FULL

TEXT



história

8561156 matching pages

Results 1-100

http://www.rodrigoenok.blog.br/
  AS ESCOLAS DE MISTÉRIOS AS ESCOLAS DE MISTÉRIOS Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro e pesquisa sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. Google+ Badge domingo, 16 de julho de 2017 Não existe negociação entre empregado e empregador ou você aceita ou vai... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às ... sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos ... sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos ... quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde ... , Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo CACHE

AS ESCOLAS DE MISTÉRIOS AS ESCOLAS DE MISTÉRIOS Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro e pesquisa sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. Google+ Badge domingo, 16 de julho de 2017 Não existe negociação entre empregado e empregador ou você aceita ou vai... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 23:22 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios Não existe negociação entre empregado e empregador ou você aceita ou vai... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 23:09 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios segunda-feira, 19 de junho de 2017 AS ESCOLAS DE MISTÉRIOS : A PETROBRAS É PATRIMÔNIO DO POVO BRASILEIRO (A CIA... AS ESCOLAS DE MISTÉRIOS : A PETROBRAS É PATRIMÔNIO DO POVO BRASILEIRO (A CIA... : NSA ESPIONAVA PETROBRAS INFORMAÇÕES SÍSMICAS SOBRE A LOCALIZAÇÃO DAS RESERVAS DE PETRÓLEO FORAM FURTADAS) O GEÓLOGO QUE DES... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 22:55 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios domingo, 18 de junho de 2017 AS ESCOLAS DE MISTÉRIOS : A PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF DERROTOU NAS URNAS AÉC... AS ESCOLAS DE MISTÉRIOS : A PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF DERROTOU NAS URNAS AÉC... : A foto acima é da nossa presidenta Dilma está em seu baile de debutantes, em 1962, Logo depois Dilma foi lutar contra a ditadura milit... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 16:25 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios 15 de junho de 2017 Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 11:18 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios Desabafo Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 11:17 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios 16 de junho de 2017 Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 11:16 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios quarta-feira, 31 de maio de 2017 LIBERDADE DE EXPRESSÃO E CENSURA PREVIA E ILEGAL 'RETIRADA DE CONTEÚDO DA INTERNET' CONHEÇAM AS LEIS RELATIVAS A CRIMES NA INTERNET (arts. 5º, inciso IV e 220). No que tange especificamente à liberdade de imprensa, a Constituição é expressa: “nenhuma lei conterá dispositivo que possa constituir embaraço à plena liberdade de informação jornalística em qualquer veículo de comunicação social, observado o disposto no art. 5º, incisos IV, V, X, XIII e XIV” (art. 220, § 1º). “é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença” (art. 5º, inciso IX). “é vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística” (art. 220, § 2º). Logo, nenhuma espécie normativa reconhecida pelo Direito brasileiro poderá instituir a censura. Lei de Imprensa (Lei n. 5.250, de 9 de fevereiro de 1967), que regulava a liberdade de manifestação do pensamento e de informação. Publicada em plena ditadura militar, esta lei, que sempre se constituiu em ameaça à liberdade a que se propunha proteger, foi extirpada do ordenamento jurídico brasileiro em 2009. Eis a decisão do STF: “Incompatibilidade material insuperável entre a Lei n° 5.250/67 e a Constituição de 1988. Impossibilidade de conciliação que, sobre ser do tipo material ou de substância (vertical), contamina toda a Lei de Imprensa: Liberdade de expressão e a retirada de conteúdo do ar Outro grande avanço garantido pelo Marco Civil da Internet é a maior proteção da liberdade de expressão na Internet. A Lei assegura a liberdade de expressão, como preconizado na Constituição de 1988, garantindo que todos sigam se expressando livremente e que a Internet continuará sendo um ambiente democrático, aberto e livre, ao mesmo tempo em que preserva a intimidade e a vida privada. A grande mudança que a nova Lei promove é com relação à retirada de conteúdos do ar. Antes de sua entrada em vigor, não havia uma regra clara sobre este procedimento. A partir de agora a retirada de conteúdos do ar só será feita mediante ordem judicial, com exceção dos casos de “pornografia de vingança”. Pessoas vítimas de violações da intimidade podem solicitar a retirada de conteúdo, de forma direta, aos sites ou serviços que estejam hospedando este conteúdo. Nos casos em que ocorrer a retirada de conteúdo os provedores de acesso deverão comunicar “os motivos e informações relativos à não disponibilização de conteúdo, com informações que permitam o contraditório e a ampla defesa em juízo”, como atesta o artigo 20 da Lei. Ainda segundo a Lei, os Juizados Especiais serão os responsáveis pela decisão sobre a ilegalidade ou não dos conteúdos, antes que eles sejam retirados do ar. Isto se aplica aos casos de ofensa à honra ou injúria, que serão tratados da mesma forma como ocorre fora de Internet. Essas violações são analisadas pelo Judiciário, garantindo que todos tenham seus pedidos avaliados por um juiz e não pelo provedor de Internet, que pode ser pressionado a retirar ou censurar conteúdos por diversos motivos, como financeiros, políticos, religiosos entre outros. Invadir site ou email é crime Começou a valer a partir de ontem, 2 de abril, a primeira lei que inclui no Código Penal artigos que tratam especificamente de crimes eletrônicos. Esta semana começou a valer uma lei muito importante para todos que usam computador, inclusive crianças e adolescentes. A partir de agora, pessoas que violarem senhas ou conseguirem dados privados e comerciais sem consentimento do proprietário vão ser punidas com penas que variam de três meses a dois anos de prisão, além do pagamento de multa. Essa norma que trata de crimes cometidos através de meios eletrônicos e da internet é a Lei nº 12.737, mas ganhou o apelido de “Carolina Dieckmann”, nome de uma atriz que teve o computador invadido em maio de 2012. Os invasores (crackers) baixaram algumas fotos pessoais de seu email e publicaram as imagens na internet sem autorização. O caso foi bastante comentado e serviu para agilizar a aprovação da nova lei. A Lei Carolina Dieckmann é a primeira a conter artigos que tratam especificamente de crimes eletrônicos no Código Penal Brasileiro. O artigo 154 do texto estabelece as penas para o acesso ilegal a qualquer dispositivo protegido por senha, seja ele um smartphone, tablet ou computador, com fins de obtenção ou destruição de dados. Prevê também ampliação de penas para ataques feitos aos ocupantes de cargos públicos, como presidente, governadores e prefeitos. Essa novidade serve para lembrar um conselho que os pais com certeza já deram aos filhos. Para evitar a invasão de privacidade nos computadores é preciso ter cuidado ao expor fotos, vídeos e informações pessoais. Vale também dar uma olhada em alguns artigos do Estatuto da Criança e Adolescente. O ECA já prevê penas para quem oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, distribuir, publicar ou divulgar por qualquer meio, inclusive por meio de sistema de informática ou telemático, fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente (Art. 241). Atuação do MPF- A 2ª Câmara de Coordenação e Revisão do MPF conta com um Grupo de Trabalho de Enfrentamento aos Crimes Cibernéticos. Entre os objetivos do GT estão a criação de núcleos regionais para o auxílio na investigação de crimes cibernéticos e o aprimoramento dos membros do MPF sobre o combate aos crimes de divulgação de pornografia infantojuvenil e de racismo cometidos pela internet, por meio de cursos de treinamento e seminários. Em dezembro de 2012, por exemplo, o crime cibernético foi abordado no encerramento da reunião preparatória dos MPs do Mercosul. Na ocasião, a procuradora da República Neide de Oliveira mostrou um panorama geral do problema no país, incluindo a definição de crimes cibernéticos, características da investigação desse tipo de delito, os aspectos legais e processuais, dificuldades encontradas no enfrentamento desses crimes e as estratégias e soluções para o combate. A SaferNet Brasil orienta que o usuário solicite a remoção do conteúdo ilegal e/ou ofensivo. A carta registrada deve ser encaminhada para o prestador do serviço, que deve preservar todas as provas da materialidade e os indícios de autoria do(s) crime(s). ONDE DENUNCIAR No Rio de Janeiro, a Delegacia de Repressão Crimes de Informática (DRCI) fica na Avenida Dom Hélder Câmara 2066, na Cidade da Polícia. Telefones: (21) 2202-0281/ 2202-0277. Vou registrar ocorrência na Delegacia agora a noite sobre isto que aconteceu agora a tarde aqui a minha residência em Porto Alegre porque acessaram o meu computador particular e a documentos como identidade e cartões bancários isto é crime e estelionato e já tenho ocorrências registradas sobre estes fatos no DEIC e no Ministério Público Federal onde relato com destalhes e documentos o estelionato a qual sou vítima onde desviaram os pagamentos do Google Adsense referentes há mais de 3 milhões de lances de CPC nos leilões do Google para as empresas publicarem seus anúncios aqui no meu blog pessoal e nos últimos quatro anos recebi 897 dólares e o restante foi desviado para contas bancárias de estelionatários que tem ligações com policiais... uma quadrilha de estelionatários descobriram a senha e acessaram o meu roteador invadindo o meu computador pessoal e tiveram acesso aos meus dados pessoais como senhas bancárias e documentos. Perfil falso na internet dá 5 anos de prisão. Crime de Falsidade Ideológica é praticado por quem cria páginas de terceiros na internet. Se passar por outra pessoa na internet é crime de Falsidade Ideológica e o usuário pode pegar até cinco anos de reclusão, mesmo que não haja o intuito de prejudicar quem teve o nome utilizado. Além disso, o perfil criado com a finalidade de obter vantagem ilícita, induzindo ou mantendo alguém em erro pode ser enquadrado no crime de estelionato, com o mesmo tempo de pena. Especialista em Direito Digital e sócio do escritório Patricia Peck Pinheiro Advogados, Márcio Mello Chaves diz que “mesmo que não haja o intuito de prejudicar a pessoa, o uso da imagem sem a sua autorização pode gerar a obrigação de indenizar. Além disso, caso a rede social não permita que mais de um usuário seja registrado com o mesmo nome, a criação desse falso pode prejudicar a elaboração do perfil da própria pela pessoa”. O especialista ressalta que qualquer usuário pode ser vítima desse tipo de crime, principalmente diante da quantidade de informações pessoais que são compartilhadas e permitem a coleta online: “Criar o seu próprio perfil é uma das formas de marcar presença nas redes sociais e que, apesar de não necessariamente impedir a criação de um falso, e evitar ou reduzir suas informações pessoais, evitando compartilhá-las e solicitando sua remoção, com base no Marco Civil da Internet, pode diminuir a confusão”. Em recente decisão no país, a 16ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais condenou uma servidora pública municipal de Sacramento por falsidade ideológica. Ela terá que pagar R$ 8 mil. A vítima declarou que a acusada fez um perfil falso usando seu nome e com expressões como “pé-de-lã”, usada para designar pessoas que traem as outras. CRIMES DE AMEAÇA A ONG SaferNet Brasil explica que os crimes de ameaça, calúnia, difamação, injúria e falsa identidade dependem, por determinação legal, de queixa efetuada pela própria vítima. Apesar de não receber denúncias destes crimes, a SaferNet sugere as seguintes orientações para ajudar as vítimas nestes casos. PROVAS PRESERVADAS É necessário que o usuário imprima e salve o conteúdo das páginas ou “o diálogo” do(s) suspeito(s) em salas de bate-papo, mensagens de correio eletrônico (e-mail) ofensivas. É importante guardar também os cabeçalhos das mensagens. Preserve as provas em algum tipo de mídia protegida contra alteração, como um CD ou DVD. DECLARAÇÃO Para obter mais segurança nos procedimentos, é importante ir a um cartório e fazer uma declaração de fé pública de que o crime em questão existiu, ou lavrar uma ata notarial do conteúdo ilegal/ofensivo. Esses procedimentos são necessários porque as informações podem ser tiradas ou removidas da internet a qualquer momento. Novo crime: invasão de dispositivo informático - CP, Art. 154-A Resumo: o presente artigo tem a finalidade de apresentar uma análise detalhada do crime de INVASÃO DE DISPOSITIVO INFORMÁTICO (CP, art. 154-A), visando possibilitar aos operadores do direito uma reflexão sobre a eficácia do dispositivo legal e para que possamos, efetivamente, fazer valer os direitos de inúmeras vítimas que sofrem violação criminosa de seus dados ou informações armazenadas em seus computadores, smartphones, tablets, pendrives etc. Sumário: 1. Introdução – 2. Classificação doutrinária – 3. Objetos jurídico e material – 4. Sujeitos do delito – 5. Conduta típica – 6. Elementos normativos do tipo – 7. Elemento subjetivo – 8. Consumação e tentativa – 9. Figura típica equiparada – 10. Figuras típicas qualificadas – 11. Causas de aumento de pena – 11.1 Aumento de pena sobre as figuras simples e equiparada – 11.2 Aumento de pena sobre as figuras qualificadas – 12. Pena e ação penal. 1. Introdução A recente Lei 12.737, de 30 de novembro de 2012, publicada no DOU de 3 de dezembro do mesmo ano, tipificou um novo crime denominado Invasão de Dispositivo Informático, previsto no art. 154-A, do Código Penal, que entrará em vigor após 120 dias de sua publicação oficial, ou seja, em 3 de abril de 2013. Mesmo antes de a referida lei ser publicada e sancionada, o respectivo Projeto de lei nº 35/2012 já havia recebido o apelido de “Carolina Dieckmann”, em razão da repercussão do caso amplamente divulgado pela mídia no qual a atriz brasileira (reconhecida por suas atuações em diversas telenovelas e seriados da Rede Globo) teve seu computador invadido e seus arquivos pessoais subtraídos, inclusive com a publicação de fotos íntimas que rapidamente se espalharam pela internet através das redes sociais. Conseqüentemente, o fato gerou intensa pressão social para a criminalização, em regime de urgência, dessas condutas que até então não eram previstas como crime em espécie pelo Código Penal. A área da informática foi a que mais evoluiu nos últimos anos exigindo-se do direito o devido acompanhamento das mudanças ocorridas na sociedade, especialmente em relação à prática de novos ilícitos fisionomicamente alterados pela sofisticação tecnológica. Na atualidade, grande parte das pessoas depende de seus dispositivos informáticos (computadores, discos externos, smartphones, celulares comuns,tablets, pendrives etc.), onde são armazenados dados e informações pessoais (contas e senhas bancárias, fotos, vídeos, arquivos de áudio, correspondências em geral etc.) que estão cada vez mais sujeitos a violações criminosas. O crime de invasão de dispositivo informático consiste no fato de o agente “invadir dispositivo informático alheio, conectado ou não à rede de computadores, mediante violação indevida de mecanismo de segurança e com o fim de obter, adulterar ou destruir dados ou informações sem autorização expressa ou tácita do titular do dispositivo ou instalar vulnerabilidades para obter vantagem ilícita” (CP, art. 154-A,caput). 2. Classificação doutrinária Trata-se de crime comum (aquele que pode ser praticado por qualquer pessoa), plurissubsistente (costuma se realizar por meio de vários atos), comissivo (decorre de uma atividade positiva do agente: “invadir”, “instalar”) e, excepcionalmente, comissivo por omissão (quando o resultado deveria ser impedido pelos garantes – art. 13, § 2º, do CP), de forma vinculada (somente pode ser cometido pelos meios de execução descritos no tipo penal) ou de forma livre (pode ser cometido por qualquer meio de execução), conforme o caso, formal (se consuma sem a produção do resultado naturalístico, embora ele possa ocorrer), instantâneo (a consumação não se prolonga no tempo), monossubjetivo (pode ser praticado por um único agente), simples (atinge um único bem jurídico, a inviolabilidade da intimidade e da vida privada da vítima). 3. Objetos jurídico e material O objeto jurídico do crime de invasão de dispositivo informático é a inviolabilidade da intimidade e da vida privada, consistente no resguardo dos dados e informações armazenadas em dispositivo informático da vítima. Trata-se de um direito fundamental constitucionalmente assegurado, nos seguintes termos: “são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurando o direito de indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação” (CP, art. 5º, X). Constituem em objeto material do delito: (1) os dados e as informações armazenadas em dispositivo informático da vítima e que tenham sido obtidas, adulteradas ou destruídas em razão da conduta criminosa do agente. (2) o próprio dispositivo informático da vítima na hipótese de o agente instalar vulnerabilidades para obter vantagem ilícita. Os termos dados ou informações foram utilizados pelo legislador como sinônimos e de forma ampla para significar tudo aquilo que a vítima possa armazenar em um dispositivo informático (exemplos: contas e senhas bancárias, fotos, vídeos, arquivos de áudio, correspondências em geral etc.). Da mesma forma, dispositivo informático significa qualquer hardware (parte sólida de um dispositivo informático específico ou assemelhado) capaz de armazenar dados e informações (exemplos: computadores, discos externos, smartphones, celulares comuns, pendrives etc.). 4. Sujeitos do delito A invasão de dispositivo informático é crime comum, assim, o sujeito ativo pode ser qualquer pessoa, uma vez que o tipo penal não exige nenhuma qualidade especial do agente. Sujeito passivo é a pessoa que pode sofrer dano material ou moral em conseqüência da indevida obtenção, adulteração ou destruição de dados e informações em razão da invasão de dispositivo informático, ou decorrente da instalação no mesmo de vulnerabilidades para obter vantagem ilícita, seja seu titular ou até mesmo um terceiro. 5. Conduta típica O núcleo do tipo penal está representado pelos verbos invadir (entrar, tomar conhecimento ou acessar sem permissão) e instalar (baixar, copiar ou salvar sem permissão), tendo como objeto material os dados e informações armazenadas bem como o próprio dispositivo informático da vítima que sofre a invasão ou a instalação de vulnerabilidades. É indiferente o fato de o dispositivo estar ou não conectado à rede interna ou externa de computadores (intranet ou internet). Trata-se de tipo misto alternativo, onde o agente responde por crime único se, no mesmo contexto fático, praticar uma ou as duas condutas típicas (invadir e instalar). Na primeira conduta (invadir) dispositivo informático o crime é de forma vinculada, assim, somente pode ser praticado mediante violação indevida de mecanismo de segurança. Aqui, com o auxílio da interpretação teleológica (com base na finalidade da lei), há importante aspecto a ser observado: Existem situações em que o técnico de informática, no desempenho de sua atividade profissional, é obrigado a burlar (driblar) o mecanismo de segurança do dispositivo informático (a senha, a trava de segurança, o firmware que impede o acesso ao código fonte e outros dados dosoftware do dispositivo etc.) e, desta forma, uma vez que a violação é necessária, evidentemente, deixa de ser indevida. Entretanto, entendemos estar caracterizado o delito em estudo se o agente, após a violação necessária, mesmo sem ter invadido o dispositivo, dolosamente, obter, adulterar ou destruir dados ou informações sem autorização expressa ou tácita da vítima. Na segunda conduta (instalar) vulnerabilidades o crime é de forma livre (pode ser cometido por qualquer meio de execução). Com a mesma interpretação teleológica, observa-se que a finalidade da lei é a de proteger, direta ou indiretamente, dos dados e informações armazenadas em dispositivo informático da vítima. Assim, entendemos estar caracterizado o delito em estudo, independentemente de ter o agente invadido ou não o dispositivo informático alheio, caso instale no mesmo vulnerabilidades (que pode tornar o dispositivo facilmente sujeito a violações), com a finalidade específica de obter vantagem ilícita (ilegal, contrária ao direito). 6. Elementos normativos do tipo Para configurar o delito de invasão de dispositivo informático exige-se uma avaliação do significado jurídico ou social, dos seguintes elementos normativos do tipo: (1)Alheio – é necessário que o dispositivo informático seja alheio, ou seja, de outrem, de terceiro. (2) Sem autorização – é necessário que a violação (indevida ou não) de mecanismo de segurança não tenha sido precedida de autorização expressa ou tácita do titular do dispositivo. Assim, se o dispositivo informático não for alheio, ou seja, se for próprio ou coisa abandonada (res derelicta), ou se a conduta típica foi precedida de autorização do seu titular, não haverá crime por ausência de tipicidade do fato. 7. Elemento subjetivo É o dolo, consistente na vontade livre e consciente de invadir dispositivo informático alheio, mediante violação indevida de mecanismo de segurança ou de instalar no mesmo vulnerabilidades, tornando-o desprotegido, facilmente sujeito a violações. Exigem-se, ainda, os elementos subjetivos específicos (finalidades específicas) representados pelas expressões “com o fim de obter, adulterar ou destruir dados ou informações” e “para obter vantagem ilícita”. Assim, se ausentes essas finalidades específicas, ou se outra for a intenção do agente, o fato é atípico em relação ao delito em estudo. O tipo penal não admite a modalidade culposa. 8. Consumação e tentativa A invasão de dispositivo informático é crime formal (ou de consumação antecipada), que se consuma sem a produção do resultado naturalístico consistente na efetiva obtenção, adulteração ou destruição de dados ou informações da vítima, que se houver, constitui no simples exaurimento do crime. Consuma-se, portanto, no momento em que o agente invade o dispositivo informático da vítima, mediante violação indevida de mecanismo de segurança, ou instala no mesmo vulnerabilidades, tornando-o facilmente sujeito a violações. Trata-se de crime instantâneo, cuja consumação não se prolonga no tempo. A tentativa é possível por se tratar de crime plurissubsistente. 9. Figura típica equiparada Nos termos do § 1º, do art. 154-A, do Código Penal, na mesma pena incorre (detenção, de três meses a um ano, e multa) quem “produz, oferece, distribui, vende ou difunde dispositivo ou programa de computador com o intuito de permitir a prática da conduta definida no caput”. O núcleo do tipo penal está representado pelos verbos: produzir (fabricar, originar, fazer aparecer), oferecer (expor, exibir ou propor para que seja aceito), distribuir (dar, entregar, transmitir), vender (alienar, dispor ou ceder por certo preço) e difundir(transmitir, espalhar, propagar), tendo como objeto material algum dispositivo ou programa de computador com o intuito de permitir a invasão de dispositivo informático alheio e praticar as mesmas condutas previstas no caput (obter, adulterar ou destruir dados ou informações, ou instalar vulnerabilidades). 10. Figuras típicas qualificadas O § 3º, do art. 154-A, do Código Penal, define o crime de invasão de dispositivo informativo qualificado. O crime é qualificado quando ao tipo penal básico é acrescentada alguma circunstância específica que o torna mais grave, alterando o mínimo e o máximo das penas previstas em abstrato. Assim, enquanto a figura simples ou equiparada (tipo básico) tem pena de detenção, de três meses a um ano, e multa, as figuras qualificadas em razão das circunstâncias específicas têm pena de reclusão, de seis meses a dois anos, e multa. São figuras expressamente subsidiárias, uma vez que o legislador após descrever a sanção penal, impõe: “se a conduta não constitui crime mais grave”. São duas as figuras qualificadas, a saber: (a) Se da invasão resultar a obtenção de conteúdo de comunicações eletrônicas privadas, segredos comerciais ou industriais, informações sigilosas, assim definidas em lei – São três hipóteses: (1) obtenção de conteúdo (ou simples conhecimento do teor) de comunicações eletrônicas, como, por exemplo: do Correio Eletrônico (e-mail) e do SMS (Short Messaging Service), por meio dos quais é possível enviar e receber mensagens de texto, imagens, vídeos e clipes de áudio etc.. (2) obtenção de segredos comerciais ou industriais (exemplos: fórmulas, desenhos industriais e estratégias para lançamento de produtos). (3) obtenção de informações sigilosas, assim definidas em lei (norma penal em branco). Tratando-se de violação de sigilo bancário ou de instituição financeira (Lei 7.492/86, art. 18), o crime é mais grave (reclusão, de um a quatro anos, e multa) e, assim, o agente responde por esse e não pelo delito de invasão de dispositivo informático qualificado em estudo. (b) Se da invasão resultar o controle remoto não autorizado do dispositivo – Existem diversos programas (softwares) que permitem controlar um computador à distância (via internet ou rede interna), por meio de outro computador ou até mesmo pelo telefone celular, como se estivesse exatamente na frente dele. Na linguagem técnica de informática, o dispositivo informático do agente passa a se denominar guest(hóspede, convidado), e o da vítima host (hospedeiro, anfitrião). Essa figura qualificada ocorre quando, após a invasão, o agente instala um programa para acesso e controle remoto do dispositivo, sem a autorização da vítima. 11. Causas de aumento de pena Nos termos dos §§ 2º, 4º e 5º, do art. 154-A, do Código Penal, existem duas espécies de causas de aumento de pena, sendo que uma delas incide sobre as figuras simples e equiparada (tipo básico), e a outra incide sobre as figuras qualificadas, a saber: 11.1 Aumento de pena sobre as figuras simples e equiparada Nos termos do § 2º, do art. 154-A, do Código Penal, a pena é aumentada de um sexto a um terço se da invasão resulta prejuízo econômico. Entende-se por prejuízo econômico aquele que resulta em perda material ou financeira. Desta forma, se o prejuízo for exclusivamente de caráter moral, não haverá incidência dessa causa de aumento. 11.2 Aumento de pena sobre as figuras qualificadas Nos termos do § 4º, do art. 154-A, do Código Penal, a pena é aumentada de um a dois terços se houver divulgação (propagação, tornar público ou notório),comercialização (atividade relacionada à intermediação ou venda) ou transmissão(transferência) a terceiros, a qualquer título, dos dados ou informações obtidos. Nos termos do § 5º, do art. 154-A, do Código Penal, a pena é aumentada de um terço à metade se o crime for praticado contra: (1) Presidente da República, governadores e prefeitos. (2) Presidente do Supremo Tribunal Federal. (3) Presidente da Câmara dos Deputados, do Senado Federal, de Assembléia Legislativa de Estado, da Câmara Legislativa do Distrito Federal ou de Câmara Municipal. (4) Dirigente máximo da administração direta e indireta, federal, estadual, municipal ou do Distrito Federal. 12. Pena e ação penal PENA DO CRIME DE INVASÃO DE DISPOSITIVO INFORMÁTICO Novo crime invaso de dispositivo informtico - CP Art 154-A Nas figuras simples e equiparada (com pena aumentada ou não) e qualificadas, em razão da pena máxima não ser superior a dois anos, constitui infração de menor potencial ofensivo, sendo possível a conciliação e a transação penal (Lei 9.099/95, arts. 61, 72 e 76). As figuras qualificadas, com eventuais aumento de pena, em razão da pena mínima cominada não restar superior a um ano, o delito pertence ao rol das infrações penais de médio potencial ofensivo, sendo possível a suspensão condicional do processo, se presentes os demais requisitos legais (Lei 9.099/95, art. 89). A ação penal, em regra, é condicionada à representação, salvo se o crime é cometido contra a administração pública direta ou indireta de qualquer dos Poderes da União, Estados, Distrito Federal ou Municípios ou contra empresas concessionárias de serviços públicos, hipóteses em que a ação será pública incondicionada (CP, art. 154-B). LEIAM O MARCO CIVIL DA INTERNET E RESPEITEM AS DECISÕES DA JUSTIÇA E DO STF A Lei 12.965/14, conhecida como o Marco Civil da Internet, foi sancionada pela presidenta Dilma Rousseff no dia 23/04/2014 e entra em vigor a partir (23/06/2014). Mas qual será a diferença a partir de então? Confira a seguir algumas das principais mudanças promovidas pelo Marco Civil da Internet, que estabelece princípios, garantias, direitos e deveres para o uso da Internet no Brasil. Proteção à privacidade dos usuários. A partir da entrada em vigor do Marco Civil da Internet a operação das empresas que atuam na web deverá ser mais transparente. A proteção dos dados pessoais e a privacidade dos usuários são garantias estabelecidas pela nova Lei. Isso significa, por exemplo, que as empresas de Internet que trabalham com os dados dos usuários para fins de publicidade – como aqueles anúncios dirigidos que aparecem no seu perfil nas redes sociais – não poderão mais repassar suas informações para terceiros sem o seu consentimento expresso e livre. A proteção aos dados dos internautas é garantida e só pode ser quebrada mediante ordem judicial. Isso quer dizer também que se você encerrar sua conta em uma rede social ou serviço na Internet pode solicitar que seus dados pessoais sejam excluídos de forma definitiva. Afinal, o Marco Civil da Internet estabelece que os dados são seus, não de terceiros. Por isso, fique atento com relação à atualização dos termos de uso dos serviços e aplicativos que você utiliza! Outra inovação promovida pelo Marco Civil da Internet é a garantia da privacidade das comunicações. Até a Lei entrar em vigor o sigilo de comunicações não era válido para e-mails, por exemplo. A partir de agora o conteúdo das comunicações privadas em meios eletrônicos tem a mesma proteção de privacidade que já estava garantida nos meios de comunicação tradicionais, como cartas, conversas telefônicas, etc. A afirmação em Lei de que o conteúdo das comunicações privadas em meios eletrônicos é dado sigiloso é um avanço importante, que garante aos novos meios de comunicação a mesma proteção já garantida aos meios de comunicação tradicionais. Liberdade de expressão e a retirada de conteúdo do ar Outro grande avanço garantido pelo Marco Civil da Internet é a maior proteção da liberdade de expressão na Internet. A Lei assegura a liberdade de expressão, como preconizado na Constituição de 1988, garantindo que todos sigam se expressando livremente e que a Internet continuará sendo um ambiente democrático, aberto e livre, ao mesmo tempo em que preserva a intimidade e a vida privada. A grande mudança que a nova Lei promove é com relação à retirada de conteúdos do ar. Antes de sua entrada em vigor, não havia uma regra clara sobre este procedimento. A partir de agora a retirada de conteúdos do ar só será feita mediante ordem judicial, com exceção dos casos de “pornografia de vingança”. Pessoas vítimas de violações da intimidade podem solicitar a retirada de conteúdo, de forma direta, aos sites ou serviços que estejam hospedando este conteúdo. Nos casos em que ocorrer a retirada de conteúdo os provedores de acesso deverão comunicar “os motivos e informações relativos à não disponibilização de conteúdo, com informações que permitam o contraditório e a ampla defesa em juízo”, como atesta o artigo 20 da Lei. Ainda segundo a Lei, os Juizados Especiais serão os responsáveis pela decisão sobre a ilegalidade ou não dos conteúdos, antes que eles sejam retirados do ar. Isto se aplica aos casos de ofensa à honra ou injúria, que serão tratados da mesma forma como ocorre fora de Internet. Essas violações são analisadas pelo Judiciário, garantindo que todos tenham seus pedidos avaliados por um juiz e não pelo provedor de Internet, que pode ser pressionado a retirar ou censurar conteúdos por diversos motivos, como financeiros, políticos, religiosos entre outros. Garantia da neutralidade de rede Outro grande avanço promovido pelo Marco Civil da Internet é a garantia da neutralidade da rede, o que significa que os provedores de acesso devem tratar todos os dados que circulam na Internet da mesma forma, sem distinção por conteúdo, origem, destino ou serviço. Com a neutralidade, por exemplo, um provedor não pode beneficiar o fluxo de tráfego de um site ou um serviço em detrimento do outro. A neutralidade poderá ser excepcionada somente em caso de requisitos técnicos ou serviços de emergência. Assim, a Lei garante a liberdade de manifestação do pensamento, a escolha do usuário sobre o conteúdo que d Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 01:02 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios domingo, 28 de maio de 2017 REVISTA & CONSPIRAÇÃO : O MORDOMO DA CORRUPÇÃO MICHEL TEMER E SEU DIÁLOGO ... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : O MORDOMO DA CORRUPÇÃO MICHEL TEMER E SEU DIÁLOGO ... : Vou lembrar de novo aqui que a vice-procuradora da República Ela Wiecko que renunciou após dizer, em entrevista à Veja, q... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 22:56 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios REVISTA & CONSPIRAÇÃO : ESTADOS UNIDOS DEPENDEM DO NIÓBIO BRASILEIRO USADO... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : ESTADOS UNIDOS DEPENDEM DO NIÓBIO BRASILEIRO USADO... : NIÓBIO BRASILEIRO É VITAL PARA OS EUA Por que Araxá é vital para os EUA? Cidade está na lista secreta de locais estratégi... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 15:19 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios quinta-feira, 6 de abril de 2017 REVISTA & CONSPIRAÇÃO : QUEM É QUE MANDA NO MUNDO? REVISTA & CONSPIRAÇÃO : QUEM É QUE MANDA NO MUNDO? : Os 12 cidadãos acima são uma espécie de tribunal superior, instância última na guarda dos segredos do governo invisível dos EUA. É o C... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 23:09 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios segunda-feira, 3 de abril de 2017 REVISTA & CONSPIRAÇÃO : O OBJETIVO PRINCIPAL DOS EUA COM O GOLPE DE ESTADO... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : O OBJETIVO PRINCIPAL DOS EUA COM O GOLPE DE ESTADO... : Lindsey Williams foi entrevistado por Jeff Rense em 22 de julho. Ele é o autor do controverso (e muito interessante) livro &qu... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 12:39 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios REVISTA & CONSPIRAÇÃO : ESTADOS UNIDOS DEPENDEM DO NIÓBIO BRASILEIRO USADO... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : ESTADOS UNIDOS DEPENDEM DO NIÓBIO BRASILEIRO USADO... : NIÓBIO BRASILEIRO É VITAL PARA OS EUA Por que Araxá é vital para os EUA? Cidade está na lista secreta de locais estratégi... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 11:47 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios quarta-feira, 29 de março de 2017 REVISTA & CONSPIRAÇÃO : A REFORMA DA PREVIDÊNCIA E O DEFICIT SÃO UMA FRAUD... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : A REFORMA DA PREVIDÊNCIA E O DEFICIT SÃO UMA FRAUD... : Os trabalhadores brasileiros não vão pagar com suas vidas a dívida de R$ 426 bilhões que as empresas devem a Previdência Socia... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 21:22 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios REVISTA & CONSPIRAÇÃO : DONA CANÔ A MÃE DE CAETANO VELOSO SEMPRE APOIOU O ... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : DONA CANÔ A MÃE DE CAETANO VELOSO SEMPRE APOIOU O ... : Eu fiquei impressionado quando eu assisti uma entrevista que a Rede Globo fez alguns anos atrás com Dona Canô a mãe de C... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 13:44 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios terça-feira, 28 de março de 2017 REVISTA & CONSPIRAÇÃO : O STF TEM QUE ANULAR O IMPEACHMENT PORQUE ESTE PRO... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : O STF TEM QUE ANULAR O IMPEACHMENT PORQUE ESTE PRO... : O então Presidente da Câmara dos Deputados que atualmente esta preso aceitou de forma ilegal proposital e por ving... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 22:42 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios segunda-feira, 27 de março de 2017 REVISTA & CONSPIRAÇÃO : O RITO MAÇÔNICO DO IMPEACHMENT CONTRA A DEMOCRACIA... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : O RITO MAÇÔNICO DO IMPEACHMENT CONTRA A DEMOCRACIA... : https://youtu.be/BEbFFXOAnG4 Um pequeno grupo de maçons profanadores formado por filiados a... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 21:17 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios REVISTA & CONSPIRAÇÃO : A REVOLUÇÃO NÃO SERÁ TELEVISIONADA REVISTA & CONSPIRAÇÃO : A REVOLUÇÃO NÃO SERÁ TELEVISIONADA : 'O impressionante documentário produzido pelos irlandeses Kim Bartley e Donnacha O'Briain sobre o golpe contra o preside... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 12:38 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios domingo, 26 de março de 2017 REVISTA & CONSPIRAÇÃO : NÃO SE PODE GOVERNAR O BRASIL SEM ESTA GENTE ('Bur... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : NÃO SE PODE GOVERNAR O BRASIL SEM ESTA GENTE ('Bur... : O mais hábil e preparado, teórica e po... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 23:10 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios REVISTA & CONSPIRAÇÃO : AS MÃOS INVISÍVEIS DOS DONOS DO BRASIL E O ESCÂNDA... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : AS MÃOS INVISÍVEIS DOS DONOS DO BRASIL E O ESCÂNDA... : O Brigadeiro Ivan Frota respondeu ao artigo do jornal ' O Globo' daquela data sobre a matéria intitulada ' Siv... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 20:38 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios REVISTA & CONSPIRAÇÃO : A TÉCNICA DE GOLPE DE ESTADO DA CIA FOI APLICADA N... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : A TÉCNICA DE GOLPE DE ESTADO DA CIA FOI APLICADA N... : Quem está à direita de Colby na foto é seu então adjunto e vice-diretor da CIA, general Vernon Walters, em part... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 19:45 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios REVISTA & CONSPIRAÇÃO : A TÉCNICA DE GOLPE DE ESTADO DA CIA FOI APLICADA N... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : A TÉCNICA DE GOLPE DE ESTADO DA CIA FOI APLICADA N... : Quem está à direita de Colby na foto é seu então adjunto e vice-diretor da CIA, general Vernon Walters, em part... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 19:28 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios REVISTA & CONSPIRAÇÃO : 'LAWFARE' A ARMA DE GUERRA JURÍDICA USADA CONTRA O... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : 'LAWFARE' A ARMA DE GUERRA JURÍDICA USADA CONTRA O... : . LAWFARE EM PORTUGUÊS GUERRA JURÍDICA CURRÍCULO 2 Moro foi descrito no progra... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 13:10 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios REVISTA & CONSPIRAÇÃO : 'LAWFARE' A ARMA DE GUERRA JURÍDICA USADA CONTRA O... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : 'LAWFARE' A ARMA DE GUERRA JURÍDICA USADA CONTRA O... : . LAWFARE EM PORTUGUÊS GUERRA JURÍDICA CURRÍCULO 2 Moro foi descrito no progra... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 13:02 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios REVISTA & CONSPIRAÇÃO : O BRASIL É GOVERNADO DE DENTRO DE UM PRESÍDIO EM C... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : O BRASIL É GOVERNADO DE DENTRO DE UM PRESÍDIO EM C... : O atual ministro da Justiça, Osmar Serraglio, apareceu em um grampo telefônico da PF (Polícia Federal) na investigação da Operação Ca... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 12:45 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios REVISTA & CONSPIRAÇÃO : SAIBAM QUEM FINANCIOU O MBL PARA PROMOVER O GOLPE ... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : SAIBAM QUEM FINANCIOU O MBL PARA PROMOVER O GOLPE ... : Este documentário prova que o povo Norte Americano é tão vítima quanto nós brasileiros destes empresários bilionár... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 11:18 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios REVISTA & CONSPIRAÇÃO : A MAÇONARIA E O GOLPE MILITAR DE 1964 REVISTA & CONSPIRAÇÃO : A MAÇONARIA E O GOLPE MILITAR DE 1964 : Quem está à direita de Colby na foto é seu então adjunto e vice-diretor da CIA, general Vernon Walte... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 10:48 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios REVISTA & CONSPIRAÇÃO : AS MORTES MISTERIOSAS DE POLÍTICOS BRASILEIROS “QU... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : AS MORTES MISTERIOSAS DE POLÍTICOS BRASILEIROS “QU... : PAULO MALUF APRESENTANDO A POLÍTICA BRASILEIRA ALÉM DA IMAGINAÇÃO Eu escuto uma voz que me diz que era o plano de Romer... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 10:07 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios sábado, 25 de março de 2017 REVISTA & CONSPIRAÇÃO : O BRASIL É GOVERNADO DE DENTRO DE UM PRESÍDIO EM C... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : O BRASIL É GOVERNADO DE DENTRO DE UM PRESÍDIO EM C... : O atual ministro da Justiça, Osmar Serraglio, apareceu em um grampo telefônico da PF (Polícia Federal) na investigação da Operação Ca... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 16:33 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios REVISTA & CONSPIRAÇÃO : WASHINGTON POR ORIENTAÇÃO DE WALL STREET COMANDOU ... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : WASHINGTON POR ORIENTAÇÃO DE WALL STREET COMANDOU ... : Michel Chossudovsky (1946) é um economista canadense, professor emérito da Universidade de Ottawa. É autor de The Globalizati... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 14:56 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios REVISTA & CONSPIRAÇÃO : WASHINGTON POR ORIENTAÇÃO DE WALL STREET COMANDOU ... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : WASHINGTON POR ORIENTAÇÃO DE WALL STREET COMANDOU ... : Michel Chossudovsky (1946) é um economista canadense, professor emérito da Universidade de Ottawa. É autor de The Globalizati... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 14:48 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios REVISTA & CONSPIRAÇÃO : A TÉCNICA DE GOLPE DE ESTADO DA CIA FOI APLICADA N... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : A TÉCNICA DE GOLPE DE ESTADO DA CIA FOI APLICADA N... : Quem está à direita de Colby na foto é seu então adjunto e vice-diretor da CIA, general Vernon Walters, em part... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 14:33 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios REVISTA & CONSPIRAÇÃO : A TÉCNICA DE GOLPE DE ESTADO DA CIA FOI APLICADA N... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : A TÉCNICA DE GOLPE DE ESTADO DA CIA FOI APLICADA N... : Quem está à direita de Colby na foto é seu então adjunto e vice-diretor da CIA, general Vernon Walters, em part... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 14:13 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios REVISTA & CONSPIRAÇÃO : QUEM VAI JULGAR O GOLPE DE ESTADO NO BRASIL? O STF... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : QUEM VAI JULGAR O GOLPE DE ESTADO NO BRASIL? O STF... : Para quem não sabe eu vou explicar aqui como funcionam realmente as coisas aqui no Brasil e no resto do mundo porque é no ... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 13:08 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios REVISTA & CONSPIRAÇÃO : NÃO SE PODE GOVERNAR O BRASIL SEM ESTA GENTE ('Bur... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : NÃO SE PODE GOVERNAR O BRASIL SEM ESTA GENTE ('Bur... : O mais hábil e preparado, teórica e po... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 12:05 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios REVISTA & CONSPIRAÇÃO : QUEM É QUE MANDA NO BRASIL (Trecho da entrevista d... REVISTA & CONSPIRAÇÃO : QUEM É QUE MANDA NO BRASIL (Trecho da entrevista d... : Trecho da entrevista do presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais Francisco Carlos Garisto concedida para a revista Caro... Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 11:40 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios quinta-feira, 17 de novembro de 2016 Sepultura - Refuse/Resist [OFFICIAL VIDEO] Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 10:45 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios domingo, 13 de novembro de 2016 O SOL É O OLHO DE DEUS Este Sol visível, ainda que seja o campo de evolução de inteligências muito superiores ao homem, não é, entretanto, de nenhuma maneira, o Pai dos outros planetas, como supõe a ciência. Ao contrário, ele mesmo é uma emanação do Sol Central, que é a fonte invisível de tudo o que existe em nosso Sistema Solar. Nosso Sol visível não é senão um espelho em que se refletem os raios de energia do Sol Espiritual. O Sol Real é tão invisível como o “homem real” E agora perguntaria: O que acontece com a “alma dos homens desde essa hora da morte até a hora designada para a ressurreição? E se há mais que uma hora designada para os homens ressuscitarem, não importa, por quanto não morrem todos ao mesmo tempo e isto não importa. tudo é como um dia para Deus e o tempo somente é medido pelos homens. E agora o que é feito da alma dos homens durante este espaço de tempo é o que perguntei diligentemente ao Senhor. e isto é uma coisa que eu sei. Ora, com relação ao estado da alma entre a “morte e a ressurreição – eis que me foi dado por um anjo que o espírito de todos os homens, logo que deixa o corpo mortal, sim, o espírito de todos os homens, sejam eles bons ou maus, é levado de volta para aquele Deus que lhes deu vida. E então acontecerá que o espírito daqueles que são justos será recebido num estado de felicidade, que é chamado de paraíso, a um estado de descanso, um estado de paz, onde descansará de todas as suas aflições e de todos os seus cuidados e tristezas. Mas afirmo que isto será por ocasião de sua ressurreição ou depois. digo apenas que há um “espaço de tempo” entre a morte e a ressurreição do corpo. e um estado de alma, em felicidade ou miséria, até a hora designada por Deus para que os mortos se levantem e corpo e alma sejam reunidos e levados a presença de Deus para serem julgados segundo suas obras. A “alma” será restituída ao corpo e o corpo a alma. sim, e todo membro e junta serão restituídos ao seu corpo. sim, nem mesmo um fio de cabelo da cabeça será perdido, mas todas as coisas serão restauradas na sua própria e perfeita estrutura. Estes são os remidos do Senhor dos Espíritos. sim, aqueles que são retirados, que são libertados daquela interminável noite de trevas. Trecho do Livro de Enoch REFERÊNCIAS Trecho do Livro 'Conceito Rosacruz do Cosmos' Fraternidade RosaCruz Publicada com permissão da Senhora Max Heindel e da Fraternidade Rosacruz, associação internacional de Cristãos Místicos com sede em Oceanside, Califórnia, Estados Unidos da América do Norte. Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 00:02 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios quinta-feira, 10 de novembro de 2016 O QUE O PRESIDENTE DOS EUA DONALD TRUMP VAI FAZER COM O BRASIL E O QUE WASHINGTON JÁ VEM FAZENDO Em entrevista concedida em um programa da rede CBS, o então candidato republicano Donald Trump colocou o Brasil ao lado de China, Japão e Índia entre os países que supostamente estariam “roubando” postos de trabalho de norte-americanos. Para ele, trazer de volta esses empregos seria uma das medidas para fazer dos Estados Unidos um país “forte novamente”. “Olhem a quantidade de desperdício, fraudes e abusos que temos, é incrível. Vou trazer de volta postos de trabalho da China, do Japão, da Índia, do Brasil”, afirmou. Eu acredito que esta plano já esteja sendo executado porquê perdemos centenas de milhares de postos de trabalho para os EUA durante a Operação Lava Jato. John Shulman, que estudou direito em Harvard um especialista e fala que há empresas nos EUA muito mais corruptas do que no Brasil, podem ter certeza' OBSERVAR TUDO E m meio à tensão da Operação Lava Jato, o juiz Sergio Moro viajou aos EUA para palestras na Universidade da Pensilvânia. Nesta quinta (15), ele tinha participação confirmada como o convidado principal de um simpósio com o tema “Produzindo Líderes de Caráter e Integridade: Incutindo Valores na Vida Pública”. CURRÍCULO 2 Moro foi descrito no programa do evento como um “líder central no fortalecimento do Estado de Direito” no Brasil pelo trabalho de “repressão à corrupção, alcançando o alto escalão das lideranças empresariais e políticas”. Eu não vou pensar por vocês já cheguei a minha conclusão e vocês devem saber que nos EUA existem empresas infinitamente mais corruptas que no Brasil e políticos também corruptos e intocáveis e isto é FATO e vocês devem saber também que as reservas de Petróleo e Água nos EUA estão acabando e vocês devem saber também que eles determinaram que a situação do Brasil tinha que se deteriorar e planejaram tudo em Washington e lá ele escolheram quem seria o Presidente do Banco Central, o Presidente do Banco do Brasil e o Ministro da Fazenda e eles tem o controle total sobre o Brasil e esta é a verdade aceitem. Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 13:43 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios terça-feira, 8 de novembro de 2016 OS SEIS TIPOS DE AMOR ZEUS E ERA O REI E A RAINHA DOS DEUSES FORMAS GREGAS DE AMAR Eros: O primeiro tipo de amor era eros, nomeado por causa do deus Grego da fertilidade, e representava a ideia de paixão sexual e desejo. Mas os Gregos não pensavam nele como algo sempre positivo. Na verdade, eros era visto como uma forma perigosa, ardente e irracional de amor que poderia dominar e possuir você – uma atitude compartilhada por muitos pensadores espirituais mais tardios, como o escritor Cristão C.S.Lewis. Eros envolvia uma perda de controle que assustava os Gregos. O que é estranho, porque perder o controle é precisamente o que muitas pessoas agora procuram em um relacionamento. Não esperamos, nós todos, apaixonar-nos “loucamente”? Philia: A segunda variedade de amor era philia ou amizade, que os Gregos valorizavam muito mais do que a sexualidade baixa de eros. Philia abrangia a amizade camarada profunda que se desenvolvia entre irmãos em armas que haviam lutado lado a lado no campo de batalha. Tinha a ver com demonstrar lealdade aos seus amigos, sacrificando-se por eles, assim como dividir suas emoções com eles. (Uma outra forma de philia, às vezes denominada storge, incorporava o amor entre pais e seus filhos.) Todos podemos nos perguntar quanto deste amor philia camarada temos em nossas vidas. Ludus: Esta era a ideia dos Gregos de amor divertido, que se referia à afeição divertida entre crianças ou jovens amantes. Todos tivemos um gosto dele no flerte e provocação nos estágios iniciais de um relacionamento. Mas também vivenciamos nosso ludus quando sentamos em roda em um bar contando piadas e rindo com amigos, ou quando saímos para dançar. Dançar com estranhos pode ser a mais fundamental atividade lúdica, quase um substituto divertido para o sexo em si. Agape: O quarto amor, e talvez o mais radical, era ágape ou amor abnegado. Este era um amor que você estendia a todas as pessoas, seja membros familiares ou estranhos distantes. Agape foi mais tarde traduzido para o Latim como caritas, que é a origem da nossa palavra caridade. Lewis referia-se a ele como “amor presente”, a mais alta forma de amor Cristão. Mas ele também aparece em outras tradições religiosas, como a ideia de mettā ou “bondade amorosa universal” no Budismo Theravāda. Há evidências crescentes de que agape está em perigoso declínio em muitos países. Níveis de empatianos E.U.A. caíram quase 50 por cento ao longo dos últimos 40 anos, com a queda mais acentuada ocorrendo na década passada. Precisamos urgentemente renovar nossa capacidade de nos preocuparmos com estranhos. Pragma: Outro amor Grego era pragma ou amor maduro. Este era o profundo entendimento que se desenvolvia entre casais de longo casamento. Tinha a ver com fazer acordos para ajudar o relacionamento a funcionar ao longo do tempo, e demonstrar paciência e tolerância. O psicanalista Erich Fromm disse que gastamos muita energia “caindo na paixão” e precisamos aprender mais como “ficar de pé no amor”. Pragma tem precisamente a ver com ficar de pé no amor – fazer um esforço para dar amor ao invés de apenas recebê-lo. Com as taxas de divórcio atualmente na casa dos 50 por cento, os Gregos certamente pensariam que deveríamos trazer uma dose séria de pragma para nossos relacionamentos. Philautia: A variedade final de amor era philautia ou auto-amor. Os espertos Gregos perceberam que havia dois tipos. Um era uma variedade não saudável associada com narcisismo, onde você se tornava obcecado consigo, e focado em ganhar fama pessoal e fortuna. Uma versão mais saudável de philautia elevava a sua capacidade mais ampla de amar. A ideia era que se você gosta de si mesmo e se sente seguro em si mesmo, você terá amor suficiente para dar aos outros (hoje isto é refletido no conceito inspirado no Budismo de “auto-compaixão”). Ou como disse Aristóteles, “Todos os sentimentos amigáveis por outros são uma extensão dos sentimentos do homem por si mesmo”. Então o que os Gregos estão realmente tentando nos dizer? De forma mais impressionante, eles encontraram diversos tipos de amor em relacionamentos com uma ampla gama de pessoas – amigos, família, esposas, estranhos e até mesmo com si mesmos. Isto contrasta com o nosso típico foco em uma única relação romântica, onde esperamos encontrar todos os diferentes amores empacotados em uma única pessoa ou alma gêmea. A mensagem dos Gregos é para alimentar as variedades de amor e conectar-se às suas muitas fontes. Não procure apenas eros, mas cultive philia passando mais tempo com velhos amigos, ou desenvolva o seu ludus dançando noite afora. Ademais, deveríamos abandonar nossa obsessão com a perfeição. Não espere que seu parceiro lhe ofereça todas as variedades de amor, o tempo todo (sob o risco de você poder negligenciar um parceiro que falhar em atender aos seus desejos). Reconheça que um relacionamento pode começar com bastante eros e divertido ludus, e então evoluir rumo a incorporar mais pragma ou agape abnegado. Há também o pensamento consolador de que se você sente a falta de um amante em sua vida, ao mapear a extensão na qual todos os seis amores estão presentes, você poderá descobrir que tem muito mais amor do que jamais imaginou. É hora de introduzirmos as seis variedades de amor Grego em nosso vocabulário cotidiano. Desta forma nos tornaremos tão sofisticados na arte de amar como somos quando pedimos uma xícara de café. Após o fracasso da humanidade no uso e controle das outras forças do universo que se voltaram contra nós, é urgente que nos alimentemos de outro tipo de energia. Se quisermos que nossa espécie sobreviva, se nos propusermos encontrar um sentido à vida, se desejarmos salvar o mundo e que cada ser sinta que nele habita, o amor é a única e última resposta. Talvez ainda não estejamos preparados para fabricar uma bomba de amor, um artefato bastante potente para destruir todo o ódio, o egoísmo e a avareza que assolam o planeta. Porém, cada individuo leva no seu Interior , um pequeno mas poderoso gerador de amor cuja energia espera ser liberada. Quando aprendermos a dar e receber esta energia universal, querida Lieserl, comprovaremos que o amor tudo vence, tudo transcende e tudo pode, porque o amor é a quintessência da vida. Lamento profundamente não ter sabido expressar o que abriga meu coração, que há batido silenciosamente por você toda minha vida. Seu pai, Albert Einstein” Roman Krznaric. É um pensador cultural Australiano e co-fundador da The School of Life em Londres. Este artigo é baseado no seu novo livro, How Should We Live? Great Ideas from the Past for Everyday Life (BlueBridge).www.romankrznaric.com @romankrznaric Postado por Rodrigo Veronezi Garcia às 15:02 Nenhum comentário: Links para esta postagem Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar com o Pinterest Reações: Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios Postagens mais antigas Página inicial Assinar: Postagens (Atom) AddToAny As Escolas de Mistérios de Rodrigo Veronezi Garcia Atalho do Facebook As Escolas de Mistérios de Rodrigo Veronezi Garcia Promova sua página também Atalho do Facebook Rodrigo Veronezi Garcia Criar seu atalho Atalho do Facebook Revista Alternativa 3 Promova sua página também Total de visualizações de página Translate Tweet Google+ Badge Google+ Badge Google+ Badge Google+ Badge Inscrever-se Postagens Atom Postagens Comentários Atom Comentários Enter your email address: Delivered by FeedBurner Google+ Badge Inscrever-se Postagens Atom Postagens Comentários Atom Comentários AS TEORIAS DA CONSPIRAÇÃO DE RODRIGO VERONEZI GARCIA de RODRIGO VERONEZI GARCIA está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-SemDerivações 4.0 Internacional . Baseado no trabalho disponível em www.rodrigoenok.blog.br . Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em www.rodrigoenok.blog.br . Google+ Badge Quem sou eu Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro tem 44 anos nasceu em Porto Alegre no dia 16 de agosto de 1973 e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia. “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade? Gálatas 4:16”. . 'O trabalhador incansável de hoje não tem tempo durante a jornada de trabalho para refletir - e à noite ele está cansado demais para isso. E no final das contas, ele acha que isso é sorte.' - G. B. Shaw . 'Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importarei com quem redige as leis.' - Mayer Amschel (Bauer) Rothschild . 'Existem dois tipos de história mundial: uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula. a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos.' - Honoré de Balzac . http://www.rodrigoveronezigarcia.com.br http://www.rodrigoenok.blog.br/ http://rodrigoveronezigarcia.blogspot.com.br/ http://revistaalternativa3.com.br.previewc75.carrierzone.com https://www.facebook.com/rodrigoveronezigarcia1973 https://www.facebook.com/revistaalternativa3 https://www.facebook.com/escolasmisterios https://twitter.com/rodrigoenok1973 http://www.youtube.com/c/RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok https://www.youtube.com/user/rodrigo29704 http://rodrigoenok.wordpress.com/ https://pt.gravatar.com/rvg1973 br.linkedin.com/pub/rodrigo-veronezi-garcia/59/55b/251 https://plus.google.com/+RodrigoenokBlogspotrodrigoveronezigarcia https://plus.google.com/u/0/+RodrigoVeroneziGarciarodrigoenok ASSINEM PARA RECEBER OS FEEDS http://feeds.feedburner.com/AsTeoriasDaConspiraoDeRodrigoVeroneziGarcia http://feeds.feedburner.com/VersoBrasileiraExtra-oficial http://feeds.feedburner.com/AsEscolasDeMistrios Visualizar meu perfil completo CANAL DE RODRIGO VERONEZI GARCIA NO YOUTUBE Postagens populares A PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF DERROTOU NAS URNAS AÉCIO NEVES E O IMPÉRIO DA MÍDIA DO BRASIL A foto acima é da nossa presidenta Dilma está em seu baile de debutantes, em 1962, Logo depois Dilma foi lutar contra a ditadura milit... AS PIRÂMIDES DA AMAZÔNIA “(O nome primitivo de Tiahuanaco era Chucara. A cidade era inteiramente subterrânea e o que ... INTELIGÊNCIAS ALIENÍGENAS NO EGITO (PROVAS E FOTOS) EXISTE UMA BASE SUBTERRÂNEA NAS TERRAS DO EGITO (ULTRA SECRETO) CIENTISTAS TRABALHAM EM ESCAVAÇÕES ONDE ESTRUTURAS SEMELHANTES A ZIGURATS ENCONTRADAS NO DESERTO DO EG... AZTECAS, INCAS E MAIAS E SEUS DEUSES DE ORIGEM EXTRATERRESTRE Estes crânios encontram-se expostos no Museu de Antropologia de... O RITO MAÇÔNICO DO IMPEACHMENT CONTRA A DEMOCRACIA E CONTRA A NOSSA PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF Um pequeno grupo de maçons profanadores formado por filiados ao PSDB amigos de Eduardo Cunha e de Bolsonaro v... A PETROBRAS É PATRIMÔNIO DO POVO BRASILEIRO (A CIA E O FURTO DE INFORMAÇÕES DO CONTAINER PETROBRAS) NSA ESPIONAVA PETROBRAS INFORMAÇÕES SÍSMICAS SOBRE A LOCALIZAÇÃO DAS RESERVAS DE PETRÓLEO FORAM FURTADAS) O GEÓLOGO QUE DES... As Pirâmides Submersas do Japão (Ilha de Yonaguni) Desde 1995, mergulhadores e cientistas japoneses estudam uma das mais importantes descobertas arqueológicas do ... Postagens populares A HISTÓRIA DE ENKI e ENLIL (DEUSES EXTRATERRESTRES) Segundo os sumérios, essa raça de extraterrestres eram os Anunnaki (Os Do Céu Que estão Na Terra) , que mais tarde foram chamados de ... QUEM É QUE MANDA NO MUNDO? Os 12 cidadãos acima são uma espécie de tribunal superior, instância última na guarda dos segredos do governo invisível dos EUA. É o ... A CARTA QUE GETÚLIO VARGAS DEIXOU DE HERANÇA PARA O POVO BRASILEIRO ANTES DE SUA MORTE 'O BRASIL TEM QUE SE DEFENDER DAQUELES QUE SEMPRE IMPEDIRAM A NOSSA ORDEM E PROGRESSO (O IMPERIALISMO EUROPEU E NORTE AMERICANO SEUS... A PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF DERROTOU NAS URNAS AÉCIO NEVES E O IMPÉRIO DA MÍDIA DO BRASIL A foto acima é da nossa presidenta Dilma está em seu baile de debutantes, em 1962, Logo depois Dilma foi lutar contra a ditadura milit... IMAGENS DE EXTRATERRESTRES NA PRÉ-HISTÓRIA - Pinturas rupestres - Geoglifos Simbologia da Criação Petróglifos - Arte rupest... ILLUMINATI BBS O Plano dos Ataques às Torres Gêmeas e ao Pentágono já era conhecido desde 1995. ---------------------------------... A MAÇONARIA X IGREJA CATÓLICA ROMANA (ELES QUEREM O DIREITO AO ESQUECIMENTO) Segue ... INTELIGÊNCIAS ALIENÍGENAS NO EGITO (PROVAS E FOTOS) EXISTE UMA BASE SUBTERRÂNEA NAS TERRAS DO EGITO (ULTRA SECRETO) CIENTISTAS TRABALHAM EM ESCAVAÇÕES ONDE ESTRUTURAS SEMELHANTES A ZIGURATS ENCONTRADAS NO DESERTO DO EG... A CIÊNCIA DE LÚCIFER 'O BARDO THODOL' Cápitulo XXI É próprio da magia negra e do culto ao mal apresentar a ordem natural ao contrário e, de uma maneira geral, inv... A MÚSICA É A LINGUAGEM DO MUNDO CELESTIAL A mão do homem é o seu servo mais valioso. sua destreza permite-lhe responder ao mais ligeiro contato. Sua maior eficiência é notada ... Arquivo do blog ► 2008 (179) ► Janeiro (81) ► Fevereiro (15) ► Março (5) ► Abril (9) ► Maio (9) ► Junho (2) ► Julho (9) ► Agosto (4) ► Setembro (13) ► Outubro (11) ► Novembro (9) ► Dezembro (12) ► 2009 (96) ► Janeiro (11) ► Fevereiro (10) ► Março (10) ► Abril (2) ► Maio (4) ► Junho (14) ► Julho (5) ► Agosto (8) ► Setembro (10) ► Outubro (12) ► Novembro (7) ► Dezembro (3) ► 2010 (484) ► Janeiro (4) ► Fevereiro (10) ► Março (8) ► Abril (5) ► Maio (6) ► Junho (6) ► Julho (6) ► Agosto (4) ► Setembro (15) ► Outubro (313) ► Novembro (69) ► Dezembro (38) ► 2011 (452) ► Janeiro (44) ► Fevereiro (43) ► Março (38) ► Abril (34) ► Maio (45) ► Junho (44) ► Julho (44) ► Agosto (31) ► Setembro (5) ► Outubro (31) ► Novembro (49) ► Dezembro (44) ► 2012 (1398) ► Janeiro (45) ► Fevereiro (17) ► Março (42) ► Abril (8) ► Maio (19) ► Junho (16) ► Julho (29) ► Agosto (43) ► Setembro (65) ► Outubro (114) ► Novembro (420) ► Dezembro (580) ► 2013 (12066) ► Janeiro (789) ► Fevereiro (570) ► Março (527) ► Abril (380) ► Maio (739) ► Junho (902) ► Julho (734) ► Agosto (1607) ► Setembro (1346) ► Outubro (1945) ► Novembro (1296) ► Dezembro (1231) ► 2014 (3633) ► Janeiro (1048) ► Fevereiro (455) ► Março (391) ► Abril (261) ► Maio (605) ► Junho (260) ► Julho (263) ► Agosto (51) ► Setembro (78) ► Outubro (52) ► Novembro (75) ► Dezembro (94) ► 2015 (897) ► Janeiro (114) ► Fevereiro (61) ► Março (65) ► Abril (66) ► Maio (32) ► Junho (89) ► Julho (102) ► Agosto (41) ► Setembro (50) ► Outubro (81) ► Novembro (113) ► Dezembro (83) ► 2016 (746) ► Janeiro (19) ► Fevereiro (16) ► Março (39) ► Abril (23) ► Maio (82) ► Junho (73) ► Julho (132) ► Agosto (168) ► Setembro (96) ► Outubro (87) ► Novembro (11) ▼ 2017 (36) ► Março (23) ► Abril (3) ► Maio (3) ► Junho (5) ▼ Julho (2) Não existe negociação entre empregado e empregador... Não existe negociação entre empregado e empregador... Páginas Início Postagens populares A HISTÓRIA DE ENKI e ENLIL (DEUSES EXTRATERRESTRES) Segundo os sumérios, essa raça de extraterrestres eram os Anunnaki (Os Do Céu Que estão Na Terra) , que mais tarde foram chamados de ... QUEM É QUE MANDA NO MUNDO? Os 12 cidadãos acima são uma espécie de tribunal superior, instância última na guarda dos segredos do governo invisível dos EUA. É o ... A CARTA QUE GETÚLIO VARGAS DEIXOU DE HERANÇA PARA O POVO BRASILEIRO ANTES DE SUA MORTE 'O BRASIL TEM QUE SE DEFENDER DAQUELES QUE SEMPRE IMPEDIRAM A NOSSA ORDEM E PROGRESSO (O IMPERIALISMO EUROPEU E NORTE AMERICANO SEUS... A PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF DERROTOU NAS URNAS AÉCIO NEVES E O IMPÉRIO DA MÍDIA DO BRASIL A foto acima é da nossa presidenta Dilma está em seu baile de debutantes, em 1962, Logo depois Dilma foi lutar contra a ditadura milit... IMAGENS DE EXTRATERRESTRES NA PRÉ-HISTÓRIA - Pinturas rupestres - Geoglifos Simbologia da Criação Petróglifos - Arte rupest... ILLUMINATI BBS O Plano dos Ataques às Torres Gêmeas e ao Pentágono já era conhecido desde 1995. ---------------------------------... A MAÇONARIA X IGREJA CATÓLICA ROMANA (ELES QUEREM O DIREITO AO ESQUECIMENTO) Segue ... INTELIGÊNCIAS ALIENÍGENAS NO EGITO (PROVAS E FOTOS) EXISTE UMA BASE SUBTERRÂNEA NAS TERRAS DO EGITO (ULTRA SECRETO) CIENTISTAS TRABALHAM EM ESCAVAÇÕES ONDE ESTRUTURAS SEMELHANTES A ZIGURATS ENCONTRADAS NO DESERTO DO EG... A CIÊNCIA DE LÚCIFER 'O BARDO THODOL' Cápitulo XXI É próprio da magia negra e do culto ao mal apresentar a ordem natural ao contrário e, de uma maneira geral, inv... A MÚSICA É A LINGUAGEM DO MUNDO CELESTIAL A mão do homem é o seu servo mais valioso. sua destreza permite-lhe responder ao mais ligeiro contato. Sua maior eficiência é notada ... Follow by Email Tweet Enter your email address: Delivered by FeedBurner Google+ Badge Tweets que @rodrigoenok curtiu Formulário de contato Nome E-mail * Mensagem * Google+ Followers Marcadores Conceito CONSPIRAÇÕES SOCIEDADES SECRETAS CONSPIRAÇÕES UFOLOGIA ARUEOLOGIA HISTÓRIA NOVAS DESCOBERTAS MITOLOGIA CIENCIAS OCULTAS UFOLOGIA E CONSPIRAÇÃO Pesquisar este blog Páginas Início OS SEGREDOS ULTRA-SECRETOS DA SEGUNDA GUERRA E A INFLUÊNCIA DAS LOJAS DA MAÇONARIA BOA TARDE LEITORES E ATENÇÃO AUTORIDADES VOLTARAM ... TODAS AS TEORIAS POSSÍVEIS SOBRE O TRIÂNGULO DAS B... QUANDO SÓ EXISTIA UM CONTINENTE NA TERRA (PANGEA) FORAM DESCOBERTAS PIRÂMIDES SUBMERSAS EM UM ILHA N... AS CIVILIZAÇÕES ASTECAS INCAS E MAIAS FORAM VISIT... O GOLPE DE ESTADO DE 1964 A PARTICIPAÇÃO DA MAÇONARIA E DA ELITE ORGÂNICA A CIA E A KGB RECRUTARAM CIENTISTAS E MILITARES NA... GALERIAS SUBTERRÂNEAS CIENTISTAS ALEMÃES E INTELIG... AS SOCIEDADES SECRETAS JAMAIS TIVERAM O IMPÉRIO DA TERRA (OS SUPERIORES DESCONHECIDOS) CONTATO COM INTELIGÊNCIAS EXTRATERRESTRES NA ILHA ... O MONOPÓLIO DE TODO SISTEMA EDUCACIONAL PELOS JESU... O QUARTO REICH E AS INTELIGÊNCIAS EXTRATERRESTRES NA GUERRA PELO IMPÉRIO DA TERRA (OS DISCOS VOADORES DA ALEMANHA) OS SEGREDOS DO GRANDE ARQUITETO DO UNIVERSO AS MORTES ESTRANHAS DE 10 CIENTISTAS BRITÂNICOS OS SENHORES DAS TREVAS GOVERNAM O MUNDO POR PERÍOD... AS MORTES MISTERIOSAS DE POLÍTICOS BRASILEIROS “QUEIMA DE ARQUIVO” AS PIRÂMIDES DA AMAZÔNIA (PILOTOS FAB AVISTARAM CONSTRUÇÕES E FORMAÇÕES PIRAMIDAIS DE UMA ANTIGA CIVILIZAÇÃO) INTELIGÊNCIAS EXTRATERRESTRES NOS SUBTERRÂNEOS DO ... RELATÓRIO DA EXPEDIÇÃO CIENTIFICA MARMADJAIDJAN NA... UM DOS MAIORES ESCÂNDALOS POLÍTICO-MAÇÔNICO-ESTRATÉGICOS DO SÉCULO XX (O ASSASSINATO DO PAPA JOÃO PAULO I) Relatório 10245 - ARQUIVO ARK COMMAND A Verdadeira... AS MAQUINAS VOADORAS DA ÍNDIA ANTIGA AS PROVAS DE UMA CONSPIRAÇÃO OS PLANOS PARA TERCEIRA GUERRA MUNDIAL NUMA CARTA... A NSA MONITORA E INTERCEPTA DE FORMA ILEGAL AS COM... O OLHO DE HORUS Google+ Badge PESQUISA Google+ Badge Inscrever-se Postagens Atom Postagens Comentários Atom Comentários AS TEORIAS DA CONSPIRAÇÃO DE RODRIGO VERONEZI GARCIA Carregando... Subscribe to RSS headline updates from: Powered by FeedBurner AS TEORIAS DA CONSPIRAÇÃO DE RODRIGO VERONEZI GARCIA Carregando... As Escolas de Mistérios de Rodrigo Veronezi Garcia As Escolas de Mistérios de Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia, Horsehead Image Credit: NASA , ESA , and The Hubble Heritage Te. Tema Janela de imagem. Tecnologia do Blogger .



http://sistemas.ufg.br/CONCURSOS_WEB/
  SISCONCURSO - Sistema de Concursos - Universidade Federal de Goiás SISCONCURSO Sistema de Concursos Clique aqui e baixe a resolução para professor efetivo. Clique aqui e baixe a resolução para professor substituto/visitante. Clique aqui e baixe o tutorial para inscrições em concursos. Início | Logar | Cadastre-se | Meu cadastro | Inscrições | Sair | Ajuda Concursos/Processos Seletivos Previstos ou ... Tecnologias Gráficas. Estudos Cromáticos. Design Ambiental e História do Design GOIÂNIA EM ANDAMENTO 61 ... Professor substituto FH - FACULDADE DE HISTÓRIA História da América Colonial GOIÂNIA EM ANDAMENTO 61/2017 ... SOCIAIS APLIC-GOIA Projeto, Teoria e História da Arquitetura e do Urbanismo/Concepção e Crítica GOIÁS ... Projeto, Teoria e História da Arquitetura e do Urbanismo/Concepção e Representação GOIÁS EM ANDAMENTO 54 ... GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro FH - FACULDADE DE HISTÓRIA PPG - História GOIÂNIA CACHE

SISCONCURSO - Sistema de Concursos - Universidade Federal de Goiás SISCONCURSO Sistema de Concursos Clique aqui e baixe a resolução para professor efetivo. Clique aqui e baixe a resolução para professor substituto/visitante. Clique aqui e baixe o tutorial para inscrições em concursos. Início | Logar | Cadastre-se | Meu cadastro | Inscrições | Sair | Ajuda Concursos/Processos Seletivos Previstos ou com Inscrições Abertas N.º Edital Seleção Unidade Concurso/Processos Seletivo Local 58/2017 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Química GOIÂNIA Informações Inscrever 54/2017 Professor efetivo FCT - FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA Sensoriamento Remoto e Geoestatística APARECIDA DE GOIANIA Informações Cancelado 18/2017 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Toxicologia Veterinária GOIÂNIA Informações Inscrever 18/2017 Professor efetivo FCT - FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA Logística APARECIDA DE GOIANIA Informações Inscrever Concursos/Processos Seletivos em Andamento N.º Edital Seleção Unidade Concurso/Processo Seletivo Local Situação 63/2017 Técnico administrativo substituto FL - FACULDADE DE LETRAS Profissional Técnico Especializado em Linguagem de Sinais - LIBRAS teste GOIÂNIA EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Departamento de Pedagogia/Pedagogia GOIÂNIA EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Artes Visuais/Gravura em Relevo e Gravura em Metal GOIÂNIA EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Desenho de Moda/Desenho de Moda I e II, Ilustração Digital de Moda, Pesquisa em Design de Moda e Desenvolvimento de Produtos de Moda GOIÂNIA EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Desenho Técnico GOIÂNIA EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Design de Ambientes/Fundamentos de Geometria Descritiva, Representação 2D e 3D, Laboratório de Projetos Interiores GOIÂNIA EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Design de Ambientes/Gestão de Projetos e Marketing, Tecnologia de Materiais, Ergonomia e Conforto Acústico GOIÂNIA EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Design Gráfico/Orientação Supervisionada de Projetos de Design. Gestão em Design e Design Estratégico. Materiais e Tecnologias Gráficas. Estudos Cromáticos. Design Ambiental e História do Design GOIÂNIA EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto FAFIL - FACULDADE DE FILOSOFIA Filosofia GOIÂNIA EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto FH - FACULDADE DE HISTÓRIA História da América Colonial GOIÂNIA EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto FM - FACULDADE DE MEDICINA Medicina Legal GOIÂNIA EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Farmacologia GOIÂNIA EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Ensino de Geografia GOIÂNIA EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Saúde Coletiva GOIÂNIA EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto FENG - UAE - DE ENGENHARIA - CATALÃO Engenharia Civil/Geotecnia e Desenho Técnico CATALÃO EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto FENG - UAE - DE ENGENHARIA - CATALÃO Engenharia Civil/Hidráulica, Mecânica dos Fluídos e Desenho Técnico CATALÃO EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto UAEREJ_CSA - UAE REJ CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS Direito JATAÍ EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto UAEREJ_GEO - UAE REJ ESTUDOS GEOGRÁFICOS Geografia Física JATAÍ EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Clínica Médica JATAÍ EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto CIEXA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS EXATAS - JATA Educação Matemática e Matemática Básica JATAÍ EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto CIEXA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS EXATAS - JATA Física Geral JATAÍ EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto CIEXA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS EXATAS - JATA Química Geral/Orgânica JATAÍ EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto CH-GOIAS - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS HUMANAS - GOI Ensino de Física GOIÁS EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto IMTEC-CAT - UNID. ACAD. ESP/MATEMATICA E TECNOLOGI Matemática CATALÃO EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto CSA-GOIAS - UNID.ACAD.ESP/CIENC SOCIAIS APLIC-GOIA Administração Geral GOIÁS EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto CSA-GOIAS - UNID.ACAD.ESP/CIENC SOCIAIS APLIC-GOIA Fundamentos Histórico Teórico Metodológicos do Serviço Social e Estágio Supervisionado GOIÁS EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto CSA-GOIAS - UNID.ACAD.ESP/CIENC SOCIAIS APLIC-GOIA Projeto, Teoria e História da Arquitetura e do Urbanismo/Concepção e Crítica GOIÁS EM ANDAMENTO 61/2017 Professor substituto CSA-GOIAS - UNID.ACAD.ESP/CIENC SOCIAIS APLIC-GOIA Projeto, Teoria e História da Arquitetura e do Urbanismo/Concepção e Representação GOIÁS EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Cirurgia de Grandes Animais GOIÂNIA EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Forragicultura e Pastagens GOIÂNIA EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Produção de Suínos GOIÂNIA EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo FCT - FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA Geologia Estrutural APARECIDA DE GOIANIA EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo FCT - FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA Gestão e Meio Ambiente em Transportes APARECIDA DE GOIANIA EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo FCT - FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA Hidrogeologia APARECIDA DE GOIANIA EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo FCT - FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA Sensoriamento Remoto e Geoestatística APARECIDA DE GOIANIA EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Relações Internacionais (Política e Negócios Internacionais) GOIÂNIA EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Didática e Estágio em Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental GOIÂNIA EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia da Educação GOIÂNIA EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia Social do Trabalho e Psicologia Organizacional GOIÂNIA EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo FEFD - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FISICA E DANÇA Educação Física, Saúde Coletiva e Formação em Saúde GOIÂNIA EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo FEFD - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FISICA E DANÇA Formação de Professores e Estágio em Educação Física Escolar GOIÂNIA EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo FEN - FACULDADE DE ENFERMAGEM Enfermagem Psiquiátrica e Saúde Mental GOIÂNIA EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo FANUT - FACULDADE DE NUTRIÇÃO Alimentos e Nutrição Básica GOIÂNIA EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo FANUT - FACULDADE DE NUTRIÇÃO Nutrição em Saúde Pública GOIÂNIA EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Astronomia GOIÂNIA EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Dermatologia GOIÂNIA EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Doenças Infecciosas e Parasitárias GOIÂNIA EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Imunologia GOIÂNIA EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Saúde Coletiva GOIÂNIA EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Virologia GOIÂNIA EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Química Analítica/Subárea: Química Ambiental ou Eletroanalítica GOIÂNIA EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo CEGEN - UAE - DE GESTÃO DE NEGÓCIOS - CATALÃO Administração Geral CATALÃO EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo UAEREJ_CHL - UAE REJ CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS Linguística e Formação de Professores de Língua Portuguesa JATAÍ EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo UAEREJ_CHL - UAE REJ CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS Psicologia da Saúde JATAÍ EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo IBIOTEC-CA - UNID. ACAD. ESP/BIOTECNOLOGIA - CATALA Educação Física e Saúde CATALÃO EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo IBIOTEC-CA - UNID. ACAD. ESP/BIOTECNOLOGIA - CATALA Enfermagem na Saúde do Adulto/Idoso em Cuidados Clínicos e Cirúrgicos CATALÃO EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo CIAGRA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS AGRARIAS-JATA Ciências Florestais JATAÍ EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Estágio Supervisionado em Biomedicina, Bioética, Exercício Profissional e Gestão Laboratorial JATAÍ EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Farmacologia, Bioquímica e áreas afins JATAÍ EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Saúde do Adulto e Idoso com ênfase em Anatomia Humana JATAÍ EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo CH-GOIAS - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS HUMANAS - GOI Letras-Português GOIÁS EM ANDAMENTO 54/2017 Professor efetivo FAE-CAT - UNID. ACAD. ESP./EDUCAÇÃO - CATALÃO Ensino de Ciências da Natureza em Física CATALÃO EM ANDAMENTO 18/2017 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Contabilidade Gerencial GOIÂNIA EM ANDAMENTO 18/2017 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Medicina da Criança e do Adolescente JATAÍ EM ANDAMENTO 17/2017 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Microbiologia Aplicada, Doenças Infecciosas e Diagnóstico Molecular aplicados à Medicina Veterinária GOIÂNIA EM ANDAMENTO Concursos/Processos Seletivos Encerrados N.º Edital Seleção Unidade Concurso/Processo Seletivo Local 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO PPG - Ensino na Educação Básica GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro EA - ESCOLA DE AGRONOMIA PPG - Agronegócio GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro EA - ESCOLA DE AGRONOMIA PPG - Agronomia GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro EA - ESCOLA DE AGRONOMIA PPG - Ciência e Tecnologia de Alimentos GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro EA - ESCOLA DE AGRONOMIA PPG - Genética e Melhoramento de Plantas/ EA GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro EECA - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL PPG - Engenharia Ambiental e Sanitária GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro EECA - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL PPG - Geotecnia, Estruturas e Construção Civil GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro EMC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA, MECÂNICA E DE COMPUTAÇÃO PPG - Engenharia Elétrica e de Computação GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA PPG - Ciência Animal GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA PPG - Zootecnia/EVZ GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS PPG - Economia GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS PPG - Arte e Cultura Visual/FAV GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS PPG - Projeto e Cidade GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS PPG - Antropologia Social GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS PPG - Ciência Política GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS PPG - Performances Culturais GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro FD - FACULDADE DE DIREITO PPG - Direito Agrário GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro FD - FACULDADE DE DIREITO PPG - Direito e Políticas Públicas GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO PPG - Educação GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro FEFD - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FISICA E DANÇA PPG - Educação Física GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro FEN - FACULDADE DE ENFERMAGEM PPG - Enfermagem GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro FF - FACULDADE DE FARMÁCIA PPG - Assistência e Avaliação em Saúde GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro FF - FACULDADE DE FARMÁCIA PPG - Ciências Farmacêuticas GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro FF - FACULDADE DE FARMÁCIA PPG - Nanotecnologia Farmacêutica/UFG GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro FAFIL - FACULDADE DE FILOSOFIA PPG - Filosofia GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro FH - FACULDADE DE HISTÓRIA PPG - História GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro FIC - FACULDADE DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PPG - Comunicação GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro FL - FACULDADE DE LETRAS PPG - Letras e Linguística GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro FM - FACULDADE DE MEDICINA PPG - Ciências da Saúde GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro FM - FACULDADE DE MEDICINA PPG - Ensino na Saúde/FM GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro FANUT - FACULDADE DE NUTRIÇÃO PPG - Nutrição e Saúde GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA PPG - Odontologia GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS PPG - Biodiversidade Animal/ ICB GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS PPG - Biodiversidade Vegetal/ ICB GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS PPG - Ciências Biológicas GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS PPG - Ciências Fisiológicas GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS PPG - Ecologia e Evolução GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS PPG - Genética e Biologia Molecular GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS PPG - Geografia - Goiânia GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro IF - INSTITUTO DE FÍSICA PPG - Física GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA PPG - Ciência da Computação GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA PPG - Matemática GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA PPG - Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA PPG - Medicina Tropical e Saúde Pública GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA PPG - Engenharia Química GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA PPG - Química GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro PRPG - PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO PPG - Biotecnologia e Biodiversidade - UNB GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro PRPG - PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO PPG - Ciências Ambientais GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro PRPG - PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO PPG - Direitos Humanos/PRPG GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro PRPG - PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO PPG - Educação em Ciências e Matemática GOIÂNIA 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro UAEREJ_CHL - UAE REJ CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS PPG - Educação/REJ JATAÍ 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro UAEREJ_GEO - UAE REJ ESTUDOS GEOGRÁFICOS PPG - Geografia/REJ JATAÍ 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro CIAGRA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS AGRARIAS-JATA PPG - Agonomia/REJ JATAÍ 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro CIAGRA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS AGRARIAS-JATA PPG - Biociência Animal/REJ JATAÍ 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA PPG - Ciências Aplicadas à Saúde/REJ JATAÍ 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro IFQC-CAT - UNID. ACAD. ESP/FISICA E QUIMICA - CAT PPG - Ciências Exatas e Tecnológicas/ RC CATALÃO 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro IFQC-CAT - UNID. ACAD. ESP/FISICA E QUIMICA - CAT PPG(UFG) - Química/RC CATALÃO 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro IFQC-CAT - UNID. ACAD. ESP/FISICA E QUIMICA - CAT PPG(UFGD,UEG E UFG) - Química/RC CATALÃO 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro IGEO-CAT - UNID. ACAD. ESP/GEOGRAFIA - CATALAO PPG - Geografia/RC CATALÃO 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro ILELI-CAT - UNID. ACAD. ESP/LETRAS E LINGUISTICA C PPG - Estudos da Linguagem/RC CATALÃO 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro IMTEC-CAT - UNID. ACAD. ESP/MATEMATICA E TECNOLOGI PPG - Modelagem e Otimização/RC CATALÃO 55/2017 Professor Visitante/Estrangeiro INHCS-CAT - UNID.ACAD.ESP/HIST. E CIENCIAS SOCIAIS PPG - História/RC CATALÃO 54/2017 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Matemática GOIÂNIA 54/2017 Professor efetivo EECA - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL Estruturas/Subárea: Mecânica das Estruturas GOIÂNIA 54/2017 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Angiologia e Cirurgia Vascular GOIÂNIA 54/2017 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Cirurgia Geral e/ou Cirurgia do Aparelho Digestivo GOIÂNIA 54/2017 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Cirurgia Plástica GOIÂNIA 54/2017 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Neurocirurgia GOIÂNIA 46/2017 Professor substituto CIBIO-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS BIOLOGICAS-JA Fisiologia animal, humana e comparada JATAÍ 46/2017 Professor substituto CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Educação Física, Esporte e Estágio JATAÍ 46/2017 Professor substituto CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Educação Física, Saúde e Estágio JATAÍ 46/2017 Professor substituto CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Estágio, Expressão Corporal e Dança JATAÍ 46/2017 Professor substituto CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Farmacologia JATAÍ 43/2017 Professor substituto CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Departamento de Geografia/ Geografia GOIÂNIA 43/2017 Professor substituto EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Composição Musical e Linguagens Musicais GOIÂNIA 43/2017 Professor substituto EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Guitarra, Ensino Coletivo de Violão e Prática de Conjunto GOIÂNIA 43/2017 Professor substituto EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Bovinocultura de Leite GOIÂNIA 43/2017 Professor substituto EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Forragicultura e Pastagens GOIÂNIA 43/2017 Professor substituto EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Suinocultura GOIÂNIA 43/2017 Professor substituto EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Técnica Operatória e Cirurgia de Grandes Animais GOIÂNIA 43/2017 Professor substituto FM - FACULDADE DE MEDICINA Pneumologia GOIÂNIA 43/2017 Professor substituto ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Ensino de Ciências e Biologia e Estágio Curricular Supervisionado GOIÂNIA 43/2017 Professor substituto CIAGRA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS AGRARIAS-JATA Medicina Veterinária Preventiva JATAÍ 43/2017 Professor substituto CIBIO-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS BIOLOGICAS-JA Ensino de Biologia e Estágio Curricular Supervisionado JATAÍ 43/2017 Professor substituto CIEXA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS EXATAS - JATA Estrutura de Dados e Arquitetura de de Computadores JATAÍ 43/2017 Professor substituto CH-GOIAS - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS HUMANAS - GOI Ensino de Física GOIÁS 43/2017 Professor substituto CH-GOIAS - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS HUMANAS - GOI Filosofia Geral e Filosofia da Educação GOIÁS 43/2017 Professor substituto INHCS-CAT - UNID.ACAD.ESP/HIST. E CIENCIAS SOCIAIS Sociologia CATALÃO 32/02017 Professor substituto FEN - FACULDADE DE ENFERMAGEM Assistência de Enfermagem ao Paciente Crítico GOIÂNIA 32/02017 Professor substituto FEN - FACULDADE DE ENFERMAGEM Enfermagem Cirúrgica GOIÂNIA 32/02017 Professor substituto FEN - FACULDADE DE ENFERMAGEM Enfermagem Pediátrica e Neonatológica GOIÂNIA 32/02017 Professor substituto FEN - FACULDADE DE ENFERMAGEM Enfermagem Psiquiátrica GOIÂNIA 32/02017 Professor substituto FIC - FACULDADE DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Sistemas de Informação e Decisão I e II, Segurança de Informação e Proteção do Conhecimento, Gerência de Sistemas de Informação GOIÂNIA 32/02017 Professor substituto IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Geografia Humana GOIÂNIA 32/02017 Professor substituto IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Matemática/ Estatística GOIÂNIA 32/02017 Professor substituto CEGEN - UAE - DE GESTÃO DE NEGÓCIOS - CATALÃO Administração Geral CATALÃO 27/2017 Professor substituto EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Bateria, Prática de Conjunto e Música de Câmara GOIÂNIA 27/2017 Professor substituto FF - FACULDADE DE FARMÁCIA Hematologia Clínica e Líquidos Corporais GOIÂNIA 27/2017 Professor substituto FH - FACULDADE DE HISTÓRIA História do Brasil GOIÂNIA 27/2017 Professor substituto FM - FACULDADE DE MEDICINA Medicina Interna e Geriatria GOIÂNIA 27/2017 Professor substituto FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Odontologia Coletiva e Estágios em Odontologia Coletiva GOIÂNIA 27/2017 Professor substituto FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Odontologia Coletiva e Estágios em Odontologia Coletiva GOIÂNIA 27/2017 Professor substituto UAEREJ_CHL - UAE REJ CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS Língua Inglesa JATAÍ 27/2017 Professor substituto UAEREJ_CHL - UAE REJ CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS Psicologia do Trabalho e das Organizações JATAÍ 27/2017 Professor substituto UAEREJ_CSA - UAE REJ CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS Direito JATAÍ 27/2017 Professor substituto IBIOTEC-CA - UNID. ACAD. ESP/BIOTECNOLOGIA - CATALA Enfermagem/ Estágio Curricular Obrigatório em Enfermagem CATALÃO 27/2017 Professor substituto IBIOTEC-CA - UNID. ACAD. ESP/BIOTECNOLOGIA - CATALA Saúde Coletiva CATALÃO 27/2017 Professor substituto CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Hidroterapia, Ergonomia , Fisioterapia Dermatofuncional, Fisioterapia Geral e Estágio Supervisionado JATAÍ 27/2017 Professor substituto IMTEC-CAT - UNID. ACAD. ESP/MATEMATICA E TECNOLOGI Matemática CATALÃO 21/2017 Professor substituto EA - ESCOLA DE AGRONOMIA Desenho Técnico e Construções Rurais GOIÂNIA 21/2017 Professor substituto EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Bateria, Prática de Conjunto e Música de Câmara GOIÂNIA 21/2017 Professor substituto EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Harmonia Funcional Aplicada, Prática de Harmonia e Conjunto Musical MPB GOIÂNIA 21/2017 Professor substituto EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Clínica Cirúrgica de Pequenos Animais GOIÂNIA 21/2017 Professor substituto EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Doenças Parasitárias dos Animais GOIÂNIA 21/2017 Professor substituto EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Toxicologia e Práticas Hospitalares GOIÂNIA 21/2017 Professor substituto FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Museologia GOIÂNIA 21/2017 Professor substituto FL - FACULDADE DE LETRAS Espanhol GOIÂNIA 21/2017 Professor substituto FM - FACULDADE DE MEDICINA Cirurgia Geral e Aparelho Digestivo GOIÂNIA 21/2017 Professor substituto FM - FACULDADE DE MEDICINA Medicina Interna e Geriatria GOIÂNIA 21/2017 Professor substituto FM - FACULDADE DE MEDICINA Neurocirurgia GOIÂNIA 21/2017 Professor substituto FANUT - FACULDADE DE NUTRIÇÃO Alimentação Coletiva GOIÂNIA 21/2017 Professor substituto FANUT - FACULDADE DE NUTRIÇÃO Alimentos e Nutrição Básica GOIÂNIA 21/2017 Professor substituto FANUT - FACULDADE DE NUTRIÇÃO Nutrição em Saúde Pública GOIÂNIA 21/2017 Professor substituto IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Patologia Geral GOIÂNIA 21/2017 Professor substituto UAEREJ_CHL - UAE REJ CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS Psicologia da Saúde JATAÍ 21/2017 Professor substituto UAEREJ_CHL - UAE REJ CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS Psicologia do Trabalho e das Organizações JATAÍ 21/2017 Professor substituto IBIOTEC-CA - UNID. ACAD. ESP/BIOTECNOLOGIA - CATALA Gerenciamento e Gestão em Enfermagem CATALÃO 21/2017 Professor substituto CIAGRA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS AGRARIAS-JATA Solos JATAÍ 21/2017 Professor substituto CIBIO-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS BIOLOGICAS-JA Anatomia Humana e Comparada JATAÍ 21/2017 Professor substituto CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Medicina da Família e Comunidade JATAÍ 21/2017 Professor substituto CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Parasitologia JATAÍ 21/2017 Professor substituto CIEXA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS EXATAS - JATA Sistemas Operacionais e Arquitetura de Computadores JATAÍ 21/2017 Professor substituto IFQC-CAT - UNID. ACAD. ESP/FISICA E QUIMICA - CAT Física Geral CATALÃO 18/2017 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Educação Física GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Matemática GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA Meteorologia e Climatologia Agrícola e Florestal GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo EECA - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL Construção Civil/Subárea: Processos Construtivos e Materiais e Componentes de Construção GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo EECA - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL Estruturas/Subárea: Mecânica das Estruturas GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo EECA - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL Geomática/Subárea: Topografia e Geodésia, Sistema de Informação Geográfica (SIG) e Sensoriamento Remoto GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo EECA - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL Hidrologia e Recursos Hídricos GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Direção de Arte: Desenho, Plástica e Representação Gráfica GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Cirurgia de Pequenos Animais GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Doenças Parasitárias dos Animais GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Toxicologia Veterinária GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Contabilidade Gerencial GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo FCT - FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA Engenharia de Materiais APARECIDA DE GOIANIA 18/2017 Professor efetivo FCT - FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA Geologia Estrutural APARECIDA DE GOIANIA 18/2017 Professor efetivo FCT - FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA Logística APARECIDA DE GOIANIA 18/2017 Professor efetivo FCT - FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA Logística APARECIDA DE GOIANIA 18/2017 Professor efetivo FCT - FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA Planejamento e Controle da Produção APARECIDA DE GOIANIA 18/2017 Professor efetivo FCT - FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA Portos e Vias Navegáveis APARECIDA DE GOIANIA 18/2017 Professor efetivo FEN - FACULDADE DE ENFERMAGEM Administração em Enfermagem GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo FEN - FACULDADE DE ENFERMAGEM Enfermagem em Saúde Coletiva GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo FEN - FACULDADE DE ENFERMAGEM Enfermagem na Saúde do Adulto e do Idoso GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo FEN - FACULDADE DE ENFERMAGEM Enfermagem Pediátrica GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo FH - FACULDADE DE HISTÓRIA História Moderna e Contemporânea GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Fundamentos Filosóficos e Sócio-Históricos da Educação e Políticas Educacionais do Brasil GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Libras e Linguística GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Ginecologia e Obstetrícia GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Ortopedia e Traumatologia GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Pediatria Geral GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Pediatria Geral e Medicina do Adolescente GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo FANUT - FACULDADE DE NUTRIÇÃO Alimentação Coletiva GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Dentística GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Endodontia GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Botânica Criptogâmica GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Ecologia GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo IF - INSTITUTO DE FÍSICA Física Médica GOIÂNIA 18/2017 Professor efetivo FENG - UAE - DE ENGENHARIA - CATALÃO Engenharia Mecânica CATALÃO 18/2017 Professor efetivo UAEREJ_GEO - UAE REJ ESTUDOS GEOGRÁFICOS Geografia Física JATAÍ 18/2017 Professor efetivo IBIOTEC-CA - UNID. ACAD. ESP/BIOTECNOLOGIA - CATALA Ciências Biológicas/Zoologia de Vertebrados/Anatomia Animal Comparada/Biogeografia CATALÃO 18/2017 Professor efetivo CIAGRA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS AGRARIAS-JATA Solos JATAÍ 18/2017 Professor efetivo CIBIO-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS BIOLOGICAS-JA Anatomia Humana e Comparada JATAÍ 18/2017 Professor efetivo CIBIO-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS BIOLOGICAS-JA Zoologia JATAÍ 18/2017 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Clínica Médica JATAÍ 18/2017 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Imagenologia JATAÍ 18/2017 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Imagenologia JATAÍ 18/2017 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Medicina da Criança e do Adolescente JATAÍ 18/2017 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Medicina da Criança e do Adolescente JATAÍ 18/2017 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Medicina da Família e Comunidade JATAÍ 18/2017 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Psiquiatria JATAÍ 18/2017 Professor efetivo CSA-GOIAS - UNID.ACAD.ESP/CIENC SOCIAIS APLIC-GOIA Direito Administrativo, Financeiro e Tributário GOIÁS 17/2017 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Microbiologia Aplicada, Doenças Infecciosas e Diagnóstico Molecular aplicados à Medicina Veterinária GOIÂNIA 17/2017 Professor efetivo FF - FACULDADE DE FARMÁCIA Fármacos e Medicamentos GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Artes Cênicas GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Departamento de Educação Infantil/ Pedagogia GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Departamento de História/ História GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Departamento de Língua Estrangeira - Inglês/ Inglês GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Departamento de Matemática/ Matemática GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Departamento de Pedagogia/ Pedagogia GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto EA - ESCOLA DE AGRONOMIA Fitopatologia GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto EECA - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL Ciências Ambientais GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Musicoterapia GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Regência e Canto GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Contabilidade Geral GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Fotografia e Vídeo GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Observação, Investigação e Linguagem GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto FD - FACULDADE DE DIREITO Direito Penal GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Didática/ Estágio GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto FEFD - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FISICA E DANÇA Ginástica e Educação Física Escolar GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto FEFD - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FISICA E DANÇA Processos de Formação em Dança: Técnica, Criação e Prática na Escola GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto FM - FACULDADE DE MEDICINA Cirurgia Geral e Aparelho Digestivo GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto FM - FACULDADE DE MEDICINA Medicina Interna e Geriatria GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto FM - FACULDADE DE MEDICINA Módulo Clínica Médica, Anestesiologia e Dor e Módulo de Emergências e Traumas GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto FM - FACULDADE DE MEDICINA Neurocirurgia GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Anatomia e Escultura Dental, Pré - clínica I e II, Área de Oclusão nas disciplinas: Clínica de Atenção Básica I e II, Estágio em Clínica Integrada I e II GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Odontopediatria/ Pré-clínica Infantil, Clínica Infantil I e II GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Fisiologia Vegetal GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Microbiologia GOIÂNIA 11/2017 Professor substituto FENG - UAE - DE ENGENHARIA - CATALÃO Engenharia de Minas/ Processamento Mineral CATALÃO 11/2017 Professor substituto UAEREJ_CHL - UAE REJ CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS Letras Inglês JATAÍ 11/2017 Professor substituto UAEREJ_CHL - UAE REJ CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS Linguística e Formação de Professores de Língua Portuguesa JATAÍ 11/2017 Professor substituto UAEREJ_CHL - UAE REJ CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS Psicologia do Trabalho e das Organizações JATAÍ 11/2017 Professor substituto UAEREJ_CHL - UAE REJ CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS Teoria Literária e Literatura Brasileira JATAÍ 11/2017 Professor substituto IBIOTEC-CA - UNID. ACAD. ESP/BIOTECNOLOGIA - CATALA Educação Física, Saúde e Esporte CATALÃO 11/2017 Professor substituto CIAGRA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS AGRARIAS-JATA Economia e Administração Rural JATAÍ 11/2017 Professor substituto CIBIO-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS BIOLOGICAS-JA Anatomia Humana e Comparada JATAÍ 11/2017 Professor substituto CIBIO-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS BIOLOGICAS-JA Anatomia Vegetal JATAÍ 11/2017 Professor substituto CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Bioquímica Clínica, Líquidos Corporais e Estágio Supervisionado em Análises Clínicas JATAÍ 11/2017 Professor substituto CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Diagnóstico Molecular, Biologia Celular e Molecular, Genética e Estágio Supervisionado em Análises Clínicas JATAÍ 11/2017 Professor substituto INHCS-CAT - UNID.ACAD.ESP/HIST. E CIENCIAS SOCIAIS Ensino de História CATALÃO 1/2017 Professor substituto CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Economia / Introdução à Economia, Economia Industrial, Engenharia Econômica e Fundamentos de Contabilidade APARECIDA DE GOIANIA 1/2017 Professor substituto CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Departamento de Educação Física / Educação Física GOIÂNIA 1/2017 Professor substituto EA - ESCOLA DE AGRONOMIA Desenvolvimento Rural / Sociologia Rural e Políticas de Desenvolvimento GOIÂNIA 1/2017 Professor substituto EA - ESCOLA DE AGRONOMIA Horticultura / Paisagismo e Floricultura GOIÂNIA 1/2017 Professor substituto EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Pedagogia do Teatro e Teorias do Espetáculo GOIÂNIA 1/2017 Professor substituto EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Bovinocultura de Corte GOIÂNIA 1/2017 Professor substituto FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Economia Geral GOIÂNIA 1/2017 Professor substituto FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Relações Internacionais GOIÂNIA 1/2017 Professor substituto FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Sociologia GOIÂNIA 1/2017 Professor substituto FIC - FACULDADE DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Comunicação, Design e Tecnologia GOIÂNIA 1/2017 Professor substituto FIC - FACULDADE DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Organização e Representação da Informação GOIÂNIA 1/2017 Professor substituto FIC - FACULDADE DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Teorias da Comunicação e Mídias Digitais GOIÂNIA 1/2017 Professor substituto FL - FACULDADE DE LETRAS LIBRAS GOIÂNIA 1/2017 Professor substituto FL - FACULDADE DE LETRAS Línguas Indígenas e Bilinguismo GOIÂNIA 1/2017 Professor substituto FM - FACULDADE DE MEDICINA Ginecologia e Obstetrícia GOIÂNIA 1/2017 Professor substituto FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Prótese Dentária I e II, Estágio em Clínica Integrada, Práticas Integradas em Reabilitação Bucal I e II GOIÂNIA 1/2017 Professor substituto INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Ciências da Computação/INF GOIÂNIA 1/2017 Professor substituto IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Dermatologia GOIÂNIA 1/2017 Professor substituto IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Saúde Coletiva GOIÂNIA 1/2017 Professor substituto IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Química Orgânica GOIÂNIA 1/2017 Professor substituto FENG - UAE - DE ENGENHARIA - CATALÃO Engenharia de Minas / Processamento Mineral CATALÃO 1/2017 Professor substituto FENG - UAE - DE ENGENHARIA - CATALÃO Engenharia de Produção CATALÃO 1/2017 Professor substituto UAEREJ_CHL - UAE REJ CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS Linguística e Formação de Professores de Língua Portuguesa JATAÍ 1/2017 Professor substituto IBIOTEC-CA - UNID. ACAD. ESP/BIOTECNOLOGIA - CATALA Ciências da Computação/IBIOTEC CATALÃO 1/2017 Professor substituto IBIOTEC-CA - UNID. ACAD. ESP/BIOTECNOLOGIA - CATALA Enfermagem CATALÃO 1/2017 Professor substituto IBIOTEC-CA - UNID. ACAD. ESP/BIOTECNOLOGIA - CATALA Nutrição CATALÃO 1/2017 Professor substituto CIAGRA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS AGRARIAS-JATA Clínica de Grandes Animais e Semiologia Veterinária JATAÍ 1/2017 Professor substituto CIBIO-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS BIOLOGICAS-JA Bioquímica de Biomoléculas e Metabolismo Celular JATAÍ 1/2017 Professor substituto CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Enfermagem Geral JATAÍ 1/2017 Professor substituto CH-GOIAS - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS HUMANAS - GOI Serviço Social GOIÁS 1/2017 Professor substituto IMTEC-CAT - UNID. ACAD. ESP/MATEMATICA E TECNOLOGI Matemática CATALÃO 61/2016 Professor substituto FL - FACULDADE DE LETRAS Línguas Indíginas e Bilinguismo GOIÂNIA 61/2016 Professor substituto FENG - UAE - DE ENGENHARIA - CATALÃO Planejamento e Infraestrutura de Transportes e Desenho Técnico CATALÃO 61/2016 Professor substituto UAEREJ_CHL - UAE REJ CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS Práticas de Ensino de História JATAÍ 61/2016 Professor substituto UAEREJ_GEO - UAE REJ ESTUDOS GEOGRÁFICOS Geografia Humana JATAÍ 61/2016 Professor substituto IBIOTEC-CA - UNID. ACAD. ESP/BIOTECNOLOGIA - CATALA Enfermagem CATALÃO 61/2016 Professor substituto CIAGRA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS AGRARIAS-JATA Clínica de Grandes Animais e Semiologia Veterinária JATAÍ 61/2016 Professor substituto CIEXA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS EXATAS - JATA Ensino de Química e Química Geral JATAÍ 61/2016 Professor substituto IFQC-CAT - UNID. ACAD. ESP/FISICA E QUIMICA - CAT Química Geral e Orgânica CATALÃO 61/2016 Professor substituto IGEO-CAT - UNID. ACAD. ESP/GEOGRAFIA - CATALAO Geografia Física CATALÃO 61/2016 Professor substituto ILELI-CAT - UNID. ACAD. ESP/LETRAS E LINGUISTICA C LIBRAS CATALÃO 51/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Economia dos Transportes APARECIDA DE GOIANIA 51/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Infraestrutura de Transporte APARECIDA DE GOIANIA 51/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Logística APARECIDA DE GOIANIA 51/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Portos e Vias Navegáveis APARECIDA DE GOIANIA 51/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Portos e Vias Navegáveis APARECIDA DE GOIANIA 51/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Sistemas Inteligentes de Transportes APARECIDA DE GOIANIA 51/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Transporte Ferroviário APARECIDA DE GOIANIA 51/2016 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Língua Portuguesa GOIÂNIA 51/2016 Professor efetivo EECA - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL Estruturas/Subárea: Mecânica das Estruturas GOIÂNIA 51/2016 Professor efetivo EECA - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL Geomática/Subárea: Topografia, Sistema de Informação Geográfica (SIG) e Gestão Ambiental GOIÂNIA 51/2016 Professor efetivo EECA - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL Hidrologia e Recursos Hídricos GOIÂNIA 51/2016 Professor efetivo EMC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA, MECÂNICA E DE COMPUTAÇÃO Engenharia Elétrica GOIÂNIA 51/2016 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Gestão de Pessoas GOIÂNIA 51/2016 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Gestão de Pessoas GOIÂNIA 51/2016 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Antropologia GOIÂNIA 51/2016 Professor efetivo FEFD - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FISICA E DANÇA Handebol GOIÂNIA 51/2016 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Fundamentos Filosóficos e Sociohistóricos da Educação e Políticas Educacionais do Brasil GOIÂNIA 51/2016 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Libras e Tradução GOIÂNIA 51/2016 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Angiologia e Cirurgia Vascular GOIÂNIA 51/2016 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Angiologia e Cirurgia Vascular GOIÂNIA 51/2016 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Emergências Clínicas/Clínica Médica GOIÂNIA 51/2016 Professor efetivo FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Odontologia Coletiva e Estágios em Odontologia Coletiva GOIÂNIA 51/2016 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Astronomia GOIÂNIA 51/2016 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Educação Ambiental e Planejamento Ambiental GOIÂNIA 51/2016 Professor efetivo IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Estatística GOIÂNIA 51/2016 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Biotecnologia GOIÂNIA 51/2016 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Saúde Coletiva GOIÂNIA 51/2016 Professor efetivo UAEREJ_CHL - UAE REJ CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS Letras Clássicas/Filologia JATAÍ 51/2016 Professor efetivo CIAGRA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS AGRARIAS-JATA Tecnologia de Produtos Florestais JATAÍ 51/2016 Professor efetivo FAE-CAT - UNID. ACAD. ESP./EDUCAÇÃO - CATALÃO Filosofia da Educação CATALÃO 51/2016 Professor efetivo CSA-GOIAS - UNID.ACAD.ESP/CIENC SOCIAIS APLIC-GOIA Administração Geral - Dedicação Exclusiva GOIÁS 51/2016 Professor efetivo CSA-GOIAS - UNID.ACAD.ESP/CIENC SOCIAIS APLIC-GOIA Administração Geral - 20 horas GOIÁS 48/2016 Professor substituto CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Departamento de Educação Infantil/ Pedagogia GOIÂNIA 48/2016 Professor substituto CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Departamento de Pedagogia/ Ciências GOIÂNIA 48/2016 Professor substituto CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Educação Física GOIÂNIA 48/2016 Professor substituto EECA - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL Hidráulica e Saneamento/ Fenômenos de Transporte, Mecânica dos Fluidos, Hidráulica, Hidrologia e Ciências Ambientais GOIÂNIA 48/2016 Professor substituto EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Cenografia e Direção de Arte GOIÂNIA 48/2016 Professor substituto EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Estágio, Práticas de Ensino de Música e Piano GOIÂNIA 48/2016 Professor substituto EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Pedagogia do Teatro GOIÂNIA 48/2016 Professor substituto EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Técnicas de Bilogia Celular e Molecular Aplicadas à Medicina Veterinária GOIÂNIA 48/2016 Professor substituto FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Modelagem de Vestuário e Gestão de Processos Produtivos/ Iniciação à Modelagem, Modelagem I, Modelagem II, Modelagem III e Gestão de Processos Produtivos GOIÂNIA 48/2016 Professor substituto FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Teoria, História e Projeto de Arquitetura GOIÂNIA 48/2016 Professor substituto FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Odontopediatria/ Pré-Clínica Infantil, Clínica Infantil I e II GOIÂNIA 48/2016 Professor substituto IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Ensino de Geografia GOIÂNIA 48/2016 Professor substituto IF - INSTITUTO DE FÍSICA Física Geral GOIÂNIA 48/2016 Professor substituto FENG - UAE - DE ENGENHARIA - CATALÃO Planejamento e Infraestrutura de Transportes e Desenho Técnico CATALÃO 48/2016 Professor substituto IBIOTEC-CA - UNID. ACAD. ESP/BIOTECNOLOGIA - CATALA Ciências Biológicas/ Zoologia de Vertebrados, Anatomia Animal Comparada e Evolução CATALÃO 48/2016 Professor substituto IBIOTEC-CA - UNID. ACAD. ESP/BIOTECNOLOGIA - CATALA Enfermagem Geral CATALÃO 48/2016 Professor substituto IBIOTEC-CA - UNID. ACAD. ESP/BIOTECNOLOGIA - CATALA Psicologia CATALÃO 48/2016 Professor substituto CIAGRA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS AGRARIAS-JATA Clínica de Grandes Animais e Semiologia Veterinária JATAÍ 48/2016 Professor substituto CIBIO-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS BIOLOGICAS-JA Zoologia (Ênfase em Vertebrados) e Ecologia JATAÍ 48/2016 Professor substituto CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Medicina/ Imunologia JATAÍ 48/2016 Professor substituto CH-GOIAS - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS HUMANAS - GOI Filosofia Moderna e Ensino de Filosofia GOIÁS 48/2016 Professor substituto FAE-CAT - UNID. ACAD. ESP./EDUCAÇÃO - CATALÃO Ciência da Natureza CATALÃO 48/2016 Professor substituto ILELI-CAT - UNID. ACAD. ESP/LETRAS E LINGUISTICA C LIBRAS CATALÃO 39/2016 Professor substituto CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Geologia/ Desenho Técnico APARECIDA DE GOIANIA 39/2016 Professor substituto CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Pedagogia GOIÂNIA 39/2016 Professor substituto EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Contrabaixo Acústico, Prática de Conjunto, Literatura e Repertório GOIÂNIA 39/2016 Professor substituto EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Forragicultura GOIÂNIA 39/2016 Professor substituto FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Administração Geral GOIÂNIA 39/2016 Professor substituto FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Contabilidade Pública e Geral GOIÂNIA 39/2016 Professor substituto FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Avaliação Psicológica/ Psíco-diagnóstico GOIÂNIA 39/2016 Professor substituto FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Fundamento e Metodologia da Língua Portuguesa na Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental GOIÂNIA 39/2016 Professor substituto FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia da Educação GOIÂNIA 39/2016 Professor substituto FEFD - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FISICA E DANÇA Educação Física GOIÂNIA 39/2016 Professor substituto FM - FACULDADE DE MEDICINA Clínica Médica - Cardiologia GOIÂNIA 39/2016 Professor substituto FM - FACULDADE DE MEDICINA Clínica Médica - Especialidade Endocrinologia GOIÂNIA 39/2016 Professor substituto FM - FACULDADE DE MEDICINA Semiologia Médica GOIÂNIA 39/2016 Professor substituto IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Ensino de Geografia GOIÂNIA 39/2016 Professor substituto IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Matemática/Estatística GOIÂNIA 39/2016 Professor substituto IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Saúde Coletiva GOIÂNIA 39/2016 Professor substituto CIAGRA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS AGRARIAS-JATA Tecnologia de Produtos Florestais JATAÍ 39/2016 Professor substituto CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Clínica Médica JATAÍ 39/2016 Professor substituto IMTEC-CAT - UNID. ACAD. ESP/MATEMATICA E TECNOLOGI Matemática CATALÃO 39/2016 Professor substituto CSA-GOIAS - UNID.ACAD.ESP/CIENC SOCIAIS APLIC-GOIA Administração Geral - CSA GOIÁS 39/2016 Professor substituto CSA-GOIAS - UNID.ACAD.ESP/CIENC SOCIAIS APLIC-GOIA Fundamentos do Serviço Social/ Estágio Supervisionado GOIÁS 39/2016 Professor substituto CSA-GOIAS - UNID.ACAD.ESP/CIENC SOCIAIS APLIC-GOIA Metodologia da Pesquisa e Metodologia da Extensão GOIÁS 39/2016 Professor substituto CSA-GOIAS - UNID.ACAD.ESP/CIENC SOCIAIS APLIC-GOIA Sociologia GOIÁS 29/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Cristalografia APARECIDA DE GOIANIA 29/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Cristalografia APARECIDA DE GOIANIA 29/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Engenharia de Produção APARECIDA DE GOIANIA 29/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Geologia do Brasil APARECIDA DE GOIANIA 29/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Geologia do Brasil APARECIDA DE GOIANIA 29/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Geologia Econômica APARECIDA DE GOIANIA 29/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Geologia Econômica APARECIDA DE GOIANIA 29/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Geologia Geral APARECIDA DE GOIANIA 29/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Geologia Geral APARECIDA DE GOIANIA 29/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Mineralogia APARECIDA DE GOIANIA 29/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Mineralogia APARECIDA DE GOIANIA 29/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Petrologia Metamórfica APARECIDA DE GOIANIA 29/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Projeto de Rodovias APARECIDA DE GOIANIA 29/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Prospecção APARECIDA DE GOIANIA 29/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Prospecção APARECIDA DE GOIANIA 29/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Regulação em Transportes APARECIDA DE GOIANIA 29/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Transporte Ferroviário APARECIDA DE GOIANIA 29/2016 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Pedagogia GOIÂNIA 29/2016 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA Ciência e Tecnologia de Alimentos GOIÂNIA 29/2016 Professor efetivo EECA - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL Gestão e Engenharia Ambiental GOIÂNIA 29/2016 Professor efetivo EMC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA, MECÂNICA E DE COMPUTAÇÃO Eletrônica GOIÂNIA 29/2016 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Equideocultura GOIÂNIA 29/2016 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Arquitetura e Urbanismo GOIÂNIA 29/2016 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Direito Processual do Trabalho GOIÂNIA 29/2016 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Didática e Estágio em Educação Infantil e Anos Iniciais GOIÂNIA 29/2016 Professor efetivo FEFD - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FISICA E DANÇA Handebol e Jogos e Brincadeiras GOIÂNIA 29/2016 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Leitura, Produção de Texto e Ensino de Língua Portuguesa GOIÂNIA 29/2016 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Libras e Tradução GOIÂNIA 29/2016 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Literaturas de Língua Portuguesa e Ensino de Literatura GOIÂNIA 29/2016 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Cirurgia Geral e Cirurgia do Aparelho Digestivo GOIÂNIA 29/2016 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Clínica Médica GOIÂNIA 29/2016 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Clínica Médica: Medicina de Família e Comunidade e Estágios Supervisionados GOIÂNIA 29/2016 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Saúde Coletiva GOIÂNIA 29/2016 Professor efetivo CIBIO-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS BIOLOGICAS-JA Biologia Celular, Histologia e Embriologia JATAÍ 29/2016 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Hidroterapia, Ergonomia, Fisioterapia Dermatofuncional, Fisioterapia Geral e Estágio Supervisionado JATAÍ 29/2016 Professor efetivo CH-GOIAS - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS HUMANAS - GOI Ciências da Natureza GOIÁS 29/2016 Professor efetivo CH-GOIAS - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS HUMANAS - GOI Pedagogia GOIÁS 29/2016 Professor efetivo CSA-GOIAS - UNID.ACAD.ESP/CIENC SOCIAIS APLIC-GOIA Administração - Processos Operacionais e Logística GOIÁS 17/2016 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Planejamento e Infraestrutura de Transportes APARECIDA DE GOIANIA 17/2016 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Medicina Física e Reabilitação/Fisiatria GOIÂNIA 17/2016 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Medicina Laboratorial (Patologia Clínica) GOIÂNIA 17/2016 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Oncologia Clínica/Clínica Médica GOIÂNIA 17/2016 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Anatomia Topográfica. Sistêmica e Segmentar. e Neuroanatomia Humana GOIÂNIA 17/2016 Professor efetivo IF - INSTITUTO DE FÍSICA Física Experimental GOIÂNIA 17/2016 Professor efetivo CEGEN - UAE - DE GESTÃO DE NEGÓCIOS - CATALÃO Administração Geral CATALÃO 17/2016 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Dermatologia JATAÍ 17/2016 Professor efetivo ILELI-CAT - UNID. ACAD. ESP/LETRAS E LINGUISTICA C Língua Inglesa, Literaturas de Língua Inglesa e Ensino CATALÃO 17/2016 Professor efetivo IMTEC-CAT - UNID. ACAD. ESP/MATEMATICA E TECNOLOGI Ensino de Matemática CATALÃO 17/2016 Professor efetivo CSA-GOIAS - UNID.ACAD.ESP/CIENC SOCIAIS APLIC-GOIA Administração Geral GOIÁS 17/2016 Professor efetivo CSA-GOIAS - UNID.ACAD.ESP/CIENC SOCIAIS APLIC-GOIA Matemática e Estatística Aplicada à Administração GOIÁS 77/2015 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Educação Física GOIÂNIA 77/2015 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Geografia GOIÂNIA 77/2015 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Língua Inglesa GOIÂNIA 77/2015 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA Melhoramento de Plantas GOIÂNIA 77/2015 Professor efetivo EMC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA, MECÂNICA E DE COMPUTAÇÃO Ensaios Mecânicos e Metrologia GOIÂNIA 77/2015 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Viola, Música de Câmara e Prática de Orquestra GOIÂNIA 77/2015 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Forragicultura e Pastagens GOIÂNIA 77/2015 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Tecnologia de Produtos de Origem Animal GOIÂNIA 77/2015 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Design de Moda GOIÂNIA 77/2015 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO História da Educação GOIÂNIA 77/2015 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia Social e Organizacional GOIÂNIA 77/2015 Professor efetivo FIC - FACULDADE DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Imagem, Som e Tecnologia GOIÂNIA 77/2015 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Libras, Linguística e Ensino de Libras GOIÂNIA 77/2015 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Literaturas de Língua Francesa, Língua Francesa e Ensino de Língua Francesa GOIÂNIA 77/2015 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Literaturas de Língua Portuguesa e Ensino de Literatura GOIÂNIA 77/2015 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Clínica Médica GOIÂNIA 77/2015 Professor efetivo FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Endodontia GOIÂNIA 77/2015 Professor efetivo FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Periodontia GOIÂNIA 77/2015 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Farmacologia GOIÂNIA 77/2015 Professor efetivo FENG - UAE - DE ENGENHARIA - CATALÃO Geologia Geral, Pesquisa Mineral, Geologia Estrutural e Processos Formadores de Depósitos Minerais CATALÃO 77/2015 Professor efetivo CIAGRA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS AGRARIAS-JATA Patologia Veterinária JATAÍ 77/2015 Professor efetivo CIBIO-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS BIOLOGICAS-JA Anatomia Humana e Comparada JATAÍ 77/2015 Professor efetivo CIEXA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS EXATAS - JATA Engenharia de Software JATAÍ 77/2015 Professor efetivo CIEXA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS EXATAS - JATA Engenharia de Software JATAÍ 77/2015 Professor efetivo LHS-JATAI - UNID. ACAD. ESP/LETRAS-HUMANAS-SOCIAIS Direito Penal, Sociologia e Sociologia Criminal JATAÍ 77/2015 Professor efetivo CSA-GOIAS - UNID.ACAD.ESP/CIENC SOCIAIS APLIC-GOIA Direito Processual Civil e Prática Processual Civil GOIÁS 77/2015 Professor efetivo CSA-GOIAS - UNID.ACAD.ESP/CIENC SOCIAIS APLIC-GOIA Fundamentos do Direito GOIÁS 63/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Algoritmos e Programação de Computadores (APC), Sistemas de Informações (SI) e Simulação de Sistemas APARECIDA DE GOIANIA 63/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Ciência dos Materiais APARECIDA DE GOIANIA 63/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Economia dos Transportes APARECIDA DE GOIANIA 63/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Economia dos Transportes APARECIDA DE GOIANIA 63/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Engenharia de Tráfego APARECIDA DE GOIANIA 63/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Engenharia de Tráfego APARECIDA DE GOIANIA 63/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Estratigrafia APARECIDA DE GOIANIA 63/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Geologia Estrutural APARECIDA DE GOIANIA 63/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Geotecnia APARECIDA DE GOIANIA 63/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Infraestrutura de Transportes APARECIDA DE GOIANIA 63/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Infraestrutura de Transportes APARECIDA DE GOIANIA 63/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Modelagem de Transporte APARECIDA DE GOIANIA 63/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Sedimentologia APARECIDA DE GOIANIA 63/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Sedimentologia APARECIDA DE GOIANIA 63/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Sedimentologia APARECIDA DE GOIANIA 63/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Simulação de Sistemas, Planejamento e Controle da Produção 1 (PCP 1), Planejamento e Controle da Produção 2 (PCP 2) e Planejamento e Controle da Produção 3 (PCP 3) APARECIDA DE GOIANIA 63/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Transporte Aéreo APARECIDA DE GOIANIA 63/2015 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Geomática/Subárea: Topografia e Geodésia, Sensoriamento Remoto e Sistema de Informação Geográfica (SIG) GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Geotecnia/Subárea: Geossintéticos e Melhoramento de Solos GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Hidráulica e Saneamento GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo EECA - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL Geomática/Subárea: Topografia e Geodésia, Sensoriamento Remoto e Sistema de Informação Geográfica (SIG) GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo EMC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA, MECÂNICA E DE COMPUTAÇÃO Eletrônica GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Doenças Infecciosas dos Animais GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Melhoramento Genético Animal GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Economia Política GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Métodos Quantitativos GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Teoria Econômica GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Ciência Política GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Sociologia GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Fundamentos Filosóficos e Sócio-Históricos da Educação GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo FEFD - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FISICA E DANÇA Pedagogia do Esporte: Ênfase em Voleibol e Handebol GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo FAFIL - FACULDADE DE FILOSOFIA Filosofia Medieval GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo FH - FACULDADE DE HISTÓRIA História do Brasil: Império e República GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo FIC - FACULDADE DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Administração de Unidades de Informação, Serviços e Produtos de Informação GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Libras e Tradução GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Língua Portuguesa como Língua de Relações Interculturais GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Cirurgia Torácica GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Clínica Médica GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Patologia (Patologia Cirúrgica) GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Pediatria GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo FANUT - FACULDADE DE NUTRIÇÃO Nutrição em Saúde Pública GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Biologia Celular, Histologia e Embriologia GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Bioquímica e Biologia Molecular GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Fisiologia Animal e Humana GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Ensino de Geografia GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Planejamento Urbano e Regional GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Sistemas de Informação - DE GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Sistemas de Informação - 20 horas GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Educação Matemática GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Estatística GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Matemática GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Doenças Infecciosas e Parasitárias GOIÂNIA 63/2015 Professor efetivo FENG - UAE - DE ENGENHARIA - CATALÃO Engenharia de Produção - DE CATALÃO 63/2015 Professor efetivo FENG - UAE - DE ENGENHARIA - CATALÃO Engenharia de Produção - 20 horas CATALÃO 63/2015 Professor efetivo CIAGRA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS AGRARIAS-JATA Desenho Técnico, Topografia, Armazenamento de Grãos e Física JATAÍ 63/2015 Professor efetivo CIAGRA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS AGRARIAS-JATA Fitotecnia JATAÍ 63/2015 Professor efetivo CIAGRA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS AGRARIAS-JATA Fruticultura JATAÍ 63/2015 Professor efetivo CIAGRA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS AGRARIAS-JATA Melhoramento Genético Animal JATAÍ 63/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Anatomia Patológica JATAÍ 63/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Anatomia Patológica JATAÍ 63/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Anestesiologia e Dor JATAÍ 63/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Clínica Cirúrgica JATAÍ 63/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Clínica Médica JATAÍ 63/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Enfermagem Fundamental e Especializada JATAÍ 63/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Ginecologia e Obstetrícia JATAÍ 63/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Imagenologia JATAÍ 63/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Imagenologia JATAÍ 63/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Medicina da Família e Comunidade JATAÍ 63/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Medicina da Família e Comunidade JATAÍ 63/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Oftalmologia JATAÍ 63/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Ortopedia e Traumatologia JATAÍ 63/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Otorrinolaringologia JATAÍ 63/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Otorrinolaringologia JATAÍ 63/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Saúde Coletiva e Bioestatística JATAÍ 63/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Saúde do Adulto com ênfase em Anatomia Humana JATAÍ 63/2015 Professor efetivo CIEXA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS EXATAS - JATA Física Geral JATAÍ 63/2015 Professor efetivo CIEXA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS EXATAS - JATA Matemática JATAÍ 63/2015 Professor efetivo CH-GOIAS - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS HUMANAS - GOI Licenciatura em Física GOIÁS 63/2015 Professor efetivo FENAD-CAT - UNID. ACAD. ESP/ENG. E ADM - CATALÃO Engenharia de Produção - DE CATALÃO 63/2015 Professor efetivo FENAD-CAT - UNID. ACAD. ESP/ENG. E ADM - CATALÃO Engenharia de Produção - 20 horas CATALÃO 63/2015 Professor efetivo FENAD-CAT - UNID. ACAD. ESP/ENG. E ADM - CATALÃO Engenharia de Produção - 20 horas CATALÃO 63/2015 Professor efetivo FENAD-CAT - UNID. ACAD. ESP/ENG. E ADM - CATALÃO Estruturas CATALÃO 63/2015 Professor efetivo FENAD-CAT - UNID. ACAD. ESP/ENG. E ADM - CATALÃO Planejamento, Pesquisa Mineral e Projeto de Mineração CATALÃO 63/2015 Professor efetivo IFQC-CAT - UNID. ACAD. ESP/FISICA E QUIMICA - CAT Química Geral e Química Orgânica CATALÃO 63/2015 Professor efetivo LHS-JATAI - UNID. ACAD. ESP/LETRAS-HUMANAS-SOCIAIS Direito Constitucional e Teoria do Direito JATAÍ 63/2015 Professor efetivo LHS-JATAI - UNID. ACAD. ESP/LETRAS-HUMANAS-SOCIAIS Educação Matemática JATAÍ 63/2015 Professor efetivo LHS-JATAI - UNID. ACAD. ESP/LETRAS-HUMANAS-SOCIAIS Psicologia Escolar e Educação JATAÍ 63/2015 Professor efetivo LHS-JATAI - UNID. ACAD. ESP/LETRAS-HUMANAS-SOCIAIS Psicologia Social e Psicanálise JATAÍ 63/2015 Professor efetivo CSA-GOIAS - UNID.ACAD.ESP/CIENC SOCIAIS APLIC-GOIA Administração - Processos Operacionais e Logística GOIÁS 63/2015 Professor efetivo CSA-GOIAS - UNID.ACAD.ESP/CIENC SOCIAIS APLIC-GOIA Projeto, Desenho Técnico e Informática GOIÁS 63/2015 Professor efetivo CSA-GOIAS - UNID.ACAD.ESP/CIENC SOCIAIS APLIC-GOIA Projeto e Conforto Ambiental GOIÁS 63/2015 Professor efetivo CSA-GOIAS - UNID.ACAD.ESP/CIENC SOCIAIS APLIC-GOIA Projeto e Desenho de Observação GOIÁS 63/2015 Professor efetivo CSA-GOIAS - UNID.ACAD.ESP/CIENC SOCIAIS APLIC-GOIA Projeto e Tecnologias da Construção GOIÁS 63/2015 Professor efetivo CSA-GOIAS - UNID.ACAD.ESP/CIENC SOCIAIS APLIC-GOIA Projeto, Teoria e História da Arquitetura GOIÁS 63/2015 Professor efetivo CSA-GOIAS - UNID.ACAD.ESP/CIENC SOCIAIS APLIC-GOIA Sistemas Estruturais em Arquitetura GOIÁS 63/2015 Professor efetivo CSA-GOIAS - UNID.ACAD.ESP/CIENC SOCIAIS APLIC-GOIA Teorias e Projeto da Paisagem Urbana GOIÁS 30/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Energia e Eletricidade para Engenharia de Produção e Automação e Controle APARECIDA DE GOIANIA 30/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Engenharia de Produção APARECIDA DE GOIANIA 30/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Engenharia de Tráfego APARECIDA DE GOIANIA 30/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Geofísica APARECIDA DE GOIANIA 30/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Geologia Geral APARECIDA DE GOIANIA 30/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Infraestrutura de Transportes APARECIDA DE GOIANIA 30/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Introdução à Economia, Economia Industrial e Engenharia Econômica APARECIDA DE GOIANIA 30/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Planejamento e Controle da Produção 1 (PCP1), Planejamento e Controle da Produção 2 (PCP 2) e Planejamento e Controle da Produção 3 (PCP 3) APARECIDA DE GOIANIA 30/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Sedimentologia e Estratigrafia APARECIDA DE GOIANIA 30/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Segurança do Trabalho, Ergonomia e Engenharia do Trabalho e Projeto de Instalações Industriais APARECIDA DE GOIANIA 30/2015 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Topografia e Geodésia APARECIDA DE GOIANIA 30/2015 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA Desenvolvimento Rural/Teoria Econômica GOIÂNIA 30/2015 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA Irrigação e Recursos Hídricos GOIÂNIA 30/2015 Professor efetivo EMC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA, MECÂNICA E DE COMPUTAÇÃO Projeto Mecânico GOIÂNIA 30/2015 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Administração de Operações GOIÂNIA 30/2015 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Administração Pública GOIÂNIA 30/2015 Professor efetivo FAFIL - FACULDADE DE FILOSOFIA Epistemologia Contemporânea GOIÂNIA 30/2015 Professor efetivo FH - FACULDADE DE HISTÓRIA História: Patrimônio Histórico, Memória e Identidade GOIÂNIA 30/2015 Professor efetivo FIC - FACULDADE DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Administração de Unidades de Informação, Serviços e Produtos de Informação GOIÂNIA 30/2015 Professor efetivo FIC - FACULDADE DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Unidades de Informação e os Contextos Social, Cultural e Educacional GOIÂNIA 30/2015 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Libras e Linguística GOIÂNIA 30/2015 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Libras e Tradução GOIÂNIA 30/2015 Professor efetivo FANUT - FACULDADE DE NUTRIÇÃO Nutrição Clínica GOIÂNIA 30/2015 Professor efetivo FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Odontologia Coletiva e Estágios em Odontologia Coletiva GOIÂNIA 30/2015 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Análise e Gestão Ambiental GOIÂNIA 30/2015 Professor efetivo IF - INSTITUTO DE FÍSICA Física Teórica GOIÂNIA 30/2015 Professor efetivo IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Educação Matemática. GOIÂNIA 30/2015 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Fenômenos de Transporte GOIÂNIA 30/2015 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Termodinâmica GOIÂNIA 30/2015 Professor efetivo REGGOIAS - REGIONAL GOIÁS Administração Financeira GOIÁS 30/2015 Professor efetivo REGGOIAS - REGIONAL GOIÁS Economia GOIÁS 30/2015 Professor efetivo IBIOTEC-CA - UNID. ACAD. ESP/BIOTECNOLOGIA - CATALA Teoria da Computação, Análise e Projeto de Algoritmos e Teoria dos Grafos CATALÃO 30/2015 Professor efetivo CIAGRA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS AGRARIAS-JATA Anestesiologia, Farmacologia e Terapêutica Veterinárias JATAÍ 30/2015 Professor efetivo CIAGRA-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS AGRARIAS-JATA Fitotecnia JATAÍ 30/2015 Professor efetivo CIBIO-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS BIOLOGICAS-JA Fisiologia e Anatomia Vegetal JATAÍ 30/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Anatomia Patológica JATAÍ 30/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Anestesiologia e Dor JATAÍ 30/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Cardiologia JATAÍ 30/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Clínica Cirúrgica JATAÍ 30/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Medicina de Família e Comunidade JATAÍ 30/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Medicina Legal e Deontologia Médica JATAÍ 30/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Patologia Geral Humana JATAÍ 30/2015 Professor efetivo CISAU-JAT - UNID. ACAD. ESP/CIENCIAS DA SAUDE-JATA Pediatria JATAÍ 30/2015 Professor efetivo FENAD-CAT - UNID. ACAD. ESP/ENG. E ADM - CATALÃO Lavra CATALÃO 30/2015 Professor efetivo FENAD-CAT - UNID. ACAD. ESP/ENG. E ADM - CATALÃO Planejamento e Controle da Produção CATALÃO 30/2015 Professor efetivo LHS-JATAI - UNID. ACAD. ESP/LETRAS-HUMANAS-SOCIAIS Educação Matemática JATAÍ 7/2015 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA Entomologia GOIÂNIA 7/2015 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Contabilidade Governamental GOIÂNIA 7/2015 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Teoria Econômica GOIÂNIA 7/2015 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Direito Civil e Direito Processual Civil GOIÂNIA 7/2015 Professor efetivo IF - INSTITUTO DE FÍSICA Física Médica GOIÂNIA 7/2015 Professor efetivo REGGOIAS - REGIONAL GOIÁS Matemática e Estatística Aplicada à Administração GOIÁS 7/2015 Professor efetivo REGGOIAS - REGIONAL GOIÁS Projeto e Desenho de Observação GOIÁS 7/2015 Professor efetivo REGJATAI - REGIONAL JATAÍ Filosofia e Fundamentos JATAÍ 75/2014 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Algoritmos e Programação de Computadores (APC), Sistemas de Informações (SI) e Simulação de Sistemas APARECIDA DE GOIANIA 75/2014 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Cristalografia e Mineralogia APARECIDA DE GOIANIA 75/2014 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Desenho Técnico APARECIDA DE GOIANIA 75/2014 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Engenharia de Produção APARECIDA DE GOIANIA 75/2014 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Geologia Geral APARECIDA DE GOIANIA 75/2014 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Introdução à Economia, Economia Industrial e Engenharia Econômica APARECIDA DE GOIANIA 75/2014 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Planejamento e Infraestrutura de Transportes APARECIDA DE GOIANIA 75/2014 Professor efetivo CAG - CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA Topografia APARECIDA DE GOIANIA 75/2014 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA Horticultura GOIÂNIA 75/2014 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA Topografia e Geodésia GOIÂNIA 75/2014 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Artes Visuais - Licenciatura GOIÂNIA 75/2014 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Fisiologia do Exercício e Teoria do Treinamento Esportivo GOIÂNIA 75/2014 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Metodologia do Ensino da Dança e Estágio Curricular GOIÂNIA 75/2014 Professor efetivo FIC - FACULDADE DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Administração de Unidades de Informação, Serviços e Produtos de Informação GOIÂNIA 75/2014 Professor efetivo FIC - FACULDADE DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Administração de Unidades de Informação, Serviços e Produtos de Informação GOIÂNIA 75/2014 Professor efetivo FIC - FACULDADE DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Unidades de Informação e os Contextos Social, Cultural e Educacional GOIÂNIA 75/2014 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Geografia Física GOIÂNIA 75/2014 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Parasitologia Aplicada à Biotecnologia GOIÂNIA 75/2014 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Química Analítica/Subárea: Química Ambiental GOIÂNIA 75/2014 Professor efetivo REGCATALAO - REGIONAL CATALÃO Ensino de Química e Química Geral (Teórica e Experimental) CATALÃO 75/2014 Professor efetivo REGCATALAO - REGIONAL CATALÃO Psicologia da Educação CATALÃO 75/2014 Professor efetivo REGJATAI - REGIONAL JATAÍ Anestesiologia e Farmacologia Veterinárias JATAÍ 75/2014 Professor efetivo REGJATAI - REGIONAL JATAÍ Enfermagem Clínica e Enfermagem em Doenças Infecciosas JATAÍ 75/2014 Professor efetivo REGJATAI - REGIONAL JATAÍ Enfermagem do Adulto com ênfase em Anatomia Humana JATAÍ 75/2014 Professor efetivo REGJATAI - REGIONAL JATAÍ Patologia Veterinária JATAÍ 75/2014 Professor efetivo REGJATAI - REGIONAL JATAÍ Psicologia Clínica e da Saúde JATAÍ 75/2014 Professor efetivo REGJATAI - REGIONAL JATAÍ Teoria da História, Historiografia, Monografia e Técnica de Pesquisa JATAÍ 73/2014 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Biologia Celular e Molecular Aplicadas à Ciência Animal GOIÂNIA 73/2014 Professor efetivo FF - FACULDADE DE FARMÁCIA Fármacos e Medicamentos GOIÂNIA 73/2014 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Ecologia GOIÂNIA 73/2014 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Química GOIÂNIA 65/2014 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Cultura, Currículo e Avaliação CATALÃO 65/2014 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Educação Bilíngue para Surdos, Alfabetização e Formação de Professores CATALÃO 65/2014 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Ensino de Ciências da Natureza em Física CATALÃO 65/2014 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Formação de Professores: Estágio e Metodologia de Ensino CATALÃO 65/2014 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Matemática Industrial CATALÃO 65/2014 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Planejamento e Controle da Produção CATALÃO 65/2014 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Políticas Educacionais CATALÃO 65/2014 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Probabilidade e Estatística CATALÃO 65/2014 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Qualidade e Produto CATALÃO 65/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Psicologia e Processos Clínicos JATAÍ 65/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Química Analítica e Geral JATAÍ 65/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Química Orgânica e Geral JATAÍ 65/2014 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA Conservação e Manejo de Florestas GOIÂNIA 65/2014 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA Desenvolvimento Rural/Teoria Econômica GOIÂNIA 65/2014 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA Tecnologia de Produtos Florestais GOIÂNIA 65/2014 Professor efetivo EMC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA, MECÂNICA E DE COMPUTAÇÃO Materiais e Processos de Fabricação GOIÂNIA 65/2014 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Medicina de Emergência e Terapia Intensiva em Medicina Veterinária GOIÂNIA 65/2014 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Produção de Bovinos de Leite GOIÂNIA 65/2014 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Contabilidade Societária GOIÂNIA 65/2014 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Economia e Métodos Quantitativos GOIÂNIA 65/2014 Professor efetivo FAFIL - FACULDADE DE FILOSOFIA Ética GOIÂNIA 65/2014 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Libras e Ensino de Libras GOIÂNIA 65/2014 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Linguística e Ensino de Português para Surdos e Ouvintes GOIÂNIA 65/2014 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Clínica Médica GOIÂNIA 65/2014 Professor efetivo FANUT - FACULDADE DE NUTRIÇÃO Nutrição em Saúde Pública GOIÂNIA 65/2014 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Botânica GOIÂNIA 65/2014 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Ensino de Ciências e Biologia e Estágio Supervisionado GOIÂNIA 65/2014 Professor efetivo IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Estatística Aplicada GOIÂNIA 65/2014 Professor efetivo IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Matemática GOIÂNIA 65/2014 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Termodinâmica GOIÂNIA 38/2014 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia de Produção CATALÃO 38/2014 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Psicologia da Educação CATALÃO 38/2014 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Agronomia/Extensão Rural GOIÁS 38/2014 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Fundamentos do Serviço Social/Estágio Curricular GOIÁS 38/2014 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Licenciatura em Física GOIÁS 38/2014 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Pedagogia GOIÁS 38/2014 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Projeto, Desenho Técnico e Informática GOIÁS 38/2014 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Projeto e Desenho de Observação GOIÁS 38/2014 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Projeto, Teoria e História da Arquitetura GOIÁS 38/2014 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Projeto, Teoria e História do Urbanismo GOIÁS 38/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Direito Civil, Responsabilidade Civil, Empresarial e Prática Civil JATAÍ 38/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Filosofia Geral e Jurídica, Hermenêutica e Ética Profissional e Jurídica JATAÍ 38/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Imagenologia JATAÍ 38/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Linguística/Linguística Histórica JATAÍ 38/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Matemática JATAÍ 38/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Psicologia Humanista-Existencial-Fenomenológica JATAÍ 38/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Sociologia Geral e Jurídica, Metodologia e História do Pensamento Jurídico JATAÍ 38/2014 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Artes Visuais - Licenciatura GOIÂNIA 38/2014 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Direito Civil e Direito Processual Civil GOIÂNIA 38/2014 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Libras e Linguística GOIÂNIA 38/2014 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Libras e Tradução GOIÂNIA 38/2014 Professor efetivo IF - INSTITUTO DE FÍSICA Engenharia Física GOIÂNIA 38/2014 Professor efetivo IF - INSTITUTO DE FÍSICA Física Experimental GOIÂNIA 38/2014 Professor efetivo IF - INSTITUTO DE FÍSICA Física Médica GOIÂNIA 22/2014 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia de Produção CATALÃO 22/2014 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Estruturas CATALÃO 22/2014 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Formação de Professores: Estágio e Metodologia de Ensino CATALÃO 22/2014 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Administração - Processos Operacionais e Logística GOIÁS 22/2014 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Administração Financeira GOIÁS 22/2014 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Administração Geral GOIÁS 22/2014 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Direito GOIÁS 22/2014 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Economia GOIÁS 22/2014 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Matemática e Estatística Aplicada à Administração GOIÁS 22/2014 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Sociologia GOIÁS 22/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Anatomofisiologia JATAÍ 22/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Bioquímica Clínica e Biologia Molecular JATAÍ 22/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Clínica Cirúrgica JATAÍ 22/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Ensino de Libras JATAÍ 22/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Farmacologia Básica e Aplicada JATAÍ 22/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Genética Médica JATAÍ 22/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Humanidades JATAÍ 22/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Imagenologia JATAÍ 22/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Imunologia Médica JATAÍ 22/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Medicina da Família e Comunidade JATAÍ 22/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Medicina de Urgência/Emergência JATAÍ 22/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Microbiologia Médica JATAÍ 22/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Morfologia JATAÍ 22/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Parasitologia Médica JATAÍ 22/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Patologia Geral, Citopatologia, Histopatologia e Experimentação JATAÍ 22/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Patologia Geral e Clínica em Humanos JATAÍ 22/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Políticas Educacionais JATAÍ 22/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Psicologia Humanista-Existencial-Fenomenológica JATAÍ 22/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Química Analítica e Geral JATAÍ 22/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Química Geral JATAÍ 22/2014 Professor efetivo EMC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA, MECÂNICA E DE COMPUTAÇÃO Materiais e Processos de Fabricação GOIÂNIA 22/2014 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Clínica Médica de Pequenos Animais GOIÂNIA 22/2014 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Medicina de Emergência e Terapia Intensiva em Medicina Veterinária GOIÂNIA 22/2014 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Produção de Bovinos de Corte GOIÂNIA 22/2014 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Produção de Bovinos de Leite GOIÂNIA 22/2014 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Relações Internacionais e Economia Política Internacional GOIÂNIA 22/2014 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Relações Internacionais e Política Externa GOIÂNIA 22/2014 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Relações Internacionais e Segurança Internacional GOIÂNIA 22/2014 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Medicina Legal GOIÂNIA 22/2014 Professor efetivo FEN - FACULDADE DE ENFERMAGEM Enfermagem Médico-Cirúrgica GOIÂNIA 22/2014 Professor efetivo FH - FACULDADE DE HISTÓRIA História do Brasil: Império e República GOIÂNIA 22/2014 Professor efetivo FH - FACULDADE DE HISTÓRIA Teoria e Metodologia da História GOIÂNIA 22/2014 Professor efetivo IF - INSTITUTO DE FÍSICA Engenharia Física GOIÂNIA 22/2014 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Engenharia de Software GOIÂNIA 22/2014 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Fundamentos de Engenharia de Software GOIÂNIA 22/2014 Professor efetivo IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Estatística Aplicada GOIÂNIA 4/2014 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia do Trabalho CATALÃO 4/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Esportes Individuais e Coletivos e Estágio JATAÍ 4/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Histologia e Embriologia JATAÍ 4/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Psicologia e Processos Clínicos JATAÍ 4/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Psicologia Escolar e Educacional JATAÍ 4/2014 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Química Geral, Orgânica e Biomoléculas JATAÍ 4/2014 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Comunicação/Educação Infantil GOIÂNIA 4/2014 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Economia e Métodos Quantitativos GOIÂNIA 4/2014 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Antropologia GOIÂNIA 4/2014 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Direito Civil e Direito Processual Civil GOIÂNIA 4/2014 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Metodologia do Ensino da Dança e Estágio Curricular GOIÂNIA 4/2014 Professor efetivo FIC - FACULDADE DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Biblioteconomia - Organização e Tratamento da Informação GOIÂNIA 4/2014 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Língua Portuguesa: Leitura e Produção de Texto GOIÂNIA 4/2014 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Anatomofisiologia GOIÂNIA 4/2014 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Biodiversidade Animal GOIÂNIA 4/2014 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Ensino de Ciências e Biologia e Estágio Supervisionado GOIÂNIA 4/2014 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Estágio Supervisionado em Análises Clínicas GOIÂNIA 4/2014 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Evolução GOIÂNIA 4/2014 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Bacteriologia Aplicada à Biotecnologia GOIÂNIA 4/2014 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Patologia Geral Aplicada à Biotecnologia GOIÂNIA 4/2014 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Saúde Coletiva GOIÂNIA 4/2014 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Simulação e Controle de Processos GOIÂNIA 91/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Administração Geral CATALÃO 91/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Economia CATALÃO 91/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia do Trabalho CATALÃO 91/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Estruturas CATALÃO 91/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Libras - Língua Brasileira de Sinais CATALÃO 91/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Matemática Industrial CATALÃO 91/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Matemática Industrial CATALÃO 91/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Qualidade e Produto CATALÃO 91/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Enfermagem em Saúde da Mulher JATAÍ 91/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Química Analítica e Geral JATAÍ 91/2013 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Comunicação/Inglês GOIÂNIA 91/2013 Professor efetivo EMC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA, MECÂNICA E DE COMPUTAÇÃO Projeto Mecânico GOIÂNIA 91/2013 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Pedagogia do Teatro GOIÂNIA 91/2013 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Estágio, Políticas Públicas e Trabalho em Saúde, Esporte e Lazer GOIÂNIA 91/2013 Professor efetivo FAFIL - FACULDADE DE FILOSOFIA Ética GOIÂNIA 91/2013 Professor efetivo FANUT - FACULDADE DE NUTRIÇÃO Alimento e Nutrição Básica GOIÂNIA 91/2013 Professor efetivo FANUT - FACULDADE DE NUTRIÇÃO Nutrição em Saúde Pública GOIÂNIA 91/2013 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Genética Humana e Molecular GOIÂNIA 91/2013 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Astronomia GOIÂNIA 91/2013 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Doenças Infecciosas e Parasitárias GOIÂNIA 84/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Geografia Física CATALÃO 84/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Geografia Humana CATALÃO 84/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Geotecnia CATALÃO 84/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Geotecnia CATALÃO 84/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Geotecnia CATALÃO 84/2013 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Biologia (Licenciatura) GOIÁS 84/2013 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Filosofia da Educação GOIÁS 84/2013 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Fundamentos do Serviço Social/Estágio Supervisionado GOIÁS 84/2013 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Letras-Português GOIÁS 84/2013 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Letras-Português/Libras - Professor Intérprete GOIÁS 84/2013 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Matemática (Licenciatura) GOIÁS 84/2013 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Pedagogia GOIÁS 84/2013 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Química (Licenciatura) GOIÁS 84/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Alfabetização e Letramento JATAÍ 84/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Anatomia, Fisiologia e Patologia Funcional JATAÍ 84/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Clínica Cirúrgica JATAÍ 84/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Clínica Médica JATAÍ 84/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Esportes Individuais e Coletivos e Estágio JATAÍ 84/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Esportes Individuais e Coletivos e Estágio JATAÍ 84/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Ginecologia e Obstetrícia JATAÍ 84/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Matemática e Educação Matemática JATAÍ 84/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Medicina da Família e Comunidade JATAÍ 84/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Medicina de Urgência/Emergência JATAÍ 84/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Pediatria JATAÍ 84/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Psicologia Médica e Saúde Mental JATAÍ 84/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Saúde Coletiva e Epidemiologia JATAÍ 84/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Semiologia Médica JATAÍ 84/2013 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA Topografia e Geodésia GOIÂNIA 84/2013 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Educação Musical e Estágio Supervisionado em Música GOIÂNIA 84/2013 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Direito Civil e Direito Processual Civil GOIÂNIA 84/2013 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Direito Público GOIÂNIA 84/2013 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Prática Jurídica GOIÂNIA 84/2013 Professor efetivo FAFIL - FACULDADE DE FILOSOFIA Epistemologia Contemporânea GOIÂNIA 84/2013 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Libras e Ensino de Libras GOIÂNIA 84/2013 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Libras e Ensino de Libras GOIÂNIA 84/2013 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Libras e Linguística GOIÂNIA 84/2013 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Libras e Tradução GOIÂNIA 84/2013 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Linguística e Ensino de Português para Surdos e Ouvintes GOIÂNIA 84/2013 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Linguística e Ensino de Português para Surdos e Ouvintes GOIÂNIA 84/2013 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Literaturas de Língua Portuguesa e Ensino de Literatura GOIÂNIA 84/2013 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Português para Estrangeiros GOIÂNIA 84/2013 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Português para Estrangeiros GOIÂNIA 84/2013 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Teoria da Literatura e Ensino de Literatura GOIÂNIA 84/2013 Professor efetivo IF - INSTITUTO DE FÍSICA Engenharia Física GOIÂNIA 84/2013 Professor efetivo IF - INSTITUTO DE FÍSICA Física Médica GOIÂNIA 84/2013 Professor efetivo IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Matemática e Estatística GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Administração Geral CATALÃO 66/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Educação das Ciências da Natureza CATALÃO 66/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Educação do Campo CATALÃO 66/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Educação e Linguagem CATALÃO 66/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Educação Matemática CATALÃO 66/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Lavra CATALÃO 66/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Didática e Prática de Ensino de História JATAÍ 66/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Química Geral e Físico-Química JATAÍ 66/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Química Geral, Orgânica e Biomoléculas JATAÍ 66/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Química Geral, Orgânica e Biomoléculas JATAÍ 66/2013 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Comunicação/Francês GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA Engenharia de Alimentos GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA Gênese e Mineralogia do Solo GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Estruturas/Subárea: Mecânica das Estruturas GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Estruturas/Subárea: Resistência dos Materiais, Estruturas Metálicas e Estruturas de Madeira GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Estruturas/Subárea: Resistência dos Materiais, Estruturas Metálicas e Estruturas de Madeira GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Hidráulica e Saneamento - DE GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Hidráulica e Saneamento - 20 horas GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Hidráulica e Saneamento - 20 horas GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Saneamento e Recursos Hídricos GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Patologia Clínica Veterinária GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Tecnologia na Fabricação de Rações Animais GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Teoria e Projeto em Design de Ambientes GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Arquitetura da Informação, Mineração de Dados, Gerência de Tecnologias de Informação GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Gestão Documental, Gestão de Documentos Digitais GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Mídias Sociais, Laboratório de Mídias Sociais, Design da Informação GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Sistemas de Informação e Decisão I e II, Segurança de Informação e Proteção do Conhecimento, Gerência de Sistemas de Informação GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo FH - FACULDADE DE HISTÓRIA História da América Colonial GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo FIC - FACULDADE DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Arquitetura da Informação, Mineração de Dados, Gerência de Tecnologias de Informação GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo FIC - FACULDADE DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Sistemas de Informação e Decisão I e II, Segurança de Informação e Proteção do Conhecimento, Gerência de Sistemas de Informação GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Medicina do Adolescente GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Banco de Dados GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Fundamentos de Engenharia de Software - DE GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Fundamentos de Engenharia de Software - 20 horas GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Redes e Sistemas Distribuídos GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Tecnologias de Engenharia de Software - DE GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Tecnologias de Engenharia de Software - 20 horas GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Visão Computacional GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Estatística - DE GOIÂNIA 66/2013 Professor efetivo IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Estatística - 20 horas GOIÂNIA 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Anatomia e Patologia CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO As Políticas de Estado para a Educação Básica no Brasil CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Botânica, Ecologia e Paleontologia CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Didática e Ensino de Geografia CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Enfermagem Fundamental com ênfase em Saúde Coletiva CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia Civil CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Filosofia da Educação CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Física Geral CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Formação de Professores: Estágio e Metodologia de Ensino CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Geodésia, Topografia, Mecânica dos Fluidos e Hidráulica CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Geodésia, Topografia, Mecânica dos Fluidos e Hidráulica CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Geodésia, Topografia, Mecânica dos Fluidos e Hidráulica CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Geoestatística e Estatística CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Geoestatística e Estatística CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO História da Educação CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Língua Inglesa, Literaturas de Língua Inglesa e Ensino CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Linguística, Língua Portuguesa e Ensino CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Matemática CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Probabilidade e Estatística CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Processo de Cuidar em Saúde da Criança/Processo de Cuidar em Saúde do Adolescente com atuação em Estágio Curricular Obrigatório CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Processos Psicossociais, Educação e Saúde CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Química Geral e Química Analítica CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Resistência de Materiais, Mecânica das Rochas, Estabilidade de Taludes, Fundamentos de Mecânica dos Solos, Pilhas de Estéril e Barragens de Rejeitos CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Resistência de Materiais, Mecânica das Rochas, Estabilidade de Taludes, Fundamentos de Mecânica dos Solos, Pilhas de Estéril e Barragens de Rejeitos CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO UTI, Urgência e Emergência CATALÃO 53/2013 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Filosofia Antiga GOIÁS 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Anestesiologia e Farmacologia Veterinárias JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Ciências Florestais JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Ciências Florestais JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Clínica de Equinos e Reprodução Animal JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Direito do Trabalho, Processo do Trabalho e Prática Trabalhista JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Direito do Trabalho, Processo do Trabalho e Prática Trabalhista JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Direito Tributário, Econômico e Administrativo JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Educação Matemática JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Enfermagem e Saúde Coletiva - DE JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Enfermagem e Saúde Coletiva - 20 horas JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Enfermagem e Saúde da Mulher JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Enfermagem em Saúde do Adulto com ênfase em Anatomia JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Enfermagem em Saúde Mental JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Enfermagem Saúde do Adulto e Idoso com ênfase em Assistência de Enfermagem ao Paciente Crítico e Atendimento Pré-Hospitalar JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Enfermagem Saúde do Adulto e Idoso com ênfase em Cirúrgica e Central de Materiais e Esterilização JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Enfermagem Saúde do Adulto e Idoso com ênfase em Cirúrgica e Central de Materiais e Esterilização JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Enfermagem Saúde do Adulto e Idoso com ênfase em Enfermagem Clínica e Doenças Infecciosas JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Ensino de Ciências e Biologia e Estágio Supervisionado JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Esportes Individuais e Coletivos e Estágio JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Estágio Supervisionado e Didática JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Exercício Físico em Condições e Populações Especiais e Estágio JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Filosofia e Fundamentos JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Genética e Biologia Evolutiva JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Geografia Física JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Geografia Humana JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Língua Inglesa e Ensino JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Parasitologia Veterinária e Doenças Parasitárias dos Animais Domésticos JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Pesquisa, Conhecimento e Gestão em Saúde Pública e Estágio relacionado à Educação Física JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Psicologia da Educação JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Psicologia e Processos Clínicos JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Psicologia e Processos Clínicos JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Psicologia e Processos Psicossociais JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Psicologia Escolar e Educacional JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Química Analítica e Geral JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Química Geral e Bioquímica JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Química Inorgânica e Geral JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Sociologia e Fundamentos JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Teoria da Computação JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Teoria da Computação JATAÍ 53/2013 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Ciências Humanas e Filosofia/Filosofia GOIÂNIA 53/2013 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA Sociologia Rural GOIÂNIA 53/2013 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Epidemiologia Veterinária/Sanidade de Suínos GOIÂNIA 53/2013 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Produção de Suínos GOIÂNIA 53/2013 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Contabilidade Gerencial GOIÂNIA 53/2013 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS História da Arte e da Imagem GOIÂNIA 53/2013 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Projeto de Arquitetura e Urbanismo GOIÂNIA 53/2013 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Ciência Política GOIÂNIA 53/2013 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Museologia GOIÂNIA 53/2013 Professor efetivo FF - FACULDADE DE FARMÁCIA Toxicologia GOIÂNIA 53/2013 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Urologia GOIÂNIA 53/2013 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Biotecnologia GOIÂNIA 53/2013 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Química Analítica GOIÂNIA 53/2013 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Química Inorgânica GOIÂNIA 53/2013 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Termodinâmica e Simulação de Processos GOIÂNIA 50/2013 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Direito do Trabalho, Direito Processual Trabalhista e Prática Jurídica Trabalhista GOIÁS 50/2013 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Direito Processual Penal e Pratíca Jurídica Penal GOIÁS 50/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Língua Inglesa JATAÍ 50/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Núcleo de Prática Jurídica-Estágio JATAÍ 50/2013 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Teoria da Literatura e Literatura de Língua Portuguesa JATAÍ 50/2013 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Cirurgia Geral GOIÂNIA 50/2013 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Cirurgia Plástica GOIÂNIA 50/2013 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Cirurgia Torácica GOIÂNIA 50/2013 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Pneumologia GOIÂNIA 50/2013 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Psiquiatria Clínica e Forense GOIÂNIA 50/2013 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Reumatologia GOIÂNIA 50/2013 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Saúde Coletiva GOIÂNIA 86/2012 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Ensino de Ciências e Biologia e Estágio Supervisionado em Ciências e Biologia CATALÃO 86/2012 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Química Analítica e Geral JATAÍ 86/2012 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Química Geral JATAÍ 86/2012 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Química Inorgânica e Geral JATAÍ 86/2012 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Química Orgânica e Geral JATAÍ 86/2012 Professor efetivo EMC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA, MECÂNICA E DE COMPUTAÇÃO Projeto Mecânico GOIÂNIA 86/2012 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Educação Musical e Estágio Supervisionado em Música GOIÂNIA 86/2012 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Trombone e Música de Câmara GOIÂNIA 86/2012 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Contabilidade Gerencial GOIÂNIA 86/2012 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Tectônica e Composição em Arquitetura e Urbanismo GOIÂNIA 86/2012 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Técnica Operatória e Cirurgia Experimental GOIÂNIA 86/2012 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Pedologia e Geomorfologia GOIÂNIA 86/2012 Professor efetivo IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Estatística GOIÂNIA 86/2012 Professor efetivo IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Matemática - Adjunto GOIÂNIA 86/2012 Professor efetivo IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Matemática - Titular GOIÂNIA 86/2012 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Química Inorgânica GOIÂNIA 86/2012 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Termodinâmica e Simulação de Processos GOIÂNIA 77/2012 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Administração Geral CATALÃO 77/2012 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Sociologia CATALÃO 77/2012 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Administração Geral GOIÁS 77/2012 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Contabilidade GOIÁS 77/2012 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Ciência do Solo JATAÍ 77/2012 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Ciências Humanas e Filosofia/Filosofia GOIÂNIA 77/2012 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Economia Política GOIÂNIA 77/2012 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Teoria Econômica GOIÂNIA 77/2012 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Planejamento e Desenho Urbano GOIÂNIA 77/2012 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Relações Internacionais GOIÂNIA 77/2012 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Sociologia GOIÂNIA 77/2012 Professor efetivo FAFIL - FACULDADE DE FILOSOFIA Epistemologia Contemporânea GOIÂNIA 77/2012 Professor efetivo FAFIL - FACULDADE DE FILOSOFIA Ética Geral GOIÂNIA 77/2012 Professor efetivo FAFIL - FACULDADE DE FILOSOFIA Filosofia Antiga/Medieval GOIÂNIA 77/2012 Professor efetivo FAFIL - FACULDADE DE FILOSOFIA Filosofia Política GOIÂNIA 77/2012 Professor efetivo FH - FACULDADE DE HISTÓRIA História: Patrimônio Histórico, Memória e Identidade GOIÂNIA 77/2012 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Clínica Médica GOIÂNIA 77/2012 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Pneumologia GOIÂNIA 77/2012 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Radiologia e Diagnóstico por Imagem/Imagenologia GOIÂNIA 77/2012 Professor efetivo FANUT - FACULDADE DE NUTRIÇÃO Nutrição Clínica GOIÂNIA 57/2012 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Matemática CATALÃO 57/2012 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Conservação do Solo e Topografia JATAÍ 57/2012 Professor efetivo FF - FACULDADE DE FARMÁCIA Química de Produtos Naturais e Sintéticos GOIÂNIA 57/2012 Professor efetivo FF - FACULDADE DE FARMÁCIA Tecnologia e Nanotecnologia Farmacêuticas GOIÂNIA 57/2012 Professor efetivo FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Diagnóstico Integrado das Afecções do Complexo Bucomaxilofacial GOIÂNIA 57/2012 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Anatomia Humana Sistêmica e Segmentar GOIÂNIA 57/2012 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Anatomia Vegetal GOIÂNIA 57/2012 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Ensino de Ciências e Biologia e Estágio Curricular Supervisionado GOIÂNIA 57/2012 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Fisiologia Geral e Humana GOIÂNIA 57/2012 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Histologia, Embriologia e Biologia Celular GOIÂNIA 48/2012 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Psicologia GOIÁS 48/2012 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Saúde do Adulto e Idoso JATAÍ 48/2012 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Flauta Doce e Educação Musical GOIÂNIA 48/2012 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Flauta Doce e Educação Musical GOIÂNIA 48/2012 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Linguagem e Estruturação Musicais e Violão GOIÂNIA 48/2012 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Métodos Quantitativos Aplicados à Contabilidade GOIÂNIA 48/2012 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Métodos Quantitativos Aplicados à Contabilidade GOIÂNIA 48/2012 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Fenômenos de Transporte e Operações Unitárias GOIÂNIA 35/2012 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Arquitetura e Organização de Computadores CATALÃO 35/2012 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Didática, Estágio e Ensino de Geografia JATAÍ 35/2012 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Enfermagem em Saúde da Mulher, Criança e Adolescente JATAÍ 35/2012 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Enfermagem em Saúde da Mulher, Criança e Adolescente JATAÍ 35/2012 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Engenharia da Água e Solo com ênfase em Automação Agrícola GOIÂNIA 35/2012 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia/Psicodiagnóstico e Técnicas de Avaliação Psicológica GOIÂNIA 35/2012 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Metodologia de Ensino e Pesquisa em Basquetebol GOIÂNIA 35/2012 Professor efetivo FANUT - FACULDADE DE NUTRIÇÃO Alimento e Nutrição Básica GOIÂNIA 20/2012 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Psicologia Cognitiva e Comportamental CATALÃO 20/2012 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Metodologia do Ensino da Dança GOIÂNIA 20/2012 Professor efetivo FH - FACULDADE DE HISTÓRIA História da Arte GOIÂNIA 20/2012 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Patologia Geral Aplicada à Biotecnologia GOIÂNIA 5/2012 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Geografia Humana e Ensino de Geografia JATAÍ 5/2012 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Agricultura GOIÂNIA 5/2012 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Economia Rural GOIÂNIA 5/2012 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Engenharia Florestal GOIÂNIA 5/2012 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Hidráulica e Saneamento GOIÂNIA 5/2012 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Hidráulica e Saneamento GOIÂNIA 5/2012 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Hidráulica e Saneamento GOIÂNIA 5/2012 Professor efetivo EEEC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA E DE COMPUTAÇÃO Circuitos Elétricos e Eletrônica GOIÂNIA 5/2012 Professor efetivo EEEC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA E DE COMPUTAÇÃO Teoria de Controle Linear GOIÂNIA 5/2012 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Museologia - Gestão de Museus e Avaliação GOIÂNIA 89/2011 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Ciência da Computação CATALÃO 89/2011 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia Econômica CATALÃO 89/2011 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Ensino de Filosofia e Filosofia da Educação GOIÁS 89/2011 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Fundamentos do Serviço Social e Política Social GOIÁS 89/2011 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Direito Civil, Direito Processual Civil e Direito Empresarial JATAÍ 89/2011 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Direito Penal e Direito Processual Penal JATAÍ 89/2011 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Física Experimental - Subárea: Física da Matéria Condensada JATAÍ 89/2011 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Física Geral JATAÍ 89/2011 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Física Geral e Ensino de Física JATAÍ 89/2011 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Física/Física Geral e Ensino de Física JATAÍ 89/2011 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Fisioterapia Aplicada à Neurologia e Estágio Supervisionado JATAÍ 89/2011 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Fisioterapia Cardiorrespiratória, Unidade de Terapia Intensiva, Estágio Supervisionado e Fisioterapia Geral JATAÍ 89/2011 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Manejo Florestal JATAÍ 89/2011 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Qumíca Analítica e Química Geral JATAÍ 89/2011 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Tecnologia de Produtos Florestais JATAÍ 89/2011 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Topografia GOIÂNIA 89/2011 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Gestão Ambiental GOIÂNIA 89/2011 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Planejamento e Gestão Ambiental GOIÂNIA 89/2011 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Sistemas de Abastecimento e Tratamento de Águas GOIÂNIA 89/2011 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Sistemas de Abastecimento e Tratamento de Águas GOIÂNIA 89/2011 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Sistemas de Abastecimento e Tratamento de Águas GOIÂNIA 89/2011 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Sistemas de Coleta, Transporte e Tratamento de Águas Residuárias GOIÂNIA 89/2011 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Transportes - Subárea: Planejamento e Operação de Transportes GOIÂNIA 89/2011 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Administração Estratégica GOIÂNIA 89/2011 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Administração Geral GOIÂNIA 89/2011 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Contabilidade Ambiental e Social GOIÂNIA 89/2011 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Teoria do Direito GOIÂNIA 89/2011 Professor efetivo FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Urgência/Endodontia GOIÂNIA 89/2011 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Anatomia Humana e Neuroanatomia GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Ciências Políticas CATALÃO 82/2011 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Economia Mineral CATALÃO 82/2011 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO História Moderna e Contemporânea CATALÃO 82/2011 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Lavra CATALÃO 82/2011 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Sociologia CATALÃO 82/2011 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Construções Rurais e Desenho Técnico JATAÍ 82/2011 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Contruções Rurais e Desenho Técnico JATAÍ 82/2011 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Fitotecnia e Sementes JATAÍ 82/2011 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Psicologia Comunitária JATAÍ 82/2011 Professor efetivo EEEC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA E DE COMPUTAÇÃO Materiais e Processos de Fabricação GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo EEEC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA E DE COMPUTAÇÃO Projeto Mecânico GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo EEEC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA E DE COMPUTAÇÃO Termo-Fluido Dinâmica GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Musicoterapia GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Cirurgia de Pequenos Animais GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Equideocultura GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Biblioteconomia - Tratamento da Informação GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Radiojornalismo e Produção Radiofônica GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Redação em Relações Públicas GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo FEN - FACULDADE DE ENFERMAGEM Enfermagem Pediátrica e Neonatológica GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Ciências Ambientais e Saúde GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Ciências Ambientais e Saúde GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Cultura e Humanidades GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Linguística Aplicada à Educação Bilíngue GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Linguística Descritiva GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Literaturas de Língua Francesa, Língua Francesa e Ensino de Língua Francesa GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo IF - INSTITUTO DE FÍSICA Física Geral Experimental GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo IF - INSTITUTO DE FÍSICA Física Geral Teórica GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Sistema Dinâmico GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Dermatologia GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Imunologia Aplicada à Biotecnologia GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Saúde Coletiva - Adjunto - Dedicação Exclusiva GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Saúde Coletiva - Adjunto - 20 horas GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Saúde Coletiva - Assistente GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Saúde Coletiva - Auxiliar GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Ensino de Química GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Espectrometria de Massas GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Modelagem, Simulação e Controle de Processos GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Processos da Indústria Química, Projetos de Processos e Instalações Químicas GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Química Analítica GOIÂNIA 82/2011 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Química Inorgânica GOIÂNIA 69/2011 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Ciências Sociais CATALÃO 69/2011 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Desenvolvimento de Produtos CATALÃO 69/2011 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Desenvolvimento de Produtos CATALÃO 69/2011 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Fisiologia e Biofísica CATALÃO 69/2011 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO História do Brasil CATALÃO 69/2011 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Algoritmos e Programação de Computadores JATAÍ 69/2011 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Estrutura de Dados e Engenharia de Software JATAÍ 69/2011 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Ciências da Natureza e Matemática/Matemática GOIÂNIA 69/2011 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Desenvolvimento Rural GOIÂNIA 69/2011 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Desenvolvimento Rural GOIÂNIA 69/2011 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Ecologia GOIÂNIA 54/2011 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Matemática JATAÍ 54/2011 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Psicologia da Saúde e Hospitalar JATAÍ 54/2011 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Ciências da Natureza/Matemática GOIÂNIA 54/2011 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Ressonância Magnética Nuclear GOIÂNIA 40/2011 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Zoologia de Invertebrados CATALÃO 40/2011 Professor efetivo EV - ESCOLA DE VETERINÁRIA Bioclimatologia, Comportamento e Bem Estar Animal GOIÂNIA 40/2011 Professor efetivo EV - ESCOLA DE VETERINÁRIA Criação de Animais de Companhia GOIÂNIA 40/2011 Professor efetivo EVZ - ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Criação de Animais de Companhia GOIÂNIA 40/2011 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Etnologia Indígena GOIÂNIA 40/2011 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Etnologia Indígena GOIÂNIA 40/2011 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Biomecânica do Movimento e Anatomia Humana GOIÂNIA 40/2011 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Fundamentos Modernos e Contemporâneos da Dança GOIÂNIA 40/2011 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Metodologia do Ensino da Dança e Estágio GOIÂNIA 40/2011 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Processos de Criação e Composição Coreográfica GOIÂNIA 28/2011 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Ciências Humanas e Filosofia/Filosofia GOIÂNIA 28/2011 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Agricultura GOIÂNIA 28/2011 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Fitopatologia GOIÂNIA 28/2011 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Tecnologia de Alimentos GOIÂNIA 28/2011 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Gestão de Pessoas GOIÂNIA 28/2011 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Gestão de Projetos e Processos Organizacionais GOIÂNIA 28/2011 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Gestão de Projetos e Processos Organizacionais GOIÂNIA 28/2011 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Negócios Internacionais e Comércio Exterior GOIÂNIA 28/2011 Professor efetivo FF - FACULDADE DE FARMÁCIA Assistência Farmacêutica e Farmácia Comunitária GOIÂNIA 28/2011 Professor efetivo FF - FACULDADE DE FARMÁCIA Bioquímica Clínica e Semiologia Farmacêutica GOIÂNIA 28/2011 Professor efetivo FF - FACULDADE DE FARMÁCIA Bioquímica Clínica e Semiologia Farmacêutica GOIÂNIA 18/2011 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Logística e Gestão de Cadeia de Suprimento CATALÃO 18/2011 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Biblioteconomia - Tecnologia da Informação GOIÂNIA 18/2011 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Teoria da Imagem e Produção Audiovisual GOIÂNIA 18/2011 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Direito Civil e Empresarial GOIÂNIA 18/2011 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Direito Civil e Empresarial GOIÂNIA 18/2011 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Direito Civil e Empresarial GOIÂNIA 18/2011 Professor efetivo FANUT - FACULDADE DE NUTRIÇÃO Nutrição Clínica GOIÂNIA 7/2011 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Antropologia CATALÃO 7/2011 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Ciências Políticas CATALÃO 7/2011 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Ergonomia e Projeto CATALÃO 7/2011 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Matemática CATALÃO 7/2011 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Matemática CATALÃO 7/2011 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Matemática Aplicada CATALÃO 7/2011 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Matemática Aplicada CATALÃO 7/2011 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Probabilidade e Estatística CATALÃO 7/2011 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Sociologia CATALÃO 7/2011 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Prática e Ensino de Projeto GOIÂNIA 7/2011 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Teorias e Processos da Arte Contemporânea GOIÂNIA 7/2011 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Libras, Linguística e Ensino - Professor Assistente GOIÂNIA 7/2011 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Libras, Linguística e Ensino - Professor Auxiliar GOIÂNIA 7/2011 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Cartografia, Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto GOIÂNIA 7/2011 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Geografia Física GOIÂNIA 79/2010 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Climatologia Agrícola e Recursos Hídricos GOIÂNIA 79/2010 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Engenharia Florestal GOIÂNIA 79/2010 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Horticultura GOIÂNIA 79/2010 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Literatura Brasileira e Ensino de Literatura GOIÂNIA 75/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Fenômenos de Transporte,Hidráulica,Saneamento e Hidrologia CATALÃO 75/2010 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Filosofia Moderna e Contemporânea GOIÁS 75/2010 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Fundamentos da Educação GOIÁS 75/2010 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Radiofotobiologia e Bioquímica JATAÍ 75/2010 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Fitossanidade GOIÂNIA 75/2010 Professor efetivo EEEC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA E DE COMPUTAÇÃO Materiais e Processos de Fabricação GOIÂNIA 75/2010 Professor efetivo EEEC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA E DE COMPUTAÇÃO Projeto Mecânico GOIÂNIA 75/2010 Professor efetivo EEEC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA E DE COMPUTAÇÃO Termo-Fluido Dinâmica GOIÂNIA 75/2010 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Artes Cênicas - Interpretação e Pedagogia Teatral GOIÂNIA 75/2010 Professor efetivo FH - FACULDADE DE HISTÓRIA História:Patrimônio Histórico,Memória e Identidade GOIÂNIA 75/2010 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Reumatologia GOIÂNIA 71/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia Civil CATALÃO 71/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia Civil CATALÃO 71/2010 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Didática e Prática de Ensino de História JATAÍ 71/2010 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Geografia Humana e Ensino de Geografia JATAÍ 71/2010 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Psicologia e Saúde Pública:enfoque fenomenológico-existencial JATAÍ 71/2010 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Ciência Política GOIÂNIA 71/2010 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Políticas Educacionais GOIÂNIA 71/2010 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia da Educação GOIÂNIA 71/2010 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia da Educação GOIÂNIA 67/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia de Estruturas CATALÃO 67/2010 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Fundamentos do Serviço Social/Estágio Supervisionado GOIÁS 67/2010 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Ensino de Artes Visuais Modalidade a Distância GOIÂNIA 67/2010 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS História da Arte e da Imagem GOIÂNIA 67/2010 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Fundamentos Filosóficos e Sócio-Históricos da Educação GOIÂNIA 67/2010 Professor efetivo FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Diagnóstico Integrado das Afecções do Complexo Bucomaxilofacial GOIÂNIA 67/2010 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Didática em Geografia GOIÂNIA 67/2010 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Bacteriologia GOIÂNIA 46/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Geologia Sedimentar CATALÃO 46/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Geologia Sedimentar CATALÃO 46/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Geologia Sedimentar CATALÃO 46/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Geologia Sedimentar CATALÃO 46/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Geologia Sedimentar CATALÃO 46/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Sistemas Operacionais CATALÃO 46/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Sistemas Operacionais CATALÃO 46/2010 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Construção Civil Sub-Área:Sistemas Prediais,Administração de Obras e Serviços de Saneamento GOIÂNIA 46/2010 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Construção Civil Sub-Área:Sistemas Prediais,Administração de Obras e Serviços de Saneamento GOIÂNIA 46/2010 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Transportes Sub-Área:Planejamento de Transportes GOIÂNIA 46/2010 Professor efetivo GOIÁS - FACULDADE DE DIREITO - EXTENSÃO GOIÁS Prática Jurídica e Estágio Supervisionado GOIÁS 46/2010 Professor efetivo GOIÁS - FACULDADE DE DIREITO - EXTENSÃO GOIÁS Prática Jurídica e Estágio Supervisionado GOIÁS 46/2010 Professor efetivo GOIÁS - FACULDADE DE DIREITO - EXTENSÃO GOIÁS Prática Jurídica Trabalhista e Previdenciária GOIÁS 46/2010 Professor efetivo GOIÁS - FACULDADE DE DIREITO - EXTENSÃO GOIÁS Processo Civil e Estágio Supervisionado GOIÁS 46/2010 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Arte e Educação GOIÂNIA 46/2010 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia/Psicologia da Educação GOIÂNIA 46/2010 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia/Psicologia: Fundamentos Epistemológicos e Teorias da Personalidade GOIÂNIA 46/2010 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia/Psicologia:Fundamentos Epistemológicos e Teorias da Personalidade GOIÂNIA 32/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Fenômeno de Transportes e Hidrologia CATALÃO 32/2010 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Toxicologia Veterinária, Farmacologia Veterinária e Terapêutica Veterinária JATAÍ 32/2010 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Monitoramento Ambiental GOIÂNIA 32/2010 Professor efetivo EEEC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA E DE COMPUTAÇÃO Instalações Elétricas Industriais GOIÂNIA 32/2010 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Administração Estratégica e Negócios Internacionais GOIÂNIA 32/2010 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Administração Financeira GOIÂNIA 32/2010 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Econometria GOIÂNIA 32/2010 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Teoria Econômica GOIÂNIA 32/2010 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Estética e História da Imagem GOIÂNIA 32/2010 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Direito Civil GOIÂNIA 32/2010 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Didática/Didática e Formação de professores e estágio nos anos iniciais do ensino fundamental e educação infantil GOIÂNIA 32/2010 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Educação, Comunicação e Mídias GOIÂNIA 32/2010 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia/Psicologia e Processos Clínicos GOIÂNIA 32/2010 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Aspectos Nutricionais e Biodinâmicos do Movimento GOIÂNIA 32/2010 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Aspectos Nutricionais e Biodinâmicos do Movimento GOIÂNIA 32/2010 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Ensino e Pesquisa em Basquetebol GOIÂNIA 32/2010 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Língua Portuguesa e Lingüística e Ensino GOIÂNIA 29/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Economia Mineral CATALÃO 29/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Lavra CATALÃO 29/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Lavra CATALÃO 29/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Lavra CATALÃO 29/2010 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Doenças Infecciosas do Animais Domésticos e Saúde Pública JATAÍ 29/2010 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Eletrotermofototerapia Fisioterapia Geral JATAÍ 29/2010 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Esporte Coletivo e Individual JATAÍ 29/2010 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Esporte e Estágio JATAÍ 29/2010 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Silvicultura JATAÍ 29/2010 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Silvicultura JATAÍ 29/2010 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Administração Mercadológica GOIÂNIA 29/2010 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Ensino de Artes Visuais: Modalidade a Distância GOIÂNIA 29/2010 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Ciência, Sociedade e Intervenção Profissional GOIÂNIA 29/2010 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Dança Educação e Improvisação GOIÂNIA 29/2010 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Educação Física, Saúde Coletiva e Políticas de Saúde no Brasil GOIÂNIA 29/2010 Professor efetivo FEN - FACULDADE DE ENFERMAGEM Enfermagem Clínica Cirurgica GOIÂNIA 29/2010 Professor efetivo FEN - FACULDADE DE ENFERMAGEM Enfermagem Psiquiátrica e Saúde Mental GOIÂNIA 29/2010 Professor efetivo FAFIL - FACULDADE DE FILOSOFIA Filosofia Geral GOIÂNIA 29/2010 Professor efetivo FAFIL - FACULDADE DE FILOSOFIA Filosofia Geral GOIÂNIA 29/2010 Professor efetivo FAFIL - FACULDADE DE FILOSOFIA Filosofia Moderna GOIÂNIA 29/2010 Professor efetivo IF - INSTITUTO DE FÍSICA Cristalografia GOIÂNIA 29/2010 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Ciência da Computação GOIÂNIA 023/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Física Geral CATALÃO 023/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Geologia Estrutural/Geologia Sedimentar CATALÃO 023/2010 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Enfermagem Clínica JATAÍ 023/2010 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Artes Cênicas-Teatro-Educação e Novas Tecnologias GOIÂNIA 023/2010 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Representação Linguagem e Tecnologia em Design de Interiores GOIÂNIA 023/2010 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Museologia-Expografia GOIÂNIA 023/2010 Professor efetivo FH - FACULDADE DE HISTÓRIA História Moderna e Contemporânea GOIÂNIA 023/2010 Professor efetivo FH - FACULDADE DE HISTÓRIA História Moderna e Contemporânea GOIÂNIA 023/2010 Professor efetivo FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Odontologia Legal GOIÂNIA 023/2010 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Biologia Molecular de Procariotos-EAD GOIÂNIA 023/2010 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Bioquímica e Biologia Molecular-EAD GOIÂNIA 023/2010 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Fisiologia Geral de Vertebrados GOIÂNIA 023/2010 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Morfologia e Taxonomia Vegetal GOIÂNIA 023/2010 Professor efetivo IF - INSTITUTO DE FÍSICA Física Geral Teórica e Experimental GOIÂNIA 023/2010 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Cristalografia GOIÂNIA 023/2010 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Físico-Química GOIÂNIA 13/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Fenômeno de Transportes e Hidrologia CATALÃO 13/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Processos Psicossociais: Educação, Desenvolvimento e Aprendizagem CATALÃO 13/2010 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Comunicação - Letras e LInguística/Língua Portuguesa GOIÂNIA 13/2010 Professor efetivo EEEC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA E DE COMPUTAÇÃO Microprocessadores GOIÂNIA 13/2010 Professor efetivo EEEC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA E DE COMPUTAÇÃO Microprocessadores GOIÂNIA 13/2010 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Artes Cênicas-Cenografia e Iluminação Cênica GOIÂNIA 13/2010 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Artes Cênicas-Figurino,Maquiagem e Formas Animadas GOIÂNIA 13/2010 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Artes Cênicas-História e Teorias do Espetáculo GOIÂNIA 13/2010 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Artes Cênicas-Produção Cultural e Teorias do Espetáculo GOIÂNIA 13/2010 Professor efetivo EV - ESCOLA DE VETERINÁRIA Clínica de Equinos GOIÂNIA 13/2010 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Sociologia GOIÂNIA 13/2010 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Relações Públicas e Comunicação Organizacional GOIÂNIA 13/2010 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Telejornalismo e Produção Audiovisual GOIÂNIA 13/2010 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Educação Física,Infância e Escola GOIÂNIA 13/2010 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Metodologia do Ensino da Educação Física na Escola GOIÂNIA 13/2010 Professor efetivo FF - FACULDADE DE FARMÁCIA Modelagem Molecular/Química Farmacêutica Medicinal GOIÂNIA 13/2010 Professor efetivo FH - FACULDADE DE HISTÓRIA História do Brasil-Colônia e Império GOIÂNIA 13/2010 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Geografia Humana GOIÂNIA 1/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Ciências Políticas CATALÃO 1/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia de Estruturas - Subárea: Estrutura de Aço e Madeira CATALÃO 1/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Ensino de Ciências e Biologia, Estágio Curricular Supervisionado em Ciências e Biologia CATALÃO 1/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Matemática Aplicada CATALÃO 1/2010 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Matemática Industrial CATALÃO 1/2010 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Melhoramento Genético de Plantas GOIÂNIA 1/2010 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Anatomia Humana e Comparada GOIÂNIA 1/2010 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Genética Humana e Molecular GOIÂNIA 1/2010 Professor efetivo IF - INSTITUTO DE FÍSICA Cristalografia GOIÂNIA 1/2010 Professor efetivo IF - INSTITUTO DE FÍSICA Física Aplicada à Medicina GOIÂNIA 1/2010 Professor efetivo IF - INSTITUTO DE FÍSICA Magnetismo e Materiais GOIÂNIA 1/2010 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Micologia GOIÂNIA 1/2010 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Nanobiotecnologia e Biologia Molecular GOIÂNIA 1/2010 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Parasitologia GOIÂNIA 1/2010 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Patologia GOIÂNIA 1/2010 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Saúde Coletiva GOIÂNIA 092/2009 Professor efetivo CACG - CAMPUS CIDADE DE GOIÁS Política Social GOIÁS 092/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Administração Rural e Agronegócios JATAÍ 092/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Algoritmos e Programação de Computadores JATAÍ 092/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Anatomia Humana e Comparada JATAÍ 092/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Bases para o Cuidar do Indivíduo e da Família JATAÍ 092/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Bovinocultura de Corte e Forragicultura JATAÍ 092/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Direito Privado JATAÍ 092/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Direito Público JATAÍ 092/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Doenças Infecciosas e Saúde Pública JATAÍ 092/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Ecologia Florestal JATAÍ 092/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Epidemiologia e Saúde/Gestão Hospitalar e Laboratorial JATAÍ 092/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Física JATAÍ 092/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Fisioterapia/Sub área: Semiologia Fisioterapêutica e Fisioterapia Geral JATAÍ 092/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Fundamentos da Educação JATAÍ 092/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Literatura: Teoria Literária e Ensino de Literatura JATAÍ 092/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Matemática Aplicada JATAÍ 092/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Morfofisiologia Humana e Animal JATAÍ 092/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Morfofisiologia Vegetal JATAÍ 092/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Olericultura e Tecnologia de Alimentos de Origem Vegetal JATAÍ 092/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Parasitologia Veterinária e Doenças Parasitárias dos Animais Domésticos JATAÍ 092/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Psicologia Social e do Trabalho JATAÍ 092/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Química Geral JATAÍ 092/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Silvicultura, Melhoramento Florestal e Estatística Experimental JATAÍ 092/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Teoria e Método na Geografia JATAÍ 092/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Teorias e Técnicas Psicanalítica JATAÍ 092/2009 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Engenharia Ambiental: Ciências Ambientais GOIÂNIA 092/2009 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Engenharia Ambiental: Monitoramento Ambiental GOIÂNIA 092/2009 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Engenharia Ambiental: Planejamento Urbano e Ambiental GOIÂNIA 092/2009 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Engenharia Ambiental: Recursos Hídricos GOIÂNIA 092/2009 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Publicidade e Propaganda GOIÂNIA 092/2009 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Bioprocessos e Biotecnologia GOIÂNIA 092/2009 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Botânica Criptógamos GOIÂNIA 092/2009 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Ecologia GOIÂNIA 092/2009 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Ensino de Ciências e Biologia e Estágio Curricular Supervisionado GOIÂNIA 092/2009 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Fisiologia Vegetal GOIÂNIA 092/2009 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Histoquímica, Histologia e Embriologia GOIÂNIA 092/2009 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Zoologia de Invertebrados GOIÂNIA 092/2009 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Cartografia e Geoprocessamento GOIÂNIA 092/2009 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Geologia Aplicada GOIÂNIA 092/2009 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Geologia Geral GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo EEEC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA E DE COMPUTAÇÃO Termo-Fluido Dinâmica GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo EV - ESCOLA DE VETERINÁRIA Bioquímica e Metabolismo GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Representação e Linguagem e Informática Aplicada à Arquitetura GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Teoria e História da Arquitetura e Projeto de Arquitetura GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Teoria e História da Arquitetura e Urbanismo e Projetos Urbanos GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Estado e Políticas Públicas GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Estado e Políticas Públicas GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Museologia - Conservação de Bens Culturais GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Museologia - Conservação de Bens Culturais GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Museologia - Documentação Museológica GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Museologia - Expografia GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Museologia - Gestão de Museus GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Teoria Antropológica GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Biblioteconomia - Gestão, Produtos e Serviços de Informação GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Didática/Didática e Formação de Professores e Estágio nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental e Educação Infantil GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia/Psicologia e Processos Clínicos GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Anatomia e Fisiologia Aplicada às Praticas Corporais GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Ciência, Sociedade e Intervenção Profissional GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Dança, Educação e Improvisação GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Danças Populares Brasileiras, História e Musicalidade GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Educação Física, Saúde Coletiva e Políticas Públicas de Saúde no Brasil GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Fundamentos Clássicos e Modernos da Dança GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FAFIL - FACULDADE DE FILOSOFIA Estética GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FAFIL - FACULDADE DE FILOSOFIA Ética Contemporânea GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FAFIL - FACULDADE DE FILOSOFIA Filosofia do Século XVII GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FAFIL - FACULDADE DE FILOSOFIA Filosofia Geral GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FAFIL - FACULDADE DE FILOSOFIA Teoria do Conhecimento GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FH - FACULDADE DE HISTÓRIA Metodologia e Didática da História GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Libras e Linguística GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Literatura Brasileira e Ensino de Literatura GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo FANUT - FACULDADE DE NUTRIÇÃO Alimentos e Nutrição Básica GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Geomorfologia GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Banco de Dados GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Ciência da Computação GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Engenharia de Software GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Inteligência Artificial GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Sistemas de Computação GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Teoria da Computação e Otimização GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Educação Matemática GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Estatística GOIÂNIA 085/2009 Professor efetivo IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Matemática GOIÂNIA 079/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Ecologia Florestal JATAÍ 079/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Enfermagem em UTI e Emergência JATAÍ 079/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Geografia Física JATAÍ 079/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Microbiologia Geral, Veterinária e de Alimentos JATAÍ 079/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Morfologia dos Animais JATAÍ 079/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Políticas Educacionais JATAÍ 079/2009 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Produção, Materiais e Logística GOIÂNIA 079/2009 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Tecnologia da Informação GOIÂNIA 079/2009 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Sociologia GOIÂNIA 079/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia e Processos Clínicos GOIÂNIA 079/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia/Psicologia Social GOIÂNIA 079/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia/Psicologia Social do Trabalho GOIÂNIA 079/2009 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Língua e Literaturas em Língua Espanhola e Ensino de Língua e Literaturas Espanhola GOIÂNIA 079/2009 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Teoria Literária e Ensino da Literatura GOIÂNIA 075/2009 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Violoncelo e Música de Câmara GOIÂNIA 075/2009 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Violoncelo e Música de Câmara GOIÂNIA 075/2009 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Relações Públicas: Gestão Estratégica e Marketing GOIÂNIA 075/2009 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Direito Civil GOIÂNIA 075/2009 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Direito Civil GOIÂNIA 060/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Química Inorgânica e Química Industrial CATALÃO 060/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Prática Contábil e Contabilidade Financeira GOIÂNIA 060/2009 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Prática Contábil e Contabilidade Financeira GOIÂNIA 060/2009 Professor efetivo FH - FACULDADE DE HISTÓRIA Didática e Prática do Ensino de História/História da África GOIÂNIA 060/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Oftalmologia GOIÂNIA 047/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia Elétrica CATALÃO 047/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Ensino de Física CATALÃO 047/2009 Professor efetivo EV - ESCOLA DE VETERINÁRIA Aquicultura GOIÂNIA 047/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Língua Brasileira de Sinais GOIÂNIA 047/2009 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Latim e Língua Portuguesa GOIÂNIA 047/2009 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Latim e Língua Portuguesa GOIÂNIA 047/2009 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Língua Portuguesa, Linguística e Ensino GOIÂNIA 047/2009 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Língua Portuguesa, Linguística e Ensino GOIÂNIA 047/2009 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Políticas Educacionais do Brasil e Fundamentos Filosóficos e Sócio-históricos da Educação GOIÂNIA 047/2009 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Psicologia da Educação GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Ensino de Física JATAÍ 040/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Física Experimental/Subárea: Física da Matéria Condensada JATAÍ 040/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Física Experimental/Subárea: Física da Matéria Condensada JATAÍ 040/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Física Teórica/Subárea: Física Computacional JATAÍ 040/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ História do Brasil JATAÍ 040/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Arte e Educação GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Arte e Educação GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Ciências Naturais nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental e Educação Infantil GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Didática e Formação de Professores e Estágio nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental e Educação Infantil GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Educação, Comunicação e Mídias GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Filosofia da Educação GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Fundamentos e Metodologia de Ensino de Língua Portuguesa na Educação Infantil e nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Fundamentos e Metodologia de Ensino de Matemática na Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Fundamentos e Metodologia em Ciências Humanas GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Política e Gestão da Educação GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia da Educação GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia/Neuropsicologia GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia/Psicodiagnóstico e Técnica de Avaliação Psicológica GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia/Psicologia e Saúde GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia/Psicologia e Saúde GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia/Psicologia Social GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia/Psicologia Social GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia/Psicopatologia GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia/Técnicas Psicoterápicas GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Sociologia da Educação GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Didática em Geografia GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Didática em Geografia GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Fundamentos do Saber Geográfico GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Fundamentos do Saber Geográfico GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Fundamentos do Saber Geográfico GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Algoritmos e Otimização GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Algoritmos e Otimização GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Banco de Dados GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Engenharia de Software GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Linguagens de Programação GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Metodologia e Técnicas da Computação GOIÂNIA 040/2009 Professor efetivo IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Estatística GOIÂNIA 039/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Contabilidade CATALÃO 039/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Contabilidade CATALÃO 039/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Economia Geral GOIÂNIA 039/2009 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Piano, Harmonia Funcional e Percepção GOIÂNIA 039/2009 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Violão, Educação Musical, Mídias e Tecnologias GOIÂNIA 039/2009 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Violão, Educação Musical, Mídias e Tecnologias GOIÂNIA 039/2009 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Ciências Sociais e Educação GOIÂNIA 039/2009 Professor efetivo FCS - FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS Ciências Sociais e Educação GOIÂNIA 039/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Políticas Educacionais GOIÂNIA 039/2009 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Anatomia Humana e Comparada GOIÂNIA 032/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia Mecânica CATALÃO 032/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia Mecânica CATALÃO 032/2009 Professor efetivo GOIÁS - FACULDADE DE DIREITO - EXTENSÃO GOIÁS Direito Privado/Professor Adjunto GOIÁS 032/2009 Professor efetivo GOIÁS - FACULDADE DE DIREITO - EXTENSÃO GOIÁS Direito Privado/Professor Assistente GOIÁS 032/2009 Professor efetivo GOIÁS - FACULDADE DE DIREITO - EXTENSÃO GOIÁS Direito Público/Professor Adjunto GOIÁS 032/2009 Professor efetivo GOIÁS - FACULDADE DE DIREITO - EXTENSÃO GOIÁS Direito Público/Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva GOIÁS 032/2009 Professor efetivo GOIÁS - FACULDADE DE DIREITO - EXTENSÃO GOIÁS Direito Público/Regime de Trabalho: 20 horas GOIÁS 032/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Filosofia da Educação GOIÂNIA 032/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Filosofia da Educação GOIÂNIA 032/2009 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Ensino e Pesquisa em Atletismo GOIÂNIA 032/2009 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Ensino e Pesquisa em Atletismo GOIÂNIA 032/2009 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Metodologia do Ensino em Educação Física e Estágio GOIÂNIA 032/2009 Professor efetivo FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Odontologia Coletiva e Estágio em Odontologia Coletiva GOIÂNIA 032/2009 Professor efetivo IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Otimização GOIÂNIA 032/2009 Professor efetivo IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Sistemas Dinâmicos GOIÂNIA 028/2009 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Artes (Disciplina: Artes Visuais) GOIÂNIA 028/2009 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Ciências da Natureza e Matemática (Disciplina: Ciências e Biologia) GOIÂNIA 028/2009 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Ciências da Natureza e Matemática (Disciplina: Física) GOIÂNIA 028/2009 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Ciências da Natureza e Matemática (Disciplina: Informática) GOIÂNIA 028/2009 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Ciências da Natureza e Matemática (Disciplina: Informática) GOIÂNIA 028/2009 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Ciências da Natureza e Matemática (Disciplina: Matemática) GOIÂNIA 028/2009 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Ciências da Natureza e Matemática (Disciplina: Matemática)/Adjunto GOIÂNIA 028/2009 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Ciências da Natureza e Matemática (Disciplina: Matemática)/Assistente GOIÂNIA 028/2009 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Ciências Humanas e Filosofia (Disciplina: Filosofia) GOIÂNIA 028/2009 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Ciências Humanas e Filosofia (Disciplina: Sociologia) GOIÂNIA 028/2009 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Comunicação (Disciplina: Educação Física)/Regime de Trabalho: Dedicação Exclusiva GOIÂNIA 028/2009 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Comunicação (Disciplina: Educação Física)/Regime de Trabalho: 20 horas GOIÂNIA 028/2009 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Espanhol (Disciplina: Língua Espanhola)/Professor Assistente GOIÂNIA 028/2009 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Espanhol (Disciplina: Língua Espanhola)/Professor Auxiliar GOIÂNIA 028/2009 Professor efetivo EEEC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA E DE COMPUTAÇÃO Sistemas de Energia GOIÂNIA 028/2009 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Direito Administrativo e Direito Processual Administrativo GOIÂNIA 028/2009 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Direito do Trabalho, Direito Processual do Trabalho e Direito Previdenciário GOIÂNIA 028/2009 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Direito Empresarial GOIÂNIA 028/2009 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Direito Tributário GOIÂNIA 028/2009 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Estágio Supervisionado de Direito Processual Civil e Direito Processual Trabalhista e Laboratório de Prática de Direito Processual Civil e Prática de Direito Processual Trabalhista GOIÂNIA 028/2009 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Estágio Supervisionado de Direito Processual Penal e Laboratório de Prática de Direito Processual Penal GOIÂNIA 028/2009 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Introdução ao Direito e História do Pensamento Jurídico GOIÂNIA 028/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia/Processos Psicossociais: Trabalho, Instituição, Organização e Grupo GOIÂNIA 018/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Topografia CATALÃO 018/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Assistência de Enfermagem ao Paciente Crítico JATAÍ 018/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Ciência do Solo JATAÍ 018/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Educação Física e Saúde JATAÍ 018/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Eficiência Reprodutiva dos Rebanhos JATAÍ 018/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Enfermagem Cirúrgica JATAÍ 018/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Enfermagem Cirúrgica JATAÍ 018/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Enfermagem Cirúrgica JATAÍ 018/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Enfermagem Clínica JATAÍ 018/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Enfermagem Clínica JATAÍ 018/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Enfermagem Ginecológica e Obstetrícia JATAÍ 018/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Enfermagem Pediátrica e Neonatológica JATAÍ 018/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Enfermagem Pediátrica e Neonatológica JATAÍ 018/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Ensino de Ciências e de Biologia e Estágio Supervisionado JATAÍ 018/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Estágio Supervisionado em História JATAÍ 018/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Fundamentos de Fisioterapia. Cinesiologia e Cinesioterapia JATAÍ 018/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ História Moderna JATAÍ 018/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Parasitologia JATAÍ 018/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Tecnologia da Madeira JATAÍ 018/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Tecnologia da Madeira JATAÍ 018/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Tecnologia e Inspeção de Produtos de Origem Animal JATAÍ 018/2009 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Ciências da Natureza e Matemática (Disciplina: Química) GOIÂNIA 018/2009 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Comunicação (Disciplina: Espanhol) GOIÂNIA 018/2009 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Comunicação (Disciplina: Francês) GOIÂNIA 018/2009 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Comunicação (Disciplina: Inglês) GOIÂNIA 018/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Administração de Marketing GOIÂNIA 018/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Administração Financeira GOIÂNIA 018/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Administração Mercadológica GOIÂNIA 018/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Administração Pública GOIÂNIA 018/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Administração Pública GOIÂNIA 018/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Desenho Técnico GOIÂNIA 018/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Topografia e Geoprocessamento GOIÂNIA 018/2009 Professor efetivo EV - ESCOLA DE VETERINÁRIA Estatística e Experimentação Animal GOIÂNIA 018/2009 Professor efetivo EV - ESCOLA DE VETERINÁRIA Estatística e Experimentação Animal GOIÂNIA 018/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO História da Educação GOIÂNIA 018/2009 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia da Educação GOIÂNIA 018/2009 Professor efetivo FH - FACULDADE DE HISTÓRIA Etnohistória GOIÂNIA 018/2009 Professor efetivo FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Atenção Odontológica à Saúde da Criança e do Paciente com Necessidades Especiais GOIÂNIA 018/2009 Professor efetivo FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Atividades Cirúrgicas Integradas na Clínica Odontológica GOIÂNIA 018/2009 Professor efetivo FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Clínicas Odontológicas e Estágios em Clínicas Odontológicas GOIÂNIA 018/2009 Professor efetivo FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Diagnóstico Integrado das Afecçoes do Complexo Bucomaxilofacial GOIÂNIA 018/2009 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Fenômenos de Transferência e Operações Unitárias GOIÂNIA 018/2009 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Fenômenos de Transferência: Quantidade de Movimento, Calor e Massa GOIÂNIA 018/2009 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Fenômenos de Transferência: Quantidade de Movimento, Calor e Massa GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Anestesiologia GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Cardiologia GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Cirurgia Geral e Aparelho Digestivo GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Cirurgia Vascular GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Clínica Médica GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Coloproctologia GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Endocrinologia GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Gastroenterologia GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Ginecologia e Obstetrícia GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Hematologia GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Medicina Comunitária GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Medicina do Adolescente GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Nefrologia GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Neurocirurgia GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Oftalmologia GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Ortopedia e Traumatologia GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Otorrinolaringologia GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Patologia Funcional GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Pediatria Geral GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Pneumologia GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Práticas Integradoras GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Psicologia Médica GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Psiquiatria GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Reumatologia GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Técnica Operatória e Cirúrgica Experimental GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Telemedicina GOIÂNIA 016/2009 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Urologia GOIÂNIA 011/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Educação Matemática CATALÃO 011/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Educação Matemática CATALÃO 011/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Administração Financeira GOIÂNIA 011/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Sociologia e Extensão Rural GOIÂNIA 011/2009 Professor efetivo GOIÁS - FACULDADE DE DIREITO - EXTENSÃO GOIÁS Ciências Sociais, História, Antropologia e Economia GOIÁS 011/2009 Professor efetivo GOIÁS - FACULDADE DE DIREITO - EXTENSÃO GOIÁS Fundamentos do Serviço Social GOIÁS 011/2009 Professor efetivo FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Dentística/Disciplinas: Pré-Clínica I e II, Clínica de Atenção Básica I e II GOIÂNIA 011/2009 Professor efetivo FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Odonto Social e Saúde Coletiva/Disciplinas: Odontologia Coletiva I e II, Estágio em Odontologia I, II, III, IV GOIÂNIA 008/2009 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Artes/Teatro GOIÂNIA 008/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Ciência do Solo GOIÂNIA 008/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Engenharia de Alimentos GOIÂNIA 008/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Engenharia e Tecnologia de Alimentos GOIÂNIA 008/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Engenharia Florestal GOIÂNIA 008/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Engenharia Florestal GOIÂNIA 008/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Tecnologia de Alimentos GOIÂNIA 008/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Tecnologia de Alimentos GOIÂNIA 006/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Economia Mineral CATALÃO 006/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Economia Mineral CATALÃO 006/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Economia Mineral CATALÃO 006/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Economia Mineral CATALÃO 006/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Enfermagem em Saúde Coletiva CATALÃO 006/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Enfermagem Fundamental com Ênfase em Saúde Coletiva CATALÃO 006/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Geoestatística CATALÃO 006/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Geologia e Geografia Física CATALÃO 006/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Geotecnia - Mecânica das Rochas e dos Solos CATALÃO 006/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Geotecnia - Mecânica das Rochas e dos Solos CATALÃO 006/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Lavra CATALÃO 006/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Lavra CATALÃO 006/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Lavra CATALÃO 006/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Meio Ambiente e Mineração CATALÃO 006/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Meio Ambiente e Mineração CATALÃO 006/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Processamento Mineral CATALÃO 006/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Processamento Mineral CATALÃO 006/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Administração Geral GOIÂNIA 006/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Contabilidade Financeira GOIÂNIA 006/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Contabilidade Financeira GOIÂNIA 006/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Contabilidade Financeira e Contabilidade Gerencial GOIÂNIA 006/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Contabilidade Tributária e Financeira GOIÂNIA 006/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Econometria GOIÂNIA 006/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Economia Política GOIÂNIA 006/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Teoria da Contabilidade, Auditoria e Perícia GOIÂNIA 006/2009 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Teoria Econômica GOIÂNIA 006/2009 Professor efetivo EEEC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA E DE COMPUTAÇÃO Circuitos Elétricos e Eletrônicos GOIÂNIA 006/2009 Professor efetivo FACE - FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Contabilidade Financeira e Contabilidade Gerencial GOIÂNIA 006/2009 Professor efetivo IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Matemática GOIÂNIA 006/2009 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Bacteriologioa GOIÂNIA 006/2009 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Dermatologia GOIÂNIA 006/2009 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Doenças Infecciosas e Parasitárias GOIÂNIA 006/2009 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Imunologia GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Cultura, Currículo e Avaliação JATAÍ 002/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Física/Subárea: Geral, Experimental e Aplicada JATAÍ 002/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Genética e Bioestatística JATAÍ 002/2009 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Química Geral e Química Analítica JATAÍ 002/2009 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Ciências Biológicas GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Construção Civil/Subárea: Sistemas Prediais, Administração de Obras e Serviços de Saneamento GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Estruturas GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Fenômenos de Transporte GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Fenômenos de Transporte GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Geotecnia GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Geotecnia Ambiental GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Gestão Ambiental GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Desenho: Práticas e Reflexões entre a Tradição e o Campo Ampliado GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo FCHF - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E FILOSOFIA Métodos Quantitativos e Estatística Aplicada às Ciências Sociais GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Libras e Educação de Surdos GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Língua Inglesa e Inglês Instrumental GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Língua Portuguesa GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Língua Portuguesa e Libras GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Lingüística e Libras GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Português como Segunda Língua para Povos Indígenas numa Perspectiva Bilíngüe Intercultural GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Teoria da Literatura e Educação de Surdos GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo FANUT - FACULDADE DE NUTRIÇÃO Nutrição em Saúde Pública GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo FANUT - FACULDADE DE NUTRIÇÃO Nutrição em Saúde Pública GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Anatomia Animal GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Biologia Celular e Biologia dos Tecidos, Órgãos e Sistemas GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Bioquímica e/ou Biologia Molecular: Enzimologia e/ou Química de Proteínas GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Bioquímica e/ou Biologia Molecular: Genômica e/ou Proteômica e/ou Bioinformática GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Ensino de Ciências e Biologia e Estágio Supervisionado GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Ensino de Ciências e Biologia e Estágio Supervisionado (Ensino a Distância) GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Farmacologia GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Histologia e Embriologia, Biologia do Desenvolvimento, Histologia e Desenvolvimento Buco-Dental GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Histologia e Embriologia e Educação a Distância GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Bioinorgânica ou Catálise Heterogênea GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Conservação de Massa e Energia e Termodinâmica Aplicada à Engenharia Química GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Eletroforese ou Análise por Injeção em Fluxo GOIÂNIA 002/2009 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Síntese Orgânica GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Ciência da Computação CATALÃO 001/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Didática, Estágio e Formação Docente CATALÃO 001/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Direito CATALÃO 001/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO História da América CATALÃO 001/2009 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Lingüística e Ensino de Língua Portuguesa CATALÃO 001/2009 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Administração de Agência Experimental GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Criação Publicitária e Direção de Arte GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Fontes de Informação GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Jornalismo Impresso GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Linguagens de Classificação GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Pesquisa de Opinião e Mercado GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Planejamento de Campanha e Mídia GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Planejamento Gráfico e Editorial GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Planejamento Gráfico Visual GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Radiojornalismo GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Representação Descritiva de Documentos GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Serviço de Referência GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Webjornalismo GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Webpublicidade GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Webpublicidade GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo GOIÁS - FACULDADE DE DIREITO - EXTENSÃO GOIÁS Filosofia Antiga e Medieval GOIÁS 001/2009 Professor efetivo GOIÁS - FACULDADE DE DIREITO - EXTENSÃO GOIÁS Lógica, Filosofia da Linguagem e Filosofia da Ciência GOIÁS 001/2009 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Ensino e Pesquisa em Educação Física Adaptada, Inclusão e Diferença GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Ensino e Pesquisa em Ginástica GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Fundamentos de Biomecânica e Anatomia Funcional na Análise de Movimento GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Fundamentos Históricos e Sócio-Antropólogicos da Educação Física GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Intervenção Profissional da Educação Física em Ambientes Não Formais GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Metodologia do Ensino e Pesquisa em Atividades Aquáticas GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Metodologia do Ensino e Pesquisa em Práticas Corporais Holísticas GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FEN - FACULDADE DE ENFERMAGEM Enfermagem Clínica e Centro de Material e Esterelização GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FEN - FACULDADE DE ENFERMAGEM Enfermagem em Pediatria GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FEN - FACULDADE DE ENFERMAGEM Enfermagem em Saúde Coletiva GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FEN - FACULDADE DE ENFERMAGEM Enfermagem Fundamental Aplicada a Indivíduos, Família e Comunidade GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo FEN - FACULDADE DE ENFERMAGEM Enfermagem Fundamental Aplicada a Indivíduos, Família e Comunidade GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Biogeografia GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Cartografia GOIÂNIA 001/2009 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Geologia GOIÂNIA 114/2008 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Ensino de Arte GOIÂNIA 114/2008 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Ensino de Arte - Educação a Distância GOIÂNIA 114/2008 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Fotografia e Vídeo GOIÂNIA 114/2008 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS História do Mobiliário e Projetos de Interiores GOIÂNIA 114/2008 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Projeto de Arquitetura e Informática aplicada à Arquitetura GOIÂNIA 114/2008 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Projeto de Comunicação Visual (Metodologias, Processos Produtivos e Projetos de Comunicação Visual para Mídias Impressa e Digital) GOIÂNIA 114/2008 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Projeto de Comunicação Visual (Metodologias, Processos Produtivos e Projetos de Comunicação Visual para Mídias Impressa e Digital) GOIÂNIA 114/2008 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Teoria e História da Arquitetura e Projetos de Arquitetura GOIÂNIA 114/2008 Professor efetivo FCHF - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E FILOSOFIA Filosofia GOIÂNIA 114/2008 Professor efetivo FCHF - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E FILOSOFIA Filosofia Antiga GOIÂNIA 114/2008 Professor efetivo FCHF - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E FILOSOFIA Filosofia Antiga GOIÂNIA 114/2008 Professor efetivo FCHF - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E FILOSOFIA Filosofia e Educação GOIÂNIA 114/2008 Professor efetivo FCHF - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E FILOSOFIA Filosofia e Educação GOIÂNIA 114/2008 Professor efetivo FCHF - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E FILOSOFIA Ontologia e Metafísica GOIÂNIA 114/2008 Professor efetivo FF - FACULDADE DE FARMÁCIA Assistência Farmacêutica em Saúde Coletiva GOIÂNIA 114/2008 Professor efetivo FF - FACULDADE DE FARMÁCIA Bioquímica Clínica GOIÂNIA 114/2008 Professor efetivo FF - FACULDADE DE FARMÁCIA Hematologia Clínica GOIÂNIA 114/2008 Professor efetivo FF - FACULDADE DE FARMÁCIA Produção, Controle e Análise de Alimentos GOIÂNIA 112/2008 Professor efetivo IF - INSTITUTO DE FÍSICA Ensino de Física GOIÂNIA 112/2008 Professor efetivo IF - INSTITUTO DE FÍSICA Ensino de Física - Ensino a Distância GOIÂNIA 112/2008 Professor efetivo IF - INSTITUTO DE FÍSICA Física Experimental GOIÂNIA 112/2008 Professor efetivo IF - INSTITUTO DE FÍSICA Física Experimental - Biofísica GOIÂNIA 112/2008 Professor efetivo IF - INSTITUTO DE FÍSICA Física Experimental - Magnetismo GOIÂNIA 112/2008 Professor efetivo IF - INSTITUTO DE FÍSICA Física Teórica GOIÂNIA 112/2008 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Banco de Dados GOIÂNIA 112/2008 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Engenharia de Software GOIÂNIA 112/2008 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Linguagens de Programação GOIÂNIA 112/2008 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos GOIÂNIA 112/2008 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Teoria da Computação GOIÂNIA 109/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Educação Matemática JATAÍ 109/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Estatística JATAÍ 109/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Matemática JATAÍ 109/2008 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Artes Cênicas - Montagem de Espetáculos e Encenação GOIÂNIA 109/2008 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Artes Cênicas - Técnicas Corporais e Interpretação Teatral GOIÂNIA 109/2008 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Flauta Doce, Linguagem e Estruturação Musical GOIÂNIA 109/2008 Professor efetivo FCHF - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E FILOSOFIA Antropologia e Métodos GOIÂNIA 109/2008 Professor efetivo FCHF - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E FILOSOFIA Ciência Política GOIÂNIA 109/2008 Professor efetivo FCHF - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E FILOSOFIA Ciência Política com ênfase em Métodos e Técnicas de Pesquisa GOIÂNIA 109/2008 Professor efetivo FCHF - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E FILOSOFIA Didática e Prática de Ensino em História GOIÂNIA 109/2008 Professor efetivo FCHF - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E FILOSOFIA História Medieval GOIÂNIA 109/2008 Professor efetivo FCHF - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E FILOSOFIA Museologia GOIÂNIA 109/2008 Professor efetivo FCHF - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E FILOSOFIA Sociologia GOIÂNIA 109/2008 Professor efetivo FCHF - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E FILOSOFIA Sociologia com ênfase em Métodos e Técnicas de Pesquisa GOIÂNIA 109/2008 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Neurologia GOIÂNIA 109/2008 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Semiologia Médica GOIÂNIA 107/2008 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Ciência da Informação - Bibliotecas Pública, Escolar e Comunitária GOIÂNIA 107/2008 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Ciência da Informação - Representação Semântica de Conteúdos GOIÂNIA 107/2008 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Ciência da Informação - Usuário, Produtos e Serviços de Informação GOIÂNIA 107/2008 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Publicidade e Propaganda GOIÂNIA 107/2008 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Publicidade e Propaganda GOIÂNIA 107/2008 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Relações Públicas GOIÂNIA 107/2008 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Relações Públicas GOIÂNIA 107/2008 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Relações Públicas GOIÂNIA 107/2008 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Relações Públicas GOIÂNIA 107/2008 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Metodologia e Técnicas da Computação GOIÂNIA 103/2008 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Ciências Humanas e Filosofia (Disciplina: História) GOIÂNIA 103/2008 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Ciências Humanas e Filosofia (Disciplina: História) GOIÂNIA 103/2008 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Ensino de Química GOIÂNIA 103/2008 Professor efetivo IQ - INSTITUTO DE QUÍMICA Ressonância Magnética Nuclear GOIÂNIA 104/2008 Professor efetivo EEC - ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Estruturas (Subárea: Mecânica Computacional) GOIÂNIA 104/2008 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Canto e Regência Coral GOIÂNIA 104/2008 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Guitarra Elétrica, Violão Popular e Ensino Coletivo de Instrumento GOIÂNIA 104/2008 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Percussão e Bateria GOIÂNIA 104/2008 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Violão, Ensino Coletivo de Instrumento, Harmonia, Contraponto e Análise GOIÂNIA 104/2008 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Bioquímica e/ou Biologia Molecular GOIÂNIA 104/2008 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Botânica com ênfase em Morfo-Anatomia Ecológica e/ou Ecofisiologia Vegetal GOIÂNIA 104/2008 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Ecologia GOIÂNIA 104/2008 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Fisiologia Humana e Comparada GOIÂNIA 104/2008 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Genética (Genética da Conservação ou Ecologia Molecular) GOIÂNIA 104/2008 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Genética (Genética Humana) GOIÂNIA 104/2008 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Zoologia GOIÂNIA 102/2008 Professor efetivo EEEC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA E DE COMPUTAÇÃO Materiais, Metrologia e Usinagem GOIÂNIA 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Administração em Geral CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Antropologia CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Bioquímica CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Bioquímica CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Botânica e Ecologia Vegetal CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Ciências Econômicas e Ciências Contábeis CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Desenvolvimento, Aprendizagem e Processos Educacionais CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Economia CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia Civil (Construção Civil) CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia Civil (Estruturas) CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia Civil (Estruturas) CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia Civil (Fenômenos de Transporte e/ou Hidráulica e/ou Saneamento) CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia Civil (Geotecnia) CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia Civil (Hidráulica e/ou Saneamento) CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia Civil (Transportes) CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia de Minas (Geoestatística) CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia de Minas (Processamento/Beneficiamento Mineral) CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia de Minas (Prospecção e/ou Geologia Econômica) CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia de Software CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia e Automação CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia Econômica CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia Química CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Ergonomia e Projeto CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Física da Matéria Condensada - Teoria CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Fundamentos da Educação Brasileira CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Geografia e Didática para o Ensino de Geografia CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Gestão de Qualidade CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Língua Inglesa e Literaturas de Língua Inglesa CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Literatura e Ensino de Literatura CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Logística CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Metodologia de Ensino em Ciências e Biologia, Estágio Supervisionado, Genética e Evolução CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Metodologia do Ensino em Educação Física e Esporte CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Microbiologia CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Organização CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Pesquisa Operacional CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Planejamento e Controle da Produção CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Processos Clínicos: Teorias e Práticas Psicoterápicas CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Processos Psicossociais e Instituições: Concepções Teórico-Práticas CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Processos Psicossociais e Instituições: Concepções Teórico-Práticas CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Processos Psicossociais: Trabalho e Práticas Organizacionais CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Psicologia da Educação CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Psicometria e Técnicas de Avaliação Psicológica CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Psicopatologia e Processos Clínicos: Modos de Atuação, Intervenção e Acompanhamento CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Química Geral e Eletroquímica CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Química Geral e Físico-Química CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Química Geral e Química Analítica CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Química Geral e Química Orgânica CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Sistemas Operacionais e Distribuídos CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Sociologia CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Teoria e Método em Geografia CATALÃO 100/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Zoologia e Ecologia Animal CATALÃO 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Anatomia Humana JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Aquicultura e Pequenas Culturas (Sericicultura, Apicultura e Cunicultura) JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Avaliação Psicológica JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Biofísica JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Biofísica JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Bioquímica JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Bioquímica Clínica, Estágio Supervisionado I JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Computação Gráfica, Processamento Digital de Imagens e Multimídia JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Construções Rurais e Desenho Técnico JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Diagnóstico Molecular, Estágio Supervisionado II JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Direito Público JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Ecologia Animal/Zoologia Geral JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Economia Rural JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Enfermagem e Saúde Coletiva JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Enfermagem no Cuidar do Indivíduo e da Família JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Engenharia de Software JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Farmacologia JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Farmacologia e Terapêutica dos Mamíferos Domésticos e Aves/Fisiologia das Aves JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Fisiologia Humana e Animal JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Fisiologia Vegetal JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Fitossanidade JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Fundamentos e Metodologia em Ciências Humanas JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Geografia Humana e Ensino de Geografia JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Geografia Humana e Ensino de Geografia JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Hematologia e Líquidos Corporais JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Hematologia e Líquidos Corporais JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Linguagens Formais e Autômatos e Compiladores JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Linguagens Formais e Autômatos e Compiladores JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Manejo Florestal JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Microbiologia JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Patologia JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Produção de Ovinos, Caprinos e Equinos JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Produção e Nutrição de Aves JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Produção e Nutrição de Suínos JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Programação de Computadores JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Programação de Computadores JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Psicologia Clínica (Psicanálise Kleiniana) JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Psicologia Clínica (Psicodrama) JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Psicologia da Educação JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Psicologia da Saúde JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Psicologia do Desenvolvimento e da Aprendizagem JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Psicologia Social e do Trabalho JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Química Geral JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Química Orgânica JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Química Orgânica JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Redes de Computadores JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Redes de Computadores JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Silvicultura JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Sistemas Operacionais e Arquitetura de Computadores JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Sistemas Operacionais e Arquitetura de Computadores JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Tecnologia de Produtos de Origem Animal e Bromatologia JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Tecnologia de Produtos de Origem Animal e Bromatologia JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Teoria da História e Historiografia JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Topografia e Geoprocessamento JATAÍ 98/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Topografia e Geoprocessamento JATAÍ 99/2008 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Trompete, Linguagem e Estruturação Musicais GOIÂNIA 96/2008 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Contabilidade Tributária e Financeira GOIÂNIA 96/2008 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Teoria Econômica GOIÂNIA 96/2008 Professor efetivo EEEC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA E DE COMPUTAÇÃO Infraestrutura de Redes de Computadores GOIÂNIA 96/2008 Professor efetivo EEEC - ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA E DE COMPUTAÇÃO Vibrações e Dinâmica GOIÂNIA 95/2008 Professor efetivo IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Estatística GOIÂNIA 94/2008 Professor efetivo IME - INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Matemática GOIÂNIA 92/2008 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Artes Visuais/Teoria e História da Arte GOIÂNIA 90/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Semiologia Animal, Diagnóstico por Imagem, Laboratório Clínico Veterinário e Clínica Ambulatorial JATAÍ 86/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia de Minas CATALÃO 86/2008 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia/Processos Psicossociais: Trabalho, Instituição, Organização e Grupo GOIÂNIA 82/2008 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Letras e Lingüística (Disciplina: Língua Portuguesa) GOIÂNIA 82/2008 Professor efetivo FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Introdução à Clínica Odontológica, Metodologia Científica, Orientação Profissional, Trabalho de Conclusão de Curso GOIÂNIA 80/2008 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Tecnologia de Produçao em Moda/Subárea: Modelagem e Atelier de Costura GOIÂNIA 80/2008 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Direito Civil GOIÂNIA 77/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Didática e Prática de Ensino de História CATALÃO 75/2008 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Trompete, Linguagem e Estruturação Musicais GOIÂNIA 01 Professor efetivo - COORDENAÇÃO DO CURSO DE PEDAGOGIA demonstracao GOIÂNIA 70/2008 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Administração Financeira GOIÂNIA 70/2008 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Teoria Econômica GOIÂNIA 67/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Educação Física Escolar e Esporte JATAÍ 67/2008 Professor efetivo EMAC - ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS Artes Cênicas - Montagem de Espetáculo e Pedagogia do Teatro GOIÂNIA 65/2008 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Cirurgia Plástica GOIÂNIA 64/2008 Professor efetivo FE - FACULDADE DE EDUCAÇÃO Psicologia/Processos Psicossociais: Trabalho, Instituição, Organização e Grupo GOIÂNIA 63/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Educação Matemática JATAÍ 62/2008 Professor efetivo FO - FACULDADE DE ODONTOLOGIA Introdução à Clínica Odontológica, Metodologia Científica, Orientação Profissional, Trabalho de Conclusão de Curso GOIÂNIA 59/2008 Professor efetivo FAV - FACULDADE DE ARTES VISUAIS Ensino de Artes Visuais na modalidade Ensino à Distância GOIÂNIA 57/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Lingüística e Língua Portuguesa CATALÃO 56/2008 Professor efetivo IESA - INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-AMBIENTAIS Geografia Humana GOIÂNIA 55/2008 Professor efetivo FACOMB - FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA Publicidade e Propaganda GOIÂNIA 55/2008 Professor efetivo GOIÁS - FACULDADE DE DIREITO - EXTENSÃO GOIÁS Direito Administrativo e Direito Tributário GOIÁS 55/2008 Professor efetivo GOIÁS - FACULDADE DE DIREITO - EXTENSÃO GOIÁS Direito Agrário, Direito Ambiental, Direito do Trabalho e Direito Processual do Trabalho GOIÁS 55/2008 Professor efetivo GOIÁS - FACULDADE DE DIREITO - EXTENSÃO GOIÁS Direito Penal e Direito Processual Penal GOIÁS 54/2008 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Cirurgia Plástica GOIÂNIA 54/2008 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Endocrinologia GOIÂNIA 54/2008 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Pediatria Geral GOIÂNIA 54/2008 Professor efetivo FM - FACULDADE DE MEDICINA Pediatria Geral e Gastroenterologia Pediátrica GOIÂNIA 52/2008 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Língua e Literatura Francesa GOIÂNIA 52/2008 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Língua Espanhola e Ensino de Língua Espanhola GOIÂNIA 52/2008 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Língua Portuguesa e Ensino de Língua Portuguesa GOIÂNIA 52/2008 Professor efetivo FL - FACULDADE DE LETRAS Teoria Literária e Ensino da Literatura GOIÂNIA 50/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia de Minas-Formação Exigida: Graduação e Doutorado em Engenharia de Minas CATALÃO 50/2008 Professor efetivo CAC - CAMPUS CATALÃO Engenharia de Minas-Formação Exigida: Graduação e Doutorado em Geologia ou Engenharia Geológica CATALÃO 50/2008 Professor efetivo FANUT - FACULDADE DE NUTRIÇÃO Nutrição GOIÂNIA 50/2008 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Anatomia Humana GOIÂNIA 50/2008 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Genética/Genética Molecular GOIÂNIA 50/2008 Professor efetivo ICB - INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Metodologia do Ensino de Ciências e Biologia e Estágio Supervisionado GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo CAJ - CAMPUS JATAÍ Educação Fisica Escolar e Esporte JATAÍ 48/2008 Professor efetivo CEPAE - CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO Letras e Linguistica. Educação (Disciplina: língua Portuguesa) GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Administração Financeira e Marketing GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Agricultura GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Auditoria, Perícia e Contabilidade Geral GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Contabilidade Governamental e Contabilidade Geral GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Economia Politica GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Engenharia de Alimentos GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Fruticultura, Olericultura, Silvicultura, Paisagismo e Floricultura, Propagação de Plantas e Manejo de Plantas Daninhas GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Produção e Operações GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo EA - ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS Teoria Economica GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo EV - ESCOLA DE VETERINÁRIA Anestesiologia Animal GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo EV - ESCOLA DE VETERINÁRIA Clínica de Eqüinos GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo EV - ESCOLA DE VETERINÁRIA Inspeção e Tecnologia de Alimentos de Origem Animal GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo EV - ESCOLA DE VETERINÁRIA Medicina e Criação de Animais Silvestres GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo EV - ESCOLA DE VETERINÁRIA Nutrição e Controle de Qualidade de Alimentos para Animais Monogástricos GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Direito Agrário e Direito Ambiental GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo FD - FACULDADE DE DIREITO Direito Empresarial e Direito Agrário GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Educação Fisica e Escola GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo FEF - FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA Metodologia do Ensino e Pesquisa em Esporte GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo FEN - FACULDADE DE ENFERMAGEM Enfermagem em Ginecologia e Obstetrícia GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo FEN - FACULDADE DE ENFERMAGEM Enfermagem em Saúde Coletiva GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo FEN - FACULDADE DE ENFERMAGEM Enfermagem Fundamental com Ênfase em Saúde Coletiva GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo FEN - FACULDADE DE ENFERMAGEM Saúde do Adulto e do Idoso com Ênfase em Enfermagem Cirúrgica GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo FEN - FACULDADE DE ENFERMAGEM Saúde do Adulto e do Idoso com Ênfase em Enfermagem Clínica Médica GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Dermatologia GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Patologia Geral GOIÂNIA 48/2008 Professor efetivo IPTSP - INSTITUTO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA Virologia GOIÂNIA 44/2008 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Algoritmos e Otimização GOIÂNIA 44/2008 Professor efetivo INF - INSTITUTO DE INFORMÁTICA Linguagens de Programação GOIÂNIA © 2007 Cercomp UFG - www.cercomp.ufg



http://brasilescola.uol.com.br/historia/
  História - Brasil Escola E-mail Cadastre-se Senha Esqueci a senha Entrar com Facebook Entrar com Google Canais Disciplinas Vestibular Enem Educador O que é Exercícios Notícias Empregos Monografias + Canais Topo Login/Registro E-mail Senha Cadastre-se Esqueci a senha Entrar com Facebook Entrar com Google Disciplinas Artes Biografias Biologia Espanhol Educação Física Filosofia Física Geografia Geografia ... História - Brasil Escola E-mail Cadastre-se Senha Esqueci a senha Entrar com Facebook Entrar com ... Geografia do Brasil Gramática História História da América História do Brasil História Geral Inglês ... História? O que é Matemática? O que é Português? O que é Química? MAIS ACESSADAS Você sabe o que é o ... Geografia Geografia do Brasil Exercícios de Gramática Exercícios de História do Brasil Exercícios de História Geral Exercícios de Literatura Exercícios de Matemática Exercícios de Química Exercícios de CACHE

História - Brasil Escola E-mail Cadastre-se Senha Esqueci a senha Entrar com Facebook Entrar com Google Canais Disciplinas Vestibular Enem Educador O que é Exercícios Notícias Empregos Monografias + Canais Topo Login/Registro E-mail Senha Cadastre-se Esqueci a senha Entrar com Facebook Entrar com Google Disciplinas Artes Biografias Biologia Espanhol Educação Física Filosofia Física Geografia Geografia do Brasil Gramática História História da América História do Brasil História Geral Inglês Italiano Literatura Matemática Português Quí­mica Redação Sociologia MAIS ACESSADAS Por que as dietas a base de shakes tendem ao fracasso? Afinal, por que as zebras são listradas? Veja aqui! Crise dos Mísseis: rivalidade entre EUA e URSS a mil! Especial África do Sul Ano Novo Carnaval Dia da Independência Dia das Crianças Dia das Mães Dia dos Pais Halloween Férias Festa Junina Natal Páscoa Volta às Aulas MAIS ACESSADAS Entenda já o que foi o cerco de Constantinopla. A crônica no mundo jornalístico. Fique por dentro já! Como lidar com a depressão ou evitá-la? Leia aqui! + Pesquisas Acordo Ortográfico Animais Cultura Curiosidades Datas Comemorativas Dicas de Estudo Doenças Drogas Economia e Finanças Educação Folclore Fonoaudiologia Frutas Informática Mitologia Política Psicologia Religião Regras da ABNT Sexualidade Saúde e Bem-estar Saúde na Escola MAIS ACESSADAS Quais são as maiores metrópoles do nosso país? Tenha uma boa rotina de estudos em oito passos. Você sabe como usar as hashtags corretamente? Enem Adesão Atendimento Especial Certificação Correção Enem 2017 Correção da Redação Dicas para o Enem Enem e ProUni Enem por Escola Estudar em Portugal Fies Média do Enem Nota do Enem Notícias Plantão do Enem Por que fazer? Pratique sua redação Provas e Gabaritos Redação do Enem Simulado SiSU Sisutec Usando a nota do Enem Vídeos MAIS ACESSADAS Liberada a consulta por vagas do SiSU 2018/1 Governo aprova novas regras para o Fies Oito eventos ligados ao Enem 2017 que merecem atenção Vestibular Agenda Aprovados Atualidades Banco de Redações Bolsa de Estudo Correções de Vestibular Cotas Cursinhos Comunitários Dicas Ensino a Distância Estudar no Exterior Fies Fuvest Guia de Profissões Intercâmbio Notícias Vestibular Orientação Vocacional Pronatec ProUni Provas e Gabaritos Resumo de Livros Simulado Universidades Vida Profissional MAIS ACESSADAS Veja como foi a segunda fase do Vestibular 2018 da Unesp Unicamp 2018: notas da primeira fase estão disponíveis Veja a lista de classificados para a segunda fase da Fuvest 2018 Educador Comportamento Estratégia de Ensino Ética Gestão Educacional Orientação Escolar Orientações para Pais ou Responsáveis Orientações para Professores Política Educacional Sugestões para Pais e Professores Trabalho Docente MAIS ACESSADAS Conservando energia mecânica com um monjolo. Aborde a remodelação do isopor em sala de aula. Fale sobre a anatomia dos peixes aos seus alunos. O que é? O que é Biologia? O que é Física? O que é Geografia? O que é História? O que é Matemática? O que é Português? O que é Química? MAIS ACESSADAS Você sabe o que é o plasma encontrado no sangue? Compreenda o que foi o período da República Velha. O que define uma montanha? Chegou a hora de saber! Exercícios Exercícios de Biologia Exercícios de Física Exercícios de Geografia Geografia do Brasil Exercícios de Gramática Exercícios de História do Brasil Exercícios de História Geral Exercícios de Literatura Exercícios de Matemática Exercícios de Química Exercícios de Redação MAIS ACESSADAS Faça questões que falam a respeito do intemperismo. Averigue seus conhecimentos em relação à Fernando Pessoa. Exercite seus estudos sobre a teoria da evolução. Monografias Administração e Finanças Agricultura e Pecuária Arte e Cultura Biologia Computação Direito Educação Educação Física Enfermagem Engenharia Filosofia Física Geografia História Matemática Medicina Pedagogia Psicologia Química Religião Regras da ABNT Saúde Sociologia Turismo MAIS ACESSADAS Diagnóstico e perspectivas de tratamento da halitose. A escola como um espaço de inclusão digital. Os prós e contras na aprendizagem da língua inglesa. Escola Kids Ciências Geografia História Matemática Português Datas Comemorativas Histórias para crianças Jogos Para pintar MAIS ACESSADAS Saiba tudo sobre a alimentação dos animais. Qual é a relação entre o clima e a agricultura? Zika: Uma doença transmitida pelo Aedes aegypti. Vídeos Videoaulas de Biologia Videoaulas de Espanhol Videoaulas de Física Videoaulas de História Videoaulas de Inglês Videoaulas de Matemática Videoaulas de Português Videoaulas de Química + Canais Cidades do Brasil Educador Empregos Enem Exercícios Guerras Meu Artigo Monografias Notícias Vestibular Vídeos MAIS ACESSADAS Conheça o nosso canal para professores! Teste seus conhecimentos com nossos exercícios. Curiosidades sobre conflitos históricos. Confira! Home História Imprimir Texto -A +A História História Definida como ciência que estuda as ações de homens e mulheres no tempo e no espaço, a História está presente desde o início das formações humanas. 63 Relógio astronômico localizado em Praga, na República Tcheca. A passagem do tempo pode ser percebida nas duas estátuas ao lado do relógio PUBLICIDADE A História é a ciência que estuda as ações de homens e mulheres no tempo e no espaço. Criada na tradição ocidental entre os gregos, a História conheceu diferentes formas de definição ao longo dos séculos. De um amontoado de narrativas difusas, o processo de pesquisa e investigação historiográfica passou a ser realizado através de métodos mais bem definidos, garantindo um caráter científico a essa área do conhecimento humano. No âmbito da influência cultural dos povos que habitam o continente europeu, a História é dividida entre Pré-História e História . A primeira divisão refere-se ao período em que os seres humanos ainda não conheciam a escrita, o que leva a afirmar, nessa perspectiva, que a História só existe com a escrita. Mas essa é uma visão criada pelos povos do continente europeu, já que existem outros povos que não desenvolveram a escrita, mas que tiveram história, de acordo com a definição exposta no início deste texto. As formas de narrar os eventos passados e as ações humanas para esses povos são feitas de forma oral, o que não quer dizer que não haja História. Com o passar do tempo, novos objetos de estudo foram sendo incorporados ao estudo da história, ampliando e muito a área de atuação do historiador. Nesta seção de História do Brasil Escola , o leitor encontrará textos que contemplem, de forma geral, esses objetos de estudo da disciplina. Por Tales Pinto Mestre em História Listagem de Artigos Canais História Grandes Mulheres da História Conheça algumas das Grandes Mulheres da História e entenda como elas conseguiram exercer tanta influência. COMPARTILHE VER MATÉRIA Terroristas da História Conheça os nomes de alguns dos mais notórios Terroristas da História e também como surgiram as primeiras ações tipicamente terroristas. COMPARTILHE VER MATÉRIA artigos História A crise sul-americana A tensão política envolvendo importantes nações sul-americanas. COMPARTILHE VER MATÉRIA A Escola dos Annales e o marxismo Uma breve discussão sobre duas formas de interpretar o passado. COMPARTILHE VER MATÉRIA A história política recente do Irã Compreenda o cenário político iraniano das últimas décadas. COMPARTILHE VER MATÉRIA A situação da mulher na Idade Média Entenda a situação da mulher na Idade Média e perceba como houve uma deturpação dos fatos ao longo da modernidade. COMPARTILHE VER MATÉRIA Acidente de Chernobyl O acidente de Chernobyl foi a maior tragédia radioativa de toda a História. COMPARTILHE VER MATÉRIA Afinal, para que serve a História? Uma breve discussão sobre a importância e as características do estudo do passado. COMPARTILHE VER MATÉRIA África Portuguesa África Portuguesa, como se deu a colonização portuguesa na África, quais eram os interesses dos portugueses na África, a análise histórica da África Portuguesa. COMPARTILHE VER MATÉRIA Anacronismo Você sabe o que é anacronismo? Clique aqui e conheça a definição desse termo! COMPARTILHE VER MATÉRIA As Sete Maravilhas do Mundo Antigo Conheça as Sete Maravilhas do Mundo Antigo, construções listadas pelos gregos por serem coisas dignas de serem vistas. COMPARTILHE VER MATÉRIA Brasil Império nas questões do Enem Saiba como são abordados os temas sobre o Brasil Império nas Questões do Enem e de que modo essas questões são construídas. COMPARTILHE VER MATÉRIA Brecha camponesa no Brasil Saiba o que foi a Brecha Camponesa no contexto do sistema de plantation no Brasil Colônia. COMPARTILHE VER MATÉRIA Bruxas e o Poder Simbólico Obtenha aqui mais informações sobre o misticismo que envolve a existências das bruxas e da sua relação com práticas religiosas. COMPARTILHE VER MATÉRIA Cidadania e liberdade nas questões do Enem Entenda como aparecem temas históricos relacionados com as categorias de cidadania e liberdade nas questões do Enem e aprenda a respondê-las de foma correta. COMPARTILHE VER MATÉRIA Cuidado: passado em risco Cuidado: passado em risco, os motivos que estão levando o passado à destruição, a perda do patrimônio histórico da humanidade, o descaso da humanidade para com o passado. COMPARTILHE VER MATÉRIA Cultura Urbana Uma cultura urbana: as Universidades e a arte gótica, como era essa cultura na Idade Média, o que levou ao triunfo de uma nova instituição. a Universidade, universidades na idade média, arte gótica na idade média, idade média. COMPARTILHE VER MATÉRIA Democracia Racial Democracia racial - Um conceito que tenta explicar a sociedade brasileira. Saiba mais! COMPARTILHE VER MATÉRIA Eurocentrismo do Conde de Buffon Saiba mais sobre o eurocentrismo do Conde de Buffon e de sua importância para o entendimento do pensamento europeu do século XVIII. COMPARTILHE VER MATÉRIA Evolução das cidades Veja as principais características das cidades desde seu surgimento, acompanhando a ascensão e declínio delas como centros de atividades e vivência social durante a História. COMPARTILHE VER MATÉRIA História da feijoada Prato típico nacional, a feijoada teria sido mesmo uma criação dos escravos? COMPARTILHE VER MATÉRIA História da Moeda História da Moeda, História Econômica, Economia na Antigüidade, trocas comerciais, escambo, pekus, gado, sal, moedas de metal, prata, ouro, papel-moeda, cartão de crédito, cheque, letras de câmbio. COMPARTILHE VER MATÉRIA História do Comércio Uma breve explanação sobre como o comércio apareceu na história do homem. COMPARTILHE VER MATÉRIA História do Elevador A história do elevador, os primeiros elevadores da história, os elevadores na Revolução Industrial, o primeiro elevador de passageiros, os elevadores atualmente. COMPARTILHE VER MATÉRIA História do Perfume Conheça a História do Perfume e entenda como ela pode ser importante para a compreensão da própria história da humanidade. COMPARTILHE VER MATÉRIA História do Shopping Center A história do shopping center, os primeiros centros comerciais, a disputa para ser o maior shopping center do mundo. COMPARTILHE VER MATÉRIA História dos Combustíveis Os caminhos do homem na obtenção de fontes de energia. COMPARTILHE VER MATÉRIA História e surgimento do sutiã Saiba mais sobre a história do sutiã e seu desenvolvimento no século XX. COMPARTILHE VER MATÉRIA Ilha Robben Ilha Robben, onde a Ilha Robben está localizada, o descobrimento da Ilha Robben, os ocupantes da Ilha Robben, a colonização da Ilha Robben, o ataque do Império Britânico na Ilha Robben, a prisão na Ilha Robben, Nelson Mandela, a transformação da Ilha Robb COMPARTILHE VER MATÉRIA Impeachment no presidencialismo e no parlamentarismo Saiba como o Impeachment foi concebido e como é, hoje, tratado no presidencialismo e no parlamentarismo. COMPARTILHE VER MATÉRIA Império Turco-otomano Saiba o que foi o Império Turco-otomano e que importância ele teve tanto na Idade Média quanto nas Idades Moderna e Contemporânea. COMPARTILHE VER MATÉRIA Importância da micro-história italiana Entenda a importância da micro-história italiana e a influência que ela exerceu na década de 1970 do século XX. COMPARTILHE VER MATÉRIA Índia Antiga Informações gerais sobre a Índia durante a Antiguidade. COMPARTILHE VER MATÉRIA Inflação no Brasil A trajetória do mais recorrente problema da economia brasileira. COMPARTILHE VER MATÉRIA Liberalismo x Socialismo As diferenças entre as duas teorias que pensaram a sociedade capitalista. COMPARTILHE VER MATÉRIA Mistérios das múmias do Pântano Saiba o que são as múmias do pântano e por que seus corpos foram conservados. COMPARTILHE VER MATÉRIA O amor entre iguais O amor entre iguais, a homossexualidade na história, os ideais amorosos das sociedades antigas, os preceitos da homossexualidade, a discriminação com o relacionamento entre pessoas do mesmo sexo. COMPARTILHE VER MATÉRIA O Humanismo Um valor que define o movimento renascentista. COMPARTILHE VER MATÉRIA O Legado Romano para o Ocidente O Legado Romano para o Ocidente, quais as principais lições deixadas pelos romanos para o ocidente, como se deu a adaptação do ocidente em relação ao legado romano. COMPARTILHE VER MATÉRIA O mecenato na história Saiba mais sobre a origem do termo mecenato e algumas de suas aparições na história. COMPARTILHE VER MATÉRIA O problema da Pré-História na História Uma outra perspectiva de compreensão do tempo pré-histórico. COMPARTILHE VER MATÉRIA O problema da Pré-História na História Uma outra perspectiva de compreensão do tempo pré-histórico. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Revolução? Refletindo sobre um conceito aparentemente simples. COMPARTILHE VER MATÉRIA Obama no poder As implicações e questões por de trás desse acontecimento. COMPARTILHE VER MATÉRIA Origem da Semana Santa O sofrimento do Messias, sua peregrinação, morte e ressurreição. COMPARTILHE VER MATÉRIA Os Estados paralelos no Oriente Médio Os Estados paralelos no Oriente Médio, os conflitos no Afeganistão, a invasão norte-amerciana ao Afeganistão, os ataques de 11 de setembro, Osama bin Laden, Taliban, al-qaeda. COMPARTILHE VER MATÉRIA Os Relatos de Guerra Os relatos de guerra são utilizados como importantes fontes históricas sobre a vida cotidiana das pessoas durante os conflitos bélicos. COMPARTILHE VER MATÉRIA Quantos golpes de Estado houve no Brasil desde a Independência? Leia este texto e fique sabendo quantos golpes de Estado o Brasil viveu desde 1822! COMPARTILHE VER MATÉRIA Quatro casais que marcaram a História Conheça quatro casais da Antiguidade Clássia e da Idade Média que marcaram a História e saiba detalhes sobre os motivos dessa notoriedade. COMPARTILHE VER MATÉRIA Raízes do café no Brasil Conheça as origens da plantação de café no Brasil e sua importância para o país. COMPARTILHE VER MATÉRIA Romeu e Julieta: romance ou História? O romance que desperta a curiosidade de historiadores e amantes da literatura. COMPARTILHE VER MATÉRIA Sistema político iraniano As características de um regime que alia princípios republicanos e teocráticos. COMPARTILHE VER MATÉRIA Sputnik e a guerra espacial Saiba mais sobre o satélite Sputnik e o pioneirismo soviético no desenvolvimento tecnológico aeroespacial. COMPARTILHE VER MATÉRIA Taj Mahal O monumento que representa uma famosa história de amor. COMPARTILHE VER MATÉRIA Tempo cronológico e tempo histórico Saiba quais sãos as diferenças entre tempo cronológico e tempo histórico e a importância disso para se entender a História e o trabalho do historiador. COMPARTILHE VER MATÉRIA Terrorismo Saiba mais sobre o que é o terrorismo e conheça suas quatro formas de classificação: o terrorismo revolucionário, nacionalista, de Estado e de organizações criminosas. COMPARTILHE VER MATÉRIA Universidades na Idade Média Conheça os principais aspectos do desenvolvimento das universidades na Idade Média durante os séculos XII e XIII. COMPARTILHE VER MATÉRIA Uso de cartoon em questões do Enem Saiba a importância de estudar sobre o uso de cartoon no Enem. Esse tipo de linguagem visual aparece com muita frequência nas questões de Ciências Humanas. COMPARTILHE VER MATÉRIA PUBLICIDADE PUBLICIDADE Quem somos Anuncie no Brasil Escola Expediente Política de Privacidade Termos de Uso Fale Conosco SIGA O BRASIL ESCOLA Alunos Online Biologia Net Escola Kids Exercícios Mundo Educação História do Mundo Manual da Química Mundo Educação Português Vestibular Mundo Educação Resolução mínima de 1024x768. Copyright 2018 Rede Omnia - Todos os direitos reservados Proibida a reprodução total ou parcial sem prévia autorização (Inciso I do Artigo 29 Lei 9.610/98)



http://vestibular.uol.com.br/cursinho/
  Home de semanas - Cursinho UOL - UOL Vestibular Assine 0800 703 3000 / SAC Bate-papo Notícias Esporte Entrete Estilo Famosos TV UOL BOL PagSeguro UOL Vestibular Cursinho UOL Últimas Página Principal Notícias Fotos Vídeos Infográficos Quizzes Vestibular Página Principal Notícias Agenda Simulados Cursinho UOL Resumo das disciplinas Resumo de livros Testes de idiomas Dicionários Onde estudar Cursos Online ... Regência verbal Revisão História do Brasil Economia colonial Revolução de 30 Quiz Sex História geral ... Classificação das cidades Simulado Qua História Geral Fascismo Comunismo Quiz História do Brasil Período ... Literatura Grande sertão: veredas A hora da estrela Quizz História Geral Era napoleônica Islamismo Quiz Qua História do Brasil Primeira República Guerra de Canudos Quiz Matemática Adição e subtração de ... Simulado História do Brasil Brasil Colônia União Ibérica Quiz Qua História Geral Independência da CACHE

Home de semanas - Cursinho UOL - UOL Vestibular Assine 0800 703 3000 / SAC Bate-papo Notícias Esporte Entrete Estilo Famosos TV UOL BOL PagSeguro UOL Vestibular Cursinho UOL Últimas Página Principal Notícias Fotos Vídeos Infográficos Quizzes Vestibular Página Principal Notícias Agenda Simulados Cursinho UOL Resumo das disciplinas Resumo de livros Testes de idiomas Dicionários Onde estudar Cursos Online Ensino a Distância Exame da OAB Intercâmbio Pesquisa escolar Planos de aula Ensino fundamental Ensino médio Redação Banco de redações Dicas Exemplos Enem Brasil Escola Vestibular Enem Exercícios Disciplinas Educador Guerras Notícias Material de estudos Faculdades UF Acre Alagoas Amapá Amazonas Bahia Ceará Distrito Federal Espírito Santo Goiás Maranhão Mato Grosso Mato Grosso do Sul Minas Gerais Pará Paraíba Paraná Pernambuco Piauí Rio de Janeiro Rio Grande do Norte Rio Grande do Sul Rondônia Roraima Santa Catarina São Paulo Sergipe Tocantins Tipo Particular Pública Dicionários Selecione o idioma Português / Português Português / Inglês Inglês / Português Português / Espanhol Espanhol / Português Português / Alemão Alemão / Português Português / Francês Francês / Português Português / Italiano Italiano / Português Roteiros e exercícios Como usar o roteiro Como se organizar Semana 28 Seg Geografia Organizações internacionais Brics Quiz Biologia Ecologia Bioquímica da vida Quiz Ter Literatura O cortiço Memórias de um sargento de milícias Simulado Química Funções orgânicas: oxigenadas Funções orgânicas: nitrogenadas Simulado Qua Física Eletricidade Dinâmica: resolução de problemas Simulado Matemática Funções Teorema de Pitágoras Simulado Qui Português Colocação pronominal Regência verbal Revisão História do Brasil Economia colonial Revolução de 30 Quiz Sex História geral Fascismo Democracia Quiz Português Concordância verbal Vícios de linguagem Quiz Semana 27 Seg Literatura Memórias de um sargento de milícias Dom Casmurro Simulado Química Polímeros Resinas sintéticas Simulado Ter Física As leis de Newton Segunda lei de Newton Simulado Geografia Urbanização Classificação das cidades Simulado Qua História Geral Fascismo Comunismo Quiz História do Brasil Período colonial Estado Novo Quiz Qui Português Funções da linguagem Função metalinguística Simulado Biologia Metabolismo energético Reprodução vegetal Quiz Sex Matemática Trigonometria Teorema de Pitágoras Simulado Matemática Ângulos Funções trigonométricas Quiz Semana 26 Seg Física Interferência ondulatória Ondas eletromagnéticas Simulado Biologia Respiração celular Botânica: reprodução vegetal Simulado Ter Literatura Grande sertão: veredas A hora da estrela Quizz História Geral Era napoleônica Islamismo Quiz Qua História do Brasil Primeira República Guerra de Canudos Quiz Matemática Adição e subtração de arcos Gráfico de funções Simulado Qui Português Figuras de linguagem Figuras de construção Simulado Química Compostos orgânicos: nomenclatura Química orgânica Simulado Sex Geografia População do Brasil Urbanização no Brasil Simulado Geografia Demografia Índice de desenvolvimento humano Quiz Semana 25 Seg Geografia São Paulo: concentração industrial Regiões geoeconômicas Simulado Biologia Hormônios vegetais Quatro ciclos biogeoquímicos Quiz Ter Física Eletromagnetismo Indução eletromagnética Simulado História do Brasil Brasil Colônia União Ibérica Quiz Qua História Geral Independência da Argentina Militarismo na América Latina Quiz Matemática Trigonometria Adição e subtração de arcos Simulado Qui Química Química orgânica Compostos orgânicos Simulado Literatura Drummond: Rosa do Povo Drummond: Alguma poesia Simulado Sex Português Metáfora Metonímia Simulado Literatura Cecília Meireles Murilo Mendes Quiz Semana 24 Seg Geografia Agronegócio Estudo de mapas Simulado Biologia Anexos embrionários Hormônios e reprodução Simulado Ter Física Eletromagnetismo Campo Magnético Simulado História do Brasil Nova República Constituição de 1988: conteúdo da Carta Simulado Qua História Geral África: descolonização Independência da Índia Simulado Matemática Geometria analítica: elipse Geometria analítica: hipérbole e parábola Simulado Qui Química Transesterificação Saponificação Simulado Literatura Oswald de Andrade: Serafim Ponte Grande Mário de Andrade: Macunaíma Simulado Sex Português Coerência Coesão textual Quiz Física Força magnética Leis do eletromagnetismo Quiz Semana 23 Seg Física Circuitos elétricos Leis de Ohm Simulado Biologia Poluição da água Vazamento de petróleo Quiz Ter Geografia Recursos minerais Sistema portuário Simulado História do Brasil Ditadura militar Governo Médici: anos de chumbo Quiz Qua História Geral Revolução chinesa Revolução cubana Simulado Matemática Geometria analítica: introdução Plano cartesiano Simulado Qui Química Esterificação Compostos orgânicos Simulado Literatura Antologia poética: a edição Antologia poética: análise da obra Simulado Sex Português Descrição Discurso direto e indireto Simulado Matemática Distância entre dois pontos Posições relativas: retas e planos Revisão Semana 22 Seg História Geral Árabes e judeus Guerra Fria: quem venceu? Simulado História do Brasil Governo Dutra Governo democrático de Vargas Simulado Ter Matemática Poliedros 1 Poliedros 2 Simulado Biologia Dinâmica de populações Fluxo de energia e ciclo da matéria Simulado Qua Física Corrente elétrica Eletrostática e eletrodinâmica Simulado Geografia Regiões geoeconômicas Novos estados Simulado Qui Química Isomeria: isômeros de constituição Isomeria: estereoisômeros Simulado Literatura Capitães de areia Jorge Amado Quiz Sex Português Ficção e não-ficção Discurso direto e indireto Simulado História do Brasil Governo Juscelino Kubitscheck Governo João Goulart Quiz Semana 21 Seg Geografia Fronteiras brasileiras Concentração fundiária Simulado Literatura Regionalismo Vidas Secas Simulado Ter Português Narrativa Narrador Simulado Biologia Saúde coletiva e meio ambiente Consumo de drogas Simulado Qua Física Eletrostática e eletrodinâmica Potencial elétrico Simulado Matemática Retas e planos Paralelismo e ângulos Simulado Qui História Geral Segunda Guerra Mundial: início Segunda Guerra Mundial: alianças Simulado Química Funções nitrogenadas Compostos orgânicos: nomenclatura Simulado Sex História do Brasil Estado Novo Governo Gaspar Dutra: redemocratização Simulado História do Brasil Revolução de 1932 Força Expedicionária Brasileira Quiz Semana 20 Seg História Geral Fascismo Ditadura de Mussolini Simulado História do Brasil Fim da República Velha Revolução de 30 Quiz Ter Biologia Reprodução humana Hormônios e reprodução Simulado Física Refração da luz Difração de ondas Simulado Qua Química Funções orgânicas oxigenadas Etanol Simulado Geografia Blocos econômicos Protestos contra a crise econômica Simulado Qui Matemática Cilindros e cones Teorema de Pitágoras Simulado Português Dissertação Conclusão Redação Sex Literatura Pré-Modernismo O triste fim de Policarpo Quaresma Simulado Literatura Euclides da Cunha: Os sertões Semana de Arte Moderna Quiz Semana 19 Seg História Geral Revolução Russa: início Revolução Russa: desdobramentos Simulado Geografia Guerra Fria Guerra do Vietnã Simulado Ter Física Leis e tipos de reflexão luminosa Tipos de fonte luminosa e meio de propagação Simulado Biologia Fome e subnutrição Transgênicos Simulado Qua Química Química orgânica Compostos orgânicos: nomenclatura Simulado História do Brasil Guerra de Canudos Guerra do Contestado Simulado Qui Literatura Modernismo português Fernando Pessoa Simulado Português Vírgula Aspas Simulado Sex Matemática Cubo Prismas Simulado História do Brasil Revolta da Chibata Revolta da Vacina Revisão Semana 18 Seg Geografia Tecnologia Divisão internacional do trabalho Simulado Matemática Cálculo de áreas: triângulos Cálculo de áreas: quadriláteros notáveis Simulado Ter Português Regência nominal Regência verbal Simulado Literatura Simbolismo Cruz e Sousa Simulado Qua Física Interferência ondulatória Acústica Simulado Biologia Músculos e ossos Anatomia abdominal Simulado Qui Química Ácidos: características e propriedades Alumínio Simulado História Geral Primeira Guerra Mundial Primeira Guerra Mundial: quem venceu Quiz Sex História do Brasil República das oligarquias Coronelismo Simulado Biologia Sistema imunitário Sistema endócrino Revisão Semana 17 Seg Física Ondas e acústica Tipos de ondas Simulado Matemática Conceitos de desenho geométrico Circunferências Simulado Ter História Geral Primeira Guerra Mundial Unificação alemã Simulado História do Brasil República República da Espada Simulado Qua Biologia Verminoses Protozooses Simulado Química Hidrogênio Amônia Simulado Qui Geografia População Índice de Desenvolvimento Humano Simulado Literatura Parnasianismo Poesia Simulado Sex Português Concordância verbal Concordância nominal Simulado Redação Expor ou argumentar Coletânea: como lidar com ela Simulado Semana 16 Seg Matemática Teorema de Pitágoras Trigonometria Simulado Biologia Reino animal Artrópodes Simulado Ter Português Orações reduzidas Orações Subordinadas Adverbiais Simulado Literatura O cortiço Naturalismo Simulado Qua Física Calor e trabalho Refrigeradores Simulado História Geral Revolução Industrial Socialismo Simulado Qui História do Brasil Crise do Império Abolicionismo Simulado Geografia Geopolítica Globalização Simulado Sex Quimica Energia Nuclear Limites da Química e da Física Simulado Geografia Questão palestina Revoltas árabes Revisão Semana 15 Seg Biologia Briófitas Gimnospermas e angiospermas Simulado Geografia Espaço geográfico Divisão internacional do trabalho Simulado Ter História do Brasil Segundo Reinado Guerra do Paraguai Simulado Química Eletrólise Eletroquímica Simulado Qua Português Orações Subordinadas Adverbiais Período composto Simulado Física Efeitos do calor Escalas termométricas Simulado Qui Matemática Geometria plana Ângulos Simulado Literatura Memórias póstumas de Brás Cubas Quincas Borba Simulado Sex História Geral Independência da Colombia Independência do México Simulado História Geral Independência da Venezuela Independência da Argentina Revisão Semana 14 Seg História Geral Revolução Francesa: queda da Bastilha Revolução Francesa: processo revolucionário Simulado Literatura A obra de Machado de Assis Dom Casmurro: resumo Simulado Ter Física Calorimetria Gases perfeitos: leis Simulado Química Ionização Coeficiente de solubilidade Simulado Qua Geografia Recursos energéticos Energia eólica Simulado Biologia Vírus Bactérias Simulado Qui Matemática Estudo dos triangulos Teorema de Pitágoras Simulado Português Funções do que Orações subordinadas adjetivas Simulado Sex História do Brasil Regências: rebeliões Revolta dos Malês Quiz Biologia Protozoários Fungos Revisão Semana 13 Seg Química Equilíbrio de transformações químicas Constantes de equilíbrio Simulado Física Escalas termométricas Calor e temperatura Simulado Ter Biologia Evolução Fósseis: registro biológico da História Simulado Matemática Estatística Moda, média e mediana Simulado Qua Português Orações subordinadas substantivas Conjunções Simulado História do Brasil Independência do Brasil Primeiro Reinado Simulado Qui Literatura Eça de Queirós A cidade e as serras Simulado Geografia Cartografia Hidrografia Simulado Sex História Geral Revoluções Inglesas Iluminismo Simulado Matemática Variância e desvio padrão Conceitos de estatística Revisão Semana 12 Seg Literatura Memórias de um sargento de milícias Romance: definição e características Simulado Português Período simples e composto Orações coordenadas Simulado Ter Geografia Pontos cardeais Cartografia Simulado Matemática Análise combinatória Multiplicação e combinação Simulado Qua Química Cinética química Simulado Biologia Teoria da Evolução Darwin e Lamarck Simulado Qui Física Hidrostática Estática e hidrostática Simulado História do Brasil Independência Vinda da Família Real Simulado Sex História Geral As treze colônias norte-americanas Independências dos Estados Unidos Quiz Geografia Interpretando mapas Projeções cartográficas Revisão Semana 11 Seg Geografia Código Florestal Mata Atlântica Simulado Literatura Iracema José de Alencar: obra Simulado Ter Português Adjunto adnominal Adjunto adverbial Simulado Biologia Clonagem (1) Clonagem (2) Simulado Qua História Geral Antigo Regime Formação das monarquias nacionais Simulado História do Brasil Inconfidência Mineira Conjuração Baiana Simulado Qui Química Termoquímica Transformações químicas Simulado Física Líquidos Gases Simulado Sex Matemática Polinômios Relações de Girard Simulado Biologia Biotecnologia Transgênicos Revisão Semana 10 Seg Geografia Clima: fatores e elementos Desmatamento Simulado Biologia Cromossomos sexuais e herança genética Cruzamento-teste Simulado Ter Física Trabalho e energia Potência Simulado Matemática Números complexos Números complexos: formas algébrica e trigonométrica Simulado Qua Química Solubilidade Curva de solubilidade Simulado Literatura Romantismo: poesia Metáfora Simulado Qui Português Termos integrantes da oração Objeto direto Simulado História Geral Absolutismo Mercantilismo Simulado Sex História do Brasil União Ibérica Bandeirismo Simulado História do Brasil Invasões holandesas Invasõesfrancesas Revisão Semana 9 Seg Química Tabela Periódica: propriedades dos elementos Atualidades: tabela ganha dois novos elementos Simulado Geografia Clima Clima: latitude, longitude, albedo Simulado Ter Biologia Gene: estrutura fundamental da vida Genética: Mendel e Darwin Simulado Física Impulso: intensidade da força e duração Impulso: quantidade de movimento Simulado Qua Português Termos essenciais da oração Sujeito: como encontrar Simulado Literatura Eurico, o Presbítero - Alexandre Herculano Amor de Perdição - Camilo Castelo Branco Simulado Qui História do Brasil Reformas do Marquês de Pombal Marquês de Pombal: biografia Simulado História Geral Renascimento comercial Renascimento nas artes e nas letras Simulado Sex Física e Química Limites entre as duas disciplinas Colisões Revisão Matemática Números ordinais e cardinais Divisão entre frações Simulado Semana 8 Seg Física Velocidade e aceleração Movimento uniforme e uniformemente variado Simulado Química Mol e massa molar Cálculo estequiométrico Simulado Ter Matemática Sistema de equações Matrizes Simulado Geografia Água doce Bacias fluviais brasileiras Simulado Qua Português Conjunção Interjeição Simulado Biologia A dupla hélice do DNA Código genético e síntese de proteínas Simulado Qui História Geral Império Carolíngeo Cruzadas Simulado História do Brasil Ciclo do ouro Expansão territorial Simulado Sex Literatura Gil Vicente Quinhentismo Revisão Literatura Barroco Arcadismo Simulado Semana 7 Seg Literatura Arcadismo Tomás Antônio Gonzaga Simulado Português Preposições Advérbios Simulado Ter História Geral Alta Idade Média: Império Carolíngio Feudalismo Simulado História do Brasil Escravidão Quilombos Simulado Qua Geografia Oceanos Relevo submarino Simulado Biologia Histologia: tecidos vegetais Histologia: tecidos animais (revisão) Simulado Qui Física Gravitação Movimento dos corpos celestes Simulado Matemática Razão e proporção Regra de três Simulado Sex Física Gravitação universal Origem do Universo Revisão Química Oxidorredução Reações químicas Simulado Semana 6 Seg Geografia Minerais metálicos do Brasil: Ocorrência e exploração Simulado Física As leis de Newton Simulado Ter Português Vozes verbais: voz passiva Voz passiva: conjugação Exercícios Literatura Barroco no Brasil Gregório de Matos Simulado Qua Matemática Progressão aritmética Progressão geométrica Simulado Química Compostos inorgânicos Ligações químicas e funções inorgânicas Simulado Qui Biologia Histologia Simulado História Geral Roma: baixo Império Cristianismo Simulado Sex História do Brasil Capitanias hereditárias Período colonial: economia Simulado História do Brasil Governo geral Regimento Tomé de Sousa Revisão Semana 5 Seg Geografia Recursos minerais Pré-sal Simulado Biologia Divisão celular Mitose e meiose Simulado Ter Matemática Logaritmos Propriedade dos logaritmos Simulado Química Ponto de ebulição Solubilidade Simulado Qua História do Brasil Período pré-colonial Exploração do pau-brasil Simulado História geral Roma antiga Guerras púnicas Simulado Qui Física Dinâmica Segunda lei de Newton Simulado Literatura A carta de Pero Vaz de Caminha Barroco Quiz Sex Português Modo imperativo Gerundismo Simulado Redação Banco de Redações Redação Semana 4 Seg Matemática Funções exponenciais Logaritmos Simulado Biologia Teoria endossimbiótica Fotossíntese Simulado Ter História do Brasil Descobrimentos Choques culturais entre nativos e europeus Simulado Literatura Camões: poesia épica Os Lusíadas Quiz Qua História geral Macedônia Alexandre, o grande Simulado Geografia Bacias hidrográficas do Brasil Intemperismo Simulado Qui Física Estática Centro de Massa Simulado Português Verbo: definição Verbo: flexões Simulado Sex Química Ligações atômicas Funções orgânicas e inorgânicas Simulado Matemática Logaritmo: propriedades operatórias Revisão Semana 3 Seg Biologia Respiração celular Teoria endossimbiótica Simulado História Geral Grécia antiga Guerra do Peloponeso Simulado Ter História do Brasil Mercantilismo Grandes navegações Simulado Física Dinâmica: leis de Newton Forças Simulado Qua Química Ligações atômicas Funções orgânicas e inorgânicas Simulado Literatura Camões: épica Versificação Simulado Qui Português Artigos Pronomes Quiz Geografia Rochas: natureza e origem Escala do tempo geológico Quiz Sex Matemática Funções Interpretação de gráficos Simulado História geral Grécia: Artes Grécia: Filosofia Quiz Semana 2 Seg Geografia Tectônica das placas Teoria da deriva continental Quiz Matemática Equações de 1o.Grau Equações de 2o. Grau Simulado Ter Física Força peso e força de atrito Força elástica e força centrípeta Simulado História geral Antigo Egito Mesopotâmia Simulado Qua Português Formação das palavras Substantivo Simulado História das Américas Incas, Astecas e Maias Populações indígenas do Brasil Simulado Qui Biologia Fisiologia celular Código genético Simulado Matemática Equações de 1o. Grau: problemas Equação de 2o. Grau: Bhaskara Simulado Sex Literatura Auto da barca do Inferno Gil Vicente Simulado Química Modelos atômicos Simulado Semana 1 Seg Literatura Trovadorismo: origens e prosa trovadoresca Trovadorismo: poesia Quiz Português Ortografia: regras para escrever corretamente Acentuação: acordo ortográfico Simulado Ter Matemática Teoria dos conjuntos Funções Simulado Geografia Sistema solar Movimentos da Terra Quiz Qua Biologia Principais substâncias orgânicas e inorgânicas Vitaminas Simulado História Geral Pré-história: conceito Pré-história: aparecimento do ser humano Simulado Qui História do Brasil Pré-história da América O Brasil antes do descobrimento Simulado Física Sistema internacional de Unidades Leis de Newton Simulado Sex Química Substâncias puras e misturas. Estados físicos da matéria Simulado Química Misturas homogêneas e heterogêneas Separação de misturas Revisão Banco de Redações Pena de morte: o Brasil deve adotá-la? Por quê? O UOL corrige 20 textos. mande já o seu Sabe como participar? Tire dúvidas Sapato voador, gravidez e bullying: a rotina de uma mediadora nas escolas 14 Educação infantil é lugar de homem? Eles mostram que sim 19 Informe publicitário Tudo sobre o fio dental Passar fio dental antes ou depois da escovação? Essa e outras curiosidades aqui! Informe publicitário Clareamento dental Conheça os procedimentos para ter dentes mais brancos e saiba qual cabe no seu bolso! Brasil Escola Atualidades Curiosidades Exercícios História Notícias Português Professores Regras da ABNT Comunicar erro Erratas Fale com o UOL Vestibular UOL Cursos Online Todos os cursos Enfermagem Seja Referência no Mercado. Saiba Mais! Enfermagem Auditoria em Serviços de Saúde Saiba Mais! Enfermagem Home Care: Cuidados Especiais Saiba Mais! Inglêspanhol! Faça o curso de inglês. Clique Aqui! Inglêspanhol! Com o melhor conteúdo Clique Aqui! Inglêspanhol! E ganhe o curso de espanhol Clique Aqui! Inglêspanhol! Faça o curso de inglês. Clique Aqui! Inglêspanhol! Com o melhor conteúdo Clique Aqui! Inglêspanhol! E ganhe o curso de espanhol Clique Aqui! Inglêspanhol! Faça o curso de inglês. Clique Aqui! Inglêspanhol! Com o melhor conteúdo Clique Aqui! Inglêspanhol! E ganhe o curso de espanhol Clique Aqui! Inglêspanhol! Faça o curso de inglês. Clique Aqui! Inglêspanhol! Com o melhor conteúdo Clique Aqui! Inglêspanhol! E ganhe o curso de espanhol Clique Aqui! Inglêspanhol! Faça o curso de inglês. Clique Aqui! Inglêspanhol! Com o melhor conteúdo Clique Aqui! Inglêspanhol! E ganhe o curso de espanhol Clique Aqui! Inglêspanhol! Faça o curso de inglês. Clique Aqui! Inglêspanhol! Com o melhor conteúdo Clique Aqui! Inglêspanhol! E ganhe o curso de espanhol Clique Aqui! Inglêspanhol! Faça o curso de inglês. Clique Aqui! Inglêspanhol! Com o melhor conteúdo Clique Aqui! Inglêspanhol! E ganhe o curso de espanhol Clique Aqui! Inglêspanhol! Faça o curso de inglês. Clique Aqui! Inglêspanhol! Com o melhor conteúdo Clique Aqui! Inglêspanhol! E ganhe o curso de espanhol Clique Aqui! Inglêspanhol! Faça o curso de inglês. Clique Aqui! Inglêspanhol! Com o melhor conteúdo Clique Aqui! Inglêspanhol! E ganhe o curso de espanhol Clique Aqui! Inglêspanhol! Faça o curso de inglês. Clique Aqui! Inglêspanhol! Com o melhor conteúdo Clique Aqui! Inglêspanhol! E ganhe o curso de espanhol Clique Aqui! Academia da Enfermagem Gestão em Enfermagem Home Care Home UOL Entretenimento Notícias Estilo Esporte TV UOL Jogos Bate-papo UOL Pesquisa Escolar Biologia Filosofia Física Geografia História do Brasil História geral Literatura Matemática Português Química Vestibular Agenda Datas de provas Enade Enem Fies Inscrições Prouni Roteiro de estudos Atualidades Banco de Redações Biografia Cursinho UOL Dicas de português Quizzes Redação Resumos de Livros Simulados Testes de Idiomas Siga UOL Educação Facebook Twitter RSS © 1996-2018 UOL - O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados. Hospedagem: UOL Host



http://monografias.brasilescola.uol.com.br/historia/
  História - Brasil Escola Disciplinas Artes Biografias Biologia Espanhol Educação Física Filosofia Física Geografia Geografia do Brasil Gramática História História da América História do Brasil História Geral Inglês Italiano Literatura Matemática Português Quí­mica Redação Sociologia MAIS ACESSADAS Por que as dietas a base de shakes tendem ao fracasso? Afinal, por que as zebras são listradas? Veja ... História - Brasil Escola Disciplinas Artes Biografias Biologia Espanhol Educação Física Filosofia Física Geografia Geografia do Brasil Gramática História História da América História do Brasil História Geral Inglês Italiano Literatura Matemática Português Quí­mica Redação Sociologia MAIS ACESSADAS ... que é Geografia? O que é História? O que é Matemática? O que é Português? O que é Química? MAIS ... História do Brasil Exercícios de História Geral Exercícios de Literatura Exercícios de Matemática CACHE

História - Brasil Escola Disciplinas Artes Biografias Biologia Espanhol Educação Física Filosofia Física Geografia Geografia do Brasil Gramática História História da América História do Brasil História Geral Inglês Italiano Literatura Matemática Português Quí­mica Redação Sociologia MAIS ACESSADAS Por que as dietas a base de shakes tendem ao fracasso? Afinal, por que as zebras são listradas? Veja aqui! Crise dos Mísseis: rivalidade entre EUA e URSS a mil! Especial África do Sul Ano Novo Carnaval Dia da Independência Dia das Crianças Dia das Mães Dia dos Pais Halloween Férias Festa Junina Natal Páscoa Volta às Aulas MAIS ACESSADAS Entenda já o que foi o cerco de Constantinopla. A crônica no mundo jornalístico. Fique por dentro já! Como lidar com a depressão ou evitá-la? Leia aqui! + Pesquisas Acordo Ortográfico Animais Cultura Curiosidades Datas Comemorativas Dicas de Estudo Doenças Drogas Economia e Finanças Educação Folclore Fonoaudiologia Frutas Informática Mitologia Política Psicologia Religião Regras da ABNT Sexualidade Saúde e Bem-estar Saúde na Escola MAIS ACESSADAS Quais são as maiores metrópoles do nosso país? Tenha uma boa rotina de estudos em oito passos. Você sabe como usar as hashtags corretamente? Enem Adesão Atendimento Especial Certificação Correção Enem 2017 Correção da Redação Dicas para o Enem Enem e ProUni Enem por Escola Estudar em Portugal Fies Média do Enem Nota do Enem Notícias Plantão do Enem Por que fazer? Pratique sua redação Provas e Gabaritos Redação do Enem Simulado SiSU Sisutec Usando a nota do Enem Vídeos MAIS ACESSADAS Liberada a consulta por vagas do SiSU 2018/1 Governo aprova novas regras para o Fies Oito eventos ligados ao Enem 2017 que merecem atenção Vestibular Agenda Aprovados Atualidades Banco de Redações Bolsa de Estudo Correções de Vestibular Cotas Cursinhos Comunitários Dicas Ensino a Distância Estudar no Exterior Fies Fuvest Guia de Profissões Intercâmbio Notícias Vestibular Orientação Vocacional Pronatec ProUni Provas e Gabaritos Resumo de Livros Simulado Universidades Vida Profissional MAIS ACESSADAS Veja como foi a segunda fase do Vestibular 2018 da Unesp Unicamp 2018: notas da primeira fase estão disponíveis Fuvest 2018: provas da 2ª fase são aplicadas para mais de 21 mil estudantes Educador Comportamento Estratégia de Ensino Ética Gestão Educacional Orientação Escolar Orientações para Pais ou Responsáveis Orientações para Professores Política Educacional Sugestões para Pais e Professores Trabalho Docente MAIS ACESSADAS Conservando energia mecânica com um monjolo. Aborde a remodelação do isopor em sala de aula. Fale sobre a anatomia dos peixes aos seus alunos. O que é? O que é Biologia? O que é Física? O que é Geografia? O que é História? O que é Matemática? O que é Português? O que é Química? MAIS ACESSADAS Você sabe o que é o plasma encontrado no sangue? Compreenda o que foi o período da República Velha. O que define uma montanha? Chegou a hora de saber! Exercícios Exercícios de Biologia Exercícios de Física Exercícios de Geografia Geografia do Brasil Exercícios de Gramática Exercícios de História do Brasil Exercícios de História Geral Exercícios de Literatura Exercícios de Matemática Exercícios de Química Exercícios de Redação MAIS ACESSADAS Faça questões que falam a respeito do intemperismo. Averigue seus conhecimentos em relação à Fernando Pessoa. Exercite seus estudos sobre a teoria da evolução. Monografias Administração e Finanças Agricultura e Pecuária Arte e Cultura Biologia Computação Direito Educação Educação Física Enfermagem Engenharia Filosofia Física Geografia História Matemática Medicina Pedagogia Psicologia Química Religião Regras da ABNT Saúde Sociologia Turismo MAIS ACESSADAS Diagnóstico e perspectivas de tratamento da halitose. A escola como um espaço de inclusão digital. Os prós e contras na aprendizagem da língua inglesa. Escola Kids Ciências Geografia História Matemática Português Datas Comemorativas Histórias para crianças Jogos Para pintar MAIS ACESSADAS Saiba tudo sobre a alimentação dos animais. Qual é a relação entre o clima e a agricultura? Zika: Uma doença transmitida pelo Aedes aegypti. Vídeos Videoaulas de Biologia Videoaulas de Espanhol Videoaulas de Física Videoaulas de História Videoaulas de Inglês Videoaulas de Matemática Videoaulas de Português Videoaulas de Química + Canais Cidades do Brasil Educador Empregos Enem Exercícios Guerras Meu Artigo Monografias Notícias Vestibular Vídeos MAIS ACESSADAS Conheça o nosso canal para professores! Teste seus conhecimentos com nossos exercícios. Curiosidades sobre conflitos históricos. Confira! E-mail Cadastre-se Senha Esqueci a senha Entrar com Facebook Entrar com Google Menu Topo Login/Registro E-mail Senha Cadastre-se Esqueci a senha Entrar com Facebook Entrar com Google Ciências Agrárias e Biológicas Ecologia Agricultura e Pecuária Ciências Biológicas MAIS ACESSADAS A clonagem de seres humanos deve ser proibida? As vantagens do composto produzido pelas minhocas. Benefícios da prática do pilates para a temida fibromialgia. Ciências da Saúde Enfermagem Odontologia Saúde Medicina MAIS ACESSADAS Há qualidade de vida no trabalho das enfermeiras no Brasil? Por que profissionais da saúde devem fica atentos à alergias? O diagnóstico e tratamento do Mixoma Cardíaco. Ciências Exatas e da Terra Física Matemática Computação Hardware Redes e Internet Software e Programação MAIS ACESSADAS Saiba mais sobre a importância da privacidade na internet. Como as intermídias está inserida no ciberjornalismo? Um pouco mais sobre os instrumentos ópticos e suas funções. Ciências Humanas Educação Educação Física Filosofia Geografia História Pedagogia Psicologia Religião Sociologia MAIS ACESSADAS As verdades que poucos sabem sobre a famosa anorexia. Afinal, o que é maçonaria e quais os seus princípios? Veja algumas reflexões sobre a temida crise de energia no Brasil. Ciências Sociais Aplicadas Economia Turismo Administração e Finanças Contabilidade Direito Marketing MAIS ACESSADAS Por que hoje são necessários esforços para não assistir TV? Questões culturais e econômicas que levaram à desigualdade social. Conheça mais dos aspectos que regem o teatro contemporâneo no Brasil. Engenharias Engenharia Civil Engenharia dos Alimentos Engenharia Elétrica Engenharia Mecânica Engenharia Química Linguística, Letras e Artes Arte e Cultura MAIS ACESSADAS 100 dicas para uma vida melhor. A representação da mulher negra na teledramaturgia brasileira. Através da arte mostramos o que estamos sentindo e pensando. Entenda! Regras da ABNT Artigo Científico Citações Citações bibliográficas Currículo Lattes Dissertação e Tese Entrevista Métodos de pesquisa Pesquisa científica Projeto de Pesquisa Resenha Crítica Trabalho de Conclusão de Curso - TCC: Artigo Científico Trabalho de Conclusão de Curso - TCC: Monografia MAIS ACESSADAS Entenda a importância das citações. Você sabe redigir um currículo corretamente? Aprenda a organizar uma pesquisa científica. Home História História História, trabalho de história, monografia de história. Idade Média, Idade Moderna, Pré-História, História Medieval, Idade Contemporânea, Sociedades Antigas, História do Brasil e do mundo. História do Brasil História do Brasil, trabalho da história do Brasil, monografias da história do Brasil, descoberta do Brasil, colonização do Brasil, Brasil Império e Brasil República. COMPARTILHE VER MATÉRIA PUBLICIDADE A Atuação de Oswaldo Aranha no Processo de Engajamento do Brasil na Segunda Guerra Mundial ao lado d Análise da atuação de Oswaldo Aranha no comando do ministério das Relações Exteriores do Brasil, destacando seu papel na definição,... A CIDADE, SÍMBOLO DA MODERNIDADE Clique e confira o que há de moderno nos ideais proclamados por Pedro Xavier Gontijo na cidade de Divinópolis. A Cobertura da Rede Globo Sobre o Movimento 'Diretas Já': Choque de Versões Visões divergentes a respeito da cobertura da Rede Globo no movimento das “Diretas Já” entre março de 1983 e abril de 1984. A construção histórica do sentimento de infância Análise de estudos medievais e modernos sobre a infância. A Educação de Jovens e Adultos e o Movimento Brasileiro de Alfabetização A educação de jovens e adultos no Brasil com prática social através de instituições formais ou não. PUBLICIDADE A Era Vargas e a construção da cidadania De que forma a Era Vargas contribuiu para a construção da cidadania? Clique e confira! A globalização sob a Égide do Capitalismo. A globalização sob a Égide do Capitalismo, difusão mundial da produção, as “fases” da globalização, calendário gregoriano,caráter histórico da globalização. A guerra de Kosovo A guerra de Kosovo, fatos que antecederam a guerra de Kosovo, fatos marcantes da guerra de kosovo, como se deu o fim da guerra de Kosovo. A Guerra do Golfo Guerra do Golfo, como ocorreu a invasão, principais fatores que levaram a Guerra, OLP, a unificação da europa. A guerra dos cem anos Guerra dos cem, Reação Francesa, Joana D'Arc, Aspectos militares, O cerco de Orleans, a campanha da consagração. A História da Moeda A História da Moeda, origem da moeda, função da moeda, o papel-moeda chinês, moedas da Grécia antiga, a evolução da moea até os dias atuais. A HISTÓRIA DO NEGRO A PARTIR DA FORMAÇÃO CONTINUADA PARA PROFESSORES NA CIDADE DE BREVES – PA (2009-2012) Análise sobre as propostas e iniciativas implementadas pelo Governo na área da educação, com foco principal na Formação Continuada para Professores. À sombra da bandeira: o nacionalismo e a instabilidade internacional Este trabalho se propõe a analisar a natureza das manifestações nacionalistas em conjunturas adversas e reflete sobre as razões deste fenômeno político. Confira! A trajetória do jornalismo impresso para o jornalismo digital A trajetória do jornalismo impresso para o jornalismo digital, Histórico do webjornalismo, webjornalismo, interatividade, link and Internet. A transição da mão-de-obra escrava para a livre no perímetro urbano de Maceió (1850 – 1898) A transição da mão-de-obra escrava para a livre no perímetro urbano de Maceió, economia da escravidão, escravismo, racismo, respaldo ideológico, escravismo urbano. Alexandre Magno Alexandre o Grande, as conquistas de Alexandre o Grande, a civilização Helenística, as grandes aventuras de Alexandre o Grande. Arte Bizantina Arte Bizantina, O que foi a Arte Bizantina, Arquitetura, Pintura e Escultura, Mosaicos. Arte Cristã Primitiva Arte Cristã Primitiva, A divisão da Arte Cristã Primitiva, Arquitetura, Escultura, Pintura. Arte Gótica - História da Arte Gótica Arte Gótica, Quando a arte gótica foi empregada pela primeira vez, A arte gótica foi relegada, A escultura da arte gótica. Arte na Pré-História A arte na Pré-História, Em que período surgiu a A arte na Pré-História, Arquitetura da arte na Pré-História, Pintura. Arte Romana Arte Romana, O que foi a Arte Romana, Escultura da Arte Romana, Como era a pintura Arte Romana. As Capitanias Hereditárias Saiba sobre a história das capitanias hereditárias, O cotinente americano se dividia em 2 partes, foram distribuídas 14 capitanias. As Fantásticas Máquinas do Futuro As Fantásticas Máquinas do Futuro, a expansão, as origens, homens livres e trabalhadores, o norte do Paraná. As rebeliões na República Velha As rebeliões na República Velha, A Revolta de Canudos, a luta possível, a guerra do Contestado, A rebelião dos jovens militares. As Rebeliões na República Velha As Rebeliões na República Velha, A Revolta de Canudos (1893 – 1897), A Guerra do Contestado. As Rebeliões Nativas As Rebeliões Nativas, As recuperações da crise luzitana no Brasil, Conflitos em torno da escravização dos índios, A revolta de Vila Rica ou de Filipe dos Santos (1720), A As representações historiográficas sobre a África nos livros didáticos de Ensino Médio Como vem sendo apresentada a história da África nos livros didáticos mais adotados no ensino médio? Confira! Bombardeio da cidade de Dresden Bombardeio da cida de Dresden, como ocorreu o Bombardeio da cidade de Dresden, o Genocídio ocorrido. Brasil Colônia Brasil Colônia, Saiba o que aconteceu em cada ano, Aprenda sobre Brasil colônia. Canudos Canudos, A luta pela utopia real, Onde nasceu o Canudos, Saiba da história dos Canudos. Canudos Canudos, como ocorreu o conflito de Canudos, quem foi Antônio Conselheiro?, as etapas da Guerra de Canudos. Capitalismo - Filme Mauá Imperador e o Rei Capitalismo, Imperador e o rei, desenvolver da história e da economia capitalista, Irineu fundou o Banco do Brasil. CIBERCULTURA - Do Pós-Guerra à Conexão em Massa Clique aqui e compreenda um pouco mais sobre a cibercultura: do pós-guerra à conexão em massa. COCA - sagrada, medicinal e ilegal COCA - sagrada, medicinal e ilegal, 'processo civilizatório', ‘droga ilícita’, a planta chamada Erythroxylon coca, A importância da coca na sociedade incaica, fatores neg Da Era do Ouro para a Era do Barro Da Era do Ouro para a Era do Barro, A indústria cultural transforma o ouro em barro, A era do ouro do rádio e o início da Indústria Cultural, curiosidades da era do barro Década de 80 A década de 1980 no Brasil, Jose Sarney, os principais acontecimentos da década de 1980, o Governo braileiros na década de 1980. Direito Romano Ações da Lei Direito Romano (Ações da Lei), Processo Civil Romano, Passagem Da Justiça Privada Para Justiça Pública, Evolução Da Magistrado Romana. Ditadura Militar no Brasil Ditadura militar no Brasil, Regime militar, Junta militar, A derrota do projeto nacional-estatista. Divisões da História Divisões da História, a história, marcos da história, divisão da história, as divisões da história da humanidade. Egípcios Egípcios, Como era a morte para os Egípcios, Quais eram os Deuses, Em que os Egípcios acreditavam?. Egito Antigo Egito Antigo, egito, civilização egípcia, sociedade, economia, política, antiguidade. Ela é carioca? As representações femininas nas letras de música da Bossa Nova (1958 - 1960) As representações femininas nas letras de música da Bossa Nova no período de 1958 à 1960. Força Expedicionária Brasileira - O Posto Avançado de Neuro-Psiquiatria da FEB. Acompanhamento histórico da participação da Força Expedicionária Brasileira na Segunda Guerra Mundial. FUNDAMENTALISMO PROTESTANTE: DIFICULDADES DE INTERAÇÃO E DIÁLOGO COM A CULTURA BRASILEIRA Confira uma breve análise da relação entre protestantismo e cultura brasileira herdada de nossas matrizes étnico-culturais, a branca, a indígena e a negra. Getúlio Vargas Getúlio Vargas, o governo de Getúlio Vargas, trajetória política de Vargas e informações biográficas sobre o presidente brasileiro Getúlio Vargas. Golpe Militar Saiba sobre o golpe militar, Jango era considerado um herdeiro político de Vargas, Goulart foi apontado também como comunista, o congresso promulgou a nova constituição. Guerra das Malvinas: Uma Abordagem dos Antecedentes Motivos e Desfecho Guerra das Malvinas: Uma Abordagem dos Antecedentes Motivos e Desfecho, Presidência de Viola, Presidência de Galtieri, Antecedentes da Guerra das Malvinas, A ocupação mil Guerra de Canudos Guerra de Canudos, a utopia da guerra de canudos, o que foi a guerra de canudos. Busque informações sobre o decorrer desta guerra. História da riqueza do homem Do Feudalismo ao capitalismo, A sociedade feudal consistia dessas três classes, A Igreja foi a maior proprietária de terras no período feudal. Imprensa em França durante revolução Imprensa em França durante revolução, a atuação da imprensa na França durante a Revolução, Revolução na França, a Revolução Francesa, a imprensa na revolução na França. Mané Gostoso: Sua história e do seu criador Confira a história do famoso boneco de madeira Mané Gostoso, e de seu criador, o Sr. Otávio José da Silva. Mesopotâmia Mesopotâmia, O berço das primeiras civilizações, O Estado e as desigualdades sociais, Povos Mesopotâmicos, Uma história de sucessivas conquistas, Sumérios, Acádios, Amorr Música como documento em sala de aula - Música popular brasileira no ensino de história do Brasil A música como dcumento histórico em sala de aula. NOS LADRILHOS DA MEMÓRIA: UM BREVE ESTUDO SOBRE RUAS DE BREVES Saiba qual é a relação entre a rua, espaço e memória, tomando como lócus do trabalho de campo a cidade de Breves, localizada ao arquipélago do Marajó, no estado do Pará. O Discurso da Imprensa sobre o Complexo Penitenciário da Papuda em Brasília, de 1979 aos nossos temp Como o Complexo Penintenciário da Papuda e seus detentos são mostrados para a sociedade brasiliense a partir da visaão do Correio Braziliense. O Distanciamento Entre a Historiografia e A Teoria Arqueológica: Evidências e Perspectivas reflexão a respeito das interpretações sobre Arqueologia, principalmente sobre seu corpo teórico e seu distanciamento da historiografia no decorrer do desenvolvimento da O papel e o poder da ideologia quando dominante: reflexões em torno das manifestações ocorridas em 2015 e 2016 contra o Partido dos Trabalhadores sob a luz da hegemonia burguesa Confira sobre o uso da ideologia burguesa como instrumento de dominação cultural, social e política das classes subalternas. O preço da liberdade: As cartas de alforria da cidade de Sabará na última década de escravidão no Br A liberdade através das cartas de alforria. Os Protocolos dos Sábios de Sião: O mito da conspiração judaica sob a ótica nazista Clique e saiba mais sobre a falsificação literária conhecida como Os Protocolos dos Sábios de Sião! Patrimônio Fóssil Patrimônio Fóssil, paleontologia, o estudo da paleontologia, fósseis no Brasil, estudo de fósseis no Brasil, Fóssil, história dos fóssis, história do fóssil. POLÍTICA NA SALA DE AULA: Estudo sobre a compreensão política dos alunos de Ensino Médio Saiba como os alunos de ensino médio entendem a política e como a didática pode interferir no processo de construção da consciência política do estudante. Políticas de Ações Afirmativas de corte racial no Brasil: um panorama histórico Clique e saiba como se deu o surgimento do debate das políticas afirmativas no Brasil e seus antecedentes históricos globais e nacionais. Pré-História Pré-História, a pré-história, instrumentos de pedras, a pré-história, história da humanidade. Primeira guerra mundial Saiba mais sobre a Guerra mundial, Em que ano aconteceu, O mundo em guerra, Tratado de Versalhes, quando aconteceu o tratado de Versalhes. Reforma e Contra-Reforma Reforma Católica, Contra-Reforma, o que foi a reforma, o que foi a contra-reforma, influências da reforma, consequências da reforma na igreja católica, reforma luterana, Religião da Roma Antiga Religião na Roma antiga, os principais deuses da Roma Antiga, Júpiter, Juno, Marte, Diana, Vênus, Ceres, Baco, Aurora, Abeoana, Bellona, Cupido, Esculápio. República Velha e Rebelião da República Velha República Velha e Rebelião da República Velha, as contradições e as varias possibilidades da velha república, a presidência de Deodoro, Floriano Peixoto, Revolta da arma Revolta Protestante - Motivações, Influências e Fatos Clique e confira algumas motivações, influências e fatos acerca da Revolta Protestante. Revolução e Contra Revolução Revolução e Contra Revolução, Karl Marx, a Alemanha na fase da revolução, o Estado Prussiano, O restantes EStados alemães, Áustria, A Insurreição de Viena, a insurreição Revolução Francesa Revolução Francesa, fases da revolução francesa, situação da França antes da Guerra, antecedentes da revolução, o Governo de Napoleão Bonaparte, Napoleão Bonaparte, Franç Revolução Francesa Revolução Francesa, monarquia absoluta, antigo regime, situação da frança revolução, economia, sociedade, primeiro Estado, segundo Estado. Revolução Industrial Revolução Industrial, a revolução industrial, fases da revolução industrial, Revolução Industrial na Inglaterra, novas ferramentas de trabalho, fábricas, mudança no trans “Crioulos pretos”: um ensaio sobre a práxis social urbana e o cotidiano dos desclassificados da orde Crioulos Pretos, tabus da história, processo de transição do negro, produção escravista, produção capitalista, o negro na sociedade. Quem somos Anuncie no Brasil Escola Expediente Política de Privacidade Termos de Uso Fale Conosco SIGA O BRASIL ESCOLA Alunos Online Biologia Net Escola Kids Exercícios Mundo Educação História do Mundo Manual da Química Mundo Educação Português Vestibular Mundo Educação Resolução mínima de 1024x768. Copyright © 2018 Rede Omnia - Todos os direitos reservados Proibida a reprodução total ou parcial sem prévia autorização (Inciso I do Artigo 29 Lei 9.610/98)



https://play.google.com/store/books
 Livros no Google Play Minha conta Pesquisa Maps YouTube Play Notícias Gmail Drive Agenda Google+ Tradutor Fotos Mais Shopping Documentos Livros Blogger Contatos Hangouts Keep Outros produtos do Google Fazer login Campos ocultos Pesquisar Apps Meus apps Comprar Jogos Família Escolha dos editores Filmes Meus filmes Comprar Estúdios Família Música Minhas músicas Comprar Livros Meus livros Comprar Banca ... científica e fantasia Ficção e literatura Gastronomia e vinhos História Humor Livros infantis Mistério ... história chamou a atenção da autora de novelas Gloria Perez, inspirando-a na composição da ... história para as telas do cinema. Durante uma viagem de fim de semana, a filha mais nova de Mack ... a mesma força não importa quantas vezes você leia. A história de um menino de aparência incomum, mas de ... estava prestes a se tornar um dos maiores fracassos na história da empresa. De repente, um deles CACHE

Livros no Google Play Minha conta Pesquisa Maps YouTube Play Notícias Gmail Drive Agenda Google+ Tradutor Fotos Mais Shopping Documentos Livros Blogger Contatos Hangouts Keep Outros produtos do Google Fazer login Campos ocultos Pesquisar Apps Meus apps Comprar Jogos Família Escolha dos editores Filmes Meus filmes Comprar Estúdios Família Música Minhas músicas Comprar Livros Meus livros Comprar Banca Minha banca Comprar Entretenimento Conta Resgatar Comprar vale-presente Minha lista de desejos Minha atividade Play Guia para pais Gêneros Artes Autoajuda Biografias e memórias Educação Ficção científica e fantasia Ficção e literatura Gastronomia e vinhos História Humor Livros infantis Mistério e suspense Negócios e investimentos Poesia Psicologia Religião e espiritualidade Romances Página inicial Mais lidos Novidades Recomendado para você Ver mais Encomendados Perigosa Fabiana Escobar 28 de julho de 2017 2 R$ 14,90 Hoje, resolvi escrever sobre um assunto que entendo como muito delicado e de extrema importância. Complicado de abordar, difícil de discutir. Porque exemplo do feio, do errado, do ruim, NINGUÉM quer ser.” ­Em “Perigosa”, trazido com exclusividade pela Novo Século, Fabiana Escobar narra o dia a dia do mundo do crime nas favelas do Rio de Janeiro, refletindo sobre os motivos que levam muitas pessoas a fazer parte dessa triste realidade, sobretudo mulheres e meninas. Esta história chamou a atenção da autora de novelas Gloria Perez, inspirando-a na composição da personagem Bibi, interpretada por Juliana Paes na novela A força do querer, que se tornou um fenômeno de audiência. Ora engraçado, ora chocante, o relato de Fabiana propõe um raio-X isento de falsos moralismos sobre os pilares da sociedade, do ponto de vista de uma pessoa que cresceu acostumada ao brilho do ouro – e ao barulho dos fuzis. 2 R$ 14,90 Encomendados A inquisição Taran Matharu 23 de fevereiro de 2017 2 R$ 27,90 R$ 26,50 Segundo volume da série Conjurador. Um ano se passou desde o torneio. Fletcher e Ignácio foram trancafiados em uma prisão. Agora, terão que enfrentar um julgamento realizado pela Inquisição, uma poderosa instituição controlada por pessoas que ficariam maravilhadas em assistir de camarote à ruína de Fletcher. Após um julgamento cheio de revelações sobre o passado do jovem conjurador, os estudantes da Academia Vocans são enviados para as selvas órquicas com uma perigosa missão. Com os amigos Otelo e Sylva sempre ao seu lado, Fletcher vai enfrentar impensáveis desafios em uma batalha para salvar Hominum da destruição. Mesmo que precise morrer para isso. 2 R$ 27,90 R$ 26,50 Encomendados Origem Dan Brown 3 de outubro de 2017 2 R$ 29,99 R$ 28,49 1o LUGAR NA LISTA DE MAIS VENDIDOS DA VEJA 1o LUGAR NA LISTA DE MAIS VENDIDOS DO THE NEW YORK TIMES DE ONDE VIEMOS? PARA ONDE VAMOS? Robert Langdon, o famoso professor de Simbologia de Harvard, chega ao ultramoderno Museu Guggenheim de Bilbao para assistir a uma apresentação sobre uma grande descoberta que promete 'mudar para sempre o papel da ciência'. O anfitrião da noite é o futurólogo bilionário Edmond Kirsch, de 40 anos, que se tornou conhecido mundialmente por suas previsões audaciosas e invenções de alta tecnologia. Um dos primeiros alunos de Langdon em Harvard, há 20 anos, agora ele está prestes a revelar uma incrível revolução no conhecimento... algo que vai responder a duas perguntas fundamentais da existência humana. Os convidados ficam hipnotizados pela apresentação, mas Langdon logo percebe que ela será muito mais controversa do que poderia imaginar. De repente, a noite meticulosamente orquestrada se transforma em um caos, e a preciosa descoberta de Kirsch corre o risco de ser perdida para sempre. Diante de uma ameaça iminente, Langdon tenta uma fuga desesperada de Bilbao ao lado de Ambra Vidal, a elegante diretora do museu que trabalhou na montagem do evento. Juntos seguem para Barcelona à procura de uma senha que ajudará a desvendar o segredo de Edmond Kirsch. Em meio a fatos históricos ocultos e extremismo religioso, Robert e Ambra precisam escapar de um inimigo atormentado cujo poder de saber tudo parece emanar do Palácio Real da Espanha. Alguém que não hesitará diante de nada para silenciar o futurólogo. Numa jornada marcada por obras de arte moderna e símbolos enigmáticos, os dois encontram pistas que vão deixá-los cara a cara com a chocante revelação de Kirsch... e com a verdade espantosa que ignoramos durante tanto tempo. 2 R$ 29,99 R$ 28,49 Encomendados A Cabana William P. Young 17 de janeiro de 2017 2 R$ 24,99 R$ 23,74 194 SEMANAS NA LISTA DE MAIS VENDIDOS DA VEJA 150 SEMANAS NA LISTA DE MAIS VENDIDOS DO THE NEW YORK TIMES Esta edição especial inclui um texto inédito do autor, relembrando os 10 anos de sucesso que marcaram a trajetória do livro e contando detalhes da gravação do filme. Além disso, traz um caderno de fotos com cenas da adaptação desta emocionante história para as telas do cinema. Durante uma viagem de fim de semana, a filha mais nova de Mack Allen Phillips é raptada e evidências de que ela foi brutalmente assassinada são encontradas numa velha cabana. Após quatro anos vivendo numa tristeza profunda causada pela culpa e pela saudade da menina, Mack recebe um estranho bilhete, aparentemente escrito por Deus, convidando-o a voltar à cabana onde acontecera a tragédia. Apesar de desconfiado, ele vai ao local numa tarde de inverno e adentra passo a passo o cenário de seu mais terrível pesadelo. Mas o que ele encontra lá muda o seu destino para sempre. Em um mundo cruel e injusto, A cabana levanta um questionamento atemporal: se Deus é tão poderoso, por que não faz nada para amenizar nosso sofrimento? As respostas que Mack encontra vão surpreender você e podem transformar sua vida de maneira tão profunda quanto transformaram a dele. Você vai querer partilhar este livro com todas as pessoas que ama. 2 R$ 24,99 R$ 23,74 Encomendados Não se apega não Isabela Freitas 2 de junho de 2014 2 R$ 16,90 R$ 15,21 Tudo começa com um ponto-final: a decisão de terminar um namoro de dois anos com Gustavo, o namorado dos sonhos de toda garota. As amigas acharam que Isabela tinha enlouquecido, porque, afinal de contas, eles formavam um casal PER-FEI-TO! Mas por trás das aparências existia uma menina infeliz, disposta a assumir as consequências pela decisão de ficar sozinha. Estava na hora de resgatar o amor-próprio, a autoconfiança e entrar em contato com seus próprios desejos. Parece fácil, mas atrapalhada do jeito que é, Isabela precisa primeiro lidar com o assédio de um primo gostosão, das tentações da balada e, principalmente, entender que o príncipe encantado é artigo em falta no mercado. Isabela Freitas, em seu primeiro livro, narra os percalços vividos por sua personagem para encarar a vida e não se apegar ao que não presta, ainda assim, preservando seu lado romântico. 2 R$ 16,90 R$ 15,21 Encomendados A Garota no Trem Paula Hawkins 24 de julho de 2015 2 R$ 24,90 R$ 23,66 Um thriller psicológico que vai mudar para sempre a maneira como você observa a vida das pessoas ao seu redor Todas as manhãs Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio de galpões, caixas d'água, pontes e aconchegantes casas. Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes – a quem chama de Jess e Jason –, Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess – na verdade Megan – está desaparecida. Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos, mas também da vida de todos os envolvidos. Uma narrativa extremamente inteligente e repleta de reviravoltas, A garota no trem é um thriller digno de Hitchcock a ser compulsivamente devorado. 2 R$ 24,90 R$ 23,66 Encomendados Meu livro. Eu que escrevi. Raony Phillips 1 de agosto de 2017 2 R$ 14,90 R$ 13,41 Duny (lê-se Dani) é uma celebridade de alcance mundial, alçada ao estrelato por seu imenso talento, inteligência, classe e beleza incomparáveis. Ou, pelo menos, era isso o que ela esperava da vida — que, no caso de Duny, se resume basicamente a um loop infinito de lacres, barracos e baixarias cometidos em busca da fama. Meu livro. Eu que escrevi é o maior deles. Conhecida dos fãs principalmente por trabalhar e morar na Pensão da Tia Ruiva e ser uma das estrelas da websérie Girls in the House, Duny hoje comanda também o reality show investigativo Disk Duny e é comentarista on-line de premiações como o Oscar e o Grammy para uma grande rede de TV, mas ela já passou por muita coisa nessa vida: da humilhação pública de fazer agachamentos em trajes sumários num programa de auditório a fingir que suporta crianças só para ser babá da filha de uma artista famosíssima e ficar um tantinho mais perto dos maiores nomes da música pop. Se valeu a pena? Para Duny, ainda vamos saber. Mas, para quem lê essa autobiografia recheada do início ao fim com o melhor da ironia (ou grosseria) moderna e total ausência de preciosismo vernacular, vale cada página. 2 R$ 14,90 R$ 13,41 Encomendados Extraordinário: Edição Especial R.J.Palacio 1 de fevereiro de 2013 2 R$ 24,90 R$ 22,41 Lançado no Brasil originalmente em 2013, Extraordinário é daqueles livros únicos, marcantes, cuja mensagem ressoa com a mesma força não importa quantas vezes você leia. A história de um menino de aparência incomum, mas de coragem e coração enormes: August Pullman, o Auggie, que nasceu com uma severa deformidade facial e agora, aos 10 anos, vai frequentar a escola pela primeira vez. Um grande passo para qualquer criança e maior ainda para o garotinho cujo maior desejo é ser invisível. Mas Auggie, definitivamente, não nasceu para deixar de ser notado. Enquanto tenta vencer seus medos e se integrar em um mundo completamente novo, sua presença desencadeia as mais diferentes reações — algumas boas, outras nem tanto, mas todas profundamente transformadoras. Um romance comovente, poderoso e impossível de ignorar. Adaptado para os cinemas e estrelado pelo jovem Jacob Tremblay e por Julia Roberts, Extraordinário é relançado nesta edição especial comemorativa do filme, com novo posfácio da autora, fotos de bastidores e depoimentos que dão conta do impacto da mensagem de Extraordinário na vida dos artistas envolvidos na megaprodução. Um conteúdo inédito e exclusivo. 2 R$ 24,90 R$ 22,41 Encomendados O cérebro com foco e disciplina Renato Alves 13 de março de 2015 2 R$ 17,90 R$ 10,74 Cansado de se sentir mal porque não fez o que tinha para fazer hoje? O que você já perdeu hoje por pura falta de disciplina? As chaves de casa, o prazo do relatório, uma consulta ao médico, a dieta para perder aqueles quilos? O preço que pagamos pela falta de foco e disciplina é sempre muito alto e pode ser medido em dinheiro, tempo e oportunidades que vão pela janela. Vivemos com a mente atulhada de ideias, mensagens, tarefas a cumprir e o caos mental gera grande cansaço. As pessoas no mundo moderno travam uma batalha diária e invisível com a própria mente... e perdem. No final do dia, voltam para casa com o corpo intacto, mas a mente esgotada sem a mínima disposição para estudar, ler, meditar ou refletir. Renato Alves, especialista em memória e na mente humana, ensina neste livro como descobriu que era possível quebrar esse padrão. Aprenda com exemplos reais as onze metas – que você pode e deve cumprir – como conquistar o controle da sua vida e a chave dos seus sonhos. Entenda como fazer o autocontrole dirigir sua vida e revolucione seu modo de viver. Faça sua mente trabalhar a seu favor! Aprenda as técnicas para: - Concentrar-se para ler e escrever - Blindar-se emocionalmente contra hábitos viciosos - Ter foco para ser altamente produtivo - Aliviar a ansiedade - Ter reação inteligente - E muito mais 2 R$ 17,90 R$ 10,74 Encomendados O Pequeno Livro de Hai-kais do Menino Maluquinho Ziraldo 30 de agosto de 2013 1 Gratuito 'O Pequeno Livro de Hai-kais do Menino Maluquinho' é uma singela amostra gratuita dos poemas que compõe o livro 'Os Hai-kais do Menino Maluquinho'. O hai-kai é uma pequena composição poética de origem japonesa, constituída de três versos com cinco, sete e cinco sílabas, tendo como tema as variações da natureza e a sua influência na alma do poeta. O poeta Ziraldo canta em hai-kais as observações do seu mais famoso personagem, o Menino Maluquinho, sobre a natureza, as relações com a família, com os amigos e consigo mesmo. As ilustrações completam a graça e a poesia da obra, que propõe ao leitor que também faça sua reflexão sobre os temas. 1 Gratuito Para um ano de novas conquistas Ver mais Livros para alcançar suas metas Encomendados Guerreiros não nascem prontos José Luiz Tejon 5 de junho de 2016 2 R$ 20,90 R$ 10,45 DESCUBRA COMO A SABEDORIA DOS GRANDES GUERREIROS PODE AJUDÁ-LO A CONQUISTAR SEUS SONHOS E EDUCAR SUAS CRIANÇAS Este livro fala de lutas. Lutas que nos servem de exemplo, que nos ensinam estratégias. Lutas que mostram que não é fácil correr atrás daquilo que queremos. Mas nunca devemos nos ajoelhar perante o destino porque essa é, nas palavras de José Luiz Tejon, 'a essência da alma forjada na têmpera forte dos grandes guerreiros'. Em Guerreiros não nascem prontos, Tejon leva ao leitor palavras inspiradoras, mostrando que o caminho para a realização não chega sem obstáculos. Tejon despertará o guerreiro em você, ajudando-o a fazer escolhas inteligentes, alinhadas com os valores da sua vida. Entre outros pontos da ética do guerreiro, aprenda aqui: - Construa sua identidade - Saiba o que você representa - Não deixe que os outros o definam - Aceite seus próprios desafios - Não tenha medo de ser o primeiro O livro vai que vai revolucionar sua carreira e sua vida. 2 R$ 20,90 R$ 10,45 Encomendados Marco zero Joe Vitale 1 de junho de 2014 2 R$ 19,00 R$ 9,02 Autor de Limite zero e A chave, Joe Vitale aprofunda a experiência com a técnica havaiana Ho'oponopono em seu novo sucesso, Marco zero. No livro, o autor e palestrante, que ficou conhecido como ator do filme O segredo, revisita seus trabalhos anteriores e vai além, apresentando novas ferramentas e processos na busca pela felicidade. Para Vitale, quatro expressões simples são responsáveis pelo processo de purificação e transformação pessoal: 'Eu te amo', 'Sinto muito', 'Por favor, me perdoe' e 'Obrigado'. Como mantras, elas são capazes de limpar lembranças ruins, além de crenças e hábitos arraigados que atrapalham o percurso rumo à realização pessoal. Quanto mais purificada, mais próxima cada pessoa está do que o autor chama de 'marco zero'. Para a filosofia Ho'oponopono, cada ser humano é responsável por tudo o que acontece ao redor dele. E cabe apenas a ele a busca por uma relação mais saudável e equilibrada com si mesmo e com o próximo. Neste processo de autoconhecimento e cura, o perdão é uma etapa fundamental. Em Marco zero, o autor não tem receio de expor suas próprias fragilidades e comentar os problemas surgidos na trajetória. Nas entrevistas, Vitale revela detalhes de sua biografia e aprofunda os problemas que podem surgir durante a prática da técnica havaiana. O livro contém ainda alguns anexos que, de modo didático, ajudam o leitor a refletir sobre seus desafios pessoais e mapear a sua vida. 2 R$ 19,00 R$ 9,02 Encomendados A moderna ciência do Yoga: Os Riscos e as Recompensas William J. Broad 1 de julho de 2014 2 R$ 41,90 R$ 20,95 UMA AVALIAÇÃO INÉDITA E IMPARCIAL DA PRÁTICA MILENAR Neste surpreendente livro sobre yoga, William Broad, praticante desde 1970, nos mostra, a partir da visão de um premiado e experiente jornalista do caderno de Ciência do New York Times, que, apesar dos enormes benefícios, os riscos da prática do yoga não podem nem devem ser ignorados. Uma obra que levou cinco anos para ser escrita, A Moderna Ciência do Yoga nos apresenta um amplo quadro que mostra mais de um século de meticulosa pesquisa e apresenta a leigos e praticantes uma visão imparcial dessa prática milenar. O livro celebra o que é real sem deixar de expor o que é ilusório. Descreve o que é edificante e benéfico e revela o que é controverso e muitas vezes perigoso, sem deixar de explicar os porquês. Lança luz sobre benefícios pouco conhecidos do yoga, como a melhora do humor e o estímulo à criatividade, e não deixa de nos alertar sobre os movimentos que podem aleijar e até matar. E, como é comum durante investigações científicas, alguns mistérios surgiram ao longo da preparação desse estudo inédito: seriam a animação suspensa e o êxtase sexual sem limites capacidades humanas latentes? Prepare-se para uma instigante viagem que vai leva-lo dos velhos arquivos de Calcutá até centros de pesquisa médica de última geração, de famosos ashrams a impecáveis laboratórios, de deliciosos estúdios de yoga com renomados professores a salinhas de curandeiros. O livro também descortina a burguesa indústria global do yoga, que atrai não somente cientistas curiosos como também fervorosos praticantes e embromadores carismáticos. Em essência: derruba mitos, apresenta benefícios inesperados e uma emocionante visão crítica sobre como essa prática ancestral pode - e deve - ser desenvolvida. 2 R$ 41,90 R$ 20,95 Encomendados Meditar transforma: Um guia definitivo para acalmar a sua mente e equilibrar as suas emoções com 8 minutos diários Amanda Dreher 12 de julho de 2017 2 R$ 33,53 R$ 16,77 Você sofre com o excesso de pensamentos ou a falta de concentração? A sua mente não para, você tem dificuldade para desligar e relaxar, principalmente na hora de dormir? Você não aguenta mais acordar de manhã cansado, desanimado e sem energia para nada? Você quer entender qual é aquele algo a mais que falta na sua vida e que lhe causa tanta angústia, depressão e vazio no peito? Você está buscando ser uma pessoa melhor, com mais calma e serenidade para enfrentar os desafios diários? Se você respondeu SIM a alguma dessas perguntas ou se identificou com algumas dessas situações, este livro é para você. A intenção da autora é mostrar a parte prática, na vida real, porque meditação é, basicamente, colocar em ação: hoje, amanhã e depois! Durante a leitura, você vai conhecer o método para acalmar a sua mente e controlar as suas emoções com apenas 8 minutos diários, de forma simples e prática. Você será capaz de eliminar os maiores inimigos internos que prejudicam a vida da esmagadora maioria das pessoas: ansiedade, estresse, depressão, insônia, falta de concentração, dores crônicas, problemas de relacionamento e vazio no peito por não conhecer a missão de vida. 2 R$ 33,53 R$ 16,77 Encomendados Como atrair dinheiro Joseph Murphy 13 de novembro de 2015 2 R$ 19,90 R$ 18,90 Muitas pessoas se esforçam em suas carreiras sem obterem o merecido reconhecimento. De acordo com Joseph Murphy, profundo conhecedor das leis da mente, isso acontece por conta de bloqueios subconscientes impostos pelo próprio indivíduo. Uma vez eliminado o bloqueio mental, a riqueza flui naturalmente. Com os ensinamentos deste livro repleto de histórias verídicas de sucesso, você será capaz de usar a força espiritual para obter riquezas espirituais, mentais e materiais. 2 R$ 19,90 R$ 18,90 Encomendados Telepsiquismo: Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade Joseph Murphy 13 de setembro de 2013 2 R$ 19,90 R$ 18,90 'Telepsiquismo' reúne relatos impressionantes sobre pessoas que utilizaram o potencial psíquico para transformar suas perspectivas de vida, obter sucesso em relacionamentos ou progresso na vida profissional - depoimentos que reafirmam o poder que cada um de nós exerce sobre seu destino. Aprenda a visualizar acontecimentos futuros e torná-los realidade por meio de suas faculdades metapsíquicas, desenvolva sua capacidade extra-sensorial e saiba como afastar de sua vida as emoções e atitudes negativas que impedem uma existência livre e tranquila. 2 R$ 19,90 R$ 18,90 Encomendados Você pode curar seu coração Louise Hay 12 de agosto de 2016 2 R$ 19,90 R$ 18,90 Da mesma autora de Você pode curar sua vida. Como encontrar paz após uma grande perda. O que acontece quando Louise Hay e David Kessler juntam seus anos de experiência em autoajuda em um livro? Em Você pode curar seu coração, Hay e Kessler ensinam como superar situações difíceis pelas quais passamos ao longo da vida: o término de um relacionamento, a perda de um ente querido ou uma demissão, por exemplo. Abordando maneiras de lidar com o sentimento de perda, os autores farão o leitor embarcar em uma profunda jornada de autoconhecimento, que o ajudará a compreender a origem de cada uma de suas emoções negativas e lhe fornecerá as melhores ferramentas para curá-las. Encontre a paz e perceba que sim, você pode curar seu coração. 2 R$ 19,90 R$ 18,90 Encomendados O poder do hábito: Por que fazemos o que fazemos na vida e nos negócios Charles Duhigg 1 de outubro de 2012 2 R$ 29,90 R$ 9,90 Charles Duhigg, repórter investigativo do New York Times, mostra que a chave para o sucesso é entender como os hábitos funcionam - e como podemos transformá-los. Durante os últimos dois anos, uma jovem transformou quase todos os aspectos de sua vida. Parou de fumar, correu uma maratona e foi promovida. Em um laboratório, neurologistas descobriram que os padrões dentro do cérebro dela mudaram de maneira fundamental. Publicitários da Procter & Gamble observaram vídeos de pessoas fazendo a cama. Tentavam desesperadamente descobrir como vender um novo produto chamado Febreze, que estava prestes a se tornar um dos maiores fracassos na história da empresa. De repente, um deles detecta um padrão quase imperceptível - e, com uma sutil mudança na campanha publicitária, Febreze começa a vender um bilhão de dólares por anos. Um diretor executivo pouco conhecido assume uma das maiores empresas norte-americanas. Seu primeiro passo é atacar um único padrão entre os funcionários - a maneira como lidam com a segurança no ambiente de trabalho -, e logo a empresa começa a ter o melhor desempenho no índice Dow Jones. O que todas essas pessoas tem em comum? Conseguiram ter sucesso focando em padrões que moldam cada aspecto de nossas vidas. Tiveram êxito transformando hábitos. Com perspicácia e habilidade, Charles Duhigg apresenta um novo entendimento da natureza humana e seu potencial para a transformação. 2 R$ 29,90 R$ 9,90 Encomendados O livro da gratidão: Inspiração para agradecer Carolina Chagas 17 de abril de 2017 2 R$ 19,90 R$ 9,90 'A mudança de consciência começa com uma atitude: ter gratidão pela vida.' Gratidão é uma qualidade que todos possuímos — quem nunca se sentiu grato a alguém ou por alguma coisa que recebeu? Mas, na verdade, agradecer é um desafio diário. Afinal, é tão fácil se deixar levar pela enormidade de problemas e obstáculos que surgem todos os dias... Sabemos que quem é grato é mais feliz. Então, como fazer para superar a mania de reclamar a cada nova dificuldade? Este livro nos lembra, através de lindas frases e exercícios, de todos os motivos pelos quais podemos ser gratos e nos ensina a praticar aquilo que nascemos para fazer. 2 R$ 19,90 R$ 9,90 Encomendados O poder da ação Paulo Vieira 22 de março de 2016 2 R$ 20,90 R$ 10,45 Acorde para os objetivos que quer conquistar. Já aconteceu a você de se olhar no espelho e não gostar daqueles quilos a mais? De observar seu momento profissional somente com frustração? De se sentir desconectado dos seus familiares, dos seus amigos? Se você acha que essas são situações normais, pense de novo! Só porque isso acontece com várias pessoas não quer dizer que a vida deva ser assim. Só porque algo se torna comum, não significa que seja normal! Neste livro, Paulo Vieira lhe convida a quebrar o ciclo vicioso e iniciar um caminho de realização. Para isso, ele apresenta o método responsável por impactar 250 mil pessoas ao longo de sua carreira - e que pode ser a chave para o que você tanto procura. No decorrer destas páginas, o autor lhe entrega uma bússola. E para conseguir se guiar por ela você terá de assumir um compromisso com a mudança. Preparado? Aproveite todas as provocações e os desafios propostos nesta obra para conseguir, de fato, fazer o check-up completo sobre si mesmo. Acorde, creia, comunique, tenha foco, AJA! Pare de adiar sua vida e seja quem quer ser a partir de agora. Não existe outra opção. E está em suas mãos reescrever seu futuro. 2 R$ 20,90 R$ 10,45 Leia um trecho gratuito Ver mais Conheça os mais vendidos Encomendados Mauricio: A história que não está no gibi Mauricio de Sousa 2 de junho de 2017 2 R$ 29,99 R$ 28,49 Com mais de 80 anos de vida e quase 60 de carreira, Mauricio de Sousa tem uma história tão fascinante quanto os personagens da Turma da Mônica, que seguem encantando gerações de leitores. A paixão pelos quadrinhos começou ainda criança, no interior de São Paulo. Foi com alguns gibis encontrados no lixo que aprendeu a ler e a sonhar. A vida não era fácil e Mauricio desde cedo precisou trabalhar para ajudar em casa. Encarou os mais diversos empregos – de datilógrafo a repórter policial – até resolver se dedicar totalmente aos desenhos e acreditar, contra tudo e todos, que poderia tirar seu sustento daquilo que mais amava fazer. O esforço valeu a pena. Suas criações ganharam o Brasil e boa parte do mundo, abrindo portas e lhe rendendo prêmios. A Mauricio de Sousa Produções já vendeu mais de 1 bilhão de gibis, criou quase 400 personagens e tem mais de 3 mil produtos licenciados. E a Turma da Mônica é hoje uma das marcas mais fortes do país. Agora ele conta, com a mesma graça, inocência e alegria de suas revistinhas, todas as suas aventuras, travessuras e os planos nem tão infalíveis assim: a entrada na lista negra da imprensa em plena ditadura, os personagens que nunca foram publicados, a peça teatral que foi um fiasco e o momento em que quase foi à falência. Também compartilha o processo de criação de uma revistinha, o que fez para transformar tantos sonhos em realidade e como, até hoje, continua se reinventando. 2 R$ 29,99 R$ 28,49 Encomendados Perigosa Fabiana Escobar 28 de julho de 2017 2 R$ 14,90 Hoje, resolvi escrever sobre um assunto que entendo como muito delicado e de extrema importância. Complicado de abordar, difícil de discutir. Porque exemplo do feio, do errado, do ruim, NINGUÉM quer ser.” ­Em “Perigosa”, trazido com exclusividade pela Novo Século, Fabiana Escobar narra o dia a dia do mundo do crime nas favelas do Rio de Janeiro, refletindo sobre os motivos que levam muitas pessoas a fazer parte dessa triste realidade, sobretudo mulheres e meninas. Esta história chamou a atenção da autora de novelas Gloria Perez, inspirando-a na composição da personagem Bibi, interpretada por Juliana Paes na novela A força do querer, que se tornou um fenômeno de audiência. Ora engraçado, ora chocante, o relato de Fabiana propõe um raio-X isento de falsos moralismos sobre os pilares da sociedade, do ponto de vista de uma pessoa que cresceu acostumada ao brilho do ouro – e ao barulho dos fuzis. 2 R$ 14,90 Encomendados Insurgente Veronica Roth 1 de abril de 2013 2 R$ 25,50 R$ 24,22 Uma escolha pode te destruir Na Chicago futurista criada por Veronica Roth em Divergente, as facções estão desmoronando. E Beatrice Prior tem que arcar com as consequências de suas escolhas. Em Insurgente, a aguardada continuação da série de distopia que se tornou o novo fenômeno do disputado mercado Young Adult após Jogos Vorazes, a jovem Tris tenta salvar aqueles que ama – e a própria vida – enquanto lida com questões como mágoa e perdão, identidade e lealdade, política e amor. Com mais de 2,5 milhões de exemplares vendidos, Divergente é a próxima grande franquia da Lionsgate nos cinemas, com estreia prevista para março de 2014. A bem-sucedida trilogia de Veronica Roth é um best-seller da Veja. 2 R$ 25,50 R$ 24,22 Encomendados Muito mais que cinco minutos Kéfera Buchmann 1 de setembro de 2015 2 R$ 16,90 O fenômeno divertido do YouTube conta sua história pré-fama em um livro. Você conhece a Kéfera? Pois deveria! Com 22 anos, Kéfera Buchmann reúne quase doze milhões de seguidores nas suas mídias sociais (YouTube, Facebook, Twitter e Instagram). Só o seu canal no YouTube, '5inco minutos' (procura aí na internet), tem cinco milhões de assinantes e é o quarto mais visto do Brasil. Tá achando pouco? Ela ainda recebe diariamente centenas de mensagens de fãs do Brasil todo e é parada na rua a todo momento. Se o YouTube é de fato a nova televisão, como acha muita gente, hoje Kéfera é o equivalente aos antigos astros globais. Tão conhecida e amada quanto eles. Neste livro, que tem literalmente a sua cara, Kéfera parte de sua vida para falar de relacionamentos, bullying, moda e gafes e conta uma série de histórias divertidas com as quais é impossível não se identificar. 2 R$ 16,90 Encomendados Era uma vez minha primeira vez Thalita Rebouças 24 de janeiro de 2012 2 R$ 18,00 R$ 17,10 Seis amigas muito amigas com seis histórias diferentes sobre um tema em comum (e comum em várias rodinhas de amigas muito amigas): a primeira vez. Teresa, Clara, Fernanda, Tuca, Patty e Joana, apesar de serem amigas de infância e morarem no mesmo condomínio, pensam de forma diferente sobre o assunto, têm dúvida, medos, angústias e anseios diferentes. E, é claro, têm primeiras vezes muito diferentes. Memoráveis, esquecíveis, boas, horrorosas... Só lendo pra saber. Só lendo para – quem sabe? – se identificar. 2 R$ 18,00 R$ 17,10 Encomendados Como conquistar as pessoas Allan Pease 20 de fevereiro de 2013 2 R$ 21,00 R$ 19,95 Algumas pessoas parecem ter o dom natural de puxar conversa com estranhos e fazer amigos facilmente. Segundo Allan e Barbara Pease, especialistas em relacionamentos e linguagem corporal, o 'carisma' dessas pessoas é uma qualidade que pode ser adquirida e aprimorada quando se tem acesso às informações certas. São essas informações que eles reuniram, de forma objetiva e bem-humorada, neste livro. Dividido em pequenos capítulos, ele ensina técnicas para você ganhar a simpatia das pessoas logo no primeiro encontro. Você vai descobrir que saber ouvir, elogiar e fazer os outros sentirem-se importantes são atitudes fundamentais para conquistar a atenção de todos à sua volta. Fazendo isso, você será capaz de ampliar suas relações e criar laços mais profundos e gratificantes. Com base na vasta experiência de Allan e Barbara, que já venderam mais de 12 milhões de livros em todo o mundo, este guia vai ajudá-lo a ser sempre lembrado como alguém sincero, gentil, agradável e bem-vindo, onde quer que esteja. 2 R$ 21,00 R$ 19,95 Encomendados Prometida - Perdida - vol. 4: Uma longa jornada para casa Carina Rissi 21 de outubro de 2016 2 R$ 26,90 R$ 25,56 Elisa Clarke anda um pouco entediada. Seus dias parecem iguais e os bailes há muito deixaram de trazer algum prazer a ela. Não que seja uma surpresa, pois sempre que ela está presente os eventos se tornam um desastre! E é injusto, já que ela foi uma boa moça a vida toda. Nascida em uma das famílias mais influentes, a jovem aprendeu desde pequena a respeitar as normas sociais e se manter longe de escândalos. Na única vez em que ignorou uma dessas regras acabou noiva. E foi apenas um beijo, ora bolas! Um beijo com o qual Elisa fantasiou desde que conheceu e se apaixonou irrevogavelmente pelo belo e gentil jovem médico e que, como acontece nos contos de fadas, mudou sua vida para sempre. Mas não da maneira que ela esperava. Como consequência, agora está prometida a alguém que a despreza tanto que preferiu viver em outro continente. Tudo o que ela deseja é que as coisas permaneçam assim. Mas Elisa não sabe que seu noivo está a caminho do Brasil, e ela terá de enfrentar o homem cujo coração um dia se viu forçada a partir. Destinados a ficar juntos, mas separados por seus corações, eles se envolverão em uma sinuosa dança marcada por segredos, mágoas do passado, intrigas e uma arrebatadora paixão que colocará em perigo não apenas seus sentimentos, mas a vida de ambos. 2 R$ 26,90 R$ 25,56 Encomendados Guerra Civil: Uma história do universo Marvel Stuart Moore 11 de novembro de 2014 2 R$ 24,90 R$ 23,66 A épica história que provoca a separação do Universo Marvel! Homem de Ferro e Capitão América: dois membros essenciais para os Vingadores, a maior equipe de super-heróis do mundo. Quando uma trágica batalha deixa um buraco na cidade de Stamford, matando centenas de pessoas, o governo americano exige que todos os super-heróis revelem sua identidade e registrem seus poderes. Para Tony Stark – o Homem de Ferro – é um passo lamentável, porém necessário, o que o leva a apoiar a lei. Para o Capitão América, é uma intolerável agressão à liberdade cívica. Assim começa a Guerra Civil. 2 R$ 24,90 R$ 23,66 Encomendados Você Sabe Estudar? Claudio de Moura Castro 1 de janeiro de 2015 2 R$ 44,00 R$ 30,60 Você precisa aprender de forma mais eficaz? Tem problemas de concentração? Aprende e depois não lembra? Não consegue administrar seu tempo de estudo? Claudio de Moura Castro, reconhecido especialista em educação, apresenta técnicas para desenvolver bons hábitos de estudo e conquistar uma aprendizagem duradoura. O autor vasculha o funcionamento da mente humana para ensinar o leitor a usar a memória a seu favor com o método de estudo ativo e mostra que estudar é coisa que se aprende. Com este livro, você aprenderá: - Como obter melhores resultados em testes, provas e trabalhos - Como entender melhor assuntos difíceis - Como não esquecer o conteúdo estudado - Como fazer anotações, resumos e mapas mentais - Como administrar melhor o seu tempo - Como ler um livro 2 R$ 44,00 R$ 30,60 Encomendados A dieta dos 2 dias - The FastDiet: Fique mais magro e saudável com o método do jejum intermitente Michael Mosley 12 de agosto de 2013 2 R$ 21,00 R$ 19,95 É possível comer normalmente durante cinco dias por semana e, ainda assim, emagrecer e se tornar mais saudável? A resposta é sim. Você só precisa limitar sua ingestão de calorias em dois dias não consecutivos por semana – são 500 calorias para mulheres e 600 calorias para homens. Com A dieta dos 2 dias, você perde peso rapidamente e sem esforço. Experiências científicas com pessoas que fizeram o jejum intermitente mostram que essa prática não só ajuda a perder peso de forma sustentável como também reduz o risco de vários problemas de saúde, de diabetes a doenças cardíacas. Este livro reúne os resultados de pesquisas recentes e apresenta um programa alimentar que pode ser facilmente incorporado ao seu dia a dia. Entre as vantagens da dieta dos 2 dias estão: • Não existem regras complicadas: a estratégia é simples e flexível. • Não há um rígido controle diário do consumo calórico – você só vai se preocupar com isso duas vezes por semana. • Você vai desfrutar dos alimentos preferidos nos outros dias. • Depois de emagrecer, basta manter o programa básico para não voltar a engordar. • O emagrecimento é apenas um dos benefícios: o verdadeiro bônus são os ganhos potenciais para a saúde a longo prazo. Longe de ser apenas um modismo, A dieta dos 2 dias é uma maneira nova de abordar a comida e um estilo de vida que pode melhorar sua saúde. Este livro é um guia indispensável para a perda de peso simples e duradoura, sem cálculos complexos e sem a necessidade de se privar do que você mais gosta de comer. 2 R$ 21,00 R$ 19,95 Mais Escuro está chegando Ver mais Até 45% off na série Cinquenta Tons Encomendados Grey: Cinquenta tons de cinza pelos olhos de Christian E. L. James 17 de setembro de 2015 1 R$ 29,90 R$ 16,50 Na voz de Christian, e através de seus pensamentos, reflexões e sonhos, E L James oferece uma nova perspectiva da história de amor que dominou milhares de leitores ao redor do mundo. Christian Grey controla tudo e todos a seu redor: seu mundo é organizado, disciplinado e terrivelmente vazio – até o dia em que Anastasia Steele surge em seu escritório, uma armadilha de pernas torneadas e longos cabelos castanhos. Christian tenta esquecê-la, mas em vez disso acaba envolvido num turbilhão de emoções que não compreende e às quais não consegue resistir. Diferentemente de qualquer mulher que ele já conheceu, a tímida e quieta Ana parece enxergar através de Christian – além do empresário extremamente bem-sucedido, de estilo de vida sofisticado, até o homem de coração frio e ferido. Será que, com Ana, Christian conseguirá dissipar os horrores de sua infância que o assombram todas as noites? Ou seus desejos sexuais obscuros, sua compulsão por controle e a profunda aversão que sente por si mesmo vão afastar a garota e destruir a frágil esperança que ela lhe oferece? 1 R$ 29,90 R$ 16,50 Encomendados Trilogia Cinquenta tons de cinza E. L. James 26 de novembro de 2012 1 R$ 89,70 R$ 49,50 Fenômeno editorial sem precedentes, a Trilogia Cinquenta tons de cinza conquistou uma legião de fãs ao redor do planeta, ultrapassando a marca inédita de 40 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo. No Brasil, mais de 900 mil livros foram comercializados em 80 dias, uma média de 468 exemplares por hora. Agora, os três volumes da série que marca a estreia literária da inglesa E L James estão reunidos em um box especial, com edição limitada e design exclusivo: Cinquenta tons de cinza, que narra o início da ardente história de amor entre a recatada estudante Anastasia Steele e o enigmático empresário Christian Grey. Cinquenta tons de liberdade, em que Ana e Christian lutam para superar as diferenças e os problemas do passado e enfim ficar juntos. e Cinquenta tons de liberdade, que traz o tão aguardado desfecho da Trilogia que dominou o mundo. 1 R$ 89,70 R$ 49,50 Encomendados Cinquenta tons de cinza E. L. James 1 de agosto de 2012 1 R$ 29,90 R$ 16,50 Quando Anastasia Steele entrevista o jovem empresário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja — mas em seus próprios termos. Chocada e ao mesmo tempo seduzida pelas estranhas preferências de Grey, Ana hesita. Por trás da fachada de sucesso — os negócios multinacionais, a vasta fortuna, a amada família —, Grey é um homem atormentado por demônios do passado e consumido pela necessidade de controle. Quando eles embarcam num apaixonado e sensual caso de amor, Ana não só descobre mais sobre seus próprios desejos, como também sobre os segredos obscuros que Grey tenta manter escondidos... 1 R$ 29,90 R$ 16,50 Encomendados Cinquenta tons mais escuros E. L. James 15 de setembro de 2012 1 R$ 24,90 R$ 16,50 Assustada com os segredos obscuros do belo e atormentado Christian Grey, Ana Steele põe um ponto final em seu relacionamento com o jovem empresário e concentra-se em sua nova carreira, numa editora de livros. Mas o desejo por Grey domina cada pensamento de Ana e, quando ele propõe um novo acordo, ela não consegue resistir. Em pouco tempo, Ana descobre mais sobre o angustiante passado de seu amargurado e dominador parceiro do que jamais imaginou ser possível. Enquanto Christian tenta se livrar de seus demônios interiores, Ana se vê diante da decisão mais importante da sua vida. 1 R$ 24,90 R$ 16,50 Encomendados Cinquenta tons de liberdade E. L. James 7 de novembro de 2012 1 R$ 29,90 R$ 16,50 Quando a ingênua Anastasia Steele conheceu o jovem empresário Christian Grey, teve início um sensual caso de amor que mudou a vida dos dois irrevogavelmente. Chocada, intrigada e, por fim, repelida pelas estranhas exigências sexuais de Christian, Ana exige um comprometimento mais profundo. Determinado a não perdê-la, ele concorda. Agora, Ana e Christian têm tudo: amor, paixão, intimidade, riqueza e um mundo de possibilidades a sua frente. Mas Ana sabe que o relacionamento não será fácil, e a vida a dois reserva desafios que nenhum deles seria capaz de imaginar. Ana precisa se ajustar ao mundo de opulência de Grey sem sacrificar sua identidade. E ele precisa aprender a dominar seu impulso controlador e se livrar do que o atormentava no passado. Quando parece que a força dessa união vai vencer qualquer obstáculo, a malícia, o infortúnio e o destino conspiram para transformar os piores medos de Ana em realidade. 1 R$ 29,90 R$ 16,50 Encomendados Cinquenta tons mais escuros - Capa Filme (Com Conteúdo Extra) E L James 3 de janeiro de 2017 2 R$ 29,90 R$ 16,50 Edição especial com fotos e comentários de E L James sobre os bastidores da aguardada sequência cinematográfica de Cinquenta Tons de Cinza e um trecho antecipado de Cinquenta tons mais escuros pelos olhos de Christian, próximo romance da autora. Assustada com o lado obscuro do belo e atormentado Christian Grey, Anastasia Steele põe um ponto final em seu relacionamento com o jovem empresário e decide se concentrar em sua carreira: ela acaba de conseguir um emprego em uma editora de livros de Seattle. Mas o desejo que sente por Christian ainda domina seus pensamentos e, quando ele propõe reatarem o namoro, ela não consegue resistir. Por amor a Ana, Christian está disposto a enfrentar seus demônios interiores. Em pouco tempo, porém, ela descobre segredos do passado de seu amargurado e dominador parceiro que jamais imaginou serem possíveis, e se vê obrigada a tomar uma importante decisão. 2 R$ 29,90 R$ 16,50 Encomendados Mais Escuro (Grey Vol. 2): Cinquenta tons mais escuros pelos olhos de Christian E L James 8 de janeiro de 2018 1 R$ 24,90 R$ 22,41 E L James revisita Cinquenta tons com um mergulho mais profundo e sombrio na história de amor que envolveu milhões de leitores em todo o mundo. O relacionamento quente e sensual de Anastasia Steele e Christian Grey chega ao fim com muitas acusações e sofrimento, mas Grey não consegue tirar Ana da cabeça. Determinado a reconquistá-la, ele tenta suprimir seus desejos mais obscuros e sua necessidade de controle absoluto, e disposto a amar Ana nos termos estabelecidos por ela. Mas os horrores de sua infância ainda o assombram, e, como se não bastasse, o chefe manipulador de Ana, Jack Hyde, claramente a quer. Será que o terapeuta e confidente de Grey, Dr. Flynn, poderá ajudá-lo a enfrentar seus demônios? Ou será que a possessividade de Elena, sua sedutora, e a devoção perturbada de Leila, sua ex-submissa, vão arrastá-lo para o passado? E se Christian vai reconquistar Ana, será que um homem tão sombrio e cheio de problemas espera mesmo mantê-la? 1 R$ 24,90 R$ 22,41 Populares no Play Ver mais Top livros para você Encomendados It: A coisa Stephen King 4 de agosto de 2014 2 R$ 29,90 O clássico de Stephen King em nova edição. Durante as férias escolares de 1958, em Derry, pacata cidadezinha do Maine, Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly aprenderam o real sentido da amizade, do amor, da confiança e... do medo. O mais profundo e tenebroso medo. Naquele verão, eles enfrentaram pela primeira vez a Coisa, um ser sobrenatural e maligno que deixou terríveis marcas de sangue em Derry. Quase trinta anos depois, os amigos voltam a se encontrar. Uma nova onda de terror tomou a pequena cidade. Mike Hanlon, o único que permanece em Derry, dá o sinal. Precisam unir forças novamente. A Coisa volta a atacar e eles devem cumprir a promessa selada com sangue que fizeram quando crianças. Só eles têm a chave do enigma. Só eles sabem o que se esconde nas entranhas de Derry. O tempo é curto, mas somente eles podem vencer a Coisa. Em It: A Coisa, clássico de Stephen King em nova edição, os amigos irão até o fim, mesmo que isso signifique ultrapassar os próprios limites. 2 R$ 29,90 Encomendados Harry Potter e a Pedra Filosofal J.K. Rowling 8 de dezembro de 2015 2 R$ 27,90 Harry Potter é um garoto cujos pais, feiticeiros, foram assassinados por um poderosíssimo bruxo quando ele ainda era um bebê. Ele foi levado, então, para a casa dos tios que nada tinham a ver com o sobrenatural. No dia de seu aniversário de 11 anos, Harry descobre sua verdadeira história e seu destino: ser um aprendiz de feiticeiro até o dia em que terá que enfrentar a pior força do mal, o homem que assassinou seus pais. Potter fica sabendo que é a única pessoa a ter sobrevivido a um ataque do tal bruxo do mal e essa é a causa da marca em forma de raio que ele carrega na testa. Ele não é um garoto qualquer, ele sequer é um feiticeiro qualquer. ele é Harry Potter, símbolo de poder, resistência e um líder natural entre os sobrenaturais. 2 R$ 27,90 Encomendados Na minha pele Lázaro Ramos 13 de junho de 2017 2 R$ 23,90 Compartilhando experiências e reflexões pessoais, o ator, diretor e escritor Lázaro Ramos convida o leitor a vestir outra pele, num relato sobre tomada de consciência, respeito à diferença e atitude. Movido pelo desejo de viver num mundo em que a pluralidade cultural, racial, étnica e social seja vista como um valor positivo, e não uma ameaça, Lázaro Ramos divide com o leitor suas reflexões sobre temas como ações afirmativas, gênero, família, empoderamento, afetividade e discriminação. Ainda que não seja uma biografia, em Na minha pele Lázaro compartilha episódios íntimos e também suas dúvidas, descobertas e conquistas. Ao rejeitar qualquer tipo de segregação ou radicalismos, Lázaro nos fala da importância do diálogo. Não se pode abraçar a diferença pela diferença, mas lutar pela sua aceitação num mundo ainda tão cheio de preconceitos. Um livro sincero e revelador, que propõe uma mudança de conduta e nos convoca a ser mais vigilantes e atentos ao outro. 2 R$ 23,90 Encomendados Como se tornar inesquecivel: Os dez elementos essenciais para ser sempre lembrado Dale Carnegie 10 de junho de 2014 2 R$ 18,95 R$ 18,00 Os dez elementos essenciais para ser sempre lembrado SEJA A PESSOA DE QUEM TODOS SE LEMBRAM E A QUEM NINGUÉM CONSEGUE RESISTIR O que realmente significa ter classe? Como você faz para se distinguir da multidão e se tornar um líder de sucesso? Quando deixar a intuição guiar suas decisões profissionais? As respostas a estas e outras perguntas importantes podem ser encontradas neste guia dinâmico e inspirador, escrito para todos que desejam uma vida com mais significado e capacidade de influência. Em Como se tornar inesquecível você aprenderá os segredos para causar uma impressão positiva e duradoura. Quando você descobrir como fazer para se distinguir fácil e naturalmente, perceberá que pessoas de todas as áreas de sua vida reagem a você de forma mais positiva e generosa do que nunca. 2 R$ 18,95 R$ 18,00 Encomendados Perigosa Fabiana Escobar 28 de julho de 2017 2 R$ 14,90 Hoje, resolvi escrever sobre um assunto que entendo como muito delicado e de extrema importância. Complicado de abordar, difícil de discutir. Porque exemplo do feio, do errado, do ruim, NINGUÉM quer ser.” ­Em “Perigosa”, trazido com exclusividade pela Novo Século, Fabiana Escobar narra o dia a dia do mundo do crime nas favelas do Rio de Janeiro, refletindo sobre os motivos que levam muitas pessoas a fazer parte dessa triste realidade, sobretudo mulheres e meninas. Esta história chamou a atenção da autora de novelas Gloria Perez, inspirando-a na composição da personagem Bibi, interpretada por Juliana Paes na novela A força do querer, que se tornou um fenômeno de audiência. Ora engraçado, ora chocante, o relato de Fabiana propõe um raio-X isento de falsos moralismos sobre os pilares da sociedade, do ponto de vista de uma pessoa que cresceu acostumada ao brilho do ouro – e ao barulho dos fuzis. 2 R$ 14,90 Encomendados Coração de Aço Brandon Sanderson 11 de novembro de 2016 2 R$ 34,90 R$ 10,47 Misteriosamente várias pessoas, de diferentes origens, recebem superpoderes, mas são corrompidas por eles e tornam-se vilões cruéis. Após tomarem o controle das cidades para si, eles criam uma nova realidade distópica, submetendo os humanos a uma vida de servidão. Isso aconteceu há dez anos, quando David viu seu pai ser morto por Coração de Aço, ditador de Nova Chicago. Agora, ele se dedica a estudar as fraquezas desse e de outros supervilões, planejando fazer parte do misterioso grupo dos Executores, pessoas comuns com a ousada missão de matar os tiranos um a um. 2 R$ 34,90 R$ 10,47 Encomendados As armas da persuasão: Edição 2 Robert B. Cialdini 27 de agosto de 2013 2 R$ 29,99 R$ 28,49 Depois de passar anos caindo na lábia de vendedores, arrecadadores de doações e operadores de telemarketing, o psicólogo Robert B. Cialdini resolveu se dedicar ao estudo da persuasão. Ele queria entender quais são os fatores que levam uma pessoa a dizer 'sim' a um pedido e que técnicas exploram melhor esses fatores. Reunindo dados das mais recentes pesquisas científicas sobre o assunto, histórias de gente comum e a experiência adquirida ao se infiltrar em organizações que treinam os chamados 'profissionais da persuasão', Cialdini criou uma obra acessível, informativa e indispensável a todos aqueles que querem saber como influenciar pessoas e, ao mesmo tempo, se defender dos manipuladores. Seis princípios psicológicos básicos governam o comportamento humano quando tomamos uma decisão e podem ser usados como verdadeiras armas: 1. Reciprocidade: nos sentimos compelidos a retribuir, nem sempre de forma vantajosa para nós, o que outra pessoa nos proporcionou 2. Compromisso e coerência: depois que fazemos uma escolha, enfrentamos pressões para nos comportarmos de maneira condizente com o compromisso assumido 3. Aprovação social: buscamos nos outros indícios do comportamento mais apropriado a seguir 4. Afeição: preferimos acatar pedidos de pessoas que conhecemos e de que gostamos 5. Autoridade: temos um arraigado senso de obediência à autoridade 6. Escassez: tudo se torna mais valioso quando fica menos disponível Cada princípio é discutido pelo autor em termos de sua função na sociedade e de como um profissional da persuasão pode mobilizar seu poder em pedidos de compras, doações, concessões, votos, permissões, etc. Além disso, aprendemos a usar essas técnicas a nosso favor nas interações diárias de todo tipo, com vizinhos, amigos, colegas, parceiros de negócios ou familiares. 2 R$ 29,99 R$ 28,49 Encomendados Como conquistar as pessoas Allan Pease 20 de fevereiro de 2013 2 R$ 21,00 R$ 19,95 Algumas pessoas parecem ter o dom natural de puxar conversa com estranhos e fazer amigos facilmente. Segundo Allan e Barbara Pease, especialistas em relacionamentos e linguagem corporal, o 'carisma' dessas pessoas é uma qualidade que pode ser adquirida e aprimorada quando se tem acesso às informações certas. São essas informações que eles reuniram, de forma objetiva e bem-humorada, neste livro. Dividido em pequenos capítulos, ele ensina técnicas para você ganhar a simpatia das pessoas logo no primeiro encontro. Você vai descobrir que saber ouvir, elogiar e fazer os outros sentirem-se importantes são atitudes fundamentais para conquistar a atenção de todos à sua volta. Fazendo isso, você será capaz de ampliar suas relações e criar laços mais profundos e gratificantes. Com base na vasta experiência de Allan e Barbara, que já venderam mais de 12 milhões de livros em todo o mundo, este guia vai ajudá-lo a ser sempre lembrado como alguém sincero, gentil, agradável e bem-vindo, onde quer que esteja. 2 R$ 21,00 R$ 19,95 Encomendados 10 Histórias Divertidas Katrina Kahler 17 de dezembro de 2017 2 R$ 9,81 R$ 9,50 10 Histórias divertidas para crianças dos 2 aos 5 anos de idade, por Katrina Kahler. Uma leitura com contos infantis para leitores precoces - histórias sobre animais com ilustrações, que transmitem os valores e as aptidões certas às crianças. Este livro é um conjunto de histórias originais e divertidas que todas as crianças vão adorar. Os/As seus/suas filhos(as) irão gostar, de imediato, destas histórias e sentirem-se, com certeza, motivados com cada uma das personagens e com as suas aventuras. Estas personagens incluem uma variedade de animais bonitos, tais como, dinossauros, piratas e também meninas e meninos com os quais as crianças se poderão identificar. Cada uma destas histórias transmite uma mensagem de valores morais, a qual os pais poderão aprofundar com as suas crianças e, assim, reforçar a importância de serem simpáticos, honestos, corajosos, de tentarem dar o seu melhor e para saberem lidar com um bebé novo na família, entre outros. Todas as histórias são ilustradas e irão entretê-la(o) a si e aos seus filhos(as). É um livro perfeito para os todos os leitores, ou todos aqueles que estão a iniciar-se na leitura, e é adequado às crianças precoces com idades compreendidas entre os 2 e os 5 anos. Poderá lê-lo antes de irem dormir e, ainda, usá-lo novamente quando os seus filhos forem para a pré-escola e quando começarem a aprender a ler. O e-book tem links incluídos, nos quais poderá clicar para facilitar a navegação online, com conteúdo didáticos. É um livro fabuloso para as crianças! APRECIAÇÕES Este é um livro extraordinário para as crianças e conta histórias excelentes e com um significado especial. Está muito bem redigido e ilustrado. Bem, não quero contar quais são essas histórias, mas os seus filhos vão adorar. Ótimo trabalho e recomendo vivamente. 2 R$ 9,81 R$ 9,50 Encomendados Você Sabe Estudar? Claudio de Moura Castro 1 de janeiro de 2015 2 R$ 44,00 R$ 30,60 Você precisa aprender de forma mais eficaz? Tem problemas de concentração? Aprende e depois não lembra? Não consegue administrar seu tempo de estudo? Claudio de Moura Castro, reconhecido especialista em educação, apresenta técnicas para desenvolver bons hábitos de estudo e conquistar uma aprendizagem duradoura. O autor vasculha o funcionamento da mente humana para ensinar o leitor a usar a memória a seu favor com o método de estudo ativo e mostra que estudar é coisa que se aprende. Com este livro, você aprenderá: - Como obter melhores resultados em testes, provas e trabalhos - Como entender melhor assuntos difíceis - Como não esquecer o conteúdo estudado - Como fazer anotações, resumos e mapas mentais - Como administrar melhor o seu tempo - Como ler um livro 2 R$ 44,00 R$ 30,60 Autoajuda Ver mais Livros sugeridos p/ você Encomendados Não se apega não Isabela Freitas 2 de junho de 2014 2 R$ 16,90 R$ 15,21 Tudo começa com um ponto-final: a decisão de terminar um namoro de dois anos com Gustavo, o namorado dos sonhos de toda garota. As amigas acharam que Isabela tinha enlouquecido, porque, afinal de contas, eles formavam um casal PER-FEI-TO! Mas por trás das aparências existia uma menina infeliz, disposta a assumir as consequências pela decisão de ficar sozinha. Estava na hora de resgatar o amor-próprio, a autoconfiança e entrar em contato com seus próprios desejos. Parece fácil, mas atrapalhada do jeito que é, Isabela precisa primeiro lidar com o assédio de um primo gostosão, das tentações da balada e, principalmente, entender que o príncipe encantado é artigo em falta no mercado. Isabela Freitas, em seu primeiro livro, narra os percalços vividos por sua personagem para encarar a vida e não se apegar ao que não presta, ainda assim, preservando seu lado romântico. 2 R$ 16,90 R$ 15,21 Encomendados O cérebro com foco e disciplina Renato Alves 13 de março de 2015 2 R$ 17,90 R$ 10,74 Cansado de se sentir mal porque não fez o que tinha para fazer hoje? O que você já perdeu hoje por pura falta de disciplina? As chaves de casa, o prazo do relatório, uma consulta ao médico, a dieta para perder aqueles quilos? O preço que pagamos pela falta de foco e disciplina é sempre muito alto e pode ser medido em dinheiro, tempo e oportunidades que vão pela janela. Vivemos com a mente atulhada de ideias, mensagens, tarefas a cumprir e o caos mental gera grande cansaço. As pessoas no mundo moderno travam uma batalha diária e invisível com a própria mente... e perdem. No final do dia, voltam para casa com o corpo intacto, mas a mente esgotada sem a mínima disposição para estudar, ler, meditar ou refletir. Renato Alves, especialista em memória e na mente humana, ensina neste livro como descobriu que era possível quebrar esse padrão. Aprenda com exemplos reais as onze metas – que você pode e deve cumprir – como conquistar o controle da sua vida e a chave dos seus sonhos. Entenda como fazer o autocontrole dirigir sua vida e revolucione seu modo de viver. Faça sua mente trabalhar a seu favor! Aprenda as técnicas para: - Concentrar-se para ler e escrever - Blindar-se emocionalmente contra hábitos viciosos - Ter foco para ser altamente produtivo - Aliviar a ansiedade - Ter reação inteligente - E muito mais 2 R$ 17,90 R$ 10,74 Encomendados Os segredos da mente milionária: Edição 2 T. Harv Eker 16 de outubro de 2013 2 R$ 21,00 R$ 19,95 MAIS DE 200 SEMANAS NA LISTA DE MAIS VENDIDOS DA VEJA Aprenda a enriquecer mudando seus conceitos sobre o dinheiro e adotando os hábitos das pessoas bem-sucedidas Se as suas finanças andam na corda bamba, talvez esteja na hora de você refletir sobre o que T. Harv Eker chama de 'o seu modelo de dinheiro' – um conjunto de crenças que cada um de nós alimenta desde a infância e que molda o nosso destino financeiro, quase sempre nos levando para uma situação difícil. Neste livro, Eker mostra como substituir uma mentalidade destrutiva – que você talvez nem perceba que tem – pelos 'arquivos de riqueza', 17 modos de pensar e agir que distinguem os ricos das demais pessoas. Alguns desses princípios fundamentais são: • Ou você controla o seu dinheiro ou ele controlará você. • O hábito de administrar as finanças é mais importante do que a quantidade de dinheiro que você tem. • A sua motivação para enriquecer é crucial: se ela possui uma raiz negativa, como o medo, a raiva ou a necessidade de provar algo a si mesmo, o dinheiro nunca lhe trará felicidade. • O segredo do sucesso não é tentar evitar os problemas nem se livrar deles, mas crescer pessoalmente para se tornar maior do que qualquer adversidade. • Os gastos excessivos têm pouco a ver com o que você está comprando e tudo a ver com a falta de satisfação na sua vida. O autor também ensina um método eficiente de administrar o dinheiro. Você aprenderá a estabelecer sua remuneração pelos resultados que apresenta e não pelas horas que trabalha. Além disso, saberá como aumentar o seu patrimônio líquido – a verdadeira medida da riqueza. A Idéia é fazer o seu dinheiro trabalhar para você tanto quanto você trabalha para ele. Para isso, é necessário poupar e investir em vez de gastar. 'Enriquecer não diz respeito somente a ficar rico em termos financeiros', diz Eker. 'É mais do que isso: trata-se da pessoa que você se torna para alcançar esse objetivo.' 2 R$ 21,00 R$ 19,95 Encomendados Como desenvolver a autodisciplina: Resista a tentações e alcance suas metas de longo prazo Martin Meadows 28 de fevereiro de 2017 2 R$ 13,80 Como desenvolver a autodisciplina, resistir a tentações e alcançar suas metas de longo prazo Se você quer fazer mudanças positivas na sua vida e alcançar suas metas de longo prazo, não há maneira melhor do que aprender a ser mais autodisciplinado. A ciência descobriu muitos aspectos interessantes sobre autodisciplina e força de vontade, mas a maior parte desse conhecimento está escondido em artigos científicos imensos e entediantes. Se você quer se beneficiar desses estudos sem precisar lê-los, este livro é para você. Eu tive esse trabalho por você, pesquisando as conclusões científicas mais úteis e viáveis que vão te ajudar a melhorar sua autodisciplina. Eis algumas coisas que você aprenderá com o livro: - o que um ladrão de banco com suco de limão no rosto pode te ensinar sobre autocontrole. A história pode te fazer gargalhar, mas suas implicações vão te fazer pensar duas vezes sobre suas habilidades de controlar seus impulsos. - como barras de chocolate de R$50 podem te motivar a continuar seguindo em frente quando surgir uma tentação esmagadora de ceder. - por que o Presidente Obama veste apenas ternos cinzas e azuis e o que isso tem a ver com autocontrole (é também uma razão plausível do porquê pobres continuam pobres). - por que a maneira popular de visualizar pode, na realidade, impedir que você alcance suas metas e destruir seu autocontrole (e o que fazer em vez disso). - o que é a dopamina e por que é crucial entender seu papel para quebrar seus maus hábitos e construir novos hábitos bons. - 5 maneiras práticas de treinar sua autodisciplina. Descubra algumas das técnicas mais importantes para aumentar seu autocontrole e se tornar melhor em resistir à gratificação imediata. - por que o viés do status quo ameaça suas metas e o que fazer para reduzir seu efeito sobre suas resoluções. - por que dietas extremas ajudam as pessoas a atingir seus resultados de longo prazo, e como aplicar essas conclusões em sua própria vida. - por que e quando a auto-indulgência pode te ajudar a construir sua autodisciplina. Sim, você pode se encher de comida (de vez em quando) e ainda perder peso. Em vez de compartilhar o “porquê” detalhadamente (com descrições de estudos confusos e entediantes), eu vou compartilhar com você o “como” – um conselho que vai mudar sua vida caso decida segui-lo. Você também pode dominar a arte da autodisciplina e aprender como resistir a tentações. Suas metas de longo prazo valem a pena. Compre o livro agora. Palavras-chave: Desenvolver a autodisciplina, força de vontade e autodisciplina, autodisciplina, autoajuda, livros de autocontrole, estresse, atingir seus objetivos, gratificação imediata, metas a longo prazo, estabelecer metas, sucesso, livros de metas, como atingir metas pessoais, como alcançar objetivos pessoais, persistência, como não desistir, ficar na dieta, ficar motivado, criar hábitos, gratificação adiada, desenvolvimento pessoal. 2 R$ 13,80 Encomendados O monge e o executivo: Uma história sobre a essência da liderança James C. Hunter 15 de dezembro de 2010 2 R$ 21,00 R$ 19,95 Você está convidado a juntar-se a um grupo que durante uma semana vai estudar com um dos maiores especialistas em liderança dos Estados Unidos. Leonard Hoffman, um famoso empresário que abandonou sua brilhante carreira para se tornar monge em um mosteiro beneditino, é o personagem central desta envolvente história criada por James C. Hunter para ensinar de forma clara e agradável os princípios fundamentais dos verdadeiros líderes. Se você tem dificuldade em fazer com que sua equipe dê o melhor de si no trabalho e gostaria de se relacionar melhor com sua família e seus amigos, vai encontrar neste livro personagens, ideias e discussões que vão abrir um novo horizonte em sua forma de lidar com os outros. É impossível ler este livro sem sair transformado. O monge e o executivo é, sobretudo, uma lição sobre como se tornar uma pessoa melhor. 2 R$ 21,00 R$ 19,95 Encomendados O homem mais inteligente da história Augusto Cury 3 de outubro de 2016 2 R$ 24,99 R$ 23,74 58 SEMANAS NA LISTA DE MAIS VENDIDOS DA VEJA 'O psiquiatra Marco Polo é um cientista respeitadíssimo, especialista no funcionamento da mente e autor do primeiro programa mundial de gestão da emoção. Quando vai a Jerusalém participar de uma reunião na ONU, é desafiado a estudar a inteligência do homem mais famoso da história: Jesus. Mas ele é um dos maiores ateus da atualidade e se recusa a fazê-lo. Todavia, a plateia de intelectuais o instiga a realizar essa empreitada. Depois de muita resistência, Marco Polo aceita o desafio. Monta uma mesa-redonda composta de brilhantes profissionais para analisar a mente de Jesus sob os ângulos da ciência e não da religião. Ele parte em uma jornada épica para saber se Jesus era um mestre em ter autocontrole, gerir sua emoção, trabalhar perdas e frustrações, libertar sua criatividade, contemplar o belo e formar pensadores. Marco Polo esperava encontrar um homem comum, sem grandes habilidades intelectuais, mas pouco a pouco fica abalado e conclui que a mente do personagem mais conhecido da humanidade permanece um mistério, inclusive para os bilhões de pessoas que o admiram. Tanto as universidades como as religiões falharam em não estudar o homem mais inteligente da história. Este romance é uma obra vital para a minha carreira. Fruto de 15 anos de estudos e pesquisas, é o primeiro volume de uma coleção que vai abalar nossas convicções.' Dr. Augusto Cury, Jerusalém 2 R$ 24,99 R$ 23,74 Encomendados Efekto: Você Pode Ser Quem Você Quer Ser e O Mundo Dá Voltas Roberto Freitas Jr 29 de junho de 2017 1 Gratuito Use métodos simples e eficazes para conquistar seus objetivos. Entenda e pratique modelos de comportamento que conduzem ao sucesso! 1 Gratuito Encomendados Sem Limites: O Guia Para Atrair Riqueza, Prosperidade e Abundância [Lei da Atração] LUIS ALVES 7 de outubro de 2015 2 R$ 24,90 R$ 22,90 O Novo Best-Seller sobre a Lei da Atração. Será que é possível atrair riqueza para a sua vida? Durante séculos, apenas um grupo restrito de pessoas teve acesso a esta informação. Este poderoso conhecimento foi fechado a sete chaves e apenas alguns fragmentos foram sendo partilhados através da literatura ao longo da história. Recentemente o mundo conheceu este segredo. A Lei da Atração é a responsável por toda a sua realidade. Todos os elementos da sua vida como Dinheiro, Saúde, Relacionamentos, Profissão, Felicidade derivam desta lei. Quem domina esta poderosa lei universal poderá materializar todos os seus desejos, sem excepção. Apesar deste conhecimento ter sido amplamente divulgado, poucas pessoas conseguiram entender a sua essência. Várias teorias foram levantadas mas nenhum processo prático foi divulgado. Usar a Lei da Atração vai muito além de pedir, acreditar e receber. Qual a fórmula para atrair o que deseja? Este livro pretende ser a resposta para esta pergunta. Sem Limites é um guia para atrair riqueza, abundância e prosperidade. Encontrará nestas páginas o passo a passo para atrair para a sua vida tudo o que mais deseja através da Lei da Atração. Apesar deste livro ser focado em riqueza, o conhecimento partilhado por Luis Alves nesta sua nova obra pode ser aplicado a qualquer área da sua vida. Se procura uma vida “Sem Limites” e pretende dominar a Lei da Atração, este é o livro que procurava. 2 R$ 24,90 R$ 22,90 Encomendados O milagre da manhã Hal Elrod 15 de setembro de 2016 2 R$ 19,90 R$ 9,40 Conheça o método simples e eficaz que vai proporcionar a vida dos sonhos — antes das 8 horas da manhã! Hal Elrod explica os benefícios de acordar cedo e desenvolver todo o nosso potencial e as nossas habilidades. O milagre da manhã permite que o leitor alcance níveis de sucesso jamais imaginados, tanto na vida pessoal quanto profissional. A mudança de hábitos e a nova rotina matinal proposta por Hal vai proporcionar melhorias significativas na saúde, na felicidade, nos relacionamentos, nas finanças, na espiritualidade ou quaisquer outras áreas que necessitem ser aprimoradas. 2 R$ 19,90 R$ 9,40 Os melhores livros de 2017 Ver mais Leia os livros mais vendidos do ano Encomendados Como fazer amigos e influenciar pessoas: O guia classico e definitivo para relacionar-se com as pessoas Dale Carnegie 10 de junho de 2014 2 R$ 27,50 R$ 13,75 Não é por acaso que, mais de setenta anos depois de sua primeira edição, depois de mais de 50 milhões de exemplares vendidos, Como fazer amigos e influenciar pessoas segue sendo um livro inovador, e uma das principais referências do mundo sobre relacionamentos, seja no âmbito profissional ou pessoal. Os conselhos, métodos e as ideias de Dale Carnegie já beneficiaram milhões de pessoas, e permanecem completamente atuais. Carnegie fornece, nesse livro, técnicas e métodos, de maneira extremamente direta, para que qualquer pessoa alcance seus objetivos pessoais e profissionais 2 R$ 27,50 R$ 13,75 Encomendados Eu vou te ensinar a ser rico: Três passos simples para quitar as dívidas em doze meses e construir a sua liberdade financeira Ben Zruel 30 de julho de 2016 2 R$ 20,90 R$ 6,27 Ricos não correm atrás de dinheiro. Correm atrás de liberdade! As pessoas de classe média vivem com os mesmos princípios: gastam tudo o que ganham durante o mês para manterem um padrão de vida mais elevado do que podem ter. Como sobra pouco ou nenhum dinheiro para adquirir o 'conforto', utilizam os financiamentos dos bancos e com isso pagam juros altíssimos. Têm a falsa impressão de que estão crescendo porque possuem cada vez mais bens de consumo. Será que realmente estão progredindo? Será que o dinheiro de fato lhes traz conforto? Ou será que a classe média é cada vez mais escrava do dinheiro? Sem conhecer as 'regras do jogo', você se preocupa em 'tapar o buraco' dos juros sobre juros, das multas e outras cobranças derivadas do crédito que adquiriu. Completamente sem saída, você não vê a hora de essa situação se resolver de uma vez por todas. Então, a pergunta é: Como e por onde começar? Como sair dessa situação? Será que precisamos viver desse jeito pelo resto da vida ou podemos sair dessa situação e criar a tão sonhada liberdade financeira? Ben Zruel vai mostrar a você que viver sem precisar trabalhar todos os dias não é um sonho impossível. Com um texto acessível, Ben vai usar a sua experiência como empresário e palestrante para ensinar ao leitor um método prático e aplicável a qualquer pessoa. Construa a sua liberdade financeira, independentemente de quanto ganha por mês! - Conheça as quatro regras essenciais para sair das dívidas em doze meses - Cartão de crédito: vilão ou mocinho? Saiba quando usar o seu - Vale a pena sair do aluguel e partir para a casa própria? - Renda fixa, imóveis, internet: onde, como e por que inves 2 R$ 20,90 R$ 6,27 Encomendados O poder do hábito: Por que fazemos o que fazemos na vida e nos negócios Charles Duhigg 1 de outubro de 2012 2 R$ 29,90 R$ 9,90 Charles Duhigg, repórter investigativo do New York Times, mostra que a chave para o sucesso é entender como os hábitos funcionam - e como podemos transformá-los. Durante os últimos dois anos, uma jovem transformou quase todos os aspectos de sua vida. Parou de fumar, correu uma maratona e foi promovida. Em um laboratório, neurologistas descobriram que os padrões dentro do cérebro dela mudaram de maneira fundamental. Publicitários da Procter & Gamble observaram vídeos de pessoas fazendo a cama. Tentavam desesperadamente descobrir como vender um novo produto chamado Febreze, que estava prestes a se tornar um dos maiores fracassos na história da empresa. De repente, um deles detecta um padrão quase imperceptível - e, com uma sutil mudança na campanha publicitária, Febreze começa a vender um bilhão de dólares por anos. Um diretor executivo pouco conhecido assume uma das maiores empresas norte-americanas. Seu primeiro passo é atacar um único padrão entre os funcionários - a maneira como lidam com a segurança no ambiente de trabalho -, e logo a empresa começa a ter o melhor desempenho no índice Dow Jones. O que todas essas pessoas tem em comum? Conseguiram ter sucesso focando em padrões que moldam cada aspecto de nossas vidas. Tiveram êxito transformando hábitos. Com perspicácia e habilidade, Charles Duhigg apresenta um novo entendimento da natureza humana e seu potencial para a transformação. 2 R$ 29,90 R$ 9,90 Encomendados O homem mais inteligente da história Augusto Cury 3 de outubro de 2016 2 R$ 24,99 R$ 23,74 58 SEMANAS NA LISTA DE MAIS VENDIDOS DA VEJA 'O psiquiatra Marco Polo é um cientista respeitadíssimo, especialista no funcionamento da mente e autor do primeiro programa mundial de gestão da emoção. Quando vai a Jerusalém participar de uma reunião na ONU, é desafiado a estudar a inteligência do homem mais famoso da história: Jesus. Mas ele é um dos maiores ateus da atualidade e se recusa a fazê-lo. Todavia, a plateia de intelectuais o instiga a realizar essa empreitada. Depois de muita resistência, Marco Polo aceita o desafio. Monta uma mesa-redonda composta de brilhantes profissionais para analisar a mente de Jesus sob os ângulos da ciência e não da religião. Ele parte em uma jornada épica para saber se Jesus era um mestre em ter autocontrole, gerir sua emoção, trabalhar perdas e frustrações, libertar sua criatividade, contemplar o belo e formar pensadores. Marco Polo esperava encontrar um homem comum, sem grandes habilidades intelectuais, mas pouco a pouco fica abalado e conclui que a mente do personagem mais conhecido da humanidade permanece um mistério, inclusive para os bilhões de pessoas que o admiram. Tanto as universidades como as religiões falharam em não estudar o homem mais inteligente da história. Este romance é uma obra vital para a minha carreira. Fruto de 15 anos de estudos e pesquisas, é o primeiro volume de uma coleção que vai abalar nossas convicções.' Dr. Augusto Cury, Jerusalém 2 R$ 24,99 R$ 23,74 Encomendados Sapiens Yuval Noah Harari 20 de março de 2015 2 R$ 39,90 R$ 37,90 Um relato eletrizante sobre a aventura de nossa extraordinária espécie – de primatas insignificantes a senhores do mundo. O que possibilitou ao Homo sapiens subjugar as demais espécies? O que nos torna capazes das mais belas obras de arte, dos avanços científicos mais impensáveis e das mais horripilantes guerras? Yuval Noah Harari aborda de forma brilhante estas e muitas outras questões da nossa evolução. Ele repassa a história da humanidade, relacionando com questões do presente. E consegue isso de maneira surpreendente. Doutor em história pela Universidade de Oxford e professor do departamento de História da Universidade Hebraica de Jerusalém, seu livro não entrou por acaso nas listas dos mais vendidos de 40 países para os quais foi traduzido. Sapiens impressiona pela quantidade de informação, oferecida em linguagem acessível, atraente e espirituosa. Tanto que, na primeira semana de lançamento nos Estados Unidos, já figurava entre os mais vendidos na lista do The New York Times. Em Sapiens, Harari nos oferece não apenas conhecimento evolutivo, mas também sociológico, antropológico e até mesmo econômico. Ele se baseia nas mais recentes descobertas de diferentes campos como paleontologia, biologia e antropologia. E, especialmente para a edição brasileira, realizou algumas atualizações no final de 2014. Esta edição traz dezenas de imagens, mapas e tabelas que o deixam ainda mais dinâmico. 2 R$ 39,90 R$ 37,90 Encomendados Tutor: Edição 2 Sue Hecker 22 de dezembro de 2016 2 R$ 29,90 R$ 28,40 Em plena festa de réveillon, Pedro Salvatore é surpreendido por uma chamada urgente do hospital. Um casal de amigos havia sofrido um grave acidente de carro. Durante os dias de agonia que precederam as mortes, a mulher teve forças apenas para instituí-lo como tutor de sua filha de 17 anos, Beatriz Eva. Aos 32 anos, Pedro é um homem marcante, consciente de suas virtudes, porém preso a medos que o tornaram solitário e atormentado por pensamentos compulsivos. Agora, ele terá de enfrentar um grande desafio: se encarregar da educação de uma adolescente com amnésia e que o seduz a todo o momento. Bya se apaixonou por Pedro desde o primeiro instante em que abriu os olhos e viu aquele homem alto e de olhar penetrante ao lado de seu leito hospitalar, velando seu sono. Ela ignora o passado dele, mas sabe que sua vida será dedicada a conquistar a afeição daquele que se tornaria seu tutor. Dois corações maltratados pelo destino. Duas almas que se encontram na tragédia. Dois corpos que clamam por saciar um desejo cada vez mais irresistível. Até que ponto Pedro seria capaz de parar de racionalizar e se entregar a um amor verdadeiro, aquele que finalmente daria sentido à sua existência? Com enredo envolvente, personagens fortes e temas polêmicos, em Tutor, Sue Hecker constrói uma trama de amor, sexo, humor, doçura e, principalmente, superação. Uma leitura de prender a atenção, que já conquistou milhares de fãs na internet e que consagrou a autora como uma das principais vozes do romance nacional contemporâneo. 2 R$ 29,90 R$ 28,40 Encomendados Origem Dan Brown 3 de outubro de 2017 2 R$ 29,99 R$ 28,49 1o LUGAR NA LISTA DE MAIS VENDIDOS DA VEJA 1o LUGAR NA LISTA DE MAIS VENDIDOS DO THE NEW YORK TIMES DE ONDE VIEMOS? PARA ONDE VAMOS? Robert Langdon, o famoso professor de Simbologia de Harvard, chega ao ultramoderno Museu Guggenheim de Bilbao para assistir a uma apresentação sobre uma grande descoberta que promete 'mudar para sempre o papel da ciência'. O anfitrião da noite é o futurólogo bilionário Edmond Kirsch, de 40 anos, que se tornou conhecido mundialmente por suas previsões audaciosas e invenções de alta tecnologia. Um dos primeiros alunos de Langdon em Harvard, há 20 anos, agora ele está prestes a revelar uma incrível revolução no conhecimento... algo que vai responder a duas perguntas fundamentais da existência humana. Os convidados ficam hipnotizados pela apresentação, mas Langdon logo percebe que ela será muito mais controversa do que poderia imaginar. De repente, a noite meticulosamente orquestrada se transforma em um caos, e a preciosa descoberta de Kirsch corre o risco de ser perdida para sempre. Diante de uma ameaça iminente, Langdon tenta uma fuga desesperada de Bilbao ao lado de Ambra Vidal, a elegante diretora do museu que trabalhou na montagem do evento. Juntos seguem para Barcelona à procura de uma senha que ajudará a desvendar o segredo de Edmond Kirsch. Em meio a fatos históricos ocultos e extremismo religioso, Robert e Ambra precisam escapar de um inimigo atormentado cujo poder de saber tudo parece emanar do Palácio Real da Espanha. Alguém que não hesitará diante de nada para silenciar o futurólogo. Numa jornada marcada por obras de arte moderna e símbolos enigmáticos, os dois encontram pistas que vão deixá-los cara a cara com a chocante revelação de Kirsch... e com a verdade espantosa que ignoramos durante tanto tempo. 2 R$ 29,99 R$ 28,49 Encomendados Pai Rico, Pai Pobre: O que os ricos ensinam a seus filhos sobre dinheiro Kiyosaki, Robert 17 de janeiro de 2017 2 R$ 55,93 R$ 33,56 Um dos livros mais falados da última década, abriu os olhos do mundo para a necessidade de pensar o planejamento de finanças pessoais. Pai Rico, Pai Pobre foi o primeiro best-seller de Robert T. Kyiosaki e Sharon Lechter, e deu origem a uma série de enorme sucesso. Seu conceito é muito simples: com maior inteligência financeira muitos problemas comuns da vida cotidiana podem ser resolvidos. Saiba o que os ricos tratam como ativos geradores de renda, e como se livrar de pagar impostos demais. Sem treinamento financeiro, freqüentemente recorremos a fórmulas padronizadas para levar a vida, como trabalhar com afinco, poupar, fazer empréstimos. Segundo o autor, cada indivíduo tem o poder de determinar o destino do dinheiro que chega às mãos. A escolha é de cada um. A cada dia, a cada nota, decidimos ser rico, pobre ou classe média. A melhor maneira de preparar seus filhos para o mundo é dividir esse conhecimento com eles. Se você não fizer isso, ninguém mais fará. Determine o destino do dinheiro que chega às suas mãos com a leitura desse livro. 2 R$ 55,93 R$ 33,56 Encomendados A Cabana William P. Young 17 de janeiro de 2017 2 R$ 24,99 R$ 23,74 194 SEMANAS NA LISTA DE MAIS VENDIDOS DA VEJA 150 SEMANAS NA LISTA DE MAIS VENDIDOS DO THE NEW YORK TIMES Esta edição especial inclui um texto inédito do autor, relembrando os 10 anos de sucesso que marcaram a trajetória do livro e contando detalhes da gravação do filme. Além disso, traz um caderno de fotos com cenas da adaptação desta emocionante história para as telas do cinema. Durante uma viagem de fim de semana, a filha mais nova de Mack Allen Phillips é raptada e evidências de que ela foi brutalmente assassinada são encontradas numa velha cabana. Após quatro anos vivendo numa tristeza profunda causada pela culpa e pela saudade da menina, Mack recebe um estranho bilhete, aparentemente escrito por Deus, convidando-o a voltar à cabana onde acontecera a tragédia. Apesar de desconfiado, ele vai ao local numa tarde de inverno e adentra passo a passo o cenário de seu mais terrível pesadelo. Mas o que ele encontra lá muda o seu destino para sempre. Em um mundo cruel e injusto, A cabana levanta um questionamento atemporal: se Deus é tão poderoso, por que não faz nada para amenizar nosso sofrimento? As respostas que Mack encontra vão surpreender você e podem transformar sua vida de maneira tão profunda quanto transformaram a dele. Você vai querer partilhar este livro com todas as pessoas que ama. 2 R$ 24,99 R$ 23,74 Encomendados O cérebro com foco e disciplina Renato Alves 13 de março de 2015 2 R$ 17,90 R$ 10,74 Cansado de se sentir mal porque não fez o que tinha para fazer hoje? O que você já perdeu hoje por pura falta de disciplina? As chaves de casa, o prazo do relatório, uma consulta ao médico, a dieta para perder aqueles quilos? O preço que pagamos pela falta de foco e disciplina é sempre muito alto e pode ser medido em dinheiro, tempo e oportunidades que vão pela janela. Vivemos com a mente atulhada de ideias, mensagens, tarefas a cumprir e o caos mental gera grande cansaço. As pessoas no mundo moderno travam uma batalha diária e invisível com a própria mente... e perdem. No final do dia, voltam para casa com o corpo intacto, mas a mente esgotada sem a mínima disposição para estudar, ler, meditar ou refletir. Renato Alves, especialista em memória e na mente humana, ensina neste livro como descobriu que era possível quebrar esse padrão. Aprenda com exemplos reais as onze metas – que você pode e deve cumprir – como conquistar o controle da sua vida e a chave dos seus sonhos. Entenda como fazer o autocontrole dirigir sua vida e revolucione seu modo de viver. Faça sua mente trabalhar a seu favor! Aprenda as técnicas para: - Concentrar-se para ler e escrever - Blindar-se emocionalmente contra hábitos viciosos - Ter foco para ser altamente produtivo - Aliviar a ansiedade - Ter reação inteligente - E muito mais 2 R$ 17,90 R$ 10,74 Ficção e literatura Ver mais Livros sugeridos p/ você Encomendados A Cabana William P. Young 17 de janeiro de 2017 2 R$ 24,99 R$ 23,74 194 SEMANAS NA LISTA DE MAIS VENDIDOS DA VEJA 150 SEMANAS NA LISTA DE MAIS VENDIDOS DO THE NEW YORK TIMES Esta edição especial inclui um texto inédito do autor, relembrando os 10 anos de sucesso que marcaram a trajetória do livro e contando detalhes da gravação do filme. Além disso, traz um caderno de fotos com cenas da adaptação desta emocionante história para as telas do cinema. Durante uma viagem de fim de semana, a filha mais nova de Mack Allen Phillips é raptada e evidências de que ela foi brutalmente assassinada são encontradas numa velha cabana. Após quatro anos vivendo numa tristeza profunda causada pela culpa e pela saudade da menina, Mack recebe um estranho bilhete, aparentemente escrito por Deus, convidando-o a voltar à cabana onde acontecera a tragédia. Apesar de desconfiado, ele vai ao local numa tarde de inverno e adentra passo a passo o cenário de seu mais terrível pesadelo. Mas o que ele encontra lá muda o seu destino para sempre. Em um mundo cruel e injusto, A cabana levanta um questionamento atemporal: se Deus é tão poderoso, por que não faz nada para amenizar nosso sofrimento? As respostas que Mack encontra vão surpreender você e podem transformar sua vida de maneira tão profunda quanto transformaram a dele. Você vai querer partilhar este livro com todas as pessoas que ama. 2 R$ 24,99 R$ 23,74 Encomendados A Garota no Trem Paula Hawkins 24 de julho de 2015 2 R$ 24,90 R$ 23,66 Um thriller psicológico que vai mudar para sempre a maneira como você observa a vida das pessoas ao seu redor Todas as manhãs Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio de galpões, caixas d'água, pontes e aconchegantes casas. Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes – a quem chama de Jess e Jason –, Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess – na verdade Megan – está desaparecida. Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos, mas também da vida de todos os envolvidos. Uma narrativa extremamente inteligente e repleta de reviravoltas, A garota no trem é um thriller digno de Hitchcock a ser compulsivamente devorado. 2 R$ 24,90 R$ 23,66 Encomendados O homem mais inteligente da história Augusto Cury 3 de outubro de 2016 2 R$ 24,99 R$ 23,74 58 SEMANAS NA LISTA DE MAIS VENDIDOS DA VEJA 'O psiquiatra Marco Polo é um cientista respeitadíssimo, especialista no funcionamento da mente e autor do primeiro programa mundial de gestão da emoção. Quando vai a Jerusalém participar de uma reunião na ONU, é desafiado a estudar a inteligência do homem mais famoso da história: Jesus. Mas ele é um dos maiores ateus da atualidade e se recusa a fazê-lo. Todavia, a plateia de intelectuais o instiga a realizar essa empreitada. Depois de muita resistência, Marco Polo aceita o desafio. Monta uma mesa-redonda composta de brilhantes profissionais para analisar a mente de Jesus sob os ângulos da ciência e não da religião. Ele parte em uma jornada épica para saber se Jesus era um mestre em ter autocontrole, gerir sua emoção, trabalhar perdas e frustrações, libertar sua criatividade, contemplar o belo e formar pensadores. Marco Polo esperava encontrar um homem comum, sem grandes habilidades intelectuais, mas pouco a pouco fica abalado e conclui que a mente do personagem mais conhecido da humanidade permanece um mistério, inclusive para os bilhões de pessoas que o admiram. Tanto as universidades como as religiões falharam em não estudar o homem mais inteligente da história. Este romance é uma obra vital para a minha carreira. Fruto de 15 anos de estudos e pesquisas, é o primeiro volume de uma coleção que vai abalar nossas convicções.' Dr. Augusto Cury, Jerusalém 2 R$ 24,99 R$ 23,74 Encomendados A Garota do Lago - Livro 1 Marcio Ardenghe D. Peres 6 de maio de 2015 1 Gratuito Olá, eu me chamo Christian. Tenho apenas vinte e poucos anos e gostaria de voltar no tempo, mudar o destino. Mas não posso! Fiquei encarregado de guardar um segredo que não pode ser revelado. Se você começou a ler isto, então pare! Feche e nunca mais ouse em abri-lo novamente. É impressionante como o mal pode mudar tudo, transformar a ilusão em realidade, o amor em ódio e a coragem em seu medo mais obscuro. Agora, se você decidiu que seu coração é forte o suficiente para aguentar e sua mente não é volátil para pirar: Boa sorte! E tomara que os mortos não lhe assustem... Esta história nunca foi revelada. Até agora... 1 Gratuito Encomendados A mentira Nora Roberts 14 de outubro de 2016 2 R$ 29,90 R$ 28,40 Mais um sucesso de amor e suspense com a assinatura de Nora Roberts. Shelby Foxworth perdeu o marido e as ilusões. O homem que lhe dera uma filha e uma vida de rainha não era quem ela imaginou que fosse. Após o luto, Shelby descobre as enormes dívidas que ele deixou para trás e que ele era um mentiroso, tão falso quanto o diamante no seu anel de noivado, e que o homem que ela amava não está apenas morto: ele nunca existiu. Após vender tudo o que pôde, Shelby parte com a filha pequena para a sua cidade natal, buscando algum conforto. Lá, porém, encontra a promessa de algo mais: Griffin Lott, um empreiteiro bem-sucedido e determinado a conquistá-la. Shelby finalmente está descobrindo sua independência, tomando atitudes sensatas para construir uma nova vida e redescobrindo o que realmente importa. Porém, o passado volta para assombrá-la — e a vida dela e a de Griffin estão em risco. 2 R$ 29,90 R$ 28,40 Encomendados A dança da morte Stephen King 30 de julho de 2013 2 R$ 29,90 R$ 11,96 Após um erro de computação no Departamento de Defesa, um vírus é liberado, e um milhão de contatos casuais formam uma cadeia de morte: é assim que o mundo acaba. O que surge em seu lugar é um ambiente árido, sem instituições e esvaziado de 99% da população. É um lugar onde sobreviventes em pânico escolhem seus lados – ou são escolhidos. Os bons se apoiam nos ombros frágeis de Mãe Abigail, com seus cento e oito anos de idade, enquanto todo o mal é incorporado por um indivíduo de poderes indizíveis: Randall Flagg, o homem escuro. Neste livro, King cria uma história épica sobre o fim da civilização e a eterna batalha entre o bem e o mal. Com sua complexidade moral, ritmo eletrizante e incrível variedade de personagens, A dança da morte merece um lugar entre os clássicos da literatura contemporânea. 2 R$ 29,90 R$ 11,96 Encomendados Nova Bíblia Viva Autores diversos 1 de janeiro de 2012 2 R$ 14,90 R$ 11,42 Lançada em 1981, a Bíblia Viva foi a primeira edição brasileira da Bíblia Sagrada a contar com linguagem simplificada e de fácil compreensão. Ela foi concebida de acordo com os princípios de tradução que serviram de base para a pioneira Living Bible (EUA, 1971). O apelo da Bíblia Viva foi imediato, principalmente entre jovens e pessoas recém-convertidas ao cristianismo que desconheciam os termos eruditos e as construções sintáticas formais das versões bíblicas mais antigas. Para muitos leitores, abrir a Bíblia Viva passou a ser como respirar, pela primeira vez, o ar puro da compreensão. Duas razões motivaram esta revisão, empreendida em comum acordo entre a Sociedade Bíblica Internacional e a Editora Mundo Cristão. Em primeiro lugar, a língua portuguesa do Brasil é dinâmica, como todos os idiomas modernos, e muda de modo incremental e constante de acordo com os hábitos de uso do publico que fala, lê, ouve e escreve. Percebemos que na Bíblia Viva havia elementos de linguagem já ultrapassados. O que era moderno e comunicativo no início dos anos 1980 já não era necessariamente tão expressivo. Havia a necessidade de trazer a Bíblia efetivamente para o século 21. Em segundo lugar, determinamos a necessidade de trazer algumas opções semânticas e sintáticas da primeira edição a um alinhamento maior com as línguas originais das Escrituras. Como resultado, a Nova Bíblia Viva é tão simples e fácil de entender como sempre, e agora está ainda mais fiel aos originais redigidos em hebraico, aramaico e grego. Houve outras alterações. Na primeira edição, a indicação de versículos seguia a lógica da unidade de pensamento. Em vez de indicar versículos individuais, era feita a sinalização de blocos de versículos (ex.: 1-4, 12-15). Na Nova Bíblia Viva, a divisão em parágrafos adequados foi mantida, mas foram inseridos os números de versículos de acordo com a divisão tradicional. 2 R$ 14,90 R$ 11,42 Veja onde tudo começou Ver mais Livros levados para a tela Encomendados Meus 15 anos: Volume 1 Luiza Trigo 16 de julho de 2014 2 R$ 16,00 R$ 15,20 Uma festa de cinema! Este era o sonho de Bia, prestes a se tornar realidade em Meus 15 anos. Ela só não esperava que sua grande noite daria um filme – com direito a drama, romance, comédia e ação de tirar o fôlego. Bia é a protagonista do segundo romance da escritora Luiza Trigo, que vem conquistando seu espaço entre o público adolescente e pré-adolescente desde sua estreia com Carnaval e que agora convida os leitores para uma superfesta. Aliás, para a festa. Afinal, os 15 anos da Bia, a garota mais nerd e distraída do colégio, prometem surpreender muita gente. A começar pela metida e invejosa Jéssica, que logo se empenha em arrumar um jeito de estragar tudo, principalmente quando ela descobre o local da festa: nada menos que o Copacabana Palace. Outro que fica surpreso com a novidade é Thiago, o garoto mais bonito do nono ano e paixão platônica de Bia, até então praticamente invisível aos olhos dele. Mas há também o Bruno, o melhor amigo de Bia, aquele com quem ela sempre pode contar – inclusive para ser seu príncipe na cerimônia. e, claro, as amigas inseparáveis Amanda, Roberta, Carol e Priscila, com quem ela pode dividir suas expectativas e inseguranças, alegrias e tristezas antes, durante e depois do grande dia. Alternando a narrativa entre os personagens, a autora apresenta diferentes pontos de vista, tornando o texto ainda mais dinâmico e divertido. Desde a entrega dos convites até o surpreendente desfecho, não só a protagonista, mas também as melhores amigas, a rival, o amigo, o garoto popular, todos contam um pouquinho dessa história movida a sonhos, paixões, ciúmes, alegrias, decepções e, principalmente, amadurecimento, amizade e amor. Apaixonada por filmes, livros e música, Bia queria uma festa de cinema. No livro, repleto de referências à sétima arte – cada capítulo traz o título de um filme com o qual a garotada certamente vai se identificar –, ela acabou virando a estrela do mais importante deles: o filme da sua vida. 2 R$ 16,00 R$ 15,20 Encomendados Me chame pelo seu nome André Aciman 5 de janeiro de 2018 2 R$ 24,90 R$ 22,41 Livro que inspirou o filme dirigido por Luca Guadagnino, aclamado nos festivais de Berlim, Toronto, do Rio, no Sundance e um dos principais candidatos ao Oscar de 2018. A casa onde Elio passa os verões é um verdadeiro paraíso na costa italiana, parada certa de amigos, vizinhos, artistas e intelectuais de todos os lugares. Filho de um importante professor universitário, o jovem está bastante acostumado à rotina de, a cada verão, hospedar por seis semanas na villa da família um novo escritor que, em troca da boa acolhida, ajuda seu pai com correspondências e papeladas. Uma cobiçada residência literária que já atraiu muitos nomes, mas nenhum deles como Oliver. Elio imediatamente, e sem perceber, se encanta pelo americano de vinte e quatro anos, espontâneo e atraente, que aproveita a temporada para trabalhar em seu manuscrito sobre Heráclito e, sobretudo, desfrutar do verão mediterrâneo. Da antipatia impaciente que parece atravessar o convívio inicial dos dois surge uma paixão que só aumenta à medida que o instável e desconhecido terreno que os separa vai sendo vencido. Uma experiência inesquecível, que os marcará para o resto da vida. Com rara sensibilidade, André Aciman constrói uma viva e sincera elegia à paixão, em um romance no qual se reconhecem as mais delicadas e brutais emoções da juventude. Uma narrativa magnética, inquieta e profundamente tocante. 2 R$ 24,90 R$ 22,41 Encomendados Perdido em Marte Andy Weir 17 de outubro de 2014 2 R$ 29,99 R$ 28,49 MAIS DE 70 SEMANAS NA LISTA DE MAIS VENDIDOS DO THE NEW YORK TIMES 'Não consegui largar este livro! É a rara combinação de uma ótima trama original, personagens incrivelmente reais e uma precisão técnica fascinante. É como um episódio de MacGyver na Ilha misteriosa.' – ASTRONAUTA CHRIS HADFIELD, comandante da Estação Espacial Internacional e autor de An Astronaut's Guide to Life on Earth. Há seis dias, o astronauta Mark Watney se tornou a décima sétima pessoa a pisar em Marte. E, provavelmente, será a primeira a morrer no planeta vermelho. Depois de uma forte tempestade de areia, a missão Ares 3 é abortada e a tripulação vai embora, certa de que Mark morreu em um terrível acidente. Ao despertar, ele se vê completamente sozinho, ferido e sem ter como avisar às pessoas na Terra que está vivo. E, mesmo que conseguisse se comunicar, seus mantimentos terminariam anos antes da chegada de um possível resgate. Ainda assim, Mark não está disposto a desistir. Munido de nada além de curiosidade e de suas habilidades de engenheiro e botânico – e um senso de humor inabalável –, ele embarca numa luta obstinada pela sobrevivência. Para isso, será o primeiro homem a plantar batatas em Marte e, usando uma genial mistura de cálculos e fita adesiva, vai elaborar um plano para entrar em contato com a Nasa e, quem sabe, sair vivo de lá. Com um forte embasamento científico real e moderno, Perdido em Marte é um suspense memorável e divertido, impulsionado por uma trama que não para de surpreender o leitor. 2 R$ 29,99 R$ 28,49 Encomendados It: A coisa Stephen King 4 de agosto de 2014 2 R$ 29,90 O clássico de Stephen King em nova edição. Durante as férias escolares de 1958, em Derry, pacata cidadezinha do Maine, Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly aprenderam o real sentido da amizade, do amor, da confiança e... do medo. O mais profundo e tenebroso medo. Naquele verão, eles enfrentaram pela primeira vez a Coisa, um ser sobrenatural e maligno que deixou terríveis marcas de sangue em Derry. Quase trinta anos depois, os amigos voltam a se encontrar. Uma nova onda de terror tomou a pequena cidade. Mike Hanlon, o único que permanece em Derry, dá o sinal. Precisam unir forças novamente. A Coisa volta a atacar e eles devem cumprir a promessa selada com sangue que fizeram quando crianças. Só eles têm a chave do enigma. Só eles sabem o que se esconde nas entranhas de Derry. O tempo é curto, mas somente eles podem vencer a Coisa. Em It: A Coisa, clássico de Stephen King em nova edição, os amigos irão até o fim, mesmo que isso signifique ultrapassar os próprios limites. 2 R$ 29,90 Encomendados A Bela e a Fera Elizabeth Rudnick 27 de março de 2017 2 R$ 14,90 LIVRO OFICIAL DO NOVO FILME Bela deseja para sua vida muito mais do que a pequena cidade provinciana de Villeneuve pode oferecer. Lá, ela se destaca da multidão com um ponto de vista único, uma independência vigorosa e um notável amor pelos livros. Ela anseia por viagens e aventuras, e por uma vida tão empolgante quanto as histórias que lê, mas, quando seu amado pai é aprisionado por uma fera em um castelo encantado, o destino de Bela muda para sempre. Ao arriscar sua liberdade e seu futuro, ela assume o lugar do pai, jurando-lhe que escaparia em segredo. No entanto, conforme aprende mais sobre a Fera e seu misterioso castelo, Bela descobre que pode haver mais sobre a história dele – e sobre a sua própria – do que ela jamais poderia ter imaginado. 2 R$ 14,90 Encomendados O menino do pijama listrado John Boyne 4 de dezembro de 2012 2 R$ 25,50 Bruno tem nove anos e não sabe nada sobre o Holocausto e a Solução Final contra os judeus. Também não faz idéia que seu país está em guerra com boa parte da Europa, e muito menos que sua família está envolvida no conflito. Na verdade, Bruno sabe apenas que foi obrigado a abandonar a espaçosa casa em que vivia em Berlim e a mudar-se para uma região desolada, onde ele não tem ninguém para brincar nem nada para fazer. Da janela do quarto, Bruno pode ver uma cerca, e para além dela centenas de pessoas de pijama, que sempre o deixam com frio na barriga. Em uma de suas andanças Bruno conhece Shmuel, um garoto do outro lado da cerca que curiosamente nasceu no mesmo dia que ele. Conforme a amizade dos dois se intensifica, Bruno vai aos poucos tentando elucidar o mistério que ronda as atividades de seu pai. O menino do pijama listrado é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra, e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável. 2 R$ 25,50 Encomendados O exorcista: Edição 2 William Peter Blatty 12 de setembro de 2013 2 R$ 29,90 R$ 28,40 Quatro décadas após chocar o mundo inteiro, a obra-prima de terror de William Peter Blatty permanece uma metáfora moderna do combate entre a fé e o profano na forma de um dos romances mais macabros já escritos. Edição comemorativa aos 40 anos do livro em 2012 e 40 do filme em 2013. O livro apresenta um capítulo inédito. “Uma história incrível... intensa, forte e completamente viciante, uma combinação hipnótica de lição de moral e história de investigação sobrenatural. Uma parábola de nossos tempos, uma conquista surpreendente.” — The London Sunday Express “Poucos leitores não se deixarão afetar. Bem-escrito, O exorcista está para a maioria das histórias do tipo, como uma equação de Einstein está para as planilhas de um contador.” — New York Times Book Review “Um livro que não dá para parar de ler. Poe e Mary Shelley reconheceriam [Blatty] como integrante do limbo ambíguo entre o natural e o sobrenatural... De arrepiar.” — Life O mal toma várias formas. E a literatura e o cinema parecem se desafiar a criar inúmeras personificações desse mal. Seja com monstros, formas deformadas de nós mesmos, ou demônios, a indústria do entretenimento sempre foi bem-sucedida em representar a essência do nosso lado mais reprovável. O exorcista, no entanto, conseguiu ultrapassar esse limite. Inspirado em uma matéria sobre o exorcismo de um garoto de 14 anos, o escritor William Peter Blatty publicou em 1971 a perturbadora história de Chris MacNeil, uma atriz e mãe que está filmando em Georgetown e sofre com as inesperadas mudanças de comportamento de sua filha de 11 anos, Regan. Quando a ciência não consegue descobrir o que há de errado com a menina e uma nova personalidade demoníaca parece vir à tona, Chris busca a ajuda da Igreja no que parece ser um raro caso de possessão demoníaca. Cabe a Damien Karras, um padre da universidade de Georgetown, salvar a alma de Regan, enquanto tenta restabelecer sua fé, abalada desde a morte de sua mãe. Em O exorcista, Blatty conseguiu dar ao demônio a sua face mais revoltante: a corrupção da alma de uma criança. A jovem Regan é, ao mesmo tempo, o mal e sua vítima. Ela recebe a pena e a revolta dos leitores e espectadores em doses equivalentes e, mesmo quarenta anos depois, seu sofrimento e o abismo entre o que ela era e o que se torna continuam nos atormentando a cada página, a cada cena. Até, enfim, descobrirmos que não se trata apenas de uma simples história sobre o bem contra o mal. Ou sobre Deus contra o demônio. Mas sobre a renovação da fé. 2 R$ 29,90 R$ 28,40 Encomendados Diário de um Banana: Dias de cão Jeff Kinney 23 de maio de 2013 2 R$ 24,50 R$ 23,28 Férias de verão: o tempo está lindo, e toda garotada está se divertindo ao ar livre. Onde está Greg Heffley? Dentro da sua casa, jogando videogame com as cortinas fechadas. Greg, um 'caseiro' assumido, está vivendo sua última fantasia de verão: nada de responsabilidades e regras. Mas a mãe do Greg tem uma visão diferente para um verão ideal...muitas atividades fora de casa e 'união da família'. 2 R$ 24,50 R$ 23,28 Encomendados Diário de um Banana: Rodrick é o cara Jeff Kinney 23 de maio de 2013 2 R$ 24,50 R$ 23,28 Faça o que quiser, só não pergunte a Greg Heffley como foram suas férias de verão, porque ele realmente não quer falar sobre isso. De volta às aulas, Greg está ansioso para enterrar de vez os últimos três meses...e um acontecimento em particular. Mas seu irmão mais velho, Rodrick, não vai deixar que as coisas caiam no esquecimento assim tão fácil. Ele é testemunha de um 'pequeno' incidente que Greg quer manter em sigilo. Mas sabe como são os segredos, não é? Logo, logo estão na boca do povo, especialmente quando há um diário envolvido na confusão. 2 R$ 24,50 R$ 23,28 Encomendados Uma Professora Muito Maluquinha Ziraldo 2 R$ 19,90 Ao evocar a “Professora Maluquinha”, o autor coloca nos olhos do leitor algumas lágrimas de emoção e de saudade. Humana, compreensiva, às vezes mal interpretada, a Professora Maluquinha, mais do que ensinar, dá a seus alunos a oportunidade de aprender com alegria, de guardar para sempre um grande amor pela leitura. olhos do leitor algumas lágrimas de emoção e de saudade. Humana, compreensiva, às vezes mal interpretada, a Professora Maluquinha, mais do que ensinar, dá a seus alunos a oportunidade de aprender com alegria, de guardar para sempre um grande amor pela leitura. 2 R$ 19,90 Os melhores romances de 2017 Ver mais Leia os livros mais vendidos do ano Encomendados Tutor: Edição 2 Sue Hecker 22 de dezembro de 2016 2 R$ 29,90 R$ 28,40 Em plena festa de réveillon, Pedro Salvatore é surpreendido por uma chamada urgente do hospital. Um casal de amigos havia sofrido um grave acidente de carro. Durante os dias de agonia que precederam as mortes, a mulher teve forças apenas para instituí-lo como tutor de sua filha de 17 anos, Beatriz Eva. Aos 32 anos, Pedro é um homem marcante, consciente de suas virtudes, porém preso a medos que o tornaram solitário e atormentado por pensamentos compulsivos. Agora, ele terá de enfrentar um grande desafio: se encarregar da educação de uma adolescente com amnésia e que o seduz a todo o momento. Bya se apaixonou por Pedro desde o primeiro instante em que abriu os olhos e viu aquele homem alto e de olhar penetrante ao lado de seu leito hospitalar, velando seu sono. Ela ignora o passado dele, mas sabe que sua vida será dedicada a conquistar a afeição daquele que se tornaria seu tutor. Dois corações maltratados pelo destino. Duas almas que se encontram na tragédia. Dois corpos que clamam por saciar um desejo cada vez mais irresistível. Até que ponto Pedro seria capaz de parar de racionalizar e se entregar a um amor verdadeiro, aquele que finalmente daria sentido à sua existência? Com enredo envolvente, personagens fortes e temas polêmicos, em Tutor, Sue Hecker constrói uma trama de amor, sexo, humor, doçura e, principalmente, superação. Uma leitura de prender a atenção, que já conquistou milhares de fãs na internet e que consagrou a autora como uma das principais vozes do romance nacional contemporâneo. 2 R$ 29,90 R$ 28,40 Encomendados Cinquenta tons mais escuros - Capa Filme (Com Conteúdo Extra) E L James 3 de janeiro de 2017 2 R$ 29,90 R$ 16,50 Edição especial com fotos e comentários de E L James sobre os bastidores da aguardada sequência cinematográfica de Cinquenta Tons de Cinza e um trecho antecipado de Cinquenta tons mais escuros pelos olhos de Christian, próximo romance da autora. Assustada com o lado obscuro do belo e atormentado Christian Grey, Anastasia Steele põe um ponto final em seu relacionamento com o jovem empresário e decide se concentrar em sua carreira: ela acaba de conseguir um emprego em uma editora de livros de Seattle. Mas o desejo que sente por Christian ainda domina seus pensamentos e, quando ele propõe reatarem o namoro, ela não consegue resistir. Por amor a Ana, Christian está disposto a enfrentar seus demônios interiores. Em pouco tempo, porém, ela descobre segredos do passado de seu amargurado e dominador parceiro que jamais imaginou serem possíveis, e se vê obrigada a tomar uma importante decisão. 2 R$ 29,90 R$ 16,50 Encomendados Cinquenta tons de liberdade E. L. James 7 de novembro de 2012 1 R$ 29,90 R$ 16,50 Quando a ingênua Anastasia Steele conheceu o jovem empresário Christian Grey, teve início um sensual caso de amor que mudou a vida dos dois irrevogavelmente. Chocada, intrigada e, por fim, repelida pelas estranhas exigências sexuais de Christian, Ana exige um comprometimento mais profundo. Determinado a não perdê-la, ele concorda. Agora, Ana e Christian têm tudo: amor, paixão, intimidade, riqueza e um mundo de possibilidades a sua frente. Mas Ana sabe que o relacionamento não será fácil, e a vida a dois reserva desafios que nenhum deles seria capaz de imaginar. Ana precisa se ajustar ao mundo de opulência de Grey sem sacrificar sua identidade. E ele precisa aprender a dominar seu impulso controlador e se livrar do que o atormentava no passado. Quando parece que a força dessa união vai vencer qualquer obstáculo, a malícia, o infortúnio e o destino conspiram para transformar os piores medos de Ana em realidade. 1 R$ 29,90 R$ 16,50 Encomendados Depois de você Jojo Moyes 4 de fevereiro de 2016 2 R$ 24,90 R$ 22,41 Com mais de 5 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, Como eu era antes de você conta a história do relacionamento entre Will Traynor e Louisa Clark, cujo fim trágico deixou de coração apertado os milhares de fãs da autora Jojo Moyes. Em Depois de você, Lou ainda não superou a perda de Will. Morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, Lou cai do terraço. O terrível acidente a obriga voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la. Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam. Tudo parece começar a se encaixar, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente. 2 R$ 24,90 R$ 22,41 Encomendados O jogo Elle Kennedy 20 de fevereiro de 2017 2 R$ 23,90 'Não esperava essa química intensa entre nós, mas ela está aqui, e é viciante, e não sei se jamais vou conseguir ignorá-la.' Talentoso, inteligente e festeiro, Dean Di Laurentis sempre consegue o que quer. Sexo, notas altas, sexo, reconhecimento, sexo... É sem dúvida um galanteador de primeira, e ainda está para encontrar uma mulher imune ao seu charme descontraído e seu jeito alegre de encarar a vida. Isto é, até ele se envolver com Allie Hayes. Em uma única noite, essa jovem atriz cheia de personalidade virou o mundo de Dean de cabeça para baixo. E agora ela quer que eles sejam apenas amigos? Dean adora um desafio, e não vai medir esforços para convencer essa mulher tão linda quanto teimosa de que uma vez não é suficiente. Mas o que começa como um simples jogo de sedução logo se torna a experiência mais incrível e surpreendente de sua vida. Afinal, quem disse que sexo, amizade e amor não podem andar de mãos dadas? 2 R$ 23,90 Encomendados Grey: Cinquenta tons de cinza pelos olhos de Christian E. L. James 17 de setembro de 2015 1 R$ 29,90 R$ 16,50 Na voz de Christian, e através de seus pensamentos, reflexões e sonhos, E L James oferece uma nova perspectiva da história de amor que dominou milhares de leitores ao redor do mundo. Christian Grey controla tudo e todos a seu redor: seu mundo é organizado, disciplinado e terrivelmente vazio – até o dia em que Anastasia Steele surge em seu escritório, uma armadilha de pernas torneadas e longos cabelos castanhos. Christian tenta esquecê-la, mas em vez disso acaba envolvido num turbilhão de emoções que não compreende e às quais não consegue resistir. Diferentemente de qualquer mulher que ele já conheceu, a tímida e quieta Ana parece enxergar através de Christian – além do empresário extremamente bem-sucedido, de estilo de vida sofisticado, até o homem de coração frio e ferido. Será que, com Ana, Christian conseguirá dissipar os horrores de sua infância que o assombram todas as noites? Ou seus desejos sexuais obscuros, sua compulsão por controle e a profunda aversão que sente por si mesmo vão afastar a garota e destruir a frágil esperança que ela lhe oferece? 1 R$ 29,90 R$ 16,50 Encomendados Como eu era antes de você Jojo Moyes 19 de abril de 2013 2 R$ 24,90 R$ 22,41 Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro. Como eu era antes de você é uma história de amor e uma história de família, mas acima de tudo é uma história sobre a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado. 2 R$ 24,90 R$ 22,41 Encomendados Quem é o Chefe Agora - Lidando com os Chefes: Livro 3 Lexy Timms 14 de janeiro de 2017 2 R$ 13,08 R$ 10,26 Quão perto você pode chegar do fogo e não se queimar? Conseguir o emprego dos sonhos, trabalhar e namorar seu chefe incrivelmente quente e ao mesmo tempo conseguir a confiança que ela nunca teve, Jamie não acredita que a vida poderia ficar melhor. Ela está ajudando a administrar uma empresa de vários bilhões de dólares. Suas questões familiares parecem estar resolvidas e embora ela e Alex tenham de resolver pequenas dificuldades, parece que eles serão capazes de ser profissionais no trabalho e românticos depois. Só que perfeito não é exatamente como Jamie imaginou que isto seria. Série Lidando com os Chefes O Chefe O Chefe Também Quem é o Chefe Agora Presente para o Chefe *Conto de Natal* Ame o Chefe Aceito, o Chefe Esposa do Chefe Empregado pelo Chefe Um Irmão para o Chefe Conselheiro Sênior para o Chefe 2 R$ 13,08 R$ 10,26 Encomendados A conquista Elle Kennedy 26 de maio de 2017 2 R$ 23,90 De todos os jogadores do time de Hóquei da universidade de Briar, John Tucker se destaca por ser o mais sensato, gentil e amável. Diferente de seus amigos mulherengos, ele sonha mesmo é com uma vida tranquila: esposa, filhos e, quem sabe um dia, abrir um negócio próprio. Mas nem mesmo o cara mais calmo do mundo estaria preparado para o turbilhão de emoções que ele está prestes a enfrentar. Sabrina James é a pessoa mais ambiciosa, dedicada e batalhadora do campus. Seu jeito sério e objetivo é interpretado por muitos como frieza, mas ela não está nem aí para sua fama de antipática. Tudo o que ela quer é passar em Harvard, tirar ótimas notas e conquistar a tão sonhada carreira como advogada. Só assim ela conseguirá escapar de seu passado difícil e de sua família terrível. Um acontecimento inesperado vai desses jovens de cabeça para baixo. Tucker e Sabrina vão precisar se unir e rever seus planos para o futuro. Juntos, eles aprenderão que a vida é cheia de surpresas, e que o amor é a maior conquista de todas. 2 R$ 23,90 Encomendados Um CEO para chamar de meu Lucy Berhends 6 de abril de 2017 2 R$ 12,80 R$ 12,16 Laís Oliveira é uma garota com grandes sonhos profissionais que luta bastante para alcançá-los. Ela foi criada no interior, mas veio para a cidade grande em busca de vencer por seus próprios esforços. Quer terminar seu mestrado e se tornar professora universitária.Antony Cavalcanti é um CEO viciado em controle. Ele cuida de tudo o que lhe pertence e os mantêm em segurança, mas talvez precise aprender que pessoas não são propriedades de ninguém.Eles se esbarram, literalmente, e juntos vão construir uma história cheia de sedução, prazer e sentimentos que os confundem. Conflitos, ciúmes e obstáculos podem ser apenas alguns dos ingredientes que os desafiarão até que o amor fale mais alto e, finalmente, alcancem seu 'happy end'.Laís e Antony o convidam a conhecer e a participar desse intenso enredo que envolve conquista, surpresas, raiva, sexo, e muito, muito amor. 2 R$ 12,80 R$ 12,16 Exibir mais ©2018 Google Termos de Serviço do site Privacidade Desenvolvedores Artistas Sobre o Google Todos os preços incluem Tributos. Ao comprar este item, você estará fazendo uma transação com o Google Payments e concordando com Termos de Serviço e Aviso de privacidade do Google Payments.



http://brasilescola.uol.com.br/curiosidades/
  Curiosidades - Fatos Curiosos - Brasil Escola E-mail Cadastre-se Senha Esqueci a senha Entrar com Facebook Entrar com Google Canais Disciplinas Vestibular Enem Educador O que é Exercícios Notícias Empregos Monografias + Canais Topo Login/Registro E-mail Senha Cadastre-se Esqueci a senha Entrar com Facebook Entrar com Google Disciplinas Artes Biografias Biologia Espanhol Educação Física Filosofia Física ... Física Geografia Geografia do Brasil Gramática História História da América História do Brasil História Geral Inglês Italiano Literatura Matemática Português Quí­mica Redação Sociologia MAIS ... ? O que é Geografia? O que é História? O que é Matemática? O que é Português? O que é Química? MAIS ... História do Brasil Exercícios de História Geral Exercícios de Literatura Exercícios de Matemática ... Computação Direito Educação Educação Física Enfermagem Engenharia Filosofia Física Geografia História CACHE

Curiosidades - Fatos Curiosos - Brasil Escola E-mail Cadastre-se Senha Esqueci a senha Entrar com Facebook Entrar com Google Canais Disciplinas Vestibular Enem Educador O que é Exercícios Notícias Empregos Monografias + Canais Topo Login/Registro E-mail Senha Cadastre-se Esqueci a senha Entrar com Facebook Entrar com Google Disciplinas Artes Biografias Biologia Espanhol Educação Física Filosofia Física Geografia Geografia do Brasil Gramática História História da América História do Brasil História Geral Inglês Italiano Literatura Matemática Português Quí­mica Redação Sociologia MAIS ACESSADAS Por que as dietas a base de shakes tendem ao fracasso? Afinal, por que as zebras são listradas? Veja aqui! Crise dos Mísseis: rivalidade entre EUA e URSS a mil! Especial África do Sul Ano Novo Carnaval Dia da Independência Dia das Crianças Dia das Mães Dia dos Pais Halloween Férias Festa Junina Natal Páscoa Volta às Aulas MAIS ACESSADAS Entenda já o que foi o cerco de Constantinopla. A crônica no mundo jornalístico. Fique por dentro já! Como lidar com a depressão ou evitá-la? Leia aqui! + Pesquisas Acordo Ortográfico Animais Cultura Curiosidades Datas Comemorativas Dicas de Estudo Doenças Drogas Economia e Finanças Educação Folclore Fonoaudiologia Frutas Informática Mitologia Política Psicologia Religião Regras da ABNT Sexualidade Saúde e Bem-estar Saúde na Escola MAIS ACESSADAS Quais são as maiores metrópoles do nosso país? Tenha uma boa rotina de estudos em oito passos. Você sabe como usar as hashtags corretamente? Enem Adesão Atendimento Especial Certificação Correção Enem 2017 Correção da Redação Dicas para o Enem Enem e ProUni Enem por Escola Estudar em Portugal Fies Média do Enem Nota do Enem Notícias Plantão do Enem Por que fazer? Pratique sua redação Provas e Gabaritos Redação do Enem Simulado SiSU Sisutec Usando a nota do Enem Vídeos MAIS ACESSADAS Liberada a consulta por vagas do SiSU 2018/1 Governo aprova novas regras para o Fies Oito eventos ligados ao Enem 2017 que merecem atenção Vestibular Agenda Aprovados Atualidades Banco de Redações Bolsa de Estudo Correções de Vestibular Cotas Cursinhos Comunitários Dicas Ensino a Distância Estudar no Exterior Fies Fuvest Guia de Profissões Intercâmbio Notícias Vestibular Orientação Vocacional Pronatec ProUni Provas e Gabaritos Resumo de Livros Simulado Universidades Vida Profissional MAIS ACESSADAS Veja como foi a segunda fase do Vestibular 2018 da Unesp Unicamp 2018: notas da primeira fase estão disponíveis Fuvest 2018: provas da 2ª fase são aplicadas para mais de 21 mil estudantes Educador Comportamento Estratégia de Ensino Ética Gestão Educacional Orientação Escolar Orientações para Pais ou Responsáveis Orientações para Professores Política Educacional Sugestões para Pais e Professores Trabalho Docente MAIS ACESSADAS Conservando energia mecânica com um monjolo. Aborde a remodelação do isopor em sala de aula. Fale sobre a anatomia dos peixes aos seus alunos. O que é? O que é Biologia? O que é Física? O que é Geografia? O que é História? O que é Matemática? O que é Português? O que é Química? MAIS ACESSADAS Você sabe o que é o plasma encontrado no sangue? Compreenda o que foi o período da República Velha. O que define uma montanha? Chegou a hora de saber! Exercícios Exercícios de Biologia Exercícios de Física Exercícios de Geografia Geografia do Brasil Exercícios de Gramática Exercícios de História do Brasil Exercícios de História Geral Exercícios de Literatura Exercícios de Matemática Exercícios de Química Exercícios de Redação MAIS ACESSADAS Faça questões que falam a respeito do intemperismo. Averigue seus conhecimentos em relação à Fernando Pessoa. Exercite seus estudos sobre a teoria da evolução. Monografias Administração e Finanças Agricultura e Pecuária Arte e Cultura Biologia Computação Direito Educação Educação Física Enfermagem Engenharia Filosofia Física Geografia História Matemática Medicina Pedagogia Psicologia Química Religião Regras da ABNT Saúde Sociologia Turismo MAIS ACESSADAS Diagnóstico e perspectivas de tratamento da halitose. A escola como um espaço de inclusão digital. Os prós e contras na aprendizagem da língua inglesa. Escola Kids Ciências Geografia História Matemática Português Datas Comemorativas Histórias para crianças Jogos Para pintar MAIS ACESSADAS Saiba tudo sobre a alimentação dos animais. Qual é a relação entre o clima e a agricultura? Zika: Uma doença transmitida pelo Aedes aegypti. Vídeos Videoaulas de Biologia Videoaulas de Espanhol Videoaulas de Física Videoaulas de História Videoaulas de Inglês Videoaulas de Matemática Videoaulas de Português Videoaulas de Química + Canais Cidades do Brasil Educador Empregos Enem Exercícios Guerras Meu Artigo Monografias Notícias Vestibular Vídeos MAIS ACESSADAS Conheça o nosso canal para professores! Teste seus conhecimentos com nossos exercícios. Curiosidades sobre conflitos históricos. Confira! Home Curiosidades Imprimir Texto -A +A Curiosidades Curiosidades Por que os gatos sempre caem de pé? Por que o lado da manteiga do pão sempre cai no chão? 0 Despertamos a curiosidade desde cedo. PUBLICIDADE A palavra curiosidade tem origem latina e significa o desejo de conhecer o novo, de desvendar e experimentar algo diferente. A curiosidade pertence a todo ser humano, ainda que em diferentes níveis, e alimentar esse desejo pode ser bastante divertido, interessante e proveitoso. O Canal Curiosidades existe para aguçar ainda mais essa vontade de novidades. Aqui, você encontra, por exemplo, a explicação sobre o porquê soluçamos e mais ainda: um susto pode fazer esse pequeno incômodo cessar? E quem não deseja iniciar um projeto ou um novo ano com o pé direito? Mas por que, necessariamente, o pé direito? Descubra também a origem dessa expressão aqui no Curiosidades . Textos sobre ciência, tecnologia, astronomia, humanidades e diversas outras temáticas alimentam este canal e podem ser bastante interessantes se compartilhados em sala de aula ou em uma roda de amigos. Sejam bem-vindos, alunos, professores e qualquer outro curioso por natureza. Tem alguma curiosidade que não encontrou aqui? Envie sua sugestão de tema para atendimento@redeomnia.com. Listagem de Artigos artigos Curiosidades Bebidas Energéticas Apesar dos efeitos vantajosos, elas devem ser consumidas com cautela. COMPARTILHE VER MATÉRIA 15 curiosidades sobre o frio Conheça 15 curiosidades sobre o frio e as explicações biológicas, químicas e físicas para o fenômeno! COMPARTILHE VER MATÉRIA A diferença entre o FBI e a CIA Conheça a maior agência policial do mundo e o serviço de inteligência estadunidense. COMPARTILHE VER MATÉRIA A Diferença entre Psiquiatra, Psicólogo e Psicanalista A atuação das profissões 'psis'. COMPARTILHE VER MATÉRIA A Eficácia do Riso Por que as pessoas riem quando escutam uma piada? COMPARTILHE VER MATÉRIA A formação de redemoinhos Fatores que proporcionam a formação de um redemoinho. COMPARTILHE VER MATÉRIA A luz do Vaga-lume O que impulsiona as emissões luminosas do vaga-lume? COMPARTILHE VER MATÉRIA A muralha da China é visível do espaço? A decepção dos chineses em saber que tudo não passava de um equívoco. COMPARTILHE VER MATÉRIA A origem da cachaça Saiba da história de uma das mais populares bebidas do Brasil. COMPARTILHE VER MATÉRIA A Origem da Lua Conheça as teorias sobre a origem da lua. COMPARTILHE VER MATÉRIA A origem das notas musicais O sistema que organiza a canção ocidental até os dias de hoje. COMPARTILHE VER MATÉRIA A origem do azul Os usos, significados e processos de obtenção desse tipo de cor. COMPARTILHE VER MATÉRIA A Origem do Desodorante Quando e como o desodorante foi criado. COMPARTILHE VER MATÉRIA A origem do sobrenome Um breve termo capaz de nos distinguir entre os outros. COMPARTILHE VER MATÉRIA A preço de banana A expressão que nasceu com a nossa colonização. COMPARTILHE VER MATÉRIA A primeira maratona A corrida que inaugurou uma das modalidades esportivas mais tradicionais do mundo. COMPARTILHE VER MATÉRIA A Rota da Seda O famoso caminho que ligava os mundos Oriental e Ocidental. COMPARTILHE VER MATÉRIA A simbologia maçônica O significado dos símbolos que integram a maçonaria. COMPARTILHE VER MATÉRIA A toque de caixa A origem militar do termo que bem descreve o nosso cotidiano. COMPARTILHE VER MATÉRIA Acabar em pizza A origem de uma expressão muito usada no meio político. COMPARTILHE VER MATÉRIA Aditivos de alimentos Quais são as substâncias adicionadas nos alimentos para conservar e dar cor. COMPARTILHE VER MATÉRIA Afogamento Entenda o que é afogamento, conheça as principais causas e compreenda como o corpo trabalha após a submersão em ambiente aquático. COMPARTILHE VER MATÉRIA Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) Saiba mais sobre a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e seu papel na promoção da saúde da população brasileira. COMPARTILHE VER MATÉRIA Alimentação Vegetal x Alimentação Animal Que tipo de alimentação é mais saudável? COMPARTILHE VER MATÉRIA Aniversário A origem do bolo de aniversário e das velas. COMPARTILHE VER MATÉRIA Ano Bissexto Conheça a história do Ano Bissexto e por que ele foi introduzido no calendário. COMPARTILHE VER MATÉRIA Aos trancos e barrancos Um termo inicialmente utilizado na literatura medieval ibérica. COMPARTILHE VER MATÉRIA Área Atingida pelo Petróleo Como é a limpeza de uma área atingida por vazamento de petróleo? COMPARTILHE VER MATÉRIA Arranca rabo A origem do termo empregado quando alguém se envolve em confusão. COMPARTILHE VER MATÉRIA Arroz de festa A origem da expressão relacionada a quem não perde uma festa por nada. COMPARTILHE VER MATÉRIA As 7 maiores mentiras da Internet As lendas urbanas mais famosas que já circularam na rede. COMPARTILHE VER MATÉRIA As Mil e uma Noites Com certeza você já ouviu falar a seguinte expressão “As mil e uma noites”, mas você sabe quando ela surgiu? Confira aqui! COMPARTILHE VER MATÉRIA As origens da Cruz Vermelha A história deste importante comitê internacional. COMPARTILHE VER MATÉRIA As reações Corporais Durante o Frio Alterações no metabolismo durante o frio. COMPARTILHE VER MATÉRIA As reformas ortográficas Conheça as várias mudanças que aconteceram na história de nossa língua. COMPARTILHE VER MATÉRIA As Sete Maravilhas do Mundo Moderno Conheça os monumentos eleitos como as Sete Maravilhas do Mundo Moderno. COMPARTILHE VER MATÉRIA Aurora Polar Fenômeno que ocorre tanto na Terra como em Vênus, Marte, Saturno e Júpiter. COMPARTILHE VER MATÉRIA Baralho Saiba como surgiu o baralho e conheça o significado nos naipes. COMPARTILHE VER MATÉRIA Barulho do estômago Os barulhos no estômago ou até mesmo no intestino são decorrentes, na maioria das vezes, dos movimentos peristálticos que acontecem no sistema digestório. Saiba mais! COMPARTILHE VER MATÉRIA Batom Batom, item de maquiagem, cosmético usado para colorir e realçar a boca, história do batom, dicas de uso do batom, composição do batom, o que sinaliza o lábio rosado, o batom como sinônimo de feminilidade. COMPARTILHE VER MATÉRIA Benefícios e Malefícios do Chiclete Chiclete, saiba dos efeitos do chiclete no organismo, os benefícios do chiclete, os malefícios do chiclete. COMPARTILHE VER MATÉRIA Bocejo Bocejo, o que é o bocejo, por que bocejamos, por que bocejamos quando vemos outra pessoa bocejar, teorias que tentam explicar o bocejo, mecanismos do bocejo. COMPARTILHE VER MATÉRIA BOPE BOPE, Batalhão de Operações Especiais, a origem do BOPE, o fundador do BOPE, a finalidade do BOPE, requisitos para ingressar no BOPE, grupo de operações táticas, BOPE - Rio de Janeiro. COMPARTILHE VER MATÉRIA Cabelos e unhas crescem após a morte? Cabelos e unhas crescem após a morte?, curiosidades, ciência, morte, mitos da ciência. COMPARTILHE VER MATÉRIA Cachaça Cachaça, bebida alcoólica, bebida obtida da fermentação e destilação do caldo-de-cana, bebida tipicamente brasileira, cana-de-açúcar, história da cachaça, primeiros responsáveis pela fermentação, propagação da tecnologia de produção da aguardente. COMPARTILHE VER MATÉRIA Cair nos braços de Morfeu A expressão empregada para uma boa noite de sono. COMPARTILHE VER MATÉRIA Caixa Preta Caixa Preta, o que é caixa preta, para que serve a caixa preta, características da caixa preta, quem inventou a caixa preta, quando a caixa preta começou a ser utilizada, quando a caixa preta tornou-se conhecida. COMPARTILHE VER MATÉRIA Campeonatos de robôs Saiba mais sobre as competições de robôs no Brasil e como elas têm conquistado vários estudantes universitários! COMPARTILHE VER MATÉRIA Cavalo paraguaio A origem de uma expressão muito comum no futebol brasileiro. COMPARTILHE VER MATÉRIA Celular e adolescentes: uma relação perigosa O mau uso do celular, adolescentes e celulares, pesquisa feita em Flandres, aparelho de comunicação, abuso na utilização do celular, rendimento escolar, distúrbios do sono, navegando na Internet. COMPARTILHE VER MATÉRIA Céu de brigadeiro A origem do termo usado para um dia de céu limpo. COMPARTILHE VER MATÉRIA Chá de Cadeira A expressão usada toda vez que esperamos muito por alguém. COMPARTILHE VER MATÉRIA Chocolate faz bem para a saúde? Conheça um pouco da história e dos efeitos desse alimento em nosso organismo. COMPARTILHE VER MATÉRIA Choking Game Choking Game, a brincadeira da asfixia, as mortes ocasionadas pela brincadeira da asfixia, o sinais do Choking Game, as conseqüências da brincadeira de se auto-asfixiar. COMPARTILHE VER MATÉRIA Chorar as pitangas O termo que fala sobre a reclamação do nosso dia a dia. COMPARTILHE VER MATÉRIA Chuva de Animais Chuva de Animais, o que foi a chuva de animais, fenômeno da chuva de animais, como ocorre a chuva de animais, curiosidades sobre a chuva. COMPARTILHE VER MATÉRIA Cidade abaixo do nível do mar Existe alguma cidade abaixo do nível do mar, cidades abaixo do nível do mar, cidade abaixo do nível do mar, nível do mar, cidades, mundo. COMPARTILHE VER MATÉRIA Cidades mais Poluídas do Mundo Conheça o ranking com as dez cidades mais poluídas do mundo! COMPARTILHE VER MATÉRIA Comer com os olhos Uma expressão originária de uma crença presente em diferentes culturas. COMPARTILHE VER MATÉRIA Como a nata do leite é formada? Como a nata do leite é formada, quais os compostos responsáveis pela formação da nata, por que o leite pasteurizado não apresenta a nata, a importância do processo de pasteurização. COMPARTILHE VER MATÉRIA Como Conciliar o Estudo com as baladas Como conciliar o estudo com as 'baladas', necessidade de identificação, momento de grandes transforamções e mudanças, fase de desafios, administrar o tempo, círculos de amizade, movimento, música, cores, festas. COMPARTILHE VER MATÉRIA Como falar em público? Sensações que aparecem ao falar em público, como dominar as sensações que aparecem ao falar em público, dicas para falar melhor em público, os pontos chaves para falar em público. COMPARTILHE VER MATÉRIA Como funciona a tocha olímpica Conheça os detalhes da fabricação e do funcionamento da tocha olímpica, um dos principais símbolos olímpicos. COMPARTILHE VER MATÉRIA Como funcionam os carros de corrida Entenda como funciona um carro de corrida e como ele é fabricado! COMPARTILHE VER MATÉRIA Como parar de soluçar? Possíveis simpatias para acabar com soluços: será que funcionam? COMPARTILHE VER MATÉRIA Como são escolhidos os nomes dos furacões e tufões Saiba como são escolhidos os nomes dos furacões e tufões, tipos de ciclones tropicais. COMPARTILHE VER MATÉRIA Como se formam os furacões? Conheça as características dos furacões e entenda como eles se formam! COMPARTILHE VER MATÉRIA Como surgiu a famosa expressão 'bode expiatório'? Confira como originou-se a expressão tão popular usada quando alguém acaba pagando pelo que não fez. COMPARTILHE VER MATÉRIA Como Surgiu a Internet? Como surgiu a internet, as importantes eras da história da humanidade, o processo de troca de comunicação facilitada, quando surgiu a internet, quem criou a internet, a internet no Brasil, como a internet difere dos demais meios de comunicação. COMPARTILHE VER MATÉRIA Como surgiu a margarina? Como surgiu a margarina?, margarina, história do surgimento da margarina, prêmio ganho por Hippólyte de Mége Mouriés no ano de 1869, prêmio proposto pelo governo de Napoleão, época em que a França estava passando por uma grave crise econômica, vários exp COMPARTILHE VER MATÉRIA Como surgiu o livro Guiness O começo de um dos mais conhecidos livros do mundo COMPARTILHE VER MATÉRIA Composição do leite UHT Como este leite se classifica em relação ao percentual de gordura? COMPARTILHE VER MATÉRIA Contando Calorias Contando Calorias, Como calcular a massa corpórea, A importância da energia em nosso corpo, as curiosidades das gorduras, Alimentos, atividades, tempo. COMPARTILHE VER MATÉRIA Conto do Vigário Conto do Vigário, Já caiu num conto do vigário? , para que finalidade o conto do vigário é usado, o primeiro conto do vigário no Brasil e o primeiro conto do vigário em Portugal. COMPARTILHE VER MATÉRIA Cor de burro quando foge A expressão que nasceu de um curioso equívoco. COMPARTILHE VER MATÉRIA Culpa no Cartório As origens medievais dessa expressão cotidiana. COMPARTILHE VER MATÉRIA Curiosidades sobre as bananas Curiosidades sobre um dos frutos mais populares do mundo. COMPARTILHE VER MATÉRIA Curiosidades sobre serpentes e ofidismo Conheça a diferença entre “cobra” e “serpente”, e outras curiosidades sobre estes animais. COMPARTILHE VER MATÉRIA Danos Morais Danos morais, o que é dano moral, o que caracteriza o dano moral, surgimento do dano moral, dano moral e aborrecimento, provas de danos morais, indenização no caso de dano moral. COMPARTILHE VER MATÉRIA Dar com os burros n’água A expressão usada quando algo não sai como o esperado. COMPARTILHE VER MATÉRIA De araque O termo usado para desvendar aquilo que parece, mas não é. COMPARTILHE VER MATÉRIA De meia-tigela A origem desta curiosa gíria depreciativa. COMPARTILHE VER MATÉRIA De onde surgiu a expressão gandula? A Origem da expressão gandula, a história do jogador que deu origem ao termo gandula no futebol, Bernardo Gandulla, curiosidades do futebol, o que faz um gandula, como surgiu a expressão gandula. COMPARTILHE VER MATÉRIA Deixar de nhenhenhém Uma expressão tupi dos primórdios da colonização. COMPARTILHE VER MATÉRIA Déjà vu O que é o Déjà vu, as falsas explicações para o Déjà vu, a descoberta do fenômeno e as explicações corretas a respeito do fenômeno. COMPARTILHE VER MATÉRIA Dermatoglifia Dermatoglifia, o conceito da Dermatoglifia, o estudo científico das impressões digitais, os três tipos de desenhos encontrados na impressão digital, a Dermatoglifia no desporto. COMPARTILHE VER MATÉRIA Desodorantes e antitranspirantes: qual a diferença? Como cada um deles age sobre os odores do corpo. COMPARTILHE VER MATÉRIA Diferenças biológicas entre homens e mulheres Conheça as principais diferenças biológicas entre homens e mulheres! COMPARTILHE VER MATÉRIA Dinheiro sujo Dinheiro sujo, bactérias presentes no dinheiro, medidas de higiene no manuseio do dinheiro, maneiras de redução das bactérias presentes no dinheiro. COMPARTILHE VER MATÉRIA Discutindo o sexo dos anjos Uma expressão vinda de um debate que realmente aconteceu! COMPARTILHE VER MATÉRIA Dor de Cotovelo A origem da expressão dos desiludidos com o amor. COMPARTILHE VER MATÉRIA Dossiê O que é um dossiê, política, dossiê técnico, qual a finalidade de um dossiê na política, jogo de poder. COMPARTILHE VER MATÉRIA Drifting Drifting, drift, quais os fundamentos do drifting, a origem do drifting, o drifting no Brasil, o campeonato brasileiro de drifting, a popularização do drifting, drifting em Velozes e Fúriosos: Desafio em Tóquio. COMPARTILHE VER MATÉRIA Embolia Gasosa Saiba mais sobre a embolia gasosa e como os profissionais da saúde lidam com esse problema, que muitas vezes pode ser fatal. COMPARTILHE VER MATÉRIA Encher linguiça A gíria usada pra quem joga muita conversa fora. COMPARTILHE VER MATÉRIA Energia Sem o Uso dos Fios Energia Sem o Uso dos Fios, Onde foi descoberto essa curiosidade, Como funciona a energia sem fios, os avanços tecnológicos, Quais os aparelhos que podem receber essa tecnologia COMPARTILHE VER MATÉRIA Enfiar o pé na jaca A origem do termo usado quando alguém excede os limites. COMPARTILHE VER MATÉRIA Entrar com o pé direito O antigo hábito que remonta a superstições da civilização clássica. COMPARTILHE VER MATÉRIA Equilíbrio Postural O que é equilíbrio, a importância do equilíbrio, parte do organismo responsável pelo equilíbrio, a formação do aparelho vestibular, funções do equilíbrio, como o organismo consegue se movimentar. COMPARTILHE VER MATÉRIA Escotismo Escotismo, o que é escotismo, como surgiu o escotismo, o lema do escoteiro, características do escotismo, como são divididos os grupos de escoteiros, o objetivo do escotismo. COMPARTILHE VER MATÉRIA Espirro e claridade Espirro e claridade, por que espirramos quando olhamos para a claridade, relação entre o espirro e a luz. COMPARTILHE VER MATÉRIA Estalactites e estalagmites Formações resultantes do gotejamento de água de fendas das paredes de cavernas de rocha calcária. As primeiras se localizam no teto e as segundas, no chão. COMPARTILHE VER MATÉRIA Explicação científica para o buraco negro Explicação científica para o buraco negro, radiação, Albert Einstein, morte das estrelas, energia, fusão nuclear, corpo espacial muito denso, massa, spin, carga elétrica. COMPARTILHE VER MATÉRIA Falando sobre cães O olfato influencia no comportamento do animal. COMPARTILHE VER MATÉRIA Fases do Sono Fases do sono, como o sono é dividido, características das fases do sono, NREM, REM como ocorrem os sonhos, estágios do NREM, ciclo do sono. COMPARTILHE VER MATÉRIA Faz mal dormir de barriga cheia? Você já se perguntou se faz realmente mal dormir de barriga cheia? Clique aqui e descubra se essa afirmação é um mito ou se realmente devemos ter cuidado! COMPARTILHE VER MATÉRIA Fazer das tripas coração O termo usado quando buscamos superar os próprios limites. COMPARTILHE VER MATÉRIA Fazer vaquinha Uma expressão ligada ao mundo do futebol. COMPARTILHE VER MATÉRIA Feriado Feriado, dias do calendário, dedicados a homenagens, os feriados religiosos, divindades, Vênus, Dionísio, o primeiro feriado civil, data que marca o início da Revolução Francesa, Revolução Industrial, o movimento proletário, o Dia do Trabalhador. COMPARTILHE VER MATÉRIA Física x Filmes de Ficção Científica Erros em filmes de ficção, conheça os erros mais graves em filmes de ficção, ondas não se propagam sem ar, propagação de ondas, filmes de ficção, explosão de naves, naves espaciais. COMPARTILHE VER MATÉRIA Fogo-fátuo Fogo-fátuo, o que é fogo-fátuo, características do fenômeno do fogo-fátuo, o fogo-fátuo e o folclore, como ocorre o fogo-fátuo. COMPARTILHE VER MATÉRIA Formato dos umbigos Como é o seu? Fundo ou estufado? COMPARTILHE VER MATÉRIA Gasolina Aditivada ou Gasolina Comum? Qual a diferença entre a gasolina aditivada e a gasolina comum?, qual a diferença da gasolina aditivada, gasolina aditivada, gasolina comum, porque a gasolina aditivada é mais cara, diferença entre a gasolina, combustível. COMPARTILHE VER MATÉRIA Gatos sempre caem de pé Porque os Gatos Sempre Caem de Pé?, você já pensou porque os gatos sempre caem de pé?, curiosidade sobre os gatos, os gatos, o gato, gato, animais, pet shop, compre gatos, curiosidade dos gatos, curiosidade sobre o gato, gato, felino, bixano, bichano. COMPARTILHE VER MATÉRIA Genética & Paixão Genética da Paixão, a genética tem relação com a paixão, elementos que influenciam na escolha do parceiro, o parceiro ideal, por que nos apaixonamos por determinadas pessoas, tipos de personalidades. COMPARTILHE VER MATÉRIA Grafologia Grafologia, o estudo da personalidade humana através da escrita, as revelações obtidas através da escrita, o grafotécnico, o grafólogo, o estudo da escrita manual. COMPARTILHE VER MATÉRIA Guardado a sete chaves A curiosa simbologia por trás desta expressão popular. COMPARTILHE VER MATÉRIA Hanseníase: a doença mais antiga do mundo Clique aqui e saiba mais sobre a Hanseníase, uma das primeiras doenças que foram descritas na História e seus principais sintomas. COMPARTILHE VER MATÉRIA Headhunter Headhunter, o que é Headhunter, a profissão de Headhunter, o Headhunter e as redes sociais, o verdadeiro Headhunter e as falsas propostas, a importância do Headhunter no mercado de trabalho. COMPARTILHE VER MATÉRIA História da Escova de Dentes A trajetória desse importante invento. COMPARTILHE VER MATÉRIA História do açúcar A trajetória desse doce alimento do nosso dia a dia. COMPARTILHE VER MATÉRIA História do Cristo Redentor Conheça a história do Cristo Redentor, um dos monumentos mais famosos do Brasil. COMPARTILHE VER MATÉRIA História do Mario O sucesso da série Mario e o desenvolvimento do personagem. COMPARTILHE VER MATÉRIA História do Pão Pão na História, história do pão, onde o pão surgiu, como o pão era feito antigamente, como o pão chegou ao Brasil. COMPARTILHE VER MATÉRIA História do Parabéns Conheça a história do Parabéns a você e descubra se você canta certo ou errado! COMPARTILHE VER MATÉRIA História do Refrigerante História do Refrigerante, como o refrigerante foi criado e para qual finalidade? A história da Coca-Cola e da Pepsi-Cola, criação do refrigerante, origem do refrigerante e quando chegaram ao Brasil. COMPARTILHE VER MATÉRIA Homem, corpo humano e outros animais Curiosidades sobre o homem, o corpo humano e os outros animais, tais como baleia azul, pica-pau, mariposa, urubu, abelha, girafa, porco-espinho e elefante. COMPARTILHE VER MATÉRIA Hora do Planeta (Earth Hour) Hora do Planeta - um ato simbólico de apelo contra os problemas ambientais causados pela ação humana. COMPARTILHE VER MATÉRIA Influência da alimentação na TPM Veja como a alimentação exerce influência sobre os sintomas da TPM (Tensão Pré-menstrual)! COMPARTILHE VER MATÉRIA Intoxicação por Água Intoxicação por Água, o que é intoxicação por água, como ocorre a intoxicação por água, hiponatremia, tratamento para a intoxicação por água, quantidade de ingestão de água. COMPARTILHE VER MATÉRIA Iron Maiden Iron Maiden, dama de ferro, o que era a Iron Maiden, como a Iron Maiden era usada, a finalidade da Iron Maiden, características da Iron Maiden, a Iron Maiden mais famosa. COMPARTILHE VER MATÉRIA Jurar de pés juntos O termo empregado quando queremos garantir a verdade. COMPARTILHE VER MATÉRIA Laconismo: o falar em poucas palavras Você sabe o que significa laconismo? Clique aqui e conheça a origem desse termo e o que de fato ele significa. COMPARTILHE VER MATÉRIA Lampião Por que o cangaceiro Lampião começou a usar óculos, como começa a história, o tiroteio entre a polícia e Lampião, o ferimento de Lampião e as consequências do ferimento de Lampião. COMPARTILHE VER MATÉRIA Legumes e verduras Saiba por que nem sempre o que chamamos de legume pode ser considerado como tal. COMPARTILHE VER MATÉRIA Lei de Murphy Lei de Murphy, o que é Lei de Murphy, o criador da Lei de Murphy, os conceitos da Lei de Murphy, as principais Leis de Murphy, a manipulação da Lei de Murphy. COMPARTILHE VER MATÉRIA Lenda do Santo Graal O objeto que se transformou em uma das maiores lendas do mundo cristão. COMPARTILHE VER MATÉRIA Ler emagrece Segundo pesquisas científicas ler faz emagrecer, o que acontece no corpo quando lemos, o hormônio que é liberado no ato da leitura, os livros que mais emagrecem. COMPARTILHE VER MATÉRIA Lua de Sangue Saiba como e quando ocorre a Lua de Sangue, fenômeno em que a lua apresenta cor avermelhada. COMPARTILHE VER MATÉRIA Maior e Menor Mamífero Quais são o maior e o menor mamífero da Terra? onde são encontrados o maior e o menor mamífero da Terra, curiosidades sobre o maior e menor mamífero da Terra, baleia-azul, morcego kitti, roedor musaranho-pigmeu. COMPARTILHE VER MATÉRIA Membro fantasma Síndrome do membro fantasma, o que é um membro fantasma, o que o membro fantasma provoca, os mecanismos neurofisiológicos do membro fantasma, situações em que o membro fantasma ocorre. COMPARTILHE VER MATÉRIA Mensagem Subliminar O que são mensagens subliminares, a origem das mensagens subliminares, os efeitos das mensagens subliminares nos indivíduos, as mensagens subliminares e a lei, conceitos de mensagem subliminar e auto-ilusão. COMPARTILHE VER MATÉRIA Mês das Noivas Mês das Noivas, maio mês das noivas, a origem da nomeação do mês de maio como o mês das noivas, casamento, as tradições do casamento, vestido de noiva, lua-de-mel, buquê de flores, festa de casamento. COMPARTILHE VER MATÉRIA Mike — A história do frango sem cabeça Conheça a história de Mike, um frango que viveu 18 meses sem a cabeça. COMPARTILHE VER MATÉRIA Mitos e verdades sobre a Acne O que é realidade ou mentira quando o assunto é cuidar da pele. COMPARTILHE VER MATÉRIA Mona Lisa, vizinha de Da Vinci Pesquisas fornecem novas informações sobre a famosa modelo do Renascimento. COMPARTILHE VER MATÉRIA Morte encefálica Compreenda o que é a morte encefálica, ou morte cerebral, e entenda por que essa condição é irreversível. COMPARTILHE VER MATÉRIA Mosquitos Descubra aqui por que os mosquitos zumbem nas nossas orelhas! COMPARTILHE VER MATÉRIA Não entendo patavina A origem da expressão usada quando não entendemos alguma coisa. COMPARTILHE VER MATÉRIA Navegar é preciso, viver não é preciso A antiga origem da frase imortalizada pelo poeta Fernando Pessoa. COMPARTILHE VER MATÉRIA Nerd Nerds, o que são Nerds, características de um Nerd, reais nerds, nerds famosos, conhecimentos de um nerd. COMPARTILHE VER MATÉRIA Nuvens Nuvens, o que são nuvens, a formação das nuvens, a classificação das nuvens, a nuvem de acordo com a aparência, a nuvem de acordo com a variedade, a nuvem de acordo com a altitude. COMPARTILHE VER MATÉRIA O Amianto usado em caixas d’água é cancerígeno? O amianto é cancerígeno, de onde vem o amianto, minerais fibrosos, fibra mineral, utilização do amianto, doenças pulmonares, mineiros, trabalhadores da construção civil, riscos ao manipular o amianto. COMPARTILHE VER MATÉRIA O bicho mais esquisito do mundo. Orictéropo, o bicho mais esquisito do mundo, suas características, o que faz esse bicho ser tão estranho. COMPARTILHE VER MATÉRIA O brilho do vaga-lume Conheça as vantagens que a bioluminescência propicia aos vaga-lumes. COMPARTILHE VER MATÉRIA O Caminho de Santiago O Caminho de Santiago, a rota tradicional do Caminho de Santiago, porque os cristãos percorrem o Caminho de Santiago, os motivos que o Caminho de Santiago deixa os peregrinos com marcas profundas. COMPARTILHE VER MATÉRIA O Código de Barras Código binário (base 2) e base decimal. COMPARTILHE VER MATÉRIA O hormônio que influi no ciclo menstrual Hormônio que influi no ciclo menstrual, menstruar no mesmo período, odores corporais, feromônio, mensageiros entre seres da mesma espécie, respostas fisiológicas, comunicação química, esteróide 5-a-androst-16-en-3-alfa-ol, ovulação. COMPARTILHE VER MATÉRIA O Maior Exoplaneta O Maior Exoplaneta, exoplaneta TrES-4, características do exoplaneta TrES-4, localização do exoplaneta TrES-4, justificativas a cerca de suas características. COMPARTILHE VER MATÉRIA O Pesadelo dos Ursos Dançarinos da Índia Os fatores que levam as pessoas a mal tratrar animais como ursos COMPARTILHE VER MATÉRIA O poder da mente na cura de doenças A mente cura doenças, efeito Placebo, pílulas de farinha, pílulas falsas, sistema imunológico, liberação de dopamina, neurotransmissor, redução do hormônio cortisol, situação de estresse, funcionamento das defesas do organismo, distúrbios psicológicos. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que aconteceria se a Terra parasse de girar? O que aconteceria se a Terra parasse de girar um dia?, catástrofe, ficção científica, Terra, planeta para de girar, rotação. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Habeas Corpus? Definição de Habas Corpus, as atribuições do habeas corpus no direito, o que significa habeas corpus, o surgimento do habeas corpus. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Pororoca? O que é pororoca, onde a pororoca acontece, as características da pororoca, no que a pororoca se tornou, o que a pororoca provoca. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que tem peso no espaço? Descubra como é possível pesar astronautas. COMPARTILHE VER MATÉRIA O Rato é a Cobaia preferida nos laboratórios Porque os ratos são as cobaias preferidas nos laboratórios, Ratos, experiências com ratos, rato de laboratórios, pesquisa com ratos, fisiologia do rato, fisiologia humana, experimentos com ratos, rato no laboratório, cobaias, as principais cobaias. COMPARTILHE VER MATÉRIA O surgimento da moda O surgimento da moda, quando a moda surgiu, o que significa moda, as características das roupas, as roupas na idade média, a burguesia imitando as roupas dos nobres, a popularização da moda. COMPARTILHE VER MATÉRIA O surgimento do sabonete Os acontecimentos que propiciaram a criação de um produto tão usado no mundo COMPARTILHE VER MATÉRIA O susto faz o soluço parar? O susto faz o soluço parar? saiba porque o susto faz para o soluço, segurar a respiração tmabém pode parar o soluço. COMPARTILHE VER MATÉRIA O susto faz o soluço parar? O susto faz o soluço parar?, instante que o organismo libera a adrenalina, substância que restabelece o funcionamento normal do nervo frênico, função do nervo frênico na respiração, formas de fazer o soluço parar. COMPARTILHE VER MATÉRIA O tesouro dos templários existe? Um mistério que atravessou o tempo e que ainda persiste. COMPARTILHE VER MATÉRIA Olhos Vermelhos nas Fotos Olhos vermelhos, olhos vermelhos nas fotos, por que os olhos ficam vermelhos nas fotos, como não ficar com olhos vermelhos em fotos, curiosidades. COMPARTILHE VER MATÉRIA Ômega 3 Por que precisamos consumir este ácido graxo? COMPARTILHE VER MATÉRIA Ômega 3 no combate à Osteoporose Ômega 3 combate a Osteoporose, processos antiinflamatórios, combater a osteoporose, ácido graxo essencial, EPA, DHA, ácido alfalinolênico, peixes de água fria, linhaça e agrião, salmão, tratamento de alergias, níveis de triglicerídeos e colesterol. COMPARTILHE VER MATÉRIA Onde Judas perdeu as botas A origem da expressão usada para designar lugares distantes. COMPARTILHE VER MATÉRIA Organização Mundial de Saúde (OMS) Você já ouviu falar a respeito da Organização Mundial de Saúde? Saiba mais sobre essa agência que cuida da saúde global. COMPARTILHE VER MATÉRIA Origem da Chapinha Origem da Chapinha, como as mulheres da Antigüidade conseguiam alisar suas madeixas, a invenção da chapinha, o que é piastra, o efeito liso da chapinha, cabelo alisado sob efeito do calor. COMPARTILHE VER MATÉRIA Origem da cor avermelhada do salmão Entenda como o salmão adquire a cor avermelhada a que estamos acostumados! COMPARTILHE VER MATÉRIA Origem da Lenda da Cegonha Lenda da Cegonha, Origem da Lenda da Cegonha, onde se deu a Origem da Lenda da Cegonha, o que levou ao surgimento da lenda da cegonha, porque a cegonha é o símbolo do nascimento de bebês, quando se espalhou a lenda da cegonha, como se espalhou a lenda da COMPARTILHE VER MATÉRIA Origem do Protetor Solar Origem do protetor solar, os tipos de protetores que existiam nas civilizações antigas, a invenção do filtro solar eficaz, os filtros solares egípcios e gregos. COMPARTILHE VER MATÉRIA Os táxis de Nova York A saga do meio de transporte que se tornou símbolo desta cidade norte-americana. COMPARTILHE VER MATÉRIA Ovo da Galinha Qual a diferença entre os ovos brancos e os amarelos da galinha?, ovos brancos, ovos amarelos, formação dos ovos, raça da galinha, galinhas, animais, ovo de galinha, ovos, ovo. COMPARTILHE VER MATÉRIA Países com mais feriados no mundo Brasil não é o país com mais feriados no mundo. Confira os países com mais e menos feriados. COMPARTILHE VER MATÉRIA Pão com Manteiga Pão com manteiga, pão, a manteiga, margarina. Porque a parte da manteiga sempre fica no chão?, questões físicas, questões do cotidiano. COMPARTILHE VER MATÉRIA Papai Noel Brasileiro A frustrada tentativa de banir a figura do Papai Noel das festas natalinas brasileiras. COMPARTILHE VER MATÉRIA Patrimônio Histórico Cultural A construção da identidade através dos elementos do passado. COMPARTILHE VER MATÉRIA Pirataria Pirataria, o que é pirataria, características da prática da pirataria, prejuízos da pirataria, soluções para a pirataria, formas de pirataria. COMPARTILHE VER MATÉRIA Polo norte e polo sul: qual é mais frio? Saiba sobre a diferença de temperatura entre os dois polos. COMPARTILHE VER MATÉRIA Por que a Ferradura é Símbolo de Boa Sorte? Por que a ferradura é símbolo da sorte, Onde surgiu, Qual é o significado da ferradura, Os cristãos europeus. COMPARTILHE VER MATÉRIA Por que a mosca mexe as patas quando está pousada? Por que a mosca mexe as patas quando está pousada? os tipos de sensores presentes nas patas das moscas, as finalidades das patas das moscas. COMPARTILHE VER MATÉRIA Por que a noiva se casa de branco? Você sabe por que a noiva se casa de branco? Clique para entender a história por trás dessa tradição! COMPARTILHE VER MATÉRIA Por que a semana tem sete dias? Clique para descobrir por que a semana tem sete dias e conferir outras curiosidades sobre o assunto! COMPARTILHE VER MATÉRIA Por que as pessoas se ruborizam? Por que as pessoas se ruborizam?, a face corada de vergonha, bochechas rosadas, a ruborização por constrangimento, vergonha, constrangido, cirurgia que limita a ruborização, simptectomia endotorácica. COMPARTILHE VER MATÉRIA Por que cortar cebola nos faz chorar? Por que cortar as cebolas nos faz chorar?, cebolas, ardor sentido nos olhos, sensação incômoda nos olhos, células da cebola, rica em enzimas e sulfuretos, reação que provoca a irritação nos olhos, forma de defesa do organismo contra o ácido sulfúrico, dic COMPARTILHE VER MATÉRIA Por que dormimos? Você sabe por que dormimos? Clique para desvendar esse e outros mistérios sobre o sono! COMPARTILHE VER MATÉRIA Por que gagos conseguem cantar sem gaguejar? Por que gagos conseguem cantar sem gaguejar?, o que é gagueira, características dos gagos, tipos de gagueira, gagueira hereditária, gagueira do bilingüismo, gagueira afásica, gagueira tônica do atraso de linguagem, gagueira esquizóide. COMPARTILHE VER MATÉRIA Por que o dente dói com água fria? Por que o dente dói com água fria?, dente, água fria, gelado, curiosidade, coisa gelada dói o dente, cáries. COMPARTILHE VER MATÉRIA Por que o famoso símbolo do Imposto de Renda é um leão? Já parou pra pensar porque a imagem de um leão está associada ao imposto de renda? Clique aqui e descubra! COMPARTILHE VER MATÉRIA Por que o ferro a vapor passa melhor? Conheça algumas dicas para essa tarefa. COMPARTILHE VER MATÉRIA Por que o zero não existe em números romanos? Saiba por que o sistema de numeração romano não foi utilizado no aprimoramento dos cálculos matemáticos. COMPARTILHE VER MATÉRIA Por que os morcegos ficam de cabeça para baixo? Por que os morcegos ficam de cabeça para baixo?, morcegos, cabeça para baixo, curiosidades, hábitos noturnos, adaptações fisiológicas. COMPARTILHE VER MATÉRIA Por que os pássaros geralmente não tomam choque em fios elétricos? Curiosidades sobre os pássaros, a distância entre as patas do pássaro não permite que eles tomem choque, como um pássaro pode tomar choque, o ciclo da eletricidade, o potencial elétrico entre dois pontos. COMPARTILHE VER MATÉRIA Por que os Vidros dos Carros Embaçam em Dias Chuvosos? Entenda como os vidros se tornam embaçados. COMPARTILHE VER MATÉRIA Por que piscamos? Por que piscamos, a importância de piscar, por que os olhos ardem quando ficamos sem piscar por algum tempo, problemas na região ocular que são evitados com a piscada. COMPARTILHE VER MATÉRIA Por que sentimos cócegas? Por que sentimos cócegas?: o que acontece quando sentimos cócegas, porque não é possível fazer cócegas em si mesmo. COMPARTILHE VER MATÉRIA Por que sentimos sono depois de comer? A chegada do alimento no organismo, a falsa hibernação, a concentração do fluxo sanguíneo no estômago para facilitar a digestão, a falta de oxigenação e irrigação para as outras partes do corpo. COMPARTILHE VER MATÉRIA Por um triz Uma expressão cercada por uma história muito interessante. COMPARTILHE VER MATÉRIA Praia, uma diversão recente No início, ela servia para a realização de tratamentos médicos. COMPARTILHE VER MATÉRIA Programa Apollo Saiba o que foi o Programa Apollo e que importância ele teve no contexto da corrida espacial durante a Guerra Fria. COMPARTILHE VER MATÉRIA Psicofisiognomia Psicofisiognomia, o que é psicofisiognomia, a divisão do rosto para o estudo da psicofisiognomia, análise da testa, análise do nariz, análise dos lábios, análise do queixo. COMPARTILHE VER MATÉRIA Puxa-saco Puxa-saco, a definição do puxa-saco, como são os bajuladores, o dia do puxa-saco, os dez mandamentos do puxa-saco, onde se encontram os bajuladores. COMPARTILHE VER MATÉRIA Qual é a maior temperatura que o corpo pode aguentar? Qual é a maior temperatura que o corpo pode aguentar?, temperatura, temperatura máxima do corpo, corpo humano, saúde, curiosidades. COMPARTILHE VER MATÉRIA Qual é o animal mais barulhento do mundo? COMPARTILHE VER MATÉRIA Qual é o formato da Terra? Você sabe qual é o formato da Terra para os terraplanistas? Conheça também cinco evidências simples que comprovam a forma esférica do nosso planeta. COMPARTILHE VER MATÉRIA Quanto tempo dura um sonho? Quanto tempo dura um sonho, equívocos sobre a duração de um sonho, particularidades dos sonhos. COMPARTILHE VER MATÉRIA Quebrar um galho A origem de um termo usado com frequência em nosso dia a dia. COMPARTILHE VER MATÉRIA Queratina Queratina, composição da queratina, queratina no tratamento capilar, proteína presente nas unhas e cabelos, aminoácidos, cisteína, cágados, camada de queratina no corpo, cadeias de polipeptídio. COMPARTILHE VER MATÉRIA Rasgar seda A expressão usada quando alguém exagera na adulação. COMPARTILHE VER MATÉRIA Rei Artur: mito ou verdade? Um dos mais intrigantes mistérios envolvendo a mitologia medieval britânica. COMPARTILHE VER MATÉRIA Remoção de Tatuagem Remoção de Tatuagem, fatores que levam a pessoa a optar pela remoção da tatuagem, como se remove uma tatuagem, a melhor técnica de remoção de tatuagem. COMPARTILHE VER MATÉRIA Resumo da ópera A origem do termo que pede pela abreviação dos conteúdos. COMPARTILHE VER MATÉRIA Rir é o melhor remédio Saiba sobre os benefícios de sorrir. COMPARTILHE VER MATÉRIA RPG (Role-Playing Game) Conheça o RPG e sua história. Saiba o que é e como funciona o RPG. COMPARTILHE VER MATÉRIA Salvo pelo gongo A origem do termo usado para alguém que escapa na última hora. COMPARTILHE VER MATÉRIA Second Life Second Life, a vida virtual, SL no Brasil, o ambiente virtual e o ambiente real, as atrações do mundo virtual, a influencia da Second Life em nossas vidas. COMPARTILHE VER MATÉRIA Segurar Vela A origem da expressão hoje relacionada à infelicidade dos solteiros. COMPARTILHE VER MATÉRIA Seis fatos importantes da história das Olimpíadas Veja seis fatos importantes da história das Olimpíadas e perceba o quão marcante esse tipo de evento pode ser. COMPARTILHE VER MATÉRIA Sete superstições para uma sexta-feira 13! Confira sete superstições praticadas (ou não) pelos místicos em uma sexta-feira 13! COMPARTILHE VER MATÉRIA Sexta-feira 13 A origem da Sexta-feira 13, dia amaldiçoado em várias culturas. COMPARTILHE VER MATÉRIA Sonhos e descobertas As maiores invenções inspiradas em sonhos. COMPARTILHE VER MATÉRIA Sudoku Sudoku, o que é Sudoku, como surgiu o passatempo do Sudoku, o primeiro Sudoku, as formas de resolver o sudoku, Sudoku varredura, Sudoku análise, Sudoku emparelhamento, objetivos do Sudoku. COMPARTILHE VER MATÉRIA Superstição Superstição, o que é Superstição, as principais superstições, Bater na Madeira, gato preto, escada, ferradura, sexta-feira 13, 7 anos de azar se quebrar um espelho. COMPARTILHE VER MATÉRIA Surdo como uma porta Um termo antigo utilizado para classificar quem é muito teimoso. COMPARTILHE VER MATÉRIA Tatuagem na História Tatuagem na História, como surgiu a tatuagem, os tipos de tatuagem na Idade da Pedra, como a tatuagem se expandiu pelo mundo, tatuagem como identificação de classe social, tatuagem como moda dos jovens. COMPARTILHE VER MATÉRIA Tempestade Solar e o possível blackout mundial Descubra aqui o que uma tempestade solar pode causar para a vida no planeta! COMPARTILHE VER MATÉRIA Tênis de Mesa ou Ping-Pong? Tênis de Mesa ou Ping Pong?, a história do Tênis de Mesa, o apelido ping-pong, o tênis de mesa como esporte olímpico. COMPARTILHE VER MATÉRIA Testa de Ferro Testa de Ferro, o que Testa de Ferro, como surgiu a expressão Testa de Ferro, o significado de Testa de Ferro, a ideologia baseada na expressão Testa de Ferro. COMPARTILHE VER MATÉRIA Tipos de Adoçantes Tipos de Adoçantes, o que é adoçante, tipos de adoçantes, adoçantes artificiais, adoçantes naturais, adoçante artificial, adoçante natural, aspartames sacarina, ciclamato, sucralose, acessulfame-k, frutose, sorbitol, manitol, esteovídeo. COMPARTILHE VER MATÉRIA Torre de Pisa Conheça a história da Torre de Pisa, um dos mais importantes monumentos do patrimônio italiano. COMPARTILHE VER MATÉRIA Torre Eiffel A história de um dos mais importantes pontos turísticos da França. COMPARTILHE VER MATÉRIA Vá pentear macacos Uma expressão feita para espantar quem nos incomoda. COMPARTILHE VER MATÉRIA Vá plantar batatas Uma expressão ligada às profissões e seus significados. COMPARTILHE VER MATÉRIA Vale quanto pesa A história de um termo comum entre os comerciantes. COMPARTILHE VER MATÉRIA Verdades sobre gatos Curiosidades envolvendo características felinas. COMPARTILHE VER MATÉRIA Vlad III, o verdadeiro Conde Drácula Conheça a história de Vlad III, o verdadeiro Conde Drácula, isto é, o personagem histórico que teria dado origem à história do conde vampiro. COMPARTILHE VER MATÉRIA Você sabe o que é o bicho-do-pé? Descubra no que consiste a tungíase, conhecida popularmente como bicho-do-pé. COMPARTILHE VER MATÉRIA Você sabe para onde vai o lixo? Você sabe para onde vai o lixo?, onde os lixos são despejados, lixões a céu aberto, lixões controlados, aterros sanitários, reciclagem, queima do lixo, coleta seletiva. COMPARTILHE VER MATÉRIA Você sabe quem monitora e zela pela internet? Você sabe quem monitora e zela pela internet?, Icann, o que é a Icann, os objetivos da Icann, sede da Icann, as responsabilidades da Icann, como a internet é monitorada. COMPARTILHE VER MATÉRIA Você Sabia que a Voz Envelhece? Você Sabia que a Voz Envelhece?, o que é a voz, como o envelhecimento vocal é provocado, período de melhor desempenho vocal, fatores que provocam alterações na voz, como evitar o envelhecimento vocal. COMPARTILHE VER MATÉRIA WC de astronauta Estando numa missão espacial, como usar o banheiro? COMPARTILHE VER MATÉRIA “É como andar de bicicleta, a gente nunca esquece!” É preciso ser um Einstein para praticar ciclismo? COMPARTILHE VER MATÉRIA “O que é que só o Brasil tem?”: particularidades brasileiras na Copa do Mundo Curiosidades e particularidades do Brasil na Copa do Mundo de futebol. COMPARTILHE VER MATÉRIA PUBLICIDADE PUBLICIDADE Quem somos Anuncie no Brasil Escola Expediente Política de Privacidade Termos de Uso Fale Conosco SIGA O BRASIL ESCOLA Alunos Online Biologia Net Escola Kids Exercícios Mundo Educação História do Mundo Manual da Química Mundo Educação Português Vestibular Mundo Educação Resolução mínima de 1024x768. Copyright 2018 Rede Omnia - Todos os direitos reservados Proibida a reprodução total ou parcial sem prévia autorização (Inciso I do Artigo 29 Lei 9.610/98)



http://brasilescola.uol.com.br/historiag/
  História Geral. História Geral da Humanidade - Brasil Escola E-mail Cadastre-se Senha Esqueci a senha Entrar com Facebook Entrar com Google Canais Disciplinas Vestibular Enem Educador O que é Exercícios Notícias Empregos Monografias + Canais Topo Login/Registro E-mail Senha Cadastre-se Esqueci a senha Entrar com Facebook Entrar com Google Disciplinas Artes Biografias Biologia Espanhol Educação Física ... História Geral. História Geral da Humanidade - Brasil Escola E-mail Cadastre-se Senha Esqueci ... Física Filosofia Física Geografia Geografia do Brasil Gramática História História da América História do Brasil História Geral Inglês Italiano Literatura Matemática Português Quí­mica Redação ... Física? O que é Geografia? O que é História? O que é Matemática? O que é Português? O que é Química ... História do Brasil Exercícios de História Geral Exercícios de Literatura Exercícios de Matemática CACHE

História Geral. História Geral da Humanidade - Brasil Escola E-mail Cadastre-se Senha Esqueci a senha Entrar com Facebook Entrar com Google Canais Disciplinas Vestibular Enem Educador O que é Exercícios Notícias Empregos Monografias + Canais Topo Login/Registro E-mail Senha Cadastre-se Esqueci a senha Entrar com Facebook Entrar com Google Disciplinas Artes Biografias Biologia Espanhol Educação Física Filosofia Física Geografia Geografia do Brasil Gramática História História da América História do Brasil História Geral Inglês Italiano Literatura Matemática Português Quí­mica Redação Sociologia MAIS ACESSADAS Por que as dietas a base de shakes tendem ao fracasso? Afinal, por que as zebras são listradas? Veja aqui! Crise dos Mísseis: rivalidade entre EUA e URSS a mil! Especial África do Sul Ano Novo Carnaval Dia da Independência Dia das Crianças Dia das Mães Dia dos Pais Halloween Férias Festa Junina Natal Páscoa Volta às Aulas MAIS ACESSADAS Entenda já o que foi o cerco de Constantinopla. A crônica no mundo jornalístico. Fique por dentro já! Como lidar com a depressão ou evitá-la? Leia aqui! + Pesquisas Acordo Ortográfico Animais Cultura Curiosidades Datas Comemorativas Dicas de Estudo Doenças Drogas Economia e Finanças Educação Folclore Fonoaudiologia Frutas Informática Mitologia Política Psicologia Religião Regras da ABNT Sexualidade Saúde e Bem-estar Saúde na Escola MAIS ACESSADAS Quais são as maiores metrópoles do nosso país? Tenha uma boa rotina de estudos em oito passos. Você sabe como usar as hashtags corretamente? Enem Adesão Atendimento Especial Certificação Correção Enem 2017 Correção da Redação Dicas para o Enem Enem e ProUni Enem por Escola Estudar em Portugal Fies Média do Enem Nota do Enem Notícias Plantão do Enem Por que fazer? Pratique sua redação Provas e Gabaritos Redação do Enem Simulado SiSU Sisutec Usando a nota do Enem Vídeos MAIS ACESSADAS Liberada a consulta por vagas do SiSU 2018/1 Governo aprova novas regras para o Fies Oito eventos ligados ao Enem 2017 que merecem atenção Vestibular Agenda Aprovados Atualidades Banco de Redações Bolsa de Estudo Correções de Vestibular Cotas Cursinhos Comunitários Dicas Ensino a Distância Estudar no Exterior Fies Fuvest Guia de Profissões Intercâmbio Notícias Vestibular Orientação Vocacional Pronatec ProUni Provas e Gabaritos Resumo de Livros Simulado Universidades Vida Profissional MAIS ACESSADAS Veja como foi a segunda fase do Vestibular 2018 da Unesp Unicamp 2018: notas da primeira fase estão disponíveis Veja a lista de classificados para a segunda fase da Fuvest 2018 Educador Comportamento Estratégia de Ensino Ética Gestão Educacional Orientação Escolar Orientações para Pais ou Responsáveis Orientações para Professores Política Educacional Sugestões para Pais e Professores Trabalho Docente MAIS ACESSADAS Conservando energia mecânica com um monjolo. Aborde a remodelação do isopor em sala de aula. Fale sobre a anatomia dos peixes aos seus alunos. O que é? O que é Biologia? O que é Física? O que é Geografia? O que é História? O que é Matemática? O que é Português? O que é Química? MAIS ACESSADAS Você sabe o que é o plasma encontrado no sangue? Compreenda o que foi o período da República Velha. O que define uma montanha? Chegou a hora de saber! Exercícios Exercícios de Biologia Exercícios de Física Exercícios de Geografia Geografia do Brasil Exercícios de Gramática Exercícios de História do Brasil Exercícios de História Geral Exercícios de Literatura Exercícios de Matemática Exercícios de Química Exercícios de Redação MAIS ACESSADAS Faça questões que falam a respeito do intemperismo. Averigue seus conhecimentos em relação à Fernando Pessoa. Exercite seus estudos sobre a teoria da evolução. Monografias Administração e Finanças Agricultura e Pecuária Arte e Cultura Biologia Computação Direito Educação Educação Física Enfermagem Engenharia Filosofia Física Geografia História Matemática Medicina Pedagogia Psicologia Química Religião Regras da ABNT Saúde Sociologia Turismo MAIS ACESSADAS Diagnóstico e perspectivas de tratamento da halitose. A escola como um espaço de inclusão digital. Os prós e contras na aprendizagem da língua inglesa. Escola Kids Ciências Geografia História Matemática Português Datas Comemorativas Histórias para crianças Jogos Para pintar MAIS ACESSADAS Saiba tudo sobre a alimentação dos animais. Qual é a relação entre o clima e a agricultura? Zika: Uma doença transmitida pelo Aedes aegypti. Vídeos Videoaulas de Biologia Videoaulas de Espanhol Videoaulas de Física Videoaulas de História Videoaulas de Inglês Videoaulas de Matemática Videoaulas de Português Videoaulas de Química + Canais Cidades do Brasil Educador Empregos Enem Exercícios Guerras Meu Artigo Monografias Notícias Vestibular Vídeos MAIS ACESSADAS Conheça o nosso canal para professores! Teste seus conhecimentos com nossos exercícios. Curiosidades sobre conflitos históricos. Confira! Home História Geral Imprimir Texto -A +A História Geral História Geral A História Geral proporciona um conhecimento amplo sobre a História da Humanidade, desde a Pré-História até os dias atuais. 39 A história é conhecimento sobre a ação de homens e mulheres ao longo do tempo PUBLICIDADE O que é a História e o que ela estuda? A História é uma das disciplinas do conhecimento humano mais antigas de que se tem notícia. Ela define-se como a ciência que estuda as ações dos homens e mulheres no tempo e no espaço. De acordo com essa definição, o objeto principal de estudo da História são os homens e mulheres, bem como as mudanças realizadas em suas ações ao longo do tempo. Consequentemente, são estudadas as relações sociais estabelecidas, suas formas de organização social, as criações humanas, suas instituições, seus ideais, as culturas e até seus sentimentos. Reflexões sobre a História nas civilizações antigas No mundo ocidental europeu, a História como disciplina do conhecimento humano desenvolveu-se desde os primeiros momentos da formação da civilização grega . Os poemas atribuídos a Homero , a Ilíada e a Odisseia , são expressões de uma perspectiva histórica dos povos gregos. Posteriormente, surgiram formas mais elaboradas de escrever a História do povo grego, principalmente com Tucídides e Heródoto. Essa perspectiva histórica foi também adotada pelos romanos para entender o processo de formação histórica de sua própria civilização. Diversos historiadores consideram ainda que o judaísmo , o cristianismo e o islamismo são religiões eminentemente históricas, pois fundaram seus preceitos a partir de diversos fatos do passado e na passagem do tempo, além da relação do homem com o seu deus nesse processo. Perspectiva histórica do mundo ocidental Ainda na perspectiva histórica do mundo ocidental , formulada principalmente pelos europeus, a História foi dividida em algumas partes, tendo como marcos divisórios fatos históricos ocorridos nesse continente ou a ele muito proximamente relacionados. Nesse sentido, a principal divisão ocorre entre a Pré-História e a História . A Pré-História define-se como o período da história da humanidade em que ainda não havia o conhecimento da escrita, sendo a História o período a partir do qual o homem desenvolveu a capacidade de se expressar também nessa forma. Tal perspectiva carrega uma forma de entender o mundo a partir das próprias concepções de um povo ou de povos que compartilham traços sociais comuns. Essa perspectiva é denominada de etnocentrismo e seria ela que levaria a considerar a transmissão oral dos conhecimentos históricos como um estágio de desenvolvimento das civilizações anterior ao estágio em que se desenvolveu a capacidade de se comunicar através da escrita. Divisões da História Dentro do que é considerado como História, há ainda outras divisões, e se as seguimos no Brasil, isso se deve ao fato de termos como um dos componentes de nossa formação social os europeus. As divisões da História são: Idade Antiga , ou Antiguidade . Idade Média . Idade Moderna . e Idade Contemporânea . Buscando acompanhar essa forma de divisão da História da humanidade (e algumas outras), o site Brasil Escola criou um espaço dedicado à História Geral , onde é oferecido a estudantes e demais leitores textos que possibilitam o conhecimento dessa disciplina do conhecimento humano. Outros espaços foram criados para que um aprofundamento histórico mais específico fosse realizado. São os casos das disciplinas de História do Brasil e de História da América , buscando contemplar a necessidade de se conhecer melhor o país e o continente nos quais estamos inseridos. Boa pesquisa! Por Me. Tales Pinto Listagem de Artigos Canais História Geral História da Arte Saiba mais sobre a História da Arte e fique por dentro das escolas artísticas, vida de artistas e tudo relacionado com a arte. COMPARTILHE VER MATÉRIA Idade Média Conheça melhor a Idade Média e os pormenores que envolvem os dez séculos de sua história. COMPARTILHE VER MATÉRIA Revolução Industrial Acesse os textos desta seção sobre Revolução Industrial e informe-se sobre os temas referentes a esse conteúdo. COMPARTILHE VER MATÉRIA Idade Antiga Saiba mais sobre a Idade Antiga e adquira conhecimentos mais detalhados sobre cada momento dessa fase da história. COMPARTILHE VER MATÉRIA Idade Moderna Acesse os textos da seção de Idade Moderna e saiba mais sobre esse período histórico de aproximadamente 300 anos. COMPARTILHE VER MATÉRIA Idade Contemporânea Entenda como se organiza o conteúdo de Idade Contemporânea e quais são os tópicos mais importantes referentes a ele. COMPARTILHE VER MATÉRIA Pré-História Saiba mais sobre a Pré-História e sobre as várias divisões que organizam o aprendizado dessa fase complexa da história. COMPARTILHE VER MATÉRIA artigos História Geral A invenção do telescópio por Galileu Galilei Saiba mais sobre a invenção do telescópio por Galileu Galilei no início do século XVII e entenda o impacto que isso teve no contexto do nascimento da ciência moderna. COMPARTILHE VER MATÉRIA Guerra civil em Ruanda Entenda a guerra civil em Ruanda e descubra as razões históricas do ódio existente entre hutus e tutsis. COMPARTILHE VER MATÉRIA Irmandade Muçulmana Saiba mais sobre a Irmandade Muçulmana, quando foi criada e quais são as suas relações com o radicalismo islâmico. COMPARTILHE VER MATÉRIA PUBLICIDADE PUBLICIDADE Quem somos Anuncie no Brasil Escola Expediente Política de Privacidade Termos de Uso Fale Conosco SIGA O BRASIL ESCOLA Alunos Online Biologia Net Escola Kids Exercícios Mundo Educação História do Mundo Manual da Química Mundo Educação Português Vestibular Mundo Educação Resolução mínima de 1024x768. Copyright 2018 Rede Omnia - Todos os direitos reservados Proibida a reprodução total ou parcial sem prévia autorização (Inciso I do Artigo 29 Lei 9.610/98)



http://exercicios.brasilescola.uol.com.br/historia/
  Exercícios de História. Exercícios de História Brasil Escola - Brasil Escola Disciplinas Artes Biografias Biologia Espanhol Educação Física Filosofia Física Geografia Geografia do Brasil Gramática História História da América História do Brasil História Geral Inglês Italiano Literatura Matemática Português Quí­mica Redação Sociologia MAIS ACESSADAS Por que as dietas a base de shakes tendem ao fracasso? ... Exercícios de História. Exercícios de História Brasil Escola - Brasil Escola Disciplinas Artes ... História História da América História do Brasil História Geral Inglês Italiano Literatura Matemática ... que é? O que é Biologia? O que é Física? O que é Geografia? O que é História? O que é Matemática? O ... Exercícios de Gramática Exercícios de História do Brasil Exercícios de História Geral Exercícios de ... Engenharia Filosofia Física Geografia História Matemática Medicina Pedagogia Psicologia Química Religião CACHE

Exercícios de História. Exercícios de História Brasil Escola - Brasil Escola Disciplinas Artes Biografias Biologia Espanhol Educação Física Filosofia Física Geografia Geografia do Brasil Gramática História História da América História do Brasil História Geral Inglês Italiano Literatura Matemática Português Quí­mica Redação Sociologia MAIS ACESSADAS Por que as dietas a base de shakes tendem ao fracasso? Afinal, por que as zebras são listradas? Veja aqui! Crise dos Mísseis: rivalidade entre EUA e URSS a mil! Especial África do Sul Ano Novo Carnaval Dia da Independência Dia das Crianças Dia das Mães Dia dos Pais Halloween Férias Festa Junina Natal Páscoa Volta às Aulas MAIS ACESSADAS Entenda já o que foi o cerco de Constantinopla. A crônica no mundo jornalístico. Fique por dentro já! Como lidar com a depressão ou evitá-la? Leia aqui! + Pesquisas Acordo Ortográfico Animais Cultura Curiosidades Datas Comemorativas Dicas de Estudo Doenças Drogas Economia e Finanças Educação Folclore Fonoaudiologia Frutas Informática Mitologia Política Psicologia Religião Regras da ABNT Sexualidade Saúde e Bem-estar Saúde na Escola MAIS ACESSADAS Quais são as maiores metrópoles do nosso país? Tenha uma boa rotina de estudos em oito passos. Você sabe como usar as hashtags corretamente? Enem Adesão Atendimento Especial Certificação Correção Enem 2017 Correção da Redação Dicas para o Enem Enem e ProUni Enem por Escola Estudar em Portugal Fies Média do Enem Nota do Enem Notícias Plantão do Enem Por que fazer? Pratique sua redação Provas e Gabaritos Redação do Enem Simulado SiSU Sisutec Usando a nota do Enem Vídeos MAIS ACESSADAS Liberada a consulta por vagas do SiSU 2018/1 Governo aprova novas regras para o Fies Oito eventos ligados ao Enem 2017 que merecem atenção Vestibular Agenda Aprovados Atualidades Banco de Redações Bolsa de Estudo Correções de Vestibular Cotas Cursinhos Comunitários Dicas Ensino a Distância Estudar no Exterior Fies Fuvest Guia de Profissões Intercâmbio Notícias Vestibular Orientação Vocacional Pronatec ProUni Provas e Gabaritos Resumo de Livros Simulado Universidades Vida Profissional MAIS ACESSADAS Veja como foi a segunda fase do Vestibular 2018 da Unesp Unicamp 2018: notas da primeira fase estão disponíveis Veja a lista de classificados para a segunda fase da Fuvest 2018 Educador Comportamento Estratégia de Ensino Ética Gestão Educacional Orientação Escolar Orientações para Pais ou Responsáveis Orientações para Professores Política Educacional Sugestões para Pais e Professores Trabalho Docente MAIS ACESSADAS Conservando energia mecânica com um monjolo. Aborde a remodelação do isopor em sala de aula. Fale sobre a anatomia dos peixes aos seus alunos. O que é? O que é Biologia? O que é Física? O que é Geografia? O que é História? O que é Matemática? O que é Português? O que é Química? MAIS ACESSADAS Você sabe o que é o plasma encontrado no sangue? Compreenda o que foi o período da República Velha. O que define uma montanha? Chegou a hora de saber! Exercícios Exercícios de Biologia Exercícios de Física Exercícios de Geografia Geografia do Brasil Exercícios de Gramática Exercícios de História do Brasil Exercícios de História Geral Exercícios de Literatura Exercícios de Matemática Exercícios de Química Exercícios de Redação MAIS ACESSADAS Faça questões que falam a respeito do intemperismo. Averigue seus conhecimentos em relação à Fernando Pessoa. Exercite seus estudos sobre a teoria da evolução. Monografias Administração e Finanças Agricultura e Pecuária Arte e Cultura Biologia Computação Direito Educação Educação Física Enfermagem Engenharia Filosofia Física Geografia História Matemática Medicina Pedagogia Psicologia Química Religião Regras da ABNT Saúde Sociologia Turismo MAIS ACESSADAS Diagnóstico e perspectivas de tratamento da halitose. A escola como um espaço de inclusão digital. Os prós e contras na aprendizagem da língua inglesa. Escola Kids Ciências Geografia História Matemática Português Datas Comemorativas Histórias para crianças Jogos Para pintar MAIS ACESSADAS Saiba tudo sobre a alimentação dos animais. Qual é a relação entre o clima e a agricultura? Zika: Uma doença transmitida pelo Aedes aegypti. Vídeos Videoaulas de Biologia Videoaulas de Espanhol Videoaulas de Física Videoaulas de História Videoaulas de Inglês Videoaulas de Matemática Videoaulas de Português Videoaulas de Química + Canais Cidades do Brasil Educador Empregos Enem Exercícios Guerras Meu Artigo Monografias Notícias Vestibular Vídeos MAIS ACESSADAS Conheça o nosso canal para professores! Teste seus conhecimentos com nossos exercícios. Curiosidades sobre conflitos históricos. Confira! E-mail Cadastre-se Senha Esqueci a senha Entrar com Facebook Entrar com Google Canais Canal 1 Topo Login/Registro E-mail Senha Cadastre-se Esqueci a senha Entrar com Facebook Entrar com Google Exercícios de Geografia Exercícios de Geografia Geral Exercícios de Geografia do Brasil MAIS ACESSADAS Resolva questões sobre estado laico e estado religioso. Teste o que você aprendeu sobre água e irrigação. Sabe tudo sobre assoreamento e seus efeitos? Teste agora! Exercícios de História Exercícios de História do Brasil Exercícios de História Geral Exercícios de História da América MAIS ACESSADAS Faça uma lista de exercícios sobre a famosa Belle Époque. Perguntas sobre a vida dos soldados nas trincheiras. Responda a questões relativas à história de Joana D'Arc. Exercícios de Português Exercícios de Literatura Exercícios de Redação Exercícios de Gramática MAIS ACESSADAS Estudou sobre interjeições? Verifique seus conhecimentos! Você dá conta de questões sobre locuções adverbiais? Exercícios relacionados à radicais e prefixos latinos. Exercícios de Biologia Exercícios de Física Exercícios de Matemática Exercícios de Química Mais exercícios Exercícios de Sociologia Exercícios de Inglês Exercícios de Filosofia MAIS ACESSADAS Resolva a nossa lista de exercícios sobre vírus. O que você sabe a respeito dos números quânticos? Avalie seu aprendizado acerca da força magnética. home Exercícios de História Exercícios de História Exercícios sobre o Ustasha e o Estado fantoche da Croácia Faça estes exercícios sobre o Ustasha e o Estado fantoche da Croácia e avalie o que você sabe acerca desse episódio da Segunda Guerra. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Revolução Inglesa Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre a Revolução Inglesa e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Arábia antes do Islã Faça exercícios sobre a Arábia antes do Islã para testar seus conhecimentos sobre o que definia a Península Arábica antes de Maomé. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a arte barroca Resolva exercícios sobre a arte barroca e saiba mais sobre a estética de reafirmação de valores católicos. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Batalha de Stalingrado Faça estes exercícios sobre a Batalha de Stalingrado para avaliar tudo o que você sabe sobre esse assunto. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Civilização Assíria Aprofunde seus conhecimentos sobre a Civilização Assíria realizando os exercícios desta lista. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a civilização hebraica Nesta lista de exercícios você poderá testar seus conhecimentos sobre a civilização hebraica com algumas questões comentadas. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Civilização Micênica Teste seus conhecimentos com estes exercícios sobre a Civilização Micênica, povo que habitou a região da Grécia no Período Pré-Homérico. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a colonização inglesa A colonização inglesa diferenciou-se das demais nas formas de organização social. Clicando aqui você poderá testar o que sabe sobre o tema! COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Comuna de Paris Clique aqui e realize exercícios sobre a Comuna de Paris. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Conferência de Teerã Resolva exercícios sobre a Conferência de Teerã para testar seus conhecimentos sobre os acordos entre Reino Unido, EUA e URSS durante a Segunda Guerra. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a conquista da América Espanhola Faça exercícios sobre a conquista da América Espanhola para avaliar tudo o que você sabe sobre a colonização da América realizada pela Espanha. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a conquista do Império Inca Faça estes exercícios sobre a conquista do Império Inca para avaliar tudo o que você sabe relacionado com a chegada dos espanhóis à América. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a conquista dos astecas Faça estes exercícios sobre a conquista dos astecas e avalie o que você sabe sobre esse assunto relacionado com a dominação da América Espanhola. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Constituição de 1937 Resolva estes exercícios sobre a Constituição de 1937 para testar seus conhecimentos sobre o documento jurídico para a instalação do Estado Novo. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Contrarreforma Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre a Contrarreforma e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Crise de 1929 Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre a Crise de 1929 e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a crise do feudalismo Realize esta lista de exercícios e aprofunde seus conhecimentos sobre a crise do feudalismo. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Crise do Império Romano Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre a Crise do Império Romano e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Crise do Petróleo de 1973 Aprenda mais sobre a Crise do Petróleo de 1973 com esta lista de exercícios. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Crise do século XIV Saiba mais sobre a Crise do século XIV com os exercícios comentados propostos nesta lista. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre A crise do sistema feudal. Teste seus conhecimentos sobre a crise do sistema feudal a partir de exercícios comentados. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a cristianização dos bárbaros Com a cristianização dos bárbaros, a Igreja Católica pôde se fortalecer e se tornar a principal instituição da Idade Média. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Democracia Ateniense Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre a Democracia Ateniense e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a economia, sociedade e política dos astecas Faça exercícios sobre os astecas para avaliar tudo o que você sabe sobre uma das maiores civilizações pré-colombianas. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Era Kennedy Teste seus conhecimentos sobre a Era Kennedy com esta lista de exercícios. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Era Napoleônica Resolva estes exercícios sobre a Era Napoleônica e avalie o seu repertório de conteúdo a respeito do período em que Napoleão esteve no poder. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Escravidão Africana Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre a Escravidão Africana e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a formação da pólis grega Realize os exercícios desta lista e saiba mais sobre a pólis grega. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Formação do Estado Nacional Britânico Teste seus conhecimentos sobre o Estado Nacional Britânico realizando esta lista de exercícios comentados. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a formação do Império Persa Clicando aqui você encontrará exercícios sobre a formação do Império Persa, o que possibilitará a ampliação do seu conhecimento sobre o tema. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Grécia – Período Clássico Resolva exercícios sobre a Grécia – Período Clássico para testar seus conhecimentos sobre a Grécia no auge de seu desenvolvimento civilizacional. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Guerra Civil Espanhola Faça exercícios sobre a guerra civil espanhola para avaliar tudo o que você sabe sobre o conflito que terminou com Francisco Franco no poder. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Guerra da Bósnia Faça estes exercícios sobre a Guerra da Bósnia e avalie tudo o que você sabe sobre a fragmentação da Iugoslávia. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Guerra da Indochina Faça estes exercícios sobre a Guerra da Indochina e avalie o que você sabe acerca desse conteúdo relacionado com a descolonização da Ásia. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Guerra de Secessão Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre a Guerra de Secessão e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Guerra de Sucessão Espanhola Responda a estes exercícios sobre a Guerra de Sucessão Espanhola para avaliar seus conhecimentos sobre os principais aspectos desse conflito. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Guerra do Vietnã Faça estes exercícios sobre a Guerra do Vietnã e avalie tudo o que você sabe a respeito desse conteúdo relacionado com a Guerra Fria. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Guerra dos Cem Anos Teste seus conhecimentos sobre a Guerra dos Cem Anos com os exercícios comentados propostos pelo Brasil Escola. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Guerra dos Sete Anos Resolva exercícios sobre a Guerra dos Sete Anos para testar seus conhecimentos sobre a guerra que envolveu as principais potências europeias do século XVIII. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Guerra russo-japonesa Avalie seus conhecimentos sobre a Guerra russo-japonesa por meio destes exercícios sobre esse assunto. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a guilhotina e a França revolucionária Resolva exercícios sobre a guilhotina e a França revolucionária para testar seus conhecimentos sobre a aplicação da pena capital nessa época. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a heresia dos cátaros Faça esta lista de exercícios sobre a heresia dos cátaros e avalie tudo o que você sabe a respeito de um dos movimentos heréticos medievais. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a heresia dos valdenses Responda a estes exercícios sobre a heresia dos valdenses e teste o que você sabe a respeito das heresias medievais. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a História do Carnaval Resolva exercícios sobre a História do Carnaval para testar seus conhecimentos sobre os aspectos históricos de uma das mais antigas festas do mundo! COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Igreja e Sacro Império Romano-Germânico Saiba mais sobre a relação entre a Igreja e o Sacro Império Romano-Germânico realizando os exercícios desta lista. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Independência dos Estados Unidos Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre a Independência dos Estados Unidos e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a invasão da Polônia e o início da Segunda Guerra Mundial Faça estes exercícios sobre a invasão da Polônia e avalie o que você sabe a respeito da Segunda Guerra Mundial. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a invasão nazista da França Faça estes exercícios sobre a invasão nazista da França e avalie o que você sabe acerca desse assunto relacionado à Segunda Guerra Mundial. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a invasão nazista na Grécia Resolva estes exercícios sobre a invasão nazista na Grécia para testar seus conhecimentos sobre esse acontecimento emblemático. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Invenção da Imprensa Resolva exercícios sobre a Invenção da Imprensa e teste seus conhecimentos sobre a relação desse acontecimento com fatos como a Reforma Protestante. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Irmandade Muçulmana Faça exercícios sobre a Irmandade Muçulmana para avaliar o que você sabe sobre a organização cuja ideologia é seguida por grupos terroristas islâmicos. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Iugoslávia Realize os exercícios sobre a Iugoslávia e saiba mais sobre esse país governado durante anos pelo marechal Tito. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a literatura medieval Resolva exercícios sobre a literatura medieval para testar os seus conhecimentos sobre esse tema. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a mitificação da monarquia Realize os exercícios desta lista e saiba mais sobre a mitificação da monarquia durante a Idade Moderna. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a mitologia nórdica Responda a estes exercícios sobre a mitologia nórdica e avalie o que você sabe a respeito da história dos povos vikings. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Monarquia em Roma Saiba mais sobre a Monarquia em Roma realizando a lista de exercícios proposta. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Monarquia Nacional Portuguesa Clique aqui e realize exercícios sobre a Monarquia Nacional portuguesa. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a organização social do Império Romano Resolva exercícios sobre a organização social do Império Romano para testar seus conhecimentos! COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a origem do capitalismo Nesta lista de exercícios alguns temas sobre a origem do capitalismo serão tratados para que você possa testar seus conhecimentos. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Peste Negra Resolva estes exercícios sobre Peste Negra e amplie seus conhecimentos acerca deste fato que marcou a Idade Média. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Pré-História Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre a Pré-História e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a primeira cruzada e a conquista de Jerusalém Responda a estes exercícios sobre a primeira cruzada e a conquista de Jerusalém para testar seus conhecimentos sobre as Cruzadas. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Primeira Guerra Mundial Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre a Primeira Guerra Mundial e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a propaganda nazista Realize exercícios sobre a propaganda nazista e teste seus conhecimentos sobre o assunto. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Queda da Bastilha Faça estes exercícios e avalie o que sabe a respeito da Queda da Bastilha, episódio relacionado com a Revolução Francesa. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Querela das Investiduras Resolva estes exercícios sobre a Querela das Investiduras e teste o que você sabe sobre os conflitos entre papas e imperadores na Idade Média. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Razão Cartesiana Resolva estes exercícios sobre a Razão Cartesiana e avalie o que você aprendeu sobre a filosofia de Descartes e sua importância para o mundo moderno. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Reforma Protestante Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre a Reforma Protestante e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a religiosidade egípcia Conheça mais sobre os deuses e a religiosidade egípcia com a lista de exercícios comentados aqui proposta. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a religiosidade medieval Resolva estes exercícios sobre a religiosidade medieval e fique sabendo mais um pouco a respeito da importância da religião nesse período. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a República de Weimar Saiba mais sobre a República de Weimar e a ascensão nazista com a realização desta lista de exercícios. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Reunificação da Alemanha Nesta lista de exercícios você poderá testar seus conhecimentos sobre a Reunificação da Alemanha. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Revolução Chinesa Teste seus conhecimentos sobre a Revolução Chinesa com alguns testes comentados. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Revolução de Outubro Saiba mais sobre a Revolução de Outubro na Rússia realizando os exercícios desta lista. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Revolução Francesa Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre a Revolução Francesa - Assembléia Nacional e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Revolução Gloriosa Para saber mais sobre a Revolução Gloriosa e testar seus conhecimentos sobre o assunto basta clicar neste link! COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Revolução Industrial Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre a Revolução Industrial e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Revolução Puritana Com a realização dos exercícios desta lista e a conferência das respostas comentadas, você pode aprender ainda mais sobre a Revolução Puritana. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a saída da Rússia da I Guerra Mundial Faça os exercícios sobre a saída da Rússia da I Guerra Mundial e teste seus conhecimentos sobre esse importante evento que contribuiu para o fim do conflito. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Segunda Guerra - Acordos de paz Realize exercícios comentados sobre a Segunda Guerra Mundial e teste seus conhecimentos sobre o assunto. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Segunda Guerra Mundial Estude sobre a Segunda Guerra Mundial respondendo alguns exercícios práticos relacionados ao assunto. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Segunda Guerra na Iugoslávia Faça estes exercícios sobre a invasão nazista na Iugoslávia para avaliar tudo o que você sabe sobre esse assunto relacionado com a Segunda Guerra. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Segunda Guerra sino-japonesa Faça estes exercícios sobre a Segunda Guerra sino-japonesa para avaliar tudo o que você sabe acerca desse assunto. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a segunda revolução industrial Resolva os exercícios desta lista sobre a segunda revolução industrial e entre em contato com as novas tecnologias desenvolvidas no período. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a sociedade colonial espanhola Saiba mais sobre a sociedade colonial espanhola ao realizar esta lista de exercícios. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Sociedade Feudal Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre a Sociedade Feudal e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Unificação Alemã Aprofunde seus conhecimentos sobre a Unificação Alemã respondendo às questões propostas nesta lista de exercícios. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a Unificação Italiana A unificação italiana pode ser mais bem compreendida ao se realizar a lista de exercícios aqui proposta. Clique e saiba mais! COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a usura e preço justo Responda a estes exercícios sobre usura e preço justo para avaliar seu conhecimento sobre as concepções da Igreja Católica sobre economia. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre a vida nas trincheiras Faça estes exercícios sobre a vida nas trincheiras para testar seus conhecimentos sobre como os soldados da Primeira Guerra sobreviviam e lutavam nos campos de batalha. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Adolf Hitler Resolva exercícios sobre Adolf Hitler para testar seus conhecimentos sobre as ações do líder do nazismo. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre AK-47: a arma mais versátil do mundo Resolva exercícios sobre AK-47 para testar o que você sabe sobre o uso dessa arma ao longo da história. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Alianças na Segunda Guerra Mundial Antes e durante a Segunda Guerra várias alianças foram realizadas pelos países em conflito. Teste seus conhecimentos com alguns exercícios comentados! COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Anglicanismo O anglicanismo, que foi uma das variantes da Reforma Protestante desenvolvidas na Inglaterra, é tratado nesta lista de exercícios. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Arquitetura Medieval Resolva estes exercícios sobre Arquitetura Medieval e teste o que você aprendeu a respeito da relação entre catedrais góticas e a liturgia católica. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre arte egípcia Resolva exercícios sobre arte egípcia para avaliar seus conhecimentos sobre os principais aspectos da arte praticada no Egito Antigo. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Arte Gótica Resolva exercícios sobre Arte Gótica para testar seus conhecimentos sobre esse gênero artístico que teve grande lastro na arquitetura e na pintura medievais. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre arte na Pré-história Resolva exercícios sobre arte na Pré-história para testar seus conhecimentos sobre as principais obras artísticas feitas nesse período. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre arte rupestre Resolva estes exercícios sobre arte rupestre para testar seus conhecimentos sobre essa modalidade artística. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre as alianças para a Primeira Guerra Mundial Faça exercícios sobre as alianças para a Primeira Guerra Mundial para avaliar tudo o que você sabe sobre a questão! COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre as bombas atômicas de Hiroshima e Nagasaki Faça estes exercícios acerca do lançamento das bombas atômicas e avalie o que você sabe sobre esse assunto relacionado com a Segunda Guerra Mundial. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre as características do feudalismo Nesta lista de exercícios você encontrará testes sobre as características do feudalismo, acompanhados de resoluções comentadas. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre as consequências das Cruzadas Faça exercícios sobre as consequências das Cruzadas para avaliar tudo o que você sabe sobre esse assunto. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre as corporações de ofício na Idade Média Algumas características das corporações de ofício são apresentadas nesta lista de exercícios para que possa testar seus conhecimentos sobre o tema. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre as Cruzadas Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre as Cruzadas e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre as Cruzadas e o desenvolvimento do comércio Resolva exercícios sobre as Cruzadas e o desenvolvimento do comércio para testar seus conhecimentos sobre o contexto do renascimento comercial na Europa. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre as diásporas gregas Saiba mais sobre as diásporas gregas com esta lista de exercícios comentados. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre as Grandes Mulheres da História Resolva exercícios sobre as Grandes Mulheres da História para testar seus conhecimentos sobre nomes como Joana D'arc, Anita Garibaldi e Rainha Vitória! COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre as Guerras do Ópio Resolva exercícios sobre as Guerras do Ópio e saiba se os seus conhecimentos acerca desse assunto foram realmente fixados. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre as invasões bárbaras Teste seus saberes sobre as invasões bárbaras clicando aqui! COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre as Obrigações Feudais Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre as Obrigações Feudais e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre as revoltas camponesas medievais Dentre as mais famosas revoltas camponesas medievais estão as jacqueries, que marcaram o fim do feudalismo. Clique e teste seus saberes sobre o tema. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre as Sete Maravilhas do Mundo Antigo Resolva exercícios sobre as Sete Maravilhas do Mundo Antigo para testar seus conhecimentos sobre as características dos monumentos que representam essas “maravilhas”. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Belle Époque Faça exercícios sobre Belle Époque para testar seus conhecimentos sobre os anos que antecederam a Primeira Guerra Mundial. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Carta Magna Resolva exercícios sobre a Carta Magna para avaliar seus conhecimentos sobre a importância desse dispositivo jurídico inglês de 1215. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Catarina, a Grande Resolva estes exercícios sobre Catarina, a Grande, para testar seus conhecimentos sobre a czarina que foi considera uma déspota esclarecida. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre cavalaria medieval Resolva exercícios sobre cavalaria medieval para testar seus conhecimentos sobre as ordens de cavalaria na Idade Média. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Cercamentos e Revolução Industrial Inglesa Resolva exercícios sobre Cercamentos e Revolução Industrial Inglesa e avalie o que você sabe a respeito dos primórdios da industrialização na Inglaterra. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre cidades gregas Resolva esta lista de exercícios e saiba mais sobre as cidades gregas da Antiguidade. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre civilização fenícia Com os testes propostos sobre a civilização fenícia, você poderá aprofundar seu saber sobre um dos grandes povos navegadores da Antiguidade. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre concentração do capital industrial Aprofunde seus conhecimentos sobre a concentração do capital industrial através desta lista de exercícios. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Concílio de Trento Resolva exercícios sobre Concílio de Trento para testar o que você sabe sobre as circunstâncias que levaram a essa reunião de clérigos no século XVI. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre consequências da Primeira Guerra Mundial Aprofunde seus conhecimentos sobre as consequências da Primeira Guerra Mundial nesta lista de exercícios sobre o tema. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Convenção Nacional na Revolução Francesa Resolva exercícios sobre Convenção Nacional na Revolução Francesa para testar seus conhecimentos sobre um dos períodos mais importantes da França Revolucionária. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre criacionismo Resolva exercícios sobre criacionismo para testar seus conhecimentos sobre o assunto! COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre cristãos-novos Resolva exercícios sobre cristãos-novos para testar seus conhecimentos sobre os acontecimentos nos quais esse povo se envolveu na época moderna. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Darwinismo Social Resolva exercícios sobre Darwinismo Social para avaliar seus conhecimentos sobre essa ideologia que teve grande repercussão nos séculos XIX e XX! COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre democracia racial Resolva exercícios sobre democracia racial para testar seus conhecimentos sobre esse tema bastante polêmico! COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre descolonização Afro-asiática Com os exercícios sobre descolonização Afro-asiática, é possível testar seus conhecimentos sobre esse importante evento do século XX. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre discursos jacobinos na Revolução Francesa Resolva exercícios sobre discursos jacobinos na Revolução Francesa para testar seus conhecimentos sobre o período da revolução comandado pelos jacobinos. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Educação Espartana Resolva essas questões e aprenda mais sobre como era a educação espartana para as mulheres e homens. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Educação na Idade Média Resolva esta lista de exercícios sobre Educação na Idade Média e teste seus conhecimentos sobre o tema. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre escravidão no mundo muçulmano Resolva estes exercícios sobre escravidão no mundo muçulmano e teste os seus conhecimentos sobre essa prática que fora comum no mundo islâmico. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Esparta e Atenas Teste seus conhecimentos, através desta lista de exercícios, sobre as diferenças que delimitaram as cidades-estados: Esparta e Atenas. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre evolução das cidades Resolva exercícios sobre evolução das cidades e teste seus conhecimentos sobre as alterações vivenciadas pelo espaço urbano ao longo da história. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Expansão Marítima Espanhola Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre Expansão Marítima Espanhola e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Expansão Marítima Portuguesa Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre Expansão Marítima Portuguesa e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Fases da Primeira Guerra Mundial Resolva exercícios sobre as Fases da Primeira Guerra Mundial para testar seus conhecimentos sobre o desenvolvimento da “Grande Guerra”. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre fases da Segunda Guerra Mundial Saiba mais sobre a Segunda Guerra Mundial ao realizar a lista de exercícios aqui proposta. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Filosofia Medieval Resolva estes exercícios sobre Filosofia Medieval e fique sabendo mais um pouco a respeito da importância desse período da história da filosofia. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Fordismo e Taylorismo Com estes exercícios sobre fordismo e taylorismo, você poderá saber mais sobre a linha de montagem e a administração científica da produção. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Formação da Monarquia Nacional Francesa Resolva estes exercícios sobre Formação da Monarquia Nacional Francesa para testar seu conhecimento sobre a constituição do Estado Francês. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Formação dos Estados Nacionais Modernos Resolva exercícios sobre Formação dos Estados Nacionais Modernos e fique sabendo mais a respeito do aparecimento das modernas monarquias europeias. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Franquismo Você conhece o Franquismo? Você sabe o que foi a Guerra Civil Espanhola? Nesta lista de exercícios você poderá descobrir e ainda testar seus conhecimentos. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Guerra Franco-Prussiana Faça os exercícios sobre Guerra Franco-Prussiana e aprofunde seus conhecimentos sobre esse fato que está relacionado com a Unificação Alemã. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre guerrilha e terrorismo Faça estes exercícios sobre guerrilha e terrorismo e fique afiado para eventuais questões sobre esses temas em vestibulares e no Enem. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Hieróglifos Egípcios Avalie seu aprendizado sobre a cultura do Egito Antigo respondendo a estes Exercícios sobre hieróglifos egípcios. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre História da Igreja Católica Com a realização dos exercícios sobre História da Igreja Católica, você poderá aprofundar seu saber sobre uma das maiores religiões do mundo. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre História da Páscoa Resolva estes exercícios sobre a História da Páscoa para testar seus conhecimentos sobre a principal data do calendário cristão! COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre História de Goiás Resolva exercícios sobre História de Goiás para testar seus conhecimentos a respeito do desenvolvimento histórico desse estado. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre História do Comércio Resolva exercícios sobre a História do Comércio para testar seus conhecimentos sobre a história do mercado e das trocas comerciais. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre História do Comunismo Realize os exercícios propostos nesta lista e saiba mais sobre a História do Comunismo. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Humanismo Resolva exercícios sobre Humanismo para testar seus conhecimentos sobre esse movimento intelectual que deu início à Idade Moderna. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Ideologia Imperialista Resolva esses exercícios e aprenda mais sobre a ideologia imperialista dos países industrializados nos séculos XIX e XX. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Império Islâmico Teste seus conhecimentos sobre o mundo árabe com os exercícios sobre Império Islâmico. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Índia Antiga Resolva estes exercícios sobre Índia Antiga para testar seus conhecimentos a respeito do hinduísmo e da história da civilização indiana. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Inquisição na Idade Média Responda a esta lista de exercícios sobre Inquisição na Idade Média para testar seus conhecimentos sobre o tribunal da inquisição católica. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Irineu de Lyon contra o gnosticismo Resolva exercícios sobre Irineu de Lyon contra o gnosticismo para testar o que você sabe sobre a heresia gnóstica no início do cristianismo. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre jacobinismo e ação política Resolva exercícios sobre jacobinismo e ação política para testar seus conhecimentos sobre o assunto! COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Joana D'Arc Resolva exercícios sobre Joana D'Arc para testar seus conhecimentos sobre o papel dessa personagem singular na história medieval. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Legado da civilização romana Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre o Legado da civilização romana e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Liberalismo e Socialismo Responda a estes exercícios sobre Liberalismo e Socialismo e teste o que aprendeu a respeito das diferenças entre essas duas ideologias. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Madagáscar e a resistência ao neocolonialismo Faça estes exercícios sobre a dominação francesa em Madagáscar e avalie o que você sabe acerca da resistência malgaxe ao neocolonialismo. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Marcionismo Responda a estes exercícios sobre Marcionismo para testar o que você sabe a respeito dessa heresia. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Margaret Thatcher Teste seus conhecimentos por meio destes exercícios sobre Margaret Thatcher! COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Mercantilismo Resolva estes exercícios sobre Mercantilismo e amplie os seus conhecimentos sobre esse tipo de prática comercial. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Mesopotâmia Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre a Mesopotâmia e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre motivações da Segunda Guerra Mundial Saiba mais sobre as motivações da Segunda Guerra Mundial com esta lista de exercícios que oferecemos a você. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Nacionalismo e Primeira Guerra Mundial Nesta lista de exercícios você encontrará questões que irão testar seus conhecimentos sobre a Primeira Guerra Mundial e o nacionalismo. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Neocolonialismo Resolva exercícios sobre Neocolonialismo para avaliar seus conhecimentos sobre a expansão das potências europeias a partir da segunda metade do século XIX. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO PUBLICIDADE Exercícios sobre neoliberalismo Resolva exercícios sobre neoliberalismo para testar seus conhecimentos sobre esse fenômeno político e econômico. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Absolutismo francês Você sabe o que foi o Absolutismo francês? Clique aqui e teste seus conhecimentos sobre o assunto. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o absolutismo inglês Responda a estes exercícios sobre o absolutismo inglês para testar seus conhecimentos sobre a formação da monarquia nacional inglesa no século XVI. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Absolutismo na Europa Responda a essas questões de história e adquira mais conhecimentos sobre o Absolutismo na Europa COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o acidente nuclear em Chernobyl Resolva exercícios sobre o acidente nuclear em Chernobyl para testar seus conhecimentos sobre essa tragédia! COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o antissemitismo Você sabe o que é antissemitismo? Realize os exercícios desta lista e aprofunde seus conhecimentos sobre essa prática. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o arianismo Faça exercícios sobre o arianismo, a heresia de Ário, para avaliar tudo o que você sabe sobre esse assunto. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o ataque a Pearl Harbor Faça estes exercícios sobre o ataque japonês a Pearl Harbor e avalie o que você sabe acerca desse assunto relacionado com a Segunda Guerra. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Cartismo Realize exercícios e saiba mais sobre o cartismo, movimento político dos operários ingleses ocorrido no início do século XIX. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o cerco a Leningrado Faça estes exercícios sobre o cerco a Leningrado para avaliar tudo o que você sabe a respeito desse assunto relacionado à Segunda Guerra. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Cisma do Oriente Resolva esta lista de exercícios sobre o Cisma do Oriente para testar seus conhecimentos sobre as implicações em torno desse evento. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Código de Hamurábi Responda a estes exercícios sobre o Código de Hamurábi para testar seus conhecimentos sobre o código legislativo atribuído ao rei babilônico. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Congresso de Viena Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre o Congresso de Viena e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Consulado na Revolução Francesa Resolva exercícios sobre o Consulado na Revolução Francesa para testar seus conhecimentos sobre o assunto! COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Despotismo Esclarecido Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre o Despotismo Esclarecido e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Dia D Faça estes exercícios sobre o Dia D e avalie tudo o que você sabe desse assunto relacionado com a Segunda Guerra Mundial. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Diretório da Revolução Francesa Faça exercícios sobre o Diretório para avaliar tudo o que você sabe sobre esse período da Revolução Francesa. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Egito Antigo Estude mais sobre o Egito Antigo resolvendo esta lista de exercícios. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Estado de Israel Realize os exercícios sobre o Estado de Israel e saiba mais sobre o conflito árabe-israelense. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Fascismo Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre o fascismo e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o fim da URSS Resolva exercícios sobre o fim da URSS para testar seus conhecimentos sobre os detalhes do contexto histórico de colapso do comunismo soviético. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o genocídio cambojano Faça estes exercícios sobre o genocídio cambojano e avalie tudo o que você sabe a respeito da tirania implantada pelo Khmer Vermelho. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o governo Lênin Nesta lista de exercícios você encontrará testes que o auxiliarão a conhecer melhor o governo Lênin. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o governo Stálin O governo de Stálin consolidou o poder bolchevique na Rússia. Você pode aprender mais sobre este fato realizando os exercícios aqui propostos. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Holocausto Esta lista de exercícios apresenta questões sobre o Holocausto, ação nazista que exterminou milhões de pessoas. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Humanismo Renascentista Amplie seus conhecimentos sobre o Humanismo Renascentista com esta lista comentada de exercícios. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Iluminismo Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre o Iluminismo e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Império Bizantino Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre o Império Bizantino e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Islamismo Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre o Islamismo e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o luteranismo Amplie seus conhecimentos sobre o luteranismo com esta lista de exercícios comentados. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Macartismo Saiba o que foi o macartismo e realize exercícios para testar os conhecimentos adquiridos. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Massacre de Babi Yar Faça estes exercícios sobre o Massacre de Babi Yar para avaliar tudo o que você sabe a respeito desse episódio relacionado com o Holocausto. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o massacre de Katyn Faça estes exercícios sobre o Massacre de Katyn para avaliar tudo o que você sabe sobre esse assunto relacionado com a Segunda Guerra. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Novo Império no Egito Faça os exercícios desta lista que aqui propomos e descubra mais sobre o Novo Império no Egito. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Pacto germano-soviético Teste seus conhecimentos com estes exercícios sobre o Pacto germano-soviético, acordo feito entre URSS e Alemanha pouco antes da Segunda Guerra Mundial. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Período Neolítico Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre o Período Neolítico e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Período Paleolítico Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre o Período Paleolítico e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o plano Solução Final Faça estes exercícios sobre o plano nazista Solução Final e avalie o que você sabe acerca deste assunto relacionado com o Holocausto. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o poder da Igreja Católica no mundo feudal Resolva exercícios sobre o poder da Igreja Católica no mundo feudal para testar seus conhecimentos sobre a importância dessa instituição nesse período. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Programa Nazista Lebensborn Resolva exercícios sobre o Programa Nazista Lebensborn para avaliar seus conhecimentos sobre os projetos que os nazistas desenvolveram. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Reino dos Francos Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre o Reino dos Francos e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Renascimento Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre o Renascimento e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Século de Ouro Espanhol Resolva estes exercícios sobre o Século de Ouro Espanhol para testar seus conhecimentos sobre um dos períodos mais intensos de atividade cultural na Espanha. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Sistema de produção feudal Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre o Sistema de produção feudal e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o surgimento da burguesia Saiba mais sobre o surgimento da burguesia com os exercícios comentados desta lista. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o tempo cronológico e o tempo histórico Resolva exercícios sobre o tempo cronológico e o tempo histórico para testar seus conhecimentos! COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre o Tratado de Methuen Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre o Tratado de Methuen e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre os anabatistas e as revoltas do século XVI Resolva estes exercícios sobre os anabatistas e as revoltas do século XVI para testar o que você sabe sobre os desdobramentos das Reformas Protestantes. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre os antecedentes da Revolução Russa Teste seus conhecimentos sobre os antecedentes da Revolução Russa. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre os Artistas do Renascimento Exercite seus conhecimentos sobre os artistas do Renascimento. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre os astecas Faça exercícios sobre os astecas para avaliar tudo o que você sabe sobre esses povos que habitavam a América antes da chegada de Colombo. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre os Atentados de 11 de setembro de 2001 Resolva estes exercícios sobre os Atentados de 11 de setembro de 2001 e amplie seus conhecimentos acerca deste acontecimento. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre os campos de concentração nos Estados Unidos Faça estes exercícios sobre os campos de concentração nos EUA e avalie os seus conhecimentos relacionados com a Segunda Guerra. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre os Conceitos históricos fundamentais Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre Conceitos históricos fundamentais e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre os EUA na I Guerra Mundial Realize os exercícios sobre os EUA na I Guerra Mundial e saiba mais sobre o desfecho do conflito. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre os filósofos Iluministas Amplie seus conhecimentos com esta lista de exercícios sobre os filósofos Iluministas. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre os Incas Resolva estes exercícios sobre os Incas e fique sabendo mais a respeito desse povo que habitou a América do Sul antes da colonização europeia. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre os meses finais da Segunda Guerra Mundial Resolva exercícios sobre os meses finais da Segunda Guerra Mundial para testar seus conhecimentos sobre os últimos momentos da guerra. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre os Panteras Negras Faça exercícios sobre os Panteras Negras e a luta racial nos Estados Unidos para avaliar tudo o que você sabe sobre esse assunto. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre os Persas Faça estes exercícios sobre os persas e avalie o que você sabe a respeito dessa civilização da Antiguidade que surgiu na região do atual Irã. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre os santos místicos espanhóis Resolva exercícios sobre os santos místicos espanhóis para testar seus conhecimentos sobre personagens históricos como Santa Teresa de Ávila e São João da Cruz. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre os vikings Faça estes exercícios sobre os vikings e teste o que você sabe desse assunto relacionado com a Idade Média. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Otto Von Bismarck Responda a estes exercícios sobre Otto Von Bismarck para testar seus conhecimentos sobre o líder do Estado moderno alemão. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Perestroika e Glasnost na URSS Resolva estes exercícios sobre Perestroika e Glasnost na URSS para testar seus conhecimentos sobre o processo de reestruturação econômica da URSS. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Período Republicano Romano Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre o Período Republicano Romano e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Plano Marshall Resolva essa Exercícios sobre Plano Marshall e fique por dentro das principais características das medidas tomadas para a reconstrução da Europa. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Pol Pot Responda a estes exercícios sobre Pol Pot, ditador e líder do Khmer Vermelho que perseguiu minorias étnicas no Camboja. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Reforma Gregoriana Resolva estes exercícios sobre Reforma Gregoriana e teste os seus conhecimentos sobre o contexto da Baixa Idade Média. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Regimes totalitários Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre Regimes totalitários e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Renascimento Científico Faça a resolução de exercícios sobre o Renascimento Científico e atualize seus conhecimentos sobre alguns aspectos deste período. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre República Velha Resolva exercícios sobre República Velha para testar seus conhecimentos a respeito do primeiro período da fase republicana brasileira. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Revoltas Plebeias Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre Revoltas Plebeias e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Revolução Cubana Resolva exercícios sobre Revolução Cubana para testar seus conhecimentos sobre o que ocorreu em Cuba no fim da década de 1950. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Revolução Cultural Chinesa Resolva exercícios sobre Revolução Cultural Chinesa e avalie o que você sabe a respeito da história desse país no contexto da Guerra Fria. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Revolução Russa Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre a Revolução Russa e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Sacro Império Germânico Resolva exercícios sobre o Sacro Império Germânico e teste-se a respeito dessa instituição que garantiu durante séculos a unidade da Europa Ocidental. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre salazarismo Saiba mais sobre o salazarismo realizando os exercícios propostos nesta lista. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Socialismo Teste os seus conhecimentos: Faça exercícios sobre o Socialismo e veja a resolução comentada. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre teoria da evolução Resolva exercícios sobre teoria da evolução para testar seus conhecimentos sobre a doutrina elaborada por Charles Darwin. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre terrorismo Resolva exercícios sobre terrorismo para avaliar seus conhecimentos sobre como atuam os grupos terroristas no mundo contemporâneo. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Tratado de Versalhes Resolva exercícios sobre o Tratado de Versalhes para testar seus conhecimentos sobre as sanções que foram impostas à Alemanha após a Primeira Guerra. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre universidades na Idade Média Resolva exercícios sobre universidades na Idade Média para testar seus conhecimentos sobre o assunto! COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Exercícios sobre Zoroastrismo Resolva estes exercícios sobre Zoroastrismo para testar seus conhecimentos sobre a doutrina de caráter filosófico e religioso elaborada por Zaratustra. COMPARTILHE VER EXERCÍCIO Quem somos Anuncie no Brasil Escola Expediente Política de Privacidade Termos de Uso Fale Conosco SIGA O BRASIL ESCOLA Alunos Online Biologia Net Escola Kids Exercícios Mundo Educação História do Mundo Manual da Química Mundo Educação Português Vestibular Mundo Educação Resolução mínima de 1024x768. Copyright © 2018 Rede Omnia - Todos os direitos reservados Proibida a reprodução total ou parcial sem prévia autorização (Inciso I do Artigo 29 Lei 9.610/98)



http://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/historia/
  O que é História? - Brasil Escola E-mail Cadastre-se Senha Esqueci a senha Entrar com Facebook Entrar com Google Canais Disciplinas Vestibular Enem Educador O que é Exercícios Notícias Empregos Monografias + Canais Topo Login/Registro E-mail Senha Cadastre-se Esqueci a senha Entrar com Facebook Entrar com Google Disciplinas Artes Biografias Biologia Espanhol Educação Física Filosofia Física Geografia ... O que é História? - Brasil Escola E-mail Cadastre-se Senha Esqueci a senha Entrar com Facebook ... Geografia Geografia do Brasil Gramática História História da América História do Brasil História Geral ... Geografia? O que é História? O que é Matemática? O que é Português? O que é Química? MAIS ACESSADAS Você ... Física Exercícios de Geografia Geografia do Brasil Exercícios de Gramática Exercícios de História do Brasil Exercícios de História Geral Exercícios de Literatura Exercícios de Matemática Exercícios de CACHE

O que é História? - Brasil Escola E-mail Cadastre-se Senha Esqueci a senha Entrar com Facebook Entrar com Google Canais Disciplinas Vestibular Enem Educador O que é Exercícios Notícias Empregos Monografias + Canais Topo Login/Registro E-mail Senha Cadastre-se Esqueci a senha Entrar com Facebook Entrar com Google Disciplinas Artes Biografias Biologia Espanhol Educação Física Filosofia Física Geografia Geografia do Brasil Gramática História História da América História do Brasil História Geral Inglês Italiano Literatura Matemática Português Quí­mica Redação Sociologia MAIS ACESSADAS Por que as dietas a base de shakes tendem ao fracasso? Afinal, por que as zebras são listradas? Veja aqui! Crise dos Mísseis: rivalidade entre EUA e URSS a mil! Especial África do Sul Ano Novo Carnaval Dia da Independência Dia das Crianças Dia das Mães Dia dos Pais Halloween Férias Festa Junina Natal Páscoa Volta às Aulas MAIS ACESSADAS Entenda já o que foi o cerco de Constantinopla. A crônica no mundo jornalístico. Fique por dentro já! Como lidar com a depressão ou evitá-la? Leia aqui! + Pesquisas Acordo Ortográfico Animais Cultura Curiosidades Datas Comemorativas Dicas de Estudo Doenças Drogas Economia e Finanças Educação Folclore Fonoaudiologia Frutas Informática Mitologia Política Psicologia Religião Regras da ABNT Sexualidade Saúde e Bem-estar Saúde na Escola MAIS ACESSADAS Quais são as maiores metrópoles do nosso país? Tenha uma boa rotina de estudos em oito passos. Você sabe como usar as hashtags corretamente? Enem Adesão Atendimento Especial Certificação Correção Enem 2017 Correção da Redação Dicas para o Enem Enem e ProUni Enem por Escola Estudar em Portugal Fies Média do Enem Nota do Enem Notícias Plantão do Enem Por que fazer? Pratique sua redação Provas e Gabaritos Redação do Enem Simulado SiSU Sisutec Usando a nota do Enem Vídeos MAIS ACESSADAS Liberada a consulta por vagas do SiSU 2018/1 Governo aprova novas regras para o Fies Oito eventos ligados ao Enem 2017 que merecem atenção Vestibular Agenda Aprovados Atualidades Banco de Redações Bolsa de Estudo Correções de Vestibular Cotas Cursinhos Comunitários Dicas Ensino a Distância Estudar no Exterior Fies Fuvest Guia de Profissões Intercâmbio Notícias Vestibular Orientação Vocacional Pronatec ProUni Provas e Gabaritos Resumo de Livros Simulado Universidades Vida Profissional MAIS ACESSADAS Veja como foi a segunda fase do Vestibular 2018 da Unesp Unicamp 2018: notas da primeira fase estão disponíveis Fuvest 2018: provas da 2ª fase são aplicadas para mais de 21 mil estudantes Educador Comportamento Estratégia de Ensino Ética Gestão Educacional Orientação Escolar Orientações para Pais ou Responsáveis Orientações para Professores Política Educacional Sugestões para Pais e Professores Trabalho Docente MAIS ACESSADAS Conservando energia mecânica com um monjolo. Aborde a remodelação do isopor em sala de aula. Fale sobre a anatomia dos peixes aos seus alunos. O que é? O que é Biologia? O que é Física? O que é Geografia? O que é História? O que é Matemática? O que é Português? O que é Química? MAIS ACESSADAS Você sabe o que é o plasma encontrado no sangue? Compreenda o que foi o período da República Velha. O que define uma montanha? Chegou a hora de saber! Exercícios Exercícios de Biologia Exercícios de Física Exercícios de Geografia Geografia do Brasil Exercícios de Gramática Exercícios de História do Brasil Exercícios de História Geral Exercícios de Literatura Exercícios de Matemática Exercícios de Química Exercícios de Redação MAIS ACESSADAS Faça questões que falam a respeito do intemperismo. Averigue seus conhecimentos em relação à Fernando Pessoa. Exercite seus estudos sobre a teoria da evolução. Monografias Administração e Finanças Agricultura e Pecuária Arte e Cultura Biologia Computação Direito Educação Educação Física Enfermagem Engenharia Filosofia Física Geografia História Matemática Medicina Pedagogia Psicologia Química Religião Regras da ABNT Saúde Sociologia Turismo MAIS ACESSADAS Diagnóstico e perspectivas de tratamento da halitose. A escola como um espaço de inclusão digital. Os prós e contras na aprendizagem da língua inglesa. Escola Kids Ciências Geografia História Matemática Português Datas Comemorativas Histórias para crianças Jogos Para pintar MAIS ACESSADAS Saiba tudo sobre a alimentação dos animais. Qual é a relação entre o clima e a agricultura? Zika: Uma doença transmitida pelo Aedes aegypti. Vídeos Videoaulas de Biologia Videoaulas de Espanhol Videoaulas de Física Videoaulas de História Videoaulas de Inglês Videoaulas de Matemática Videoaulas de Português Videoaulas de Química + Canais Cidades do Brasil Educador Empregos Enem Exercícios Guerras Meu Artigo Monografias Notícias Vestibular Vídeos MAIS ACESSADAS Conheça o nosso canal para professores! Teste seus conhecimentos com nossos exercícios. Curiosidades sobre conflitos históricos. Confira! Home O que é O que é História? Texto -A +A O que é História? O que é O que é História? Essa pergunta faz-nos refletir sobre a utilidade dessa disciplina para nossa vida, sobretudo quando ela consegue dar respostas sobre curiosidades que nos afligem. 10 Acima, estátua representando Clio, considerada pelos antigos gregos a musa da História PUBLICIDADE O que é História ? Muitas pessoas fazem essa pergunta na tentativa de dar resposta à outra: “ Para que serve a História ?”. Bom, poderíamos dizer, inicialmente, que a palavra “história”, para os antigos gregos (que a criaram), significava “ pesquisa ”, “ investigação ”, isto é, implicava a busca pelos vestígios dos fatos passados, das glórias e das tragédias vividas pelos homens e mulheres que nos antecederam. Essa busca pela reconstrução desses fatos tinha o objetivo de não deixar morrer a memória de um povo, de uma nação, de uma civilização ou da humanidade como um todo. Quando nos vem à mente alguma curiosidade sobre a História, sempre estamos querendo reavivar essa memória e nunca deixá-la perecer. É por isso que a História sempre esteve presente em todas as civilizações. Quando perguntamos “ o que é a civilização grega ?” ou “ o que é a Revolução Francesa ?” ou, ainda, “ o que é a Marcha Para o Oeste dos Estados Unidos ?”, estamos a perguntar sobre coisas que, quando elucidadas, ajudam-nos a entender melhor o sentido da presença humana na Terra, ainda que não digam respeito à nossa vida diretamente. Veja um exemplo: Um jovem de 15 anos que mora no Brasil vê no noticiário uma reportagem sobre a Guerra Civil na Síria . Ao longo da reportagem, há referências a “ grupos rebeldes sunitas ”. A pergunta que vem imediatamente à mente desse rapaz é: “ O que é sunita ”? Por não estar diretamente ligado à população da Síria, o interesse desse jovem por um acontecimento atual leva-o a fazer uma pergunta que necessita de explicações históricas. Daí que, para entender a referida guerra, ele terá que saber não apenas o que é sunita, mas também o que é xiita , o que é islamismo , o que é radicalismo islâmico etc. Uma pergunta referente a uma curiosidade que envolva História sempre gera mais uma pergunta, e uma mais, e assim sucessivamente. Outro exemplo possível seria o de uma pessoa que passasse pela região central da capital da Alemanha, Berlim, sem conhecer bem a história recente desse país e visse fragmentos de um muro que, ao que lhe parece, circundava boa parte da cidade. A pergunta que essa pessoa faria, instantaneamente, é “que muro é esse?” ou, mais precisamente, “ o que é o muro de Berlim ?”. Logo que recebesse as primeiras informações, outras perguntas viriam, como: “ o que é a Guerra Fria ?” e “ o que é a Reunificação da Alemanha ?” Esses exemplos ajudam-nos a pensar sobre como a História pode suprir nossas necessidades de compreender o mundo. A História não tem necessariamente um caráter de utilidade funcional, como algumas ciências – a Química, por exemplo, que é usada para resolver problemas práticos: produção de remédios, refinamento de petróleo etc. A História é útil na medida em que nos dá a base para construirmos sentido, isto é, para conseguirmos entender como as coisas que se passam no mundo atual têm conexão com fatos passados. Esse sentido, invariavelmente, é construído por meio de uma narrativa , de uma história, no sentido de narração mesmo. É por isso que muita gente que gosta de ler ficção (romances e contos) também gosta de livros de História, pois a narrativa é a base para as duas. Sendo assim, a História serve para nos situarmos no tempo, para não nos deixar desorientados, sem referências passadas e sem perspectivas para o futuro ancoradas nessas referências. Se você quer saber, portanto, mais profundamente o que é história, bem como as múltiplas curiosidades que ela suscita, fique ligado nos textos relacionados nos links abaixo . Por Me. Cláudio Fernandes artigos O que é História? O que é Guerra de Troia? Saiba o que é a Guerra de Troia e o que ela significa para a civilização grega. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Antiguidade Oriental? Saiba o que é Antiguidade Oriental e suas características. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é arte rupestre? Saiba o que é a arte rupestre e suas características clicando aqui! COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Governo-geral? Conheça os objetivos e as características do governo-geral, sistema administrativo colonial implementado no Brasil no século XVI. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é fascismo? Você sabe o que é fascismo? Neste texto você conhecerá a origem desse termo na Itália, a partir das articulações políticas e ideológicas de Benito Mussolini. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Muro de Berlim? Conheça os motivos e o que significou a construção do Muro de Berlim. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Neolítico? Saiba o que foi o período Neolítico e quais foram as suas principais características. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Plano Marshall? Conheça as principais características do Plano Marshall — programa de ajuda econômica dos EUA aos países da Europa Ocidental. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Revolução Francesa? Conheça as principais características da Revolução Francesa. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Paleolítico? Clique para conhecer as principais características do Paleolítico, o mais extenso período da história humana. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é ditadura militar? Saiba o que é ditadura militar e quais são as suas características no Brasil. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é sesmaria? Saiba o que foi a sesmaria, forma de distribuição de terras que esteve na origem da desigualdade social no Brasil. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Antiguidade? Saiba o que é Antiguidade, sua divisão e os motivos que levaram os europeus a adotá-la como parte da periodização de sua história. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Era Vargas? Saiba o que foi a Era Vargas e veja os principais acontecimentos do período. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é feudalismo? Saiba o que foi o feudalismo e suas principais características. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Grécia Antiga? Conheça a Grécia Antiga, seu desenvolvimento e o legado deixado no mundo ocidental contemporâneo. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Idade Contemporânea? Saiba o que é Idade Contemporânea e suas principais características. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Integralismo? Conheça as principais características do Integralismo clicando aqui. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é nazismo? O Nazismo desenvolveu ideologias perversas e projetos políticos totalitários. Saiba mais a respeito! COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Primeira Guerra Mundial? Saiba os principais motivos e acontecimentos da Primeira Guerra Mundial. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Revolução Russa? Saiba o que foi a Revolução Russa, seus principais acontecimentos e personagens. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que são Cruzadas? Saiba o que foram as cruzadas e quais suas consequências para o mundo europeu. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Idade Moderna? O que é Idade Média? Clique aqui e conheça as principais características desse período histórico. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Renascimento? Saiba o que foi o Renascimento e seus principais expoentes. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que são as Catilinárias de Cícero? O que são as Catilinárias de Cícero? Você já deve ter ouvido falar nelas. Elas entraram em evidência no auge na República Romana. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Reforma Protestante? Clique para entender o que é a Reforma Protestante e os seus impactos no campo religioso! COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é CPMF? Você sabe o que é CPMF? Esta foi, e ainda é, uma das siglas mais polêmicas quando se trata de arrecadação financeira no Brasil. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Idade Média? Entenda o que é a Idade Média e que importância teve esse período para a história humana e, em especial, para a história ocidental. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que são as 95 teses de Lutero? Você sabe o que são as 95 teses de Lutero? Fique sabendo que teses eram essas e que repercussão elas provocaram no âmbito religioso e político da Europa moderna. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Al-Qaeda? O que é Al-Qaeda? Fique sabendo o que é e que alcance tem essa organização, cujo líder mais conhecido foi Osama Bin Laden. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Iluminismo? Você sabe o que é Iluminismo? Clique para entender melhor o tão famoso “Século das Luzes”! COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é fisiocracia? O que é fisiocracia? Saiba o que foi uma das primeiras doutrinas econômicas modernas! COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Holodomor? Saiba o que é o Holodomor e sua ligação com o contexto da URSS sob a liderança de Stalin. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi a Inconfidência Mineira? Você sabe o que foi a Inconfidência Mineira? Clique para saber mais sobre um dos principais acontecimentos do Brasil Colônia! COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é corrupção? Você sabe o que é corrupção? Com este texto, você entenderá a origem desse conceito e as reflexões sobre ele ao longo da história! COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é a Lei Áurea? O que é a Lei Áurea? Leia este texto e fique por dentro de uma das principais leis do Segundo Império Brasileiro. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é burguesia? O que é burguesia? Acesse este texto e conheça as definições de burguesia e a formação dessa classe social ao longo da história. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Revolução? O que é Revolução? Leia este texto e conheça as transformações que o conceito de revolução sofreu ao longo da modernidade. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é intervenção militar? O que é intervenção militar? Acesse este texto e descubra a resposta para essa pergunta e as discussões que ela suscita. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é República? Você sabe o que é República e onde e quando ela teve origem? Leia este texto e tire suas dúvidas! COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi o Período Regencial? O que foi o Período Regencial? Se você não sabe a resposta, leia este texto e fique por dentro. Se sabe, leia também e amplie seus conhecimentos! COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi o “Espaço Vital” Nazista? O que foi o “Espaço Vital” Nazista? Leia este texto e fique por dentro desse que é um dos conceitos mais importantes para se entender o pensamento de Hitler. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi a iconoclastia bizantina? Você sabe o que foi a iconoclastia bizantina? Leia este texto e fique por dentro desse fenômeno político-religioso que vigorou durante dois séculos no Império Bizantino. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Golpe de Estado? Você sabe o que é Golpe de Estado? Leia este texto e entenda como se originou essa noção e que significado estrito ela tem hoje em dia. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é democracia? Você sabe o que é democracia? Leia este texto e saiba onde nasceu, que importância tem e quais são as características desse modelo político. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi a Crise de 1929? Você sabe o que foi a Crise de 1929? Leia este texto e saiba qual foi a principal causa e as consequências dessa crise que assolou os EUA e afetou toda a economia mundial. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi a República Velha? Você sabe o que foi a República Velha? Leia este texto e fique sabendo das principais características dessa que foi a primeira fase do período republicano brasileiro. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi a guerra de trincheiras? Você sabe o que foi a guerra de trincheiras? Leia este texto e entenda como esse tipo de estratégia desembocou nos cenários mais terríveis da Primeira Guerra Mundial. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi a Revolução de 1930? Leia este texto e fique sabendo o que foi a Revolução de 1930, um dos acontecimentos mais importantes da História do Brasil, sobretudo do período republicano. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi o Estado Novo? Você sabe o que foi o Estado Novo? Leia este texto e saiba detalhes desse que foi um dos períodos mais conturbados da História política do Brasil. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi a Guerrilha do Araguaia? Você sabe o que foi a Guerrilha do Araguaia? Leia e saiba como uma organização comunista revolucionária instalou-se no Norte do Brasil. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi a Batalha de Stalingrado? Você sabe o que foi a Batalha do Stalingrado? Leia este texto e fique por dentro dos detalhes desse acontecimento que marcou a Segunda Guerra. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi o AI-5? Você sabe o que foi o AI-5? Leia este texto e fiquei inteirado sobre esse tema, que é um dos mais importantes a respeito do Regime Militar no Brasil. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi o Projeto Manhattan? Você sabe o que foi o Projeto Manhattan? Foi desse projeto que nasceram as primeiras bombas atômicas, sendo que duas delas foram lançadas sobre o Japão. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é holocausto? Entenda melhor o que foi o holocausto, isto é, o genocídio dos judeus e outras minorias, como ciganos e negros, durante a Segunda Guerra Mundial. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é absolutismo? O que é absolutismo? Clique e veja como surgiu e como funcionava essa forma de governo muito comum na Europa dos séculos XVI ao XIX. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi a Peste Negra? Clique e saiba o que foi a peste negra, epidemia que matou cerca de um terço da população europeia. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi a Peste Negra? Clique e saiba o que foi a peste negra, epidemia que matou cerca de um terço da população europeia. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é blitzkrieg? Entenda o que era a tática de guerra alemã chamada de blitzkrieg e veja os locais em que ela foi utilizada durante a Segunda Guerra Mundial. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foram as heresias medievais? Saiba o que foram as heresias medievais, as principais heresias existentes e as atitudes tomadas pela Igreja para combatê-las. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é catarismo? Clique e saiba o que foi o catarismo, heresia condenada pela Igreja Católica durante o século XII. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foram as capitanias hereditárias? Clique aqui para entender o que foram as capitanias hereditárias, isto é, por que foram criadas, quais eram seus deveres e quem eram os responsáveis. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Einsatzgruppen? Saiba o que é e como atuava o Einsatzgruppen, os grupos de extermínio nazistas criados para perseguir e matar judeus. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que eram os Jesuítas? Você sabe o que eram os Jesuítas? Clique aqui e saiba mais sobre essa ordem católica e sua importância no Brasil colonial. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi a Conferência de Munique? Você sabe o que foi a Conferência de Munique? Aprenda sobre essa ação liderada por Reino Unido e França durante sua política de apaziguamento. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi a União Ibérica? Saiba o que foi a União Ibérica, período da história colonial brasileira em que as Coroas espanhola e portuguesa unificaram-se. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi o Dia D? Saiba detalhes sobre o desembarque das tropas dos Aliados na Normandia, que ficou mundialmente conhecido como Dia D. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi o Ustasha? Saiba o que foi e como se deu a formação do partido croata de extrema-direita, o Ustasha, responsável por um regime de terror na Croácia. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é Estado Islâmico? Saiba o que é o Estado Islâmico e descubra como surgiu a ideologia desse grupo que impõe terror no Oriente Médio. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi a Unidade 731? Conheça a história da Unidade 731, criada em 1936 pelo imperador do Japão para promover pesquisas macabras e desenvolver armas biológicas. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi o genocídio cambojano? Saiba o que foi o genocídio cambojano, massacre promovido por Pol Pot na implantação de uma utopia agrária no Camboja. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi a Pax Romana? Saiba o que foi a Pax Romana, conjundo de medidas político-administrativas aplicadas por Roma sobre suas conquistas. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi a Guerra do Vietnã? Entenda o que foi a Guerra do Vietnã, um dos conflitos-símbolo da bipolarização do período da Guerra Fria. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi a queda da Bastilha? Entenda o que foi a queda da Bastilha, o conhecido ataque da população francesa à prisão símbolo do Antigo Regime em 1789. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foram as invasões normandas? Entenda o que foram as invasões normandas, realizadas por vikings contra localidades do norte da França no século IX. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi a Guerra de Secessão? Entenda o que foi a Guerra de Secessão, responsável pela morte de 600 mil pessoas nos Estados Unidos. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi a Operação Barbarossa? Entenda o que foi a Operação Barbarossa, que promoveu a invasão da União Soviética durante a Segunda Guerra. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi o Período Pré-homérico? Entenda o que foi o Período Pré-homérico, época em que foi constituído o povo grego a partir das civilizações cretense e micênica. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que é a Epopeia de Gilgamesh? Descubra o que é a Epopeia de Gilgamesh, poema épico sumério conhecido por ser a mais antiga obra de literatura. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi o Massacre de Babi Yar? Entenda o que foi o Massacre de Babi Yar, fuzilamento em massa dos judeus de Kiev durante a Segunda Guerra. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi a Revolução Americana? Saiba como se deu o processo de independência dos Estados Unidos no século XVIII e entenda o que foi a Revolução Americana. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi a marcha para o oeste nos Estados Unidos? Entenda o que foi a marcha para o oeste, como ficou conhecida a expansão territorial nos Estados Unidos ao longo do século XIX. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi a Unificação Alemã? Conheça o processo de unificação alemã, que foi conduzido por de Otto von Bismarck na segunda metade do século XIX. COMPARTILHE VER MATÉRIA O que foi a Revolução Industrial? Conheça o que foi a Revolução Industrial e entenda o pioneirismo da Inglaterra no desenvolvimento da indústria moderna. COMPARTILHE VER MATÉRIA PUBLICIDADE PUBLICIDADE Quem somos Anuncie no Brasil Escola Expediente Política de Privacidade Termos de Uso Fale Conosco SIGA O BRASIL ESCOLA Alunos Online Biologia Net Escola Kids Exercícios Mundo Educação História do Mundo Manual da Química Mundo Educação Português Vestibular Mundo Educação Resolução mínima de 1024x768. Copyright 2018 Rede Omnia - Todos os direitos reservados Proibida a reprodução total ou parcial sem prévia autorização (Inciso I do Artigo 29 Lei 9.610/98)



https://pt.wikipedia.org/wiki/Filosofia
  Filosofia – Wikipédia, a enciclopédia livre Filosofia Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa Nota: Para outros significados, veja Filosofia (desambiguação) . Filosofia O pensador , de Auguste Rodin , representação clássica de um homem imerso em pensamentos. Origem do nome Φιλοσοφία, grego Origem Grécia , séc. VII a.C., Tales de Mileto Influências mitologia Influenciados ... 1.2 Conceito de filosofia 2 Métodos da filosofia 3 Disciplinas filosóficas 4 Cronologia 5 História ... . Conceito de filosofia Para os eruditos o conceito de 'filosofia' sofreu, no transcorrer da história ... variedade presente na história da filosofia e nas escolas e correntes filosóficas torna praticamente ... como em qualquer outra época da história ocidental, a compreensão do que é a filosofia reflete uma ... história pode ser estendida indefinidamente. Sua variedade é tão grande que dificilmente se pode CACHE

Filosofia – Wikipédia, a enciclopédia livre Filosofia Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa Nota: Para outros significados, veja Filosofia (desambiguação) . Filosofia O pensador , de Auguste Rodin , representação clássica de um homem imerso em pensamentos. Origem do nome Φιλοσοφία, grego Origem Grécia , séc. VII a.C., Tales de Mileto Influências mitologia Influenciados arte , ciência , política , direito , ética , teologia , religião Principais nomes Heráclito · Confúcio · Demócrito · Sócrates · Platão · Aristóteles · Epicuro · Agostinho · Avicena · Aquino · Escoto · Ockham · Maquiavel · Bacon · Descartes · Vico · Leibniz · Espinoza · Hobbes · Berkeley · Locke · Montesquieu · Hume · Rousseau · Voltaire · Burke · Kant · Hegel · Kierkegaard · Schopenhauer · Mill · Marx · Nietzsche · Peirce · Husserl · Definição é o estudo de questões fundamentais relacionadas à existência , ao conhecimento , à verdade , aos valores morais e estéticos , à mente e à linguagem . Conhecida por estimular o pensamento lógico e crítico Pretende construir concepções abrangentes de mundo Divide-se em Filosofia ocidental , Filosofia oriental Ramificações epistemologia , ontologia , ética , metafísica , filosofia social , filosofia política , estética , lógica Filosofia (do grego Φιλοσοφία, philosophia, literalmente «amor pela sabedoria» [ 1 ] [ 2 ] ) é o estudo das questões gerais e fundamentais relacionadas com a natureza da existência humana . do conhecimento . da verdade . dos valores morais e estéticos . da mente . da linguagem , bem como do universo em sua totalidade. [ 3 ] O termo foi cunhado por Pitágoras (570 – 495 a.C). Ao examinar tais questões, a filosofia se distingue da mitologia e da religião por sua ênfase em argumentação racional. por outro lado, diferencia-se também das pesquisas científicas por geralmente não recorrer a procedimentos empíricos em suas investigações. Entre seus métodos, estão a argumentação racional , a análise conceitual , a dialética , a hermenêutica , a fenomenologia , as experiências de pensamento e outros métodos investigativos a priori . A Filosofia é o saber mais abrangente – na medida em que ocupa-se com os grandes temas da humanidade. A partir dela, são fundamentadas e desenvolvidas teorias , metodologias , pesquisas , projetos educacionais , bem como elabora-se, inclusive, a própria fundamentação racional das instituições do conhecimento humano, i.e., as instituições científicas , artísticas , religiosas e culturais . Por razões de conveniência e especialização, as disciplinas filosóficas foram classificadas em várias subáreas temáticas ou campos de estudo e investigação, entre os quais destacam-se principalmente a Metafísica (cujo ramo basilar é conhecido como Ontologia ). a Epistemologia , a Lógica , a Ética (ou filosofia moral ), a Estética (ou filosofia da arte ), filosofia da mente , filosofia das ciências naturais e sociais , filosofia da religião , filosofia da matemática , filosofia da linguagem , filosofia da física e filosofia política . Índice 1 Definição de filosofia 1.1 Etimologia 1.2 Conceito de filosofia 2 Métodos da filosofia 3 Disciplinas filosóficas 4 Cronologia 5 História 5.1 Pensamento mítico e pensamento filosófico 5.2 Filosofia antiga 5.2.1 Babilônia 5.2.2 Grécia Antiga 5.2.3 Império Romano 5.3 África 5.4 Filosofia oriental 5.4.1 China 5.4.2 Índia 5.5 Filosofia medieval 5.5.1 Europa 5.5.2 Oriente Médio 5.6 Filosofia do Renascimento 5.7 Filosofia moderna 5.8 Filosofia do século XIX 5.9 Filosofia do século XX 5.10 Movimentos filosóficos da atualidade 5.10.1 Filosofia clínica 6 Ver também 7 Referências 8 Bibliografia 9 Ligações externas Definição de filosofia Etimologia Filósofo em Meditação , detalhe de Rembrandt , 1632, no Museu do Louvre A palavra 'filosofia' (do grego ) é uma composição de duas palavras: philos (φίλος) e sophia (σοφία). A primeira é uma derivação de philia (φιλία) que significa amizade, amor fraterno e respeito entre os iguais. a segunda significa sabedoria ou simplesmente saber. Filosofia significa, portanto, amizade pela sabedoria, amor e respeito pelo saber. e o filósofo, por sua vez, seria aquele que ama e busca a sabedoria, tem amizade pelo saber, deseja saber. [ 4 ] A tradição atribui ao filósofo Pitágoras de Samos (que viveu no século V a.C. ) a criação da palavra. Conforme essa tradição, Pitágoras teria criado o termo para modestamente ressaltar que a sabedoria plena e perfeita seria atributo apenas dos deuses. os homens, no entanto, poderiam venerá-la e amá-la na qualidade de filósofos. [ 4 ] A palavra philosophía não é simplesmente uma invenção moderna a partir de termos gregos, [ 5 ] mas, sim, um empréstimo tomado da própria língua grega. Os termos φιλοσοφος ( philosophos ) e φιλοσοφειν ( philosophein ) já teriam sido empregados por alguns pré-socráticos [ 6 ] ( Heráclito , Pitágoras e Górgias ) e pelos historiadores Heródoto e Tucídides . Em Sócrates e Platão, é acentuada a oposição entre σοφία e φιλοσοφία, em que o último termo exprime certa modéstia e certo ceticismo em relação ao conhecimento humano. Conceito de filosofia Para os eruditos o conceito de 'filosofia' sofreu, no transcorrer da história, várias alterações e restrições em sua abrangência. As concepções do que seja a filosofia e quais são os seus objetos de estudo também se alteram conforme a escola ou movimento filosófico. Essa variedade presente na história da filosofia e nas escolas e correntes filosóficas torna praticamente impossível elaborar uma definição universalmente válida de filosofia. Definir a filosofia é realizar uma tarefa metafilosófica . Em outras palavras, é fazer uma filosofia da filosofia. O sociólogo e filósofo alemão Georg Simmel ressaltou esse ponto ao dizer que um dos primeiros problemas da filosofia é o de investigar e estabelecer a sua própria natureza. Talvez a filosofia seja a única disciplina que se volte para si mesma dessa maneira. O objeto da física não é, certamente, a própria ciência da física, mas os fenômenos ópticos e elétricos , entre outros. A filologia ocupa-se de registros textuais antigos e da evolução das línguas, mas não se ocupa de si mesma. A filosofia, no entanto, move-se neste curioso círculo: ela determina os pressupostos de seu método de pensar e os seus propósitos através de seus próprios métodos de pensar e propósitos. Não há como apreender o conceito de filosofia fora da filosofia. pois somente a filosofia pode determinar o que é a filosofia. [ 7 ] Platão e Aristóteles concordam em caracterizar a filosofia como uma atividade racional estimulada pelo assombro ou admiração. Mas, para Platão, o assombro é provocado pela instabilidade e contradições dos seres que percebemos pelos sentidos. A filosofia, no quadro platônico, seria a tentativa de superar esse mundo de coisas efêmeras e mutáveis e apreender racionalmente a realidade última, composta por formas eternas e imutáveis que, segundo Platão, só podem ser captadas pela razão . Para Aristóteles, ao contrário, não há separação entre, de um lado, um mundo apreendido pelos sentidos e, de outro lado, um mundo exclusivamente captado pela razão. A filosofia seria uma investigação das causas e princípios fundamentais de uma única e mesma realidade . O filósofo, segundo Aristóteles, “conhece, na medida do possível, todas as coisas, embora não possua a ciência de cada uma delas por si”. [ 8 ] A filosofia almejaria o conhecimento universal, não no sentido de um acúmulo enciclopédico de todos os fatos e processos que se possam investigar, mas no sentido de uma compreensão dos princípios mais fundamentais, dos quais dependeriam os objetos particulares a que se dedicam as demais ciências, artes e ofícios. Aristóteles considera que a filosofia, como ciência das causas e princípios primordiais , acabaria por identificar-se com a teologia , pois Deus seria o princípio dos princípios. [ 9 ] As definições de filosofia elaboradas depois de Platão e Aristóteles separaram a filosofia em duas partes: uma filosofia teórica e uma filosofia prática . Como reflexo da busca por salvação ou redenção pessoal, a filosofia prática foi gradativamente se tornando um sucedâneo da fé religiosa e acabou por ganhar precedência em relação à parte teórica da filosofia. A filosofia passa a ser concebida como uma arte de viver, que forneceria aos homens regras e prescrições sobre como agir e como se portar diante das inconstâncias do mundo. Essa concepção é muito clara em diversas correntes da filosofia helenística, como, por exemplo, no estoicismo e no neoplatonismo . [ 9 ] As definições de filosofia formuladas na Antiguidade persistiram na época de disseminação e consolidação do cristianismo , mas isso não impediu que as concepções cristãs exercessem influência e moldassem novas maneiras de se entender a filosofia. As definições de filosofia elaboradas durante a Idade Média foram coordenadas aos serviços que o pensamento filosófico poderia prestar à compreensão e sistematização da fé religiosa. e, desse modo, a filosofia passa a ser concebida como “serva da teologia” ( ancilla theologiae ). [ 9 ] Segundo São Tomás de Aquino , por exemplo, a filosofia pode auxiliar a teologia em três frentes: (1) ela pode demonstrar verdades que a fé já toma como estabelecidas, tais como a existência de Deus e a imortalidade da alma . (2) pode esclarecer certas verdades da fé ao traçar analogias com as verdades naturais. e (3) pode ser empregada para refutar ideias que se oponham à doutrina sagrada . [ 10 ] Os medievais também mantiveram a acepção de filosofia como saber prático, como uma busca de normas ou recomendações para se alcançar a plenitude da vida. Santo Isidoro de Sevilha , ainda no século VII, definia a filosofia como “o conhecimento das coisas humanas e divinas combinado com uma busca pela vida moralmente boa” [ 11 ] Frontispício da Instauratio Magna , de Francis Bacon , 1620. Na parte inferior está escrito: Multi pertransibunt et augebitur scientia ('Muitos passarão, e o conhecimento aumentará'). As colunas representam as limitações da filosofia antiga e medieval. Tanto na Idade Média como em qualquer outra época da história ocidental, a compreensão do que é a filosofia reflete uma preocupação com questões essenciais para a vida humana em seus múltiplos aspectos. As concepções de filosofia do Renascimento e da Idade Moderna não são exceções. Também aí as noções do que seja a filosofia sintetizam as tentativas de oferecer respostas substantivas aos problemas mais inquietantes da época. O advento da era moderna fez ruir as próprias bases da sabedoria tradicional. e impôs aos intelectuais a tarefa de encontrar novas formas de conhecimento que pudessem restabelecer a confiança no intelecto e na razão. Para Francis Bacon - um dos primeiros filósofos modernos - a filosofia não deveria se contentar com uma atitude meramente contemplativa, como queriam os antigos e medievais. ao contrário, deveria buscar o conhecimento das essências das coisas a fim de obter o controle sobre os fenômenos naturais e, portanto, submeter a Natureza aos desígnios humanos. [ 12 ] Para Descartes , a filosofia, na qualidade de metafísica , é a investigação das causas primeiras, dos princípios fundamentais. Esses princípios devem ser claros e evidentes, e devem formar uma base segura a partir da qual se possam derivar as outras formas de conhecimento. É nesse sentido, entendendo-se a filosofia como o conjunto de todos os saberes e a metafísica como a investigação das primeiras causas, que se deve ler a famosa metáfora de Descartes: “Assim, a Filosofia é uma árvore, cujas raízes são a Metafísica, o tronco a Física, e os ramos que saem do tronco são todas as outras ciências”. [ 13 ] Após Descartes, a filosofia assume uma postura crítica em relação a suas próprias aspirações e conteúdos. Os empiristas britânicos, influenciados pelas novas aquisições da ciência moderna, dedicaram-se a situar a investigação filosófica nos limites do que pode ser avaliado pela experiência. Segundo a orientação empirista, argumentos tradicionais da filosofia, como as demonstrações da existência de Deus, da imortalidade da alma e de essências imutáveis seriam inválidos, uma vez que as ideias com que operam não são adequadamente derivadas da experiência. De maneira análoga, Kant , ao elaborar sua doutrina da filosofia transcendental , rejeita a possibilidade de tratamento científico de muitos dos problemas da filosofia tradicional, uma vez que a adequada solução deles demandaria recursos que ultrapassam as capacidades do intelecto humano. O empirismo britânico e o idealismo de Kant acentuam uma característica frequentemente destacada na filosofia: a de ser um 'pensar sobre o pensamento' [ 14 ] ou um 'conhecer o conhecimento'. [ 15 ] Essa concepção reflexiva da filosofia, do pensamento que se volta para si mesmo, influenciará vários autores e escolas filosóficas, tanto do século XIX como do século XX. A fenomenologia , por exemplo, considerará a filosofia como um empreendimento eminentemente reflexivo. Segundo Edmund Husserl - o fundador da fenomenologia - a filosofia é uma ciência rigorosa dos fenômenos tal como nos aparecem, ou seja, tal como é a nossa consciência deles. Para descrevê-los, o filósofo deve pôr entre parênteses todas as suas pressuposições e preconceitos (até mesmo a certeza de que os objetos existem) e restringir-se apenas aos conteúdos da consciência. Com a virada linguística do início do século XX, muitos filósofos passam a considerar a filosofia como uma análise de conceitos. Para Wittgenstein , os problemas filosóficos tradicionais são todos resultantes de confusões linguísticas. e a tarefa do filósofo seria a de esclarecer o modo como os conceitos são empregados a fim de explicitar tais confusões. Numa abordagem mais positiva sobre a atividade filosófica, Strawson considera que a filosofia é análoga à gramática: assim como os estudiosos da gramática explicitam as regras que os falantes inconscientemente empregam, a filosofia explicitaria conceitos-chave que, na construção de nossas concepções e argumentos, adotamos sem ter plena consciência de suas implicações e relações. [ 16 ] A lista de concepções da filosofia propostas ao longo de sua história pode ser estendida indefinidamente. Sua variedade é tão grande que dificilmente se pode encontrar um elemento que perpasse todas as concepções em todas as épocas. Mas não se pode esquecer que as antigas concepções de filosofia tornaram-se algo obsoleto frente ao avanço de outras disciplinas que antes se abrigavam à sombra, excessivamente vasta, da filosofia. As concepções de autores antigos e medievais, e mesmo de alguns modernos, consideravam indiscriminadamente como filosóficas investigações que hoje denominamos simplesmente de científicas. Assuntos como as leis do movimento, a estrutura da matéria e o funcionamento dos processos psicológicos – que hoje consideramos como temas da física, da química e da psicologia, respectivamente – eram todos reunidos na noção de filosofia natural . Após a revolução científica do século XVII, as investigações da filosofia natural foram gradualmente se desvencilhando da filosofia e se constituíram em domínios específicos e independentes de pesquisa. De certa forma, os problemas clássicos da filosofia formam hoje um conjunto de assuntos elusivos que não se dobraram à metodologia indutiva e experimental das ciências. [ 17 ] Mas isso não implica dizer que a filosofia atual seja mero resíduo do processo de crescimento e consolidação da ciência moderna. Dizer isso seria esquecer o aspecto profundamente dinâmico e reflexivo da filosofia. A reflexão filosófica não é algo que ocorra num limbo intelectual: ela acompanha de perto a evolução das ciências, da política, da religião e das artes. [ 9 ] Essa evolução tende a apresentar novos problemas e desafios que, por escaparem ao estrito domínio da disciplina em que surgiram, podem ser chamados de 'filosóficos'. Talvez não haja uma resposta categórica à pergunta “O que é filosofia?”. [ 9 ] Os filósofos divergem entre si sobre o que fazem, os problemas filosóficos ramificam-se indefinidamente e os métodos variam conforme a concepção do que seja o trabalho filosófico. Talvez a afirmação de Simmel de que só é possível entender a filosofia no âmbito da filosofia possa ser tomada como uma advertência quando contrastada com o amplo espectro de conceitos sobre a sua natureza: ao adotar uma das diferentes orientações filosóficas, tratamos de determinados problemas e adotamos determinados métodos para tentar esclarecê-los. mas, dado que há outras concepções, conforme outros métodos e conforme outras finalidades, devemos modestamente reconhecer que essas concepções alternativas têm o mesmo direito de ostentar o título de “filosofia” que a nossa concepção. Métodos da filosofia Discussão noite adentro , de William Blades : o debate franco de ideias, conforme os padrões da argumentação lógica, é uma das características centrais da atividade filosófica. Os trabalhos filosóficos são realizados mediante técnicas e procedimentos que integram os cânones do pensamento racional. Tradicionalmente, a filosofia destaca e privilegia a argumentação lógica, em linguagem natural ou em linguagem simbólica, como a ferramenta por excelência da apresentação e discussão de teorias filosóficas. A argumentação lógica está associada a dois elementos importantes: a articulação rigorosa dos conceitos e a correta concatenação das premissas e conclusões , de modo que essas últimas sejam derivações incontestáveis das primeiras. Toda a ideia filosófica relevante é inevitavelmente submetida a escrutínio crítico. e a presença de falhas na argumentação ( falácias , sofismas , etc.) é frequentemente o primeiro alvo das críticas. Desse modo, o destino de uma tese qualquer que não esteja amparada por argumentos sólidos e convincentes será, frequentemente, severamente rejeitada por parte da comunidade filosófica. Embora a reflexão sobre os princípios e métodos da lógica só tenha sido realizada pela primeira vez por Aristóteles, a ênfase na argumentação lógica e na crítica à solidez dos argumentos é uma característica que acompanha a filosofia desde os seus primórdios. A própria ruptura entre o pensamento mítico-religioso e o pensamento racional é assinalada pela adoção de uma postura argumentativa e crítica em relação às explicações tradicionais. Quando Anaximandro rejeitou as explicações de seu mestre – Tales de Mileto – e propôs concepções alternativas sobre a natureza e estrutura do cosmos , o pensamento humano dava seus primeiro passos em direção ao debate franco, público e aberto de ideias, orientado apenas por critérios racionais de correção, como forma destacada de se aperfeiçoar o conhecimento. e abandonava, assim, as narrativas tradicionais sobre a origem e composição do universo, apoiadas na autoridade inquestionável da tradição ou em ensinamentos esotéricos. [ 18 ] Mas não se podem restringir os métodos da filosofia apenas à ênfase geral na argumentação lógica e na crítica sistemática às teorias apresentadas. Nas grandes tradições da história da filosofia, podem ser identificadas duas orientações bem abrangentes, cujos objetivos e técnicas tendem a diferir radicalmente: existem as escolas que privilegiam uma abordagem analítica dos problemas filosóficos e aquelas que optam por uma abordagem predominantemente sintética ou sinóptica . [ 3 ] Kant deduzindo coisas que não são passíveis de ser experienciadas. Trabalho artístico de Friedrich Hagermann , 1801 A orientação analítica é exemplificada nos trabalhos filosóficos que se dedicam à decomposição de um conceito em suas partes constituintes e ao exame criterioso das relações lógicas e conceptuais explicitadas pela análise. O exemplo clássico é a análise do conceito de conhecimento . A reflexão sobre a natureza do conhecimento levou os filósofos a decompor a noção de conhecimento em três noções associadas: crença , verdade e justificação . Para que algo seja conhecimento é imprescindível que seja antes uma crença – em outras palavras, o conhecimento é uma espécie diferenciada do gênero mais abrangente da crença. A pergunta óbvia que essa primeira constatação sugere é: o que diferencia, então, o conhecimento das demais formas de crença? Nesse ponto, o exame do conceito conduz a duas noções distintas. Em primeiro lugar, à noção de verdade. Intuitivamente separamos as crenças falsas das verdadeiras. É por isso que mantemos a crença de que Papai Noel existe num patamar diferente da crença de que a Lua gira em torno da Terra – quem sustenta a primeira, tem apenas uma crença. quem sustenta a última, provavelmente sabe algo sobre o sistema solar, pois exprime uma crença verdadeira. Mas, para que seja promovida à condição de conhecimento, a crença precisa de algo mais: ela precisa ser apoiada por alguma espécie de justificação. Além de sustentar uma crença verdadeira, o sujeito deve ser capaz de apresentar os meios ou as fontes, consideradas universalmente legítimas, que lhe propiciaram chegar à crença em questão. Feito esse exame, a conclusão é a célebre fórmula: o conhecimento é crença verdadeira justificada . [ 19 ] Nesse e em muitos outros casos envolvendo noções filosoficamente relevantes, o trabalho de análise é capaz de explicitar pressupostos importantes implicitamente presentes no uso dos conceitos. A outra orientação – a sintética – percorre o caminho oposto ao da análise. Os adeptos dessa orientação buscam elaborar uma síntese de várias noções relevantes e apresentá-las como um todo harmônico. [ 3 ] Às vezes chamada de “filosofia especulativa”, essa orientação filosófica pretende revelar princípios universais que possam reunir organicamente vários elementos díspares, que aparentemente não guardam relações relevantes entre si. [ 20 ] Um caso paradigmático dessa orientação é a filosofia hegeliana, cujo fito é integrar numa dinâmica panteísta a evolução das mais diversas formas de manifestação da cultura humana – artes, leis, governos, religiões, ciências e filosofias. Desde o surgimento da ciência moderna, vários filósofos buscaram separar a investigação filosófica da investigação científica por meio de uma caracterização dos métodos peculiares à filosofia. Como as ciências especiais privilegiam a investigação empírica, especialmente por adoção de métodos experimentais, defendeu-se que a adoção de métodos a priori (isto é, de métodos que antecedem a investigação empírica ou são dela independentes ) seria o traço definidor do trabalho filosófico. Nos casos da argumentação lógica, da análise conceptual e da síntese compreensiva não há necessidade de observação dos fenômenos para que se decida se uma conclusão é ou não é logicamente correta, se um conceito está sendo ou não corretamente empregado ou se uma visão sinóptica é ou não é incoerente. Isso não implica um divórcio entre a ciência e a filosofia. Ao contrário, implica que os filósofos estão aptos a analisar os conceitos e argumentos das ciências especiais, e, nesse domínio, podem prestar um serviço relevante ao aperfeiçoamento das teorias científicas. O dilema do bonde é um experimento mental para ilustrar e colocar à prova distintas teorias éticas Além das orientações metodológicas acima explicadas, há outras duas estratégias que podem ser caracterizados como métodos a priori . Os experimentos mentais e os argumentos transcendentais . Um experimento mental (às vezes também chamado de 'experiência de pensamento') é a elaboração de uma situação puramente hipotética – geralmente impossível de ser construída na prática – por meio da qual o filósofo testa os limites de determinados pressupostos ou conceitos. O experimento mental mais famoso da história da filosofia é a hipótese do Gênio Maligno concebida por Descartes: ao imaginar um deus onipotente que se dedica a ludibriá-lo, Descartes leva o ceticismo ao seu extremo a fim de identificar uma certeza inabalável capaz de superar até mesmo a hipótese do Gênio Maligno. (Essa hipótese recebeu uma roupagem moderna na elaboração de outro experimento mental – o cérebro numa cuba ). [ 21 ] O outro método – o dos argumentos transcendentais – foi concebido por Kant, e consiste em tomar como dados os fatos da experiência, e deduzir coisas que não são passíveis de ser experienciadas, mas que constituem a própria condição de possibilidade daqueles fatos. Com essa espécie de argumento, Kant concluiu, por exemplo, que a forma pura do espaço é uma das condições necessárias pressupostas pela experiência dos objetos externos, pois sem ela tal experiência seria impossível. [ 22 ] Embora o emprego da lógica formal, da análise conceptual e dos experimentos mentais sejam constantes na filosofia contemporânea, predomina hoje, sobretudo na tradição analítica, a orientação que se convencionou chamar de naturalismo filosófico . Essa orientação tem suas origens nos trabalhos do filósofo americano Willard Van Orman Quine (1908-2000) que criticam a distinção entre questões conceptuais e empíricas. Os adeptos do naturalismo rejeitam a suposição de que a filosofia se diferencie das ciências por um conjunto de métodos próprios: os problemas filosóficos e os científicos pertencem a uma única e mesma esfera e, portanto, os métodos científicos, historicamente bem-sucedidos, devem também ser aplicados à problemática filosófica. Disciplinas filosóficas Ver artigo principal: Áreas da filosofia A filosofia é geralmente dividida em áreas de investigação específica. Em cada área, a pesquisa filosófica dedica-se à elucidação de problemas próprios, embora sejam muito comuns as interconexões. As áreas tradicionais da filosofia são as seguintes: Metafísica : ocupa-se da elaboração de teorias sobre a realidade e sobre natureza fundamental de todas as coisas. O objetivo da metafísica é fornecer uma visão abrangente do mundo – uma visão sinóptica que reúna em si os diversos aspectos da realidade. Uma das subáreas da metafísica é a ontologia (literalmente, a ciência do 'ser'), cujo tema principal é a elaboração de escalas de realidade. Nesse sentido, a ontologia buscaria identificar as entidades básicas ou elementares da realidade e mostrar como essas se relacionam com os demais objetos ou indivíduos - de existência dependente ou derivada. [ 23 ] Epistemologia ou teoria do conhecimento : é a área da filosofia que estuda a natureza do conhecimento , sua origem e seus limites. Dessa forma, entre as questões típicas da epistemologia estão: “O que diferencia o conhecimento de outras formas de crença?”, “O que podemos conhecer?”, “Como chegamos a ter conhecimento de algo?”. [ 23 ] Lógica : é a área que trata das estruturas formais do raciocínio perfeito – ou seja, daqueles raciocínios cuja conclusão preserva a verdade das premissas. Na lógica são estudados, portanto, os métodos e princípios que permitem distinguir os raciocínios corretos dos raciocínios incorretos. [ 24 ] Ética ou filosofia moral : é a área da filosofia que trata das distinções entre o certo e o errado, entre o bem e o mal. Procura identificar os meios mais adequados para aprimorar a vida moral e para alcançar uma vida moralmente boa. Também no campo da ética dão-se as discussões a respeito dos princípios e das regras morais que norteiam a vida em sociedade, e sobre quais seriam as justificativas racionais para adotar essas regras e princípios. [ 23 ] Filosofia política : é o ramo da filosofia que investiga os fundamentos da organização sociopolítica e do Estado. São tradicionais nessa área, as hipóteses sobre o contrato original que teria dado início à vida em sociedade, instituído o governo , os deveres e os direitos dos cidadãos . Muitas dessas situações hipotéticas são elaboradas no intuito de recomendar mudanças ou reformas políticas aptas a aproximar as sociedades concretas de um determinado ideal político. [ 23 ] Estética ou filosofia da arte : entre as investigações dessa área, encontram-se aquelas sobre a natureza da arte e da experiência estética, sobre como a experiência estética se diferencia de outras formas de experiência, e sobre o próprio conceito de belo . [ 23 ] Metafilosofia : é a 'filosofia da filosofia'. Procura determinar, entre outras coisas, o que é, suas limitações e o objetivo da filosofia enquanto ramo do saber humano. Cronologia Ver artigo principal: Cronologia da filosofia História Ver artigo principal: História da filosofia A filosofia ocidental surgiu na Grécia antiga no século VI a.C. A partir de então, uma sucessão de pensadores originais – como Tales , Xenófanes , Pitágoras , Heráclito e Protágoras – empenhou-se em responder, racionalmente, questões acerca da realidade última das coisas, das origens e características do verdadeiro conhecimento, da objetividade dos valores morais, da existência e natureza dos deuses (ou de Deus ). Muitas das questões levantadas por esses antigos pensadores são, ainda, temas importantes da filosofia contemporânea . [ 25 ] Durante as Idades Antiga e Medieval , a filosofia compreendia praticamente todas as áreas de investigação teórica. Em seu escopo figuravam desde disciplinas altamente abstratas – em que se estudavam o 'ser enquanto ser' e os princípios gerais do raciocínio – até pesquisas sobre fenômenos mais específicos – como a queda dos corpos e a classificação dos seres vivos . Especialmente a partir do século XVII , vários ramos do conhecimento começam a se desvencilhar da filosofia e a se constituir em ciências independentes com técnicas e métodos próprios (priorizando, sobretudo, a observação e a experimentação). [ 26 ] Apesar disso, a filosofia atual ainda pode ser vista como uma disciplina que trata de questões gerais e abstratas que sejam relevantes para a fundamentação das demais ciências particulares ou demais atividades culturais. A princípio, tais questões não poderiam ser convenientemente tratadas por métodos científicos. [ 27 ] Por razões de conveniência e especialização, os problemas filosóficos são agrupados em subáreas temáticas: entre elas as mais tradicionais são a metafísica , a epistemologia , a lógica , a ética , a estética e a filosofia política . Platão , 427-347 a.C. cópia romana em mármore de um original grego do último quarto do século IV a.C., nos Museus Vaticanos As atividades a que nos dedicamos cotidianamente pressupõem a aceitação de diversas crenças e valores de que nem sempre estamos cientes. Acreditamos habitar um mundo constituído de diferentes objetos, de diversos tamanhos e cores. Acreditamos que esse mundo organiza-se num espaço tridimensional e que o tempo segue a sua marcha inexorável numa única direção. Acreditamos que as pessoas ao redor são em tudo semelhantes a nós, vêem as mesmas coisas, têm os mesmos sentimentos e sensações e as mesmas necessidades. Buscamos interagir com outras pessoas, e encontrar alguém com quem compartilhar a vida e, talvez, constituir família, pois tudo nos leva a crer que essa é uma das condições para a nossa felicidade . Periodicamente reclamamos de abusos na televisão, em propagandas e noticiários, na crença de que há certos valores que estão sendo transgredidos por puro sensacionalismo . Em todos esses casos, nossas crenças e valores determinam nossas ações e atitudes sem que eles sequer nos passem pela cabeça. Mas eles estão lá, profundamente arraigados e extremamente influentes. Enquanto estamos ocupados em trabalhar, pagar as contas ou divertir-nos, não vemos necessidade de questionar essas crenças e valores. Mas nada impede que, em determinado momento, façamos uma reflexão profunda sobre o significado desses valores e crenças fundamentais e sobre a sua consistência. É nesse estado de espírito que formularemos perguntas como: “O que é a realidade em si mesma?”, “O que há por trás daquilo que vejo, ouço e toco?”, “O que é o espaço? E o que é o tempo?”, “Se o que aconteceu há um centésimo de segundo já é passado, será que o presente não é uma ficção?”, “Será que tudo o que acontece é sempre antecedido por causas ?”, “O que é a felicidade? E como alcançá-la?”, “O que é o certo e o errado?”, “O que é a liberdade ?”. De onde viemos? Quem somos? Para onde vamos? por Paul Gauguin , 1897/98, no Museu de Belas Artes de Boston Essas perguntas são tipicamente filosóficas e refletem algo que poderíamos chamar de atitude filosófica perante o mundo e perante nós mesmos. É a atitude de nos voltarmos para as nossas crenças mais fundamentais e esforçar-nos por compreendê-las, avaliá-las e justificá-las. Muitas delas parecem ser tão óbvias que ninguém em sã consciência tentaria sinceramente questioná-las. Poucos colocariam em questão máximas como “Matar é errado”, “A democracia é melhor que a ditadura ”, “A liberdade de expressão e de opinião é um valor indispensável”. Mas, a atitude filosófica não reconhece domínios fechados à investigação. Mesmo em relação a crenças e valores que consideramos absolutamente inegociáveis, a proposta da filosofia é a de submetê-los ao exame crítico, racional e argumentativo, de modo que a nossa adesão seja restabelecida em novo patamar. Em outras palavras, a proposta filosófica é a de que, se é para sustentarmos certas crenças e valores, que sejam sustentados de maneira crítica e refletida. Muitos autores identificam essa atitude filosófica com uma espécie de habilidade ou capacidade de se admirar com as coisas, por mais prosaicas que sejam. Na base da filosofia, estaria a curiosidade típica das crianças ou dos que não se contentam com respostas prontas. Platão , um dos pais fundadores da filosofia ocidental, afirmava que o sentimento de assombro ou admiração está na origem do pensamento filosófico: A admiração é a verdadeira característica do filósofo. Não tem outra origem a filosofia. — Platão, Teeteto . [ 28 ] Na mesma linha, afirmava Aristóteles : Os homens começam e sempre começaram a filosofar movidos pela admiração. — Aristóteles, Metafísica , I 2. [ 29 ] Embora essa capacidade de admirar-se com a realidade possa estar na origem do pensamento filosófico, isso não significa que tal admiração provoque apenas e tão somente filosofia. O sentimento religioso, por exemplo, pode igualmente surgir dessa disposição: a aparente perfeição da natureza , as sincronias dos processos naturais, a complexidade dos seres vivos podem causar profunda impressão no indivíduo e levá-lo a indagar se o responsável por tudo isso não seria uma Inteligência Superior. Uma paisagem que a todos parecesse comum e sem atrativos poderia atrair de modo singular o olho do artista e fazê-lo criar uma obra de arte que revelasse nuances que escaparam ao olhar comum. Analogamente, embora a queda de objetos seja um fenômeno corriqueiro, se nenhum cientista tivesse considerado esse fenômeno surpreendente ou digno de nota, não saberíamos nada a respeito da gravidade . Esses exemplos sugerem que, além de certa atitude em relação à nossa experiência da realidade, há um modo de interpelar a realidade e nossas crenças a seu respeito que diferenciariam essa investigação da religião , da arte e da ciência . Ao contrário da religião, que se estabelece entre outras coisas sobre textos sagrados e sobre a tradição, a filosofia recorre apenas à razão para estabelecer certas teses e refutar outras. Como já mencionado acima a filosofia não admite dogmas . Não há, em princípio, crenças que não estejam sujeitas ao exame crítico da filosofia. Disso não decorre um conflito irreconciliável entre a filosofia e a religião. Há filósofos que argumentam em favor de teses caras às religiões, como, por exemplo, a existência de Deus e a imortalidade da alma . Mas um argumento propriamente filosófico em favor da imortalidade da alma apresentará como garantias apenas as suas próprias razões: ele apelará somente ao assentimento racional, jamais à fé ou à obediência . [ 30 ] Os artistas assemelham-se aos filósofos em sua tentativa de desbanalizar a nossa experiência do mundo e alcançar assim uma compreensão mais profunda de nós mesmos e das coisas que nos cercam. Mas a forma em que apresentam seus resultados é bastante diferente. Os artistas recorrem à percepção direta e à intuição . [ 30 ] enquanto a filosofia tipicamente apresenta seus resultados de maneira argumentativa, lógica e abstrata. Mas, se essa insistência na razão diferencia a filosofia da religião e da arte, o que a diferenciaria das ciências, uma vez que também essas privilegiam uma abordagem metódica e racional dos fenômenos? A diferença é que os problemas tipicamente filosóficos não podem ser resolvidos por observação e experimentação . [ 30 ] Não há experimentos e observações empíricas que possam decidir qual seria a noção de “ direitos humanos ” mais adequada do ponto de vista da razão. O mesmo vale para outras noções, tais como “liberdade”, “justiça” ou “falta moral”. Não há como resolver em laboratório questões como: “quando tem início o ser humano?”, “os animais podem ser sujeitos de direitos?”, “em que medida o Estado pode interferir na vida dos cidadãos?”, “As entidades microscópicas postuladas pelas ciências têm o mesmo grau de realidade que os objetos da nossa experiência cotidiana (pessoas, animais, mesas, cadeiras, etc.)?”. Em resumo, quando um tópico é defendido ou criticado com argumentos racionais, e essa defesa ou ataque não pode contar com observações e experimentos para a sua solução, estamos diante de um debate filosófico. Pensamento mítico e pensamento filosófico Como em muitas outras sociedades antigas, as narrativas míticas desempenhavam uma função central na sociedade grega. Além de estabelecer marcos importantes na vida social, os mitos gregos promoviam uma concepção de mundo de natureza religiosa que propiciava respostas às principais indagações existenciais que desde sempre inquietaram o espírito humano. Os eventos históricos, os fenômenos naturais e os principais eventos da vida humana (nascimento, casamento, doença e morte) eram entrelaçados às histórias tradicionais sobre conflitos entre deuses , intercâmbios entre deuses e homens e feitos memoráveis de semideuses . Originalmente, a palavra grega mythos significava simplesmente palavra ou fala. [ 31 ] mas o termo remetia também à noção de uma palavra proferida com autoridade. [ 32 ] As histórias épicas de Homero , permeadas de intervenções sobrenaturais, ou a teogonia de Hesíodo eram mythos no sentido de serem anúncios revestidos de autoridade, dignos de crédito e reverência. Gradualmente, o termo foi assumindo outro sentido e já à época de Platão e Aristóteles o mythos era empregado para caracterizar histórias fictícias ou absurdas que se afastariam do logos - isto é, do discurso racional. [ 33 ] Aristóteles, por exemplo, considerava a filosofia como um empreendimento intelectual completamente distinto das elaborações mitológicas. Na Metafísica , ao tratar do problema da incorruptibilidade, Aristóteles menciona Hesíodo e, logo em seguida, descarta peremptoriamente suas opiniões, pois, segundo ele, “não precisamos perder tempo investigando seriamente as sutilezas dos criadores de mitos.” [ 34 ] Pode-se dizer que a filosofia surge como uma espécie de rompimento com a visão mítica do mundo. Enquanto os mitos se organizavam em narrações, imagens e seres particulares, a filosofia inaugurava o discurso argumentativo, abstrato e universal. Além disso, ao contrário dos autores de mitos, os filósofos gregos tentaram com afinco elaborar concepções de mundo que fossem isentas de contradições e imperfeições lógicas. Desse modo, não é sem razão que muitos autores enfatizam o caráter de ruptura e divergências ao comparar o advento da filosofia com a tradição mítica da Grécia antiga . Mas, embora sejam inegáveis as diferenças, mais recentemente vários estudiosos têm apontado os pontos de continuidade e semelhança entre as primeiras elucubrações filosóficas dos gregos e as suas concepções mitológicas. [ 35 ] Para esses autores, as peculiaridades da tradição mítica grega favoreceram o surgimento da filosofia grega e os primeiros filósofos empenharam-se numa espécie dessacralização e despersonalização das narrativas tradicionais sobre o surgimento e organização do cosmos. Filosofia antiga Ver artigo principal: Filosofia antiga e Filosofia clássica Babilônia Ver artigo principal: Filosofia babilônica Grécia Antiga Ver artigos principais: Pré-socráticos , Filosofia da Grécia Antiga e Lista de filósofos platônicos antigos A filosofia antiga teve início no século VI a.C. e se estendeu até a decadência do império romano no século V d.C. Pode-se dividi-la em quatro períodos: (1) o período dos pré-socráticos . (2) um período humanista, em que Sócrates e os sofistas trouxeram as questões morais para o centro do debate filosófico. (3) o período áureo da filosofia em Atenas , em que despontaram Platão e Aristóteles. (4) e o período helenístico . Às vezes, se distingue um quinto período, que compreende os primeiros filósofos cristãos e os neoplatonistas. [ 36 ] Os dois autores mais importantes da filosofia antiga em termos de influência posterior foram Platão e Aristóteles. Os primeiros filósofos gregos, geralmente chamados de pré-socráticos, dedicaram-se a especulações sobre a constituição e a origem do mundo. O principal intuito desses filósofos era descobrir um elemento primordial, eterno e imutável que fosse a matéria básica de todas as coisas. Essa substância imutável era chamada de physis (palavra grega cuja tradução literal seria natureza, mas que na concepção dos primeiros filósofos compreendia a totalidade dos seres, inclusive entidades divinas), [ 37 ] e, por essa razão, os primeiros filósofos também foram conhecidos como os physiologoi (literalmente “fisiólogos”, isto é, os filósofos que se dedicavam ao estudo da physis ). [ 38 ] A questão da essência material imutável foi a primeira feição assumida por uma inquietação que percorreu praticamente toda a filosofia grega. Essa inquietação pode ser traduzida na seguinte pergunta: existe uma realidade imutável por trás das mudanças caóticas dos fenômenos naturais? Já os próprios pré-socráticos propuseram respostas extremas a essa pergunta. Parmênides de Eleia defendeu que a perene mutação das coisas não passa de uma ilusão dos sentidos, pois a razão revelaria que o Ser é único, imutável e eterno. [ 39 ] Heráclito de Éfeso , por outro lado, defendeu uma posição diametralmente oposta: a própria essência das coisas é mudança, e seriam vãos os esforços para buscar uma realidade imutável. [ 40 ] Tais especulações, que combinavam a oposição entre realidade e aparência com a busca de uma matéria primordial, culminaram na filosofia atomista de Leucipo e Demócrito . Para esses filósofos a substância de todas as coisas seriam partículas minúsculas e invisíveis – os átomos – em perene movimentação no vácuo. E os fenômenos que testemunhamos cotidianamente são resultado da combinação, separação e recombinação desses átomos. A teoria de Demócrito representou o ápice da filosofia da physis , mas também o seu esgotamento. As transformações sociopolíticas, especialmente em Atenas, já impunham novas demandas aos sábios da época. A democracia ateniense solicitava novas habilidades intelectuais, sobretudo a capacidade de persuadir. É nesse momento que se destacam os filósofos que se dedicam justamente a ensinar a retórica e as técnicas de persuasão – os sofistas. O ofício dessa nova espécie de filósofos trazia como pressuposto a ideia de que não há verdades absolutas. O importante seria dominar as técnicas da boa argumentação, pois, dominando essas técnicas, o indivíduo poderia defender qualquer opinião, sem se preocupar com a questão de sua veracidade. De fato, para os sofistas, a busca da verdade era uma pretensão inútil. A verdade seria apenas uma questão de aceitação coletiva de uma crença, e, a princípio, não haveria nada que impedisse que o que hoje é tomado como verdade, amanhã fosse considerado uma tolice. [ 41 ] O contraponto a esse relativismo dos sofistas foi Sócrates. Embora partilhasse com os sofistas certa indiferença em relação aos valores tradicionais, Sócrates dedicou-se à busca de valores perenes. Sócrates não deixou nenhum registro escrito de suas ideias. Tudo o que sabemos dele chegou-nos através do testemunho de seus discípulos e contemporâneos. Segundo dizem, Sócrates teria defendido que a virtude é conhecimento e as faltas morais provêm da ignorância. [ 42 ] O indivíduo que adquirisse o conhecimento perfeito seria inevitavelmente bom e feliz. Por outro lado, essa busca simultânea do conhecimento e da bondade deve começar pelo exame profundo de si mesmo e das crenças e valores aceitos acriticamente. Segundo contam, Sócrates foi um inquiridor implacável e fez fama por sua habilidade de levar à exasperação os seus antagonistas. Ao concidadão que se dizia justo, Sócrates perguntava “O que é a justiça?”, e depois se dedicava a demolir todas as tentativas de responder à pergunta. A Morte de Sócrates , Jacques-Louis David , 1787, no Metropolitan Museum of Art A atitude de Sócrates acabou por lhe custar a vida. Seus adversários conseguiram levá-lo a julgamento por impiedade e corrupção de jovens. Sócrates foi condenado à morte – mais especificamente, a envenenar-se com cicuta . Segundo o relato de Platão, o seu mais famoso discípulo, Sócrates cumpriu a sentença com absoluta serenidade e destemor. Coube a Platão levar adiante os ensinamentos do mestre e superá-los. Platão realiza a primeira grande síntese da filosofia grega. Em seus diálogos , combinam-se as antigas questões dos pré-socráticos com as urgentes questões morais e políticas, o discurso racional com a intuição mística, a elucubração lógica com a obra poética, os mitos com a ciência. Segundo Platão, os nossos sentidos só nos permitem perceber uma natureza caótica, em que as mudanças e a diversidade aparentam não obedecer a nenhum princípio regulador. mas a razão, ao contrário, é capaz de ir além dessas aparências e captar as formas imutáveis que são as causas e modelos de tudo o que existe. A geometria fornece um bom exemplo. Ao demonstrar seus teoremas os geômetras empregam figuras imperfeitas. Por mais acurado que seja o compasso , os desenhos de círculos sempre conterão irregularidades e imperfeições. As figuras sensíveis do círculo estão sempre aquém de seu modelo – e esse modelo é a própria ideia de círculo, concebível apenas pela razão. O mesmo ocorre com os demais seres: os cavalos que vemos são todos diferentes entre si, mas há um princípio unificador – a ideia de cavalo – que nos faz chamar a todos de cavalos. Com os valores, não seria diferente. As diferentes opiniões sobre questões morais e estéticas devem-se a uma visão empobrecida das coisas. Os que empreenderem uma busca sincera alcançarão a concepção do Belo em si mesmo e do Bem em si mesmo. Ao contrário do que o termo 'ideias' possa sugerir, Platão não as considera como meras construções psicológicas. ao contrário, ele lhes atribui realidade objetiva. As ideias constituem um mundo suprassensível – ou seja, uma dimensão que não podemos ver e tocar, mas que podemos captar como os “olhos” da razão. Essa é a famosa teoria das ideias de Platão. Ele a ilustra numa alegoria igualmente célebre – a alegoria da caverna . Platão nos convida a imaginar uma caverna em que se acham vários prisioneiros. Eles estão amarrados de tal maneira que só podem ver a parede do fundo da caverna. Às costas dos prisioneiros há um muro da altura de um homem. Por trás desse muro, transitam várias pessoas carregando estátuas de diversas formas – todas elas são réplicas de coisas que vemos cotidianamente (árvores, pássaros, casas etc.). Há também uma grande fogueira, atrás desse muro e dos carregadores. A luz da fogueira faz com que as sombras das estátuas sejam projetadas sobre o fundo da parede. Os barulhos e falas dos carregadores reverberam no fundo da caverna, dando aos prisioneiros a impressão de que são oriundos das sombras que eles veem. Nessa situação imaginária, os prisioneiros pensariam que as sombras e os ecos constituem tudo o que existe. Como nunca puderam ver nada além das sombras projetadas na parede da caverna, acreditam que apenas as sombras são reais. Após apresentar esse cenário, Platão sugere que, se um desses prisioneiros conseguisse se libertar, veria, com surpresa, que as estátuas que sempre estiveram atrás dos prisioneiros são mais reais do que aquelas sombras. Ao sair da caverna, a luz o ofuscaria. mas, após se acostumar com a claridade, veria que as coisas da superfície são ainda mais reais do que as estátuas. Esse prisioneiro que se liberta é o filósofo, e a sua jornada em direção à superfície representa a o percurso da razão em sua lenta ascensão ao conhecimento perfeito. A Escola de Atenas representa os mais importantes filósofos, matemáticos e cientistas da Antiguidade por Rafael , 1509, nos Museus Vaticanos Aristóteles, discípulo de Platão e preceptor de Alexandre, o Grande , rejeitou a teoria das ideias. Para ele, a hipótese de uma realidade separada e independente, constituída apenas por entidades inteligíveis, era uma duplicação do mundo absolutamente desnecessária. [ 43 ] Na visão de Aristóteles, a essência de uma coisa não consiste numa ideia suplementar e separada, mas numa forma que lhe é imanente. Essa forma imanente é o que dá organização e estrutura à matéria, e propicia, no caso dos organismos vivos, o seu desenvolvimento conforme a sua essência. Aristóteles também divergiu de Platão sobre o valor da experiência na aquisição do conhecimento. Enquanto na filosofia platônica, há uma perene desconfiança em relação ao saber derivado dos sentidos, na filosofia aristotélica o conhecimento adquirido pela visão, audição, tato etc. é considerado como o ponto de partida do empreendimento científico. Aristóteles foi um pesquisador infatigável, e seus interesses abarcavam praticamente todas as áreas do conhecimento. Foi o fundador da biologia . e o criador da lógica como disciplina. Fez contribuições originais e duradouras em metafísica e teologia, ética e política, psicologia e estética. Além de ter contribuído nas mais diversas disciplinas, Aristóteles realizou a primeira grande sistematização das ciências, organizando-as conforme seus métodos e abrangência. Em cada uma das disciplinas que criou, ou ajudou a criar, Aristóteles cunhou uma terminologia que até hoje está presente no vocabulário científico e filosófico: como exemplos, podem-se mencionar as palavras substância, categoria, energia, princípio e forma. [ 44 ] Na transição do século IV para o século III a.C. , durante o período helenístico, formam-se duas escolas filosóficas cujos ensinamentos representam uma clara mudança de ênfase em relação à Academia de Platão e à escola peripatética de Aristóteles. Sua preocupação é principalmente a redenção pessoal. Tanto para Epicuro (ca.341-270 a.C.) e seus seguidores como para Zenão de Cítio e demais estoicos o principal objetivo da filosofia deveria ser a obtenção da serenidade de espírito. As duas escolas também se assemelham na crença de que esse objetivo passa por uma espécie de harmonização entre o indivíduo e a natureza, mas divergem quanto à forma de se realizar essa harmonização. Para Epicuro, a sintonia com a natureza supõe a aceitação das necessidades e desejos naturais e dos prazeres sensoriais. Dessa forma, ele preconiza a fruição moderada dos prazeres e a comedida gratificação dos desejos. [ 45 ] Os estoicos, por outro lado, sustentavam a crença de que o cosmos e os seres humanos partilhavam do mesmo logos divino. O ideal filosófico de vida seria, na concepção dos estoicos, a adesão à necessidade racional da natureza e o desenvolvimento de uma absoluta imperturbabilidade ( ataraxia ) em relação aos fatos e eventos do mundo. [ 46 ] A Antiguidade tardia viu, ainda, o florescimento de uma nova interpretação do platonismo, de acentuada tendência mística – o chamado Neoplatonismo. Seu principal representante, Plotino (205-270), defendeu que o princípio fundamental e divino do universo seria o Uno e que desse princípio fundamental emanavam novas realidades, de diferentes graus de perfeição. O universo material e sensível – o 'mundo das sombras' da alegoria platônica – seria uma emanação distante do Uno, e, por isso, apresentaria os traços de imperfeição e inconstância que o caracterizam. [ 47 ] Império Romano Ver artigos principais: Filosofia greco-romana e Filosofia na Roma Antiga O pensamento filosófico no Império Romano foi basicamente um prolongamento da filosofia helenística /grega. Influenciados pelo estoicismo e pelo epicurismo , seus filósofos preocupavam-se principalmente com moral e ética . Alguns de seus maiores nomes foram Sêneca , Epiteto e o imperador Marco Aurélio . África Ver artigo principal: Filosofia africana Ver também: Filosofia no Egito Antigo A filosofia desenvolvida no Antigo Egito caracterizava-se pela flexibilidade, pragmatismo e a busca pelo controle das emoções . [ 48 ] De modo geral, a filosofia africana foi fortemente influenciada pela filosofia helenística (na Idade Antiga ), pelas filosofias cristã (antiguidades clássica e tardia) e islâmica (desde o período medieval ). Filosofia oriental Ver artigo principal: Filosofia oriental China Ver artigos principais: Filosofia chinesa e Taoismo O filósofo K'ung-fu-tzu ( Confúcio , 551 a.C. – 479 a.C. ) desenvolveu o sistema filosófico-religioso do Confucionismo . Este, valoriza os preceitos da bondade , cortesia , moral, integridade , fidelidade e honra . [ 49 ] Outros filósofos importantes foram: Mozi ( 470 a.C. - 391 a.C. ), fundador do Moísmo que enfatiza o pragmatismo . Chuang-Tzu : ( 369 a.C. - 286 a.C. ) considerado um precursor do antinomismo , anarquismo , multiculturalismo e relatividade e, que criticava tanto confucionistas quanto moístas. Índia Ver artigo principal: Filosofia hindu Adi Shankara 1904, por Raja Ravi Varma O período entre o quinto e nono século d.C foi a mais brilhante época no desenvolvimento da filosofia indiana, hindu e budista, filosofias que floresceram lado a lado. [ 50 ] Destas várias escolas de pensamento, a não-dualista Advaita Vedanta emergiu como a mais influente [ 50 ] e a escola mais dominante. [ 50 ] Os principais filósofos dessa escola foram Gaudapada, Adi Shankara e Vidyaranya. Advaita Vedanta rejeita o teísmo e o dualismo, insistindo que Brahma a realidade final é sem partes ou atributos... um sem um segundo. Uma vez que Brahma não tem propriedades, não contém diversidade interna e é idêntico com o conjunto da realidade, não pode ser entendido como Deus. [ 50 ] Brahma apesar de ser indescritível é melhor descrito como Satchidananda (Existência, Consciência e Bem-Aventurança) por Shankara . Advaita inaugurou uma nova era na filosofia indiana e, como resultado, muitas novas escolas de pensamento surgiram no período medieval. Filosofia medieval Ver artigos principais: Filosofia medieval e História da filosofia ocidental Europa Ver artigos principais: Filosofia cristã , Filosofia platônica-cristã , Filosofia bizantina e Visão de mundo cristã São Tomás de Aquino , por Carlo Crivelli , século XV, na National Gallery A filosofia medieval é a filosofia da Europa ocidental , oriental ( Império Bizantino ) e do Oriente Médio durante a Idade Média . Começa, aproximadamente, com a cristianização do Império Romano e encerra-se com a Renascença . A filosofia medieval pode ser considerada, em parte, como prolongamento da filosofia greco-romana [ 51 ] e, em parte, como uma tentativa de conciliar o conhecimento secular e a doutrina sagrada. [ 52 ] A Idade Média carregou por muito tempo o epíteto depreciativo de 'idade das trevas', atribuído pelos humanistas renascentistas . e a filosofia desenvolvida nessa época padeceu do mesmo desprezo. No entanto, essa era de aproximadamente mil anos foi o mais longo período de desenvolvimento filosófico na Europa e um dos mais ricos. Jorge Gracia defende que “em intensidade, sofisticação e aquisições, pode-se corretamente dizer que o florescimento filosófico no século XIII rivaliza com a época áurea da filosofia grega no século IV a. C.”. [ 53 ] Entre os principais problemas discutidos nessa época estão a relação entre fé e razão, a existência e unidade de Deus, o objeto da teologia e da metafísica, os problemas do conhecimento, dos universais e da individualização. Entre os filósofos medievais do ocidente, merecem destaque Agostinho de Hipona , Boécio , Anselmo de Cantuária , Pedro Abelardo , Alberto Magno , Roger Bacon , Boaventura de Bagnoregio , Tomás de Aquino , João Duns Escoto , Guilherme de Ockham , Hugo de São Vitor , Eckhart de Hochheim e Raimundo Lúlio . no oriente os bizantinos Prisco de Pânio , Leão, o Matemático e Miguel Pselo . na civilização islâmica, Avicena , Averrois , Avempace , Alfarábi , Al-Kindi e Al-Ghazali . entre os judeus, Moisés Maimônides ( ver: Filosofia judaica ). Tomás de Aquino (1225-1274), fundador do tomismo , exerceu influência inigualável na filosofia e na teologia medievais. Em sua obra, ele deu grande importância à razão e à argumentação, e procurou elaborar uma síntese entre a doutrina cristã e a filosofia aristotélica. A filosofia de Tomás de Aquino representou uma reorientação significativa do pensamento filosófico medieval, até então muito influenciado pelo neoplatonismo e sua reinterpretação agostiniana. Oriente Médio Ver artigos principais: Filosofia islâmica e Filosofia islâmica clássica No pensamento islâmico, o que se refere à filosofia durante a ' idade de ouro islâmica ', tradicionalmente datada entre os séculos 8 e 12, pode-se distinguir duas correntes principais. A primeira é a Kalam , que tratou principalmente de teologia islâmica. Estas incluem as Mu'tazili e Ash'ari . A outra é Falsafa, que foi fundada em interpretações do aristotelismo e neoplatonismo . Houve tentativas por filósofos-teólogos posteriores a harmonizar ambas as tendências, nomeadamente através de Avicena que fundou a escola do Avicennismo entre outros. Filosofia do Renascimento Ver artigo principal: Filosofia do Renascimento O Homem vitruviano , de Leonardo Da Vinci , resume vários dos ideais do pensamento renascentista. A transição da Idade Média para a Idade Moderna foi marcada pelo Renascimento e pelo Humanismo . [ 54 ] Nesse período de transição, a redescoberta de textos da Antiguidade [ 55 ] contribuiu para que o interesse filosófico saísse dos estudos técnicos de lógica , metafísica e teologia e se voltasse para estudos ecléticos nas áreas da filologia , da moralidade e do misticismo . Os estudos dos clássicos e das letras receberam uma ênfase inédita e desenvolveram-se de modo independente da escolástica tradicional. A produção e disseminação do conhecimento e das artes deixam de ser uma exclusividade das universidades e dos acadêmicos profissionais, e isso contribui para que a filosofia vá aos poucos se desvencilhando da teologia. Em lugar de Deus e da religião, o conceito de homem assume o centro das ocupações artísticas, literárias e filosóficas. [ 56 ] O renascimento revigorou a concepção da natureza como um todo orgânico, sujeito à compreensão e influência humanas. De uma forma ou de outra, essa concepção está presente nos trabalhos de Nicolau de Cusa , Giordano Bruno , Bernardino Telesio e Galileu Galilei . Essa reinterpretação da natureza é acompanhada, em muitos casos, de um intenso interesse por magia , hermetismo e astrologia – considerados então como instrumentos de compreensão e manipulação da natureza. À medida que a autoridade eclesial cedia lugar à autoridade secular e que o foco dos interesses voltava-se para a política em detrimento da religião, as rivalidades entre os Estados nacionais e as crises internas demandavam não apenas soluções práticas emergenciais, mas também uma profunda reflexão sobre questões pertinentes à filosofia política . Desse modo, a filosofia política, que por vários séculos esteve dormente, recebeu um novo impulso durante o Renascimento. Nessa área, destacam-se as obras de Nicolau Maquiavel e Jean Bodin . [ 57 ] Filosofia moderna Ver artigo principal: Filosofia do século XVII , Filosofia moderna e Iluminismo René Descartes , fundador da filosofia moderna e do racionalismo. por Frans Hals , c. 1649-1700, no Museu do Louvre A filosofia moderna é caracterizada pela preponderância da epistemologia sobre a metafísica . A justificativa dos filósofos modernos para essa alteração estava, em parte, na ideia de que, antes de querer conhecer tudo o que existe, seria conveniente conhecer o que se pode conhecer. [ 58 ] Geralmente considerado como o fundador da filosofia moderna, [ 59 ] o cientista, matemático e filósofo francês René Descartes (1596-1650) redirecionou o foco da discussão filosófica para o sujeito pensante. O projeto de Descartes era o de assentar o edifício do conhecimento sobre bases seguras e confiáveis. Para tanto, acreditava ele ser necessário um procedimento prévio de avaliação crítica e severa de todas as fontes do conhecimento disponível, num procedimento que ficou conhecido como dúvida metódica . Segundo Descartes, ao adotar essa orientação, constatamos que resta como certeza inabalável a ideia de um eu pensante: mesmo que o sujeito ponha tudo em dúvida, se ele duvida, é porque pensa. e, se pensa, é porque existe. Essa linha de raciocínio foi celebrizada pela fórmula “ penso, logo existo ” ( cogito ergo sum ). [ 60 ] [ 61 ] A partir dessa certeza fundamental, Descartes defendia ser possível deduzir rigorosamente, ao modo de um geômetra, outras verdades fundamentais acerca do sujeito, da natureza do conhecimento e da realidade. No projeto cartesiano estão presentes três pressupostos básicos: (1) a matemática , ou o método dedutivo adotado pela matemática, é o modelo a ser seguido pelos filósofos. (2) existem ideias inatas, absolutamente verdadeiras, que de alguma forma estão desde sempre inscritas no espírito humano. (3) a descoberta dessas ideias inatas não depende da experiência – elas são alcançadas exclusivamente pela razão. Esses três pressupostos também estão presentes nas filosofias de Gottfried Wilhelm Leibniz (1646-1716), Christian Wolff (1679-1754) e Baruch Spinoza (1632-1677), e constituem a base do movimento filosófico denominado racionalismo . [ 62 ] Se os racionalistas priorizavam o modelo matemático, a filosofia antagônica – o empirismo – enfatizava os métodos indutivos das ciências experimentais. O filósofo John Locke (1632-1704) propôs a aplicação desses métodos na investigação da própria mente humana. Em patente confronto com os racionalistas, Locke argumentou que a mente chega ao mundo completamente vazia de conteúdo – é uma espécie de lousa em branco ou tabula rasa . e todas as ideias com que ela trabalha são necessariamente originárias da experiência. [ 63 ] Esse pressuposto também é adotado pelos outros dois grandes filósofos do empirismo britânico, George Berkeley (1685-1753) e David Hume (1711-1776). John Locke influenciou também a filosofia política, sendo um dos principais teóricos na base do conceito moderno de democracia liberal. [ 64 ] As ideias do empirismo inglês também se difundiram na França. e o entusiasmo com as novas ciências levou os intelectuais franceses a defender uma ampla reforma cultural, que remodelasse não só a forma de se produzir conhecimento, mas também as formas de organização social e política. Esse movimento amplo e contestatório ficou conhecido como Iluminismo . Os filósofos iluministas rejeitavam qualquer forma de crença que se baseasse apenas na tradição e na autoridade, em especial as divulgadas pela Igreja Católica . Um dos marcos do Iluminismo francês foi a publicação da Encyclopédie . Elaborada sob a direção de Jean le Rond d’Alembert e Denis Diderot , essa obra enciclopédica inovadora incorporou vários dos valores defendidos pelos iluministas e contou com a colaboração de vários de seus nomes mais destacados, como Voltaire , Montesquieu e Rousseau . Em 1781, Immanuel Kant publicou a sua famosa Crítica da Razão Pura , em que propõe uma espécie de síntese entre as teses racionalistas e empiristas. Segundo Kant, apesar de o nosso conhecimento depender de nossas percepções sensoriais, essas não constituem todo o nosso conhecimento, pois existem determinadas estruturas do sujeito que as antecedem e tornam possível a própria formação da experiência. O espaço, por exemplo, não é uma realidade que passivamente assimilamos a partir de nossas impressões sensoriais. Ao contrário, somos nós que impomos uma organização espacial aos objetos. Do mesmo modo, o sujeito não aprende, após inúmeras experiências, que todas as ocorrências pressupõem uma causa. antes, é a estrutura peculiar do sujeito que impõe aos fenômenos uma organização de causa e efeito. Uma das consequências da filosofia kantiana é estabelecer que as coisas em si mesmas não podem ser conhecidas. A fronteira de nosso conhecimento é delineada pelos fenômenos , isto é, pelos resultados da interação da realidade objetiva com os esquemas cognitivos do sujeito. Filosofia do século XIX Ver artigo principal: Filosofia do século XIX Geralmente se considera que depois da filosofia de Kant tem início uma nova etapa da filosofia, que se caracterizaria por ser uma continuação e, simultaneamente, uma reação à filosofia kantiana. Nesse período desenvolve-se o idealismo alemão ( Fichte , Schelling e Hegel ), que leva as ideias kantianas às últimas consequências. A noção de que há um universo inteiro (a realidade em si mesma) inalcançável ao conhecimento humano, levou os idealistas alemães a assimilar a realidade objetiva ao próprio sujeito no intuito de resolver o problema da separação fundamental entre sujeito e objeto. Assim, por exemplo, Hegel postulou que o universo é espírito. O conjunto dos seres humanos, sua história, sua arte, sua ciência e sua religião são apenas manifestações desse espírito absoluto em sua marcha dinâmica rumo ao autoconhecimento. [ 65 ] Enquanto na Alemanha , o idealismo apoderava-se do debate filosófico, na França, Auguste Comte retomava uma orientação mais próxima das ciências e inaugurava o positivismo e a sociologia . Na visão de Comte, a humanidade progride por três estágios : o estágio teológico, o estágio metafísico e, por fim, o estágio positivo. No primeiro estágio, as explicações são dadas em termos mitológicos ou religiosos. no segundo, as explicações tornam-se abstratas, mas ainda carecem de cientificidade. no terceiro estágio, a compreensão da realidade se dá em termos de leis empíricas de “sucessão e semelhança” entre os fenômenos. [ 66 ] Para Comte, a plena realização desse terceiro estágio histórico, em que o pensamento científico suplantaria todos os demais, representaria a aquisição da felicidade e da perfeição. [ 67 ] Também no campo do desenvolvimento histórico, Marx e Engels davam uma nova formulação ao socialismo . Eles fazem uma releitura materialista da dialética de Hegel no intuito de analisar e condenar o sistema capitalista . Desenvolvem a teoria da mais-valia , segundo a qual o lucro dos capitalistas dependeria inevitavelmente da exploração do proletariado. Sustentam que o estado, as formas político-institucionais e as concepções ideológicas formavam uma superestrutura construída sobre a base das relações de produção [ 68 ] e que as contradições resultantes entre essa base econômica e a superestrutura levariam as sociedades inevitavelmente à revolução e ao socialismo. No campo da ética, os filósofos ingleses Jeremy Bentham (1748-1832) e John Stuart Mill (1806-1873) elaboram os princípios fundamentais do utilitarismo . [ 69 ] Para eles, o valor ético não é algo intrínseco à ação realizada. esse valor deve ser mensurado conforme as consequências da ação, pois a ação eticamente recomendável é aquela que maximiza o bem-estar na coletividade. Talvez a teoria que maior impacto filosófico provocou no século XIX não tenha sido elaborada por um filósofo. Ao propor sua teoria da evolução das espécies por seleção natural , Charles Darwin (1809-1882) estabeleceu as bases de uma concepção de mundo profundamente revolucionária. O filósofo que melhor percebeu as sérias implicações da teoria de Darwin para todos os campos de estudo foi Herbert Spencer (1820-1903). Em várias publicações, Spencer elaborou uma filosofia evolucionista que aplicava os princípios da teoria da evolução aos mais variados assuntos, especialmente à psicologia, ética e sociologia. Também no século XIX surgem filósofos que colocam em questão a primazia da razão e ressaltam os elementos voluntaristas e emotivos do ser humano e de suas concepções de mundo e sociedade. Entre esses destacam-se Arthur Schopenhauer (1788-1860), Søren Kierkgaard (1813-1855) e Friedrich Nietzsche (1844-1900). Tomando como ponto de partida a filosofia kantiana, Schopenhauer defende que o mundo dos fenômenos – o mundo que representamos em ideias e que julgamos compreender – não passa de uma ilusão e que a força motriz por trás de todos os nossos atos e ideias é uma vontade cega, indomável e irracional. Kierkgaard condena todas as grandes elaborações sistemáticas, universalizantes e abstratas da filosofia. Considerado um precursor do existencialismo, Kierkgaard enfatiza que as questões prementes da vida humana só podem ser superadas por uma atitude religiosa. essa atitude, no entanto, demanda uma escolha individual e passional contra todas as evidências, até mesmo contra a razão. [ 70 ] Nietzsche, por sua vez, anuncia que “ Deus está morto ”. e declara, portanto, a falência de todas as concepções éticas, políticas e culturais que se assentam na doutrina cristã. Em substituição aos antigos valores, Nietzsche prescreve um projeto de vida voluntarista aos mais nobres, mais capazes, mais criativos - em suma, àqueles em que fosse mais forte a vontade de potência . [ 71 ] Filosofia do século XX Ver artigo principal: Filosofia do século XX Edmund Husserl , o pai da Fenomenologia No século XX, a filosofia tornou-se uma disciplina profissionalizada das universidades, semelhante às demais disciplinas acadêmicas. Desse modo, tornou-se também menos geral e mais especializada. Na opinião de um proeminente filósofo: “A filosofia tem se tornado uma disciplina altamente organizada, feita por especialistas para especialistas. O número de filósofos cresceu exponencialmente, expandiu-se o volume de publicações e multiplicaram-se as subáreas de rigorosa investigação filosófica. Hoje, não só o campo mais amplo da filosofia é demasiadamente vasto para uma única mente, mas algo similar também é verdadeiro em muitas de suas subáreas altamente especializadas.” [ 72 ] Nos países de língua inglesa, a filosofia analítica tornou-se a escola dominante. Na primeira metade do século, foi uma escola coesa, fortemente modelada pelo positivismo lógico , unificada pela noção de que os problemas filosóficos podem e devem ser resolvidos por análise lógica. Os filósofos britânicos Bertrand Russell e George Edward Moore são geralmente considerados os fundadores desse movimento. Ambos romperam com a tradição idealista que predominava na Inglaterra em fins do século XIX e buscaram um método filosófico que se afastasse das tendências espiritualistas e totalizantes do idealismo. Moore dedicou-se a analisar crenças do senso comum e a justificá-las diante das críticas da filosofia acadêmica. Russell, por sua vez, buscou reaproximar a filosofia da tradição empirista britânica e sintonizá-la com as descobertas e avanços científicos. Ao elaborar sua teoria das descrições definidas , Russell mostrou como resolver um problema filosófico empregando os recursos da nova lógica matemática . A partir desse novo modelo proposto por Russell, vários filósofos se convenceram de que a maioria dos problemas da filosofia tradicional, se não todos, não seriam nada mais que confusões propiciadas pelas ambiguidades e imprecisões da linguagem natural. Quando tratados numa linguagem científica rigorosa, esses problemas revelar-se-iam como simples confusões e mal-entendidos. Ludwig Wittgenstein , o mais importante filósofo analítico do século XX Uma postura ligeiramente diferente foi adotada por Ludwig Wittgenstein , discípulo de Russell. Segundo Wittgenstein, os recursos da lógica matemática serviriam para revelar as formas lógicas que se escondem por trás da linguagem comum. Para Wittgenstein, a lógica é a própria condição de sentido de qualquer sistema linguístico. [ 73 ] Essa ideia está associada à sua teoria pictórica do significado, segundo a qual a linguagem é capaz de representar o mundo por ser uma figuração lógica dos estados de coisas que compõem a realidade. Sob a inspiração dos trabalhos de Russell e de Wittgenstein, o Círculo de Viena passou a defender uma forma de empirismo que assimilasse os avanços realizados nas ciências formais, especialmente na lógica. Essa versão atualizada do empirismo tornou-se universalmente conhecida como neopositivismo ou positivismo lógico. O Círculo de Viena consistia numa reunião de intelectuais oriundos de diversas áreas (filosofia, física, matemática, sociologia, etc.) que tinham em comum uma profunda desconfiança em relação a temas de teor metafísico. Para esses filósofos e cientistas, caberia à filosofia elaborar ferramentas teóricas aptas a esclarecer os conceitos fundamentais das ciências e revelar os pontos de contatos entre os diversos ramos do conhecimento científico. Nessa tarefa, seria importante mostrar, entre outras coisas, como enunciados altamente abstratos das ciências poderiam ser rigorosamente reduzidos a frases sobre a nossa experiência imediata. [ 74 ] Fora dos países de língua inglesa, floresceram diferentes movimentos filosóficos. Entre esses destacam-se a fenomenologia, a hermenêutica , o existencialismo e versões modernas do marxismo . Para Edmund Husserl , o traço fundamental dos fenômenos mentais é a intencionalidade . A estrutura da intencionalidade é constituída por dois elementos: noesis e noema . O primeiro elemento é o ato intencional. e o segundo é o objeto do ato intencional. A ciência da fenomenologia trata do significado ou da essência dos objetos da consciência. A fim de revelar a estrutura da consciência, o fenomenólogo deve pôr entre parêntesis a realidade empírica. Segundo Husserl, os procedimentos fenomenológicos desvelam o ego transcendental – que é a própria base e fonte de unidade do eu empírico. [ 75 ] Coube a um dos alunos de Husserl, o filósofo alemão Martin Heidegger (1889-1976), construir uma filosofia que mesclasse a fenomenologia, a hermenêutica e o existencialismo. O ponto de partida de Heidegger foi a questão clássica da metafísica: 'o que é o ser?'. Mas, na abordagem de Heidegger, a resposta a essa questão passa por uma análise dos modos de ser do ser humano – que foi por ele denominado Dasein (Ser-aí). O Dasein é o único ser que pode se admirar com a sua própria existência e indagar o sentido de seu próprio ser. O modo de existir do Dasein está intimamente conectado com a história e a temporalidade e, em vista disso, questões sobre autenticidade, cuidado, angústia , finitude e morte tornam-se temas centrais na filosofia de Heidegger. [ 75 ] No final do século XVIII houve a fundação da escola tradicionalista, conhecida como conservadorismo tradicionalista, 'conservadorismo tradicional', tradicionalismo , conservadorismo burkeano , conservadorismo clássico ou (no Reino Unido e Canadá ) torismo (de Tory ), que descreve uma filosofia política enfatizando a necessidade de aplicação dos princípios da lei natural e transcendentes morais: ordem, tradição , hierarquia e unidade orgânica, classicismo e alta cultura, e as esferas de intersecção de lealdade. [ 76 ] Alguns tradicionalistas abraçaram os rótulos de ' reacionário ' e ' contrarrevolucionário ', desafiando o estigma que acompanha estes termos desde o Iluminismo. Este estigma acompanha o Tradicionalismo desde seu desenvolvimento na Europa do século XVIII, principalmente em resposta à Guerra Civil Inglesa e da Revolução Francesa . Em meados do século XX, a escola tradicionalista começou a organizar-se a sério como uma força intelectual e política. Esta expressão mais moderna do conservadorismo tradicionalista começou entre um grupo de professores universitários dos EUA (rotulado de ' novos conservadores ' pela imprensa popular) que rejeitou as noções de individualismo , o liberalismo , a modernidade e o progresso social , promoveu a renovação cultural e educacional, e reavivou o interesse na Igreja , a família , o Estado , comunidade local, etc. [ 77 ] Movimentos filosóficos da atualidade Ver também: Filosofia pós-moderna Filosofia clínica A filosofia clínica é um termo utilizado para definir diversos conceitos filosóficos, voltado à 'terapia da alma', usando o potencial prático da filosofia como recurso terapêutico para indivíduos, organizações ou empresas através de consultas individuais, discussões de grupo, seminários, palestras, viagens ou cafés filosóficos. No Brasil o termo está fortemente vinculado ao movimento realizado pelo filósofo Lúcio Packter e vem sendo apontado como uma ferramenta terapêutica de grande monta. [ 78 ] Ver também Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema: Definições no Wikcionário Livros e manuais no Wikilivros Citações no Wikiquote Textos originais no Wikisource Imagens e media no Commons Commons Wikisource Wikiquote Wikilivros Wikcionário Anti-intelectualismo Artes liberais Conhecimento Cosmovisão Filosofia Portuguesa História da filosofia no Brasil História das ideias História das mentalidades História intelectual Intelectualismo Metafilosofia Mulheres na filosofia Sabedoria Referências ↑ [in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [consult. 2014-12-20 13:49:01]. Disponível na Internet: http://www.infopedia.pt/$filosofia ] ↑ Priberam ↑ a b c Teichman, J.. Evans, K. C. Philosophy: a beginner's guide . 3rd ed. Oxford: Blackwell. ↑ a b Chauí, Marilena. Convite à Filosofia . pág. 19. ↑ (em francês ) R. Bödéus, 'philosophía', in (dir.) Jacob, André, Encyclopédie philosophique universelle , vol. 2: Les notions philosophiqe , tome 2, Paris, PUF. ↑ (em francês ) Alquié, F., Signification de la philosophie , Paris, 1971. ↑ Simmel, Georg. 'On the nature of philosophy'. In: A Collection of Essays. pág. 282 . ↑ Metafísica , Livro I, capítulo 2. Na edição da coleção Os Pensadores de 1973 (1.ª ed.), o trecho encontra-se à pág. 213. ↑ a b c d e Ferrater-Mora, José. Dicionário de Filosofia . São Paulo: Loyola, 2.a ed., 2005. Tomo II. pp. 1044-1050 . ↑ Lindberg, D. The beginnings of western science . Chicago: University of Chicago Press, 2007. ISBN 9780226482057 . p. 242. ↑ “Philosophia est rerum humanarum divinarumque cognitio cum studio bene vivendi coniuncta.” Etymologiae . Tradução para o inglês: The etimologies of Isidore of Seville . Cambridge: C.U.P. p. 79 . ↑ Ver, por exemplo, o aforismo III do Novum Organum : 'Ciência e poder do homem coincidem, uma vez que, sendo a causa ignorada, frustra-se o efeito. Pois a natureza não se vence, se não quando se lhe obedece. E o que à contemplação apresenta-se como causa é regra na prática' (São Paulo: Nova Cultural, 1999. Coleção 'Os Pensadores'). ↑ Descartes, R. Princípios da Filosofia . Lisboa: Edições 70. p. 22. ↑ Quinton, Anthonny. Filosofia . Crítica: revista de filosofia . Acesso em 26/01/2011. ↑ Prado Jr., Caio. O que é filosofia . São Paulo: Brasiliense, 1981 ↑ Strawson, Peter. Filosofia como Gramática Conceptual . Acesso em 06/12/2010 ↑ Russell, B. Os problemas da filosofia . Capítulo 15 . ↑ Popper, K. Conjecturas e Refutações . 3a. ed. Brasilia: EdUnB, 1994. Cap. 4, 'Retorno aos Pré-Socráticos', pp. 163s. ↑ Steup, M. The Analysis of Knowledge . Stanford Encyclopedia of Philosophy . Acesso em: 28/01/2011. ↑ Broad, C. D. Some Methods of Speculative Philosophy . Acesso em 28/01/2011. ↑ Blackburn, S. Pense : uma introdução à filosofia. Lisboa: Gradiva, 2001. ISBN 9789726627906 . Cap. 2. ↑ Bunnin, N.. Yu, J (eds.) The Blackwell dictionary of Western philosophy . Blackwell, 2004. Blackwell Reference Online . Acesso: 12 de março de 2011. ↑ a b c d e Solomon, R. C. & Higgins, K. M. The big questions: a short introduction to philosophy . p. 7 . ↑ Copi, I. M. Introdução à lógica . 2.ª ed. São Paulo: Mestre Jou, 1978. p. 19. ↑ Bailey, Andrew. First philosophy : values and society. Broadview Press, 2004. ISBN 9781551116570 . p. 1. ↑ Morente, M. G. Fundamentos de filosofia : lições preliminares. São Paulo: Mestre Jou, 1980. cap. 1 . ↑ Huisman, Denis & Vergez, André. Curso moderno de filosofia : introdução à filosofia das ciências. Rio de Janeiro: Livraria Freitas Bastos, 1980. p. 155-158 . ↑ Versão eletrônica do diálogo platônico Teeteto . p. 16. ↑ Aristotle, Metaphysics . The Internet Classics Archive . ↑ a b c Magee, Bryan. História da Filosofia . São Paulo: Edições Loyola, 2001. pp. 7-9 ↑ Coupe, Laurence. Myth . 2nd. ed. London. New York: Routledge, 2009. p. 9. ISBN 9780415442848 ↑ Morgan, Katheryn. Myth and Philosophy . Cambridge: Cambridge University Press, 2004. p. 17. ISBN 0521621801 ↑ Vernant, Jean-Pierre. Myth and Society in Ancient Greece . London: Methuen, 1982: 'o conceito de mito peculiar à antiguidade clássica tornou-se, assim, claramente definido pela oposição entre mythos e logos , desde então vistos como termos separados e contrastantes' (p. 187). ↑ Aristóteles. Metafísica , III, 4. ↑ Reale, Giovanni. Antiseri, Dario. História da Filosofia . São Paulo: Paulus, 1990. ISBN 8505010760 . V. 1. pp. 14-16. ↑ Reale, Giovanni. Antiseri, Dario. História da Filosofia . São Paulo: Paulus, 1990. ISBN 8505010760 . V. 1. p. 26. ↑ Bornheim, G. Os filósofos pré-socráticos . p. 13 . ↑ Guerreiro, Mario A. L. Pré-socráticos : a invenção da filosofia. p. 40 . ↑ Chauí, M. Introdução à história da filosofia . p. 95 . ↑ Chauí, M. Introdução à história da filosofia . p. 105 . ↑ Zilles, U. Teoria do conhecimento . p. 59 . ↑ Stone, I. F. O julgamento de Sócrates . p. 61 . ↑ Morente, Manuel García. 'Lecciones Preliminares de Filosofía,' in Obras Completas . Barcelona: Anthropos. Madrid: Fundación Caja de Madrid, 1996. V. I. ISBN 8476584962 , pp. 81-87 ↑ Durant, Will. A História da Filosofia . São Paulo: Nova Cultural, s/d. ISBN 8535106952 . p. 75 ↑ Reale, Giovanni. História da filosofia antiga : os sistemas da Era Helenística. São Paulo: Loyola, 2008. pp. 214s . ↑ Reale, Giovanni. História da filosofia antiga : os sistemas da Era Helenística. São Paulo: Loyola, 2008. p. 361 . ↑ Cooper, D. E. Filosofias do Mundo . São Paulo: Loyola, 2002. ISBN 8515023164 . p. 167. ↑ Bleiberg, Edward (2005). ' Ancient Egypt 2675-332 B.C.E.: Philosophy '. In Bleiberg, Edward, et al. Arts and Humanities Through the Eras. Vol. 1: Ancient Egypt 2675-332 B.C.E. Detroit: Gale. págs. 182–197. ↑ Confucio (1989). «Intruduzione ( por Anne Cheng)». Confucio - Dialoghi (em italiano). [S.l.]: Arnaldo Mondadori. ISBN 88-04-32463-5 ↑ a b c d ='Gandhi And Mahayana Buddhism' ↑ Segundo Rafael Guerrero, 'houve filosofia nessa época porque houve continuidade e sobrevivência da filosofia antiga: os medievais se preocuparam em assimilar, à medida que lhes foi possível, a prática e o saber das gerações anteriores.' Historia de la Filosofía Medieval . p. 10 ↑ The Blackwell Dictionary of Western Philosophy . Verbete 'Medieval Philosophy' : 'O tema central da filosofia medieval foi a tentativa de unir a fé à razão.' ↑ Gracia, Jorge. Medieval Philosophy. In: The Blackwell Companion to Philosophy . pp. 619s ↑ Charles Schmitt e Quentin Skinner (eds.), The Cambridge History of Renaissance Philosophy . Cambridge University Press, 1988, p. 5, define o período da filosofia do Renascimento como o intervalo que vai “da época de Ockham até os trabalhos revisionistas de Bacon, Descartes e seus contemporâneos”. ↑ Copenhaver, B.. Schmitt, C. Renaissance Philosophy , Oxford University Press, 1992, p. 4: “pode-se considerar como marco da filosofia da Renascença o amplo e acelerado interesse, estimulado por novos textos disponíveis, por fontes primárias do pensamento grego e romano que eram até então desconhecidos ou dos quais pouco se sabia ou pouco se havia lido”. ↑ Gracia, Jorge. In: Bunnin, N.. Tsui-James, E.P. (eds.), The Blackwell Companion to Philosophy , Blackwell, 2002, p. 621: 'os humanistas ... recolocaram o homem no centro das atenções e canalizaram seus esforços no sentido de recuperar e transmitir o saber clássico, particularmente o da filosofia de Platão.” ↑ von Fritz, Kurt. Rev. Maurer, Armand. Levi, Albert W.. Stroll, Avrum. Wolin, Richard, «Western philosophy» (em inglês ), Encyclopædia Britannica Online ↑ Ver §4 da introdução de An essay concerning human understandig , de John Locke. a introdução do Tratado da natureza humana , de David Hume. e o prefácio da primeira edição da Crítica da razão pura , de Kant. ↑ Russell, Bertrand. History of Western Philosophy . London: Routledge, 2004. ISBN 9780415325059 . p. 511 . ↑ Descartes, R. Discurso do Método . 4ª. parte. ↑ Cottingham, J. Descartes . São Paulo: Ed. Unesp, 1999. p. 24 . ↑ Magee, Bryan. História da Filosofia . São Paulo: Edições Loyola, 2001. p. 83 ↑ Durant, Will. A História da Filosofia . São Paulo: Nova Cultural, s/d. ISBN 8535106952 . p. 247 ↑ Como Tudo Funciona ↑ Solomon, R. C. Higgins, K. M. The Big Questions . pp. 135s . ↑ Cooper, D. E. Filosofias do Mundo . p. 371 . ↑ Russell, B. História do Pensamento Ocidental . pp. 442s . ↑ William Outhwaite (ed.), The Blackwell dictionary of modern social thought . p. 44 . ↑ Hegenberg, L. Filosofia moral . V. 1 (Ética). Rio de Janeiro: E-papers, 2010. ISBN 8576502607 . pp. 115-22. ↑ Solomon, R. C. & Higgins, K. M. The big questions: a short introduction to philosophy . 8th ed. ISBN 9780495595151 . p.66 ↑ Raeper, W. Smith, L. Introdução ao estudo das ideias : religião e filosofia no passado e no presente. 2ª. ed. São Paulo: Loyola, 2001. ISBN 8515015684 . pp. 116-20. ↑ Soames, Scott. Philosophical analysis in the twentieth century . Princeton: Princeton University Press, 2003. V. 2. p. 463 ↑ Glock, Hans-Johann. Dicionário Wittgenstein . Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998. ISBN 8571104409 . p. 237 (Verbete 'Lógica'). ↑ Galvão, Paulo. 'Positivismo Lógico,' in Branquinho, João. Murcho, Desidério. Gomes, Nelson Gonçalves (orgs.) Enciclopédia de Termos Lógico-Filosóficos . São Paulo: Martins Fontes, 2006. pp. 577-80. ↑ a b Bunnin, N.. Yu, J (eds.) The Blackwell dictionary of Western philosophy . Blackwell, 2004. Blackwell Reference Online . Acesso em 28/03/2011. ↑ Frohnen, Bruce, Jeremy Beer, and Jeffrey O. Nelson, ed. (2006) American Conservatism: An Encyclopedia Wilmington, DE: ISI Books, pp. 870-875. ↑ Frohnen, Bruce, Jeremy Beer, and Jeffrey O. Nelson, ed. (2006) American Conservatism: An Encyclopedia Wilmington, DE: ISI Books, p. 870. ↑ «A Filosofia e seus usos: crítica e acomodação (tese de doutourado de Marli Aparecida Pechula)» (PDF) . diaadiaeducacao.pr.gov.br . 2007 . Consultado em 22 de abril de 2012 Bibliografia Livros introdutórios BLACKBURN, Simon . Pense : uma introdução à filosofia. Lisboa: Gradiva, 2001. ISBN 9789726627906 . BUNNIN, Nicholas. TSUI-JAMES, E. P. (Orgs.) Compêndio de Filosofia . 2.ª ed. São Paulo: Loyola, 2007. ISBN 9788515030477 . CHAUÍ, Marilena. Convite à Filosofia . 7. ed. 2. reimp. São Paulo: Ática, 2000. COLCHETE, Eliane e MORAIS JUNIOR, Luis Carlos de. A formação da filosofia contemporânea . Rio de Janeiro: Litteris, 2014. DELEUZE, Gilles e GUATTARI, Félix. O que é a Filosofia? Trad. Bento Prado Jr. E Alberto Alonso Muñoz. Rio de Janeiro, 34, 1992. MURCHO, Desidério . Filosofia em Directo . Lisboa: Fundação Francisco Manuel dos Santos, 2011. NAGEL, Thomas . Que Quer Dizer Tudo Isto? Uma iniciação à filosofia. Lisboa: Gradiva: 1995. ISBN 9789726624219 . PAIM, Antonio. História das Ideias Filosóficas no Brasil . 2 ed. São Paulo, Edusp/Grijalbo, 1974. PAPINEAU, David (Org.) Filosofia : grandes pensadores, principais fundamentos e escolas filosóficas. São Paulo: Publifolha, 2009. ISBN 9788579141058 . Antologias BONJOUR, Laurence. BAKER, Ann. Filosofia : textos fundamentais comentados. 2.ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2010. ISBN 8536321199 . MARCONDES, Danilo. Textos Básicos de Filosofia : dos pré-sócráticos a Wittgenstein. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2000. ISBN 9788571105201 . NICOLA, Ubaldo. Antologia Ilustrada de Filosofia : das origens à Idade Moderna. Rio de Janeiro: Globo, 2005. ISBN 8525038997 . VVAA. Os Filósofos através dos Textos : de Platão a Sartre. São Paulo: Paulus, 1997. ISBN 8534909806 .q=Discurso%20do%20M%C3%A9todo%20descartes Introduções à história da filosofia DURANT, Will . A História da Filosofia . São Paulo: Nova Cultural, s/d. ISBN 8535106952 . ONFRAY, Michel . Contra-história da filosofia 1 : as sabedorias antigas. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2008. Idem. Contra-história da filosofia 2 : o cristianismo hedonista. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2008. Idem. Contra-história da filosofia 3 : os libertinos barrocos. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2009. Idem. Contra-história da filosofia 4 : os ultras das Luzes. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2009. KENNY, Anthony . Uma Nova História da Filosofia Ocidental . São Paulo: Loyola, 2008. 4v. ISBN 9788515035267 . MAGEE, Bryan. História da Filosofia . São Paulo: Edições Loyola, 2001. ISBN 8515019299 . REALE, Giovanni. ANTISERI, Dario. História da Filosofia . São Paulo: Paulus, 1990. 3v. ISBN 8505010760 . RUSSELL, Bertrand . História do Pensamento Ocidental . Rio de Janeiro: Ediouro, 2004. ISBN 8500013559 . Obras de referência BLACKBURN, Simon . Dicionário Oxford de Filosofia . Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2010. ISBN 8571104026 . BRANQUINHO, João. MURCHO, Desidério. GOMES, Nelson Gonçalves (orgs.) Enciclopédia de Termos Lógico-Filosóficos . São Paulo: Martins Fontes, 2006. ISBN 8533623259 . FERRATER-MORA, José. Dicionário de Filosofia . 2ª. ed. São Paulo: Loyola, 2004. 4v. ISBN 8515018691 . Ligações externas Portal de Filosofia do Departamento de Filosofia da Universidade Federal de Santa Catarina . Portal de Filosofia Veritas – Revista de Filosofia da PUCRS Stanford Encyclopedia of Philosophy The Internet Encyclopedia of Philosophy v • e Correntes filosóficas Escola jônica Milésios · Mobilismo · Hilozoísmo Escola itálica Eleatas · Pitagorismo Escola da pluralidade / pluralista Pluralismo · Atomismo Escola sofística Sofismo · Relativismo Escolas socráticas : Cínicos · Cirenaicos · Megários · Platonismo Escola peripatética Aristotelismo Escola epicurista Epicurismo · Hedonismo · Eudemonismo Escola estoica Paleo-estoicismo · Médio-estoicismo · Neo-estoicismo ou estoicismo imperial · Cosmopolitismo Escola cética Pirronismo Escola platônica Médio-platonismo eclético · Médio-platonismo ortodoxo · Neoplatonismo monista · Neoplatonismo dualista Escola esotérica Helenismo · Neopitagorismo · Gnosticismo · Cabalismo Filosofia medieval Medievalismo · Averroísmo · Alquimismo · Avicenismo · Rabinismo · Monopsiquismo Escolástica Patrística · Realismo · Nominalismo · Conceitualismo · Hilemorfismo Filosofia cristã Agostianismo · Pelagianismo · Semipelagianismo · Tomismo · Monergismo · Sinergismo · Sinergismo arminiano Filosofia renascentista Renascentismo · Arminianismo · Calvinismo · Luteranismo · Classicismo · Hermetismo · Humanismo · Antropocentrismo · Heliocentrismo · Maquiavelismo Filosofia moderna Racionalismo clássico · Ceticismo · Cartesianismo · Empirismo · Inatismo Filosofia iluminista Iluminismo · Ilustracionismo · Enciclopedismo · Neoclassicismo · Contratualismo · Fisiocratismo · Intelectualismo · Racionalismo · Liberalismo · Individualismo · Voluntarismo · Laicismo · Secularismo · Anticlericalismo · Deísmo · Cientificismo · Naturalismo · Fisicalismo · Materialismo · Reducionismo · Holismo · Determinismo · Indeterminismo · Compatibilismo · Fatalismo · Mecanicismo · Vitalismo Filosofia contemporânea Romantismo · Analiticismo · Continentalismo · Hegelianismo · Idealismo · Kantianismo · Apriorismo · Criticismo · Marxismo · Materialismo histórico · Materialismo dialético · Progressivismo · Positivismo · Utilitarismo · Pragmatismo · Niilismo · Particularismo moral · Amoralismo · Neoescolasticismo · Neotomismo · Neopositivismo · Neokantismo · Perenialismo · Historicismo · Escola de Frankfurt · Fenomenologia · Fenomenalismo · Formalismo · Estruturalismo · Solipsismo · Objetivismo · Existencialismo · Absurdismo · Construcionismo Filosofia da mente Conectivismo · Eliminativismo · Emergentismo · Monismo anômalo · Interacionismo · Naturalismo biológico · Externalismo · Fiabilismo · Millianismo · Descritivismo · Prescritivismo Filosofia pós-moderna Pós-modernismo · Pós-estruturalismo · Neoconfucionismo · Desconstrucionismo · Epifenomenalismo · Funcionalismo v • e Filosofia Tradicional Metafísica Epistemologia Lógica Ética Estética Temas Ação Arte Biologia Ciência Computação Direito Economia Educação Filosofia Física Guerra História Informação Linguagem Literatura Matemática Mente Natureza humana Política Psicologia Religião Tecnologia Escolas e correntes filosóficas Por era Antiga Ocidental Medieval Renascença Moderna Contemporânea Antiga Chinesa Agriculturalismo Confucianismo Legalismo Logicianos Moísmo Naturalismo chinês Neotaoísmo Taoísmo Yangismo Zen Greco - Romana Aristotelismo Cinismo Epicurismo Estoicismo Neoplatonismo Peripatética Platonismo Pré-socrática Pitagorismo Sofismo Indiana Budista Cārvāka Hindu Jainista Persa Mazdakismo Zoroastrismo Zurvanismo séculos IX-XVI Cristã da Europa Escolasticismo Humanismo Tomismo Leste Asiático Confucianismo coreano Rigaku Neoconfucionismo Indiana Navya-Nyāya Vishishtadvaita Dvaita Islâmica Averroísmo Avicenismo Iluminacionismo Kalam Sufi Judaica Judeu-Islâmicas Moderna séculos XVII–XIX Anarquismo Cartesianismo Materialismo dialético Empiricismo Existencialismo Fenomenologia Hegelianismo Idealismo absoluto Idealismo Kantinismo Kokugaku Liberalismo clássico Marxismo Modernismo Neokantismo Neotomismo Novo Confucianismo Pragmatismo Racionalismo Transcendentalismo Utilitarismo Contemporânea séculos XX–XXI Analítica Consequencialismo Círculo de Viena Epistemologia naturalizada Falsificacionismo Feminismo analítico Filosofia da linguagem comum Filosofia experimental Fundacionalismo e Coerentismo Internalismo e externalismo Positivismo lógico Positivismo jurídico Kantianismo Quietismo Rawlsianismo Epistemologia reformada Filosofia pós-analítica Utilitarismo contemporâneo Neoaristotelismo Wittgensteinismo Continental Construtivismo social Desconstrução Escola de Frankfurt Estruturalismo Existencialismo Filosofia feminista Filosofia pós-moderna Pós-estruturalismo Teoria crítica Escola de Quioto Traduzir (em inglês ) Posições filosóficas Estética Formalismo Teoria institucional da arte Resposta estética Ética Consequencialismo Egoísmo ético Deontologia Ética da virtude Ética feminista Livre-arbítrio Compatibilismo Determinismo Libertarianismo Metafísica Atomismo Dualismo Monismo Naturalismo Epistemologia Construcionismo Empirismo Idealismo epistemiológico Particularismo epistemiológico Racionalismo Ceticismo filosófico Solipsismo Mente Behaviorismo Eliminativismo Epifenomenalismo Functionalismo (filosofia da mente) Norma Absolutismo moral Particularismo Relativismo Nihilismo Ceticismo Universalismo Ontologia Ação Evento Processo Realidade Anti-realismo Conceitualismo Fisicalismo Idealismo Materialismo Naturalismo Nominalismo Realismo Por localidade, Listas Por região Americana Aztec Britânica Alemã Africana Etíope Chinesa Coreana Dinamarquesa Eslovena Francesa Indiana Indonesia Iraniana Grécia Italiana Japonesa Paquistanesa Ocidental Oriental Polonesa Romena Russa Listas Cronologia Lista de tópicos básicos Movimentos Publicações Portal Glossário Categoria Portal da filosofia Portal do pensamento Obtida de ' https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Filosofia&oldid=50839377 ' Categoria : Filosofia Categorias ocultas: !CS1 italiano-fontes em língua (it) !Páginas que usam links mágicos ISBN Menu de navegação Ferramentas pessoais Não autenticado Discussão Contribuições Criar uma conta Entrar Domínios Artigo Discussão Variantes Vistas Ler Ver código-fonte Ver histórico Mais Busca Navegação Página principal Conteúdo destacado Eventos atuais Esplanada Página aleatória Portais Informar um erro Loja da Wikipédia Colaboração Boas-vindas Ajuda Página de testes Portal comunitário Mudanças recentes Manutenção Criar página Páginas novas Contato Donativos Imprimir/exportar Criar um livro Descarregar como PDF Versão para impressão Noutros projetos Wikimedia Commons Wikilivros Wikiquote Wikiversidade Ferramentas Páginas afluentes Alterações relacionadas Carregar ficheiro Páginas especiais Hiperligação permanente Informações da página Elemento Wikidata Citar esta página Noutros idiomas Acèh Afrikaans Alemannisch አማርኛ Aragonés Ænglisc العربية مصرى অসমীয়া Asturianu Aymar aru Azərbaycanca تۆرکجه Башҡортса Boarisch Žemaitėška Беларуская Беларуская (тарашкевіца)‎ Български भोजपुरी Bislama বাংলা བོད་ཡིག Brezhoneg Bosanski Буряад Català Mìng-dĕ̤ng-ngṳ̄ Нохчийн Cebuano ᏣᎳᎩ کوردی Corsu Čeština Kaszëbsczi Чӑвашла Cymraeg Dansk Deutsch Zazaki Ελληνικά English Esperanto Español Eesti Euskara Estremeñu فارسی Suomi Võro Føroyskt Français Nordfriisk Furlan Frysk Gaeilge 贛語 Gàidhlig Galego Avañe'ẽ Gaelg 客家語/Hak-kâ-ngî עברית हिन्दी Fiji Hindi Hrvatski Kreyòl ayisyen Magyar Հայերեն Interlingua Bahasa Indonesia Interlingue Igbo Ilokano Ido Íslenska Italiano ᐃᓄᒃᑎᑐᑦ/inuktitut 日本語 Patois La .lojban. Basa Jawa ქართული Qaraqalpaqsha Taqbaylit Kabɩyɛ Қазақша Kalaallisut ភាសាខ្មែរ ಕನ್ನಡ 한국어 Kurdî Кыргызча Latina Ladino Lëtzebuergesch Лезги Limburgs Ligure Lumbaart ລາວ Lietuvių Latviešu मैथिली Malagasy Олык марий Македонски മലയാളം Монгол मराठी Bahasa Melayu Malti Mirandés မြန်မာဘာသာ Эрзянь مازِرونی Nāhuatl Plattdüütsch Nedersaksies नेपाली नेपाल भाषा Nederlands Norsk nynorsk Norsk Novial Nouormand Occitan Livvinkarjala Oromoo ਪੰਜਾਬੀ Papiamentu Picard Pälzisch Polski Piemontèis پنجابی Ποντιακά پښتو Runa Simi Rumantsch Română Armãneashti Русский Русиньскый Kinyarwanda संस्कृतम् Саха тыла Sardu Sicilianu Scots Sängö Srpskohrvatski / српскохрватски සිංහල Simple English Slovenčina Slovenščina Soomaaliga Shqip Српски / srpski Sranantongo Sesotho Seeltersk Basa Sunda Svenska Kiswahili தமிழ் తెలుగు Тоҷикӣ ไทย Türkmençe Tagalog Tok Pisin Türkçe Xitsonga Татарча/tatarça Тыва дыл ئۇيغۇرچە / Uyghurche Українська اردو Oʻzbekcha/ўзбекча Vèneto Tiếng Việt Volapük Walon Winaray Wolof 吴语 IsiXhosa მარგალური ייִדיש Yorùbá Vahcuengh Zeêuws 中文 文言 Bân-lâm-gú 粵語 IsiZulu Editar hiperligações Esta página foi editada pela última vez à(s) 17h30min de 24 de dezembro de 2017. Este texto é disponibilizado nos termos da licença Creative Commons - Atribuição - Compartilha Igual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0) . pode estar sujeito a condições adicionais. Para mais detalhes, consulte as condições de uso . Política de privacidade Sobre a Wikipédia Avisos gerais Programadores Declaração sobre cookies Versão móvel



https://pt.wikipedia.org/wiki/Filosofia
  Filosofia – Wikipédia, a enciclopédia livre Filosofia Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa Nota: Para outros significados, veja Filosofia (desambiguação) . Filosofia O pensador , de Auguste Rodin , representação clássica de um homem imerso em pensamentos. Origem do nome Φιλοσοφία, grego Origem Grécia , séc. VII a.C., Tales de Mileto Influências mitologia Influenciados ... 1.2 Conceito de filosofia 2 Métodos da filosofia 3 Disciplinas filosóficas 4 Cronologia 5 História ... . Conceito de filosofia Para os eruditos o conceito de 'filosofia' sofreu, no transcorrer da história ... variedade presente na história da filosofia e nas escolas e correntes filosóficas torna praticamente ... como em qualquer outra época da história ocidental, a compreensão do que é a filosofia reflete uma ... história pode ser estendida indefinidamente. Sua variedade é tão grande que dificilmente se pode CACHE

Filosofia – Wikipédia, a enciclopédia livre Filosofia Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa Nota: Para outros significados, veja Filosofia (desambiguação) . Filosofia O pensador , de Auguste Rodin , representação clássica de um homem imerso em pensamentos. Origem do nome Φιλοσοφία, grego Origem Grécia , séc. VII a.C., Tales de Mileto Influências mitologia Influenciados arte , ciência , política , direito , ética , teologia , religião Principais nomes Heráclito · Confúcio · Demócrito · Sócrates · Platão · Aristóteles · Epicuro · Agostinho · Avicena · Aquino · Escoto · Ockham · Maquiavel · Bacon · Descartes · Vico · Leibniz · Espinoza · Hobbes · Berkeley · Locke · Montesquieu · Hume · Rousseau · Voltaire · Burke · Kant · Hegel · Kierkegaard · Schopenhauer · Mill · Marx · Nietzsche · Peirce · Husserl · Definição é o estudo de questões fundamentais relacionadas à existência , ao conhecimento , à verdade , aos valores morais e estéticos , à mente e à linguagem . Conhecida por estimular o pensamento lógico e crítico Pretende construir concepções abrangentes de mundo Divide-se em Filosofia ocidental , Filosofia oriental Ramificações epistemologia , ontologia , ética , metafísica , filosofia social , filosofia política , estética , lógica Filosofia (do grego Φιλοσοφία, philosophia, literalmente «amor pela sabedoria» [ 1 ] [ 2 ] ) é o estudo das questões gerais e fundamentais relacionadas com a natureza da existência humana . do conhecimento . da verdade . dos valores morais e estéticos . da mente . da linguagem , bem como do universo em sua totalidade. [ 3 ] O termo foi cunhado por Pitágoras (570 – 495 a.C). Ao examinar tais questões, a filosofia se distingue da mitologia e da religião por sua ênfase em argumentação racional. por outro lado, diferencia-se também das pesquisas científicas por geralmente não recorrer a procedimentos empíricos em suas investigações. Entre seus métodos, estão a argumentação racional , a análise conceitual , a dialética , a hermenêutica , a fenomenologia , as experiências de pensamento e outros métodos investigativos a priori . A Filosofia é o saber mais abrangente – na medida em que ocupa-se com os grandes temas da humanidade. A partir dela, são fundamentadas e desenvolvidas teorias , metodologias , pesquisas , projetos educacionais , bem como elabora-se, inclusive, a própria fundamentação racional das instituições do conhecimento humano, i.e., as instituições científicas , artísticas , religiosas e culturais . Por razões de conveniência e especialização, as disciplinas filosóficas foram classificadas em várias subáreas temáticas ou campos de estudo e investigação, entre os quais destacam-se principalmente a Metafísica (cujo ramo basilar é conhecido como Ontologia ). a Epistemologia , a Lógica , a Ética (ou filosofia moral ), a Estética (ou filosofia da arte ), filosofia da mente , filosofia das ciências naturais e sociais , filosofia da religião , filosofia da matemática , filosofia da linguagem , filosofia da física e filosofia política . Índice 1 Definição de filosofia 1.1 Etimologia 1.2 Conceito de filosofia 2 Métodos da filosofia 3 Disciplinas filosóficas 4 Cronologia 5 História 5.1 Pensamento mítico e pensamento filosófico 5.2 Filosofia antiga 5.2.1 Babilônia 5.2.2 Grécia Antiga 5.2.3 Império Romano 5.3 África 5.4 Filosofia oriental 5.4.1 China 5.4.2 Índia 5.5 Filosofia medieval 5.5.1 Europa 5.5.2 Oriente Médio 5.6 Filosofia do Renascimento 5.7 Filosofia moderna 5.8 Filosofia do século XIX 5.9 Filosofia do século XX 5.10 Movimentos filosóficos da atualidade 5.10.1 Filosofia clínica 6 Ver também 7 Referências 8 Bibliografia 9 Ligações externas Definição de filosofia Etimologia Filósofo em Meditação , detalhe de Rembrandt , 1632, no Museu do Louvre A palavra 'filosofia' (do grego ) é uma composição de duas palavras: philos (φίλος) e sophia (σοφία). A primeira é uma derivação de philia (φιλία) que significa amizade, amor fraterno e respeito entre os iguais. a segunda significa sabedoria ou simplesmente saber. Filosofia significa, portanto, amizade pela sabedoria, amor e respeito pelo saber. e o filósofo, por sua vez, seria aquele que ama e busca a sabedoria, tem amizade pelo saber, deseja saber. [ 4 ] A tradição atribui ao filósofo Pitágoras de Samos (que viveu no século V a.C. ) a criação da palavra. Conforme essa tradição, Pitágoras teria criado o termo para modestamente ressaltar que a sabedoria plena e perfeita seria atributo apenas dos deuses. os homens, no entanto, poderiam venerá-la e amá-la na qualidade de filósofos. [ 4 ] A palavra philosophía não é simplesmente uma invenção moderna a partir de termos gregos, [ 5 ] mas, sim, um empréstimo tomado da própria língua grega. Os termos φιλοσοφος ( philosophos ) e φιλοσοφειν ( philosophein ) já teriam sido empregados por alguns pré-socráticos [ 6 ] ( Heráclito , Pitágoras e Górgias ) e pelos historiadores Heródoto e Tucídides . Em Sócrates e Platão, é acentuada a oposição entre σοφία e φιλοσοφία, em que o último termo exprime certa modéstia e certo ceticismo em relação ao conhecimento humano. Conceito de filosofia Para os eruditos o conceito de 'filosofia' sofreu, no transcorrer da história, várias alterações e restrições em sua abrangência. As concepções do que seja a filosofia e quais são os seus objetos de estudo também se alteram conforme a escola ou movimento filosófico. Essa variedade presente na história da filosofia e nas escolas e correntes filosóficas torna praticamente impossível elaborar uma definição universalmente válida de filosofia. Definir a filosofia é realizar uma tarefa metafilosófica . Em outras palavras, é fazer uma filosofia da filosofia. O sociólogo e filósofo alemão Georg Simmel ressaltou esse ponto ao dizer que um dos primeiros problemas da filosofia é o de investigar e estabelecer a sua própria natureza. Talvez a filosofia seja a única disciplina que se volte para si mesma dessa maneira. O objeto da física não é, certamente, a própria ciência da física, mas os fenômenos ópticos e elétricos , entre outros. A filologia ocupa-se de registros textuais antigos e da evolução das línguas, mas não se ocupa de si mesma. A filosofia, no entanto, move-se neste curioso círculo: ela determina os pressupostos de seu método de pensar e os seus propósitos através de seus próprios métodos de pensar e propósitos. Não há como apreender o conceito de filosofia fora da filosofia. pois somente a filosofia pode determinar o que é a filosofia. [ 7 ] Platão e Aristóteles concordam em caracterizar a filosofia como uma atividade racional estimulada pelo assombro ou admiração. Mas, para Platão, o assombro é provocado pela instabilidade e contradições dos seres que percebemos pelos sentidos. A filosofia, no quadro platônico, seria a tentativa de superar esse mundo de coisas efêmeras e mutáveis e apreender racionalmente a realidade última, composta por formas eternas e imutáveis que, segundo Platão, só podem ser captadas pela razão . Para Aristóteles, ao contrário, não há separação entre, de um lado, um mundo apreendido pelos sentidos e, de outro lado, um mundo exclusivamente captado pela razão. A filosofia seria uma investigação das causas e princípios fundamentais de uma única e mesma realidade . O filósofo, segundo Aristóteles, “conhece, na medida do possível, todas as coisas, embora não possua a ciência de cada uma delas por si”. [ 8 ] A filosofia almejaria o conhecimento universal, não no sentido de um acúmulo enciclopédico de todos os fatos e processos que se possam investigar, mas no sentido de uma compreensão dos princípios mais fundamentais, dos quais dependeriam os objetos particulares a que se dedicam as demais ciências, artes e ofícios. Aristóteles considera que a filosofia, como ciência das causas e princípios primordiais , acabaria por identificar-se com a teologia , pois Deus seria o princípio dos princípios. [ 9 ] As definições de filosofia elaboradas depois de Platão e Aristóteles separaram a filosofia em duas partes: uma filosofia teórica e uma filosofia prática . Como reflexo da busca por salvação ou redenção pessoal, a filosofia prática foi gradativamente se tornando um sucedâneo da fé religiosa e acabou por ganhar precedência em relação à parte teórica da filosofia. A filosofia passa a ser concebida como uma arte de viver, que forneceria aos homens regras e prescrições sobre como agir e como se portar diante das inconstâncias do mundo. Essa concepção é muito clara em diversas correntes da filosofia helenística, como, por exemplo, no estoicismo e no neoplatonismo . [ 9 ] As definições de filosofia formuladas na Antiguidade persistiram na época de disseminação e consolidação do cristianismo , mas isso não impediu que as concepções cristãs exercessem influência e moldassem novas maneiras de se entender a filosofia. As definições de filosofia elaboradas durante a Idade Média foram coordenadas aos serviços que o pensamento filosófico poderia prestar à compreensão e sistematização da fé religiosa. e, desse modo, a filosofia passa a ser concebida como “serva da teologia” ( ancilla theologiae ). [ 9 ] Segundo São Tomás de Aquino , por exemplo, a filosofia pode auxiliar a teologia em três frentes: (1) ela pode demonstrar verdades que a fé já toma como estabelecidas, tais como a existência de Deus e a imortalidade da alma . (2) pode esclarecer certas verdades da fé ao traçar analogias com as verdades naturais. e (3) pode ser empregada para refutar ideias que se oponham à doutrina sagrada . [ 10 ] Os medievais também mantiveram a acepção de filosofia como saber prático, como uma busca de normas ou recomendações para se alcançar a plenitude da vida. Santo Isidoro de Sevilha , ainda no século VII, definia a filosofia como “o conhecimento das coisas humanas e divinas combinado com uma busca pela vida moralmente boa” [ 11 ] Frontispício da Instauratio Magna , de Francis Bacon , 1620. Na parte inferior está escrito: Multi pertransibunt et augebitur scientia ('Muitos passarão, e o conhecimento aumentará'). As colunas representam as limitações da filosofia antiga e medieval. Tanto na Idade Média como em qualquer outra época da história ocidental, a compreensão do que é a filosofia reflete uma preocupação com questões essenciais para a vida humana em seus múltiplos aspectos. As concepções de filosofia do Renascimento e da Idade Moderna não são exceções. Também aí as noções do que seja a filosofia sintetizam as tentativas de oferecer respostas substantivas aos problemas mais inquietantes da época. O advento da era moderna fez ruir as próprias bases da sabedoria tradicional. e impôs aos intelectuais a tarefa de encontrar novas formas de conhecimento que pudessem restabelecer a confiança no intelecto e na razão. Para Francis Bacon - um dos primeiros filósofos modernos - a filosofia não deveria se contentar com uma atitude meramente contemplativa, como queriam os antigos e medievais. ao contrário, deveria buscar o conhecimento das essências das coisas a fim de obter o controle sobre os fenômenos naturais e, portanto, submeter a Natureza aos desígnios humanos. [ 12 ] Para Descartes , a filosofia, na qualidade de metafísica , é a investigação das causas primeiras, dos princípios fundamentais. Esses princípios devem ser claros e evidentes, e devem formar uma base segura a partir da qual se possam derivar as outras formas de conhecimento. É nesse sentido, entendendo-se a filosofia como o conjunto de todos os saberes e a metafísica como a investigação das primeiras causas, que se deve ler a famosa metáfora de Descartes: “Assim, a Filosofia é uma árvore, cujas raízes são a Metafísica, o tronco a Física, e os ramos que saem do tronco são todas as outras ciências”. [ 13 ] Após Descartes, a filosofia assume uma postura crítica em relação a suas próprias aspirações e conteúdos. Os empiristas britânicos, influenciados pelas novas aquisições da ciência moderna, dedicaram-se a situar a investigação filosófica nos limites do que pode ser avaliado pela experiência. Segundo a orientação empirista, argumentos tradicionais da filosofia, como as demonstrações da existência de Deus, da imortalidade da alma e de essências imutáveis seriam inválidos, uma vez que as ideias com que operam não são adequadamente derivadas da experiência. De maneira análoga, Kant , ao elaborar sua doutrina da filosofia transcendental , rejeita a possibilidade de tratamento científico de muitos dos problemas da filosofia tradicional, uma vez que a adequada solução deles demandaria recursos que ultrapassam as capacidades do intelecto humano. O empirismo britânico e o idealismo de Kant acentuam uma característica frequentemente destacada na filosofia: a de ser um 'pensar sobre o pensamento' [ 14 ] ou um 'conhecer o conhecimento'. [ 15 ] Essa concepção reflexiva da filosofia, do pensamento que se volta para si mesmo, influenciará vários autores e escolas filosóficas, tanto do século XIX como do século XX. A fenomenologia , por exemplo, considerará a filosofia como um empreendimento eminentemente reflexivo. Segundo Edmund Husserl - o fundador da fenomenologia - a filosofia é uma ciência rigorosa dos fenômenos tal como nos aparecem, ou seja, tal como é a nossa consciência deles. Para descrevê-los, o filósofo deve pôr entre parênteses todas as suas pressuposições e preconceitos (até mesmo a certeza de que os objetos existem) e restringir-se apenas aos conteúdos da consciência. Com a virada linguística do início do século XX, muitos filósofos passam a considerar a filosofia como uma análise de conceitos. Para Wittgenstein , os problemas filosóficos tradicionais são todos resultantes de confusões linguísticas. e a tarefa do filósofo seria a de esclarecer o modo como os conceitos são empregados a fim de explicitar tais confusões. Numa abordagem mais positiva sobre a atividade filosófica, Strawson considera que a filosofia é análoga à gramática: assim como os estudiosos da gramática explicitam as regras que os falantes inconscientemente empregam, a filosofia explicitaria conceitos-chave que, na construção de nossas concepções e argumentos, adotamos sem ter plena consciência de suas implicações e relações. [ 16 ] A lista de concepções da filosofia propostas ao longo de sua história pode ser estendida indefinidamente. Sua variedade é tão grande que dificilmente se pode encontrar um elemento que perpasse todas as concepções em todas as épocas. Mas não se pode esquecer que as antigas concepções de filosofia tornaram-se algo obsoleto frente ao avanço de outras disciplinas que antes se abrigavam à sombra, excessivamente vasta, da filosofia. As concepções de autores antigos e medievais, e mesmo de alguns modernos, consideravam indiscriminadamente como filosóficas investigações que hoje denominamos simplesmente de científicas. Assuntos como as leis do movimento, a estrutura da matéria e o funcionamento dos processos psicológicos – que hoje consideramos como temas da física, da química e da psicologia, respectivamente – eram todos reunidos na noção de filosofia natural . Após a revolução científica do século XVII, as investigações da filosofia natural foram gradualmente se desvencilhando da filosofia e se constituíram em domínios específicos e independentes de pesquisa. De certa forma, os problemas clássicos da filosofia formam hoje um conjunto de assuntos elusivos que não se dobraram à metodologia indutiva e experimental das ciências. [ 17 ] Mas isso não implica dizer que a filosofia atual seja mero resíduo do processo de crescimento e consolidação da ciência moderna. Dizer isso seria esquecer o aspecto profundamente dinâmico e reflexivo da filosofia. A reflexão filosófica não é algo que ocorra num limbo intelectual: ela acompanha de perto a evolução das ciências, da política, da religião e das artes. [ 9 ] Essa evolução tende a apresentar novos problemas e desafios que, por escaparem ao estrito domínio da disciplina em que surgiram, podem ser chamados de 'filosóficos'. Talvez não haja uma resposta categórica à pergunta “O que é filosofia?”. [ 9 ] Os filósofos divergem entre si sobre o que fazem, os problemas filosóficos ramificam-se indefinidamente e os métodos variam conforme a concepção do que seja o trabalho filosófico. Talvez a afirmação de Simmel de que só é possível entender a filosofia no âmbito da filosofia possa ser tomada como uma advertência quando contrastada com o amplo espectro de conceitos sobre a sua natureza: ao adotar uma das diferentes orientações filosóficas, tratamos de determinados problemas e adotamos determinados métodos para tentar esclarecê-los. mas, dado que há outras concepções, conforme outros métodos e conforme outras finalidades, devemos modestamente reconhecer que essas concepções alternativas têm o mesmo direito de ostentar o título de “filosofia” que a nossa concepção. Métodos da filosofia Discussão noite adentro , de William Blades : o debate franco de ideias, conforme os padrões da argumentação lógica, é uma das características centrais da atividade filosófica. Os trabalhos filosóficos são realizados mediante técnicas e procedimentos que integram os cânones do pensamento racional. Tradicionalmente, a filosofia destaca e privilegia a argumentação lógica, em linguagem natural ou em linguagem simbólica, como a ferramenta por excelência da apresentação e discussão de teorias filosóficas. A argumentação lógica está associada a dois elementos importantes: a articulação rigorosa dos conceitos e a correta concatenação das premissas e conclusões , de modo que essas últimas sejam derivações incontestáveis das primeiras. Toda a ideia filosófica relevante é inevitavelmente submetida a escrutínio crítico. e a presença de falhas na argumentação ( falácias , sofismas , etc.) é frequentemente o primeiro alvo das críticas. Desse modo, o destino de uma tese qualquer que não esteja amparada por argumentos sólidos e convincentes será, frequentemente, severamente rejeitada por parte da comunidade filosófica. Embora a reflexão sobre os princípios e métodos da lógica só tenha sido realizada pela primeira vez por Aristóteles, a ênfase na argumentação lógica e na crítica à solidez dos argumentos é uma característica que acompanha a filosofia desde os seus primórdios. A própria ruptura entre o pensamento mítico-religioso e o pensamento racional é assinalada pela adoção de uma postura argumentativa e crítica em relação às explicações tradicionais. Quando Anaximandro rejeitou as explicações de seu mestre – Tales de Mileto – e propôs concepções alternativas sobre a natureza e estrutura do cosmos , o pensamento humano dava seus primeiro passos em direção ao debate franco, público e aberto de ideias, orientado apenas por critérios racionais de correção, como forma destacada de se aperfeiçoar o conhecimento. e abandonava, assim, as narrativas tradicionais sobre a origem e composição do universo, apoiadas na autoridade inquestionável da tradição ou em ensinamentos esotéricos. [ 18 ] Mas não se podem restringir os métodos da filosofia apenas à ênfase geral na argumentação lógica e na crítica sistemática às teorias apresentadas. Nas grandes tradições da história da filosofia, podem ser identificadas duas orientações bem abrangentes, cujos objetivos e técnicas tendem a diferir radicalmente: existem as escolas que privilegiam uma abordagem analítica dos problemas filosóficos e aquelas que optam por uma abordagem predominantemente sintética ou sinóptica . [ 3 ] Kant deduzindo coisas que não são passíveis de ser experienciadas. Trabalho artístico de Friedrich Hagermann , 1801 A orientação analítica é exemplificada nos trabalhos filosóficos que se dedicam à decomposição de um conceito em suas partes constituintes e ao exame criterioso das relações lógicas e conceptuais explicitadas pela análise. O exemplo clássico é a análise do conceito de conhecimento . A reflexão sobre a natureza do conhecimento levou os filósofos a decompor a noção de conhecimento em três noções associadas: crença , verdade e justificação . Para que algo seja conhecimento é imprescindível que seja antes uma crença – em outras palavras, o conhecimento é uma espécie diferenciada do gênero mais abrangente da crença. A pergunta óbvia que essa primeira constatação sugere é: o que diferencia, então, o conhecimento das demais formas de crença? Nesse ponto, o exame do conceito conduz a duas noções distintas. Em primeiro lugar, à noção de verdade. Intuitivamente separamos as crenças falsas das verdadeiras. É por isso que mantemos a crença de que Papai Noel existe num patamar diferente da crença de que a Lua gira em torno da Terra – quem sustenta a primeira, tem apenas uma crença. quem sustenta a última, provavelmente sabe algo sobre o sistema solar, pois exprime uma crença verdadeira. Mas, para que seja promovida à condição de conhecimento, a crença precisa de algo mais: ela precisa ser apoiada por alguma espécie de justificação. Além de sustentar uma crença verdadeira, o sujeito deve ser capaz de apresentar os meios ou as fontes, consideradas universalmente legítimas, que lhe propiciaram chegar à crença em questão. Feito esse exame, a conclusão é a célebre fórmula: o conhecimento é crença verdadeira justificada . [ 19 ] Nesse e em muitos outros casos envolvendo noções filosoficamente relevantes, o trabalho de análise é capaz de explicitar pressupostos importantes implicitamente presentes no uso dos conceitos. A outra orientação – a sintética – percorre o caminho oposto ao da análise. Os adeptos dessa orientação buscam elaborar uma síntese de várias noções relevantes e apresentá-las como um todo harmônico. [ 3 ] Às vezes chamada de “filosofia especulativa”, essa orientação filosófica pretende revelar princípios universais que possam reunir organicamente vários elementos díspares, que aparentemente não guardam relações relevantes entre si. [ 20 ] Um caso paradigmático dessa orientação é a filosofia hegeliana, cujo fito é integrar numa dinâmica panteísta a evolução das mais diversas formas de manifestação da cultura humana – artes, leis, governos, religiões, ciências e filosofias. Desde o surgimento da ciência moderna, vários filósofos buscaram separar a investigação filosófica da investigação científica por meio de uma caracterização dos métodos peculiares à filosofia. Como as ciências especiais privilegiam a investigação empírica, especialmente por adoção de métodos experimentais, defendeu-se que a adoção de métodos a priori (isto é, de métodos que antecedem a investigação empírica ou são dela independentes ) seria o traço definidor do trabalho filosófico. Nos casos da argumentação lógica, da análise conceptual e da síntese compreensiva não há necessidade de observação dos fenômenos para que se decida se uma conclusão é ou não é logicamente correta, se um conceito está sendo ou não corretamente empregado ou se uma visão sinóptica é ou não é incoerente. Isso não implica um divórcio entre a ciência e a filosofia. Ao contrário, implica que os filósofos estão aptos a analisar os conceitos e argumentos das ciências especiais, e, nesse domínio, podem prestar um serviço relevante ao aperfeiçoamento das teorias científicas. O dilema do bonde é um experimento mental para ilustrar e colocar à prova distintas teorias éticas Além das orientações metodológicas acima explicadas, há outras duas estratégias que podem ser caracterizados como métodos a priori . Os experimentos mentais e os argumentos transcendentais . Um experimento mental (às vezes também chamado de 'experiência de pensamento') é a elaboração de uma situação puramente hipotética – geralmente impossível de ser construída na prática – por meio da qual o filósofo testa os limites de determinados pressupostos ou conceitos. O experimento mental mais famoso da história da filosofia é a hipótese do Gênio Maligno concebida por Descartes: ao imaginar um deus onipotente que se dedica a ludibriá-lo, Descartes leva o ceticismo ao seu extremo a fim de identificar uma certeza inabalável capaz de superar até mesmo a hipótese do Gênio Maligno. (Essa hipótese recebeu uma roupagem moderna na elaboração de outro experimento mental – o cérebro numa cuba ). [ 21 ] O outro método – o dos argumentos transcendentais – foi concebido por Kant, e consiste em tomar como dados os fatos da experiência, e deduzir coisas que não são passíveis de ser experienciadas, mas que constituem a própria condição de possibilidade daqueles fatos. Com essa espécie de argumento, Kant concluiu, por exemplo, que a forma pura do espaço é uma das condições necessárias pressupostas pela experiência dos objetos externos, pois sem ela tal experiência seria impossível. [ 22 ] Embora o emprego da lógica formal, da análise conceptual e dos experimentos mentais sejam constantes na filosofia contemporânea, predomina hoje, sobretudo na tradição analítica, a orientação que se convencionou chamar de naturalismo filosófico . Essa orientação tem suas origens nos trabalhos do filósofo americano Willard Van Orman Quine (1908-2000) que criticam a distinção entre questões conceptuais e empíricas. Os adeptos do naturalismo rejeitam a suposição de que a filosofia se diferencie das ciências por um conjunto de métodos próprios: os problemas filosóficos e os científicos pertencem a uma única e mesma esfera e, portanto, os métodos científicos, historicamente bem-sucedidos, devem também ser aplicados à problemática filosófica. Disciplinas filosóficas Ver artigo principal: Áreas da filosofia A filosofia é geralmente dividida em áreas de investigação específica. Em cada área, a pesquisa filosófica dedica-se à elucidação de problemas próprios, embora sejam muito comuns as interconexões. As áreas tradicionais da filosofia são as seguintes: Metafísica : ocupa-se da elaboração de teorias sobre a realidade e sobre natureza fundamental de todas as coisas. O objetivo da metafísica é fornecer uma visão abrangente do mundo – uma visão sinóptica que reúna em si os diversos aspectos da realidade. Uma das subáreas da metafísica é a ontologia (literalmente, a ciência do 'ser'), cujo tema principal é a elaboração de escalas de realidade. Nesse sentido, a ontologia buscaria identificar as entidades básicas ou elementares da realidade e mostrar como essas se relacionam com os demais objetos ou indivíduos - de existência dependente ou derivada. [ 23 ] Epistemologia ou teoria do conhecimento : é a área da filosofia que estuda a natureza do conhecimento , sua origem e seus limites. Dessa forma, entre as questões típicas da epistemologia estão: “O que diferencia o conhecimento de outras formas de crença?”, “O que podemos conhecer?”, “Como chegamos a ter conhecimento de algo?”. [ 23 ] Lógica : é a área que trata das estruturas formais do raciocínio perfeito – ou seja, daqueles raciocínios cuja conclusão preserva a verdade das premissas. Na lógica são estudados, portanto, os métodos e princípios que permitem distinguir os raciocínios corretos dos raciocínios incorretos. [ 24 ] Ética ou filosofia moral : é a área da filosofia que trata das distinções entre o certo e o errado, entre o bem e o mal. Procura identificar os meios mais adequados para aprimorar a vida moral e para alcançar uma vida moralmente boa. Também no campo da ética dão-se as discussões a respeito dos princípios e das regras morais que norteiam a vida em sociedade, e sobre quais seriam as justificativas racionais para adotar essas regras e princípios. [ 23 ] Filosofia política : é o ramo da filosofia que investiga os fundamentos da organização sociopolítica e do Estado. São tradicionais nessa área, as hipóteses sobre o contrato original que teria dado início à vida em sociedade, instituído o governo , os deveres e os direitos dos cidadãos . Muitas dessas situações hipotéticas são elaboradas no intuito de recomendar mudanças ou reformas políticas aptas a aproximar as sociedades concretas de um determinado ideal político. [ 23 ] Estética ou filosofia da arte : entre as investigações dessa área, encontram-se aquelas sobre a natureza da arte e da experiência estética, sobre como a experiência estética se diferencia de outras formas de experiência, e sobre o próprio conceito de belo . [ 23 ] Metafilosofia : é a 'filosofia da filosofia'. Procura determinar, entre outras coisas, o que é, suas limitações e o objetivo da filosofia enquanto ramo do saber humano. Cronologia Ver artigo principal: Cronologia da filosofia História Ver artigo principal: História da filosofia A filosofia ocidental surgiu na Grécia antiga no século VI a.C. A partir de então, uma sucessão de pensadores originais – como Tales , Xenófanes , Pitágoras , Heráclito e Protágoras – empenhou-se em responder, racionalmente, questões acerca da realidade última das coisas, das origens e características do verdadeiro conhecimento, da objetividade dos valores morais, da existência e natureza dos deuses (ou de Deus ). Muitas das questões levantadas por esses antigos pensadores são, ainda, temas importantes da filosofia contemporânea . [ 25 ] Durante as Idades Antiga e Medieval , a filosofia compreendia praticamente todas as áreas de investigação teórica. Em seu escopo figuravam desde disciplinas altamente abstratas – em que se estudavam o 'ser enquanto ser' e os princípios gerais do raciocínio – até pesquisas sobre fenômenos mais específicos – como a queda dos corpos e a classificação dos seres vivos . Especialmente a partir do século XVII , vários ramos do conhecimento começam a se desvencilhar da filosofia e a se constituir em ciências independentes com técnicas e métodos próprios (priorizando, sobretudo, a observação e a experimentação). [ 26 ] Apesar disso, a filosofia atual ainda pode ser vista como uma disciplina que trata de questões gerais e abstratas que sejam relevantes para a fundamentação das demais ciências particulares ou demais atividades culturais. A princípio, tais questões não poderiam ser convenientemente tratadas por métodos científicos. [ 27 ] Por razões de conveniência e especialização, os problemas filosóficos são agrupados em subáreas temáticas: entre elas as mais tradicionais são a metafísica , a epistemologia , a lógica , a ética , a estética e a filosofia política . Platão , 427-347 a.C. cópia romana em mármore de um original grego do último quarto do século IV a.C., nos Museus Vaticanos As atividades a que nos dedicamos cotidianamente pressupõem a aceitação de diversas crenças e valores de que nem sempre estamos cientes. Acreditamos habitar um mundo constituído de diferentes objetos, de diversos tamanhos e cores. Acreditamos que esse mundo organiza-se num espaço tridimensional e que o tempo segue a sua marcha inexorável numa única direção. Acreditamos que as pessoas ao redor são em tudo semelhantes a nós, vêem as mesmas coisas, têm os mesmos sentimentos e sensações e as mesmas necessidades. Buscamos interagir com outras pessoas, e encontrar alguém com quem compartilhar a vida e, talvez, constituir família, pois tudo nos leva a crer que essa é uma das condições para a nossa felicidade . Periodicamente reclamamos de abusos na televisão, em propagandas e noticiários, na crença de que há certos valores que estão sendo transgredidos por puro sensacionalismo . Em todos esses casos, nossas crenças e valores determinam nossas ações e atitudes sem que eles sequer nos passem pela cabeça. Mas eles estão lá, profundamente arraigados e extremamente influentes. Enquanto estamos ocupados em trabalhar, pagar as contas ou divertir-nos, não vemos necessidade de questionar essas crenças e valores. Mas nada impede que, em determinado momento, façamos uma reflexão profunda sobre o significado desses valores e crenças fundamentais e sobre a sua consistência. É nesse estado de espírito que formularemos perguntas como: “O que é a realidade em si mesma?”, “O que há por trás daquilo que vejo, ouço e toco?”, “O que é o espaço? E o que é o tempo?”, “Se o que aconteceu há um centésimo de segundo já é passado, será que o presente não é uma ficção?”, “Será que tudo o que acontece é sempre antecedido por causas ?”, “O que é a felicidade? E como alcançá-la?”, “O que é o certo e o errado?”, “O que é a liberdade ?”. De onde viemos? Quem somos? Para onde vamos? por Paul Gauguin , 1897/98, no Museu de Belas Artes de Boston Essas perguntas são tipicamente filosóficas e refletem algo que poderíamos chamar de atitude filosófica perante o mundo e perante nós mesmos. É a atitude de nos voltarmos para as nossas crenças mais fundamentais e esforçar-nos por compreendê-las, avaliá-las e justificá-las. Muitas delas parecem ser tão óbvias que ninguém em sã consciência tentaria sinceramente questioná-las. Poucos colocariam em questão máximas como “Matar é errado”, “A democracia é melhor que a ditadura ”, “A liberdade de expressão e de opinião é um valor indispensável”. Mas, a atitude filosófica não reconhece domínios fechados à investigação. Mesmo em relação a crenças e valores que consideramos absolutamente inegociáveis, a proposta da filosofia é a de submetê-los ao exame crítico, racional e argumentativo, de modo que a nossa adesão seja restabelecida em novo patamar. Em outras palavras, a proposta filosófica é a de que, se é para sustentarmos certas crenças e valores, que sejam sustentados de maneira crítica e refletida. Muitos autores identificam essa atitude filosófica com uma espécie de habilidade ou capacidade de se admirar com as coisas, por mais prosaicas que sejam. Na base da filosofia, estaria a curiosidade típica das crianças ou dos que não se contentam com respostas prontas. Platão , um dos pais fundadores da filosofia ocidental, afirmava que o sentimento de assombro ou admiração está na origem do pensamento filosófico: A admiração é a verdadeira característica do filósofo. Não tem outra origem a filosofia. — Platão, Teeteto . [ 28 ] Na mesma linha, afirmava Aristóteles : Os homens começam e sempre começaram a filosofar movidos pela admiração. — Aristóteles, Metafísica , I 2. [ 29 ] Embora essa capacidade de admirar-se com a realidade possa estar na origem do pensamento filosófico, isso não significa que tal admiração provoque apenas e tão somente filosofia. O sentimento religioso, por exemplo, pode igualmente surgir dessa disposição: a aparente perfeição da natureza , as sincronias dos processos naturais, a complexidade dos seres vivos podem causar profunda impressão no indivíduo e levá-lo a indagar se o responsável por tudo isso não seria uma Inteligência Superior. Uma paisagem que a todos parecesse comum e sem atrativos poderia atrair de modo singular o olho do artista e fazê-lo criar uma obra de arte que revelasse nuances que escaparam ao olhar comum. Analogamente, embora a queda de objetos seja um fenômeno corriqueiro, se nenhum cientista tivesse considerado esse fenômeno surpreendente ou digno de nota, não saberíamos nada a respeito da gravidade . Esses exemplos sugerem que, além de certa atitude em relação à nossa experiência da realidade, há um modo de interpelar a realidade e nossas crenças a seu respeito que diferenciariam essa investigação da religião , da arte e da ciência . Ao contrário da religião, que se estabelece entre outras coisas sobre textos sagrados e sobre a tradição, a filosofia recorre apenas à razão para estabelecer certas teses e refutar outras. Como já mencionado acima a filosofia não admite dogmas . Não há, em princípio, crenças que não estejam sujeitas ao exame crítico da filosofia. Disso não decorre um conflito irreconciliável entre a filosofia e a religião. Há filósofos que argumentam em favor de teses caras às religiões, como, por exemplo, a existência de Deus e a imortalidade da alma . Mas um argumento propriamente filosófico em favor da imortalidade da alma apresentará como garantias apenas as suas próprias razões: ele apelará somente ao assentimento racional, jamais à fé ou à obediência . [ 30 ] Os artistas assemelham-se aos filósofos em sua tentativa de desbanalizar a nossa experiência do mundo e alcançar assim uma compreensão mais profunda de nós mesmos e das coisas que nos cercam. Mas a forma em que apresentam seus resultados é bastante diferente. Os artistas recorrem à percepção direta e à intuição . [ 30 ] enquanto a filosofia tipicamente apresenta seus resultados de maneira argumentativa, lógica e abstrata. Mas, se essa insistência na razão diferencia a filosofia da religião e da arte, o que a diferenciaria das ciências, uma vez que também essas privilegiam uma abordagem metódica e racional dos fenômenos? A diferença é que os problemas tipicamente filosóficos não podem ser resolvidos por observação e experimentação . [ 30 ] Não há experimentos e observações empíricas que possam decidir qual seria a noção de “ direitos humanos ” mais adequada do ponto de vista da razão. O mesmo vale para outras noções, tais como “liberdade”, “justiça” ou “falta moral”. Não há como resolver em laboratório questões como: “quando tem início o ser humano?”, “os animais podem ser sujeitos de direitos?”, “em que medida o Estado pode interferir na vida dos cidadãos?”, “As entidades microscópicas postuladas pelas ciências têm o mesmo grau de realidade que os objetos da nossa experiência cotidiana (pessoas, animais, mesas, cadeiras, etc.)?”. Em resumo, quando um tópico é defendido ou criticado com argumentos racionais, e essa defesa ou ataque não pode contar com observações e experimentos para a sua solução, estamos diante de um debate filosófico. Pensamento mítico e pensamento filosófico Como em muitas outras sociedades antigas, as narrativas míticas desempenhavam uma função central na sociedade grega. Além de estabelecer marcos importantes na vida social, os mitos gregos promoviam uma concepção de mundo de natureza religiosa que propiciava respostas às principais indagações existenciais que desde sempre inquietaram o espírito humano. Os eventos históricos, os fenômenos naturais e os principais eventos da vida humana (nascimento, casamento, doença e morte) eram entrelaçados às histórias tradicionais sobre conflitos entre deuses , intercâmbios entre deuses e homens e feitos memoráveis de semideuses . Originalmente, a palavra grega mythos significava simplesmente palavra ou fala. [ 31 ] mas o termo remetia também à noção de uma palavra proferida com autoridade. [ 32 ] As histórias épicas de Homero , permeadas de intervenções sobrenaturais, ou a teogonia de Hesíodo eram mythos no sentido de serem anúncios revestidos de autoridade, dignos de crédito e reverência. Gradualmente, o termo foi assumindo outro sentido e já à época de Platão e Aristóteles o mythos era empregado para caracterizar histórias fictícias ou absurdas que se afastariam do logos - isto é, do discurso racional. [ 33 ] Aristóteles, por exemplo, considerava a filosofia como um empreendimento intelectual completamente distinto das elaborações mitológicas. Na Metafísica , ao tratar do problema da incorruptibilidade, Aristóteles menciona Hesíodo e, logo em seguida, descarta peremptoriamente suas opiniões, pois, segundo ele, “não precisamos perder tempo investigando seriamente as sutilezas dos criadores de mitos.” [ 34 ] Pode-se dizer que a filosofia surge como uma espécie de rompimento com a visão mítica do mundo. Enquanto os mitos se organizavam em narrações, imagens e seres particulares, a filosofia inaugurava o discurso argumentativo, abstrato e universal. Além disso, ao contrário dos autores de mitos, os filósofos gregos tentaram com afinco elaborar concepções de mundo que fossem isentas de contradições e imperfeições lógicas. Desse modo, não é sem razão que muitos autores enfatizam o caráter de ruptura e divergências ao comparar o advento da filosofia com a tradição mítica da Grécia antiga . Mas, embora sejam inegáveis as diferenças, mais recentemente vários estudiosos têm apontado os pontos de continuidade e semelhança entre as primeiras elucubrações filosóficas dos gregos e as suas concepções mitológicas. [ 35 ] Para esses autores, as peculiaridades da tradição mítica grega favoreceram o surgimento da filosofia grega e os primeiros filósofos empenharam-se numa espécie dessacralização e despersonalização das narrativas tradicionais sobre o surgimento e organização do cosmos. Filosofia antiga Ver artigo principal: Filosofia antiga e Filosofia clássica Babilônia Ver artigo principal: Filosofia babilônica Grécia Antiga Ver artigos principais: Pré-socráticos , Filosofia da Grécia Antiga e Lista de filósofos platônicos antigos A filosofia antiga teve início no século VI a.C. e se estendeu até a decadência do império romano no século V d.C. Pode-se dividi-la em quatro períodos: (1) o período dos pré-socráticos . (2) um período humanista, em que Sócrates e os sofistas trouxeram as questões morais para o centro do debate filosófico. (3) o período áureo da filosofia em Atenas , em que despontaram Platão e Aristóteles. (4) e o período helenístico . Às vezes, se distingue um quinto período, que compreende os primeiros filósofos cristãos e os neoplatonistas. [ 36 ] Os dois autores mais importantes da filosofia antiga em termos de influência posterior foram Platão e Aristóteles. Os primeiros filósofos gregos, geralmente chamados de pré-socráticos, dedicaram-se a especulações sobre a constituição e a origem do mundo. O principal intuito desses filósofos era descobrir um elemento primordial, eterno e imutável que fosse a matéria básica de todas as coisas. Essa substância imutável era chamada de physis (palavra grega cuja tradução literal seria natureza, mas que na concepção dos primeiros filósofos compreendia a totalidade dos seres, inclusive entidades divinas), [ 37 ] e, por essa razão, os primeiros filósofos também foram conhecidos como os physiologoi (literalmente “fisiólogos”, isto é, os filósofos que se dedicavam ao estudo da physis ). [ 38 ] A questão da essência material imutável foi a primeira feição assumida por uma inquietação que percorreu praticamente toda a filosofia grega. Essa inquietação pode ser traduzida na seguinte pergunta: existe uma realidade imutável por trás das mudanças caóticas dos fenômenos naturais? Já os próprios pré-socráticos propuseram respostas extremas a essa pergunta. Parmênides de Eleia defendeu que a perene mutação das coisas não passa de uma ilusão dos sentidos, pois a razão revelaria que o Ser é único, imutável e eterno. [ 39 ] Heráclito de Éfeso , por outro lado, defendeu uma posição diametralmente oposta: a própria essência das coisas é mudança, e seriam vãos os esforços para buscar uma realidade imutável. [ 40 ] Tais especulações, que combinavam a oposição entre realidade e aparência com a busca de uma matéria primordial, culminaram na filosofia atomista de Leucipo e Demócrito . Para esses filósofos a substância de todas as coisas seriam partículas minúsculas e invisíveis – os átomos – em perene movimentação no vácuo. E os fenômenos que testemunhamos cotidianamente são resultado da combinação, separação e recombinação desses átomos. A teoria de Demócrito representou o ápice da filosofia da physis , mas também o seu esgotamento. As transformações sociopolíticas, especialmente em Atenas, já impunham novas demandas aos sábios da época. A democracia ateniense solicitava novas habilidades intelectuais, sobretudo a capacidade de persuadir. É nesse momento que se destacam os filósofos que se dedicam justamente a ensinar a retórica e as técnicas de persuasão – os sofistas. O ofício dessa nova espécie de filósofos trazia como pressuposto a ideia de que não há verdades absolutas. O importante seria dominar as técnicas da boa argumentação, pois, dominando essas técnicas, o indivíduo poderia defender qualquer opinião, sem se preocupar com a questão de sua veracidade. De fato, para os sofistas, a busca da verdade era uma pretensão inútil. A verdade seria apenas uma questão de aceitação coletiva de uma crença, e, a princípio, não haveria nada que impedisse que o que hoje é tomado como verdade, amanhã fosse considerado uma tolice. [ 41 ] O contraponto a esse relativismo dos sofistas foi Sócrates. Embora partilhasse com os sofistas certa indiferença em relação aos valores tradicionais, Sócrates dedicou-se à busca de valores perenes. Sócrates não deixou nenhum registro escrito de suas ideias. Tudo o que sabemos dele chegou-nos através do testemunho de seus discípulos e contemporâneos. Segundo dizem, Sócrates teria defendido que a virtude é conhecimento e as faltas morais provêm da ignorância. [ 42 ] O indivíduo que adquirisse o conhecimento perfeito seria inevitavelmente bom e feliz. Por outro lado, essa busca simultânea do conhecimento e da bondade deve começar pelo exame profundo de si mesmo e das crenças e valores aceitos acriticamente. Segundo contam, Sócrates foi um inquiridor implacável e fez fama por sua habilidade de levar à exasperação os seus antagonistas. Ao concidadão que se dizia justo, Sócrates perguntava “O que é a justiça?”, e depois se dedicava a demolir todas as tentativas de responder à pergunta. A Morte de Sócrates , Jacques-Louis David , 1787, no Metropolitan Museum of Art A atitude de Sócrates acabou por lhe custar a vida. Seus adversários conseguiram levá-lo a julgamento por impiedade e corrupção de jovens. Sócrates foi condenado à morte – mais especificamente, a envenenar-se com cicuta . Segundo o relato de Platão, o seu mais famoso discípulo, Sócrates cumpriu a sentença com absoluta serenidade e destemor. Coube a Platão levar adiante os ensinamentos do mestre e superá-los. Platão realiza a primeira grande síntese da filosofia grega. Em seus diálogos , combinam-se as antigas questões dos pré-socráticos com as urgentes questões morais e políticas, o discurso racional com a intuição mística, a elucubração lógica com a obra poética, os mitos com a ciência. Segundo Platão, os nossos sentidos só nos permitem perceber uma natureza caótica, em que as mudanças e a diversidade aparentam não obedecer a nenhum princípio regulador. mas a razão, ao contrário, é capaz de ir além dessas aparências e captar as formas imutáveis que são as causas e modelos de tudo o que existe. A geometria fornece um bom exemplo. Ao demonstrar seus teoremas os geômetras empregam figuras imperfeitas. Por mais acurado que seja o compasso , os desenhos de círculos sempre conterão irregularidades e imperfeições. As figuras sensíveis do círculo estão sempre aquém de seu modelo – e esse modelo é a própria ideia de círculo, concebível apenas pela razão. O mesmo ocorre com os demais seres: os cavalos que vemos são todos diferentes entre si, mas há um princípio unificador – a ideia de cavalo – que nos faz chamar a todos de cavalos. Com os valores, não seria diferente. As diferentes opiniões sobre questões morais e estéticas devem-se a uma visão empobrecida das coisas. Os que empreenderem uma busca sincera alcançarão a concepção do Belo em si mesmo e do Bem em si mesmo. Ao contrário do que o termo 'ideias' possa sugerir, Platão não as considera como meras construções psicológicas. ao contrário, ele lhes atribui realidade objetiva. As ideias constituem um mundo suprassensível – ou seja, uma dimensão que não podemos ver e tocar, mas que podemos captar como os “olhos” da razão. Essa é a famosa teoria das ideias de Platão. Ele a ilustra numa alegoria igualmente célebre – a alegoria da caverna . Platão nos convida a imaginar uma caverna em que se acham vários prisioneiros. Eles estão amarrados de tal maneira que só podem ver a parede do fundo da caverna. Às costas dos prisioneiros há um muro da altura de um homem. Por trás desse muro, transitam várias pessoas carregando estátuas de diversas formas – todas elas são réplicas de coisas que vemos cotidianamente (árvores, pássaros, casas etc.). Há também uma grande fogueira, atrás desse muro e dos carregadores. A luz da fogueira faz com que as sombras das estátuas sejam projetadas sobre o fundo da parede. Os barulhos e falas dos carregadores reverberam no fundo da caverna, dando aos prisioneiros a impressão de que são oriundos das sombras que eles veem. Nessa situação imaginária, os prisioneiros pensariam que as sombras e os ecos constituem tudo o que existe. Como nunca puderam ver nada além das sombras projetadas na parede da caverna, acreditam que apenas as sombras são reais. Após apresentar esse cenário, Platão sugere que, se um desses prisioneiros conseguisse se libertar, veria, com surpresa, que as estátuas que sempre estiveram atrás dos prisioneiros são mais reais do que aquelas sombras. Ao sair da caverna, a luz o ofuscaria. mas, após se acostumar com a claridade, veria que as coisas da superfície são ainda mais reais do que as estátuas. Esse prisioneiro que se liberta é o filósofo, e a sua jornada em direção à superfície representa a o percurso da razão em sua lenta ascensão ao conhecimento perfeito. A Escola de Atenas representa os mais importantes filósofos, matemáticos e cientistas da Antiguidade por Rafael , 1509, nos Museus Vaticanos Aristóteles, discípulo de Platão e preceptor de Alexandre, o Grande , rejeitou a teoria das ideias. Para ele, a hipótese de uma realidade separada e independente, constituída apenas por entidades inteligíveis, era uma duplicação do mundo absolutamente desnecessária. [ 43 ] Na visão de Aristóteles, a essência de uma coisa não consiste numa ideia suplementar e separada, mas numa forma que lhe é imanente. Essa forma imanente é o que dá organização e estrutura à matéria, e propicia, no caso dos organismos vivos, o seu desenvolvimento conforme a sua essência. Aristóteles também divergiu de Platão sobre o valor da experiência na aquisição do conhecimento. Enquanto na filosofia platônica, há uma perene desconfiança em relação ao saber derivado dos sentidos, na filosofia aristotélica o conhecimento adquirido pela visão, audição, tato etc. é considerado como o ponto de partida do empreendimento científico. Aristóteles foi um pesquisador infatigável, e seus interesses abarcavam praticamente todas as áreas do conhecimento. Foi o fundador da biologia . e o criador da lógica como disciplina. Fez contribuições originais e duradouras em metafísica e teologia, ética e política, psicologia e estética. Além de ter contribuído nas mais diversas disciplinas, Aristóteles realizou a primeira grande sistematização das ciências, organizando-as conforme seus métodos e abrangência. Em cada uma das disciplinas que criou, ou ajudou a criar, Aristóteles cunhou uma terminologia que até hoje está presente no vocabulário científico e filosófico: como exemplos, podem-se mencionar as palavras substância, categoria, energia, princípio e forma. [ 44 ] Na transição do século IV para o século III a.C. , durante o período helenístico, formam-se duas escolas filosóficas cujos ensinamentos representam uma clara mudança de ênfase em relação à Academia de Platão e à escola peripatética de Aristóteles. Sua preocupação é principalmente a redenção pessoal. Tanto para Epicuro (ca.341-270 a.C.) e seus seguidores como para Zenão de Cítio e demais estoicos o principal objetivo da filosofia deveria ser a obtenção da serenidade de espírito. As duas escolas também se assemelham na crença de que esse objetivo passa por uma espécie de harmonização entre o indivíduo e a natureza, mas divergem quanto à forma de se realizar essa harmonização. Para Epicuro, a sintonia com a natureza supõe a aceitação das necessidades e desejos naturais e dos prazeres sensoriais. Dessa forma, ele preconiza a fruição moderada dos prazeres e a comedida gratificação dos desejos. [ 45 ] Os estoicos, por outro lado, sustentavam a crença de que o cosmos e os seres humanos partilhavam do mesmo logos divino. O ideal filosófico de vida seria, na concepção dos estoicos, a adesão à necessidade racional da natureza e o desenvolvimento de uma absoluta imperturbabilidade ( ataraxia ) em relação aos fatos e eventos do mundo. [ 46 ] A Antiguidade tardia viu, ainda, o florescimento de uma nova interpretação do platonismo, de acentuada tendência mística – o chamado Neoplatonismo. Seu principal representante, Plotino (205-270), defendeu que o princípio fundamental e divino do universo seria o Uno e que desse princípio fundamental emanavam novas realidades, de diferentes graus de perfeição. O universo material e sensível – o 'mundo das sombras' da alegoria platônica – seria uma emanação distante do Uno, e, por isso, apresentaria os traços de imperfeição e inconstância que o caracterizam. [ 47 ] Império Romano Ver artigos principais: Filosofia greco-romana e Filosofia na Roma Antiga O pensamento filosófico no Império Romano foi basicamente um prolongamento da filosofia helenística /grega. Influenciados pelo estoicismo e pelo epicurismo , seus filósofos preocupavam-se principalmente com moral e ética . Alguns de seus maiores nomes foram Sêneca , Epiteto e o imperador Marco Aurélio . África Ver artigo principal: Filosofia africana Ver também: Filosofia no Egito Antigo A filosofia desenvolvida no Antigo Egito caracterizava-se pela flexibilidade, pragmatismo e a busca pelo controle das emoções . [ 48 ] De modo geral, a filosofia africana foi fortemente influenciada pela filosofia helenística (na Idade Antiga ), pelas filosofias cristã (antiguidades clássica e tardia) e islâmica (desde o período medieval ). Filosofia oriental Ver artigo principal: Filosofia oriental China Ver artigos principais: Filosofia chinesa e Taoismo O filósofo K'ung-fu-tzu ( Confúcio , 551 a.C. – 479 a.C. ) desenvolveu o sistema filosófico-religioso do Confucionismo . Este, valoriza os preceitos da bondade , cortesia , moral, integridade , fidelidade e honra . [ 49 ] Outros filósofos importantes foram: Mozi ( 470 a.C. - 391 a.C. ), fundador do Moísmo que enfatiza o pragmatismo . Chuang-Tzu : ( 369 a.C. - 286 a.C. ) considerado um precursor do antinomismo , anarquismo , multiculturalismo e relatividade e, que criticava tanto confucionistas quanto moístas. Índia Ver artigo principal: Filosofia hindu Adi Shankara 1904, por Raja Ravi Varma O período entre o quinto e nono século d.C foi a mais brilhante época no desenvolvimento da filosofia indiana, hindu e budista, filosofias que floresceram lado a lado. [ 50 ] Destas várias escolas de pensamento, a não-dualista Advaita Vedanta emergiu como a mais influente [ 50 ] e a escola mais dominante. [ 50 ] Os principais filósofos dessa escola foram Gaudapada, Adi Shankara e Vidyaranya. Advaita Vedanta rejeita o teísmo e o dualismo, insistindo que Brahma a realidade final é sem partes ou atributos... um sem um segundo. Uma vez que Brahma não tem propriedades, não contém diversidade interna e é idêntico com o conjunto da realidade, não pode ser entendido como Deus. [ 50 ] Brahma apesar de ser indescritível é melhor descrito como Satchidananda (Existência, Consciência e Bem-Aventurança) por Shankara . Advaita inaugurou uma nova era na filosofia indiana e, como resultado, muitas novas escolas de pensamento surgiram no período medieval. Filosofia medieval Ver artigos principais: Filosofia medieval e História da filosofia ocidental Europa Ver artigos principais: Filosofia cristã , Filosofia platônica-cristã , Filosofia bizantina e Visão de mundo cristã São Tomás de Aquino , por Carlo Crivelli , século XV, na National Gallery A filosofia medieval é a filosofia da Europa ocidental , oriental ( Império Bizantino ) e do Oriente Médio durante a Idade Média . Começa, aproximadamente, com a cristianização do Império Romano e encerra-se com a Renascença . A filosofia medieval pode ser considerada, em parte, como prolongamento da filosofia greco-romana [ 51 ] e, em parte, como uma tentativa de conciliar o conhecimento secular e a doutrina sagrada. [ 52 ] A Idade Média carregou por muito tempo o epíteto depreciativo de 'idade das trevas', atribuído pelos humanistas renascentistas . e a filosofia desenvolvida nessa época padeceu do mesmo desprezo. No entanto, essa era de aproximadamente mil anos foi o mais longo período de desenvolvimento filosófico na Europa e um dos mais ricos. Jorge Gracia defende que “em intensidade, sofisticação e aquisições, pode-se corretamente dizer que o florescimento filosófico no século XIII rivaliza com a época áurea da filosofia grega no século IV a. C.”. [ 53 ] Entre os principais problemas discutidos nessa época estão a relação entre fé e razão, a existência e unidade de Deus, o objeto da teologia e da metafísica, os problemas do conhecimento, dos universais e da individualização. Entre os filósofos medievais do ocidente, merecem destaque Agostinho de Hipona , Boécio , Anselmo de Cantuária , Pedro Abelardo , Alberto Magno , Roger Bacon , Boaventura de Bagnoregio , Tomás de Aquino , João Duns Escoto , Guilherme de Ockham , Hugo de São Vitor , Eckhart de Hochheim e Raimundo Lúlio . no oriente os bizantinos Prisco de Pânio , Leão, o Matemático e Miguel Pselo . na civilização islâmica, Avicena , Averrois , Avempace , Alfarábi , Al-Kindi e Al-Ghazali . entre os judeus, Moisés Maimônides ( ver: Filosofia judaica ). Tomás de Aquino (1225-1274), fundador do tomismo , exerceu influência inigualável na filosofia e na teologia medievais. Em sua obra, ele deu grande importância à razão e à argumentação, e procurou elaborar uma síntese entre a doutrina cristã e a filosofia aristotélica. A filosofia de Tomás de Aquino representou uma reorientação significativa do pensamento filosófico medieval, até então muito influenciado pelo neoplatonismo e sua reinterpretação agostiniana. Oriente Médio Ver artigos principais: Filosofia islâmica e Filosofia islâmica clássica No pensamento islâmico, o que se refere à filosofia durante a ' idade de ouro islâmica ', tradicionalmente datada entre os séculos 8 e 12, pode-se distinguir duas correntes principais. A primeira é a Kalam , que tratou principalmente de teologia islâmica. Estas incluem as Mu'tazili e Ash'ari . A outra é Falsafa, que foi fundada em interpretações do aristotelismo e neoplatonismo . Houve tentativas por filósofos-teólogos posteriores a harmonizar ambas as tendências, nomeadamente através de Avicena que fundou a escola do Avicennismo entre outros. Filosofia do Renascimento Ver artigo principal: Filosofia do Renascimento O Homem vitruviano , de Leonardo Da Vinci , resume vários dos ideais do pensamento renascentista. A transição da Idade Média para a Idade Moderna foi marcada pelo Renascimento e pelo Humanismo . [ 54 ] Nesse período de transição, a redescoberta de textos da Antiguidade [ 55 ] contribuiu para que o interesse filosófico saísse dos estudos técnicos de lógica , metafísica e teologia e se voltasse para estudos ecléticos nas áreas da filologia , da moralidade e do misticismo . Os estudos dos clássicos e das letras receberam uma ênfase inédita e desenvolveram-se de modo independente da escolástica tradicional. A produção e disseminação do conhecimento e das artes deixam de ser uma exclusividade das universidades e dos acadêmicos profissionais, e isso contribui para que a filosofia vá aos poucos se desvencilhando da teologia. Em lugar de Deus e da religião, o conceito de homem assume o centro das ocupações artísticas, literárias e filosóficas. [ 56 ] O renascimento revigorou a concepção da natureza como um todo orgânico, sujeito à compreensão e influência humanas. De uma forma ou de outra, essa concepção está presente nos trabalhos de Nicolau de Cusa , Giordano Bruno , Bernardino Telesio e Galileu Galilei . Essa reinterpretação da natureza é acompanhada, em muitos casos, de um intenso interesse por magia , hermetismo e astrologia – considerados então como instrumentos de compreensão e manipulação da natureza. À medida que a autoridade eclesial cedia lugar à autoridade secular e que o foco dos interesses voltava-se para a política em detrimento da religião, as rivalidades entre os Estados nacionais e as crises internas demandavam não apenas soluções práticas emergenciais, mas também uma profunda reflexão sobre questões pertinentes à filosofia política . Desse modo, a filosofia política, que por vários séculos esteve dormente, recebeu um novo impulso durante o Renascimento. Nessa área, destacam-se as obras de Nicolau Maquiavel e Jean Bodin . [ 57 ] Filosofia moderna Ver artigo principal: Filosofia do século XVII , Filosofia moderna e Iluminismo René Descartes , fundador da filosofia moderna e do racionalismo. por Frans Hals , c. 1649-1700, no Museu do Louvre A filosofia moderna é caracterizada pela preponderância da epistemologia sobre a metafísica . A justificativa dos filósofos modernos para essa alteração estava, em parte, na ideia de que, antes de querer conhecer tudo o que existe, seria conveniente conhecer o que se pode conhecer. [ 58 ] Geralmente considerado como o fundador da filosofia moderna, [ 59 ] o cientista, matemático e filósofo francês René Descartes (1596-1650) redirecionou o foco da discussão filosófica para o sujeito pensante. O projeto de Descartes era o de assentar o edifício do conhecimento sobre bases seguras e confiáveis. Para tanto, acreditava ele ser necessário um procedimento prévio de avaliação crítica e severa de todas as fontes do conhecimento disponível, num procedimento que ficou conhecido como dúvida metódica . Segundo Descartes, ao adotar essa orientação, constatamos que resta como certeza inabalável a ideia de um eu pensante: mesmo que o sujeito ponha tudo em dúvida, se ele duvida, é porque pensa. e, se pensa, é porque existe. Essa linha de raciocínio foi celebrizada pela fórmula “ penso, logo existo ” ( cogito ergo sum ). [ 60 ] [ 61 ] A partir dessa certeza fundamental, Descartes defendia ser possível deduzir rigorosamente, ao modo de um geômetra, outras verdades fundamentais acerca do sujeito, da natureza do conhecimento e da realidade. No projeto cartesiano estão presentes três pressupostos básicos: (1) a matemática , ou o método dedutivo adotado pela matemática, é o modelo a ser seguido pelos filósofos. (2) existem ideias inatas, absolutamente verdadeiras, que de alguma forma estão desde sempre inscritas no espírito humano. (3) a descoberta dessas ideias inatas não depende da experiência – elas são alcançadas exclusivamente pela razão. Esses três pressupostos também estão presentes nas filosofias de Gottfried Wilhelm Leibniz (1646-1716), Christian Wolff (1679-1754) e Baruch Spinoza (1632-1677), e constituem a base do movimento filosófico denominado racionalismo . [ 62 ] Se os racionalistas priorizavam o modelo matemático, a filosofia antagônica – o empirismo – enfatizava os métodos indutivos das ciências experimentais. O filósofo John Locke (1632-1704) propôs a aplicação desses métodos na investigação da própria mente humana. Em patente confronto com os racionalistas, Locke argumentou que a mente chega ao mundo completamente vazia de conteúdo – é uma espécie de lousa em branco ou tabula rasa . e todas as ideias com que ela trabalha são necessariamente originárias da experiência. [ 63 ] Esse pressuposto também é adotado pelos outros dois grandes filósofos do empirismo britânico, George Berkeley (1685-1753) e David Hume (1711-1776). John Locke influenciou também a filosofia política, sendo um dos principais teóricos na base do conceito moderno de democracia liberal. [ 64 ] As ideias do empirismo inglês também se difundiram na França. e o entusiasmo com as novas ciências levou os intelectuais franceses a defender uma ampla reforma cultural, que remodelasse não só a forma de se produzir conhecimento, mas também as formas de organização social e política. Esse movimento amplo e contestatório ficou conhecido como Iluminismo . Os filósofos iluministas rejeitavam qualquer forma de crença que se baseasse apenas na tradição e na autoridade, em especial as divulgadas pela Igreja Católica . Um dos marcos do Iluminismo francês foi a publicação da Encyclopédie . Elaborada sob a direção de Jean le Rond d’Alembert e Denis Diderot , essa obra enciclopédica inovadora incorporou vários dos valores defendidos pelos iluministas e contou com a colaboração de vários de seus nomes mais destacados, como Voltaire , Montesquieu e Rousseau . Em 1781, Immanuel Kant publicou a sua famosa Crítica da Razão Pura , em que propõe uma espécie de síntese entre as teses racionalistas e empiristas. Segundo Kant, apesar de o nosso conhecimento depender de nossas percepções sensoriais, essas não constituem todo o nosso conhecimento, pois existem determinadas estruturas do sujeito que as antecedem e tornam possível a própria formação da experiência. O espaço, por exemplo, não é uma realidade que passivamente assimilamos a partir de nossas impressões sensoriais. Ao contrário, somos nós que impomos uma organização espacial aos objetos. Do mesmo modo, o sujeito não aprende, após inúmeras experiências, que todas as ocorrências pressupõem uma causa. antes, é a estrutura peculiar do sujeito que impõe aos fenômenos uma organização de causa e efeito. Uma das consequências da filosofia kantiana é estabelecer que as coisas em si mesmas não podem ser conhecidas. A fronteira de nosso conhecimento é delineada pelos fenômenos , isto é, pelos resultados da interação da realidade objetiva com os esquemas cognitivos do sujeito. Filosofia do século XIX Ver artigo principal: Filosofia do século XIX Geralmente se considera que depois da filosofia de Kant tem início uma nova etapa da filosofia, que se caracterizaria por ser uma continuação e, simultaneamente, uma reação à filosofia kantiana. Nesse período desenvolve-se o idealismo alemão ( Fichte , Schelling e Hegel ), que leva as ideias kantianas às últimas consequências. A noção de que há um universo inteiro (a realidade em si mesma) inalcançável ao conhecimento humano, levou os idealistas alemães a assimilar a realidade objetiva ao próprio sujeito no intuito de resolver o problema da separação fundamental entre sujeito e objeto. Assim, por exemplo, Hegel postulou que o universo é espírito. O conjunto dos seres humanos, sua história, sua arte, sua ciência e sua religião são apenas manifestações desse espírito absoluto em sua marcha dinâmica rumo ao autoconhecimento. [ 65 ] Enquanto na Alemanha , o idealismo apoderava-se do debate filosófico, na França, Auguste Comte retomava uma orientação mais próxima das ciências e inaugurava o positivismo e a sociologia . Na visão de Comte, a humanidade progride por três estágios : o estágio teológico, o estágio metafísico e, por fim, o estágio positivo. No primeiro estágio, as explicações são dadas em termos mitológicos ou religiosos. no segundo, as explicações tornam-se abstratas, mas ainda carecem de cientificidade. no terceiro estágio, a compreensão da realidade se dá em termos de leis empíricas de “sucessão e semelhança” entre os fenômenos. [ 66 ] Para Comte, a plena realização desse terceiro estágio histórico, em que o pensamento científico suplantaria todos os demais, representaria a aquisição da felicidade e da perfeição. [ 67 ] Também no campo do desenvolvimento histórico, Marx e Engels davam uma nova formulação ao socialismo . Eles fazem uma releitura materialista da dialética de Hegel no intuito de analisar e condenar o sistema capitalista . Desenvolvem a teoria da mais-valia , segundo a qual o lucro dos capitalistas dependeria inevitavelmente da exploração do proletariado. Sustentam que o estado, as formas político-institucionais e as concepções ideológicas formavam uma superestrutura construída sobre a base das relações de produção [ 68 ] e que as contradições resultantes entre essa base econômica e a superestrutura levariam as sociedades inevitavelmente à revolução e ao socialismo. No campo da ética, os filósofos ingleses Jeremy Bentham (1748-1832) e John Stuart Mill (1806-1873) elaboram os princípios fundamentais do utilitarismo . [ 69 ] Para eles, o valor ético não é algo intrínseco à ação realizada. esse valor deve ser mensurado conforme as consequências da ação, pois a ação eticamente recomendável é aquela que maximiza o bem-estar na coletividade. Talvez a teoria que maior impacto filosófico provocou no século XIX não tenha sido elaborada por um filósofo. Ao propor sua teoria da evolução das espécies por seleção natural , Charles Darwin (1809-1882) estabeleceu as bases de uma concepção de mundo profundamente revolucionária. O filósofo que melhor percebeu as sérias implicações da teoria de Darwin para todos os campos de estudo foi Herbert Spencer (1820-1903). Em várias publicações, Spencer elaborou uma filosofia evolucionista que aplicava os princípios da teoria da evolução aos mais variados assuntos, especialmente à psicologia, ética e sociologia. Também no século XIX surgem filósofos que colocam em questão a primazia da razão e ressaltam os elementos voluntaristas e emotivos do ser humano e de suas concepções de mundo e sociedade. Entre esses destacam-se Arthur Schopenhauer (1788-1860), Søren Kierkgaard (1813-1855) e Friedrich Nietzsche (1844-1900). Tomando como ponto de partida a filosofia kantiana, Schopenhauer defende que o mundo dos fenômenos – o mundo que representamos em ideias e que julgamos compreender – não passa de uma ilusão e que a força motriz por trás de todos os nossos atos e ideias é uma vontade cega, indomável e irracional. Kierkgaard condena todas as grandes elaborações sistemáticas, universalizantes e abstratas da filosofia. Considerado um precursor do existencialismo, Kierkgaard enfatiza que as questões prementes da vida humana só podem ser superadas por uma atitude religiosa. essa atitude, no entanto, demanda uma escolha individual e passional contra todas as evidências, até mesmo contra a razão. [ 70 ] Nietzsche, por sua vez, anuncia que “ Deus está morto ”. e declara, portanto, a falência de todas as concepções éticas, políticas e culturais que se assentam na doutrina cristã. Em substituição aos antigos valores, Nietzsche prescreve um projeto de vida voluntarista aos mais nobres, mais capazes, mais criativos - em suma, àqueles em que fosse mais forte a vontade de potência . [ 71 ] Filosofia do século XX Ver artigo principal: Filosofia do século XX Edmund Husserl , o pai da Fenomenologia No século XX, a filosofia tornou-se uma disciplina profissionalizada das universidades, semelhante às demais disciplinas acadêmicas. Desse modo, tornou-se também menos geral e mais especializada. Na opinião de um proeminente filósofo: “A filosofia tem se tornado uma disciplina altamente organizada, feita por especialistas para especialistas. O número de filósofos cresceu exponencialmente, expandiu-se o volume de publicações e multiplicaram-se as subáreas de rigorosa investigação filosófica. Hoje, não só o campo mais amplo da filosofia é demasiadamente vasto para uma única mente, mas algo similar também é verdadeiro em muitas de suas subáreas altamente especializadas.” [ 72 ] Nos países de língua inglesa, a filosofia analítica tornou-se a escola dominante. Na primeira metade do século, foi uma escola coesa, fortemente modelada pelo positivismo lógico , unificada pela noção de que os problemas filosóficos podem e devem ser resolvidos por análise lógica. Os filósofos britânicos Bertrand Russell e George Edward Moore são geralmente considerados os fundadores desse movimento. Ambos romperam com a tradição idealista que predominava na Inglaterra em fins do século XIX e buscaram um método filosófico que se afastasse das tendências espiritualistas e totalizantes do idealismo. Moore dedicou-se a analisar crenças do senso comum e a justificá-las diante das críticas da filosofia acadêmica. Russell, por sua vez, buscou reaproximar a filosofia da tradição empirista britânica e sintonizá-la com as descobertas e avanços científicos. Ao elaborar sua teoria das descrições definidas , Russell mostrou como resolver um problema filosófico empregando os recursos da nova lógica matemática . A partir desse novo modelo proposto por Russell, vários filósofos se convenceram de que a maioria dos problemas da filosofia tradicional, se não todos, não seriam nada mais que confusões propiciadas pelas ambiguidades e imprecisões da linguagem natural. Quando tratados numa linguagem científica rigorosa, esses problemas revelar-se-iam como simples confusões e mal-entendidos. Ludwig Wittgenstein , o mais importante filósofo analítico do século XX Uma postura ligeiramente diferente foi adotada por Ludwig Wittgenstein , discípulo de Russell. Segundo Wittgenstein, os recursos da lógica matemática serviriam para revelar as formas lógicas que se escondem por trás da linguagem comum. Para Wittgenstein, a lógica é a própria condição de sentido de qualquer sistema linguístico. [ 73 ] Essa ideia está associada à sua teoria pictórica do significado, segundo a qual a linguagem é capaz de representar o mundo por ser uma figuração lógica dos estados de coisas que compõem a realidade. Sob a inspiração dos trabalhos de Russell e de Wittgenstein, o Círculo de Viena passou a defender uma forma de empirismo que assimilasse os avanços realizados nas ciências formais, especialmente na lógica. Essa versão atualizada do empirismo tornou-se universalmente conhecida como neopositivismo ou positivismo lógico. O Círculo de Viena consistia numa reunião de intelectuais oriundos de diversas áreas (filosofia, física, matemática, sociologia, etc.) que tinham em comum uma profunda desconfiança em relação a temas de teor metafísico. Para esses filósofos e cientistas, caberia à filosofia elaborar ferramentas teóricas aptas a esclarecer os conceitos fundamentais das ciências e revelar os pontos de contatos entre os diversos ramos do conhecimento científico. Nessa tarefa, seria importante mostrar, entre outras coisas, como enunciados altamente abstratos das ciências poderiam ser rigorosamente reduzidos a frases sobre a nossa experiência imediata. [ 74 ] Fora dos países de língua inglesa, floresceram diferentes movimentos filosóficos. Entre esses destacam-se a fenomenologia, a hermenêutica , o existencialismo e versões modernas do marxismo . Para Edmund Husserl , o traço fundamental dos fenômenos mentais é a intencionalidade . A estrutura da intencionalidade é constituída por dois elementos: noesis e noema . O primeiro elemento é o ato intencional. e o segundo é o objeto do ato intencional. A ciência da fenomenologia trata do significado ou da essência dos objetos da consciência. A fim de revelar a estrutura da consciência, o fenomenólogo deve pôr entre parêntesis a realidade empírica. Segundo Husserl, os procedimentos fenomenológicos desvelam o ego transcendental – que é a própria base e fonte de unidade do eu empírico. [ 75 ] Coube a um dos alunos de Husserl, o filósofo alemão Martin Heidegger (1889-1976), construir uma filosofia que mesclasse a fenomenologia, a hermenêutica e o existencialismo. O ponto de partida de Heidegger foi a questão clássica da metafísica: 'o que é o ser?'. Mas, na abordagem de Heidegger, a resposta a essa questão passa por uma análise dos modos de ser do ser humano – que foi por ele denominado Dasein (Ser-aí). O Dasein é o único ser que pode se admirar com a sua própria existência e indagar o sentido de seu próprio ser. O modo de existir do Dasein está intimamente conectado com a história e a temporalidade e, em vista disso, questões sobre autenticidade, cuidado, angústia , finitude e morte tornam-se temas centrais na filosofia de Heidegger. [ 75 ] No final do século XVIII houve a fundação da escola tradicionalista, conhecida como conservadorismo tradicionalista, 'conservadorismo tradicional', tradicionalismo , conservadorismo burkeano , conservadorismo clássico ou (no Reino Unido e Canadá ) torismo (de Tory ), que descreve uma filosofia política enfatizando a necessidade de aplicação dos princípios da lei natural e transcendentes morais: ordem, tradição , hierarquia e unidade orgânica, classicismo e alta cultura, e as esferas de intersecção de lealdade. [ 76 ] Alguns tradicionalistas abraçaram os rótulos de ' reacionário ' e ' contrarrevolucionário ', desafiando o estigma que acompanha estes termos desde o Iluminismo. Este estigma acompanha o Tradicionalismo desde seu desenvolvimento na Europa do século XVIII, principalmente em resposta à Guerra Civil Inglesa e da Revolução Francesa . Em meados do século XX, a escola tradicionalista começou a organizar-se a sério como uma força intelectual e política. Esta expressão mais moderna do conservadorismo tradicionalista começou entre um grupo de professores universitários dos EUA (rotulado de ' novos conservadores ' pela imprensa popular) que rejeitou as noções de individualismo , o liberalismo , a modernidade e o progresso social , promoveu a renovação cultural e educacional, e reavivou o interesse na Igreja , a família , o Estado , comunidade local, etc. [ 77 ] Movimentos filosóficos da atualidade Ver também: Filosofia pós-moderna Filosofia clínica A filosofia clínica é um termo utilizado para definir diversos conceitos filosóficos, voltado à 'terapia da alma', usando o potencial prático da filosofia como recurso terapêutico para indivíduos, organizações ou empresas através de consultas individuais, discussões de grupo, seminários, palestras, viagens ou cafés filosóficos. No Brasil o termo está fortemente vinculado ao movimento realizado pelo filósofo Lúcio Packter e vem sendo apontado como uma ferramenta terapêutica de grande monta. [ 78 ] Ver também Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema: Definições no Wikcionário Livros e manuais no Wikilivros Citações no Wikiquote Textos originais no Wikisource Imagens e media no Commons Commons Wikisource Wikiquote Wikilivros Wikcionário Anti-intelectualismo Artes liberais Conhecimento Cosmovisão Filosofia Portuguesa História da filosofia no Brasil História das ideias História das mentalidades História intelectual Intelectualismo Metafilosofia Mulheres na filosofia Sabedoria Referências ↑ [in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [consult. 2014-12-20 13:49:01]. Disponível na Internet: http://www.infopedia.pt/$filosofia ] ↑ Priberam ↑ a b c Teichman, J.. Evans, K. C. Philosophy: a beginner's guide . 3rd ed. Oxford: Blackwell. ↑ a b Chauí, Marilena. Convite à Filosofia . pág. 19. ↑ (em francês ) R. Bödéus, 'philosophía', in (dir.) Jacob, André, Encyclopédie philosophique universelle , vol. 2: Les notions philosophiqe , tome 2, Paris, PUF. ↑ (em francês ) Alquié, F., Signification de la philosophie , Paris, 1971. ↑ Simmel, Georg. 'On the nature of philosophy'. In: A Collection of Essays. pág. 282 . ↑ Metafísica , Livro I, capítulo 2. Na edição da coleção Os Pensadores de 1973 (1.ª ed.), o trecho encontra-se à pág. 213. ↑ a b c d e Ferrater-Mora, José. Dicionário de Filosofia . São Paulo: Loyola, 2.a ed., 2005. Tomo II. pp. 1044-1050 . ↑ Lindberg, D. The beginnings of western science . Chicago: University of Chicago Press, 2007. ISBN 9780226482057 . p. 242. ↑ “Philosophia est rerum humanarum divinarumque cognitio cum studio bene vivendi coniuncta.” Etymologiae . Tradução para o inglês: The etimologies of Isidore of Seville . Cambridge: C.U.P. p. 79 . ↑ Ver, por exemplo, o aforismo III do Novum Organum : 'Ciência e poder do homem coincidem, uma vez que, sendo a causa ignorada, frustra-se o efeito. Pois a natureza não se vence, se não quando se lhe obedece. E o que à contemplação apresenta-se como causa é regra na prática' (São Paulo: Nova Cultural, 1999. Coleção 'Os Pensadores'). ↑ Descartes, R. Princípios da Filosofia . Lisboa: Edições 70. p. 22. ↑ Quinton, Anthonny. Filosofia . Crítica: revista de filosofia . Acesso em 26/01/2011. ↑ Prado Jr., Caio. O que é filosofia . São Paulo: Brasiliense, 1981 ↑ Strawson, Peter. Filosofia como Gramática Conceptual . Acesso em 06/12/2010 ↑ Russell, B. Os problemas da filosofia . Capítulo 15 . ↑ Popper, K. Conjecturas e Refutações . 3a. ed. Brasilia: EdUnB, 1994. Cap. 4, 'Retorno aos Pré-Socráticos', pp. 163s. ↑ Steup, M. The Analysis of Knowledge . Stanford Encyclopedia of Philosophy . Acesso em: 28/01/2011. ↑ Broad, C. D. Some Methods of Speculative Philosophy . Acesso em 28/01/2011. ↑ Blackburn, S. Pense : uma introdução à filosofia. Lisboa: Gradiva, 2001. ISBN 9789726627906 . Cap. 2. ↑ Bunnin, N.. Yu, J (eds.) The Blackwell dictionary of Western philosophy . Blackwell, 2004. Blackwell Reference Online . Acesso: 12 de março de 2011. ↑ a b c d e Solomon, R. C. & Higgins, K. M. The big questions: a short introduction to philosophy . p. 7 . ↑ Copi, I. M. Introdução à lógica . 2.ª ed. São Paulo: Mestre Jou, 1978. p. 19. ↑ Bailey, Andrew. First philosophy : values and society. Broadview Press, 2004. ISBN 9781551116570 . p. 1. ↑ Morente, M. G. Fundamentos de filosofia : lições preliminares. São Paulo: Mestre Jou, 1980. cap. 1 . ↑ Huisman, Denis & Vergez, André. Curso moderno de filosofia : introdução à filosofia das ciências. Rio de Janeiro: Livraria Freitas Bastos, 1980. p. 155-158 . ↑ Versão eletrônica do diálogo platônico Teeteto . p. 16. ↑ Aristotle, Metaphysics . The Internet Classics Archive . ↑ a b c Magee, Bryan. História da Filosofia . São Paulo: Edições Loyola, 2001. pp. 7-9 ↑ Coupe, Laurence. Myth . 2nd. ed. London. New York: Routledge, 2009. p. 9. ISBN 9780415442848 ↑ Morgan, Katheryn. Myth and Philosophy . Cambridge: Cambridge University Press, 2004. p. 17. ISBN 0521621801 ↑ Vernant, Jean-Pierre. Myth and Society in Ancient Greece . London: Methuen, 1982: 'o conceito de mito peculiar à antiguidade clássica tornou-se, assim, claramente definido pela oposição entre mythos e logos , desde então vistos como termos separados e contrastantes' (p. 187). ↑ Aristóteles. Metafísica , III, 4. ↑ Reale, Giovanni. Antiseri, Dario. História da Filosofia . São Paulo: Paulus, 1990. ISBN 8505010760 . V. 1. pp. 14-16. ↑ Reale, Giovanni. Antiseri, Dario. História da Filosofia . São Paulo: Paulus, 1990. ISBN 8505010760 . V. 1. p. 26. ↑ Bornheim, G. Os filósofos pré-socráticos . p. 13 . ↑ Guerreiro, Mario A. L. Pré-socráticos : a invenção da filosofia. p. 40 . ↑ Chauí, M. Introdução à história da filosofia . p. 95 . ↑ Chauí, M. Introdução à história da filosofia . p. 105 . ↑ Zilles, U. Teoria do conhecimento . p. 59 . ↑ Stone, I. F. O julgamento de Sócrates . p. 61 . ↑ Morente, Manuel García. 'Lecciones Preliminares de Filosofía,' in Obras Completas . Barcelona: Anthropos. Madrid: Fundación Caja de Madrid, 1996. V. I. ISBN 8476584962 , pp. 81-87 ↑ Durant, Will. A História da Filosofia . São Paulo: Nova Cultural, s/d. ISBN 8535106952 . p. 75 ↑ Reale, Giovanni. História da filosofia antiga : os sistemas da Era Helenística. São Paulo: Loyola, 2008. pp. 214s . ↑ Reale, Giovanni. História da filosofia antiga : os sistemas da Era Helenística. São Paulo: Loyola, 2008. p. 361 . ↑ Cooper, D. E. Filosofias do Mundo . São Paulo: Loyola, 2002. ISBN 8515023164 . p. 167. ↑ Bleiberg, Edward (2005). ' Ancient Egypt 2675-332 B.C.E.: Philosophy '. In Bleiberg, Edward, et al. Arts and Humanities Through the Eras. Vol. 1: Ancient Egypt 2675-332 B.C.E. Detroit: Gale. págs. 182–197. ↑ Confucio (1989). «Intruduzione ( por Anne Cheng)». Confucio - Dialoghi (em italiano). [S.l.]: Arnaldo Mondadori. ISBN 88-04-32463-5 ↑ a b c d ='Gandhi And Mahayana Buddhism' ↑ Segundo Rafael Guerrero, 'houve filosofia nessa época porque houve continuidade e sobrevivência da filosofia antiga: os medievais se preocuparam em assimilar, à medida que lhes foi possível, a prática e o saber das gerações anteriores.' Historia de la Filosofía Medieval . p. 10 ↑ The Blackwell Dictionary of Western Philosophy . Verbete 'Medieval Philosophy' : 'O tema central da filosofia medieval foi a tentativa de unir a fé à razão.' ↑ Gracia, Jorge. Medieval Philosophy. In: The Blackwell Companion to Philosophy . pp. 619s ↑ Charles Schmitt e Quentin Skinner (eds.), The Cambridge History of Renaissance Philosophy . Cambridge University Press, 1988, p. 5, define o período da filosofia do Renascimento como o intervalo que vai “da época de Ockham até os trabalhos revisionistas de Bacon, Descartes e seus contemporâneos”. ↑ Copenhaver, B.. Schmitt, C. Renaissance Philosophy , Oxford University Press, 1992, p. 4: “pode-se considerar como marco da filosofia da Renascença o amplo e acelerado interesse, estimulado por novos textos disponíveis, por fontes primárias do pensamento grego e romano que eram até então desconhecidos ou dos quais pouco se sabia ou pouco se havia lido”. ↑ Gracia, Jorge. In: Bunnin, N.. Tsui-James, E.P. (eds.), The Blackwell Companion to Philosophy , Blackwell, 2002, p. 621: 'os humanistas ... recolocaram o homem no centro das atenções e canalizaram seus esforços no sentido de recuperar e transmitir o saber clássico, particularmente o da filosofia de Platão.” ↑ von Fritz, Kurt. Rev. Maurer, Armand. Levi, Albert W.. Stroll, Avrum. Wolin, Richard, «Western philosophy» (em inglês ), Encyclopædia Britannica Online ↑ Ver §4 da introdução de An essay concerning human understandig , de John Locke. a introdução do Tratado da natureza humana , de David Hume. e o prefácio da primeira edição da Crítica da razão pura , de Kant. ↑ Russell, Bertrand. History of Western Philosophy . London: Routledge, 2004. ISBN 9780415325059 . p. 511 . ↑ Descartes, R. Discurso do Método . 4ª. parte. ↑ Cottingham, J. Descartes . São Paulo: Ed. Unesp, 1999. p. 24 . ↑ Magee, Bryan. História da Filosofia . São Paulo: Edições Loyola, 2001. p. 83 ↑ Durant, Will. A História da Filosofia . São Paulo: Nova Cultural, s/d. ISBN 8535106952 . p. 247 ↑ Como Tudo Funciona ↑ Solomon, R. C. Higgins, K. M. The Big Questions . pp. 135s . ↑ Cooper, D. E. Filosofias do Mundo . p. 371 . ↑ Russell, B. História do Pensamento Ocidental . pp. 442s . ↑ William Outhwaite (ed.), The Blackwell dictionary of modern social thought . p. 44 . ↑ Hegenberg, L. Filosofia moral . V. 1 (Ética). Rio de Janeiro: E-papers, 2010. ISBN 8576502607 . pp. 115-22. ↑ Solomon, R. C. & Higgins, K. M. The big questions: a short introduction to philosophy . 8th ed. ISBN 9780495595151 . p.66 ↑ Raeper, W. Smith, L. Introdução ao estudo das ideias : religião e filosofia no passado e no presente. 2ª. ed. São Paulo: Loyola, 2001. ISBN 8515015684 . pp. 116-20. ↑ Soames, Scott. Philosophical analysis in the twentieth century . Princeton: Princeton University Press, 2003. V. 2. p. 463 ↑ Glock, Hans-Johann. Dicionário Wittgenstein . Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998. ISBN 8571104409 . p. 237 (Verbete 'Lógica'). ↑ Galvão, Paulo. 'Positivismo Lógico,' in Branquinho, João. Murcho, Desidério. Gomes, Nelson Gonçalves (orgs.) Enciclopédia de Termos Lógico-Filosóficos . São Paulo: Martins Fontes, 2006. pp. 577-80. ↑ a b Bunnin, N.. Yu, J (eds.) The Blackwell dictionary of Western philosophy . Blackwell, 2004. Blackwell Reference Online . Acesso em 28/03/2011. ↑ Frohnen, Bruce, Jeremy Beer, and Jeffrey O. Nelson, ed. (2006) American Conservatism: An Encyclopedia Wilmington, DE: ISI Books, pp. 870-875. ↑ Frohnen, Bruce, Jeremy Beer, and Jeffrey O. Nelson, ed. (2006) American Conservatism: An Encyclopedia Wilmington, DE: ISI Books, p. 870. ↑ «A Filosofia e seus usos: crítica e acomodação (tese de doutourado de Marli Aparecida Pechula)» (PDF) . diaadiaeducacao.pr.gov.br . 2007 . Consultado em 22 de abril de 2012 Bibliografia Livros introdutórios BLACKBURN, Simon . Pense : uma introdução à filosofia. Lisboa: Gradiva, 2001. ISBN 9789726627906 . BUNNIN, Nicholas. TSUI-JAMES, E. P. (Orgs.) Compêndio de Filosofia . 2.ª ed. São Paulo: Loyola, 2007. ISBN 9788515030477 . CHAUÍ, Marilena. Convite à Filosofia . 7. ed. 2. reimp. São Paulo: Ática, 2000. COLCHETE, Eliane e MORAIS JUNIOR, Luis Carlos de. A formação da filosofia contemporânea . Rio de Janeiro: Litteris, 2014. DELEUZE, Gilles e GUATTARI, Félix. O que é a Filosofia? Trad. Bento Prado Jr. E Alberto Alonso Muñoz. Rio de Janeiro, 34, 1992. MURCHO, Desidério . Filosofia em Directo . Lisboa: Fundação Francisco Manuel dos Santos, 2011. NAGEL, Thomas . Que Quer Dizer Tudo Isto? Uma iniciação à filosofia. Lisboa: Gradiva: 1995. ISBN 9789726624219 . PAIM, Antonio. História das Ideias Filosóficas no Brasil . 2 ed. São Paulo, Edusp/Grijalbo, 1974. PAPINEAU, David (Org.) Filosofia : grandes pensadores, principais fundamentos e escolas filosóficas. São Paulo: Publifolha, 2009. ISBN 9788579141058 . Antologias BONJOUR, Laurence. BAKER, Ann. Filosofia : textos fundamentais comentados. 2.ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2010. ISBN 8536321199 . MARCONDES, Danilo. Textos Básicos de Filosofia : dos pré-sócráticos a Wittgenstein. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2000. ISBN 9788571105201 . NICOLA, Ubaldo. Antologia Ilustrada de Filosofia : das origens à Idade Moderna. Rio de Janeiro: Globo, 2005. ISBN 8525038997 . VVAA. Os Filósofos através dos Textos : de Platão a Sartre. São Paulo: Paulus, 1997. ISBN 8534909806 .q=Discurso%20do%20M%C3%A9todo%20descartes Introduções à história da filosofia DURANT, Will . A História da Filosofia . São Paulo: Nova Cultural, s/d. ISBN 8535106952 . ONFRAY, Michel . Contra-história da filosofia 1 : as sabedorias antigas. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2008. Idem. Contra-história da filosofia 2 : o cristianismo hedonista. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2008. Idem. Contra-história da filosofia 3 : os libertinos barrocos. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2009. Idem. Contra-história da filosofia 4 : os ultras das Luzes. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2009. KENNY, Anthony . Uma Nova História da Filosofia Ocidental . São Paulo: Loyola, 2008. 4v. ISBN 9788515035267 . MAGEE, Bryan. História da Filosofia . São Paulo: Edições Loyola, 2001. ISBN 8515019299 . REALE, Giovanni. ANTISERI, Dario. História da Filosofia . São Paulo: Paulus, 1990. 3v. ISBN 8505010760 . RUSSELL, Bertrand . História do Pensamento Ocidental . Rio de Janeiro: Ediouro, 2004. ISBN 8500013559 . Obras de referência BLACKBURN, Simon . Dicionário Oxford de Filosofia . Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2010. ISBN 8571104026 . BRANQUINHO, João. MURCHO, Desidério. GOMES, Nelson Gonçalves (orgs.) Enciclopédia de Termos Lógico-Filosóficos . São Paulo: Martins Fontes, 2006. ISBN 8533623259 . FERRATER-MORA, José. Dicionário de Filosofia . 2ª. ed. São Paulo: Loyola, 2004. 4v. ISBN 8515018691 . Ligações externas Portal de Filosofia do Departamento de Filosofia da Universidade Federal de Santa Catarina . Portal de Filosofia Veritas – Revista de Filosofia da PUCRS Stanford Encyclopedia of Philosophy The Internet Encyclopedia of Philosophy v • e Correntes filosóficas Escola jônica Milésios · Mobilismo · Hilozoísmo Escola itálica Eleatas · Pitagorismo Escola da pluralidade / pluralista Pluralismo · Atomismo Escola sofística Sofismo · Relativismo Escolas socráticas : Cínicos · Cirenaicos · Megários · Platonismo Escola peripatética Aristotelismo Escola epicurista Epicurismo · Hedonismo · Eudemonismo Escola estoica Paleo-estoicismo · Médio-estoicismo · Neo-estoicismo ou estoicismo imperial · Cosmopolitismo Escola cética Pirronismo Escola platônica Médio-platonismo eclético · Médio-platonismo ortodoxo · Neoplatonismo monista · Neoplatonismo dualista Escola esotérica Helenismo · Neopitagorismo · Gnosticismo · Cabalismo Filosofia medieval Medievalismo · Averroísmo · Alquimismo · Avicenismo · Rabinismo · Monopsiquismo Escolástica Patrística · Realismo · Nominalismo · Conceitualismo · Hilemorfismo Filosofia cristã Agostianismo · Pelagianismo · Semipelagianismo · Tomismo · Monergismo · Sinergismo · Sinergismo arminiano Filosofia renascentista Renascentismo · Arminianismo · Calvinismo · Luteranismo · Classicismo · Hermetismo · Humanismo · Antropocentrismo · Heliocentrismo · Maquiavelismo Filosofia moderna Racionalismo clássico · Ceticismo · Cartesianismo · Empirismo · Inatismo Filosofia iluminista Iluminismo · Ilustracionismo · Enciclopedismo · Neoclassicismo · Contratualismo · Fisiocratismo · Intelectualismo · Racionalismo · Liberalismo · Individualismo · Voluntarismo · Laicismo · Secularismo · Anticlericalismo · Deísmo · Cientificismo · Naturalismo · Fisicalismo · Materialismo · Reducionismo · Holismo · Determinismo · Indeterminismo · Compatibilismo · Fatalismo · Mecanicismo · Vitalismo Filosofia contemporânea Romantismo · Analiticismo · Continentalismo · Hegelianismo · Idealismo · Kantianismo · Apriorismo · Criticismo · Marxismo · Materialismo histórico · Materialismo dialético · Progressivismo · Positivismo · Utilitarismo · Pragmatismo · Niilismo · Particularismo moral · Amoralismo · Neoescolasticismo · Neotomismo · Neopositivismo · Neokantismo · Perenialismo · Historicismo · Escola de Frankfurt · Fenomenologia · Fenomenalismo · Formalismo · Estruturalismo · Solipsismo · Objetivismo · Existencialismo · Absurdismo · Construcionismo Filosofia da mente Conectivismo · Eliminativismo · Emergentismo · Monismo anômalo · Interacionismo · Naturalismo biológico · Externalismo · Fiabilismo · Millianismo · Descritivismo · Prescritivismo Filosofia pós-moderna Pós-modernismo · Pós-estruturalismo · Neoconfucionismo · Desconstrucionismo · Epifenomenalismo · Funcionalismo v • e Filosofia Tradicional Metafísica Epistemologia Lógica Ética Estética Temas Ação Arte Biologia Ciência Computação Direito Economia Educação Filosofia Física Guerra História Informação Linguagem Literatura Matemática Mente Natureza humana Política Psicologia Religião Tecnologia Escolas e correntes filosóficas Por era Antiga Ocidental Medieval Renascença Moderna Contemporânea Antiga Chinesa Agriculturalismo Confucianismo Legalismo Logicianos Moísmo Naturalismo chinês Neotaoísmo Taoísmo Yangismo Zen Greco - Romana Aristotelismo Cinismo Epicurismo Estoicismo Neoplatonismo Peripatética Platonismo Pré-socrática Pitagorismo Sofismo Indiana Budista Cārvāka Hindu Jainista Persa Mazdakismo Zoroastrismo Zurvanismo séculos IX-XVI Cristã da Europa Escolasticismo Humanismo Tomismo Leste Asiático Confucianismo coreano Rigaku Neoconfucionismo Indiana Navya-Nyāya Vishishtadvaita Dvaita Islâmica Averroísmo Avicenismo Iluminacionismo Kalam Sufi Judaica Judeu-Islâmicas Moderna séculos XVII–XIX Anarquismo Cartesianismo Materialismo dialético Empiricismo Existencialismo Fenomenologia Hegelianismo Idealismo absoluto Idealismo Kantinismo Kokugaku Liberalismo clássico Marxismo Modernismo Neokantismo Neotomismo Novo Confucianismo Pragmatismo Racionalismo Transcendentalismo Utilitarismo Contemporânea séculos XX–XXI Analítica Consequencialismo Círculo de Viena Epistemologia naturalizada Falsificacionismo Feminismo analítico Filosofia da linguagem comum Filosofia experimental Fundacionalismo e Coerentismo Internalismo e externalismo Positivismo lógico Positivismo jurídico Kantianismo Quietismo Rawlsianismo Epistemologia reformada Filosofia pós-analítica Utilitarismo contemporâneo Neoaristotelismo Wittgensteinismo Continental Construtivismo social Desconstrução Escola de Frankfurt Estruturalismo Existencialismo Filosofia feminista Filosofia pós-moderna Pós-estruturalismo Teoria crítica Escola de Quioto Traduzir (em inglês ) Posições filosóficas Estética Formalismo Teoria institucional da arte Resposta estética Ética Consequencialismo Egoísmo ético Deontologia Ética da virtude Ética feminista Livre-arbítrio Compatibilismo Determinismo Libertarianismo Metafísica Atomismo Dualismo Monismo Naturalismo Epistemologia Construcionismo Empirismo Idealismo epistemiológico Particularismo epistemiológico Racionalismo Ceticismo filosófico Solipsismo Mente Behaviorismo Eliminativismo Epifenomenalismo Functionalismo (filosofia da mente) Norma Absolutismo moral Particularismo Relativismo Nihilismo Ceticismo Universalismo Ontologia Ação Evento Processo Realidade Anti-realismo Conceitualismo Fisicalismo Idealismo Materialismo Naturalismo Nominalismo Realismo Por localidade, Listas Por região Americana Aztec Britânica Alemã Africana Etíope Chinesa Coreana Dinamarquesa Eslovena Francesa Indiana Indonesia Iraniana Grécia Italiana Japonesa Paquistanesa Ocidental Oriental Polonesa Romena Russa Listas Cronologia Lista de tópicos básicos Movimentos Publicações Portal Glossário Categoria Portal da filosofia Portal do pensamento Obtida de ' https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Filosofia&oldid=50839377 ' Categoria : Filosofia Categorias ocultas: !CS1 italiano-fontes em língua (it) !Páginas que usam links mágicos ISBN Menu de navegação Ferramentas pessoais Não autenticado Discussão Contribuições Criar uma conta Entrar Domínios Artigo Discussão Variantes Vistas Ler Ver código-fonte Ver histórico Mais Busca Navegação Página principal Conteúdo destacado Eventos atuais Esplanada Página aleatória Portais Informar um erro Loja da Wikipédia Colaboração Boas-vindas Ajuda Página de testes Portal comunitário Mudanças recentes Manutenção Criar página Páginas novas Contato Donativos Imprimir/exportar Criar um livro Descarregar como PDF Versão para impressão Noutros projetos Wikimedia Commons Wikilivros Wikiquote Wikiversidade Ferramentas Páginas afluentes Alterações relacionadas Carregar ficheiro Páginas especiais Hiperligação permanente Informações da página Elemento Wikidata Citar esta página Noutros idiomas Acèh Afrikaans Alemannisch አማርኛ Aragonés Ænglisc العربية مصرى অসমীয়া Asturianu Aymar aru Azərbaycanca تۆرکجه Башҡортса Boarisch Žemaitėška Беларуская Беларуская (тарашкевіца)‎ Български भोजपुरी Bislama বাংলা བོད་ཡིག Brezhoneg Bosanski Буряад Català Mìng-dĕ̤ng-ngṳ̄ Нохчийн Cebuano ᏣᎳᎩ کوردی Corsu Čeština Kaszëbsczi Чӑвашла Cymraeg Dansk Deutsch Zazaki Ελληνικά English Esperanto Español Eesti Euskara Estremeñu فارسی Suomi Võro Føroyskt Français Nordfriisk Furlan Frysk Gaeilge 贛語 Gàidhlig Galego Avañe'ẽ Gaelg 客家語/Hak-kâ-ngî עברית हिन्दी Fiji Hindi Hrvatski Kreyòl ayisyen Magyar Հայերեն Interlingua Bahasa Indonesia Interlingue Igbo Ilokano Ido Íslenska Italiano ᐃᓄᒃᑎᑐᑦ/inuktitut 日本語 Patois La .lojban. Basa Jawa ქართული Qaraqalpaqsha Taqbaylit Kabɩyɛ Қазақша Kalaallisut ភាសាខ្មែរ ಕನ್ನಡ 한국어 Kurdî Кыргызча Latina Ladino Lëtzebuergesch Лезги Limburgs Ligure Lumbaart ລາວ Lietuvių Latviešu मैथिली Malagasy Олык марий Македонски മലയാളം Монгол मराठी Bahasa Melayu Malti Mirandés မြန်မာဘာသာ Эрзянь مازِرونی Nāhuatl Plattdüütsch Nedersaksies नेपाली नेपाल भाषा Nederlands Norsk nynorsk Norsk Novial Nouormand Occitan Livvinkarjala Oromoo ਪੰਜਾਬੀ Papiamentu Picard Pälzisch Polski Piemontèis پنجابی Ποντιακά پښتو Runa Simi Rumantsch Română Armãneashti Русский Русиньскый Kinyarwanda संस्कृतम् Саха тыла Sardu Sicilianu Scots Sängö Srpskohrvatski / српскохрватски සිංහල Simple English Slovenčina Slovenščina Soomaaliga Shqip Српски / srpski Sranantongo Sesotho Seeltersk Basa Sunda Svenska Kiswahili தமிழ் తెలుగు Тоҷикӣ ไทย Türkmençe Tagalog Tok Pisin Türkçe Xitsonga Татарча/tatarça Тыва дыл ئۇيغۇرچە / Uyghurche Українська اردو Oʻzbekcha/ўзбекча Vèneto Tiếng Việt Volapük Walon Winaray Wolof 吴语 IsiXhosa მარგალური ייִדיש Yorùbá Vahcuengh Zeêuws 中文 文言 Bân-lâm-gú 粵語 IsiZulu Editar hiperligações Esta página foi editada pela última vez à(s) 17h30min de 24 de dezembro de 2017. Este texto é disponibilizado nos termos da licença Creative Commons - Atribuição - Compartilha Igual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0) . pode estar sujeito a condições adicionais. Para mais detalhes, consulte as condições de uso . Política de privacidade Sobre a Wikipédia Avisos gerais Programadores Declaração sobre cookies Versão móvel



https://pt.wikipedia.org/wiki/Wikip%C3%A9dia%3ALista_de_predefini%C3%A7%C3%B5es/Esbo%C3%A7os
  Wikipédia:Lista de predefinições/Esboços – Wikipédia, a enciclopédia livre Wikipédia:Lista de predefinições/Esboços Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. < Wikipédia:Lista de predefinições Ir para: navegação , pesquisa Atalho : WP:EB Muitas destas predefinições são para diferenciar por temas os inúmeros esboços na Wikipédia em português, sendo adicionadas ao final dos artigos, antes das categorias ... Antártida 6.4 Hidrografia 7 História 7.1 História por continente 7.2 História por país 7.2.1 África 7.2.2 ... Predefinição Arte sequencial (banda desenhada ou história em quadrinhos) {{ esboço-banda desenhada ... {{ esboço-física }} História da ciência {{ esboço-hist-cien }} Locomotivas {{ esboço-locomotiva ... }} História [ editar código-fonte ] Visualizar esboços da seção : Wikipédia:Namespace predefinição/Avisos e alertas/Esboços/História Tópico Predefinição História {{ esboço-história }} Genealogia CACHE

Wikipédia:Lista de predefinições/Esboços – Wikipédia, a enciclopédia livre Wikipédia:Lista de predefinições/Esboços Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. < Wikipédia:Lista de predefinições Ir para: navegação , pesquisa Atalho : WP:EB Muitas destas predefinições são para diferenciar por temas os inúmeros esboços na Wikipédia em português, sendo adicionadas ao final dos artigos, antes das categorias e com duas linhas em branco precedendo a marcação de esboço. Se pretende personalizar uma marcação de esboço para uma determinada área, pode partir da predefinição {{esboço personalizado}} , utilizando-o da seguinte forma: {{esboço personalizado|imagem=Example.jpg|tema=[[exemplo]]}} No entanto, antes de criar esboços, verifique se algum existente possa ser usado para o mesmo fim. Também tente fazê-los o mais genéricos e menos ambíguos possíveis, para que o esboço personalizado não seja utilizado em apenas um ou dois artigos. Após criá-los, favor adicionar novos esboços personalizados em 'ordem alfabética' nesta página e na página de visualização da seção para facilitar sua localização, excetuando dois casos: A seção Genérico e Wikipédia . Quando o primeiro esboço listado em uma seção ou subseção trata o mesmo assunto do título, em negrito. Como exemplo, na seção Desporto, o primeiro esboço listado é {{esboço-desporto}}, para posteriormente iniciar a ordem alfabética, com {{esboço-auto}} (sobre automobilismo). Índice 1 Genérico e Wikipédia 2 Artes 2.1 Arte sequencial 2.2 Cinema 2.3 Literatura 2.4 Música 2.5 Televisão 3 Biografias 4 Ciências e tecnologia 4.1 Biologia 4.2 Exploração espacial 4.3 Farmácia 4.4 Informática 4.5 Medicina 5 Desporto/Esporte 5.1 Futebol 6 Geografia 6.1 Condados dos Estados Unidos 6.2 Freguesias ou municípios 6.3 Geografia por país ou continente 6.3.1 África 6.3.2 América 6.3.3 Ásia 6.3.3.1 Oriente Médio 6.3.4 Europa 6.3.5 Oceania 6.3.6 Antártida 6.4 Hidrografia 7 História 7.1 História por continente 7.2 História por país 7.2.1 África 7.2.2 América 7.2.3 Ásia 7.2.4 Europa 7.2.5 Oceania 7.3 Património histórico 8 Humanas 8.1 Economia 8.2 Mitologia e Religião 8.3 Política 8.4 Sociedade 9 Países (genérico) 10 Tópicos militares 11 Outros Genérico e Wikipédia [ editar código-fonte ] Visualizar esboços da seção : Wikipédia:Namespace predefinição/Avisos e alertas/Esboços/Genérico Tópico Predefinição Esboço genérico {{ esboço }} Wikipédia {{ esboço-wikipedia }} Wikimedia {{ esboço-wikimedia }} Artes [ editar código-fonte ] Visualizar esboços da seção : Wikipédia:Namespace predefinição/Avisos e alertas/Esboços/Artes Tópico Predefinição Arte (genérico) {{ esboço-arte }} Arquitectura {{ esboço-arquitectura }} Arranha-céu {{ esboço-arranha-céus }} Artesanato {{ esboço-artesanato }} Carnaval {{ esboço-carnaval }} Culinária {{ esboço-culinária }} Culinária do Japão {{ esboço-Japão-culinária }} Cultura {{ esboço-cultura }} Dança {{ esboço-dança }} Design {{ esboço-design }} Entretenimento {{ esboço-entretenimento }} Escultura {{ esboço-escultura }} Fotografia {{ esboço-fotografia }} Heráldica {{ esboço-heráldica }} Ilustrador {{ esboço-ilustrador }} Massas {{ esboço-massa }} Moda ou Vestuário {{ esboço-moda }} Pintura {{ esboço-pintura }} Pornografia ou Erotismo {{ esboço-porno }} Teatro {{ esboço-teatro }} Tipografia {{ esboço-tipografia }} Vexilologia {{ esboço-vexilologia }} Arte sequencial [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Arte sequencial (banda desenhada ou história em quadrinhos) {{ esboço-banda desenhada }} Autor ou Ilustrador de BD (HQ) {{ esboço-artista-bd }} Anime e Mangá {{ esboço-animangá }} DC Comics {{ esboço-dc-comics }} Manhwa {{ esboço-manhwa }} Manhua {{ esboço-manhua }} Marvel Comics {{ esboço-marvel }} Personagem de Arte sequencial (Banda desenhada (HQ) {{ esboço-personagem-bd }} Cinema [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Cinema {{ esboço-cinema }} Ator ou atriz de cinema {{ esboço-ator-cinema }} Cineasta {{ esboço-cineasta }} Curta-metragem {{ esboço-curta }} Dublador(a) {{ dublador }} Filme {{ esboço-filme }} Personagem {{ esboço-personagem }} Prêmios {{ Esboço-prêmio-cinema-televisão }} Literatura [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Literatura {{ esboço-literatura }} Poesia {{ esboço-poesia }} Escrita {{ esboço-escrita }} Ficção científica e Fantasia {{ esboço-fc }} Terra Média de J. R. R. Tolkien {{ esboço-tolkien }} Teoria {{ esboço-teoria }} Música [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Álbum {{ esboço-álbum }} Música {{ esboço-música }} Músico {{ esboço-músico }} Banda musical {{ esboço-banda }} Cantor {{ esboço-cantor }} Single {{ esboço-single }} Instrumento musical {{ esboço-instrumento-musical }} Hino {{ esboço-hino }} Jazz {{ esboço-jazz }} R&B {{ esboço-r&b }} Rock {{ esboço-rock }} Heavy metal {{ esboço-heavy-metal }} Gospel {{ esboço-gospel }} Televisão [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Televisão {{ esboço-tv }} Televisão no Brasil {{ esboço-tv-br }} Televisão nos Estados Unidos {{ esboço-tv-eua }} Televisão em Portugal {{ esboço-tv-pt }} 30 Rock {{ esboço-30 Rock }} Animação {{ esboço-animação }} Anime {{ esboço-mangá }} Ator ou atriz da televisão {{ esboço-ator }} Doctor Who {{ esboço-doctor who }} Emissoras da Rede Globo {{ esboço-emissoras-globo }} Heroes (série de TV) {{ esboço-heroes }} Novelas {{ esboço-novela }} Pokémon {{ esboço-pokémon }} Rede Globo {{ esboço-tv-globo }} Rede Record {{ esboço-tv-record }} Saint Seiya {{ esboço-saint seiya }} Séries de televisão {{ esboço-sériestv }} Séries médicas {{ esboço-tvmédica }} Star Trek {{ esboço-ST }} Telenovela {{ esboço-novela }} The Simpsons {{ esboço-simpsons }} Tokusatsu {{ esboço-tokusatsu }} Biografias [ editar código-fonte ] Visualizar esboços da seção : Wikipédia:Namespace predefinição/Avisos e alertas/Esboços/Biografias Tópico Predefinição Biografias (genérico) {{ esboço-biografia }} Desportista {{ esboço-desportista }} Ator ou atriz (genérico) {{ esboço-ator }} Ator ou atriz de cinema {{ esboço-ator-cinema }} Ator ou atriz de TV {{ esboço-ator-tv }} Cientista {{ esboço-bio-cientistas }} Cineasta {{ esboço-cineasta }} Compositor {{ esboço-compositor }} Criminoso {{ esboço-criminoso }} Dançarino {{ esboço-dançarino }} Dublador(a) {{ dublador }} Escritor {{ esboço-escritor }} Futebolista {{ esboço-futebolista }} Modelo {{ esboço-modelo }} Músico {{ esboço-músico }} Papa {{ esboço-papa }} Político {{ esboço-político }} Rainha {{ esboço-rainha }} Rei {{ esboço-rei }} Religioso {{ esboço-religioso }} Santo {{ esboço-santo }} Sultão {{ esboço-sultões }} Ciências e tecnologia [ editar código-fonte ] Visualizar esboços da seção : Wikipédia:Namespace predefinição/Avisos e alertas/Esboços/Ciências e tecnologia Tópico Predefinição Aeronaves {{ esboço-avião }} Aeroportos {{ esboço-aeroportos }} Agricultura {{ esboço-agricultura }} Astronomia {{ esboço-astronomia }} Astronáutica {{ esboço-astronáutica }} Automóveis {{ esboço-automóveis }} Aviação {{ esboço-aviação }} Botânica {{ esboço-botânica }} Ciência (genérico) {{ esboço-ciência }} Contabilidade {{ esboço-contabilidade }} Edifício , Pontes e outras Construções {{ esboço-construção }} Eletrônica {{ esboço-eletrônica }} Egiptologia {{ esboço-egiptologia }} Engenharia {{ esboço-engenharia }} Faculdade ou Universidade {{ esboço-faculdade }} Ferrovia {{ esboço-ferrovia }} Física {{ esboço-física }} História da ciência {{ esboço-hist-cien }} Locomotivas {{ esboço-locomotiva }} Marte {{ esboço-marte }} Matemática {{ esboço-matemática }} Metalurgia {{ esboço-metalurgia }} Meteorologia {{ esboço-meteorologia }} Minerais {{ esboço-minerais }} Paleontologia {{ esboço-paleontologia }} Parapsicologia {{ esboço-parapsicologia }} Pontes {{ esboço-pontes }} Porto {{ esboço-porto }} Psicologia {{ esboço-psicologia }} Química {{ esboço-química }} Rodovias {{ esboço-rodovia }} Tecnologia (genérico) {{ esboço-tecnologia }} Telefonia {{ esboço-telefonica }} Telecomunicações {{ esboço-telecomunicação }} Urbanismo , planejamento urbano e afins {{ esboço-urbanismo }} Loja {{ esboço-loja }} Biologia [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Biologia {{ esboço-biologia }} Abelhas {{ esboço-abelha }} Anfíbios {{ esboço-anfíbio }} Animais {{ esboço-animal }} Aves {{ esboço-ave }} Biologia Molecular {{ esboço-biologia-molecular }} Bioquímica {{ esboço-bioquímica }} Botânica {{ esboço-botânica }} Cão {{ esboço-cão }} Citologia {{ esboço-citologia }} Dinossauros {{ esboço-dinossauro }} Ecologia {{ esboço-ecologia }} Enzima {{ esboço-enzima }} Equinodermes {{ esboço-equinoderme }} Fisiologia {{ esboço-fisiologia }} Genética {{ esboço-genética }} Mamíferos {{ esboço-mamífero }} Peixes {{ esboço-peixe }} Plantas {{ esboço-planta }} Primatas {{ esboço-primata }} Réptil {{ esboço-réptil }} Vírus {{ esboço-vírus }} Zoologia {{ esboço-zoologia }} Exploração espacial [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Exploração espacial {{ esboço-espaço }} Astronomia {{ esboço-astronomia }} Exoplaneta {{ esboço-planeta extrassolar }} Estrelas {{ esboço-estrela }} Observatórios {{ esboço-observatório }} Ufologia {{ esboço-ufologia }} Farmácia [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Droga {{ esboço-droga }} Farmácia {{ esboço-farmácia }} Fármaco {{ esboço-fármaco }} Informática [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Informática {{ Esboço-informática }} Computação gráfica {{ Esboço-computação gráfica }} Criptografia {{ Esboço-criptografia }} Distribuições-linux {{ Esboço-distribuições-linux }} GNU/Linux {{ Esboço-linux }} Hardware {{ Esboço-hardware }} Hardware de Consolas de Jogos {{ Esboço-hardware de jogos eletrônicos }} KDE {{ Esboço-KDE }} Internet {{ Esboço-internet }} Jogos de computador e Consoles / Consolas de jogos {{ Esboço-videogame }} Motores de jogo {{ Esboço-motor de jogo }} Programação {{ Esboço-programação }} Rede de computadores {{ Esboço-redes }} Software {{ Esboço-software }} Software livre {{ Esboço-software-livre }} UNIX {{ Esboço-UNIX }} Medicina [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Medicina {{ esboço-medicina }} Odontologia {{ esboço-odontologia }} Patologia {{ esboço-patologia }} Anatomia {{ esboço-anatomia }} Fisiologia {{ esboço-fisiologia }} Desporto/Esporte [ editar código-fonte ] Visualizar esboços da seção : Wikipédia:Namespace predefinição/Avisos e alertas/Esboços/Desporto Tópico Predefinição Desporto {{ esboço-desporto }} Atletismo {{ esboço-atletismo }} Automobilismo {{ esboço-auto }} Basquetebol {{ esboço-basquetebol }} Ciclismo {{ esboço-ciclismo }} Futebol {{ esboço-futebol }} Jogos {{ esboço-jogos }} Motociclismo {{ esboço-motociclismo }} Natação {{ esboço-natação }} Patinação {{ esboço-patinação }} Remo {{ esboço-remo }} Rugby {{ esboço-rugby }} Showbol {{ esboço-showbol }} Tênis {{ esboço-tênis }} Voleibol {{ esboço-voleibol }} Artes marciais {{ esboço-artes marciais }} Wrestling {{ esboço-wrestling }} Xadrez {{ esboço-xadrez }} Futebol [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Futebol {{ esboço-futebol }} Clubes de futebol do Brasil {{ esboço-timebr }} Estádios de futebol do Brasil {{ esboço-estadiobr }} Futebolistas {{ esboço-futebolista }} Times de Futebol do Brasil {{ esboço-timebr }} Treinador de futebol {{ esboço-técnicofut }} Geografia [ editar código-fonte ] Visualizar esboços da seção : Wikipédia:Namespace predefinição/Avisos e alertas/Esboços/Geografia Tópico Predefinição Geografia (genérico) {{ esboço-geo }} Bairros {{ esboço-bairro }} Distrito ou Povoado {{ esboço-distrito }} Cachoeira {{ esboço-cachoeiras }} Caverna {{ esboço-cavernasbr }} Espaço verde {{ esboço-espaçoverde }} Ciclone tropical {{ esboço-ciclone tropical }} Geologia {{ esboço-geologia }} Praia {{ esboço-praia }} Logradouro {{ esboço-logradouro }} Rodovia ou BR {{ esboço-rodovia }} Unidades de Conservação da Natureza {{ Predefinição:Esboço-ucn }} Vulcão {{ esboço-vulcão }} Condados dos Estados Unidos [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Condados do Oregon {{ esboço-condado-oregon }} Condados de Washington {{ esboço-condado-washington }} Freguesias ou municípios [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Freguesias portuguesas {{ esboço-freguesiaspt }} Municípios do Brasil {{ esboço-municípiosbr }} Municípios da Espanha {{ esboço-municípios-es }} Natal (município do Brasil) {{ esboço-natal-rn }} Paulínia (município do Brasil) {{ esboço-paulinia }} Rio de Janeiro (município do Brasil) {{ esboço-geocidrj }} São Paulo (município do Brasil) {{ esboço-geocidsp }} Geografia por país ou continente [ editar código-fonte ] África [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Geografia da África {{ esboço-geo-áfrica }} Geografia de Angola {{ esboço-geoao }}, {{ esboço-geoang }} Geografia da Argélia {{ esboço-geodz }} Geografia do Benim {{ esboço-geobj }} Geografia do Botswana {{ esboço-geobw }} Geografia do Burkina Faso {{ esboço-geobf }} Geografia do Burundi {{ esboço-geobi }} Geografia de Cabo Verde {{ esboço-geocv }} Geografia dos Camarões {{ esboço-geocm }} Geografia do Chade {{ esboço-geotd }} Geografia da República do Congo {{ esboço-geocg }} Geografia do Djibouti {{ esboço-geodj }} Geografia do Egipto {{ esboço-geoeg }} Geografia da Etiópia {{ esboço-geoet }} Geografia do Gabão {{ esboço-geoga }} Geografia do Gana {{ esboço-geogh }} Geografia da Guiné {{ esboço-geogn }} Geografia da Guiné-Bissau {{ esboço-geogw }} Geografia da Guiné Equatorial {{ esboço-geogq }} Geografia do Lesoto {{ esboço-geols }} Geografia da Libéria {{ esboço-geolib }} Geografia da Líbia {{ esboço-geoly }} Geografia de Madagáscar {{ esboço-geomg }} Geografia do Malawi {{ esboço-geomw }} Geografia de Mali {{ esboço-geoml }} Geografia de Marrocos {{ esboço-geoma }} Geografia da Mauritânia {{ esboço-geomr }} Geografia de Moçambique {{ esboço-geomz }} Geografia da Namíbia {{ esboço-geona }} Geografia do Níger {{ esboço-geone }} Geografia da Nigéria {{ esboço-geong }} Geografia do Quénia {{ esboço-geoke }} Geografia da República Centro-Africana {{ esboço-geocf }} Geografia da República Democrática do Congo {{ esboço-geordcg }} Geografia do Ruanda {{ esboço-georw }} Geografia do Senegal {{ esboço-geosn }} Geografia da Somália {{ esboço-geoso }} Geografia da Suazilândia {{ esboço-geosz }} Geografia da Tanzânia {{ esboço-geotz }} Geografia do Togo {{ esboço-geotg }} Geografia da Tunísia {{ esboço-geotn }} Geografia da Zâmbia {{ esboço-geozm }} Geografia do Zimbabwe {{ esboço-geozw }} América [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Geografia da Argentina {{ esboço-geoar }} Geografia do Brasil {{ esboço-geobr }} Geografia do Belize {{ esboço-geobz }} Geografia das Bermudas {{ esboço-geobm }} Geografia da Bolívia {{ esboço-geobo }} Geografia do Canadá {{ esboço-geoca }} Geografia do Chile {{ esboço-geocl }} Geografia da Colômbia {{ esboço-geoco }} Geografia da Costa Rica {{ esboço-geocr }} Geografia de Cuba {{ esboço-geocu }} Geografia da Dominica {{ esboço-geodm }} Geografia do Equador {{ esboço-geoec }} Geografia dos Estados Unidos {{ esboço-geoeua }} Geografia da Guatemala {{ esboço-geogt }} Geografia do Haiti {{ esboço-geoht }} Geografia das Honduras {{ esboço-geohn }} Geografia da Jamaica {{ esboço-geojm }} Geografia do México {{ esboço-geomx }} Geografia da Nicarágua {{ esboço-geoni }} Geografia do Panamá {{ esboço-geopa }} Geografia do Paraguai {{ esboço-geopy }} Geografia do Peru {{ esboço-geope }} Geografia da República Dominicana {{ esboço-geodo }} Geografia do Suriname {{ esboço-geosr }} Geografia do Uruguai {{ esboço-geouy }} Geografia da Venezuela {{ esboço-geove }} Ásia [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Geografia do Afeganistão {{ esboço-geoaf }} Geografia do Bangladesh {{ esboço-geobd }} Geografia do Brunei {{ esboço-geobn }} Geografia do Camboja {{ esboço-geocb }} Geografia do Cazaquistão {{ esboço-geokz }} Geografia da China {{ esboço-geocn }} Geografia da Coreia do Norte {{ esboço-geokrn }} Geografia da Coreia do Sul {{ esboço-geokr }} Geografia dos Emirados Árabes Unidos {{ esboço-geoeau }} Geografia das Filipinas {{ esboço-geoph }} Geografia do Iémen {{ esboço-geoye }} Geografia da Índia {{ esboço-geoin }} Geografia da Indonésia {{ esboço-geoid }} Geografia do Irão (Irã) {{ esboço-geoir }} Geografia do Japão {{ esboço-geojp }} Geografia do Laos {{ esboço-geola }} Geografia da Malásia {{ esboço-geomy }} Geografia de Mianmar {{ esboço-geomm }} Geografia da Mongólia {{ esboço-geomn }} Geografia do Nepal {{ esboço-geonp }} Geografia do Paquistão {{ esboço-geopk }} Geografia do Quirguistão {{ esboço-geokg }} Geografia da Rússia {{ esboço-georu }} Geografia do Sri Lanka {{ esboço-geolk }} Geografia da Tailândia {{ esboço-geoth }} Geografia de Timor-Leste {{ esboço-geotl }} Geografia do Turquemenistão {{ esboço-geotm }} Geografia da Turquia {{ esboço-geotr }} Geografia do Vietname {{ esboço-geovn }} Oriente Médio [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Geografia de Israel {{ esboço-geoil }} Geografia da Jordânia {{ esboço-geojo }} Geografia do Líbano {{ esboço-geolb }} Geografia da Síria {{ esboço-geosy }} Europa [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Geografia da Alemanha {{ esboço-geode }} Geografia da Albânia {{ esboço-geoal }} Geografia de Andorra {{ esboço-geoad }} Geografia da Áustria {{ esboço-geoat }} Geografia da Bélgica {{ esboço-geobe }} Geografia da Bielorrússia {{ esboço-geoby }} Geografia da Bulgária {{ esboço-geobu }} Geografia do Chipre {{ esboço-geocy }} Geografia da Croácia {{ esboço-geocro }} Geografia da Dinamarca {{ esboço-geodk }} Geografia da Eslováquia {{ esboço-geosk }} Geografia da Eslovénia {{ esboço-geosi }} Geografia da Espanha {{ esboço-geoes }} Geografia da Estónia {{ esboço-geoee }} Geografia das Ilhas Faroé {{ esboço-geoif }} Geografia da Finlândia {{ esboço-geofi }} Geografia da França {{ esboço-geofr }} Geografia da Grécia {{ esboço-geogr }} Geografia da Gronelândia {{ esboço-geogl }} Geografia da Hungria {{ esboço-geohu }} Geografia da Itália {{ esboço-geoit }} Geografia da Irlanda {{ esboço-geoeire }} Geografia da Islândia {{ esboço-geois }} Geografia do Kosovo {{ esboço-geoks }} Geografia da Letónia {{ esboço-geolv }} Geografia da Lituânia {{ esboço-geolt }} Geografia do Luxemburgo {{ esboço-geolx }} Geografia de Malta {{ esboço-geomt }} Geografia da Moldávia {{ esboço-geomd }} Geografia de Montenegro {{ esboço-geome }} Geografia da Noruega {{ esboço-geono }} Geografia dos Países Baixos {{ esboço-geonl }} Geografia da Polónia {{ esboço-geopl }} Geografia de Portugal {{ esboço-geopt }} Geografia do Reino Unido {{ esboço-geouk }} Geografia da República Checa {{ esboço-geocs }}, {{ esboço-geotc }} Geografia da Romênia {{ esboço-georo }} Geografia da Rússia {{ esboço-georu }} Geografia de São Marinho {{ esboço-geosm }} Geografia da Suécia {{ esboço-geosw }} Geografia da Suíça {{ esboço-geoch }} Geografia da Turquia {{ esboço-geotr }} Geografia da Ucrânia {{ esboço-geoua }} Oceania [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Geografia da Austrália {{ esboço-geoau }} Geografia das Fiji {{ esboço-geofj }} Geografia de Nauru {{ esboço-geonr }} Geografia da Nova Zelândia {{ esboço-geonz }} Geografia das Ilhas Salomão {{ esboço-geosb }} Antártida [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Geografia da Antártida {{ esboço-geoant }} Hidrografia [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Hidrografia geral {{ esboço-hidrografia }} Hidrografia do Brasil {{ esboço-hidrografiabr }} Hidrografia de Portugal {{ esboço-hidrografiapt }} História [ editar código-fonte ] Visualizar esboços da seção : Wikipédia:Namespace predefinição/Avisos e alertas/Esboços/História Tópico Predefinição História {{ esboço-história }} Genealogia {{ esboço-genea }} História da ciência {{ esboço-hist-cien }} Islão (Islã) {{ esboço-história-islão }} Revolução {{ esboço-revolução }} Roma Antiga e o Império Romano {{ esboço-história-roma }} História por continente [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição História da África {{ esboço-história-áfrica }} História da Europa {{ esboço-história-europa }} História por país [ editar código-fonte ] África [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição História do Egipto {{ esboço-história-egipto }} América [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição História do Brasil {{ esboço-históriabr }} História dos Estados Unidos {{ esboço-históriaeua }} História do Canadá {{ esboço-históriaca }} Ásia [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição História do Japão {{ esboço-históriajp }} História da Índia {{ Esboço-históriaíndia }} História de Israel {{ esboço-históriail }} História do Irã {{ esboço-históriair }} Europa [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição História da Alemanha {{ esboço-históriade }} História da Bélgica {{ esboço-históriabe }} História da Dinamarca {{ esboço-históriadk }} História da Espanha {{ esboço-históriaes }} História da França {{ esboço-históriafr }} História da Grécia {{ esboço-históriagr }} História de Portugal {{ esboço-históriapt }} História da Suécia {{ esboço-históriasuécia }} História do Reino Unido {{ esboço-históriauk }} História da Rússia {{ esboço-históriaru }} Oceania [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição História da Austrália {{ esboço-históriaau }} Património histórico [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Patrimônio histórico do Brasil {{ esboço-patrimôniobr }} Património de Portugal {{ esboço-patrimóniopt }} Humanas [ editar código-fonte ] Visualizar esboços da seção : Wikipédia:Namespace predefinição/Avisos e alertas/Esboços/Humanas Tópico Predefinição Administração {{ esboço-administração }} Antropologia {{ esboço-antropologia }} Biblioteconomia e Ciência da Informação {{ esboço-biblioteconomia }} Direito (genérico) {{ esboço-direito }} Educação (genérico) {{ esboço-educação }} Filosofia {{ esboço-filosofia }} Genealogia {{ esboço-genea }} Linguística {{ esboço-linguística }} Meios de comunicação ou Jornalismo {{ esboço-mídia }} Propaganda , Publicidade ou Marketing {{ esboço-publicidade }} Sociologia {{ esboço-sociologia }} Profissão {{ esboço-profissão }} Economia [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Economia {{ esboço-economia }} Empresa {{ esboço-empresa }} Moeda {{ esboço-moeda }} Mitologia e Religião [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Mitologia (genérico) {{ Esboço-mitologia }} Religião {{ Esboço-religião }} Cristianismo {{ Esboço-cristianismo }} Bíblia {{ Esboço-bíblia }} Islão {{ Esboço-islã }} Judaísmo {{ Esboço-judaísmo }} Igreja , Capela ou Catedral {{ Esboço-igreja }} Doutrina Espírita {{ Esboço-doutrina-espírita }} Esoterismo ou Ocultismo {{ Esboço-esoterismo }} Lenda {{ Esboço-lenda }} Lenda urbana {{ Esboço-lenda-urbana }} Mitologia celta {{ Esboço-mitologia-celta }} Mitologia grega {{ Esboço-mitologia-grega }} Mitologia hindu {{ Esboço-mitologia-hindu }} Mitologia japonesa {{ Esboço-mitologia-japonesa }} Mitologia nórdica {{ Esboço-mitologia-nórdica }} Mitologia romana {{ Esboço-mitologia-romana }} Bispo , Arcebispo , Cardeal {{ Esboço-bispo }} Papa ou Pontificado {{ Esboço-papa }} Santo , Beato e Religioso . {{ Esboço-santo }} Teologia {{ Esboço-teologia }} Teólogo {{ Esboço-bioteo }}|- Pastor , Reverendo ou Missionário {{ Esboço-pastor }} Teosofia {{ Esboço-teosofia }} Neopaganismo {{ Esboço-Neopaganismo }} Candomblé {{ Esboço-candomblé }} Umbanda {{ Esboço-umbanda }} Wicca {{ Esboço-Wicca }} Política [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Política ou Partidos políticos {{ esboço-política }} Anarquismo {{ esboço-anarquismo }} Movimento político {{ esboço-movimentospoliticos }} Diplomacia ou Relações Internacionais {{ esboço-diplomacia }} Administração pública {{ esboço-administração pública }} Sociedade [ editar código-fonte ] Tópico Predefinição Gênero {{ esboço-gênero }} Jardim {{ esboço-jardim }} LGBT {{ esboço-lgbt }} Movimento social {{ esboço-movimentosocial }} Organização não governamental {{ esboço-ong }} Povos indígenas {{ esboço-indígena }} Sociologia {{ esboço-sociologia }} Países (genérico) [ editar código-fonte ] Visualizar esboços da seção : Wikipédia:Namespace predefinição/Avisos e alertas/Esboços/Países Tópico Predefinição África do Sul {{ esboço-za }} Brasil {{ esboço-br }} Cuba {{ esboço-Cuba }} Estados Unidos {{ esboço-eua }} França {{ esboço-fr }} Israel {{ esboço-il }} Itália {{ esboço-it }} Japão {{ esboço-jp }} Moçambique {{ esboço-mz }} Peru {{ esboço-Peru }} Portugal {{ esboço-pt }} Rússia {{ esboço-ru }} Venezuela {{ esboço-ve }} Tópicos militares [ editar código-fonte ] Visualizar esboços da seção : Wikipédia:Namespace predefinição/Avisos e alertas/Esboços/Tópicos militares Tópico Predefinição Tópicos militares {{ esboço-mil }} Exército Brasileiro {{ exército brasileiro }} Marinha do Brasil {{ marinha brasileira }} Marinha Portuguesa {{ Marinha Portuguesa }} Aviação {{ esboço-aviação }} Batalhas {{ esboço-batalha }} Conflitos armados {{ esboço-conflito }} Tópicos navais {{ esboço-naval }} Outros [ editar código-fonte ] Visualizar esboços da seção: Wikipédia:Namespace predefinição/Avisos e alertas/Esboços/Outros Tópico Predefinição Direitos animais {{ esboço-direitosanimais }} Ferramentas {{ esboço-ferramentas }} Obtida de ' https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Wikipédia:Lista_de_predefinições/Esboços&oldid=50567769 ' Categoria : !Namespace predefinição Menu de navegação Ferramentas pessoais Não autenticado Discussão Contribuições Criar uma conta Entrar Domínios Página do projeto Discussão Variantes Vistas Ler Editar código-fonte Ver histórico Mais Busca Navegação Página principal Conteúdo destacado Eventos atuais Esplanada Página aleatória Portais Informar um erro Loja da Wikipédia Colaboração Boas-vindas Ajuda Página de testes Portal comunitário Mudanças recentes Manutenção Criar página Páginas novas Contato Donativos Imprimir/exportar Criar um livro Descarregar como PDF Versão para impressão Ferramentas Páginas afluentes Alterações relacionadas Carregar ficheiro Páginas especiais Hiperligação permanente Informações da página Elemento Wikidata Noutros idiomas العربية অসমীয়া Башҡортса Žemaitėška Български Català Нохчийн Čeština Dansk Dolnoserbski English Español فارسی Suomi Français हिन्दी Hornjoserbsce Magyar Bahasa Indonesia Íslenska 日本語 한국어 Lietuvių Norsk nynorsk Norsk Polski Română Русский Srpskohrvatski / српскохрватски Slovenčina Српски / srpski Svenska Türkçe Татарча/tatarça Українська 中文 粵語 Editar hiperligações Esta página foi editada pela última vez à(s) 00h08min de 24 de novembro de 2017. Este texto é disponibilizado nos termos da licença Creative Commons - Atribuição - Compartilha Igual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0) . pode estar sujeito a condições adicionais. Para mais detalhes, consulte as condições de uso . Política de privacidade Sobre a Wikipédia Avisos gerais Programadores Declaração sobre cookies Versão móvel



https://www.planetadelivros.com.br/libros/historia/00066
  História | Planeta de Livros Utilizamos cookies próprios e de terceiros para coletar informação estatística do uso de nosso site e lhe mostrar publicidade relacionada com suas preferências mediante a análise de seus hábitos de navegação. Se continuar navegando, consideramos que aceita o uso dos cookies. Você pode mudar a configuração ou obter mais informações aqui . Fechar Romance literário Negócios ... História | Planeta de Livros Utilizamos cookies próprios e de terceiros para coletar informação ... vida Fantasia Feminino Ficção científica Filosofia Gastronomia História Humor Infantil Juvenil ... Erótica Esoterismo Estilo de vida Fantasia Feminino Ficção científica Filosofia Gastronomia História ... Autores Blogs Livros em espanhol Siga a Planeta Todos Novidades Best-sellers História História (643) Categoria Antigo Egito (5) Antropologia (6) Arqueologia (4) Franquismo (10) Geral história (97) História CACHE

História | Planeta de Livros Utilizamos cookies próprios e de terceiros para coletar informação estatística do uso de nosso site e lhe mostrar publicidade relacionada com suas preferências mediante a análise de seus hábitos de navegação. Se continuar navegando, consideramos que aceita o uso dos cookies. Você pode mudar a configuração ou obter mais informações aqui . Fechar Romance literário Negócios Autoajuda Juvenil Ver todas Novidades Livros mais vendidos Selos Novidades Livros mais vendidos Selos Em breve Todos os nossos temas Agendas Arte Atualidade Autoajuda Calendários Ciência Ciências humanas e sociais Dicionários e referência Economia Educação de filhos Erótica Esoterismo Estilo de vida Fantasia Feminino Ficção científica Filosofia Gastronomia História Humor Infantil Juvenil Negócios Poesia Psicologia Quadrinhos Religião Romance contemporâneo Romance histórico Romance literário Romance literário Romance policial Teatro Viagem Planeta indica Autores Blogs Livros em espanhol Temas Romance literário Negócios Autoajuda Juvenil Ver todas Encontrar Iniciar sessão Acesse a Planeta de Livros. É sua primeira visita? Se ainda não faz parte da comunidade: Cadastre-se Já tem uma conta? Acesse sua conta com: Entre con Facebook Entre con Twitter E-mail Recuperar senha Senha Acessar Novidades Livros mais vendidos Em breve Todos os nossos temas Agendas Arte Atualidade Autoajuda Calendários Ciência Ciências humanas e sociais Dicionários e referência Economia Educação de filhos Erótica Esoterismo Estilo de vida Fantasia Feminino Ficção científica Filosofia Gastronomia História Humor Infantil Juvenil Negócios Poesia Psicologia Quadrinhos Religião Romance contemporâneo Romance histórico Romance literário Romance literário Romance policial Teatro Viagem Selos Planeta indica Autores Blogs Livros em espanhol Siga a Planeta Todos Novidades Best-sellers História História (643) Categoria Antigo Egito (5) Antropologia (6) Arqueologia (4) Franquismo (10) Geral história (97) História antiga (41) História contemporânea (97) História de América Latina (16) História de Europa (20) História do Brasil (139) História medieval (13) História moderna (22) Personagens da História (109) Pré-História (2) Primeira Guerra Mundial (7) República (27) Segunda guerra mundial (66) Teoria da História (2) Suportes Livro (43) Livro Eletrônico (609) História Para compreender o presente, é preciso conhecer o passado Filtrar Todos Novidades Best-sellers História História (643) Categoria Antigo Egito (5) Antropologia (6) Arqueologia (4) Franquismo (10) Geral história (97) História antiga (41) História contemporânea (97) História de América Latina (16) História de Europa (20) História do Brasil (139) História medieval (13) História moderna (22) Personagens da História (109) Pré-História (2) Primeira Guerra Mundial (7) República (27) Segunda guerra mundial (66) Teoria da História (2) Suportes Livro (43) Livro Eletrônico (609) Ordenar por Data publicação Alfabético AZ Alfabético ZA PlanetadeLivros.com.br / História História História LIVROS A batalha das ardenas Antony Beevor História Livro Tudo o que você precisa saber sobre a 1º guerra mundial Santiago Farrell História Livro O destino de uma nação Anthony McCarten História Livro A ascensão do dinheiro - 2º edição Niall Ferguson História Livro High Hitler Norman Ohler História Livro Judy Damien Lewis História Livro Atitude Samuel Ferreira História Livro Os diários de Alfred Rosenberg Jürgen Matthäus História Livro SPQR - Uma história da Roma antiga Mary Beard História Livro Bento XVI - O último Testamento Joseph Ratzinger História Livro Pablo Escobar em flagrante Juan Pablo Escobar História Livro Jesus de Nazaré - Do batismo no Jordão à transfiguração - 2º Edição Joseph Ratzinger História Livro Jesus de Nazaré - Da entrada em Jerusalém até a Ressureição - 2º Edição Joseph Ratzinger História Livro Deus existe? - 2ª edição Joseph Ratzinger História Livro 50 ideias de matemática que você precisa conhecer Tony Crilly História Livro Livros por página: 15 30 del 1 al 15 de 643 livros 1 2 3 4 5 6 7 ... 43 Seguiente Categorias História antiga Personagens da História Segunda guerra mundial História de América Latina Primeira Guerra Mundial Antropologia Arqueologia Etnologia Pré-História História medieval História moderna História contemporânea História do Brasil Geral história História de Europa Antigo Egito Franquismo República Teoria da História Top Filtrar TEMAS Autoajuda Negócios Ciência Ciências humanas e sociais Romance literário Romance histórico Religião LIVROS Descobri que estava morto Por que fazemos o que fazemos? Passe a noite comigo Astrofísica para apressados Crer ou não crer Outros jeitos de usar a boca - Edição especial As brumas de Avalon Autores Shusaku Endo Pe. Fábio de Melo Luiz Felipe Pondé Mario Sergio Cortella Christian Figueiredo Rupi Kaur Leandro Karnal Siga a Planeta Copyright © 2018 Planeta. Todos os direitos reservados. Perguntas frequentes Conheça-nos Contato Nota legal Política de co



http://gloriadaidademedia.blogspot.com/search/label/Hist%C3%B3ria
  Idade Média * Glória da Idade Média: História skip to main | skip to sidebar Idade Média * Glória da Idade Média INICIO GLÓRIA ESPAÑOL CLUNY SANTA JOANA D'ARC TEMAS CANÇÕES DE GESTA Canções de gesta Gesta Dei per francos CAVALARIA A CAVALARIA Ordens de Cavalaria Templários CIVILIZAÇÃO CRISTÃ Carlos Magno Civilização Cristã Cristandade Cruzadas Blog As Cruzadas França CIÊNCIA Arquitetura Astronomia ... Idade Média * Glória da Idade Média: História skip to main | skip to sidebar Idade Média * Glória ... Direito ECONOMIA Agricultura Agricultura Economia Impostos Família Guerra História IGREJA Igreja ... : Joseph-François Michaud – “História das Cruzadas” Digite seu email: Como São Francisco domesticou ... marcador História . Mostrar todas as postagens Mostrando postagens com marcador História . Mostrar ... - ) professor de História, especializado nas ideias religiosas e políticas no pós-Concilio Vaticano II CACHE

Idade Média * Glória da Idade Média: História skip to main | skip to sidebar Idade Média * Glória da Idade Média INICIO GLÓRIA ESPAÑOL CLUNY SANTA JOANA D'ARC TEMAS CANÇÕES DE GESTA Canções de gesta Gesta Dei per francos CAVALARIA A CAVALARIA Ordens de Cavalaria Templários CIVILIZAÇÃO CRISTÃ Carlos Magno Civilização Cristã Cristandade Cruzadas Blog As Cruzadas França CIÊNCIA Arquitetura Astronomia Ciências Invenções, ciência, técnica Progresso Técnica CLASSES SOCIAIS Classes sociais Clero Papas Reis Nobreza Feudalismo Escravidão Trabalho Vassalagem CULTURA Arte Cultura Literatura Simbolismo Direito ECONOMIA Agricultura Agricultura Economia Impostos Família Guerra História IGREJA Igreja Educação Universidade Hospital Inquisição Mosteiros Nossa Senhora Paz União Igreja-Estado A CAVALARIA APRESENTAÇÕES AULAS CODEX (diversos) GREGORIANO GREGORIANO (MP3) MÚSICA NATAL VIDEOS 360º Blog Idade Média CASTELOS CERIMÔNIAS MUSICA POWERPOINTS VIDEOS VIDEOS da França 360º CATEDRAIS ABADIAS MÚSICA ÓRGÃO POWERPOINTS SINOS VIDEOS (só França) VIDEOS (menos França) VITRAIS 360º 360º só França CIDADE VIDEOS MÚSICAS 360º CONTOS CANTIGAS VIDEOS CRUZADAS APOLOGIA O ISLÃ segundo Papas e santos Balduíno IV CANÇÃO DE ROLAND GESTA DEI PER FRANCOS MUSICA VIDEOS 360º PAPAS Beato URBANO II Carta de Instrução 'Popolo dei Franchi' Sermão em Clermont-Ferrand Outro testemunho São Gregório VII São Pio V Beato Eugênio III Celestino III Inocêncio III João VIII Pascoal II PIO II SANTOS São Bernardo A franceses e bávaros Sermão Elogio dos Templários São Francisco de Assis Mansidão e força Diante do Sultão Exemplo pessoal O Direito de Cruzada São Luís IX Retrato pelo príncipe de Joinville São Luís e o mameluco Morte na IX Cruzada Santa Teresinha Beato Marco d'Aviano HERÓIS Balduíno IV Carlos Magno Godofredo de Bouillon Santa Joana d'Arc Santa Clotilde Ricardo Coração de Leão São Luís IX, rei São Nuno Álvares Pereira VIDEOS ORAÇÕES CANTICOS NATAL Semana Santa e Páscoa VIA SACRA VIDEOS Nossa Senhora Milagres Corpus Christi São Bernardo São Fernando SIMBOLOS VIDEOS BALDUINO IV, rei leproso de Jerusalém Balduíno IV: o rei de Jerusalém herói, santo e leproso Guerreiro providencial O rei de fábula cheia de luz sobrenatural O rei católico que venceu Saladino e o Islã Montgisard: Balduíno de maca e 500 templários desfazem o exército de Saladino O jovem rei doente que se fazia temer e respeitar pelos muçulmanos O rei cruzado e leproso de Jerusalém: um amado de Deus Quase cego e imobilizado, vence a Saladino e a inépcia dos vassalos Balduíno IV é enterrado ao pé do Gólgota, junto ao Santo Sepulcro “Possamos venerar Balduíno IV nos altares!” Missa de réquiem em Paris, 830 anos depois Balduíno IV, modelo perfeito de monarca francês, espelho do próprio Cristo Cluny: encarnação da Jerusalém celeste A música deve obedecer a regras divinas imutáveis: “ A música conduz a Deus da mesma maneira que a aritmética, pois segundo Santo Agostinho, os números e as proporções sensíveis levam a Deus. “‘Porque possuem regras imutáveis de modo algum instituídas pelos homens que trasbordam de sagaz engenho’. “Ora, de onde vêm estas leis imutáveis? “Não do ser humano que cambia e morre, mas de um Espírito superior eterno e imóvel que é Deus. “ A música humana imita os coros angélicos e constitui uma homenagem agradável a Deus. David está ali para prová-lo. Eliseu procura na música um estímulo para a inspiração profética. o Apocalipse nos abre os Céus e para mostrá-los cheios de cânticos e de música”. (Fonte: Edgar de Bruyne, “L’esthétique musicale”, Albin Michel, Paris, 1998). Abade Suger: não poupar arte nem riqueza no culto sagrado “Nada será suficientemente precioso, belo e esplêndido para conter as Sagradas Espécies. “Os cristãos no poderiam ornar com pedras preciosas os cálices de ouro que contêm o sangue de Cristo? “A beleza da casa de Deus deve dar aos fiéis um antegosto da beleza do Céu. “Por meio do deleite da beleza material, nós podemos ser levados à fruição espiritual da beleza suprema”. Mais A CAVALARIA A CAVALARIA O que foi a Cavalaria medieval? O título de ‘cavaleiro’ e o de membro da Cavalaria A Cavalaria: ideal das almas propulsoras na Idade Média O que era o cavaleiro medieval: um ideal de honra, uma espécie de sacerdocio militar Hierarquia e símbolos na Cavalaria Como se entrava na Cavalaria? Como começou a Cavalaria medieval? O ideal da Cavalaria em ação nas Cruzadas Cavalaria e Cruzadas: defesa da Igreja e da justiça O cavaleiro, braço armado da Santa Igreja A Igreja modelando o ideal do cavaleiro Fidelidade ao senhor feudal, fidelidade a Deus A Cavalaria se estruturou orgánicamente Quem podia entrar na Cavalaria? Como era a cerimônia de entrada na Cavalaria? O cerimonial litúrgico da investidura do cavaleiro A degradação do cavaleiro Os dez mandamentos, ou código, da Cavalaria O quê significavam os “dez mandamentos” da Cavalaria – 1 O quê significavam os “dez mandamentos” da Cavalaria – 2 O quê significavam os “dez mandamentos” da Cavalaria – 3 São Vast: bispo do fogo divino Segundo o bem-aventurado Jacques de Voragine o nome Vast viria de ‘voeh distans’, ou ‘desgraça eterna’. Pois, os precitos gemem sem cessar: “Desgraça para nós porque ofendemos a Deus! Desgraça porque obedecemos ao demônio! Desgraça porque não podemos mais morrer! Desgraça por sermos tão terrivelmente atormentados! Desgraça porque não sairemos mais do inferno! » São Vast foi sagrado bispo de Arras por São Remígio. Quando ele chegou à porta da cidade, encontrou dois pobres que pediam esmola. Um era cego e o outro mancava. Então lhes disse: “eu não tenho nem ouro nem prata, mas aquilo que eu tenho eu vos dou”. A continuação ele elevou uma oração e curou-os, a um e outro. Um lobo tinha montado sua toca numa igreja abandonada e invadida pelo mato. Vast ordenou-lhe que saísse e não ousasse mais voltar. E assim aconteceu. (na imagem aos pés do santo) No fim de sua vida, após converter um grande número de pessoas com suas palavras e com suas obras, no quadragésimo ano de seu episcopado, ele viu uma coluna de fogo que descia do céu até sua casa. Ele compreendeu então que seu fim aproximava-se. Pouco tempo depois, ele morreu em paz, no ano do Senhor 550. Hugo de São Vítor: a fé é o navio seguro em meio ao naufrágio do mundo “Todo este mundo é como um dilúvio, porque todas as coisas, à semelhança das águas, correm flutuando por eventos incertos. “A verdadeira fé não promete coisas transitórias, mas eternas, e levanta a alma por cima das ondas, tirando-a da cobiça deste mundo às coisas do alto. “Ela pode então ser levada pelas águas, mas não pode ser inteiramente submergida. “Quem não acredita nas coisas eternas, e só apetece as transitórias, debate-se entre ondas como um náufrago que o ímpeto das águas vai engolindo. “Quem acredita nas coisas eternas, mas ama as coisas transitórias, afunda perto de um navio. “Quem crê nos bens eternos e os ama fica dentro do navio e atravessa seguro as ondas do mar revolto. “Quem, pelo desejo da fé não abandona o navio, ainda que no meio das ondas, imita a estabilidade da terra”. (Autor: Hugo de São Vitor , “A substância do amor”, Inst. in Decalogum Legis Dominicae ) Carta de Alcuíno (730-804) abade de York, ao imperador Carlos Magno: “Uma nova Atenas será criada por nós na França. “Uma Atenas mais bela do que a antiga, enobrecida pelos ensinamentos de Cristo superará a sabedoria da Academia. “Os antigos só têm as disciplinas de Platão como mestre e eles ainda resplandecem inspirados pelas sete artes liberais. “Mas os nossos serão mais do que enriquecidos sete vezes com a plenitude do Espírito Santo e deixarão na sombra toda a dignidade da sabedoria mundana dos antigos” . (Fonte: Thomas Woods, “How the Catholic Church built Western Civilization”, Washington, 2005). São Boaventura (1221-1274), Doutor da Igreja 'Calar-se face aos maus não é mansidão. 'A mansidão vai contra a ira e as fúrias, não para que o homem nunca se encolerize, mas para que o faça onde e quando deve. 'Por isso tem cara de homem e cara de leão. 'Algumas vezes se considera manso o homem que cala enquanto outro peca. Isso não é mansidão! 'Escuta: diz-se de Jesus que 'conturbou-se e fez um chicote de cordas'. 'Lê-se no Livro Primeiro dos Macabeus: 'Infeliz de mim! Por que nasci para ver a ruína de minha pátria e de meus santos?' 'Por onde se vê que Cristo é cordeiro e leão. São Boaventura (1221-1274), Doutor da Igreja, em Comentários sobre o Hexaemeron - Quinto Comentário, nº 8). Fonte: CATOLICISMO Beato Urbano II: do sermão da Cruzada (27 -11-1095) “Ó irmãos amadíssimos, hoje em nós manifestou-se o que o Senhor diz no Evangelho: “Onde dois ou três estarão reunidos em meu nome, Eu estarei no meio deles”. “Se o Senhor Deus não tivesse inspirado vossos pensamentos, vossa voz não teria sido unânime. foi Deus que inspirou vossos corações. “Seja, pois, esta vossa voz, o vosso grito de guerra, posto que vem de Deus. Quando fores ao ataque dos belicosos inimigos, seja este o grito unânime de todos os soldados de Deus: “Deus o quer! Deus o quer!” Texto completo São Remígio, arcebispo de Reims O nome Remígio significa “pastor que combate” e apaziguador da terra. São Remígio lutou contra o diabo com o escudo da fé, a espada da palavra de Deus e a armadura da esperança. Sua nascença foi predita por um ermitão cego. Desde cedo, Remígio abandonou o mundo e encerrou-se num claustro. Sua reputação crescia, e quando tinha 22 anos, foi aclamado pelo povo para ser arcebispo de Reims. Naqueles tempos, Clóvis era rei da França. Ele era pagão. Porém, quando viu vir contra ele um exército incontável de alamanos, ele prometeu que adotaria a fé de Jesus Cristo se obtinha a vitória. Ele venceu milagrosamente e pediu o batismo a São Remígio. Tendo-se aproximado todos da pia batismal, uma pomba trouxe no bico uma ampola com o óleo para ungir o rei. Esse óleo fica guardado na igreja de Reims até hoje. São Remígio resplandecente de virtudes, repousou em paz no ano 500 do Senhor. Santo Agostinho: a beleza das coisas fala da beleza suprema de Deus Criador “Interroga a beleza da terra, “interroga a beleza do mar, “interroga a beleza do ar difundida e diluída. “Interroga a beleza do céu, “interroga a ordem das estrelas, “interroga o sol, que com o seu esplendor ilumina o dia. “interroga a lua, que com o seu clarão modera as trevas da noite. “Interroga os animais que se movem na água, que caminham na terra, que voam pelos ares: “almas que se escondem, corpos que se mostram. “visível que se faz guiar, invisível que guia. “Interroga-os! “Todos te responderão: “Olha-nos, somos belos! “A sua beleza fá-los conhecer. “Quem foi que criou esta beleza mutável, a não ser a Beleza Imutável?” ( Santo Agostinho , Sermo CCXLI, 2: pl 38, 1134). Maomé e o Corão segundo Santo Tomás de Aquino: “Maomé seduziu os povos prometendo-lhes deleites carnais. .... “Introduziu entre as poucas coisas verdadeiras que ensinou muitas fábulas e falsíssimas doutrinas . Não aduziu prodígios sobrenaturais, único testemunho adequado da inspiração divina. .... “Afirmou que era enviado pelas armas, sinais estes que não faltam a ladrões e tiranos. Desde o início, não acreditaram nele os homens sábios nas coisas divinas e experimentados nestas e nas humanas, mas pessoas incultas, habitantes do deserto, ignorantes de toda doutrina divina. E só mediante a multidão destes, obrigou os demais, pela violência das armas, a aceitar a sua lei. “Nenhum oráculo divino dos profetas que o precederam dá testemunho dele. ao contrário, ele desfigura totalmente o Antigo e Novo Testamento, tornando-os um relato fantasioso, como o pode confirmar quem examina seus escritos. “Por isso, proibiu astutamente a seus sequazes a leitura do Antigo e Novo Testamento, para que não percebessem a falsidade dele”. “Summa contra Gentiles”, L. I, c. 6. Godofredo de Bouillon Os infiéis, tomados de espanto (devido às vitórias dos francos) nada melhor acharam para fazer do que mandar uma embaixada de Ascalom, de Cesareia e de Tolemaida, a Godofredo, para saudá-lo da parte daquelas cidades. A mensagem estava assim redigida: “O Emir de Ascalom, o Emir de Cesareia e o Emir de Tolemaida ao Duque Godofredo e a todos os outros, saudação. Nós te suplicamos, mui glorioso duque e muito magnífico, que, por tua vontade, nossos cidadãos possam sair para seus negócios em paz e segurança. Nós te mandamos dez bons cavalos e três boas mulas, e todos os meses te oferecemos, a título de tributo, cinco mil bizantinos”. O Rei de Jerusalém levou suas armas vitoriosas além do Líbano, até os muros de Damasco. ele fez ao mesmo tempo várias outras incursões na Arábia, de onde voltava sempre com um grande número de escravos, cavalos e camelos. Sua fama estendia-se cada vez mais: comparavam-no a Judas Macabeu pelo valor. a Sansão pela força de seu braço, e a Salomão pela sabedoria de seus conselhos. Os francos que haviam ficado com ele abençoavam seu reinado e sob sua dominação paterna eles esqueciam até sua antiga pátria. Godofredo exalou seu último suspiro a 17 de julho, um ano depois da tomada de Jerusalém. Alguns historiadores deram-lhe o título de rei, outros chamaram-no de duque cristianíssimo. No reino que tinha fundado, ele era freqüentemente proposto como modelo aos príncipes e aos guerreiros. Seu nome lembra ainda hoje as virtudes de tempos heróicos e deve viver entre os homens tanto quanto a lembrança das cruzadas. Foi sepultado ao pé do Calvário. Fonte: Joseph-François Michaud – “História das Cruzadas” Digite seu email: Como São Francisco domesticou as rolas selvagens Um jovem havia apanhado um dia muitas rolas e levava-as a vender. Encontrando-o São Francisco, o qual sempre sentia singular piedade pelos animais mansos, olhando com os olhos piedosos aquelas rolas, disse ao jovem: “Ó bom moço, peço-te que mas dês, para que passarinhos tão inocentes, os quais são comparados na santa Escritura às almas castas e humildes e fiéis, não caiam nas mãos de cruéis que os matem”. De repente aquele, inspirado por Deus, deu-as todas a São Francisco. e ele recebendo-as no regaço, começou a falar-lhes docemente: “Ó irmãs minhas, rolas simples e inocentes e castas, por que vos deixastes apanhar? Agora quero livrar-vos da morte e fazer-vos ninhos, para que deis frutos e vos multipliqueis, conforme o mandamento do vosso Criador”. E vai São Francisco e para todas fez ninhos. E elas, usando-os, começaram a pôr ovos e criar os filhos diante dos frades: e assim domesticamente viviam e tratavam com São Francisco e com os outros frades, como se fossem galinhas sempre criadas por eles. E dali não se foram enquanto São Francisco com sua bênção não lhes deu licença de partir. E ao moço que lhas havia dado, disse São Francisco: “Filho, ainda serás frade nesta Ordem e servirás graciosamente a Jesus Cristo”. E assim foi. porque o dito jovem se fez frade e viveu na Ordem com grande santidade. Em louvor de Cristo. Amém. Um ardil de Filipe Augusto Um bailio de Filipe Augusto, Rei de França, cobiçava a terra deixada por um cavaleiro morto. Uma noite, em presença de dois carregadores que ele tinha pago, fez com que o morto fosse desenterrado, perguntou se queria vender sua terra e propôs-lhe um preço. Naturalmente, o defunto nem se mexeu. Quem cala, consente. Em seguida, algumas moedas foram postas em suas mãos, e o defunto recolocado em seu caixão. Com grande espanto, a viúva viu seus domínios usurpados e se dirigiu ao rei. Convocado, o bailio compareceu ladeado por suas duas testemunhas, que atestavam a realidade da venda. Filipe Augusto percebeu que era trapaça. Levou para um canto um dos carregadores e lhe disse em voz baixa: — Recita-me no ouvido o Padre-nosso. Concluída a oração, o rei exclamou em alta voz: — Muito bem! O segundo carregador foi também convocado. Convencido de que seu companheiro denunciara a tramóia, apressou-se a dizer o que sabia. O bailio foi condenado. (Funck-Brentano, 'Ce qu’était un Roi de France') Santo Anselmo de Cantuária: Deus castiga com justiça e com justiça também perdoa É justo, também, que tu castigues os maus. Haverá, pois, algo mais justo do que os bons receberem o bem e os maus o castigo? Como, então, pode ser justo ao mesmo tempo que tu castigues os maus e lhes perdoes? Ou será que, sob certo aspecto, tu castigas os maus com justiça e, sob outro, lhes perdoas, igualmente, com justiça? Com efeito, é justo que tu castigues os maus, pois o mereceram. mas é, também, justo que lhes perdoes, não em virtude dos méritos que eles não têm, e sim porque isso condiz com a tua bondade. Ao perdoares aos maus, tu és justo em relação a ti mesmo, não a nós, assim como és misericordioso em relação a nós, e não a ti. (Fonte: Santo Anselmo (1033-1109), “Proslogio”, Abril, São Paulo, 1973.) São João Damasceno, Doutor da Igreja, sobre os muçulmanos: “Até o momento a superstição dos ismaelitas, arautos do Anticristo , continua a enganar os povos. “São descendentes de Ismael, filho de Abraão e de Agar. os ismaelitas são também chamados comumente de agarianos. “Eram idólatras, adoravam a estrela Lúcifer e Vênus, que chamavam, Chabar ou grande, até o tempo de Heráclio. “Então levantou-se entre eles um falso profeta, chamado Maomé , que havendo encontrado os livros dos Antigo e Novo Testamentos, e tido contato com um monge ariano, formulou uma heresia nova . “Conseguido o favor de seu povo por uma aparência de piedade, difundiu o rumor que os escritos lhe vinham do céu . “Escreveu um livro eriçado de coisas ridículas , onde expõe a sua religião. “Estabelece um Deus do universo, que não foi engendrado, nem engendrou nada. “Diz que Cristo é o Verbo de Deus e seu Espírito, mas criado e servidor que nasceu sem cooperação humana, de Maria, irmã de Moisés e de Aarão, por operação do Verbo de Deus, que nela entrou. que os judeus, havendo querido, por um crime detestável, pregá-lo numa cruz, apoderaram-se dele, mas não crucificaram senão sua sombra: de sorte que Jesus Cristo não sofreu nem a cruz nem a morte, tendo Deus, a quem era todo querido, arrebatado o Verbo aos céus”. (Fonte: “Fount of Knowledge, part two entitled Heresies in Epitome: How They Began and Whence They Drew Their Origin”, The Fathers of the Church, vol. 37 (Washington, DC: Catholic University of America Press, 1958), pp. 153-160). Santa Hildegarda de Bingen e as classes sociais Interrogada por que só admitia em seu convento damas de alta linhagem, quando o Senhor se rodeara de gente humilde, escreveu Santa Hildegarda: “Deus vela junto de cada homem para que as classes baixas nunca se elevem sobre as altas, como fizeram outrora Satanás e o primeiro homem, que quiseram exaltar-se acima de seu próprio estado. “Quem há que guarde num só estábulo todo o seu rebanho, bois e jumentos, ovelhas e carneiros? Por isso devemos velar para que o povo não se apresente todo misturado num só rebanho. De outro modo produzir-se-ia horrorosa depravação dos costumes, e todos se dilacerariam mutuamente, levados pelo ódio recíproco ao ver como as classes altas se rebaixariam ao nível das classes baixas, e estas se alçariam até a altura daquelas. “Deus divide seu povo sobre a terra em diferentes classes, como no Céu classifica seus anjos em diferentes grupos. Porém Deus ama a todos igualmente”. (Fonte: Migne, t. 197, col. 336) Conselhos de São Bernardo aos Templários São Bernardo abade de Claraval, falou sobre a vida que devem levar aqueles que combatem por Jesus Cristo, com estas palavras: “Quando se aproxima a hora do combate, armam-se de fé os cavaleiros, abrem-se a Deus em sua alma e cobrem-se, por fora, de ferro, não de ouro, a fim de que assim sejam bem apercebidos de armas, não adornados com jóias, infundam medo e pavor aos seus inimigos, sem excitar sua cobiça. “É preciso ter cavalos fortes e velozes, não formosos e bem ajaezados pois o verdadeiro cavaleiro pensa mais em vencer do que em fazer proezas e os cavaleiros mundanos precisamente o que desejam é causar admiração e pasmo e não causar medo. “Mostrando-se em tudo verdadeiros israelitas, que se adiantam ao combate pacífica e sossegadamente. mas apenas o clarim dá o sinal do ataque, deixando subitamente sua natural benignidade, parecem gritar com o salmista: Não temos odiado, Senhor, aos que te aborrecem? Não temos consumido de dor, ao ver a conduta de teus inimigos?” Direto em seu email Digite seu email: São Tomás de Aquino e a pena de morte para os hereges 'É muito mais grave corromper a Fé, pela qual a alma vive, do que falsificar o dinheiro, por meio do qual se conserva a vida temporal. 'De onde, se os falsários ou outros malfeitores são sem demora e justamente condenados à morte pelos príncipes seculares, com muito maior razão os heréticos, tão logo convencidos de heresia, podem não apenas ser excomungados, mas também e com justiça, mortos. 'Da parte da Igreja, porém, há misericórdia para a conversão dos que erram. 'E por isso Ela não condena imediatamente, mas só após uma primeira e segunda correção, como ensina o Apóstolo (Tit. 3, 10). 'Depois, todavia, se o herege ainda se mostra pertinaz, a Igreja, já não tendo esperança de sua conversão, provê a salvação dos outros, separando-o da Igreja por sentença de excomunhão, e em seguida abandona-o ao juiz secular, para ser morto.' (Fonte: S. Tomás de Aquino, Suma Teológica - IIa.IIae,q.11,a.3,c) São Bento ressuscita um morto “Certa ocasião, chegou ao mosteiro um rude camponês levando nos braços o corpo de seu filho morto, chorando amargamente e perguntando pelo venerável Bento. Nem bem o avistou, o infeliz pai começou a gritar: ‘Ele morreu. vem e ressuscita-o’. “Ouvindo isso, o servo de Deus entristeceu-se muito, mas disse: ‘coisas dessas não cabem a nós, antes são próprias de santos Apóstolos.’ Mas o infeliz, persistia em seu pedido, jurando que não iria embora enquanto ele não lhe ressuscitasse o filho. “Então o servo de Deus inclinou-se sobre o menino, ergueu as mãos ao Céu e disse: ‘Senhor, não olhes os meus pecados, mas a fé deste homem que pede que se lhe ressuscite o filho, e faz voltar a este corpinho a alma que dele quisestes levar’. Mal havia acabado de orar e voltou a alma ao corpo do menino. Bento, então, o devolveu vivo e incólume ao pai.” (Pe. Bruno Avila OSB, “Vida de San Benito”, Ed S.Benito, Buenos Aires, 1956). Oração a São Luiz Rei, do condestável Bertrand du Guesclin: “Conservai-me puro como o lírio de vosso brasão! Vós que mantínheis vossa palavra mesmo dada ao infiel, fazei que jamais mentira passe por minha boca, ainda que a franqueza devesse me custar a vida. Óh! homem de proezas, incapaz de recuos, cortai as pontes para os meus fingimentos e que eu caminhe sempre para o ponto mais duro do combate”. Amém. Foto: Bertrand du Guesclin, estátua em Châteauneuf de Randon. Hugo de São Vitor (1096-1141) “Embora a beleza se torne realidade perfeitamente nas criaturas de vários e múltiplos modos, a beleza delas consiste principalmente em quatro: na posição, no movimento, no aspecto e na qualide. E se uma pessoa estivesse em condições de observá-los profundamente, descobririra neles a admirável luz da sabedoria divina. “Pudesse eu ser capaz de considerá-los tão finamente e descrevê-los com tanta competência, como me é possível amá-los ardentemente! “Enche-me de alegria tratar freqüentemente de estas cosas, porque é doce e deleitável: deste modo é possível ir atingindo a perfeição também com a sensibilidade, e então o espírito se regozija juntamente e se suscitam atos de caridade sempre mais fervorosos. “Por isso acontece que ficamos admirados e exclamamos cheios de maravilhamento junto com o salmista: “Oh quão grandes são tuas obras, Senhor Deus! Fizeste toda coisa com sabedoria!”” Fonte: livro “Os três dias da invisível luz. A união do corpo e do espírito” São Tomás de Aquino defende a necessidade da desigualdade e da hierarquia social A sociedade não nasceu para ser uma massa em que todos sejam iguais. Afirmar que o máximo bem da sociedade consiste no máximo nivelamento é destruir a sociedade (Livro II, lição 1). É necessário que existam desigualdades entre os membros da sociedade. É necessário que uns governem e outros lhes estejam sujeitos (Livro I, lição 1). A sociedade humana não somente deve ser composta de muitos homens, mas é preciso que estes sejam de diversas categorias, isto é, que pertençam a diversas classes sociais. Pois com homens que são totalmente iguais do ponto de vista social não se constrói uma sociedade, dado que a sociedade é uma coisa totalmente diversa de uma multidão congregada para fazer a guerra. Esta última vale somente pela quantidade numérica, não importando se todos são da mesma classe, pois foram reunidos para somar suas forças, como sucede quando se quer movimentar um grande peso: quanto maior é o número dos homens, maior é o peso que conseguem arrastar. Verificamos que as coisas perfeitas que existem na natureza estão constituídas por partes de espécies diversas. Por exemplo, o homem está feito de carne, ossos e nervos. Por isso mesmo é evidente que, dado que a sociedade é um todo perfeito, é necessário que esteja composta por partes de espécies desiguais. Se se elimina a desigualdade dos cidadãos, deixará de existir a sociedade . A sociedade atenderá mais satisfatoriamente as necessidades dos seus membros quanto mais variadas forem as desigualdades entre os homens que a compõem (Livro II, lição 1). Onde foi permitido que qualquer um vendesse inconsideradamente o apanágio familiar, aconteceu que muitos inferiores que deviam obedecer se enriqueceram e subiram aos postos mais altos, enquanto os que deviam dirigir a sociedade decaíram. Daí adveio a confusão entre as classes sociais, que foi a causa de os governantes não serem escolhidos entre os cidadãos mais dignos para isso (Livro II, lição VII). (S. Tomás de Aquino, “In Libros Politicorum Aristotelis Expositio” - Marietti, Turim, 1951) Receba em seu email Digite seu email: Nosso Senhor a Santa Catarina de Siena, sobre as práticas homossexuais 'Esses infelizes .... caem no vício contra a natureza. 'São cegos e estúpidos, cuja inteligência obnubilada não percebe a baixeza em que vivem. 'Desagrada-me esse último pecado, pois sou a pureza eterna. 'Ele me é tão abominável que somente por sua causa fiz desaparecer cinco cidades (cfr. Sab. 10, 6). 'Minha justiça não mais consegue suportá-lo. 'Esse pecado, aliás, não desagrada somente a mim. É insuportável aos próprios demônios, que são tidos como patrões por aqueles infelizes ministros. Os demônios não toleram esse pecado. Não porque desejam a virtude. por sua origem angélica, recusam-se a ver tão hediondo vício. 'Eles atiram as flechas envenenadas de concupiscência, mas voltam-se no momento em que o pecado é cometido. (Fonte: “O Diálogo”: Edições Paulinas, 1984, pp. 259-260).' Fonte: 'Catolicismo' . Mostrando postagens com marcador História . Mostrar todas as postagens Mostrando postagens com marcador História . Mostrar todas as postagens domingo, 21 de agosto de 2016 Pacifismo hedonista e materialista contra espírito de Cruzada Apologia da Cruzada IV A Igreja nunca professou o pacifismo Roberto de Mattei (1948 - ) professor de História, especializado nas ideias religiosas e políticas no pós-Concilio Vaticano II. continuação do post anterior: A Igreja não pode abandonar as Cruzadas sem se trair A Igreja nunca professou o pacifismo. O combate cristão, que é acima de tudo, uma atitude espiritual, mas que inclui a possibilidade da legítima defesa, a guerra justa e até mesmo “a guerra santa”, pertence a mais pura tradição católica. Imersão total em ambientes das Cruzadas com o recurso 360º. CLIQUE AQUI e não esqueça de clicar o FULLSCREEN (ângulo superior à esquerda de cada imagem) Quem professa o pacifismo e o ecumenismo até o último ponto esquece que há males mais profundos que os físicos e materiais, e confunde as consequências desastrosas da guerra no plano físico, com suas causas, que são morais e provêm da violação da ordem. Numa palavra, esquecem que o pecado que só pode ser derrotado pela Cruz. Leia mais... Veja artigo e fotos completas ... » Postado por Luis Dufaur às 05:30 4 comentários Partilhar | Marcadores: Cruzadas , História , idade média , igreja , Lepanto domingo, 14 de agosto de 2016 A Igreja não pode abandonar as Cruzadas sem se trair Apologia da Cruzada III Roberto de Mattei (1948 - ) professor de História, especializado nas ideias religiosas e políticas no pós-Concilio Vaticano II. continuação do post anterior: As Cruzadas, decorrência necessária dos Evangelhos Por que a Igreja não pode abandonar o espírito de Cruzada? Simplesmente porque não pode negar sua história e sua doutrina. A história das Cruzadas não é um apêndice insignificante na história da Igreja. Pelo contrário, está intimamente unida à história do Papado. As Cruzadas não estão ligadas a um único Papa, mas a uma sucessão ininterrupta de pontífices, muitos deles santos, principalmente o Beato Urbano II que promulgou a Primeira Cruzada, São Pio V e o Beato Inocêncio XI, que promoveram “Santas Alianças” contra os turcos em Lepanto, Budapeste e Viena nos séculos XVI e XVII. Imersão total em ambientes das Cruzadas com o recurso 360º. CLIQUE AQUI e não esqueça de clicar o FULLSCREEN (ângulo superior à esquerda de cada imagem) Leia mais... Veja artigo e fotos completas ... » Postado por Luis Dufaur às 05:30 0 comentários Partilhar | Marcadores: Cruzadas , História , idade média , igreja , Lepanto domingo, 7 de agosto de 2016 As Cruzadas, decorrência necessária dos Evangelhos Apologia da Cruzada II Roberto de Mattei (1948 - ) professor de História, especializado nas ideias religiosas e políticas no pós-Concilio Vaticano II. continuação do post anterior: As Cruzadas no cerne das raízes cristãs A primeira Cruzada foi pregada em decorrência da meditação das palavras de Cristo: “Se alguém quiser vir comigo, renuncie-se a si mesmo, tome sua cruz e siga-me” (Mt 16, 21-27). Aquela mesma Cruz, em torno da qual se reuniam as pessoas nas catedrais, foi estampada nas vestes dos cruzados e exprimia o ato pelo qual o cristão se mostrava disposto a oferecer sua vida pelo bem sobrenatural do próximo brandindo suas armas. O espírito das Cruzadas era, e continua a ser, o espírito do cristianismo: o amor ao mistério incompreensível da Cruz. Imersão total em ambientes das Cruzadas com o recurso 360º. CLIQUE AQUI e não esqueça de clicar o FULLSCREEN (ângulo superior à esquerda de cada imagem) O professor Jonathan Riley-Smith, decano da renovação dos estudos sobre as Cruzadas, referiu-se àqueles que responderam ao apelo da primeira Cruzada, dizendo que estavam “inflamados pelo ardor da caridade” e pelo amor de Deus. Ele assim traça a motivação profunda daquela iniciativa. Leia mais... Veja artigo e fotos completas ... » Postado por Luis Dufaur às 09:25 0 comentários Partilhar | Marcadores: Cruzadas , História , idade média , igreja domingo, 31 de julho de 2016 As Cruzadas no cerne das raízes cristãs Apologia da Cruzada I O Professor Roberto de Mattei, professor catedrático de História Moderna na Universidade de Cassino, publicou uma luzidia “Apologia das Cruzadas” cujas partes essenciais reproduziremos nos próximos posts. O Prof. de Mattei também leciona História do Cristianismo e da Igreja na Universidade Europeia de Roma, e é responsável da área das ciências jurídicas, socioeconômicas, humanísticas e dos bens culturais do Consiglio Nazionale della Ricerca, da Itália. “As obras de arte que nasceram na Europa nos séculos passados são incompreensíveis sem levar em conta a alma religiosa que as inspirou”. Foto: catedral de Winchester, Inglaterra. “Adeus ao espírito de Cruzada na Igreja” é um refrão que se repete pelo menos há quarenta anos e que condensa a visão de um cristianismo que fez do diálogo ecumênico seu evangelho. Esta visão é baseada em distorções históricas e numa deformação muito grave da doutrina da Igreja. Quais são essas raízes cristãs que , de acordo com Bento XVI e seu predecessor João Paulo II, não só os católicos, mas até mesmo os laicos têm o direito e o dever de defender? Os frutos dessas raízes estão sob nossos olhos: são as catedrais, monumentos, palácios, praças e ruas, mas também música, literatura, poesia, ciência, arte. Leia mais... Veja artigo e fotos completas ... » Postado por Luis Dufaur às 10:42 1 comentários Partilhar | Marcadores: Cruzadas , falsos mitos , História , Lepanto , Papas domingo, 13 de julho de 2014 Dez datas chaves da História da Igreja e da civilização 'Dez datas que todo católico deveria conhecer' A jornalista Julia Duin publicou no diário Washington Time s, uma resenha sobre as datas essenciais da história da civilização ocidental selecionadas por Diane Moczar, especialista em história medieval do Northern Virginia Community College (EUA). A lista está exposta no livro 'Ten Dates Every Catholic should know' (foto) da professora Moczar. Ela deplora que os católicos estejam esquecidos de sua história e da importância do catolicismo na História Universal. “A história católica é a história da civilização ocidental” , diz Moczar . “Os católicos não apreciam a herança de sua fé e não tem noção do que está sendo perdido. Ainda mais, sabem pouco das heresias e do Islã”. Por isso ela propõe as “Dez datas que todo católico deve conhecer”. Eis elas: Leia mais... Veja artigo e fotos completas ... » Postado por Luis Dufaur às 05:30 3 comentários Partilhar | Marcadores: Civilização Cristã , História , igreja domingo, 12 de janeiro de 2014 Carlos Magno: o Moisés da Cristandade medieval Carlos Magno, iluminura do século XV. British Library Leia o post anterior O Prof. Plinio Corrêa de Oliveira teceu os seguinte comentários sobre o grande imperador: Nós lemos o seguinte sobre Carlos Magno, na grande “História Universal” de João Baptista von Weiss, historiador alemão católico condecorado pelo Papa Beato Pio IX com a Ordem de São Gregório: Em 772, com 30 anos, Carlos tomou o governo do reino dos francos. Com razão Carlos se chamou Magno. Mereceu esse nome como general e conquistador, como ordenador e legislador de seu imenso império e como incentivador de toda a vida espiritual do Ocidente. Por seu governo, as idéias cristãs alcançaram vitórias sobre os bárbaros. Sua vida foi uma constante luta contra a grosseria e a barbárie, que ameaçavam a Religião Católica e a nova cultura que nascia. Nada menos que 53 expedições militares foram por ele empreendidas, a saber: dezoito contra os saxões, uma contra a Aquitânia, cinco contra os lombardos, sete contra os árabes, da Espanha, uma contra os turíngeos, quatro contra os ávaros, duas contra os bretões, uma contra os bávaros, quatro contra os eslavos, cinco contra os sarracenos da Itália, três contra os dinamarqueses e duas contra os gregos. Leia mais... Veja artigo e fotos completas ... » Postado por Luis Dufaur às 05:30 0 comentários Partilhar | Marcadores: 1200º aniversário , Carlos Magno , Cristandade , História , Sacro Império domingo, 5 de janeiro de 2014 No 1200º aniversário: Carlos Magno sob a luz dourada da História e da lenda Busto-relicário de Carlos Magno. Fundo: catedral de Aachen, Alemanha, capital de seu império Em 28 de janeiro de 2014, a Cristandade comemorou 1.200 anos do falecimento do imperador Carlos Magno (*748–†814). Em sua pessoa o Papa instituiu o Sacro Império Romano Germánico, obra prima da ordem social e política cristã, hoje infelizmente posta de lado. Eventos culturais do mais alto nível estão anunciados pela Europa toda para comemorar a data. O Museu Nacional da Suíça, por exemplo, lhe consagra uma exposição especial reunindo objetos prestigiosos, verdadeiras relíquias, emprestados por numerosos museus e instituições suícas e estrangeiras. É difícil, reconhecem os organizadores, montar o quadro completo dos imensos progresos que o grande imperador católico, venerado em certas dioceses como Beato, trouxe para a Civilização Cristã. No domínios da educação, da arte, da arquitetura e da religião não houve como ele. Salas temáticas serão consagradas à personalidade do grande Carlos e seus colaboradores mais próximos. A seu império, aos conventos, igrejas e palácios que mandou construir e retratam de modo vivo sua época de influência pessoal nas décadas de 740 a 900. Leia mais... Veja artigo e fotos completas ... » Postado por Luis Dufaur às 17:25 2 comentários Partilhar | Marcadores: 1200º aniversário , Carlos Magno , História , Sacro Império domingo, 13 de janeiro de 2013 Enlevo pela Idade Média revive episódios históricos Com armas, armaduras, estandartes, cruzes e apetrechos, milhares de europeus revivem cada ano grandes momentos da gesta medieval. Eles recriam ambientes e exércitos que causam inveja ao cinema pela exatidão da reconstituição histórica. Na Inglaterra por volta de 20.000 pessoas participam de 300 re-encenações por ano, segundo a BBC. Elas são sempre mais numerosas. Leia mais... Veja artigo e fotos completas ... » Postado por Santiago Fernandez às 15:00 3 comentários Partilhar | Marcadores: cavalaria , Grã-Bretanha , guerra , Hastings , História , São Gregório VII domingo, 3 de agosto de 2008 Papel da família na gestação da Cristandade “Por toda parte a civilização começou pela família. Aqui e ali nascem homens nos quais se desenvolvem e atuam mais poderosamente o amor paterno e o desejo de se perpetuar nos seus descendentes. “Eles se dedicam ao trabalho com mais ardor, impõem aos seus apetites um freio mais contínuo e mais sólido, governam sua família com mais autoridade, inspiram-lhe costumes mais severos, que eles imprimem nos hábitos que a fazem contrair. “Esses hábitos se transmitem pela educação, e se tornam tradições que mantêm as novas gerações na via aberta pelos ancestrais. “A marcha nessa via conduz a família a uma situação cada vez mais alta. Ao mesmo tempo, a união que conservam entre si todos os ramos do tronco primitivo lhes dá uma pujança que cresce dia a dia, com o número que se multiplica e as riquezas que se acumulam pelo trabalho de todos. “Nessa situação eminente, esta família torna-se o centro de atenção daquelas que a circundam. Estas lhe pedem abrigo e proteção, e em contrapartida prometem assistência. 'Entre eles há os que se sentem estimulados pela prosperidade que presenciam, e a ambicionam para si mesmos, deixando-se governar e instruir, esforçando-se por praticar as virtudes cujos exemplos e resultados eles têm diante dos olhos.... “No caso da França, em meio às ruínas acumuladas pelas invasões dos bárbaros [principalmente dos normandos e magiares a partir do século X], não havia mais ordem, porque não havia mais autoridade. “Sob a ação dos santos, várias famílias se ergueram, animadas pelos sentimentos que o cristianismo começava a difundir no mundo: sentimentos de devotamento pelos pequenos e os fracos, sentimentos de concórdia e amor entre todos, sentimentos de reconhecimento e de fidelidade para com os protegidos. “A hagiografia dessa época nos faz assistir por todo lado a esse espetáculo de famílias que se erguem desse modo acima das outras, pela força das suas virtudes. “Acima de todas se ergueu, no século X, a família de Hugo Capeto, que edificou a França pela paciência do seu espírito, pela perseverança do seu devotamento, pela continuidade dos seus serviços. “É necessário acrescentar: `E pela vontade e a graça de Deus'. Quando o Conde de Maistre ressaltou a frase da Sagrada Escritura `Sou Eu que faço os reis', ele não deixou de acrescentar: `Isto não é uma metáfora, mas uma lei do mundo político. Ao pé da letra, Deus faz os reis. Ele prepara as raças reais, e as amadurece em meio a uma nuvem que esconde as suas origens. Assim elas aparecem coroadas de glória e honra'”. (Fonte: Mgr. Henri Delassus, L'Esprit Familial dans la Maison, dans la Cité et dans l'État, Société Saint-Augustin, Desclée, De Brouwer, Lille, 1910, pp. 11-21). Desejaria receber atualizações gratuitas de 'Glória da Idade Média' em meu email Leia mais... Veja artigo e fotos completas ... » Postado por Santiago Fernandez às 10:38 0 comentários Partilhar | Marcadores: Cristandade , família , França , História , Hugo Capeto quinta-feira, 31 de janeiro de 2008 Abadia de Cluny: “alma da Idade Média” Luis Dufaur Escritor, jornalista, conferencista de política internacional, sócio do IPCO, webmaster de diversos blogs A abadia de Cluny, na Borgonha, França, hoje está em ruínas. Mas ruínas que transmitem uma sublime mensagem. Porque essa abadia foi habitada pela “alma da Idade Média”. Foi fundada em 910 pelo Bem-aventurado Bernon em terras doadas pelo Duque da Aquitânia, Guilherme o Piedoso. Nela se sucederam quatro grandes Abades santos — Santo Odon, São Maïeul, Santo Odilon e São Hugo — durante dois longos séculos. Celeiro de Cluny A França comemora o aniversário 1100 aniversário da fundação da Abadia de Cluny, a mais célebre e grandiosa da Idade Média, destruída pelo furor dos adeptos da Revolução Francesa a partir de 1789. O Centro Nacional de Monumentos reuniu, pela primeira vez cerca de 130 obras de arte, esculturas, mosaicos, jóias e alguns dos melhores manuscritos com iluminuras medievais pertencentes ou relacionados com a mítica abadia. Prestigiosas instituições e coleções particulares prestaram seu concurso. A organização e direção de uma exposição artística e científica foi confiada a Neil Stratford, curador-chefe emérito do Museu Britânico e membro da Academia das Inscrições e Literatura. O Prof. Stratford explica a exibição no vídeo: TUDO SOBRE CLUNY 'A ALMA DA IDADE MÉDIA' Cluny: a “alma da Idade Média” Como se vivia num mosteiro medieval, o exemplo de Cluny” Papel de Cluny na formação da Idade Média Vídeo: Cluny completou 1100 anos Cluny e a origem da arte gótica Cluny comemorou 1.100 anos envolto numa aura de veneração Cluny, a Jerusalém celeste encarnada Os mosteiros na Idade Média Cluny: o “exército do Senhor” Cluny: o “fasto” e a “hierarquia angélica” Cluny, monges-guerreiros e “anjos do Apocalipse” Cluny, como viviam os monges São Bernardo: reação para segurar a queda de Cluny A decadência de Cluny e o ocaso da Cristandade medieval Santo Odon: resplandecente abade de Cluny Santo Odilon, modelo das virtudes cluniacenses A abadia de Cluny foi arrasada pela barbárie anticristã dos seguidores da “Filosofia das Luzes”. No século XXI, a tecnologia digital permitiu reconstituir a imagem daquela que foi a maior igreja da Cristandade medieval: Cluny III. A denominação “Cluny III” indica que foi a terceira igreja erigida no mesmo local pelos mesmos monges. Algo freqüente na Idade Média, era de continuado progresso, aperfeiçoamento e requinte. Veja a reconstrução digital: No vídeo seguinte: como se vivia num mosteiro medieval, o exemplo Cluny. 1) breve histórico e descrição de Cluny: igreja, estábulos, fábricas, claustro, sala capitular, refeitório, dormitório, cozinha, padaria, hospital e hospedagem (em espanhol). 2) como viviam os monges medievais: atividades (em espanhol).. 3) o pouco que sobra hoje de Cluny (em inglês). Planta de Cluny III Continua em 'Abadia de Cluny: 'alma da Idade Média'- II' CRUZADAS CASTELOS CATEDRAIS HEROIS ORAÇÕES CONTOS CIDADE SIMBOLOS Postado por Santiago Fernandez às 09:52 21 comentários Partilhar | Marcadores: Cluny , História , mosteiro sábado, 16 de junho de 2007 Mais fotos da re-encenação da batalha de Hastings Desejaria receber atualizações gratuitas de 'Glória da Idade Média' em meu email Leia mais... Veja artigo e fotos completas ... » Postado por Santiago Fernandez às 22:39 0 comentários Partilhar | Marcadores: cavalaria , Grã-Bretanha , guerra , Hastings , História , São Gregório VII Postagens mais antigas Página inicial Assinar: Postagens (Atom) Outras formas de visualizar o blog: Receba gratis em seu email Digite seu email: Os falsos mitos sobre a Idade Média refutados um a um Primeiro mito: Uma sociedade concebida segundo os princípios católicos é utopia . Veja a refutação. Segundo mito: Na Idade Média o regime era de opressão . Veja a refutação. Terceiro mito: A Igreja é o ópio do povo . Ela manteve o regime feudal para fruir de vantagens mesquinhas. Veja a refutação. Quarto mito: Na Idade Média havia regime de escravidão . Veja a refutação. Quinto mito: A Idade Média foi a “noite de mil anos”, em que a cultura desapareceu . Veja a refutação . Sexto mito: Na Idade Média a ciência ficou estagnada, e não houve progresso técnico. Veja a refutação. Pesquisar este blog Seguidores Leão XIII: na Idade Média a filosofia do Evangelho governava os Estados “Tempo houve em que a filosofia do Evangelho governava os Estados . “Nessa época, a influência da sabedoria cristã e a sua virtude divina penetravam as leis, as instituições, os costumes dos povos, todas as categorias e todas as relações da sociedade civil. “ Então a Religião instituída por Jesus Cristo, solidamente estabelecida no grau de dignidade que lhe é devido, em toda parte era florescente, graças ao favor dos Príncipes e à proteção legítima dos Magistrados . “Então o Sacerdócio e o Império estavam ligados entre si por uma feliz concórdia e pela permuta amistosa de bons ofícios. “Organizada assim, a sociedade civil deu frutos superiores a toda a expectativa, cuja memória subsiste e subsistirá, consignada como está em inúmeros documentos que artifício algum dos adversários poderá corromper ou obscurecer ”. (Fonte: S.S. Leão XIII, Encíclica “Immortale Dei”, de 1º-XI-1885, 'Bonne Presse', Paris, vol. II, p. 39). Leão XIII: a Civilização Cristã realizou o ideal de perfeição social Operada a Redenção e fundada a Igreja, “como que despertando de antiga, longa e mortal letargia, o homem percebeu a luz da verdade, que tinha procurado e desejado em vão durante tantos séculos. reconheceu sobretudo que tinha nascido para bens muito mais altos e muito mais magníficos do que os bens frágeis e perecíveis que são atingidos pelos sentidos, e em torno dos quais tinha até então circunscrito seus pensamentos e suas preocupações. “Compreendeu ele que toda a constituição da vida humana, a lei suprema, o fim a que tudo se deve sujeitar, é que, vindos de Deus, um dia devamos retornar a Ele. “Desta fonte, sobre este fundamento, viu-se renascer a consciência da dignidade humana. o sentimento de que a fraternidade social é necessária fez então pulsar os corações. em conseqüência, os direitos e deveres atingiram sua perfeição, ou se fixaram integralmente, e, ao mesmo tempo, em diversos pontos, se expandiram virtudes tais, como a filosofia dos antigos sequer pôde jamais imaginar. “Por isto, os desígnios dos homens, a conduta da vida, os costumes tomaram outro rumo. E, quando o conhecimento do Redentor se espalhou ao longe, quando sua virtude penetrou até os veios íntimos da sociedade, dissipando as trevas e os vícios da antigüidade, então se operou aquela transformação que, na era da Civilização Cristã, mudou inteiramente a face da terra”. Leão XIII Encíclica “Tametsi futura prospiscientibus”, I-XI-1900. Invenções, progresso, ciência e técnicas medievais Alguns grandes nomes da ciência medieval Na Idade Média nasceu a ciência logicamente sistematizada Sem a Igreja Católica não teria havido ciência e progresso autênticos Na Idade Média, a Europa encheu-se de escritores, artistas, monumentos e invenções Os hospitais: frutos da caridade desconhecidos antes da Idade Média Universidades e catedrais francesas: farois da cultura medieval Invenção “sui generis” de um monge e Papa: o zero Idade Média: era de grandes descobertas geográficas Historiadores recusam os mitos anti-católicos e anti-medievais Os mosteiros levaram a agricultura a patamar nunca visto Descobertas grandes e surpreendentes Castelos, abadias e aldeias medievais integradas com a natureza. Exemplo dos queijos e cervejas de Chimay Melhores vinhos modernos: herança das abadias medievais Monges trapistas fazem a melhor cerveja do mundo Ordenadas pela lógica floresceram ciências como a mecânica, as matemáticas, a física e a astronomia Nascimento e triunfo dos altos estudos A minúscula carolíngia mudou o rumo da cultura e da alfabetização Convite aos fiéis a aprofundar racionalmente as verdades da fé Sob a doce luz de Cristo, a Idade Média foi uma explosão de liberdade, criatividade e progresso, diz catedrático de Lisboa A revolução industrial da Idade Média: os surpreendentes planos de Villard de Honnecourt A movimentada vida dos engenheiros medievais A Idade Média à procura do Movimento Perpétuo para resolver o problema da energia Energia industrial para invenções e “gadgets” em plena era medieval A geometria a serviço do arquiteto medieval Conhecimento