arábia Saudita [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Arábia Saudita Senegal [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Senegal Sérvia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Sérvia Seychelles [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Seychelles Serra Leoa [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Serra Leoa Singapura [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Singapura Eslováquia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Eslováquia Eslovénia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Eslovénia Ilhas Salomão [ editar | editar código-fonte ] Eleições nas Ilhas Salomão Somália [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Somália Somalilândia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Somalilândia Coreia do Sul [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Coreia do Sul Ossétia do Sul [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Ossétia do Sul Espanha [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Espanha Sri Lanka [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Sri Lanka Sudão [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Sudão Suriname [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Suriname Suazilândia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Suazilândia Suíça [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Suiça Suécia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Suécia Síria [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Síria T [ editar | editar código-fonte ] Tadjiquistão [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Tadjiquistão Tanzania [ editar | editar código-fonte ] Eleições in Tanzania Tailândia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Tailândia Timor-Leste [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Timor-Leste Togo [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Togo Tokelau [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Tokelau Tonga [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Tonga Transnístria [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Transnístria Trinidad e Tobago [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Trinidad e Tobago Tunísia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Tunísia Turquia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Turquia Turquimenistão [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Turquimenistão Ilhas Turks e Caicos [ editar | editar código-fonte ] Eleições nas Ilhas Turks e Caicos Tuvalu [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Tuvalu U [ editar | editar código-fonte ] Uganda [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Uganda Ucrânia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Ucrânia Emirados Árabes Unidos [ editar | editar código-fonte ] Eleições nos Emirados Árabes Unidos Reino Unido [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Reino Unido Eleições na Irlanda do Norte Eleições na Escócia Eleições no País de Gales Estados Unidos [ editar | editar código-fonte ] Eleições nos Estados Unidos Uruguai [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Uruguai Uzbequistão [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Uzbequistão V [ editar | editar código-fonte ] Vanuatu [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Vanuatu Venezuela [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Venezuela Vietname [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Vietname Ilhas Virgens Americanas [ editar | editar código-fonte ] Eleições Ilhas Virgens Americanas W [ editar | editar código-fonte ] Wallis e Futuna [ editar | editar código-fonte ] Eleições em Wallis e Futuna Y [ editar | editar código-fonte ] Iémen [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Iémen Z [ editar | editar código-fonte ] Zâmbia [ editar | editar código-fonte ] Eleições na Zâmbia Zimbabwe [ editar | editar código-fonte ] Eleições no Zimbabwe v • e Listas por país Os artigos que incluem um ou mais mapas são exibidos em itálico . Lista de tópicos País artigos · portais · categorias · tópicos Cultura · Demografia · Economia · Geografia · História · Aplicação da lei · Mapas · Política · Religião · Esporte · Turismo · Transporte Códigos Companhia aérea · Códigos telefônicos · TLDs de Internet · Códigos FIPS · Códigos da FIFA · Códigos do COI · Códigos ISO · Prefixo Naval Nomes e símbolos Gentílicos · Etimologia dos nomes dos países · Nomes nativos dos países · Bandeiras nacionais · Lemas nacionais · Hinos por país · Emblema nacional Política e governo Quadro administrativo dos países · Resultados de eleição · Incumbentes · Serviços de inteligência · Chefes de Estado e de Governo · Legislaturas nacionais · Partidos políticos (sistemas partidários) · Estados soberanos · Sistema de governo · Estados membros das Nações Unidas · Sistemas de votação Lugares Catedrais · Cidades · Universidades e faculdades · Ilhas · Rios · Capitais nacionais ( Histórico ) · Parques nacionais · Escolas · Património Mundial Outros dados por país Legislação sobre o aborto · Forças armadas · Batalhas · Cardeais · Nomes comuns · Culinária · Moedas · Pena de morte · Educação · Contracepção de emergência · Energia · Direito Eutanásia · Futebol · Taxas Forex · Direitos humanos · Homossexualidade · Bens culturais e regionais · Jornais · Novelistas · Línguas oficiais · Pessoas · Empresas ferroviárias · Idade escolar precoce · Empresas de transporte ferroviário · Outras listas Estados-membros da União Europeia ( por adesão · por sistema político ) · Pessoas mais antigas · Arranha-céus e estruturas Portal da política Obtida de ' https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Lista_de_resultados_eleitorais_por_país&oldid=41742356 ' Categorias : Eleições por país Listas por país Listas de política Menu de navegação Ferramentas pessoais Não autenticado Discussão Contribuições Criar uma conta Entrar Domínios Artigo Discussão Variantes Vistas Ler Editar Editar código-fonte Ver histórico Mais Busca Navegação Página principal Conteúdo destacado Eventos atuais Esplanada Página aleatória Portais Informar um erro Loja da Wikipédia Colaboração Boas-vindas Ajuda Página de testes Portal comunitário Mudanças recentes Manutenção Criar página Páginas novas Contato Donativos Imprimir/exportar Criar um livro Descarregar como PDF Versão para impressão Noutros projetos Wikimedia Commons Ferramentas Páginas afluentes Alterações relacionadas Carregar ficheiro Páginas especiais Hiperligação permanente Informações da página Elemento Wikidata Citar esta página Noutros idiomas Беларуская (тарашкевіца)‎ English فارسی Français Română اردو Editar hiperligações Esta página foi editada pela última vez à(s) 19h24min de 26 de março de 2015. Este texto é disponibilizado nos termos da licença Creative Commons - Atribuição - Compartilha Igual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0) . pode estar sujeito a condições adicionais. Para mais detalhes, consulte as condições de uso . Política de privacidade Sobre a Wikipédia Avisos gerais Programadores Declaração sobre cookies Versão móvel



http://isantamarina.com
  Inmobiliaria Santamarina HOME ALQUILES VENTAS EMPRENDIMIENTOS E INVERSIONES SOBRE LA EMPRESA SOBRE CARILO COMO LLEGAR ACTIVIDADES NOVEDADES CONTACTO Listado de Propiedades Código 6 Código 10 Código 11 Código 17 Código 19 Código 22 Código 30 Código 31 Código 32 Código 39 Código 42 Código 50 Código 60 Código 73 Código 76 Código 77 Código 79 Código 83 Código 96 Código 99 Código 104 Código 113 Código ... CARILO COMO LLEGAR ACTIVIDADES NOVEDADES CONTACTO Listado de Propiedades Código 6 Código 10 Código 11 Código 17 Código 19 Código 22 Código 30 Código 31 Código 32 Código 39 Código 42 Código 50 Código 60 Código 73 Código 76 Código 77 Código 79 Código 83 Código 96 Código 99 Código 104 Código 113 Código 116 Código 119 Código 121 Código 122 Código 123 Código 126 Código 129 Código 143 Código 144 Código 152 Código 154 Código 157 Código 166 Código 172 Código 173 Código 175 Código 184 Código 186 Código CACHE

Inmobiliaria Santamarina HOME ALQUILES VENTAS EMPRENDIMIENTOS E INVERSIONES SOBRE LA EMPRESA SOBRE CARILO COMO LLEGAR ACTIVIDADES NOVEDADES CONTACTO Listado de Propiedades Código 6 Código 10 Código 11 Código 17 Código 19 Código 22 Código 30 Código 31 Código 32 Código 39 Código 42 Código 50 Código 60 Código 73 Código 76 Código 77 Código 79 Código 83 Código 96 Código 99 Código 104 Código 113 Código 116 Código 119 Código 121 Código 122 Código 123 Código 126 Código 129 Código 143 Código 144 Código 152 Código 154 Código 157 Código 166 Código 172 Código 173 Código 175 Código 184 Código 186 Código 194 Código 200 Código 202 Código 203 Código 204 Código 206 Código 222 Código 224 Código 227 Código 228 Código 235 Código 244 Código 245 Código 247 Código 248 Código 252 Código 257 Código 266 Código 284 Código 294 Código 307 Código 311 Código 316 Código 324 Código 325 Código 328 Código 337 Código 338 Código 340 Código 349 Código 361 Código 380 Código 392 Código 394 Código 402 Código 408 Código 410 Código 420 Código 440 Código 453 Código 465 Código 467 Código 476 Código 487 Código 496 Código 500 Código 508 Código 523 Código 529 Código 532 Código 540 Código 544 Código 548 Código 551 Código 554 Código 564 Código 566 Código 573 Código 582 Código 589 Código 592 Código 600 Código 604 Código 605 Código 615 Código 621 Código 622 Código 631 Código 633 Código 634 Código 645 Código 649 Código 655 Código 664 Código 681 Código 685 Código 691 Código 696 Código 703 Código 705 Código 735 Código 738 Código 739 Código 752 Código 766 Código 768 Código 777 Código 788 Código 791 Código 804 Código 809 Código 844 Código 851 Código 859 Código 871 Código 887 Código 901 Código 904 Código 910 Código 919 Código 947 Código 956 Código 969 Código 984 Código 994 Código 999 Código 1006 Código 1008 Código 1009 Código 1011 Código 1034 Código 1044 Código 1059 Código 1084 Código 1092 Código 1094 Código 1156 Código 1157 Código 1179 Código 1227 Código 1246 Código 1252 Código 1262 Código 1276 Código 1277 Código 1281 Código 1283 Código 1288 Código 1299 Código 1331 Código 1500 R y M Código 1501 Código 1503 Código 1504 Código 1505 Código 1506 Código 1508 Código 1509 Código 1510 Código 1512 Código 1515 Código 1516 Código 1517 Código 1518 Código 1520 Código 1521 Código 1522 Código 1523 Código 1526 Código 1528 Código 1531 Código 1532 Código 1535 Código 1536 Código 1537 Código 1538 Código 1539 Código 1540 Código 1541 Código 1543 Código 1544 Código 1545 Código 1546 Código 1552 Código 1554 Código 1555 Código 1556 Código 1558 Código 1559 Código 1560 Código 1562 Código 1564 Código 1565 Código 1566 Código 1567 Código 1568 Código 1571 Código 1572 Código 1573 Código 1575 Código 1576 Código 1577 Código 1578 Código 1579 Código 1580 Código 1581 Código 1585 Código 1586 Código 1587 Código 1588 Código 1589 Código 1593 Código 1594 Código 1596 Código 1598 Código 1599 Código 1601 Código 1602 Código 1603 Código 1605 Código 1606 Código 1607 Código 1608 Código 1609 Código 1610 Código 1612 Código 1613 Código 1615 Código 1617 Código 1618 Código 1619 Código 1620 Código 1621 Código 1625 Código 1627 Código 1628 Código 1629 Código 2000 Código 2011 Código 2012 Código 2013 Código 3003 Código 3004 Código 3005 Código 3017 Código 3024 Código 3026 Código 3028 Código 3029 Código 3033 Código 3034 Código 3035 Código 3036 Código 3037 Código 3038 Código 3042 Código 3045 Código 3049 Código 3055 Código 3057 Código 3058 Código 3059 Código 3060 Código 3061 Código 3062 Código 3108 Código 3109 Código 3110 Código 3111 Código 3114 Código 3117 Código 3118 Código 3119 Código 3121 Código 3122 Código 3124 Código 3125 Código 3126 Código 3127 Código 3128 Código 3131 Código 3132 Código 3133 Código 3134 Código 3135 Código 3136 Código 3137 Código 3138 Código 3140 Código 3141 Código 3145 Código 3147 Código 3148 Código 3149 Código 4002 Código 4003 Código 4004 Código 4005 Código 4006 Tweet EN ALQUILER EN VENTA ALQUILERES DESTACADOS Casa Código 564 Semana Santa Casa Código 703 Semana Santa Casa Código 1044 Semana Santa Casa Código 1539 Semana Santa Casa Código 1512 Semana Santa Casa Código 999 Semana Santa Casa Código 1084 Semana Santa Casa Código 1522 Semana Santa Casa Código 1011 Semana Santa Casa Código 328 Semana Santa VENTAS DESTACADAS Terreno Código 3033 Fracción: Barrio Zorzal Casa Código 206 Fracción: 8 Casa Código 1522 Fracción: 11 Casa Código 1331 Fracción: 6 Casa Código 1277 Fracción: 2 Casa Código 99 Fracción: 10 Deptos. Código 1625 Fracción: 7 Terreno Código 3057 Fracción: Barrio Divisadero Deptos. Código 1620 Fracción: 5 Terreno Código 3131 Fracción: Barrio Constancia ALQUILERES Casas Departamentos BUSCAR > CONSULTAR > VENTAS Casas Departamentos Locales Terrenos BUSCAR > CONSULTAR > SERVICIOS Beneficios Administración Servicios Mantenimientos Limpiezas Tasaciones Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player. Novedades Turismo - Partido de Pinamar Actividades Permanentes [ ver más ] Cierre Gira Promocional - Turismo Partido de Pinamar Con la intención de fomentar el desarrollo de la actividad turística y la promoc... [ ver más ] Clasificados Chacras Laguna El Rosario HOWARD JOHNSON Lote en Cariló Newsletters NUEVO Loteo Divisadero ACCESO PROPIETARIOS Suscribase y conozca las mejores oportunidades © ISantamarina Negocios y Servicios 2018 • Todos los derechos reservados Divisadero y Avellano | Centro Comercial | Local 4 / Parque Cariló | Pinamar | CP 7167 | Bs. As. | Argentina Tel: (02254) 571055/56 | info@isantamarina.com Claudia Liscio - Corredora Pública Mat. 984 Libro 3° Folio 245



https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_personagens_da_s%C3%A9rie_Mortal_Kombat
  Lista de personagens da série Mortal Kombat – Wikipédia, a enciclopédia livre Lista de personagens da série Mortal Kombat Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes , mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde novembro de 2017) . Por favor, adicione mais referências inserindo-as ... 15 Referências Personagens [ editar | editar código-fonte ] Aparições nos jogos de luta:Glot ... Não Não Não Não Não Sim 5 Personagens especiais [ editar | editar código-fonte ] Personagem Jogo ... Notas [ editar | editar código-fonte ] Personagem secreto Personagem não jogável Personagem ... Introduzidos em Mortal Kombat [ editar | editar código-fonte ] Goro [ editar | editar código-fonte ] Ver ... | editar código-fonte ] Johnny Cage é um superstar dos filmes de artes marciais treinado pelos grandes CACHE

Lista de personagens da série Mortal Kombat – Wikipédia, a enciclopédia livre Lista de personagens da série Mortal Kombat Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes , mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde novembro de 2017) . Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto . Material sem fontes poderá ser removido . — Encontre fontes: Google ( notícias , livros e acadêmico ) Arte com os personagens de Mortal Kombat: Armageddon ( Scorpion está diferente). O anexo a seguir é uma lista dos personagens que fazem parte do universo da série Mortal Kombat . Os personagens que somente fizeram uma participação especial não estão citados no artigo. Os personagens que fizeram participações especiais são Superman , Batman , Mulher-Gato , Flash , Coringa , Lanterna Verde , Exterminador , Lex Luthor , Capitão Marvel , Mulher-Maravilha , Darkseid , Kratos , Freddy Krueger , Jason Voorhees , Predador , Leatherface e Xenomorfo . Índice 1 Personagens 1.1 Personagens especiais 1.2 Notas 2 Introduzidos em Mortal Kombat 2.1 Goro 2.2 Johnny Cage 2.3 Kano 2.4 Liu Kang 2.5 Noob Saibot 2.6 Raiden 2.7 Reptile 2.8 Scorpion 2.9 Shang Tsung 2.10 Sonya Blade 2.11 Sub-Zero 3 Introduzido em Mortal Kombat 2 3.1 Baraka 3.2 Jax 3.3 Jade 3.4 Kintaro 3.5 Kitana 3.6 Kung Lao 3.7 Mileena 3.8 Shao Kahn 3.9 Smoke 4 Introduzido em Mortal Kombat 3 e suas atualizações 4.1 Cyrax 4.2 Ermac 4.3 Kabal 4.4 Khameleon 4.5 Motaro 4.6 Nightwolf 4.7 Rain 4.8 Sektor 4.9 Sheeva 4.10 Sindel 4.11 Kurtis Stryker 5 Introduzido em Mortal Kombat Mythologies: Sub-Zero 5.1 Fujin 5.2 Quan Chi 5.3 Sareena 5.4 Shinnok 6 Introduzido em Mortal Kombat 4 6.1 Jarek 6.2 Kai 6.3 Meat 6.4 Reiko 6.5 Tanya 7 Introduzido em Mortal Kombat: Special Forces 7.1 Tremor 8 Introduzido em Mortal Kombat: Deadly Alliance 8.1 Blaze 8.2 Bo' Rai Cho 8.3 Drahmin 8.4 Frost 8.5 Hsu Hao 8.6 Kenshi 8.7 Li Mei 8.8 Mavado 8.9 Mokap 8.10 Moloch 8.11 Nitara 9 Introduzido em Mortal Kombat: Deception 9.1 Ashrah 9.2 Dairou 9.3 Darrius 9.4 Havik 9.5 Hotaru 9.6 Kira 9.7 Kobra 9.8 Onaga 9.9 Shujinko 10 Introduzido em Mortal Kombat: Armageddon 10.1 Daegon 10.2 Taven 11 Introduzido em Mortal Kombat (2011) 11.1 Cyber Sub-Zero 11.2 Skarlet 11.3 Freddy Krueger 11.4 Kratos 12 Introduzido em Mortal Kombat X 12.1 Cassandra 'Cassie' Cage 12.2 D'Vorah 12.3 Erron Black 12.4 Ferra/Torr 12.5 Jacqueline 'Jacqui' Briggs 12.6 Kotal Kahn 12.7 Kung Jin 12.8 Takeda 12.9 Jason Voorhees 12.10 Predador 12.11 Leatherface 12.12 Triborg 12.13 Xenomorfo (Alien) 13 Personagens secundários 13.1 Argus 13.2 Delia 13.3 Dark Kahn 13.4 Grande Kung Lao 13.5 Jerrod 13.6 No Face 13.7 One Being 13.8 Orin e Caro 13.9 Tasia 14 Personagens não oficiais 14.1 Belokk 14.2 Hornbuckle 14.3 Nimbus Terrafaux 14.4 Red Robin 14.5 Emerald 14.6 Ruby 14.7 Hydro 15 Referências Personagens [ editar | editar código-fonte ] Aparições nos jogos de luta:Glot Personagem MK MKII MK3 UMK3 MKT MKAdv UMK MK4 MKG MK:DA MK:TE MK:D MK:U MK:A MKvsDC MK(2011) MKX Liu Kang Sim Sim Sim Sim Não 6 Sim 1 Sim Sim Sim Sim Scorpion Sim Sim Sim 8 Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Raiden Sim Sim Sim 4 Sim Sim 1 Sim 1 Sim Sim Sim Sim Johnny Cage Sim Sim Sim 4 Sim Sim Não Sim Não Sim Sim Sub-Zero Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sonya Sim Não 6 Sim Sim Sim Não 6 Sim Sim Sim Sim Kano Sim Não 6 Sim Não Sim Não Sim Sim Sim Sim Reptile Sim 1,2 Sim Sim 4 Sim Sim 1 Não Sim Não Sim Sim Goro Sim 2,10 Não Sim 4 Sim 1 Não Sim 3 Sim Não Sim 2,10 Sim 5 Shang Tsung Sim 2,9 Sim Sim Não Sim 9 Não Sim Sim Sim Não Noob Saibot Não 7 Sim 1,2 Sim 4 Sim 1 Sim 8 Sim 1 Sim Não Sim Não Jax Não Sim Sim Sim Sim 1 Sim 4 Sim Sim Sim Sim Kitana Não Sim Sim 4 Sim 4 Sim 1 Sim 4 Sim Sim Sim Sim Kung Lao Não Sim Sim Sim 4 Sim Não Sim Não Sim Sim Baraka Não Sim Sim 4 Sim 4 Não Sim Sim Sim Sim Sim 2 Mileena Não Sim Sim 1,4 Sim 4 Não Sim Sim Não Sim Sim Kintaro Não Sim 2,10 Sim 4 Não Não Não Sim Não Sim 2,10 Não Shao Kahn Não Sim 2,9 Sim 9 Não Não 6 Sim 3 Sim Sim 1 Sim 2,9 Não Jade Não Sim 1,2 Sim 4 Não Não Sim 1 Sim Não Sim Não Smoke Não Sim 1,2 Sim 1 Não Não Sim 1 Sim Não Sim Sim 2 Cyrax Não Não Sim Sim 4 Sim 1 Não Sim Não Sim Não Sektor Não Não Sim Sim 1,4 Sim 1,8 Não Sim Não Sim Não Nightwolf Não Não Sim Não Não Sim Sim Não Sim Sim Kabal Não Não Sim Não Não Sim Sim Não Sim Sim 2 Sindel Não Não Sim Não Não Sim 1 Sim Não Sim Sim 2 Sheeva Não Não Sim Não Não Não Sim Não Sim Não Stryker Não Não Sim Não Não Não Sim Não Sim Sim 2 Motaro Não Não Sim 10 Não Não Não Sim Não Não 6 Não Ermac Não 7 Não 7 Sim 1,4 Não Não Sim Sim Não Sim Sim Rain Não Não Sim 4,7 Não Não Não Sim Não Sim 5 Sim 2 Chameleon Não Não Sim 1,3,4 Não Não Não Sim Não Não Não Khameleon Não Não Sim 1,3,4 Não Não Não Sim 3 Não Não 6 Não Quan Chi Não Não Não Sim 10 Sim 9 Não Sim Não 6 Sim 1 Sim Tanya Não Não Não Sim Não Sim 1 Sim Não Não 6 Sim Fujin Não Não Não Sim Não Não Sim Não Não 6 Sim 2 Jarek Não Não Não Sim Não Não Sim Não Não Não Kai Não Não Não Sim Não Não Sim Não Não Não Reiko Não Não Não Sim Não Não Sim Não Não 6 Não Shinnok Não Não Não Sim 9 Não Não Sim Não Não 6 Sim Meat Não Não Não Sim 1,7 Não Não 6 Sim 1 Não Não Não Blaze Não Não 7 Não Não Sim 1 Sim 4 Sim 1 Não Não Não Kenshi Não Não Não Não Sim Sim 1 Sim Não Sim 5 Sim Bo' Rai Cho Não Não Não Não Sim Sim Sim Não Não 6 Sim 5 Li Mei Não Não Não Não Sim Sim 1 Sim Não Não 6 Sim Mavado Não Não Não Não Sim Não Sim Não Não Não Frost Não Não Não Não Sim 1 Sim 4 Sim Não Não 6 Sim Nitara Não Não Não Não Sim 1 Não Sim Não Não Não Hsu Hao Não Não Não Não Sim 1 Não Sim Não Não Não Drahmin Não Não Não Não Sim 1 Não Sim Não Não Não Mokap Não Não Não Não Sim 1 Não Sim Não Não Não Moloch Não Não Não Não Sim 2,10 Não Sim Não Não Não 6 Sareena Não Não Não Não Sim 8 Não Sim Não Não 6 Sim Ashrah Não Não Não Não Não Sim Sim Não Não Não Darrius Não Não Não Não Não Sim Sim Não Não Não Dairou Não Não Não Não Não Sim Sim Não Não Não Havik Não Não Não Não Não Sim 1 Sim Não Não 6 Não Hotaru Não Não Não Não Não Sim 1 Sim Não Não 6 Não Kira Não Não Não Não Não Sim 1 Sim Não Não 6 Não Kobra Não Não Não Não Não Sim Sim Não Não Não Onaga Não Não Não Não Não Sim 2,9 Sim Não Não 6 Não Shujinko Não Não Não Não Não Sim 1 Sim Não Não Não Daegon Não Não Não Não Não Não Sim 1 Não Não 6 Não Taven Não Não Não Não Não Não Sim 1 Não Não 6 Não Skarlet Não Não 7 Não Não Não Não Não Não Sim 5 Não Tremor Não Não Não Não Não Não Não Não Não 3,6 Sim 5 D'Vorah Não Não Não Não Não Não Não Não Não Sim Ferra/Torr Não Não Não Não Não Não Não Não Não Sim Kotal Kahn Não Não Não Não Não Não Não Não Não Sim Cassie Cage Não Não Não Não Não Não Não Não Não Sim Takeda Não Não Não Não Não Não Não Não Não Sim Jacqui Briggs Não Não Não Não Não Não Não Não Não Sim Kung Jin Não Não Não Não Não Não Não Não Não Sim Erron Black Não Não Não Não Não Não Não Não Não Sim Triborg Não Não Não Não Não Não Não Não Não Sim 5 Personagens especiais [ editar | editar código-fonte ] Personagem Jogo Notas Superman MKvsDC Batman MKvsDC Mulher-Gato MKvsDC Flash MKvsDC Coringa MKvsDC Lanterna Verde MKvsDC Exterminador MKvsDC Lex Luthor MKvsDC Capitão Marvel MKvsDC Mulher-Maravilha MKvsDC Darkseid MKvsDC Kratos MK2011 Personagem exclusivo do PlayStation 3 e PlayStation Vita Freddy Krueger MK2011 Personagem disponível em DLC Jason Voorhees MKX Personagem disponível em DLC Predador MKX Personagem disponível em DLC Leatherface MKXL Personagem disponível em DLC Alien MKXL Personagem disponível em DLC Notas [ editar | editar código-fonte ] Personagem secreto Personagem não jogável Personagem especifico de um console Personagem jogável em versões posteriores do game Disponível somente em DLC Cameo Introduzido acidentalmente Disponível na versão Tournament Edition do game Chefe Sub-chefe Introduzidos em Mortal Kombat [ editar | editar código-fonte ] Goro [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Goro (personagem) Goro tornou-se o grande campeão do Mortal Kombat depois de derrotar o campeão do Earthrealm , o Grande Kung Lao. Por 500 anos ele se manteve invicto e ajudou Shang Tsung a se aproximar do objetivo de Shao Kahn , que era dominar o Earthrealm. Johnny Cage [ editar | editar código-fonte ] Johnny Cage é um superstar dos filmes de artes marciais treinado pelos grandes mestres ao redor do mundo. Ao contrário do que a maioria dos críticos de cinema pensam, esses golpes são produto de seu talento sobrenatural. Para provar isso, ele entra no torneio Mortal Kombat. Kano [ editar | editar código-fonte ] Indisciplinado e perigoso, Kano é um bandido de aluguel. Com armas para lidar com assassinato a sangue frio, seu treinamento militar o tornou um dos integrantes do clã Dragão Negro e começou a ser caçado pela Forças Especiais . Mas quando uma de suas operações foi arruinada, teve seu rosto horrivelmente mutilado por Jax Briggs , quase que acabando com suas ondas de crimes. Sendo o único sobrevivente do Dragão Negro, ele usou suas conexões com o submundo para encontrar um ciberneticista capaz de reparar seu rosto. Kano foi equipado com diversas melhorias de alta tecnologia, sendo o seu olho laser o mais notável. Liu Kang [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Liu Kang Na realização do torneio Mortal Kombat, Liu Kang encontra o astro decadente de filmes de ação, Johnny Cage - a fim de provar para o mundo que não era uma fraude - e a oficial das Forças Especiais dos EUA, a tenente Sonya Blade - que busca prender (exterminar por vingança) o líder de uma rede de criminosos mercenários, Kano . Juntos, guiados pelo deus do trovão, Raiden e seguindo suas próprias motivações, os três lutam contra diversos guerreiros de Outworld . Liu Kang derrota o atual campeão, Goro e depois luta contra Shang Tsung . Em uma batalha sangrenta, Liu Kang se torna vencedor do Mortal Kombat, impedindo que Outworld invadisse o Earth Realm com seus esquadrões de extermínio para torná-lo um capricho nas mãos do Imperador Shao Kahn . Noob Saibot [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Noob Saibot Noob Saibot , conhecido em vida como Bi-Han , foi o Sub-Zero original somente no primeiro jogo da série Mortal Kombat. Ele foi um ninja do clã Lin Kuei que se tornou um fantasma no desenrolar dos eventos de Mortal Kombat. Enquanto era Sub-Zero, um guerreiro da raça criomante - controladores e manipuladores do gelo e do frio - Bi-Han foi encumbido por seu clã de matar Shang Tsung , mas acabou morto por Scorpion , devido a uma farsa inicialmente criada por Shang Tsung e posteriormente orquestrada por Quan Chi . Num primeiro confronto entre os dois, Bi-Han matou Scorpion, mas este retornou como um espectro comandado por Quan Chi e acabou por matar Bi-Han. Sua alma foi então pro Underworld , onde foi corrompida. Essa corrupção, unida ao ódio pela sua morte, se manifestou em forma de sombras. Após esse processo, sua alma, corrompida e obscurecida, retorna a seu corpo e Bi-Han emerge como Noob-Saibot, que agora luta em nome da Irmandade das Sombras , com a qual se aliou. Ele acabou sendo substituído como Sub-Zero por seu irmão mais jovem, o também ninja criomante Lin-Kuei, Kuai Liang ( Tundra ). Uma vez que Bi-Han se manteve permanentemente como Noob-Saibot, Tundra tornou-se o novo (e atual) Sub-Zero e cada um deles seguiu nos eventos de MK com sua nova identidade. Raiden [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Raiden (Mortal Kombat) Deus do Trovão e protetor do reino da Terra, Raiden é sábio e poderoso. Com frequência ele lidera as forças do bem contra o mal. Tem um papel essencial na história e nos jogos da série. Sendo um deus, ele tem muitas habilidades sobrenaturais, como teleportar-se, controlar raios e voar. Imortal, ele pensa em termos de eternidade, e não como um humano normal. Suas memórias vão desde o começo do tempo em si. É bem improvável que Raiden possa ser realmente morto. Mesmo se sua forma humana for destruída, ele tornará a se rematerializar posteriormente em algum lugar. Usa um chapéu cônico oriental. Reptile [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Reptile Reptile , juntamente com Khameleon e Chameleon , são considerados os últimos saurianos vivos que, no universo da série, seriam uma raça de homens-répteis que descendem de dinossauros. Possui a habilidade de ficar invisivel, cuspir ácido e têm ainda uma extensa língua com preensibilidade. Os saurianos habitaram o Earth Realm antes dos humanos, tendo fugido para o reino de Zaterra durante a guerra de Shinnok contra os outros deuses. Reptile é um dos ninjas mais poderosos de MK e possui várias formas, entre elas, as três clássicas: uma humana, uma meio humana e meio réptil e uma totalmente réptil, como é mostrado em alguns jogos. o verdadeiro nome de reptile é saizote como é mencionado em mortal kombat x por raiden quando entra em batalha com reptile Scorpion [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Scorpion (personagem) Scorpion é do clã Shirai Ryu, que fora contratado por Quan Chi para pegar um mapa no Monte Shaolin. Ao chegar na sala do mapa, Scorpion teve o pressentimento de que seu clã estaria sendo morto por aquele que o contratou (Quan Chi). Ao retornar ao seu clã, deparou-se com todos mortos. Scorpion foi enganado por Quan Chi , tendo sido levado a acreditar que fora o clã Lin-Kuei, liderado por Sub-Zero (Bi-Han, o Sub-Zero original, que se tornaria futuramente Noob-Saibot ), o responsável pelo extermínio dos Shirai Ryu. Desse momento em diante, Scorpion (ainda um ninja humano) se tornou uma máquina de fúria contra Sub-Zero e os Lin-Kuei. Acabou por ser derrotado e morto numa luta contra o Sub-Zero original, mas Quan Chi o ressuscitou como um espectro e o enganou, aproveitando-se da farsa criada por Shang Tsung, enraizando em sua mente a mentira sobre como seu clã fora exterminado. Num segundo confronto, Scorpion matou o Sub-Zero original e desde então persegue os Lin-Kuei sem saber da terrível verdade que lhe foi escondida. Shang Tsung [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Shang Tsung Quase todo o passado de Shang Tsung é um mistério. De acordo com a primeira revista em quadrinhos de Mortal Kombat, Shang Tsung foi amaldiçoado por 'seus deuses'. Sua maldição não era apenas derrotar seus inimigos, mas retirar-lhes a alma, para que Tsung não envelhecesse rapidamente. Um efeito colateral dessa maldição foi que Shang Tsung poderia utilizar a memória e habilidades da pessoa que acabara de derrotar. Ele então participou do torneio Mortal Kombat e se tornou o grande campeão, até que um monge shaolin chamado Kung Lao (ancestral de Liu Kang e Kung Lao , que seria conhecido depois como Grande Kung Lao) o derrotou. Shang Tsung retornou anos depois, com uma aparência bem mais velha, após a morte de um dos três Grandes Mestres do torneio. Junto com ele veio o príncipe dos Shokans, Goro , que foi requisitado pelo Imperador de Outworld , Shao Kahn , para finalmente vencer o torneio e enfraquecer o portal entre o Outworld e a Earth Realm , para assim poder invadí-la. Mesmo lutando valentemente, o Grande Kung Lao foi derrotado e morto por Goro. Shang Tsung então consumiu sua alma e o domínio de Outworld no torneio começou. Shang Tsung conheceu outro feiticeiro, Quan Chi , que estava a procura do amuleto de Shinnok , cuja localização era conhecida apenas pelos monges Shaolin. Por ter consumido a alma do Grande Kung Lao, Shang Tsung sabia onde encontrar o amuleto. Em troca da localização do amuleto e do mapa dos elementos, Quan Chi e Shinnok prometeram ajudar Shang Tsung a cumprir a tarefa designada pelo Imperador Shao Kahn, mas Tsung não revelou o segredo de que nenhum feiticeiro poderia entrar no templo onde o amuleto estava. Sonya Blade [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Sonya Blade A tenente Sonya Blade é uma das principais heroínas da série Mortal Kombat. Ela é integrante de uma unidade de elite das Forças Especiais e posteriormente participa da Outer World Investigation Agency. Sua impulsividade é controlada por seu superior e amigo, o major Jax Briggs . Sonya é a representação de uma mulher independente e de personalidade forte, que embora orgulhosa e teimosa, se preocupa profundamente com seus amigos e colegas. Ela possui uma rivalidade de longa data com o ladrão Kano , que representa tudo que Sonya detesta. Sub-Zero [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Sub-Zero Sub-Zero (Bi-Han, o Sub-Zero original) faz parte do clã Lin Kuei. Um dia, o Grande Mestre lhe disse que uma pessoa queria vê-lo. Shang Tsung surgiu, convidando-o para o torneio Mortal Kombat. Sub-Zero aceitou, e quando Shang Tsung vai embora, o Grande Mestre explica que um cliente muito rico, pagou muito bem para que Sub-Zero matasse Shang Tsung. Sub-Zero aceitou e seguiu para sua tarefa. Durante os torneios do Mortal Kombat, Bi-Han lutou contra Scorpion , tendo matado-o num primeiro momento, mas Scorpion retornou (como um espectro) e finalmente o matou. A alma de Sub-Zero foi para o Netherrealm, onde Shinnok , com o seu medalhão, contaminou-a completamente. Sub-Zero entrou para a Irmandade das Sombras e deixou de ser Sub-Zero, tornando-se Noob Saibot . Introduzido em Mortal Kombat 2 [ editar | editar código-fonte ] Baraka [ editar | editar código-fonte ] Baraka é o mais feroz dos Tarkatanos, uma das raças mutantes nômades da Exoterra . Como todos os Tarkatanos, ele se juntou ao exército de Shao Kahn , uma vez que chegou a maior fase e sobreviveu ao brutal Ritual de Sangue dos Tarkatanos. Ele ganhou o posto de Enforcer, após derrotar sozinho uma facção rebelde. Sua lealdade e força fazem dele um dos favoritos do Imperador. Com suas lâminas retráteis, matou muitos dos piores inimigos de Shao Kahn. Como um contestante no torneio Mortal Kombat, ele tem o dever de garantir o Plano Terreno ao Imperador.Baraka foi morto por Kug lao após entrar em uma breve luta com ele. [ 1 ] Jax [ editar | editar código-fonte ] O Major Jackson Briggs , mais conhecido pelo seu codinome Jax , é um membro condecorado das Forças Especiais dos EUA e um formidável guerreiro em combates corpo-a-corpo. A missão atual atual de Jax é derrubar uma organização criminosa conhecida como o Dragão Negro. Com a ajuda da Tenente Sonya Blade , ele se apoderou de muitos dos esconderijos de armas da organização. Mas quando um informante de confiança ( Kano ) se revelou um membro do alto escalão do Dragão Negro, Jax fez da captura de Kano sua prioridade. Kano conseguiu enganar Jax muitas vezes, levando as forças especiais a várias emboscadas mortais. Jax e Sonya finalmente encurralaram Kano em uma ilha desconhecida, mas foram dominados pelos habitantes da ilha, onde foram forçados a participar de um ritual sádico de combates sangrentos, conhecido como Mortal Kombat. Jax tem próteses mecânicas em seus braços, sendo reconhecido facilmente por fãs do jogo. [ 2 ] Jade [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Jade (Mortal Kombat) Uma assassina de Shao Kahn , Jade ganhou reputação como uma guerreira ágil e furtiva. Sua família era da nobreza de Edenia e serviu ao Imperador, uma vez que ele conquistou seu reino e tomou Jade como tributo quando ela era criança. Depois de anos de treinamento rigoroso nas artes de combate, Shao Kahn concedeu-lhe a posição de guarda-costas da princesa Kitana . Ao longo dos séculos, ela e Kitana tornaram-se amigas próximas, o que torna as ordens secretas de Shao Kahn dolorosas de aceitar: se Kitana for desleal, Jade deve matá-la. Mas Jade se revoltou contra o Imperador quando ele sequestrou sua amiga (Kitana) e a aprisionou na torre do castelo, devido à sua traição. Kintaro [ editar | editar código-fonte ] Assim como Goro e Sheeva , Kintaro é da raça de quatro braços, os Shokan, mas ao contrário de seus companheiros, ele é de classe baixa, da linhagem dos Tigrar. Como é habitual, quando Shao Kahn recruta um shokan e um centurião, ambos devem lutar num combate sangrento para decidir quem vai servir o Imperador. Kintaro matou seu adversário e, num ato sem precedentes de bravura, gritou que queria derramar mais sangue, fazendo com que outros centuriões pulassem ao ringue, mas foram massacrados por ele. Por ser muito selvagem, Shao Kahn nomeou Kintaro seu guarda pessoal. [ 3 ] Kitana [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Kitana Uma das protagonistas da série Mortal Kombat, Kitana é a princesa de Outworld, filha da rainha Sindel com o rei Jerrod. Ela tem mais de 10.000 anos, embora aparente ter por volta dos vinte. Através dos anos, ganhou grande importância, primeiramente como leal assassina de Shao Kahn e depois como sua inimiga, salvando Outworld das mãos do 'Imperador' e, em seguida, liderando um exército em Outworld para evitar qualquer possibilidade de Shao Kahn voltar a oferecer perigo. Impulsionada pela justiça, redenção e paz, Kitana é uma forte combinação de disciplina, inteligência, amor e perseverança. Ela desenvolveu um discreto interesse amoroso por Liu Kang , campeão de Earthrealm, até que ele foi assassinado pela Aliança Mortal - apesar de terem se encontrado brevemente antes de sua ressurreição. Aliou-se ao lado do bem, ignorando um dia ter jurado lealdade a Shao Kahn até descobrir a verdade sobre seu passado e família. Kitana tem uma clone chamada Mileena . Kung Lao [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Kung Lao Kung Lao , assim como Liu Kang , é descendente do Grande Kung Lao, que fora derrotado e morto por Goro séculos atrás e o que mais se enfurece com as piadas de Johnny Cage . Às vezes, recorre ao mestre Bo' Rai Cho para pedir conselhos. Dos guerreiros de Earthrealm, Kung Lao é o mais forte e o mais pacífico, mas não hesita em lutar, seja por Earthrealm ou seus amigos. Sua marca registrada é seu chapéu, que possui uma lâmina em torno de sua borda. Lao é definitivamente mais sábio do que competitivo. Mileena [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Mileena Originalmente conhecida como uma assassina a serviço do Imperador da Exoterra, Shao Kahn , Mileena se trata de um clone tarkatâneo da princesa Kitana (filha adotiva do Imperador), criada pelo feiticeiro Shang Tsung . Ela também serve a outros mestres nos jogos posteriores. Extremamente violenta, Mileena não mede esforços para tentar matar Kitana, com quem possui grande rivalidade, desejando matá-la a todo custo para conquistar o 'afeto' de Shao Kahn. Metade humana e metade tarkatânea (a raça nômade da Exoterra da qual Baraka é o guerreiro supremo), Mileena é uma guerreira que luta com sais, armas utilizadas pelos orientais. Shao Kahn [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Shao Kahn Antes de se tornar um grande conquistador de almas e reinos, Shao Kahn foi general das tropas de guerra de Onaga , o Rei Dragão, então Imperador de Outworld/Exoterra. Além de líder de tropas, Kahn era também seu principal conselheiro. Onaga dominou Outworld escravizando seu povo, matando por diversão e, principalmente, conquistando outros reinos e realidades paralelas. Em sua ganância, Kahn vislumbrou o possível trono de Outworld. Para conseguir o lugar de seu Imperador, Kahn envenenou Onaga e destruiu seu exército. Dessa forma, conseguiu a ascensão e se tornou o Imperador de Outworld. A sua ganância, entretanto, o cegava e após 10.000 anos de domínio, resolveu dar continuidade aos planos de expansão de seu império. O primeiro reino a ser alcançado, conquistado e destruído, foi Edenia - um lugar muito parecido com a Terra. Kahn enviou suas tropas de extermínio e matou milhares de edênios, inclusive seu rei, Jerrod. Para legitimar sua conquista, Kahn tomou a rainha Sindel por esposa e Kitana como sua filha adotiva. Uma vez escravizada por Kahn, Sindel resolveu se suicidar pelo bem de Kitana em um ponto isolado das realidades, na Terra, um lugar de paz e esperança. Assim, Kahn criou Kitana como sua filha e fez dela sua assassina pessoal - porém, se precavendo de uma possível rebelião, mandou Shang Tsung criar Mileena para, em caso de traição de Kitana, esta suceder sua 'meia-irmã'. Quando seu domínio já estava estabelecido, Kahn ficou mais ávido por conquista. Resolveu, então, invadir a Terra. Para isso, contudo, os Deuses Anciões criaram o Mortal Kombat para impedir a brutalidade de Kahn e para dar o direito de proteção à Terra. Eles enviaram Raiden como protetor pessoal das almas humanas a fim de encontrar guerreiros certos para competirem no Mortal Kombat: o torneio que legitimaria a vitória ou a derrota da Terra a cada geração. Kahn enviou seu feiticeiro mais poderoso (Shang Tsung), que venceu 9 dos 10 torneios necessários para a invasão. O Imperador não contava que seus planos seriam frustrados com a vitória de Liu Kang no torneio realizado na Terra, como também em Outworld. Em um ato de desespero, Kahn violou as regras do Mortal Kombat, abrindo os portais a fim de reclamar Sindel, que estava morta num remoto deserto de Outworld (um ponto de passagem para um deserto na Terra) e ressuscitada por outro feiticeiro, Quan Chi . Neste ato, Kahn conseguiu fundir metade do reino da Terra ao reino de Outworld, inflando ainda mais seu ego e cegando-o ainda mais por poder. Smoke [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Smoke (Mortal Kombat) Thomas Verbada, conhecido pelo seu codinome Smoke , foi recrutado pelos Lin Kuei pela sua impressionante capacidade de fuga. Capaz de se transformar em um fio de fumaça e vapor, o seu talento foi útil em inúmeras missões do clã. Smoke não tem nenhuma memória de sua infância ou de qualquer evento anterior à sua adoção pelos Lin Kuei. Assim sendo, considera o clã sua família. Mais especificamente o jovem Sub-Zero ( Tundra , o segundo Sub-Zero), que é como um irmão para ele. Smoke tem esperança de que, com a ajuda dos Lin Kuei, possa descobrir sobre seu passado e a origem de seus poderes. Porém quando seu clã começou a robotizar seu guerreiros, ele e Sub-Zero/Tundra passaram a fugir, mas Smoke é capturado e transformado em ciborgue sob a Unidade cibernética 'LK-7T2'. Introduzido em Mortal Kombat 3 e suas atualizações [ editar | editar código-fonte ] Cyrax [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Cyrax Cyrax , Unidade Cibernética 'LK-4D4' é um guerreiro que serve ao clã Lin Kuei, algo de que se orgulhava muito até o clã iniciar um projeto chamado Cyber Iniciativa, que visava melhorar seus guerreiros, instalando partes mecânicas em seus corpos - tornando-os ciborgues. Ele se opôs ao projeto, pois acreditava ser mais eficaz do que qualquer guerreiro mecânico, mas foi capturado por Sektor e forçado a se tornar um ciborgue. Ermac [ editar | editar código-fonte ] Ermac é a abreviação de ERROR MACRO. No jogo Mortal Kombat 1 e 2, Ermac era o ' Scorpion com roupa vermelha' e no campo do nome não aparecia Scorpion, mas sim Ermac. Surgiram boatos de que ele era um personagem secreto de MK 1 e 2 e esse boato chegou ao criadores do jogo. Então, incluíram-no na continuação da série (MK 3). Algum tempo depois os criadores do jogo divulgaram a origem de Ermac: como punição por resistirem a Shao Kahn quando ele conquistou Edenia , as almas dos guerreiros derrotados (e de seu Rei, Jerrod) eram arrancadas de seus corpos e fundidas, para formar o ser que hoje é conhecido como Ermac. Sempre obedecendo à vontade de Shao Kahn, Ermac é o seu principal executor. Devido às essências de tantas almas unidas, Ermac tem um imenso poder telecinético, o que lhe dá uma vantagem que ele usa para tentar destruir a resistência do Plano Terreno , para assim, Shao Kahn vir governá-lo. [ 4 ] Kabal [ editar | editar código-fonte ] Como um ex-membro do clã do Dragão Negro, Kabal dedicou ao crime a sua vida e habilidades de combate, até que decidiu usá-las para um fim melhor, assim, se juntando às forças policiais de Nova Iorque, para combater os vilões a quem servia. Essa decisão ajudou a aliviar as antigas memórias obscuras que o torturavam. Mas ele se transformou novamente, ao ter seu corpo inteiro queimado por Kintaro , durante a invasão ao Plano Terreno . Devido aos seus grandes ferimentos, Kano o levou para seu esconderijo e usou suas habilidades com a cibernética para reconstruir seu corpo. Agora, para conseguir se manter vivo, Kabal está fadado a usar sistemas cibernéticos em seu corpo para sempre. [ 5 ] Une-se a Raiden e cia. na defesa da Terra. Khameleon [ editar | editar código-fonte ] Depois que Shao Kahn destruiu o reino de Zaterra e matou quase todos os saurianos , Khameleon acredita que ela e Reptile se tornaram os únicos sobreviventes da sua raça. Reptile, não sabendo da verdade, segue servindo a Shao Khan. Mas Khameleon conta a ele a verdade e assim, ambos juntaram forças para derrotar o Imperador Shao Khan, mas Reptile foi corrompido e caiu sob a influência de Khan. Ele se virou contra Khameleon, que fugiu para não ser morta. Ao ver o imenso poder que o Imperador e seu aliados tinham, ela desistiu de matá-lo e ficou invisível, vagando sem rumo pelos reinos. Durante uma de suas viagens aos vários reinos, ela descobriu que haveria uma grande disputa entre todos os guerreiros, para conquistar uma arma em Edenia que daria um imenso poder a quem a possuísse, se tornando praticamente um deus e soube que Shao Kahn também desejava tal artefato. Ela então se empenhou em consegui-la antes do Imperador, para assim, vingar a raça dos Saurianos. [ 6 ] Motaro [ editar | editar código-fonte ] Motaro é da raça dos Centuriões (criaturas que parecem centauros, mas com chifres de capricórnio e rabo metálico). Como toda sua raça, ele é inimigo mortal dos Shokan - raça de Goro , Kintaro e Sheeva . As duas raças estão em constante conflito para provar para Shao Kahn qual é superior. Motaro era líder de um dos esquadrões de extermínio do Imperador, no entanto, ele foi morto por Raiden depois de entrar em uma breve luta com Johnny Cage durante a invasão do Plano Terreno . Após sua morte, Motaro foi substituído por Sindel . Nightwolf [ editar | editar código-fonte ] Nightwolf é um dos poucos mortais do Plano Terreno com uma forte ligação com o mundo espiritual. Um xamã nativo americano poderoso, ele é guiado pelas forças do empíreo e comunga com os seres divinos, como Haokah, conhecido no Oriente como Raiden . A devoção de Nightwolf permite que os Espíritos trabalhem através dele, concedendo-lhe longa vida e armas poderosas para combater as forças obscuras que ameaçam a humanidade. Mas durante a invasão da Terra, as armas de Nighwolf não foram o suficiente. Dessa forma, ele conta com a ajuda dos espíritos para guiarem e darem coragem aos seus companheiros (e a ele mesmo). [ 7 ] Rain [ editar | editar código-fonte ] Rain , ex-príncipe de Edenia , tornou-se órfão quando Shao Kahn conquistou Edenia e matou seu pai, Argus, o deus mais poderoso daquele reino. Rain cresceu sob a proteção da Resistência Edeniana. Um lutador excepcional e com o poder de controlar a água, ele logo se tornou um dos melhores guerreiros e sua reputação cresceu - bem como sua arrogância. Quando Rain exigiu a liderança das forças da resistência, o recusaram. Enfurecido, ele se voltou contra seus companheiros rebeldes e os entregou ao seu inimigo jurado (Shao Kahn). Como pagamento por esta traição, o Imperador prometeu a Rain seu próprio exército. Agora ele quer somente aumentar seu poder, não importa a qual custo. [ 8 ] Sektor [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Sektor Sektor , Unidade cibernética 'LK-9T9' é o filho do Grão-Mestre do clã Lin Kuei, que se orgulha por ter um filho que aprecia a sua vida de assassino. O clã secreto permite a Sektor expressar a sua natureza mais obscura, usando todos os meios necessários para completar suas missões. Contratado por Shang Tsung , sua missão era a de assistir ao torneio Mortal Kombat junto a Bi-Han (o Sub-Zero original) e Cyrax , para que eliminassem os concorrentes do Plano Terreno antes que eles tivessem chance de competir. Mas sua missão foi interrompida pela morte de Bi-Han e a traição de Cyrax. Depois deste acontecimento, os Lin Kuei os transformaram (Cyrax e Sektor) em ciborgues e os enviaram para sequestrar Sub-Zero e Smoke . Quando na forma de ciborgue, Sektor é capaz de pensar e agir independentemente, assim como Cyrax, mas diferentemente dele, não demonstra qualquer sinal de emoção. Sheeva [ editar | editar código-fonte ] Sheeva é da raça de quatro braços, os Shokan, a mesma de Goro e Kintaro . As suas marcas revelam que ela é da linhagem real, Draco (assim como Goro). Como todos os Shokan, ela dedica a sua vida a Shao Kahn , trazendo honra à sua raça por servi-lo. Durante um ataque de rebeldes à fortaleza de Shao Kahn em Edenia , Sheeva ferozmente protegeu a Rainha Sindel e impediu sua captura. Ela foi posteriormente nomeada guarda-costas pessoal de Sindel até a misteriosa morte da Rainha no Plano Terreno . Sheeva é agora a carcereira-chefe da masmorra opressiva de Shao Kahn. [ 9 ] Sindel [ editar | editar código-fonte ] Mãe de Kitana , Sindel foi forçada a se casar com Shao Kahn quando este conquistou seu reino, Edenia . Em uma tentativa de frustrar os planos do Imperador no Plano Terreno , ela se sacrificou. Seu suicídio criou uma barreira mágica que o impedia de colocar os pés lá, barreira esta que ficou conhecida como 'O Selo de Sindel'. Mas a barreira foi destruída quando Quan Chi ressuscitou Sindel e escravizou sua mente a mando de Shao Kahn. Uma ex-aliada do Plano Terreno, Sindel tornou-se uma ameaça mortal, matando quase todos os defensores da Terra. Contudo, após sua morte, os Deuses Anciões criaram o Mortal Kombat para proteger os reinos contra fusões, e o seu selo deixou de ter efeito. Quando Shao Kahn manda que a ressuscitem, ele acredita que se ela reviver e retirar o próprio selo, poderá fundir a Terra à Outworld, mas essa é uma crença falsa incitada por Quan-chi para que Shao Kahn possa ser punido pelos Deuses Anciões e saia do caminho de Shinnok e seus planos. Kurtis Stryker [ editar | editar código-fonte ] Um dos melhores policiais de Nova Iorque, Kurtis Striker é uma equipe da SWAT de um homem só. Ele já foi condecorado uma vez por, sozinho, ter frustrado os terroristas no famoso Incidente da Torre Greenberg e por resgatar os passageiros de um ônibus desgovernado que corria através da cidade prestes a explodir. Ele não estava preparado para combater as forças de outros mundos, porém, um portal mágico abriu espaço para as forças de Shao Kahn invadirem o Plano Terreno e ele se viu forçado a agir. Devido às suas habilidades de combate, ele conseguiu sobreviver às várias ondas de ataques, mas foi morto pela Rainha Sindel , num um ataque brutal que exterminou quase todos os guerreiros de Raiden . Introduzido em Mortal Kombat Mythologies: Sub-Zero [ editar | editar código-fonte ] Fujin [ editar | editar código-fonte ] Fujin , também conhecido como Deus do Vento, foi um dos quatro guardiões designados por Raiden para proteger amuleto de Shinnok e é o primeiro dos deuses que Noob Saibot (até então, Sub-Zero ) vence, a fim de adquir o artefato. Quando Shinnok e Quan Chi tentaram dominar o Plano Terreno , Fujin juntou-se a Raiden, auxiliando as forças do Deus do Trovão a invadir palácio de Shao Kahn . Após a derrota de Shinnok, Fujin tornou-se o novo deus do Plano Terreno, enquanto Raiden se tornou um Deus Ancião. Assim, ele protege a Terra das forças malignas, como quando ajudou Kung Lao a deter o corpo reanimado de Liu Kang e quando tentou deter Taven de matar Blaze . Fujin é também irmão de Raiden. Quan Chi [ editar | editar código-fonte ] Netherrealm produziu muitos seres vivos, mas nenhum se compara ao Arqui-Feiticeiro Quan Chi . Ao invés de usar os demônios de Netherrealm em seus planos de derrotar o Plano Terreno , ele prefere ressuscitar guerreiros mortos. O primeiro deles foi o torturado ninja Shirai Ryu Scorpion , que é o assassino pessoal de Quan Chi. Quan Chi está construindo um exército de espectros - cuja finalidade ainda não foi revelada. O feiticeiro foi responsável por quebrar a barreira que protegia o Plano Terreno de Shao Kahn , ressuscitar o Sub-Zero (agora Noob Saibot ) e ressuscitar a Rainha Sindel , que, por ter sua mente controlada, matou quase todos os guerreiros da Terra. Embora tenha ajudado Shao Kahn durante a invasão, Quan Chi serve ao imperador de Netherrealm, Estouro de Facão Shinnok . Em Mortal Kombat X , Quan Chi é morto por Scorpion . Sareena [ editar | editar código-fonte ] Sareena é uma das assassinas de Quan Chi e guardiã do cristal que dá acesso à sala do trono de Shao Kahn , mais tarde se voltando contra ele (Quan Chi). Sua aparência jovem e bonita esconde sua verdadeira forma de um demônio horrível. Sua aparência humana era sustentada pela magia de Quan Chi, mas quando ele escapou de Netherealm, ela conseguiu encontrar uma maneira de permanecer bonita sem ele. Desde então, ela tem ajudado as forças do bem e é aliada de Sub-Zero e o novo clã Lin Kuei . Shinnok [ editar | editar código-fonte ] Shinnok é um dos seres malignos mais poderosos de todos os reinos e de toda série Mortal Kombat, senão o mais forte, visto que das outras vezes ele perdeu apenas por não estar de posse de seu amuleto, no qual ele havia depositado seu poder. Perdeu apenas para Johnny Cage e Cassie Cage porque os poderes de Johnny e Cassie foram feitos para enfraquecer e derrotar seres mágicos como Shinnok. Shinnok é o soberano de Netherrealm . Um antigo Deus Ancião, foi rebaixado e banido quando tentou dominar o Plano Terreno e se virou contra os outros Deuses. Shinnok retira grande parte de seus poderes de artefatos antigos, além de ter uma incrível capacidade de manipulação, sempre usando os outros para executar seus planos. Ele fundou a Irmandade das Sombras, contando principalmente com Quan Chi , seu servo, a quem ele usou para convencer Shao Kahn a fundir o Plano Terreno a Outworld , enfraquecendo todos os reinos e assim, pretende reinar sobre os reinos. É morto em Mortal Kombat X pelo Raiden . Introduzido em Mortal Kombat 4 [ editar | editar código-fonte ] Jarek [ editar | editar código-fonte ] O segundo comandante do clã Dragão negro, Jarek foi treinado por Kano na arte do assassinato, tornando-se brutal e mal-humorado. Ele foi procurado por muito tempo pelos agentes da Forças Especiais Jax e Sonya , sendo que foi o único membro do Dragão Negro, além de Kano, a escapar com vida da fuga da prisão, onde os detentos foram caçados por Jax. Aceita se aliar a Raiden temporariamente para derrotar Shinnok . Kai [ editar | editar código-fonte ] Um habilidoso guerreiro Gurkha , Kai tem a habilidade de controlar o fogo. Ele foi convidado por Liu Kang para se tornar um dos monges shaolin da Sociedade da Lotus Branca. Porém, seu treinamento foi interrompido pela invasão de Shinnok e assim, juntou forças com os guerreiros do Plano Terreno para combater Shinnok. Meat [ editar | editar código-fonte ] Meat era um dos horríveis experimentos de Shang Tsung no Fosso de Carne, de onde conseguiu fugir antes de estar completo. O pouco que se sabe dele é que ele ajuda Shinnok . Parece um esqueleto com um pouco de carne, capaz de copiar os movimentos dos adversários. Reiko [ editar | editar código-fonte ] Reiko é o cruel general do grupo de extermínio de Shao Kahn que já serviu a Shinnok e ainda à Irmandade das Sombras. Ele tem a grande ambição de um dia tomar o trono de Shao Kahn. Curiosamente, Reiko não tem pupilas, o que leva a crer que ele não seja humano, mas muito pouco foi revelado sobre ele até o momento. Tanya [ editar | editar código-fonte ] Tanya é uma mulher de Edenia , corrompida pelo mal ao se juntar à Irmandade das Sombras para servir a Shinnok . Ela constantemente engana e trai seus 'aliados', o que faz com que ela seja vista com desconfiança por todos. Devido às suas constantes traições à Edenia, ela se tornou inimiga mortal de Jade , que caça Tanya sempre que há uma oportunidade. Introduzido em Mortal Kombat: Special Forces [ editar | editar código-fonte ] Tremor [ editar | editar código-fonte ] Tremor tem os poderes de um Elemental da Terra: pode criar terremotos, formar projéteis de pedra e lava e moldar o solo como quiser. Sua situação atual com o clã de traficantes de armas do Dragão Negro de Kano é desconhecida, pois uma missão recente parece ter criado animosidade entre Tremor, as Forças Especias e Kano. Introduzido em Mortal Kombat: Deadly Alliance [ editar | editar código-fonte ] Blaze [ editar | editar código-fonte ] Blaze é um espectro de fogo criado por Delia para ajudar Taven e Daegon a impedir o armagedom. Porém, ele foi corrompido ao ser capturado pelos homens santos de Onaga , para que ele pudesse proteger o ovo de dragão, do qual Onaga ressuscitaria. Então, no Armagedom, ao ser derrotado por Taven, ao invés de deter os lutadores, ele os tornou mais fortes, fazendo com que todos fossem mortos, exceto Raiden e Shao Kahn . Blaze também aparece lutando contra Liu Kang ao fundo de uma das arenas de Mortal Kombat II. Bo' Rai Cho [ editar | editar código-fonte ] Bo' Rai Cho é um mestre de artes marciais obeso e bêbado, mas de grande importância. Nunca lutou em um torneio do Mortal Kombat, pois teria que lutar pelas forças da Exoterra , sua terra natal, então ele foi para o Plano Terreno para treinar novos lutadores, sendo responsável pelo treinamento de grandes guerreiros como Liu Kang e Shujinko . Ele ajudou muitas vezes as forças de Raiden contra a Aliança Mortal. Drahmin [ editar | editar código-fonte ] Um dos onis do 5º plano do Submundo, Drahmin foi contratado por Shang Tsung para ser seu guarda-costas, juntamente com Moloch . Originalmente, ele era um cruel chefe militar da Exoterra , mas teve sua alma condenada a passar a eternidade sendo torturado, tornando-se um oni. Ele usa uma máscara chamada 'Face de Kun-Lo' que permite controlar sua raiva, podendo agir com disciplina. Frost [ editar | editar código-fonte ] Frost foi descoberta por Sub-Zero através de um torneio que ele criou ao se tornar Grão-Mestre dos Lin-Kuei, e, impressionado com suas habilidades, ele a treinou. Com a assistência de Sub-Zero, não só as habilidades de manipulação do gelo de Frost cresceram, mas também sua arrogância, assim, nem mesmo Sub-Zero pôde lhe ensinar a ser humilde. Quando a ajuda deles foi solicitada por Raiden , ela conheceu e se tornou inimiga de Sonya . Frost chegou a roubar o medalhão de Sub-Zero para se tornar mais poderosa, mas foi consumida e congelada por não conseguir controlar os poderes do artefato. Hsu Hao [ editar | editar código-fonte ] Um detetive da inteligência chinesa a serviço de Mavado , Hsu Hao se infiltrou nas Forças Especiais com intuito de destruí-las após acabar com o clã do Dragão Negro. No lugar do coração, ele tem uma prótese que lhe garante a vida. Porém, mais tarde, após destruir o Dragão Negro e as Forças Especiais, ele foi morto por Jax , ao ter a sua prótese arrancada. Kenshi [ editar | editar código-fonte ] Kenshi fez a sua primeira aparição em Mortal Kombat: Deadly Alliance, como um personagem cego. Ele poderia ser selecionado desde o inicío do jogo, possuindo avançados poderes mentais que incluem desde arremessar oponentes ao ar apenas com o poder de sua mente até a teletransportação. Kenshi tem suas origens na mistura de ancestrais europeus e asiáticos (euroasiáticos). Ele é mestre nas artes marciais Tai Chi, San Shou e Judô. Sendo atualmente grande aliado de Sonya Blade e Jax , também encontrou amigos no frio Sub-Zero e no enigmático Ermac . Li Mei [ editar | editar código-fonte ] Li Mei é uma jovem guerreira da Exoterra que teve seu povo escravizado por Shang Tsung . Assim, ela foi à procura do feiticeiro para libertar seu povo. Ela se tornou uma grande amiga de Shujinko , que a treinou. Conseguiu vencer o torneio de Quan Chi , mas ao ivés de libertar seu povo, ele tentou aprisionar sua alma no corpo de um dos soldados de Onaga , mas foi salva por Bo' Rai Cho . Mavado [ editar | editar código-fonte ] Mavado é um criminoso inflexivelmente cruel. Ele se parece muito com Kano , já que confia principalmente em táticas de intimidação e força bruta, sendo disciplinado e inteligente. Ele usa um par de ganchos que manuseia para se locomover rapidamente. É o segundo líder do clã do Dragão Vermelho, ficando abaixo apenas para Daegon . Mokap [ editar | editar código-fonte ] Mokap é um ator de captura de movimento, com um vasto conhecimento das artes marciais e estilos de luta, que foi contratado por Johnny Cage . Ele não tem relevância na história de Mortal Kombat, lutando contra sua vontade, por estar no lugar errado e na hora errada. Moloch [ editar | editar código-fonte ] Um dos onis do 5º plano do Submundo, Moloch foi contratado por Shang Tsung para ser seu guarda-costas, juntamente a Drahmin . Ele tem três olhos, é grande e feroz, tendo poucos pontos fracos e grande força-bruta. Nitara [ editar | editar código-fonte ] Nitara é uma vampira alada de aparência gótica graças a uma maldição de Shinnok , e, dessa forma, depende da vida dos outros para se manter viva. Mas, ao invés de almas, como Shang Tsung , ela precisa do sangue de suas vítimas. Nitara luta para separar seu reino da Exoterra . Introduzido em Mortal Kombat: Deception [ editar | editar código-fonte ] Ashrah [ editar | editar código-fonte ] Ashrah é um demônio com a aparência de uma mulher elegante e humilde, vestida em trajes brancos e chapéu com um véu que cobre seu rosto. Ela fazia parte da Irmandade das Sombras, até que Quan Chi ordena que ela mate sua irmã. Então, ela foge e encontra a 'Kriss', uma arma que corrompe seu usuário, fazendo com que aquele que a empunhe tenha a falsa crença de estar matando demônios diversos. Ashrah crê que com essa arma poderá, enfim, purificar seu espírito. Assim, ela persegue Noob Saibot - em sua opinião, um poderoso demônio - pois, ao matá-lo, conseguiria completar sua purificação. Após matar vários demônios, ela consegue escapar do inferno e vai para Vaeternus para matar vampiros, mas acaba sendo impedida por Nitara . Dairou [ editar | editar código-fonte ] Dairou é um dos mais respeitados guardas do Seido , assim como Hotaru , mas foi preso quando matou um homem que ele acreditava ter assassinado sua família. Ele escapou da prisão durante o tumulto causado pela resistência, liderada por Darrius . Depois de escapar, ele nunca mais seguiu as leis do Seido e se tornou um mercenário. Então, Dairou foi contratado para libertar Shujinko da prisão. Logo após o retorno de Onaga , Darrius o contratou para roubar a constituição do Reino da Ordem e matar Hotaru. Darrius [ editar | editar código-fonte ] Proveniente do Reino da Ordem, Darrius é um homem ambicioso e sem escrúpulos, que consegue armar grandes esquemas para controlar outras pessoas. Ele ficou desiludido com a opressão imposta pelo governo do seu reino e assim assassinou a família de Dairou para fazê-lo assassinar outra pessoa e ser expulso da guarda. Com isso ele contratou Dairou para roubar a Declaração de Ordem dos governadores e matar Hotaru . Para os seus seguidores, ele é um revolucionário e visionário. Já para as outras pessoas ele é um terrorista implacável. Havik [ editar | editar código-fonte ] Havik é um clérigo do Reino do Caos que se dedica a espalhar a discórdia pelos reinos, sempre se aliando a quem estiver disposto a ajudar em seus planos, independentemente de seus objetivos. Ele é conhecido por frequentemente causar problemas no Reino da Ordem, sendo um herói para os habitantes do Reino do Caos, onde formou uma aliança com o revolucionário Darrius . Ele se opõe ao Rei Dragão, Onaga e é rival de Hotaru , o guarda do Seido. Hotaru [ editar | editar código-fonte ] Hotaru é o general da guarda do Reino da Ordem, que se dedica a manter a lei e a ordem a qualquer custo, a ponto de poder ser chamado de fanático. Ele tem uma armadura em forma de exoesqueleto de inseto e poderes luminosos, que reflete seu nome ('vaga-lume' em japonês). É rival de Havik , que, ao contrário de Hotaru, se dedica a espalhar o caos. Embora Hotaru seja neutro, ele apoia Onaga , pois o Rei Dragão reina através da ordem - ainda que essa ordem decorra de métodos cruéis e temíveis. Kira [ editar | editar código-fonte ] Uma das primeiras recrutas de Kabal para o Clã do Dragão Negro, Kira é uma corajosa contrabandista de armas das montanhas do Afeganistão . Ela é fria e calculista, conseguindo sair de qualquer situação de perigo. Trabalha junto com seu parceiro, Kobra , que ela própria e Kabal recrutaram para o clã. Uma de suas missões foi impedir que Taven chegasse ao templo de seu pai e pegasse a espada, tendo ela fracassado miseravelmente em detê-lo. Kobra [ editar | editar código-fonte ] Kobra é um lutador de rua brutal e selvagem, especialista em kick boxing. Ele fazia parte de uma gangue de rua, se tornando mais tarde um vendedor de drogas. Foi consumido pela excitação da luta e começou a assassinar seus oponentes e a roubá-los, sendo preso algumas vezes. Em uma de suas prisões ele foi libertado por Kabal e Kira , que o chamaram para fazer parte do novo Clã do Dragão Negro. Onaga [ editar | editar código-fonte ] Conhecido como Rei Dragão, Onaga foi um dos primeiros imperadores da Exoterra . Ele era temido pelo seu exército invencível, que usava para conquistar mais reinos para aumentar seu poder. Ele foi envenenado por Shao Kahn , um de seus conselheiros e por quem teve seu trono roubado. Com isso, os seus homens colocaram sua alma em um ovo de dragão e sequestraram Blaze para guardá-lo. Quando o ovo se abriu sua alma foi transferida para o corpo de Reptile , assim o ressuscitando. Ele possui um corpo resistente, uma força sobre-humana e a capacidade de ressuscitar os mortos. Tamanho é o poder de Onaga, que logo após ressuscitar, suportou sem dificuldade um ataque conjunto dos poderes de Shang Tsung , Quan Chi e Raiden sem sofrer dano algum. Shujinko [ editar | editar código-fonte ] Quando jovem, Shujinko viajou pelos reinos aprendendo as técnicas de vários lutadores, com o sonho de um dia lutar contra Shang Tsung no Mortal Kombat. Mas durante sua aventura ele foi enganado por Onaga , que, disfarçado de Damashi , um mensageiro dos deuses, fez com que ele juntasse os Kamidogus e o ressuscitasse. Shujinko, devido à idade, já estava muito sábio e muito habilidoso, e, consumido pela culpa de libertar o Rei Dragão, jurou detê-lo. Introduzido em Mortal Kombat: Armageddon [ editar | editar código-fonte ] Daegon [ editar | editar código-fonte ] Filho do deus de Edenia , Argus e da feiticeira Delia , o semi-deus Daegon , assim como seu irmão, Taven , deve encontrar e destruir Blaze , para impedir o Armagedom. Porém ele foi acordado prematuramente, o que o levou a questionar a sua missão. Então ele foi buscar a ajuda de Shinnok , um velho amigo da família, mas ele foi manipulado por Shinnok, dizendo-lhe que seus pais estavam ajudando o seu irmão. Assim, ele matou seus familiares e fundou o clã do Dragão Vermelho, que usou para tentar impedir Taven de chegar a Blaze. Porém, quando os dois se enfrentaram, Daegon foi morto e assim Taven pôde lutar contra Blaze. Taven [ editar | editar código-fonte ] Filho do deus de Edenia Argus e da feiticeira Delia , o semi-deus Taven deveria impedir o Armagedom, ocasião na qual os combatentes podem destruir todos os reinos. Ele e seu irmão, Daegon , deveriam encontrar e destruir Blaze . Taven enfrenta Daegon em uma batalha, na qual Taven vence Daegon e recupera a espada de seu pai, que seu irmão havia roubado. Assim, Taven mata Blaze, mas ao invés de retirar os poderes dos guerreiros, eles são ampliados, porque Blaze havia sido corrompido pelos homens de Onaga . Com isso, todos os guerreiros são destruídos uns pelos outros, restando somente Raiden e Shao Kahn . Taven é o herói principal no modo konquest de Mortal Kombat: Armageddon . Introduzido em Mortal Kombat (2011) [ editar | editar código-fonte ] Cyber Sub-Zero [ editar | editar código-fonte ] Um assassino do clã Lin Kuei, Sub-Zero comanda o poder do gelo e do frio. Embora seu codinome seja Tundra , ele assumiu o nome de Sub-Zero para homenagear seu irmão, Bi-Han , após este ser assassinado por Scorpion . Com a ajuda de seu companheiro Lin Kuei, Smoke , Sub-Zero caçava incansavelmente quem matou seu irmão, até ser capturado pelos ciborgues Cyrax e Sektor e acabar sendo transformado também num ciborgue. Comandado pelo Lin Kuei, Cyber Sub-Zero serviu Shao Kahn , até que, com a ajuda de Kabal , Smoke e outros guerreiros da Terra, teve sua alma restaurada, assim, podendo ajudar a deter o Imperador. Mas logo depois acaba morto por Sindel junto com os outros sob comando de Raiden , sobrevivendo apenas Sonya , Johnny Cage e o próprio Raiden. Skarlet [ editar | editar código-fonte ] Skarlet é uma guerreira criada por Shao Kahn , a partir do sangue dos vários guerreiros mortos por ele. Uma rastreadora especialista, ela ataca os inimigos do império. Durante o combate, Skarlet ganha força do sangue de seu oponente, absorvendo-o através de sua pele. Sua missão é descobrir as verdadeiras intenções de Quan Chi e matá-lo se ele planejar trair o Imperador. Freddy Krueger [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Freddy Krueger Freddy Krueger é um maléfico espírito que vive nos sonhos. Ele obtém as almas de suas vítimas do Plano Terreno, manipulando seus sonhos e as matando neles. Quando Shao Kahn começou a invasão ao Plano Terreno, Freddy se sentiu ameaçado pelos seus planos, já que o vilão pretendia dominar todas as almas do Plano Terreno. Então o maior desejo de Freddy é derrotar Kahn para poder ter seus 'domínios' de volta. Kratos [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Kratos (God of War) Kratos é um guerreiro grego de Esparta, violento e sanguinário trazido de volta à vida por Shang Tsung . Primeiramente Tsung pretendia que Kratos lutasse pela Exoterra, mas o guerreiro se voltou contra ele e ajudou os lutadores do Plano Terreno a derrotar Shao Kahn . Depois do feito, Raiden e Fujin o enviaram de volta para o seu tempo, esperando que um dia Kratos pudesse os ajudar novamente. Kratos derrotou vários deuses, incluindo Zeus (seu próprio pai). Introduzido em Mortal Kombat X [ editar | editar código-fonte ] Cassandra 'Cassie' Cage [ editar | editar código-fonte ] Filha de Sonya Blade e Johnny Cage , Cassandra 'Cassie' Cage une as habilidades e ironias de seu pai, a beleza e teimosia de sua mãe. Lidera o grupo contra a invasão de Outworld ao Plano Terreno. Membro da Special Forces, Cassie seguiu os passos de sua mãe, a também militar Sonya Blade. D'Vorah [ editar | editar código-fonte ] D'Vorah é serva e primeira-ministra no império de Kotal Kahn . Ela tem controle sobre os insetos e é da raça Kytinn, na ilha de Arnyek, que foi fundida à Outworld. Foi revelado que D'Vorah servia secretamente a Shinnok , roubando o seu amuleto da posse de Kotal Kahn, para assim poder libertar o deus caído que estava preso no artefato, através de Quan Chi . Ela foi a responsável pela morte de Mileena e Baraka , sob a ordem de Kotal Kahn. Erron Black [ editar | editar código-fonte ] Erron Black é um pistoleiro mercenário a serviço de Kotal Kahn , membro do Dragão Negro, que faz ligações entre os serviços da facção com o Imperador de Outworld. Ferra/Torr [ editar | editar código-fonte ] Ferra/Torr consiste em uma dupla de simbiontes que é formada por uma garota armada (que praticamente não sofre os golpes) e um bruto gigante que usa uma máscara com cordas no rosto. Ferra é o cérebro de Torr e o modo como comunicação entre eles ocorre é desconhecida. O que se sabe até o momento é que são de uma raça de escravos, que servem a Kotal Kahn . Jacqueline 'Jacqui' Briggs [ editar | editar código-fonte ] Jacqui , como também é conhecida, é uma aliada dos guerreiros do Plano Terreno contra a invasão de Outworld. É filha de Jax Briggs . Ela utiliza duas luvas especiais (capazes de lhe darem impulso, além de possuirem uma arma que pode ser escolhida pelo jogador), provavelmente um 'tributo' a seu pai. Kotal Kahn [ editar | editar código-fonte ] Kotal Kahn é o 'Deus do Sol' do reino Osh-Tekk, que foi fundido com Outworld como um prêmio que seu pai, Kotal Ket'z , deu para Shao Kahn em troca de uma pedra de portais. Tem seu visual inspirado em guerreiros Aztecas. Veio ao Plano Terreno anteriormente para treinar suas habilidades e foi adorado pelos indígenas nativos após salvá-los dos colonizadores, porém retorna a Outworld e quando volta ao Plano Terreno mais uma vez, seus seguidores estão mortos. Foi seguidor de Mileena quando esta era Imperatriz, depois a derrubou do trono e o pegou para si, tornando-se o atual Imperador de Outworld. Kung Jin [ editar | editar código-fonte ] Primo mais novo e descendente de Kung Lao , é um shaolin. Usa um bastão mágico que também é um arco como seu instrumento de batalha, com o qual usa a mágicas ancestrais e busca sempre honrar Kung Lao e Liu Kang (que foram transformados em espectros) Takeda [ editar | editar código-fonte ] Filho de Kenshi e Suchin (vista nos quadrinhos), Takahashi Takeda foi treinado por Scorpion (que estava em sua forma humana por não estar mais sobre o controle de Quan Chi). Usa chicotes com lâminas e espadas luminescentes em suas batalhas. Ele usa ainda uma faixa na cabeça em homenagem a seu pai. Jason Voorhees [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Jason Voorhees Morte e vingança constituem a essência do ser de Jason Voorhees , que morreu quando era um jovem garoto. Sua mãe morreu de sofrimento e raiva devido à perda do filho. Quando ela foi assassinada, Jason retornou e a vingou. Muitas vezes, os vivos tentaram mandar ele de volta para o terreno da morte. Ele foi esfaqueado, afogado, eletrocutado, jogado para o espaço. Mas Jason não pode ser morto. Não pode ser parado. Predador [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Predador (criatura) O Predador não está aqui para nos governar. Ele não deseja destruir mundos. Ele e os outros de sua raça alienígena simplesmente lutam e matam por esporte e honra. Há muito combate no Earth Realm . Shao Kahn e depois Shinnok achavam que eram conquistadores. E eles foram derrotados. O Predador não será. Os humanos do Earth Realm, os seres de Outworld e os demônios do Underworld cairão diante de suas armas, táticas e força superiores. Suas peles servirão de belos troféus. Leatherface [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Leatherface Leatherface é um serial killer com uma motosserra, o personagem principal da série de filmes Massacre da Serra Elétrica . Ele é inspirado em um assassino na vida real que matava suas vítimas e removia a pele de seus rostos para fazer uma máscara que cobrisse seu rosto deformado, por isso esse nome. Triborg [ editar | editar código-fonte ] Triborg é um ciborge que é uma fusão dos quatro ciborges do jogo: Cyrax, Sektor, Cyber Smoke e Cyber Sub-Zero. Sendo cada um deles, uma variação. Triborg é o único personagem de Mortal Kombat X que possui quatro variações. Xenomorfo (Alien) [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Xenomorfo Xenomorfo , ou Alien , é uma especíe alienígena, este, vindo de dentro do personagem Baraka, possui manoplas braçais e longos dentes fiados como a sua vítima. Personagens secundários [ editar | editar código-fonte ] Argus [ editar | editar código-fonte ] Argus é o mais poderoso deus de Edenia e pai de Taven , Daegon e Rain . Ele foi convocado pelos deuses anciões para deter o apocalipse, causado pelo crescente número de guerreiros criados pelo Mortal Kombat. Ele queria matar todos os lutadores, mas Delia , sua esposa, queria que ele somente reduzisse os poderes dos lutadores. Ele então criou uma disputa entre seus filhos, Daegon e Taven, assim, se quem usasse sua espada matasse Blaze , todos seriam mortos, caso contrario, todos perderiam seus poderes, e o vencedor de tornaria o novo protetor de Edenia. Ele supostamente foi morto por Daegon, juntamente com Delia, mas eles estão vivos. Delia [ editar | editar código-fonte ] Delia é uma poderosa feiticeira e mãe de Daegon e Taven . Ela tem a habilidade de manipular o fogo e prever o futuro, o que fez com que tomasse conhecimento do Armagedom, fazendo com que os deuses anciões exigissem um solução por parte de Argus . Delia criou Blaze , um fantasma de fogo, para despertar seus filhos, além de ser derrotado em batalha, a fim de decidir o destino dos guerreiros e impedir o Armagedom. Ela e Argus supostamente forma mortos por Daegon, mas eles estão vivos. Dark Kahn [ editar | editar código-fonte ] Dark Kahn é o resultado da fusão acidental de Shao Kahn e Darkseid , vilão do Universo DC . Ele um ser formado de pura fúria, com o corpo feito de rocha e lava, com espinhos nas costas e uma face de caveira. Devido as fusões de ambos os mundos, ele influenciou os lutadores do Mortal Kombat e os heróis e vilões da DC Comics a lutarem entre si para se alimentar do caos gerado. Ele foi derrotado por Raiden e Superman . Com isso, aprisionaram Darkseid no Submundo e Shao Kahn na Zona Fantasma . Grande Kung Lao [ editar | editar código-fonte ] O Grande Kung Lao foi um lendário monge guerreiro do Templo da Ordem da Luz, sendo o primeiro humano capaz de vencer o Mortal Kombat, onde o Plano Terreno e a Exoterra lutam pelo domínio da Terra. Segundo as regras sagradas, os lutadores da Exoterra, comandados por Shao Khan , deveria obter 10 vitórias consecutivas para que conseguisse o direito de invadir o Plano Terreno. Ao longo dos torneios, Shao Kahn obteve nove vitórias. No décimo e último torneio, Kung Lao derrotou o campeão da Exoterra, o feiticeiro Shang Tsung , salvando o Plano Terreno. Mas após o fracasso de Shang Tsung , no torneio seguinte o feiticeiro apresentou o mais novo competidor da Exoterra, o Shokan Goro , que matou o Grande Kung Lao de forma esmagadora. Mesmo morrendo no último torneio, e se tornou uma lenda, sendo elevado ao status de Grande. Jerrod [ editar | editar código-fonte ] Jerrod era o rei de Edenia até ser morto por Shao Kahn, que invadiu e dominou seu reino. Assim ele foi sucedido por Sindel , sua esposa, e Kitana , sua filha, que foram capturadas pelo imperador. Mais tarde, Shao Kahn fundiu a alma de Jerrod com outros mortos para formar Ermac , que o servia cegamente. Porém quando ele descobriu a verdade, jurou servir a rainha Sindel e proteger Edenia em nome do rei. [ 10 ] No Face [ editar | editar código-fonte ] No Face é membro do Black Dragon e da gangue de Kano. Ele tem um lança-chamas e lança granadas flamejantes. Ele foi libertado da prisão por Kano em Mortal Kombat: Special Forces. Descrito como tendo um vasto conhecimento em explosivos, ele possui algumas bananas de dinamite presas ao seu corpo e usa um lança chamas como arma. Ele não possui nariz, orelhas ou cabelo e sua aparência pálida lhe dão as características de seu nome. Após a sua fuga, No Face foi perseguido e capturado por Jax e mandado de volta para a prisão. One Being [ editar | editar código-fonte ] One Being foi o único ser a conviver com os deuses anciões antes de ser criado o universo. De seus restos surgiram os vários reino que formam a existência. One Being é omnipotente, e exerce influência sobre tudo que é vivo nos reinos, portanto se One Being retornar todos os reinos serão desfeitos, já os reinos são meras partes de seu corpo, o que seria uma catástrofe além dos limites da compreensão. Orin e Caro [ editar | editar código-fonte ] Orin e Caro são dois dragões criados por Argus e Delia para proteger os irmãos, para cuidar do 're-nascimento' dos filhos dos dois. Assim que o Armagedom começasse, Blaze daria o sinal e os dois seriam libertados. Mas quando Blaze foi capturado para proteger o ovo do rei dragão , Caro perdeu a conexão com Blaze e achou que esse fosse o sinal então Daegon despertou antes do tempo. Ele então escravizou o seu Dragão, mas o de Taven continuou a ajudá-lo durante toda uma missão. Taven, encontra Caro no clã do Dragão Vermelho quase morto, sendo atacado e comandado por Reptile , que acaba sendo derrotado. Delia, então, faz com que Blaze ressussite, dando início ao Armagedom (Batalha Final). Tasia [ editar | editar código-fonte ] Tasia é uma mestre ninja que usa Katanas. Ela é membro do clã Black Dragon. Foi libertada da prisão por Kano, junto com Jarek, Tremor e No Face durante os eventos de Mortal Kombat: Special Forces. Ela usa duas longas Katanas como armas de batalha. Ela pode girar como um tornado, além de ter a habilidade de se teletransportar e soltar esferas paralizantes. Ela e os outros membros da Black Dragon foram mandados de volta para a prisão por Jax. Ao que tudo indica, Tasia ainda serve a Black Dragon. Personagens não oficiais [ editar | editar código-fonte ] Belokk [ editar | editar código-fonte ] Belokk foi originalmente criado para fazer parte do jogo Mortal Kombat Gold , mas foi cortado antes do lançamento. [ 11 ] [ 12 ] Ele foi criado pela Eurocom e, de acordo com Ed Boon ele foi removido porque os desenvolvedores não teriam tempo para desenvolve-lo. [ 13 ] Porém, a Eurocom acidentalmente enviou as informações do jogo incluindo o personagem para a Game Informer , e consequentemente, seis imagens vazaram do personagem para o público em um preview. [ 14 ] Hornbuckle [ editar | editar código-fonte ] Hornbuckle é o nome que os fãs deram ao personagem que lembra Liu Kang lutando com Blaze , no jogo Mortal Kombat II . Este nome foi atribuído por causa de uma das dicas que Jade dá ao ser derrotada, que diz 'Hornbuckle Who?', que na verdade era uma referência a Leanne Hornbuckle que aparece nos créditos do jogo. Mais tarde ele foi introduzido na história, sendo que ele era um dos homens de Onaga que capturaram Blaze para proteger o ovo do Rei Dragão. Nimbus Terrafaux [ editar | editar código-fonte ] Havia um rumor que um kickboxer chamado Nimbus Terrafaux seria um personagem secreto no primeiro Mortal Kombat. Mais tarde foi revelado que era uma brincadeira de 1 de Abril da Electronic Gaming Monthly , [ 15 ] onde Ed Boon originalmente citou o personagem em uma entrevista. A revista publicou a informação falsa intencionalmente, com uma história e imagens do personagem. Também o seu sobrenome Terrafaux junta Latim(Terra) e Francês(Faux) formando ''Fake Earth''(ou Terra Falsa). Assim, formando Nimbus Fake Earth ou Nimbus Terra Falsa. Red Robin [ editar | editar código-fonte ] Red Robin seria um personagem secreto em Mortal Kombat II, ele seria uma versão vermelha do Reptile e poderia lançar a ''Spear'' do Scorpion. Mas a forma de como lutar contra ele não apareceu na revista Eletronic Gaming Monthly, tornando ele um misterio. Ele foi introduzido na história do Mortal Kombat 3, ele é o Sektor na versão humana. Emerald [ editar | editar código-fonte ] Emerald seria uma personagem secreta no Mortal Kombat II, junto com Jade e Smoke (Mas Noob Saibot não ia aparecer). Ela usa uma roupa verde, mas um verde diferente do verde da roupa de Jade, ela não apareceu na versão final do Mortal Kombat II. Não se sabe bem qual é a história dela e quais personagens faltavam no Mortal Kombat II. Ruby [ editar | editar código-fonte ] Ruby não seria uma personagem no Mortal Kombat II, ela é um bug que acontecia quando Kitana ou Milena ficavam vermelhas como em Mortal Kombat quando o Scorpion ou o Sub-Zero ficavam vermelhos e o narrador falava: ''Error Macro''. Ruby nunca foi um personagem mas na série Mortal Kombat:Os Defensores da Terra no episódio ''Abandoned'' (ou Abandonado)Jax sai da equipe e começa a morar em uma cabana nas montanhas, ele conhece uma menina chamanda Ruby que na verdade é uma agente de Shao Kahn e trabalha para Ermac, ela vai até Jax para captura-lo e faze-lo falar para Shao Kahn onde fica a base dos Defensores da Terra. Assim como Error Macro criou o Ermac, Ruby criou Skarlet em Mortal Kombat (2011). Hydro [ editar | editar código-fonte ] Hydro é um guerreiro que controla a água e o gelo, ele é um dos guerreiros de Raiden mas ele foi pego e transformado em Cyborg, ele ia aparecer em Ultimate Mortal Kombat 3 como personagem secreto, mas ele foi tirado da versão final do game por falta de tempo para desenvolve-lo. Mas ele foi introduzido na hístoria, ele é o Cyber Sub-Zero em Mortal Kombat (2011). Referências ↑ «Biografia: Baraka (MK2011)» (em inglês). Mortal Kombat Warehouse . Consultado em 3 de Agosto de 2011 ↑ «Biografia: Jax (MK2011)» (em inglês). Mortal Kombat Warehouse . Consultado em 3 de Agosto de 2011 ↑ «Biografia: Kintaro (MK2011)» (em inglês). Mortal Kombat Warehouse . Consultado em 3 de Agosto de 2011 ↑ «Biografia: Ermac (MK2011)» (em inglês). Mortal Kombat Warehouse . Consultado em 4 de Agosto de 2011 ↑ «Biografia: Kabal (MK2011)» (em inglês). Mortal Kombat Warehouse . Consultado em 6 de Agosto de 2011 ↑ «Biografia: Khameleon (MKA)» (em inglês). Mortal Kombat Warehouse . Consultado em 6 de Agosto de 2011 ↑ «Biografia: Nightwolf (MK2011)» (em inglês). Mortal Kombat Warehouse . Consultado em 6 de Agosto de 2011 ↑ «Biografia: Rain (MK2041)» (em inglês). Mortal Kombat Warehouse. Agosto 2011 ↑ «Biografia: Sheeva (MK2011)» (em inglês). Mortal Kombat Warehouse . Consultado em 6 de Agosto de 2011 ↑ «Final: Ermac (MKD)» (em inglês). Mortal Kombat Warehouse . Consultado em 24 de Setembro de 2011 ↑ «Mortal Kombat Gold Interview» (em inglês). GameSpot . 9 de Setembro de 1999 ↑ «Belokk Misses the Cut» (em inglês). The Realm of Mortal Kombat. 4 de Agosto de 1999 ↑ «MortalKombat.Com's Fight Night 1999» (em inglês). Mortal Kombat Online. 25 de Agosto de 1999 ↑ «Japanese Preview: Mortal Kombat Gold» (em inglês). Game Informer . Junho de 1999 ↑ Anthony Severino (1 de Julho de 2009). «R.I.P. Electronic Gaming Monthly» (em inglês) v • e Mortal Kombat Criado por Ed Boon John Tobias Jogos Luta Mortal Kombat (1992) MKII MK3 Ultimate Trilogy MK4 Gold Deadly Alliance Deception Armageddon vs. DC Universe Mortal Kombat (2011) MKX MKXI Acção Mythologies: Sub-Zero Special Forces Shaolin Monks Compilações Arcade Kollection Outra media Filmes Mortal Kombat The Journey Begins Annihilation Rebirth (curta-metragem) Séries Defenders of the Realm Conquest Legacy Outras adaptações Banda desenhada Live Tour Jogos de cartas Kard Game Epic Battles Música The Album Original Motion Picture Soundtrack More Kombat Songs Inspired by the Warriors Personagens Bo' Rai Cho · Cyrax · Goro · Jade · Johnny Cage · Kenshi · Kitana · Kung Lao · Liu Kang · Mileena · Noob Saibot · Raiden · Reptile · Scorpion · Sektor · Shang Tsung · Shao Kahn · Smoke · Sonya Blade · Sub-Zero . Jason Voorhees Relacionado Finalizações · NetherRealm Studios · Midway Games · Injustice: Gods Among Us · Lista de final-boss da série Mortal Kombat Portal dos jogos eletrônicos Obtida de ' https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Lista_de_personagens_da_série_Mortal_Kombat&oldid=50524795 ' Categorias : Personagens de Mortal Kombat Listas de personagens de jogos eletrônicos Categorias ocultas: !CS1 inglês-fontes em língua (en) !Artigos que carecem de notas de rodapé desde novembro de 2017 Menu de navegação Ferramentas pessoais Não autenticado Discussão Contribuições Criar uma conta Entrar Domínios Artigo Discussão Variantes Vistas Ler Editar Editar código-fonte Ver histórico Mais Busca Navegação Página principal Conteúdo destacado Eventos atuais Esplanada Página aleatória Portais Informar um erro Loja da Wikipédia Colaboração Boas-vindas Ajuda Página de testes Portal comunitário Mudanças recentes Manutenção Criar página Páginas novas Contato Donativos Imprimir/exportar Criar um livro Descarregar como PDF Versão para impressão Ferramentas Páginas afluentes Alterações relacionadas Carregar ficheiro Páginas especiais Hiperligação permanente Informações da página Elemento Wikidata Citar esta página Noutros idiomas Azərbaycanca English Español فارسی Suomi Français Italiano Русский Türkçe Українська اردو Editar ligações Esta página foi editada pela última vez à(s) 19h17min de 19 de novembro de 2017. Este texto é disponibilizado nos termos da licença Creative Commons - Atribuição - Compartilha Igual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0) . pode estar sujeito a condições adicionais. Para mais detalhes, consulte as condições de uso . Política de privacidade Sobre a Wikipédia Avisos gerais Programadores Declaração sobre cookies Versão móvel



https://pt.wikipedia.org/wiki/Codifica%C3%A7%C3%A3o_jur%C3%ADdica
  Codificação jurídica – Wikipédia, a enciclopédia livre Codificação jurídica Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes , mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde outubro de 2014) . Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto . Material sem fontes poderá ser ... Código de Hamurabi , no Museu do Louvre , em Paris Codificação jurídica é o ato de reunir todas as leis que regem um dado assunto num único código. Um código é uma lei em sentido material. Traz ... afetada pelas leis acessórias ao código, chamadas de 'leis extravagantes'. [ 1 ] [ 2 ] [ 3 ] [ 4 ] Índice ... Divisões dos códigos 4.2 Diferença entre código, compilação e consolidação 5 Em Portugal 6 Ver também 7 Referências 8 Bibliografia 9 Ligações externas Aspectos complementares [ editar | editar código-fonte CACHE

Codificação jurídica – Wikipédia, a enciclopédia livre Codificação jurídica Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes , mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde outubro de 2014) . Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto . Material sem fontes poderá ser removido . — Encontre fontes: Google ( notícias , livros e acadêmico ) Estela gravada com o Código de Hamurabi , no Museu do Louvre , em Paris Codificação jurídica é o ato de reunir todas as leis que regem um dado assunto num único código. Um código é uma lei em sentido material. Traz a disciplina fundamental e completa do ramo do direito de que trata. Contudo, a sua unidade legislativa é afetada pelas leis acessórias ao código, chamadas de 'leis extravagantes'. [ 1 ] [ 2 ] [ 3 ] [ 4 ] Índice 1 Aspectos complementares 2 Historicamente 2.1 Na Antiguidade 2.2 Durante o racionalismo 3 Formação 3.1 Conveniência 3.2 Tendência à codificação 3.3 Classificação quanto à causa 4 No Brasil 4.1 Divisões dos códigos 4.2 Diferença entre código, compilação e consolidação 5 Em Portugal 6 Ver também 7 Referências 8 Bibliografia 9 Ligações externas Aspectos complementares [ editar | editar código-fonte ] Um código deve reger uma rama da ordem jurídica : porém há dificuldades na demarcação dos ramos. Há leis incorretamente denominadas 'códigos', são códigos apenas no sentido formal. Exemplos de 'falsos' códigos: Código das Custas Judiciais português e Código Florestal brasileiro . A fronteira entre código e estatuto é pouco clara. Este regularia certa matéria mais específica, um sub-ramo do direito. Exemplo: Estatuto da Terra . Historicamente [ editar | editar código-fonte ] Código de Manu Código de Eurico Código Ōmi Código de Teodósio Código de Hamurabi Código Yōrō Código Gregoriano Código Napoleônico Código Taihō Na Antiguidade [ editar | editar código-fonte ] Código de Hamurabi : 1694 a.C.?, editada por Hamurabi , rei babilônico , uma estela de diorito ( basaltonegro ) com 282 cláusulas, continha a lei de Talião . Código de Teodósio : Teodósio I , o Grande (346-395), imperador romano , tornou o cristianismo ortodoxo a religião oficial romana. Código de Justiniano : 529, Justiniano I , (483-565), imperador bizantino , editou o Corpus Iuris Civilis ( Codex Justinianus , Digesta ou Pandectae , e Institutiones ). Lei de Moisés Corpus Juris Civilis Lei das Doze Tábuas Durante o racionalismo [ editar | editar código-fonte ] Pintura de Jean-Baptiste Mauzaisse (1784-1844) retratando Napoleão como criador de leis Ver também: Racionalismo A sistematização racionalista influenciou uma nova geração de códigos. Despotismo esclarecido ( Aufklärung ): Código Prussiano (1794) e Austríaco (1881). Ideologia demoliberal : Código de Napoleão (Código Civil Francês de 1804). Avanço do liberalismo : códigos em Portugal, Espanha e Itália, influência do código francês. Surgimento do Código Civil alemão: 1900, Bürgerliches Gesetzbuch ( BGB ), tomou o lugar do código francês e influenciou os códigos posteriores, como o suíço e o brasileiro. Código Civil Italiano (1942) e Português (1966). Constituições políticas: verdadeiros 'Códigos de Direito Constitucional'. Formação [ editar | editar código-fonte ] Conveniência [ editar | editar código-fonte ] Vantagens Permite um conhecimento mais fácil do direito aplicável. Evita a incompatibilidade entre as fontes e destaca os princípios gerais. Dá ao intérprete um mapa para a aplicação do direito. Desvantagens Um código é uma lei, logo apresenta as mesmas desvantagens da lei. Códigos são menos alterados, portanto mais rígidos. Em razão de sua rigidez os códigos podem estar desatualizados em relação à sociedade. Tendência à codificação [ editar | editar código-fonte ] A codificação é uma tendência antiga. Listam-se alguns códigos historicamente importantes: [ 5 ] [ 6 ] Classificação quanto à causa [ editar | editar código-fonte ] As causas da codificação dividem-se em: ideológicas, políticas, técnico-jurídicas e práticas. Causas ideológicas Racionalismo jurídico e ordem racional: “ A razão humana podia descobrir a generalidade dos princípios que deveriam regular a vida social – o Direito natural, dentro da visão da época. O direito codificado prestava-se a refletir fielmente esse Direito natural. ” Causas políticas No plano interno: impõe uma legislação geral e favorece a unificação política do país por meio da unificação jurídica. A polêmica entre Thibault (pró-codificação) e Savigny ( Escola Histórica , Volksgeist ) retardou, em quase um século, a codificação na Alemanha. No plano externo: exemplo do mais célebre dos códigos, o Código de Napoleão . Código napoleônico como arma de guerra , conquista dos espíritos antes da conquista pelas armas. Causas técnico-jurídicas Código como instrumento científico e sistemático, ordenação técnica das matérias. Racionalismo do século XVIII. Racionalismo e os três 's': synthétique, scientifique et systématique (sintético, científico e sistemático ). Causas práticas Resposta à situação caótica das fontes do direito. No Brasil [ editar | editar código-fonte ] Os códigos atuais regulam determinado ramo do Direito, contêm a disciplina fundamental desse ramo e são sistemáticos e científicos. Primeiros códigos no Brasil: Criminal (1830) e de Processo Criminal (1832) . Código Civil Brasileiro: [ 7 ] [ 8 ] Publicado em 1º de janeiro de 1916, é um grande marco legislativo , o primeiro código civil criado no Brasil, tendo revogado as Ordenações Filipinas, de 1603. Iniciado em 1824, em razão de disposição constitucional programática (Constituição de 1824, artigo 179, XVIII: 'Organizar–se-ha quanto antes um Codigo Civil'). O processo legislativo foi conduzido primeiramente por Teixeira de Freitas , depois por Clóvis Beviláqua . A oposição de Ruy Barbosa adiou a promulgação do código. O Código Civil de 1916 é precedido por uma Lei de Introdução, substituída em 1942 pela lei (Decreto-Lei 4 657, de 4 de setembro de 1942). Esta Lei de Introdução foi modificada pela Lei 12 376, de 2010, passando a se chamar Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro (LINDB), aplicável em todo ordenamento jurídico , não apenas no Direito Civil . A codificação espalhou-se para outros ramos do direito (salvo no direito administrativo e no direito previdenciário ). [ 9 ] Terceira geração de códigos Código de Processo Civil (1973). Novo Código Civil (2002), integração da matéria comercial. Código administrativo Código Comercial Código Civil Código de Águas Código de Defesa do Consumidor Código Penal Código de Processo Penal Código de Telecomunicações Código Florestal Código Eleitoral Código Sanitário Código Tributário Nacional Código de Processo Penal Militar Código Penal Militar Código de Mineração - Código de Minas Código de Caça - Proteção a Fauna Código de Processo Civil Código de Aeronáutica Código de Menores - Estatuto da Criança e do Adolescente Código de Propriedade Industrial Código de Trânsito Código de Conduta da Alta Administração Federal Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal Código de Ética Código de Nuremberg Código de conduta Código de Ética Médica Código de Ética para Museus Código do Trabalho Código Fiscal de Operações e de Prestações das Entradas de Mercadorias e Bens e da Aquisição de Serviços Divisões dos códigos [ editar | editar código-fonte ] Os códigos são divididos em Parte, Livro, Título, Capítulo, Seção, Subseção e artigos. Por exemplo, o Código Civil Brasileiro de 2002: P A R T E E S P E C I A L LIVRO I. DO DIREITO DAS OBRIGAÇÕES TÍTULO I. DAS MODALIDADES DAS OBRIGAÇÕES CAPÍTULO I. DAS OBRIGAÇÕES DE DAR Seção I. Das Obrigações de Dar Coisa Certa Diferença entre código, compilação e consolidação [ editar | editar código-fonte ] Ver também: consolidação Os códigos antigos eram meras compilações recolhidas de leis: Compilação : caráter meramente reprodutivo, diploma único. Consolidação: alteração dos textos existentes e união em um só texto. Exemplos no direito brasileiro : Consolidação das Leis do Trabalho (Decreto-Lei 5 452/43) e Consolidação das Regras da Previdência Social (Decreto 11 011/76). Em Portugal [ editar | editar código-fonte ] Ordenações Afonsinas : 1446, compiladas por dom Afonso V, o Africano (1432-1481). Ordenações Manuelinas : 1512, compiladas por dom Manuel I, o Venturoso (1469-1521). Ordenações Filipinas : 1603, domínio espanhol, Felipe II de Portugal ou Filipe III de Espanha (1578-1621). “ Toda a pessoa, de qualquer qualidade que seja, que peccado de sodomia per qualquer maneira commetter, seja queimado, e feito per fogo em pó, para que nunca de seu corpo e sepultura possa haver memoria, e todos seus bens sejam confiscados para a Corôa de nosso Reinos, postoque tenha descendentes. (Ordenações Filipinas, Livro V, Título XIII) ” Código de Martens Ferrão Ver também [ editar | editar código-fonte ] Código de hierarquia de subdivisões administrativas Código de direito canónico Código de conduta dos piratas Direito da Babilônia Referências ↑ O DIREITO PÓS-MODERNO E A CODIFICAÇÃO ↑ A codificação europeia ↑ RICARDO MARCELO FONSECA, AIRTON CERQUEIRA LEITE SEELAENDER ↑ Baseado e adaptado de Ascensão, J.E. O Direito . ↑ A codificação do Direito romano e a extensão da cidadania ↑ Universidade de Coimbra (2006) ↑ Delgado, Mário Luiz ↑ Francisco José de Lacerda Almeida(1921) ↑ Fontes do Direito Administrativo, Codificação e Interpretação Bibliografia [ editar | editar código-fonte ] ↑ Delgado, Mário Luiz. Codificação, Descodificação, Recodificação do Direito Civil Brasileiro . ISBN 978-850-209-799-5 ↑ Giordano Bruno Soares Roberto, REINHOLD ZIPPELIUS. Introdução a História do Direito Privado e da Codificação . Editora del Rey. ISBN 8-573-08813-3 ↑ GREGORIO ASSAGRA DE ALMEIDA. Codificação do Direito Processual Coletivo Brasileiro . Editora del Rey. ISBN 8-573-08904-0 ↑ Francisco José de Lacerda Almeida. O Código civil visto por alto . S.l. : s.n., 1921. OCLC 246918934 ↑ RICARDO MARCELO FONSECA, AIRTON CERQUEIRA LEITE SEELAENDER. História do Direito em Perspectiva - Do Antigo Regime à Modernidade - Biblioteca de História do Direito - Coordenada por Ricardo Marcelo Fonseca . Jurua Editora. ISBN 8-536-22208-5 ↑ Rodrigo Octavio de Langgaard Menezes, Paulo Domingues Vianna, Rodrigo Octavio. Revista jurídica : doutrina, jurisprudencia, legislação, Volume 19 . F. Alves & cia., 1920. OCLC 49571264 ↑ José Eduardo Faria. O direito na economia globalizada . São Paulo : J.E.C.de Oliveira, 1997. OCLC 50826361 ↑ Universidade de Coimbra. Faculdade de Direito. O direito das sucessões: do direito romano ao direito atual . [Coimbra] : Coimbra Editora, 2006. ISBN 9-723-21403-2 OCLC 805106323 Ligações externas [ editar | editar código-fonte ] Lista de códigos brasileiros Codificação do Direito U.S. Code: Table of Contents (em inglês ) v • e Espécies normativas e de proposições legislativas do ordenamento jurídico brasileiro Leis fundamentais Constituição federal (CF) Constituição estadual (CE) Lei orgânica municipal (LO) Lei complementar (LC) Emenda constitucional (EC) Emenda constitucional de revisão (ECR) Projeto de emenda constitucional (PEC) Projeto de lei complementar (PLP) Supralegais Tratados internacionais aprovados na forma do art. 5º, § 3º Ordinárias Decreto legislativo (DLG) Lei delegada (LD) Lei ordinária PPA LDO LOA Código Conversão Estatuto Medida provisória (MP) Resolução (RES) Outros tratados internacionais Projeto de decreto legislativo (PD) Projeto de lei (PL) Projeto de lei de conversão (PLV) Projeto de resolução (PRC) Iniciativa popular Regulamentadoras Regimento interno (RI) Decreto (D) Instrução normativa (IN) Portaria Infralegais coletivas Acordo coletivo de trabalho (ACT) Convenção coletiva de trabalho (CCT) Infralegais privadas Contrato Contrato individual de trabalho Históricas Ato institucional (AI) Decreto-lei (DEL) Regimento real Ver também Direito sumular Súmula Súmula vinculante As espécies de proposições legislativas foram destacadas em itálico, distinguindo-se das espécies normativas. Apesar do decreto-lei ser uma espécie superada pela CF88, alguns deles podem manter-se em vigor se recepcionados pela nova Carta. Este artigo sobre direito é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais . Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o . v • e Portal do direito Obtida de ' https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Codificação_jurídica&oldid=46596550 ' Categoria : Códigos Categorias ocultas: !Artigos que carecem de notas de rodapé desde outubro de 2014 !Esboços sobre direito !Esboços maiores que 10000 bytes !Páginas que usam links mágicos ISBN Menu de navegação Ferramentas pessoais Não autenticado Discussão Contribuições Criar uma conta Entrar Domínios Artigo Discussão Variantes Vistas Ler Editar Editar código-fonte Ver histórico Mais Busca Navegação Página principal Conteúdo destacado Eventos atuais Esplanada Página aleatória Portais Informar um erro Loja da Wikipédia Colaboração Boas-vindas Ajuda Página de testes Portal comunitário Mudanças recentes Manutenção Criar página Páginas novas Contato Donativos Imprimir/exportar Criar um livro Descarregar como PDF Versão para impressão Ferramentas Páginas afluentes Alterações relacionadas Carregar ficheiro Páginas especiais Hiperligação permanente Informações da página Elemento Wikidata Citar esta página Noutros idiomas Asturianu Башҡортса Български Čeština Dansk Deutsch English Esperanto Español فارسی Suomi Français עברית हिन्दी Magyar Հայերեն Italiano 日本語 Қазақша Lietuvių Latviešu Nederlands Norsk nynorsk Norsk Occitan Polski Русский Simple English Svenska Türkçe Українська Tiếng Việt Winaray 中文 Editar ligações Esta página foi editada pela última vez à(s) 02h13min de 1 de setembro de 2016. Este texto é disponibilizado nos termos da licença Creative Commons - Atribuição - Compartilha Igual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0) . pode estar sujeito a condições adicionais. Para mais detalhes, consulte as condições de uso . Política de privacidade Sobre a Wikipédia Avisos gerais Programadores Declaração sobre cookies Versão móvel



https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_microprocessadores_da_Intel
  Lista de microprocessadores da Intel – Wikipédia, a enciclopédia livre Lista de microprocessadores da Intel Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes , mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde fevereiro de 2017) . Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto ... produto codes 22 Referências 23 Ligações externas Processadores [ editar | editar código-fonte ] Core ... P8048H) Intel 8008 Intel 4040 intel 4004 Embedded Chipset Pentium [ editar | editar código-fonte ... Pentium Celeron [ editar | editar código-fonte ] Celeron Celeron D Celeron M Core 2 [ editar | editar código-fonte ] Core 2 Extreme (quad core) Core 2 Extreme (duo core) Core 2 Quad Core 2 Duo Plataformas ... de microprocessadores (Cronologia) [ editar | editar código-fonte ] Esta lista tenta apresentar todos CACHE

Lista de microprocessadores da Intel – Wikipédia, a enciclopédia livre Lista de microprocessadores da Intel Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes , mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde fevereiro de 2017) . Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto . Material sem fontes poderá ser removido . — Encontre fontes: Google ( notícias , livros e acadêmico ) Este artigo ou seção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução . A família de processadores da empresa americana Intel : Índice 1 Processadores 1.1 Pentium 1.2 Celeron 1.3 Core 2 2 Lista de microprocessadores (Cronologia) 3 Os processadores de 4-bits 3.1 Intel 4004 3.2 Intel 4040 4 Os processadores de 8-bits 4.1 8008 4.2 8080 4.3 8085 5 Microcontrollers 5.1 Intel 8048 5.2 Intel 8051 5.3 Intel 80151 5.4 Intel 80251 5.5 MCS-96 Family 6 The bit-slice processor 6.1 3000 Family 7 Os processadores de 8-bits: Família MCS-86 7.1 8086 7.2 8088 7.3 80186 7.4 80188 7.5 80286 8 32-bit processors: the non-x86 microprocessors 8.1 iAPX 432 8.2 i960 aka 80960 8.3 i860 aka 80860 8.4 XScale 9 32-bit processors: the 80386 range 9.1 80386DX 9.2 80386SX 9.3 80376 9.4 80386SL 9.5 80386EX 10 32-bit processors: the 80486 range 10.1 80486DX 10.2 80486SX 10.3 80486DX2 10.4 80486SL 10.5 80486DX4 11 32-bit processors: P5 microarchitecture 11.1 Original Pentium 11.2 Pentium with MMX Technology 12 32-bit processors: P6/Pentium M microarchitecture 12.1 Pentium Pro 12.2 Pentium II 12.3 Celeron (Pentium II-based) 12.4 Pentium III 12.5 Pentium II and III Xeon 12.6 Celeron (Pentium III Coppermine-based) 12.7 Celeron (Pentium III Tualatin-based) 12.8 Pentium M 12.9 Celeron M 12.10 Intel Core 12.11 Dual-Core Xeon LV 13 32-bit processors: NetBurst microarchitecture 13.1 Pentium 4 13.2 Xeon 13.3 Mobile Pentium 4-M 13.4 Pentium 4 EE 13.5 Pentium 4E 13.6 Pentium 4F 14 Processadores de 64-bits: IA-64 14.1 Itanium 14.2 Itanium 2 15 64-bit processors: Intel 64 – NetBurst microarchitecture 15.1 Pentium 4F 15.2 Intel Pentium D 15.3 Intel Pentium Extreme Edition 15.4 Intel Xeon 16 Processadores de 64-bits: Intel 64 – Core 16.1 Intel Xeon 16.2 Intel Core 2 16.3 Pentium Dual-Core 16.4 Celeron 16.5 Celeron M 17 64-bit processors: Intel 64 – Nehalem microarchitecture 17.1 Intel Pentium 17.2 Core i3 17.3 Intel Core i5 17.4 Intel Core i7 17.5 Intel Xeon 18 Processadores de 64-bits: Intel 64 – Sandy Bridge/Ivy Bridge 18.1 Intel Celeron 18.2 Intel Pentium 18.3 Intel Core i3 18.4 Intel Core i5 18.5 Intel Core i7 19 64-bit processors: Intel 64 Haswell 20 Intel 805xx produto codes 21 Intel 806xx produto codes 22 Referências 23 Ligações externas Processadores [ editar | editar código-fonte ] Core i7 Core i5 Core i3 Centrino (core 2 da próxima geração) exclusivo para laptops . Xeon série 7000 (quad core) Core Duo Xeon Pentium Dual-Core (duo core) Pentium 4 Pentium III (PIII, Celeron e Xeon) Pentium II (PII, Celeron, Xeon e OverDrive) Pentium Pro Pentium MMX Pentium (P5, P54 e OverDrive) 80487 (i487 SX) Intel i960 (i960 CF, HD, SA e RM) 80486 (i486 SL, SX, SX2, DX, DX2, DX4, OverDrive, RapidCAD 1 e 2) 80387 (i387 SL, SX e DX) Intel i860 (i860 XR e XP) 80386 (i386 SL, SX, DX e EX) 80287 (i287 e XL) 80286 80188 80186 Intel 8088 Intel 8086 Intel 8085 Intel 8080 Intel 8048 (Intel MCS-48 P8048H) Intel 8008 Intel 4040 intel 4004 Embedded Chipset Pentium [ editar | editar código-fonte ] Pentium D Pentium M Pentium 4 Pentium III Pentium II Pentium Pro Pentium Extreme Edition Pentium MMX Pentium Celeron [ editar | editar código-fonte ] Celeron Celeron D Celeron M Core 2 [ editar | editar código-fonte ] Core 2 Extreme (quad core) Core 2 Extreme (duo core) Core 2 Quad Core 2 Duo Plataformas Intel® : Intel® Centrino® Processadores de redes : IXP2850 IXP2805 IXP2430 IXP2350 IXP2325 IXP465 IXP460 IXP455 IXP425 IXP423 IXP422 IXP421 Intel® IXP420 Intel® IXP1200 Jogo do desenvolvimento do software Intel® IXA Liberações de software Intel® IXP400 Controle de planos de processadores Processador do plano de controle Intel® IXC1100 Processadores de E/S (Entrada/Saída) ou I/O (Input/Output) Processador Intel® IOP332 I/O Processador Intel® IOP331 I/O Processador Intel® IOP321 I/O Chipset do processador Intel® IOP310 I/O Processador Intel® IOP303 I/O Processadores Intel® i960® RM/RN/RS Lista de microprocessadores (Cronologia) [ editar | editar código-fonte ] Esta lista tenta apresentar todos microprocessadores Intel desde o Intel 4004 (1971) de 4-bit, até os mais presentes que incluem o Itanium 2 (2002), Intel Core 2 , Xeon 5100 e series 7100 de processadores (2006) de 64-bit. Dados técnicos concisos são dados para cada produto. Os processadores de 4-bits [ editar | editar código-fonte ] Intel 4004 [ editar | editar código-fonte ] First single-chip microprocessor Introduzido em em novembro 15, 1971 Clock rate 740 kHz [ 1 ] 0.07 MIPS Bus width 4 bits (multiplexed address/data due to limited pins) PMOS Número de transistores 2,300 at 10 µm Addressable Memoria 640 bytes Program Memoria 4 KB One of the earliest Commercial Microprocessors ( cf . Four Phase Systems AL1 , F14 CADC ) Originally designed to be used in Busicom calculator MCS-4 Family: 4004 – CPU 4001 – ROM & 4-bit Port 4002 – RAM & 4-bit Port 4003 – 10-bit Shift Register 4008 – Memoria +I/O Interface 4009 – Memoria +I/O Interface Intel 4040 [ editar | editar código-fonte ] MCS-40 Family: 4040 – CPU 4101 – 1024-bit (256 × 4) Static RAM with separate I/O 4201 – 4 MHz Clock Generator 4207 – General Purpose Byte I/O Port 4209 – General Purpose Byte I/O Port 4211 – General Purpose Byte I/O Port 4265 – Programmable General Purpose I/O Device 4269 – Programmable Keyboard Display Device 4289 – Standard Memoria Interface for MCS-4/40 4308 – 8192-bit (1024 × 8) ROM w/ 4-bit I/O Ports 4316 – 16384-bit (2048 × 8) Static ROM 4702 – 2048-bit (256 × 8) EPROM 4801 – 5.185 MHz Clock Generator Crystal for 4004/4201A or 4040/4201A Os processadores de 8-bits [ editar | editar código-fonte ] 8008 [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em 1 de abril, 1972 Velocidade do Clock 500 kHz (8008–1: 800 kHz) 0.05 MIPS Bus width 8 bits (multiplexed address/data due to limited pins) Enhancement load PMOS logic Número de transistores 3,500 at 10 µm Addressable Memoria 16 KB Typical in early 8-bit microcomputers, dumb terminals, general calculators, bottling machines Developed in tandem with 4004 Originally intended for use in the Datapoint 2200 microcomputer Key volume deployment in Texas Instruments 742 microcomputer in >3,000 Ford dealerships 8080 [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em April 1, 1974 Clock rate 2 MHz (very rare 8080B: 3 MHz) 0.29 MIPS [ 2 ] Bus width 8 bits data, 16 bits address Enhancement load NMOS logic Número de transistores 4,500, 6μm Assembly language downwards compatible with 8008. Addressable Memoria 64 KB Up to 10X the performance of the 8008 Used in the Altair 8800 , Traffic light controller , cruise missile Required six support chips versus 20 for the 8008 8085 [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em March 1976 Clock rate 3 MHz [ 3 ] 0.37 MIPS Bus width 8 bits data, 16 bits address Depletion load NMOS logic Número de transistores 6,500 at 3 µm Binary compatible downwards with the 8080. Used in Toledo scales . Also was used as a computer peripheral controller – modems, hard disks, printers, etc. CMOS 80C85 in Mars Sojourner , Radio Shack Model 100 portable . High level of integration, operating for the first time on a single 5-volt power supply, from 12 volts previously. Also featured serial I/O, 3 maskable interrupts , 1 non-maskable interrupt, 1 externally expandable interrupt w/[8259], status, DMA. MCS-85 family contains processors and peripherals Microcontrollers [ editar | editar código-fonte ] São controladores que integram CPU, RAM, ROM (or PROM or EPROM), portas I/O, temporizadores e interruptores. Intel 8048 [ editar | editar código-fonte ] Single accumulator Harvard architecture MCS-48 family: 8020 – Single-Component 8-bit Microcontroller 8021 – Single-Component 8-bit Microcontroller 8022 – Single-Component 8-bit Microcontroller With On-Chip A/D Converter 8035 – Single-Component 8-bit Microcontroller 8039 – Single-Component 8-bit Microcontroller 8040 – Single-Component 8-bit Microcontroller 8041 – Universal Peripheral Interface 8-bit Slave Microcontroller 8641 – Universal Peripheral Interface 8-bit Slave Microcontroller 8741 – Universal Peripheral Interface 8-bit Slave Microcontroller 8042 – Universal Peripheral Interface 8-bit Slave Microcontroller 8742 – Universal Peripheral Interface 8-bit Slave Microcontroller 8243 – Input/Output Expander 8048 – Single-Component 8-bit Microcontroller 8048 – Single-Component 8-bit Microcontroller 8748 – Single-Component 8-bit Microcontroller 8048 – Single-Component 8-bit Microcontroller 8049 – Single-Component 8-bit Microcontroller 8749 – Single-Component 8-bit Microcontroller 8050 – Single-Component 8-bit Microcontroller Intel 8051 [ editar | editar código-fonte ] Single accumulator Harvard architecture MCS-51 Family: 8031 – 8-bit Control-Oriented Microcontroller 8032 – 8-bit Control-Oriented Microcontroller 8044 – High Performance 8-bit Microcontroller 8344 – High Performance 8-bit Microcontroller 8744 – High Performance 8-bit Microcontroller 8051 – 8-bit Control-Oriented Microcontroller 8052 – 8-bit Control-Oriented Microcontroller 8054 – 8-bit Control-Oriented Microcontroller 8058 – 8-bit Control-Oriented Microcontroller 8351 – 8-bit Control-Oriented Microcontroller 8352 – 8-bit Control-Oriented Microcontroller 8354 – 8-bit Control-Oriented Microcontroller 8358 – 8-bit Control-Oriented Microcontroller 8751 – 8-bit Control-Oriented Microcontroller 8752 – 8-bit Control-Oriented Microcontroller 8754 – 8-bit Control-Oriented Microcontroller 8758 – 8-bit Control-Oriented Microcontroller Intel 80151 [ editar | editar código-fonte ] Single accumulator Harvard architecture MCS-151 Family: 80151 – High Performance 8-bit Control-Oriented Microcontroller 83151 – High Performance 8-bit Control-Oriented Microcontroller 87151 – High Performance 8-bit Control-Oriented Microcontroller 80152 – High Performance 8-bit Control-Oriented Microcontroller 83152 – High Performance 8-bit Control-Oriented Microcontroller Intel 80251 [ editar | editar código-fonte ] Single accumulator Harvard architecture MCS-251 Family: 80251 – 8/16/32-bit Microcontroller 80252 – 8/16/32-bit Microcontroller 80452 – 8/16/32-bit Microcontroller 83251 – 8/16/32-bit Microcontroller 87251 – 8/16/32-bit Microcontroller 87253 – 8/16/32-bit Microcontroller MCS-96 Family [ editar | editar código-fonte ] 8094 – 16-bit Microcontroller (48-Pin ROMLess Without A/D) 8095 – 16-bit Microcontroller (48-Pin ROMLess With A/D) 8096 – 16-bit Microcontroller (68-Pin ROMLess Without A/D) 8097 – 16-bit Microcontroller (68-Pin ROMLess With A/D) 8394 – 16-bit Microcontroller (48-Pin With ROM Without A/D) 8395 – 16-bit Microcontroller (48-Pin With ROM With A/D) 8396 – 16-bit Microcontroller (68-Pin With ROM Without A/D) 8397 – 16-bit Microcontroller (68-Pin With ROM With A/D) 8794 – 16-bit Microcontroller (48-Pin With EROM Without A/D) 8795 – 16-bit Microcontroller (48-Pin With EROM With A/D) 8796 – 16-bit Microcontroller (68-Pin With EROM Without A/D) 8797 – 16-bit Microcontroller (68-Pin With EROM With A/D) 8098 – 16-bit Microcontroller 8398 – 16-bit Microcontroller 8798 – 16-bit Microcontroller 80196 – 16-bit Microcontroller 83196 – 16-bit Microcontroller 87196 – 16-bit Microcontroller 80296 – 16-bit Microcontroller The bit-slice processor [ editar | editar código-fonte ] 3000 Family [ editar | editar código-fonte ] Intel D3002 Introduzido em in the third quarter of 1974, these components used bipolar Schottky transistores. Each component implemented two bits of a processor function. packages could be interconnected to build a processor with any desired word length. Members of the family: 3001 – Microcontrol Unit 3002 – 2-bit Arithmetic Logic Unit slice 3003 – Look-ahead Carry Generator 3205 – High-performance 1 Of 8 Binary Decoder 3207 – Quad Bipolar-to-MOS Level Shifter and Driver 3208 – Hex Sense Amp and Latch for MOS Memories 3210 – TTL-to-MOS Level Shifter and High Voltage Clock Driver 3211 – ECL-to-MOS Level Shifter and High Voltage Clock Driver 3212 – Multimode Latch Buffer 3214 – Interrupt Control Unit 3216 – Parallel,Inverting Bi-Directional Bus Driver 3222 – Refresh Controller for 4K NMOS DRAMs 3226 – Parallel, Inverting Bi-Directional Bus Driver 3232 – Address Multiplexer and Refresh Counter for 4K DRAMs 3242 – Address Multiplexer and Refresh Counter for 16K DRAMs 3245 – Quad Bipolar TTL-to-MOS Level Shifter and Driver for 4K 3246 – Quad Bipolar ECL-to-MOS Level Shifter and Driver for 4K 3404 – High-performance 6-bit Latch 3408 – Hex Sense Amp and Latch for MOS Memories 3505 - Next generation processor Bus width 2* n bits data/address (depending on number n of slices used) Os processadores de 8-bits: Família MCS-86 [ editar | editar código-fonte ] 8086 [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em 8 de junho de 1978 Clock rates: 5 MHz with 0.33 MIPS [ 3 ] 8 MHz with 0.66 MIPS 10 MHz with 0.75 MIPS The Memoria is divided into odd and even banks. it accesses both banks concurrently to read 16 bits of data in one clock cycle Bus width 16 bits data, 20 bits address Número de transistores 29,000 at 3 µm Addressable Memoria 1 megabyte Up to 10X the performance of 8080 Used in portable computing, and in the IBM PS/2 Model 25 and Model 30 . Also used in the AT&T PC6300 / Olivetti M24 , a popular IBM PC-compatible (predating the IBM PS/2 line). The first x86 CPU. 8088 [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em 1 de junho de 1979 Clock rates: 5 MHz with 0.33 MIPS 8 MHz with 0.66 MIPS [ 3 ] Internal architecture 16 bits External bus Width 8 bits data, 20 bits address Número de transistores 29,000 at 3 µm Addressable Memoria 1 megabyte Identical to 8086 except for its 8-bit external bus (hence an 8 instead of a 6 at the end) Used in IBM PCs and PC clones 80186 [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em 1982 Clock rates 6 MHz with > 1 MIPS Número de transistores 29,000 at 2 µm Included two timers, a DMA controller , and an interrupt controller on the chip in addition to the processor (these were at fixed addresses which differed from the IBM PC, making it impossible to build a 100% PC-compatible computer around the 80186). Added a few opcodes and exceptions to the 8086 design. otherwise identical instruction set to 8086 and 8088. Used mostly in embedded applications – controllers, point-of-sale systems, terminals, and the like Used in several non-PC-Compatible MS-DOS computers including RM Nimbus, Tandy 2000 , and CP/M 86 Televideo PM16 server Later renamed the iAPX 186 80188 [ editar | editar código-fonte ] A version of the 80186 with an 8-bit external data bus Later renamed the iAPX 188 80286 [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em 1 de fevereiro de 1982 Clock rates: 6 MHz with 0.9 MIPS 8 MHz, 10 MHz with 1.5 MIPS 12.5 MHz with 2.66 MIPS 16 MHz, 20 MHz and 25 MHz available. Bus width: 16 bits data, 24 bits address. Included Memoria protection hardware to support multitasking operating systems with per-process address space Número de transistores 134,000 at 1.5 µm Addressable Memoria 16 MB Added protected-mode features to 8086 with essentially the same instruction set 3–6X the performance of the 8086 Widely used in IBM-PC AT and AT clones contemporary to it 32-bit processors: the non-x86 microprocessors [ editar | editar código-fonte ] iAPX 432 [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em 1 de janeiro de 1981 as Intel's first 32-bit microprocessor Multi-chip CPU. Intel's first 32-bit microprocessor Object/capability architecture Microcoded operating system primitives One terabyte virtual address space Hardware support for fault tolerance Two-chip General Data Processor (GDP), consists of 43201 and 43202 43203 Interface Processor (IP) interfaces to I/O subsystem 43204 Bus Interface Unit (BIU) simplifies building multiprocessor systems 43205 Memoria Control Unit (MCU) Architecture and execution unit internal data base paths 32 bit Clock rates: 5 MHz 7 MHz 8 MHz i960 aka 80960 [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em 5 de abril de 1988 RISC -like 32-bit architecture Predominantly used in embedded systems Evolved from the capability processor developed for the BiiN joint venture with Siemens Many variants identified by two-letter suffixes. i860 aka 80860 [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em February 27, 1989 RISC 32/64-bit architecture, with floating point pipeline characteristics very visible to programmer Used in the Intel iPSC/860 Hypercube parallel supercomputer Mid-life kicker in the i870 processor (primarily a speed bump, some refinement/extension of instruction set) Used in the Intel Delta massively parallel supercomputer prototype, emplaced at California Institute of Technology Used in the Intel Paragon massively parallel supercomputer, emplaced at Sandia National Laboratory XScale [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em Agosto 23, 2000 32-bit RISC microprocessor based on the ARM architecture Many variants, such as the PXA2xx applications processors, IOP3xx I/O processors and IXP2xxx and IXP4xx network processors. 32-bit processors: the 80386 range [ editar | editar código-fonte ] 80386DX [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em 17 de outubro de 1985 Clock rates: 16 MHz with 5 MIPS 20 MHz with 6 to 7 MIPS, Introduzido em February 16, 1987 25 MHz with 7.5 MIPS, Introduzido em April 4, 1988 33 MHz with 9.9 MIPS (9.4 SPECint92 on Compaq/i 16K L2), Introduzido em April 10, 1989 Bus width 32 bits data, 32 bits address Número de transistores 275,000 at 1 µm Addressable Memoria 4 GB Virtual Memoria 64 TB First x86 chip to handle 32-bit data sets Reworked and expanded Memoria protection support including paged virtual Memoria and virtual-86 mode, features required at the time by Xenix and Unix . This Memoria capability spurred the development and availability of OS/2 and is a fundamental requirement for modern operating systems like Linux , Windows , and OS X . Used in desktop computing 80386SX [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em June 16, 1988 Clock rates: 16 MHz with 2.5 MIPS 20 MHz with 3.1 MIPS, Introduzido em Janeiro 25, 1989 25 MHz with 3.9 MIPS, Introduzido em Janeiro 25, 1989 33 MHz with 5.1 MIPS, Introduzido em October 26, 1992 Internal architecture 32 bits External data bus width 16 bits External address bus width 24 bits Número de transistores 275,000 at 1 µm Addressable Memoria 16 MB Virtual Memoria 32 GB Narrower buses enable low-cost 32-bit processing Used in entry-level desktop and portable computing No Math Co-Processor No commercial Software used for protected mode or virtual storage for many years 80376 [ editar | editar código-fonte ] The Intel i376 is an embedded version of the i386SX. Introduzido em Janeiro 16, 1989. discontinued June 15, 2001 Variant of 386SX intended for embedded systems No 'real mode', starts up directly in 'protected mode' Replaced by much more successful 80386EX from 1994 80386SL [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em 15 de outubro de 1990 Clock rates: 20 MHz with 4.21 MIPS 25 MHz with 5.3 MIPS, Introduzido em September 30, 1991 Internal architecture 32 bits External bus width 16 bits Número de transistores 855,000 at 1 µm Addressable Memoria 4 GB Virtual Memoria 1 TB First chip specifically made for portable computers because of low power consumption of chip Highly integrated, includes cache, bus, and Memoria controllers 80386EX [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em Agosto 1994 Variant of 80386SX intended for embedded systems Static core, i.e. may run as slowly (and thus, power efficiently) as desired, down to full halt On-chip peripherals: Clock and power management Timers/counters Watchdog timer Serial I/O units (sync and async) and parallel I/O DMA RAM refresh JTAG test logic Significantly more successful than the 80376 Used aboard several orbiting satellites and microsatellites Used in NASA's FlightLinux project 32-bit processors: the 80486 range [ editar | editar código-fonte ] 80486DX [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em April 10, 1989 Clock rates: 25 MHz with 20 MIPS (16.8 SPECint92, 7.40 SPECfp92) 33 MHz with 27 MIPS (22.4 SPECint92 on Micronics M4P 128 KB L2), Introduzido em May 7, 1990 50 MHz with 41 MIPS (33.4 SPECint92, 14.5 SPECfp92 on Compaq/50L 256 KB L2), Introduzido em June 24, 1991 Bus width 32 bits Número de transistores 1.2 million at 1 µm. the 50 MHz was at 0.8 µm Addressable Memoria 4 GB Virtual Memoria 1 TB Level 1 cache of 8 KB on chip Math coprocessor on chip 50X performance of the 8088 Used in Desktop computing and servers Family 4 model 3 80486SX [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em April 22, 1991 Clock rates: 16 MHz with 13 MIPS 20 MHz with 16.5 MIPS, Introduzido em September 16, 1991 25 MHz with 20 MIPS (12 SPECint92), Introduzido em September 16, 1991 33 MHz with 27 MIPS (15.86 SPECint92), Introduzido em September 21, 1992 Bus width 32 bits Número de transistores 1.185 million at 1 µm and 900,000 at 0.8 µm Addressable Memoria 4 GB Virtual Memoria 1 TB Identical in design to 486DX but without math coprocessor. The first version was an 80486DX with disabled math coprocessor in the chip and different pin configuration. If the user needed math coprocessor capabilities, he must add 487SX which was actually an 486DX with different pin configuration to prevent the user from installing a 486DX instead of 487SX, so with this configuration 486SX+487SX you had 2 identical CPU's with only 1 effectively turned on Used in low-cost entry to 486 CPU desktop computing, as well as extensively used in low cost mobile computing. Upgradable with the Intel OverDrive processor Family 4 model 2 80486DX2 [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em March 3, 1992 Runs at twice the speed of the external bus (FSB). Fits on Socket 3 Clock rates: 40 MHz 50 MHz 66 MHz 80486SL [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em November 9, 1992 Clock rates: 20 MHz with 15.4 MIPS 25 MHz with 19 MIPS 33 MHz with 25 MIPS Bus width 32 bits Número de transistores 1.4 million at 0.8 µm Addressable Memoria 4 GB Virtual Memoria 1 TB Used in notebook computers Family 4 model 3 80486DX4 [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em March 7, 1994 Clock rates: 75 MHz with 53 MIPS (41.3 SPECint92, 20.1 SPECfp92 on Micronics M4P 256 KB L2) 100 MHz with 70.7 MIPS (54.59 SPECint92, 26.91 SPECfp92 on Micronics M4P 256 KB L2) Número de transistores 1.6 million at 0.6 µm Bus width 32 bits Addressable Memoria 4 GB Virtual Memoria 64 TB Pin count 168 PGA Package , 208 sq ftP Package Used in high performance entry-level desktops and value notebooks Family 4 model 8 32-bit processors: P5 microarchitecture [ editar | editar código-fonte ] Original Pentium [ editar | editar código-fonte ] Bus width 64 bits System bus clock rate 60 or 66 MHz Address bus 32 bits Addressable Memoria 4 GB Virtual Memoria 64 TB Superscalar architecture Runs on 5 volts Used in desktops 8 KB of instruction cache 8 KB of data cache P5 – 0.8 µm process technology Introduzido em March 22, 1993 Número de transistores 3.1 million Socket 4 273 pin PGA processor package Package dimensions 2.16' × 2.16' Family 5 model 1 Variants 60 MHz with 100 MIPS (70.4 SPECint92, 55.1 SPECfp92 on Xpress 256 KB L2) 66 MHz with 112 MIPS (77.9 SPECint92, 63.6 SPECfp92 on Xpress 256 KB L2) P54 – 0.6 µm process technology Socket 5 296/320 pin PGA package Número de transistores 3.2 million Variants 75 MHz with 126.5 MIPS (2.31 SPECint95, 2.02 SPECfp95 on Gateway P5 256K L2) Introduzido em October 10, 1994 90, 100 MHz with 149.8 and 166.3 MIPS respectively (2.74 SPECint95, 2.39 SPECfp95 on Gateway P5 256K L2 and 3.30 SPECint95, 2.59 SPECfp95 on Xpress 1ML2 respectively) Introduzido em March 7, 1994 P54CQS – 0.35 µm process technology Socket 5 296/320 pin PGA package Número de transistores 3.2 million Variants 120 MHz with 203 MIPS (3.72 SPECint95, 2.81 SPECfp95 on Xpress 1MB L2) Introduzido em March 27, 1995 P54CS – 0.35 µm process technology Número de transistores 3.3 million 90 mm² die size Family 5 model 2 Variants Socket 5 296/320 pin PGA package 133 MHz with 218.9 MIPS (4.14 SPECint95, 3.12 SPECfp95 on Xpress 1MB L2) Introduzido em June 12, 1995 150, 166 MHz with 230 and 247 MIPS respectively Introduzido em Janeiro 4, 1996 Socket 7 296/321 pin PGA package 200 MHz with 270 MIPS (5.47 SPECint95, 3.68 SPECfp95) Introduzido em June 10, 1996 Pentium with MMX Technology [ editar | editar código-fonte ] P55C – 0.35 µm process technology Introduzido em Janeiro 8, 1997 Intel MMX (instruction set) support Socket 7 296/321 pin PGA (pin grid array) package 16 KB L1 instruction cache 16 KB L1 data cache Número de transistores 4.5 million System bus clock rate 66 MHz Basic P55C is family 5 model 4, mobile are family 5 model 7 and 8 Variants 166, 200 MHz Introduzido em Janeiro 8, 1997 233 MHz Introduzido em June 2, 1997 133 MHz (Mobile) 166, 266 MHz (Mobile) Introduzido em Janeiro 12, 1998 200, 233 MHz (Mobile) Introduzido em September 8, 1997 300 MHz (Mobile) Introduzido em Janeiro 7, 1999 32-bit processors: P6 / Pentium M microarchitecture [ editar | editar código-fonte ] Pentium Pro [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em November 1, 1995 Precursor to Pentium II and III Primarily used in server systems Socket 8 processor package (387 pins) (Dual SPGA) Número de transistores 5.5 million Family 6 model 1 0.6 µm process technology 16 KB L1 cache 256 KB integrated L2 cache 60 MHz system bus clock rate Variants 150 MHz 0.35 µm process technology , or 0.35 µm CPU with 0.6 µm L2 cache Número de transistores 5.5 million 512 KB or 256 KB integrated L2 cache 60 or 66 MHz system bus clock rate Variants 166 MHz (66 MHz bus clock rate, 512 KB 0.35 µm cache) Introduzido em November 1, 1995 180 MHz (60 MHz bus clock rate, 256 KB 0.6 µm cache) Introduzido em November 1, 1995 200 MHz (66 MHz bus clock rate, 256 KB 0.6 µm cache) Introduzido em November 1, 1995 200 MHz (66 MHz bus clock rate, 512 KB 0.35 µm cache) Introduzido em November 1, 1995 200 MHz (66 MHz bus clock rate, 1 MB 0.35 µm cache) Introduzido em Agosto 18, 1997 Pentium II [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em May 7, 1997 Pentium Pro with MMX and improved 16-bit performance 242-pin Slot 1 (SEC) processor package Voltage identification pins Número de transistores 7.5 million 32 KB L1 cache 512 KB ½ bandwidth external L2 cache The only Pentium II that did not have the L2 cache at ½ bandwidth of the core was the Pentium II 450 PE. Klamath – 0.35 µm process technology (233, 266, 300 MHz) 66 MHz system bus clock rate Family 6 model 3 Variants 233, 266, 300 MHz Introduzido em May 7, 1997 Deschutes – 0.25 µm process technology (333, 350, 400, 450 MHz) Introduzido em Janeiro 26, 1998 66 MHz system bus clock rate ( 333 MHz variant ), 100 MHz system bus clock rate for all models after Family 6 model 5 Variants 333 MHz Introduzido em Janeiro 26, 1998 350, 400 MHz Introduzido em April 15, 1998 450 MHz Introduzido em Agosto 24, 1998 233, 266 MHz (Mobile) Introduzido em April 2, 1998 333 MHz Pentium II Overdrive processor for Socket 8 Introduzido em Agosto 10, 1998. Engineering Sample Photo [ligação inativa] 300 MHz (Mobile) Introduzido em September 9, 1998 333 MHz (Mobile) Celeron (Pentium II-based) [ editar | editar código-fonte ] Covington – 0.25 µm process technology Introduzido em April 15, 1998 242-pin Slot 1 SEPP (Single Edge Processor Package) Número de transistores 7.5 million 66 MHz system bus clock rate Slot 1 32 KB L1 cache No L2 cache Variants 266 MHz Introduzido em April 15, 1998 300 MHz Introduzido em June 9, 1998 Mendocino – 0.25 µm process technology Introduzido em Agosto 24, 1998 242-pin Slot 1 SEPP (Single Edge Processor Package), Socket 370 PPGA package Número de transistores 19 million 66 MHz system bus clock rate Slot 1, Socket 370 32 KB L1 cache 128 KB integrated cache Family 6 model 6 Variants 300, 333 MHz Introduzido em Agosto 24, 1998 366, 400 MHz Introduzido em Janeiro 4, 1999 433 MHz Introduzido em March 22, 1999 466 MHz 500 MHz Introduzido em Agosto 2, 1999 533 MHz Introduzido em Janeiro 4, 2000 266 MHz (Mobile) 300 MHz (Mobile) 333 MHz (Mobile) Introduzido em April 5, 1999 366 MHz (Mobile) 400 MHz (Mobile) 433 MHz (Mobile) 450 MHz (Mobile) Introduzido em February 14, 2000 466 MHz (Mobile) 500 MHz (Mobile) Introduzido em February 14, 2000 Pentium II Xeon (chronological entry) Introduzido em June 29, 1998 See main entry Pentium III [ editar | editar código-fonte ] Katmai – 0.25 µm process technology Introduzido em February 26, 1999 Improved PII, i.e. P6-based core, now including Streaming SIMD Extensions (SSE) Número de transistores 9.5 million 512 KB ½ bandwidth L2 External cache 242-pin Slot 1 SECC2 (Single Edge Contact cartridge 2) processor package System Bus clock rate 100 MHz, 133 MHz (B-models) Slot 1 Family 6 model 7 Variants 450, 500 MHz Introduzido em February 26, 1999 550 MHz Introduzido em May 17, 1999 600 MHz Introduzido em Agosto 2, 1999 533, 600 MHz Introduzido em (133 MHz bus clock rate) September 27, 1999 Coppermine – 0.18 µm process technology Introduzido em October 25, 1999 Número de transistores 28.1 million 256 KB Advanced Transfer L2 Cache (Integrated) 242-pin Slot-1 SECC2 (Single Edge Contact cartridge 2) processor package, 370-pin FC-PGA (Flip-chip pin grid array) package System Bus clock rate 100 MHz (E-models), 133 MHz (EB models) Slot 1, Socket 370 Family 6 model 8 Variants 500 MHz (100 MHz bus clock rate) 533 MHz 550 MHz (100 MHz bus clock rate) 600 MHz 600 MHz (100 MHz bus clock rate) 650 MHz (100 MHz bus clock rate) Introduzido em October 25, 1999 667 MHz Introduzido em October 25, 1999 700 MHz (100 MHz bus clock rate) Introduzido em October 25, 1999 733 MHz Introduzido em October 25, 1999 750, 800 MHz (100 MHz bus clock rate) Introduzido em December 20, 1999 850 MHz (100 MHz bus clock rate) Introduzido em March 20, 2000 866 MHz Introduzido em March 20, 2000 933 MHz Introduzido em May 24, 2000 1000 MHz Introduzido em March 8, 2000 (not widely available at time of release) 1100 MHz 1133 MHz (first version recalled, later re-released) 400, 450, 500 MHz (Mobile) Introduzido em October 25, 1999 600, 650 MHz (Mobile) Introduzido em Janeiro 18, 2000 700 MHz (Mobile) Introduzido em April 24, 2000 750 MHz (Mobile) Introduzido em June 19, 2000 800, 850 MHz (Mobile) Introduzido em September 25, 2000 900, 1000 MHz (Mobile) Introduzido em March 19, 2001 Tualatin – 0.13 µm process technology Introduzido em July 2001 Número de transistores 28.1 million 32 KB L1 cache 256 KB or 512 KB Advanced Transfer L2 cache (integrated) 370-pin FC-PGA2 (flip-chip pin grid array) package 133 MHz system bus clock rate Socket 370 Family 6 model 11 Variants 1133 MHz (256 KB L2) 1133 MHz (512 KB L2) 1200 MHz 1266 MHz (512 KB L2) 1333 MHz 1400 MHz (512 KB L2) Pentium II and III Xeon [ editar | editar código-fonte ] PII Xeon Variants 400 MHz Introduzido em June 29, 1998 450 MHz (512 KB L2 Cache) Introduzido em October 6, 1998 450 MHz (1 MB and 2 MB L2 Cache) Introduzido em Janeiro 5, 1999 PIII Xeon Introduzido em October 25, 1999 Number of transistores: 9.5 million at 0.25 µm or 28 million at 0.18 µm L2 cache is 256 KB, 1 MB, or 2 MB Advanced Transfer Cache (Integrated) Processor Package Style is Single Edge Contact Cartridge (S.E.C.C.2) or SC330 System Bus clock rate 133 MHz (256 KB L2 cache) or 100 MHz (1–2 MB L2 cache) System Bus width 64 bits Addressable Memoria 64 GB Used in two-way servers and workstations (256 KB L2) or 4- and 8-way servers (1–2 MB L2) Family 6 model 10 Variants 500 MHz ( 0.25 µm process ) Introduzido em March 17, 1999 550 MHz (0.25 µm process) Introduzido em Agosto 23, 1999 600 MHz ( 0.18 µm process , 256 KB L2 cache) Introduzido em October 25, 1999 667 MHz (0.18 µm process, 256 KB L2 cache) Introduzido em October 25, 1999 733 MHz (0.18 µm process, 256 KB L2 cache) Introduzido em October 25, 1999 800 MHz (0.18 µm process, 256 KB L2 cache) Introduzido em Janeiro 12, 2000 866 MHz (0.18 µm process, 256 KB L2 cache) Introduzido em April 10, 2000 933 MHz (0.18 µm process, 256 KB L2 cache) 1000 MHz (0.18 µm process, 256 KB L2 cache) Introduzido em Agosto 22, 2000 700 MHz (0.18 µm process, 1–2 MB L2 cache) Introduzido em May 22, 2000 Celeron (Pentium III Coppermine-based) [ editar | editar código-fonte ] Coppermine-128, 0.18 µm process technology Introduzido em March, 2000 Streaming SIMD Extensions (SSE) Socket 370 , FC-PGA processor package Number of transistores: 28.1 million 66 MHz system bus clock rate, 100 MHz system bus clock rate from Janeiro 3, 2001 32 kB L1 cache 128 kB Advanced Transfer L2 cache Family 6 model 8 Variants 533 MHz 566 MHz 600 MHz 633, 667, 700 MHz Introduzido em June 26, 2000 733, 766 MHz Introduzido em November 13, 2000 800 MHz Introduzido em Janeiro 3, 2001 850 MHz Introduzido em April 9, 2001 900 MHz Introduzido em July 2, 2001 950, 1000, 1100 MHz Introduzido em Agosto 31, 2001 550 MHz (Mobile) 600, 650 MHz (Mobile) Introduzido em June 19, 2000 700 MHz (Mobile) Introduzido em September 25, 2000 750 MHz (Mobile) Introduzido em March 19, 2001 800 MHz (Mobile) 850 MHz (Mobile) Introduzido em July 2, 2001 600 MHz (LV Mobile) 500 MHz (ULV Mobile) Introduzido em Janeiro 30, 2001 600 MHz (ULV Mobile) XScale (chronological entry - non-x86 architechture) Introduzido em Agosto 23, 2000 See main entry Pentium 4 (not 4EE, 4E, 4F), Itanium, P4-based Xeon, Itanium 2 (chronological entries) Introduzido em April 2000 – July 2002 See main entries Celeron (Pentium III Tualatin-based) [ editar | editar código-fonte ] Tualatin Celeron – 0.13 µm process technology 32 KB L1 cache 256 KB Advanced Transfer L2 cache 100 MHz system bus clock rate Socket 370 Family 6 model 11 Variants 1.0 GHz 1.1 GHz 1.2 GHz 1.3 GHz 1.4 GHz Pentium M [ editar | editar código-fonte ] Banias 0.13 µm process technology Introduzido em March 2003 64 KB L1 cache 1 MB L2 cache (integrated) Based on Pentium III core, with SSE2 SIMD instructions and deeper pipeline Número de transistores 77 million Micro-FCPGA , Micro-FCBGA processor package Heart of the Intel mobile Centrino system 400 MHz Netburst-style system bus Family 6 model 9 Variants 900 MHz (ultra low voltage) 1.0 GHz (ultra low voltage) 1.1 GHz (low voltage) 1.2 GHz (low voltage) 1.3 GHz 1.4 GHz 1.5 GHz 1.6 GHz 1.7 GHz Dothan 0.09 µm ( 90 nm ) process technology Introduzido em May 2004 2 MB L2 cache 140 million transistores Revised data prefetch unit 400 MHz Netburst-style system bus 21W TDP Family 6 model 13 Variants 1.00 GHz (Pentium M 723) (ultra low voltage, 5W TDP) 1.10 GHz (Pentium M 733) (ultra low voltage, 5W TDP) 1.20 GHz (Pentium M 753) (ultra low voltage, 5W TDP) 1.30 GHz (Pentium M 718) (low voltage, 10W TDP) 1.40 GHz (Pentium M 738) (low voltage, 10W TDP) 1.50 GHz (Pentium M 758) (low voltage, 10W TDP) 1.60 GHz (Pentium M 778) (low voltage, 10W TDP) 1.40 GHz (Pentium M 710) 1.50 GHz (Pentium M 715) 1.60 GHz (Pentium M 725) 1.70 GHz (Pentium M 735) 1.80 GHz (Pentium M 745) 2.00 GHz (Pentium M 755) 2.10 GHz (Pentium M 765) Dothan 533 0.09 µm ( 90 nm ) process technology Introduzido em Q1 2005 Same as Dothan except with a 533 MHz NetBurst-style system bus and 27W TDP Variants 1.60 GHz (Pentium M 730) 1.73 GHz (Pentium M 740) 1.86 GHz (Pentium M 750) 2.00 GHz (Pentium M 760) 2.13 GHz (Pentium M 770) 2.26 GHz (Pentium M 780) Stealey 0.09 µm ( 90 nm ) process technology Introduzido em Q2 2007 512 KB L2, 3W TDP Variants 600 MHz (A100) 800 MHz (A110) Celeron M [ editar | editar código-fonte ] Banias -512 0.13 µm process technology Introduzido em March 2003 64 KB L1 cache 512 KB L2 cache (integrated) SSE2 SIMD instructions No SpeedStep technology, is not part of the ' Centrino ' package Family 6 model 9 Variants 310 – 1.20 GHz 320 – 1.30 GHz 330 – 1.40 GHz 340 – 1.50 GHz Dothan -1024 90 nm process technology 64 KB L1 cache 1 MB L2 cache (integrated) SSE2 SIMD instructions No SpeedStep technology, is not part of the ' Centrino ' package Variants 350 – 1.30 GHz 350J – 1.30 GHz, with Execute Disable bit 360 – 1.40 GHz 360J – 1.40 GHz, with Execute Disable bit 370 – 1.50 GHz, with Execute Disable bit Family 6, Model 13, Stepping 8 [ 4 ] 380 – 1.60 GHz, with Execute Disable bit 390 – 1.70 GHz, with Execute Disable bit Yonah -1024 65 nm process technology 64 KB L1 cache 1 MB L2 cache (integrated) SSE3 SIMD instructions, 533 MHz front-side bus, execute-disable bit No SpeedStep technology, is not part of the ' Centrino ' package Variants 410 – 1.46 GHz 420 – 1.60 GHz, 423 – 1.06 GHz (ultra low voltage) 430 – 1.73 GHz 440 – 1.86 GHz 443 – 1.20 GHz (ultra low voltage) 450 – 2.00 GHz Intel Core [ editar | editar código-fonte ] Yonah 0.065 µm ( 65 nm ) process technology Introduzido em Janeiro 2006 533/667 MHz front side bus 2 MB (Shared on Duo) L2 cache SSE3 SIMD instructions 31W TDP (T versions) Family 6, Model 14 Variants: Intel Core Duo T2700 2.33 GHz Intel Core Duo T2600 2.16 GHz Intel Core Duo T2500 2 GHz Intel Core Duo T2450 2 GHz Intel Core Duo T2400 1.83 GHz Intel Core Duo T2300 1.66 GHz Intel Core Duo T2050 1.6 GHz Intel Core Duo T2300e 1.66 GHz Intel Core Duo T2080 1.73 GHz Intel Core Duo L2500 1.83 GHz (low voltage, 15W TDP ) Intel Core Duo L2400 1.66 GHz (low voltage, 15W TDP) Intel Core Duo L2300 1.5 GHz (low voltage, 15W TDP) Intel Core Duo U2500 1.2 GHz (ultra low voltage, 9W TDP) Intel Core Solo T1350 1.86 GHz (533 FSB) Intel Core Solo T1300 1.66 GHz Intel Core Solo T1200 1.5 GHz [ 5 ] Dual-Core Xeon LV [ editar | editar código-fonte ] Sossaman 0.065 µm ( 65 nm ) process technology Introduzido em March 2006 Based on Yonah core, with SSE3 SIMD instructions 667 MHz frontside bus 2 MB Shared L2 cache Variants 2.0 GHz 32-bit processors: NetBurst microarchitecture [ editar | editar código-fonte ] Pentium 4 [ editar | editar código-fonte ] 0.18 µm process technology (1.40 and 1.50 GHz) Introduzido em November 20, 2000 L2 cache was 256 KB Advanced Transfer Cache (Integrated) Processor Package Style was PGA423, PGA478 System Bus clock rate 400 MHz SSE2 SIMD Extensions Número de transistores 42 million Used in desktops and entry-level workstations 0.18 µm process technology (1.7 GHz) Introduzido em April 23, 2001 See the 1.4 and 1.5 chips for details 0.18 µm process technology (1.6 and 1.8 GHz) Introduzido em July 2, 2001 See 1.4 and 1.5 chips for details Core Voltage is 1.15 volts in Maximum Performance Mode. 1.05 volts in Battery Optimized Mode Power <1 watt in Battery Optimized Mode Used in full-size and then light mobile PCs 0.18 µm process technology Willamette (1.9 and 2.0 GHz) Introduzido em Agosto 27, 2001 See 1.4 and 1.5 chips for details Family 15 model 1 Pentium 4 (2 GHz, 2.20 GHz) Introduzido em Janeiro 7, 2002 Pentium 4 (2.4 GHz) Introduzido em April 2, 2002 0.13 µm process technology Northwood A (1.7, 1.8, 1.9, 2, 2.2, 2.4, 2.5, 2.6, 2.8(OEM),3.0(OEM) GHz) Improved branch prediction and other microcodes tweaks 512 KB integrated L2 cache Número de transistores 55 million 400 MHz system bus. Family 15 model 2 0.13 µm process technology Northwood B (2.26, 2.4, 2.53, 2.66, 2.8, 3.06 GHz) 533 MHz system bus. (3.06 includes Intel's Hyper-Threading technology). 0.13 µm process technology Northwood C (2.4, 2.6, 2.8, 3.0, 3.2, 3.4 GHz) 800 MHz system bus (all versions include Hyper-Threading) 6500 to 10000 MIPS Itanium (chronological entry - new non-x86 architechture) Introduzido em 2001 See main entry Xeon [ editar | editar código-fonte ] Official designation now Xeon, i.e. not 'Pentium 4 Xeon' Xeon 1.4, 1.5, 1.7 GHz Introduzido em May 21, 2001 L2 cache was 256 KB Advanced Transfer Cache (Integrated) Processor Package Style was Organic Land Grid Array 603 (OLGA 603) System Bus clock rate 400 MHz SSE2 SIMD Extensions Used in high-performance and mid-range dual processor enabled workstations Xeon 2.0 GHz and up to 3.6 GHz Introduzido em September 25, 2001 Itanium 2 (chronological entry - new non-x86 architechture) Introduzido em July 2002 See main entry Mobile Pentium 4-M [ editar | editar código-fonte ] 0.13 µm process technology 55 million transistores cache L2 512 KB BUS a 400 MHz Supports up to 1 GB of DDR 266 MHz Memoria Supports ACPI 2.0 and APM 1.2 System Power Management 1.3 V – 1.2 V ( SpeedStep ) Power: 1.2 GHz 20.8 W, 1.6 GHz 30 W, 2.6 GHz 35 W Sleep Power 5 W (1.2 V) Deeper Sleep Power = 2.9 W (1.0 V) 1.40 GHz – 23 April 2002 1.50 GHz – 23 April 2002 1.60 GHz – 4 March 2002 1.70 GHz – 4 March 2002 1.80 GHz – 23 April 2002 1.90 GHz – 24 June 2002 2.00 GHz – 24 June 2002 2.20 GHz – 16 September 2002 2.40 GHz – 14 Janeiro 2003 2.50 GHz – 16 April 2003 2.60 GHz – 11 June 2003 Pentium 4 EE [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em September 2003 EE = 'Extreme Edition' Built from the Xeon's 'Gallatin' core, but with 2 MB cache Pentium 4E [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em February 2004 built on 0.09 µm ( 90 nm ) process technology Prescott (2.4A, 2.8, 2.8A, 3.0, 3.2, 3.4, 3.6, 3.8) 1 MB L2 cache 533 MHz system bus (2.4A and 2.8A only) Número de transistores 125 million on 1 MB Models Número de transistores 169 million on 2 MB Models 800 MHz system bus (all other models) Hyper-Threading support is only available on CPUs using the 800 MHz system bus. The processor's integer instruction pipeline has been increased from 20 stages to 31 stages, which theoretically allows for even greater bandwidth. 7500 to 11000 MIPS LGA 775 versions are in the 5xx series (32-bit) and 5x1 series (with Intel 64) The 6xx series has 2 MB L2 cache and Intel 64 Pentium 4F [ editar | editar código-fonte ] Introduzido em Spring 2004 same core as 4E, 'Prescott' 3.2–3.6 GHz starting with the D0 stepping of this processor, Intel 64 64-bit extensions has also been incorporated Processadores de 64-bits: IA-64 [ editar | editar código-fonte ] New instruction set, not at all related to x86. Itanium [ editar | editar código-fonte ] Code name Merced Family 7 Released May 29, 2001 733 MHz and 800 MHz 2MB cache All recalled and replaced by Itanium 2 Itanium 2 [ editar | editar código-fonte ] Family 0x1F Released July 2002 900 MHz – 1.6 GHz McKinley 900 MHz 1.5 MB cache, Model 0x0 McKinley 1 GHz, 3 MB cache, Model 0x0 Deerfield 1 GHz, 1.5 MB cache, Model 0x1 Madison 1.3 GHz, 3 MB cache, Model 0x1 Madison 1.4 GHz, 4 MB cache, Model 0x1 Madison 1.5 GHz, 6 MB cache, Model 0x1 Madison 1.67 GHz, 9 MB cache, Model 0x1 Hondo 1.4 GHz, 4 MB cache, dual-core MCM, Model 0x1 64-bit processors: Intel 64 – NetBurst microarchitecture [ editar | editar código-fonte ] Intel Extended Memoria 64 Technology Mostly compatible with AMD 's AMD64 architecture Introduzido em Spring 2004, with the Pentium 4F (D0 and later P4 steppings) Pentium 4F [ editar | editar código-fonte ] Prescott-2M built on 0.09 µm ( 90 nm ) process technology 2.8–3.8 GHz (model numbers 6x0) Introduzido em February 20, 2005 Same features as Prescott with the addition of: 2 MB cache Intel 64-bit Enhanced Intel SpeedStep Technology (EIST) Cedar Mill built on 0.065 µm ( 65 nm ) process technology 3.0–3.6 (model numbers 6x1) Introduzido em Janeiro 16, 2006 Die shrink of Prescott-2M Same features as Prescott-2M Family 15 Model 4 Intel Pentium D [ editar | editar código-fonte ] Dual-core microprocessor No Hyper-Threading 800(4×200) MHz front side bus LGA 775 (Socket T) Smithfield – 90 nm process technology (2.66–3.2 GHz) Introduzido em May 26, 2005 2.66–3.2 GHz (model numbers 805–840) Número de transistores 230 million 1 MB × 2 (non-shared, 2 MB total) L2 cache Cache coherency between cores requires communication over the FSB Performance increase of 60% over similarly clocked Prescott 2.66 GHz (533 MHz FSB) Pentium D 805 Introduzido em December 2005 Contains 2x Prescott dies in one package Family 15 Model 4 Presler – 65 nm process technology (2.8–3.6 GHz) Introduzido em Janeiro 16, 2006 2.8–3.6 GHz (model numbers 915–960) Número de transistores 376 million 2 MB × 2 (non-shared, 4 MB total) L2 cache Contains 2x Cedar Mill dies in one package Variants Pentium D 945 Intel Pentium Extreme Edition [ editar | editar código-fonte ] Dual-core microprocessor Enabled Hyper-Threading 800(4×200) MHz front side bus Smithfield – 90 nm process technology (3.2 GHz) Variants Pentium 840 EE – 3.20 GHz (2 × 1 MB L2) Presler – 65 nm process technology (3.46, 3.73) 2 MB × 2 (non-shared, 4 MB total) L2 cache Variants Pentium 955 EE – 3.46 GHz, 1066 MHz front side bus Pentium 965 EE – 3.73 GHz, 1066 MHz front side bus Pentium 969 EE – 3.73 GHz, 1066 MHz front side bus Intel Xeon [ editar | editar código-fonte ] Nocona Introduzido em 2004 Irwindale Introduzido em 2004 Cranford Introduzido em April 2005 MP version of Nocona Potomac Introduzido em April 2005 Cranford with 8 MB of L3 cache Paxville DP (2.8 GHz) Introduzido em October 10, 2005 Dual-core version of Irwindale, with 4 MB of L2 Cache (2 MB per core) 2.8 GHz 800 MT/s front side bus Paxville MP – 90 nm process (2.67 – 3.0 GHz) Introduzido em November 1, 2005 Dual-core Xeon 7000 series MP-capable version of Paxville DP 2 MB of L2 Cache (1 MB per core) or 4 MB of L2 (2 MB per core) 667 MT/s FSB or 800 MT/s FSB Dempsey – 65 nm process (2.67 – 3.73 GHz) Introduzido em May 23, 2006 Dual-core Xeon 5000 series MP version of Presler 667 MT/s or 1066 MT/s FSB 4 MB of L2 Cache (2 MB per core) LGA 771 (Socket J). Tulsa – 65 nm process (2.5 – 3.4 GHz) Introduzido em Agosto 29, 2006 Dual-core Xeon 7100-series Improved version of Paxville MP 667 MT/s or 800 MT/s FSB Processadores de 64-bits: Intel 64 – Core [ editar | editar código-fonte ] Intel Xeon [ editar | editar código-fonte ] Woodcrest – 65 nm process technology Server and Workstation CPU (SMP support for dual CPU system) Introduzido em June 26, 2006 Dual-core Intel VT-x , multiple OS support EIST (Enhanced Intel SpeedStep Technology) in 5140, 5148LV, 5150, 5160 Execute Disable Bit TXT , enhanced security hardware extensions SSSE3 SIMD instructions iAMT2 (Intel Active Management Technology), remotely manage computers Variants Xeon 5160 – 3.00 GHz (4 MB L2, 1333 MHz FSB, 80 W) Xeon 5150 – 2.66 GHz (4 MB L2, 1333 MHz FSB, 65 W) Xeon 5140 – 2.33 GHz (4 MB L2, 1333 MHz FSB, 65 W) Xeon 5130 – 2.00 GHz (4 MB L2, 1333 MHz FSB, 65 W) Xeon 5120 – 1.86 GHz (4 MB L2, 1066 MHz FSB, 65 W) Xeon 5110 – 1.60 GHz (4 MB L2, 1066 MHz FSB, 65 W) Xeon 5148LV – 2.33 GHz (4 MB L2, 1333 MHz FSB, 40 W) (low voltage edition) Clovertown – 65 nm process technology Server and Workstation CPU (SMP support for dual CPU system) Introduzido em December 13, 2006 Quad-core Intel VT-x , multiple OS support EIST (Enhanced Intel SpeedStep Technology) in E5365, L5335 Execute Disable Bit TXT , enhanced security hardware extensions SSSE3 SIMD instructions iAMT2 (Intel Active Management Technology), remotely manage computers Variants Xeon X5355 – 2.66 GHz (2×4 MB L2, 1333 MHz FSB, 105 W) Xeon E5345 – 2.33 GHz (2×4 MB L2, 1333 MHz FSB, 80 W) Xeon E5335 – 2.00 GHz (2×4 MB L2, 1333 MHz FSB, 80 W) Xeon E5320 – 1.86 GHz (2×4 MB L2, 1066 MHz FSB, 65 W) Xeon E5310 – 1.60 GHz (2×4 MB L2, 1066 MHz FSB, 65 W) Xeon L5320 – 1.86 GHz (2×4 MB L2, 1066 MHz FSB, 50 W) (low voltage edition) Intel Core 2 [ editar | editar código-fonte ] Conroe – 65 nm process technology Desktop CPU (SMP support restricted to 2 CPUs) Two cores on one die Introduzido em July 27, 2006 SSSE3 SIMD instructions Number of transistores: 291 million 64 KB of L1 cache per core (32+32 KB 8-way) Intel VT-x , multiple OS support TXT , enhanced security hardware extensions Execute Disable Bit EIST (Enhanced Intel SpeedStep Technology) iAMT2 (Intel Active Management Technology), remotely manage computers LGA 775 Variants Core 2 Duo E6850 – 3.00 GHz (4 MB L2, 1333 MHz FSB) Core 2 Duo X6800 – 2.93 GHz (4 MB L2, 1066 MHz FSB) Core 2 Duo E6750 – 2.67 GHz (4 MB L2, 1333 MHz FSB, 65W) Core 2 Duo E6700 – 2.67 GHz (4 MB L2, 1066 MHz FSB) Core 2 Duo E6600 – 2.40 GHz (4 MB L2, 1066 MHz FSB, 65W) Core 2 Duo E6550 – 2.33 GHz (4 MB L2, 1333 MHz FSB) Core 2 Duo E6420 – 2.13 GHz (4 MB L2, 1066 MHz FSB) Core 2 Duo E6400 – 2.13 GHz (2 MB L2, 1066 MHz FSB) Core 2 Duo E6320 – 1.86 GHz (4 MB L2, 1066 MHz FSB) Family 6, Model 15, Stepping 6 Core 2 Duo E6300 – 1.86 GHz (2 MB L2, 1066 MHz FSB) Conroe XE – 65 nm process technology Desktop Extreme Edition CPU (SMP support restricted to 2 CPUs) Introduzido em July 27, 2006 same features as Conroe LGA 775 Variants Core 2 Extreme X6800 – 2.93 GHz (4 MB L2, 1066 MHz FSB) Allendale – 65 nm process technology Desktop CPU (SMP support restricted to 2 CPUs) Two CPUs on one die Introduzido em Janeiro 21, 2007 SSSE3 SIMD instructions Número de transistores 167 million TXT , enhanced security hardware extensions Execute Disable Bit EIST (Enhanced Intel SpeedStep Technology) iAMT2 (Intel Active Management Technology), remotely manage computers LGA 775 Variants Core 2 Duo E4700 – 2.60 GHz (2 MB L2, 800 MHz FSB) Core 2 Duo E4600 – 2.40 GHz (2 MB L2, 800 MHz FSB) Core 2 Duo E4500 – 2.20 GHz (2 MB L2, 800 MHz FSB) Core 2 Duo E4400 – 2.00 GHz (2 MB L2, 800 MHz FSB) Core 2 Duo E4300 – 1.80 GHz (2 MB L2, 800 MHz FSB) Family 6, Model 15, Stepping 2 Merom – 65 nm process technology Mobile CPU (SMP support restricted to 2 CPUs) Introduzido em July 27, 2006 Family 6, Model 15 same features as Conroe Socket M / Socket P Variants Core 2 Duo T7800 – 2.60 GHz (4 MB L2, 800 MHz FSB) ( Santa Rosa platform ) Core 2 Duo T7700 – 2.40 GHz (4 MB L2, 800 MHz FSB) Core 2 Duo T7600 – 2.33 GHz (4 MB L2, 667 MHz FSB) Core 2 Duo T7500 – 2.20 GHz (4 MB L2, 800 MHz FSB) Core 2 Duo T7400 – 2.16 GHz (4 MB L2, 667 MHz FSB) Core 2 Duo T7300 – 2.00 GHz (4 MB L2, 800 MHz FSB) Core 2 Duo T7250 – 2.00 GHz (2 MB L2, 800 MHz FSB) Core 2 Duo T7200 – 2.00 GHz (4 MB L2, 667 MHz FSB) Core 2 Duo T7100 – 1.80 GHz (2 MB L2, 800 MHz FSB) Core 2 Duo T5600 – 1.83 GHz (2 MB L2, 667 MHz FSB) Family 6, Model 15, Stepping 6 Core 2 Duo T5550 – 1.83 GHz (2 MB L2, 667 MHz FSB, no VT) Core 2 Duo T5500 – 1.66 GHz (2 MB L2, 667 MHz FSB, no VT) Core 2 Duo T5470 – 1.60 GHz (2 MB L2, 800 MHz FSB, no VT) Family 6, Model 15, Stepping 13 Core 2 Duo T5450 – 1.66 GHz (2 MB L2, 667 MHz FSB, no VT) Core 2 Duo T5300 – 1.73 GHz (2 MB L2, 533 MHz FSB, no VT) Core 2 Duo T5270 – 1.40 GHz (2 MB L2, 800 MHz FSB, no VT) Core 2 Duo T5250 – 1.50 GHz (2 MB L2, 667 MHz FSB, no VT) Core 2 Duo T5200 – 1.60 GHz (2 MB L2, 533 MHz FSB, no VT) Core 2 Duo L7500 – 1.60 GHz (4 MB L2, 800 MHz FSB) (low voltage) Core 2 Duo L7400 – 1.50 GHz (4 MB L2, 667 MHz FSB) (low voltage) Core 2 Duo L7300 – 1.40 GHz (4 MB L2, 800 MHz FSB) (low voltage) Core 2 Duo L7200 – 1.33 GHz (4 MB L2, 667 MHz FSB) (low voltage) Core 2 Duo U7700 – 1.33 GHz (2 MB L2, 533 MHz FSB) (ultra low voltage) Core 2 Duo U7600 – 1.20 GHz (2 MB L2, 533 MHz FSB) (ultra low voltage) Core 2 Duo U7500 – 1.06 GHz (2 MB L2, 533 MHz FSB) (ultra low voltage) Kentsfield – 65 nm process technology Two dual-core CPU dies in one package. Desktop CPU quad-core (SMP support restricted to 4 CPUs) Introduzido em December 13, 2006 same features as Conroe but with 4 CPU cores Número de transistores 586 million LGA 775 Family 6, Model 15, Stepping 11 Variants Core 2 Extreme QX6850 – 3 GHz (2×4 MB L2 Cache, 1333 MHz FSB) Core 2 Extreme QX6800 – 2.93 GHz (2×4 MB L2 Cache, 1066 MHz FSB) (April 9, 2007) Core 2 Extreme QX6700 – 2.66 GHz (2×4 MB L2 Cache, 1066 MHz FSB) (November 14, 2006) Core 2 Quad Q6700 – 2.66 GHz (2×4 MB L2 Cache, 1066 MHz FSB) (July 22, 2007) Core 2 Quad Q6600 – 2.40 GHz (2×4 MB L2 Cache, 1066 MHz FSB) (Janeiro 7, 2007) Wolfdale – 45 nm process technology Die shrink of Conroe Same features as Conroe with the addition of: 50% more cache, 6 MB as opposed to 4 MB Intel Trusted Execution Technology SSE4 SIMD instructions Número de transistores 410 million Variants Core 2 Duo E8600 – 3.33 GHz (6 MB L2, 1333 MHz FSB) Core 2 Duo E8500 – 3.16 GHz (6 MB L2, 1333 MHz FSB) Core 2 Duo E8435 – 3.07 GHz (6 MB L2, 1066 MHz FSB) Core 2 Duo E8400 – 3.00 GHz (6 MB L2, 1333 MHz FSB) Core 2 Duo E8335 – 2.93 GHz (6 MB L2, 1066 MHz FSB) Core 2 Duo E8300 – 2.83 GHz (6 MB L2, 1333 MHz FSB) Core 2 Duo E8235 – 2.80 GHz (6 MB L2, 1066 MHz FSB) Core 2 Duo E8200 – 2.66 GHz (6 MB L2, 1333 MHz FSB) Core 2 Duo E8135 – 2.66 GHz (6 MB L2, 1066 MHz FSB) Core 2 Duo E8190 – 2.66 GHz (6 MB L2, 1333 MHz FSB, no TXT, no VT) Wolfdale-3M – 45 nm process technology Intel Trusted Execution Technology Variants Core 2 Duo E7600 – 3.06 GHz (3 MB L2, 1066 MHz FSB) Core 2 Duo E7500 – 2.93 GHz (3 MB L2, 1066 MHz FSB) Core 2 Duo E7400 – 2.80 GHz (3 MB L2, 1066 MHz FSB) Core 2 Duo E7300 – 2.66 GHz (3 MB L2, 1066 MHz FSB) Core 2 Duo E7200 – 2.53 GHz (3 MB L2, 1066 MHz FSB) Yorkfield – 45 nm process technology Quad-core CPU Die shrink of Kentsfield Contains 2x Wolfdale dual-core dies in one package Same features as Wolfdale Número de transistores 820 million Variants Core 2 Extreme QX9770 – 3.20 GHz (2×6 MB L2, 1600 MHz FSB) Core 2 Extreme QX9650 – 3.00 GHz (2×6 MB L2, 1333 MHz FSB) Core 2 Quad Q9705 – 3.16 GHz (2×3 MB L2, 1333 MHz FSB) Core 2 Quad Q9700 – 3.16 GHz (2×3 MB L2, 1333 MHz FSB) Core 2 Quad Q9650 – 3 GHz (2×6 MB L2, 1333 MHz FSB) Core 2 Quad Q9550 – 2.83 GHz (2×6 MB L2, 1333 MHz FSB, 95W TDP) Core 2 Quad Q9550s – 2.83 GHz (2×6 MB L2, 1333 MHz FSB, 65W TDP) Core 2 Quad Q9450 – 2.66 GHz (2×6 MB L2, 1333 MHz FSB, 95W TDP) Core 2 Quad Q9505 – 2.83 GHz (2×3 MB L2, 1333 MHz FSB, 95W TDP) Core 2 Quad Q9505s – 2.83 GHz (2×3 MB L2, 1333 MHz FSB, 65W TDP) Core 2 Quad Q9500 – 2.83 GHz (2×3 MB L2, 1333 MHz FSB, 95W TDP, no TXT) Core 2 Quad Q9400 – 2.66 GHz (2×3 MB L2, 1333 MHz FSB, 95W TDP) Core 2 Quad Q9400s – 2.66 GHz (2×3 MB L2, 1333 MHz FSB, 65W TDP) Core 2 Quad Q9300 – 2.50 GHz (2×3 MB L2, 1333 MHz FSB, 95W TDP) Core 2 Quad Q8400 – 2.66 GHz (2×2 MB L2, 1333 MHz FSB, 95W TDP) Core 2 Quad Q8400s – 2.66 GHz (2×2 MB L2, 1333 MHz FSB, 65W TDP) Core 2 Quad Q8300 – 2.50 GHz (2×2 MB L2, 1333 MHz FSB, 95W TDP) Core 2 Quad Q8300s – 2.50 GHz (2×2 MB L2, 1333 MHz FSB, 65W TDP) Core 2 Quad Q8200 – 2.33 GHz (2×2 MB L2, 1333 MHz FSB, 95W TDP) Core 2 Quad Q8200s – 2.33 GHz (2×2 MB L2, 1333 MHz FSB, 65W TDP) Core 2 Quad Q7600 – 2.70 GHz (2×1 MB L2, 800 MHz FSB, no SSE4) (no Q7600 listed here ) Intel Core2 Quad Mobile Processor Family – 45 nm process technology Quad-core CPU Variants Core 2 Quad Q9100 – 2.26 GHz (2×6 MB L2, 1066 MHz FSB, 45W TDP) Core 2 Quad Q9000 – 2.00 GHz (2×3 MB L2, 1066 MHz FSB, 45W TDP) Pentium Dual-Core [ editar | editar código-fonte ] Allendale – 65 nm process technology Desktop CPU (SMP support restricted to 2 CPUs) Two cores on one die Introduzido em Janeiro 21, 2007 SSSE3 SIMD instructions Número de transistores 167 million TXT , enhanced security hardware extensions Execute Disable Bit EIST (Enhanced Intel SpeedStep Technology) Variants Intel Pentium E2240 – 2.40 GHz (1 MB L2, 800 MHz FSB) Intel Pentium E2200 – 2.20 GHz (1 MB L2, 800 MHz FSB) Intel Pentium E2180 – 2.00 GHz (1 MB L2, 800 MHz FSB) Intel Pentium E2160 – 1.80 GHz (1 MB L2, 800 MHz FSB) Intel Pentium E2140 – 1.60 GHz (1 MB L2, 800 MHz FSB) Wolfdale-3M 45 nm process technology Intel Pentium E6800 – 3.33 GHz (2 MB L2,1066 MHz FSB) Intel Pentium E6700 – 3.20 GHz (2 MB L2,1066 MHz FSB) Intel Pentium E6600 – 3.06 GHz (2 MB L2,1066 MHz FSB) Intel Pentium E6500 – 2.93 GHz (2 MB L2,1066 MHz FSB) Intel Pentium E6300 – 2.80 GHz (2 MB L2,1066 MHz FSB) Intel Pentium E5800 – 3.20 GHz (2 MB L2, 800 MHz FSB) Intel Pentium E5700 – 3.00 GHz (2 MB L2, 800 MHz FSB) Intel Pentium E5500 – 2.80 GHz (2 MB L2, 800 MHz FSB) Intel Pentium E5400 – 2.70 GHz (2 MB L2, 800 MHz FSB) Intel Pentium E5300 – 2.60 GHz (2 MB L2, 800 MHz FSB) Intel Pentium E5200 – 2.50 GHz (2 MB L2, 800 MHz FSB) Intel Pentium E2210 – 2.20 GHz (1 MB L2, 800 MHz FSB) Celeron [ editar | editar código-fonte ] Allendale – 65 nm process technology Variants Intel Celeron E1600 – 2.40 GHz (512 KB L2, 800 MHz FSB) Intel Celeron E1500 – 2.20 GHz (512 KB L2, 800 MHz FSB) Intel Celeron E1400 – 2.00 GHz (512 KB L2, 800 MHz FSB) Intel Celeron E1200 – 1.60 GHz (512 KB L2, 800 MHz FSB) Wolfdale-3M – 45 nm process technology Variants Intel Celeron E3500 – 2.70 GHz (1 MB L2, 800 MHz FSB) Intel Celeron E3400 – 2.60 GHz (1 MB L2, 800 MHz FSB) Intel Celeron E3300 – 2.50 GHz (1 MB L2, 800 MHz FSB) Intel Celeron E3200 – 2.40 GHz (1 MB L2, 800 MHz FSB) Conroe-L – 65 nm process technology Variants Intel Celeron 450 – 2.20 GHz (512 KB L2, 800 MHz FSB) Intel Celeron 440 – 2.00 GHz (512 KB L2, 800 MHz FSB) Intel Celeron 430 – 1.80 GHz (512 KB L2, 800 MHz FSB) Intel Celeron 420 – 1.60 GHz (512 KB L2, 800 MHz FSB) Intel Celeron 220 – 1.20 GHz (512 KB L2, 533 MHz FSB) Conroe-CL – 65 nm process technology LGA 771 package Variants Intel Celeron 445 – 1.87 GHz (512 KB L2, 1066 MHz FSB) Celeron M [ editar | editar código-fonte ] Merom-L 65 nm process technology 64 KB L1 cache 1 MB L2 cache (integrated) SSE3 SIMD instructions, 533 MHz front-side bus, execute-disable bit, 64-bit No SpeedStep technology, is not part of the ' Centrino ' package Variants 520 – 1.60 GHz 530 – 1.73 GHz 540 – 1.86 GHz 550 – 2.00 GHz 560 – 2.13 GHz 64-bit processors: Intel 64 – Nehalem microarchitecture [ editar | editar código-fonte ] Intel Pentium [ editar | editar código-fonte ] Clarkdale – 32 nm process technology 2 physical cores/2 threads 3 MB L3 cache Introduzido em Janeiro 2010 Socket 1156 LGA 2-channel DDR3 Integrated HD GPU Variants G6950 – 2.8 GHz (no Hyper-Threading ) [ 6 ] G6960 – 2.933 GHz (no Hyper-Threading) Core i3 [ editar | editar código-fonte ] Clarkdale – 32 nm process technology 2 physical cores/4 threads 64 Kb L1 cache 512 Kb L2 cache 4 MB L3 cache Introduzido em Janeiro, 2010 Socket 1156 LGA 2-channel DDR3 Integrated HD GPU Variants 530 – 2.93 GHz Hyper-Threading 540 – 3.06 GHz Hyper-Threading 550 – 3.2 GHz Hyper-Threading 560 – 3.33 GHz Hyper-Threading Intel Core i5 [ editar | editar código-fonte ] Lynnfield – 45 nm process technology 4 physical cores 32+32 Kb (per core) L1 cache 256 Kb (per core) L2 cache 8 MB common L3 cache Introduzido em September 8, 2009 Family 6 Model E (Ext. Model 1E) Socket 1156 LGA 2-channel DDR3 Variants 750S – 2.40 GHz/3.20 GHz Turbo Boost 750 – 2.66 GHz/3.20 GHz Turbo Boost 760 – 2.80 GHz/3.33 GHz Turbo Boost Clarkdale – 32 nm process technology 2 physical cores/4 threads 64 Kb L1 cache 512 Kb L2 cache 4 MB L3 cache Introduzido em Janeiro, 2010 Socket 1156 LGA 2-channel DDR3 Integrated HD GPU AES Support Variants 650/655K – 3.2 GHz Hyper-Threading Turbo Boost 660/661 – 3.33 GHz Hyper-Threading Turbo Boost 670 – 3.46 GHz Hyper-Threading Turbo Boost 680 – 3.60 GHz Hyper-Threading Turbo Boost Intel Core i7 [ editar | editar código-fonte ] Bloomfield – 45 nm process technology 4 physical cores 256 KB L2 cache 8 MB L3 cache Front side bus replaced with QuickPath up to 6.4GT/s Hyper-Threading is again included. This had previously been removed at the introduction of Core line 781 million transistores Intel Turbo Boost Technology TDP 130W Introduzido em Novembro 17, 2008 Socket 1366 LGA 3-channel DDR3 Variants 975 (extreme edition) – 3.33 GHz/3.60 GHz Turbo Boost 965 (extreme edition) – 3.20 GHz/3.46 GHz Turbo Boost 960 – 3.20 GHz/3.46 GHz Turbo Boost 950 – 3.06 GHz/3.33 GHz Turbo Boost 940 – 2.93 GHz/3.20 GHz Turbo Boost 930 – 2.80 GHz/3.06 GHz Turbo Boost 920 – 2.66 GHz/2.93 GHz Turbo Boost Lynnfield – 45 nm process technology 4 physical cores 256 KB L2 cache 8 MB L3 cache No QuickPath , instead compatible with slower DMI interface Hyper-Threading is included Introduzido em September 8, 2009 Socket 1156 LGA 2-channel DDR3 Variants 880 – 3.06 GHz/3.73 GHz Turbo Boost (TDP 95W) 870/875K – 2.93 GHz/3.60 GHz Turbo Boost (TDP 95W) 870S – 2.67 GHz/3.60 GHz Turbo Boost (TDP 82W) 860 – 2.80 GHz/3.46 GHz Turbo Boost (TDP 95W) 860S – 2.53 GHz/3.46 GHz Turbo Boost (TDP 82W) TODO: Westmere Gulftown – 32 nm process technology 6 physical cores 256 KB L2 cache 12 MB L3 cache Front side bus replaced with QuickPath up to 6.4GT/s Hyper-Threading is included Intel Turbo Boost Technology Socket 1366 LGA TDP 130W Introduzido em 16 March 2010 Variants 990X Extreme Edition – 3.46 GHz/3.73 GHz Turbo Boost 980X Extreme Edition – 3.33 GHz/3.60 GHz Turbo Boost 970 – 3.20 GHz/3.46 GHz Turbo Boost Clarksfield – Intel Core i7 Mobile Processor Family – 45 nm process technology 4 physical cores Hyper-Threading is included Intel Turbo Boost Technology Variants 940XM Extreme Edition – 2.13 GHz/3.33 GHz Turbo Boost (8 MB L3, TDP 55W) 920XM Extreme Edition – 2.00 GHz/3.20 GHz Turbo Boost (8 MB L3, TDP 55W) 840QM – 1.86 GHz/3.20 GHz Turbo Boost (8 MB L3, TDP 45W) 820QM – 1.73 GHz/3.06 GHz Turbo Boost (8 MB L3, TDP 45W) 740QM – 1.73 GHz/2.93 GHz Turbo Boost (6 MB L3, TDP 45W) 720QM – 1.60 GHz/2.80 GHz Turbo Boost (6 MB L3, TDP 45W) Intel Xeon [ editar | editar código-fonte ] Gainestown – 45 nm process technology Same processor dies as Bloomfield 256 KB L2 cache 8 MB L3 cache, 4MB may be disabled QuickPath up to 6.4GT/s Hyper-Threading is included in some models 781 million transistores Introduzido em March 29, 2009 Variants W5590, W5580, X5570, X5560, X5550, E5540, E5530, L5530, E5520, L5520, L5518 – 4 cores, 8 MB L3 cache, HT E5506, L5506, E5504 – 4 cores, 4 MB L3 cache, no HT L5508, E5502, E5502 – 2 cores, 4 MB L3 cache, no HT Processadores de 64-bits: Intel 64 – Sandy Bridge/Ivy Bridge [ editar | editar código-fonte ] Este artigo ou seção pode conter informações desatualizadas. Se sabe algo sobre o tema abordado, edite a página e inclua informações mais recentes, citando fontes válidas . Utilize o campo de resumo para uma breve explicação das alterações e, se achar necessário, apresente mais detalhes na página de discussão. Intel Celeron [ editar | editar código-fonte ] Sandy Bridge – 32 nm process technology 2 physical cores/2 threads (500 series), 1 physical core/1 thread (model G440) or 1 physical core/2 threads (models G460 & G465) 2 MB L3 cache (500 series), 1 MB (model G440) or 1.5 MB (models G460 & G465) Introduzido em 3rd quarter, 2011 Socket 1155 LGA 2-channel DDR3-1066 400 series has max TDP of 35 W 500-series variants ending in 'T' have a peak TDP of 35 W, others – 65 W Integrated GPU All variants have peak GPU turbo frequencies of 1 GHz Variants in the 400 series have GPUs running at a base frequency of 650 MHz Variants in the 500 series ending in 'T' have GPUs running at a base frequency of 650 MHz. others at 850 MHz All variants have 6 GPU execution units Variants G440 – 1.6 GHz G460 – 1.8 GHz G465 – 1.9 GHz ... G470 - 2.0 GHz G530T – 2.0 GHz G540T – 2.1 GHz G550T – 2.2 GHz G530 – 2.4 GHz G540 – 2.5 GHz G550 – 2.6 GHz G555 – 2.7 GHz Intel Pentium [ editar | editar código-fonte ] Sandy Bridge – 32 nm process technology 2 physical cores/2 threads 3 MB L3 cache 624 million transistores Introduzido em May, 2011 Socket 1155 LGA 2-channel DDR3-1333 (800 series) or DDR3-1066 (600 series) Variants ending in 'T' have a peak TDP of 35 W, others 65 W Integrated GPU ( HD 2000 ) All variants have peak GPU turbo frequencies of 1.1 GHz Variants ending in 'T' have GPUs running at a base frequency of 650 MHz. others at 850 MHz All variants have 6 GPU execution units Variants G620T – 2.2 GHz G630T – 2.3 GHz G640T – 2.4 GHz G650T – 2.5 GHz G860T – 2.6 GHz G620 – 2.6 GHz G622 – 2.6 GHz G630 – 2.7 GHz G632 – 2.7 GHz G640 – 2.8 GHz G840 – 2.8 GHz G645 – 2.9 GHz G850 – 2.9 GHz G860 – 3.0 GHz G870 – 3.1 GHz Ivy Bridge – 22 nm Tri-gate transistor process technology 2 physical cores/2 threads 32+32 Kb (per core) L1 cache 256 Kb (per core) L2 cache 3 MB L3 cache Introduzido em September, 2012 Socket 1155 LGA 2-channel DDR3-1600 All variants have GPU base frequencies of 650 MHz and peak GPU turbo frequencies of 1.05 GHz Variants ending in 'T' have a peak TDP of 35 W, others – TDP of 55 W Variants G2100T – 2.6 GHz G2120 – 3.1 GHz Intel Core i3 [ editar | editar código-fonte ] Sandy Bridge – 32 nm process technology 2 physical cores/4 threads 32+32 Kb (per core) L1 cache 256 Kb (per core) L2 cache 3 MB L3 cache 624 million transistores Introduzido em Janeiro, 2011 Socket 1155 LGA 2-channel DDR3-1333 Variants ending in 'T' have a peak TDP of 35 W, others 65 W Integrated GPU All variants have peak GPU turbo frequencies of 1.1 GHz Variants ending in 'T' have GPUs running at a base frequency of 650 MHz. others at 850 MHz Variants ending in '5' have Intel HD Graphics 3000 (12 execution units). others have Intel HD Graphics 2000 (6 execution units) Variants i3-2100T – 2.5 GHz i3-2120T – 2.6 GHz i3-2100 – 3.1 GHz i3-2102 – 3.1 GHz i3-2105 – 3.1 GHz i3-2120 – 3.3 GHz i3-2125 – 3.3 GHz i3-2130 – 3.4 GHz Ivy Bridge – 22 nm Tri-gate transistor process technology 2 physical cores/4 threads 32+32 Kb (per core) L1 cache 256 Kb (per core) L2 cache 3 MB L3 cache Introduzido em September, 2012 Socket 1155 LGA 2-channel DDR3-1600 Variants ending in '5' have Intel HD Graphics 4000. others have Intel HD Graphics 2500 All variants have GPU base frequencies of 650 MHz and peak GPU turbo frequencies of 1.05 GHz TDP 55 W Variants i3-3220T – 2.8 GHz i3-3240T – 2.9 GHz i3-3220 – 3.3 GHz i3-3225 – 3.3 GHz i3-3240 – 3.4 GHz Intel Core i5 [ editar | editar código-fonte ] Sandy Bridge – 32 nm process technology 4 physical cores/4 threads (except for i5-2390T which has 2 physical cores/4 threads) 32+32 Kb (per core) L1 cache 256 Kb (per core) L2 cache 6 MB L3 cache (except for i5-2390T which has 3 MB) 995 million transistores Introduzido em Janeiro, 2011 Socket 1155 LGA 2-channel DDR3-1333 Variants ending in 'S' have a peak TDP of 65 W, others – 95 W except where noted Variants ending in 'K' have unlocked multipliers. others cannot be overclocked Integrated GPU i5-2500T has a peak GPU turbo frequency of 1.25 GHz, others 1.1 GHz Variants ending in 'T' have GPUs running at a base frequency of 650 MHz. others at 850 MHz Variants ending in '5' or 'K' have Intel HD Graphics 3000 (12 execution units), except i5-2550K which has no GPU. others have Intel HD Graphics 2000 (6 execution units) Variants ending in 'P' and the i5-2550K have no GPU Variants i5-2390T – 2.7 GHz/3.5 GHz Turbo Boost (35 W max TDP) i5-2500T – 2.3 GHz/3.3 GHz Turbo Boost (45 W max TDP) i5-2400S – 2.5 GHz/3.3 GHz Turbo Boost i5-2405S – 2.5 GHz/3.3 GHz Turbo Boost i5-2500S – 2.7 GHz/3.7 GHz Turbo Boost i5-2300 – 2.8 GHz/3.1 GHz Turbo Boost i5-2310 – 2.9 GHz/3.2 GHz Turbo Boost i5-2320 – 3.0 GHz/3.3 GHz Turbo Boost i5-2380P – 3.1 GHz/3.4 GHz Turbo Boost i5-2400 – 3.1 GHz/3.4 GHz Turbo Boost i5-2450P – 3.2 GHz/3.5 GHz Turbo Boost i5-2500 – 3.3 GHz/3.7 GHz Turbo Boost i5-2500K – 3.3 GHz/3.7 GHz Turbo Boost i5-2550K – 3.4 GHz/3.8 GHz Turbo Boost Ivy Bridge – 22 nm Tri-gate transistor process technology 4 physical cores/4 threads (except for i5-3470T which has 2 physical cores/4 threads) 32+32 Kb (per core) L1 cache 256 Kb (per core) L2 cache 6 MB L3 cache (except for i5-3470T which has 3 MB) Introduzido em April, 2012 Socket 1155 LGA 2-channel DDR3-1600 Variants ending in 'S' have a peak TDP of 65 W, Variants ending in 'T' have a peak TDP of 35 or 45 W (see variants), others – 77 W except where noted Variants ending in 'K' have unlocked multipliers. others cannot be overclocked Variants ending in 'P' have no integrated GPU. others have Intel HD Graphics 2500 or Intel HD Graphics 4000 (i5-3475S and i5-3570K only) Variants i5-3470T – 2.9 GHz/3.6 GHz max Turbo Boost (35 W TDP) i5-3570T – 2.3 GHz/3.3 GHz max Turbo Boost (45 W TDP) i5-3330S – 2.7 GHz/3.2 GHz max Turbo Boost i5-3450S – 2.8 GHz/3.5 GHz max Turbo Boost i5-3470S – 2.9 GHz/3.6 GHz max Turbo Boost i5-3475S – 2.9 GHz/3.6 GHz max Turbo Boost i5-3550S – 3.0 GHz/3.7 GHz max Turbo Boost i5-3570S – 3.1 GHz/3.8 GHz max Turbo Boost i5-3330 – 3.0 GHz/3.2 GHz max Turbo Boost i5-3350P – 3.1 GHz/3.3 GHz max Turbo Boost (69 W TDP) i5-3450 – 3.1 GHz/3.5 GHz max Turbo Boost i5-3470 – 3.2 GHz/3.6 GHz max Turbo Boost i5-3550 – 3.3 GHz/3.7 GHz max Turbo Boost i5-3570 – 3.4 GHz/3.8 GHz max Turbo Boost i5-3570K – 3.4 GHz/3.8 GHz max Turbo Boost Intel Core i7 [ editar | editar código-fonte ] Sandy Bridge – 32 nm process technology 4 physical cores/8 threads 32+32 Kb (per core) L1 cache 256 Kb (per core) L2 cache 8 MB L3 cache 995 million transistores Introduzido em Janeiro, 2011 Socket 1155 LGA 2-channel DDR3-1333 Variants ending in 'S' have a peak TDP of 65 W, others – 95 W Variants ending in 'K' have unlocked multipliers. others cannot be overclocked Integrated GPU All variants have base GPU frequencies of 850 MHz and peak GPU turbo frequencies of 1.35 GHz Variants ending in 'K' have Intel HD Graphics 3000 (12 execution units). others have Intel HD Graphics 2000 (6 execution units) Variants i7-2600S – 2.8 GHz/3.8 GHz Turbo Boost i7-2600 – 3.4 GHz/3.8 GHz Turbo Boost i7-2600K – 3.4 GHz/3.8 GHz Turbo Boost i7-2700K – 3.5 GHz/3.9 GHz Turbo Boost Sandy Bridge-E – 32 nm process technology Up to 8 physical cores/16 threads depending on model number 32+32 Kb (per core) L1 cache 256 Kb (per core) L2 cache Up to 20 MB L3 cache depending on model number 2270 million transistores Introduzido em November, 2011 Socket 2011 LGA 4-channel DDR3-1600 All variants have a peak TDP of 130 W No integrated GPU Variants i7-3820 – 3.6 GHz/3.8 GHz Turbo Boost, 4 cores, 10 MB L3 cache i7-3930K – 3.2 GHz/3.8 GHz Turbo Boost, 6 cores, 12 MB L3 cache i7-3960X – 3.3 GHz/3.9 GHz Turbo Boost, 6 cores, 15 MB L3 cache i7-3970X – 3.5 GHz/4.0 GHz Turbo Boost, 6 cores, 15 MB L3 cache Ivy Bridge – 22 nm Tri-gate transistor process technology 4 physical cores/8 threads 32+32 Kb (per core) L1 cache 256 Kb (per core) L2 cache 8 MB L3 cache Introduzido em April, 2012 Socket 1155 LGA 2-channel DDR3-1600 Variants ending in 'S' have a peak TDP of 65 W, variants ending in 'T' have a peak TDP of 45 W, others – 77 W Variants ending in 'K' have unlocked multipliers. others cannot be overclocked Integrated GPU Intel HD Graphics 4000 Variants i7-3770T – 2.5 GHz/3.7 GHz Turbo Boost i7-3770S – 3.1 GHz/3.9 GHz Turbo Boost i7-3770 – 3.4 GHz/3.9 GHz Turbo Boost i7-3770K – 3.5 GHz/3.9 GHz Turbo Boost 64-bit processors: Intel 64 Haswell [ editar | editar código-fonte ] Intel 805xx produto codes [ editar | editar código-fonte ] Intel discontinued the use of part numbers such as 80486 in the marketing of mainstream x86-architecture microprocessors with the introduction of the Pentium brand in 1993. However, numerical codes, in the 805xx range, continued to be assigned to these processors for internal and part numbering uses. The following is a list of such produto codes in numerical order: Produto code Marketing name(s) Codename(s) 80500 Pentium P5 (A-step) 80501 Pentium P5 80502 Pentium P54C, P54CS 80503 Pentium with MMX Technology P55C, Tillamook 80521 Pentium Pro P6 80522 Pentium II Klamath 80523 Pentium II, Celeron, Pentium II Xeon Deschutes, Covington, Drake 80524 Pentium II, Celeron Dixon, Mendocino 80525 Pentium III, Pentium III Xeon Katmai, Tanner 80526 Pentium III, Celeron, Pentium III Xeon Coppermine, Cascades 80528 Pentium 4, Xeon Willamette ( Socket 423 ), Foster 80529 canceled Timna 80530 Pentium III, Celeron Tualatin 80531 Pentium 4, Celeron Willamette ( Socket 478 ) 80532 Pentium 4, Celeron, Xeon Northwood, Prestonia, Gallatin 80533 Pentium III Coppermine (cD0-step) 80534 Pentium 4 SFF Northwood (small form factor) 80535 Pentium M, Celeron M 310–340 Banias 80536 Pentium M, Celeron M 350–390 Dothan 80537 Core 2 Duo T5xxx, T7xxx, Celeron M 5xx Merom 80538 Core Solo, Celeron M 4xx Yonah 80539 Core Duo, Pentium Dual-core T-series Yonah 80541 Itanium Merced 80542 Itanium 2 McKinley 80543 Itanium 2 Madison 80546 Pentium 4, Celeron D, Xeon Prescott ( Socket 478 ), Nocona, Irwindale, Cranford, Potomac 80547 Pentium 4, Celeron D Prescott ( LGA 775 ) 80548 canceled Tejas and Jayhawk 80549 Itanium 2 90xx Montecito 80550 Dual-core Xeon 71xx Tulsa 80551 Pentium D, Pentium EE, Dual-core Xeon Smithfield, Paxville DP 80552 Pentium 4, Celeron D Cedar Mill 80553 Pentium D, Pentium EE Presler 80554 Celeron 800/900/1000 ULV Shelton 80555 Dual-core Xeon 50xx Dempsey 80556 Dual-core Xeon 51xx Woodcrest 80557 Core 2 Duo E4xxx. E6xxx, Dual-core Xeon 30xx, Pentium Dual-core E2xxx Conroe 80560 Dual-core Xeon 70xx Paxville MP 80562 Core 2 Quad, Core 2 Extreme QX6xxx, Quad-core Xeon 32xx Kentsfield 80563 Quad-core Xeon 53xx Clovertown 80564 Xeon 7200 Tigerton-DC 80565 Xeon 7300 Tigerton 80566 Atom Z5xx Silverthorne 80567 Itanium 91xx Montvale 80569 Core 2 Quad Q9xxx, Core 2 Extreme QX9xxx, Xeon 33xx Yorkfield 80570 Core 2 Duo E8xxx, Xeon 31xx Wolfdale 80571 Core 2 Duo E7xxx, Pentium Dual-core E5xxx, Pentium Dual-core E2210 Wolfdale-3M 80573 Xeon 5200 Wolfdale-DP 80574 Core 2 Extreme QX9775, Xeon 5400 Harpertown 80576 Core 2 Duo P7xxx, T8xxx, P8xxx, T9xxx, P9xxx, SL9xxx, SP9xxx, Core 2 Extreme X9xxx Penryn 80577 Core 2 Duo P7xxx, P8xxx, SU9xxx, T6xxx, T8xxx Penryn-3M 80578 EP80578 Vermilion Range 80579 EP80579 Tolapai 80580 Core 2 Quad Q8xxx, Q9xxx, Xeon 33xx Yorkfield-6M 80581 Core 2 Quad Q9xxx Penryn-QC 80582 Xeon 74xx Dunnington 80583 Xeon 74xx Dunnington-QC 80584 Xeon X33x3 LV Yorkfield CL 80585 Core 2 Solo SU3xxx, Celeron 7xx, 9xx Penryn-L 80586 Atom 2xx, N2xx Diamondville 80587 Atom 3xx Diamondville DC 80588 Xeon L3014, E3113 Wolfdale-CL Intel 806xx produto codes [ editar | editar código-fonte ] Produto code Marketing name(s) Codename(s) 80601 Core i7, Xeon 35xx Bloomfield 80602 Xeon 55xx Gainestown 80603 Itanium 93xx Tukwila 80604 Xeon 65xx, Xeon 75xx Beckton 80605 Core i5-7xx, Core i7-8xx, Xeon 34xx Lynnfield 80606 canceled Havendale 80607 Core i7-7xx QM, Core i7-8xx QM, Core i7-9xx XM Clarksfield 80608 canceled Auburndale 80609 Atom Z6xx Lincroft 80610 Atom N400, D400, D500 Pineview 80611 canceled Larrabee 80612 Xeon C35xx, Xeon C55xx Jasper Forest 80613 Core i7-9xxX, Xeon 36xx Gulftown 80614 Xeon 56xx Westmere-EP 80615 Xeon E7-28xx, Xeon E7-48xx, Xeon E7-88xx Westmere-EX 80616 Pentium G6xxx, Core i3-5xx, Core i5-6xx Clarkdale 80617 Core i5-5xx, Core i7-6xxM/UM/LM Arrandale 80618 Atom E6x0 Tunnel Creek 80619 Core i7-3xxx Sandy Bridge-EP 80620 Xeon E5-24xx Sandy Bridge-EP-8, Sandy Bridge-EP-4 80621 Xeon E5-16xx, Xeon E5-26xx, Xeon E5-46xx Sandy Bridge-EP-8, Sandy Bridge-EP-4 80622 Sandy Bridge-EP-8 80623 Xeon E3-xxxx, Core i3/i5/i7-2xxx, Pentium Gxxx, Xeon E3-12xx Sandy Bridge-HE-4, Sandy Bridge-M-2 80627 Core i3/i5/i7-2xxxM, Pentium Bxxx, Celeron Bxxx Sandy Bridge-HE-4, Sandy Bridge-H-2, Sandy Bridge-M-2 80631 Itanium 95xx Poulson 80632 Atom E6x5C Stellarton 80637 Core i5/i7-3xxx, Xeon-E3 Ivy Bridge 80638 Mobile Core i5/i7-3xxxM Ivy Bridge 80640 Atom Z24xx Penwell 80641 Atom D2xxx, Atom N2xxx Cedarview 80647 Core i5/i7 - 4xxx Haswell 80649 Xeon Phi Knight's Corner 80650 Atom Z27xx Cloverview Referências [ editar | editar código-fonte ] ↑ The 4004's original goal was to equal the clock rate of the IBM 1620 Model I (1 MHz). this was not quite met. ↑ http://www.depi.itch.edu.mx/apacheco/asm/Intel_cpus.htm ↑ a b c «Intel Microprocessor Quick Reference Guide – Produto Family» . Consultado em 8 de janeiro de 2010 ↑ Intel Processor Spec Finder for Celeron M Archived janeiro 22, 2011 at WebCite ↑ Not listed as an official model by Intel but used by Apple in their Intel-based Mac Mini , released March 2006 [ligação inativa] ↑ «Intel Pentium Processor G6950 (3M Cache, 2.80 GHz) with SPEC Code(s) SLBMS» . Ark.intel.com. 13 de julho de 2010 . Consultado em 29 de julho de 2010 . Cópia arquivada em 22 de janeiro de 2011 Ligações externas [ editar | editar código-fonte ] Intel Intel Vintage & Old Staff Intel CPUs, an Overview Intel Museum: History of the Microprocessor Stealey A100 and A110 Graphical representation of microarchitectures i386 – present Intel Product Specifications List of Intel Microprocessors , sorted chronologically v • e Processadores Intel Atuais Celeron • Atom • Pentium Dual-Core • Core ( 2 • i3 • i5 • i7 ) • Xeon • Itanium 2 Descontinuados pre-x86 4004 • 4040 • 8008 • 8080 • 8085 x86 -16 (16 bit) 8086 • 8088 • 80186 • 80188 • 80286 x86-32/ IA-32 (32 bit) 80386 • 80486 • Pentium • Pentium Pro • Pentium II • Pentium III • Pentium 4 • Pentium M • Core • Stealey x86-64 /EM64T (64 bit) Pentium 4 (alguns modelos) • Pentium D • Pentium Extreme Edition Outros (não-x86) iAPX 432 • Itanium — RISC: i860 • i960 • StrongARM • XScale Nomes em itálico indicam processadores não- x86 Obtida de ' https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Lista_de_microprocessadores_da_Intel&oldid=50362588 ' Categorias : Listas de microprocessadores Microprocessadores da Intel Categorias ocultas: !Artigos com ligações inativas !Artigos que carecem de notas de rodapé desde fevereiro de 2017 !Artigos em tradução !Artigos com dados desatualizados Menu de navegação Ferramentas pessoais Não autenticado Discussão Contribuições Criar uma conta Entrar Domínios Artigo Discussão Variantes Vistas Ler Editar Editar código-fonte Ver histórico Mais Busca Navegação Página principal Conteúdo destacado Eventos atuais Esplanada Página aleatória Portais Informar um erro Loja da Wikipédia Colaboração Boas-vindas Ajuda Página de testes Portal comunitário Mudanças recentes Manutenção Criar página Páginas novas Contato Donativos Imprimir/exportar Criar um livro Descarregar como PDF Versão para impressão Noutros projetos Wikimedia Commons Ferramentas Páginas afluentes Alterações relacionadas Carregar ficheiro Páginas especiais Hiperligação permanente Informações da página Elemento Wikidata Citar esta página Noutros idiomas العربية Azərbaycanca Български বাংলা Čeština Deutsch English Esperanto Suomi Français Italiano 한국어 Nederlands Polski Русский Slovenčina Українська 中文 Editar ligações Esta página foi editada pela última vez à(s) 12h18min de 3 de novembro de 2017. Este texto é disponibilizado nos termos da licença Creative Commons - Atribuição - Compartilha Igual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0) . pode estar sujeito a condições adicionais. Para mais detalhes, consulte as condições de uso . Política de privacidade Sobre a Wikipédia Avisos gerais Programadores Declaração sobre cookies Versão móvel



https://www.adaoeevatoys.com.br/
  Adão & Eva Itens: | Valor: R$ A Empresa Pagamento Trocas e Devoluções Canal de Atendimento Área Restrita Entrar DEPARTAMENTOS KAMASHASTRA 50 Formas de Amar Acessórios Algemas Anéis Mr. Leather Anéis Penianos Bolinhas Tailandesas Capas penianas / Extensor Cones / Ben Wa / Pompoarismo Diversos Plug de Metal Pulseiras Big Teaze Toys Bombas e Desenvolvedores Bonecas Infláveis Brincadeiras Eróticas À Corda ... COM VIBRAÇÃO E CON... Código Ref: WE001 WE-VIBE DITTO AZUL - PLUG ANAL COM VIBRAÇÃO E CONT... Código Ref: WE002 WE-VIBE GALA - VIBRADOR PARA CLITORIS RECARREGAVEL... Código Ref: WE003 WE-VIBE VERGE - ANEL PENIANO RECARREGAVEL E AJUSTA... Código Ref: WE004 WE-VIBE BLOOM - Bolas de Pompoarismo com Vibrações... Código Ref: WE005 We-Vibe Jive - Vibrador Duplo Recarregável a Prova... Código Ref: WE006 WE-VIBE PIVOT - ANEL PENIANO AZUL Código Ref: WE007 Gplug Small - Neon Rose Código Ref: FT165 Gplug CACHE

Adão & Eva Itens: | Valor: R$ A Empresa Pagamento Trocas e Devoluções Canal de Atendimento Área Restrita Entrar DEPARTAMENTOS KAMASHASTRA 50 Formas de Amar Acessórios Algemas Anéis Mr. Leather Anéis Penianos Bolinhas Tailandesas Capas penianas / Extensor Cones / Ben Wa / Pompoarismo Diversos Plug de Metal Pulseiras Big Teaze Toys Bombas e Desenvolvedores Bonecas Infláveis Brincadeiras Eróticas À Corda / Pula-Pula Artigos para festas Baralhos / Jogos Bichos de Pelúcia Brinquedos Diversos Cartões Animados Chaveiros / Articulados Dados Formas e Utensílios Jogos Diversos Perucas Raspadinha Velas Eróticas Cosméticos Sensuais Adão e Eva - Cápsulas Comestíveis SEXY HOT Dom Cosméticos Dream - Géis Funcionais Eva Cosméticos - Chantilly Eva Cosméticos - Desodorantes Eva Cosméticos - Géis Spice Eva Cosméticos - Hidratantes Eva Cosméticos Liquid Love Man Force Noriplay - Massagem Oriental Sexy Hot - Body Shot Sexy Hot - Caneta Beijável Sexy Hot - Géis Funcionais Sexy Hot - Linha Pheromom Sexy Hot - Liquid Shock Sexy Hot - Mãos de Seda Sexy Hot - Óleo Térmico Sexy Hot - Óleos Sexy Hot - Sabonetes Sexy Hot - Sais Sexy Hot - Saneantes Sexy Hot - Sexo Oral Sexy Hot - Velas Beijáveis Velas Gourmet DOM - Prazer para Homens DVDs Loving Sex Energéticos Power Sex Estimuladores Femininos Fantasias e Lingeries Importadas Acessórios Fantasias Femininas Masculinas Lingeries Femininas Masculinas Vestidos Mini Nacionais Fantasias Lingeries Promoção Lingerie Fetiche - Play Girl Algemas / Amarras Bondage / Imobilização Diversos / Coleiras Dominadora / Arreios Man / Anéis / Arreios Máscaras / Vendas Power Panty / Calcinha / Vibrador Punição / Spank Strap on / Cintas / Pênis Importados NANMA Importados FT London Partner Satisfyer KITS Eróticos Lingeries Femininas Masculinas Linha de Moda Fitness Masturbadores Masculinos CyberSkin TENGA AIR-TECH Masturbadores Pocket SOFT CUP Tenga EGG VACCUM CUP VerSpanken OVO - Lifestyle Bullets Lays on Love Balls Mini Vibes Rabbits Remote Controlled Rings Vibrators Pênis Realísticos Próteses Rotativas com Controle Remoto Adão Collection Afrodisíacos Articulados Capas / Vegetais Cyberskin Dildos Pênis com cinta/ Strap On Pênis com Vibrador e Ventosa Pênis com Vibrador Pênis de Gel Aromático Pênis em Silicone Pênis Glow / Fosforecente Pênis Grandes / Big Size Pênis Maciços com Ventosa Pênis Maciços Translúcidos Plugs Sexo Anal Pompoarismo - Kegel Balls Preservativos Suplemento Vem Transar Vibradores WE-VIBE Vibradores Cupid Series e Variados DIBE / IGOX Eva Collection Jack Rabbit Collection Playgirl Black Label Mini Vibes Nacionais Rabbits TENGA TENGA SVR TENGA Vibradores VI-BO MEUS PEDIDOS CADASTRE-SE COMPRAR POR LISTA VENDAS SOMENTE NO ATACADO CARRINHO ( 0 ) Valor Total: R$ 0.00 Itens no carrinho: 0 F I N A L I Z A R C O M P R A Institucional A Empresa Produtos Livres de Ftalato Produtos Eróticos Termos de Privacidade Segurança Vantagens Dúvidas Central de Atendimento Entrega Formas de Pagamento Perguntas Freqüentes Representantes Trocas e Devoluções Informativo Ganhe Dinheiro Mandamentos do E-commerce OVO - Vibradores de Luxo Como Montar Seu Sex Shop Catálogo Virtual ASSINE NOSSA NEWSLETTER CADASTRE-SE WE-VIBE DITTO LILÁS - PLUG ANAL COM VIBRAÇÃO E CON... Código Ref: WE001 WE-VIBE DITTO AZUL - PLUG ANAL COM VIBRAÇÃO E CONT... Código Ref: WE002 WE-VIBE GALA - VIBRADOR PARA CLITORIS RECARREGAVEL... Código Ref: WE003 WE-VIBE VERGE - ANEL PENIANO RECARREGAVEL E AJUSTA... Código Ref: WE004 WE-VIBE BLOOM - Bolas de Pompoarismo com Vibrações... Código Ref: WE005 We-Vibe Jive - Vibrador Duplo Recarregável a Prova... Código Ref: WE006 WE-VIBE PIVOT - ANEL PENIANO AZUL Código Ref: WE007 Gplug Small - Neon Rose Código Ref: FT165 Gplug Large - Ocean Blue Código Ref: FT189 Body Shot Beats - Espuma Crocante para Massagem Se... Código Ref: CO392 Body Shot Big Apple- Espuma Crocante para Massagem... Código Ref: CO391 Body Shot Spirit - Espuma Crocante para Massagem S... Código Ref: CO390 Gring - Neon Rose Código Ref: FT226 Gvibe 2 - Sweet Raspberry - Vibrador Duplo Código Ref: FT110 Gvibe 2 - Royal Noir - Vibrador Duplo Código Ref: FT103 The Classic Rosa - Vem Transar Código Ref: VT006 The Classic A Spot Prata - Vem Transar Código Ref: VT005 Gvibe 2 - Blue Lagoon - Vibrador Duplo Código Ref: FT097 The Cock (Prótese sem Vibro) - Vem Transar Código Ref: VT007 The Cock (Prótese com Vibro) - Vem Transar Código Ref: VT008 The Cock com Cinta Strap On - Vem Transar Código Ref: VT009 The Tri Factor - Vem Transar Código Ref: VT010 The Hex (Duplo) - Vem Transar Código Ref: VT011 V/T Vibe - Vem Transar Código Ref: VT012 The Buzz Rosa - Vem Transar Código Ref: VT002 The Buzz Prata - Vem Transar Código Ref: VT003 The Classic A Spot Rosa - Vem Transar Código Ref: VT004 Gvibe MINI - Tiffany Mint Código Ref: FT288 Gvibe Mini - Royal Blue Código Ref: FT295 Gring - Ocean Blue Código Ref: FT219 Sérum A - Lubrificante Corporal - Sexy Hot Código Ref: CO338 Sérum Sensitive - Man Force Código Ref: CO339 Liquid Love - Confort - Gel Lubrificante Corporal Código Ref: CO310 Liquid Love - Hot - Gel Lubrificante Corporal Código Ref: CO311 Liquid Love - Love Shower - Gel Lubrificante Corpo... Código Ref: CO312 Liquid Love - Extra Deslizante - Gel Lubrificante ... Código Ref: CO313 Lubrifist - Gel Ultra Lubrificante Corporal Código Ref: CO380 Alquimista - Géis para massagem corporal 40g - Sex... Código Ref: CO325 Golden Kiss - Sensual Gloss Beijável sabor Chocola... Código Ref: CO251 SATISFYER 2 - Estimulador feminino e sucção clitor... Código Ref: SAT000 Satisfyer PRO 2 - Estimulador de Clitóris Código Ref: SAT001 SATISFYER 1 - Estimulador feminino e sucção clitor... Código Ref: SAT003 SATISFYER PRO PENGUIN Código Ref: SAT004 SATISFYER PRO DELUXE Código Ref: SAT005 TENGA SVR - SMART VIBE RING WHITE Código Ref: TEN22 Iroha Stick - Vibrador com Formato de Batom Código Ref: TEN21 WE-VIBE TANGO PINK - ESTIMULADOR DE CLITORIS Código Ref: SNTASG3 WE-VIBE WISH - VIBRADOR FEMININO COM SILICONE MEDI... Código Ref: SNWHSG5 Liquid Love - Refresh - Gel Lubrificante Corporal Código Ref: CO314 WE-VIBE TANGO BLUE - ESTIMULADOR DE CLITORIS Código Ref: SNTASG5 Maha Devi Shakti - Hidratante Corporal com Feromôn... Código Ref: CO354 Enigma da Mandala - Kit com 18 Cápsulas Explosivas Código Ref: CO350 Toque de Nandi - Gel para Massagem Corporal com To... Código Ref: CO357 Essência de Rama - Fragrância com Feromônios Código Ref: CO359 Libido Stim - Aumenta o Libido Feminino, Mais Praz... Código Ref: CO320 Erectoviril - Suplemento Mineral Código Ref: CO306 Kit com Erectoviril + LibidoStin + Ma-Trix Código Ref: KIT17 LOVECLONE III - PÊNIS EM CYBER SKIN 18CM COM VIBRA... Código Ref: NAN032 LOVECLONE IIIPÊNIS REALÍSTICO EM CYBER SKIN COM 15... Código Ref: NAN031 PÊNIS REALISTICO 13CM EM CYBER SKIN COM VIBRADOR M... Código Ref: NAN030 LOVE CLONE RX 14CM EM CYBER SKINK 10 VELOCIDADES Código Ref: NAN029 LOVE CLONE RX 14CM EM CYBER SKIN VIBRADOR MULTI-VE... Código Ref: NAN028 LOVE CLONE RX 18CM EM CYBER SKIN Código Ref: NAN027 THE FINGER - EM SILICONE PARA MASSAGEAR O CLÍTORIS Código Ref: NAN051 DOM - P12 - Plug Estimulador de Próstata Código Ref: DOM032 BUTT PLUG SMILING - EM SILICONE 9CM Código Ref: NAN024 PLUG SHOVE UP BLACK - EM SILICONE 13CM COM VIBRADO Código Ref: NAN050 ALGEMA EM SILICONE SUPER RESISTENTE NA COR VERMELH... Código Ref: NAN022 LITLLE FRISKY - HYGIENIC SILICONE LOVE BOLLS - 20... Código Ref: NAN021 THE MEAN COUPLE ROMANCE PINK, COM ALGEMA SILICONE Código Ref: NAN045 MASSAGEADOR FINGER 9CM SILICONE - COM VIBRADOR 10 ... Código Ref: NAN019 ANEL TESTICULAR COM TUNEL E ESTIMULADOR CLÍTORIANO Código Ref: NAN018 Kit com Erectoviril + LibidoStin + Ma-Trix Código Ref: KIT17 THE MEAN COUPLE ROMANCE BLACK, COM ALGEMAS, 2 ANÉI... Código Ref: NAN044 KIT JOVIAL 7 EM SILICONE BLACK, COM 2 ANÉIS, 3 PLU... Código Ref: NAN043 MINI BONECO 66CM DE ALTURA COM PENIS DE 13CM Código Ref: NAN009 BOMBA PENIANA 20CM, COM ANEL EM FORMATO DE VAGINA ... Código Ref: NAN013 REALITY AGENT - PÊNIS REALISTICO 18CM COM VENTOSA Código Ref: NAN069 FUKTION HEAD INFLATABLE - CABEÇA BONECA INFLAVEL P... Código Ref: NAN011 MINI BONECO MORENO 66CM DE ALTURA COM PENIS DE 13C... Código Ref: NAN010 MINI BONECO 66CM DE ALTURA COM PENIS DE 13CM Código Ref: NAN009 PÊNIS REALISTICO 20CM COM VENTOSA E VIBRADOR 10 VE... Código Ref: NAN038 ONE TOUCH SILICONE - PENIS REALISTICO 20CM COM VEN... Código Ref: NAN037 ONE TOUCH SILICONE - PENIS REALISTICO 18CM COM VEN... Código Ref: NAN036 BONECO INFLAVEL BENTON G. NEGRO , 154CM DE ALTURA Código Ref: NAN005 BONECA LOIRA DE JOELHOS - 109CM, COM VAGINA, ÂNUS Código Ref: NAN004 BONECA RUIVA SENTADA - 99CM, COM VAGINA, ÂNUS E BO... Código Ref: NAN003 BONECA LOIRA DE JOELHOS - 110CM, ÂNUS E VAGINA PEN... Código Ref: NAN002 BONECA LOIRA EM PÉ - 150CM, ÂNUS E VAGINA PENETRAV... Código Ref: NAN001 KIT JOVIAL 6 EM SILICONE BLACK, COM 2 ANEIS E 4 PL... Código Ref: NAN041 INSTITUCIONAL A Empresa Produtos Eróticos Produto Livre de Ftalato Termos de Privacidade Segurança Vantagens DÚVIDAS Central de atendimento Entregas Formas de pagamento Perguntas Frequentes Representantes Trocas e Devoluções CENTRAL DE RELACIONAMENTO Nossa equipe está preparada para atender suas dúvidas OFERTAS E DESCONTOS Inscreva-se para receber ofertas e desconto exclusivos Tecnologia PÁGINA INICIAL MEUS PEDIDOS CARRINHO



http://www.adaoeevatoys.com.br
  Adão & Eva Itens: | Valor: R$ A Empresa Pagamento Trocas e Devoluções Canal de Atendimento Área Restrita Entrar DEPARTAMENTOS KAMASHASTRA 50 Formas de Amar Acessórios Algemas Anéis Mr. Leather Anéis Penianos Bolinhas Tailandesas Capas penianas / Extensor Cones / Ben Wa / Pompoarismo Diversos Plug de Metal Pulseiras Big Teaze Toys Bombas e Desenvolvedores Bonecas Infláveis Brincadeiras Eróticas À Corda ... COM VIBRAÇÃO E CON... Código Ref: WE001 WE-VIBE DITTO AZUL - PLUG ANAL COM VIBRAÇÃO E CONT... Código Ref: WE002 WE-VIBE GALA - VIBRADOR PARA CLITORIS RECARREGAVEL... Código Ref: WE003 WE-VIBE VERGE - ANEL PENIANO RECARREGAVEL E AJUSTA... Código Ref: WE004 WE-VIBE BLOOM - Bolas de Pompoarismo com Vibrações... Código Ref: WE005 We-Vibe Jive - Vibrador Duplo Recarregável a Prova... Código Ref: WE006 WE-VIBE PIVOT - ANEL PENIANO AZUL Código Ref: WE007 Gplug Small - Neon Rose Código Ref: FT165 Gplug CACHE

Adão & Eva Itens: | Valor: R$ A Empresa Pagamento Trocas e Devoluções Canal de Atendimento Área Restrita Entrar DEPARTAMENTOS KAMASHASTRA 50 Formas de Amar Acessórios Algemas Anéis Mr. Leather Anéis Penianos Bolinhas Tailandesas Capas penianas / Extensor Cones / Ben Wa / Pompoarismo Diversos Plug de Metal Pulseiras Big Teaze Toys Bombas e Desenvolvedores Bonecas Infláveis Brincadeiras Eróticas À Corda / Pula-Pula Artigos para festas Baralhos / Jogos Bichos de Pelúcia Brinquedos Diversos Cartões Animados Chaveiros / Articulados Dados Formas e Utensílios Jogos Diversos Perucas Raspadinha Velas Eróticas Cosméticos Sensuais Adão e Eva - Cápsulas Comestíveis SEXY HOT Dom Cosméticos Dream - Géis Funcionais Eva Cosméticos - Chantilly Eva Cosméticos - Desodorantes Eva Cosméticos - Géis Spice Eva Cosméticos - Hidratantes Eva Cosméticos Liquid Love Man Force Noriplay - Massagem Oriental Sexy Hot - Body Shot Sexy Hot - Caneta Beijável Sexy Hot - Géis Funcionais Sexy Hot - Linha Pheromom Sexy Hot - Liquid Shock Sexy Hot - Mãos de Seda Sexy Hot - Óleo Térmico Sexy Hot - Óleos Sexy Hot - Sabonetes Sexy Hot - Sais Sexy Hot - Saneantes Sexy Hot - Sexo Oral Sexy Hot - Velas Beijáveis Velas Gourmet DOM - Prazer para Homens DVDs Loving Sex Energéticos Power Sex Estimuladores Femininos Fantasias e Lingeries Importadas Acessórios Fantasias Femininas Masculinas Lingeries Femininas Masculinas Vestidos Mini Nacionais Fantasias Lingeries Promoção Lingerie Fetiche - Play Girl Algemas / Amarras Bondage / Imobilização Diversos / Coleiras Dominadora / Arreios Man / Anéis / Arreios Máscaras / Vendas Power Panty / Calcinha / Vibrador Punição / Spank Strap on / Cintas / Pênis Importados NANMA Importados FT London Partner Satisfyer KITS Eróticos Lingeries Femininas Masculinas Linha de Moda Fitness Masturbadores Masculinos CyberSkin TENGA AIR-TECH Masturbadores Pocket SOFT CUP Tenga EGG VACCUM CUP VerSpanken OVO - Lifestyle Bullets Lays on Love Balls Mini Vibes Rabbits Remote Controlled Rings Vibrators Pênis Realísticos Próteses Rotativas com Controle Remoto Adão Collection Afrodisíacos Articulados Capas / Vegetais Cyberskin Dildos Pênis com cinta/ Strap On Pênis com Vibrador e Ventosa Pênis com Vibrador Pênis de Gel Aromático Pênis em Silicone Pênis Glow / Fosforecente Pênis Grandes / Big Size Pênis Maciços com Ventosa Pênis Maciços Translúcidos Plugs Sexo Anal Pompoarismo - Kegel Balls Preservativos Suplemento Vem Transar Vibradores WE-VIBE Vibradores Cupid Series e Variados DIBE / IGOX Eva Collection Jack Rabbit Collection Playgirl Black Label Mini Vibes Nacionais Rabbits TENGA TENGA SVR TENGA Vibradores VI-BO MEUS PEDIDOS CADASTRE-SE COMPRAR POR LISTA VENDAS SOMENTE NO ATACADO CARRINHO ( 0 ) Valor Total: R$ 0.00 Itens no carrinho: 0 F I N A L I Z A R C O M P R A Institucional A Empresa Produtos Livres de Ftalato Produtos Eróticos Termos de Privacidade Segurança Vantagens Dúvidas Central de Atendimento Entrega Formas de Pagamento Perguntas Freqüentes Representantes Trocas e Devoluções Informativo Ganhe Dinheiro Mandamentos do E-commerce OVO - Vibradores de Luxo Como Montar Seu Sex Shop Catálogo Virtual ASSINE NOSSA NEWSLETTER CADASTRE-SE WE-VIBE DITTO LILÁS - PLUG ANAL COM VIBRAÇÃO E CON... Código Ref: WE001 WE-VIBE DITTO AZUL - PLUG ANAL COM VIBRAÇÃO E CONT... Código Ref: WE002 WE-VIBE GALA - VIBRADOR PARA CLITORIS RECARREGAVEL... Código Ref: WE003 WE-VIBE VERGE - ANEL PENIANO RECARREGAVEL E AJUSTA... Código Ref: WE004 WE-VIBE BLOOM - Bolas de Pompoarismo com Vibrações... Código Ref: WE005 We-Vibe Jive - Vibrador Duplo Recarregável a Prova... Código Ref: WE006 WE-VIBE PIVOT - ANEL PENIANO AZUL Código Ref: WE007 Gplug Small - Neon Rose Código Ref: FT165 Gplug Large - Ocean Blue Código Ref: FT189 Body Shot Beats - Espuma Crocante para Massagem Se... Código Ref: CO392 Body Shot Big Apple- Espuma Crocante para Massagem... Código Ref: CO391 Body Shot Spirit - Espuma Crocante para Massagem S... Código Ref: CO390 Gring - Neon Rose Código Ref: FT226 Gvibe 2 - Sweet Raspberry - Vibrador Duplo Código Ref: FT110 Gvibe 2 - Royal Noir - Vibrador Duplo Código Ref: FT103 The Classic Rosa - Vem Transar Código Ref: VT006 The Classic A Spot Prata - Vem Transar Código Ref: VT005 Gvibe 2 - Blue Lagoon - Vibrador Duplo Código Ref: FT097 The Cock (Prótese sem Vibro) - Vem Transar Código Ref: VT007 The Cock (Prótese com Vibro) - Vem Transar Código Ref: VT008 The Cock com Cinta Strap On - Vem Transar Código Ref: VT009 The Tri Factor - Vem Transar Código Ref: VT010 The Hex (Duplo) - Vem Transar Código Ref: VT011 V/T Vibe - Vem Transar Código Ref: VT012 The Buzz Rosa - Vem Transar Código Ref: VT002 The Buzz Prata - Vem Transar Código Ref: VT003 The Classic A Spot Rosa - Vem Transar Código Ref: VT004 Gvibe MINI - Tiffany Mint Código Ref: FT288 Gvibe Mini - Royal Blue Código Ref: FT295 Gring - Ocean Blue Código Ref: FT219 Sérum A - Lubrificante Corporal - Sexy Hot Código Ref: CO338 Sérum Sensitive - Man Force Código Ref: CO339 Liquid Love - Confort - Gel Lubrificante Corporal Código Ref: CO310 Liquid Love - Hot - Gel Lubrificante Corporal Código Ref: CO311 Liquid Love - Love Shower - Gel Lubrificante Corpo... Código Ref: CO312 Liquid Love - Extra Deslizante - Gel Lubrificante ... Código Ref: CO313 Lubrifist - Gel Ultra Lubrificante Corporal Código Ref: CO380 Alquimista - Géis para massagem corporal 40g - Sex... Código Ref: CO325 Golden Kiss - Sensual Gloss Beijável sabor Chocola... Código Ref: CO251 SATISFYER 2 - Estimulador feminino e sucção clitor... Código Ref: SAT000 Satisfyer PRO 2 - Estimulador de Clitóris Código Ref: SAT001 SATISFYER 1 - Estimulador feminino e sucção clitor... Código Ref: SAT003 SATISFYER PRO PENGUIN Código Ref: SAT004 SATISFYER PRO DELUXE Código Ref: SAT005 TENGA SVR - SMART VIBE RING WHITE Código Ref: TEN22 Iroha Stick - Vibrador com Formato de Batom Código Ref: TEN21 WE-VIBE TANGO PINK - ESTIMULADOR DE CLITORIS Código Ref: SNTASG3 WE-VIBE WISH - VIBRADOR FEMININO COM SILICONE MEDI... Código Ref: SNWHSG5 Liquid Love - Refresh - Gel Lubrificante Corporal Código Ref: CO314 WE-VIBE TANGO BLUE - ESTIMULADOR DE CLITORIS Código Ref: SNTASG5 Maha Devi Shakti - Hidratante Corporal com Feromôn... Código Ref: CO354 Enigma da Mandala - Kit com 18 Cápsulas Explosivas Código Ref: CO350 Toque de Nandi - Gel para Massagem Corporal com To... Código Ref: CO357 Essência de Rama - Fragrância com Feromônios Código Ref: CO359 Libido Stim - Aumenta o Libido Feminino, Mais Praz... Código Ref: CO320 Erectoviril - Suplemento Mineral Código Ref: CO306 Kit com Erectoviril + LibidoStin + Ma-Trix Código Ref: KIT17 LOVECLONE III - PÊNIS EM CYBER SKIN 18CM COM VIBRA... Código Ref: NAN032 LOVECLONE IIIPÊNIS REALÍSTICO EM CYBER SKIN COM 15... Código Ref: NAN031 PÊNIS REALISTICO 13CM EM CYBER SKIN COM VIBRADOR M... Código Ref: NAN030 LOVE CLONE RX 14CM EM CYBER SKINK 10 VELOCIDADES Código Ref: NAN029 LOVE CLONE RX 14CM EM CYBER SKIN VIBRADOR MULTI-VE... Código Ref: NAN028 LOVE CLONE RX 18CM EM CYBER SKIN Código Ref: NAN027 THE FINGER - EM SILICONE PARA MASSAGEAR O CLÍTORIS Código Ref: NAN051 DOM - P12 - Plug Estimulador de Próstata Código Ref: DOM032 BUTT PLUG SMILING - EM SILICONE 9CM Código Ref: NAN024 PLUG SHOVE UP BLACK - EM SILICONE 13CM COM VIBRADO Código Ref: NAN050 ALGEMA EM SILICONE SUPER RESISTENTE NA COR VERMELH... Código Ref: NAN022 LITLLE FRISKY - HYGIENIC SILICONE LOVE BOLLS - 20... Código Ref: NAN021 THE MEAN COUPLE ROMANCE PINK, COM ALGEMA SILICONE Código Ref: NAN045 MASSAGEADOR FINGER 9CM SILICONE - COM VIBRADOR 10 ... Código Ref: NAN019 ANEL TESTICULAR COM TUNEL E ESTIMULADOR CLÍTORIANO Código Ref: NAN018 Kit com Erectoviril + LibidoStin + Ma-Trix Código Ref: KIT17 THE MEAN COUPLE ROMANCE BLACK, COM ALGEMAS, 2 ANÉI... Código Ref: NAN044 KIT JOVIAL 7 EM SILICONE BLACK, COM 2 ANÉIS, 3 PLU... Código Ref: NAN043 MINI BONECO 66CM DE ALTURA COM PENIS DE 13CM Código Ref: NAN009 BOMBA PENIANA 20CM, COM ANEL EM FORMATO DE VAGINA ... Código Ref: NAN013 REALITY AGENT - PÊNIS REALISTICO 18CM COM VENTOSA Código Ref: NAN069 FUKTION HEAD INFLATABLE - CABEÇA BONECA INFLAVEL P... Código Ref: NAN011 MINI BONECO MORENO 66CM DE ALTURA COM PENIS DE 13C... Código Ref: NAN010 MINI BONECO 66CM DE ALTURA COM PENIS DE 13CM Código Ref: NAN009 PÊNIS REALISTICO 20CM COM VENTOSA E VIBRADOR 10 VE... Código Ref: NAN038 ONE TOUCH SILICONE - PENIS REALISTICO 20CM COM VEN... Código Ref: NAN037 ONE TOUCH SILICONE - PENIS REALISTICO 18CM COM VEN... Código Ref: NAN036 BONECO INFLAVEL BENTON G. NEGRO , 154CM DE ALTURA Código Ref: NAN005 BONECA LOIRA DE JOELHOS - 109CM, COM VAGINA, ÂNUS Código Ref: NAN004 BONECA RUIVA SENTADA - 99CM, COM VAGINA, ÂNUS E BO... Código Ref: NAN003 BONECA LOIRA DE JOELHOS - 110CM, ÂNUS E VAGINA PEN... Código Ref: NAN002 BONECA LOIRA EM PÉ - 150CM, ÂNUS E VAGINA PENETRAV... Código Ref: NAN001 KIT JOVIAL 6 EM SILICONE BLACK, COM 2 ANEIS E 4 PL... Código Ref: NAN041 INSTITUCIONAL A Empresa Produtos Eróticos Produto Livre de Ftalato Termos de Privacidade Segurança Vantagens DÚVIDAS Central de atendimento Entregas Formas de pagamento Perguntas Frequentes Representantes Trocas e Devoluções CENTRAL DE RELACIONAMENTO Nossa equipe está preparada para atender suas dúvidas OFERTAS E DESCONTOS Inscreva-se para receber ofertas e desconto exclusivos Tecnologia PÁGINA INICIAL MEUS PEDIDOS CARRINHO



https://pt.wikipedia.org/wiki/Presbiterianismo
  Presbiterianismo – Wikipédia, a enciclopédia livre Presbiterianismo Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa Calvinismo João Calvino Bases históricas: Cristianismo Agostinho de Hipona Reforma Marcos: A Institutio Christianæ Religionis de Calvino Os Cinco Sola s Cinco Pontos (TULIP) Princípio regulador Confissões de fé Bíblia de Genebra Influências: Teodoro de Beza John ... [ editar | editar código-fonte ] O nome destas denominações deriva da palavra grega presbyteros , que ... | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana do Rio de Janeiro O governo presbiteriano é uma forma de ... geral ou supremo concílio . [ 8 ] Presbiterianismo por país [ editar | editar código-fonte ] América do Sul [ editar | editar código-fonte ] Brasil [ editar | editar código-fonte ] Igreja ... Presbiteriana Pentecostal Igreja Presbiteriana Livre Uruguai [ editar | editar código-fonte ] Igreja CACHE

Presbiterianismo – Wikipédia, a enciclopédia livre Presbiterianismo Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa Calvinismo João Calvino Bases históricas: Cristianismo Agostinho de Hipona Reforma Marcos: A Institutio Christianæ Religionis de Calvino Os Cinco Sola s Cinco Pontos (TULIP) Princípio regulador Confissões de fé Bíblia de Genebra Influências: Teodoro de Beza John Knox Ulrico Zuínglio Jonathan Edwards Teologia puritana Igrejas: Reformadas Presbiterianas Congregacionais Batistas Reformadas O presbiterianismo refere-se às igrejas cristãs protestantes que aderem à tradição teológica reformada ( calvinismo ) e cuja forma de organização eclesiástica se caracteriza pelo governo de uma assembleia de presbíteros, ou anciãos. Há muitas entidades autônomas em países por todo o mundo que subscrevem igualmente o presbiterianismo. Para além de distinções traçadas entre fronteiras nacionais, os presbiterianos também se dividiram em alguns países por razões doutrinais, como o Liberalismo Teológico , Evangelicalismo , Ordenação Feminina , práticas litúrgicas, entre outras razões, fazendo assim com que existam várias denominações presbiterianas diferentes em alguns países, mas todas com o mesmo sistema de governo eclesiástico . [ 1 ] [ 2 ] [ 3 ] As igrejas presbiterianas são oriundas da Reforma Protestante do século XVI, e mantém o caráter de Igreja Católica (o termo 'católico', derivado da palavra grega : καθολικός (katholikos), significa 'universal' ou 'geral'), como declarado no Credo dos Apóstolos . É uma família denominacional cristã comprometida com valores éticos e morais. Sua atuação no contexto social brasileiro, por exemplo, é marcante, através de instituições de ensino desde o infantil até o superior,que têm alcançado excelência e reconhecimento internacional, como por exemplo, Universidade Presbiteriana Mackenzie , Instituto Presbiteriano Gammon , entre outras. Índice 1 História do presbiterianismo 2 O governo presbiteriano 3 Presbiterianismo por país 3.1 América do Sul 3.1.1 Brasil 3.1.2 Uruguai 3.1.3 Paraguai 3.1.4 Bolívia 3.1.5 Chile 3.2 América Central e Caribe 3.2.1 Belize 3.2.2 Costa Rica 3.2.3 Cuba 3.2.4 Granada 3.2.5 Guatemala 3.2.6 Haiti 3.2.7 Honduras 3.2.8 Panamá 3.2.9 Trinidad e Tobago 3.3 América do Norte 3.3.1 Estados Unidos da América 3.3.2 Canadá 3.3.3 México 3.4 Europa 3.4.1 Escócia 3.4.2 Espanha 3.4.3 França 3.4.4 Irlanda 3.4.5 País de Gales 3.4.6 Portugal 3.4.7 Hungria 3.5 África 3.5.1 África do Sul 3.5.2 Angola 3.5.3 Camarões 3.5.4 Gana 3.5.5 Guiné-Bissau 3.5.6 Guiné-Equatorial 3.5.7 Costa do Marfim 3.5.8 Etiópia 3.5.9 Libéria 3.5.10 Malawi 3.5.11 Maurício 3.5.12 Moçambique 3.5.13 Nigéria 3.5.14 Quênia e Tanzânia 3.5.15 Ruanda 3.5.16 República Democrática do Congo 3.5.17 Serra Leoa 3.5.18 Sudão 3.5.19 Uganda 3.5.20 Togo 3.5.21 Zâmbia 3.5.22 Zimbábue 3.6 Ásia 3.6.1 Bangladesh 3.6.2 Coreia do Sul 3.6.3 Índia 3.6.4 Japão 3.6.5 Malásia 3.6.6 Myanmar 3.6.7 Nepal 3.6.8 Paquistão 3.6.9 Filipinas 3.6.10 Singapura 3.6.11 Taiwan 3.6.12 Timor-Leste 3.6.13 Vietnã 3.7 Oceânia 3.7.1 Austrália 3.7.2 Nova Zelândia 3.7.3 Vanuatu 4 Ver também 5 Referências 6 Ligações externas História do presbiterianismo [ editar | editar código-fonte ] O nome destas denominações deriva da palavra grega presbyteros , que significa literalmente 'ancião'. O governo presbiteriano é comum nas igrejas protestantes que foram modeladas segundo a Reforma protestante suíça , notavelmente na Suíça, Escócia , Países Baixos , França e porções da Prússia , da Irlanda e, mais tarde, nos Estados Unidos . A crença se baseia na predestinação, segundo João Calvino, Deus já havia escolhido, desde o início, os abençoados com a salvação e os condenados à perdição eterna. O homem, por sua natureza pecadora, não era digno de mudar essa decisão nem de conhecê-la. Para não viver angustiado pela dúvida, o crente deveria buscar sinais da graça divina perseverando em sua fé mantendo uma vida de retidão e de obediência a Deus. Na Inglaterra, Escócia e Irlanda, as igrejas reformadas que adotaram uma forma de governo presbiteriano em vez de episcopal ficaram conhecidas como igrejas presbiterianas . Igreja Presbiteriana St. Giles, Escócia Na Escócia, John Knox (1505-1572), que estudara com João Calvino em Genebra , levou o Parlamento da Escócia a abraçar a Reforma em 1560. A primeira Igreja Presbiteriana, a Igreja da Escócia (ou Kirk), foi fundada como resultado disso. Na Inglaterra, o presbiterianismo foi estabelecido secretamente em 1572, nos finais do reinado da rainha Isabel I de Inglaterra . Em 1647, por efeito de uma lei do Longo Parlamento sob o controle dos puritanos , o presbiterianismo foi estabelecido para a Igreja Anglicana . O restabelecimento da monarquia em 1660 trouxe também o restabelecimento da forma de governo episcopal na Inglaterra (e, por um período curto, na Escócia). mas a Igreja Presbiteriana da Inglaterra continuou a ser considerada não-conformista, fora da igreja estabelecida. Na Irlanda, o presbiterianismo foi estabelecido por imigrantes escoceses e missionários enviados par Ulster . O presbitério do Ulster foi formado separadamente da igreja estabelecida, em 1642. Todos os três, ramos muito diversos do presbiterianismo, bem como igrejas independentes e algumas denominações holandesas, alemãs e francesas, foram combinadas nos EUA para formar aquilo que se tornou conhecido como a Igreja Presbiteriana nos Estados Unidos da América (1705). A igreja presbiteriana na Inglaterra e País de Gales é a United Reformed Church , enquanto que esta tradição também influenciou a Igreja Metodista , fundada em 1736. Os presbiterianos destacam-se pelo incentivo à educação, entre as numerosas instituições presbiterianas espalhadas pelo mundo destacam-se a Yale University , Universidade de Princeton e o Instituto e Universidade Mackenzie . [ carece de fontes ? ] O governo presbiteriano [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana do Rio de Janeiro O governo presbiteriano é uma forma de organização da Igreja que se caracteriza pelo governo de um presbitério, ou seja: uma assembleia de presbíteros, ou anciãos. Esta forma de governo foi desenvolvida como rejeição ao domínio por hierarquias de bispos individuais (forma de governo episcopal). Esta teoria de governo está fortemente associada com os movimentos da Reforma Protestante na Suíça e na Escócia (calvinistas), com as igrejas reformadas e mais particularmente com as igrejas presbiterianas. [ 4 ] [ 5 ] [ 6 ] [ 7 ] O presbiterianismo assenta em pressupostos específicos sobre a forma de governo desejada pelo Novo Testamento : A função do ministério da palavra de Deus e a administração dos sacramentos é ordinariamente atribuída ao pastor em cada congregação (igreja) local. As congregações são núcleos dependentes da igreja local. A administração da ordenação e legislação está a cargo das assembleias de presbíteros, entre os quais os ministros e outros anciãos são participantes de igual importância. Estas assembleias são chamadas concílios . Todas as pessoas são sacerdotes, preocupadas com a sua própria salvação, em nome dos quais os anciãos são chamados a servir pelo assentimento da congregação (sacerdócio de todos os crentes). Desta forma, o papel governamental dos presbíteros é limitado à tomada de decisões quando há uma reunião, sendo de resto a função dos pastores e o serviço da congregação, orar por eles e encorajá-los na sua fé. Esta forma de governo permite a flexibilidade na tomada de decisão, em contraste com o que acontece nas Igrejas em que bispos detêm um poder concentrado. Os concílios presbiterianos crescem em gradação hierárquica. Cada Igreja local tem o seu concílio, chamado de sessão ou conselho. As igrejas de uma determinada região compõem um concílio maior chamado presbitério . Os presbitérios, por sua vez, compõem um sínodo . O concílio maior numa igreja presbiteriana é a assembleia geral ou supremo concílio . [ 8 ] Presbiterianismo por país [ editar | editar código-fonte ] América do Sul [ editar | editar código-fonte ] Brasil [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana Central de Jataí - Goiás No Brasil , segundo o Censo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística , em 2010, havia cerca de 1.000.000 de presbiterianos no país, ou seja, 0,5% da população. [ 9 ] Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB) Igreja Presbiteriana Independente do Brasil (IPIB) Igreja Presbiteriana Conservadora do Brasil (IPCB) Igreja Presbiteriana Unida do Brasil (IPUB) Igreja Presbiteriana Fundamentalista do Brasil (IPFB) Igreja Presbiteriana Unida Coreana de São Paulo (IPUCSP) Igreja Presbiteriana Chinesa Igreja Presbiteriana Contemporânea Igreja Presbiteriana Reformada do Brasil Igreja Presbiteriana Coreana - dividida em vários grupos (Hermom, Smyrna, Betesda, Água Viva, Antioquia, outras) no estado de São Paulo. Igreja Indígena Presbiteriana do Brasil (IIPB) - Sede: Dourados/MS Igreja Presbiteriana da Reforma no Brasil (IPRB) - Sede Sarandi/PR denominações pentecostais que, embora não tem um sistema presbiteriano de governo, possuem o termo presbiteriano no nome : Igreja Presbiteriana Renovada do Brasil Igreja Presbiteriana Viva Igreja Evangélica Cristã Presbiteriana Igreja Presbiteriana da Graça Igreja Cristã Presbiteriana Pentecostal Igreja Presbiteriana Avivada Igreja Cristã Presbiteriana Igreja Presbiteriana Ministério Anicuns Igreja Presbiteriana Pentecostal Igreja Presbiteriana Livre Uruguai [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana do Uruguai Paraguai [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana no Paraguai Bolívia [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana da Bolívia Chile [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana do Chile Igreja Presbiteriana Nacional do Chile Igreja Presbiteriana Fundamentalista Bíblica América Central e Caribe [ editar | editar código-fonte ] Belize [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana de Belize Costa Rica [ editar | editar código-fonte ] Igreja Evangélica Presbiteriana Costarricense Cuba [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana Reformada em Cuba Granada [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana em Granada Guatemala [ editar | editar código-fonte ] Igreja Evangélica Nacional Presbiteriana da Guatemala Sínodo Evangélico Presbiteriano Sudoeste da Guatemala Haiti [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana Reformada no Haiti Honduras [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana de Honduras Panamá [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana do Panamá Trinidad e Tobago [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana de Trinidad e Tobago América do Norte [ editar | editar código-fonte ] Estados Unidos da América [ editar | editar código-fonte ] Igreja dos Peregrinos (1928) em Washington, D.C. Nos Estados Unidos existiam cerca de 7.000.000 de presbiterianos no país, ou seja, 2,2% da população, segundo o Pew Research Center em 2014. [ 10 ] Igreja Presbiteriana (EUA) (PCUSA) Igreja Presbiteriana na América (PCA) Igreja Presbiteriana Ortodoxa (OPC) Igreja Presbiteriana Evangélica (EUA) (EPC) Igreja Presbiteriana Reformada (EUA) (RPC) Igreja Presbiteriana Reformada Associada (EUA) (ARPC) Igreja Presbiteriana Bíblica (BPC) Igreja Presbiteriana Cumberland (CPC) Igreja Presbiteriana Cumberland na América (CPCA) Igreja Presbiteriana Westminster nos Estados Unidos (WPCUS) Igreja Presbiteriana Reformada nos Estados Unidos (RPCUS) Aliança Evangélica de Igrejas Presbiterianas na América Igreja Presbiteriana Coreana-Americana Igreja Presbiteriana Coreana no Exterior Igreja Presbiteriana Reformada da América do Norte Igreja Presbiteriana Americana Igreja Cristã Presbiteriana (EUA) Igreja Presbiteriana Aliança Igreja Presbiteriana Reformada Evangélica Canadá [ editar | editar código-fonte ] No Canadá , segundo censo realizado em 2011, havia cerca de 472.385 presbiterianos no país, ou seja, 1,4% da população. [ 11 ] Igreja Presbiteriana no Canadá (PCC) Igrejas Reformadas do Canadá (CanRC) México [ editar | editar código-fonte ] No México , existiam cerca de 500.000 presbiterianos no último censo, realizado em 2010, que corresponde a 0,4% da população do país. [ 12 ] Igreja Presbiteriana Nacional do México (IPNM) Igreja Presbiteriana Reformada do México Igreja Presbiteriana Independente do México Igreja Presbiteriana Nacional Conservadora do México Igreja Presbiteriana Associada Reformada do México Europa [ editar | editar código-fonte ] Escócia [ editar | editar código-fonte ] Na Escócia , segundo pesquisa realizada em 2014, havia cerca de 1.500.000 de presbiterianos no país, o que corresponde a 27,8% da população. [ 13 ] Igreja da Escócia Igreja Livre da Escócia Igreja Unida Livre da Escócia Igrejas Presbiterianas Associadas Igreja Presbiteriana Reformada da Escócia Espanha [ editar | editar código-fonte ] Igreja Evangélica Presbiteriana da Espanha França [ editar | editar código-fonte ] Igreja Protestante Unida da França Irlanda [ editar | editar código-fonte ] Na República da Irlanda , segundo censo realizado em 2011, havia cerca de 24.600 presbiterianos no país, o que corresponde a 0,5% da população. [ 14 ] Igreja Presbiteriana na Irlanda (PCI) Igreja Presbiteriana Livre do Ulster (PCI) Igreja Presbiteriana Não-Subescrevente da Irlanda (NSCPI) Igreja Presbiteriana Reformada da Irlanda (PCI) Igreja Presbiteriana Evangélica (Irlanda) País de Gales [ editar | editar código-fonte ] No País de Gales , segundo censo realizado em 2011, havia cerca de 24.000 presbiterianos no país, o que corresponde a 0,8% da população. [ 15 ] Igreja Presbiteriana de Gales (PCW) Portugal [ editar | editar código-fonte ] Igreja Cristã Presbiteriana de Portugal (ICPP) Igreja Evangélica Presbiteriana de Portugal (IEPP) Hungria [ editar | editar código-fonte ] Igreja Reformada na Hungria (HRC) África [ editar | editar código-fonte ] África do Sul [ editar | editar código-fonte ] Na África do Sul , segundo pesquisa realizada pelo Pew Forum Center, em 2010, havia cerca de 1.100.000 presbiterianos no país, o que corresponde a 2% da população. [ 16 ] Igreja Presbiteriana Unida da África Austral Igreja Presbiteriana da África Igreja Presbiteriana Evangélica na África Austral Angola [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana de Angola Camarões [ editar | editar código-fonte ] Em Camarões , segundo pesquisa realizada pelo Pew Forum Center, em 2010, havia cerca de 2.200.000 presbiterianos no país, o que corresponde a 11% da população. [ 16 ] Igreja Presbiteriana em Camarões Igreja Presbiteriana Ortodoxa em Camarões Igreja Presbiteriana dos Camarões Gana [ editar | editar código-fonte ] Em Gana , segundo pesquisa realizada pelo Pew Forum Center, em 2010, havia cerca de 3.500.000 presbiterianos no país, o que corresponde a 14% da população. [ 16 ] Igreja Presbiteriana de Gana Guiné-Bissau [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana da Guiné-Bissau Guiné-Equatorial [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana Reformada da Guiné-Equatorial Costa do Marfim [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana Evangélica de Costa do Marfim Etiópia [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana Reformada na Etiópia Libéria [ editar | editar código-fonte ] Na Libéria , segundo pesquisa realizada pelo Pew Forum Center, em 2010, havia cerca de 240.000 presbiterianos no país, o que corresponde a 1% da população. [ 16 ] Igreja Presbiteriana na Libéria Malawi [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana da África Central Igreja Presbiteriana Evangélica do Malawi Igreja Presbiteriana Reformada do Malawi Maurício [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana de Maurício Moçambique [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana de Moçambique Nigéria [ editar | editar código-fonte ] Na Nigéria , segundo pesquisa realizada pelo Pew Forum Center, em 2010, havia cerca de 750.000 presbiterianos no país, o que corresponde a 0,5% da população. [ 16 ] Igreja Presbiteriana da Nigéria Quênia e Tanzânia [ editar | editar código-fonte ] No Quênia , segundo pesquisa realizada pelo Pew Forum Center, em 2010, havia cerca de 2.100.000 presbiterianos no país, o que corresponde a 5% da população. [ 16 ] Igreja Presbiteriana da África Oriental Ruanda [ editar | editar código-fonte ] No Ruanda , segundo pesquisa realizada pelo Pew Forum Center, em 2010, havia cerca de 440.000 presbiterianos no país, o que corresponde a 4% da população. [ 16 ] Igreja Presbiteriana na Ruanda Igreja Presbiteriana Reformada na África (Ruanda) República Democrática do Congo [ editar | editar código-fonte ] Na República Democrática do Congo , segundo pesquisa realizada pelo Pew Forum Center, em 2010, havia cerca de 630.000 presbiterianos no país, o que corresponde a 1% da população. [ 16 ] Serra Leoa [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana em Serra Leoa Sudão [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana no Sudão Uganda [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana em Uganda Igreja Presbiteriana Reformada em Uganda Igreja Presbiteriana Reformada na África (Uganda) Togo [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana Evangélica do Togo Zâmbia [ editar | editar código-fonte ] Na Zâmbia , segundo pesquisa realizada pelo Pew Forum Center, em 2010, havia cerca de 2.650.000 presbiterianos no país, o que corresponde a 2% da população. [ 16 ] Zimbábue [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana Livre da Escócia no Zimbábue Ásia [ editar | editar código-fonte ] Bangladesh [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana de Bangladesh Coreia do Sul [ editar | editar código-fonte ] Na Coreia do Sul , segundo censo realizado em 2005, havia cerca de 5.800.000 presbiterianos no país, o que correspondia a 12% da população. [ 17 ] Igreja Presbiteriana na Coreia (HapDong) Igreja Presbiteriana na Coreia (TongHap) Igreja Presbiteriana na Coréia (Koshin) Igreja Presbiteriana Myung Sung Índia [ editar | editar código-fonte ] Na Índia , segundo estimativas da Igreja Unida na Austrália , existiam cerca de 1.300.000 presbiterianos em 2009, o que corresponde a 0,1% da população do país. [ 18 ] Igreja Presbiteriana da Índia Igreja Presbiteriana Reformada da Índia Igreja Presbiteriana Reformada no Nordeste da Índia Igreja Presbiteriana Livre do Centro da Índia Igreja Presbiteriana Livre (Kalimpong) Igreja Presbiteriana - Sínodo Mizoram Japão [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana no Japão Igreja Presbiteriana Reformada no Japão Igreja Reformada no Japão Malásia [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana na Malásia Myanmar [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana Reformada em Myanmar Igreja Presbiteriana em Myanmar Igreja Presbiteriana Evangélica de Myanmar Igreja Presbiteriana Independente em Myanmar Nepal [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana no Nepal Igreja Presbiteriana Livre no Nepal Paquistão [ editar | editar código-fonte ] No Paquistão , segundo estimativas da Universidade Presbiteriana Mackenzie , existiam 400.000 presbiterianos em 2010, o que corresponde a 0,2% da população do país. [ 19 ] Igreja Presbiteriana do Paquistão Igreja Presbiteriana Unida do Paquistão Igreja Presbiteriana Reformada Associada no Paquistão Filipinas [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana das Filipinas Singapura [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana em Singapura Taiwan [ editar | editar código-fonte ] Em 2009, segundo dados da Igreja Presbiteriana em Taiwan, havia cerca de 250.000 presbiterianos em Taiwan , o que corresponde a 1% da população do país. [ 20 ] Igreja Presbiteriana em Taiwan (PCT) Igreja Presbiteriana Reformada em Taiwan Timor-Leste [ editar | editar código-fonte ] Igreja Evangélica Presbiteriana de Timor-Leste Vietnã [ editar | editar código-fonte ] Igreja Presbiteriana do Vietnã Oceânia [ editar | editar código-fonte ] Austrália [ editar | editar código-fonte ] Na Austrália , segundo censo realizado em 2011, havia cerca de 600.000 presbiterianos no país, o que correspondia a 3% da população. [ 21 ] Igreja Presbiteriana da Austrália Igrejas Reformadas Livres da Austrália Igreja Presbiteriana Westminster da Austrália Nova Zelândia [ editar | editar código-fonte ] Na Nova Zelândia , segundo censo realizado em 2013, havia cerca de 330.516 presbiterianos no país, o que correspondia a 8,5% da população. [ 22 ] Igreja Presbiteriana de Aotearoa Nova Zelândia (PCANZ) Vanuatu [ editar | editar código-fonte ] Em Vanuatu , segundo o Relatório Internacional sobre Liberdade Religiosa realizado em 2007 em Vanuatu, havia cerca de 70.500 presbiterianos no país, o que correspondia a 32% da população. [ 23 ] Igreja Presbiteriana de Vanuatu Ver também [ editar | editar código-fonte ] Governo eclesiástico Instituto Presbiteriano Mackenzie Cronologia das igrejas protestantes no Brasil Jaime Wright Referências ↑ «Um Sistema de Governo Presbiteriano» (PDF) . Consultado em 09 Nov. 2016 Verifique data em: |acessodata= ( ajuda ) ↑ «Um Sistema de Governo Presbiteriano» (PDF) . Consultado em 09 Nov. 2016 Verifique data em: |acessodata= ( ajuda ) ↑ «O sistema de governo da Igreja Presbiteriana do Brasil» (PDF) . Consultado em 09 Nov. 2016 Verifique data em: |acessodata= ( ajuda ) ↑ «Um Sistema de Governo Presbiteriano» (PDF) . Consultado em 09 Nov. 2016 Verifique data em: |acessodata= ( ajuda ) ↑ «Universidade Presbiteriana Mackenzie: Os oficiais no sistema presbiteriano» . Consultado em 09 Nov. 2016 Verifique data em: |acessodata= ( ajuda ) ↑ «Um Sistema de Governo Presbiteriano» (PDF) . Consultado em 09 Nov. 2016 Verifique data em: |acessodata= ( ajuda ) ↑ «Sistemas de governo eclesiásticos cristãos» . Consultado em 09 Nov. 2016 Verifique data em: |acessodata= ( ajuda ) ↑ «Organograma da Igreja Presbiteriana do Brasil» . Consultado em 09 Nov. 2016 Verifique data em: |acessodata= ( ajuda ) ↑ «Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística: Censo 2010 sobre religião» (PDF) . Consultado em 09 Nov. 2016 Verifique data em: |acessodata= ( ajuda ) ↑ «Pew Research Center: Religião nos Estados Unidos em 2014» . Consultado em 09 Nov. 2016 Verifique data em: |acessodata= ( ajuda ) ↑ «Censo de 2011: Religião no Canadá» . Consultado em 09 Nov. 2016 Verifique data em: |acessodata= ( ajuda ) ↑ «Instituto Nacional de Geografia e Estatística do México» . Consultado em 09 Nov. 2016 Verifique data em: |acessodata= ( ajuda ) ↑ «Pesquisa indica 1,5 milhões de escoceses identificar com a Igreja da Escócia (Presbiteriana)» . Consultado em 09 Nov. 2016 Verifique data em: |acessodata= ( ajuda ) ↑ «Religião na República da Irlanda em 2011» . Consultado em 19 Abr. 2015 ↑ [ww.ebcpcw.cymru «Membros da Igreja Presbiteriana de Gales»] Verifique valor |url= ( ajuda ) . Consultado em 19 Abr. 2015 ↑ a b c d e f g h i «Religião na África Subsaariana» (PDF) . Consultado em 09 Nov. 2016 Verifique data em: |acessodata= ( ajuda ) ↑ «Religião na Coreia do Sul em 2005» . Consultado em 09 Nov. 2016 Verifique data em: |acessodata= ( ajuda ) ↑ «Igreja Presbiteriana da Índiia» (PDF) . Consultado em 09 Nov. 2016 Verifique data em: |acessodata= ( ajuda ) ↑ «Presbiterianismo na Ásia» . Consultado em 09 Nov. 2016 Verifique data em: |acessodata= ( ajuda ) ↑ «Igreja Presbiteriana em Taiwan» . Consultado em 09 Nov. 2016 Verifique data em: |acessodata= ( ajuda ) ↑ «Religião na Austrália em 2011» . Consultado em 09 Nov. 2016 Verifique data em: |acessodata= ( ajuda ) ↑ «Religião na Nova Zelândia em 2013» . Consultado em 09 Nov. 2016 Verifique data em: |acessodata= ( ajuda ) ↑ «Religião em Vanuatu em 2007» . Consultado em 09 Nov. 2016 Verifique data em: |acessodata= ( ajuda ) Ligações externas [ editar | editar código-fonte ] História do Movimento Reformado no site oficial do Instituto Presbiteriano Mackenzie (em português ) Site de igrejas protestantes/evangélicas em Portugal inclusive da Igreja Presbiteriana portuguesa (em português ) v • e Protestantismo Reforma Protestante 95 Teses Bíblia Protestantes por país Contrarreforma Controvérsias Restauracionismo Pré-reforma Hussitas Valdenses Lollardos Protestantismo histórico Luteranos clássicos Calvinistas clássicos ( Zuinglianos e Reformados ) Anabatistas Anglicanos Protestantismo tardio Luteranos pietistas Calvinistas puritanos ( Presbiterianos e Congregacionais ) Metodistas Batistas Evangélicos ( Pentecostais ) Pentecostalismo Primeira Onda ( Assembleia de Deus ) Segunda Onda ( Igreja do Evangelho Quadrangular ) Terceira Onda ( Igreja Universal do Reino de Deus ) Adventismo/Millerismo Igreja Adventista do Sétimo Dia Igreja Adventista do Sétimo Dia Movimento de Reforma Igreja Adventista da Promessa Restauracionismo Mórmons Testemunhas de Jeová Figuras históricas Martinho Lutero João Calvino Guilherme Farel Jonathan Edwards Jan Hus John Wycliffe João de Leiden Menno Simons John Knox Jacó Armínio Henrique VIII Isabel I Filipe Melâncton John Smyth John Wesley Ulrico Zuínglio Jan Laski Guilherme Miller Charles Spurgeon Ellen G. White James White Charles Fox Parham Daniel Berg Gunnar Vingren Joel Carlson Aimee McPherson Luigi Francescon Karl Barth Martin Niemöller Martin Luther King Kenneth Hagin Billy Graham Obtida de ' https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Presbiterianismo&oldid=50362892 ' Categoria : Presbiterianismo Categorias ocultas: !Páginas com erros CS1: datas !Páginas com erros URL !Artigos que carecem de notas de rodapé desde junho de 2017 Menu de navegação Ferramentas pessoais Não autenticado Discussão Contribuições Criar uma conta Entrar Domínios Artigo Discussão Variantes Vistas Ler Editar Editar código-fonte Ver histórico Mais Busca Navegação Página principal Conteúdo destacado Eventos atuais Esplanada Página aleatória Portais Informar um erro Loja da Wikipédia Colaboração Boas-vindas Ajuda Página de testes Portal comunitário Mudanças recentes Manutenção Criar página Páginas novas Contato Donativos Imprimir/exportar Criar um livro Descarregar como PDF Versão para impressão Noutros projetos Wikimedia Commons Ferramentas Páginas afluentes Alterações relacionadas Carregar ficheiro Páginas especiais Hiperligação permanente Informações da página Elemento Wikidata Citar esta página Noutros idiomas العربية Беларуская Беларуская (тарашкевіца)‎ Български Català Čeština Cymraeg Dansk Deutsch Ελληνικά English Esperanto Español Eesti Euskara فارسی Suomi Français Arpetan Gaeilge 客家語/Hak-kâ-ngî עברית Magyar Հայերեն Interlingua Bahasa Indonesia Ido Italiano 日本語 ქართული 한국어 Latina Lietuvių Македонски मराठी Bahasa Melayu Nederlands Norsk Polski Română Русский Scots Srpskohrvatski / српскохрватски Simple English Slovenčina Slovenščina Српски / srpski Svenska ไทย Türkçe Українська اردو Tiếng Việt Winaray მარგალური 中文 粵語 Editar ligações Esta página foi editada pela última vez à(s) 13h11min de 3 de novembro de 2017. Este texto é disponibilizado nos termos da licença Creative Commons - Atribuição - Compartilha Igual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0) . pode estar sujeito a condições adicionais. Para mais detalhes, consulte as condições de uso . Política de privacidade Sobre a Wikipédia Avisos gerais Programadores Declaração sobre cookies Versão móvel



https://pt.wikipedia.org/wiki/Python
  Python – Wikipédia, a enciclopédia livre Python Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa Nota: Para outros significados, veja Python (desambiguação) . Python Paradigma Multiparadigma : Orientação a objetos Programação imperativa Programação funcional Surgido em 1991 (26–27 anos) [ 1 ] Última versão 3.6.3 (3 de outubro de 2017 . há 11 meses [ 2 ] ) Criado por Guido van ... a importância do esforço do programador sobre o esforço computacional. Prioriza a legibilidade do código ... permitir a fácil leitura do código e exigir poucas linhas de código se comparado ao mesmo programa em ... [ editar | editar código-fonte ] Guido van Rossum , São Francisco, Califórnia O Python foi concebido ... exceção e módulos da Modula-3, expressões regulares de Perl. Em 1991 , Guido publicou o código ... Python Software Foundation License. Todo código, documentação e especificação desde o lançamento da CACHE

Python – Wikipédia, a enciclopédia livre Python Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa Nota: Para outros significados, veja Python (desambiguação) . Python Paradigma Multiparadigma : Orientação a objetos Programação imperativa Programação funcional Surgido em 1991 (26–27 anos) [ 1 ] Última versão 3.6.3 (3 de outubro de 2017 . há 11 meses [ 2 ] ) Criado por Guido van Rossum [ 1 ] Estilo de tipagem : Dinâmica, forte Dialetos: CPython , IronPython , Jython , PyPy Influenciada por ABC , [ 3 ] ALGOL 68 , C [ 3 ] , Haskell , Icon , Java , Lisp , Modula-3 [ 3 ] , Perl , Smalltalk Influenciou Boo , D , Falcon , Fantom , Groovy , JavaScript , Nimrod , Py , Ruby , Squirrel Extensão do arquivo : .py, .pyc, .pyd, .pyo, .pyw, .pyz Página oficial www .python .org Python é uma linguagem de programação de alto nível , [ 4 ] interpretada , de script , imperativa , orientada a objetos , funcional , de tipagem dinâmica e forte. Foi lançada por Guido van Rossum em 1991 . [ 1 ] Atualmente possui um modelo de desenvolvimento comunitário, aberto e gerenciado pela organização sem fins lucrativos Python Software Foundation . Apesar de várias partes da linguagem possuírem padrões e especificações formais, a linguagem como um todo não é formalmente especificada. O padrão de facto é a implementação CPython . A linguagem foi projetada com a filosofia de enfatizar a importância do esforço do programador sobre o esforço computacional. Prioriza a legibilidade do código sobre a velocidade ou expressividade. Combina uma sintaxe concisa e clara com os recursos poderosos de sua biblioteca padrão e por módulos e frameworks desenvolvidos por terceiros. Python é uma linguagem de propósito geral de alto nível, multi paradigma, suporta o paradigma orientado a objetos, imperativo, funcional e procedural. Possui tipagem dinâmica e uma de suas principais características é permitir a fácil leitura do código e exigir poucas linhas de código se comparado ao mesmo programa em outras linguagens. Devido às suas características, ela é principalmente utilizada para processamento de textos, dados científicos e criação de CGIs para páginas dinâmicas para a web. O nome Python teve a sua origem no grupo humorístico britânico Monty Python , [ 5 ] criador do programa Monty Python's Flying Circus , embora muitas pessoas façam associação com o réptil do mesmo nome (em português , píton ou pitão ). Índice 1 História 2 Filosofia 2.1 Construções 2.2 Tipos de dado 2.3 Palavras reservadas 2.4 Operadores 2.5 Interpretador interativo 2.6 Análise léxica 2.6.1 Indentação 2.7 Compilador de bytecode 2.8 Orientação a objetos 2.9 Programação funcional 2.10 Tratamento de exceções 2.11 Biblioteca padrão 2.12 Interoperabilidade 2.13 Comentários 3 Plataformas disponíveis 4 Implementações 5 Desenvolvimento 6 Licença 7 Módulos e frameworks 7.1 Interfaces gráficas 8 Ambientes de desenvolvimento integrado 9 Aplicações 10 Ver também 11 Referências 12 Bibliografia 13 Ligações externas História [ editar | editar código-fonte ] Guido van Rossum , São Francisco, Califórnia O Python foi concebido no final de 1989 [ 4 ] [ 5 ] por Guido van Rossum no Instituto de Pesquisa Nacional para Matemática e Ciência da Computação (CWI), nos Países Baixos , como um sucessor da ABC capaz de tratar exceções e prover interface com o sistema operacional Amoeba [ 6 ] através de scripts . Também da CWI, a linguagem ABC era mais produtiva que C , ainda que com o custo do desempenho em tempo de execução . Mas ela não possuía funcionalidades importantes para a interação com o sistema operacional, uma necessidade do grupo. Um dos focos primordiais de Python era aumentar a produtividade do programador. [ 5 ] Python foi feita com base na linguagem ABC, possui parte da sintaxe derivada do C, compreensão de listas, funções anonimas e função map de Haskell. Os iteradores são baseados na Icon, tratamentos de exceção e módulos da Modula-3, expressões regulares de Perl. Em 1991 , Guido publicou o código (nomeado versão 0.9.0) no grupo de discussão alt.sources . [ 1 ] Nessa versão já estavam presentes classes com herança , tratamento de exceções, funções e os tipos de dado nativos list , dict , str , e assim por diante. Também estava presente nessa versão um sistema de módulos emprestado do Modula-3 . O modelo de exceções também lembrava muito o do Modula-3, com a adição da opção else clause. [ 6 ] Em 1994 foi formado o principal fórum de discussão do Python, comp.lang.python, um marco para o crescimento da base de usuários da linguagem. A versão 1.0 foi lançada em janeiro de 1994. Novas funcionalidades incluíam ferramentas para programação funcional como lambda , map , filter e reduce . A última versão enquanto Guido estava na CWI foi o Python 1.2. Em 1995 , ele continuou o trabalho no CNRI em Reston , Estados Unidos , de onde lançou diversas versões. Na versão 1.4 a linguagem ganhou parâmetros nomeados (a capacidade de passar parâmetro pelo nome e não pela posição na lista de parâmetros) e suporte nativo a números complexos , assim como uma forma de encapsulamento . [ 7 ] Ainda na CNRI, Guido lançou a iniciativa Computer Programming for Everybody (CP4E. literalmente, 'Programação de Computadores para Todos'), que visava tornar a programação mais acessível, um projeto financiado pela DARPA . [ 8 ] Atualmente o CP4E encontra-se inativo. Em 2000 , o time de desenvolvimento da linguagem se mudou para a BeOpen a fim de formar o time PythonLabs . A CNRI pediu que a versão 1.6 fosse lançada, para marcar o fim de desenvolvimento da linguagem naquele local. O único lançamento na BeOpen foi o Python 2.0, e após o lançamento o grupo de desenvolvedores da PythonLabs agrupou-se na Digital Creations . Python 2.0 implementou list comprehension , uma relevante funcionalidade de linguagens funcionais como SETL e Haskell . A sintaxe da linguagem para essa construção é bastante similar a de Haskell, exceto pela preferência do Haskell por caracteres de pontuação e da preferência do python por palavras reservadas alfabéticas. Essa versão 2.0 também introduziu um sistema coletor de lixo capaz de identificar e tratar ciclos de referências. [ 9 ] Já o 1.6 incluiu uma licença CNRI substancialmente mais longa que a licença CWI que estavam usando nas versões anteriores. Entre outras mudanças, essa licença incluía uma cláusula atestando que a licença era governada pelas leis da Virgínia . A Free Software Foundation alegou que isso era incompatível com a GNU GPL . Tanto BeOpen quanto CNRI e FSF negociaram uma mudança na licença livre do Python que o tornaria compatível com a GPL. Python 1.6.1 é idêntico ao 1.6.0, exceto por pequenas correções de falhas e uma licença nova, compatível com a GPL. [ 10 ] Python 2.1 era parecido com as versões 1.6.1 e 2.0. Sua licença foi renomeada para Python Software Foundation License. Todo código, documentação e especificação desde o lançamento da versão alfa da 2.1 é propriedade da Python Software Foundation (PSF), uma organização sem fins lucrativos fundada em 2001, um modelo tal qual da Apache Software Foundation . [ 10 ] O lançamento incluiu a mudança na especificação para suportar escopo aninhado, assim como outras linguagens com escopo estático. [ 11 ] Esta funcionalidade estava desativada por padrão, e somente foi requerida na versão 2.2. Uma grande inovação da versão 2.2 foi a unificação dos tipos Python (escritos em C ) e classes (escritas em Python) em somente uma hierarquia. Isto tornou o modelo de objetos do Python consistentemente orientado a objeto. [ 12 ] Também foi adicionado generator , inspirado em Icon . [ 13 ] O incremento da biblioteca padrão e as escolhas sintáticas foram fortemente influenciadas por Java em alguns casos: o pacote logging [ 14 ] introduzido na versão 2.3, [ 15 ] o analisador sintático SAX , introduzido na versão 2.0 e a sintaxe de decoradores que usa @ , [ 16 ] adicionadas na versão 2.4. [ 17 ] Em 1 de outubro de 2008 foi lançada a versão 2.6, já visando a transição para a versão 3.0 da linguagem. Entre outras modificações, foram incluídas bibliotecas para multiprocessamento , JSON e E/S , além de uma nova forma de formatação de cadeias de caracteres . [ 18 ] Atualmente a linguagem é usada em diversas áreas, como servidores de aplicação e computação gráfica . Está disponível como linguagem de script em aplicações como OpenOffice (Python UNO Bridge), Blender e pode ser utilizada em procedimentos armazenados no sistema gerenciador de banco de dados PostgreSQL (PL/Python). A terceira versão da linguagem foi lançada em dezembro de 2008, [ 19 ] chamada Python 3.0 ou Python 3000. Com noticiado desde antes de seu lançamento, [ 20 ] houve quebra de compatibilidade com a família 2.x para corrigir falhas que foram descobertas neste padrão, e para limpar os excessos das versões anteriores. [ 5 ] A primeira versão alfa foi lançada em 31 de agosto de 2007 , a segunda em 7 de dezembro do mesmo ano. Mudanças da versão incluem a alteração da palavra reservada print , que passa a ser uma função, tornando mais fácil a utilização de uma versão alternativa da rotina. Em Python 2.6, isso já está disponível ao adicionar o código from __future__ import print_function . [ 21 ] Também, a mudança para Unicode de todas as cadeias de caracteres . Em 2012, foi criado o Raspberry Pi, cujo nome foi baseado na linguagem Python. Uma das principais linguagens escolhidas é Python. Python influenciou várias linguagens, algumas delas foram Boo e Cobra, que usa a indentação como definição de bloco e Go, que se baseia nos princípios de desenvolvimento rápido de Python. Atualmente, Python é um dos componentes padrão de vários sistemas operacionais, entre eles estão a maioria das distribuições do Linux, AmigaOS 4, FreeBSD, NetBSD, OpenBSD e OS X. A linguagem se tornou a padrão no curso de ciências da computação do MIT em 2009 Filosofia [ editar | editar código-fonte ] Parte da cultura da linguagem gira ao redor de The Zen of Python , um poema que faz parte do documento 'PEP 20 (The Zen of Python)', [ 22 ] escrito pelo programador em Python de longa data Tim Peters , descrevendo sumariamente a filosofia do Python. Pode-se vê-lo através de um easter egg do Python pelo comando: >>> import this Construções [ editar | editar código-fonte ] Construções de Python incluem: estrutura de seleção ( if , else , elif ). estrutura de repetição ( for, while ), que itera por um container, capturando cada elemento em uma variável local dada. construção de classes ( class ). construção de sub-rotinas ( def ). construção de escopo ( with ), como por exemplo para adquirir um recurso . Tipos de dado [ editar | editar código-fonte ] A tipagem de Python é forte, pois os valores e objetos têm tipos bem definidos e não sofrem coerções como em C ou Perl . São disponibilizados diversos tipos de dados nativos: Tipo de dado Descrição Exemplo da sintaxe str , unicode Uma cadeia de caracteres imutável 'Wikipedia' , u'Wikipedia' list Lista heterogênea mutável [4.0, 'string', True] tuple Tupla imutável (4.0, 'string', True) set , frozenset Conjunto não ordenado , não contém elementos duplicados set([4.0, 'string', True]) frozenset([4.0, 'string', True]) dict conjunto associativo {'key1': 1.0, 'key2': False} int Número de precisão fixa, é transparentemente convertido para long caso não caiba em um int. 42 2147483648L float Ponto flutuante 3.1415927 complex Número complexo 3+2j bool Booleano True ou False Python também permite a definição dos tipos de dados próprios, através de classes . Instâncias são construídas invocando a classe ( FooClass() ), e as classes são instância da classe type , o que permite metaprogramação e reflexão . Métodos são definidos como funções anexadas à classe, e a sintaxe instância.método(argumento) é um atalho para Classe.método(instância, argumento) . Os métodos devem referenciar explicitamente a referência para o objeto incluindo o parâmetro self como o primeiro argumento do método. [ 23 ] Antes da versão 3.0, Python possuía dois tipos de classes: 'old-style' e 'new-style'. Classes old-style foram eliminadas no Python 3.0, e todas são new-style. Em versões entre 2.2 e 3.0, ambos tipos de classes podiam ser usadas. A sintaxe de ambos estilos é a mesma, a diferença acaba sendo de onde objeto da classe é herdado, direta ou indiretamente (todas classes new-style herdam de object e são instancias de type). As classes new-styles nada mais são que tipos definidos pelo usuário. Palavras reservadas [ editar | editar código-fonte ] O Python 2.5.2 define as seguintes 31 palavras reservadas : [ 24 ] and del from not while as elif global or with assert else if pass yield break except import print class exec in raise continue finally is return def for lambda try Operadores [ editar | editar código-fonte ] Os operadores básicos de comparação como == , < , >= , entre outros são usados em todos os tipos de dados, como números, cadeias de texto, listas e mapeamentos. Comparações em cadeia como a < b < c possuem o mesmo significado básico que na matemática: os termos são comparadas na ordem. É garantido que o processamento da expressão lógica irá terminar tão cedo o veredito seja claro, o princípio da avaliação mínima. Usando a expressão anterior, se a < b é falso, c não é avaliado. Quanto aos operadores lógicos, até Python 2.2 não havia o tipo de dado booleano. Em todas as versões da linguagem os operadores lógicos tratam '' , 0 , None , 0.0 , [] e {} como falso, enquanto o restante é tratado como verdadeiro de modo geral. Na versão 2.2.1 as constantes True e False foram adicionadas (subclasses de 1 e 0 respectivamente). A comparação binária retorna uma das duas constantes acima. Os operadores booleanos and e or também seguem a avaliação mínima. Por exemplo, y == 0 or x/y > 100 nunca lançará a exceção de divisão por zero. Interpretador interativo [ editar | editar código-fonte ] O interpretador interativo é uma característica diferencial da linguagem, porque há a possibilidade de testar o código de um programa e receber o resultado em tempo real, antes de iniciar a compilação ou incluí-las nos programas. Por exemplo: >>> 1 + 1 2 >>> >>> a = 1 + 1 >>> print a 2 >>> print ( a ) 2 >>> Nota: A partir da versão 3.0, o comando print passou a ser uma função, sendo obrigatório o uso de parênteses. [ 25 ] Análise léxica [ editar | editar código-fonte ] Exemplo de script No segundo capítulo do Manual de Referência da Linguagem Python é citado que a análise léxica é uma análise do interpretador em si, os programas são lidos por um analisador sintático que divide o código em tokens . Todo programa é dividido em linhas lógicas que são separadas pelo token NEWLINE ou NOVA LINHA , as linhas físicas são trechos de código divididos pelo caractere ENTER . Linhas lógicas não podem ultrapassar linhas físicas com exceção de junção de linhas, por exemplo: if resultado > 2 and \ 1 <= 5 and \ 2 < 5 : print ( 'Resultado: %f ' % d ) ou MESES_DO_ANO = [ 'janeiro' , 'fevereiro' , 'março' , 'abril' , 'maio' , 'junho' , 'julho' , 'agosto' , 'setembro' , 'outubro' , 'novembro' , 'dezembro' ] Para a delimitação de blocos de códigos os delimitadores são colocados em uma pilha e diferenciados por sua indentação . Iniciando a pilha com valor 0 (zero) e colocando valores maiores que os anteriores na pilha. Para cada começo de linha, o nível de indentação é comparado com o valor do topo da pilha. Se o número da linha for igual ao topo da pilha, a pilha não é alterada. Se o valor for maior a pilha recebe o nível de indentação da linha e o nome INDENT (empilhamento) se o nível de indentação for menor, então é desempilhado até chegar a um nível de indentação recebendo o nome DEDENT (desempilhamento) e se não encontrar nenhum valor é gerado um erro de indentação. Abaixo um exemplo de permutação, retirado do capítulo 2.1 sobre Estrutura de linhas na Análise léxica do Manual de Referência da linguagem ( Language Reference Manual ): def perm(l): NOVA LINHA INDENT if len(l) <= 1: NOVA LINHA INDENT return[1] NOVA LINHA DEDENT r = [ ] NOVA LINHA for i in range(len(l)): NOVA LINHA INDENT s = l[:i] + l[i+1:] NOVA LINHA p = perm(s) NOVA LINHA DEDENT for x in p: NOVA LINHA INDENT r.append(l[i:i+1]+x) NOVA LINHA DEDENT return r Indentação [ editar | editar código-fonte ] Python foi desenvolvido para ser uma linguagem de fácil leitura, com um visual agradável, frequentemente usando palavras e não pontuações como em outras linguagens. Para a separação de blocos de código, a linguagem usa espaços em branco e indentação ao invés de delimitadores visuais como chaves (C, Java) ou palavras ( BASIC , Fortran , Pascal ). Diferente de linguagens com delimitadores visuais de blocos, em Python a indentação é obrigatória. O aumento da indentação indica o início de um novo bloco, que termina da diminuição da indentação. Usando um editor de texto comum é muito fácil existir erros de indentação, o recomendado é configurar o editor conforme a análise léxica do Python ou utilizar uma IDE . Todas as IDE que suportam a linguagem fazem indentação automaticamente. Exemplo: Indentação correta def valor1 (): while True : try : c = int ( input ( 'Primeiro Valor: ' )) return c except ValueError : print 'Inválido!' Indentação incorreta def valor1 (): while True : try : c = int ( input ( 'Primeiro Valor: ' )) return c except ValueError : print 'Inválido!' O código está correto para os dois exemplos, mas o analisador léxico verificará se a indentação está coerente. O analisador reconhecerá as palavras reservadas while , def , try , except , return , print e as cadeias de caracteres entre aspas simples e a indentação, e se não houver problemas o programa executará normalmente, senão apresentará a exceção: 'Seu programa está com erro no bloco de indentação'. Compilador de bytecode [ editar | editar código-fonte ] A linguagem é de altíssimo nível, como já dito, mas ela também pode compilar seus programas para que a próxima vez que o executar não precise compilar novamente o programa, reduzindo o tempo de carga na execução. Utilizando o interpretador interativo não é necessário a criação do arquivo de Python compilado, os comandos são executados interativamente. Porém quando um programa ou um módulo é evocado, o interpretador realiza a análise léxica e sintática, compila o código de alto nível se necessário e o executa na máquina virtual da linguagem. O bytecode é armazenado em arquivos com extensão .pyc ou .pyo , este último no caso de bytecode otimizado. Interessante notar que o bytecode da linguagem também é de alto nível, ou seja, é mais legível aos seres humanos que o código de byte do C, por exemplo. Para descompilar um código de byte é utilizado o módulo dis da biblioteca padrão da linguagem e existem módulos de terceiros que tornam o bytecode mais confuso, tornando a descompilação ineficaz. Normalmente, o Python trabalha com dois grupos de arquivos: Os módulos do núcleo da linguagem, sua biblioteca padrão e os módulos independentes, criados pelo usuário. No núcleo do interpretador existe o analisador léxico, o analisador sintático que utiliza Estruturas de Objetos ( tempo de execução ), o Compilador que aloca memória (tempo de execução) e depois do Avaliador de código que modifica o estado atual do programa (tempo de execução), mostrando resultado para o usuário. Orientação a objetos [ editar | editar código-fonte ] Python suporta a maioria das técnicas da programação orientada a objeto . Qualquer objeto pode ser usado para qualquer tipo, e o código funcionará enquanto haja métodos e atributos adequados. O conceito de objeto na linguagem é bastante abrangente: classes, funções, números e módulos são todos considerados objetos. Também há suporte para metaclasses , polimorfismo , e herança (inclusive herança múltipla ). Há um suporte limitado para variáveis privadas. Na versão 2.2 de Python foi introduzido um novo estilo de classes em que objetos e tipos foram unificados, permitindo a especialização de tipos. Já a partir da versão 2.3 foi introduzido um novo método de resolução de ambiguidades para heranças múltiplas. [ 26 ] Uma classe é definida com class nome: , e o código seguinte é a composição dos atributos. Todos os métodos da classe recebem uma referência a uma instância da própria classe como seu primeiro argumento, e a convenção é que se chame este argumento self . Assim os métodos são chamados objeto.método(argumento1, argumento2, ...) e são definidos iguais a uma função, como método(self, argumento1, argumento2, ...) . Veja que o parâmetro self conterá uma referência para a instância da classe definida em objeto quando for efetuada esta chamada. Os atributos da classe podem ser acessados em qualquer lugar da classe, e os atributos de instância (ou variável de instância) devem ser declarados dentro dos métodos utilizando a referência à instância atual ( self ) (ver código contextualizado em anexo ) . Em Python não existe proteção dos membros duma classe ou instância pelo interpretador, o chamado encapsulamento . Convenciona-se que atributos com o nome começando com um _ são de uso privado da classe, mas não há um policiamento do interpretador contra acesso a estes atributos. Uma exceção são nomes começando com __ , no caso em que o interpretador modifica o nome do atributo (ver código contextualizado em anexo ) . Python permite polimorfismo, que condiz com a reutilização de código. É fato que funções semelhantes em várias partes do software sejam utilizadas várias vezes, então definimos esta função como uma biblioteca e todas as outras funções que precisarem desta a chamam sem a necessidade de reescrevê-la (ver código contextualizado em anexo ) . Python não possui overloading. não é possível criar duas funções com o mesmo nome, pois as elas são consideradas atributos da classe. Caso o nome da função se repita em outra assinatura, o interpretador considera esta ultima como override e sobrescreve a função anterior. Algumas operações entre diferentes tipos são realizadas através de coerção (ex.: 3.2 + 3). É possível encapsular abstrações em módulos e pacotes, quando um arquivo é criado com a extensão .py, ele automaticamente define um módulo. Um diretório com vários módulos é chamado de pacote e deve conter um modulo chamado __init__, para defini-lo como principal. Estas diferenciações ocorrem apenas no sistema de arquivos, os objetos criados são sempre módulos, caso o código não defina qual dos módulos será importado, o padrão é o __init__. Programação funcional [ editar | editar código-fonte ] Uma das construções funcionais de Python é compreensão de listas , uma forma de construir listas. Por exemplo, pode-se usar a técnica para calcular as cinco primeiras potências de dois. O algoritmo quicksort também pode ser expressado usando a mesma técnica (ver códigos contextualizados para ambos os casos em anexo ) . Em Python, funções são objetos de primeira classe que podem ser criados e armazenados dinamicamente. O suporte a funções anônimas está na construção lambda ( cálculo Lambda ). Não há disponibilidade de funções anônimas de fato, pois os lambdas contêm somente expressões e não blocos de código. Python também suporta clausuras léxicas desde a versão 2.2 (ver códigos contextualizados para ambos os casos em anexo ) . Já geradores foram introduzidos na versão 2.2 e finalizados na versão 2.3, e representam o mecanismo de Python para a avaliação preguiçosa de funções (ver códigos contextualizados para ambos os casos em anexo ) . Tratamento de exceções [ editar | editar código-fonte ] Python suporta e faz uso constante de tratamento de exceções como uma forma de testar condições de erro e outros eventos inesperados no programa. É inclusive possível capturar uma exceção causada por um erro de sintaxe. O estilo da linguagem apóia o uso de exceções sempre que uma condição de erro pode aparecer. Por exemplo, ao invés de testar a disponibilidade de acesso a um recurso, a convenção é simplesmente tentar usar o recurso e capturar a exceção caso o acesso seja rejeitado (recurso inexistente, permissão de acesso insuficiente, recurso já em uso, ...). Exceções são usadas frequentemente como uma estrutura de seleção, substituindo blocos if-else , especialmente em situações que envolvem threads . Uma convenção de codificação é o EAFP, do inglês, 'é mais fácil pedir perdão que permissão'. Isso significa que em termos de desempenho é preferível capturar exceções do que testar atributos antes de os usar. Segue abaixo exemplos de código que testam atributos ('pedem permissão') e que capturam exceções ('pedem perdão'): Teste de atributo if hasattr ( spam , 'eggs' ): ham = spam . eggs else : handle_error () Captura de exceção try : ham = spam . eggs except AttributeError : handle_error () Ambos os códigos produzem o mesmo efeito, mas há diferenças de desempenho. Quando spam possui o atributo eggs , o código que captura exceções é mais rápido. Caso contrário, a captura da exceção representa uma perda considerável de desempenho, e o código que testa o atributo é mais rápido. Na maioria dos casos o paradigma da captura de exceções é mais rápido, e também pode evitar problemas de concorrência . [ 27 ] Por exemplo, num ambiente multitarefa, o espaço de tempo entre o teste do atributo e seu uso de fato pode invalidar o atributo, problema que não acontece no caso da captura de exceções. Biblioteca padrão [ editar | editar código-fonte ] Python possui uma grande biblioteca padrão, geralmente citada como um dos maiores trunfos da linguagem, [ 28 ] fornecendo ferramentas para diversas tarefas. Por conta da grande variedade de ferramentas fornecida pela biblioteca padrão, combinada com a habilidade de usar linguagens de nível mais baixo como C e C++, Python pode ser poderosa para conectar componentes diversos de software. A biblioteca padrão conta com facilidades para escrever aplicações para a Internet , contando com diversos formatos e protocolos como MIME e HTTP . Também há módulos para criar interfaces gráficas , conectar em bancos de dados relacionais e manipular expressões regulares . Algumas partes da biblioteca são cobertas por especificações (por exemplo, a implementação WSGI da wsgiref segue o PEP 333 [ 29 ] ), mas a maioria dos módulos não segue. Interoperabilidade [ editar | editar código-fonte ] Um outro ponto forte da linguagem é sua capacidade de interoperar com várias outras linguagens, principalmente código nativo. A documentação da linguagem inclui exemplos de como usar a Python C-API para escrever funções em C chamáveis diretamente de código Python - mas atualmente esse sequer é o modo mais indicado de interoperação, havendo alternativas tais como Cython , Swig ou cffi . A biblioteca Boost do C++ inclui uma biblioteca para permitir a interoperabilidade entre as duas linguagens, e pacotes científicos fazem uso de bibliotecas de alta performance numérica escritos em Fortran e mantidos há décadas. Comentários [ editar | editar código-fonte ] Python fornece duas alternativas para documentar o código. A primeira é o uso de comentários para indicar o que certo código faz. Comentários começam com # e são terminados pela quebra da linha. Não há suporte para comentários que se estendem por mais de uma linha. cada linha consecutiva de comentário deve indicar # . A segunda alternativa é o uso de cadeias de caractere, literais de texto inseridos no código sem atribuição. Cadeias de caracteres em Python são delimitadas por ' ou ' para única linha e por ''' ou ''' para múltiplas linhas. Entretanto, é convenção usar o métodos de múltiplas linhas em ambos os casos. Diferente de comentários, a cadeias de caracteres usadas como documentação são objetos Python e fazem parte do código interpretado. Isso significa que um programa pode acessar sua própria documentação e manipular a informação. Há ferramentas que extraem automaticamente essa documentação para a geração da documentação de API a partir do código. Documentação através de cadeias de caracteres também pode ser acessada a partir do interpretador através da função help() . Plataformas disponíveis [ editar | editar código-fonte ] A linguagem e seu interpretador estão disponíveis para as mais diversas plataformas , desde Unix ( Linux , FreeBSD , Solaris , MacOS X , etc.), Windows , .NET , versões antigas de MacOS até consoles de jogos eletrônicos ou mesmo alguns celulares, como a série 60, N8xx(PyMaemo) da Nokia e palmtops . Para algum sistema operacional não suportado, basta que exista um compilador C disponível e gerar o Python a partir do fonte. O código fonte é traduzido pelo interpretador para o formato bytecode , que é multiplataforma e pode ser executado e distribuído sem fonte original. Implementações [ editar | editar código-fonte ] A implementação original e mais conhecida do Python é o CPython , escrita em C e compatível com o padrão C89 , [ 30 ] sendo distribuída com uma grande biblioteca padrão escrita em um misto de Python e C. Esta implementação é suportada em diversas plataformas, incluindo Microsoft Windows e sistemas Unix-like modernos. Stackless Python é uma variação do CPython que implementa microthreads (permitindo multitarefa sem o uso de threads ), sendo suportada em quase todas as plataformas que a implementação original. Existem também implementações para plataformas já existentes: Jython para a Plataforma Java e IronPython para .NET . Em 2005 a Nokia lançou um interpretador Python para os telefones celulares S60 , chamado PyS60 . Essa versão inclui vários módulos das implementações tradicionais, mas também alguns módulos adicionais para a integração com o sistema operacional Symbian . Uma implementação para Palm pode ser encontrada no Pippy . Já o PyPy , é a linguagem Python totalmente escrita em Python. Diversas implementações, como CPython, pode funcionar como um interpretador de comandos em que o usuário executa as instruções sequencialmente, recebendo o resultado automaticamente. A execução compilada do código oferece um ganho substancial em velocidade, com o custo da perda da interatividade . Desenvolvimento [ editar | editar código-fonte ] O desenvolvimento de Python é conduzido amplamente através do processo Python Enhancement Proposal ('PEP'), em português Proposta de Melhoria do Python. Os PEPs são documentos de projeto padronizados que fornecem informações gerais relacionadas ao Python, incluindo propostas, descrições, justificativas de projeto (design rationales) e explicações para características da linguagem. PEPs pendentes são revisados e comentados por Van Rossum, o Benevolent Dictator for Life (líder arquiteto da linguagem) do projeto Python. Desenvolvedores do CPython também se comunicam através de uma lista de discussão, python-dev, que é o fórum principal para discussão sobre o desenvolvimento da linguagem. Questões específicas são discutidas no gerenciador de erros Roundup mantido em python.org. O desenvolvimento acontece no auto-hospedado svn .python.org Licença [ editar | editar código-fonte ] Python possui uma licença livre aprovada pela OSI e compatível com a GPL , porém menos restritiva. Ela prevê (entre outras coisas) que binários da linguagem sejam distribuídos sem a necessidade de fornecer o código fonte junto. [ 31 ] Módulos e frameworks [ editar | editar código-fonte ] Ao longo do tempo têm sido desenvolvidos pela comunidade de programadores muitas bibliotecas de funções especializadas (módulos) que permitem expandir as capacidades base da linguagem. Entre estes módulos especializados destacam-se: Descrição Campos de atuação Django Framework para desenvolvimento ágil de aplicações web . desenvolvimento web Pylons Framework para desenvolvimento de aplicações web . desenvolvimento web TurboGears Framework baseado em várias outras tecnologias existentes no mundo que gira em torno da linguagem Python. desenvolvimento web Matplotlib - Matplotlib / Pylab biblioteca para manipulação de gráficos 2D. processamento de imagem Python Imaging Library biblioteca para manipulação de imagens digitais . processamento de imagem PyOpenGL - Python OpenGL Binding suporte multiplataforma ao OpenGL . computação gráfica Pygame Conjunto de módulos para o desenvolvimento de jogos eletrônicos , incluindo gráficos SDL . desenvolvimento de jogos eletrônicos . computação gráfica Twisted Framework para o desenvolvimento de aplicações de rede. Inclui módulos para servidor web , de aplicação , SSH e diversos outros protocolos . desenvolvimento de software . desenvolvimento web PYRO - Python Remote Objects Framework para o desenvolvimento de sistemas distribuídos . computação distribuída ZODB Sistema de persistência e banco de dados orientado a objetos . banco de dados Plone SGC - Sistema de gerenciamento de conteúdo . desenvolvimento web CherryPy Framework para aplicações web. desenvolvimento web Web2py Framework para aplicações web. desenvolvimento web Visual Python Framework 3D de alto nível. computação gráfica SQLObject Mapeador objeto-relacional : traduz estruturas relacionais para objetos Python e manipula o banco de dados de forma transparente. banco de dados Numarray Módulo para manipulação de vetores e computação científica . computação científica Interfaces gráficas [ editar | editar código-fonte ] Exemplos de bibliotecas de GUI disponíveis para Python incluem: Descrição Tkinter Módulo padrão para GUI no Python PyGTK interface para a biblioteca GTK+ PyQt interface para a biblioteca Qt wxPython interface para a biblioteca wxWidgets Etk interface para a biblioteca EFL Wax Construído para simplificar o uso do wxPython Kivy Biblioteca para a construção de aplicativos multiplataforma Ambientes de desenvolvimento integrado [ editar | editar código-fonte ] Existem vários ambientes de desenvolvimento integrado (IDE) disponíveis para Python: IDE Desenvolvedor Última versão Plataforma Toolkit Licença IDLE Guido van Rossum et al. Distribuído com CPython Multiplataforma Tkinter PSFL PyCharm JetBrains 2017.3 (29/11/2017) Java Swing Apache 2.0 Komodo Edit ActiveState 10 (17/05/2016) Windows , Linux , macOS XUL MPL 1.1 Atom GitHub 1.23.1 (13/12/2017) Windows , Linux , macOS Electron MIT Visual Studio Code Microsoft 1.18.1 (16/11/2017) Windows , Linux , macOS Electron MIT GNOME Builder GNOME 3.26.0 (13/09/2017) Windows , Linux , macOS GTK+ GNU GPLv3+ Pyzo Pyzo team 4.4.3 (09/10/2017) Multiplataforma PyQt BSD Boa Constructor Team 0.6.1 Independente wxPython GNU GPL Eric Python IDE Detlev Offenbach 4.1.2 Independente Qt GNU GPL Geany Team 1.23 Independente GTK2 GNU GPL IronPython Studio Clarius Labs 1.0 (10/122007) Windows VS2008 Shell Runtime Microsoft Public License PyDev ( Eclipse ) Appcelerator 5.7.0 (11/04/2017) Java SWT EPL PythonCard Alex Tweedly 0.8.2 Multiplataforma wxPython BSD PyScripter mmm-experts 1.7.2 (10/2006) Windows MIT Stani's Python Editor Stani 0.8.4c (14/02/2008) Independente wxPython GNU GPL Spyder Spyder developer community 2.3.2 (03/12/2014) Windows , Linux , macOS PyQt MIT Wing IDE Wingware 3.0.2-1 (27/11/2007) Windows , Linux , macOS PyGTK Proprietário Aplicações [ editar | editar código-fonte ] Alguns dos maiores projetos que utilizam Python são o servidor de aplicação Zope , o compartilhador de arquivos Mnet , o sítio YouTube e o cliente original do BitTorrent . Grandes organizações que usam a linguagem incluem Google [ 32 ] (parte dos crawlers ), Yahoo! (para o sítio de grupos de usuários) e NASA . [ 33 ] O sistema de gerenciamento de reservas da Air Canada também usa Python em alguns de seus componentes. [ 34 ] A linguagem também tem bastante uso na indústria da segurança da informação . A linguagem tem sido embarcada como linguagem de script em diversos softwares, como em programas de edição tridimensional como Maya , [ 35 ] Autodesk Softimage , TrueSpace e Blender . [ 36 ] Programas de edição de imagem também a usam para scripts, como o GIMP . [ 37 ] Para diversos sistema operacionais a linguagem já é um componente padrão, estando disponível em diversas distribuições Linux . O Red Hat Linux usa Python para instalação, configuração e gerenciamento de pacotes. Outros exemplos incluem o Plone , sistema de gerenciamento de conteúdo desenvolvido em Python e Zope e a Industrial Light & Magic , [ 38 ] que produz filmes da série Star Wars usando extensivamente Python para a computação gráfica nos processos de produção dos filmes. Ver também [ editar | editar código-fonte ] Lista de linguagens de programação Referências ↑ a b c d «HISTORY» . Fonte do Python (em inglês ). Python Software Foundation . Consultado em 5 de junho de 2008 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ «Python 3.6.3 is now available» (em inglês). 3 de outubro de 2017 . Consultado em 13 de dezembro de 2017 ↑ a b c Guido van Rossum (Maio de 1996). «Foreword for 'Programming Python' (1st ed.)» (em inglês). Python Software Foundation . Consultado em 12 de junho de 2008 ↑ a b «The Making of Python» (em inglês ). Artima Developer . Consultado em 22 de março de 2007 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ a b c d Naomi Hamilton (5 de agosto de 2008). «The A-Z of Programming Languages: Python» (em inglês). Computerworld . Consultado em 17 de agosto de 2008 ↑ a b «Why was Python created in the first place?» (em inglês ). Python FAQ . Consultado em 22 de março de 2007 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ «LJ #37: Python 1.4 Update» (em inglês ) . Consultado em 29 de abril de 2007 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ Guido van Rossum. «Computer Programming for Everybody» (em inglês ) . Consultado em 22 de março de 2007 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ A.M. Kuchling and Moshe Zadka. «What's New in Python 2.0» (em inglês ) . Consultado em 22 de março de 2007 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ a b «History of the software» . Referência da Biblioteca Python (em inglês ) . Consultado em 22 de março de 2007 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ Jeremy Hylton. «Statically Nested Scopes» (em inglês ) . Consultado em 22 de março de 2007 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ «2 PEPs 252 and 253: Type and Class Changes» (em inglês ). Python Software Foundation . Consultado em 11 de junho de 2008 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ «4 PEP 255: Simple Generators» (em inglês ). Python Software Foundation . Consultado em 11 de junho de 2008 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ «PEP 282 - A Logging System» (em inglês ). Python Software Foundation . Consultado em 11 de junho de 2008 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ «8 PEP 282: The logging Package» (em inglês ). Python Software Foundation . Consultado em 11 de junho de 2008 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ «PEP 318 - Decorators for Functions and Methods» (em inglês ). Python Software Foundation . Consultado em 11 de junho de 2008 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ «5 PEP 318: Decorators for Functions and Methods» (em inglês ). Python Software Foundation . Consultado em 11 de junho de 2008 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ A.M. Kuchling (1 de outubro de 2008). «What's New in Python 2.6» (em inglês ). Python Software Foundation . Consultado em 3 de outubro de 2008 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ «Python 3.0 Release» (em inglês ). Python Software Foundation . Consultado em 3 de dezembro de 2008 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ Sarah Stokely (1 de fevereiro de 2008). «Python 3.0 to be backwards incompatible» (em inglês ). iTnews . Consultado em 11 de junho de 2008 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ Georg Brandl. «Make print a function» (em inglês ) . Consultado em 3 de outubro de 2008 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ «PEP 20 - The Zen of Python» (em inglês ). Python - Núcleo de Desenvolvimento . Consultado em 15 de janeiro de 2010 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ «Classes — Random Remarks» . Python Documentation (em inglês ). Python Software Foundation !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ «Keywords» . Manual de Referência do Python (em inglês ). Python Software Foundation . 21 de fevereiro de 2008 . Consultado em 12 de setembro de 2008 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ «What's New In Python 3.0» (em inglês). Python Software Foundation . Consultado em 15 de janeiro de 2011 ↑ Michele Simionato. «The Python 2.3 Method Resolution Order» (em inglês ). Python Software Foundation . Consultado em 11 de junho de 2008 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ «EAFP vs LBYL (was Re: A little disappointed so far)» . web.archive.org . Consultado em 6 de maio de 2012 . Cópia arquivada em 29 de setembro de 2007 ↑ Przemyslaw Piotrowski (Julho de 2006). «Build a Rapid Web Development Environment for Python Server Pages and Oracle» (em inglês ). Oracle . Consultado em 11 de junho de 2008 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ Phillip J. Eby (7 de dezembro de 2003). «PEP 333 -- Python Web Server Gateway Interface v1.0» (em inglês ). Python Software Foundation . Consultado em 11 de junho de 2008 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ Guido van Rossum (5 de julho de 2001). «PEP 7 -- Style Guide for C Code» (em inglês ). Python Software Foundation . Consultado em 11 de junho de 2008 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ «Python License» (em inglês ). Python Software Foundation . Consultado em 11 de junho de 2008 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ «Quotes about Python» (em inglês ). Python Software Foundation . Consultado em 11 de junho de 2008 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ Daniel G. Shafer (17 de janeiro de 2003). «Python Streamlines Space Shuttle Mission Design» (em inglês ). Python Software Foundation . Consultado em 11 de junho de 2008 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ Darryl K. Taft (5 de março de 2005). «Python Slithers into Systems» (em inglês ). eWEEK . Consultado em 11 de junho de 2008 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ «Introduction to Maya Python API» . Documentação do Maya (em inglês ). Autodesk . Consultado em 18 de julho de 2008 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ «Python Scripts» (em inglês ). Blender . Consultado em 18 de julho de 2008 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ James Henstridge (16 de maio de 2006). «GIMP Python Documentation» . Documentação do GIMP (em inglês ). GIMP . Consultado em 18 de julho de 2008 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) ↑ Robin Rowe (1 de julho de 2002). «Industrial Light & Magic» (em inglês ). Linux Journal . Consultado em 18 de julho de 2008 !CS1 manut: Língua não reconhecida ( link ) Bibliografia [ editar | editar código-fonte ] Pilgrim, Mark (2004). Dive into Python (em inglês) 2 ed. Nova Iorque: Apress. 413 páginas. ISBN 978-1-5905-9356-1 Pilgrim, Mark (2009). Dive into Python 3 (em inglês) 2 ed. Nova Iorque: Apress. 360 páginas. ISBN 978-1-4302-2415-0 Downey, Allen B. (2012). Think Python (em inglês). Sebastopol (Califórnia): O'Reilly. 300 páginas. ISBN 978-1-4493-3072-9 Lutz, Mark (2013). Learning Python (em inglês) 5 ed. Sebastopol (Califórnia): O'Reilly. 1600 páginas. ISBN 978-1-4493-5573-9 Lutz, Mark (2010). Programming Python (em inglês) 4 ed. Sebastopol (Califórnia): O'Reilly. 1632 páginas. ISBN 978-0-596-15810-1 David Beazley e Brian K. Jones (2013). Python Cookbook (em inglês) 3 ed. Sebastopol (Califórnia): O'Reilly. 706 páginas. ISBN 978-1-4493-4037-7 Ligações externas [ editar | editar código-fonte ] Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema: Definições no Wikcionário Livros e manuais no Wikilivros Citações no Wikiquote Categoria no Commons Commons Wikiquote Wikilivros Wikcionário Website oficial (em inglês ) Python no GitHub Wiki da comunidade brasileira de usuários Site da comunidade portuguesa de usuários Python no DMOZ v • e Linguagens de programação Esotéricas • Comparação • História • Programa Olá Mundo • Algoritmo de Trabb Pardo-Knuth Ada • Assembly (asm) • BASIC • C • C++ • C# • Clojure • Crystal • Dart • Elixir • Erlang • F# • Fortran • Go • Haskell • Java • JavaScript (JS) • Julia • Kotlin • Lisp • Lua • Objective-C • OCaml • Pascal • Perl • PHP • Python • R • Ruby • Rust • Scala • Shell script • Smalltalk • Swift • TypeScript • Visual Basic .NET (VB.NET) • mais... Categoria • Lista Obtida de ' https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Python&oldid=50759918 ' Categorias : Linguagens de programação orientadas a objetos Linguagens de programação baseadas em classes Linguagens de script Linguagens interpretadas Compiladores e interpretadores livres Python Software livre Linguagens de programação criadas em 1991 Categorias ocultas: !CS1 manut: Língua não reconhecida !CS1 inglês-fontes em língua (en) Menu de navegação Ferramentas pessoais Não autenticado Discussão Contribuições Criar uma conta Entrar Domínios Artigo Discussão Variantes Vistas Ler Editar Editar código-fonte Ver histórico Mais Busca Navegação Página principal Conteúdo destacado Eventos atuais Esplanada Página aleatória Portais Informar um erro Loja da Wikipédia Colaboração Boas-vindas Ajuda Página de testes Portal comunitário Mudanças recentes Manutenção Criar página Páginas novas Contato Donativos Imprimir/exportar Criar um livro Descarregar como PDF Versão para impressão Noutros projetos Wikimedia Commons Wikilivros Wikiquote Wikiversidade Ferramentas Páginas afluentes Alterações relacionadas Carregar ficheiro Páginas especiais Hiperligação permanente Informações da página Elemento Wikidata Citar esta página Noutros idiomas Afrikaans Alemannisch Aragonés العربية অসমীয়া Asturianu Azərbaycanca تۆرکجه Беларуская Български বাংলা Bosanski ᨅᨔ ᨕᨘᨁᨗ Català Cebuano کوردی Čeština Dansk Deutsch Ελληνικά English Esperanto Español Eesti Euskara فارسی Suomi Français Galego ગુજરાતી עברית हिन्दी Hrvatski Magyar Հայերեն Interlingua Bahasa Indonesia Íslenska Italiano 日本語 La .lojban. ქართული Қазақша ភាសាខ្មែរ 한국어 Latina Lumbaart Lietuvių Latviešu Македонски മലയാളം Монгол मराठी Bahasa Melayu မြန်မာဘာသာ Plattdüütsch नेपाली Nederlands Norsk nynorsk Norsk ଓଡ଼ିଆ Polski پنجابی Română Русский Scots Srpskohrvatski / српскохрватски සිංහල Simple English Slovenčina Slovenščina Shqip Српски / srpski Svenska தமிழ் తెలుగు Тоҷикӣ ไทย Tagalog Türkçe Українська اردو Oʻzbekcha/ўзбекча Tiếng Việt 吴语 中文 Bân-lâm-gú 粵語 Editar hiperligações Esta página foi editada pela última vez à(s) 04h59min de 15 de dezembro de 2017. Este texto é disponibilizado nos termos da licença Creative Commons - Atribuição - Compartilha Igual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0) . pode estar sujeito a condições adicionais. Para mais detalhes, consulte as condições de uso . Política de privacidade Sobre a Wikipédia Avisos gerais Programadores Declaração sobre cookies Versão móvel



https://pt.wikipedia.org/wiki/Usura
  Usura – Wikipédia, a enciclopédia livre Usura Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa Moedas , representantes físicas do dinheiro . A usura seria a cobrança excessiva de juros , que nada mais é do que a remuneração do próprio dinheiro. Sob a perspectiva etimológica , a palavra usura provém de duas palavras latinas : 'usus' e 'rei' com o sentido de cobrança pelo uso das ... no ordenamento jurídico brasileiro 4.1 Constituição Federal de 1988 4.2 Código de Defesa do Consumidor 4.3 Código Civil de 2002 4.4 A taxa SELIC 4.5 A Súmula Vinculante nº 7, do Supremo Tribunal Federal, e ... 8 Bibliografia Juros - Classificação básica [ editar | editar código-fonte ] Antes de se adentrar em ... histórica [ editar | editar código-fonte ] Os juros trazem consigo grandes polêmicas e discussões ... código-fonte ] Aristóteles , um dos primeiros pensadores que notaram a usura como fenômeno social CACHE

Usura – Wikipédia, a enciclopédia livre Usura Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa Moedas , representantes físicas do dinheiro . A usura seria a cobrança excessiva de juros , que nada mais é do que a remuneração do próprio dinheiro. Sob a perspectiva etimológica , a palavra usura provém de duas palavras latinas : 'usus' e 'rei' com o sentido de cobrança pelo uso das coisas. [ 1 ] Partindo-se de um conceito mais moderno, a usura , em síntese, é entendida como a cobrança de remuneração abusiva pelo uso do capital, ou seja, quando da cobrança de um empréstimo pecuniário (ou seja, em dinheiro ), são cobrados juros excessivamente altos, o que lesa o devedor. É prática repudiada socialmente, sendo considerada conduta criminosa por diversos ordenamentos jurídicos [ 2 ] , inclusive o brasileiro ( Lei da Usura ). Índice 1 Juros - Classificação básica 2 Usura - Evolução histórica 2.1 Antiguidade 2.2 Idade Média 2.2.1 Usura no islamismo 2.3 Idade Moderna e Contemporânea 3 Evolução legislativa brasileira no tocante à usura 3.1 Período colonial 3.2 Império 3.3 República 3.3.1 Era Vargas e a Lei da Usura 3.3.2 Ditadura Militar 4 Atual panorama da usura no ordenamento jurídico brasileiro 4.1 Constituição Federal de 1988 4.2 Código de Defesa do Consumidor 4.3 Código Civil de 2002 4.4 A taxa SELIC 4.5 A Súmula Vinculante nº 7, do Supremo Tribunal Federal, e a Emenda Constitucional nº 40/2003 5 Usura Real e Usura Pecuniária 6 Referências 7 Ligações externas 8 Bibliografia Juros - Classificação básica [ editar | editar código-fonte ] Antes de se adentrar em maiores discussões acerca da usura, importante delimitar os conceitos, tipos e demais características dos juros . Segundo classificação feita por Oscar Joseph de Plácido e Silva [ 3 ] : Juros convencionais : Denominação dada aos juros que se estabelecem ou se estipulam em contratos, para que sejam cumpridos pelo devedor, enquanto vigente a obrigação. No entanto, é tido em sentido mais amplo, significando toda a espécie de juros instituídos ou estabelecidos em um contrato, não somente enquanto vigente a obrigação, como pelo não cumprimento da mesma, isto é, pelo seu retardamento. Dessa forma, os juros moratórios, em regras legais, podem ser também convencionados. Assim, o caráter dos juros convencionais está em serem os mesmos estipulados em contrato [ 4 ] . Juros legais : São os juros que podem ser exigidos em virtude da imposição ou determinação de lei, embora não convencionados ou contratados. Juros ordinários : É a expressão que designa os juros simples, ou seja, aqueles que não se acumulam ou não se capitalizam. São devidos pelo transcurso do prazo, em que vigora a obrigação ou a prestação pecuniária, mas não se computam no capital, para que venham, também, a render juros. Juros moratórios : São juros decorrentes da mora, isto é, os que se devem, por convenções ou por lei, em virtude do retardamento no cumprimento da obrigação. São os juros ditos de propter moram , ou seja, fundados numa demora imputável ao devedor de dívida exigível. Dois elementos, então, mostram-se essenciais: a ocorrência de uma dívida exigível e a demora (imputável ao devedor) do não pagamento da mesma. Juros compensatórios ou remuneratórios : Também conhecidos como juros-frutos [ 5 ] , representam uma compensação pelo uso que o devedor faz do capital, em razão de cobertura dos sacrifícios de abstinência e riscos sofridos pelo credor. distinguem -se dos juros moratórios porque estes constituem uma indenização pelo atraso culposo no pagamento. Tal distinção se faz particularmente importante em virtude de haver, inclusive, tratamento jurisprudencial diverso quanto a cada uma dessas modalidades de juros. deve-se observar a dessemelhança de natureza e o fundamento de exigência de cada modalidade [ 6 ] . Segundo José Reinaldo Coser [ 7 ] ,explicita-se também a existência de juros 'nominais', onde estaria embutida a variação da inflação do período e os juros 'reais', que revelariam, em tese, o ganho efetivo (excluindo-se a inflação). o autor ainda reitera que os juros 'compensatórios' podem ser convencionados entre as partes ou advir da lei ou de decisão judicial. Usura - Evolução histórica [ editar | editar código-fonte ] Os juros trazem consigo grandes polêmicas e discussões desde os tenros tempos, sendo que a sua cobrança razoável (ou seja, dentro dos limites legais aceitos por certa sociedade) ou excessiva (que deu origem ao conceito de usura) permeiam as celeumas nas searas econômica e jurídica até os dias de hoje. Inicialmente, cumpre consignar que a usura – tal qual conceituada acima – teve diversas significações ao longo dos tempos, razão pela qual o seu estudo deve englobar, ainda, os contextos fáticos e sociais de cada época [ 8 ] . Antiguidade [ editar | editar código-fonte ] Aristóteles , um dos primeiros pensadores que notaram a usura como fenômeno social A par deste pequeno introito, vê-se que existem referências à proibição da usura já no Código de Hamurabi . Porém, maiores explanações sobre o tema remetem a Aristóteles – tido como o primeiro economista da história –, o qual condenava a usura na sua obra “Política” [ 9 ] : “O que há de mais odioso, sobretudo, do que o tráfico de dinheiro, que consiste em dar para ter mais e com isso desvia a moeda de sua destinação primitiva? Ela foi inventada para facilitar as trocas. a usura, pelo contrario, faz com que o dinheiro sirva para aumentar-se a si mesmo. assim, em grego, lhe demos o nome de tokos , que significa progenitura, porque as coisas geradas se parecem com as que as geraram. Ora, neste caso, a moeda que torna a trazer moeda, gênero de ganho totalmente contrário à natureza.” Depreende-se, pois, que o dinheiro , a partir do momento em que é utilizado não para facilitar as trocas, mas, de uma maneira desvirtuada de sua finalidade precípua, para sua própria remuneração, estaria caracterizada a usura (prática “odiosa”, nas palavras do filósofo). Cumpre, todavia, fazer algumas ressalvas, na medida em que Aristóteles diferenciava duas formas de aquisição de propriedade, a saber, a natural (econômicaa) e a artificial (cremalística). A artificial, por sua vez, ramifica-se em comércio e empréstimo a juros, o que é combatido por ele em sua obra, haja vista não se revestirem de concretude a fim de obtenção de riquezas. No Direito Romano , vê-se que a Lei das XII Tábuas também combateu a prática da usura, conferindo-a na Tábua VIII, referente aos delitos. Além de fixar um limite máximo de remuneração do capital, proibia a agiotagem, bem como o anatocismo , ou seja, a cobrança de juros sobre juros, o que, quando verificado, remetia à pena de infâmia. Idade Média [ editar | editar código-fonte ] A Magna Carta , do ano de 1215 d.C., em relação à usura: 'Se alguém tomar algo, seja muito ou pouco, por empréstimo dos Judeus, e morrer antes de a sua dívida estar paga, a dívida não poderá implicar usura enquanto o herdeiro for menor, seja quem for o detentor.' [ 10 ] Na Idade Média , tem-se a ascensão do Direito Canônico e a proibição ou punição de uma conduta se revestia de uma lógica cristã que a fundamentava. Assim, notório o fato de que a Bíblia condena a usura em seus ensinamentos. em pelos menos quatro passagens bíblicas, há referência expressa de que a usura é pecado . Observe-se: “Êxodo 22:25 - Se emprestares dinheiro ao meu povo, ao pobre que está contigo, não agirá com ele como credor que impõe juros. Levítico 25: 35,36,37 - Se teu irmão empobrecer, e as suas forças decaírem, então, sustenta-lo-ás. Como estrangeiro e peregrino ele viverá contigo. 36 Não receberás dele juros nem usuras. teme, porém, :ao teu Deus, para que teu irmão viva contigo. 37 Não lhe darás teu dinheiro com juros, nem lhe darás alimento para receber usura. Deuteronômio 23:20 - Ao estrangeiro emprestarás com juros, porém a teu irmão não emprestarás com juros, para que o SENHOR, teu Deus, te abençoe em todos os teus empreendimentos na terra a qual passas a :possuir. Salmos 15: 1,2,5 - Quem, SENHOR, habitará no teu tabernáculo? Quem há de morar no teu santo monte? 2 O que vive com integridade, e pratica a justiça, 5 o que não empresta o seu dinheiro com usura, nem :aceita suborno contra o inocente. Quem deste modo procede não será jamais abalado. Lucas 6: 34 - E, se emprestais àqueles de quem esperais receber, qual é a vossa recompensa? Também os pecadores emprestam aos pecadores, para receberem outro tanto. 35 Amai, porém, os vossos :inimigos,fazei o bem e emprestai, sem esperar nenhuma paga. será grande o vosso galardão, e sereis filhos do Altíssimo. Pois ele é benigno até para com os ingratos e maus.” [ 11 ] Santo Tomás de Aquino : usura como pecado contra a própria justiça A usura foi condenada no canône 13 do Segundo Concílio de Latrão , nos seguintes termos “ '[...] condenamos além disso, aquela detestável e ignominiosa rapacidade insaciável dos prestamistas, rechaçada pelas leis humanas e divinas por meio da Escritura do Antigo de Novo Testamento (...) nenhum arcebispo, nenhum bispo ou abade de qualquer ordem, qualquer que seja a ordem ou clero, se atreva a receber os usurários.' ” [ 1 ] Incontroverso o fato de que a usura é pecado para o Cristianismo , pois, na medida em que se assemelha ao roubo, vai de encontro às leis de natureza divina. A usura estaria ligada, ainda, à avareza e à preguiça, condutas estas que, segundo a Bíblia , são claramente contrárias ao que se espera de um bom cristão [ 12 ] . Ademais, levando-se em consideração os preceitos bíblicos acerca de usura, há nítida confusão entre este termo e o que se entendia por cobrança de juros. todavia, não se perca de vista que tanto a usura, quanto os juros eram considerados pecados. Neste ponto, urge salientar que usura difere de cobrança de juros através da estipulação do chamado preço justo, que remete a um limite legal fixado pelo homem, ocasião em que haveria uma “legalização” da usura. Por isso, no final do século XV, surgem os primeiros diplomas legais que estipulariam os valores cobrados pelo empréstimo de dinheiro. Passou-se então a distinguir juro de usura . Juro era a taxa cobrada dentro dos valores estipulados em lei. usura seria o termo utilizado para se referir à cobrança de taxas superiores ao limite máximo permitido legalmente. Por sua vez, Santo Tomás de Aquino faz sua explanação na questão nº 78 da Suma Teológica, obra escrita por ele entre os anos de 1265 e 1273, acerca do tema ora proposto, ocasião em que buscou argumentos acerca de quatro indagações principais: “Primeiro: É pecado receber dinheiro em pagamento do dinheiro emprestado, o que constitui a usura? Segundo: É lícito receber por esse mesmo dinheiro qualquer preceito, como que em recompensa do :empréstimo? Terceiro: Há obrigação de restituir o justo lucro que se ganhou com dinheiro usurário? Quarto: Pode-se tomar dinheiro emprestado com a condição de pagar usura?” [ 13 ] Em linhas gerais, Tomás de Aquino defendeu que a usura realmente é um pecado contra a justiça, uma vez que se vende algo que não existe – neste diapasão, cumpre-se destacar que ele creditava ao dinheiro um aspecto estéril, razão pela qual não poderia gerar nenhum fruto –, desvirtuando-se, pois, o valor do dinheiro, ao passo que ele tinha como função as trocas através do seu poder de compra intrínseco, não podendo, então, ser vendido de forma própria. Usura no islamismo [ editar | editar código-fonte ] Profeta Muhammad recitando o Alcorão em Meca (gravura do século XV). Para o profeta, o indivíduo que cobra juros é amaldiçoado por Deus No Islã , há também condenaçãoes em relação à usura. Isso porque, segundo os dogmas de tal religião, a usura não é nem comércio nem lucro, e, por basear o capitalismo moderno, é completamente contrária ao zakat . O Profeta Muhammad pregava que “Deus amaldiçoou aquele que cobra juros, aquele que os paga, aquele que redige o contrato e aquele que testemunha a transação” [ 14 ] . O livro sagrado do Alcorão , portanto, rechaça a prática da usura. Vejamos: “Quando emprestardes algo com usura, para que vos aumente (em bens) às expensas dos bens alheios, não aumentará perante Deus. contudo, o que derdes em zakat, anelando contemplar o Rosto de Deus (ser-vos-á aumentado)”. Alcorão 30:39 “Ó crentes, não exerçais a usura, multiplicando (o emprestado) e temei a Deus para que prospereis”. Alcorão 3:130 “Ó crentes, temei a Deus e abandonai o que ainda vos resta se sois crentes!” Alcorão 2:278. Idade Moderna e Contemporânea [ editar | editar código-fonte ] O sistema feudalista começou a se mostrar insuficiente partir do século XII, o que deu espaço para o surgimento do Renascimento Comercial, ocasião em que os estratos sociais até então imutáveis começaram a lentamente sucumbir. Surge, então, um novo conglomerado de pessoas, dotados de valores, interesses e princípios próprios: a burguesia . Porém, ainda que nítidas mudanças socioeconômicas estivessem ocorrendo, não se negava, àquela época, a influência da religião na vida deste burguês. No começo da Idade Moderna ao mesmo tempo em que as tratativas comerciais perpetradas pelos burgueses eram essenciais para o desenvolvimento da incipiente sociedade capitalista, os preceitos religiosos até então dominantes eram afrontados sobremaneira, razão pela qual existia o chamado trade off entre respeito aos dogmas religiosos e crescimento econômico. Ora, a usura, aqui, era utilizada como uma forma de fomentar o comércio renascido. Assim, surge a Reforma Protestante e, principalmente, o Calvinismo , defendido por João Calvino , o qual não creditava à usura a mácula de ser um pecado. ao revés, emanava que a salvação era uma vontade soberana de Deus, sendo que independia das ações dos homens na vida terrena. Portanto, a busca por este saber (ou seja, se estes burgueses eram os escolhidos por Deus à salvação) revelava-se através do trabalho assíduo e incansável da classe a fim de se convencessem de que seriam salvos. O trabalho incansável, árduo e ilimitado da classe burguesa, aliado à prática da usura, contribuiu para a acumulação de capital e trouxe prosperidade econômica para a época. Em 1745, o [Papa Bento XIV]], por meio da Encíclica Vix perbenit , tratou a usura como gênero de pecado que: “ '[...] consiste em que, por razão do empréstimo, o qual, por sua própria natureza, somente pede que seja devolvida a mesma quantidade que se recebeu, se queira a devolução de mais do que foi recebido.' ” [ 1 ] Depreende-se, pois, que na Idade Moderna há uma relativização do combate à usura, com o escopo de alavancar o desenvolvimento não só econômico, mas também social da época. Então, a partir do fim do século XVIII, com o advento da Revolução Francesa e o capitalismo industrial , consolida-se, ainda mais, este ideal libertário de cobrança de juros, sendo que a fixação de limites destas cobranças fica a mercê do desenvolvimento econômico (princípio do laissez faire , laissez passer ). Ressalta-se, todavia, o posicionamento divergente de Montesquieu , o qual defendia a existência de um patamar máximo de fixação destes juros. Assim, a taxa de juros seria vinculada tão somente ao livre arbítrio daquele que detém o poder político de um território, a fim de a fixação de tais taxas não sejam excessivamente altas, pois, caso contrário, estaria caracterizaria a usura. Cumpre consignar, por fim, que, no início do século XX, com a revalorização dos direitos sociais – tanto pela Constituição de Weimar , quanto pela ascensão do Estado de bem-estar social –, houve uma maior intervenção estatal na fixação de limites quanto a cobranças de juros, como uma forma de, através da intervenção mínima na seara econômica, possibilitar melhoras necessárias e indispensáveis no campo social [ 15 ] . Evolução legislativa brasileira no tocante à usura [ editar | editar código-fonte ] A par da precitada evolução histórica da usura (desenrolar sistemático que poderia ser melhor definido como evolução histórica do combate à usura), de rigor a análise deste instituto, bem como o combate a ele no sistema normativo brasileiro. Período colonial [ editar | editar código-fonte ] Pintura do século XVII de Frans Post : Engenho de cana-de-açúcar em Pernambuco No período colonial, o Brasil não tinha autonomia legislativa em relação ao seu país colonizador, Portugal . Assim, vigorava na colônia o regime jurídico vigente nas terras lusitanas, a saber, as Ordenações . Tanto as Ordenações Afonsinas (Livro IV, Título XVIII) [ 16 ] quanto as Ordenações Filipinas (Livro IV, Título LXVII) [ 17 ] proibiam a prática de usura pelos portugueses e pelos brasileiros. Império [ editar | editar código-fonte ] A Constituição brasileira de 1824 , bem como a sua sucessora, a Constituição brasileira de 1891 , não trouxeram nenhum regramento acerca do tema. Todavia, influenciado pelos ideais iluministas e do princípio do laissez faire , laissez passer , Dom Pedro II , no ano de 1832, editou uma lei que derrogava aquelas antigas proibições explicitas à usura, na medida em que não mais se fixava um limite de cobrança de juros, o qual ficaria a cargo da autonomia da vontade dos particulares no momento da celebração dos contratos. Afora a inexistência de uma limitação legal dos juros cabíveis nas relações contratuais, importava, desde então, a convenção dos juros estabelecida entre as partes ( pacta sunt servanda ). Ato contínuo, no ano de 1850, há promulgação do Código comercial do Brasil , que, apesar de não fixar uma taxa máxima a qual os juros deveriam ser cobrados enquanto convencionados pelos particulares, vedou o anatocismo (artigo 248, do Código Comercial de 1850) e estipulou um limite de cobrança para os juros não pactuados, que se baseariam nos juros legais e com fulcro apenas na mora (artigo 251, combinado com o artigo 138, ambos do Código Comercial de 1850 - ressalte-se que taisartigos foram revogados pelo Código Civil de 2002) [ 18 ] . República [ editar | editar código-fonte ] Adveio, então, o Código Civil de 1916, que contava com um capítulo acerca dos juros legais e, de maneira expoente e com escopo de coibir a usura, fixou que a taxa dos juros moratórios, quando não convencionada, seria de seis por cento ao ano (artigo 1.062, do Código Civil de 1916). Acrescente-se, ainda, que seriam também de seis por cento ao ano (6% a.a.) os juros devidos por força de lei, ou quando as partes os convencionarem sem taxa estipulada (artigo 1.063, do Código Civil de 1916) [ 19 ] . Assim, na esteira do Código Comercial de 1850, o Código Civil de 1916 não apenas salientou um teto às taxas de juros moratórios e legais, mas também estipulou o valor deste limite, qual seja, de seis por cento ao ano. Era Vargas e a Lei da Usura [ editar | editar código-fonte ] Getúlio Vargas nomeando seus ministros em 1930: anos mais tarde, ainda em seu governo, seria edita a Lei da Usura Com o decorrer do tempo, surgiu a necessidade ainda maior de conter os juros abusivos, ainda que estipulados livremente pelos particulares em comum acordo, uma vez que o governo, à época comandado por Getúlio Vargas , pretendia transferir o dinheiro da esfera financeira para fomentar o polo industrial brasileiro e, consequentemente, possibilitar desenvolvimento socioeconômico no Brasil. Ressalte-se, neste ponto, que a intenção de Vargas estava mancomunada com os ideais do Estado do Bem Estar Social, na medida em que buscava, através de uma intervenção mínima estatal, promover os direitos sociais (evitar excessos do capitalismo financeiro, juros abusivos e o anatocismo). Então, no ano de 1933, Getúlio Vargas promulgou a Lei da Usura (Decreto nº 22.626/33), a qual, visando estabelecer um limite aos abusos perpetrados na fixação da taxa de juros pelos particulares, diante da prerrogativa legal que a eles era deferida, e, tendo em vista o crescimento socioeconômico do país, fixou um limite de taxa de juros de doze por cento ao ano (12% a.a.), bem como a impossibilidade do anatocismo com periodicidade inferior a um ano. Neste diapasão, pertinente ao tema: “A chamada Lei da Usura (LU), decreto n° 22.626, de 07 de abril de 1933, editada pelo Governo Provisório de Getúlio Vargas entronizado pela Revolução de 1930 , no contexto do reordenamento econômico em face da crise de 1929 , estabeleceu em seu art. 1° que é vedado 'estipular em quaisquer contratos taxas de juros superiores ao dobro da taxa legal (Código Civil, art. n. 1.062)'. Ou seja, o decreto proibiu a fixação de taxas de juros superiores a 12% ao ano (ou 1% ao mês). O art. 2° da LU vedou o recebimento de taxas maiores à prevista na lei a pretexto de comissão. E o art. 11 estabeleceu que 'O contrato celebrado com infração desta lei é nulo de pleno direito, ficando assegurado ao devedor a repetição do que houver pago a mais'. Entendeu a doutrina e a jurisprudência que a nulidade atinge somente a cláusula ilegal, sem compreender a nulidade do contrato todo”. [ 20 ] A Constituição brasileira de 1934 e sua sucessora, a Constituição de 1946 , estabeleceram que a usura era uma prática proibida, bem como seria punida na forma da lei. Mais a mais, foi promulgada a Lei nº 1.521/51, que versava sobre os crimes contra a economia popular [ 21 ] . Assim, a usura passou ao status de crime, observando-se mais um expoente legislativo no combate aos abusos na cobrança de juros (ainda que fora da ordem cronológica, cumpre consignar que a Lei nº 4.492/86 também previu a usura como um crime contra o sistema financeiro nacional). Ditadura Militar [ editar | editar código-fonte ] Ato contínuo, sobreveio a Lei nº 4.595/64 – Lei da Reforma Bancária [ 22 ] –, que instituiu a Política Monetária Nacional e, em consequência, abrandou aquela sistemática de combate à usura. Assim, no artigo 4º, inciso IX, da Lei nº 4.595/64 previu-se que competiria ao Conselho Monetário Nacional limitar, sempre que necessário, as taxas de juros, descontos comissões e qualquer outra forma de remuneração de operações e serviços bancários ou financeiros, inclusive os prestados pelo Banco Central brasisleiro. Depreende-se, pois, que há uma exceção à aplicação da Lei da Usura, uma vez que não abarca as instituições financeiras. A corroborar este entendimento, adveio o verbete nº 596, súmula do Supremo Tribunal Federal: “As disposições do Decreto 22.626 de 1933 não se aplicam às taxas de juros e aos outros encargos cobrados nas operações realizadas por instituições públicas ou privadas, que integram o sistema financeiro nacional”. [ 23 ] A Constituição brasileira de 1967 definiu como competência do Presidente da República , através de resolução do Senado Federal , estabelecer e alterar limites de prazos, mínimo e máximo, taxas de juros e demais condições das obrigações emitidas pelos Estados e Municípios (artigo 69, §2º, letra “b”, da Constituição Federal de 1967), o que, ressalta-se, foi confirmado pela Emenda Constitucional nº 1, de 17 de outubro de 1969. Com a evolução do sistema financeiro à época, começou-se a entender que o credor deveria receber os lucros obtidos com o empréstimo, mas não sob a forma de juros, e sim sob a forma do conceito de liquidez . Entre os anos de 1964 e 1984, tal modalidade era a única reconhecida pelo governo, o que contribui, em parte e no início, para o chamado “ Milagre econômico brasileiro ” [ 24 ] . Atual panorama da usura no ordenamento jurídico brasileiro [ editar | editar código-fonte ] Constituição Federal de 1988 [ editar | editar código-fonte ] Cópia original da Constituição brasileira de 1988 . Por sua vez, a Constituição Federal de 1988 , dentro os diversos princípios republicanos e revigorantes de uma nação até então dominada por princípios autoritários e pouco democráticos, estabeleceu no artigo 192 que “o sistema financeiro nacional, estruturado de forma a promover o desenvolvimento equilibrado do País e a servir aos interesses da coletividade, em todas as partes que o compõem, abrangendo as cooperativas de crédito, será regulado por leis complementares que disporão, inclusive, sobre a participação do capital estrangeiro nas instituições que o integram”. Ademais, o artigo 192, em seu parágrafo 3º, previa que “as taxas de juros reais, nelas incluídas comissões e quaisquer outras remunerações direta ou indiretamente referidas à concessão de crédito, não poderão ser superiores a doze por cento ao ano. a cobrança acima deste limite será conceituada como crime de usura, punido, em todas as suas modalidades, nos termos que a lei determinar”. Precitado parágrafo foi revogado pela Emenda Constitucional nº 40, ocasião em que gerou várias discussões acerca do tema, bem como resultou na edição da Súmula Vinculante nº 7, do Supremo Tribunal Federal (temas abaixo explanados). Contudo, não se perca de vista, ainda, que a revogação supracitada não desamparou de maneira absoluta aquele que se vê prejudicado pela prática de usura, na medida em que a Constituição Federal de 1988 traz fundamentos e objetivos que devem guiar as condutas dos cidadãos, bem como direitos e garantias fundamentais que os protegem. Ressalta-se, neste diapasão, que a Constituição estabelece a proteção à dignidade da pessoa humana, além do desenvolvimento pleno da nação. Ademais, urge como um dos direitos e garantias fundamentais a defesa do consumidor (artigo 5º, inciso XXXII, da Constituição Federal de 1988) e, ainda, a proteção deste como agente mantenedor da ordem econômica (artigo 170, inciso V, da Constituição Federal de 1988). Assim, embora suprido precitado parágrafo 3º, não se nega o fato de que a interpretação contratual, bem como eventuais abusos quanto a taxas de juros, devem guiar-se pelos fundamentos, objetivos e direitos e garantias fundamentais previstos na própria Constituição. Por fim, sobrevieram duas importantes normas infraconstitucionais concernentes ao tema: o Código de Defesa do Consumidor e o Código Civil de 2002 . Código de Defesa do Consumidor [ editar | editar código-fonte ] O Código de Defesa do Consumidor [ 25 ] teve como escopo regulamentar o princípio de defesa do consumidor (ainda que pareça redundante), a fim de dar concretude a este preceito constitucional. Acrescente-se, ainda, que, presente uma relação de consumo, mesmo que em face de instituições financeiras (verbete nº 297, súmula do Superior Tribunal de Justiça), o contrato deve ser interpretado com base nos ditames previstos neste Código e, subsidiariamente, no Código Civil de 2002. Insta salientar que tal Código prevê os princípios de hipossuficiência do consumidor , boa-fé objetiva, inversão do ônus da prova e revisão contratual devido à onerosidade excessiva, sendo que visa, dentre outras formas, restabelecer o equilíbrio contratual entre as partes em caso de eventuais cláusulas abusivas (artigo 51, do Código de Defesa do Consumidor). Neste ponto, remete-se àquele entendimento de que o consumidor é hipossuficiente em relação ao fornecedor, razão pela qual o legislador prevê mecanismos de proteção ao primeiro. A título de curiosidade, ressalte-se a existência do chamado “Código de Defesa do Consumidor Bancário”, por intermédio da Resolução nº 2878/01, alterada pela Resolução nº 3.694/09 [ 26 ] , editada pelo Conselho Monetário Nacional e pelo Banco Central. Tal diploma remete a uma possível proteção ao consumidor frente a possíveis abusos perpetrados por instituições financeiras, a fim de que seja reestabelecido o equilíbrio contratual. Código Civil de 2002 [ editar | editar código-fonte ] Alfim, o Código Civil de 2002 [ 27 ] inovou ao trazer uma sistemática de proteção aos juros abusivos também através de princípios . O principal deles é o da função social do contrato (artigo 421, do Código Civil de 2002). Porém, este princípio é vago quanto ao seu conceito, ocasião em que precisa de um aparato que o fundamente a fim de que o combate à usura realmente seja estabelecido. Assim, busca-se manter o sinalagma contratual, pois, caso contrário, pode-se resolver o contrato – desde a sua constituição, a qual foi inexistente ante a lesão (artigo 157, do Código Civil de 2002) ou por causa superveniente devido à onerosidade excessiva (artigos 478/480, do Código Civil de 2002). No que toca a limitação da taxa de juros, prevê o artigo 406, do Código Civil de 2002 que, “quando os juros moratórios não forem convencionados, ou o forem sem taxa estipulada, ou quando provierem de determinação da lei, serão fixados segundo a taxa que estiver em vigor para a mora do pagamento de impostos devidos à Fazenda Nacional”. A taxa SELIC [ editar | editar código-fonte ] Leciona a Professora Doutora Cíntia Rosa Pereira de Lima [ 28 ] , em aula ministrada para a Turma II da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto , explicou que o artigo 13 da Lei nº 9.065, de 20 de junho de 1995, determina que esta taxa é equivalente à taxa referencial do Sistema Especial de Liquidação e de Custódia – taxa SELIC . Continua a doutrinadora dizendo que esta taxa é fixada pelo Comitê de Política Monetária do Banco Central do Brasil – COPOM , bem como se destina à remuneração de títulos públicos em custódia, incluindo juros e correção monetária pelos índices de inflação, razão pela qual não pode ser utilizada como sucedâneo de juros. Ademais, a taxa SELIC reveste-se de acúmulo mensal, o que confronta o disposto no artigo 591, do Código Civil de 2002, que permite apenas a capitalização anual de juros (verbete nº 121, Súmula do Supremo Tribunal Federal: 'é vedada a capitalização de juros, ainda que expressamente convencionada'). Não obstante aos precitados argumentos e também pela falta de segurança desta taxa – já que não tem previsão legal para tanto –, o Superior Tribunal de Justiça, na I Jornada sobre o Código Civil de 2002, fixou um entendimento prévio: 'Jornada STJ 20: A taxa de juros moratórios a que se refere o art. 406 é a do art. 161, §1º do Código Tributário Nacional, ou seja, 1% ao mês. A utilização da taxa SELIC como índice de apuração dos juros legais não é juridicamente segura, porque impede o prévio conhecimento dos juros. não é operacional, porque seu uso será inviável sempre que se calcularem somente juros ou somente correção monetária. é incompatível com a regra do art. 591 do novo Código Civil, que permite apenas a capitalização anual dos juros, e pode ser incompatível com o art. 192, § 3º, da Constituição Federal, se resultarem juros reais superiores a 12% ao ano.' [ 29 ] Portanto, a limitação dos juros deve observar o índice de 1% ao mês, ou seja, 12% ao ano e, através de uma interpretação sistemática deste entendimento com o os dispositivos da Lei de Usura, a Professora Doutora Cíntia Rosa Pereira de Lima ressalta que deve ser considerado o dobro desta taxa legal, ou seja, 2% ao mês ou 24% ao ano. Afora isso, estaria caracterizada a usura . A Súmula Vinculante nº 7, do Supremo Tribunal Federal, e a Emenda Constitucional nº 40/2003 [ editar | editar código-fonte ] Ditava o artigo 192, §3º, da Constituição Federal de 1988 : 'Art. 192. O sistema financeiro nacional, estruturado de forma a promover o desenvolvimento equilibrado do País e a servir aos interesses da coletividade, será regulado em lei complementar, que disporá, inclusive, sobre': (...) '§ 3º - As taxas de juros reais, nelas incluídas comissões e quaisquer outras remunerações direta ou indiretamente referidas à concessão de crédito, não poderão ser superiores a doze por cento ao ano. a cobrança acima deste limite será conceituada como crime de usura, punido, em todas as suas modalidades, nos termos que a lei determinar'. A redação original do supracitado parágrafo estabelecia uma taxa de juros fixa de 12% ao ano. com a Emenda Constitucional nº 40/2003 [ 30 ] , tal dispositivo foi revogado, assim como todos os outros parágrafos que constavam do artigo 192. A Súmula Vinculante nº 7 [ 31 ] , editada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e publicada no Diário da Justiça Eletrônico nº 112, de 20 de junho de 2008, dita o seguinte: 'A norma do §3º do artigo 192 da Constituição, revogada pela Emenda Constitucional nº 40/2003, que limitava a taxa de juros reais a 12% ao ano, tinha sua aplicação condicionada à edição de lei complementar'. A controvérsia que motivou a criação da Súmula Vinculante nº 07 se refere à discussão sobre a auto-aplicabilidade ou não do disposto no artigo 192, §3º, da CF/1988, antes da EC nº 40/2003. Doutrina e jurisprudência , em sentido que pouco divergia, entendiam que tal norma era auto-aplicável, ou seja, não necessitava da edição de lei , ordinária ou complementar, para que passasse a produzir efeitos. Registre-se que, no julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade nº 4, em 07 de março de 1991, o STF entendeu que o dispositivo não era inconstitucional, mas aguardava, apenas, a edição de lei complementar que o regulamentasse, sendo que deveria ser observada a legislação anterior à Constituição de 1988 naquilo que fosse necessário. [ 32 ] Todavia, antes da EC nº40/2003, sem que o Congresso Nacional editasse tal lei, os bancos e demais instituições financeiras ficaram livres para fixar suas taxas de juros. Foram, então, incontáveis os julgamentos que contrariavam a orientação do STF, onde eram limitadas as taxas de juros mediante a aplicação da Lei da Usura (Decetro-Lei nº 22.626/1933) e do Código de Defesa do Consumidor (CDC) [ 33 ] . afinal, sem lei que regulamentasse o artigo 192, §3º, da CF/88, a cobrança de juros excessivos (usura) começava a surgir, correndo-se o risco de se tornar uma conduta recorrente. Assembléia Constituinte : controvérsias na redação do artigo 192. Todavia, com a manutenção da ausência de regulamentação legal (muito pela discussão que se tinha em relação à norma constitucional) e consequente inaplicabilidade prática do dispositivo, a EC nº40/2003 revogou os parágrafos do artigo 192 da Constituição Federal. Assim, o STF decidiu por editar referida súmula, afirmando que a aplicabilidade de tal dispositivo, e, conseqüentemente, da taxa de juros reais fixada, dependia de edição de lei complementar, que, saliente-se, jamais foi editada. Apesar de questionada no meio jurídico, tal decisão se baseou no fato prático e cotidiano de que a taxa de juros de uma economia jamais pode ser fixada por lei ou ainda pela própria Constituição. Isso porque tal taxa depende de uma série de indicadores macro e microeconômicos, além de variáveis referentes à economia nacional e também internacional [ 34 ] . Em tese, acreditava-se que tal dispositivo seria benéfico para a economia nacional, pois se mostrava aliado aos preceito de estabilidade econômica e respeito à ordem econômica preconizados pela Assembléia Constituinte de 1988. Todavia, a prática de uma economia capitalista emergente se mostrou oposta à conjectura, o que ensejou a revogação do §3º do artigo 192 e a edição de tal súmula. Usura Real e Usura Pecuniária [ editar | editar código-fonte ] Importante que se diferencie referidos conceitos. Isso porque o artigo 4º da Lei nº 1.521/51 (que prevê os crimes contra a economia popular) insere a prática das usuras pecuniária e real no rol de delitos contra a economia popular e assim determina: Constitui crime da mesma natureza contra a economia popular a usura pecuniária ou real, assim se considerando: a) cobrar juros, comissões ou descontos percentuais, sobre dívidas em dinheiro, superiores à taxa permitida em lei. cobrar ágio superior à taxa oficial de câmbio, sobre quantia permutada por moeda estrangeira. ou, ainda, emprestar sob penhor que seja privativo de instituição oficial de crédito. b) obter ou estipular, em qualquer contrato, abusando da premente necessidade, inexperiência ou leviandade de outra parte, lucro patrimonial que exceda o quinto do valor corrente ou justo da prestação feita ou prometida. Para estabelecer melhor diferenciação, Deltan Martinazzo Dallagnol [ 35 ] traz ao debate os conceitos de tais tipos de usuras. Para tanto, explicita que a usura pecuniária “é aquela em que ocorre cobrança de juros excessiva, que ultrapassa os limites legais. já a usura real é aquela em que ocorre estipulação contratual de vantagem desproporcional, que ultrapasse um quinto do valor da prestação feita ou prometida, abusando de necessidade, inexperiência ou leviandade da outra parte.” [ 36 ] . Conclui-se, portanto que a usura pecuniária é o empréstimo de pecúnia (dinheiro) com fixação de taxa de juros superior àquela estipulada em lei, o que resulta em lucro excessivo por parte do credor e prejuízo por parte do devedor. Nesse sentido, considera-se também a cobrança excessiva de ágio , ou seja, superior à taxa oficial de câmbio sobre quantia permutada em moeda estrangeira. Ainda, o empréstimo sob penhor que seja privativo de instituição oficial de crédito também pode ser considerado como usura pecuniária, bem como o anatocismo, que é a cobrança de juros sobre juros, acrescidos ao saldo devedor, em razão de não terem sido quitados os mesmos quando do vencimento da dívida. A usura real seria, portanto, a obtenção de lucro mediante contrato patrimonial que exceda o quinto do valor corrente ou justo da prestação feita ou prometida, abusando o credor da premente necessidade, inexperiência ou leviandade da outra parte. Como visto, tais condutas são criminalizadas pelo ordenamento jurídico brasileiro. Referências ↑ a b c Socialismo um Utopia Cristã, Luiz Francisco Fernandes de Souza , pp. 88-89. ↑ SILVA, Antônio de Pádua Collet e. Entendendo os aspectos legais dos juros. 2000. p.1-2. ↑ SILVA, De Plácido e. Vocabulário Jurídico. 15. ed. Rio de Janeiro : Forense, 1999, p.469 - 470 ↑ ALENCAR, Martsung F.C.R.. Noções básicas sobre juros e o combate histórico à usura. Jus Navigandi, Teresina, ano 11, n. 1000, 28 mar. 2006 . Disponível em: < http://jus.com.br/revista/texto/8158 >. ↑ MIRANDA, Pontes de. Tratado de Direito Privado. 3. ed. Rio de Janeiro: Borsoi, 1971. P.26 ↑ ALENCAR, Martsung F.C.R.. Noções básicas sobre juros e o combate histórico à usura. Jus Navigandi, Teresina, ano 11, n. 1000, 28 mar. 2006 . Disponível em: < http://jus.com.br/revista/texto/8158 >. ↑ COSER, José Reinaldo. Juros. Leme – SP : LED - Editora de Direito, 2000. p. 20-21 ↑ CLAVERO, Bartolomé. Religión y derecho. Mentalidades y paradigmas. In: Historia, Instituciones, Documentos, n. 11. Sevilla: 1985, p. 77. Disponível em: < http://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=58165 >. Acesso em 08 de meio de 2013. ↑ ARISTÓTELES, 1252 a.C.. A Política. Tradução de Roberto Leal Ferreira. 2 ed., São Paulo: Martins Fontes, 1998. p.28 ↑ Trad. da versão de 1215 ↑ 'A prática da usura sob a ótica da Igreja Cristã do século XIII' - Paulo Cesar Tomaz. Disponível em: http://www.historiaehistoria.com.br/materia.cfm?tb=artigos&id=211#_edn1 - acessado em 20.05.2013 ↑ O valor do lucro: usura e justiça nas Ordenações Afonsinas - Maria Eduarda Praxedes Silva - Disponível em: http://bdm.bce.unb.br/bitstream/10483/4656/1/2013_MariaEduardaPraxedesSilva.pdf . Acessado em 20.05.2013 (séc. XV ↑ Primo, utrum sit peccatum accipere pecuniam in pretium pro pecunia mutuata, quod est accipere usuram. Secundo, utrum liceat pro eodem quamcumque utilitatem accipere quasi in recompensationem mutui. Tertio, utrum aliquis restituere teneatur id quod de pecunia usuraria iusto lucro lucratus est. Quarto, utrum liceat accipere mutuo pecuniam sub usura . (ST, IIª-IIae p. 78) ↑ União Islâmica - O sistema econômico no Islam. Disponível em: http://www.uniaoislamica.com.br/index.php?r=conteudo/view&id=158 – acesso em 20.05.2013 ↑ WALD, Arnoldo. Curso de direito civil brasileiro: obrigações e contratos. 11. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 1994. ↑ Ord. Afonsinas - LIVRO IV, TÍTULO XVIIII: Das Usuras, como som defesas, e em que caso se podem levar segundo Direito Canonico.(Cont.). Disponível em: http://www.ci.uc.pt/ihti/proj/afonsinas/l4p98.htm . Acesso em 20.05.2013 ↑ Ord. Filipinas - Livro 4 Tit. 66: Da doação ou venda feita por homem casado a sua barregã (Conc.) Livro 4 Tit. 67: Dos contratos usurários. Disponível em: http://www1.ci.uc.pt/ihti/proj/filipinas/l4p871.htm . Acesso em 20.05.2013 ↑ Código Comercial de 1850. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l0556-1850.htm - Acesso em 20.05.2013 ↑ Planalto Central - Código Civil de 1916 - Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L3071impressao.htm - acesso em 20.05.2013 ↑ DALLAGNOL, Deltan Martinazzo. Limite dos juros remuneratórios no direito brasileiro infraconstitucional. Doutrina e jurisprudência. Uma solução para além do limite constitucional da taxa de juros. Jus Navigandi, Teresina, ano 7, n. 59, 1 out. 2002. Disponível em: < http://jus.com.br/artigos/3264 >. Acesso em: 16 de maio de 2013. ↑ Planalto Central - Crimes contra a economia popular. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L1521compilado.htm - acesso em 20.05.2013 ↑ Planalto Central - Lei nº 4595/64 - Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L4595compilado.htm - acesso em 20.05.2013 ↑ Súmula 596, do Supremo Tribunal Federal. Disponível em: http://www.stf.jus.br/portal/jurisprudencia/listarJurisprudencia.asp?s1=596.NUME . NAO S.FLSV.&base=baseSumulas - acesso em 20.05.2013 ↑ * SIMONSEN, M. H. INFLAÇÃO: Gradualismo X Tratamento de CHOQUE Editora Biblioteca da Universidade de Brasília, 1967. ↑ Planalto Central - Código de Defesa do Consumidor. Disponível em: - http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8078.htm acesso em 13.05.2013 ↑ Resolução nº 3.694/09 - Disponível em: http://www.mp.sp.gov.br/portal/page/portal/cao_consumidor/legislacao/leg_instituicoes_financeiras/leg_if_bancos_legislacao_federal/RESOLUCAO%203694%20BACEN.htm - acesso em 13.05.2013 ↑ Planalto Central - Código Civil de 2002. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2002/L10406compilada.htm - acesso em 20.05.2013 ↑ CNPq - Currículo Lattes - Cíntia Rosa Pereira de Lima - Disponível em: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?metodo=apresentar&id=K4719549J8 - acessado em 18.05.2013 ↑ ENUNCIADOS APROVADOS – I JORNADA DE DIREITO CIVIL - Disponível em: http://daleth.cjf.jus.br/revista/enunciados/ijornada.pdf - acesso em 18.05.2013 ↑ Emenda Constitucional nº40/2003 - Planalto Central - disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/Emendas/Emc/emc40.htm - acesso em 14.04.2013 ↑ Súmula Vinculante nº 7, Supremo Tribunal Federal. Disponível em http://www.stf.jus.br/portal/jurisprudencia/listarJurisprudencia.asp?s1=7.NUME.%20E%20S.FLSV.&base=baseSumulasVinculantes - acesso em 15.04.2013 ↑ ADIn nº 4 - Supremo Tribunal Federal. Acessado em 12.04.2013. Disponível em http://www.stf.jus.br/portal/processo/verProcessoAndamento.asp?numero=4&classe=ADI&codigoClasse=0&origem=JUR&recurso=0&tipoJulgamento=M ↑ A força do livre mercado e concorrência para reduzir os juros - Roberto Silva da Rocha. Disponível em: http://silvadarocha.com.br/site/tag/lei-da-usura/ - acesso em 10.04.2013 ↑ CABRAL, Bruno Fontenele. Breves comentários sobre as atuais súmulas vinculantes do Supremo Tribunal Federal. Jus Navigandi, Teresina, ano 16, n. 2839, 10 abr. 2011 . Disponível em: < http://jus.com.br/revista/texto/18871 >. Acesso em: 14.04.2013. ↑ Deltan Martinazzo Dallagnol by Harvard University. Disponível em: http://www.drclas.harvard.edu/brazil/people/ddallagnol - acesso em 13.05.2013 ↑ DALLAGNOL, Deltan Martinazzo. Limite dos juros remuneratórios no direito brasileiro infraconstitucional. Doutrina e jurisprudência. Uma solução para além do limite constitucional da taxa de juros. Jus Navigandi, Teresina, ano 7, n. 59, 1 out. 2002. Disponível em: < http://jus.com.br/artigos/3264 > - acesso em 13.05.2013. Ligações externas [ editar | editar código-fonte ] Lei de Usura (em português ) Código Comercial (em português ) Código Civil de 1916 (em português ) Crimes Contra a Economia Popular (em português ) Política Monetára (em português ) Crimes contra o sistema financeiro nacional (em português ) Constituição Federal de 1988 (em português ) Código de Defesa do Consumidor (em português ) Código Civil de 2002 (em português ) Súmulas do Supremo Tribunal Federal (em português ) Súmulas do Superior Tribunal de Justiça (em português ) Bibliografia [ editar | editar código-fonte ] SILVA, Antônio de Pádua Collet e (2000). Entendendo os aaspectos legais dos juros . [S.l.: s.n.] Texto ' Edição ' ignorado ( ajuda ) SILVA, De Plácido e (1999). Vocuabulário Jurídico 15ª ed. Rio de Janeiro: Forense. pp. 469–470 MIRANDA, Pontes de (1971). Tratado de Direito Privado . 3 . Rio de Janeiro: Borsoi. 26 páginas COSER, José Reinaldo (2000). Juros . São Paulo: Editora de Direito. pp. 20–21 ARISTÓTELES (1998). A Política . Tradução de Roberto Leal Ferreira 2 ed. São Paulo: Martins Fontes. 28 páginas WALD, Arnoldo (1994). Curso de direito civil brasileiro . obrigações e contratos 11 ed. São Paulo: Revista dos Tribunais DINIZ, Maria Helena (2008). Curso de direito civil brasileiro . Teoria Geral das Obrigações. 2 . [S.l.]: Saraiva Reale Júnior, Miguel (2005). O factoring e o crime de usura . São Paulo: DPJ Ed. Mendes Neto, José (2002). Crime de usura . Tese de Mestrado 28 ed. São Paulo: [s.n.] Magalhães, José Carlos de (2001). O Supremo Tribunal Federal, a taxa de juros, a ética e a constituição. Artigo científico ed. São Paulo: [s.n.] Obtida de ' https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Usura&oldid=48636194 ' Categorias : Crimes Finanças Negócios bancários Categoria oculta: !Páginas com referências com parâmetros indefinidos Menu de navegação Ferramentas pessoais Não autenticado Discussão Contribuições Criar uma conta Entrar Domínios Artigo Discussão Variantes Vistas Ler Editar Editar código-fonte Ver histórico Mais Busca Navegação Página principal Conteúdo destacado Eventos atuais Esplanada Página aleatória Portais Informar um erro Loja da Wikipédia Colaboração Boas-vindas Ajuda Página de testes Portal comunitário Mudanças recentes Manutenção Criar página Páginas novas Contato Donativos Imprimir/exportar Criar um livro Descarregar como PDF Versão para impressão Noutros projetos Wikimedia Commons Ferramentas Páginas afluentes Alterações relacionadas Carregar ficheiro Páginas especiais Hiperligação permanente Informações da página Elemento Wikidata Citar esta página Noutros idiomas ܐܪܡܝܐ Български Català Čeština Dansk Deutsch Ελληνικά English Esperanto Español Eesti فارسی Suomi Français עברית Hrvatski Magyar Íslenska Italiano 日本語 Қазақша 한국어 Lietuvių Nederlands Norsk nynorsk Norsk Polski Română Русский Sicilianu Srpskohrvatski / српскохрватски Simple English Slovenčina Svenska Українська اردو 中文 粵語 Editar ligações Esta página foi editada pela última vez à(s) 01h57min de 24 de abril de 2017. Este texto é disponibilizado nos termos da licença Creative Commons - Atribuição - Compartilha Igual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0) . pode estar sujeito a condições adicionais. Para mais detalhes, consulte as condições de uso . Política de privacidade Sobre a Wikipédia Avisos gerais Programadores Declaração sobre cookies Versão móvel



https://an.wikipedia.org/wiki/16_de_chulio
  16 de chulio - Biquipedia, a enciclopedia libre 16 de chulio De Biquipedia Ir ta: navego , busca Chn - Chulio - Ago 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 Calandario d'escaicimientos Contenius 1 Escaicimientos 1.1 Aragón 1.2 Atros países 1.2.1 Sieglo VII 1.2.2 Sieglo XIII 1.2.3 Sieglo XIV 1.2.4 Sieglo XV 1.2.5 Sieglo XVII 1.2.6 Siglo XVIII 1.2.7 Siglo XIX ... Escaicimientos [ editar | editar código ] Aragón [ editar | editar código ] 1767 - ye canonizato l' aragonés Sant Chusep de Calasanz por o Papa Climent XIII . Atros países [ editar | editar código ] Sieglo VII [ editar | editar código ] 622 - fecha de prencipio d'o calandario musulmán , que estió establito dimpués por o califa Umar ibn al-Khattāb . Sieglo XIII [ editar | editar código ] Sancho o Fuerte , rei ... ( Castellón ) ye conquerita por o rei d'Aragón Chaime I . Sieglo XIV [ editar | editar código ] 1344 CACHE

16 de chulio - Biquipedia, a enciclopedia libre 16 de chulio De Biquipedia Ir ta: navego , busca Chn - Chulio - Ago 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 Calandario d'escaicimientos Contenius 1 Escaicimientos 1.1 Aragón 1.2 Atros países 1.2.1 Sieglo VII 1.2.2 Sieglo XIII 1.2.3 Sieglo XIV 1.2.4 Sieglo XV 1.2.5 Sieglo XVII 1.2.6 Siglo XVIII 1.2.7 Siglo XIX 1.2.8 Sieglo XX 2 Naixencias 2.1 Aragón 2.2 Atros países 2.2.1 Sieglo XII 2.2.2 Sieglo XV 2.2.3 Sieglo XVII 2.2.4 Sieglo XVIII 2.2.5 Sielo XIX 2.2.5.1 Anyos 1800 2.2.5.2 Anyos 1820 2.2.5.3 Anyos 1830 2.2.5.4 Anyos 1840 2.2.5.5 Anyos 1850 2.2.5.6 Anyos 1860 2.2.5.7 Anyos 1870 2.2.5.8 Anyos 1880 2.2.5.9 Anyos 1890 2.2.6 Sieglo XX 2.2.6.1 Anyos 1900 2.2.6.2 Anyos 1910 2.2.6.3 Anyos 1920 2.2.6.4 Anyos 1930 2.2.6.5 Anyos 1940 2.2.6.6 Anyos 1950 2.2.6.7 Anyos 1960 2.2.6.8 Anyos 1970 2.2.6.9 Anyos 1980 3 Defuncions 3.1 Aragón 3.2 Atros países 3.2.1 Sieglo XIII 3.2.2 Sieglo XIV 3.2.3 Sieglo XV 3.2.4 Sieglo XVI 3.2.5 Sieglo XVII 3.2.6 Sieglo XVIII 3.2.7 Sieglo XIX 3.2.8 Sieglo XX 3.2.8.1 Anyos 1910 3.2.8.2 Anyos 1930 3.2.8.3 Anyos 1940 3.2.8.4 Anyos 1950 3.2.8.5 Anyos 1960 3.2.8.6 Anyos 1970 3.2.8.7 Anyos 1980 3.2.8.8 Anyos 1990 3.2.9 Sieglo XXI 4 Vinclos externos 5 Referencias Escaicimientos [ editar | editar código ] Aragón [ editar | editar código ] 1767 - ye canonizato l' aragonés Sant Chusep de Calasanz por o Papa Climent XIII . Atros países [ editar | editar código ] Sieglo VII [ editar | editar código ] 622 - fecha de prencipio d'o calandario musulmán , que estió establito dimpués por o califa Umar ibn al-Khattāb . Sieglo XIII [ editar | editar código ] Sancho o Fuerte , rei de Navarra , en a batalla d'as Landas de Tolosa , (vidriera en Roncesvals ). 1212 - en a batalla d'as Landas de Tolosa , os almuades son vencitos por os exercitos d' Aragón , Castiella , Navarra y Portugal . 1228 - o Papa Gregorio IX canoniza a Sant Francisco d'Asís . 1233 - a villa de Burriana ( Castellón ) ye conquerita por o rei d'Aragón Chaime I . Sieglo XIV [ editar | editar código ] 1344 - fin d'a independencia d'o Reino de Mallorca : Chaime III de Mallorca , conte de Rosellón y Cerdanya , que s'heba refuchiato con os contes de Foix , os suyos vasallos, ye desposeito d'os suyos tetulos por Pero IV , rei d'Aragón . 1377 - Ricardo II ye coronato rei d' Anglaterra , sucedendo a o suyo güelo Eduardo III . 1394 - o rei de Francia Carlos VI ordena a expulsión d'os chodigos de Francia . Sieglo XV [ editar | editar código ] 1465 - batalla de Montlhéry , amán de París , entre as tropas de Loís XI , rei de Francia , y os suyos nobles revoltatos ( Liga d'o Bien Publico ), conducitos por Carlos, conte de Charolés (que estió dito dimpués Carlos o Temerario ). Sieglo XVII [ editar | editar código ] 1651 - setio de Montblanc : a ciudat catalana de Montblanc ye setiada por as tropas de Castiella en a Guerra d'os Segadors . 1696 - ye fundata a villa de Mariana , a primera ciudat d'o actual estato brasilenyo de Minas Gerais , y a suya primera capital . Siglo XVIII [ editar | editar código ] 1790 - ye establita a ciudat de Washington, DC , a capital d'os Estatos Unitos . Siglo XIX [ editar | editar código ] 1835 - en a Primera Guerra Carlista tien lugar a batalla de Mendigorría , con victoria d'os liberals. 1862 - en a Guerra Civil Estatounitense , David Farragut ye nombrato o primer contraalmirante d'a United States Navy . Sieglo XX [ editar | editar código ] 1918 - en a ciudat d' Iekaterimburgo ( Rusia ), os bolcheviques exacutan a o zar de Rusia Nicolau II y a la suya familia. 1931 - o emperador d' Etiopia Haile Selassie sinna a primera Constitución d'o país. 1942 - redata d'o Velodromo d'Hibierno en París : as autoridatz d'a Francia de Vichy detienen a 13.152 chodigos y los entregan a la Gestapo d'o Tercer Reich . 1945 - primera explosión d'una bomba atomica , en o marco d'o prochecto Manhattan . 1948 - a ciudat de Nazaret ye presa por o Exercito israelí . 1951 - o rei de Belchica Leopoldo III abdica en o suyo fillo, Balduino I . 1965 - inauguración d'o tonel de Mont Blanc , en os Alpes , con a presencia de Giuseppe Saragat y Charles de Gaulle , presidents d' Italia y Francia . 1969 - ye lanzata a nau espacial Apolo XI , ta portar o primer hombre a la Luna . 1971 - o dictador espanyol Francisco Franco nombra como o suyo futuro sucesor a lo prencipe Chuan Carlos , con o tetulo de rei . 1990 - un tierratremo en as Filipinas causa 1.450 muertos. 1995 - o president de Francia Jacques Chirac acepta a responsabilidat de l'estato en a persecución d'os chodigos en Francia , en a conmemoración de l'aniversario d'a redada d'o Velodromo d'Hibierno . Naixencias [ editar | editar código ] Aragón [ editar | editar código ] 1921 - naixencia en Zaragoza d'o poeta aragonés Miguel Labordeta , chirmán de José Antonio Labordeta († 1969 ). Atros países [ editar | editar código ] Sieglo XII [ editar | editar código ] 1194 - naixencia en Asís (hue provincia de Perugia , Italia ) de Santa Clara d'Asís († 1253 ). Sieglo XV [ editar | editar código ] 1409 - naixencia en Angers ( Reino de Francia ) de Renato I de Nápols , Rei d'Aragón , de Nápols y de Cherusalem († 1480 ). 1486 - naixencia en Florencia d'o pintor italián Andrea del Sarto . Sieglo XVII [ editar | editar código ] 1608 - naixencia en Graz ( Estiria ) d'o emperador d'o Sacro Imperio Román Chermanico Ferrando III d'Habsburgo . 1611 - naixencia en Graz ( Estiria ) de Cecilia Renata d'Habsburgo , que se casó con o rei de Polonia Ladislau IV . Sieglo XVIII [ editar | editar código ] 1714 - naixencia en Engolesme ( Charanta ) d'o melitar y incheniero francés Marc-René de Montalembert . 1715 - naixencia en Versailles d'o noble , melitar y politico francés Carlos de Rohan-Soubisse . 1723 - naixencia en Plympton ( Devon , Anglaterra ) d'o pintor britanico Joshua Reynolds . 1776 - naixencia en Bouxwiller ( Alsacia , Francia ) d'o medico y naturalista alemán Ludwig Heinrich Bojanus . 1784 - naixencia en Roma d'o poeta , escritor y letrista italián Jacopo Ferretti . 1796 - naixencia en París d'o pintor francés Camille Corot . Sielo XIX [ editar | editar código ] Anyos 1800 [ editar | editar código ] 1808 - naixencia en Trapani ( Secilia ) d'o politico italián Vincenzo Fardella di Torrearsa . Anyos 1820 [ editar | editar código ] 1829 - naixencia en Gorizia (hue Friuli-Venecia Chulia , Italia ) d'o lingüista italián Graziadio Isaia Ascoli . Anyos 1830 [ editar | editar código ] 1832 - naixencia en Nápols d'o marino , melitar y politico italián Ferdinando Acton . 1836 - naixencia en Clarmont-Ferrand ( Puèi Domat ) d'o pianista , pedagogo y musicografo francés Antoine François Marmontel . Anyos 1840 [ editar | editar código ] 1846 - naixencia en Langenhorn ( Schleswig-Holstein ) d'o pedagogo y filosofo alemán Friedrich Paulsen . Anyos 1850 [ editar | editar código ] 1855 - naixencia en Tournai ( Belchica ) d'o poeta belga Georges Rodenbach . 1858 - naixencia en Lidje ( Belchica ) d'o musico , compositor y director de orquesta belga Eugène Ysaÿe . - naixencia en Miševići ( districto de Zlatibor ) d'o melitar serbio Petar Bojović . Anyos 1860 [ editar | editar código ] 1860 - naixencia en Randers ( Chutlandia Central ) d'o lingüista danés Otto Jespersen . Anyos 1870 [ editar | editar código ] 1870 - naixencia en Berlín d'o taxonomo y botanico alemán Hermann Harms . 1872 - naixencia en Borge ( Østfold ) d'o explorador noruego Roald Amundsen . 1873 - naixencia en Miskolc ( Borsod-Abaúj-Zemplén ) d'o medico , psiquiatra y psicoanalista hongaro Sándor Ferenczi . Anyos 1880 [ editar | editar código ] 1881 - naixencia en L'Habana de l' antropologo cubán Fernando Ortiz Fernández . 1883 - naixencia en Filadelfia ( Pennsilvania ) d'o fotografo estatounitense Charles Sheeler . 1886 - naixencia en Albi ( Tarn ) d'o escritor y poeta francés Pierre Benoit . 1888 - naixencia en Amsterdam d'o fisico neerlandés Frederik Zernike , Premio Nobel de Fisica en 1953 . 1889 - naixencia en West Point ( Mississippi ) de l' actor y productor cinematografico estatounitense Larry Semon . Anyos 1890 [ editar | editar código ] 1896 - naixencia en Turín ( Piemont ) d'o ciclista italián Federico Gay . - naixencia en Oslo d'o politico noruego Trygve Lie . - naixencia en Wildeck ( Hesse ) d'o biologo alemán Otmar Freiherr von Verschuer , que estió en o Tercer Reich colaborador d'os experimentos d' euchenesia d'o nazismo y d'o doctor Josef Mengele . Sieglo XX [ editar | editar código ] Anyos 1900 [ editar | editar código ] L'actriz estatounitense Barbara Stanwyck , naixita o 16 de chulio de 1907 . 1902 - naixencia en Kazan ( Tatarstan ) d'o psicologo y neurologo ruso Alexandre Romanovich Luria . 1903 - naixencia en Villa Lagarina ( Trentino-Alto Adigio ) de l' arquitecto italián Adalberto Libera . - naixencia en Chicago ( Illinois ) d'a actriz estatounitense Mary Philbin . 1904 - naixencia en Ezcaray ( A Riocha ) d'o poeta espanyol Armando Buscarini . - naixencia en Betanzos ( A Coruña ) de l' actor , director cinematografico , productor y guionista gallego Ricardo Núñez Lissarrague . - naixencia en Zagarolo ( Lazio ) d'o compositor italián Goffredo Petrassi . 1906 - naixencia en Vienna ( Cheorchia ) d'o director cinematografico estatounitense Vincent Sherman . 1907 - naixencia en Nueva York ( Nueva York ) de l' actriz estatounitense Barbara Stanwyck († 1990 . [1] Anyos 1910 [ editar | editar código ] 1911 - naixencia en Plymouth ( Devon , Anglaterra ) d'o escritor britanico Victor Canning . - naixencia en Marquette ( Michigan ) de l' arquitecto estatounitense John Lautner . - naixencia en Independence ( Missouri ) de l' actriz estatounitense Ginger Rogers († 1995 ). [2] 1915 - naixencia en Bedford Hills ( Nueva York ) de l' actor estatounitense Barnard Hughes . 1917 - naixencia en Montpeller ( Erau ) d'o escritor y periodista francés Georges Arnaud . 1919 - naixencia en Wonju ( Gangwon ) d'o politico sudcoreán Choi Kyu-ha . Anyos 1920 [ editar | editar código ] 1920 - naixencia en Río de Janeiro d'a cantaire y actriz brasilenya Elizeth Cardoso . 1925 - naixencia en Saint Louis ( Missouri ) d'o musico estatounitense de jazz Cal Tjader . 1926 - naixencia en Nueva York d'o bioquimico estatounitense Irwin Rose , Premio Nobel de Quimica en 2004 . 1928 - naixencia en Londres d'a escritora y critico d'arte britanica Anita Brookner . - naixencia en Copenaguen d'o tenor danés Ticho Parly . - naixencia en Nueva York d'o escritor estatounitense Robert Sheckley . - naixencia en Baton Rouge ( Loisiana ) d'o politico estatounitense David C. Treen . Anyos 1930 [ editar | editar código ] 1930 - naixencia en Cairo ( Echipto ) d'o compositor y musico francés Guy Béart . 1932 - naixencia en Pittsburgh ( Pennsilvania ) d'o politico estatounitense Dick Thornburgh . 1933 - naixencia en Chenova ( Liguria ) d'o politico italián Agostino Gambino . 1934 - naixencia en Montevideo de l' actor uruguayo George Hilton . 1936 - naixencia en Takasaki ( Kantō ) d'o politico chaponés Yasuo Fukuda . 1937 - naixencia en Washington, DC d'o politico estatounitense Richard Bryan . 1939 - naixencia en Piombino ( Toscana ) d'o futbolista y entrenador de fútbol italián Lido Vieri . Anyos 1940 [ editar | editar código ] 1941 - naixencia en Kingston d'o cantaire y compositor chamaicán Desmond Dekker . - naixencia en Roma ( Italia ) d'o fisico san marinés Luciano Maiani . 1942 - naixencia en Albury ( Nueva Galas d'o Sur ) d'a tenista australiana Margaret Smith Court . 1943 - naixencia en Agus Claras ( Holguín ) d'o escritor y poeta cubán Reinaldo Arenas . 1946 - naixencia en Pittsburgh ( Pennsilvania ) de l' actor estatounitense Richard LeParmentier . - naixencia en São Paulo d'o musico brasilenyo Toquinho . 1947 - naixencia en Mobile ( Alabama ) d'a politico estatounitense Alexis Herman . - naixencia en Nueva York de l'activista estatounitense Assata Shakur , melitant d'os Panteras Negras . 1948 - naixencia en Valencia d'a politico valenciana Rita Barberá . - naixencia en Ciudat de Panamá d'o cantaire , musico , actor y politico panamenyo Rubén Blades . - naixencia en Katrineholm ( condato de Södermanland ) d'o futbolista y entrenador de fútbol sueco Lars Lagerbäck . - naixencia en Tel Aviv d'o vriolinista israelí Pinchas Zukerman . Anyos 1950 [ editar | editar código ] 1952 - naixencia en Alexandria ( Virchinia ) d'o musico estatounitense Stewart Copeland , miembro de The Police . 1955 - naixencia en Oldham ( Gran Manchester , Anglaterra ) d'a musico britanica Annie Whitehead . 1956 - naixencia en Nueva York d'o dramaturgo y escritor estatounitense Tony Kushner . 1957 - naixencia en Lviv ( Ucraína ) d'a escritora rusa Alexandra Marinina . 1958 - naixencia en Chicago ( Illinois ) d'o danzaire , musico y coreografo estatounitense Michael Flatley . Anyos 1960 [ editar | editar código ] 1963 - naixencia en Nueva York de l' actriz estatounitense Phoebe Cates . - naixencia en Liubliana d'o futbolista y entrenador de fútbol eslovén Srečko Katanec . - naixencia en Malmö ( condato d'Escania ) d'o tenista sueco Mikael Pernfors . - naixencia en Bromley ( Kent ) d'o disc jockey britanico Fatboy Slim . 1964 - naixencia en Kutaisi d'a politica cheorchiana Nino Burjanadze . - naixencia en Villava ( Navarra ) d'o ciclista navarro Miguel Indurain . 1965 - naixencia en Marostica ( Veneto ) d'o ciclista italián Gianni Faresin . - naixencia en Buckingham d'o chugador de hockey sobre chelo canadiense Claude Lemieux . - naixencia en Brno ( Moravia ) d'o poeta checo Milan Ohnisko . - naixencia en Bridgeport ( Connecticut ) d'o chugador de baloncesto estatounitense Charles Daniel Smith . 1967 - naixencia en Newport Beach ( California ) de l' actor estatounitense Will Ferrell . 1968 - naixencia en Wichita ( Kansas ) d'o chugador de fútbol americano estatounitense Barry Sanders . - naixencia en Bellevue ( Washington ) de Larry Sanger , uno d'os co-fundadors de Wikipedia . 1969 - naixencia en o Bronch de Nueva York de l' actor estatounitense Daryl Mitchell . Anyos 1970 [ editar | editar código ] 1970 - naixencia en Bangkok d'o director cinematografico tailandés Apichatpong Weerasethakul . 1971 - naixencia en Los Angeles ( California ) de l' actor estatounitense Corey Feldman . - naixencia en York ( Pennsilvania ) d'o cantaire estatounitense Ed Kowalczyk . - naixencia en Vigo ( Pontevedra ) d'o musico gallego Carlos Núñez . 1973 - naixencia en Varese ( Lombardía ) d'o ciclista italián Stefano Garzelli . 1974 - naixencia en Seattle ( Washington ) d'o musico y cantaire estatounitense Jeremy Enigk . - naixencia en Bilbao d'a escritora vasca Laura Espido Freire . 1975 - naixencia en São Paulo d'a modelo y actriz brasilenya Ana Paula Arósio . - naixencia en Bree ( Limburgo ) d'o piloto automobilistico belga Bas Leinders . 1976 - naixencia en Asunción d'o futbolista paraguayo Carlos Humberto Paredes . - naixencia en Ebenau ( Salzburgo ) d'a esquiadora neozelandesa Claudia Riegler . - naixencia en Minsk (hue Belarrusia ) d'a tenista israelí Anna Smashnova . 1978 - naixencia en Madrit d'a actriz espanyola Irene Visedo . 1979 - naixencia en Milwaukee ( Wisconsin ) d'o chugador de baloncesto estatounitense Chris Mihm . Anyos 1980 [ editar | editar código ] 1980 - naixencia en Adelaida ( Australia d'o Sud ) d'o chugador de golf australián Adam Scott . 1981 - naixencia en Valencia d'o futbolista valencián Vicente Rodríguez . 1982 - naixencia en San Chusé d'o futbolista costarricense Michael Umaña . 1983 - naixencia en Arad ( condato d'Arad ) d'o futbolista rumán Adrian Pit . 1987 - naixencia en Lima d'o futbolista peruán Andrés Vasquez . 1988 - naixencia en Sabadell ( Vallés Occidental ) d'o futbolista catalán Sergi Busquets i Burgos . [3] 1989 - naixencia en Cardiff ( condato de Glamorgan ) d'o futbolista galés Gareth Bale . Defuncions [ editar | editar código ] Aragón [ editar | editar código ] 1943 - muere en Codo ( Campo de Belchit ) l'atleta Dionisio Carreras Salvador (n. 1890 ). [4] Atros países [ editar | editar código ] Sieglo XIII [ editar | editar código ] 1216 - muere en Perugia ( Umbría ) o Papa Inocencio III . Sieglo XIV [ editar | editar código ] 1324 - muere Go-Uda , emperador d'o Chapón . 1342 - muere en Visegrád ( condato de Pest ) Carlos I , rei d'Hongría y Croacia . Sieglo XV [ editar | editar código ] 1465 - muere en a batalla de Montlhéry , amán de París , o noble y melitar francés Pierre de Brézé , gran senescal d' Anchú , de Poitu y de Normandía . 1487 - muere en Roma ( Italia ) Carlota I de Chipre , reina de Chipre . Sieglo XVI [ editar | editar código ] 1557 - muere en Chelsea ( Londres ) Ana de Cleves , reina d' Anglaterra y cuarta esposa d' Henrique VIII . 1594 - muere en Londres o dramaturgo anglés Thomas Kyd . Sieglo XVII [ editar | editar código ] 1612 - muere en Venecia Leonardo Donà , dogo de Venecia . 1647 - muere en Nápols o revolucionario Masaniello . 1662 - muere en Modena ( Emilia-Romanya ) Alifonso IV d'Este , duque de Modena y Reggio . 1663 - muere en Haina (hue Biebertal , Hesse ) Guillén VI , landgrave de Hesse-Kassel . 1664 - muere o poeta y dramaturgo alemán Andreas Gryphius . 1691 - muere en Versailles o politico francés François Michel Le Tellier de Louvois . Sieglo XVIII [ editar | editar código ] 1729 - muere en Dresde (hue Saxonia ) o compositor alemán Johann David Heinichen . 1740 - muere en o palacio d'o Infantado ( Guadalachara , hue Castiella-La Mancha ) Mariana de Neoburgo , segunda esposa d'o rei d'Espanya Carlos II . 1747 - muere en Bolonia ( Estatos Pontificios , hue Emilia-Romanya , Italia ) o pintor italián d'o Barroco Giuseppe Maria Crespi (n. 1665 ). 1763 - muere en París o musico y compositor francés Jacques Hotteterre . 1764 - muere en a fortaleza de Shlisselburg , amán de Sant Petersburgo , o zar de Rusia Iván IV . 1770 - muere en Richmond (hue un barrio de Londres ) o pintor britanico Francis Cotes . Sieglo XIX [ editar | editar código ] 1806 - muere en Venecia o poeta y libretista italián Caterino Mazzolà . 1854 - muere en o palacio de Benha , amán d'o Cairo , Abbas I d'Echipto , melitar y politico echipcio . - muere en Parma ( Emilia-Romanya ) l' arquitecto italián Nicola Bettoli . 1857 - muere en París o poeta y compositor francés Pierre-Jean de Béranger . 1886 - muere en Stanford ( Nueva York ) o escritor y periodista estatounitense Ned Buntline . 1887 - muere en Lidje ( Belchica ) o quimico y paleontologo belga Laurent-Guillaume de Koninck . 1889 - muere en Florencia ( Toscana ) o historiador y politico italián Michele Amari . 1896 - muere en Champrosay ( Essonne ) o escritor y critico literario francés Edmond de Goncourt . Sieglo XX [ editar | editar código ] Anyos 1910 [ editar | editar código ] 1916 - muere en París ( Francia ) o microbiologo ruso Ilya Ilyich Mechnikov , Premio Nobel de Medicina en 1908 . Anyos 1930 [ editar | editar código ] 1930 - muere en Camarico l' advogato y politico chilén Juan Luis Sanfuentes . 1937 - muere en Guadarrama ( Madrit ) o melitar y politico irlandés George Nathan , militante d'o IRA y voluntario en as Brigadas Internacionals , mortalment ferito en a batalla de Brunete . 1938 - muere en Roma o cardenal italián Giulio Serafini . Anyos 1940 [ editar | editar código ] 1940 - muere en Berlín o zoologo , naturalista y ornitologo alemán Alexander Koenig . 1947 - muere en Budapest ( Hongría ) o diplomatico sueco Raoul Wallenberg . 1949 - muere en Roma ( Italia ) l' escritor , poeta y filosofo ruso Vyacheslav Ivanovich Ivanov . Anyos 1950 [ editar | editar código ] 1953 - muere en Guildford ( Surrey , Anglaterra ) l' historiador y escritor britanico Hilaire Belloc . Anyos 1960 [ editar | editar código ] 1960 - muere en Bad Nauheim ( Hesse , Alemanya Occidental , hue Alemanya ) o melitar alemán Albert Kesselring , qui estió Generalfeldmarschall d'a Wehrmacht mientres a Segunda Guerra Mundial y condenato por crímens contra a Humanidat (n. 1855 ). - muere en Newburyport ( Massachusetts ) o escritor estatounitense John P. Marquand . 1963 - muere en Roma o pintor italián Antonio Donghi . 1968 - muere en Nápols l' actriz italiana Tina Pica . Anyos 1970 [ editar | editar código ] 1976 - muere asesinato en Santiago de Chile o diplomatico espanyol Carmelo Soria . 1979 - muere en Bolonia ( Emilia-Romanya ) o contratenor britanico Alfred Deller . Anyos 1980 [ editar | editar código ] 1982 - muere en París l' actor franés Patrick Dewaere . 1983 - muere en Mogadixo ( Somalia ) o politico burundés Michel Micombero . 1985 - muere en Kreuzau ( Renania d'o Norte-Westfalia ) o escritor alemán Heinrich Böll , Premio Nobel de Literatura en 1972 . 1989 - muere en Anif ( Salzburgo ) o director d'orquesta austriaco Herbert von Karajan . - muere en L'Habana o poeta cubán Nicolás Guillén . Anyos 1990 [ editar | editar código ] 1990 - muere en Madrit o futbolista y entrenador de fútbol Miguel Muñoz . 1991 - muere en Provincetown ( Massachusetts ) o pintor estatounitense Robert Motherwell . 1994 - muere en Los Angeles ( California ) o fisico estatounitense Julian Schwinger , Premio Nobel de Fisica en 1965 . 1995 - muere en Londres o poeta y escritor britanico Stephen Spender . 1997 - muere en París a fotografa y pintora francesa Dora Maar , que estió aimant de Picasso . 1999 - muere en accident d'avión o politico estatounitense John Fitzgerald Kennedy Jr. , fillo d'o president John Fitzgerald Kennedy . Sieglo XXI [ editar | editar código ] 2003 - muere en L'Habana la cantaire cubana Celia Cruz . - muere en Victoria ( Columbia Britanica ) l' escritora canadiense Carol Shields . 2004 - muere en Savannah ( Cheorchia ) o politico estatounitense George Busbee . - muere en Boston ( Massachussetts ) o melitar estatounitense Charles W. Sweeney , que en a Segunda Guerra Mundial pilotó l'avión que lanzó a bomba atomica sobre Nagasaki . 2005 - muere en Milán ( Lombardía ) o escritor y escultor italián Pietro Consagra . - muere en Litchfield ( Connecticut ) o paleontologo estatounitense John Ostrom . Vinclos externos [ editar | editar código ] Se veigan as imáchens de Commons sobre o 16 de chulio . Referencias [ editar | editar código ] ↑ ( en ) Barbara Stanwyck en IMDb . ↑ ( en ) Ginger Rogers en IMDb . ↑ Información de Sergi Busquets i Burgos en a pachina web d'o FC Barcelona . ↑ ( es ) Dionisio Carreras en a GEA ( Gran Enciclopedia Aragonesa ) . Obtenito de ' https://an.wikipedia.org/w/index.php?title=16_de_chulio&oldid=1571183 ' Categoría : Chulio Menú de navegación Ferramientas personals No ha dentrato en o sistema Pachina de descusión d'ista IP Contribuciones Creyar cuenta Dentrar-ie Espacios de nombres Pachina Discusión Variants Visualizacions Leyer Editar Editar código Amostrar l'historial Mas Mirar Navego Portalada A tabierna Actualidat Zaguers cambeos Una pachina a l'azar Aduya Donativos Imprentar/exportar Creyar un libro Descargar como PDF Versión ta imprentar En otros proyectos Wikimedia Commons Ferramientas Pachinas que enlazan con ista Cambios relacionatos Cargar fichero Pachinas especials Vinclo permanent Información d'a pachina Elemento de Wikidata Citar ista pachina En atras luengas Аҧсшәа Afrikaans Alemannisch አማርኛ العربية مصرى অসমীয়া Asturianu Авар Azərbaycanca Башҡортса Žemaitėška Bikol Central Беларуская Беларуская (тарашкевіца)‎ Български भोजपुरी বাংলা বিষ্ণুপ্রিয়া মণিপুরী Brezhoneg Bosanski Català Mìng-dĕ̤ng-ngṳ̄ Нохчийн Cebuano کوردی Corsu Čeština Kaszëbsczi Чӑвашла Cymraeg Dansk Deutsch Zazaki ދިވެހިބަސް Ελληνικά Emiliàn e rumagnòl English Esperanto Español Eesti Euskara Estremeñu فارسی Suomi Võro Føroyskt Français Arpetan Furlan Frysk Gaeilge Gagauz 贛語 Gàidhlig Galego ગુજરાતી Gaelg 客家語/Hak-kâ-ngî עברית हिन्दी Fiji Hindi Hrvatski Hornjoserbsce Kreyòl ayisyen Magyar Հայերեն Interlingua Bahasa Indonesia Interlingue Igbo Ilokano Ido Íslenska Italiano 日本語 Basa Jawa ქართული Қазақша Kalaallisut ಕನ್ನಡ 한국어 Къарачай-малкъар Ripoarisch Kurdî Коми Latina Lëtzebuergesch Limburgs Lumbaart ລາວ Lietuvių Latviešu मैथिली Basa Banyumasan Malagasy Олык марий Македонски മലയാളം Монгол मराठी Bahasa Melayu မြန်မာဘာသာ Эрзянь Nāhuatl Napulitano Plattdüütsch Nedersaksies नेपाली नेपाल भाषा Nederlands Norsk nynorsk Norsk Novial Nouormand Sesotho sa Leboa Occitan Livvinkarjala ଓଡ଼ିଆ ਪੰਜਾਬੀ Pangasinan Kapampangan Polski پنجابی پښتو Português Runa Simi Română Armãneashti Русский Русиньскый संस्कृतम् Саха тыла Sicilianu Scots Davvisámegiella Srpskohrvatski / српскохрватски Simple English Slovenčina Slovenščina Shqip Српски / srpski SiSwati Basa Sunda Svenska Kiswahili தமிழ் తెలుగు Тоҷикӣ ไทย Türkmençe Tagalog Türkçe Татарча/tatarça Українська اردو Oʻzbekcha/ўзбекча Vèneto Tiếng Việt West-Vlams Volapük Walon Winaray Хальмг მარგალური ייִדיש Yorùbá Zeêuws 中文 Bân-lâm-gú 粵語 Editar enlaces Zaguera edición d'ista pachina o 9 nov 2015 a las 16:13. O texto ye disponible baixo a Licencia Creative Commons Atribución/Compartir-Igual . talment sigan d'aplicación clausulas adicionals. Mire-se os termins d'uso ta conoixer más detalles. Politica de privacidat Sobre Biquipedia Alvertencias chenerals Desarrolladores Declaración de cookies Versión ta mobils



https://pt.wikipedia.org/wiki/Guerra_do_Iraque
  Guerra do Iraque – Wikipédia, a enciclopédia livre Guerra do Iraque Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa Nota: Para o conflito interno atual neste país, veja Guerra Civil Iraquiana (2011–presente) . Para outros significados, veja Guerra do Iraque (desambiguação) . Guerra do Iraque Parte da(o) Guerra ao Terrorismo No sentido horário, começando pelo canto superior esquerdo: ... interditadas [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Zonas de exclusão aérea no Iraque ... desarmamento iraquiano e acções dos serviços secretos antes da guerra [ editar | editar código-fonte ... . [ 48 ] As alegadas armas de destruição maciça [ editar | editar código-fonte ] No fim de Fevereiro de ... . Autorização do uso da força [ editar | editar código-fonte ] Em Outubro de 2002, poucos dias antes da ... . [ 59 ] Oposição ao conflito [ editar | editar código-fonte ] Entretanto, grupos antiguerra por CACHE

Guerra do Iraque – Wikipédia, a enciclopédia livre Guerra do Iraque Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa Nota: Para o conflito interno atual neste país, veja Guerra Civil Iraquiana (2011–presente) . Para outros significados, veja Guerra do Iraque (desambiguação) . Guerra do Iraque Parte da(o) Guerra ao Terrorismo No sentido horário, começando pelo canto superior esquerdo: uma patrulha conjunta em Samarra , a queda da estátua de Saddam Hussein na praça Firdos. um soldado do Exército iraquiano com seu fuzil durante um assalto. um IED explode no sul de Bagdad . Data 20 de março de 2003 – 18 de dezembro de 2011 [ 1 ] (8 anos, 8 meses, 4 semanas e 1 dia) Local Iraque Desfecho Invasão e ocupação do território por forças da coalizão ocidental, deposição do governo do partido Baath e execução de Saddam Hussein . Surgimento de uma resistência armada e rebentamento de uma guerra civil no Iraque. Grande número de vítimas civis e grandes danos infraestruturais . Eleição democrática de um novo governo e enfraquecimento da insurgência iraquiana . Retirada das tropas americanas do Iraque, embora a violência sectária tivesse continuado . Os Estados Unidos voltam a bombardear o território iraquiano (em 2014) para enfraquecer os jihadistas . Status Terminada Combatentes Força de invasão : Estados Unidos Reino Unido Dinamarca Austrália Polônia Peshmerga Pós-invasão : Iraque Forças Armadas Coalizão Internacional : Estados Unidos (03–11) Reino Unido (03–11) Coreia do Sul (03–08) Itália (03–06) Polônia (03-08) Dinamarca (03–08) Portugal (03-05) Austrália (03–09) Geórgia (03–08) Ucrânia (03–08) Países Baixos (03–05) Espanha (03–04) Ao menos 30 outros países Iraque Baathista Lealistas do Partido Baath Exército Mahdi Al-Qaeda Estado Islâmico do Iraque Exército Islâmico do Iraque Outros grupos terroristas e de resistência Principais líderes George W. Bush Barack Obama Tommy Franks Ricardo Sanchez George Casey David Petraeus Raymond T. Odierno Lloyd Austin Tony Blair Gordon Brown David Cameron Brian Burridge José María Aznar Silvio Berlusconi Lech Kaczyński Nouri al-Maliki Saddam Hussein † [ 2 ] Izzat Ibrahim ad-Douri Abu Musab al-Zarqawi † Abu Ayyub al-Masri † Omar al-Baghdadi † Abu Suleiman al-Naser † Abu Bakr al-Baghdadi Moqtada al-Sadr Abu Deraa Forças Força de invasão (2003–2004) : ~300 000 ---- Forças da Coalizão (2004–2009) : 176 000 (auge) Forças paramilitares 6 000–7 000 (estimativa) [ 3 ] Forças de Segurança Iraquianas : 805 269 (militares e paramilitares : 578 269, [ 4 ] polícia: 227 000) Curdistão Iraquiano ~400 000 [ 5 ] Exército Iraquiano : 375 000 (dispersado em 2003) Insurgentes sunitas ~70 000 (2007) [ 6 ] Exército Mahdi ~60 000 (2007) [ 7 ] Al-Qaeda ~1 300 (2006) [ 8 ] Estado Islâmico do Iraque ~1 000 (2008) Vítimas Forças de Segurança Iraquiana (pós-Saddam) Mortos: 17 690 [ 9 ] Feridos: 40 000+ [ 10 ] Forças da Coalizão Mortos: 4 805 [ 11 ] [ 12 ] (4 487 americanos mortos, [ 13 ] 179 britânicos mortos, [ 14 ] 139 mortos de outros países) Desaparecidos/capturados (EUA): 8 (todos recapturados) [ 15 ] [ 16 ] Feridos : 32 753+ (32 226 americanos, [ 17 ] 315 britânicos, 212 de outros países [ 18 ] ) [ 19 ] [ 20 ] [ 21 ] [ 22 ] Feridos/doentes/outros : 51 139 (47 541 americanos, [ 23 ] 3 598 britânicos) [ 19 ] [ 21 ] [ 22 ] Empresas militares privadas Mortos : 1 554 [ 24 ] [ 25 ] Feridos : 43 880 [ 24 ] [ 25 ] Total de mortos: 25 286 Total de feridos: 117 961 Combatentes iraquianos mortos (período da invasão): 7 600–11 000 [ 26 ] [ 27 ] Insurgentes (pós-Saddam) Mortos: 26 544 (2003-2011) [ 28 ] Total: 34 144 – 37 344 mortos A Guerra do Iraque , também referida como Ocupação do Iraque [ 29 ] ou Segunda Guerra do Golfo , [ 30 ] ou Terceira Guerra do Golfo ou ainda como Operação Liberdade do Iraque (em inglês : Operation Iraqi Freedom ), [ 31 ] foi um conflito que começou no dia 20 de Março de 2003 com a invasão do Iraque , por uma coalizão militar multinacional liderada pelos Estados Unidos . Esta fase do conflito foi encerrada no dia 18 de dezembro de 2011 com a retirada das tropas americanas do território iraquiano após oito anos de ocupação. [ 32 ] O conflito aconteceu no contexto da guerra global contra o terrorismo , lançado pelo presidente americano George W. Bush após os atentados de 11 de setembro de 2001 . A invasão começou em 20 de março de 2003, [ 33 ] com os Estados Unidos, o Reino Unido e um punhado de nações aliadas, lançando uma pesada campanha de bombardeamento aéreo (' Choque e pavor ') contra as principais cidades do Iraque, principalmente Bagdá . O exército iraquiano foi rapidamente sobrepujados pela Coalizão ocidental (encabeçada pelo exército americano ), que em menos de um mês conseguiu tomar conta do país. A invasão aliada levou ao colapso do governo Baathista . o presidente iraquiano, Saddam Hussein , foi capturado na Operação Red Dawn em dezembro de 2003 e três anos mais tarde foi julgado e executado na forca . Contudo, o vácuo de poder após a queda do ditador e a ineficiência da ocupação estrangeira levou a uma onda de violência sectária e religiosa , principalmente amparada na rivalidade entre xiitas e sunitas , que mergulhou o país numa sangrenta guerra civil. Militantes islamitas estrangeiros começaram a chegar em peso no Iraque para lutar contra as tropas de ocupação ocidental e contra o novo governo secular iraquiano. Grupos como a Al-Qaeda se fortaleceram na região e utilizaram o território iraquiano para expandir suas atividades. Frente ao aumento da intensidade do conflito em uma sangrenta luta de guerrilha, vários países começaram a abandonar a Coalizão e retiraram suas tropas do Iraque. Os Estados Unidos foi pelo caminho oposto, aumentando consideravelmente sua presença militar no país em 2007 e, logo em seguida, a insurgência iraquiana começou a perder força. A partir de 2009, os americanos começaram o processo de desmobilizar suas tropas do Iraque, até que a retirada foi completada em dezembro de 2011. [ 34 ] [ 35 ] [ 36 ] [ 37 ] O Governo Bush baseou sua racionalidade para lançar a guerra na ideia de que o Iraque, visto pelo Ocidente como um ' Estado vilão ' desde a Guerra do Golfo , possuía armas de destruição em massa ( WMDs , na sigla em inglês) e que o regime de Saddam Hussein representava uma ameaça grave para os Estados Unidos e seus aliados. [ 38 ] [ 39 ] Oficiais e autoridades do governo americano também acusaram Saddam de dar abrigo e apoio a terroristas da al-Qaeda , [ 40 ] enquanto outros argumentavam sobre o valor moral de derrubar uma ditadura e levar democracia ao povo iraquiano. [ 41 ] [ 42 ] Após a invasão, contudo, nenhuma evidência substancial foi encontrada para apoiar as acusações de que o Iraque possuía armas de destruição em massa, enquanto a hipótese de que Saddam tinha laços com a al-Qaeda se provou falsa. A racionalidade que levou os Estados Unidos à guerra foi duramente criticada, tanto pela população americana quanto pelo mundo afora. Uma das consequências internas foi o declínio considerável da popularidade de George Bush, que se tornaria um dos presidentes mais impopulares da história americana, com a esmagadora da maioria da população dos Estados Unidos acreditando, no final da década de 2000 , que invadir o Iraque foi um erro. [ 43 ] Enquanto isso, no Iraque, foi realizado em 2005 eleições multi-partidárias legitimamente democráticas, sendo a primeira em décadas. Nouri al-Maliki se tornou primeiro-ministro do país em 2006 e só deixou o cargo em 2014. O governo de al-Maliki foi, ao longo do tempo, adotando políticas que favoreciam os xiitas e assim alienou a minoria sunita da nação, o que fez ressurgir as tensões sectárias no começo da década de 2010 . Se aproveitando disso, em 2014, o grupo terrorista auto-proclamado Estado Islâmico do Iraque e do Levante ( ISIL , na sigla em inglês) lançou uma série de ofensivas militares nas províncias de Ninawa , Saladino e Ambar , e dominaram boa parte do norte do Iraque, proclamando um Califado na região, provocando uma nova resposta militar dos Estados Unidos e das nações ocidentais. [ 44 ] As estimativas do total de pessoas mortas na guerra (de 2003 a 2011) divergem de fonte para fonte, com os números variando de 100 000 a até mais de 600 000 fatalidades. [ 45 ] Índice 1 1991-2003: Os inspetores da ONU e as zonas de voo interditadas 2 2001-2003: Crise do desarmamento iraquiano e acções dos serviços secretos antes da guerra 2.1 As alegadas armas de destruição maciça 2.2 Autorização do uso da força 2.3 Oposição ao conflito 3 Guerra 3.1 2003: a invasão 3.1.1 A Autoridade Provisória da Coligação e o Grupo de Pesquisa do Iraque 3.1.2 Declaração do fim das operações principais 3.1.3 A captura de Saddam Hussein 3.2 2004: O crescimento da insurgência 3.3 2005: As eleições e a transferência da soberania 3.4 2006: O governo iraquiano permanente e a guerra civil 3.4.1 O aumento da violência sectária 3.4.2 As eleições para o congresso dos Estados Unidos e a expansão da violência 3.4.3 Grupo de Estudos do Iraque e a execução de Saddam Hussein 3.5 2007: O reforço das tropas dos Estados Unidos 3.5.1 Exigências às tropas norte-americanas 3.5.2 Efeitos do reforço na Segurança 3.5.3 Desenvolvimentos Políticos 3.5.4 Tensões com o Irão e a Turquia 3.5.5 Redução planejada de tropas 3.5.6 Controvérsia de uma firma de segurança privada 3.6 2008: Guerra civil continua 3.6.1 Ofensivas na primavera 3.6.2 Audiências no Congresso americano 3.6.3 Fortalecimento do exército iraquiano 3.6.4 Acordo entre os governos americano e iraquiano 3.7 2009: Redistribuição da Coalizão 3.7.1 Transferência do controle da Zona Verde 3.7.2 Eleições provinciais 3.7.3 Anúncio formal da retirada 3.7.4 Retirada da Coalizão 3.7.5 Contratos petrolíferos iraquianos 3.8 2010: Inicio da retirada americana e Operação Novo Amanhecer 3.8.1 Forças de segurança do Iraque assumem o controle 3.8.2 ONU remove restrições contra o Iraque 3.9 2011: As forças americanas se retiram 3.10 Eventos posteriores 4 Colocação de tropas da coligação 4.1 Nações Unidas 5 Grupos armados iraquianos 5.1 Insurgentes 5.2 Milícias 6 Custos da guerra 6.1 Estimativas de baixas 6.2 Custos financeiros 7 Crise humanitária 7.1 Deterioração da situação humanitária 7.2 Deterioração dos cuidados de saúde 7.3 Refugiados iraquianos 8 Abusos dos direitos humanos 8.1 Forças da coligação e contratados privados 8.2 Insurgentes e grupos terroristas 8.3 Governo iraquiano 9 Ver também 10 Referências 11 Ligações externas 1991-2003: Os inspetores da ONU e as zonas de voo interditadas [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Zonas de exclusão aérea no Iraque Inspetores de armas da ONU no Iraque, 2002 Após a Guerra do Golfo de 1991, a resolução nº 687 do Conselho de Segurança das Nações Unidas ordenou que os programas químicos, biológicos, nucleares e de mísseis de longo alcance do Iraque fossem encerrados e que todas estas armas fossem destruídas sob supervisão de uma Comissão Especial das Nações Unidas. Inspectores das Nações Unidas no Iraque deveriam verificar a destruição de grandes quantidades de armas de destruição maciça , mas, em razão da falta de cooperação do governo iraquiano, estes abandonaram o Iraque em 1998, e muitos problemas ficaram por resolver. Além das inspeções, os Estados Unidos e o Reino Unido (juntamente com a França até 1998) envolveram-se num conflito 'frio' com o Iraque para obrigá-lo a respeitar as zonas de voo interdito norte e sul. Estas zonas foram criadas após a Guerra Irão-Iraque para proteger o Curdistão iraquiano , no norte, e as zonas xiitas meridionais. A interdição foi vista pelo governo iraquiano como uma violação da soberania iraquiana. Baterias antiaéreas iraquianas e patrulhas aéreas americanas e britânicas trocavam fogo regularmente durante este período. Aproximadamente nove meses depois dos ataques de 11 de Setembro de 2001 , os Estados Unidos iniciaram a chamada Operação Foco a Sul , alterando a sua resposta estratégica, aumentando o número de missões e seleccionando os alvos através das zonas de voo proibidas, com o objetivo de destruir a estrutura de comando do Iraque. O peso das bombas largadas aumentou de 0 em Março de 2002 e de 0,3 toneladas em Abril do mesmo ano para 8 a 14 toneladas por mês de Maio a Agosto, atingindo um pico de 54,6 toneladas em Setembro. 2001-2003: Crise do desarmamento iraquiano e acções dos serviços secretos antes da guerra [ editar | editar código-fonte ] A justificação original para a guerra do Iraque era o programa de desenvolvimento de armas de destruição maciça pelo Iraque e a alegada colaboração de Saddam Hussein com a Al-Qaeda. No entanto, as informações em que se basearam estas duas justificações foram criticadas e largamente desacreditadas após a invasão, sendo que a administração Bush foi acusada de falsear informações dos serviços secretos . A questão do desarmamento iraquiano chegou a um ponto de crise quando o presidente norte-americano, George W. Bush, exigiu o fim da produção de armas de destruição em massa por parte do Iraque e o respeito total das resoluções da ONU , que requeriam o acesso sem limites dos inspectores de armamento da ONU a instalações suspeitas de produzirem essas armas. Desde a Guerra do Golfo , a ONU tinha proibido o Iraque de desenvolver e possuir tais armas e exigira que o cumprimento dessa resolução fosse confirmado através de inspecções. Ao longo de 2002, Bush apoiou as exigências de inspecção ilimitada e de desarmamento com a ameaça de uso da força. Após a resolução 1441 do Conselho de Segurança da ONU , [ 46 ] que dava ao Iraque uma oportunidade final para cumprir suas obrigações de desarmamento, o Iraque concordou em cooperar com novas inspecções. [ 47 ] Durante as inspecções, nenhuma arma de destruição maciça foi encontrada. No entanto, o governo norte-americano continuou a manifestar cepticismo relativamente às declarações iraquianas acerca do programa. Nos estágios iniciais da Guerra ao Terrorismo , a CIA , sob a direcção de George Tenet , estava a tornar-se a principal agência na guerra no Afeganistão . Mas quando Tenet insistiu, em reuniões pessoais com o presidente Bush, que não havia nenhuma ligação entre a Al-Qaeda e o Iraque, o vice-presidente Dick Cheney e o secretário da defesa Donald Rumsfeld iniciaram um programa secreto para reavaliar as informações existentes e marginalizar Tenet e a CIA . As informações questionáveis adquiridas por este programa secreto foi enviada ao vice-presidente e apresentada ao público. No caso, o departamento de Cheney deixava 'escapar' informações para os jornalistas, a qual seria apoiada por meios de comunicação como o The New York Times . Cheney aparecia então em programas televisivos de fim de semana para discutir essas informações, referenciando o 'The New York Times' como fonte para dar credibilidade a essa informação. [ 48 ] As alegadas armas de destruição maciça [ editar | editar código-fonte ] No fim de Fevereiro de 2003, a CIA enviou o ex-embaixador Joseph C. Wilson para investigar alegações duvidosas de que o Iraque tinha tentado comprar concentrados de urânio ao Níger. Wilson voltou e informou a CIA de que as vendas desses concentrados ao Iraque eram 'inequivocamente errados'. No entanto, a administração Bush continuou a mencionar as compras de concentrados como justificação para a acção militar, especialmente no discurso do Estado da União de Janeiro de 2003, em que o presidente Bush repetiu a alegação, citando fontes dos serviços secretos britânicos. [ 49 ] Como resposta, Wilson escreveu uma coluna crítica no New York Times em Junho de 2003 explicando que a CIA tinha investigado essas alegações e tinha concluído que eram falsas. Pouco depois da coluna de Wilson ter sido editada, a identidade da sua esposa, Valerie Palmer, analista secreta da CIA, foi revelada numa coluna de Robert Novak. Dado que é ilegal revelar a identidade de um agente da CIA, a coluna de Novak deu origem a uma investigação do departamento de justiça acerca da fonte da fuga de informação. Lewis 'Scooter' Libby, o chefe de gabinete de Dick Cheney, foi condenado por perjúrio no Caso Plame. Descobriu-se que a fonte da fuga fora Richard Armitage. Este nunca foi acusado judicialmente. O Secretário de Estado americano, Colin Powell com uma amostra de antrax durante uma reunião do Conselho de Segurança das Nações Unidas . O governo Bush alegava que o Iraque de Saddam tinha vários estoques deste componente químico, além de outros. Um memorando do governo britânico foi publicado no The Sunday Times a 1 de Maio de 2005. Conhecido como o 'Memorando de Downing Street' contém um resumo de uma reunião secreta entre o governo trabalhista do Reino Unido , figuras da defesa e dos serviços secretos discutindo os passos que levariam à guerra do Iraque-incluindo referências directas a procedimentos confidenciais americanos da altura. O memorando referia que 'Bush queria remover Saddam através de uma acção armada, justificada pela conjunção de terrorismo e armas de destruição maciça. Mas as informações dos serviços secretos e os factos estavam a ser construídos à volta desta directiva', e não o contrário. [ 50 ] De acordo com o jornalista Sidney Blumenthal, a 18 de Setembro de 2002, George Tenet informou George Bush que Saddam Hussein não tinha armas de destruição massiva. Blumenthal diz que Bush desvalorizou esta informação secreta do círculo próximo de Saddam, a qual fora aprovada por dois responsáveis superiores da CIA, e que se acabou por revelar totalmente verdadeira. Esta informação nunca foi partilhada com o Congresso nem mesmo com agentes da CIA que examinavam se Saddam tinha ou não estas armas. [ 51 ] Em Setembro de 2002, a administração Bush disse que as tentativas do Iraque de adquirir milhares de tubos de alumínio de elevada força apontavam para um programa clandestino para enriquecer urânio para fazer bombas nucleares. Esta opinião foi apoiada pela CIA e DIA mas foi contestada pelo Departamento de Energia (DOE) e pelo INR, o que era significativo uma vez que o DOE era o único departamento estatal americano com conhecimentos em centrifugadoras de gás e programas de armas atómicas. Autorização do uso da força [ editar | editar código-fonte ] Em Outubro de 2002, poucos dias antes da votação no senado norte-americano sobre a Resolução Conjunta para autorizar o uso das Forças Armadas Norte-americanas contra o Iraque, foi dito a cerca de 75 senadores que Saddam Hussein tinha os meios de atacar a costa oriental dos EUA com armas biológicas ou químicas através de aviões não pilotados. [ 52 ] Colin Powell sugeriu ainda na sua apresentação de informações ao Conselho de Segurança que estes estavam prontos a ser lançados contra os EUA. Nessa altura havia uma disputa vigorosa entre os serviços secretos sobre se as conclusões da CIA sobre os aviões não pilotados eram corretas. A Força Aérea dos Estados Unidos, a agência mais familiarizada com estes aparelhos, o Núcleo de Informações e Investigação do Departamento de Estado e a Agência de Informações de Defesa negaram que o Iraque possuísse alguma capacidade ofensiva deste tipo, dizendo que os poucos aviões não tripulados que o Iraque possuía estavam desenhados e destinavam-se apenas a vigilância. [ 53 ] Manifestantes anti-guerra marchando em Londres , 2002 A maioria do Comité dos Serviços de Informações concordou neste último ponto. De facto, a frota iraquiana de aviões não tripulados nunca entrou em combate e consistia num punhado de equipamentos de treino de origem checa, dotados câmaras, mas sem capacidade ofensiva. [ 54 ] Apesar desta controvérsia, o senado votou a aprovar a Resolução Conjunta a 11 de Outubro de 2002, concedendo à administração Bush as bases legais para a invasão. No princípio de 2003, os Estados Unidos, o Reino Unido e a Espanha propuseram a chamada 'Resolução 18' para dar ao Iraque um prazo para cumprir as resoluções anteriores e que seria aplicada pela ameaça de acção militar. Esta resolução foi subsequentemente retirada por falta de apoio no Conselho de Segurança das Nações Unidas. Em particular a França e a Alemanha , membros da NATO , e a Rússia , opunham-se a uma intervenção militar no Iraque devido ao elevado risco para a segurança da comunidade internacional e defendiam o desarmamento através da diplomacia. A 20 de Janeiro de 2003 o ministro dos negócios estrangeiros francês Dominique de Villepin declarou '…acreditamos que a intervenção militar seria a pior solução'. [ 55 ] Na primeira semana de Março de 2003, o inspector de armas da ONU Hans Blix declarou que, relativamente ao Iraque, 'Nenhuma evidência das actividades referidas se encontraram até agora' , dizendo que tinham sido feitos progressos nas inspecções e que estas continuariam. [ 56 ] Contudo, o governo norte-americano anunciou que a diplomacia tinha falhado e que iria intervir com uma coligação de países aliados para eliminar as armas de destruição massiva do Iraque. [ 57 ] O governo norte-americano aconselhou abruptamente os inspectores de armamento da ONU a saírem imediatamente do Iraque. [ 58 ] No dia 19 de março de 2003, teve início a invasão norte-americana do Iraque, com o ataque aéreo a Bagdad. [ 59 ] Oposição ao conflito [ editar | editar código-fonte ] Entretanto, grupos antiguerra por todo o mundo organizaram protestos públicos. De acordo com o académico francês Dominique Reynié , entre 3 de Janeiro e 12 de Abril de 2003, 36 milhões de pessoas em todo o mundo tomaram parte em quase 3000 protestos contra a guerra do Iraque, sendo as manifestações de 15 de fevereiro as maiores e mais activas. [ 60 ] Houve também sérias questões legais que rodearam a condução da guerra no Iraque, e a doutrina Bush da 'guerra preventiva'. A 16 de setembro de 2004, Kofi Annan , Secretário Geral da ONU , disse sobre a invasão: 'Indiquei que não foi em conformidade com a Carta das Nações Unidas . Do nosso ponto de vista, do ponto de vista da Carta , [a invasão do Iraque] foi ilegal' . [ 61 ] Guerra [ editar | editar código-fonte ] 2003: a invasão [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Invasão do Iraque em 2003 Guerra do Iraque (situação em 2007). Legenda: : * Principais eixos de penetração (seta roxa) * Apoio aos eixos de penetração (seta lilás) * Linhas de comunicação (seta branca) * Principais batalhas (espadas cruzadas) * Operação do SOCOM * Ofensiva da coalizão (batalhas) e * Ataque de insurgentes (rifle) * Triângulo Sunita (rosa) * Curdistão iraquiano (verde) * Território reivindicado pelo Curdistão (amarelo) A invasão do Iraque em 2003, comandada pelo general Tommy Franks , começou a 20 de Março, com o nome de código 'Operation Iraqi Freedom' (Operação liberdade do Iraque) para a ofensiva norte-americana. O nome de código da ofensiva britânica foi Operação Telic. As forças da coligação cooperaram com as forças curdas peshmerga no norte. Aproximadamente outras 40 nações, designadas 'a coligação dos interessados' ('coalition of the willing'), participaram fornecendo equipamento, serviços e segurança, tal como forças especiais. As forças militares iniciais da coligação eram de cerca de 180,000, dos quais 98% eram norte-americanos ou britânicos. [ 62 ] O exército de Saddam foi rapidamente ultrapassado, apesar de a sua tropa de paramilitares , os Fedayin de Saddam , terem colocado uma resistência desafiadora. A 9 de Abril Bagdá caiu em mãos das forças dos americanas . A infantaria norte-americana cercou os ministérios abandonados do partido Baath e derrubaram uma enorme estátua de ferro de Saddam Hussein, terminado o seu domínio de 24 anos no Iraque. No entanto generalizaram-se pilhagens de instituições governamentais e uma grande desordem pouco tempo depois de as forças de Saddam Hussein, incluindo os Fedayin , se desmembraram em grandes proporções na cidade. [ 63 ] Em 13 de Abril, Ticrite , a cidade natal de Saddam e a última cidade a ser tomada pela coligação, foi ocupada pelos fuzileiros da Task Force Tripoli. Talvez para a surpresa de muitos, a resistência foi pequena. A 15 de Abril os membros da coligação declararam que a guerra estava efectivamente terminada. Estima-se que aproximadamente 9.200 combatentes iraquianos foram mortos nesta fase inicial da guerra. Além destes, o Projecto de contagem de vítimas do Iraque (Iraq Body Count Project) incorporando relatórios subsequentes, declarou que no fim da fase de maiores combates, até 30 de Abril, foram mortos 7.299 civis, fundamentalmente pelas forças aéreas e terrestres norte-americanas. [ 64 ] De acordo com a CNN , o governo norte-americano reportou que tinham morrido 139 militares americanos em combate até 1 de Maio. [ 65 ] No mesmo período morreram 33 britânicos. [ 66 ] A Autoridade Provisória da Coligação e o Grupo de Pesquisa do Iraque [ editar | editar código-fonte ] Pouco depois da invasão, a coligação multinacional criou a Autoridade Provisória da Coligação, سلطة الائتلاف الموحدة, baseada na Zona Verde, como governo de transição do Iraque até ao estabelecimento de um novo governo. Citando a resolução nº 1483 (de 22 de maio de 2003) do Conselho de Segurança da ONU e as leis da guerra, a APC revestiu-se de autoridade legislativa, executiva e judicial desde 21 de abril de 2003 até à sua dissolução a 28 de junho de 2004. A APC foi originalmente liderada por Jay Garner, antigo oficial norte-americano, mas a sua indicação durou apenas um breve período. Depois de Garner se demitir, o presidente Bush indicou Paul Bremer como chefe da APC e este serviu no cargo até à dissolução da Autoridade em julho de 2004. Outro grupo criado na primavera de 2003 foi Grupo de Pesquisa do Iraque. Este foi uma missão de descoberta de factos enviada após a invasão pelas forças multinacionais para encontrar programas de armas de destruição massiva desenvolvidos pelo Iraque. Consistia numa equipe internacional de 1400 membros organizado pelo Pentágono e pela CIA para procurar armazéns suspeitos de armazenarem armas de destruição massiva, tal como agentes biológicos e químicos, e qualquer programa de investigação de apoio ou infraestruturas que pudessem ser usadas para desenvolver armas de destruição massiva. Em 2004, o relatório Duelfer do Grupo de Pesquisa do Iraque concluiu que o Iraque não tinha nenhum programa de armas de destruição massiva viável. Declaração do fim das operações principais [ editar | editar código-fonte ] O USS Abraham Lincoln voltando ao porto com a sua bandeira de Missão Cumprida Em 1 de maio, o presidente Bush fez uma visita dramática ao porta-aviões USS Abraham Lincoln em serviço a algumas milhas a oeste de San Diego , Califórnia no regresso de uma longa missão que incluíra serviço no Golfo Pérsico . A visita teve o seu clímax ao pôr do sol com o discurso bem conhecido de Bush da 'Missão Cumprida'. Neste discurso transmitido para todos os Estados Unidos e feito perante pilotos e marinheiros no convés do porta-aviões, Bush declarou efectivamente vitória devido à derrota das forças convencionais iraquianas. No entanto, Saddam Hussein continuava em paradeiro incerto e mantinham-se bolsas de resistência. Depois do discurso do presidente, as forças da coligação notaram um número gradualmente crescente de ataques às suas tropas em várias regiões, especialmente no 'triângulo sunita'. [ 67 ] No caos inicial após a queda do governo iraquiano, houve pilhagens maciças de edifícios do governo, residências oficiais, museus, bancos e instalações militares. De acordo com o pentágono, 250 000 toneladas de material foram pilhadas, fornecendo uma fonte significativa de armamento à insurgência iraquiana. Os insurgentes foram ainda ajudados por centenas de esconderijos de armas criados antes da invasão pelo exército convencional do Iraque e pela Guarda Republicana . 18 de Maio de 2004. O sargento Kevin Jessen verifica duas minas antitanque encontradas numa aldeia perto de Ad-Dujayl, [ 68 ] no triângulo sunita Inicialmente, a insurgência iraquiana (conhecida pela coligação como Forças Anti-Iraquianas) tinha como origem os Fedayin e os leais ao partido Baath , mas em breve os religiosos radicais e iraquianos contrários à ocupação contribuíram para a resistência à coligação. As três províncias com o número mais elevado de ataques eram Bagdade, Ambar e Saladino. Estas províncias incluíam cerca de 35% da população. mas eram responsáveis por 73% das mortes de militares norte-americanos (até 5 de Dezembro de 2006. em datas mais recentes o número aumentaria ainda mais para cerca de 80%). [ 69 ] Os insurgentes usam tácticas de guerrilha incluindo morteiros, mísseis, ataques suicídas, atiradores furtivos, dispositivos explosivos improvisados, carros bomba, armas de fogo ligeiras e lança granadas, tal como sabotagem contra infraestruturas de água, petróleo e electricidade. Os esforços da coligação do Iraque pós-invasão começaram após a queda do regime de Saddam Hussein. As nações da coligação, juntamente com as Nações Unidas , começaram a trabalhar para estabelecer um estado estável, capaz de se defender, [ 70 ] manter-se coeso [ 71 ] diante dos ataques da guerrilha e as divisões internas. Entretanto, as forças da coligação lançaram várias operações à volta da península do rio Tigre e no triângulo sunita . Até ao fim de 2003, a intensidade e frequência dos ataques dos insurgentes começou a aumentar. Um aumento significativo dos ataques de guerrilha levou a um esforço da insurgência nomeada a Ofensiva do Ramadão , uma vez que coincidiu com o início do mês santo dos muçulmanos. Para combater esta ofensiva, as forças da coligação começaram a utilizar forças aéreas e artilharia de novo pela primeira vez após o fim da invasão, atacando locais de emboscada suspeitos e posições de lançamento de morteiros. A vigilância das principais rotas, patrulhas e raides contra suspeitos de serem insurgentes foram aumentados. Além disso, duas aldeias, incluindo o local de nascimento de Saddam Hussein, al-Auja e a pequena cidade de Abu Hishma foram envolvidas por arame farpado e cuidadosamente monitorizadas. No entanto, o fracasso na restauração dos serviços básicos para níveis de antes da guerra, no qual mais de uma década de sanções, bombardeamentos, corrupção e degradação das infraestruturas tinha já deixado as cidades a quase não funcionar, contribuiu para um rancor local contra o governo da IPA encabeçado por um conselho executivo. A 2 de Julho de 2003 o presidente Bush declarou que as tropas americanas ficariam no Iraque apesar dos ataques, e desafiou os insurgentes dizendo: 'A minha resposta é: que venham eles', uma frase bastante criticada, que o presidente lamentou mais tarde. [ 72 ] No verão de 2003, as forças multinacionais focaram-se também em capturar os líderes do regime anterior. A 22 de Julho, um raide da 101ª divisão aerotransportada e soldados da Task Force 20 mataram os filhos de Saddam Hussein (Uday e Qusay) juntamente com os seus netos. Ao todo, mais de 300 líderes de topo do regime anterior foram mortos ou capturados, tal como numerosos funcionários inferiores e pessoal militar. A captura de Saddam Hussein [ editar | editar código-fonte ] Saddam Hussein pouco depois da sua captura Ver artigo principal: Operação Red Dawn No contexto das informações dos serviços secretos que levaram aos raids contra os membros do partido Baath ligados à insurgência, Saddam Hussein foi ele próprio capturado a 13 de dezembro de 2003 numa quinta perto de Ticrite na operação Red Dawn . A operação foi conduzida pela 4 ª divisão de infantaria do exército norte-americano e por membros da Task Force 121. Com a captura de Saddam e uma queda do número de ataques dos insurgentes, alguns concluíram que as forças multinacionais estavam a ter sucesso na luta contra a insurgência. O governo provisório começou a treinar novas forças de segurança iraquianas para defenderem o país, e os Estados Unidos prometeram 20 mil milhões de dólares de crédito na forma de futuros ganhos petrolíferos para a reconstrução. Mais valias resultantes do petróleo foram também usadas para reconstruir escolas e infraestruturas eléctricas e de refinação de petróleo. Pouco depois da captura de Saddam Hussein, elementos deixados de fora da Autoridade da Coligação Provisória começaram a agitar-se pelas eleições e pela formação de um governo iraquiano interino. O mais proeminente entre estes foi o clérigo xiita Grande Aiatolá Ali al-Sistani . A Autoridade da Coligação Provisória opôs-se à autorização de eleições democráticas naquele momento, preferindo em vez disso entregar o poder a um governo iraquiano interino ou 'de transição'. [ 73 ] Devido a uma luta interna pelo poder no interior do novo governo, o movimento de resistência à ocupação intensificou-se. Os dois centros mais turbulentos eram a área em redor de Faluja e as secções xiitas pobres de Bagdade ( Sadr City ) até Baçorá . 2004: O crescimento da insurgência [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Insurgência iraquiana Insurgentes iraquianos O início de 2004 foi marcado por certa calma na violência. As forças insurgentes reorganizaram-se neste período, estudando as tácticas das forças multinacionais e planejando ofensivas renovadas. No entanto a violência aumentou durante a primavera com combatentes estrangeiros vindos da região do médio-oriente, bem como da Al-Qaeda (um grupo ligado à Al-Qaeda) liderada por Abu Musab al-Zarqawi ajudando a comandar a insurgência. À medida que a insurgência crescia notou-se uma mudança distinta nos alvos, que passaram das forças da coligação para as novas forças de segurança iraquianas, sendo mortos centenas de policiais e civis iraquianos nos meses seguintes numa série massiva de bombas. Uma insurgência sunita organizada, com raízes profundas e motivações tanto nacionalistas como islamistas, tornava-se mais poderosa pelo Iraque. O xiita Exército Mahdi também começou a desencadear ataques contra forças da coligação como tentativa de controlar as forças de segurança iraquianas. As zonas centrais e meridionais começavam a entrar em erupção com guerrilhas urbanas à medida que as forças da coligação tentavam manter o controle e preparar uma contra-ofensiva. Explosão de um carro bomba em Bagdá, em 2004 Os combates mais sérios da guerra até ao momento começaram a 31 de março de 2004 quando insurgentes iraquianos em Faluja emboscaram uma caravana da Blackwater USA liderada por milícias privadas que davam segurança a transportadores de alimentos da Eurest Support Services. [ 74 ] Os quatro milicianos, Scott Helvenston, Jerko Zovko. Wesley Batalona e Michael Teague, foram mortos com granadas e armas de fogo leves. Subsequentemente os seus corpos foram arrastados para fora dos seus veículos, espancados e incendiados, e os cadáveres queimados foram pendurados numa ponte sobre o rio Eufrates . [ 75 ] Foram divulgadas fotografias do acontecimento a agências de notícias de todo o mundo causando uma grande indignação nos Estados Unidos e levando a uma mal-sucedida pacificação da cidade: a primeira batalha de Faluja , em Abril de 2004. Soldados americanos lutando em Faluja A ofensiva foi retomada em Novembro, na mais sangrenta batalha da guerra até então, a segunda batalha de Faluja , descrita pelo exército norte-americano como 'os combates urbanos mais duros desde a batalha da cidade de Hue , no Vietname '. [ 76 ] Durante o assalto, as tropas norte-americanas usaram fósforo branco como arma incendiária, causando controvérsia. Um ano depois, um documentário de vinte minutos, Fallujah: The hidden massacre , veiculado em 7 de novembro de 2005 pela RAI , a TV estatal italiana , comprovou o uso do fósforo contra civis. [ 77 ] [ 78 ] A batalha de dez dias resultou na vitória da coligação, com 54 americanos e aproximadamente 1000 iraquianos mortos. Faluja ficou totalmente devastada durante os combates. [ 79 ] Outro importante acontecimento deste ano foi a revelação dos abusos de prisioneiros em Abu Ghraib , que receberam a atenção dos meios de comunicação mundiais em Abril de 2004. Os primeiros relatos dos abusos, bem como as primeiras imagens de soldados americanos sujeitando prisioneiros a abusos foram divulgados num relatório de notícias do programa '60 minutes II', a 28 de Abril, e num artigo de Seymour M. Hersh no The New Yorker , divulgado on-line a 30 de Abril. [ 80 ] De acordo com o premiado jornalista Thomas E. Ricks , em seus livros Fiasco - The American Military Adventure in Iraq ('Fiasco - A aventura militar americana no Iraque') e The Gamble - General David Petraeus and the American Military Adventure in Iraq, 2006-2008 ('A Aposta - General David Petraeus e a Aventura Militar Americana no Iraque, 2006 - 2008') [ 81 ] [ 82 ] [ 83 ] estas revelações causaram grande abalo nas justificativas morais da guerra aos olhos dos americanos e da comunidade internacional e foram um divisor de águas na guerra. 2005: As eleições e a transferência da soberania [ editar | editar código-fonte ] A 31 de Janeiro de 2005, os iraquianos elegeram, nas primeiras eleições legislativas, o governo transitório do Iraque, com o objectivo de criar uma constituição permanente. Apesar de alguma violência e de um grande boicote sunita terem marcado o evento pela negativa, a maioria da população elegível curda e xiita participou. A 4 de Fevereiro, Paul Wolfowitz anunciou que seriam evacuadas do Iraque no mês seguinte 15.000 tropas que tinham visto o seu dever prolongado para proporcionar segurança durante as eleições. [ 84 ] Entre Fevereiro e Abril houve um período relativamente pacífico comparado com as carnificinas de Novembro e Janeiro, com uma média de 30 ataques por dia em comparação com setenta no período anterior. Esperanças de um fim rápido da insurgência e de uma retirada das forças norte americanas foram desfeitas me Maio. o mês mais sangrento no Iraque desde a invasão. Bombistas suicidas, crendo-se que na maioria árabes sunitas iraquianos, sírios e sauditas, fizeram-se explodir no Iraque. Os seus alvos eram na sua maioria encontros de xiitas e concentrações xiitas de civis. Como resultado, mais de 700 civis iraquianos morreram nesse mês, tal como 79 soldados norte-americanos. No Verão de 2005 assistiu-se a combates ao redor de Bagdade e em Tall Afar no noroeste do Iraque à medida que as forças norte-americanas tentavam selar a fronteira com a Síria . Isto levou a combates no Outono nas pequenas cidades do vale do Eufrates entre a capital e a fronteira. [ 85 ] Um referendo constitucional foi realizado em Outubro e a Assembleia Nacional foi eleita em Dezembro. [ 85 ] Os ataques dos insurgentes aumentaram nesse ano com 34.131 incidentes registados, comparados com um total de 26.496 no ano anterior. [ 86 ] 2006: O governo iraquiano permanente e a guerra civil [ editar | editar código-fonte ] Fuzileiros navais americanos vasculhando um prédio no Iraque em 2006 O início de 2006 foi marcado pelas conversações para a constituição do governo iraquiano, pelo aumento da violência sectária e pela continuação dos ataques às forças da coligação. A violência sectária expandiu-se para um novo nível de intensidade após o ataque bombista à mesquita de al-Askari na cidade de Samarra, a 22 de Fevereiro. Pensa-se que a explosão na mesquita, um dos locais mais santos do Islão xiita, foi causada por uma bomba colocada pela Al-Qaeda iraquiana. Apesar de não terem resultado vítimas do ataque, a mesquita ficou severamente danificada e o ataque resultou em violência nos dias seguintes. Mais de 100 corpos baleados foram encontrados a 23 de Fevereiro, e pelo menos 165 terão morrido. Em consequência do ataque, o exército norte-americano estima que a taxa de homicídios em Bagdade triplicou de 11 para 33 mortes por dia. As Nações Unidas descreveram desde então o ambiente no Iraque como uma situação semelhante à guerra civil'. [ 87 ] Ums estudos de 2006 da Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg estimou que mais de 601.000 iraquianos morreram em actos de violência desde a invasão norte-americana e que menos de um terço dessas mortes resultaram de acções da coligação. [ 88 ] O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados e o governo iraquiano estimam que mais de 365.000 iraquianos foram deslocados desde o ataque à mesquita de al-Askari, elevando o número total de refugiados iraquianos a 1,6 milhões. [ 89 ] O actual governo do Iraque entrou em funções a 20 de maio de 2006, após aprovação pelos membros da Assembleia Nacional Iraquiana. O governo sucedeu ao governo de transição iraquiano que continuou em funções de gestão até haver acordo relativamente ao novo governo. O aumento da violência sectária [ editar | editar código-fonte ] Em Setembro de 2006, o ' The Washington Post ' deu a conhecer que o comandante dos fuzileiros no Iraque emitiu um relatório secreto não usual' concluindo que as perspectivas de segurança na província de Ambar eram muito más e que não havia quase nada que as forças norte-americanas pudessem fazer para melhorar a situação política e social lá. [ 90 ] O Iraque foi listado em quarto lugar no Índice de Estados Falhados de 2006 compilado pela Revista Americana de Política Externa e pelo grupo de trabalho do Fundo para a Paz. A lista era encabeçada pelo Sudão . [ 91 ] [ 92 ] A 20 de Outubro, o exército norte-americano anunciou que a 'Operação juntos para a frente' falhou no objectivo de reduzir a violência em Bagdade, e militantes xiitas liderados por al-Sadr tinham tomado conta de várias cidades do sul do Iraque. [ 93 ] As eleições para o congresso dos Estados Unidos e a expansão da violência [ editar | editar código-fonte ] O Presidente Bush e sua equipe em reunião sobre o Iraque A 7 de Novembro de 2006, as eleições intercalares norte-americanas tiraram ao partido republicano o controlo de ambas as câmaras do congresso . Os fracassos na guerra do Iraque foram citadas como uma das causas principais para este resultado, apesar de a administração Bush ter tentado distancia-se da sua rectórica anterior de 'manter o rumo'. [ 94 ] A 23 de Novembro, ocorreu o ataque mais mortífero desde o início da guerra do Iraque. Militantes árabes sunitas suspeitos usaram cinco carros bomba suicidas e dois morteiros no bairro de Sadr City na capital matando pelo menos 215 pessoas e ferindo 257. Os morteiros xiitas cedo retaliaram, disparando 10 projécteis ao local mais importante do Islão sunita na cidade, danificando seriamente a mesquita de Abu Hanifa e matando uma pessoa. Mais oito projécteis rebentaram perto dos escritórios da Associação de Teólogos Muçulmanos, a mais importante organização sunita no Iraque, incendiando casas próximas. Outras barragens de morteiros em bairros sunitas no oeste de Bagdade mataram nove pessoas e feriram 21, segundo a polícia. [ 95 ] A 28 de Novembro, outro relatório dos serviços secretos dos fuzileiros foi emitido, confirmando o relatório anterior sobre a província de Ambar dizendo que: 'As tropas norte-americanas e iraquianas já não são capazes de derrotar militarmente a insurgência em Ambar' e 'quase todas as instituições governamentais desde o nível local a provincial se desintegraram ou se corromperam grandemente e foram infiltradas pela Al-Qaeda iraquiana'. [ 96 ] Grupo de Estudos do Iraque e a execução de Saddam Hussein [ editar | editar código-fonte ] O relatório do Grupo de Estudos do Iraque foi apresentado a 6 de Dezembro de 2006. O grupo, liderado pelo antigo secretário de estado James Baker e pelo antigo congressista democrata Lee Hamilton , conclui que 'a situação no Iraque é grave e está a deteriorar-se' e que 'as forças norte-americanas parecem estar numa missão sem fim à vista'. As 79 recomendações do relatório incluem o aumento dos contactos diplomáticos com o Irão e com a Síria e o intensificar do treino das tropas iraquianas. A 18 de Dezembro, um relatório do Pentágono refere que os ataques a norte-americanos e iraquianos se repetem numa média de aproximadamente 960 por semana - a mais alta desde que os relatórios começaram a ser feitos, em 2005. [ 97 ] As forças da coligação transferiram o controlo de uma província para o governo iraquiano, a primeira desde o início da guerra. Advogados militares acusaram 8 fuzileiros pela morte de 24 civis iraquianos em Haditha , em Novembro de 2005, dez dos quais mulheres e crianças. Quatro outros oficiais foram também acusados de incumprimento do dever em relação ao mesmo caso. [ 98 ] Depois de um julgamento que durou um ano, Saddam Hussein foi enforcado a 30 de dezembro de 2006, tendo sido considerado culpado de crimes contra a humanidade por um tribunal iraquiano. [ 99 ] 2007: O reforço das tropas dos Estados Unidos [ editar | editar código-fonte ] Soldados americanos em patrulha na periferia de Bagdá, em fevereiro de 2007 Num anúncio televisivo de 10 de Janeiro de 2007 ao público americano, Bush propôs mais 21.500 tropas para o Iraque, um programa de trabalho para os iraquianos, mais propostas de reconstrução, e 1.200 milhões de dólares para estes programas. [ 100 ] Questionado sobre porque pensava que o seu plano iria funcionar desta vez, Bush disse: 'Porque tem de funcionar'. [ 101 ] A 23 de Janeiro de 2007, no Discurso do Estado da União de 2007, Bush anunciou 'o destacamento de reforços de mais de 20.000 soldados e fuzileiros adicionais no Iraque'. A 10 de Fevereiro, David Petraeus foi nomeado comandante das forças multinacionais no Iraque, um posto de 4 estrelas que coordena todas as forças norte-americanas no país, substituindo o General George Casey. Nesta nova posição, Petraeus coordena todas as forças da coligação no Iraque e empregou-as na 'estratégia de reforço' definida pela administração Bush. [ 102 ] [ 103 ] Em 2007 assistiu-se também a um aumento significativo nos ataques bombistas dos insurgentes com gás de cloro . Exigências às tropas norte-americanas [ editar | editar código-fonte ] Manter elevados níveis de tropas em face de elevadas baixas requereu duas mudanças no exército. Foi aumentado o tempo das comissões e foram relaxadas as normas relativas a voluntários com historial de actos criminosos. Era esperados que ambas as medidas levassem a um aumento da probabilidade de violência contra iraquianos não combatentes. Um relatório patrocinado pelo departamento de defesa [ 104 ] descreveu o aumento das comissões como levando ao aumento do stress com o aumento das manifestações de raiva e desrespeito pelos civis. John Hutson , decano e presidente do Franklin Pierce Law Center em Nova Hampshire e antigo juiz general da marinha disse que as forças armadas têm de ponderar cuidadosamente ao decidir que criminosos aceitar. Há uma razão para que a aceitação de pessoas com passado de crime nas forças armadas seja desde há muito a excepção e não a regra. 'Se se está a recrutar alguém que demonstrou algum tipo de comportamento anti-social e se está a pôr uma arma nas suas mãos, tem que se estar a ser excepcionalmente cuidadoso com o que se está a fazer. Não se está a pôr um martelo nas suas mãos, nem se lhe está pedindo para vender carros, Está-se potencialmente a dizer-lhe para matar pessoas'. [ 105 ] Em Abril, o Secretário de Defesa Robert Gates anunciou que todos os soldados do exército no activo no Iraque e no Afeganistão iriam servir por dezasseis meses, em vez dos doze meses que esperavam. 'Sem esta acção teríamos que recolocar cinco brigadas de soldados no activo mais cedo do que o objectivo de doze meses em casa', disse Gates. [ 106 ] Estatísticas dadas a conhecer em Abril davam a conhecer que cada vez mais soldados desertavam do seu dever, um rápido aumento relativamente aos anos anteriores. [ 107 ] Land Rovers wolf britânicos em patrulha perto de Baçorá A pressão sobre as tropas norte-americanas são agravadas pela contínua retirada das forças britânicas da província de Bassorá. No início de 2007, o primeiro-ministro britânico Tony Blair anunciou que após a operação Sinbad as tropas britânicas iriam começar a retirar da Bassorá, entregando a segurança aos iraquianos. [ 108 ] No Outono de 2007, o primeiro-ministro Gordon Brown, sucessor de Blair, de novo delineou um plano de retirada para as restantes forças britânicas com uma data de retiradas completa para finais de 2008. [ 109 ] Em Julho, o primeiro-ministro dinamarquês Anders Fogh Rasmussen também anunciou a retirada de 441 tropas do Iraque, deixando apenas uma unidade de 9 soldados pilotando 4 helicópteros de observação. [ 110 ] A taxa de mortes americanas em Bagdade nas primeiras sete semanas do 'reforço' de tropas quase que duplicou relativamente ao período anterior. [ 111 ] De acordo com o Monitor de baixas da coligação no Iraque, as mortes de soldados americanos desde o início do reforço era cerca de 3,14 por dia, o que é o mais alto desde o fim dos principais combates. [ 112 ] Efeitos do reforço na Segurança [ editar | editar código-fonte ] Soldados norte-americanos abrigam-se durante uma troca de tiro com insurgentes na secção de Al Doura de Bagdade, 7 de março de 2007 Em meados de Março de 2007, segundo fontes norte-americanas perto dos militares, a violência em Bagdade tinha sido cortada em cerca de 80%. [ 113 ] no entanto, relatórios independentes [ 114 ] [ 115 ] levantaram questões sobre estas afirmações. Um porta voz militar iraquiano refere que que as mortes civis desde o início do reforço das tropas eram de 265 em Bagdade, uma grande diminuição relativamente aos 1440 nas quatro semanas anteriores. O New York Times concluiu que mais de 450 civis iraquianos tinham morrido durante o mesmo período de 28 dias, baseando-se nos relatórios diários iniciais do Ministério do Interior e de responsáveis hospitalares. Historicamente, as contagens de mortes apresentadas pelo The New York Times subestimaram o total das mortes em cerca de 50% ou mais comparando com os estudos das Nações Unidas, que se baseiam nos dados do Ministério da Saúde iraquiano e em dados das morgues. [ 116 ] No fim de Março de 2007, o congresso norte-americano aprovou leis de autorização de financiamento suplementar de 122 biliões de dólares para operações de emergência no Afeganistão e no Iraque, incluindo requerimentos de que os Estados Unidos retirassem as suas tropas do Iraque em Agosto de 2008. O presidente Bush ameaçou vetar qualquer lei que incluísse um plano de retirada. [ 117 ] A 30 de março de 2007, o Senado dos Estados Unidos aprovou a retirada de todos as tropas até 31 de março de 2008. O prazo curto estipulado pelo Senado era uma meta, não um requerimento a Bush, e fora estabelecido para ganhar o apoio dos Democratas centristas. [ 118 ] Uma mulher iraquiana olha para soldados norte-americanos fazendo uma busca no pátio da sua casa durante uma investigação em Ameriya. Buscas a casas são ocorrências comuns na guerra do Iraque. Apesar de um aumento substancial do número das forças de segurança em Bagdade, associado ao reforço das tropas, o total das mortes no Iraque aumentou 15% em março. 1869 civis foram mortos e 2719 foram feridos, comparados com 1646 mortos e 2701 feridos em Fevereiro. Em Março foram mortos 165 polícias iraquianos, contra 131 no mês anterior, enquanto que 44 soldados iraquianos morreram, em comparação com 29 em Fevereiro. As mortes militares americanas em Março foram quase o dobro das iraquianas, apesar de os norte-americanos afirmarem que foram as forças iraquianas que representaram o maior esforço do reforço em Bagdade. O total das mortes entre os insurgentes diminuiu para 481 em Março, comparado com 586 mortos em Fevereiro. [ 119 ] [ 120 ] Três meses após o início do reforço, as tropas controlavam menos de um terço da capital, muito menos que o objectivo inicial, de acordo com um relatório militar interno completado em Maio de 2007. A violência era especialmente crónica nos bairros mistos xiitas e sunitas de Bagdade ocidental. As melhorias ainda não tinham sido substanciais no espaço e no tempo em Bagdade. [ 121 ] A 14 de Agosto de 2007 ocorreu o ataque mais mortífero desde o início da guerra. Mais de 500 civis foram mortos numa série de ataques bombistas suicidas coordenados no norte do Iraque em Qahtaniya . Mais de 100 casas e lojas foram destruídas nas explosões. Os responsáveis norte-americanos culparam a Al-Qaeda no Iraque. Os aldeãos que foram alvo do ataque pertencem à minoria étnica não muçulmana dos Yazidi . O ataque parece representar o último acontecimento até antão de um conflito que começou no princípio do ano quando membros da comunidade Yazidi apedrejaram até à morte uma rapariga adolescente chamada Du’a Khalil Aswad acusada de namorar um árabe sunita e de se converter ao Islão. A morte da menina foi gravada em telemóveis e o vídeo foi colocado na internet. [ 122 ] [ 123 ] [ 124 ] [ 125 ] Desenvolvimentos Políticos [ editar | editar código-fonte ] Mais de metade dos membros do parlamento iraquiano rejeitaram pela primeira vez a continuação da ocupação do seu país. 144 dos 275 deputados assinaram uma petição legislativa que requereria ao governo iraquiano ter a aprovação do parlamento antes de requisitar uma extensão do mandato das Nações Unidas para que estivessem forças estrangeiras no Iraque, o qual acaba no fim de 2007. Também pede um calendário para a retirada de tropas e uma estabilização do número de forças estrangeiras. O mandato do Conselho de Segurança das Nações Unidas paras as forças lideradas pelos Estados Unidos no Iraque iria terminar se tal fôr pedido pelo governo iraquiano.. [ 126 ] Segundo a lei iraquiana, o porta voz tem de apresentar uma resolução pedida pela maioria dos deputados. [ 127 ] Segundo pesquisa de opinião, 59% da população dos Estados Unidos apoiava um calendário para a retirada. [ 128 ] A meio de 2007 a coligação começou um programa controverso para treinar iraquianos sunitas para a formação de milícias de 'guardiões'. Estas milícias tinham o objectivo de apoiar e garantir a segurança de vários bairros sunitas incapazes de garantir a sua própria segurança. [ 129 ] A 22 de Agosto de 2007, o Presidente Bush fez um discurso na Convenção Nacional de Veteranos de Guerras no Estrangeiro comparando a guerra do Iraque com a guerra do Vietname , especificamente na questão da retirada, dizendo que: 'Nessa altura como agora, as pessoas argumentavam que o verdadeiro problema era a presença americana e que se retirássemos, as mortes acabariam'. Bush alegou então que a retirada americana do Vietname levou à tomada de poder pelos Khmer Vermelhos no Camboja e dos Viet Cong no Vietname, com represálias contra os aliados dos E.U.A. nesses países. Bush argumentou ainda que Osama bin Laden tinha feito uma comparação semelhante numa entrevista a um jornal paquistanês depois do 11 de Setembro, dizendo '…o povo americano levantou-se contra a guerra do seu governo no Vietname. E devem fazer o mesmo agora'. [ carece de fontes ? ] O número dois de Bin Laden, Zawahiri também se referiu a o Vietname. Numa carta ao chefe de operações no Iraque, também se referiu a '…os tempos posteriores ao colapso do poder americano no Vietname e como fugiram e deixaram os seus agentes'. Bush falando na televisão sobre sua nova estratégia para o Iraque, em 2007 Bush reconheceu que após a guerra do Vietname nem os Viet Cong nem os Khmers Vermelhos foram até ao Estados Unidos para continuar a guerra, mas alegou que desta vez seria diferente. 'Ao contrário do que aconteceu no Vietname, se retirássemos antes de o trabalho estar feito, o inimigo seguir-nos-ia até casa . E isso é porquê, para a segurança dos Estados Unidos da América, temos de derrotá-los lá fora, para que não os tenhamos de enfrentar nos Estados Unidos da América'. [ 130 ] Tensões com o Irão e a Turquia [ editar | editar código-fonte ] Durante 2007 as tensões aumentaram grandemente entre o Irão e o Curdistão iraquiano devido ao facto de o seu santuário ter sido dado ao militante Partido para uma Vida Livre no Curdistão (PEJAK). De acordo com informações, o Irão tem bombardeado posições do PEJAK no Curdistão iraquiano desde 16 de Agosto. Estas tensões aumentaram ainda mais com uma alegada incursão para além da fronteira de tropas iranianas a 23 de Agosto, em que estas atacaram várias aldeias curdas matando um número indeterminado de civis e militantes. [ 131 ] As forças da coligação começaram a ter como alvo alegados operacionais da Força Quds iraniana no Iraque, prendendo ou matando membros suspeitos. A administração Bush e os líderes da coligação começaram a declarar publicamente que o Irão estava a fornecer armas, particularmente EFPs, aos insurgentes iraquianos e às milícias. Além do conflito com o Irão, o Curdistão iraquiano também começou a ter problemas com a Turquia . Incursões para lá da fronteira de militantes do PKK continuaram a atacar forças turcas, causando vitimas de ambos os lados. Armas originalmente dadas a forças de segurança iraquianas pelos norte-americanos estão a ser recuperadas por autoridades na Turquia depois de serem utilizadas em crimes violentos nesse país. [ 132 ] No Outono de 2007, as forças armadas turcas afirmaram o seu direito de atravessar a fronteira do Curdistão iraquiano em perseguição a militantes do PKK e começaram a bombardear aldeias curdas e a atacar bases do PKK com aviões. [ 133 ] [ 134 ] O parlamento turco aprovou uma resolução permitindo às forças armadas perseguir o PKK no Curdistão iraquiano e começaram planos para uma grande operação com helicópteros, blindados e infantaria que se deslocaria até talvez 20 quilómetros para lá da fronteira com o Iraque para desalojar o PKK das suas bases nas montanhas. [ 135 ] Redução planejada de tropas [ editar | editar código-fonte ] Num discurso feito ao Congresso a 10 de Setembro, o General David Petraeus 'previa a retirada de cerca de 30.000 tropas norte-americanas até ao próximo verão, começando com um contingente de fuzileiros em Setembro'. [ 136 ] A 14 de Setembro o Presidente Bush disse que 5.700 sodados estariam em casa pelo Natal de 2007, e esperava que mais alguns milhares voltariam em Julho de 2008. O plano traria o número de tropas para o nível de antes do reforço no início de 2007. Alguma controvérsia surgiu devido ao facto de o antigo Secretário de Estado Colin Powell ter anunciando antes do reforço que teria de haver uma redução de tropas em meados de 2007. [ 137 ] A 13 de Setembro, Abdul Sattar Abu Risha foi morto num ataque bombista na cidade de Ramadi . [ 138 ] Este era um importante aliado dos E.U.A. uma vez que tinha liderado o 'Acordar de Ambar', uma aliança de tribus sunitas árabes que se insurgiram contra a Al-Qaeda iraquiana. Esta organização declarou a sua responsabilidade pelo ataque. [ 139 ] Uma declaração colocada na internet pela organização Estado Islâmico do Iraque chamou a Abu Risha 'um dos cães de Bush' e descreveu o assassinato de quinta-feira como 'uma operação heroica que levou mais de um mês a preparar'. [ 139 ] Controvérsia de uma firma de segurança privada [ editar | editar código-fonte ] A 17 de Setembro de 2007, o governo iraquiano anunciou que iria revogar a licença da firma de segurança norte-americana Blackwater USA devido ao envolvimento da firma nas mortes de 8 civis, incluindo uma mulher e uma criança, [ 140 ] numa troca de tiros que se seguiu à explosão de um carro bomba perto das instalações do Departamento de Estado. Investigações adicionais de alegado tráfico de armas envolvendo a empresa estava também em curso. A Blackwater é de momento uma das firmas mais importantes a operar no Iraque com cerca de 1000 empregados e uma frota de helicópteros no país. Se o grupo ainda pode ser legalmente acusado é uma questão de debate. [ 141 ] Em Outubro de 2007, as Nações Unidas lançaram um estudo de dois anos dizendo que, apesar de serem contratadas como 'guardas de segurança', as firmas privadas estavam a cumprir deveres militares. O relatório descobriu que o uso de empresas como a Blackwater era uma 'nova forma de actividade mercenária' e ilegal segundo a lei internacional, apesar de os Estados Unidos não serem signatários do tratado. [ 142 ] 2008: Guerra civil continua [ editar | editar código-fonte ] Militares iraquianos em seção de treinamento Em 2008, oficiais americanos e independentes começaram a ver melhorias na situação de segurança no Iraque. De acordo com o Departamento de Defesa americano , em dezembro de 2008, a 'situação geral de violência' no país havia caido 80% desde que reforços (cerca de 20 mil soldados americanos) haviam chegado em janeiro de 2007, e o número de assassinatos havia caído para níveis anteriores a guerra. Também foi apontado que o número de baixas sofridas pela Coalizão havia caído de 904 em 2007 para 314 em 2008. [ 143 ] As perdas civis também haviam declinado consideravelmente, de 3 500 em janeiro ode 2007 para 490 em novembro de 2008. Além disso, ataques contra as forças aliadas viram uma queda ainda maior, sendo 1 600 em 2007 para 200 ou 300 em 2008. As perdas entre as tropas iraquianas também tinham caído consideravelmente. [ 144 ] Enquanto isso, a proficiência dos militares iraquianos melhorou eles aproveitaram para lançar uma nova ofensiva contra áreas controladas por milicianos xiitas. Começou em março com uma operação contra o Exército Mehdi em Baçorá, o que reacendeu a violência sectária em algumas regiões do país, especialmente na cidade de Sadr , no distrito de Bagdá. Em outubro, o oficial britânico responsável por Baçorá disse que desde o começo da operação a cidade estaria mais 'segurança' e os índices de homicídios caíram consideravelmente. [ 145 ] Segundo os americanos, em 2008, o número de explosões por terroristas no país caíram drasticamente também. [ 146 ] O progresso do conflito contra as facções sunitas também avançou. Movimentos pró governo ficaram mais forte e os americanos começaram a transferir mais regiões para o comando dos iraquianos. [ 147 ] Em maio, o exército iraquiano – apoiado pela Coalizão – lançou uma ofensiva em Moçul , um dos últimos bolsões de resistência da al-Qaeda no país. Apesar de prender centenas de pessoas, a operação falhou em baixar os índices de violência em Moçul. Ao fim do ano, a segurança da cidade permanecia fraca. [ 148 ] Também foram reportados avanços (militares e políticos) do governo contra grupos extremistas curdos no norte do país. [ 149 ] Os militares americanos encararam esses sucessos com otimismo, já que, de acordo com planos previamente acertados, em 2008 a Coalizão iria começar a entregar a responsabilidade de segurança do país para as forças nacionais de defesa. [ 143 ] O comandante das tropas ocidentais, o general americano Raymond T. Odierno , afirmou que 'em termos militares, transições são períodos perigosos'. [ 143 ] Ofensivas na primavera [ editar | editar código-fonte ] Um soldado iraquiano na cidade de Sadr, próximo de Bagdá, 17 de abril de 2008 Ao fim de março de 2008, o exército iraquiano, com apoio aéreo e logístico da Coalizão, lançou uma nova ofensiva, chamada 'Ataque dos Cavaleiros', em Baçorá para tomar a cidade do controle dos milicianos islamitas . Esta foi a primeira grande operação militar lançada pelo governo iraquiano que não contou com ajuda terrestre de tropas da Coalizão ocidental. A região onde a operação seria lançada era controlada especialmente por milícias xiitas, como o Exército Mahdi . [ 150 ] [ 151 ] Outras áreas do país também viram uma reintensificação dos combates: incluindo nas cidades de Sadr , Al Kut , Al Hillah e outros. A luta foi intensa em Baçorá e a ofensiva do governo foi perdendo força. Com os combates se desenrolando mal para os islamitas, alguns grupos, como a brigada Qods abriram negociações. Em 31 de março de 2008, al‑Sadr ordenou que seus seguidores parassem de lutar. [ 152 ] Em 12 de maio de 2008, os residentes de Baçorá viram uma 'consistente melhoria na qualidade de vida', de acordo com uma reportagem do New York Times . As tropas do governo haviam tomado o quartel-general dos militantes islâmicos locais e reinstauraram a ordem na cidade. [ 151 ] Em abril, bombas nas estradas (que haviam consumido muitas vidas durante a guerra) continuaram, porém em menor intensidade. Em novembro, as forças armadas americanas realizam incursões na fronteira do Iraque com a Síria para combater os insurgentes. [ 153 ] Audiências no Congresso americano [ editar | editar código-fonte ] O general David Petraeus dando um testemunho no congresso americano, em 8 de abril de 2008 No começo de 2008, com a situação de segurança no Iraque melhorando, o Congresso dos Estados Unidos começou a chamar proeminentes figuras ligadas a ocupação do país para audiências. Em 8 de abril, o general David Petraeus pediu para que o governo americano reconsidera-se a sua posição de retirar as tropas do Iraque, dizendo que 'Eu notei que nós não fizemos tantos progressos definitivos assim e nós não estamos vendo nenhuma luz no fim do túnel,' em referência aos comentários do presidente Bush e do ex-general William Westmoreland , veterano da guerra do Vietnã. [ 154 ] Quando perguntado pelo Senado se pessoas sensatas poderiam discordar do caminho que seria adotado, Petraeus disse 'nós lutados para que as pessoas tenham o direito de terem opiniões'. [ 155 ] Ao líder do comitê do senado à época, Joe Biden , o embaixador Crocker admitiu que a Al-Qaeda no Iraque era menos importante que a organização central da Al-Qaeda na fronteira do Afeganistão com o Paquistão, onde o líder da organização, Osama bin Laden , estava escondido. [ 156 ] Legisladores de ambos os partidos estavam reclamando que o contribuinte americano estava pagando o preço da guerra enquanto o Iraque voltava a faturar bilhões com a venda de petróleo. Fortalecimento do exército iraquiano [ editar | editar código-fonte ] Militares iraquianos em ação em Bagdá em 2007 O Iraque passou a ser um dos principais importadores de armamentos e equipamentos militares americanos a partir de 2007. Os tradicionais fuzis AK-47 começaram a ser substituídos pelos rifles M‑16 e M‑4 . [ 157 ] Apenas em 2008, o Iraque comprou dos Estados Unidos US$12,5 bilhões de dólares em equipamentos (quase um-terço dos US$34 bilhões que os Estados Unidos lucrou com vendas de armas a países estrangeiros naquele ano). [ 158 ] Os iraquianos ainda se comprometeram a comprar 36 caças F‑16 , o equipamento mais avançado que eles compraram dos americanos à época. O Pentágono notificou o congresso que eles também aprovaram a venda de 24 helicópteros de ataque americanos ao Iraque, avaliando a transação em US$2,4 bilhões de dólares. Além disso, o governo iraquiano anunciou planos de comprar mais US$10 bilhões de dólares em tanques, veículos blindados, aviões de transporte e outros equipamentos e serviços. No verão seguinte, o Departamento de Defesa americano confirmou que os iraquianos haviam encomendado mais de 400 veículos militares e outros armamentos no valor de US$3 bilhões de dólares, além de seis aviões de transporte C-130J , no valor de US$1,5 bilhões. [ 159 ] [ 160 ] De 2005 a 2008, os Estados Unidos oficialmente exportaram US$20 bilhões de dólares em equipamentos militares ao Iraque. [ 161 ] Acordo entre os governos americano e iraquiano [ editar | editar código-fonte ] Em dezembro de 2008, os governos do Iraque e dos Estados Unidos assinaram o chamado U.S.-Iraq Status of Forces Agreement . [ 162 ] O acordo estabelecia o início da retirada das unidades de combate americanas das cidades iraquianas a partir de 30 de junho de 2009 e se completaria com a evacuação completa das forças militares estrangeiras do país em 31 de dezembro de 2011. [ 163 ] [ 164 ] O pacto também restringia o poder das forças americanas, dizendo que elas não podiam prender alguém por mais de 24 horas sem uma acusação formal, além de exigir mandatos de busca caso os americanos quisessem inspecionar casas de civis iraquianos. [ 165 ] Funcionários independentes americanos contratados pelo governo do Iraque poderiam ser processados criminalmente caso fossem pegos em uma ação ilegal (essa ação não se estendia aos militares dos Estados Unidos). [ 166 ] [ 167 ] [ 168 ] [ 169 ] O então secretário de defesa americano, Robert Gates , afirmou que algumas tropas americanas poderiam permanecer no país depois de 2011 para ajudar no treinamento das forças iraquianas. [ 170 ] Muitos grupos políticos iraquianos protestaram contra o acordo afirmando que ele apenas prolongava e legitimava a ocupação americana do país. [ 171 ] Na praça central de Bagdá, imagens do então presidente americano George W. Bush foram queimadas e uma esfinge em do seu rosto destruída em um gesto de ironia pois, cinco anos antes, uma estátua de Saddam Hussein fora destruída por populares nos primórdios da invasão americana. [ 172 ] Alguns iraquianos, contudo, demonstraram otimismo já que agora havia uma data definida para a retirada dos Estados Unidos do seu país. [ 173 ] Em 4 de dezembro de 2008, o conselho presidencial iraquiano aprovou o acordo. [ 162 ] A população iraquiana se dividiu na questão, com extremistas se reunindo para as tradicionais orações de sexta feira dos muçulmanos para gritar slogans anti Estados Unidos e anti Israel. [ 174 ] 2009: Redistribuição da Coalizão [ editar | editar código-fonte ] Transferência do controle da Zona Verde [ editar | editar código-fonte ] Visão aérea da 'Zona Verde', local onde se concentram as representações de diversos países, o comando das tropas da coalizão e o aeroporto internacional de Bagdá Em 1 de janeiro de 2009, os Estados Unidos entregou o controle da Zona Verde e do Palácio presidencial de Saddam Hussein (que era usado como quartel-general da Coalizão) ao governo iraquiano em uma cerimônia que foi descrita pelo primeiro-ministro do Iraque como a 'restauração da soberania do país'. [ 175 ] A liderança militar dos Estados Unidos atribuiu o declínio da violência no Iraque e a redução do número de civis mortos a uma série de medidas, entre elas o aumento de tropas enviadas ao país em 2007, os sunitas passando para o lado do governo e o pedido do clérigo xiita Muqtada al-Sadr para que sua milícia aceitasse o cessar-fogo. [ 176 ] Eleições provinciais [ editar | editar código-fonte ] Em 31 de janeiro, o Iraque teve uma grande eleição nas províncias. [ 177 ] Violência e alegações de fraude foram reportados durante o pleito. [ 178 ] [ 179 ] [ 180 ] [ 181 ] As expectativas de comparecimento nas urnas foi frustrada e poucos eleitores compareceram, mas o embaixador americano, Ryan Crocker, afirmou que a eleição foi um 'sucesso'. [ 182 ] Reproduzir conteúdo O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama , profere um discurso na Base Lejeune, em 27 de fevereiro de 2009 Anúncio formal da retirada [ editar | editar código-fonte ] Em meados de janeiro de 2009, Barack Obama sucedeu George Bush como presidente dos Estados Unidos com uma plataforma que visava reverter boa parte das políticas do predecessor. Em 27 de fevereiro, em um discurso na base dos fuzileiros navais em Lejeune, na Carolina do Norte , anunciou que as tropas americanas encerrariam suas operações militares no Iraque em 31 de agosto de 2010. A guerra havia, há muito tempo, se tornado tremendamente impopular nos Estados Unidos. Uma 'força de transição' de 50 000 soldados ficaria para atrás para ajudar no treinamento dos Forças de Segurança Iraquianas , para conduzir operações de contraterrorismo e para oferecer apoio, caso necessário. A retirada completa de todo o pessoal se completaria em dezembro de 2011, segundo o presidente. [ 183 ] O primeiro ministro iraquiano, Nuri al‑Maliki , disse em uma conferência de imprensa que o seu governo não tinha preocupações sobre a retirada e que as forças armadas do país e a polícia podiam manter a ordem no país sem ajuda externa. [ 184 ] Em 9 de abril, no aniversário de seis anos da conquista da capital Bagdá pelas forças da Coalizão, grandes protestos anti-americanos aconteceram por todo o país. [ 185 ] Retirada da Coalizão [ editar | editar código-fonte ] Em 30 de abril de 2009, o Reino Unido encerrou suas operações de combate no Iraque. O primeiro-ministro britânico , Gordon Brown , afirmou que a participação do seu país no conflito foi uma 'história de sucesso' e elogiou a atuação de suas tropas. Os ingleses entregaram o controle de Baçorá para as forças armadas dos Estados Unidos, que por sua vez, entregariam a cidade mais tarde para o governo iraquiano. [ 186 ] Em junho os Estados Unidos iniciaram a retirada das suas forças do país, com as 38 bases sendo devolvidas ao governo iraquiano. Em 29 de junho de 2009, as primeiras unidades militares americanas deixaram a capital Bagdá. Em 30 de novembro, o Ministério do Interior do Iraque afirmou que o número de mortes civis tinha caído para os menores níveis desde novembro de 2003. [ 187 ] Em 28 de julho a Austrália retirou suas tropas do Iraque. [ 188 ] Contratos petrolíferos iraquianos [ editar | editar código-fonte ] Militares da marinha americana e da Guarda Costeira no terminal petrolífero de Baçorá, julho de 2009 Entre junho e setembro de 2009, o ministério do petróleo do Iraque, assinou diversos contratos com empresas petrolíferas. O processo de exploração seria em conjunto com o governo, com impostos sendo colhidos por barril. [ 189 ] Com a tênue paz retornando ao país, a economia começou a florescer. [ 190 ] 2010: Inicio da retirada americana e Operação Novo Amanhecer [ editar | editar código-fonte ] Em 17 de fevereiro de 2010 o secretário de defesa americano, Robert Gates , anunciou que em 1 de setembro a 'Operação Libertade do Iraque' (' Operation Iraqi Freedom ') seria substituída pela 'Operação Novo Amanhecer' (' Operation New Dawn '). [ 191 ] Em 18 de abril forças americanas e iraquianas, em uma operação militar conjunta, mataram Abu Ayyub al-Masri , o líder da al-Qaeda no Iraque . [ 192 ] O alvo estava escondido em uma casa em Ticrite e depois de um longo tiroteio, militares iraquianos invadiram a casa encontraram duas mulheres ainda com vida e quatro homens mortos, incluindo al-Masri, Abu Abdullah al-Rashid al-Baghdadi , um assitente de Masri e o filho de al-Baghdadi. [ 193 ] O então vice presidente americano, Joe Biden , afirmou que a morte destas duas cabeças da al-Qaeda no Iraque seria um 'golpe devastador' contra a rede terrorista que operava no país e que também era prova de que as forças de segurança iraquianas estavam prontas. [ 194 ] Em 20 de junho uma bomba atingiu o prédio do Banco Central iraquiano acabou matando 15 pessoas. Forçou a paralisação do centro da capital do país. O ataque teria sido orquestrado pelo grupo Estado Islâmico do Iraque . Outro atentado a bomba aconteceu em frente ao prédio do Banco do Comércio e terminou com a morte de 26 pessoas e deixou outras 52 feridas. [ 195 ] Ao fim de agosto de 2010 insurgentes iraquianos realizaram um grande ataque com doze carros-bombas explodidos simultaneamente em Moçul e Baçorá, matando mais de 50 pessoas. Esse ataque coincidiu com o recuo de tropas americanos do Iraque. [ 196 ] Oficiais militares iraquianos em treinamento com soldados da 82ª Divisão Aerotransportada americana, em dezembro de 2010 Os Estados Unidos estavam, ao fim de 2010, começando a desmantelar sua presença militar permanente no Iraque, removendo todas as tropas da região. Em 19 de agosto as primeiras brigadas de combate começaram a partir. Os comboios de equipamentos e homens iam primeiro para o Cuaite antes de voltar para o continente americano. Enquanto boa parte das forças de combate americanas deixavam o país, uma tropa de 50 000 militares permaneceram por um tempo para dar apoio as forças armadas iraquianas. [ 197 ] [ 198 ] O objetivo desse pequeno grupo deixado para atrás era para auxiliar no treinamento dos iraquianos e também para, acima de tudo, ajudar em operações de contra-terrorismo, mas sem participar dos combates diretamente. Um relatório divulgado pela Associated Press afirmou que 'os combates no Iraque ainda não haviam terminado'. [ 199 ] Um porta-voz do Departamento de Estado americano, P. J. Crowley disse que '...não estamos terminando o trabalho no Iraque. Nós temos um compromisso naquele país.' [ 200 ] Em 31 de agosto, Obama anunciou formalmente o fim da 'operação Iraque Livre'. No pronunciamento, ele afirmou que esta guerra teria um profundo legado na economia do país e na história. [ 201 ] No mesmo dia, no Iraque, uma cerimônia aconteceu em uma antiga residência de Saddam Hussein , o palácio Al Faw , em Bagdá, onde dignatários americanos também falaram sobre o fim do conflito. O vice presidente Joe Biden afirmou que estava preocupado com a falta de progresso no desenvolvimento do governo iraquiano, afirmando que o povo do país esperava que 'o governo refletisse o resultado das urnas'. O general Ray Odierno, comandante da coalizão, afirmou que uma 'nova era' começou no país. [ 202 ] Soldados americanos e iraquianos em Baçorá, em 2010 Em 8 de setembro, o exército americano afirmou a chegada ao Iraque da primeira unidade específica para auxilio do treinamento dos Iraquianos, a 3ª Brigada de Cavalaria. Essas tropas exerceriam suas funções nas províncias do sul do Iraque. [ 203 ] Durante a retirada, atos de violência voltaram a emergir. Em novembro de 2010, cerca de 58 pessoas foram mortas e outras 40 ficaram feridos em um atentado contra uma igreja católica em Sayidat al‑Nejat, Bagdá. A al-Qaeda assumiu a autoria do atentado. [ 204 ] Ataques contra xiitas também recomeçaram. Um deles, em Bagdá, em 2 de novembro, matando aproximadamente 113 pessoas e deixando outras 250 feridas. [ 205 ] Forças de segurança do Iraque assumem o controle [ editar | editar código-fonte ] O Ministério da Defesa iraquiano começou em 2010 a reformar suas forças armadas em um ritmo mais acelerado e para alcançar tal objetivo, passou a importar enormes quantidades de armamentos dos Estados Unidos. Somente neste ano, foram mais de US$13 bilhões de dólares em transações entre os dois países. Parte do plano incluía a compra de 140 tanques M1 Abrams . O treinamento das tripulações destes veículos fora feito pelos americanos. Além dessas compras bilionárias, o governo iraquiano também encomendou uma remeça inicial de 18 caças F‑16 como parte de um programa de US$4,2 bilhões para modernização da frota aérea, com a aquisição também de aeronaves de treinamento e peças de manutenção, além de mísseis AIM-9 Sidewinder , bombas guiadas por laser e equipamento de reconhecimento. [ 206 ] Os pilotos dos aviões seriam treinados pelos americanos. [ 207 ] A marinha do Iraque também comprou vários pequenos navios de patrulha americanos. As vendas de pequenos navios ao governo iraquiano somou mais de US$20 milhões de dólares. O principal objetivo dessas embarcações seria patrulhar os rios e ajudar a proteger as rotas de escoamento de petróleo em Baçorá e Khor al-Amiya. Mais dois navios, avaliados em US$70 milhões cada, foram entregues em 2011. [ 206 ] O departamento de defesa americano também informou sobre uma proposta de novas vendas de armas, avaliadas em US$100 milhões de dólares. A empresa General Dynamics encabeçaria as vendas, com um acordo de US$36 milhões para fornecer ao Iraque munição para os tanques Abrams MA1. A Raytheon também acertou um contrato de US$68 milhões para venda de sistemas de comando, controle, comunicação, computadores e equipamentos de inteligência. [ 208 ] ONU remove restrições contra o Iraque [ editar | editar código-fonte ] Em uma ação para legitimar o novo governo iraquiano, as Nações Unidas oficialmente retiraram, em dezembro de 2013, as sanções aplicadas ao país desde a era de Saddam Hussein. Entre os benefícios desta manobra estava a possibilidade do Iraque começar legalmente um programa nuclear civil, permissão para assinar acordos internacionais de armas químicas e nucleares, além de restabelecer o controle total de toda a renda proveniente da exploração dos recursos naturais do país também oficialmente encerrou o programa petróleo por comida . [ 209 ] 2011: As forças americanas se retiram [ editar | editar código-fonte ] Soldados americanos e cuaitianos fechando um portão de fronteira entre o Cuaite e o Iraque, em 18 de dezembro de 2011 Em 2011, Muqtada al-Sadr (outra importante líder da insurgência, mas que estava no exílio desde 2007) retornou ao Iraque se estabeleceu na cidade sagrada de Najaf para liderar o movimento sadrista . [ 210 ] Entre janeiro e julho de 2011 vários soldados americanos foram mortos em atentados. Alguns líderes da oposição nos Estados Unidos pediram para que o presidente Barack Obama atrasasse o plano de retirada das tropas do Iraque, porém ele negou. A evacuação das forças americanas da região tinha sido uma das suas bandeiras durante a campanha a presidência. [ 211 ] Em setembro o governo iraquiano formalizou a compra de 18 caças F-16 americanos. Com a renda do petróleo aumentando, Bagdá começou a comprar cada vez mais armamentos dos Estados Unidos, enquanto a tensão sectária no país voltava a tona. Muitos insurgentes islâmicos aproveitavam a retirada dos americanos para tentar iniciar um novo levante contra o governo central. [ 212 ] Obama confirmou que todos os soldados e o pessoal de auxílio e apoio sairia do país na data determinada. Em 14 de novembro de 2011, a última morte de um soldado americano no Iraque foi confirmada, quando o seu veículo foi atingido por uma bomba numa rua de Bagdá. [ 213 ] Em novembro de 2011 o Senado dos Estados Unidos votou uma resolução para formalmente encerrar a guerra. [ 214 ] Em 18 de dezembro as últimas tropas americanas deixaram o Iraque depois de oito anos de conflito. [ 215 ] Eventos posteriores [ editar | editar código-fonte ] Ver artigos principais: Guerra Civil Iraquiana (2011–presente) e Intervenção militar no Iraque (2014–presente) Apesar de ter conseguido eliminar Saddam e destruir seu governo, a invasão, com a subsequente ocupação anglo - americana do Iraque, levou a nação a uma onda de violência sectária de enormes proporções. A organização Crescente Vermelho iraquiano afirmou que o número de pessoas desalojadas no Iraque chegou a 2,3 milhões, em 2008. outros 2 milhões haviam deixado o país. Dada a pobreza extrema que se espalhou pelo país, muitas mulheres são obrigadas a se prostituir para sustentar suas famílias. Houve também um aumento do número de assaltos e sequestros . Após a invasão, uma nova constituição foi escrita, apoiando os princípios democráticos, desde que estes não ferissem as tradições islâmicas. O país tornou-se uma república parlamentarista , após as eleições de 2005. A região do Curdistão permaneceu autônoma , e a estabilidade trouxe certa prosperidade econômica à região. O Curdistão iraquiano sempre fora uma região mais democrática e mais estável, o que atraiu muitos dos refugiados do país. [ 216 ] Um soldado iraquiano em Bagdá. Em dezembro as Forças Armadas do Iraque assumiram toda a responsabilidade pela segurança do país. A insurgência iraquiana ganhou força e voltou a sair da clandestinidade após a evacuação das forças americanas. Novos atentados a bomba e episódios de violência sectária, instigada principalmente por extremistas sunitas, atingiram o país. [ carece de fontes ? ] Na primeira metade de 2013, centenas de pessoas foram mortas. Em 20 de maio, ao menos 95 pessoas morreram em uma série de atentados a bomba. Atentados em áreas sunitas e xiitas voltaram a virar rotina. Muitos temiam que se repetisse um situação episódio semelhante à guerra civil de 2006-2007 . [ 217 ] [ 218 ] Em 2014 facções de fundamentalistas , encabeçadas pela al-Qaeda e pelo grupo Dawlat al-ʾIslāmiyya , reiniciaram a campanha de violência contra o governo pró-ocidente. Dezenas de pessoas foram mortas em atentados, e os combates recomeçaram. Os americanos, que se haviam retirado dois anos antes, afirmaram que não interviriam, e o governo iraquiano iniciou ofensivas na parte oeste e central do país para combater a nova ameaça dos insurgentes. [ 219 ] Em junho de 2014, no norte do país, os insurgentes fizeram vários progressos e chegaram a conquistar grandes cidades, como Mossul e Ticrite , enquanto marchavam rumo a Bagdá . Enquanto o caos se instaurava pelo país, o conflito sectário entre xiitas e sunitas reascendeu com toda a intensidade. Centenas de pessoas morreram e outras milhares fugiram de suas casas, nas batalhas mais sangrentas ocorridas no Iraque desde o auge da guerra civil da década anteiror. [ 220 ] Em agosto de 2014, o Iraque parecia estar a beira do colapso, verificando-se o avanço das forças do Estado Islâmico do Iraque e do Levante nas regiões norte e central do país. Milhares de pessoas fugiram de seus lares e outras centenas foram massacradas. O presidente Barack Obama ordenou então que fossem realizados ataques aéreos contra alvos dos insurgentes, na região noroeste do país. Estas foram as primeiras ações militares dos Estados Unidos no Iraque em quase três anos. [ 44 ] [ 221 ] Em 2017, após anos de guerra sangrenta, o governo iraquiano declarou vitória sobre os militantes do Estado Islâmico. [ 222 ] Colocação de tropas da coligação [ editar | editar código-fonte ] Nações Unidas [ editar | editar código-fonte ] As Nações Unidas também colocaram um pequeno contingente no Iraque para proteger o pessoal da ONU e as suas instalações. United Nations Assistance Mission in Iraq ( UNAMI ) Geórgia : 550 capacetes azuis Fiji : 168 capacetes azuis Roménia : 130 capacetes azuis Dinamarca : 35 capacetes azuis Canadá : 1 capacete azul [ carece de fontes ? ] Grupos armados iraquianos [ editar | editar código-fonte ] A insurgência iraquiana é a resistência armada de diversos grupos, incluindo milícias privadas, dentro do Iraque que se opõem à ocupação norte-americana e ao governo iraquiano apoiado pelos E.U.A.. Os combates têm claramente uma natureza sectária e significativas implicações internacionais. Estas organizações têm sido chamadas 'resistência iraquiana' pelos seus apoiantes e por alguns opositores à intervenção norte-americana no Iraque e 'forças anti-iraquianas' [ 223 ] pelas forças da coligação. Insurgentes [ editar | editar código-fonte ] Um insurgente iraquiano disparando um míssil anti-aéreo No Outono de 2003, estes grupos insurgentes começaram a usar tácticas de guerrilha típicas: emboscadas, atentados bombistas, raptos, e o uso de explosivos improvisados. Outras acções incluíam morteiros e ataques suicidas, explosivos penetrantes, armas de fogo ligeiras, armas antiaéreas (SA-7, SA-14, SA-16) e lança-foguetes. Os insurgentes também levaram a cabo actos de sabotagem contra infraestruturas de circulação e/ou produção de petróleo, água e electricidade do Iraque. Estatísticas das forças multinacionais (ver gráfico detalhado da BBC [43] ) mostram que os insurgentes têm como alvo principalmente as forças da coligação, as forças de segurança iraquianas e infraestruturas, e por fim civis e responsáveis governamentais. Estas forças irregulares preferem atacar veículos não blindados ou os ligeiramente blindados HMMWV , os principais veículos de transporte das forças armadas norte-americanas, principalmente pelo uso de engenhos explosivos improvisados perto das estradas. [ 224 ] [ 225 ] Em Novembro de 2003, algumas dessas forças atacaram com sucesso helicópteros norte-americanos com mísseis SA-7 comprados no mercado negro global. [ carece de fontes ? ] Grupos de insurgentes como a Rede al-Abud também tentaram constituir os seus próprios programas de armas químicas, tentando transformar em armas morteiros tradicionais com Ricina e Gás Mostarda . [ 226 ] Há evidências de que alguns grupos de guerrilha estão organizados, talvez pelos Fedayin e outros grupos leais a Saddam Hussein ou do partido Baath , religiosos radicais, iraquianos contrários à ocupação e combatentes estrangeiros. [ 227 ] Além das lutas internas, o Irão pode estar a ter um papel na insurgência. O Brigadeiro General Michael Barbero afirmou que 'O Irão é claramente uma força desestabilizadora no Iraque… Acho que é irrefutável que o Irão é responsável pelo treino, financiamento e equipamento de alguns grupos xiitas extremistas'. [ 228 ] Milícias [ editar | editar código-fonte ] Duas das milícias actuais mais poderosas são o Exército Mahdi e a Organização Badr , com ambas as milícias a terem substancial apoio político no actual governo iraquiano. Inicialmente ambas as organizações estavam envolvidas na insurgência iraquiana, mais claramente o exército Mahdo na Batalha de Najaf . No entanto, recentemente, houve uma separação entre os dois grupos. Esta violenta separação entre o Exército Mahdi de Muqtada al-Sadr e a rival Organização Badr de Abdul Aziz al-Hakim , foi visto nos combates na cidade de Amarah a 20 de Outubro de 2006, e iría complicar severamente os esforços dos responsáveis iraquianos e americanos para debelar a violência crescente. [ 229 ] Mais recentemente, no fim de 2005 e em 2006, devido ao aumento da violência sectária baseada em distinções étnicas/tribais ou simplesmente devida ao aumento da violência criminosa, várias milícias se formaram, com bairros inteiros e cidades por vezes sendo protegidas ou atacadas por milícias étnicas ou de bairro. [ carece de fontes ? ] Um desses grupos, conhecido como o 'Acordar de Ambar', foi formado em Setembro de 2006 para lutar contra a Al-Qaeda e outros grupos islamitas radicais na particularmente violenta província de Ambar . Liderado pelo Xeque Abdul Sattar Buzaigh al-Rishawi, que lidera o Conselho Sunita de Salvação de Ambar, o Acordar de Ambar tem mais de 6 000 tropas e é visto pelos responsáveis norte-americanos como Condoleeza Rice como um potencial aliado das forças de ocupação. [ 230 ] Custos da guerra [ editar | editar código-fonte ] Estimativas de baixas [ editar | editar código-fonte ] Um fuzileiro norte-americano morto em Abril de 2003 é levado após receber os últimos ritos A administração do presidente Bush foi duramente criticada dentro e fora dos Estados Unidos, e muitos especialistas americanos traçaram paralelos entre este conflito e a Guerra do Vietnã , que acontecera nas décadas de 60 e 70 e também foi uma guerra tremendamente custosa e impopular. [ 231 ] [ 232 ] Um grupo chamado Center for Public Integrity ('Centro para Integridade Pública') afirmou que o governo Bush fez um total de 935 afirmações falsas sobre o Iraque para o povo americano entre 2001 e 2003. [ 233 ] Em Dezembro de 2005 o presidente Bush disse que haveria 30 000 iraquianos mortos. O porta-voz da Casa Branca Scott McClellan disse posteriormente que esta 'não era uma estimativa oficial do governo', e que era baseada em relatórios dos meios de comunicação social. [ 234 ] Tem havido várias tentativas dos meios de comunicação, dos governos da coligação e de outros de estimar as baixas iraquianas: O Ministro da Saúde do Iraque Ali al-Shemari disse, em Novembro de 2006, que, desde a invasão de 2003, entre 100 000 e 150 000 civis iraquianos foram mortos. Al-Shemari disse na Quinta-feira, 9 de novembro, que baseou os seus números numa estimativa de 100 corpos chegados por dia às morgues e hospitais. [ 235 ] [ 236 ] [ 237 ] As Nações Unidas descobriram que foram relatadas 34 452 mortes civis violentas por morgues , hospitais e autoridades municipais iraquianas em 2006. [ 238 ] [ 239 ] Os Ministérios da Saúde, da Defesa e do Interior do Iraque informaram que 14 298 civis, 1 348 policiais e 627 soldados foram mortos em 2006. [ 240 ] O governo iraquiano não conta mortes consideradas como de criminosos, nem as resultantes de raptos, nem as pessoas feridas que morrem mais tarde em resultado dos ataques. No entanto 'um número de 3 700 mortes civis, em Outubro de 2006, os últimos dados das Nações Unidas, baseados em dados do Ministério da Saúde e da morgue de Bagdade , foram considerados exagerados pelo governo iraquiano'. [ 241 ] O Iraq Body Count Project (IBC) documentou 73 264 a 79 869 mortes de civis não combatentes desde o princípio da guerra até 20 de Setembro de 2007. [ 242 ] No entanto, o IBC tem sido criticado por considerar apenas as mortes referidas em meios de comunicação 'respeitáveis'. [ 243 ] [ 244 ] O director do IBC John Sloboda admite: 'Nós sempre dissemos que o nosso trabalho é uma contagem por baixo. Não se pode esperar que uma análise com base nos meios de comunicação apanhe todas as mortes'. [ 245 ] Uma pesquisa da Opinion Research Business (ORB), conduzida entre 12 e 19 de Agosto de 2007, estimou 1 220 580 mortes violentas devidas à guerra no Iraque (entre 733 158 e 1 446 063). De uma amostra nacional de 1 499 iraquianos adultos, 22% tinham um ou mais membros da sua família mortos devido à guerra (margem de erro de aproximadamente +/-2,4%). [ 246 ] A ORB afirmou que 48% tinham morrido devido a ferimento provocado por um disparo de uma arma de fogo, 20% por carros bomba, 6% em resultado de um acidente e 6% devido a outro tipo de explosão ou atentado. É a estimativa mais elevada dada até agora para o número de vítimas civis no Iraque e é consistente com as pesquisas de baixas do estudo da revista The Lancet . [ 247 ] [ 248 ] O Estudo da Lancet sobre as baixas da Guerra do Iraque estimou 654 965 mortes de iraquianos (entre 392 979 e 942 636), entre Março de 2003 e o fim de Junho de 2006. [ 249 ] [ 250 ] Esse número total de mortes de iraquianos inclui todas as mortes em excesso devidas à insegurança, degradação da infraestrutura, piores cuidados de saúde, etc. e inclui civis, militares e insurgentes. 601 027 foram mortes violentas (31% atribuídas à coligação, 24% a outros e 46% por causas desconhecidas). Para uma grande parte dos mortos, havia atestado de óbito (o documento foi solicitado a 92% das famílias). [ 249 ] [ 251 ] As causas das mortes violentas foram tiros (56%), carros bomba (13%), outras explosões/atentados (14%), ataques aéreos (13%), acidentes (2%), desconhecidas (2%). Os resultados do estudo foram criticados como 'ridículos' e 'altamente improváveis' por muitos críticos como o governo iraquiano e o Iraq Body Count project . [ 248 ] [ 252 ] [ 253 ] As estimativas da Lancet apenas foram publicadas até agora numa publicação revista pelos pares. Em 2013, foi estimado que entre 170 000 e 500 000 iraquianos morreram no conflito. [ 254 ] Também foi reportado que 4 804 combatentes da Coalizão internacional foram mortos, incluindo 4 486 americanos, 179 britânicos e 139 militares de pelo menos vinte e dois outros países. [ 255 ] Custos financeiros [ editar | editar código-fonte ] O custo financeiro do conflito para os países da Coalizão foi tremendamente alto. Estima-se que o Reino Unido gastou pelo menos £4,55 bilhões de libras (ou US$9 bilhões de dolares). [ 256 ] O governo americano reportou ter gasto US$845 bilhões no esforço de guerra. [ 257 ] Em março de 2013 um estudo feito pela Universidade de Brown afirmou que a guerra custou US$1,7 trilhões de dólares. [ 258 ] Muitos críticos afirmam que o custo total à economia dos Estados Unidos pode variar de US$3 trilhões [ 259 ] a até US$6 trilhões de dólares até 2053, contando com os juros. [ 260 ] Crise humanitária [ editar | editar código-fonte ] Deterioração da situação humanitária [ editar | editar código-fonte ] Um enfermeiro norte-americano trata de algumas feridas menores depois da explosão de dois carros bomba a 18 de Novembro de 2005 perto de uma área residencial de Bagdade 20 de Março de 2007. Uma militar leva uma criança iraquiana ferida para o centro médico Charlie em Camp Ramadi. Uma pesquisa a mais de iraquianos comissionada pela BBC e outras três organizações noticiosas descobriu que 51% da população considera os ataques à coligação aceitáveis, uma subida relativamente aos 17% de 2004 e 35% em 2006. Além disso: 64% descreveram a situação econômica da sua família como sendo má, uma subida relativamente aos 30% em 2005. 88% descreveram a disponibilidade de electricidade como sendo má, uma subida em relação a 65% em 2004. 69 % descreveram a disponibilidade de água potável como sendo má, uma subida relativamente aos 48% de 2004. 88% descreveram a disponibilidade de combustível para cozinhar e conduzir como sendo má. 58% descreveram os esforços de reconstrução na área em que vivem como sendo ineficazes e 9% consideraram-nos totalmente inexistentes. [ 261 ] Num relatório com o título 'Civis sem protecção: a crise humanitária sempre pior no Iraque', produzido bastante depois do reforço de tropas norte-americanas em Bagdade a 14 de Fevereiro, a Cruz Vermelha e o Crescente Vermelho disseram que milhões de iraquianos estão numa situação desastrosa que está a piorar, com profissionais médicos a fugirem do país depois de os seus colegas terem sido mortos ou raptados. As mães pedem a alguém que apanhe os corpos das ruas para que as suas crianças sejam poupadas ao horror de os ver quando vão para a escola. O director de operações da Cruz Vermelha Pierre Kraehenbuehl disse que os hospitais e outros serviços chave têm uma falta desesperada de pessoal, com mais de metade dos médicos dizendo que já saíram do país. [ 262 ] De acordo com um responsável governamental anónimo, 1 944 e pelo menos 174 soldados e polícias foram mortos em Maio de 2007, um aumento de 29% de mortes civis relativamente a Abril. A estimativa do governo iraquiano do número de civis mortos tem sido sempre muito mais baixa do que os relatórios de pesquisadores independentes, como a Lancet. Os ataques de morteiros na capital têm se tornado mais mortíferos. [ 263 ] Entre 18 de Junho e 18 de Julho, cerca de 592 corpos não identificados foram encontrados em Bagdade. A maioria dos cerca de 20 por dia encontrados pela polícia foram encontrados amarrados, com os olhos vendados e mortos como tendo sido executados. A polícia atribui essas mortes a brigadas de morte xiitas e sunitas. De acordo com fontes médicas de Bagdade, muitos mostram também sinais de tortura e mutilação. Apesar de declarações oficiais iraquianas e norte-americanas em contrário, os relatórios indicam que o número de corpos não identificados na capital subiu para o nível de antes do reforço em Julho. Relatórios dos meios de comunicação indicam que as forças armadas norte-americanas se focam em áreas onde são atacadas e não tanto em zonas onde se realizam esse tipo de mortes sectárias por represália. [ 264 ] Deterioração dos cuidados de saúde [ editar | editar código-fonte ] Os cuidados de saúde no Iraque deterioraram-se para um nível não visto desde os anos 1950, disse Joseph Chamie, antigo director da Divisão da População da ONU e um especialista sobre o Iraque. 'Eles estavam na crista da onda' disse, referindo-se aos cuidados de saúde de antes da Guerra do Golfo de 1991. 'Agora parecem mais um país da África sub-saariana'. [ 265 ] As taxas de má nutrição subiram de 19% antes da invasão para uma média nacional de 28% quatro anos depois. [ 266 ] Cerca de 60% a 70% das crianças iraquianas sofrem de problemas psicológicos. [ 267 ] 86% dos iraquianos não têm acesso a água potável . Um surto de cólera no norte do Iraque pensa-se ser o resultado da má qualidade da água. [ 268 ] Cerca de metade dos médicos iraquianos abandonaram o país desde 2003. [ 269 ] Refugiados iraquianos [ editar | editar código-fonte ] Há mais de 3,9 milhões de refugiados iraquianos, quase 16% da população. Dois milhões abandonaram o Iraque enquanto que 1,9 milhões estão deslocados internamente]. [ 270 ] O Alto Comissário das Nações Unidas para os refugiados estimou a 21 de Junho de 2007 que 2,2 milhões de iraquianos tinham fugido para países vizinhos e 2 milhões estavam deslocados internamente, com cerca de 100.000 iraquianos a fugirem para a Síria e a Jordânia todos os meses. [ 271 ] [ 272 ] Pensa-se que 40% da classe média iraquiana fugiu, disseram as Nações Unidas. A maioria foge de perseguições sistemáticas e não deseja regressar. Todo o tipo de pessoas, desde professores universitários a padeiros foram tomados como alvos pelas milícias, insurgentes e criminosos. Estima-se que 331 professores terão sido mortos nos primeiros quatro meses de 2006 de acordo com o Human Rights Watch , e pelo menos 2000 médicos iraquianos foram assassinados e 250 raptados desde a invasão de 2003. [ 273 ] Os refugiados iraquianos na Síria e na Jordânia vivem em comunidades empobrecidas com pouca atenção internacional aos seus problemas e reduzida protecção legal. [ 274 ] [ 275 ] Muitas das mulheres iraquianas fugidas do Iraque estão a recorrer à prostituição . Somente na Síria estima-se que 50.000 mulheres e raparigas iraquianas, muitas dela viúvas, são forçadas à prostituição para sobreviver. Prostitutas iraquianas baratas ajudaram a fazer da Síria um destino popular para turistas sexuais . Os clientes vêm de países mais ricos do Médio Oriente - muitos são homens sauditas. [ 276 ] Um artigo de 25 de Maio de 2007 nota que nos últimos sete meses apenas 69 pessoas no Iraque receberam estatuto de refugiados nos Estados Unidos . [ 277 ] No ano fiscal de 2006, apenas 102 refugiados iraquianos foram autorizados a mudar-se para os Estados Unidos. [ 278 ] [ 279 ] Como resultado do aumento da pressão internacional, a 1 de Junho de 2007, a administração Bush disse estava pronta a admitir 7.000 refugiados que tinham ajudado a coligação desde a invasão. Em 2006, 1,27 milhões de imigrantes conseguiram residência permanente legal no Estados Unidos, incluindo 70.000 refugiados. [ 280 ] De acordo com a Refugees International sedeada em Washington, os Estados Unidos admitiram menos 800 refugiados iraquianos desde a invasão. a Suécia aceitou 18 000 e a Austrália quase 6 000. [ 281 ] Cerca de 110.000 iraquianos podem ser tomados como alvo como colaboradores devido ao seu trabalho com as forças da coligação. [ 282 ] O governo sírio decidiu implementar um regime estrito de vistos para limitar o número de iraquianos que entram no país a um ritmo de até 5000 por dia, cortando a única rota de fuga para milhares de refugiados que fogem da guerra civil no Iraque. Um decreto governamental que entra em efeito a 10 de Setembro de 2007 impede os os possuidores de passaportes iraquianos de entrarem na Síria, excepto homens de negócios e académicos. Até lá, a Síria era o único país a resistir às regulações de entrada estritas para iraquianos. [ 283 ] [ 284 ] Apesar de os cristãos representarem menos de 5% da população iraquiana, são 40% dos refugiados que agora vivem em países vizinhos, de acordo com o alto Comissário das Nações Unidas para os refugiados. [ 285 ] [ 286 ] O Alto Comissariado das Nações Unidas para os refugiados estima que que os cristãos representam 24% dos iraquianos que actualmente procuram asilo na Síria . [ 287 ] [ 288 ] No século XVI, metade da população do Iraque eram cristãos. [ 289 ] Em 1987, o último censo iraquiano contou 1,4 milhões de cristãos. [ 290 ] Mas uma vez que a invasão de 2003 radicalizou as sensibilidades islâmicas, o número de cristãos iraquianos caiu para cerca de 500.000, vivendo cerca de metade em Bagdade. [ 291 ] Mais de metade dos cristãos iraquianos já deixaram o país. [ 292 ] [ 293 ] Só entre Outubro de 2003 e Março de 2005, 36% de todos o iraquianos que fugiram para a Síria eram assírios e outros cristãos, julgando a partir de uma amostra dos que se registaram para asilo em termos políticos e religiosos. [ 294 ] Além disso, as pequenas comunidades de Mandeanos e Yazidis, estão em risco de extinção devido à limpeza étnica de militantes islâmicos. [ 295 ] [ 296 ] Abusos dos direitos humanos [ editar | editar código-fonte ] Soldado norte-americana Lynndie England segurando uma trela presa a um prisioneiro iraquiano desmaiado no chão da prisão de Abu Ghraib Durante a guerra do Iraque houve numerosos abusos dos direitos humanos por ambos lados do conflito. Forças da coligação e contratados privados [ editar | editar código-fonte ] A tortura e abuso de prisioneiros na prisão de Abu Ghraib Uso de fósforo branco no Iraque Os assassinatos de Haditha, de 24 civis em Haditha, incluindo mulheres e crianças (sob investigação) O incidente de Ishaqi (assassinato de 24 civis em Ishaqi, incluindo 5 crianças) (sob investigação) O incidente de Hamadiya (rapto e assassinato de um iraquiano chamado Hasshim Ibrahim Awad) (sob investigação) O incidente de Mahmudiya (a violação e assassinato de uma menina de quatorze anos e o assassinato da sua família, em Mahmudiya) (condenado a prisão perpétua) [44] O massacre da boda (bombardeamento e alvejar de 42 civis em Mukaradib) [ 297 ] (sob investigação) Controvérsia sobre se foi usada força desproporcionada durante os assaltos da coligação e das forças governamentais (maioritariamente xiitas e curdas) no bastião da insurgência sunita de Faluja , em 2004. As mortes (tanto de combatentes como de civis) foram estimadas às centenas, e grande parte da cidade ficou destruída. Classificação falsa de iraquianos capturados ou mortos como combatentes inimigos ou insurgentes. “ Vários entrevistados disseram, nessa ocasião, que esses assassinatos eram justificados pela classificação de inocentes como terroristas, tipicamente em seguimento de disparos das forças norte-americanas sobre multidões de iraquianos desarmados. As tropas detinham os sobreviventes, acusavam-nos de ser insurgentes e colocavam AK-47 junto dos corpos dos mortos para fazer parecer que os civis mortos eram combatentes. 'Eram sempre AK-47 porque havia sempre muitas dessas armas por todo o lado', disse o especialista Aoun. O soldado de cavalaria Joe Hatcher, de 26 anos, de S. Diego, disse que eram ainda usadas pistolas de 9 milímetros e aé pás para dar a impressão de que os não combatentes estavam a cavar um buraco para colocar explosivos. 'Todo o bom polícia tem mais do que uma arma' disse Hatcher, que serviu com o quarto regimento de cavalaria, primeiro esquadrão, em Ad Dawar, a meio caminho entre Ticrite e Samarra, de Fevereiro de 2004 a Março de 2005. 'Se se mata alguém que esteja desarmado, só tem de se deixar uma das armas perto dele'. Os que sobreviveram a esses tiroteios foram presos e acusados de serem insurgentes. [ 298 ] ” Houve ainda relatos de abusos dos direitos humanos por parte dos milhares de militares contratados a trabalhar no Iraque. O caso mais notório foi o da prisão de Abu Ghraib. Uma mulher pede a um soldado iraquiano da 2ª Companhia, 5ª Brigada. 2ª Divisão do Exército para autorizar a libertação dum suspeito de ser insurgente durante um raid perto de Tafaria, Iraque Insurgentes e grupos terroristas [ editar | editar código-fonte ] Assassinato de mais de 12.000 iraquianos desde Janeiro de 2005 a Junho de 2006, de acordo com o ministro do interior iraquiano Bayan Jabr, dando a primeira contagem oficial das víctimas de ataques bombistas, emboscadas e outros ataques mortíferos. [ 299 ] Os insurgentes realizaram também numerosos ataques suicídas contra a população iraquiana, tendo como alvo maioritariamente a maioritária comunidade xiita. [ 300 ] [ 301 ] Um relatório de Outubro de 2005 da Human Rights Watch examina a extensão do ataques a civis e a sua justificação. [ 302 ] Ataques a diplomatas e edifícios diplomáticos incluindo. o ataque bombista da sede das Nações Unidas em Bagdade em Agosto de 2003 matando os principais representantes das Nações Unidas e outros 21 membros do pessoal. [ 303 ] decapitação de vários diplomatas: dois diplomatas argelinos Ali Belaruoussi e Azzedine Belkadi, [ 304 ] diplomata egípcio al-Sherif, [ 305 ] e quatro diplomatas russos. [ 306 ] O ataque à bomba de Fevereiro de 2006 da mesquita de al-Askari, destruindo o santuário xiita mais santo, matando mais de 165 fiéis e iniciando um conflito sectário e assassinatos por represália. [ 307 ] A morte publicitada de numeroso pessoal não militar incluindo. Eugene Armstrong, Jack Hensley, o tradutor Kim Sun-il, Kenneth Bigley, os motoristas de camião búlgaros Ivaylo Kepov e Georgi Lazov, [ 308 ] Shosei Koda, o italiano Fabrizio Quattrocchi , a trabalhadora de caridade Margaret Hassan , engenheiro de reconstrução Nick Berg, o fotógrafo italiano de 52 anos Salvatore Santoro [ 309 ] e o trabalhador de logística Seif Adnan Kanaan . Tortura e assassinato de membros do Novo Exército Iraquiano, [ 310 ] e assassinato de civis associados à Autoridade provisória da coligação, tal como Fern Holland, ou ao Conselho Governamental Iraquiano, tal como Aqila al-Hashimi e Ezzedine Salim , ou de outros civis estrangeiros, tal como alguns Quenianos. [ 311 ] Quatro contratados privados, Scott Helvenston, Jerko Zovko, Wesley Batalona and Michael Teague, foram mortos com granadas e armas de fogo ligeiras, e os seus corpos arrastados dos seus carros, espancados e incendiados. Os seus cadáveres queimados foram arrastados pelas ruas antes de serem pendurados duma ponte sobre o Eufrates. [ 312 ] Governo iraquiano [ editar | editar código-fonte ] O uso de tortura pelas forças de segurança iraquianas. [ 313 ] Esquadrões de morte xiitas comandados pelo ministério do interior são acusados de numerosos massacres contra árabes sunitas [ 314 ] e a infiltração da polícia pelas milícias aumentaram o problema. Ver também [ editar | editar código-fonte ] Cronologia da Guerra do Iraque Referências ↑ The Mouth of the Potomac. «War is over: Last U.S. combat troops leave Iraq. 50,000 remain as advisers» . New York: Nydailynews.com . Consultado em 15 de dezembro de 2011 ↑ «Pentagono: Saddam é prisioneiro de Guerra» . CNN. Janeiro de 2004 ↑ «Deputy Assistant Secretary for International Programs Charlene Lamb's Remarks on Private Contractors in Iraq» . State.gov . Consultado em 23 de outubro de 2010 ↑ International Institute for Strategic Studies . Hackett, James (ed.) (3 de fevereiro de 2010). The Military Balance 2010 . London: Routledge . ISBN 1-85743-557-5 ↑ «The Kurdish peshmerga forces will not be integrated into the Iraqi army: Mahmoud Sangawi — Interview» . Ekurd.net . Consultado em 23 de outubro de 2010 ↑ The Brookings Institution Iraq Index: Tracking Variables of Reconstruction & Security in Post-Saddam Iraq 1 de outubro de 2007 ↑ Ricks, Thomas E.. Ann Scott Tyson (11 de janeiro de 2007). «Intensified Combat on Streets Likely» . Washington Post. p. A01 A referência emprega parâmetros obsoletos |coautor= ( ajuda ) ↑ Pincus, Walter. 'Violence in Iraq Called Increasingly Complex' . Washington Post , 17 de novembro de 2006. ↑ 260 mortos em 2003, [1] 15 196 mortos entre 2004 e 2009, [2] 67 mortos em março de 2009, [3] e 1 100 mortos em 2010, [4] . com um total de mortos de 16 623 pessoas ↑ «Iraq War» (PDF) . Consultado em 18 de novembro de 2012 ↑ «Operation Iraqi Freedom» . iCasualties . Consultado em 24 de agosto de 2010 ↑ «Home and Away: Iraq and Afghanistan War Casualties» . CNN . Consultado em 30 de março de 2010 ↑ http://www.defenselink.mil/news/casualty.pdf ↑ «Ministry of Defence | Fact Sheets | Operations Factsheets | Operations in Iraq: British Fatalities» . Mod.uk . Consultado em 17 de outubro de 2009 ↑ «Forces: U.S. & Coalition/POW/MIA» . CNN . Consultado em 22 de fevereiro de 2011 ↑ Healy, Jack, 'With Withdrawal Looming, Trails Grow Cold For Americans Missing In Iraq', New York Times , 22 de maio de 2011, p. 6. ↑ «Casualty» (PDF) . Consultado em 18 de novembro de 2012 ↑ 33 ucranianos [5] , 31+ italianos [6] [7] , 30 búlgaros [8] [9] , 20 salvadorenhos [10] , 19 georgianos [11] , 18 estonianos [12] , 16+ poloneses [13] [14] [15] [16] [17] , 15 espanhóis [18] [19] [20] [21] , 10 romenos [22] , 6 australianos [23] , 5 albaneses, 4 cazaques [24] , 3 filipinos [25] e 2 tailandeses [26] [27] com um total de 212 ou mais ↑ a b 'Military Casualty Information' . See latest totals for injury, disease/other medical ↑ 'Casualties in Iraq' . ↑ a b iCasualties.org (was lunaville.org). Benicia, California. Patricia Kneisler, et al. , 'Iraq Coalition Casualties' ↑ a b 'Defence Internet Fact Sheets Operations in Iraq: British Casualties' . UK Ministry of Defense. Latest combined casualty and fatality tables . ↑ [28] ↑ a b «U.S. Department of Labor — Office of Workers' Compensation Programs (OWCP) - Defense Base Act Case Summary by Nation» . Dol.gov . Consultado em 15 de dezembro de 2011 ↑ a b T. Christian Miller (23 de setembro de 2009). «U.S. Government Private Contract Worker Deaths and Injuries» . Projects.propublica.org . Consultado em 23 de outubro de 2010 ↑ Press release (28 de outubro de 2003). 'New Study Finds: 11,000 to 15,000 Killed in Iraq War. 30 Percent are Non-Combatants. Death Toll Hurts Postwar Stability Efforts, Damages US Image Abroad' . Project on Defense Alternatives ( via Common Dreams NewsCenter). Página acessada em 2 de setembro de 2010. ↑ Conetta, Carl (23 de outubro de 2003). 'The Wages of War: Iraqi Combatant and Noncombatant Fatalities in the 2003 Conflict — Project on Defense Alternative Research Monograph #8' . Project on Defense Alternatives ( via Commonwealth Institute ). Página acessada em 2 de setembro de 2010. ↑ 597 mortos em 2003, [29] , 23 984 mortos de 2004 a 2009, [30] 652 mortos em maio de 2004, [31] 45 mortos em março de 2009, [32] 676 mortos em 2010, [33] 451 mortos em 2011, [34] [35] [36] [37] [38] [39] [40] [41] [42] com um total de 26 405 mortos ↑ «O rei saudita condena a ocupação do Iraque» . New York Times. Março de 2007 ↑ «Operações de resgate na segunda guerra do golfo» . Air & Space Power Journal. Primavera de 2005 ↑ «Operation Iraqi Freedom» . Consultado em 2 de agosto de 2007 ↑ War is over: Last U.S. combat troops leave Iraq. 50,000 remain as advisers , por Leo Standora. New York Daily News , 19 de agosto de 2010. ↑ «Iraq War | 2003–2011» . Encyclopædia Britannica (em inglês) . Consultado em 31 de janeiro de 2017 ↑ Feller, Ben (27 de fevereiro de 2009). «Obama sets firm withdrawal timetable for Iraq» . Associated Press. Arquivado do original em 18 de julho de 2017 ↑ «EUA encerram guerra do Iraque sem citar 'vitória ' » . Gazata Online ↑ Post Store. «Obama's speech on August 31 declares combat in Iraq over» . Washingtonpost.com . Consultado em 15 de dezembro de 2011 ↑ Post Store. «As Obama declares Iraq war over, Iraqis brace for uncertainty» . Washingtonpost.com . Consultado em 15 de dezembro de 2011 ↑ Center for American Progress (29 de janeiro de 2004) 'In Their Own Words: Iraq's 'Imminent' Threat' Arquivado em 15 de janeiro de 2016 no Wayback Machine . americanprogress.org ↑ Senador Bill Nelson (28 de janeiro de 2004) 'New Information on Iraq's Possession of Weapons of Mass Destruction', Arquivado em 20 de abril de 2016 no Wayback Machine . ↑ «Saddam's al Qaeda Connection» . The Weekly Standard. 18 de julho de 2017 ↑ 'President Discusses the Future of Iraq' Arquivado em 1 de agosto de 2016 no Wayback Machine . ↑ 'Bush Sought 'Way' To Invade Iraq?' Arquivado em 8 de outubro de 2013 no Wayback Machine . ↑ Jervis, Robert (Fevereiro de 2006). «Reports, Politics, and Intelligence Failures: The Case of Iraq» (PDF) . Journal of Strategic Studies . 29 (1): 3–52. doi : 10.1080/01402390600566282 ↑ a b «Obama autoriza ataques aéreos dos EUA no Iraque» . BBC Brasil . Consultado em 8 de agosto de 2014 ↑ «The Human Cost of the War in Iraq» . Mit.edu . Consultado em 10 de outubro de 2012 ↑ Resolução 1441 do Conselho de Segurança , adotada em 8 de novembro de 2002. ↑ Iraque promete ajudar ONU na busca por armas proibidas. UOL, 20 de janeiro de 2003. ↑ «Linha da Frente:O lado negro' PBS, transmitido a 20 de Junho de 2006» ↑ «Uma questão de confiança' Time , 13 de Julho de 2003» ↑ «O memorando secreto de Downing Street,' The Sunday Times , 1 de Maio de 2005» ↑ Blumenthal, S. (September 6, 2007) 'Bush sabia que Saddam não tinha armas de destruição massiva' Salon.com ↑ Erro de citação: Código <ref> inválido. não foi fornecido texto para as refs de nome nelson/ ↑ Lowe, C. (16 de Dezembro de 2003) 'Senador: A Casa Branca foi avisada de uma ataque de aviões não tripulados,' Defense Tech ↑ Associated Press (24 de Agosto de 2003) CBS News ↑ «Conferência de imprensa do ministro dos negócios estrangeiros Dominique de Villepin (excertos)» . Embaixada de França nos E.U.A. 20 de janeiro de 2003 . Consultado em 13 de fevereiro de 2007 A referência emprega parâmetros obsoletos |publicado por= ( ajuda ) ↑ Blix, H. (7 de Março de 2003) Transcrição do relatório de Blix nas Nações Unidas. CNN.com ↑ EUA afirmam que invasão do Iraque é inevitável . BBC , 19 de março de 2003. ↑ Blix lamenta que não haja mais tempo para inspeções no Iraque. Folha Online , 19 de março de 2003. ↑ Ministério das Relações Exteriores . Departamento de Oriente Médio e Ásia Central. Iraque - Quadro geral de informações. ↑ Alex Callinicos (19 de Março de 2005). «Anti-war protests do make a difference ('Os protestos anti-guerra fazem de facto diferença')» . Socialist Worker (em inglês) . Consultado em 7 de agosto de 2010 ↑ «A guerra do Iraque foi ilegal, diz Annan» . BBC News . 16 de setembro de 2004 . Consultado em 17 de fevereiro de 2007 ↑ «geocities.com/jdejoannis/Coalition/» ↑ «sfgate.com/cgi-bin/article.cgi?f=/c/a/2003/04/09/MN249161.DTL» ↑ «The Wages of War: Iraqi Combatant and Noncombatant Fatalities in the 2003 Conflict. PDA Research Monograph 8, 20 October 2003. Carl Conetta» . Consultado em 28 de Outubro de 2009 ↑ Reuters. 'Voltar a pôr de pé os amputados' . Washington Post . 25 de Outubro de 2005. ↑ «Iraq Coalition Casualty Count» . Arquivado do original em 9 de abril de 2008 ↑ «Mapas da Operação Liberdade no Iraque» . GlobalSecurity.Org ↑ «Maps, Weather, and Airports for Ad Dujayl, Iraq» . Consultado em 28 de Outubro de 2009 ↑ «icasualties.org/oif/Province.aspx» ↑ «Poll: Os iraquianos estão a perder a paciência» . USA Today. 30 de abril de 2004 ↑ Reuters. «As expectativas dos líderes iraquianos tornam-se negras à medida que a guerra civil se anuncia» ↑ «O presidente lamenta o 'venham eles ' » . NewsMax.com Wires. 14 de janeiro de 2005 . Consultado em 1 de setembro de 2006 ↑ 100,000 demand Iraqi elections. AP / The Guardian , 19 de Janeiro de 2004. ↑ «PBS.org» ↑ «Residentes penduram corpos de norte-americanos numa ponte - CNN.com» ↑ «O ScanEagle prova o seu valor na batalha de Fallujah, DefenseLINK News » ↑ Vídeo: Fallujah - The Hidden Massacre: How the United States used chemical warfare indiscriminately in Iraq. ↑ Presidente Bush, conta outra , por Cláudio Versiani. Congresso em foco, 20 de novembro de 2005. ↑ Thomas Ricks (2006) Fiasco : 398-405 ↑ Seymour M. Hersh . «Torture at Abu Ghraib: American soldiers brutalized Iraqis. How far up does the responsibility go?» . The New Yorker (em inglês) ↑ From Planning to Warfare to Occupation, How Iraq Went Wrong , por MichikoKakutani. The New York Times , 25 de Julho de 2006. ↑ FIASCO - The American Military Adventure in Iraq . Penguin, 2006. The Gamble - General David Petraeus and the American Military Adventure in Iraq, 2006-2008 . Penguin, 2009. ↑ The Generals' Insurgency - The Story Behind the U.S. Troop Surge in Iraq . The Washington Post . Série de textos adaptada do livro de Thomas E. Ricks, The Gamble: General David Petraeus and the American Military Adventure in Iraq, 2006-2008 . ↑ «Os Estados Unidos deverão retirar 15.000 do Iraque» . BBC News. 4 de fevereiro de 2005 ↑ a b Thomas Ricks (2006) Fiasco : 413 ↑ Thomas Ricks (2006) Fiasco : 414 ↑ «A violência no Iraque. enviado das nações unidas pede diálogo nacional e apoio internacional» . UN News Centre. 25 de novembro de 2006 ↑ «Um estudo actualizado sobre o Iraque confirma anteriores estimativas de mortalidade» . Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health. 11 de outubro de 2006 . Consultado em 25 de dezembro de 2006 ↑ «Alto comissariado das Nações Unidas para os refugiados preocupado com o efeito da situação de segurança no Iraque nos deslocados iraquianos» . Alto Comissariado das Nações Unidas para os refugiados. 13 de outubro de 2006 . Consultado em 25 de dezembro de 2006 ↑ Ricks, Thomas E. (11 de setembro de 2006). «A situação é considerada dramática no oeste do Iraque» . Washington Post ↑ «O Sudão encabeça o Índice de Estados Falhados» . BBC News. 2 de maio de 2006 ↑ «The Failed States Index Rankings» . Foreign Policy. Julho–agosto de 2005 ↑ «Milícia xiita toma durante algum tempo cidade iraquiana» . MSNBC. 20 de outubro de 2006 ↑ Peter Baker (24 de outubro de 2006). «A nova linha de Bush elimina o 'manter o rumo ' » . The Washington Post ↑ «Bombas e morteiros num bairro de lata xiita matam pelo menos 161 pessoas» . MSNBC. 23 de novembro de 2006 ↑ «A situação em Anbar fica mais clara, e mais difícil» . Washington Post. 28 de novembro de 2006 ↑ «Os ataques no Iraque estão num máximo histórico, diz o Pentágono» . PBS. 19 de dezembro de 2006 ↑ «8 Fuzileiros acusados de 24 assassínios» . FOX. 22 de dezembro de 2006 ↑ «Saddam Hussein executado no Iraque» . BBC. 30 de dezembro de 2006 ↑ «Discurso do presidente à nação» . The White House ↑ David E. Sanger (11 de janeiro de 2007). «The Struggle for Iraq. Bush Adding 20,000 U.S. Troops. Sets Goal of Securing Baghdad» . New York Times 'Pôs o caso muito mais claro quando o«s líderes do congresso visitaram a Casa Branca na Quarta-Feira. 'Disse a Maliki que isto tem de funcionar ou então acabou-se', disse o presidente aos líderes do congresso, de acordo com dois responsáveis que estavam na sala. Pressionado sobre porque é que pensava que esta estratégia iria funcionar onde os esforços anteriores tinham fracassado, Bush disparou: 'Porque tem de funcionar' ↑ Holusha, John (23 de Janeiro de 2007). «Petraeus considera a situação no Iraque difícil». The New York Times ↑ Gordon, Michael (5 de janeiro de 2007). «Bush deve nomear novo general para comandar no Iraque». The New York Times ↑ «www.armymedicine.army.mil/news/releases/20070504mhat.cfm» ↑ «Army Giving More Waivers in Recruiting, New York Times 14 de Fevereiro de 2007» 🔗 ↑ Internet Broadcasting Systems, Inc. e The Associated Press 11 de Abril de 2007) Gates aumenta as comissões no Iraque e no Afeganistão' ↑ «www.foxnews.com/story/0,2933,265137,00.html» ↑ BBC NEWS 21 de fevereiro de 2007, Blair anuncia um corte nas tropas no Iraque ↑ Mark Deen. Robert Hutton (2 de Outubro de 2007). «Major diz que Brown está a fazer política com o Iraque e as eleições» . Bloomberg.com . Consultado em 14 de outubro de 2007 A referência emprega parâmetros obsoletos |coautor= ( ajuda ) ↑ Al-Jazeera ENGLISH, 21 de Fevereiro de 2007, Blair anuncia retirada do Iraque ↑ «nytimes.com» ↑ «icasualties.org» ↑ «strategypage.com/militaryforums/35-45583.aspx» ↑ «O reforço norte-americano falhou- Sondagem iraquiana BBC 10 de Setembro de 2007» 🔗 ↑ «Poucos vêm ganhos na segurança ABC 10 de setembro de 2007» 🔗 ↑ «Dados da diminuição das vítimas em Bagdade'. Por Damien Cave - New York Times . 15 de Março de 2007. Worcester Telegram & Gazette News . » 🔗 ↑ «O Senado aprova lei de retirada de tropas do Iraque, Associated Press 29 de Maço de 2007» ↑ «O Senado aprova objectivo de 2008 para trazer as tropas para casa. Reuters , 30 de Março de 2007» 🔗 ↑ Faraj, S. (1 de Abril de 2007 ) Total de mortes iraquianas sobe 15% apesar do reforço , Bagdade, Agência France-Presse ↑ Agencia France-Presse (1 de Abril de 2007 ) Total de mortes iraquianas salta 15% em Março ↑ Cloud, D.S. e Cave, D. (3 de Junho de 2007) 'Os comandantes dizem quem o reforço em Bagdade está a ter resultados abaixo dos objectivos' New York Times acedido a 4 de Junho de 2007 ↑ «As pesquisas prosseguem enquanto que a contagem dos mortos chega aos 250' Guardian 15 de Agosto» ↑ «Contagem dos mortos poderá chegar aos 500 ' » ↑ «Não vão parar até que acabem conosco todos' Guardian» . 18 de Agosto de 2007 ↑ «Contagem de mortos de ataque bombista no Iraque eleva-se a mais de 500 ' » ↑ Abdul-Zahra, Q. 10 de Maio de 2007) 'Discutida lei iraquiana sobre a retirada de tropas' Washington Post acedido a 10 de Maio de 2007 ↑ Jarrar, R. e Holland, J. (9 de Maio de 2007) 'A maioria dos deputados iraquianos rejeita agora a ocupação' AlterNet.org acedido a 10 de Maio de 2007 ↑ Saad, L. (9 de Maio de 2007) 'Os americanos são a favor de um calendário para a retirada do Iraque, não esperam um aumento do terrorismo' USA Today/Gallup poll Acedido a 10 de Maio de 2007 ↑ «US uses Sunnis to patrol streets» ↑ «transcrição do discurso de Bush de 22 de Agosto» ↑ «Iranians attack Kurdish rebels in Iraq» . McClatchy . Consultado em 28 de outubro de 2009 ↑ «U.S. Weapons, Given to Iraqis, Move to Turkey» ↑ «Turkey Bombs Positions Of Suspected Kurdish Rebels» . Arquivado do original em 12 de outubro de 2007 ↑ «Attacks cross Iraq-Turkey border - CNN.com» . Consultado em 28 de Outubro de 2009 ↑ «Turkey May Attack Kurds Using Air Strikes, Troops (Update2) - Bloomberg.com» . Consultado em 28 de Outubro de 2009 ↑ «Petraeus Talks of Troop Withdrawal» . 10 de setembro de 2007 . Consultado em 28 de outubro de 2009 . Arquivado do original em 7 de março de 2008 ↑ DeYoung, Karen (18 de dezembro de 2006). «Powell diz que os E.U.A. estão a perder no Iraque, recomenda uma retirada parcial em meados de 2007» . The Washington Post . Consultado em 2 de março de 2007 ↑ «Insurgentes iraquianos matam um aliado chave dos E.U.A.» . BBC News. 13 de setembro de 2007 . Consultado em 14 de setembro de 2007 ↑ a b http://news.yahoo.com/s/ap/20070914/ap_on_re_mi_ea/iraq [ligação inativa] ↑ «Tiroteio da Blackwater foi caótico(NYT)» ↑ «A licença da Blackwater está a ser revogada no Iraque» ↑ «Os Estados Unidos rejeitam relatório da ONU que se refere a mercenários Associated Press» . 17 de outubro de 2007 ↑ a b c «U.S. Deaths in Iraq Decrease in 2008» . Defenselink.mil . Consultado em 23 de outubro de 2010 ↑ ' Iraq Index: Tracking Variables of Reconstruction and Security in Post-Saddam Iraq ' , Brookings Institution . Página acessada em 17 de janeiro de 2014. ↑ 'DoD News Briefing with Maj. Gen. Salmon from Iraq' , U.S. Department of Defense news transcript. ↑ Tran, Mark (12 de dezembro de 2008). «U.S. credits Iran for drop in Iraq roadside bombs» . The Guardian . London . Consultado em 5 de maio de 2010 ↑ Sykes, Hugh (1 de outubro de 2008). «Awakening fears for Iraq's future» . BBC ↑ Steele, Jonathan (15 de setembro de 2008). «Iraq: Al-Qaida intensifies its stranglehold in the world's most dangerous city» . The Guardian . Londres . Consultado em 5 de maio de 2010 ↑ 'Operation Mother of Two Springs' , Institute for the Study of War commentary. ↑ Dagher, Sam (26 de março de 2008). «Across Iraq, battles erupt with Mahdi Army» . The Christian Science Monitor . p. 2 ↑ a b Stephen Farrell and Ahmar Karim. «Drive in Basra by Iraqi Army Makes Gains» . The New York Times . Consultado em 12 de maio de 2008 ↑ Fadel, Leila. «After Iranian mediation, firebrand Iraqi cleric orders halt to attacks» . McClatchy Newspapers ↑ «Secret Order Lets U.S. Raid Al Qaeda» . The New York Times . Consultado em 1 de fevereiro de 2014 ↑ Zremski, J. 'Petraeus urges withdrawal delay' Buffalo News ↑ Smith, S.A. (9 de abril de 2008) 'Senators grill Petraeus,' Indiana Journal-Gazette ↑ Ambinder, M. (9 April 2002) 'Biden's Audition?' The Atlantic ↑ Michaels, Jim (22 de maio de 2008). «Iraqi forces load up on U.S. arms» . USA Today . Consultado em 23 de outubro de 2010 ↑ «Business as usual for U.S. arms sales» . Asia Times . Consultado em 23 de outubro de 2010 ↑ Iraq Seeks F-16 Fighters ( Wall St. Journal ) ↑ Re-Arming Iraq ( Center for American Progress ) ↑ «Center for Arms Control and Non-Proliferation: U.S. Surges $11 Billion in Arms Sales to Iraq» . Armscontrolcenter.org. 6 de agosto de 2008 . Consultado em 23 de outubro de 2010 ↑ a b «Iraq presidential council endorses U.S. security pact» . Zawya.com . Consultado em 23 de outubro de 2010 ↑ BBC News (27 novembro de 2008) 'Iraqi parliament backs U.S. pullout' ↑ White House: Iraq Status of Forces Agreement ↑ «Status of Forces Agreement» . Mcclatchydc.com . Consultado em 23 de outubro de 2010 ↑ Arms Control Center : How Comfortable is the U.S.-Iraq SOFA? ↑ Los Angeles Times : In Iraq, transfer-of-power committees have yet to take shape ↑ «Status of Forces Agreement (Unofficial Translation)» . Mcclatchydc.com . Consultado em 23 de outubro de 2010 ↑ Rubin, A. (27 de novembro de 2008) 'Iraqi Parliament approves security pact' International Herald Tribune ↑ Bumiller, Elisabeth (22 de dezembro de 2008). « New York Times : Trying to Redefine Role of U.S. Military in Iraq» . The New York Times . Consultado em 15 de janeiro de 2011 ↑ «Iraqi refugees in Syria protest against military pact with U.S» . Dailystar.com.lb . Consultado em 23 de outubro de 2010 ↑ «Iraqi people will judge on U.S. pact» . Al Jazeera . Consultado em 23 de outubro de 2010 ↑ Robertson, Campbell (28 de outubro de 2008). «Feelings are mixed as Iraqis ponder U.S. security agreement» . International Herald Tribune . Consultado em 26 de dezembro de 2011 ↑ «Iraqis hold anti‑U.S. rally in Baghdad» . Al Jazeera . Consultado em 17 de janeiro de 2014 ↑ 'At Midnight, U.S. Leaves Republican Palace, Green Zone to Iraqis' . Página acessada em 17 de janeiro de 2014. ↑ «Iraqi civilian deaths down in January» . CNN. 31 de janeiro de 2009 . Consultado em 17 de janeiro de 2014 ↑ Steven Lee Myers America's Scorecard in Iraq 7 de fevereiro de 2009, The New York Times ↑ Dagher, Sam (21 de janeiro de 2009). « The New York Times : A Top Sunni Survives an Attack in Iraq» . The New York Times . Iraq . Consultado em 26 de dezembro de 2011 ↑ «Gunmen kill Iraqi soldier south of Baghdad» . News.trend.az . Consultado em 23 de outubro de 2010 ↑ Sarhan, Saad (17 de janeiro de 2009). «Province Candidate Killed In Iraq» . The Washington Post . Consultado em 23 de outubro de 2010 ↑ Nabil Al-jurani (4 de fevereiro de 2009). «Iraq: Sunni tribal leader says he can prove fraud» . MSNBC. Associated Press . Consultado em 23 de outubro de 2010 ↑ Morin, Monte (2 de fevereiro de 2009). «Iraq vote turnout fails to meet expectations» . Los Angeles Times . Consultado em 23 de outubro de 2010 ↑ «Obama's Speech at Camp Lejeune, N.C.» . The New York Times . 27 de fevereiro de 2009 ↑ Bel Aiba, Ines (26 de fevereiro de 2009). «Iraq not fazed by pending U.S. pullout: Maliki» . AFP ↑ «Six years on, huge protest marks Baghdad's fall» . The Star . Consultado em 23 de outubro de 2010 ↑ « BBC : UK combat operations end in Iraq» . BBC News. 30 de abril de 2009 . Consultado em 23 de outubro de 2010 ↑ Christie, Michael. «Iraqi civilian deaths drop to lowest level of war» . Reuters . Consultado em 30 de novembro de 2009 ↑ 'Australia withdraws troops from Iraq' . Página acessada em 17 de janeiro de 2014. ↑ «Oil firms awarded Iraq contracts» . English.aljazeera.net. 11 de dezembro de 2009 . Consultado em 23 de outubro de 2010 ↑ «BP group wins Iraq oil contract» . English.aljazeera.net. 30 de junho de 2009 . Consultado em 23 de dezembro de 2010 ↑ Exclusive: War in Iraq to Be Given New Name War in Iraq to Be Given New Name ↑ '2 Most Wanted Al Qaeda Leaders in Iraq Killed by U.S., Iraqi Forces' , FoxNews, 19 de abril de 2010 ↑ 'US : Al-Qaida in Iraq warlord slain' MSNBC, 20 April 2010 ↑ «Iraqi al-Qaeda leaders 'killed ' » . BBC News. 19 de abril de 2010 ↑ Ali, Khalid D.. Williams, Timothy (20 de junho de 2010). «Car Bombs Hit Crowds Outside Bank in Baghdad» . The New York Times ↑ Shadid, Anthony (25 de agosto de 2010). «Insurgents Assert Their Strength With Wave of Bombings Across Iraq» . The New York Times ↑ «U.S. ending combat operations in Iraq» . MSNBC . Consultado em 18 de agosto de 2010 ↑ «U.S. ends combat operations in Iraq» . Al Jazeera English . 18 de agosto de 2010 . Consultado em 18 de janeiro de 2014 ↑ Linkins, Jason (3 de setembro de 2010). «AP Issues Standards Memo: 'Combat In Iraq Is Not Over ' » . Huffington Post . Consultado em 23 de outubro de 2010 ↑ «Last U.S. combat brigade exits Iraq» . BBC News. 19 de agosto de 2010 . Consultado em 19 de dezembro de 2011 ↑ «President Obama's Address on Iraq» . The New York Times . 31 de agosto de 2010 ↑ Gordon, Michael (1 de setembro de 2010). «U.S. Formally Begins a New Era in Iraq» . The New York Times ↑ «First U.S. Advise and Assist Brigade arrives under New Dawn | Article | The United States Army» . Army.mil . Consultado em 22 de setembro de 2012 ↑ Martin Chulov in Baghdad (1 de novembro de 2010). «Baghdad church siege survivors speak of taunts, killings and explosions | World news» . The Guardian . Londres . Consultado em 15 de janeiro de 2011 ↑ Parker, Ned. Zeki, Jaber. «Iraq bombings: 113 killed in bombings in Baghdad» . Los Angeles Times . Consultado em 15 de janeiro de 2011 ↑ a b «U.S. plans $4.2 billion arms sale to Iraq» . UPI.com. 1 de outubro de 2010 . Consultado em 15 de janeiro de 2011 ↑ Michaels, Jim (1 de setembro de 2010). «Iraq to spend $13B on U.S. arms, equipment» . USA Today ↑ «Over $100m New Arms Sales to Iraq» . Iraq Business News . 30 de novembro de 2010 ↑ «VOA | UN Security Council Lifts Some Restrictions On Iraq | News | English» . Voanews.com. 15 de dezembro de 2010 . Consultado em 15 de janeiro de 2011 ↑ Shadid, Anthony. Leland, John (5 de janeiro de 2011). «Moktada al-Sadr Returns to Iraq» . The New York Times ↑ «June bloodiest month for U.S. in Iraq in 2 years» . Cbsnews.com . Consultado em 26 de dezembro de 2011 ↑ «Iraq to buy US warplanes worth around $3 billion» . MSN . MSNBC . Consultado em 18 de janeiro de 2014 ↑ Johnson, Craig. «N.C. soldier reportedly last to die in Iraq war» . CNN . Consultado em 16 de dezembro de 2011 ↑ Antle, W. James. «Senate Tackles Iraq War Powers, Indefinite Detention» . The Spectacle Blog - The American Spectator . Consultado em 30 de novembro de 2011 ↑ Jaffe, Greg (18 de dezembro de 2011). «Last U.S. troops cross Iraqi border into Kuwait» . The Washington Post . Consultado em 19 de dezembro de 2011 ↑ DeFronzo, James. 'Impacts of the Iraq War.' The Contemporary Middle East, terceira edição. Boulder, Colorado: Westview Press, 2013. ↑ Keith Wagstaff (27 de maio de 2013). «Is Iraq heading toward civil war?» . The Week . THE WEEK PUBLICATIONS, INC . Consultado em 28 de maio de 2013 ↑ SINAN SALAHEDDIN (20 de maio de 2013). «ATTACKS KILL 95 IN IRAQ, HINT OF SYRIAN SPILLOVER» . Associated Press . Consultado em 28 de maio de 2013 ↑ 'O Iraque ressurge no radar dos Estados Unidos pela queda de Faluja' . Página acessada em 18 de janeiro de 2014. ↑ «Military airstrikes among options being explored by US to help Iraq fight insurgents» . Iraq News . Consultado em 12 de junho de 2014 ↑ 'Iraquianos e curdos tentam conter avanço do Estado Islâmico' . Página acessada em 10 de agosto de 2014. ↑ «Iraq formally declares end to fight against Islamic State» . The Guardian . Consultado em 31 de dezembro de 2017 ↑ «Emboscada da insurgência mata 24 polícias iraquianos» . 27 de Outubro de 2006 ↑ Washburn, Mark (10 de junho de 2005). «Mais americanos morrem por bombas nas estradas» . Commondreams.org ↑ Arun, Neil (10 de outubro de 2005). «Bombas especializadas tornam mais graves os ataques no Iraque» . BBC News ↑ «Relatório Geral do Conselheiro Especial à DCI sobre as armas de destruição massiva no Iraque» ( PDF ) . Central Intelligence Agency ↑ «Ataques iraquianos podem assinalar uma revolta vasta» . The Seattle Times. 30 de junho de 2003 ↑ «www.npr.org/templates/story/story.php?storyId=5703572» ↑ Semple, Kirk (20 de outubro de 2006). «Attack on Iraqi City Shows Militia's Power» . New York Times ↑ «No coração da área sunita do Iraque sem lei, um chefe tribal opõe-se aos jihadistas, e reza» ↑ Vietnam war-eyewitness booksW.. Iraq and Vietnam: Differences, Similarities and Insights , (2004: Strategic Studies Institute) ↑ 'Revealed: The Secret Cabal Which Spun for Blair,' Sunday Herald , Neil Mackay, 8 de junho de 2003 ↑ «Group: 'Orchestrated Deception' by Bush on Iraq» . NPR . Consultado em 23 de outubro de 2010 ↑ «Bush: Iraqi democracy making progress» [Bush: A democracia iraquiana está a fazer progressos] . CNN . 12 de dezembro de 2005 ↑ 'Official: 150,000 Iraqis Killed Since 2003' . CBS News . 9 de Novembro de 2006. ↑ 'Iraqi Official: 150,000 Civilians Dead' . Washington Post . Steven R. Hurst. Nov. 10, 2006. ↑ Iraqi death toll estimates go as high as 150,000 . AFP [ desambiguação necessária ] / AP [ desambiguação necessária ] , 11 de Novembro de 2006. ↑ «Iraqi Death Toll Exceeded 34,000 in 2006, U.N. Says» [Mortes totais iraquianas excederam os 34 000 em 2006, diz a ONU'. Por Sabrina Tavernise] . New York Times . 17 de janeiro de 2007 ↑ «Many organizations keep track of Iraqi casualties — but no one knows the correct number for sure» [Muitas organizações seguem o rasto das baixas iraquianas - mas nenhuma sabe o número exacto com certeza'] . Associated Press . International Herald Tribune . 16 de janeiro de 2007. Arquivado do original em 14 de setembro de 2007 ↑ «Bruised and battered: Iraqi toll crosses 16000 in '06» [Moídos e mortos: os mortos iraquianos ultrapassam os 16 000 em 2006] . Associated Press . The Indian Express . 3 de janeiro de 2007. Arquivado do original em 13 de janeiro de 2007 ↑ Macdonald, Alastair, ed. (2 de janeiro de 2007). «Iraq civilian deaths hit new record» [Mortos civis iraquianos atingem um novo record] . The Australian . Arquivado do original em 20 de março de 2009 ↑ «Iraq Body Count project» ↑ «The Media Ignore Credible Poll Revealing 1.2 Million Violent Deaths In Iraq» [Os meios de comunicação ignoram sondagem credível que dá conta de 1,2 milhões de mortes violentas no Iraque] . MediaLens. 18 de setembro de 2007. Arquivado do original em 24 de fevereiro de 2011 ↑ «Iraq Body Count - Media Lens responds» [Iraq Body Count - A Media Lens responde'] . BBC . 28 de abril de 2006 ↑ Fuller, David. (28 de Abril de 2006) 'Uma guerra virtual segue o conflito no Iraque' . BBC Newsnight ↑ «More than 1,000,000 Iraqis murdered» [Mais de um milhão de iraquianos assassinados] . Opinion Research Business. Setembro de 2007. Arquivado do original em 2 de outubro de 2007 ↑ Susman, Tina, ed. (14 de setembro de 2007). «Poll: Civilian toll in Iraq may top 1M» [Sondagem: Total de mortes civis no Iraque pode chegar a 1 milhão'] . Los Angeles Times ↑ a b Beaumont, Peter. Walters, Joanna, eds. (16 de setembro de 2007). «Greenspan admits Iraq was about oil, as deaths put at 1.2m» [Greenspan admite que a guerra do Iraque foi devida ao petróleo, quando as mortes são estimadas em 1,2 milhões] . The Observer ↑ a b 'Mortality after the 2003 invasion of Iraq: a cross-sectional cluster sample survey' PDF (242 KB) . By Gilbert Burnham, Riyadh Lafta, Shannon Doocy, and Les Roberts. The Lancet , October 11, 2006 ↑ The Human Cost of the War in Iraq: A Mortality Study, 2002-2006 PDF (603 KB) . By Gilbert Burnham, Shannon Doocy, Elizabeth Dzeng, Riyadh Lafta, and Les Roberts. A supplement to the second Lancet study. ↑ «The Iraq deaths study was valid and correct» [O estudo sobre as mortes no Iraque é válido e correcto] . The Age . 21 de outubro de 2006 ↑ Ahuja, Anjana, ed. (5 de março de 2007). «Could 650,000 Iraqis really have died because of the invasion?» [Poderão 650 000 iraquianos ter morrido em consequência da invasão?] . The Times . Arquivado do original em 6 de março de 2007 ↑ «Verificações da realidade: algumas respostas às recentes estimativas da Lancet Iraq Body Count. 16 de Outubro de 2006» ↑ 'Iraq Death Toll Reaches 500,000 Since Start Of U.S.-Led Invasion, New Study Says' . Página acessada em 18 de janeiro de 2014. ↑ 'Iraq Coalition Casualty Count' . icasualties . Página acessada em 18 de janeiro de 2014. ↑ «UK. Spending on War in Iraq, Afghanistan Rises to $16 Bln (December 2006)» . Bloomberg. 6 de dezembro de 2006 . Consultado em 18 de janeiro de 2014 ↑ Crawford, Neta and Catherine Lutz. «Economic and Budgetary Costs of the Wars in Afghanistan, Iraq and Pakistan to the United States: A Summary» (PDF) . Costs of War . Brown University . Consultado em 20 de julho de 2011 ↑ Wall Street Journal , sexta-feira, 15 de março de 2013. ↑ Trotta, Daniel. «Iraq war hits U.S. economy: Nobel winner» . Reuters . Consultado em 23 de outubro de 2010 ↑ Trotta, Daniel (14 de março de 2013). «Iraq war costs U.S. more than $2 trillion: study» . Reuters ↑ «Iraq Poll conduzida pela D3 Systems para a BBC, ABC News, ARD German TV e USA Today. Mais de 2 000 pessoas foram questionadas em mais de 450 bairros e aldeias em todas as 18 províncias do Iraque entre 25 de Fevereiro e 5 de Março de 2007. A margem de erro é de +/- 2,5%» (PDF) ↑ Higgins, A.G. (11 de abril de 2007). «Cruz Vernmelha: a situação no Iraque está a piorar» . Associated Press [ligação inativa] ↑ Reuters (June 2, 2007) 'Total de mortes civis no Iraque sobe em Maio' accessed 3 June 2007 ↑ Kasem, Z. (July 24, 2007) 'Tendências da violência sectária no Iraque' IraqSlogger (Praedict) accessed July 24, 2007 ↑ Roug, Louise, ed. (11 de novembro de 2006). «Decrepit healthcare adds to toll in Iraq» [Cuidados de saúde decrépitos agravam a situação no Iraque] . Los Angeles Times . Arquivado do original em 7 de abril de 2014 ↑ «Fome e doença alastram no Iraque» ↑ «Crianças iraquianas traumatizadas sofrem danos psicológicos» ↑ «A cólera alastra no Iraque com o colapso dos serviços de saúde» ↑ «Médicos imploram por ajuda enquanto os iraquianos morrem sem necessidade» ↑ Anthony Arnove: contabilizando o desastre iraquiano , Asia Times 20 de Março de 2007 ↑ «Refugiados iraquianos fugidos de casa esforçam-se por se integrarem» ↑ «U.N.: 100.000 refugiados iraquianos fogem mensalmente. Alexander G. Higgins, Boston Globe , 3 de Novembro de 2006» 🔗 ↑ «Pensa-se que 40% da classe média terá fugido de um país em colapso» ↑ «A classe média iraquiana escapa, mas para encontrar a pobreza na Jordânia» ↑ «Os refugiados iraquianos na Síria enfrentam aramadilha de pobreza» ↑ «Refugiados iraquianos voltam-se para a prostituição, muitas mulheres na Síria são forçadas a vender o corpo para sustentar as suas famílias» ↑ Ann McFeatters: Os refugiados iraquianos não encontram refúgio nos Estados Unidos . Seattle Post-Intelligencer 25 de Maio de 2007 ↑ «Os Estados Unidos enfrentam uma crise de refugiados gigantesca» ↑ «Os Estados Unidos não recebem bem os refugiados iraquianos» ↑ «Entrada de pessoas nascidas no estrangeiro por país de origem, por ano» ↑ «US in Iraq for 'another 50 years ' » [Os E.U.A. ficam no Iraque mais 50 anos] . The Australian . 2 de junho de 2007. Arquivado do original em 1 de outubro de 2009 ↑ «Embaixador quer mais vistos para iraquianos leais» ↑ «A Síria vai reduzir o influxo de refugiados iraquianos» ↑ «Novas regras para vistos diminuem fluxo de refugiados iraquianos para a Síria- UN official» ↑ «Os cristãos, tomados como alvo e sofrendo, fogem do Iraque» ↑ «As minorias em perigo do Iraque» ↑ «Iraque: ataque com morteiros contra palestinianos de Bagdade» ↑ «Informação de fundo sobre a situação de minorias não islâmicas no Iraque» (PDF) ↑ «Iraq Conference: After fleeing twice inside Iraq, a family receives refuge in Spain» . UNHCR. Arquivado do original em 4 de novembro de 2008 ↑ «Os cristãos vivem com medo dos esquadrões da morte» ↑ « ' Ficámos e vamos resistir ' » ↑ «Fora do Iraque, a fuga dos caldeus» ↑ «Minorias religiosas do Iraque apanhadas nas 'malhas da culpa ' » ↑ «Os assírios enfrentam abusos crescentes no 'Novo Iraque' Inter-Press Service)» . 3 de maio de 2006 ↑ «Mandeanos iraquianos 'enfrentam a extinção ' » ↑ «responsáveis iraquianos: ataque bombista em caminhão faz pelo menos 500 mortos» ↑ Neil Mackay (14 de março de 2004). «Iraq: O massacre da festa de casamento» . Sunday Herald ↑ «The Other War: Iraq Vets Bear Witness» . Consultado em 28 de Outubro de 2009 ↑ Ellen Knickmeyer (3 de junho de 2005). «Os iraquianos põem o número de mortos civis nos 12.000» . The Washington Post ↑ Paul McGeough (2 de fevereiro de 2005). «Rapaz deficiente transformado numa bomba» . The Sydney Morning Herald ↑ «Iraq bombing toll rises» [Número de mortes de ataques bombistas sobe] . The Age . 2 de julho de 2006 ↑ «A Face and a Name. Civilian Victims of Insurgent Groups in Iraq» [A face e o nome. As vítimas dos insurgentes no Iraque] . Human Rights Watch . Outubro de 2005 ↑ «Quem são os insurgentes iraquianos?» . NewsHour with Jim Lehrer. 12 de junho de 2006 ↑ «Kidnappers Kill Algerian Diplomats» . Free Internet Press. 27 de julho de 2005 ↑ «Captors kill Egypt envoy to Iraq» . BBC News. 8 de julho de 2005 ↑ «confirmadas as mortes de diplomatas russos» . BBC News. 26 de junho de 2006 ↑ Alex Rodriguez, Apanhado presumível culpado dos ataques bombistas de a-Askari (paid archive), The Chicago Tribune 29 de Junho de 2006. ↑ «Insurgentes matam um refém búlgaro: Al-Jazeera» . CBC News. 14 de julho de 2004 ↑ «reféns estrangeiros no Iraque» . CBC News. 22 de junho de 2006 ↑ Sabrina Tavernise (19 de junho de 2005). «Iraquianos encontrados em casa de tortura mostram a brutalidade dos insurgentes» . The New York Times ↑ «Raptos no Iraque surpreendem a a imprensa queniana» . BBC News. 23 de julho de 2004 ↑ «4 Contratados privados assassinados pela Al-Qaeda» ↑ «Iraq: A tortura continua às mãos do novo governo iraquiano» . Human Rights News. 25 de janeiro de 2005 ↑ Dexter Filkins (29 de novembro de 2005). «Sunitas acusam o exército iraquiano de raptos e mortes» . The New York Times Ligações externas [ editar | editar código-fonte ] Iraque dez anos depois: a guerra é um grande negócio! . Por Reginaldo Mattar Nasser. Carta Maior , 24 de março de 2013. Vídeo: James Steele: America's mystery man in Iraq . Documentário do Guardian e da BBC árabe, baseado em uma investigação de 15 meses, mostra o papel de militares americanos e do governo dos Estados Unidos no financiamento e na supervisão de uma rede de centros de tortura no Iraque. The Guardian , 6 de março de 2013. Pena de muerte en Irak: arbitraria e injusta (em espanhol ) . Anistia Internacional , 20 de abril de 2007 . Huyen por millones: Crisis de las personas refugiadas iraquíes (em espanhol ) . Anistia Internacional, 24 de setembro de 2007 . Irak - Informe 2007 Amnistía Internacional. (em espanhol ) Irak - Informe 2008 Amnistia Internacional (em espanhol ) Anistia Internacional . Informe 2009. Direitos humanos no Iraque (em português ) Irak - Informe 2010 Amnistia Internacional (em espanhol ) Anistia Internacional. Informe 2011 - O estado dos direitos humanos no mundo. Iraque (em português ) Anistia Internacional. Informe 2012 - O estado dos direitos humanos no mundo. Iraque (em português ). v • e Conflitos no Oriente Médio Conflito árabe-israelense Conflito israelo-palestino - Conflito Israel-Líbano - Guerra árabe-israelense de 1948 – Guerra do Sinai – Guerra dos Seis Dias – Guerra de Desgaste – Guerra de Yom Kipur – Operação Litani – Guerra do Líbano de 1982 – Conflito no sul do Líbano (1982–2000) – Primeira Intifada – Segunda Intifada – Guerra do Líbano de 2006 - Operação Chumbo Fundido – Operação Pilar Defensivo – Operação Margem Protetora Conflitos no Iraque Guerra Irã-Iraque - Guerra do Golfo - Invasão do Kuwait - Revoltas no Iraque de 1991 - Invasão do Iraque - Guerra do Iraque (guerras civis iraquianas: 2003-2011 - 2011-presente ) Conflitos no Afeganistão Invasão soviética do Afeganistão - Guerra Civil Afegã - Invasão norte-americana do Afeganistão - Insurgência talibã Conflitos na Síria Guerra franco-síria - Grande Revolta Síria - Guerra Civil Síria - Conflito no Curdistão Sírio Conflitos no Líbano Conflito Israel-Líbano - Guerra Civil do Líbano - Operação Litani – Guerra do Líbano de 1982 – Conflito no sul do Líbano (1982–2000) – Guerra do Líbano de 2006 Outros Guerra Civil do Iêmen do Norte - Rebelião Dhofar - Guerra Líbia-Egito - Guerra Civil do Iêmen de 1994 - Insurgência islâmica na Arábia Saudita - Conflito de Sa'dah - Insurgência no sul do Iêmen de 2009 Primavera Árabe · Commons · Wikiquotes v • e Conflitos armados envolvendo os Estados Unidos Internacionais Primeira Guerra Mundial · Segunda Guerra Mundial · Guerra da Coreia · Guerra do Vietname · Invasão da Baía dos Porcos · Invasão da República Dominicana de 1965 · Invasão de Granada · Invasão do Panamá de 1989 · Guerra do Golfo · Operação Força Deliberada · Operação Força Aliada · Guerra do Iraque · Operação Amanhecer da Odisseia · Guerra do Afeganistão · Guerra contra o Estado Islâmico ( Iraque , Síria ) Externos Guerras Indígenas · Quase-Guerra · Guerra de 1812 · Guerra Mexicano-Americana · Guerra Hispano-Americana · Guerra Filipino-Americana · Guerras das Bananas · Intervenções no México Internos Guerra Revolucionária · Rebelião do Whiskey · Guerra Mórmon · Guerra do Utah · Guerra Civil ou Guerra de Secessão Portal da guerra Portal do Iraque Obtida de ' https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Guerra_do_Iraque&oldid=50916876 ' Categoria : Guerra do Iraque Categorias ocultas: !Páginas com erros em referências !Páginas que usam referências com parâmetros depreciadas !CS1 inglês-fontes em língua (en) !Predefinição Webarchive wayback links !Artigos com ligações inativas !Artigos com ligações precisando de desambiguação !Artigos com citações quebradas !Artigos que carecem de notas de rodapé desde outubro de 2011 !Artigos que carecem de notas de rodapé desde março de 2017 !Artigos destacados na Wikipédia em croata Menu de navegação Ferramentas pessoais Não autenticado Discussão Contribuições Criar uma conta Entrar Domínios Artigo Discussão Variantes Vistas Ler Editar Editar código-fonte Ver histórico Mais Busca Navegação Página principal Conteúdo destacado Eventos atuais Esplanada Página aleatória Portais Informar um erro Loja da Wikipédia Colaboração Boas-vindas Ajuda Página de testes Portal comunitário Mudanças recentes Manutenção Criar página Páginas novas Contato Donativos Imprimir/exportar Criar um livro Descarregar como PDF Versão para impressão Noutros projetos Wikimedia Commons Wikiquote Ferramentas Páginas afluentes Alterações relacionadas Carregar ficheiro Páginas especiais Hiperligação permanente Informações da página Elemento Wikidata Citar esta página Noutros idiomas Afrikaans العربية Azərbaycanca Boarisch Беларуская Беларуская (тарашкевіца)‎ Български বাংলা Brezhoneg Català کوردی Čeština Cymraeg Dansk Deutsch Ελληνικά English Esperanto Español Eesti Euskara فارسی Suomi Føroyskt Français Frysk Galego עברית हिन्दी Hrvatski Magyar Bahasa Indonesia Íslenska Italiano 日本語 Basa Jawa 한국어 Latina Lëtzebuergesch لۊری شومالی Lietuvių Latviešu Македонски मराठी Bahasa Melayu مازِرونی Plattdüütsch Nederlands Norsk nynorsk Norsk ਪੰਜਾਬੀ Русский Scots Srpskohrvatski / српскохрватски සිංහල Simple English Slovenčina Slovenščina Српски / srpski Seeltersk Svenska தமிழ் ไทย Türkçe Українська Tiếng Việt Walon ייִדיש 中文 粵語 Editar ligações Esta página foi editada pela última vez à(s) 14h35min de 3 de janeiro de 2018. Este texto é disponibilizado nos termos da licença Creative Commons - Atribuição - Compartilha Igual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0) . pode estar sujeito a condições adicionais. Para mais detalhes, consulte as condições de uso . Política de privacidade Sobre a Wikipédia Avisos gerais Programadores Declaração sobre cookies Versão móvel



https://br.godaddy.com/web-security/code-signing-certificate
  Certificado de assinatura de código | GoDaddy BR Brasil BR Selecione o seu país/região Argentina - Español Australia - English België - Nederlands Belgique - Français Brasil - Português Canada - English Canada - Français Chile - Español Colombia - Español Danmark - Dansk Deutschland - Deutsch España - Español Estados Unidos - Español France - Français Hong Kong - English India - English India - मराठी ... Certificado de assinatura de código | GoDaddy BR Brasil BR Selecione o seu país/região Argentina ... organizacional Certificado SAN SSL Certificados SSL Wildcard Certificado de assinatura de código Proteção de ... Certificados de assinatura de código e driver Proteja seu código e conquiste a confiança dos seus clientes Ligue (011) 3958-5679 agora para receber o seu ainda hoje. Certificados de assinatura de código e driver Proteja seu código e conquiste a confiança dos seus clientes Ligue (011) 3958-5679 agora para CACHE

Certificado de assinatura de código | GoDaddy BR Brasil BR Selecione o seu país/região Argentina - Español Australia - English België - Nederlands Belgique - Français Brasil - Português Canada - English Canada - Français Chile - Español Colombia - Español Danmark - Dansk Deutschland - Deutsch España - Español Estados Unidos - Español France - Français Hong Kong - English India - English India - मराठी India - हिंदी India - தமிழ் Indonesia - Bahasa Indonesia Ireland - English Israel - English Italia - Italiano Malaysia - English México - Español Nederland - Nederlands New Zealand - English Norge - Bokmål Österreich - Deutsch Pakistan - English Perú - Español Philippines - English Polska - Polski Portugal - Português Schweiz - Deutsch Singapore - English South Africa - English Suisse - Français Suomi - Suomi Sverige - Svenska Svizzera - Italiano Türkiye - Türkçe United Arab Emirates - English United Kingdom - English United States - English Venezuela - Español Việt Nam - Tiếng Việt Ελλάδα - Ελληνικά Россия - Русский Україна - Українська ไทย - ไทย 대한민국 - 한국어 台灣 - 繁體中文 新加坡 - 简体中文 日本 - 日本語 香港 - 繁體中文 (011) 3958-5679 Ligue para nós Em todo o território nacional: 9:00 - 21:00 hrs, de segunda à sexta 4003-3329 Rio de Janeiro: 9:00 - 21:00 hrs, de segunda à sexta (021) 3956-9989 São Paulo: 9:00 - 21:00 hrs, de segunda à sexta (011) 3958-5679 Diretório global Números de telefone e horário de funcionamento Central de Ajuda Explore nossos recursos de ajuda online Obtenha ajuda Ajuda Entrar Usuários registrados Tem uma conta? Faça login agora. Entrar Novo cliente Novo no GoDaddy? Crie uma conta e comece agora. Criar minha conta Links rápidos Links do painel de controle: Gerenciar domínios Gerenciar Criador de Sites Gerencie a hospedagem Gerenciar certificados SSL Links Inbox: Login no Office 365 Email Login no Webmail da GoDaddy Domínios Domínios Você não pode ter um site sem um nome de domínio. Como um endereço que diz às pessoas onde você mora, um domínio ajuda os clientes a irem diretamente para seu site. Podemos ajudá-lo a encontrar um domínio que você vai adorar. Saiba mais Encontre um domínio Busca de nomes de domínio Busca de domínios em massa Novas extensões de domínio - Novo Corretor de domínios Domínios pessoais - Novo Serviços de domínio Transferência de domínios Privacidade de domínio WHOIS Leilões Leilão de domínio Listar um Domínio Ferramentas Preços Ferramentas para investidores em domínio Clube de descontos de domínios Pedido de domínio pendente Sites Sites Um site é vital para qualquer empresa moderna. Mesmo que você venda localmente ou por indicação (boca a boca), seus clientes o procurarão na web – mesmo que seja só para verificar o seu horário de atendimento. Localize tudo que você precisa aqui. Saiba mais Faça você mesmo Criador de Sites - EXPERIMENTE GRATUITAMENTE Loja online - EXPERIMENTE GRATUITAMENTE Sites do WordPress - Em promoção Contrate um especialista Web designers locais Hospedagem Hospedagem Hospedagem é o que torna seu site visível na web. Oferecemos planos rápidos e confiáveis para cada necessidade - de um blog básico a um site avançado. Designer? Desenvolvedor? Nós temos o que você precisa também. Saiba mais Hospedagem de Site Hospedagem de sites - Em promoção Hospedagem Business - Novo Soluções Wordpress Hospedagem do WordPress Pro Sites Servidores Servidores Virtuais Privados Servidores dedicados Segurança na Web Segurança na Web Para sua empresa ter sucesso, os clientes precisam confiar que você os protegerá de vírus, hackers e ladrões de identidade. Conte com nossos produtos de segurança para manter seu site seguro, seus visitantes protegidos e seu negócio crescendo. Saiba mais Certificados SSL Certificados SSL - Em promoção Certificados SSL com validação estendida Certificados SSL com validação organizacional Certificado SAN SSL Certificados SSL Wildcard Certificado de assinatura de código Proteção de site Segurança de sites - Novo Remoção de malware Express Marketing Online Marketing Online Nem mesmo os melhores produtos são vendidos se os clientes não sabem onde encontrá-los. Dê ao seu negócio a atenção que ele merece com ferramentas promocionais que atraem e fidelizam visitantes. Saiba mais Faça você mesmo SEO Email Marketing Email & Office Email & Office Como um negócio de nível mundial, mesmo se você trabalhar de sua garagem, com email profissional da Microsoft®. Produtividade Email profissional - Em promoção Microsoft Office - Em promoção Promoções Ligue para: (011) 3958-5679 Certificados de assinatura de código e driver Proteja seu código e conquiste a confiança dos seus clientes Ligue (011) 3958-5679 agora para receber o seu ainda hoje. Certificados de assinatura de código e driver Proteja seu código e conquiste a confiança dos seus clientes Ligue (011) 3958-5679 agora para receber o seu ainda hoje. Certificados de assinatura de código e driver Proteja seu código e conquiste a confiança dos seus clientes Ligue (011) 3958-5679 agora para receber o seu ainda hoje. Certificado de assinatura de código A partir de R$ 679,99 /ano Em promoção - Economize 15% R$ 799,99/ano quando você renovar 4 Adicionar ao carrinho Detalhes Valida e protege o seu código Elimina avisos de segurança durante o download e instalação Proteção com a criptografia SHA-2 de alto nível Certificado de assinatura de driver A partir de R$ 679,99 /ano Em promoção - Economize 15% R$ 799,99/ano quando você renovar 4 Adicionar ao carrinho Detalhes Necessário para todos os drivers de hardware da Microsoft ® no Windows Vista ® e no Windows 7 Valida e protege o seu código Elimina avisos de segurança durante o download e instalação Oferece criptografia SHA-2 de alto nível Reforça a segurança com a validação entre certificados Nossos certificados de assinatura de código: Autentique a fonte e a integridade de seu código. Elimine avisos de 'editor não identificado'. Ganhe a confiança dos clientes exibindo o grau de confiabilidade de seu código. Assine digitalmente objetos de software, drivers de dispositivo, arquivos de configuração, macros e mais. Nossos certificados de assinaturas de driver: Tenha seu software aprovado para usá-lo nos sistemas operacionais do Windows ® . Um Certificado de assinatura de driver é necessário para todos os drivers de hardware da Microsoft ® no Windows Vista ® e no Windows 7. Autentique a fonte e a integridade do seu código de driver de hardware. Elimine avisos de 'Editor não identificado'. Ganhe a confiança dos usuários ao comprovar o grau de confiabilidade de seu código. Assine digitalmente objetos de software, drivers de dispositivo, arquivos de configuração, macros e muito mais. Recursos Perguntas frequentes Mais ... Planos a partir de R$ 679,99 /ano Veja os planos Confie em nosso código para proteger o seu. Coisas negativas podem acontecer com seu código quando ele é distribuído online. Ele pode ser hackeado antes de atingir o usuário, roubado por outro desenvolvedor ou nunca ser instalado pelos clientes porque eles ficam assustados com os avisos de editor não identificado. Felizmente, um certificado de assinatura de código e de driver do GoDaddy facilita a proteção do seu código e dos seus clientes contra estas e outras ameaças. Ambos os certificados: Proteja seu software com a mesma criptografia padrão do setor usada para certificados SSL, o que tornará impossível que terceiros alterem seu código. Aja como um selo de segurança digital para mostrar aos clientes que seu código não foi alterado de maneira alguma. Exiba seu nome ou o nome de sua empresa durante o download e instalação, em vez do aviso editor não identificado, para que seus clientes saibam que você é um desenvolvedor legítimo. Trabalhe com diversos tipos de arquivos e linguagens, incluindo .EXE, .CAB, .DLL, .OCX, Java, HTML, ActiveX, até mesmo o Microsoft ® Office Macros, além de qualquer tipo de arquivo compatível com assinaturas digitais. Inclua marcas temporais para que os usuários saibam que seu código passou pelo processo de verificação, mesmo que você permita que o certificado expire. Assinaturas de driver: É necessário para todos os drivers de hardware da Microsoft ® no Windows Vista ® e no Windows 7 Foram criados especificamente para proteger e validar os drivers de hardware desenvolvidos para os sistemas de operacionais da Microsoft, como o Windows Vista ou versão posterior. É verificado pela GoDaddy e pela Microsoft através da validação entre certificados, o que adiciona um nível extra de segurança e confiança para seus clientes. Você trabalhou muito para deixar seu código desprotegido. Como um desenvolvedor e programador independente, seu código é sua reputação. Se o seu site for invadido por hackers, infectado ou alterado, os clientes não confiarão em você para lhe dar uma segunda chance. Proteja seus clientes e sua reputação com um recurso de segurança sólido baseado no Certificado de assinatura de código e de driver. Suas perguntas, nossas respostas. O que é um certificado de assinatura de código? Tendo os conteúdos ativos da internet passado por um aumento significativo, os usuários finais demandam um método de verificação da legitimidade dos conteúdos baixados pela internet. A assinatura de código é uma assinatura digital colocada em softwares e outros arquivos executáveis, além de scripts. As assinaturas de código comprovam a identidade dos autores de software e demonstram que o software não foi alterado desde sua distribuição original. As assinaturas de código não alteram o software, são somente uma camada a mais de segurança para os usuários finais. Quando um software é adquirido na loja, é simples indicar quem o publicou e se ele foi adulterado. Infelizmente, estes fatores não são tão óbvios quando um software é adquirido on-line. Como resultado, os usuários finais ficam expostos a certos riscos ao baixar Java applets, plug-ins, controles Microsoft ® ActiveX ® e outros arquivos executáveis. Os Certificados de assinatura de código ajudam a inspirar o mesmo nível de confiança em seu software que os usuários teriam se o tivessem adquirido em uma loja. Melhore a segurança de seu software com uma assinatura digital. Ganhe a confiança do cliente por meio da autenticação da fonte e da integridade de seu código com um certificado de assinatura de código GoDaddy. Para obter mais informações, consulte nossa Página de suporte de produto Certificado de Assinatura de Código . Quem precisa de um Certificado de assinatura de código? A vigilância de segurança on-line está sempre em alta. A maior parte dos usuários da internet não baixará nenhum software a menos que se possa provar sua legitimidade. Os Certificados de assinatura de código inspiram confiança e oferecem a comprovação de que você precisa para validar seu código. Os desenvolvedores de software podem utilizar os Certificados de assinatura de código para fornecer certeza adicional ao clientes acerca de quem produziu o conteúdo e se ele foi adulterado. Um código assinado também previne que terceiros alterem o código antes que ele seja distribuído. Os editores de conteúdo podem assinar digitalmente componentes de software, macros, imagens de firmware, atualizações de vírus, arquivos de configuração ou outros tipos de conteúdo para fornecimento seguro via internet ou outros mecanismos. A assinatura de código é sobretudo importante quando a fonte de uma determinada parte do código pode não ser óbvia. por exemplo, controles Active X , Java applets e outros códigos ativos de script da internet. A maior parte dos usuários da internet compreendem os riscos potenciais envolvidos no download de conteúdos da internet. É importante que os usuários finais possam confiar no código que você publica na internet. Os Certificados de assinatura de código ajudam a confirmar a confiabilidade do software e a segurança dos clientes. Para obter mais informações, consulte as nossas Perguntas frequentes para os produtos de assinaturas de código . Como a assinatura de código funciona? Sistemas operacionais e navegadores mais novos são frequentemente configurados para níveis de segurança on-line mais altos, o que geralmente requer conteúdo assinado. Por exemplo, o Internet Explorer ® usa a tecnologia Authenticode ® para identificar o editor de um software assinado e verificar se ele não foi alterado. Quando um arquivo de código assinado é baixado de um site, o certificado é extraído do arquivo. O navegador compara esta informação com uma lista interna de autoridades de certificação e verifica a assinatura no certificado. Se o software assinado estiver alterado, a assinatura digital é interrompida e alerta os clientes de que o código foi adulterado e não é confiável. Para obter mais informações, consulte Como usar seu certificado de assinatura de código . Como alguém sabe que pode confiar na minha assinatura? Quando alguém tenta baixar ou executar um código não assinado, o navegador tenta validar a segurança do conteúdo baixado. Um aviso de segurança aparece ou a página da Web falha ao ser carregada, dependendo das configurações de segurança do navegador. Tais avisos criam suspeita e confusão no usuário. A assinatura digital de códigos previne avisos desnecessários quando os usuários tentam executar o aplicativo assinado ou arquivo executável. Após adquirir o certificado de assinatura de código o que eu preciso fazer? Após adquirir um Certificado de assinatura de código, você deverá fornecer uma solicitação para assinatura de certificado (CSR, por suas siglas em inglês) do computador que você usará para assinar o código. Dependendo da utilização do certificado, é possível criar o CSR automaticamente. Também é possível usar uma ferramenta como o OpenSSL para gerar o CSR. Após enviar seu pedido, nós verificaremos os dados da empresa que você forneceu. A Autoridade de Registros (RA) pode entrar em contato com você para fornecer informações adicionais, caso necessário. É possível monitorar o processo de validação por meio de sua conta. Depois que o Certificado de assinatura de código for emitido, enviaremos um email com um link para baixar e instalar o certificado e todos os certificados intermediários associados. Também é possível marcar temporalmente sua assinatura usando o Authenticode para exibir a validade de seu certificado no momento em que o código foi assinado. Para obter mais informações, consulte Como solicitar um certificado de assinatura de código . 4 Avisos de isenção de responsabilidade do produto e políticas jurídicas Logotipos e marcas de terceiros são marcas comerciais de seus respectivos proprietários. Todos os direitos reservados. Avisos de isenção de responsabilidade do produto e políticas jurídicas Descontos anuais disponíveis somente para novas compras. 4 Preço especial introdutório válido apenas durante o termo inicial de compra. Preço de renovação do produto sujeito a alterações. Os produtos serão automaticamente renovados até serem cancelados. Você pode desativar o recurso de renovação automática acessando sua conta GoDaddy. OK Precisa de ajuda? Ligue para nossa premiada equipe de suporte: (011) 3958-5679 Sobre a GoDaddy Quem somos Entre em contato Jurídico Suporte Suporte de produto Denuncie abuso Recursos Webmail WHOIS Confirmação ICANN Ferramentas para profissionais Catálogo de produtos Mapa do site Programas de parceiros Afiliados Programas para revendedores GoDaddy Pro Conta Minha conta Minhas renovações Criar conta Compras Domínios Sites WordPress Hospedagem Segurança na Web Marketing Online E-mail e Office Promoções Registre-se para ofertas especiais Enviar Brasil - Português Selecione o seu país/região Argentina - Español Australia - English België - Nederlands Belgique - Français Brasil - Português Canada - English Canada - Français Chile - Español Colombia - Español Danmark - Dansk Deutschland - Deutsch España - Español Estados Unidos - Español France - Français Hong Kong - English India - English India - मराठी India - हिंदी India - தமிழ் Indonesia - Bahasa Indonesia Ireland - English Israel - English Italia - Italiano Malaysia - English México - Español Nederland - Nederlands New Zealand - English Norge - Bokmål Österreich - Deutsch Pakistan - English Perú - Español Philippines - English Polska - Polski Portugal - Português Schweiz - Deutsch Singapore - English South Africa - English Suisse - Français Suomi - Suomi Sverige - Svenska Svizzera - Italiano Türkiye - Türkçe United Arab Emirates - English United Kingdom - English United States - English Venezuela - Español Việt Nam - Tiếng Việt Ελλάδα - Ελληνικά Россия - Русский Україна - Українська ไทย - ไทย 대한민국 - 한국어 台灣 - 繁體中文 新加坡 - 简体中文 日本 - 日本語 香港 - 繁體中文 Siga-nos O uso deste site está sujeito aos termos expressos de uso. O uso deste site será considerado aceitação dos Termos de Serviço Universal. Jurídico Política de Privacidade Cookies Copyright © 1999 - 2018 GoDaddy Operating Company, LLC. Todos os direitos reservados.



https://pt.wikipedia.org/wiki/Composto_de_coordena%C3%A7%C3%A3o
  Composto de coordenação – Wikipédia, a enciclopédia livre Composto de coordenação Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa Os compostos de coordenação , são moléculas constituídas por um ou vários ácidos de Lewis ligados a uma ou várias bases de Lewis . [ 1 ] Os ácidos de Lewis podem ser metais de transição e, neste caso, os compostos de coodenação também são chamados ... Complexos metálicos [ editar | editar código-fonte ] Um complexo é um composto químico formado pela ... respectivamente de ferro e magnésio e cobalto. Termo coordenação [ editar | editar código-fonte ] Ver ... do complexo, é o átomo receptor. Teoria de Werner [ editar | editar código-fonte ] As principais ... metálico, formando uma ligação coordenada. Números Atômicos Efetivos [ editar | editar código-fonte ... a formação de um composto coordenado. Tipos de Ligantes [ editar | editar código-fonte ] Os ligantes CACHE

Composto de coordenação – Wikipédia, a enciclopédia livre Composto de coordenação Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa Os compostos de coordenação , são moléculas constituídas por um ou vários ácidos de Lewis ligados a uma ou várias bases de Lewis . [ 1 ] Os ácidos de Lewis podem ser metais de transição e, neste caso, os compostos de coodenação também são chamados de complexos metálicos . Exemplo : C u 2 + + 4 N H 3 ⇌ [ C u ( N H 3 ) 4 ] 2 + {\displaystyle Cu^{2+}+4NH_{3}\rightleftharpoons [Cu(NH_{3})_{4}]^{2+}} No caso dos complexos metálicos, estes são compostos neutros resultantes da agregação de um complexo com um ânion. Um exemplo é o cloreto de hexaquocobre. As bases são chamadas de ligante . Os ligantes são espécies ricas em elétrons e os metais que formam complexos são íons com orbitais disponíveis para acomodar estes elétrons. A formação de complexos é comum com metais de transição d {\displaystyle d} e f {\displaystyle f} . Índice 1 Complexos metálicos 2 Termo coordenação 3 Teoria de Werner 4 Números Atômicos Efetivos 5 Tipos de Ligantes 6 Desdobramento dos orbitais d em campo Oh, Td e D4h 7 Energia de Estabilização do Campo Cristalino 7.1 Campo Fraco e Campo Forte 8 Teoria do Campo Cristalino 8.1 Magnetismo dos Complexos 8.2 Cores dos Complexos 9 Fatores que Influenciam o Desdobramento do Campo Cristalino 10 Estereoquímica dos Compostos de Coordenação de número 4 10.1 Geometria quadrado-planar 10.2 Geometria Tetraédrica 10.3 Estereoquímica dos compostos de Coordenação de número 5 11 Estereoquímica dos Compostos de Coordenação de número 6 12 Isomeria Estrutural 12.1 Isomeria de ligação 12.2 Isomeria de ionização 12.3 Isomeria de Hidratação ou Solvatação 12.4 Isomeria de coordenação 13 Isomeria geométrica e óptica em compostos de coordenação 13.1 Isomeria em complexos de número de coordenação quatro 13.2 Isomeria em complexos de número de coordenação cinco 13.3 Isomeria em complexos de número de coordenação seis 14 Reações em compostos de coordenação 14.1 Mecanismos de reações de substituição 14.2 Efeito trans 14.3 Estabilidade cinética e termodinâmica 14.4 Substituição em compostos octaédricos 14.5 Outros mecanismos de reação em compostos de coordenação – reações redox 15 Técnicas de caracterização de compostos de coordenação 15.1 Análise Elementar (CHN) ou Microanálise 15.2 Difratometria ou Difração de raios X de pó (DRX) 15.3 Difratometria de raios X em monocristal 15.4 Espectroscopia eletrônica na região do UV/visível 15.5 Espectroscopia Vibracional na Região do Infravermelho e Espectroscopia Raman 15.6 Voltametria ou Voltamperometria cíclica 16 Referências 17 Aplicações de Compostos de Coordenação 17.1 Ocorrência Natural 17.1.1 Transporte de Oxigênio 17.1.2 Fotossíntese 17.1.3 Vitamina B12 17.2 Extração de metais menos comuns 17.3 Pigmentos e Corantes 17.4 Catálise 17.4.1 Ziegler 17.4.2 Wacker 17.4.3 Oxo 17.4.4 Ativação de Pequenas Moléculas 17.5 Química Medicinal 18 Ver também 19 Bibliografia Complexos metálicos [ editar | editar código-fonte ] Um complexo é um composto químico formado pela adição de uma substância simples, normalmente um íon metálico que funciona como um receptor de elétrons pi com uma ou várias moléculas de outra substância, chamada de ligante bases de Lewis. Os casos mais comuns de complexos ocorrem com os compostos iônicos metálicos, que podem ter seus íons metálicos complexados tanto nos cristais quanto em solução. Um exemplo típico é o sulfato de cobre , usado como anti- fungo em plantações. Seus cristais são azuis e os íons de cobre estão formando um complexo com a água no cristal. Uma vez aquecido a seco, perde água de cristalização e se torna branco. Os indicadores de umidade que mudam de cor de azul a rosa contêm um sal de cobalto . O complexo de cobalto perde água de acordo com humidade do ar , mudando de cor. Vários podem ser os ligantes: água, EDTA , monóxido de carbono , íons negativos ( cloreto , iodeto , cianeto ). Estes ligandos podem ser classificados de acordo com o número de ligações que estabelecem ao átomo metálico central. Assim temos: 1 ligação: Ligando monodentado 2 ligações: Ligando bidentado 3 ou mais ligações: Ligando polidentado Os complexos tem enorme importância na química e bioquímica , sendo praticamente todas as enzimas complexos de íons metálicos. Hemoglobina , clorofila e vitamina B, entre outros, são complexos respectivamente de ferro e magnésio e cobalto. Termo coordenação [ editar | editar código-fonte ] Ver artigo principal: Geometria de coordenação No contexto da química de coordenação, o termo complexo significa um átomo metálico ou íon central rodeado por um conjunto de ligantes. Um ligante é um íon ou molécula que pode ter existência independente. Exemplo de um complexo é o [ C o ( N H 3 ) 6 ) ] 3 + {\displaystyle [Co(NH_{3})_{6})]^{3+}} , no qual o íon C o 3 + {\displaystyle Co^{3+}} está rodeado por seis ligantes N H 3 {\displaystyle NH_{3}} . O termo composto de coordenação é usado para designar um complexo neutro ou um composto iônico no qual pelo menos um dos íons é um complexo. Um complexo é a combinação de um ácido de Lewis (o átomo metálico central) com várias bases de Lewis (os ligantes). O átomo da base de Lewis que forma a ligação com o átomo central é chamado de átomo doador, porque ele que doa os elétrons usados para formar a ligação. O átomo ou íon metálico, o ácido de Lewis do complexo, é o átomo receptor. Teoria de Werner [ editar | editar código-fonte ] As principais características das estruturas geométricas dos complexos metálicos foram identificadas por Alfred Werner (1866-1919), profundo conhecedor da estereoquímica orgânica. A teoria da coordenação de Werner, de 1893, foi a primeira tentativa de explicar a ligação existente em complexos de coordenação. Esta teoria foi proposta antes da descoberta do elétron por J.J. Thompson em 1896, e antes da formulação da teoria eletrônica de valência. Essa teoria, e os 20 anos de trabalhosas pesquisas associados a ela, deu a Werner o prêmio Nobel de Química de 1913. Werner não tinha à sua disposição nenhuma das modernas técnicas instrumentais, e todos os seus estudos foram feitos mediante a interpretação de simples reações químicas. Werner foi capaz de explicar as principais características das estruturas geométricas dos complexos metálicos, e concluiu que nos complexos o metal apresenta dois tipos de valência. Valência primária corresponderia ao número de carga do íon complexo, hoje chamado estado de oxidação. Valência secundária corresponderia ao número de ligantes coordenados ao metal, hoje chamado de número de coordenação. Werner combinou a interpretação de isomerismo óptico e geométrico com padrões de reações e com dados de condutividade elétrica num trabalho que ainda permanece como modelo de como usar, de maneira efetiva e criativa, evidências físicas e químicas. As cores marcantes de muitos compostos de coordenação de metais d {\displaystyle d} e f {\displaystyle f} , as quais são consequências das estruturas eletrônicas, eram um mistério para Werner. Esta característica só foi elucidada quando as estruturas eletrônicas passaram a ser descritas em termos de orbitais, no período de 1930-1960. Com a teoria de Werner foi possível verificar que um número grande de moléculas e íons pode se comportar como ligantes, e um grande número de íons forma complexos. A teoria da coordenação de Werner, de 1893 , foi a primeira tentativa de explicar a ligação existente nos complexos de coordenação. Ele concluiu que esses compostos apresentam dois tipos de valência: Valência primária : é o número de cargas no íon complexo. Por exemplo, no composto C o C l 2 {\displaystyle CoCl_{2}} , temos C o 2 + {\displaystyle Co^{2+}} e mais dois átomos de C l − {\displaystyle Cl^{-}} , portanto, temos 2 valências primárias. Valência secundária: Se refere ao número de átomos ligantes coordenados ao metal central, ou seja, é o Número de Coordenação do composto. Cada ligante doa um par de elétrons ao íon metálico, formando uma ligação coordenada. Números Atômicos Efetivos [ editar | editar código-fonte ] Sidwick sugeriu que os pares de elétrons dos ligantes são adicionados ao metal até que este esteja rodeado por números de elétrons equivalentes ao do gás nobre mais próximo. Essa regra prevê o número de ligantes em muitos complexos, mas há exceções. Não deve-se tomar como regra absoluta para a formação de um composto coordenado. Tipos de Ligantes [ editar | editar código-fonte ] Os ligantes podem ser classificados conforme o número de átomos ligados ao íon metálico. Ligantes que se coordenam através de um átomo são chamados de monodentados. Ligantes que possuem mais do que um ponto de ligação são chamados como polidentados. Os ligantes que se coordenam através de dois átomos são chamados de bidentados, aqueles com três, como tridentados e assim por diante. Um exemplo é o ligante bidentado etilenodiamino (em, N H 2 C H 2 C H 2 N H 2 {\displaystyle NH_{2}CH_{2}CH_{2}NH_{2}} ), que forma um anel de cinco membros quando os átomos de N {\displaystyle N} se ligam ao mesmo átomo metálico. Quando os dois nitrogênios efetuam ligação coordenada para um mesmo átomo metálico, o ligante é dito quelante e o complexo pode ser chamado de quelato. Quando cada um dos nitrogênios efectuam uma ligação coordenada para um átomo metálico distinto (estes metais podem ser iguais ou diferentes), a ligação é dita em ponte. O ligante hexadentado, o ácido etilenodiaminotetraacético , na forma do seu ânion [(EDTA), ( − O 2 C C H 2 ) 2 N C H 2 C H 2 N ( C H 2 C O 2 − ) 2 ] {\displaystyle ({}^{-}O_{2}CCH_{2})_{2}NCH_{2}CH_{2}N(CH_{2}CO_{2}{}^{-})_{2}]} , pode se ligar através de seis pontos (os dois átomos de N {\displaystyle N} e os quatro átomos de O {\displaystyle O} ) e formar um complexo elaborado contendo cinco anéis de cinco membros. Ligantes ambidentados são aqueles que têm, potencialmente, mais de um átomo doador diferente. Um exemplo é o íon tiocianato ( N C S − {\displaystyle NCS^{-}} ), que pode se ligar a um íon metálico pelo N {\displaystyle N} , formando complexos do isotiocianato, ou pelo átomo de S {\displaystyle S} , formando complexos de tiocianato . Os ligantes podem ser classificados também de acordo com a sua carga, ligantes negativos (aniônicos), ligantes neutros (moléculas) e ligantes positivos (catiônicos). Os ligantes positivos são muito raros. Segue alguns exemplos: São numerosos os íons negativos que desempenham o papel de ligantes em compostos de coordenação. Eles podem ser classificados em dois tipos: Monodentados : Ocupam um sítio de coordenação, onde os ligantes podem se ligar. Exemplos são os íons fluoreto , cloreto , cianeto e ligantes neutros, como a amônia e a água . Polidentados : Ocupam mais de um sítio de coordenação. São chamados de Quelatos . Quelatos : Quando o ligante ocupa mais de um sítio, formando assim, uma estrutura cíclica. Estes compostos são mais estáveis que os monodentados. Quanto maior o número de anéis formados, maior será a estabilidade do composto. Exemplos: Etilenodiamina (en), (EDTA). Desdobramento dos orbitais d em campo Oh, Td e D4h [ editar | editar código-fonte ] A teoria do campo cristalino considera que a interação entre os ligantes e o íon metálico em complexos é de natureza puramente eletrostática e prevê que os níveis de energia dos orbitais d {\displaystyle d} do íon metálico perdem a degenerescência devido ao efeito produzido pelo campo elétrico dos ligantes. [ 2 ] Considerando-se um íon metálico M + {\displaystyle M^{+}} no centro de um sistema de cargas elétricas puntiformes colocadas nos vértices de um octaedro , conforme figura: Alguns orbitais d {\displaystyle d} concentram-se em regiões mais próximas dos ligantes que os outros, e os elétrons preferirão ocupar os orbitais que estiveram mais longe do ligante, conforme indicado na figura 2. Neste caso considerando os orbitais dz² e dx²-y² com lobos mais concentrados nas vizinhanças dos ligantes e os orbitais dxy , dxz , dyz com lobos entre os ligantes obtém-se o seguinte diagrama de nível de energia: Os orbitais d z 2 {\displaystyle dz^{2}} e d x 2 − y 2 {\displaystyle dx^{2}-y^{2}} , de energias mais altas, são denominados e g {\displaystyle e_{g}} , enquanto os orbitais d x y , d z x , d y z {\displaystyle dxy,dzx,dyz} denominados t 2 g {\displaystyle t_{2g}} apresentam menor energia, e Δ 0 {\displaystyle \Delta _{0}} – parâmetro de desdobramento do campo ligante - está associado à diferença de energia entre t 2 g {\displaystyle t_{2g}} e e g {\displaystyle eg} . Com raciocínio análogo, analisando uma estrutura tetraédrica, conforme figura 3 e 4, observa-se que os orbitais d x y , d z x , d y z {\displaystyle dxy,dzx,dyz} ficariam menos estáveis que os orbitais d z 2 {\displaystyle dz^{2}} e d x 2 − y 2 {\displaystyle dx^{2}-y^{2}} , já que estes últimos não estão tão concentrados na direção dos ligantes. Tendo em vista as observações acima temos o diagrama do nível de energia abaixo para sistemas tetraédricos: Onde e refere-se aos orbitais d z 2 {\displaystyle dz^{2}} e d x 2 − y 2 {\displaystyle dx^{2}-y^{2}} enquanto que os orbitais d x y , d z x , d y z {\displaystyle dxy,dzx,dyz} são denominados t 2 {\displaystyle t2} , e Δ t {\displaystyle \Delta _{t}} está associado à diferença de energia entre t 2 {\displaystyle t2} e e. Quando as distâncias cátion-ânion são iguais e o cátion e o anion são os mesmos nos casos octaédrico e tetraédrico tem-se que Δ t = 4 9 Δ 0 {\displaystyle \Delta _{t}={\tfrac {4}{9}}\Delta _{0}} . Alguns complexos costumam desviar-se da geometria octaédrica apresentando distorções tetragonais, como por exemplo, complexos hexacoordenados de cobre(II). Essa distorção é conhecida como distorção Jahn-Teller e corresponde a uma extensão ao longo do eixo z {\displaystyle z} e uma compressão nos eixos x e y {\displaystyle x~e~y} . Assim todos os orbitais que tem componente em z {\displaystyle z} se estabilizam e os restantes se desestabilizam. Partindo-se de um sistema octaédrico , ocorre a perda da degenerescência dos orbitais e g {\displaystyle e_{g}} e t 2 g {\displaystyle t_{2g}} , pela redução na energia do orbital d z 2 e d x z e d y z {\displaystyle dz^{2}~e~dxz~e~dyz} e o correspondente aumento da energia do orbital d x 2 − y 2 {\displaystyle dx^{2}-y^{2}} e d x y {\displaystyle dxy} . Da mesma forma que pode ocorrer o alongamento ao longo do eixo z {\displaystyle z} e compressão ao longo dos eixos x e y {\displaystyle x~e~y} , poderá ocorrer o inverso. E quando ocorre o salto de uma orientação para a outra temos o efeito Jahn-Teller dinâmico. Alongamento dos ligantes ao longo do eixo: Compressão dos ligantes ao longo do eixo z {\displaystyle z} : Quanto aos complexos de geometria quadrada planar, típicos D4h, conforme apresentado na figura 8, observa-se que deriva de uma estrutura octaédrica considerando os ligantes ao longo do eixo z {\displaystyle z} removidos. O parâmetro de desdobramento do campo ligante está associado à diferença de energia entre d x 2 − y 2 e d x y {\displaystyle dx^{2}-y^{2}~e~dxy} . Energia de Estabilização do Campo Cristalino [ editar | editar código-fonte ] O principal efeito dos ligantes, segundo a Teoria do campo Cristalino (TCC), é o desdobramento dos níveis de energia correspondentes aos orbitais d {\displaystyle d} do átomo central. No caso mais simples, a interação do campo eletrostático gerado por seis ligantes idênticos distribuídos simetricamente ao redor do átomo central, simetria octaédrica (figura 1), resulta no aumento da energia dos orbitais d {\displaystyle d} e na perda da degenerescência destes níveis, ou seja, os orbitais d {\displaystyle d} do átomo central dividem-se em 2 níveis de energia, t 2 g e e g {\displaystyle t_{2g}~e~e_{g}} . [ 2 ] A diferença de energia entre os dois conjuntos de orbitais denomina-se desdobramento do campo cristalino ou desdobramento do campo ligante. Este desdobramento é representado pelo parâmetro do desdobramento do campo cristalino Δ {\displaystyle \Delta } ou 10 D q {\displaystyle 10Dq} . O símbolo Δ o {\displaystyle \Delta _{o}} é empregado no caso específico de um complexo octaédrico. Em um íon octaédrico, em relação ao baricentro, a energia de um orbital t 2 g {\displaystyle t_{2g}} é − 0 , 4 Δ o {\displaystyle -0,4\Delta _{o}} e a de um orbital e g {\displaystyle e_{g}} é + 0 , 6 Δ o {\displaystyle +0,6\Delta _{o}} . Segue que a energia resultante de uma configuração t x 2 g e y g {\displaystyle t^{x}{}_{2g}e^{y}{}_{g}} em relação ao baricentro, que é chamada de energia de estabilização do campo ligante (EECL), é: E E C L = ( 0 , 4 x − 0 , 6 y ) Δ o {\displaystyle EECL=(0,4x-0,6y)\Delta _{o}} O termo energia de estabilização do campo cristalino (EECC) é muito usado no lugar de EECL, mas esse termo é mais apropriado para íons nos cristais. A tabela abaixo (tabela 1) apresenta os valores de EECL para diferentes configurações. A EECL é geralmente apenas uma pequena fração da interação total entre o átomo metálico e os ligantes, a qual aumenta da esquerda para a direita ao longo de um período devido ao decréscimo no raio dos íons M 2 + {\displaystyle M^{2+}} ao longo da série. Tabela 1 Energia de Estabilização do campo Ligante Campo Fraco e Campo Forte [ editar | editar código-fonte ] Para um íon d 4 {\displaystyle d^{4}} , como o C r 2 + {\displaystyle Cr^{2+}} , o quarto elétron pode entrar em um dos orbitais t 2 g {\displaystyle t^{2g}} e emparelhar com um dos elétrons já presentes (figura 3). Entretanto, se ele assim o fizer, experimentará uma repulsão forte, chamada de energia de emparelhamento, P {\displaystyle P} . Alternativamente, o elétron pode ocupar um dos orbitais e g {\displaystyle e_{g}} (figura 4). No primeiro caso ( t 4 2 g ) {\displaystyle t_{4}{}^{2g})} , a EECL é 1 , 6 Δ o {\displaystyle 1,6\Delta _{o}} , a energia de emparelhamento é P {\displaystyle P} e a estabilização resultante é 1 , 6 Δ o − P {\displaystyle 1,6\Delta _{o}-P} . No segundo caso ( t 3 2 g e 1 g {\displaystyle t^{3}{}_{2g}e^{1}{}_{g}} ), a EECL é 3 ⋅ ( 0 , 4 Δ o ) − 0 , 6 Δ o = 0 , 6 Δ o {\displaystyle 3\cdot (0,4\Delta _{o})-0,6\Delta _{o}=0,6\Delta _{o}} , e não há energia de emparelhamento a considerar. A configuração a ser adotada dependerá de quem é maior, P {\displaystyle P} ou Δ o {\displaystyle \Delta _{o}} . Teoria do Campo Cristalino [ editar | editar código-fonte ] A EECC é igual a zero para íons com configuração d 0 e d 10 {\displaystyle d^{0}~e~d^{10}} , tanto em campos ligantes fortes como fracos. A EECC também é igual a zero para configurações d 5 {\displaystyle d^{5}} em um campo fraco. Todos os demais arranjos apresentam alguma EECC, que aumenta a estabilidade termodinâmica dos complexos. Quanto maior for a EECC, mais estável será o complexo. Complexos octaédricos são geralmente mais estáveis e mais comuns que os complexos tetraédricos, já que a EECC de um complexo octaédrico é maior que a EECC de um complexo tetraédrico, quando se considera o mesmo íon metálico e os mesmos ligantes. O estudo quantitativo da estabilidade dos complexos e quelatos pode ser feito através do uso da 'constante de estabilidade' ou da 'constante de formação' desses compostos. A estabilidade dos complexos é determinada pela energia de ligação metal-ligante ( M − L {\displaystyle M-L} ). A ligação que ocorre é caracterizada quantitativamente pelas constantes que descrevem o equilíbrio dos complexos. Para um exemplo geral: M y + + x L → [ M L x ] y + {\displaystyle M^{y+}+xL\rightarrow [MLx]^{y+}} onde, M y + {\displaystyle M^{y+}} representa o cátion metálico, L {\displaystyle L} o ligante e [ M L x ] y + {\displaystyle [MLx]^{y+}} é o íon complexo formado. Magnetismo dos Complexos [ editar | editar código-fonte ] Uma espécie paramagnética possui elétrons desemparelhados e sofre atração por um campo magnético. Já uma substância é considerada diamagnética quando não possui elétrons desemparelhados e sofre repulsão de um campo magnético. Grande parte dos complexos de metal d {\displaystyle d} apresenta elétrons d {\displaystyle d} desemparelhados e conseqüentemente são paramagnéticos, os complexos 'spin alto' d n {\displaystyle d^{n}} possuem mais elétrons desemparelhados que os complexos d n {\displaystyle d^{n}} de 'spin baixo', portanto um complexo de 'spin alto' é mais fortemente paramagnético para uma mesma configuração eletrônica. Os ligantes de campo forte produzem uma grande diferença de energia entre os orbitais t 2 g e e g {\displaystyle t_{2g}~e~e_{g}} , sendo assim os elétrons primeiramente preenchem os orbitais t 2 g {\displaystyle t_{2g}} e posteriormente preenchem os orbitais e g {\displaystyle e_{g}} de mais alta energia. Em campos octaédricos, os complexos 'spin baixo' onde a configuração eletrônica do íon metálico é d 4 − d 7 {\displaystyle d^{4}-d^{7}} são fracamente paramagnéticos. Somente os complexos d 6 {\displaystyle d^{6}} spin baixo são diamagnéticos. Ligantes de campo fraco provocam pequena diferença de energia entre t 2 g e e g {\displaystyle t_{2g}~e~e_{g}} , e assim os elétrons preenchem os orbitais de energia mais alta antes de emparelharem-se nos orbitais de mais baixa energia. Complexos 'spin alto' onde o íon metálico tem configuração eletrônica d 4 − d 7 {\displaystyle d^{4}-d^{7}} são fortemente paramagnéticos. Nas configurações eletrônicas d 1 , d 2 , d 3 , d 8 e d 9 {\displaystyle d^{1},d^{2},d^{3},d^{8}~e~d^{9}} o número de elétrons desemparelhados é o mesmo independente da magnitude do parâmetro de desdobramento do campo cristalino Δ o {\displaystyle \Delta _{o}} . Cores dos Complexos [ editar | editar código-fonte ] A luz branca é constituída pela soma de todos os comprimentos de onda do espectro visível, que vai de 380 à 720 nm aproximadamente. Quando a energia correspondente a algum desses comprimentos de onda é absorvida por um complexo para proporcionar transições eletrônicas, vemos a cor complementar àquela responsável pelo comprimento de onda absorvido. Assim é possível determinar experimentalmente o valor de ∆ o para a maioria dos complexos a partir do seu espectro de absorção. Por exemplo: o íon hexaaquotitânio(III), [ T i ( H 2 O ) 6 ] 3 + {\displaystyle [Ti(H_{2}O)_{6}]^{3+}} , onde o íon metálico possui configuração eletrônica d 1 {\displaystyle d^{1}} , absorve luz em 493 nm devido à transição d − d {\displaystyle d-d} , na qual o elétron é excitado de um orbital t 2 g {\displaystyle t_{2g}} para outro orbital e g {\displaystyle e_{g}} . Como esta absorção ocorre na faixa espectral correspondente ao visível, o complexo será colorido, neste caso coloração é violeta. Os espectros de absorção de complexos que contém mais de 1 elétron d são mais complicados porque o número de transições é maior. Fatores que Influenciam o Desdobramento do Campo Cristalino [ editar | editar código-fonte ] A separação dos dois conjuntos de orbitais de energias diferentes nos complexos é chamada de parâmetro do desdobramento do campo ligante ( 10 D q {\displaystyle 10Dq} ou Δ {\displaystyle \Delta } ), podendo ainda utilizar a terminologia de 'spin alto' ou 'spin baixo' quando referido às configurações d 4 , d 5 , d 6 , d 7 {\displaystyle d^{4},d^{5},d^{6},d^{7}} . Seu valor numérico depende de vários fatores. [ 2 ] São eles: a) Simetria de campo Quanto maior o número de ligantes, mais forte é o campo, pois o valor de 10 Dq depende do número de ligantes e de seu arranjo em torno do átomo metálico. Assim, um complexo octaédrico terá sempre um campo mais forte do que um tetraédrico formado pelas mesmas espécies de ligantes e metais. Os compostos tetraédricos são sempre de campo fraco. b) Número de oxidação do metal Quanto maior for o número de oxidação do metal maior o valor de 10 Dq. Isso acontece porque uma carga positiva elevada no íon metálico fará com que ele atraia fortemente os ligantes aniônicos ou polares, aumentando a interação eletrostática entre eles e os elétrons nos orbitais d. Essa variação também reflete o tamanho menor dos íons de maior carga e, conseqüentemente as menores distâncias metal-ligante resultando em energias de interação mais fortes. Para os metais de transição da primeira série, os valores de ∆o para um metal com número de oxidação +3 são, aproximadamente, 50% maiores do que para um metal com número de oxidação +2. c) Identidade do metal O valor do desdobramento do campo aumenta significativamente à medida que se desce num mesmo grupo da tabela periódica. Isso ocorre devido ao tamanho maior dos átomos dos orbitais 4d e 5d em relação aos orbitais 3d, o que aumenta a interação com os ligantes. Por isso, a maioria dos complexos do 2º e 3º períodos é de campo forte. A força do campo ligante tem sua ordem crescente de energia (aproximadamente) apresentada abaixo: M n + 2 < N i + 2 < C o + 2 < F e + 2 < C o + 3 < M o + 3 < R h + 3 < R u + 3 < P d + 4 < I r + 3 < P t + 4 {\displaystyle Mn^{+2}<Ni^{+2}<Co^{+2}<Fe^{+2}<Co^{+3}<Mo^{+3}<Rh^{+3}<Ru^{+3}<Pd^{+4}<Ir^{+3}<Pt^{+4}} d) Natureza do ligante O parâmetro de desdobramento do campo ligante varia de acordo com a natureza do ligante. Verificou-se que determinados ligantes provocam um maior desdobramento de campo do que outros, ou seja, aumenta a energia da transição e a luz absorvida terá um comprimento de onda menor, resultando em diferentes cores para os respectivos complexos. Dados experimentais evidenciaram que independente da identidade do íon metálico a mesma ordem é seguida. Ryutaro Tsuchida propôs organizar os ligantes em ordem crescente de energia das transições a qual chamou de série espectroquímica: I − < B r − < S − 2 < S C N − < C l − < N O 2 − < N 3 − < F − < O H − < C 2 O 4 − 2 < H 2 b O < {\displaystyle I^{-}<Br^{-}<S^{-2}<SCN^{-}<Cl^{-}<NO_{2}{}^{-}<N_{3}{}^{-}<F^{-}<OH^{-}<C_{2}O_{4}{}^{-2}<H_{2}bO<} < N C S − < C H 3 C N < p y < N H 3 < e n < b i p y < p h e n < N O − 2 < P P h 3 < C N − < C O {\displaystyle <NCS^{-}<CH_{3}CN<py<NH_{3}<en<bipy<phen<NO^{-2}<PPh_{3}<CN^{-}<CO} Os átomos sublinhados são os doadores nos complexos ambidentados. Como se pode observar, o desdobramento provocado, por exemplo, pelo ligante C N − {\displaystyle CN^{-}} é muito maior do que o provocado pelos íons haleto, onde as transições são de baixa energia. A teoria do campo cristalino por considerar que a natureza da interação metal-ligante é de natureza puramente eletrostática não consegue explicar a série espectroquímica, que será explicada pela teoria do orbital molecular. Estereoquímica dos Compostos de Coordenação de número 4 [ editar | editar código-fonte ] Estereoquímica do complexo é a relação espacial entre um íon metálico central e seus ligantes . A estereoquímica pode ser agrupada de acordo com o número de coordenação (NC) da espécie central. no caso o número de coordenação 4 significa que possuímos um íon central ligado a mais quatro elementos , iguais ou diferentes entre si. Moléculas de íons poliatômicos que possuem a mesma fórmula molecular, mesmas ligações, mas diferentes estruturas e arranjos espaciais são chamados de estereoisômeros. A distribuição dos ligantes ao redor do íon central está coordenada de acordo com a repulsão mútua entre os ligantes e o impedimento estérico dos ligantes polidentados. O arranjo dos ligantes ao redor do íon central é influenciado por: Tamanho do ligante. Natureza do ânion . Procedimento de síntese utilizado para obtenção do complexo. Existem duas geometrias comuns associadas com um número de coordenação igual a quatro. Essas geometrias são a quadrado-planar e a tetraédrica. Cada uma destas geometrias permite uma forma diferente de estereoisomerismo. Geometria quadrado-planar [ editar | editar código-fonte ] Os complexos que apresentam essa geometria estão caracterizados pela configuração d 8 {\displaystyle d^{8}} ou s 1 d 7 {\displaystyle s^{1}d^{7}} . característica de metais de transição , em combinação com ligantes que podem formar ligações π {\displaystyle \pi } pela aceitação de elétrons do átomo metálico. Os complexos tetracoordenados d8 dos elementos pertencentes a segunda e terceira linhas do grupo d ( 4 d 8 e 5 d 8 {\displaystyle 4d^{8}~e~5d^{8}} ), como os formados por R h + , I r + , P d 2 + , A u 3 + {\displaystyle Rh^{+},Ir^{+},Pd^{2+},Au^{3+}} , são quase invariavelmente quadrado-planares. Exemplos: [ 2 ] [ P t ( N H 3 ) 4 ] 2 + , [ P t C l 2 ( N H 3 ) 2 ] , [ N i ( C N ) 4 ] 2 − , [ A g F 4 ] − , [ C u ( N H 3 ) 4 ] 2 + {\displaystyle [Pt(NH_{3})_{4}]^{2+},[PtCl_{2}(NH_{3})_{2}],[Ni(CN)_{4}]^{2-},[AgF_{4}]^{-},[Cu(NH_{3})_{4}]^{2+}} . Geometria quadrado-planar pode também ser forçada em um átomo central pela complicação com um ligante que contem um anel rígido de quatro átomos doadores. Quando os ligantes estão aos pares diferindo apenas na posição do arranjo consideramos a isomeria cis e trans: Geometria Tetraédrica [ editar | editar código-fonte ] Complexos tetraédricos de simetria aproximadamente Td são favorecidos em números altos de coordenação quando o átomo central é pequeno e os ligantes são grandes (como C l − , B r − e I − {\displaystyle Cl^{-},Br^{-}~e~I^{-}} ), para quem as repulsões ligante-ligante excedem a diferença de energia de formação de ligações metal-ligante. Complexos tetraédricos são comuns para oxiânions metálicos a esquerda do bloco d em estados de oxidação alto, como ( C r O 4 ) 2 − {\displaystyle CrO_{4})^{2-}} . Os complexos de haletos de íons M 2 + {\displaystyle M^{2+}} a direita da série 3 d {\displaystyle 3d} , como ( N i B r 4 ) 2 − {\displaystyle (NiBr_{4})^{2-}} , são geralmente tetraédricos. [ 2 ] ‎ Os complexos que apresentam essa geometria também como a geometria quadrado- planar. caracterizam-se por distribuições eletrônicas d 8 {\displaystyle d^{8}} ou s 1 d 7 {\displaystyle s^{1}d^{7}} dos metais de transição. Exemplos: [ B F 4 ] − , [ M n O 4 ] − , [ Z n C l 4 ] 2 − , [ Z n ( N H 3 ) 4 ] 2 + {\displaystyle [BF_{4}]^{-},[MnO_{4}]^{-},[ZnCl_{4}]^{2-},[Zn(NH_{3})_{4}]^{2+}} . Em um complexo tetraédrico, os quatro ligantes ocupam os vértices de um tetraedro regular, portanto, todas as posições são equivalentes, não existindo assim os isômeros cis-trans. No caso de os 4 ligantes serem diferentes, há possibilidade de um novo tipo de estereoisomerismo denominado enantiomerismo ( isomeria óptica ). Duas estruturas que sejam imagens especulares uma da outra, as quais não são idênticas, são chamadas enantiômeros . O enantiomerismo é possível em um complexo tetraédrico que tenha quatro ligantes diferentes ligados ao átomo central. Os enantiômeros puros ou em solução possuem a propriedade de girar o plano da luz polarizada. Essas substâncias que são capazes de girar o plano da luz polarizada são chamadas de opticamente ativas. A síntese de complexos tetraédricos do tipo MABDC é difícil e geralmente conduz à formação de uma mistura de dois enantiômeros. As espécies quirais nestes complexos existem quase sempre em um rápido equilíbrio de interconversão, na medida em que as ligações metal-ligante são rapidamente desfeitas e refeitas (os complexos são considerados lábeis). Ocorre, portanto, que o enantiomerismo é raramente observado nos complexos tetraédricos simples. Caso especial: Estereoquímica dos compostos de Coordenação de número 5 [ editar | editar código-fonte ] Complexos pentacoordenados, que são menos comuns do que os complexos tetra ou hexacoordenados no bloco d, são pirâmides de base quadrada ou bipirâmide trigonal. Entretanto, distorções destas geometrias ideais são comuns. A forma bipiramidal trigonal, minimiza as repulsões ligante-ligante, mas restrições estéricas em ligantes polidentados podem favorecer uma estrutura piramidal quadrada. Por exemplo, a pentacoordenação piramidal quadrática é encontrada entre as porfirinas biologicamente importantes, onde o anel ligante obriga uma estrutura quadrada-planar e um quinto ligante preso acima do plano. A estrutura abaixo mostra o centro ativo de mioglobina, a proteína de transporte de oxigênio . a localização do átomo de ferro acima do plano do anel é importante para a sua função. [ 2 ] Centro ativo de Mioglobina: Proteína de transporte de oxigênio . Em alguns casos, a pentacoordenação é induzida por um ligante polidentado contendo um átomo doador que pode ligar-se em um sítio axial de uma bipirâmide trigonal, com seus átomos doadores remanescentes alcançando até as posições equatoriais como no exemplo abaixo. As energias das várias geometrias de complexos pentacoordenados frequentemente diferem pouco uma da outra. A delicadeza deste balanço destaca-se pelo fato de que [ N i ( C N ) 5 ] 3 − {\displaystyle [Ni(CN)_{5}]^{3-}} . Pode existir em ambas as conformações piramidal quadrada e piramidal trigonal no mesmo cristal. Em solução, os complexos bipirâmidal trigonal com ligantes monodentados são muitas vezes altamente instáveis, assim um ligante que é axial em um momento torna-se equatorial no próximo momento. a conversão de uma estereoquímica em relação à outra pode ocorrer por uma pseudo-rotação de Berry. Uma pseudo-rotação de Berry, onde (a) [ F e ( C O ) 5 ] {\displaystyle [Fe(CO)_{5}]} bipiramidal trigonal distorce em (b) um isômero piramidal quadrado e assim (c) torna-se novamente bipirâmidal trigonal, mas com duas carbonilas, inicialmente equatoriais , agora axiais. Um exemplo de um complexo desta espécie é [ F e ( C O ) 5 ] {\displaystyle [Fe(CO)_{5}]} . Estereoquímica dos Compostos de Coordenação de número 6 [ editar | editar código-fonte ] A grande maioria dos compostos hexacoordenados apresenta geometria octaédrica. O arranjo octaedrico é bastante simétrico, sendo o ponto de partida para entender outros arranjos deste grupo, que são distorçoes do octaedro, em função do fator de empacotamento, ou seja, uma compressão ou alongamento ao longo dos eixos de ordem dois, três ou quatro, como mostrado a seguir. Estas distorções podem ser tetragonais (mais simples), de forma que os ligantes sobre o eixo diferem dos outros quatro, para mais ou para menos, ou pode haver distorções rômbicas, nas quais um ligante trans está mais próximo do átomo central enquanto o outro está mais afastando. Estas distorções geram uma família imensa de isômeros geométricos que variam do octaedro ao prisma trigonal (D3h). [ 2 ] Os compostos octaedricos permitem uma variedade de estereoisômeros. A partir do fato que os seis vértices de um octaedro são equivalentes, apenas uma estrutura é possível para complexos dos tipos MA6 e MA5B. Já para o MA4B2 podem existir isômeros cis e trans. No isômero cis os dois ligantes B ocupam os vértices adjacentes do octaedro. no isômero trans estão em vértices opostos, como mostra a figura.Para os complexos do tipo MA3B3, também são possíveis dois isômeros, denominados: facial (fac) e meridional (mer): Caso o número de ligantes aumente ou então se considerarmos ligantes polidentados, mais casos de isomerismos geométricos podem existir, mas estes devem ser relacionados com os isômeros cis, trans, mer, fac, utilizando uma numeração para explicar. Os compostos octaedricos também podem apresentar geometria óptica, apresentando enantiômeros opticamente ativos, ou misturas racêmicas. Sendo todos os ligantes complexados ao átomo central diferentes, obviamente o composto apresenta geometria óptica. Há diversas possibilidades de isômeros ópticos no octaedro variando o número de ligantes diferentes, sendo ou não anéis quelantes. O mais comum são isômeros com anéis quelantes, devido a maior estabilidade e isômeros não quelantes são difíceis de sintetizar e são diversos os enantiômeros. Os enantiômeros podem ser mais bem observados analisando a vista fácil do tetraedro. Isomeria Estrutural [ editar | editar código-fonte ] Uma das classes de isômeros é a isomeria estrutural, que compreende compostos com mesmos átomos e que não podem ser distinguidos apenas por sua formula molecular. Algumas das formas desta isomeria são a de ligação, de ionização, de hidratação e a de coordenação. Isomeria de ligação [ editar | editar código-fonte ] A isomeria de ligação ocorre quando um ligante monodentado possui mais de um átomo com par de elétrons isolado que pode ligar-se ao íon do metal, mas devido ao seu tamanho ou forma, somente um átomo de cada vez pode ligar-se ao metal. Os ligantes mais comuns que apresentam este isomerismo são: S C N − {\displaystyle SCN^{-}} e o N C S − {\displaystyle NCS^{-}} , N O 2 − {\displaystyle NO_{2}{}^{-}} e o O N O − {\displaystyle ONO^{-}} , sendo o átomo coordenante escrito em primeiro lugar. (a) o ligante, neste caso, é o N C S − {\displaystyle NCS^{-}} e está ligado através do átomo de N {\displaystyle N} , em (b) está ligado pelo átomo de S {\displaystyle S} . Isomeria de ionização [ editar | editar código-fonte ] Ocorre quando o contra-íon no sal complexo é um pré-ligante e pode deslocar um ligante, que se torna então o contra-íon , por exemplo: - Os sais [ C o ( N H 3 ) 5 S O 4 ] B r {\displaystyle [Co(NH_{3})_{5}SO_{4}]Br} e o [ C o ( N H 3 ) 5 B r ] S O 4 {\displaystyle [Co(NH_{3})_{5}Br]SO_{4}} são isômeros de ionização Isomeria de Hidratação ou Solvatação [ editar | editar código-fonte ] É um tipo especial de isomeria, em que a água está envolvida e é de certa forma semelhante à isomeria de ionização. Diferem pela troca entre a molécula de H 2 O {\displaystyle H_{2}O} e outro ligante da esfera de coordenação. Por exemplo, o cloreto de hexaaquocromo(III), de cor violeta, [ C r ( H 2 O ) 6 ] C l 3 {\displaystyle [Cr(H_{2}O)_{6}]Cl_{3}} tem como seus isômeros de hidratação o cloreto de pentaaquoclorocromo(III) monoidratado, [ C r C l ( H 2 O ) 5 ] C l 2 . H 2 O {\displaystyle [CrCl(H_{2}O)_{5}]Cl_{2}.H_{2}O} , de cor azul-esverdeado e o cloreto de tetraaquodiclorocromo(III) diidratado, [ C r C l 2 ( H 2 O ) 4 ] C l .2 H 2 O {\displaystyle [CrCl_{2}(H_{2}O)_{4}]Cl.2H_{2}O} . Isomeria de coordenação [ editar | editar código-fonte ] Ocorre quando um ou mais ligantes são trocados entre os cátions e ânions complexos. Um exemplo de um par de isômeros de coordenação é: Hexacianoferrato(III) de hexaamincromo(III), [ C r ( N H 3 ) 6 ] [ F e ( C N ) 6 ] {\displaystyle [Cr(NH_{3})_{6}][Fe(CN)_{6}]} e o hexacianocromato(III) de hexaaminferro(III), [ F e ( N H 3 ) 6 ] [ C r ( C N ) 6 ] {\displaystyle [Fe(NH_{3})_{6}][Cr(CN)_{6}]} . Um caso especial de isomeria de coordenação é aquela apresentada por uma série de compostos de mesma fórmula empírica, porém de diferentes massas moleculares. A este tipo de isomeria se dá o nome de 'isomeria de polimerização', apesar dela não envolver polimerização de acordo com sua definição convencional. Como exemplo temos a série de sais nos quais tanto o cátion quanto o ânion contém C o 3 + {\displaystyle Co^{3+}} , e cuja fórmula empírica é { C o ( N H 3 ) 3 ( N O 2 ) 3 } {\displaystyle \lbrace Co(NH_{3})_{3}(NO_{2})_{3}\rbrace } : [ C o ( N H 3 ) 6 ] [ C o ( N O 2 ) 6 ] {\displaystyle [Co(NH_{3})_{6}][Co(NO_{2})_{6}]} e o [ C o ( N H 3 ) 4 ( N O 2 ) 2 ] [ C o ( N H 3 ) 2 ( N O 2 ) 4 ] {\displaystyle [Co(NH_{3})_{4}(NO_{2})_{2}][Co(NH_{3})_{2}(NO_{2})_{4}]} Isomeria geométrica e óptica em compostos de coordenação [ editar | editar código-fonte ] O critério formal de quiralidade é ausência de um eixo de rotação impróprio ( S n {\displaystyle S_{n}} , um n-ésimo eixo em combinação com um plano de reflexão horizontal). A existência de um elemento de simetria como este é evidenciada pela presença de um plano de reflexão através do átomo central (que é equivalente a um eixo S 1 {\displaystyle S_{1}} ) ou de um centro de inversão (que é equivalente a um eixo S 2 {\displaystyle S_{2}} ). Assim, se um destes elementos está presente então o complexo não é quiral. Isomeria em complexos de número de coordenação quatro [ editar | editar código-fonte ] Complexos tetracordenados possuem duas estruturas geométricas principais: o tetraédro e o quadrado planar. As espécies que apresentam a geometria quadrado-planar (Ex. [ P t C l 4 ] 2 − {\displaystyle [PtCl_{4}]^{2-}} ), [ N i ( C N ) 4 ] 2 − {\displaystyle [Ni(CN)_{4}]^{2-}} ) são característicos dos íons de metais de transição com configurações d 8 ou s 1 d 7 {\displaystyle s^{1}d^{7}} . Este tipo de geometria pode apresentar isomeria geométrica cis-trans , conforme figura abaixo: As espécies que apresentam a geometria tetraédica (Ex.: [ C o C l 4 ] 2 − , [ C r O 4 ] 2 − {\displaystyle [CoCl_{4}]^{2-},[CrO_{4}]^{2-}} ) são características dos complexos dos metais representativos ou dos metais de transição com configuração eletrônica diferentes de d 8 {\displaystyle d^{8}} ou s 1 d 7 {\displaystyle s^{1}d^{7}} . Em um complexo tetraédrico, os quatro ligantes ocupam os vértices de um tetraedro regular, portanto, todas as posições são equivalentes, não existindo assim os isômeros geométricos. Complexos com geometria tetraédrica podem apresentar isomeria óptica de forma semelhante aos compostos orgânicos. Logo, a forma mais simples de apresentar este comportamento é possuir os quatro ligantes diferentes entre si. Todavia, em alguns destes complexos a dificuldade de separação é tão grande que se considera que alguns não são opticamente ativos, pois interconvertem, formando mistura racêmica. Um exemplo de composto tetraédrico que possui isomeria óptica são os enantiômeros do bis(benzoilacetonato) de berílio. Os compostos quadrados planares raramente mostram tal isomeria. O plano formado pelos quatro átomos ligantes e o íon metálico central geralmente é um plano especular que impede a possibilidade de assimetria óptica. Um exemplo de composto quadrado planar que possui isomeria óptica é o (mesobendiamina)(isobutilediamina)paládio(II) Isomeria em complexos de número de coordenação cinco [ editar | editar código-fonte ] Espécies contendo este número de coordenação são mais raras do que aquelas com número de coordenação igual a quatro e seis. Existem duas possibilidades de geometrias moleculares, a bipirâmide trigonal ( A {\displaystyle A} ) e pirâmide de base quadrada ( B {\displaystyle B} ), não apresentando isomeria geométrica . Exemplos de compostos com número de coordenação 5 são [ N i ( C N ) 5 ] − {\displaystyle [Ni(CN)_{5}]^{-}} e C o B r N ( C H 2 C H 2 N M e 2 ) 3 {\displaystyle CoBrN(CH_{2}CH_{2}NMe_{2})_{3}} . Materiais compostos por moléculas que possuem o átomo central pentacoordenado apresentam as duas geometrias moleculares possíveis simultaneamente. Isto ocorre devido a um fenômeno chamado Pseudo-Rotação de Berry, representada na figura abaixo: Em complexos com número de coordenação cinco é sabido que teoricamente possuem diversas geometrias possíveis para isomeria óptica , porém conhecem-se poucos exemplos. Um exemplo de isômero com esta estrutura é o cátion dicarbonilpentadienil-molibdenio (II): Isomeria em complexos de número de coordenação seis [ editar | editar código-fonte ] A coordenação octaédrica é a mais comum e permite diversos tipos de estereoisomerismo. Supondo-se que os seis vértices de um octaedro são equivalentes: Apenas uma estrutura é possível para complexos dos tipos M A 6 e M A 5 B {\displaystyle MA_{6}~e~MA_{5}B} , não possuindo isômeros geométricos. Para o M A 4 B 2 {\displaystyle MA_{4}B_{2}} , contudo, as estruturas cis e trans podem existir. No isômero cis os dois ligantes B {\displaystyle B} ocupam os vértices adjacentes do octaedro e no trans estão nos vértices opostos, conforme a figura abaixo: Para os complexos do tipo M A 3 B 3 {\displaystyle MA_{3}B_{3}} , dois isômeros geométricos são possíveis e são denominados facial (fac) e isômero meridional (mer). As faces, que dão nome ao isômero geométrico fac, estão representadas em I e II na figura abaixo: Na geometria octaédrica diferentes arranjos de ligantes podem dar origem a isômeros ópticos. Um exemplo simples é o [ M n ( a c a c ) 3 ] {\displaystyle [Mn(acac)_{3}]} , onde três ligantes bidentados acetilacetonatos (acac) levam à existência de enantiômeros. Uma forma de ver os isômeros ópticos que se originam nos complexos desta natureza é tomar-se a vista de cima do eixo ternário e ver o arranjo dos ligantes como uma hélice ou como a rosca de parafuso. A quiralidade também pode existir em complexos de fórmula [ M A 2 B 2 C 2 ] {\displaystyle [MA_{2}B_{2}C_{2}]} quando os ligantes de cada par estão em posição cis-. Na verdade, são conhecidos muitos exemplos de isomeria óptica para complexos octaédricos tanto com ligantes monodentados quanto polidentados. E assim devemos sempre estar atentos a possibilidade de isomeria óptica. Reações em compostos de coordenação [ editar | editar código-fonte ] Mecanismos de reações de substituição [ editar | editar código-fonte ] A Cinética_química está relacionada com a velocidade de reação. Compostos de coordenação que sofrem reação com tempo menor que 1 minuto são descritos como lábeis . Se a reação do complexo metálico demorar mais que 1 minuto, o composto é considerado inerte , essa é a regra de ouro de Taube. Assim, os termos lábil e inerte estão relacionados com a cinética. [ 3 ] A cinética é importante para compreender os mecanismos de reação e, no caso de complexos metálicos ou compostos de coordenação, é possível comparar a velocidade de substituição com a estrutura eletrônica dos íons metálicos, estudando a influência dessa estrutura na velocidade de substituição. [ 4 ] Reações e mecanismos de substituição de complexos inorgânicos foram muito estudados e uma revisão bastante interessante, em que os termos lábil e inerte foram utilizados pela primeira vez, foi feita por Taube em 1951. [ 5 ] Em química de coordenação, reações de substituição de ligantes são definidas como a reação geral a seguir: M-L + X → M-X + L O ligante L, que estava coordenado ao metal, é substituído pelo ligante X sem a mudança no estado de oxidação do metal . O ligante L é denominado ligante de saída , enquanto que o ligante X é denominado ligante de entrada . De acordo com o estudo das velocidades de reação ( taxa de reação ), é possível definir a etapa determinante da velocidade (etapa lenta) com relação à quebra ou formação de ligação. Dessa forma, os mecanismos de reações de substituição em complexos metálicos podem ser separados em associativo ( A ), dissociativo ( D ) e de intercâmbio ( I ). Em reações químicas os reagentes se transformam em produtos passando por um estado de transição. Em alguns casos é possível que haja a formação de um intermediário nesse estado de transição. Quando esse intermediário formado é detectado, ou seja, é possível isolá-lo e caracterizá-lo, as reações são consideradas associativas ou dissociativas. Quando não é possível isolar o intermediário, as reações são de intercâmbio, podendo ter caráter associativo ( Ia ) ou dissociativo ( Id ). A seguir serão dados maiores detalhes com relação aos diferentes mecanismos. [ 6 ] Associativo ( A ): a ligação M-X é totalmente formada antes que a ligação M-L comece a ser quebrada. É um mecanismo bastante comum para complexos com baixos números de coordenação, por exemplo, NC=4. Assim, o intermediário possui número de coordenação uma unidade maior que o complexo inicial. Exemplo: ML 4 + X → ML 4 X → ML 3 X + L [NC=4 → NC=5 → NC=4] Intercâmbio associativo ( Ia ): a ligação M-L começa a se quebrar antes que a ligação M-X seja totalmente formada, porém a formação de M-X é mais importante que a quebra de M-L. Exemplo: ML 4 + X → X-ML 3 ••L → ML 3 X + L Dissociativo ( D ): a ligação M-L é totalmente quebrada antes do início da formação da ligação M-X. É mais comum em complexos com altos números de coordenação, por exemplo, NC=6. Assim, o intermediário possui número de coordenação uma unidade menor que o complexo inicial. Exemplo: ML 6 + X → ML 5 + L + X → ML 5 X + L [NC=6 → NC=5 → NC=6] Intercâmbio dissociativo ( Id ): a ligação M-X começa a se formar antes da quebra completa da ligação M-X, porém a quebra da ligação M-L é mais importante que a formação da ligação M-X. Exemplo: ML 6 + X → ML 5 •••L + X → ML 5 X + L Efeito trans [ editar | editar código-fonte ] O termo efeito trans (ver isomeria em complexos de número de coordenação quatro) foi utilizado pela primeira vez para compostos de platina(II). [ 4 ] Por exemplo, considerando a cisplatina , um complexo de geometria quadrada (ou quadrado planar), ligantes trans aos cloretos são mais facilmente substituídos do que os ligantes trans às amônias. Como exemplo tem-se a reação de [PtCl 4 ] 2- com NH 3 e a reação de [Pt(NH 3 ) 4 ] 2+ com Cl - , como mostrado na figura a seguir. No caso do [PtCl 4 ] 2- , com a adição da primeira amônia a segunda irá substituir um cloreto em que há outro cloreto em posição trans . Já no caso do [Pt(NH 3 ) 4 ] 2+ a adição do primeiro cloreto faz com que a amônia em posição trans a ele seja labilizada. Diz-se que o cloreto é um ligante direcionador trans mais forte que a amônia. O efeito trans é um efeito cinético, ou seja, ele influencia a velocidade de substituição devido à labilização dos ligantes em posição trans a um ligante direcionador . Direcionadores mais fortes tendem a fazer com que as reações de substituição sejam mais rápidas. [ 6 ] Dois fatores importantes influenciam o efeito trans : o enfraquecimento da ligação M-L (L sendo o ligante de saída) e a estabilização do intermediário no estado de transição. A labilização do ligante L depende da força da ligação M-L, que é influenciada pelo ligante trans (ligante T). Os dois ligantes, L e T, compartilham os mesmos orbitais do metal, os orbitais p x e d x 2 -y 2 (ligação T-M-L). Quando a ligação T-M é muito forte, a ligação M-L é mais fraca (como a brincadeira do cabo de guerra, o ligante T “puxa mais” o metal que o ligante L). Ou seja, a ligação σ M-L é maior em energia quando existe um forte ligante T (estado fundamental é maior em energia), o que leva a uma menor energia de ativação para a quebra dessa ligação M-L. Esse efeito no estado fundamental da ligação σ é um efeito termodinâmico, denominado de influência trans . Ele altera o comprimento da ligação M-L, interferindo na dissociação do ligante de saída. Apesar de ser um efeito termodinâmico, ele afeta a cinética como um todo. Muitos efeitos cinéticos podem estar relacionados a efeitos termodinâmicos, por exemplo, a força de uma ligação metal-ligante (função termodinâmica) pode possuir papel importante na velocidade de dissociação desse ligante (função cinética). [ 4 ] É exatamente o caso da influência trans no efeito trans . Com relação ao caráter σ-doador dos ligantes, eles seguem a seguinte ordem: H - > PR 3 > SCN - > I - ~ CO ~ CN - > Br - > Cl - > NH 3 > OH - É interessante observar que essa série não representa o efeito trans como um todo, pois os ligantes CO e CN - , que se pode dizer que são os ligantes que exercem maior efeito trans , estão no meio da série. Como já comentado, essa série representa apenas o caráter σ-doador dos ligantes, que é apenas um dos fatores que influencia o efeito trans . [ 4 ] O segundo fator que influencia o efeito trans é a estabilização do intermediário no estado de transição. Em complexos quadrados, o mecanismo de substituição é, na maioria das vezes, associativo, e se dá pela formação de um intermediário no estado de transição de número de coordenação 5, de geometria bipirâmide trigonal, como mostrado na figura a seguir. Quando o ligante T é um forte π aceptor, há retirada de densidade eletrônica do metal, o que facilita a coordenação do ligante de entrada. Os orbitais d x 2 -y 2 , d xz e d yz do metal podem contribuir para a ligação π no intermediário bipirâmide trigonal. Nesse caso, não há influência na energia do ligante de entrada e sim na energia do intermediário no estado de transição. Ocorre uma diminuição na energia do intermediário, o que diminui a energia de ativação para a reação de substituição, afetando a cinética. A ordem de caráter π-aceptor dos ligantes é a seguinte: CN - ~ CO ~ C 2 H 4 > NO 2 - > SCN - > I - > Br - > Cl - > NH 3 > OH - Assim, a ordem expandida da força de direcionamento trans dos ligantes é a seguinte: CN - ~ CO ~ C 2 H 4 > PR 3 ~ H - > NO 2 - ~ I - ~ SCN - > Br - > Cl - > NH 3 > OH - > H 2 O Os ligantes do início da série são fortes π-aceptores, seguidos de fortes σ-doadores (exercem influência trans ). [ 4 ] Estabilidade cinética e termodinâmica [ editar | editar código-fonte ] É importante diferenciar os termos estável e instável dos termos lábil e inerte em química de coordenação. Se a formação de um composto é termodinamicamente favorável, dizemos que ele é estável . Se não é favorável, ele é instável . Assim, os termos estável e instável se referem à termodinâmica . Agora, se a substituição de ligantes em um composto é rápida, dizemos que o composto é lábil . Se a substituição não é rápida, dizemos que ele é inerte . Dessa forma, os termos lábil e inerte são relacionados à cinética . Substituição em compostos octaédricos [ editar | editar código-fonte ] Os íons metálicos foram separados em classes com relação à velocidade de substituição de H 2 O, como mostrado na tabela a seguir. Os compostos da primeira classe são regidos essencialmente por forças eletrostáticas, incluindo os metais alcalinos e os alcalinos terrosos de maior raio. Esses íons metálicos são caracterizados por possuírem baixa carga e alto raio. Os compostos da segunda classe são metais de transição com carga 2+ e lantanídeos com carga 3+. Nesses complexos a energia de estabilização de campo ligante é baixa. Os compostos da terceira classe são em maioria metais de transição com carga 3+, com energia de estabilização de campo ligante intermediária. Por fim, os compostos da quarta classe são inertes e possuem alta energia de estabilização de campo ligante. [ 6 ] Assim, para o estudo de reações de substituição em compostos octaédricos os íons metálicos mais utilizados são Cr(III) (d 3 ) e Co(III) de baixo spin (d 6 ), por serem inertes e permitirem o acompanhamento dos intermediários das reações. A reação geral para compostos octaédricos [ML 6 + X → produtos] pode ser associativa ( A ou Ia ) ou dissociativa ( D ou Id ). No geral, mecanismos dissociativos são mais favoráveis, pois em mecanismos associativos o estado de transição passaria por um intermediário de NC=7, o que é bastante dificultado por efeitos estéreos. Dessa forma, dois casos são observados para a reação geral: em altas concentrações de X, a velocidade de substituição é independente de X, apontando para um mecanismo dissociativo, ou em baixas concentrações de X a velocidade de substituição depende de X e ML 6 , sugerindo um mecanismo associativo. Assim, essa aparente contradição é explicada pelo mecanismo Eigen-Wilkins , que afirma que há primeiramente a formação de um “complexo de encontro” {ML 6 ,X} entre o complexo octaédrico (ML 6 ) e o ligante de entrada (X) em uma etapa de pré-equilíbrio, com a seguinte formação dos produtos na etapa lenta da reação. [ 3 ] Esse mecanismo é uma hipótese para determinação de uma constante de pré-equilíbrio. Essa constante de pré-equilíbrio, juntamente com a constante de velocidade observável da reação permite a formulação de um modelo que pode predizer o tipo de mecanismo de substituição. [ 7 ] Outros mecanismos de reação em compostos de coordenação – reações redox [ editar | editar código-fonte ] As reações de substituição em compostos de coordenação ocorrem sem a mudança no estado de oxidação do metal. Caso haja mudança no estado de oxidação, as reações são de oxi-redução ou redox. Neste caso, são reações de transferência de elétrons , em que os mecanismos podem ser de esfera interna ou de esfera externa. Técnicas de caracterização de compostos de coordenação [ editar | editar código-fonte ] Quando um composto de coordenação ou complexo metálico é sintetizado, sua composição química , estrutura química e propriedades podem ser investigadas utilizando-se as técnicas de caracterização a seguir: Análise Elementar (CHN) ou Microanálise [ editar | editar código-fonte ] A análise elementar ou Microanálise é um método rápido e de baixo custo para a determinação da pureza de um composto de coordenação. O princípio da técnica é baseado na combustão de uma amostra em altas temperaturas (~900°C) na presença de oxigênio. Através da detecção de gases resultantes da decomposição do composto, o percentual em massa dos elementos C, H e N são obtidos. O preparo de amostra exige que o composto seja seco, estando livre de solventes, até massa constante para fornecer resultados confiáveis. Uma aplicação da análise elementar em química de coordenação seria, por exemplo a determinação da pureza e do teor de água do complexo Na 3 [Fe(CN) 5 NH 3 ].xH 2 O O complexo apresenta as seguintes porcentagens experimentais C:18,5%, H: 2,6% e N: 26,0%. Obtendo-se a fórmula percentual do complexo, as porcentagens teóricas de CHN seriam iguais a 22,01%, 1,11% e 30,90% (Tabela 1). Entretanto, considerando-se x=3 moléculas de H2O, os percentuais de carbono, hidrogênio e nitrogênio são iguais a 18,42%, 2,78% e 25,78%, respectivamente, como na Tabela 2. A proximidade entre os valores experimentais e teóricos é um indicativo da pureza do complexo. Difratometria ou Difração de raios X de pó (DRX) [ editar | editar código-fonte ] A difração de raios X de pó pode ser utilizada para a identificação de amostras desconhecidos devido à existência de um banco de dados (Joint Committee on Powder Diffraction Standards – JCPDS) de todos os compostos já caracterizados por essa técnica. A fase cristalina, o tamanho do cristalito, as distâncias entre os planos e até mesmo a estrutura cristalina podem ser obtidos por DRX. O banco de dados também pode ser utilizado para confirmar a pureza de um composto de coordenação, como mostrado na Figura 1, em o difratograma do azul da Prússia é consistente ao padrão JCPDS (N° 01-0239). Difratometria de raios X em monocristal [ editar | editar código-fonte ] A difratometria de raios X em monocristais é uma das técnicas mais importantes para a obtenção da estrutura de compostos de coordenação. O sistema cristalino, as posições de todos os átomos que constituem o complexo, os comprimentos e os ângulos de ligação podem ser determinados. As interações intermoleculares e as posições relativas de todas as moléculas que compõem a cela unitária também podem ser obtidas. Espectroscopia eletrônica na região do UV/visível [ editar | editar código-fonte ] A espectroscopia UV/visível está relacionada à transição eletrônica molecular que ocorre quando a energia absorvida por uma molécula é utilizada para excitar um elétron para um nível de maior energia. Essa técnica é bastante estudada para compostos coloridos como grande parte dos compostos de coordenação, que absorvem nessa região do espectro. Um espectro UV-Vis ou espectro eletrônico pode apresentar transições d-d, ou seja, que ocorrem entre os orbitas d do metal. transições de transferência de carga do metal para o ligante e do ligante para o metal. e transições intraligantes e transições de intervalência (que ocorrem em compostos com dois centros metálicos redox, como o azul da Prússia). Os valores de absorbância das bandas em um espectro eletrônico estão relacionados à concentração da amostra, ao caminho óptico e ao coeficiente de absorbtividade molar ( Lei de Beer-Lambert ). De acordo com a teoria do campo cristalino, a substituição de um determinado ligante em um complexo pode causar alterações na sua cor e o deslocamento de uma transição d-d em um espectro eletrônico, dependendo do valor do desdobramento do campo cristalino (Δo) da força do campo que varia de acordo com a série espectroquímica como mostrado na Figura 2. [ 8 ] Além das informações sobre a estrutura eletrônica dos compostos de coordenação, estudos de cinética química em complexos e a determinação de parâmetros termodinâmicos de uma dada reação podem ser obtidos. Por exemplo, a cinética de substituição de ligantes N-heterocíclicos em complexos pentacianoferratos por dimetilsulfóxido (DMSO) pode fornecer informações sobre o mecanismo de substituição que pode ser dissociativo, associativo, intercâmbio dissociativo ou intercâmbio associativo. No caso da cinética de substituição de um ligante N-heterocíclico (L) por DMSO a velocidade independe da concentração do DMSO, mas depende da saída do ligante L, característico de um mecanismo dissociativo. Os parâmetros termodinâmicos podem ser obtidos realizando-se a cinética de substituição em diferentes temperaturas. [ 9 ] A partir das curvas cinéticas, constantes de dissociação em diferentes temperaturas podem ser obtidos e através da equação de Eyring apresentada abaixo, valores de entalpia e entropia de dissociação podem ser determinados. ln ⁡ k T = − Δ H ‡ R ⋅ 1 T + ln ⁡ k B h + Δ S ‡ R {\displaystyle \ln {\frac {k}{T}}={\frac {-\Delta H^{\ddagger }}{R}}\cdot {\frac {1}{T}}+\ln {\frac {k_{\mathrm {B} }}{h}}+{\frac {\Delta S^{\ddagger }}{R}}} Onde: k é a constante de velocidade da reação, T é a temperatura, ΔH ≠ é a entalpia de ativação da reação de dissociação, R é a constante dos gases, k B é a constante de Boltzmann, h é a constante de Planc e ΔS ≠ é a entropia de dissociação. Realizando-se o estudo de cinético de uma reação, o número de espécies pode ser determinado e pelo ponto isosbético é possível avaliar se duas espécies estão em equilíbrio. Espectroscopia Vibracional na Região do Infravermelho e Espectroscopia Raman [ editar | editar código-fonte ] As técnicas de espectroscopia vibracional podem ser utilizadas para a identificação de um composto de coordenação em uma amostra desconhecida, para a obtenção de informações estruturais e a determinação de grupos funcionais presentes nesses compostos, para o estudo cinético de reações químicas e para a identificação de produtos de reação. As técnicas de espectroscopia de infravermelho (IV) e espectroscopia Raman podem ser consideradas complementares, sendo que alguns modos vibracionais podem ser ativos em uma técnica e inativos na outra ou podem ser ativos em ambas. Os modos vibracionais que levam à mudança no momento de dipolo são ativos no IV e apenas as vibrações que causam mudança na polarizabilidade são ativas no Raman. Por exemplo, nos espectros vibracionais de um complexo [Fe(CN) 5 L] n- (Figura 3), os modos vibracionais que ocorrem próximos a 2100 cm -1 (ν C≡N), 660 cm -1 (ν Fe-C), e 450 cm -1 (δ Fe-C-N) são ativos em ambas as técnicas, enquanto que os demais modos são inativos no Raman. Voltametria ou Voltamperometria cíclica [ editar | editar código-fonte ] A voltametria ou voltamperometria cíclica é uma técnica que permite o estudo das propriedades eletroquímicas dos compostos de coordenação. Os processos redox característicos de um complexo e os potenciais em que ocorrem podem ser determinados. Informações sobre a pureza do produto de uma síntese, os produtos de reações, a reversibilidade de um processo redox, a cinética de transferência eletrônica e sobre o coeficiente de difusão do composto de interesse também podem ser obtidas. Por exemplo, o potencial de oxidação (E 1/2 ) do complexo [Fe(CN) 6 ] 4- pode ser calculado pela média dos valores do potencial de pico anódico (E pa ) e do potencial de pico catódico (E pc ) mostrados na Figura 4. O coeficiente de difusão (Do) pode ser determinado pela equação de Randles–Sevcik, quando a área real do eletrodo é conhecida. i p = 268600 n 3 2 A D 1 2 C v 1 2 {\displaystyle i_{p}=268600\ n^{\frac {3}{2}}AD^{\frac {1}{2}}Cv^{\frac {1}{2}}} Onde: i p é a corrente do pico anódico (A), n é o número de elétrons envolvidos no processo, ν a velocidade de varredura (V/s), C o * é a concentração do material oxidado (mol/cm 3 ) e Do é o coeficiente de difusão do composto de coordenação (cm/s). A voltametria cíclica também pode ser utilizada para estudar o efeito doador ou receptor dos ligantes, sendo que o potencial de oxidação de um complexo, um pentacianidoferrato( [Fe(CN) 5 L] n- ), por exemplo, aumenta em função da característica π-receptora do ligante, o que dificulta a oxidação do ferro. Comparando-se dois complexos [Fe(CN) 5 L’] n- e [Fe(CN) 5 L”] m- em que o ligante L” tem maior caráter π-receptor, o que apresenta o maior potencial de oxidação é o [Fe(CN) 5 L”] m- (Figura 5). Referências ↑ SIRIWARDANE, Upali. HALL, Carson Taylor. CHEM 102 CLASS NOTES: Chapter 7 . d-Metal Complexes. Acesso em: 5 out. 2008. ↑ a b c d e f g JONES, Chris J. A Química dos Elementos dos Blocos d e f , Porto Alegre, Editora Bookman, 2002 ISBN 8-573-07977-0 OCLC 55906222 ↑ a b C.E. Housecroft, A.G. Sharpe, Inorganic Chemistry, 2nd edition, Pearson Education Limited. ↑ a b c d e G.L. Miessler, D.A. Tarr, Inorganic Chemistry, 3rd edition, Pearson Education International. ↑ H. Taube, Rates and Mechanisms of Substitution in Inorganic Complexes in Solution, Chemical Reviews 50 (1951) 69-126. ↑ a b c J.E. Huheey, E.A. Keiter, R.L. Keiter, Inorganic Chemistry: Principles of Structure and Reactivity, 4th edition, Harper Collins College Publishers. ↑ D. Shriver, P. Atkins, Inorganic Chemistry, 5th edition, Oxford University Press. ↑ GUSHIKEM, YOSHITAKA. Espectros eletrônicos de alguns complexos de geometria octaédrica de Ni2+: Uma introdução prática à teoria do campo cristalino no curso de graduação. Quim. Nova, v. 28, p. 153-156, 2005 ↑ MORANDI PIRES, BRUNO et al. Prussian Blue Films Produced by Pentacyanidoferrate (II) and Their Application as Active Electrochemical Layers. European Journal of Inorganic Chemistry, v. 2014, n. 34, p. 5812-N5819, 2014. Aplicações de Compostos de Coordenação [ editar | editar código-fonte ] Embora a química de coordenação apresente uma série de desafios, tanto teórico-conceituais quanto práticos, ao estudante que deseje compreender o assunto, além de ter tido um desenvolvimento conceitual relativamente recente (desde o fim do século XIX), é inegável que compostos de coordenação estão envolvidos diretamente com o nosso dia a dia, sendo encontrados não apenas em processos industriais e fármacos, mas também naturalmente nos próprios organismos. Dentre as principais aplicações dos compostos de coordenação pode-se destacar: Ocorrência Natural [ editar | editar código-fonte ] Os metais ocorrem amplamente na natureza na forma de minerais e rochas, como óxidos, silicatos, carbonatos etc., mas podem ser também encontrados, quase sempre em solução, como compostos de coordenação. Os exemplos mais importantes estão envolvidos em sistemas biológicos e fazem parte, portanto, do nosso cotidiano, embora muitas vezes não se tome conhecimento disso. Transporte de Oxigênio [ editar | editar código-fonte ] Uma função fundamental em muitos organismos é o transporte de oxigênio molecular (O 2 ), uma função exclusiva de metaloproteínas . Na espécie humana, assim como em todos os cordados, essa função é realizada pela Hemoglobina e pela Mioglobina , proteínas cujo sítio de ligação do oxigênio contém uma porfirina de ferro . Quando o O 2 se liga a estas proteínas , importantes mudanças estruturais ocorrem, sem, contudo, levar a reações de oxirredução irreversíveis, permitindo que o oxigênio seja liberado nas condições adequadas. Outra metaloproteína transportadora de oxigênio é a hemocianina , encontrada em artrópodes e moluscos . Nela, dois átomos de cobre são coordenados por três resíduos de histidina e atuam em conjunto. [ 1 ] Fotossíntese [ editar | editar código-fonte ] Vários organismos autótrofos captam energia luminosa através da clorofila , um pigmento verde que contém uma porfirina de magnésio . Esse pigmento é capaz de absorver luz, passando a um estado excitado em que um elétron é transferido em cascata por uma série de moléculas, incluindo algumas metaloproteínas, até o NADP. Por outro lado a clorofila recebe elétron de volta de uma proteína contendo um cluster de manganês que, por sua vez, reduz água a gás oxigênio. [ 2 ] Vitamina B12 [ editar | editar código-fonte ] A Vitamina B12 foi isolada de extrato de fígado pela primeira vez em 1948. Foi o primeiro exemplo de composto organometálico de ocorrência natural. Ela participa na atuação de enzimas, liases e mutases, que catalisam reações de deslocamento 1,2. Esse tipo de reação dificilmente acontece sem a participação de um catalisador. [ 2 ] Extração de metais menos comuns [ editar | editar código-fonte ] Alguns metais menos comuns são apenas encontrados em quantidades minoritárias, misturados a outros minérios. Sua obtenção pode se dar, entre outros métodos, por hidrometalurgia, na qual um complexo do metal de interesse é formado e se dissolve, enquanto outros metais presentes no minério (ou muitas vezes em lamas anódicas) não são dissolvidos. Um exemplo desse processo é a hidrometalurgia do ouro pelo processo do cianeto. Tradicionalmente, o ouro foi recolhido de areias fluviais pelo uso de bateias , levando em conta sua elevada densidade. Contudo, como estas fontes já foram extensamente exploradas a produção atual depende da mineração de rochas com tipicamente entre 5 e 15 ppm de ouro. Para a extração os minérios são triturados até um pó fino, que é extraído com uma solução aerada de cianeto de sódio . [ 3 ] 4Au + 8NaCN + O 2 + 2H 2 O → 4Na[Au(CN) 2 ] + 4NaOH [ 3 ] Outros exemplos comuns são a clorinação de Newbery-Vautin para extração de ouro e o Processo Bayer de extração de Alumínio a partir da Bauxita. Pigmentos e Corantes [ editar | editar código-fonte ] A maior parte dos pigmentos e corantes inorgânicos são materiais, tais como o Vermilion (sulfeto de mercúrio (II)), o Amarelo de Cromo (Cromato de Chumbo (II)), o Verde de Cromo (óxido de cromo (III)), a Malaquita (carbonato básico de cobre (II)) os Ocres (diversos óxidos de ferro), o Azul Egípcio (silicato de cobre(II) e cálcio), etc. Um caso particular interessante é o Azul da Prússia , um material obtido partir do complexo hexacianoferrato(II), precipitado com ferro(III). [ 3 ] Contudo, algumas classes de compostos de coordenação são amplamente utilizadas como corantes, tais como as ftalocianinas azuis de Fe(II), Co(II), Ni(II), Cobre(II) e Zn(II) e azocomplexos de ferro e cobre. Catálise [ editar | editar código-fonte ] A aplicação de catalisadores baseados em metais de transição é absolutamente fundamental na produção de grande parte das substâncias químicas industrialmente relevantes. Reações catalisadas têm a dupla vantagem de permitir sínteses mais ágeis e com menores custos. São importantes inclusive do ponto de vista da sustentabilidade, já que, em geral, permitem condições mais brandas de reação, dependendo de menor gasto de energia e produzindo menor quantidade de resíduos ou, pelo menos, resíduos mais brandos. A maior parte dos catalisadores utilizados são metais no estado elementar ou óxidos metálicos em processos heterogêneos. Contudo a partir dos anos 1960 catalisadores baseados em compostos de coordenação, principalmente organometálicos , sofreram uma grande expansão conduzida principalmente por três processos industrialmente importantes: Ziegler , Wacker e Oxo . Esses são processos de catálise homogênea. [ 2 ] Ziegler [ editar | editar código-fonte ] Catalisadores de Ziegler são usados na polimerização de olefinas . Eles costumam ser complexos derivados de metais dos grupos 4, 5 e 6 como titânio , vanádio , cromo e zircônio em combinação com promotores organometálicos, por exemplo, trietilalumínio . [ 2 ] Wacker [ editar | editar código-fonte ] Compreende a oxidação parcial de uma olefina em presença de [PdCl 4 ] 2- e um cooxidante, geralmente sais de cobre(I). É fundamental na produção de acetaldeído a partir do etileno . [ 2 ] Oxo [ editar | editar código-fonte ] Um dos mais importantes processos industriais envolvendo catálise por complexos de metais de transição, o processo Oxo permite a adição de hidrogênio e monóxido de carbono à olefinas (hidroformilação). Nesse processo são utilizados catalizadores baseados em ródio com ligantes fosfinas ou cobalto com ligantes CO além de, em ambos os casos, um ligante hidreto . [ 2 ] Ativação de Pequenas Moléculas [ editar | editar código-fonte ] Um esforço bastante grande tem sido feito na comunidade científica no sentido de encontrar rotas catalíticas que favoreçam reações chamadas, genericamente, de ativação de pequenas moléculas. Moléculas pequenas muito pouco reativas como água , gás nitrogênio e dióxido de carbono são muito abundantes e podem ser convertidas a espécies de maior utilidade e valor agregado como gás hidrogênio , amônia e formol , respectivamente, dentre diversos outros produtos através de reações de custo energético muito elevado. Existem diversas propostas de catalisadores homogêneos que envolvem compostos de coordenação que possam permitir condições mais brandas, baratas e ambientalmente amigáveis. Como exemplo, pode-se citar os complexos triamidomolibdênio(III) e triamidonióbio(III) que permitem a conversão de nitrogênio em amônia (utilizada em fertilizantes e explosivos), ou os diversos complexos mono e bimetálicos de rutênio -oxo que atuam na quebra da água a O 2 e H 2 (utilizado como combustível limpo). Química Medicinal [ editar | editar código-fonte ] O uso de íons metálicos está presente em práticas médicas desde a antiguidade. [ 4 ] Os registros mais antigos mostram que os chineses já utilizavam ouro em 2500 a.C, [ 5 ] mas outras civilizações do mundo antigo como gregos, egípcios e hindus também utilizaram este metal, assim como a prata , em suas preparações para curas. Essas preparações, contudo, foram elaboradas numa perspectiva muito mais mágico/mística do que científica. Os compostos metálicos utilizados hoje na clínica podem ser divididos em dois grupos principais por suas aplicações: terapêuticos ou diagnósticos. No que diz respeito a agentes diagnósticos, podem ser citados como exemplos o sulfato de bário , que é usado há pelo menos 100 anos como contraste em radiografia , compostos de gadolínio que são utilizados como contraste para ressonância magnética nuclear e complexos de 99m Tc, 67 Ga e 111 In desenvolvidos e aprimorados para técnicas de rádio imagem (como as diversas cintilografias ). [ 4 ] O primeiro caso de um estudo sistemático de composto de ouro dando origem a uma substância terapêutica data de 1890. Koch [ 5 ] observou uma inibição no crescimento de bacilos causadores de tuberculose causada pelo dicianoaurato(I) , dando origem a investigação de compostos de ouro(I) úteis na clínica. Nos anos seguintes o uso esporádico desses compostos no tratamento da tuberculose levou a observação de que seus efeitos se estendiam a artrite reumatóide . Os tiolatos de ouro compreendem os primeiros compostos dessa longa série de medicamentos para artrite baseados em ouro, culminando em 1976 na auranofina , [ 6 ] um fármaco administrado por via oral ainda disponível no mercado. Não apenas sobre artrite, foram reportadas também evidências de atividade da auranofina sobre outras doenças, com destaque para a atividade anti-HIV, [ 7 ] [ 8 ] assim como antibacteriana9, embora os mecanismos de ação dessa droga não sejam conhecidos. Porém, talvez um dos mais importantes fármacos inorgânicos tenha sido descoberto “casualmente” durante a década de 1960: a cis-diaminodicloroplatina(II), frequentemente denominada cisplatina . Este é um potente quimioterápico para o combate de células cancerígenas, particularmente o câncer de testículo. Sua importância é tão grande que, atualmente, a mortalidade por câncer de testículo é inferior a 5%. Antes de sua introdução, em 1971, a mortalidade ultrapassava 90%. [ 4 ] Complexos análogos foram introduzidos na clínica para minimizar os efeitos adversos inerentes à cisplatina, como a carboplatina e a oxaliplatina, [ 9 ] após intensos trabalhos ao redor de todo o mundo para a compreensão de seu mecanismo de atuação. Ver também [ editar | editar código-fonte ] Nomenclatura IUPAC de compostos inorgânicos Geometria de coordenação Química organometálica Compendium of Chemical Terminology Bibliografia [ editar | editar código-fonte ] SHRIVER, DUWARD. ATKINS, PETER. Química inorgânica - 4ª edição. Porto Alegre, Bookman, 2008. ISBN 0-198-50331-8 ISBN 0-198-50330-X OCLC 40473750 LEE, J.D.. Química inorgânica não tão concisa – tradução da 4ª edição inglesa. São Paulo, Edgard Blücher, 1996. OCLC 816987467 BARROS, HAROLDO L.C..Química inorgânica. uma introdução. Belo Horizonte: GAM. Editora distribuidora, 2001 AYALA, J. D. Química de Coordenação 1 . Acesso em: 20 set. 2008. VON ZELEWSKY, A. Stereochemistry of Coordination Compounds . United Kingdom: John Wiley & Sons, 1995. 3 v. (Inorganic Chemistry: A Textbook Séries). ISBN 0-471-95057-2 ISBN 0-471-95599-X OCLC 32548965 (em inglês ) KIPROF, Paul. Coordination Number 4 . Acesso em: 20 set. 2008. HESLOP, R B. ROBINSON, P.l. Inorganic Chemistry: A Guide to Advanced Study . Amsterdam: Elsevier Publishing Company, 1976. 830 p. OCLC 541332 (em inglês ) Lecturer in Chemistry, The Manchester College of Science and Technology And P. L. ROBINSON. MULLER, Ulrich. Inorganic Structural Chemistry . 2 nd Germany: John Wiley & Sons, 1996. (Inorganic Chemistry: A Textbook Séries). ISBN 0-471-93379-1 OCLC 26161852 } (em inglês ) ATKINS, P. W.. SHRIVER, D. F.. Inorganic Chemistry . 3th Oxford: University Press, 1999. 763 p. ISBN 0-199-28859-3 OCLC 874419900 (em inglês ) Huheey, J.E., Keiter, E.A., Keiter, R.L., Inorganic Chemistry – Principles of Structure and Reactivity , 4ª ed. Harper Collins, 1993. ISBN 0-060-42995-X OCLC 473106662 (em inglês ) Ian S. Butler, John F. Harrod, Inorganic Chemistry, principles and applications , Redwood City, Calif. : Benjamin/Cummings, 1989. ISBN 0-805-30247-6 OCLC 18907722 (em inglês ) RÍOS, Enrique Gutiérrez. QUIMICA INORGÁNICA . Editorial Revérte S.a, 1984. ISBN 8-429-17215-7 OCLC 8213105 (em espanhol ) Cotton, Frank Albert. Geoffrey Wilkinson. Carlos A. Murillo (1999). Advanced Inorganic Chemistry . p. 1355. ISBN 978-0-471-19957-1 OCLC 849256233 . (em inglês ) De Vito, D.. Weber, J. . Merbach, A. E. “Calculated Volume and Energy Profiles for Water Exchange on t2g 6 Rhodium(III) and Iridium(III) Hexaaquaions: Conclusive Evidence for an Ia Mechanism” Inorganic Chemistry, 2005, Volume 43, pages 858–863. ISSN 0020-1669 (em inglês ) A Wikipédia possui o: Portal de Química Portal da química ↑ Lippard, S. J.. Berg, J. M. Principles of Bioinorganic Chemistrz. Universiy Science Books, Ed.. 1994. ↑ a b c d e f de Farias, R. F. (Org. . Química de Coordenação: fundamentos e atualidades. 2nd ed.. Editora Átomo: Campinas-SP, Brasil, 2009. ↑ a b c Greenwood, N. N.. Earnshaw, A. Chemistry of the Elements. 2nd ed.. Elsevier Ltd, 1997. ↑ a b c Concepts and Models in Bioinorganic Chemistry. Kraatz, H.-B.. Metzler-Nolte, N., Eds.. Wiley-VCH, 2006. ↑ a b Brown, D. H.. Smith, W. E. .Chem. Soc. Rev. 1980, 9, 217. ↑ Finkelstein, a E.. Walz, D. T.. Batista, V.. Mizraji, M.. Roisman, F.. Misher, a .Ann. Rheum. Dis. 1976, 35, 251. ↑ Badley, A. D.. Sainski, A.. Wightman, F.. Lewin, S. R. .Cell Death Dis. 2013, 4, e718. ↑ Roder, C.. Thomson, M. .Drugs R. D. 2015, 15, 13. ↑ Culy, C. R.. Clemett, D.. Wiseman, L. R.. C.R., C.. D., C.. L.R., W. .Drugs 2000, 60, 895. Obtida de ' https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Composto_de_coordenação&oldid=50808675 ' Categoria : Compostos de coordenação Categoria oculta: !Páginas que usam links mágicos ISBN Menu de navegação Ferramentas pessoais Não autenticado Discussão Contribuições Criar uma conta Entrar Domínios Artigo Discussão Variantes Vistas Ler Editar Editar código-fonte Ver histórico Mais Busca Navegação Página principal Conteúdo destacado Eventos atuais Esplanada Página aleatória Portais Informar um erro Loja da Wikipédia Colaboração Boas-vindas Ajuda Página de testes Portal comunitário Mudanças recentes Manutenção Criar página Páginas novas Contato Donativos Imprimir/exportar Criar um livro Descarregar como PDF Versão para impressão Noutros projetos Wikimedia Commons Ferramentas Páginas afluentes Alterações relacionadas Carregar ficheiro Páginas especiais Hiperligação permanente Informações da página Elemento Wikidata Citar esta página Noutros idiomas العربية Bosanski Català Čeština Dansk Deutsch English Español Eesti فارسی Suomi Français Gaeilge עברית हिन्दी Hrvatski Հայերեն Bahasa Indonesia Italiano 日本語 한국어 Latviešu Македонски മലയാളം Nederlands Polski Română Русский Srpskohrvatski / српскохрватски Simple English Slovenščina Српски / srpski Svenska ไทย Türkçe